Vous êtes sur la page 1sur 18

DIREITO PENAL

Nível de
TEMA QTD %
Importância
1º Crimes em Espécie 18 25%
2º Teoria da Pena 8 11%
3º Teoria do Erro 7 10%
4º Iter Criminis 5 7%
5º Leis Extravagantes 5 7%
6º Princípios Fundamentais 4 5%
7º Tipicidade 4 5%
8º Concurso de Crimes 4 5%
9º Concurso de Pessoas 4 5%
10º Extinção de Punibilidade 3 4%
11º Relação de Causalidade 3 4%
12º Teoria da Norma 2 3%
13º Culpabilidade 3 4%
14º Ação Penal 1 1%
15º Escusas Absolutórias 1 1%
16º Juizados Especiais 1 1%
Total 73 100%
Temas já exigidos pela FGV

CRIMES EM ESPÉCIE CONCURSO DE CRIMES


ITER CRIMINIS EXTINÇÃO DE PUNIBILIDADE
TEORIA DA PENA TEORIA DA NORMA
TEORIA DO ERRO TIPICIDADE
LEIS EXTRAVAGANTES RELAÇÃO DE CAUSALIDADE
PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS CULPABILIDADE
CONCURSO DE PESSOAS JUIZADOS ESPECIAIS
AÇÃO PENAL ESCUSAS ABSOLUTÓRIAS
A) delito de calúnia.
Questões já exigidas pela FGV | Por Temas B) delito de comunicação falsa de crime.
C) delito de denunciação caluniosa.
Crimes em espécie D) crime de falso testemunho.
IV Exame Unificado
VII Exame Unificado Questão 04 - (anulada) Configura modalidade de
Questão 01 - Baco, após subtrair um carro esportivo peculato prevista no Código Penal
de determinada concessionária de veículos, telefona A) o peculato por erro de outrem, consistente na
para Minerva, sua amiga, a quem conta a empreitada apropriação de bem ou valores que o funcionário
criminosa e pede ajuda. Baco sabia que Minerva tenha recebido pela facilidade que seu cargo lhe
morava em uma grande casa e que poderia esconder proporciona.
o carro facilmente lá. Assim, pergunta se Minerva B) o peculato eletrônico, modalidade anômala de
poderia ajudá‐lo, escondendo o carro em sua peculato, consistente em inserir dados falsos, alterar
residência. Minerva, apaixonada por Baco, aceita ou modificar dados no sistema de informações da
prestar a ajuda. Nessa situação, Minerva deve administração pública.
responder por: C) o peculato-culposo, consistente na apropriação de
A) participação no crime de furto praticado por Baco. bens ou valores que o funcionário tenha recebido
B) receptação. por erro de outrem em razão do cargo público que
C) favorecimento pessoal. exerce.
D) favorecimento real. D) o peculato-desvio, consistente no desvio de bens
ou valores, pelo funcionário público, em benefício de
VI Exame Unificado terceiro.
Questão 02 - Ana Maria, aluna de uma Universidade
Federal, afirma que José, professor concursado da II Exame Unificado
instituição, trai a esposa todo dia com uma gerente Questão 05 - Assinale a alternativa que preencha
bancária. A respeito do fato acima, é correto afirmar corretamente as lacunas do texto:
que Ana Maria praticou o crime de: “para a ocorrência de __________, não basta a
A) calúnia, pois atribuiu a José o crime de adultério, imputação falsa de crime, mas é indispensável que
sendo cabível, entretanto, a oposição de exceção da em decorrência de tal imputação seja instaurada, por
verdade com o fim de demonstrar a veracidade da exemplo, investigação policial ou processo judicial. A
afirmação. simples imputação falsa de fato definido como crime
B) difamação, pois atribuiu a José fato desabonador pode constituir __________, que, constitui infração
que não constitui crime, sendo cabível, entretanto, a penal contra a honra, enquanto a __________ é
oposição de exceção da verdade com o fim de crime contra a Administração da Justiça”.
demonstrar a veracidade da afirmação, uma vez que A) denunciação caluniosa, calúnia, denunciação
José é funcionário público. caluniosa.
C) calúnia, pois atribuiu a José o crime de adultério, B) denunciação caluniosa, difamação, denunciação
não sendo cabível, na hipótese, a oposição de caluniosa.
exceção da verdade. C) comunicação falsa de crime ou de contravenção,
D) difamação, pois atribuiu a José fato desabonador calúnia, comunicação falsa de crime ou de
que não constitui crime, não sendo cabível, na contravenção.
hipótese, a oposição de exceção da verdade. D) comunicação falsa de crime ou de contravenção,
difamação, comunicação falsa de crime ou de
V Exame Unificado contravenção.
Questão 03 - Ao tomar conhecimento de um roubo
ocorrido nas adjacências de sua residência, Caio II Exame Unificado
compareceu à delegacia de polícia e noticiou o Questão 06 - Fundação Pública Federal contrata o
crime, alegando que vira Tício, seu inimigo capital, técnico de informática Abelardo Fonseca para que
praticar o delito, mesmo sabendo que seu desafeto opere o sistema informatizado destinado à
se encontrava na Europa na data do fato. Em elaboração da folha de pagamento de seus
decorrência do exposto, foi instaurado inquérito funcionários. Abelardo, ao elaborar a referida folha
policial para apurar as circunstâncias do ocorrido. A de pagamento, altera as informações sobre a
esse respeito, é correto afirmar que Caio cometeu: remuneração dos funcionários da Fundação no
sistema, descontando a quantia de cinco reais de C) É possível verificar-se o concurso de pessoas.
cada um deles. A seguir, insere o seu próprio nome e D) Platão agiu com dolo direto e Aristóteles, com
sua própria conta bancária no sistema, atribuindo-se dolo eventual.
a condição de funcionário da Fundação e destina à IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)
sua conta o total dos valores desviados dos demais. Questão 09 - Ana e Júlia, irmãs gêmeas de 15 anos,
Terminada a elaboração da folha, Abelardo remete estavam caminhando no calçadão da praia por volta
as informações à seção de pagamentos, a qual efetua das 18h, ocasião em que foram abordadas por Malu,
os pagamentos de acordo com as informações jovem franzina de 18 anos. Malu, simulando portar
lançadas no sistema por ele. Considerando tal arma de fogo, amedrontou as vítimas, que lhe
narrativa, é correto afirmar que Abelardo praticou entregaram os telefones celulares que portavam. Ato
crime de: contínuo, a delinquente saiu correndo, rindo para as
A) estelionato. vítimas, enquanto mostrava que não portava
B) peculato. nenhuma arma de fogo. Levando em conta os dados
C) concussão. fornecidos, assinale a afirmativa correta.
D) inserção de dados falsos em sistema de A) Malu deve responder por furto qualificado,
informações. praticado em concurso formal.
B) Malu deve responder por roubo qualificado,
VIII Exame Unificado praticado em concurso formal.
Questão 07 - Jaime, conhecido pelos colegas como C) Malu deve responder por roubo simples, praticado
“Jaiminho mão de seda”, utilizando‐se de sua em concurso formal.
destreza, consegue retirar a carteira do bolso D) Malu não faz jus a nenhuma circunstância
traseiro da calça de Ricardo que, ao perceber a atenuante.
subtração, sai ao encalço do delinquente. Ocorre
que, durante a perseguição, Ricardo acaba sendo X Exame Unificado
atropelado, vindo a falecer em decorrência dos Questão 10 - José, rapaz de 23 anos, acredita ter
ferimentos. Nesse sentido, com base nas poderes espirituais excepcionais, sendo certo que
informações apresentadas na hipótese, e a todos conhecem esse seu “dom”, já que ele o
jurisprudência predominante dos tribunais anuncia amplamente. Ocorre que José está
superiores, assinale a afirmativa correta. apaixonado por Maria, jovem de 14 anos, mas não é
A) Jaime praticou delito de furto em sua modalidade correspondido. Objetivando manter relações sexuais
tentada. com Maria e conhecendo o misticismo de sua vítima,
B) Jaime consumou a prática do delito de furto José a faz acreditar que ela sofre de um mal
simples. espiritual, o qual só pode ser sanado por meio de um
C) Jaime consumou a prática do delito de furto ritual mágico de cura e purificação, que consiste em
qualificado. manter relações sexuais com alguém espiritualmente
D) Jaime consumou a prática de latrocínio. capacitado a retirar o malefício. José diz para Maria
que, se fosse para livrá-la daquilo, aceitaria de bom
IX Exame Unificado (Ipatinga-MG) grado colaborar no ritual de cura e purificação.
Questão 08 - Platão, desejando matar Sócrates, Maria, muito assustada com a notícia, aceita e
entrega a Aristóteles uma arma, fazendo-o supor, mantém, de forma consentida, relação sexual com
erroneamente, que está desmuniciada e, portanto, José, o qual fica muito satisfeito por ter conseguido
incapaz de oferecer qualquer perigo. Ao perceber enganá-la e, ainda, satisfazer seu intento, embora
que Aristóteles está manuseando a arma e que tenha ficado um pouco frustrado por ter descoberto
sequer conferiu a informação dada no sentido de que Maria não era mais virgem. Com base na
que não havia balas no seu interior. Platão induz situação descrita, assinale a alternativa que indica o
Aristóteles a acionar o gatilho na direção de crime que José praticou.
Sócrates. Assim é feito e Sócrates acaba falecendo A) Corrupção de menores (Art. 218, do CP).
em decorrência do tiro que levou. Com base na B) Violência sexual mediante fraude (Art. 215, do
situação descrita, assinale a afirmativa correta. CP).
A) Platão praticou homicídio doloso e Aristóteles, C) Estupro qualificado (Art. 213, § 1º, parte final, do
homicídio culposo. CP).
B) Platão participou, dolosamente, do crime culposo D) Estupro de vulnerável (Art. 217-A, do CP).
de Aristóteles.
X Exame Unificado D) José e Maria respondem por tentativa de
Questão 11 - Coriolano, objetivando proteger seu homicídio.
amigo Romualdo, não obedeceu à requisição do
Promotor de Justiça no sentido de determinar a XI Exame Unificado
instauração de inquérito policial para apurar Questão 14 - Débora estava em uma festa com seu
eventual prática de conduta criminosa por parte de namorado Eduardo e algumas amigas quando
Romualdo. Nesse caso, é correto afirmar que percebeu que Camila, colega de faculdade,
Coriolano praticou crime de insinuava-se para Eduardo. Cega de raiva, Débora
A) desobediência (Art. 330, do CP). esperou que Camila fosse ao banheiro e a seguiu.
B) prevaricação (Art. 319, do CP). Chegando lá e percebendo que estavam sozinhas no
C) corrupção passiva (Art. 317, do CP). recinto, Débora desferiu vários tapas no rosto de
D) crime de advocacia administrativa (Art. 321, do Camila, causando-lhe lesões corporais de natureza
CP). leve. Camila, por sua vez, atordoada com o
acontecido, somente deu por si quando Débora já
X Exame Unificado estava saindo do banheiro, vangloriando-se da surra
Questão 12 - João, com intenção de matar, efetua dada. Neste momento, com ódio de sua algoz,
vários disparos de arma de fogo contra Antônio, seu Camila levanta-se do chão, agarra Débora pelos
desafeto. Ferido, Antônio é internado em um cabelos e a golpeia com uma tesourinha de unha que
hospital, no qual vem a falecer, não em razão dos carregava na bolsa, causando-lhe lesões de natureza
ferimentos, mas queimado em um incêndio que grave. Com relação à conduta de Camila, assinale a
destrói a enfermaria em que se encontrava. Assinale afirmativa correta.
a alternativa que indica o crime pelo qual João será A) Agiu em legítima defesa.
responsabilizado. B) Agiu em legítima defesa, mas deverá responder
A) Homicídio consumado. pelo excesso doloso.
B) Homicídio tentado. C) Ficará isenta de pena por inexigibilidade de
C) Lesão corporal. conduta diversa.
D) Lesão corporal seguida de morte. D) Praticou crime de lesão corporal de natureza
grave, mas poderá ter a pena diminuída.
X Exame Unificado
Questão 13 - José e Maria estavam enamorados, mas XII Exame Unificado
posteriormente vieram a descobrir que eram irmãos Questão 15 - Lúcia, objetivando conseguir dinheiro,
consanguíneos, separados na maternidade. sequestra Marcos, jovem cego. Quando estava
Extremamente infelizes com a notícia recebida, que escrevendo um bilhete para a família de Marcos,
impedia por completo qualquer possibilidade de estipulando o valor do resgate, Lúcia fica sabendo,
relacionamento, resolveram dar cabo à própria vida. pela própria vítima, que sua família não possui
Para tanto, combinaram e executaram o seguinte: no dinheiro algum. Assim, verificando que nunca
apartamento de Maria, com todas as portas e janelas conseguiria obter qualquer ganho, Lúcia desiste da
trancadas, José abriu o registro do gás de cozinha. empreitada criminosa e coloca Marcos dentro de um
Ambos inspiraram o ar envenenado e desmaiaram, ônibus, orientando-o a descer do coletivo em
sendo certo que somente não vieram a falecer determinado ponto.
porque os vizinhos, assustados com o cheiro forte Com base no caso apresentado, assinale a afirmativa
que vinha do apartamento de Maria, decidiram correta.
arrombar a porta e resgatá-los. Ocorre que, não A) Lúcia deve responder pelo delito de sequestro ou
obstante o socorro ter chegado a tempo, José e cárcere privado, apenas.
Maria sofreram lesões corporais de natureza grave. B) Lúcia não praticou crime algum, pois beneficiada
Com base na situação descrita, assinale a afirmativa pelo instituto da desistência voluntária.
correta. C) Lúcia deve responder pelo delito de extorsão
A) José responde por tentativa de homicídio e Maria mediante sequestro em sua modalidade consumada.
por instigação ou auxílio ao suicídio. D) Lúcia não praticou crime algum, pois beneficiada
B) José responde por lesão corporal grave e Maria pelo instituto do arrependimento eficaz.
não responde por nada, pois sua conduta é atípica.
C) José e Maria respondem por instigação ou auxílio XII Exame Unificado
ao suicídio, em concurso de agentes.
Questão 16 - Paula, com intenção de matar Maria,
desfere contra ela quinze facadas, todas na região do XII Exame Unificado
tórax. Cerca de duas horas após a ação de Paula, Questão 18 - Lucas, funcionário público do Tribunal
Maria vem a falecer. Todavia, a causa mortis de Justiça, e Laura, sua noiva, estudante de direito,
determinada pelo auto de exame cadavérico foi resolveram subtrair notebooks de última geração
envenenamento. Posteriormente, soube-se que adquiridos pela serventia onde Lucas exerce suas
Maria nutria intenções suicidas e que, na manhã dos funções. Assim, para conseguir seu intento,
fatos, havia ingerido veneno. combinaram dividir a execução do delito. Lucas, em
Com base na situação descrita, assinale a afirmativa determinado feriado municipal, valendo-se da
correta. facilidade que seu cargo lhe proporcionava,
A) Paula responderá por homicídio doloso identificou-se na recepção e disse ao segurança que
consumado. precisava ir até a serventia para buscar alguns
B) Paula responderá por tentativa de homicídio. pertences que havia esquecido. O segurança, que já
C) O veneno, em relação às facadas, configura conhecia Lucas de vista, não desconfiou de nada e
concausa relativamente independente permitiu o acesso. Ressalte-se que, além de ser
superveniente que por si só gerou o resultado. serventuário, Lucas conhecia detalhadamente o
D) O veneno, em relação às facadas, configura prédio público, razão pela qual se dirigiu
concausa absolutamente independente rapidamente ao local desejado, subtraindo todos os
concomitante. notebooks. Após, foi a uma janela e, dali, os
entregou a Laura, que os colocou no carro e saiu. Ao
final, Lucas conseguiu deixar o edifício sem que
XII Exame Unificado ninguém suspeitasse de nada.
Questão 17 - Odete é diretora de um orfanato Todavia, cerca de uma semana após, Laura e Lucas
municipal, responsável por oitenta meninas em têm uma discussão e terminam o noivado. Muito
idade de dois a onze anos. Certo dia Odete vê enraivecida, Laura procura a polícia e noticia os
Elisabeth, uma das recreadoras contratada pela fatos, ocasião em que devolve todos os notebooks
Prefeitura para trabalhar na instituição, praticar ato subtraídos.
libidinoso com Poliana, criança de 9 anos, que ali Com base nas informações do caso narrado, assinale
estava abrigada. Mesmo enojada pela situação que a afirmativa correta.
presenciava, Odete achou melhor não intervir, A) Laura e Lucas devem responder pelo delito de
porque não desejava criar qualquer problema para peculato-furto praticado em concurso de agentes.
si. Nesse caso, tendo como base apenas as B) Laura deve responder por furto qualificado e
informações descritas, assinale a opção correta. Lucas deve responder por peculato-furto, dada à
incomunicabilidade das circunstâncias.
A) Odete não pode ser responsabilizada penalmente, C) Laura e Lucas serão beneficiados pela causa
embora possa sê-lo no âmbito cível e administrativo. extintiva de punibilidade, uma vez que houve
B) Odete pode ser responsabilizada pelo crime reparação do dano ao erário anteriormente à
descrito no Art. 244-A, do Estatuto da Criança e do denúncia.
Adolescente, verbis: “Submeter criança ou D) Laura será beneficiada pelo instituto do
adolescente, como tais definidos no caput do art. 2o arrependimento eficaz, mas Lucas não poderá valer-
desta Lei, à prostituição ou à exploração sexual”. se de tal benefício, pois a restituição dos bens, por
C) Odete pode ser responsabilizada pelo crime de parte dele, não foi voluntária.
estupro de vulnerável, previsto no Art. 217-A do CP,
verbis: “Ter conjunção carnal ou praticar outro ato
libidinoso com menor de 14 (catorze) anos”.
D) Odete pode ser responsabilizada pelo crime de Iter Criminis
omissão de socorro, previsto no Art. 135, do CP,
verbis: “Deixar de prestar assistência, quando VII Exame Unificado
possível fazê-lo sem risco pessoal, à criança Questão 01 - Assinale a alternativa correta.
abandonada ou extraviada, ou à pessoa inválida ou A) Aquele que, desejando subtrair ossadas de urna
ferida, ao desamparo ou em grave e iminente perigo; funerária, viola sepultura, mas nada consegue obter
ou não pedir, nesses casos, o socorro da autoridade porque tal sepultura estava vazia, não pratica o
pública”.
crime descrito no art. 210 do Código Penal: crime de
violação de sepultura.
B) O crime de infanticídio, por tratar‐se de crime
próprio, não admite coautoria.
C) O homicídio culposo, dada a menor
reprovabilidade da conduta, permite a compensação
de culpas. Teoria da Pena
D) Há homicídio privilegiado quando o agente atua
sob a influência de violenta emoção. VII Exame Unificado
Questão 01 - Pitágoras foi definitivamente
VII Exame Unificado condenado, com sentença penal condenatória
Questão 02 - Filolau, querendo estuprar Filomena, transitada em julgado, à pena de 6 (seis) anos de
deu início à execução do crime de estupro, reclusão a ser cumprida, inicialmente, em regime
empregando grave ameaça à vítima. Ocorre que ao semi‐aberto. Cerca de quatro meses após o início do
se preparar para o coito vagínico, que era sua única cumprimento da pena privativa de liberdade,
intenção, não conseguiu manter seu pênis ereto em sobreveio nova condenação definitiva, desta vez a 3
virtude de falha fisiológica alheia à sua vontade. Por (três) anos de reclusão no regime inicial aberto, em
conta disso, desistiu de prosseguir na execução do virtude da prática de crime anterior. Atento ao caso
crime e abandonou o local. Nesse caso, é correto narrado, bem como às disposições pertinentes ao
afirmar que: tema presentes tanto no código penal quanto na lei
A) trata‐se de caso de desistência voluntária, razão de execuções penais, é correto afirmar que:
pela qual Filolau não responderá pelo crime de A) Pitágoras poderá continuar a cumprir a pena no
estupro. regime semiaberto.
B) trata‐se de arrependimento eficaz, fazendo com B) Pitágoras deverá regredir para o regime fechado.
que Filolau responda tão somente pelos atos C) Pitágoras deverá regredir de regime porque a
praticados. nova condenação significa cometimento de falta
C) a conduta de Filolau é atípica. grave.
D) Filolau deve responder por tentativa de estupro. D) prevalece o regime isolado de cada uma das
III Exame Unificado condenações, devendo‐se executar primeiro a pena
Questão 03 - Ao concluir o curso de Engenharia, Arli, mais grave.
visando fazer uma brincadeira, inseriu, à caneta, em
seu diploma, declaração falsa sobre fato VI Exame Unificado
juridicamente relevante. A respeito desse ato, é Questão 02 - Nise está em gozo de suspensão
correto afirmar que Arli condicional da execução da pena. Durante o período
A) praticou crime de falsificação de documento de prova do referido benefício, Nise passou a figurar
público. como indiciada em inquérito policial em que se
B) praticou crime de falsidade ideológica. apurava eventual prática de tráfico de
C) praticou crime de falsa identidade. entorpecentes. Ao saber de tal fato, o magistrado
D) não praticou crime algum. responsável decidiu por bem prorrogar o período de
prova. Atento ao caso narrado e consoante
VI Exame Unificado legislação pátria, é correto afirmar que:
Questão 04 - Ares, objetivando passear com a A) não está correta a decisão de prorrogação do
bicicleta de Ártemis, desfere contra esta um soco. período de prova.
Ártemis cai, Ares pega a bicicleta e a utiliza durante B) a hipótese é de revogação facultativa do
todo o resto do dia, devolvendo-a ao anoitecer. benefício.
Considerando os dados acima descritos, assinale a C) a hipótese é de revogação obrigatória do
alternativa correta. benefício.
A) Ares praticou crime de roubo com a causa de D) Nise terá o benefício obrigatoriamente revogado
diminuição de pena do arrependimento posterior. se a denúncia pelo crime de tráfico de
B) Ares praticou atípico penal. entorpecentes for recebida durante o período de
C) Ares praticou constrangimento ilegal. prova
D) Ares praticou constrangimento legal com a causa
de diminuição de pena do arrependimento posterior. IV Exame Unificado
Questão 03 - Com relação aos critérios para com base na reincidência deve ser posterior à
substituição da pena privativa de liberdade por redução pela participação de menor importância.
restritiva de direitos, assinale a alternativa correta. B) é defeso ao juiz fixar a pena intermediária em
A) A substituição nunca poderá ocorrer se o réu for patamar acima do máximo previsto, ainda que haja
reincidente em crime doloso. circunstância agravante a ser considerada.
B) Somente fará jus à substituição o réu que for C) o acréscimo de pena pela embriaguez
condenado a pena não superior a 4 (quatro) anos. preordenada deve se feito posteriormente à redução
C) Em caso de descumprimento injustificado da pena pela confissão espontânea.
restritiva de direitos, esta será convertida em D) é possível que o juiz, analisando as circunstâncias
privativa de liberdade, reiniciando-se o cumprimento judiciais do art. 59 do Código Penal, fixe pena-base
da integralidade da pena fixada em sentença. em patamar acima do máximo previsto.
D) Se superior a um ano, a pena privativa de
liberdade pode ser substituída por uma pena IX Exame Unificado
restritiva de direitos e multa ou por duas restritivas Questão 06 - O sistema punitivo brasileiro é
de direitos. progressivo. Por meio dele o condenado passa do
regime inicial de cumprimento de pena mais severo
IV Exame Unificado para regime mais brando, até alcançar o livramento
Questão 04 - Tício praticou um crime de furto (art. condicional ou a liberdade definitiva. A respeito da
155 do Código Penal) no dia 10/01/2000, um crime progressão de regime, assinale a afirmativa correta.
de roubo (art. 157 do Código Penal) no dia A) O sistema progressivo brasileiro é compatível com
25/11/2001 e um crime de extorsão (art. 158 do a progressão “por saltos”, consistente na
Código Penal) no dia 30/5/2003. Tício foi condenado possibilidade da passagem direta do regime fechado
pelo crime de furto em 20/11/2001, e a sentença para o aberto.
penal condenatória transitou definitivamente em B) O cumprimento da pena privativa de liberdade
julgado no dia 31/3/2002. Pelo crime de roubo, foi nos crimes hediondos é uma exceção ao sistema
condenado em 30/01/2002, com sentença transitada progressivo. O condenado nesta modalidade
em julgado definitivamente em 10/06/2003 e, pelo criminosa deve iniciar e encerrar o cumprimento da
crime de extorsão, foi condenado em 20/8/2004, pena no regime fechado, sem possibilidade de
com sentença transitando definitivamente em passagem para regime mais brando.
julgado no dia 10/6/2006. Com base nos dados C) A progressão está condicionada, nos crimes contra
acima, bem como nos estudos acerca da reincidência a Administração Pública , à reparação do dano
e dos maus antecedentes, é correto afirmar que causado ou à devolução do produto do ilícito
A) na sentença do crime de furto, Tício é considerado praticado com os acréscimos legais, além do
portador de maus antecedentes e, na sentença do cumprimento de 1/6 da pena no regime anterior e
crime de roubo, é considerado reincidente. do mérito do condenado.
B) na sentença do crime de extorsão, Tício possui D) O pedido de progressão deve ser endereçado ao
maus antecedentes em relação ao crime de roubo e juízo sentenciante, que decidirá independente de
é reincidente em relação ao crime de furto. manifestação do Ministério Público.
C) cinco anos após o trânsito em julgado definitivo da
última condenação, Tício será considerado primário, IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)
mas os maus antecedentes persistem. Questão 07 - José vem praticando, em continuidade
D) nosso ordenamento jurídico-penal prevê como delitiva, vários crimes dolosos da mesma espécie,
tempo máximo para configuração dos maus cometidos sem violência ou grave ameaça à pessoa,
antecedentes o prazo de cinco anos a contar do nas mesmas condições de tempo, lugar e maneira de
cumprimento ou extinção da pena e eventual execução, sendo certo que tais crimes são cometidos
infração posterior. contra a mesma vítima. O magistrado, ao sentenciar
José, fará incidir a causa de aumento de pena pelo
IV Exame Unificado crime continuado, levando em conta, para a fixação
Questão 05 - Em relação ao cálculo da pena, é do quantum de aumento,
correto afirmar que: A) o número de infrações praticadas.
A) a análise da reincidência precede à verificação dos B) as consequências dos crimes praticados.
maus antecedentes, e eventual acréscimo de pena C) a presença de circunstâncias agravantes.
D) a primariedade ou não de José.
naquela noite e, com o intuito de defender-se, Apolo
X Exame Unificado saiu de casa com uma faca no bolso de seu casaco.
Questão 08 - Filipe foi condenado em janeiro de Naquela noite, ao encontrar Hades em uma rua vazia
2011 à pena de cinco anos de reclusão pela prática e escura e, vendo que este colocava a mão no bolso,
do crime de tráfico de drogas, ocorrido em 2006. Apolo precipita-se e, objetivando impedir o ataque
Considerando-se que a Lei n. 11.464, que modificou que imaginava iminente, esfaqueia Hades,
o período para a progressão de regime nos crimes provocando-lhe as lesões corporais que desejava.
hediondos para 2/5 (dois quintos) em caso de réu Todavia, após o ocorrido, o próprio Hades contou a
primário, foi publicada em março de 2007, é correto Apolo que não ia matá-lo, pois havia desistido de seu
afirmar que intento e, naquela noite, foi ao seu encontro
A) se reputará cumprido o requisito objetivo para a justamente para dar-lhe a notícia. Nesse sentido, é
progressão de regime quando Felipe completar 1/6 correto afirmar que
(um sexto) do cumprimento da pena, uma vez que o A) havia dolo na conduta de Apolo.
crime foi praticado antes da Lei n. 11.464. B) mesmo sendo o erro escusável, Apolo não é isento
B) se reputará cumprido o requisito objetivo para a de pena.
progressão de regime quando Felipe completar 2/5 C) Apolo não agiu em legítima defesa putativa.
(dois quintos) do cumprimento da pena, uma vez D) mesmo sendo o erro inescusável, Apolo responde
que a Lei n. 11.464 tem caráter processual e, a título de dolo.
portanto, deve ser aplicada de imediato.
C) se reputará cumprido o requisito subjetivo para a II Exame Unificado
progressão de regime quando Felipe completar 1/6 Questão 03 - Arlete, em estado puerperal, manifesta
(um sexto) do cumprimento da pena, uma vez que o a intenção de matar o próprio filho recém nascido.
crime foi praticado antes da Lei n. 11.464. Após receber a criança no seu quarto para
D) se reputará cumprido o requisito subjetivo para a amamentá-la, a criança é levada para o berçário.
progressão de regime quando Felipe completar 2/5 Durante a noite, Arlete vai até o berçário, e, após
(dois quintos) do cumprimento da pena, uma vez conferir a identificação da criança, a asfixia,
que a Lei n. 11.464 tem caráter processual e, causando a sua morte. Na manhã seguinte, é
portanto, deve ser aplicada de imediato. constatada a morte por asfixia de um recém nascido,
que não era o filho de Arlete. Diante do caso
Teoria do erro concreto, assinale a alternativa que indique a
responsabilidade penal da mãe.
VI Exame Unificado A) Crime de homicídio, pois, o erro acidental não a
Questão 01 - José dispara cinco tiros de revólver isenta de responsabilidade.
contra Joaquim, jovem de 26 (vinte e seis) anos que B) Crime de homicídio, pois, uma vez que o art. 123
acabara de estuprar sua filha. Contudo, em do CP trata de matar o próprio filho sob influência do
decorrência de um problema na mira da arma, José estado puerperal, não houve preenchimento dos
erra seu alvo, vindo a atingir Rubem, senhor de 80 elementos do tipo.
(oitenta) anos, ceifando-lhe a vida. A esse respeito, é C) Crime de infanticídio, pois houve erro quanto à
correto afirmar que José responderá: pessoa.
A) pelo homicídio de Rubem, agravado por ser a D) Crime de infanticídio, pois houve erro essencial.
vítima maior de 60 (sessenta) anos.
B) por tentativa de homicídio privilegiado de Joaquim III Exame Unificado
e homicídio culposo de Rubem, agravado por ser a Questão 04 - Joaquim, desejoso de tirar a vida da
vítima maior de 60 (sessenta) anos. própria mãe, acaba causando a morte de uma tia
C) apenas por tentativa de homicídio privilegiado, (por confundi-la com aquela). Tendo como referência
uma vez que ocorreu erro quanto à pessoa. a situação acima, é correto afirmar que Joaquim
D) apenas por homicídio privilegiado consumado, incorre em erro
uma vez que ocorreu erro na execução. A) de tipo essencial escusável – inevitável – e deverá
responder pelo crime de homicídio sem a incidência
V Exame Unificado da agravante relativa ao crime praticado contra
Questão 02 - Apolo foi ameaçado de morte por ascendente (haja vista que a vítima, de fato, não era
Hades, conhecido matador de aluguel. Tendo tido a sua genitora).
ciência, por fontes seguras, que Hades o mataria
B) de tipo acidental na modalidade error in persona e A partir da situação narrada, assinale a afirmativa
deverá responder pelo crime de homicídio com a correta.
incidência da agravante relativa ao crime praticado A) Bráulio deve responder por estupro de vulnerável
contra ascendente (mesmo que a vítima não seja, de doloso.
fato, a sua genitora). B) Bráulio deve responder por estupro de vulnerável
C) de proibição e deverá responder pelo crime de culposo.
homicídio qualificado pelo fato de ter objetivado C) Bráulio não praticou crime, pois agiu em hipótese
atingir ascendente (preserva-se o dolo, de erro de tipo essencial.
independente da identidade da vítima). D) Bráulio não praticou crime, pois agiu em hipótese
D) de tipo essencial inescusável – evitável –, mas não de erro de proibição direto.
deverá responder pelo crime de homicídio
qualificado, uma vez que a pessoa atingida não era a
sua ascendente. Leis Extravagantes

IX Exame Unificado V Exame Unificado


Questão 05 - Jaime, brasileiro, passou a morar em Questão 01 - Joaquim, conduzindo seu veículo
um país estrangeiro no ano de 1999. Assim como seu automotor (que se encontrava sem as placas de
falecido pai, Jaime tinha por hábito sempre levar identificação) em velocidade superior à máxima
consigo acessórios de arma de fogo, o que não era permitida para a via – 50km/h - pratica o crime de
proibido, levando-se em conta a legislação vigente à lesões corporais culposas em virtude da sua não
época, a saber, a Lei n. 9.437/97. Tal hábito foi observância ao dever objetivo de cuidado no
mantido no país estrangeiro que, em sua legislação, trânsito. Com base na situação acima e à luz do
não vedava a conduta. Todavia, em 2012, Jaime Código de Trânsito Brasileiro, assinale a alternativa
resolve vir de férias ao Brasil. Além de matar as correta.
saudades dos familiares, Jaime também queria A) Por se tratar a lesão corporal culposa praticada na
apresentar o país aos seus dois filhos, ambos direção de veículo automotor de uma infração de
nascidos no estrangeiro. Ocorre que, dois dias após menor potencial ofensivo, Joaquim responderá pelo
sua chegada, Jaime foi preso em flagrante por portar seu crime no Juizado Especial Criminal.
ilegalmente acessório de arma de fogo, conduta B) Sem prejuízo da pena de detenção
descrita no Art. 14 da Lei n. 10.826/2003, verbis: correspondente, Joaquim estará sujeito à suspensão
“Portar, deter, adquirir, fornecer, receber, ter em ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação
depósito, transportar, ceder, ainda que para dirigir veículo automotor.
gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, C) Pelo fato de Joaquim praticar o fato na condução
manter sob guarda ou ocultar arma de fogo, de veículo automotor sem placas de identificação, o
acessório ou munição, de uso permitido, sem Juiz poderá, caso entenda necessário, agravar a
autorização e em desacordo com determinação legal penalidade do crime.
ou regulamentar”. Nesse sentido, podemos afirmar D) A pena a que Joaquim estará sujeito não se
que Jaime agiu em hipótese de alterará se a lesão corporal culposa for praticada em
A) erro de proibição direto. faixa de pedestres ou mesmo na calçada.
B) erro de tipo essencial.
C) erro de tipo acidental. II Exame Unificado
D) erro sobre as descriminantes putativas. Questão 02 - Relativamente à legislação sobre
lavagem de capitais (Lei n. 9.613/98), assinale a
XII Exame Unificado alternativa correta.
Questão 06 - Bráulio, rapaz de 18 anos, conhece A) O crime de lavagem só ocorre quando os bens,
Paula em um show de rock, em uma casa noturna. direitos ou valores provenientes, direta ou
Os dois, após conversarem um pouco, resolvem indiretamente, de um dos crimes antecedentes
dirigir-se a um motel e ali, de forma consentida, o completam todo o processo de lavagem (ocultação,
jovem mantém relações sexuais com Paula. Após, dissimulação e integração).
Bráulio descobre que a moça, na verdade, tinha B) Não constitui lavagem de dinheiro, mas crime de
apenas 13 anos e que somente conseguira entrar no descaminho, a importação ou exportação de bens
show mediante apresentação de carteira de com valores não correspondentes aos verdadeiros,
identidade falsa. feita com o propósito de ocultar ou dissimular a
utilização de bens, direitos ou valores provenientes A) pode ser praticada por meio de uma conduta
de qualquer dos crimes antecedentes referidos na comissiva (positiva, por via de uma ação) ou omissiva
Lei n. 9.613/98. (negativa, por via de uma abstenção).
C) O processo e julgamento dos crimes previstos na B) é crime inafiançável, imprescritível e insuscetível
Lei n. 9613/98 dependem do processo e julgamento de graça ou anistia.
dos crimes antecedentes. C) exige, na sua configuração, que o autor provoque
D) Pratica crime de lavagem de dinheiro quem lesões corporais na vítima ao lhe proporcionar
utiliza, na atividade econômica ou financeira, bens, sofrimento físico com o emprego de violência.
direitos ou valores que sabe serem provenientes de D) se reconhecida, não implicará aumento de pena,
qualquer dos crimes antecedentes previstos na Lei n. caso seja cometida por agente público
9613/98.
XI Exame Unificado
V Exame Unificado Questão 05 - Helena, condenada a pena privativa de
Questão 03 - João da Silva, José da Silva e Maria da liberdade, sofre, no curso da execução da referida
Silva são os acionistas controladores do Banco Silva’s pena, superveniência de doença mental. Nesse caso,
e Família, cada um com 30% das ações com direito a o juiz da execução, verificando que a enfermidade
voto e exercendo respectivamente os cargos de mental tem caráter permanente, deverá
Diretor- Presidente, Diretor Comercial e Diretora de A) aplicar o Art. 41, do CP, que assim dispõe, verbis: “
Contabilidade. Em razão das dificuldades financeiras O condenado a quem sobrevém doença mental deve
que afetaram o Banco Silva’s e Família, os diretores ser recolhido a hospital de custódia e tratamento
decidem por em curso as seguintes práticas: (1) psiquiátrico ou, à falta, a outro estabelecimento
adquirir no mercado títulos do tesouro nacional já adequado.”
caducos (portanto sem valor algum) e, utilizando-os B) aplicar o Art. 97, do CP, que assim dispõe, verbis: “
como simulacro de lastro, emiti r títulos do banco Se o agente for inimputável, o juiz determinará sua
para captar recursos financeiros junto aos investi internação (Art. 26). Se, todavia, o fato previsto
dores; (2) forjar negócios com pessoas jurídicas como crime for punível com detenção, poderá o juiz
inexistentes a fim de simular ganhos; e, por fim, (3) submetê-lo a tratamento ambulatorial.”
fraudar o balanço da instituição simulando lucros no C) aplicar o Art. 183 da LEP (Lei n. 7.210/84), que
exercício ao invés dos prejuízos efetivamente assim dispõe, verbis: “Quando, no curso da execução
sofridos. Os primeiros doze meses demonstraram da pena privativa de liberdade, sobrevier doença
resultados excelentes, com grande aumento do mental ou perturbação da saúde mental, o Juiz, de
capital, mas os vinte e quatro meses seguintes são Ofício, a requerimento do Ministério Público, da
marcados por uma perda avassaladora de recursos, Defensoria Pública ou da autoridade administrativa,
levando o banco à beira da insolvência, com um poderá determinar a substituição da pena por
passivo cerca de 50 vezes maior que o ativo. Nesse medida de segurança.”
momento, o Banco Silva’s e Família sofre uma D) aplicar o Art. 108 da LEP (Lei n. 7.210/84), que
intervenção do Banco Central e todos os fatos assim dispõe, verbis: “O condenado a quem
narrados acima vêm à tona. Assinale a alternativa sobrevier doença mental será internado em Hospital
que indique o(s) crime(s) praticado(s) pelos de Custódia e Tratamento Psiquiátrico”.
acionistas controladores.
A) Crimes de falsidade ideológica, falsidade XI Exame Unificado
documental e estelionato qualificado. Questão 06 - O Art. 33 da Lei n. 11.343/06 (Lei
B) Crime de gestão temerária de instituição Antidrogas) diz: “Importar, exportar, remeter,
financeira. preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à
C) Crime de gestão fraudulenta de instituição venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer
financeira. consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a
D) Crime de gestão temerária em concurso com consumo ou fornecer drogas, ainda que
crime de gestão fraudulenta de instituição financeira. gratuitamente, sem autorização ou em desacordo
com determinação legal ou regulamentar. Pena –
II Exame Unificado reclusão de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos e pagamento
Questão 04 - A tortura, conduta expressamente de 500 (quinhentos) a 1.500 (mil e quinhentos) dias-
proibida pela Constituição Federal e lei específica, multa.”
Analisando o dispositivo acima, pode-se perceber nula, por ter sido realizada por um segurança
que nele não estão inseridas as espécies de drogas particular.
não autorizadas ou que se encontram em desacordo
com determinação legal ou regulamentar. Dessa IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)
forma, é correto afirmar que se trata de uma norma Questão 03 - Determinado estado, membro da
penal Federação, editou lei excepcional em 1º de março de
A) em branco homogênea. 2011, criminalizando a conduta de utilizar telefone
B) em branco heterogênea. celular no interior de agências bancárias. Com base
C) incompleta (ou secundariamente remetida). no fato relatado, assinale a afirmativa correta.
D) em branco inversa (ou ao avesso). A) Não será aplicada ao fato praticado durante sua
vigência, cessadas as circunstâncias que a
Princípios fundamentais determinaram.
B) É inconstitucional por força do princípio da
VIII Exame Unificado culpabilidade.
Questão 01 - Em relação ao princípio da C) É inconstitucional porque somente a União pode
insignificância, assinale a afirmativa correta. legislar em matéria de direito penal.
A) O princípio da insignificância funciona como causa D) Poderá retroagir para alcançar fatos anteriores à
de exclusão da culpabilidade. A conduta do agente, sua vigência por força do brocardo in dubio pro
embora típica e ilícita, não é culpável. societate.
B) A mínima ofensividade da conduta, a ausência de
periculosidade social da ação, o reduzido grau de IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)
reprovabilidade do comportamento e a Questão 04 - No curso de um delito de sequestro,
inexpressividade da lesão jurídica constituem, para o em que a vítima ainda se encontrava privada de sua
Supremo Tribunal Federal, requisitos de ordem liberdade, sobreveio nova lei penal aumentando a
objetiva autorizadores da aplicação do princípio da pena prevista no preceito secundário do tipo penal
insignificância. descrito no Art. 148 do CP. Nesse caso, atento (a) ao
C) A jurisprudência predominante dos tribunais entendimento dos Tribunais Superiores acerca do
superiores é acorde em admitir a aplicação do tema, assinale a afirmativa correta.
princípio da insignificância em crimes praticados com A) Aplica-se a lei penal mais grave, ou seja, aquela
emprego de violência ou grave ameaça à pessoa (a cuja entrada em vigor se deu no curso do delito.
exemplo do roubo). B) Aplica-se a lei penal mais benéfica, pois a lei penal
D) O princípio da insignificância funciona como causa não retroage, salvo em benefício do réu.
de diminuição de pena. C) Aplica-se a lei penal mais benéfica, com base na
teoria da atividade, a qual impõe ser aplicável a lei
V Exame Unificado penal vigente à época da ação/omissão, ainda que
Questão 02 - Jefferson, segurança da mais famosa outro seja o momento do resultado.
rede de supermercados do Brasil, percebeu que João D) Aplica-se, eventualmente, as duas leis
escondera em suas vestes três sabonetes, de valor combinadas, caso tal conduta importe em benefício
aproximado de R$ 12,00 (doze reais). Ao tentar sair para o agente.
do estabelecimento, entretanto, João é preso em
flagrante delito pelo segurança, que chama a polícia. XI Exame Unificado
A esse respeito, assinale a alternativa correta. Questão 05 - No ano de 2005, Pierre, jovem francês
A) A conduta de João não constitui crime, uma vez residente na Bulgária, atentou contra a vida do então
que este agiu em estado de necessidade. presidente do Brasil que, na ocasião, visitava o
B) A conduta de João não constitui crime, uma vez referido país. Devidamente processado, segundo as
que o fato é materialmente atípico. leis locais, Pierre foi absolvido. Considerando apenas
C) A conduta de João constitui crime, uma vez que se os dados descritos, assinale a afirmativa correta.
enquadra no artigo 155 do Código Penal, não A) Não é aplicável a lei penal brasileira, pois como
estando presente nenhuma das causas de exclusão Pierre foi absolvido no estrangeiro, não ficou
de ilicitude ou culpabilidade, razão pela qual este satisfeita uma das exigências previstas à hipótese de
deverá ser condenado. extraterritorialidade condicionada.
D) Embora sua conduta constitua crime, João deverá B) É aplicável a lei penal brasileira, pois o caso
ser absolvido, uma vez que a prisão em flagrante é narrado traz hipótese de extraterritorialidade
incondicionada, exigindose, apenas, que o fato não 2, Lucas, que não está influenciado pelo estado
tenha sido alcançado por nenhuma causa extintiva puerperal, responderá por homicídio e Julieta pelo
de punibilidade no estrangeiro. crime de infanticídio.
C) É aplicável a lei penal brasileira, pois o caso
narrado traz hipótese de extraterritorialidade VII Exame Unificado
incondicionada, sendo irrelevante o fato de ter sido Questão 02 - Zenão e Górgias desejam matar Tales.
o agente absolvido no estrangeiro. Ambos sabem que Tales é pessoa bastante metódica
D) Não é aplicável a lei penal brasileira, pois como o e tem a seguinte rotina ao chegar no trabalho: pega
agente é estrangeiro e a conduta foi praticada em uma xícara de café na copa, deixa‐a em cima de sua
território também estrangeiro, as exigências relativas bancada particular, vai a outra sala buscar o jornal e
à extraterritorialidade condicionada não foram retorna à sua bancada para lê‐lo, enquanto degusta a
satisfeitas. bebida. Aproveitando‐se de tais dados, Zenão e
Górgias resolvem que executarão o crime de
Concurso de pessoas homicídio através de envenenamento. Para tanto,
Zenão, certificando‐se que não havia ninguém perto
VII Exame Unificado da bancada de Tales, coloca na bebida 0,1 ml de
Questão 01 - Analise detidamente as seguintes poderoso veneno. Logo em seguida chega Górgias,
situações: que também verifica a ausência de qualquer pessoa
Casuística 1: Amarildo, ao chegar a sua casa, constata e adiciona ao café mais 0,1 ml do mesmo veneno
que sua filha foi estuprada por Terêncio. Imbuído de poderoso. Posteriormente, Tales retorna à sua mesa
relevante valor moral, contrata Ronaldo, pistoleiro e senta‐se confortavelmente na cadeira para
profissional, para tirar a vida do estuprador. O degustar o café lendo o jornal, como fazia todos os
serviço é regularmente executado. dias. Cerca de duas horas após a ingestão da bebida,
Casuística 2: Lucas concorre para um infanticídio Tales vem a falecer. Ocorre que toda a conduta de
auxiliando Julieta, parturiente, a matar o nascituro – Zenão e Górgias foi filmada pelas câmeras internas
o que efetivamente acontece. Lucas sabia, desde o presentes na sala da vítima, as quais eram
início, que Julieta estava sob a influência do estado desconhecidas de ambos, razão pela qual a autoria
puerperal. Levando em consideração a legislação restou comprovada. Também restou comprovado
vigente e a doutrina sobre o concurso de pessoas que Tales somente morreu em decorrência da ação
(concursus delinquentium), é correto afirmar que conjunta das duas doses de veneno, ou seja,
A) no exemplo 1, Amarildo responderá pelo somente 0,1 ml da substância não seria capaz de
homicídio privilegiado e Ronaldo pelo crime de provocar o resultado morte. Com base na situação
homicídio qualificado por motivo torpe. No exemplo descrita, é correto afirmar que:
2, Lucas e Julieta responderão pelo crime de A) caso Zenão e Górgias tivessem agido em concurso
infanticídio. de pessoas, deveriam responder por homicídio
B) no exemplo 1, Amarildo responderá pelo qualificado doloso consumado.
homicídio privilegiado e Ronaldo pelo crime de B) mesmo sem qualquer combinação prévia, Zenão e
homicídio simples (ou seja, sem privilégio pelo fato Górgias deveriam responder por homicídio
de não estar imbuído de relevante valor moral). No qualificado doloso consumado.
exemplo 2, Lucas, que não está influenciado pelo C) Zenão e Górgias, agindo em autoria colateral,
estado puerperal, responderá por homicídio, e deveriam responder por homicídio culposo.
Julieta pelo crime de infanticídio. D) Zenão e Górgias, agindo em concurso de pessoas,
C) no exemplo 1, Amarildo responderá pelo deveriam responder por homicídio culposo
homicídio privilegiado e Ronaldo pelo crime de
homicídio simples (ou seja, sem privilégio pelo fato III Exame Unificado
de não estar imbuído de relevante valor moral). No Questão 03 - Tomás decide matar seu pai, Joaquim.
exemplo 2, tanto Lucas quanto Julieta responderão Sabendo da intenção de Tomás de executar o
pelo crime de homicídio (ele na modalidade simples, genitor, Pedro oferece, graciosamente, carona ao
ela na modalidade privilegiada em razão da agente até o local em que ocorre o crime. A esse
influência do estado puerperal). respeito, é correto afirmar que Pedro é:
D) no exemplo 1, Amarildo responderá pelo A) coautor do delito, respondendo por homicídio
homicídio privilegiado e Ronaldo pelo crime de agravado por haver sido praticado contra
homicídio qualificado pelo motivo fútil. No exemplo ascendente.
B) partícipe do delito, respondendo por homicídio praticou crime de homicídio doloso qualificado em
agravado por haver sido praticado contra relação a Desdêmona e, por tal crime, recebeu pena
ascendente. de 12 anos de reclusão, bem como que praticou
C) coautor do delito, respondendo por homicídio crime de lesão corporal leve em relação a Iago,
sem a incidência da agravante. tendo recebido pena de 2 meses de reclusão, é
D) partícipe do delito, respondendo por homicídio correto afirmar que:
sem a incidência da agravante. A) o juiz deverá aplicar a pena mais grave e aumentá-
la de um sexto até a metade.
XI Exame Unificado B) o juiz deverá somar as penas.
Questão 04 - Sofia decide matar sua mãe. Para tanto, C) é caso de concurso formal homogêneo.
pede ajuda a Lara, amiga de longa data, com quem D) é caso de concurso formal impróprio.
debate a melhor maneira de executar o crime, o
melhor horário, local etc. Após longas discussões de V Exame Unificado
como poderia executar seu intento da forma mais Questão 02 - As regras do concurso formal perfeito
eficiente possível, a fim de não deixar nenhuma (em que se adota o sistema da exasperação da pena)
pista, Sofia pede emprestado a Lara um facão. A foram adotadas pelo Código Penal com o objetivo de
amiga prontamente atende ao pedido. Sofia beneficiar o agente que, mediante uma só conduta,
despede-se agradecendo a ajuda e diz que, se tudo praticou dois ou mais crimes. No entanto, quando o
correr conforme o planejado, executará o homicídio sistema da exasperação for prejudicial ao acusado,
naquele mesmo dia e assim o faz. No entanto, apesar deverá prevalecer o sistema do cúmulo material (em
dos cuidados, tudo é descoberto pela polícia. A que a soma das penas será mais vantajosa do que o
respeito do caso narrado e de acordo com a teoria aumento de uma delas com determinado percentual,
restritiva da autoria, assinale a afirmativa correta. ainda que no patamar mínimo). A essa hipótese, a
A) Sofia é a autora do delito e deve responder por doutrina deu o nome de:
homicídio com a agravante de o crime ter sido A) concurso material benéfico.
praticado contra ascendente. Lara, por sua vez, é B) concurso formal imperfeito.
apenas partícipe do crime e deve responder por C) concurso formal heterogêneo.
homicídio, sem a presença da circunstância D) exasperação sui generis.
agravante.
B) Sofia e Lara devem ser consideradas coautoras do II Exame Unificado
crime de homicídio, incidindo, para ambas, a Questão 03 - Com relação ao concurso de delitos, é
circunstância agravante de ter sido, o crime, correto afirmar que:
praticado contra ascendente. A) no concurso de crimes as penas de multa são
C) Sofia e Lara devem ser consideradas coautoras do aplicadas distintamente, mas de forma reduzida.
crime de homicídio. Todavia, a agravante de ter sido, B) o concurso material ocorre quando o agente,
o crime, praticado contra ascendente somente incide mediante mais de uma ação ou omissão, pratica dois
em relação à Sofia. ou mais crimes com dependência fática e jurídica
D) Sofia é a autora do delito e deve responder por entre estes.
homicídio com a agravante de ter sido, o crime, C) o concurso formal perfeito, também conhecido
praticado contra ascendente. Lara, por sua vez, é como próprio, ocorre quando o agente, por meio de
apenas partícipe do crime, mas a agravante também uma só ação ou omissão, pratica dois ou mais crimes
lhe será aplicada. idênticos, caso em que as penas serão somadas.
D) o Código Penal Brasileiro adotou o sistema de
Concurso de crimes aplicação de pena do cúmulo material para os
concursos material e formal imperfeito, e da
VI Exame Unificado exasperação para o concurso formal perfeito e crime
Questão 01 - Otelo objetiva matar Desdêmona para continuado.
ficar com o seguro de vida que esta havia feito em
seu favor. Para tanto, desfere projétil de arma de Extinção da punibilidade
fogo contra a vítima, causando-lhe a morte. Todavia,
a bala atravessa o corpo de Desdêmona e ainda VIII Exame Unificado
atinge Iago, que passava pelo local, causando-lhe Questão 01 - Trata‐se de causa extintiva da
lesões corporais. Considerando-se que Otelo punibilidade consistente na exclusão, por lei
ordinária com efeitos retroativos, de um ou mais Questão 03 - A respeito do regime legal da
fatos criminosos do campo de incidência do Direito prescrição no Código Penal, tendo por base
Penal, ocorrência do fato na data de hoje, assinale a
A) o indulto individual. alternativa correta.
B) a anistia. A) A prescrição, depois da sentença condenatória
C) o indulto coletivo. com trânsito em julgado para a acusação, regula-se
D) a graça. pela pena aplicada, não podendo, em nenhuma
hipótese, ter por termo inicial data anterior à da
VI Exame Unificado denúncia ou queixa.
Questão 02 - No dia 18/10/2005, Eratóstenes B) A prescrição da pena de multa ocorrerá em 2
praticou um crime de corrupção ativa em transação (dois) anos, independentemente do prazo
comercial internacional (Art. 337-B do CP), cuja pena estabelecido para a prescrição da pena de liberdade
é de 1 a 8 anos e multa. Devidamente investigado, aplicada cumulativamente.
Eratóstenes foi denunciado e, em 20/1/2006, a inicial C) Se o réu citado por edital permanece revel e não
acusatória foi recebida. O processo teve regular constitui advogado, fica suspenso o processo,
seguimento e, ao final, o magistrado sentenciou mantendo-se em curso o prazo prescricional, que
Eratóstenes, condenando-o à pena de 1 ano de passa a ser computado pelo dobro da pena máxima
reclusão e ao pagamento de dez dias-multa. A cominada ao crime.
sentença foi publicada em 7/4/2007. O Ministério
Público não interpôs recurso, tendo, tal sentença, Teoria da norma
transitado em julgado para a acusação. A defesa de
Eratóstenes, por sua vez, que objetivava sua VII Exame Unificado
absolvição, interpôs sucessivos recursos. Até o dia Questão 01 - John, cidadão inglês, capitão de uma
15/5/2011, o processo ainda não havia tido seu embarcação particular de bandeira americana, é
definitivo julgamento, ou seja, não houve trânsito assassinado por José, cidadão brasileiro, dentro do
em julgado final. Levando-se em conta as datas aludido barco, que se encontrava atracado no Porto
descritas e sabendo-se que, de acordo com o art. de Santos, no Estado de São Paulo.
109, incisos III e V, do Código Penal, a prescrição, Nesse contexto, é correto afirmar que a lei brasileira
antes de transitar em julgado a sentença final, A) não é aplicável, uma vez que a embarcação é
verifica-se em 12 (doze) anos se o máximo da pena é americana, devendo José ser processado de acordo
superior a quatro e não excede a oito anos e em 4 com a lei estadunidense.
(quatro) anos se o máximo da pena é igual a um ano B) é aplicável, uma vez que a embarcação estrangeira
ou, sendo superior, não exceda a dois, com base na de propriedade privada estava atracada em território
situação apresentada, é correto afirmar que: nacional.
A) não houve prescrição da pretensão punitiva nem C) é aplicável, uma vez que o crime, apesar de haver
prescrição da pretensão executória, pois desde a sido cometido em território estrangeiro, foi
publicação da sentença não transcorreu lapso de praticado por brasileiro.
tempo superior a doze anos. D) não é aplicável, uma vez que, de acordo com a
B) ocorreu prescrição da pretensão punitiva Convenção de Viena, é competência do Tribunal
retroativa, pois, após a data da publicação da Penal Internacional processar e julgar os crimes
sentença e a última data apresentada no enunciado, praticados em embarcação estrangeira atracada em
transcorreu lapso de tempo superior a 4 anos. território de país diverso.
C) ocorreu prescrição da pretensão punitiva
superveniente, que pressupõe o trânsito em julgado V Exame Unificado
para a acusação e leva em conta a pena Questão 02 - Acerca da aplicação da lei penal no
concretamente imposta na sentença. tempo e no espaço, assinale a alternativa correta.
D) não houve prescrição da pretensão punitiva, pois, A) Se um funcionário público a serviço do Brasil na
como ainda não ocorreu o trânsito em julgado final, Itália praticar, naquele país, crime de corrupção
deve-se levar em conta a teoria da pior hipótese, de passiva (art. 317 do Código Penal), ficará sujeito à lei
modo que a prescrição, se houvesse, somente penal brasileira em face do princípio da
ocorreria doze anos após a data do fato. extraterritorialidade.

II Exame Unificado
B) O ordenamento jurídico-penal brasileiro prevê a A) deverá ser responsabilizado pelo crime de dano
combinação de leis sucessivas sempre que a fusão simples, somente.
puder beneficiar o réu. B) deverá ser responsabilizado pelo crime de dano
C) Na ocorrência de sucessão de leis penais no qualificado, somente.
tempo, não será possível a aplicação da lei penal C) deverá ser responsabilizado pelo crime de dano
intermediária mesmo se ela configurar a lei mais qualificado, sem prejuízo da obrigação de reparar o
favorável. dano causado.
D) As leis penais temporárias e excepcionais são D) não será responsabilizado penalmente.
dotadas de ultra-atividade. Por tal motivo, são
aplicáveis a qualquer delito, desde que seus IX Exame Unificado
resultados tenham ocorrido durante sua vigência. Questão 03 - Acerca das causas excludentes de
ilicitude e extintivas de punibilidade, assinale a
Tipicidade afirmativa incorreta.
A) A coação moral irresistível exclui a culpabilidade,
IV Exame Unificado enquanto que a coação física irresistível exclui a
Questão 01 - Osíris, jovem universitária de Medicina, própria conduta, de modo que, nesta segunda
soube estar gestante. Todavia, tratava-se de gravidez hipótese, sequer chegamos a analisar a tipicidade,
indesejada, e Osíris queria saber qual substância pois não há conduta penalmente relevante.
deveria ingerir para interromper a gestação. B) Em um bar, Caio, por notar que Tício olhava
Objetivando tal informação, Osíris estimulou uma maliciosamente para sua namorada, desfere contra
discussão em sala de aula sobre o aborto. O este um soco no rosto. Aturdido, Tício vai ao chão,
professor de Osíris, então, bastante animado com o levantando-se em seguida, e vai atrás de Caio e o
interesse dos alunos sobre o assunto, passou interpela quando este já estava saindo do bar. Ao
também a emitir sua opinião, a qual era claramente voltar-se para trás, atendendo ao chamado, Caio é
favorável ao aborto. Referido professor mencionou, surpreendido com um soco no ventre. Tício praticou
naquele momento, diversas substâncias capazes de conduta típica, mas amparada por uma causa
provocar a interrupção prematura da gravidez, excludente de ilicitude.
inclusive fornecendo os nomes de inúmeros C) Mévio, atendendo a ordem dada por seu líder
remédios abortivos e indicando os que achava mais religioso e, com o intuito de converter Rufus,
eficazes. Além disso, também afirmou que as permanece na residência deste à sua revelia, ou seja,
mulheres deveriam ter o direito de praticar aborto sem o seu consentimento. Neste caso, Mévio,
sempre que achassem indesejável uma gestação. mesmo cumprindo ordem de seu superior e mesmo
Nesse sentido, considerando-se apenas os dados sendo tal ordem não manifestamente ilegal, pratica
mencionados, é correto afirmar que o professor de crime de violação de domicílio (Art. 150 do Código
Osíris praticou: Penal), não estando amparado pela obediência
A) a contravenção penal prevista no art. 20 do hierárquica.
Decreto-Lei 3.688/41, que dispõe: “anunciar D) O consentimento do ofendido não foi previsto
processo, substância ou objeto destinado a provocar pelo nosso ordenamento jurídico-penal como uma
aborto”. causa de exclusão da ilicitude. Todavia, sua natureza
B) o crime previsto no art. 286 do Código Penal, que justificante é pacificamente aceita, desde que, entre
dispõe: “incitar, publicamente, a prática de crime”. outros requisitos, o ofendido seja capaz de consentir
C) o crime previsto no art. 68 da Lei 8.078/90, que e que tal consentimento recaia sobre bem
dispõe: “fazer ou promover publicidade que sabe ou disponível.
deveria saber ser capaz de induzir o consumidor a se
comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua IX Exame Unificado
saúde ou segurança”. Questão 04 - Guilherme praticou, em 18/02/2009,
D) fato atípico. contravenção penal de vias de fato (Art. 21 do
Decreto Lei n. 3.688/41), tendo sido condenado à
III Exame Unificado pena de multa. A sentença transitou definitivamente
Questão 02 - Pedro, não observando seu dever em julgado no dia 15/03/2010, mas Guilherme não
objetivo de cuidado na condução de uma bicicleta, pagou a multa. No dia 10/07/2010, Guilherme
choca-se com um telefone público e o destrói praticou crime de ato obsceno (Art. 233 do CP). Com
totalmente. Nesse caso, é correto afirmar que Pedro:
base na situação descrita e na legislação, assinale a Questão 01 - Analise as hipóteses abaixo
afirmativa correta. relacionadas e assinale a alternativa que apresenta
A) Guilherme não pode ser considerado reincidente somente causas excludentes de culpabilidade.
por conta de uma omissão legislativa. A) Erro de proibição; embriaguez completa
B) Guilherme deve ter a pena de multa não paga da proveniente de caso fortuito ou força maior; coação
primeira condenação convertida em pena privativa moral irresistível.
de liberdade. B) Embriaguez culposa; erro de tipo permissivo;
C) Guilherme é reincidente, pois praticou novo crime inimputabilidade por doença mental ou por
após condenação transitada em julgado. desenvolvimento mental incompleto ou retardado.
D) A pena de multa não gera reincidência. C) Inimputabilidade por menoridade; estrito
cumprimento do dever legal; embriaguez
Relação de causalidade incompleta.
D) Embriaguez incompleta proveniente de caso
VIII Exame Unificado fortuito ou força maior; erro de proibição;
Questão 01 - José conversava com Antônio em obediência hierárquica.
frente a um prédio. Durante a conversa, José
percebe que João, do alto do edifício, jogara um vaso X Exame Unificado
mirando a cabeça de seu interlocutor. Assustado, e Questão 02 - Jane, dirigindo seu veículo dentro do
com o fim de evitar a possível morte de Antônio, limite de velocidade para a via, ao efetuar manobra
José o empurra com força. Antônio cai e, na queda, em uma rotatória, acaba abalroando o carro de
fratura o braço. Do alto do prédio, João vê a cena e Lorena, que, desrespeitando as regras de trânsito,
fica irritado ao perceber que, pela atuação rápida de ingressou na rotatória enquanto Jane fazia a
José, não conseguira acertar o vaso na cabeça de manobra. Em virtude do abalroamento, Lorena
Antônio. Com base no caso apresentado, segundo os sofreu lesões corporais. Nesse sentido, com base na
estudos acerca da teoria da imputação objetiva, teoria da imputação objetiva, assinale a afirmativa
assinale a afirmativa correta. correta.
A) José praticou lesão corporal culposa. A) Jane não praticou crime, pois agiu no exercício
B) José praticou lesão corporal dolosa. regular de direito.
C) O resultado não pode ser imputado a José, ainda B) Jane não responderá pelas lesões corporais
que entre a lesão e sua conduta exista nexo de sofridas por Lorena com base no princípio da
causalidade. intervenção mínima.
D) O resultado pode ser imputado a José, que agiu C) Jane não pode ser responsabilizada pelo resultado
com excesso e sem a observância de devido cuidado. com base no princípio da confiança.
D) Jane praticou delito previsto no Código de
IX Exame Unificado Trânsito Brasileiro, mas poderá fazer jus a benefícios
Questão 02 - José subtrai o carro de um jovem que penais.
lhe era totalmente desconhecido, chamado João. Tal
subtração deu-se mediante o emprego de grave XI Exame Unificado
ameaça exercida pela utilização de arma de fogo. Questão 03 - Para aferição da inimputabilidade por
João, entretanto, rapaz jovem e de boa saúde, sem doença mental ou desenvolvimento mental
qualquer histórico de doença cardiovascular, incompleto ou retardado, assinale a alternativa que
assusta-se de tal forma com a arma, que vem a óbito indica o critério adotado pelo Código Penal vigente.
em virtude de ataque cardíaco. Com base no cenário A) Biológico.
acima, assinale a afirmativa correta. B) Psicológico.
A) José responde por latrocínio. C) Psiquiátrico.
B) José não responde pela morte de João. D) Biopsicológico.
C) José responde em concurso material pelos crimes
de roubo e de homicídio culposo. XII Exame Unificado
D) José praticou crime preterdoloso. Questão 04 - Wilson, competente professor de uma
autoescola, guia seu carro por uma avenida à beira-
Culpabilidade mar. No banco do carona está sua noiva, Ivana. No
meio do percurso, Wilson e Ivana começam a
VIII Exame Unificado discutir: a moça reclama da alta velocidade
empreendida. Assustada, Ivana grita com Wilson, D) Paula Rita praticou crime de furto mediante
dizendo que, se ele continuasse naquela velocidade, fraude em detrimento de Maria Aparecida e, apesar
poderia facilmente perder o controle do carro e de seu sua filha adotiva, não é isenta de pena.
atropelar alguém. Wilson, por sua vez, responde que
Ivana deveria deixar de ser medrosa e que nada
aconteceria, pois se sua profissão era ensinar os Ação Penal
outros a dirigir, ninguém poderia ser mais
competente do que ele na condução de um veículo. IX Exame Unificado
Todavia, ao fazer uma curva, o automóvel derrapa na Questão 01 - Tendo como base o instituto da ação
areia trazida para o asfalto por conta dos ventos do penal, assinale a afirmativa correta.
litoral, o carro fica desgovernado e acaba ocorrendo A) Na ação penal privada vigora o princípio da
o atropelamento de uma pessoa que passava pelo oportunidade ou conveniência.
local. A vítima do atropelamento falece B) A ação penal privada subsidiária da pública fere
instantaneamente. Wilson e Ivana sofrem pequenas dispositivo constitucional que atribui ao Ministério
escoriações. Cumpre destacar que a perícia feita no Público o direito exclusivo de iniciar a ação pública.
local constatou excesso de velocidade. C) Como o Código Penal é silente no tocante à
Nesse sentido, com base no caso narrado, é correto natureza da ação penal no crime de lesão corporal
afirmar que, em relação à vítima do atropelamento, culposa, verifica- se que a referida infração será de
Wilson agiu com ação penal pública incondicionada.
A) dolo direto. D) A legitimidade para ajuizamento da queixa-crime
B) dolo eventual. na ação penal exclusivamente privada (ou
C) culpa consciente. propriamente dita) é unicamente do ofendido.
D) culpa inconsciente.

Escusas absolutórias Juizados Especiais

II Exame Unificado IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)


Questão 01 - Paula Rita convenceu sua mãe adotiva, Questão 01 - Assinale a alternativa que apresenta
Maria Aparecida, de 50 anos de idade, a lhe outorgar dois institutos despenalizadores previstos na Lei dos
um instrumento de mandato para movimentar sua Juizados Especiais.
conta bancária, ao argumento de que poderia ajudá- A) Suspensão condicional da pena privativa de
la a efetuar pagamento de contas, pequenos saques, liberdade e transação penal.
pegar talões de cheques etc., evitando assim que a B) Transação penal e livramento condicional.
mesma tivesse que se deslocar para o banco no dia a C) Composição civil extintiva da punibilidade e
dia. De posse da referida procuração, Paula Rita suspensão condicional do processo.
compareceu à agência bancária onde Maria D) Sursis e pena restritiva de direitos substitutiva da
Aparecida possuía conta e sacou todo o valor que a privativa de liberdade.
mesma possuía em aplicações financeiras, no total
de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais),
apropriando-se do dinheiro antes pertencente a sua
mãe. Considerando tal narrativa, assinale a
alternativa correta.
A) Paula Rita praticou crime de estelionato em
detrimento de Maria Aparecida e, pelo fato de ser
sua filha adotiva, é isenta de pena.
B) Paula Rita praticou crime de furto mediante
fraude em detrimento de Maria Aparecida e, pelo
fato de ser sua filha adotiva, é isenta de pena.
C) Paula Rita praticou crime de estelionato em
detrimento de Maria Aparecida e, apesar de ser sua
filha adotiva, não é isenta de pena.