Vous êtes sur la page 1sur 18

Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

ENSINO RELIGIOSO

7ª SÉRIE
ENSINO FUNDAMENTAL

ORIENTAÇÕES PARA O PROFESSOR

1
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

7ª SÉRIE - ORIENTAÇÕES PARA O PROFESSOR

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

Objetivo Específico:
• Reconhecer que a dignidade da pessoa humana se fundamenta em sua
criação a imagem e semelhança de Deus.
• Respeitar-se como filho e filha de Deus.
• Estabelecer relações do “desejo de ser feliz” no âmbito do SER e do TER.

Tempo previsto: 03
Recursos:
§ Revistas e jornais

Contextualização:
§ Abordagem sobre o tema: O que vocês entendem por felicidade? Onde podemos
encontrá-la e de que maneira ela se manifesta?

Ação Geradora:
§ Assistir ao filme: Patch Adms (poderá ser tarefa de casa e com orientações de
trabalho)

Conteúdo Específico:
§ Nascemos para ser feliz
O DESEJO DE SER FELIZ

§ Onde encontrar a felicidade


§ Crer, esperar e amar

Atividades de Aprofundamento:
1º TEMA

Refletir e registrar no caderno:


§ Quais são os meus sonhos e projetos para o futuro?
§ Meus sonhos e projetos para o futuro podem me trazer felicidade?
§ Meus projetos se centralizam só na minha felicidade, ou abro espaços para as
pessoas que convivem comigo?
§ Quando penso no futuro, penso em algo que possa fazer para construir um
mundo melhor, de felicidade para todos? O que seria? O que os adultos
poderiam fazer para termos um mundo melhor e não estão fazendo?
§ Deus e religião têm lugar em meus projetos futuros?

Partilha:
§ Partilhar o resultado do filme e as atividades de aprofundamento

Oração:
§ A partir das reflexões, promover orações espontâneas, agradecendo ao Senhor
por ter nos criado e por sermos importantes e únicos para Ele. O Salmo 8
também poderá fundamentar esse momento de oração.

Compromisso:
§ Durante essa semana, procurar observar situações que tiram sua alegria e
momentos em que você se perde nas correrias do mundo moderno e não
consegue vivenciar a fé, a esperança e a caridade.
Procure sorrir um pouco mais. O sorriso é o retrato da paz interior, do mesmo
modo como se diz que os olhos espelham a alma.

Referências Bibliográficas:
§ Família Cristã. Fr Carlos Josaph, 2003
§ Diálogo, Maria Inês Carniato – Maio/ 99

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

2
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo especifico:
Ÿ Reconhecer a liberdade como dom de Deus
Ÿ Expressar a liberdade através de atos responsáveis

Tempo previsto: 3 aulas


Ÿ Textos e pesquisa.

Contextualização:
Ÿ Abordagem sobre o tema: o que é a liberdade? Qual o significado desta palavra?
Cite alguns exemplos sobre a liberdade?

Ação geradora:
Ÿ Filminho de Moisés

Conteúdo especifico:
• Nascemos livres;
• Como ser livres com responsabilidade;
• Como agir diante da liberdade;

Atividade de aprofundamento:
1) Muita gente quer ser líder para mandar, ter prestígio, poder, enriquecer e
conseguir muita mordomia.
a) Moisés tinha esse tipo de motivação? Por que ele aceita ser líder?
b) Que tipo de líder precisaria hoje o povo brasileiro?
2) Moisés tirou as sandálias em sinal de respeito pelo chão sagrado que pisava. É
ótimo mostrar respeito a Deus, mas...
a) O que será que Deus acha de líderes que vivem falando em seu nome, mas
não respeitam os direitos do povo?
b) Além de reverenciar a Deus nos cultos religiosos, que mais deve fazer quem
de fato respeita a presença de Deus?
3) Em sua comunidade existem pessoas, que a exemplo de Moisés trabalham pela
libertação do Povo? O que elas fazem?

Partilha:
Ÿ Partilhar a pesquisa.

Oração:
Ÿ Orientar para rezar o texto: Liberdade, individualmente.

Compromisso:
Ÿ O que pode fazer para conquistar sua liberdade a cada dia?

Referencias bibliográficas: Ÿ Bíblia

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

3
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
§ Reconhecer que na vida concreta o julgar precede o agir.
§ Observar a realidade que o jovem enfrenta nos dias de hoje.
§ Ter uma visão de suas responsabilidades como agentes transformadores do
seu espaço.
§ Conscientizar-se que depende de sua vontade “fazer a diferença”.

Tempo previsto: 03

Recursos:
§ Revistas e jornais

Contextualização:
• O que você entende por consciência moral? De que maneira essa consciência age
dentro de mim? Em que lugar ordeno o bem e o mal na minha vida? O que ouço sobre
o que é o bem e o mal?

Ação Geradora:
§ Júri simulado

Conteúdo Específico:
• A moralidade dos atos humanos
• A consciência moral
Atividades de Aprofundamento:
ATOS BONS E ATOS MAUS

• Responder as seguintes questões:


a) Julgamos as pessoas que estão no poder público chamando-os de “corruptos”. Porém
nos esquecemos de que um ato corrupto pode estar presente na mais simples ação. Fora
da política, onde e de que forma a pessoa pode praticar atos corruptos?
b) O que move a pessoa agir para o bem e para o mal? De que maneira isso acontece?
3º TEMA

c) Em grupos fazer painéis com imagens e manchetes de atos bons e atos maus. Refletir
sobre essas ações e criar um texto sobre o poder que a consciência moral tem sobre a
pessoa, a partir do texto estudado. Partilhar com a turma.
Partilha:
§ Partilhar o resultado do trabalho em grupo

Oração:
Leitura e reflexão: Mateus, capítulo 7, no qual Jesus nos dá diversos conselhos
sobre o “agir” consciente e prudente, fundamentado na escuta da Palavra de
Deus. Tempo para uma leitura silenciosa e que os alunos possam escolher o
versículo que mais falou no seu coração. Momento para partilhar e registrar no
caderno a mensagem colhida.

Compromisso:
• “Cuidar” das ações rotineiras: não julgar, não mentir, não semear a fofoca, ser
mais paciente com a família e com os colegas e etc. * Esta lista pode se ampliar
de acordo com uma “eleição” feita pelos alunos de atos negativos que devem ser
evitados e atitudes positivas que devem ser promovidas.

Referências Bibliográficas:
§ Catecismo da Igreja Católica
§ GS 16

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

4
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo especifico:
Ÿ Conscientizar-se que devemos agir com os outros com espírito de fraternidade

Tempo previsto: 3 aulas

Recurso:
• Texto, música e cartolina

Contextualização:
Como viver este valor?
O que a Sociedade nos ensina sobre ele? A quem e como e quando respeitar?

Ação geradora:
Ÿ História: A borboleta (cada aluno receberá uma borboleta e escreverá nela formas de
se ter respeito)

Conteúdo especifico:
Ÿ Preconceito: desrespeito ao ser humano
• Jesus é acusado de respeitar diferenças e preconceitos
Fundamentos bíblicos e documentos da Igreja sobre o respeito

Atividade de aprofundamento:
1. Responder as seguintes questões:
Ÿ Sua crença no Transcendente, sua fé religiosa fazem com que você pratique alguns
valores religiosos? Quais?
Ÿ Quais os valores ensinados por diferentes tradições religiosas que, em sua opinião,
devem ser resgatados em nossa sociedade? Justifique.
2. Trabalhar com alunos, de forma criativa, a musica: Pacato cidadão Scank
3. Em duplas, criar um out door valorizando um tipo de pessoa que costuma ser
socialmente esquecido, por ex. idosos, empregada domestica, lixeiro etc

Partilha:
Ÿ Partilhar o trabalho feito com a música e o out door.

ORAÇÃO:
• Rezar em casa com a família a seguinte passagem bíblica: ECLO 3,1-15

Compromisso:
Ÿ O Respeito e a caridade caminham juntos. De que maneira você poderá agir com
respeito e caridade para com o seu próximo?

Referencias:bibliografia
Ÿ Dias, Edith e Romanio, Adilson Miguel.
Ÿ Redescobrindo o Universo Editora: Vozes
Ÿ Documentos da Igreja: Gaudium et Spes
Ÿ Cruz, Terezinha M. L
Ÿ Descobrindo Caminhos Editora: FTD
Ÿ Mundo Jovem Nº. 274 Porto Alegre

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

5
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Valorizar o ser religioso das pessoas
• Diferenciar religião de religiosidade

Tempo previsto: 03

Recursos:
• Textos
Contextualização:
• Vivemos num mundo modernizado, onde as pessoas buscam dar um sentindo
para suas vidas. Que caminho elas estão fazendo para que isso aconteça? Que
lugar elas estão dando para Deus em suas vidas? E a religião faz parte dessa
busca?

Ação Geradora:
• Pesquisar na Internet o conceito de religião e religiosidade
Conteúdo Específico:
• Visão da modernidade
• Religiosidade
• Religião
RELIGIOSIDADE E RELIGIÃO

Atividades de Aprofundamento:
Responder as seguintes atividades:
• Com base no que foi lido e discutido, elabore um pensamento explicando a
importância da religião na vida das pessoas.
• Qual a diferença entre religiosidade e religião?
5º TEMA

• Nos espaços abaixo escreva: Atitudes de pessoas que demonstrem ter um ser
religioso e atitudes de pessoas que demonstrem não ter um ser religioso.
• Escreva ou desenhe, no espaço abaixo, objetos sagrados que representem a
crença religiosa das pessoas.

Partilha:
• Partilha das atividades realizadas

Oração:
• Pesquise em casa a passagem bíblica: Jo 14, 6 e reze, acreditando que Jesus
pode ser a Aquele que sempre estará do seu lado.

Compromisso:
• De que maneira você pode respeitar a religião das pessoas que você conhece?

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

6
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• perceber que todos somos iguais, pessoas humanas, filhos amados de Deus,
porém somos diferentes em nosso jeito de ser e agir.

Tempo previsto:
• 3 aulas

Recursos:
• Texto
• Pesquisa no laboratório

Contextualização:
• Ao nascer, cada pessoa trás consigo possibilidades diferentes de se
desenvolver. Será que podemos acreditar que diante de Deus, ou melhor, para
Deus somos todos iguais? E em relação aquela história de que o sol nasce e se
põe para justos e injustos? De que forma podemos afirmar que somos irmãos
uns dos outros?
SOMOS TODOS IGUAIS, PORÉM DIFERENTES

Ação Geradora:
• Filme: Duelo de titãs

Conteúdo Específico:
• Somos todos iguais, porém diferentes

Atividades de Aprofundamento:

1) Leia e faça uma reflexão sobre o seguinte ditado popular: O que seria do azul, se
6º TEMA

todos gostassem do amarelo?


2) Para comprovar esse ditado vamos fazer uma reflexão sobre o seu gosto pessoal.
Escreva nos espaços correspondentes a sua preferência: cor, comida, time, estilo
musical.
3) Somos pessoas únicas, pense e responda a seguinte questão justificando a sua
resposta: Diversidade humana: fonte de riqueza ou ameaça?
Conviver com a diversidade tem se mostrado um sério problema para a espécie
humana, guerras, conflitos religiosos, segregações raciais. Escreva três sugestões que
em sua opinião ajudariam a amenizar esses problemas.
4) Não é fácil reconhecer e aceitar a diversidade humana. Leia as seguintes afirmações.

“– Não consigo compreender como alguém pode pensar dessa maneira!"


" – Não adianta falar – ele(a) não entende o que eu quero dizer!"
" – Como ele(a) pode gostar disso?!"
" – Ele(a) mais parece uma lesma! Vá ser devagar assim no inferno!"
" – Às vezes penso que só eu estou certo!"

Agora responda: Porque os outros não são iguais a mim?

• Trabalho de grupo: orientar bem para que saia um bom trabalho

TEMA: TODOS SOMOS IGUAIS, PORÉM DIFERENTES

7
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

DESENVOLVIMENTO:
• Os alunos serão divididos em 8 grupos.
• A pesquisa será feita em dois horários (aula de religião) no laboratório de
informática.
• Depois de pronta, apresentar para toda turma e entregar a pesquisa escrita para a
professora.
SUB TEMAS:
1 – Preconceito racial
Grupo A – Pesquisar o tema: onde, como, de que forma isso acontece?
Grupo B – Pesquisar pessoas que trabalharam e lutaram contra o preconceito racial

2 – Discriminação social
Grupo A – Pesquisar o tema: onde, como, de que forma isso acontece?
Grupo B – Pesquisar pessoas que trabalharam e lutaram contra discriminação social

3 – Deficiência física e mental


Grupo A – Pesquisar o tema: onde, como, de que forma isso acontece?
Grupo B – Pesquisar pessoas e ou instituições que trabalham e lutam contra a deficiência
física e mental

4 – Preconceito religioso
Grupo A – Pesquisar o tema: Onde, como, de que forma isso acontece?
Grupo B – Pesquisar os líderes religiosos que de certa forma não aceitaram o
preconceito religioso, mas que desejaram que sua religião fosse vivida na liberdade por
todos.

Partilha:
• Faça a partilha de suas preferências, de seus sentimentos, daquilo que você
conseguiu perceber ao refletir sobre esse tema.
Oração:
• Ao fazer sua oração, pense em alguém que seja muito diferente de você.
Agradeça pelo dom de sua vida e peça à Deus sua proteção.
Compromisso:
"não pode ser modificado, a coragem para mudar o que deve
ser mudado e a sabedoria para distinguir uma coisa da outra."
Prece tradicional judaica
Cada um de nós tem o seu jeito próprio de ser. Escreva no seu compromisso o que você
pode fazer para conviver bem com as pessoas:

Referências Bibliográficas:
§

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

8
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Refletir sobre o grande mandamentos de Jesus: amar a Deus sobre todas as
coisas e ao próximo como a si mesmo.
• Perceber que podemos ser todos irmãos se vivermos com coerência os
mandamentos de Jesus.

Tempo previsto:
• 3 aulas

Recursos:
• Texto
7º TEMA BUSCANDO A COMUNHÃO ATRAVÉS DOS MANDAMENTOS

Contextualização:
• O mandamento novo de Jesus é: amar o próximo como a si mesmo. Será que
isso acontece no nosso mundo hoje? Onde podemos ver o amor que Jesus nos
ensinou a viver? Será que se as pessoas se respeitassem um pouco mais esse
amor ensinado por Jesus não se tornaria concreto?

Ação Geradora:
• Bate papo sobre as leis de nosso pais; onde elas são respeitadas?

Conteúdo Específico:
• Buscando a comunhão através dos mandamentos
• Os mandamentos
• Os mandamentos e Jesus Cristo

Atividades de Aprofundamento:
1. Responda as seguintes perguntas de acordo com a leitura e reflexão do texto.
a) Deus, através dos mandamentos, capacita-nos de maneira decisiva a
estabelecer uma sociedade igualitária e de amarmos nossos irmãos. De que
maneira isso acontece na nossa sociedade?
b) Deus indicou um caminho para o povo seguir, um caminho de vida, para que a
liberdade são ficasse apenas expressa na lei ou na vontade. Hoje, o mundo nos
oferece muitos outros caminhos para serem seguidos. Escreva alguns desses
caminhos e justifique que bem eles trazem para a vida da pessoa humana.
c) Jesus conhecia os dez mandamentos. Ele criticou a interpretação dos fariseus e
dos doutores da lei e trouxe uma nova forma de se viver esses mandamentos.
Jesus dá duas novas versões aos dez mandamentos. Quais são elas?
2. Deus ouviu o clamor do seu povo. A chave para a leitura dos dez mandamentos
é o combate contra a injustiça. Escreva nos espaço abaixo, em cada
mandamento, de que maneira as pessoas, dentro da sociedade, poderão vivê-
los. Escrever nos espaços abaixo. (orientar os alunos)
3. Já sabemos das leis dadas por Deus para o homem. E dentro da nossa
sociedade, é possível e necessário o cumprimento das leis para se viver bem e
em harmonia? Justifique.Em relação ao mandamento novos dado por Jesus.
Você acredita ser possível vivê-lo sem a prática de uma religião? Por quê?

Partilha:
• Partilhar as atividades e o que mais chamou a atenção em relação ao texto.

9
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Oração:
• Ler essa oração em casa e em silêncio.

• Senhor, em comunhão fraterna, queremos conhecer e combinar nossos talentos, sem


vaidade e sem competição, mas com alegria para servir a ti e aos irmãos. Obrigado
Senhor, por tudo o que nos torna capazes de realizar. Amém!
Compromisso:
• Os mandamentos nos ajudam a conviver em sociedade. Devemos procurar viver em
comunhão fraterna. Descubra uma maneira de viver essa comunhão em forma de uma
compromisso assumido por você. Lembre-se, com a sua ajuda poderemos descobrir
muitas formas de melhorar a nossa sociedade e fazê-la crescer para o bem.

Referências Bibliográficas:

10
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS


Objetivo Específico:
• Perceber a importância de Jesus na história da humanidade como alguém que
assumiu e viveu a própria vocação.

Tempo previsto:
• 2 aulas
Recursos:
• Texto
• O início do filme: Paixão de Cristo

Contextualização:
• O tempo de Jesus foi marcado por injustiças, sofrimentos, misérias, pessoas
que detiam o poder nas mãos e o usavam a seu favor. Será que nosso mundo,
hoje, está diferente da época em que Jesus viveu? O que podemos constatar de
diferente em nosso mundo que na época de Jesus não existia?

Ação Geradora:

• O início do filme: Paixão de Cristo


• Passar a parte da condenação de Jesus, em que aparece os fariseus, os
sacerdotes, e outros.
JESUS VOCACIONADO DO PAI

Conteúdo Específico:
• Texto
9º TEMA

Atividades de Aprofundamento:
Responda as seguintes questões, de acordo com o texto.
• A Palestina no tempo de Jesus, hoje, estado de Israel, apresenta alguns grupos
sociais e políticos. Escreva que significa e representa cada um deles.
• A época que nós vivemos é muito diferente da época de Jesus. Porém, os
problemas e as desigualdades são bem parecidos. Escreva, no mínimo três,
desses problemas existentes na época de Jesus e que até hoje existem em
nosso meio.
• Diante das determinadas situações Cristo assumiu com segurança a sua
vocação. De que maneira Ele assumiu a sua missão?
• As ações e idéias de Jesus foram uma proposta para mudar a vida das pessoas.
Como Jesus agia e reagia diante das situações vividas pelas pessoas de sua
época?
• Parta Jesus, onde está o princípio de toda felicidade?
• Como foi a vida e a mensagem de Jesus?
Partilha:
• Partilhar as atividades e o filme

Oração
• Ler o texto, Lucas 11,1-4 e rezar no silêncio do coração a oração que Jesus nos
ensinou, e com a qual deixou o modelo de toda verdadeira oração.

Compromisso:
• Jesus foi uma pessoa que soube conciliar a missão com a sua vocação,
ajudando todos as pessoas que dele se aproximavam. De que forma você
poderia fazer o bem a outras pessoas.

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

11
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Identificar Maria como uma mulher que soube ouvir, acolher e aceitar a vontade
em sua vida, fazendo-se assim a verdadeira discípula de Jesus.
Tempo previsto:
• 1 aula
Recursos
• Texto

Contextualização:
• Já ouvimos falar muito sobre Maria e sabemos que existem muitos escritos sobre
a sua pessoa, pois muito autores tentam desvendar o motivo que a levou ser tão
corajosa e fiel a Deus. Será que nos tempos de hoje encontramos pessoas tão
corajosas como ela capazes de da a própria vida por algo que acredita ser
MARIA APRENDE A AMADURECER COMO DISCUPULA DE SEU FILHO

profundamente a vontade de Deus em sua vida? Se existem, onde podemos


encontrar essas pessoas?

Ação Geradora:
• Numa folha branca, cada aluno irá desenhar ou escrever o seu maior sonho.
• Refletir sobre nossos desejos e sonhos, que muitas vezes não acontecem do
jeito que queremos, mas ao mudarem a rota que traçamos para eles levam ou
deixam conosco a esperança ou a certeza de busca de fé.

Conteúdo Específico:
• Maria aprende a amadurecer como discípula de seu Filho

Atividades de Aprofundamento:
Maria foi capaz de deixar para trás todos os seus sonhos de moça de sua época, para
10º TEMA

assumir a maternidade de Jesus. Para nós, também existem sonhos, desejos a serem
alcançados e realizados. Responda as questões abaixo.
1. O que você tem feito para que seus sonhos não se percam no tempo, mas sejam
alcançados e realizados?
2. Tendo Maria como exemplo, você seria capaz de confiar sua vida nas mãos de
Deus, ou seja, deixando as coisas acontecerem conforme a vontade Dele? Por
quê?
3. Nosso mundo precisa de pessoas coerentes e sábias. Cite pessoas que você
conhecem que agem com prudência e sabedoria.


Partilha:
• Partilhar os desenhos e as atividades
Oração
• A exemplo de Maria, que confiou plenamente em Deus, faça uma oração de
entrega a Ele. Ofereça tudo o que você e peça a Ele para olhar com carinho por
todas as sua necessidades. O espaço abaixo é todo seu!

Compromisso:
• De que maneira você pode colaborar para que nosso mundo seja melhor?

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

12
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Perceber o verdadeiro valor da vida familiar, para que assim se torne possível a
existência de uma sociedade mais viva e humana.

Tempo previsto:
• 3 aulas

Recursos
• Textos
• Material para montar o álbum da família

Contextualização:
• Falar de família as vezes parece muito fácil, mas não é bem assim, pois o conceito
de família mudou muito nos últimos anos. De que forma vemos a família hoje? Que
conceito temos de família? Que valores podemos encontrar na família?
Ação Geradora:
• Montar o álbum da família (poderá ser com desenhos ou fotos de verdade. Cada
aluno poderá, neste álbum, escrever a própria história)
A IMPORTÂNCIA DA VIDA FAMILIAR

Conteúdo Específico:
• A importância da vida familiar

Atividades de Aprofundamento:
Responda, com carinho, as seguintes questões:
• Escreva sobre sua família: quantas pessoas fazem parte dela; o que fazem; quais
11º TEMA

as obrigações e deveres de cada um.


• Na sua família existem aspectos positivos e negativos. Faça uma pequena relação
daquilo que lhe agrada e daquilo que não lhe agrada.
• Como você acha que deveria ser uma família hoje?
• Você tem perto algum de seus avós? Se a sua resposta for sim, faça essa pequena
entrevista com um deles.
Nome:
Idade:
Cidade onde nasceu e foi criado:
O que mais gostava de fazer na juventude:
O que espera dos jovens de hoje:

• Em relação à sua família. Responda: como se sente nela? O que espera dela?

Partilha:
• Partilha as atividades e álbum da família

Oração
• Ler a passagem bíblica: Efésios 6,1-3 e refletir sobre ela.

Compromisso:
• O que você pode fazer para que o ambiente familiar onde você convive possa ser
cada vez melhor?

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

13
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Perceber que todos nós somos chamados por Deus para viver uma vida digna e
para assumirmos uma missão, no ambiente onde nós estivermos vivendo.

Tempo previsto:
• 4 aulas

Recursos
• Textos
• Filme

Contextualização:
• Sabemos que todos nós somos chamados a ter uma vida digna, com o necessário
para a sobrevivência , mas no entanto, nem todos podem viver dessa forma. Com
certeza tem algo errado impedindo disso acontecer. Onde está esse erro? Como
podemos identificá-lo? Será possível todas as pessoas viverem dignamente um
dia?

Ação Geradora:
• Filme: amor sem fronteiras
A IMPORTÂNCIA DA VIDA FAMILIAR

Conteúdo Específico:
• Deus nos chama à vida e ao cumprimento de uma missão
• Vocação missionária
• O indispensável
• O verdadeiro missionário
11º TEMA

Atividades de Aprofundamento:
Sempre nos encontramos fazendo escolhas, desde a roupa que quero vestir às mais
desejadas e sonhadas coisas. No nosso mundo, infelizmente, existem pessoas que não têm
condições de fazer escolhas, pois sua situação de vida é muito difícil, desde a parte
financeira até a situação familiar. Pensando nisso, responda:
a) Que escolhas sou capaz de faze de fazer no meu dia a dia? Sou capaz de perceber que
existem pessoas que não têm condições de fazer nem mesmo pequenas escolhas? Como
percebo isso?
b) Jesus optou pelos pobres e marginalizados e outras pessoas que viviam excluídas da
sociedade. O que ele nos ensinou com esse seu comportamento?
c) Os missionários são pessoas que são capazes de entregar a sua vida por causa das
pessoas doentes, pobres e marginalizadas. Você conhece alguém que fez ou faz esse
trabalho? Se conhece escreva quem e onde, se não conhece pesquise e escreva a sua
resposta.

Partilha:
• Partilha as atividades e o trabalho do filme

Oração
• Faça uma oração espontânea colocando nas mãos de Deus todas as pessoas que
precisam viver com dignidade e não tem condições para isso.

Compromisso:
• De que forma você pode estar ajudando os mais necessitados?

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

14
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Perceber a importância que o adolescente na sociedade, a sua contribuição para que
ela seja mais fraterna e humana.

Tempo previsto:
• 2 aulas

Recursos:
• Texto

Contextualização:
• Estamos presentes no mundo não apenas como algo mais ou como coisas, mas temos
objetivos, metas, contribuições para fazer. Será que todas as pessoas são conscientes
dos seus deveres e direitos? Será que há colaboração e respeito para com todos, em
suas classes sociais?

Ação Geradora:
• Observação do desenho
• Pesquisar...

Conteúdo Específico:
• Construir cidadania
CONSTRUIR CIDADANIA

Atividades de Aprofundamento:
a) a cidadania pressupõe um grande desafio quais são?
b) qual a importância de ser cidadão?
12º TEMA

c) o que significa cidadania?


d) que sentido tem colaborar hoje nos direitos e deveres?
f) Como tem sido a minha colaboração como cidadão hoje na sociedade e comunidade
que convivo?

Partilha:
• Partilha das atividades e da observação da figura
Oração
• Senhor, te pedimos paz, dignidade diante de nossa sociedade que sofre com tantas
violências, discriminação e fome. Que o seu amor, nos de forças e coragem para
sermos, pessoas dignas para viver o grande desafio de fazer o bem e proclamar
sua palavra na construção de um novo mundo.
Compromisso:
• De que forma você pode ajudar outras pessoas a perceberem o que a importância
de ser um bom e respeitado cidadão?
Referências Bibliográficas:

15
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS


Objetivo Específico:
• Perceber a importância de se ter um espaço reservado para os momentos de reflexão sobre
o valor da via.

Tempo previsto:
• 2 aulas

Recursos

• folhas em branco
• texto
Contextualização:
• Que sentido as pessoas, hoje, fazem de suas vidas? Estão preocupadas em valorizar a vida
em sua essência? De que forma procuram refletir sobre a própria existência? Há um lugar
especifico para isso? E você, qual o lugar que se sente bem consigo mesmo?

Ação Geradora:
• Pedir que cada aluno desenhe o local que gosta de ir ou de ficar.

Conteúdo Específico:
IGREJA, ESPAÇO DO SER E DO AGIR

• Igreja, espaço do ser e do agir.

Atividades de Aprofundamento:.
Pesquisar: (pode ser feito em duplas ou trios para posterior apresentação)
• Qual a importância da Igreja para cada ser humano?
• Qual tem sido a colaboração da Igreja na sociedade?
13º TEMA

• Pesquise a organização e a estrutura de alguma igreja que você conheça.


Partilha:
• Partilhar o desenho e a atividades

Oração
• Conduzir um momento de oração pessoal na capela, para que percebam o quanto é
importante ter um momento a sós com Deus.
Compromisso:
• Procurar um lugar tranqüilo para refletir sobre o grande valor de suas vidas.
Referências Bibliográficas:

16
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

Objetivo Específico:
• Ajudar o adolescente a tomar consciência de que sua contribuição para a
sociedade é de grande importância, pois só assim estarão contribuindo para a
construção e um mundo novo.

Tempo previsto:
• 4 aulas

Recursos
A CONTRIBUIÇÃO DO ADOLESCENTE NA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO NOVO

• Laboratório de informática
• Texto

Contextualização:
• como está a nossa sociedade hoje? De que forma os adolescentes podem
contribuir para a construção de um mundo novo?

Ação Geradora:
• pesquisa na Internet sobre ONGs em que jovens participem, para descobrirem o
que o jovem é capaz de fazer quando se dispõe a fazê-lo.

Conteúdo Específico:
• A contribuição do adolescente na construção de um mundo novo

Atividades de Aprofundamento:
14º TEMA

• Pesquisar, em grupos, (ONGs e grupos de assistência criados por jovens e


adolescentes) a vida dos jovens em torno do mundo que procuram criar e gerenciar
projetos solidários, visando identificar diferenças e semelhanças entre eles e criar
uma matéria sobre a vida desses jovens do mundo todo. Este trabalho será
apresentado para toda turma. Importante! Seguir as orientações do professor.

Partilha:
• Partilhar a pesquisa

Oração
• Rezar por todas as pessoas que trabalham em ONGs para que não desanimem e a
cada dia se sintam mais fortalecidas em trabalhar em favor do menos favorecido.

Compromisso:
• Procurar estar atento aos apelos que são feitos a cada em favor do menos
favorecido.

Referências Bibliográficas:

TEMAS ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS

17
Versão Carmen Sallés 2006 - Professor

Objetivo Específico:
• Procurar montar um projeto que tenha fundamentos concretos sobre a nossa realidade
brasileira, poderá estar relacionado com crianças de creches ou até com nossos próprios
funcionários.
Tempo previsto:
• 4 aulas
Recursos:
• Papel para a montagem do projeto em grupos.

Contextualização:
• Quando um engenheiro quer construir uma casa por ele começa? E na nossa vida quando
desejamos muar ou acrescentar algo o que fazemos?

Ação Geradora:
• Pesquisar a realidade de alguém ou de algum local que passe por dificuldade financeira.

Conteúdo Específico:
• O exercício da cidadania

Atividades de Aprofundamento:
• Montagem do projeto
Cada projeto deverá ser feito de acordo com as orientações dadas; nele deverá conter todos os
elementos pedidos abaixo.
1. Capa
PROJETO CIDADANIA

2. Introdução
a) informações sobre o projeto
15º TEMA

- o quê?
- Tema
b) Objetivo
- deverá conter um objetivo geral e dois ou mais específicos.
3. Justificativa
- qual o motivo de se fazer esse projeto
- que contribuição esse projeto dará para nossa comunidade
4. Desenvolvimento do projeto
- como será?
- quando será?
- quem participará?
- onde acontecerá?
5. Conclusão
Partilha:
• Partilha do projeto

Oração
• A oração do Pai-Nosso é oração que nos torna todos irmãos. Rezemos para que a
humanidade perceba que se todos fizerem um pouquinho com certeza se tornará muito.

Compromisso:
• Comprometer-se com o projeto desenvolvido em sala.

Referências Bibliográficas:

18

Centres d'intérêt liés