Vous êtes sur la page 1sur 14

Regimento Interno da Empresa

PQ Júnior Projetos e Consultoria

CAPÍTULO I - FINALIDADE
Art. 1o - A PQ Júnior – Projetos e Consultoria, Empresa de prestação de serviços nas áreas de Química,
é uma associação civil sem fins lucrativos, com fins educacionais, formada e gerida por acadêmicos
do curso de graduação de Química e Engenharia Química da Universidade Federal de Lavras (UFLA),
que desenvolve projetos de Consultoria e Assessoria para empresas públicas, privadas e pessoas
físicas, oferece capacitações e realiza eventos para o público acadêmico, pós-graduandos e
professores da UFLA.
Art. 2o - A PQ Júnior – Projetos e Consultoria tem por finalidade:
I - Proporcionar a seus membros as condições necessárias à aplicação prática de conhecimentos
teóricos e a vivência empresarial no ambiente universitário;
II - Incentivar e desenvolver a capacidade empreendedora do aluno, dentro de uma visão ética e
profissional;
III - Prestar serviços priorizando o atendimento a pessoas físicas, jurídicas e organizações sociais que
possuam dificuldade de acesso a serviços especializados;
IV - Oferecer todos os serviços disponíveis no portfólio desenvolvido pela PQ Júnior e outros que a
empresa julgar compatível com suas funções.
CAPÍTULO II - DA ADMINISTRAÇÃO

PQ Júnior – Projetos e Consultoria


Tel (35) 3829-3179 Universidade Federal de Lavras www.pqjunior.com.br
Fax (35) 3829-1812 37200-000 – Lavras/ MG presidencial.pqjr@gmail.com
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 02
Art. 3o - São órgãos da Administração da PQ Júnior:
I- Assembleia Geral
II- Diretoria Executiva
III- Conselho Consultivo
Seção I – Assembleia Geral
Art. 4o - A Assembleia Geral é a instância soberana de deliberação da PQ Júnior, podendo ser
ordinária ou extraordinária.
Art. 5o - Compete à Assembleia Geral:
I - Eleger e dar posse à Diretoria Executiva e ao Conselho Consultivo;
II - Decidir sobre reformas do Estatuto;
III - Decidir sobre a conveniência de alienar, transigir, hipotecar ou permutar bens patrimoniais;
IV - Decidir sobre a extinção da Instituição,
V - Destituir de seu cargo qualquer membro da PQ Júnior em caso de má conduta comprovada à
infração deliberada ao Estatuto.
VI - Aprovar o Regimento Interno;
VII - Deliberar em casos omissos no presente Estatuto;
VIII - Redigir as Atas das Assembleias.
Art. 6o - Somente poderão assistir e participar das reuniões das Assembleias Gerais os membros da
empresa PQ Júnior.
Art. 7o - Somente os membros efetivos terão direito a voto nas Assembleias Gerais, correspondendo
1 (um) voto a cada membro.
Art. 8o - É vedada a representação nas Assembleias Gerais, mesmo que por procuração.
Art. 9o - As Assembleias Gerais Ordinárias serão convocadas por editais públicos a serem publicados
nos meios eletrônicos determinados pela Diretoria Presidencial, com 03 (três) dias úteis de
antecedência, mediante divulgação dirigida a todos os membros efetivos.
Art. 10o - A Assembleia Geral Ordinária reunir-se-á semestralmente.
Art. 11o - As Assembleias Gerais poderão ainda ser extraordinariamente convocadas pela
Diretoria Executiva, a requerimento de membros efetivos representando, no mínimo 1/5
(um quinto) dos membros efetivos da PQ Júnior e com 2 (dois) dias úteis de antecedência.
Art. 12o - Serão nulas as decisões da Assembleia Geral sobre assuntos não incluídos na
Ordem do Dia, a não ser que na Assembleia Geral se encontrem fração de 2/3 (dois terços) dos
membros efetivos e não haja oposição de qualquer um deles.
Art. 13o - A instauração da Assembleia Geral requer um quórum de fração de 2/3 (dois terços) dos
membros efetivos e suas decisões serão sempre tomadas por maioria de 2/3 (dois terços) de votos
dos presentes, a não ser que disposto de forma distinta no Estatuto.
Art. 14o - Se à hora marcada para a Assembleia Geral não houver quórum de 2/3 (dois terços) dos
membros efetivos, será dado um prazo de 15 (quinze) minutos para que seja atingido este quórum.
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 03

Art. 15o - Caso não seja atingido nesses 15 (quinze) minutos o quórum de realização da Assembleia
Geral, depois de decorridos da primeira convocação, a Assembleia Geral se realizará se estiverem
presentes pelo menos 50% (cinquenta por cento) dos membros efetivos.
Art. 16o - A Assembleia Geral será presidida pelo Diretor Presidente da PQ Júnior.
Seção II – Diretoria Executiva
Art. 17o - As diretorias serão formadas pelo Diretor, gerentes, membros efetivos e trainees.
Art. 18o - As Diretorias da PQ Júnior são:
I – Presidencial: Diretor Presidente e Vice-Presidente
II – Projetos: Diretor, Gerente e Assessores
III - Administrativo Financeiro: Diretor, Gerente e Assessores
IV – Operacional: Diretor, Gerente e Assessores
Art. 19o - A Diretoria Executiva é investida de poderes de administração, representação e execução
dos planos, programas e projetos da PQ Júnior, de forma a assegurar a consecução de seus objetivos,
observando e fazendo observar o presente Estatuto e as deliberações da Assembleia Geral.
Art. 20o - A Diretoria Executiva será composta pelo Diretor-Presidente, Diretor Administrativo-
Financeiro, Diretor de Projetos e Diretor Operacional da PQ Júnior, todos eles terão mandato de 1
(um) ano, sendo possível a reeleição por uma única vez por mesmo período e será presidida pelo
Diretor Presidente.
Art. 21o - Em caso de impedimento ou renúncia de um ou mais membros da Diretoria Executiva, sua
substituição se dará por eleição em nova Assembleia Geral Extraordinária, convocada para tal fim e
com indicação dos nomes para a substituição, devendo ser realizada pela Diretoria Executiva.
Art. 22o - A Diretoria Executiva é responsável por organizar o processo de composição da nova
diretoria.
Art. 23o - Os novos diretores serão escolhidos por voto de cada membro efetivo ou gerente em
Assembleia Geral, onde ocorrerá a apresentação do plano de ação e a sabatina, que consiste no
momento destinado às perguntas dos membros efetivos e gerentes a fim de compreender melhor o
planejamento do candidato.
Art. 24o - Apenas poderão se candidatar aos cargos da diretoria Executiva os membros efetivos da
PQ Júnior.
Seção III – Competências dos Diretores
Art. 25o - Compete ao Diretor:
I - Demandar e distribuir tarefas entre os membros de sua diretoria;
II - Explanar as atividades realizadas durante o mês nas reuniões da Diretoria Executiva e da
Assembleia Geral.
III - cumprir as deliberações da Assembleia Geral, executar o presente Estatuto e as normas de
procedimento em reuniões e assembleias;
IV - Avaliar os pedidos de prestação de serviços, levando em conta a capacidade da PQ Júnior, bem
como seus interesses e objetivos fundamentais;
V - Estabelecer as diretrizes fundamentais da PQ Júnior;
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 04

VI - Deliberar sobre os casos omissos no Estatuto, bem como propor sua reforma sempre que
recomendável;
VII - participar da reunião de alocação ao final do processo trainee;
Art. 26o - As diretorias poderão abster de repassar aos membros de outras diretorias, aquelas
informações caracterizadas como sigilosas pelo Diretor.
Art. 27o - O cargo de Diretor será alterado anualmente, ou quando houver vacância do cargo.
Seção IV – Das competências dos Gerentes, Membros e Trainees
Art. 28o - Compete aos gerentes, membros efetivos e trainees:
5
I - Auxiliar o diretor nos diversos trabalhos realizados pela sua diretoria, visando cumprir o plano de
trabalho;
II - Realizar funções da diretoria à qual está vinculado, mantendo ciente o diretor de todas as
atividades realizadas em nome da diretoria;
CAPÍTULO III - DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL (EM TESTE)
Art. 29o - A PQ Júnior tem a seguinte estrutura: I - Diretoria Executiva, subdividida em: a) Presidência;
b) Diretoria de Projetos; c) Diretoria Administrativa e Financeira; d) Diretoria Operacional; e) Núcleo
de Extensão; f) Núcleo MEJ; g) Núcleo de Eventos.
Art. 30o - Cada um dos órgãos acima referidos no Artigo 29 anterior dispõe de uma estrutura
discriminada nos parágrafos que se seguem:
§1o - A Presidência compreende: I – Diretor Presidente; II – Vice-Presidente.
§2o - Setor de Projetos compreende: I - Diretor de Projetos; II - Gerentes de Projetos; III - Assessores
de Projetos.
§3o - Setor Administrativo e Financeiro compreende: I - Diretor Administrativo Financeiro; II -
Gerente Administrativo Financeiro; III - Assessores de Administração e Finanças.
§4o - Setor Operacional compreende: I - Diretor de Operações; II - Gerente de Vendas; III - Gerente
de Gestão de Pessoas IV – Gerente de Marketing; V - Assessores de Vendas; VI - Assessores de Gestão
de Pessoas e Qualidade VII – Assessor de Marketing.
§5o - Núcleo de Extensão compreende: I - Coordenador; II - Membros do Núcleo.
§6o - Núcleo de Eventos compreende: I - Coordenador;
II - Membros do Núcleo.
§7o – Núcleo Movimento Empresa Júnior (MEJ): I – Coordenador; II – Membros do núcleo.
Art. 31o - Perde-se a condição de Diretor, Gerente, Assessor dos Setores ou Coordenador e Membro
de núcleos quando há incapacidade de realizar todas as tarefas que competem aos seus respectivos
cargos
CAPÍTULO IV – Presidência
Art. 32o - São funções do Diretor Presidente:
● Aprovar a admissão de Membros
● Aprovar o desligamento de Membros
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 05
● Cumprir e fazer cumprir o Estatuto, Regimento Interno e demais resoluções da PQ Jr.
● Representar a Empresa Júnior em juízo e fora dele, ativa e passivamente, onde e quando se fizer
necessário
● Coordenar, convocar e presidir as Reuniões Ordinárias e Extraordinárias da Diretoria Executiva e as
Assembleias Gerais Ordinárias e Extraordinárias
● Assinar documentos e correspondências da PQ Jr.
● Gerenciar contas bancárias
● Controlar e acompanhar o Planejamento Estratégico
● Realizar parcerias e cuidar de sua manutenção
● Orientar o desenvolvimento dos trabalhos da PQ Jr. em atenção à demanda empresarial,
governamental e do terceiro setor
● Aprovar a destinação de recursos financeiros
● Disseminar a estratégia da empresa
Art. 33o - São funções do Vice Presidente:
● Controlar e Acompanhar o Planejamento Estratégico;
● Cumprir e fazer cumprir o Estatuto, Regimento Interno e demais resoluções da PQ Jr.;
● Monitorar os Indicadores estratégicos e operacionais das diretorias;
● Elaborar junto ao Diretor Presidente Planos de Ação baseados nos indicadores;
● Auxiliar o Diretor Presidente na tomada de decisões;
● Representar a Empresa Júnior em juízo e fora dele, ativa e passivamente, onde e quando se fizer
necessário;
Capítulo V – Setor de Projetos
Art. 34o - São funções do diretor de Projetos:
● Responder pelos projetos contratados da PQ Jr.
● Garantir a qualidade, a produtividade e a adequação aos prazos dos projetos realizado
● Montar a equipe realizadora de cada projeto
● Estabelecer padrão de desenvolvimento de projetos
● Gerir ferramentas de controle de projetos
● Elaborar a estrutura de eventos
● Capacitar e manter capacitados todos os membros em relação aos serviços
Art. 35o - São funções do gerente de Projetos:
● Acompanhar e gerenciar o desenvolvimento de projetos
● Suporte para as equipes desenvolvedoras
● Cuidar de feedbacks acerca da execução dos projetos
Art. 36o - São funções do assessor de Projetos:
● Executar os projetos desenvolvidos e propostos
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 06
● Assessorar no desenvolvimento dos projetos
CAPÍTULO VI – Setor Administrativo Financeiro
Art. 37o - São funções do Diretor Administrativo Financeiro:
● Elaborar, junto da Diretoria Executiva, o planejamento financeiro da PQ Jr., sendo responsável pela
sua gestão
● Manter contato com o contador para assuntos da área
● Cuidar para que sejam elaboradas as atas de Assembleias Gerais Ordinárias e Extraordinárias
● Fazer a padronização dos controles administrativos e financeiros mantendo as ferramentas da
empresa, incluindo as digitais
● Zelar e realizar a manutenção periódica das obrigações fiscais, contábeis, financeiras, jurídicas e
econômicas da PQ Jr.
● Realizar o controle de recursos consumíveis bem como o levantamento de demandas de compra
● Criar e divulgar relatório mensal de finanças
● Zelar pelo desenvolvimento de novos membros
Art. 38o - São funções do Gerente Administrativo Financeiro:
● Documentar e divulgar as atas das Assembleias Gerais da Empresa
● Controlar o registro de membros
● Padronizar e verificar periodicamente a Gestão de Informações (e-mail, trello, drive)
● Gerenciar e atualizar os pagamentos e recebimentos internos
● Cuidar da capacitação de trainees
Art. 39o - São funções do Assessor Administrativo Financeiro:
● Realizar a elaboração de documentos, termos, contratos e orçamentos
● Realizar o levantamento de bens materiais
● Manter atualizado o inventário da empresa
● Zelar pela organização do Setor bem como o bem estar dos demais membros
CAPÍTULO VII – Setor Operacional
Art. 40o - São funções do Diretor Operacional:
● Gerenciar mídias sociais
● Planejar campanhas de marketing da empresa
● Elaborar planos estratégicos de publicidade e propaganda
● Aprovar materiais de divulgação da PQ Jr.
● Realizar campanhas de marketing interno e externo
● Realizar pesquisa de mercado
● Promover e realizar cursos de desenvolvimento profissional aos membros
● Analisar relações interpessoais
● Levantar requisitos e necessidades da empresa
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 07
● Acompanhar o histórico de atividade dos membros
● Administrar conflitos internos
● Aprovar admissão de membros
● Aprovar desligamento de membros
● Realizar o controle de atividades externas
● Planejar logística de eventos e atividades externas
● Desenvolver o processo seletivo e projeto trainee
Art. 41o - São funções do Gerente de Comunicação e Vendas
● Difundir a marca da empresa
● Cuidar da imagem interna e externa
● Acompanhar as campanhas físicas e virtuais de marketing
● Cultivar relações com os clientes e patrocinadores
Art. 42o - São funções do Gerente de Gestão de Pessoas e Qualidade
● Cuidar da organização e logística de atividades da PQ Jr.;
● Controlar a presença e desenvolvimento de atividades dos membros;
● Coordenar o processo seletivo e o projeto trainee;
● Zelar pelo comprometimento e motivação dos membros.
Art. 43o - Executar planos de marketing
● Realizar pesquisas de mercado e mapa de possíveis clientes
● Realizar negociação e venda de projetos
Art. 44o - São Funções do Assessor de Gestão de Pessoas e Qualidade:
● Garantir o bom relacionamento entre os membros
● Executar prazos do processo seletivo e projeto trainee
● Executar o controle de entrada e saída de membros da associação, bem como registro de membros
e emissão de certificados
Capítulo VIII – Do Conselho Consultivo
Art. 45o - O Conselho Consultivo é o órgão de consulta e assessoramento à Diretoria Executiva da PQ
Júnior. As reuniões do Conselho Consultivo serão convocadas, por correio eletrônico, sempre que o
interesse social assim o exigir. A convocação deverá informar o dia, a hora e o local da reunião, bem
como, resumidamente, a ordem do dia. Considerar-se-á regularmente convocado o Conselheiro que
comparecer à Reunião.
Art. 46o - Os ex-membros da PQ Júnior que tenham assumido cargo da Diretoria Executiva podem se
candidatar ao cargo de Conselheiro.
Art. 47o - Os conselheiros não possuem direito a voto nas disposições da Assembleia Geral.
Art. 48o - Compete aos membros do Conselho Consultivo as seguintes atribuições e
responsabilidades:
I - contribuir com pareceres técnicos a serem analisados pela Diretoria Executiva;
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 08

II - participar das reuniões da Diretoria Executiva, sem direito a voto, com o objetivo de expor ideias
e contribuir com o objeto social da PQ Júnior, sempre que solicitado por aquele órgão;
III - sempre que o interesse social exigir, dar parecer quanto às políticas da Diretoria Executiva que
orientam as atividades gerais da PQ Júnior, respeitando os princípios gerais adotados pelos
associados; IV - apoiar a Diretoria Executiva especialmente nos planos de captação de recursos e
acompanhar a realização dos Planos de Ação e o Plano Orçamentário;
V - acompanhar as deliberações sobre o patrimônio, investimento e gestão financeira;
VI - decidir sobre as questões que lhes forem submetidas pela Diretoria Executiva;
VII - participar da elaboração e revisão do Planejamento Estratégico e acompanhar a execução do
mesmo.
Art. 49o - Os Conselheiros não possuem obrigação de comparecimento às reuniões gerais da PQ
Júnior.
Art. 50o - São requisitos para ser Conselheiro:
I - Ter feito parte da Diretoria Executiva da PQ Júnior;
II - Estar matriculado nos cursos de graduação da Universidade Federal de Lavras.
Art. 51o - Perde-se a condição de Conselheiro quando da incapacidade de realizar todas as tarefas
que compete ao Conselho. No caso de desligamento do Conselheiro será aberto um novo edital para
o preenchimento da vaga.
Art. 52o - Os Conselheiros serão eleitos por manifestação de interesse a edital aberto.
Art. 53o - A escolha dos novos conselheiros deverá ser aprovada em Assembleia Geral.
CAPÍTULO IX - DAS ELEIÇÕES
Art. 54o - Os membros da Diretoria Executiva são eleitos entre os membros efetivos e em Assembleia
Geral convocada para este fim.
Art. 55o - O Edital de Convocação da Assembleia Geral de Eleições deve ser publicado com no mínimo
05 (cinco) dias úteis de antecedência à data da eleição.
Art. 56o - A eleição deverá ser realizada por voto secreto e apurado por uma comissão de no mínimo
2 membros que não estejam concorrendo, formada exclusivamente para este fim.
Art. 57o - É permitida a reeleição uma única vez.
Art. 58o - Em caso de vacância ou impedimento temporário de diretor, a Diretoria Executiva elegerá
substitutos para os cargos vagos.
Art. 59o - O prazo mínimo de inscrição para os membros que queiram concorrer à próxima eleição
da PQ Júnior é de 30 dias consecutivos antes da data do término da Diretoria atual, com pedido
escrito feito ao Diretor Presidente.
Art. 60o - Os candidatos deverão apresentar no ato da inscrição seu plano de ação.
Art. 61o - É vedada a candidatura do mesmo membro em mais de um cargo.
Art. 62o - Os votos válidos só poderão ser computados com adequada assinatura dos mesmos no
livro de presença da Assembleia Geral para realização das eleições.
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 09

Art. 63o - Aberto os trabalhos da Assembleia Geral para fins de eleição, o Diretor Presidente nomeará
a Comissão Eleitoral, com função de mesa receptora e apuradora, composta por 2 membros que não
estejam concorrendo.
Art. 64o - No caso de empate na votação, o presidente possui o voto de desempate.
Art. 65o - No caso de haver apenas um candidato para determinado cargo na Diretoria Executiva, a
eleição será feita mediante aprovação ou reprovação da candidatura. Será considerado eleito o
candidato que obtiver cinquenta por cento mais um de aprovação, dentro os votos válidos.
Art. 66o - A posse da Diretoria Executiva eleita será dada pelo Diretor Presidente anterior, na mesma
data da Assembleia Geral de Eleição, iniciando a nova gestão.
CAPÍTULO X- DA SUA ÁREA DE ATUAÇÃO
Art. 67o - A PQ Júnior desenvolve Projetos e Consultorias nas seguintes áreas: §1. Farmácias,
drogarias e farmácias de manipulação: I – elaboração de Manual de Boas Práticas de fabricação e
Processos Operacionais Padronizados (POP). §2. Indústrias de alimentos, medicamentos e
cosméticos, restaurantes, bares, lanchonetes, agricultores: I - assessoria para elaboração e
implantação de Manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF); II - análise de Alimentos; III - Análise de
potabilidade de água; IV - Laudo e Análise corretiva de produtos; V - Análise de reagentes químicos;
VI - Análise e solução contra corrosão.
CAPÍTULO XI - DOS MEMBROS
Seção I – Da Composição
Art. 68o - Será considerado membro efetivo todos os estudantes regularmente matriculados nos
cursos presenciais de graduação da Universidade Federal de Lavras, aprovados no processo seletivo
e Projeto Trainee da Empresa Júnior.
Art. 69o - Será considerado membro trainee aqueles estudantes que se encontram na última etapa
do Processo Seletivo e que serão submetidos ao Projeto Trainee, programa da PQ Júnior que visa
preparar os novos membros para a realização de projetos internos e externos da Empresa Júnior
todas as suas competências estarão muito bem definidas no Regimento Interno, bem como edital
específico.
Art. 70o - Será considerado membro honorário da PQ Júnior toda pessoa física ou jurídica que venha
prestar serviços relevantes para o desenvolvimento dos objetivos da Empresa Júnior.
Art. 71o - As atividades desenvolvidas pela PQ Júnior deverão ser orientadas e supervisionadas por
professores e profissionais especializados, venha por convite da Empresa Júnior orientar os membros
efetivos, trainees e honorários na realização de projetos internos e externos.
Seção II – Do Ingresso
Art. 72o - O ingresso na PQ Júnior se dará por meio de processo seletivo, cujas etapas serão
desenvolvidas e propostas pela Diretoria Operacional conjuntamente com a Diretoria Executiva, após
a devida aprovação do Assembleia Geral.
Parágrafo Primeiro: Os membros da PQ Júnior serão admitidos por decisão da Diretoria Executiva e
posterior aprovação do Conselho Geral.
Parágrafo Segundo: A participação no processo seletivo será exclusiva dos graduandos nos cursos de
Química e Engenharia Químicas da Universidade Federal de Lavras.
CAPÍTULO XII - DOS DIREITOS, DEVERES E PERDA DA CONDIÇÃO DO MEMBRO
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 10
Seção I – Dos Direitos
Art. 73o - São direitos do membro efetivos:
I - Comparecer e votar nas Assembleias Gerais;
II - Solicitar, a qualquer tempo, informações relativas às atividades da PQ Júnior;
III - Solicitar, por requerimento assinado por pelo menos metade dos membros efetivos, revisão e/ou
anulação de qualquer penalidade que lhe tenha sido imposta em desobediência a este Estatuto ou
Regimento Interno pela Diretoria Executiva;
IV- Afastar-se temporariamente das atividades da PQ Júnior, mediante pedido de licença analisado
pela Diretoria Executiva, por prazo determinado;
V - Requerer a convocação da Assembleia Geral;
VI – Votar e ser votado nas Assembleias de eleição.
Seção II – Dos Deveres
Art. 74o - São deveres de todos os membros da PQ Júnior:
I – Respeitar o Estatuto, o Regimento Interno, as deliberações e decisões da Assembleia Geral e da
Diretoria Executiva;
II- Prestigiar a PQ Júnior em todos os ambientes que o membro estiver presente;
III- Cumprir os dispositivos elencados no Código de Ética da Brasil Júnior;
IV - Zelar pela conservação dos bens da PQ Júnior;
V- Fica obrigado a manter sigilo com relação à documentos e informações dos projetos internos e
externos que são executados pela PQ Júnior;
VI - Comparecer às Assembleias Gerais ordinárias e extraordinárias e quaisquer outras atividades que
sejam convocadas;
VII – É vedado qualquer manifestação de caráter partidário, religioso ou discriminatório em nome da
PQ Júnior;
Seção III – Da Perda de Condição de Membro
Art. 75o - Perde-se a condição de membro da PQ Júnior:
I – Por renúncia expressa e escrita, apresentada com trinta dias de antecedência ao Conselho Geral
e à Diretoria Executiva.
II - Pela conclusão, abandono ou jubilamento da Universidade Federal de Lavras;
III - Pela morte, no caso de pessoas físicas, ou pela cessação de suas atividades, no caso de pessoas
jurídicas;
IV - Por violação de qualquer das disposições do presente Estatuto ou pelo não cumprimento dos
deveres inerentes ao membro, por decisão de 2/3 (dois terços) dos membros efetivos reunidos em
Assembleia Geral Extraordinária, tendo sido oportunizado ao membro excluído o contraditório.
Art. 76o - Após exclusão ou renúncia, o ex-membro só poderá retornar à PQ Júnior mediante
processo seletivo e aprovação da Diretoria Executiva.
Art. 77o - O membro desligado de suas atividades assinará o Termo de Desligamento, perdendo
todos os benefícios oferecidos pela PQ Júnior.
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 11

Art. 78º - O membro que não estiver cumprindo com os seus deveres e regras da empresa, receberá
três avisos, sendo os 2 primeiros, com renovação a cada semestre, notificados via e-mail de Gestão
de Pessoas, com o motivo do aviso. O terceiro será uma carta de aviso, onde o mesmo entrará em
período de observação durante 2 meses, não sendo renovados ao final do semestre e terminando ao
final dos dois meses corridos a partir da data de recebimento do aviso. Neste período de observação,
o recebimento de um aviso acarretará no encaminhamento do processo de desligamento do
membro, com aprovação em assembleia geral.

- Os avisos serão para faltas mais graves. Faltas leves receberão advertências que somadas
resultarão em um aviso. A primeira advertência recebida no início do semestre será relevada,
isentando o recebimento de aviso para o membro. A gravidade do aviso será estabelecida no
manual de normas e regras.

- Para faltas como Discriminação e Assédio, descritos na Manual de normas e regras, item 1-
b, 1-c e 4-b, serão tomadas medidas cabíveis de acordo com a Lei Brasileira, juntamente com
o recebimento de dois avisos, que leva o membro direto para o período de observação.

- Será enviado o aviso para o Membro que, sem justificativa plausível:

- Não cumprir e respeitar o Estatuto, regimento interno e as deliberações da assembleia geral


e da diretoria executiva da PQ júnior;

- Não comparecer às Assembleias Gerais ordinárias e extraordinárias e quaisquer outras


atividades que sejam convocadas, respeitando o estatuto e de acordo com o Manual de
Normas e Regras;

- Receber pela segunda vez advertência de Conduta Interna quanto a vestuário e higiene
pessoal;

- Não cumprir com alguma regra da Conduta externa, item 4 do manual de normas e regras;

- Utilizar álcool ou drogas lícitas ou ilícitas durante o expediente, dentro das limitações da
empresa ou fora dela quando representando a PQ júnior;

- Apresentar falsas verdades para qualquer membro da empresa, clientes, parceiros ou


professores e representantes da instituição de ensino, bem como apresentar informações
privilegiadas, de acordo com o item 2 (Uso de informações confidenciais e privilegiadas) do
Manual de normas e regras;

- Faltar com respeito e/ou discriminar e/ou assediar algum membro da PQ Júnior, assim como
clientes, professores ou parceiros, de acordo com o Manual de Normas e Regras (item 1, letras
“b” e “c”);

- Faltar a compromissos presenciais da empresa, quando convocados, e sem o envio de


justificativas plausíveis, dentro do prazo, conforme item 3 (Compromisso presenciais) do
Manual de Normas e Regras, salvo item 3-e (Cumprimento de horário de sala), que não
precisa de convocação para ser obrigatório.
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 12

- Qualquer dano, perda ou retirada de patrimônio da empresa, o membro estará sujeito a


aviso e a uma explicação plausível.

Capítulo XIII – Da Carga Horária

Art. 79º A carga horária destinada às atividades da PQ júnior deverá ser de 12 (doze) horas semanais,
sendo:

- 2 Três horas de reuniões para assessores e cinco horas para diretores e gerentes;

- Três horas de horário fixo na sede da empresa, que pode ser usado para realização de
atividades relacionadas ao seu setor. Deve se respeitar a presença de no mínimo dois
membros na sala durante o horário de funcionamento desta empresa e obedecer

- O restante das horas será utilizado para a realização de projetos da PQ júnior, sendo seis
para membros e quatro para diretores e gerentes.

Capítulo XIV – Comunicação

Art. 80º A comunicação na empresa é feita da seguinte maneira:

- E-mails: utilizado para convocação de presença em reuniões ou quaisquer outras atividades,


envio de documentos para membros, envio dos avisos de desligamento e envio de convites
para eventos;

- Rede social WhatsApp: Recados: Deve ser usado para avisos urgentes, perguntas
importantes relacionadas a assuntos internos da empresa, compartilhamento de artes de
divulgação da empresa ou eventos de interesse de participação da PQ júnior, sendo este
reforçado por e-mail.

Informal: comunicação que não são relacionadas a atividades da empresa.

Grupo dos setores: Deve ser usado somente para tirar dúvidas entre os membros do setor e
marcar reuniões.

- Trello: Utilizado para:

Envio de informações relacionadas à empresa

Anexo de documentos ou links do Drive da empresa,

Gerenciamento de vendas e dos projetos,

Gerenciamento do planejamento estratégico,

Gerenciamento das atividades dos setores e da diretoria executiva,


PQ Júnior – Projetos e Consultoria 13
Pautas de reuniões e atividades da semana de cada diretoria,
CAPÍTULO XV - DOS BENS
Seção I – Do Patrimônio
Art . 81o - O patrimônio da PQ Júnior é formado:
I - Pelo produto de contribuições recebidas pelos serviços prestados a terceiros;
II - Pelas contribuições voluntárias e doações recebidas de pessoas físicas ou jurídicas;
III - Por subvenções e legados oferecidos e aceitos pela Diretoria Executiva, como doações de
membros, patrocinadores e benfeitores.
IV - Pelos fomentos e auxílios ofertados pela Universidade Federal de Lavras ou outras instituições
de apoio.
Art. 82o - Quaisquer formas de contribuição por parte dos membros para a constituição do
patrimônio da PQ Júnior serão consideradas doações.
Art. 83o - Os recursos arrecadados através de projetos sociais não entrarão no caixa da Empresa e
serão repassados para Instituições que a PQ Júnior avaliar como necessitadas.
Seção II – Da Arrecadação de Verbas
Art. 84o - São fontes de recursos para a manutenção da PQ Júnior:
I - Contribuições pelos serviços prestados a terceiros;
II - Associações e parcerias com instituições, organizações, pessoas físicas ou jurídicas;
III - Feiras, workshops, palestras e aulas;
IV - Manutenção e gerenciamento de empresas e sociedades;
Art. 85o - Todo investimento que a PQ Júnior realizar deve ser revertido em benefício da própria
Empresa, com a coordenação da Diretoria Executiva, após a aprovação da proposta em Assembleia
Geral.
Art. 86o - Em caso de extinção, o patrimônio líquido, se positivo, da PQ Júnior será destinado a
instituições sem fins lucrativos e projetos voluntários que serão selecionadas pelos próprios
membros da PQ Júnior.
CAPÍTULO XVI - DA DISSOLUÇÃO
Art. 87o - A PQ Júnior terá duração indeterminada, podendo ser dissolvida se:
I – Não houver mais membros e nem discentes dos Cursos de Graduação de Química Licenciatura,
Química Bacharelado e Engenharia Química da Universidade Federal de Lavras interessados no
projeto;
II – Por determinação da maioria absoluta dos membros efetivos reunidos em Assembleia Geral
Extraordinária que tenha por objetivo a extinção da PQ Júnior;
III – For decretada recuperação judicial ou falência, ou, ainda, qualquer outro meio de determinação
judicial que leve à extinção;
IV – Por determinação da Universidade Federal de Lavras, em devido processo administrativo
transitado em julgado;
Art. 88o - Em caso de extinção, o patrimônio da PQ Júnior terá a destinação determinada no art. 13
deste Estatuto.
PQ Júnior – Projetos e Consultoria 14
CAPÍTULO XVII - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS
Art. 89o - O exercício social da PQ Júnior coincidirá com o ano letivo da Universidade Federal de
Lavras;
Art. 90o - O retorno econômico-financeiro da PQ Júnior que se verificar ao final de cada exercício
social será compulsoriamente reinvestido na empresa, estando absolutamente vedada a obtenção
de lucro ou recebimento de valores por seus membros.
Art. 91o - Os membros da PQ Júnior não responderão, solidária ou subsidiariamente, pelas
obrigações assumidas pela Associação.
Art. 92o - O Estatuto somente poderá ser modificado pela deliberação de, no mínimo, 2/3 (dois
terços) dos membros efetivos, reunidos em Assembleia Geral para este fim.
Art. 93o - A proposição de alterações para o Estatuto poderá ser feita por qualquer membro efetivo
da PQ Júnior e deverá ser entregue por escrito ao Diretor-Presidente, que convocará uma Assembleia
Geral Extraordinária para o debate e votação da alteração.
Art. 94o - A PQ Júnior elege o foro de Lavras – Minas Gerais, para a resolução dos casos omissos, não
previstos neste Estatuto.