Vous êtes sur la page 1sur 6

Trabalho em Grupo

Elementos Qualitativos

Elementos Médicos legais que agravam o crime de ofensas corporais.

Os elementos qualitativos da médica legal são:

Vitriolagem- que consiste no arremesso geralmente para a face da vítima de uma


substância cáustica (ácido sulfúrico ou vitríolo) com intenção de desfigurar, afear. Este
elemento médico-legal era frequente nos séculos passados, raro nos dias de hoje,
praticado principalmente por ciúmes ou despeitos amorosos.

Servícias (maus tratos)

Devido a evolução sociopolítica cultural científica e jurídica das sociedades e povos,


este conceito foi involuindo havendo países em que este elemento médico legal vem
tipificado como um crime gravoso – violência domestica.

Fazendo uma simbiose das duas palavras violência domestica, esta expressão pressupõe
toda a acção ou omissão que consiste em mau trato físico, psicológico ou sexual,
praticado por um membro da família contra mulher ou contra qualquer dos integrantes
do núcleo familiar.

Refere se particularmente a violência que ocorrem entre pessoas que habitam o mesmo
lar entre marido e mulher de pais para filhos, entre irmãos, de filhos contra pai, entre
familiares próximos.

De ponto de vista medico legal, com base da legislação em vigor, a nossa interpretação
e conceito no sentido positivo de direito e de justiça social e de assume diferente facetas
dependendo das circunstancias que ela ocorre, da relação existente entre o agressor e a
vitima, e do período do tempo em que transcorre o trama psicológico, psíquico ou
físico.

-Nas sivicias, estamos perante este tipo ou elemento médico legal qualitativo de ofensas
corporais quanto a vítima é um menor de idade que o acto é praticado por uma
autoridade familiar (pais, encarregado de educação ou outros membros da família
adultos) ou por autoridade Institucional (professores, encarregados dos lares, creches ou
instituições afins).
É importante nestes casos que existe uma relação familiar ou institucional entre a vitima
(menor) e o agressor (autoridade)

As servicias podem ser praticada de uma só vez ou isoladamente, varias vezes ou


sistematicamente, por diversas razoes, tais como por perversidade, sadismo ou para
satisfazer desejos inconvensaveis, consistindo em actos de:

*Omissão ou privação de cuidados – nutricionais, higiénicos, isolamento ou reclusão


em espaço confinas, etc.

*Violência moral e psicológica- insultos, gritos, verborreias, etc

*Violências física-trauma por meio de vários agentes mecânicos, físicos, químicos,


deglutição forçada de substancia imundas, etc.

* Ao examinar o menor ou vitima constatamos que ela padece de um quadro de stress


pós traumático ou de síndroma pós emocional com as componente ansioso-fobico-
depressivo isoladamente ou assocado com ou sem sinais de lesões traumáticas servicias.

O menor, geralmente, tem fraco aproveitamento, médio ou fobia de estar diante do


agressor, rebeldia, alterações do comportamento, etc.

O tratamento deve ser direccionado principalmente para a área psicológica, para a


recuperação da auto estima psicoterapêutica, e medição das lesões existentes.

- servicias (maus tratos e ou tortura) estamos perante este tipo ou elemento medico
qualitativo de ofensas corporais quando este acto é praticado por:

 Agentes ou elementos das autoridades policiais, penitenciarias, judiciais, policia


secreta e da segurança privada;
 Singulares ou grupo de indivíduos que decidem fazer justiça com as próprias
mãos;

A vítima pode ser:

 Um individuo que esta sobre a custodia destas autoridades acima referenciados.


Este acto pode ser praticado por diversas razoes ou motivações das quais
destacamos: para obter uma confissão, para castiga-lo, por perversidade,
sadismo, para satisfazer desejos inconfessáveis, etc.
 Um ou uns indivíduos que ao ser ou serem abordados ou interceptados por essas
autoridades acimas mencionadas, elas ou eles usam ou imperam excesso de
forca ou zelo, por exemplo: durante o acto de detenção de auto-stop de exigência
de documentos de identificação e de repreensão de uma manifestação, etc.
 Um individuo em que populares suspeitam que este tenha praticado um crime de
furto, roubo ou de outro género, e sem esperar pela decisão judicial ou das
autoridades competentes decidem amara-lo nos braços e pernas agredi-lhe e
tortura-lo.

As servias (maus tractos ou tortura) podem ser praticada de uma só vez ou como um
acto ensodo de forma sistemática ou por vaias vezes, este acto consiste em:

 Tortura física – por meio de diferentes tipos de agentes mecânicos – contundente


tipo cacitete ou xicote nas nádegas ou tronco; físicos tipo electrocução no
escroto, planta dos pés; suspensão pelas pernas; atc.
 Tortura psicológica e moral – por meio de chantagem aos familiares ou amigos
da vitima ou das vitimas, insultos e verborreia ou interrogatório de forma
alternada em horas improprias, impedir a vitima de fazer as necessidades
fisiológicas, despir ou papar a vitima diante de muita gente do sexo oposto ou do
mesmo sexo, encandear a vitima com luz intensa ou forte na face com longos
tempos ou mante-la privada de luz durante muito tempo, etc.

- servicais (maus tratos) – estamos perante este tipo ou elemento medico legal
qualificativo de ofensas corporais, onde existe uma relação intima de compromisso
amoroso ou patrimonial entre um casal ou parente, isto, e entre namorados, casados
tradicionalmente ou lobulados, casados maritalmente, religiosamente ou oficialmente ou
que estão em união de facto ou que vivem em concubinagem sendo ela a segunda
mulher ou terceira.

No ponto de vista Medico legal para este acto, seja considerado como elemento
qualificativo, as servicias devem decorrer um período de tempo, que não seja um acto
insolado, mas que sejam vários actos de violência moral, psicológica, psíquica e física e
que entre a vitima ou agressor exista uma relação intima amorosa ou patrimonial.~

Estes actos consitem em:


 omissão ou privação: - de recursos financeiros para subsidiar a família, cuidados
de saúde, alimentação, etc.
 violência moral e psicológica – actos de intimidação de morte, agressão física,
retirada de apoio financeiro, chantagem de separação ou contra terceiros,
enteados, filhos, sogros, atc. insultos e gritos, etc.
 violência física e psíquica – actos de agressão por meios de agentes mecânicos,
físicos, etc; tentativas de homicídio por meio de esganadura, etc.

a vitima apresenta um síndrome ansioso com ou sem acompanhamento fobico e


depressivo que se manifesta por ausência sistemáticas ao local dos serviços, falta de
interesse pala vida, de auto estima, etc., além de sinais de lesões traumáticas.

O tratamento para além do médico, deve ser fundamentalmente psicológico e de


reicersao psico-social.

Deve-se criar condições para existência de um local de acolhimento par as vitimas.

Noutros países, em direito comparado, esta figura gravosa é um crime especifico,


tipificado em violência domestica.

- Intensão medico legal de matar – è anmus necandi, este tipo u elemento medico legal
qualitativo de ofensas co

Do ponto de vista medico legal considera-se que há intenção de matar dependendo dos:

 sede ou região do corpo atingido ou alvejado è das que vulgarmente se sabe


alojar órgãos essenciais da vida.
 A natureza dos ferimentos, os seus caracteres e números, concorrem para
demostrar aquela intenção;
 Os ferimentos foram produzidos com violência;
 O instrumento empregue tem as características e a eficiência dos instrumentos
procurados e utilizados para aquela intenção, é evidentemente adequado a
produção de lesões mortais, devido a sua vulnerabilidade;
 Nos casos dos ferimentos dos projécteis de arma de fogo, adequados a produção
de lesões mortais, existem sinais indicativos da arma ter sido disparada a boca
tocante ou a curta distancia.
Perigo eminante de vida da vitima – este ou elemento medico legal qualificativo ou
ofensas corporais, se as lesões puseram ou não em perigo a vida da vitima, é avaliada
em função de:

 Natureza ou tipo da lesa, gravidade e sede da lesão.


 Necessidade do tratamento medico-surigico de urgência, se o tratamento não
ocorre-se a vitima morreria devido as lesões, por exemplo, traumatismo
abdominal fechado com laceração do baço e hemoperitoneu.
Introdução