Vous êtes sur la page 1sur 13

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO
DEPARTAMENTO DE TEORIA E PLANEJAMENTO DE ENSINO

Disciplina: Ensino de História I - 2018.1


Profª. Dr. Maria Angélica da Gama Cabral Coutinho
Alunos: (...)

Livro Paradidático: Caminhos da Educação

Seropédica, 2018.1
Nosso trabalho tem como objetivo instigar o aluno à pesquisa, com isso, pretendemos dar foco à autonomia do pensamento dos alunos - atualmente o nosso
ensino vem cada vez mais minando a capacidade de crítica e criação dos alunos e isso se repercute na forma na qual nossa sociedade se comporta - o pesquisador
Demeval Saviani ao escrever sobre seu conceito de pedagogia histórico crítica, defende a educação não hierárquica dando ênfase à autonomia do aluno:
“Na pedagogia histórico-crítica (a teoria crítica da educação) a escola ganha grande destaque. Na verdade, ela recebe o dever de "propiciar a
aquisição dos instrumentos que possibilitem o acesso ao saber elaborado (ciência), bem como o próprio acesso aos rudimentos desse saber (...)"
(SAVIANI, 2008, p. 15)
Um dos grandes problemas de nossa educação é a falta de incentivo na autonomia do aluno e na formação de alunos como cidadãos conscientes e
ativamente políticos, e isso acaba formando alunos que nunca questionam, isso acontece em praticamente todas as escolas de nosso país, como também o caso
dos alunos do colégio municipal Pastor Gerson, que acabam tendo uma educação falha que não agrega ao desenvolvimento intelectual (assim como grande parte
dos nossos jovens no ensino público) esses alunos acabam não conhecendo a história do local aonde moram, e as poucas informações que possuem são
fragmentadas, com isso a noção de cidadania desses alunos acaba sendo prejudicada. Infelizmente devido à grande falta de incentivo do governo muitos desses
alunos acabam vendo a Universidade como algo inatingível, proporcionando um contato dos alunos a matérias e documentos sobre a Universidade Rural, nós
tiramos a Universidade Federal de seu "pedestal" e iremos incentivar os alunos mostrando-os que eles também são capazes de estarem aqui. Desse modo, com
as atividades propostas pretendemos trabalhar o desenvolvimento da consciência histórica com a história local desses espaços educativos, onde a memória,
localidade, identidade, a percepção de permanências e rupturas, bem como a perspectiva de futuro. Pois, segundo Rüsen
“Todas as três dimensões do tempo são temas da consciência histórica: através da memória o passado se torna presente de modo que o presente
é entendido e perspectivas sobre o futuro podem ser formadas. (...) A consciência histórica funciona por meio da memória; ela aproxima as três
dimensões do tempo; cumpre a função prática de orientar um sujeito em direção ao tempo.” (RÜSEN, 1993)

Acreditamos que a autonomia dos alunos ao construírem suas próprias opiniões sobre Seropédica, a Universidade Rural e o colégio Pastor Gerson
acrescentará no desenvolvimento político dos alunos trazendo a eles uma noção mais clara sobre sua cidadania, assim o contato dos alunos com a pesquisa,
formará alunos inquietos, que ao ler um texto duvidem e busquem outras fontes, e não reproduzam ideias sem terem pesquisado sobre, e entendam que suas
opiniões devem se construir a partir de dúvidas, críticas e leituras.
Caminhos da Educação
Olá querida(o) estudante!
Passamos boa parte do nosso tempo na escola, e neste espaço aprendemos coisas novas, fazemos amizades e boa parte disso levamos para fora dos muros
da escola! Na escola aprendemos coisas que utilizamos em nosso dia-a-dia, e que nos orientam para escolha por exemplo de nossa profissão futura: após terminar
o ensino fundamental, passamos para o ensino médio no qual nos preparamos para escolher futuramente um curso em uma faculdade. E aprender é um processo
contínuo que fazemos ao longo de toda a vida... E pensando nisso, vamos conhecer um pouco melhor algumas instituições escolares de nosso município!
Este livro será construído individualmente e coletivamente por você, seus colegas e seu professor! Vamos investigar e descobrir, sobre nossa escola atual,
EM. Pastor Gerson, e sobre o que aguardamos para o futuro: passando pela Escola Estadual Maria Joaquina de Souza, até chegarmos a Universidade Federal Rural
do Rio de Janeiro, e conhecer a história desses espaços que estão no município de Seropédica e que fazem parte do nosso cotidiano de alguma maneira. Espero
que aprecie e aproveite essa viagem! Não esqueça de preencher com seus dados abaixo, este livro é seu, cuide dele com carinho!

Estudante:____________________________________________________________________
Série:______________ Turma:_____________________ Professor:______________________
Toda viagem tem um ponto de partida...
Onde estamos?
Todo o percurso de nossa viagem se localiza no município de Seropédica, que pertence ao Estado do Rio de Janeiro. Com a orientação de seu professor pesquise
e cole no espaço abaixo um mapa do município de Seropédica.

Dentro do município de Seropédica em que bairro você mora?


_________________________________________________________________________
Onde está nosso colégio EM. Pastor Gerson Ferreira Costa, em que bairro ele fica?
_________________________________________________________________________
 Seus colegas moram próximo de você? Converse com a turma e o professor sobre em que bairros moram e suas principais características.
Primeira parada: EM. Pastor Gerson Ferreira Costa
Vamos conhecer um pouco da história de nosso colégio? Através da Internet, perguntando aos funcionários, visitando os arquivos do colégio e com auxílio do
professor, colete informações que respondam a essas perguntas:

Em que ano o EM. Pastor Gerson Ferreira Costa foi fundado? Quantos anos o colégio irá fazer de existência?
_________________________________________________________________________________________________________________________________
Atualmente, que séries/níveis a escola se destina?
____________________________________________

Como era o colégio antigamente?


Pesquise imagens antigas do colégio e cole no espaço abaixo. Se possível identifique as datas das fotos coletadas.
E atualmente como está a escola?
Com ajuda de seu professor, com fotografias ou desenhos produzidos por você através da observação, registre como está a escola atualmente: o espaço externo,
sua sala de aula, e seu espaço favorito do colégio.
Analisando a coleta de fotos antigas e seu registro atual do colégio, algumas coisas mudaram? Quais e como? Registre suas percepções e depois discuta com os
colegas.
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________

Você conhece alguém da sua família, ou da sua rua que estudou nesse colégio? Se sim, faça uma breve entrevista com ele ou a ela de quais são suas lembranças
em relação ao Colégio EM. Pastor Gerson. Registre aqui em baixo o relato.
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________

Próxima paradas: CIEP 155 Maria Joaquina de Oliveira


 Vamos conhecer o CIEP 155? Faça uma visita ao colégio, converse com os funcionários, colete informações sobre a história do colégio: origem, fundação,
níveis de ensino, dependências do colégio, tire fotografias, anote suas impressões. E preencha com os dados coletados abaixo:

Qual o ano de fundação e origem do CIEP 155 Maria Joaquina de Oliveira? Onde fica localizado? Quais séries escolares ele abrange? Você já conhecia o
colégio? Escreva um pouco da história do colégio e suas percepções abaixo
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________________________________________________________
Cole abaixo seus registros fotográficos das dependências do CIEP 155 Maria Joaquina de Oliveira, faça uma legenda para cada imagem
Última parada: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ
 Você conhece a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, e já visitou o campus alguma vez? Se sim, o que acha do local? Essa instituição é um colégio
como o seu? Ela é pública ou privada? Discuta com o professor e seus colegas as percepções sobre a Universidade.
Junto com o professor a turma fará uma visita ao Centro de Memória da UFRRJ! A partir dessa visita, com auxílio do professor, colete informações e faça registro
fotográficos ou desenhos para preencher as lacunas abaixo, ,e faça anotações do que achou interessantes e importante para discutir com os colegas em sala.

Cole abaixo fotografias, ou desenhe como era Universidade antigamente.


Cole abaixo ou desenhe como a Universidade está atualmente.
 Agora discuta com os colegas, as mudanças observadas no espaço da Universidade UFRRJ a partir dos quadros preenchidos acima.

Você conhece alguém próximo, ou da sua rua, ou membro da sua família que estuda na UFRRJ? Se sim, pergunte a ele que curso ela(e) que curso faz é como é
estudar na UFRRJ, registre aqui em baixo
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________

E você, o que achou da UFRRJ? O que mais gostou na visita e o que não gostou? Gostaria de estudar lá um dia, se sim qual curso? Registre aqui em baixo e depois
exponha aos colegas
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________________________________
Orientações para o professor:
 Este livro foi pensado para alunos de 6° e 7° ano do ensino fundamental, e não se trata de um trabalho de “preenchimento” estritamente individual a ser
desenvolvido pelo aluno. Este livro foi pensando para ser um trabalhado com a orientação e supervisão do professor, e apoiado em explicações
expositivas/aulas. Onde o aluno realiza coletas de material individual, mas com orientação, afim de refletir sobre elas criticamente e coletivamente com
os colegas de turma. Assim desenvolvendo o senso de observação, investigação, bem como o respeito a diversidade de “visões/interpretações” de seus
colegas. Onde simultaneamente é trabalhado a noção de temporalidade: permanências e continuidades, e memória através da história local desses espaços
escolares. E uma perspectiva de futuro, ao se refletir mesmo que brevemente sobre um futuro curso em uma universidade, e além de explorar o espaço
do campus da UFRRJ de Seropédica, que é tão próximo fisicamente e as vezes tão distante socialmente desses alunos, e se trata de um espaço público que
deve integrar a comunidade de Seropédica.

 Na primeira parte do livro ao delimitar através de um mapa o município de Seropédica, orientamos que o professor junto com os alunos possam utilizar
mapas físicos, ou mesmo a pesquisa na internet e o Google Earth, e coletivamente escolherem um “mapa” do município de Seropédica, e após isso realizar
cópia na escola desse mapa para turma para que cada um cole em seu livro. Ou também pode ser feito em casa individualmente, de modo que o professor
oriente como fazer a pesquisa na internet com mapas. É importante que os alunos já tenho uma noção geográfica, e que o professor de uma explicação
sobre o macro e micro geográfico o município de Seropédica está inserido dentro de um estado que é o rio de janeiro, que faz parte do país Brasil, o google
Earth auxilia muito nesse quesito.

 É importante que o professor oriente em como se deve fazer a coleta de materiais na escola, e no museu e montar um roteiro, de acordo com o perfil da
turma, para realização das entrevistas, e orientar o uso de celulares para tirar fotografias e pesquisar na internet também. Esse é o momento de trabalhar
com os conceitos históricos de temporalidade, de duração, de fonte históricas: documentos, oralidade, imagem. Do museu como um espaço de memória,
de como ele é construído, falar um pouco do trabalho do historiador “do fazer História”. Bem como explorar os conhecimentos prévios dos alunos, e seus
aspectos cotidianos nos momentos de discussão que o livro propõe.
 Explorar os conhecimentos prévios dos alunos sobre a Universidade, bem como suas perspectivas de futuros e as ideias de “pra que serve a escola?” que
eles possuem. Falar sobre os cursos que a Universidade dispõe, enfatizar que a Universidade é um espaço público que deve integrar a comunidade, onde
há espaço de lazer para os moradores, e pode via a ser o local de um futuro curso de graduação desses estudantes. É importante citar outros colégios de
ensino médio da região, e mesmo até o CTUR, bem como o ENEM como maneira atual de se ingressar em uma Universidade pública.

 Todas as atividades são possíveis de serem realizadas, realizando visitas nos respectivos colégios, onde foi verificado a possibilidade ao acesso dessas
informações e através da internet.

Bibliografia
COUTINHO, Maria Angélica da Gama Cabral. O SISTEMA MUNICIPAL DE SEROPÉDICA/RJ: ORIGEM E HISTÓRIA. Revista de Educação Técnica e Tecnológica
em Ciências Agrícolas, [S.l.], v. 5, n. 10, p. 60, ago. 2014. ISSN 2236-3483. Disponível
em:<http://ufrrj.br/SEER/index.php?journal=retta&page=article&op=view&path%5B%5D=3397> Acesso em: 25 jun. 2018.
DONNER, Sandra Cristina. HISTÓRIA LOCAL: UMA BUSCA SOBRE POSSIBILIDADES CONCEITUAIS E TEÓRICAS. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História –
Anpuh. São Paulo, julho 2011. Disponível em: <http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1300846688_ARQUIVO_textoparaaanpuh2011.pdf> Acesso
em: 25 jun. 2018
RÜSEN, Jörn. EXPERIÊNCIA, INTERPRETAÇÃO, ORIENTAÇÃO: AS TRÊS DIMENSÕES DAAPRENDIZAGEM HISTÓRICA . In: SCHMIDT, BARCA e MARTINS (orgs).
Jörn Rüsen e o ensino de História. UFPR. 2010