Vous êtes sur la page 1sur 13

MANUAL TRACE MASTER

1. MÁQUINAS (AOR)
Após fazer login no ACCTER selecione as máquinas desejadas (AOR). Importante ressaltar que a escolha de
qual máquina será chamada pelo framework é aleatória, então sempre prenda os programas em todas as
máquinas de determinado ambiente para realizar os testes. Não é possível prever qual máquina será
chamada. Se teste for em TI, dê NEWCOPY dos programas em todas as máquinas de TI. Proceder da mesma
forma em TU.

Ambiente de TU: Ambiente de TU tem distinção entre TU Accenture e TU Banco, por isso vai depender da
necessidade do teste selecionar entre um e outro.

Dica: Caso não consiga prender de nenhuma forma durante os testes, dê NEWCOPY dos programas tanto em
TU Local quanto em TU do Banco, já tivemos problemas com isso aqui.

 TU Local (Accenture):
ID Nome
2 AOR0AM04
5 AOR0BM04
8 AOR00M04
12 AOR01M04

 TU Banco
ID Nome
3 AOR0AM20
6 AOR0BM20
9 AOR00M20
13 AOR01M20

Ambiente de TI: Ambiente de TI são todas as máquinas final 50.

ID Nome
4 AOR0AM50
7 AOR0BM50
10 AOR00M50
14 AOR01M50
17 AOR02M50
19 AOR03M50
21 AOR04M50
2. USUÁRIO E CONFIGURAR SESSÃO

 Usuário TU: Mesmo utilizado no ACCTER


 Usuário TI: I903246/teste12

Caso a sessão não esteja configurada para o usuário utilizado ao digitar o comando XXT0 aparecerá a tela
abaixo, pedindo para inserir as bibliotecas adequadas:

Configurações de Sessão de TU:


Macro Library SA.RDG2.TM.AL2C.XTMACLIB
Symbols Library AV.CHGM.DMASTER.BSL.TMST.ONL
Display Format C
Screen Size 2
Use M4Explorer N
Symbols search L
Profile Save Prompt Y

Configurações de Sessão em TI:

Macro Library SA.RDG2.TM.AL2C.XTMACLIB


Symbols Library MP.PCPA.DMASTER.BSL.TMST.ONL
Display Format D
Screen Size 2
Use M4Explorer N
Symbols search L
Profile Save Prompt Y

Após preencher as informações corretamente digite Save na barra de comando e aperte PF3.
3. NEWCOPY
Exemplo realizado em TU. Proceder da mesma forma em TI.

3.1. Acessar:
3.2. Prendendo os programas

Programs to Load:

 Digite nome dos programas nas linhas indicadas e aperte ENTER.


 Para recuperar da biblioteca a última versão do programa e disponibilizar para execução no CICS use
comando N e Y conforme abaixo e aperte ENTER.
 Se precisar de mais espaços para alocar os programas clique na lista e aperte PF8.

 Deve aparecer a mensagem abaixo. Caso não apareça, pode ser que seu programa não foi
promovido corretamente para o ambiente. A ferramenta irá informar.
Set Traps: Nessa seção iremos apontar quais programas dever ser presos assim que o fluxo for chamado pela
aplicação. Proceder conforme abaixo:

 Colocando **** no campo Id, indicamos que o programa deve ser preso.

 Colocando 1111 no campo Id, indicamos que o programa NÃO dever ser preso.
 Após realizar essas parametrizações volte com PF3 até sua tela ficar toda preta, conforme abaixo,
depois aperte PF12 para voltar para o menu do ACCTER.

 As máquinas com sessão ativa ficam indicadas com cor diferente, no caso máquina 2. Nesse ponto o
mainframe está pronto para o teste pela aplicação.
4. EXECUÇÃO

4.1. Executando pelo Mainframe

Existem duas formas de testar os fluxos, chamando pela aplicação ou executando diretamente pelo
mainframe. Logo abaixo é mostrado como fazer os testes diretamente pelo mainframe nos
ambietnes de TU e TI.

4.1.1. Ambiente de TU – YY03

Selecione uma máquina de TU, configure o NEWCOPY e depois digite o comando YY03.
 Chamando pelo programa (Opção F)
 O Usuário é o mesmo do ACCTER ou algum outro “usuário M”.
 O programa deve ser o mesmo inserido na lista “Set Traps” explicada acima.
 O tamanho da COMMAREA é sempre 32000.

Obs.: Não é obrigatório prender o coordenador. Fique a vontade para testar com funcional ou básico caso
tenha necessidade.

Depois de realizar as parametrizações aperte ENTER, depois PF5.

Essa tela contém as áreas de entrada e saída do fluxo/programa. Para esse teste demonstrativo vou enviar
essa área vazia em primeiro momento e preencher durante a execução. Apenas aperte ENTER e depois PF5
para iniciar a execução do tracemaster.
 Chamando pelo fluxo (Opção C)
 O Usuário é o mesmo da aplicação. I907646/teste12
 Inserir o nome do fluxo no campo indicado
 O tamanho do canal de acesso é sempre 50.

Depois de realizar as parametrizações aperte ENTER, depois PF5.

4.1.2. Ambiente de TI – YY06

Seguir manual anexo abaixo.

MB - OCFO - CICS -
Trace TI.docx
4.2. Comandos básicos do Tracemaster

Comando Função
PF2 Abrir modal com conteúdo de variáveis.
PF3 Fechar modal
PF5 Executar linha a linha
PF6 Expandir área para mostrar conteúdo de todos os campos dos books
Executar direto até o final ou até o próximo breakpoint.
PF10
É mais usado para liberar a execução.
Comportamento semelhante a de um breakpoint. Executa todos os
Clicando na linha + PF10
comandos e para na linha indicada.
GOTO + número da linha Voltar a execução a uma linha desejada.
Pula a execução até o ponto indicado pelo cursor. Não executa comandos
Clicando na linha + Shift + PF1
entre a área inicial e o ponto onde está o cursor.
Clicando na linha + Shift + PF2 Inserir breakpoint. Executa todos os comandos e para na linha indicada.
Clicando na linha + Shift + PF3 Remove breakpoint
Qualquer dúvida estou à disposição.

José Airton P. Lima Júnior


Projeto Bradesco

Accenture - Alphaville, Brasil.


Ramal: +55 11 3306 8643
E-mail: jose.airton.p.lima@accenture.com