Vous êtes sur la page 1sur 2

QUEIMADURAS

Resposta corporal que elva a uma disfunção da microvasculatura com grande aumento da
permeabilidade. Esta, é desencadeada por mediadores inflamatórios (histamina e bradicinina) e leva a
redução DC, atrofia da mucosa intestinal, IRA pré-renal, seguida de NTA e hipermetabolismo.
Perda hídrica na primeira fase pelo aumento da permeabilidade vascular.
Tipos – profundidade
1º Grau: EPIDERME
Limitada à epiderme. Pele eritematosa e dolorosa,
ficando pálida à compressão
2º grau: EPIDERME E DERME SUPERFICIAL/PROFUN.
Superficial: eritematosa, dolorosa e geralmente com
bolhas, empalidecendo com a compressão.
Profunda: maior palidez e maior dor. Não empalidece
3º grau: EPIDERME, DERME E TECIDO SUBCUTÂNEO
Pele fica endurecidade e com aspecto de couro. Pode se
apresentar translucida, não empalidecendo a
compressão. Superfície é indolor e seca.
4º grau: TODAS AS CAMADAS +MUSC, OSSO, TENDÃO
Envolvem estruturas abaixo da pele, como ossos,
músculos e tendões – muito associado a queimaduras
elétricas.

CÁLCULO DA SUPERFÍCIE CORPORAL QUEIMADA  regra dos 9


ABORDAGEM
A e B: Procurar obstrução por edema após lesão térmica de vias aéreas superiores, intubando se
houver comprometimento iminente
C: Reposição de volume – RL (SCQ x peso/8ml/hora) – pré operatório
D e E: Avaliação neurológica e exposição para lesões e estimar a SCQ (NÃO CONSIDERA A PRIMEIRO
GRAU)

REPOSIÇÃO VOLÊMICA
Parkland: 4xSCQxPeso = Volume das primeiras 24 horas (1/2 em 8 horas e ½ em 16 horas)
Broke Modificada: 2xSCQxpeso = parkland
Galveston: melhor para crianças – 5000mL de RL + SCQ em m² x 1500
Melhor parâmetro para avaliação da reposição DEBITO URINÁRIO

CONDUTA
1º GRAU: Analgesia forte e HV
2º GRAU: Desbridamento +curativo com ATB tópico
3º GRAU profundo ou 3º GRAU: desbridamento + retirada de tecido necrótico  é freqüente a
necessidade de enxertia
Escarotomia: são necessárias em queimaduras de 2º ou 3º graus circunferenciais nas extremidades, pois
o edema pode comprometer a circulação venosa e o suprimento arterial. Também pode ser feita quando
houver restrição da respiração em queimadura torácica
Fasciotomia: são realziadas quando o edema muscular inicia uma síndrome compartimental. Mais
comum em elétricas.

QUEIMADURA QUÍMICA É LAVAGEM COM AGUA; QUEIMADURA BASICA É PIOR.

ÚLCERAS
Marjolin: carcinoma de células escamosas na cicatriz da QUEIMADURA
Curling: ulcera de estresse do estomago e duodeno no grande queimado
Cushing: Ulcera de estresse do estomago e duodeno após TCE