Vous êtes sur la page 1sur 4

Toda base da Revolução francesa

Pirâmide demográfica
1- Clero, maiores detentores de terra da franca.
2 - Rei e nobres.
3 - Povo (pagava impostos) camponeses, artesoes e burgueses

O iluminismo defendia individualismo e racionalismo.


E um movimento extremamente forte contra igreja católica.
Eram anti clérigos, humanista e cientista. Anti-dogmatismo.

Todo iluminismo detinha burguesia como base, fonte, pois povo o comum não estudava, ou melhor dizendo. Não
detinha acesso educação.

Questione tudo que imporem como verdade.

Tudo se resume liberdade, fraternidade e igualdade!

Proposta: Uma constituição em que rei estaria sujeito leis;


Uma reforma agraria com as terras da igreja;
Fim da isenção dos impostos por partes dos clérigos e nobres.

Tornando assim uma monarquia constitucional.

Decidem não decapitar rei naquela hora por medo dos outros países invadirem. O exemplo de comportamento
vivido na França, poderia se propagar a outros países com situações Monárquicas similares.

Decapita o rei e a rainha. Com isto a Áustria deseja invadir. Franceses enviam um general para derrotar as invasões.
Este General se tornaria celebre conhecido na história. NAPOLEÃO BONAPARTE!

Caos social, problemas sociais


Quem são os atores da revolução social
Fundamentos - Dia 27 8 18 - Professora Cátia – Segunda Feira

Revolução industrial. Degradação do feudalismo e consolidação do capitalismo.

Sec. 18 acontecimentos políticos, econômicos e culturais novos.

REVOLUÇÃO INDUSTRIAL
Triunfo da sociedade capitalista
1780 -1860 mudanças na Inglaterra (políticas econômicas sociais)

CAMPO X CIDADE
Feudo X indústria
Família patriarcal X sociedade individual.
Artesanato X manufatura fabril.
Efeitos desta rivalidade na desorganização social: Trabalho informal, trabalho de renda desigual, trabalho infantil.

CIDADES
Sem saneamento;
Questão social: alcoolismo, prostituição, infanticídio e outros males

Surge proletariado.
Capitalismo tem como base iso do capital, dinheiro para produção de mercadoria.

Quem gera riqueza, faz capitalismo!


Estudar mercantilismo.

A colônia só poderia fazer comercio com a metrópole (pacto colonial).

Primeira indústria ganhar forca foi a INDUSTRIA DA LÃ.

Sem títulos de propriedades, os camponeses perderam as terras migravam para as cidades aceitas empregos
perigosos, miseráveis outros aspectos.

Mudou do artesanato para maquino fatura.

As cidades na estavam prontas para receber as grandes quantidades de populações. Com isto, gera ou cresce em
escala maior os Problemas sociais.

Muitos fatores levaram Revolução Industrial. Mas certamente tal acontecimento representou triunfo da indústria
capitalista.
A única maneira das pessoas que trabalhavam com artesanato de sobreviver, seria com a venda da sua mão de
obra, sua Forca de trabalho. Pois seus produtos artesanais seu cultivo de terra simplório tornou-se inviável a vida,
devido as mudanças rápidas nos primeiros 80 anos.

O Fatos social ele é sempre geral, exterior e coercitivo.

exterior: Somos constrangidos a fazer determinadas coisas. Individuo quando nasce a sociedade está pronta. Nós
aprendemos em internalizamos os fatos sociais. Não natural, espontâneo, mas um artificio. Sendo algo aprendido.

Geral: consciência coletiva. Ele atinge media da sociedade ou maior parte da sociedade. Tal aspecto está em todas
as sociedades fatos sociais. As normas são diferentes em todas as sociedades. Das indígenas a inglesa.

Coercitivo. Pode ser imposto, de maneira: Legal ou espontâneo. Pode ser direto ou indireto.

Coercitivo e exerce sobre nós uma certa inspeção. Um imperativo categórico. É espontâneo.

É legal por conta da lei. Todas as condutas são regidas por fatos sociais.

Definição sobre FATOR SOCIAL- Consciência coletiva que é geral e exterior, se impondo
sobre indivíduo. Como se deve agir pensar sentir. É fato social, toda maneira de ser,
agir, pensar, que é real, que é exterior, e que exerce uma coerção sobre indivíduo.

Não é fato social se for contrário acima.


Educação, religião, suicídio e *divisão do trabalho social*

Devemos sempre ter em mente que o crime é um fato social, na visão de Durkan.

O suicídio como fato social Altruísta: Pensando na sociedade, pode ser heroico, vinculado ao contexto social.
A Sociedade espera que o indivíduo ou alguém faça isto.

O suicídio como fato social Egoísta: Não se adequa ao coletivo. É a forma como indivíduo internaliza os
aspectos da sociedade. Detém relação sobre o que ele espera da sociedade. A sociedade está errada, ele não.
O suicídio como fato social anônimo:

Todos os Fatos Sociais acima, em relação ao suicídio detêm a ver com a


sociedade!
O fato social pode se apresentar: Normal, patológico e an

Normal: instituições que vc espera que funcione.

Patológico: É a mudança dos aspectos chamados normais. Todo fato social ajuda reproduzir os valores da
sociedade. Solidifica um comportamento da sociedade. O fato social cria um objeto, transformando o objeto em
coisa. Tendo como necessidade (na visão de Durkai) um afastamento do observador de qualquer preconceito,
sentimento ou paixão.
Problematizar, questionar, é fazer os pqs, fazendo a coisificação ao objeto. Analisando, compondo e por ai vai.
Crescendo uma taxa que antes estava normal, isto é, estável. Ex.: Crescimento de roubos ou queda dos poupadores.

Anomica: É a suspensão das normas das regras. Pessoas que nao aceitam mais as regras, fazendo com que outras
instituições, isto é, fatos sociais sejam atingidos.

Durkai deu um caminho para entendermos a sociedade.

Somos refém da consciência coletiva. Durkani não dá espaço para onde indivíduo da feedback.

Durkani trabalha com MÉTODO.


MÉTODO: tratar objeto como coisa. “Coisa” é o indeterminado, sem conceito e ainda, não é uma categoria
teórica e instrumental. Durkain afirmava que devemos olhar para fato social da maneira mais neutra, e afastar-
se da sua pré-nossão e preconceito.

Coisificar, tratar um objeto como algo novo, afastando seu preconceito e sua pre-nossão.
Neutra, afastando dos preconceitos. Para Durkain a neutralidade era algo essencial. Hoje, sabemos que a
neutralidade é uma falácia.
Mensurar, é o mesmo que medir, comparar. Para Durkain, devemos analisar os dados.

SOLIDARIEDADE.
Mecânica: sociedade simples, pré-industriais vc tem uma divisão do trabalho social, baixa. Trabalho de baixa
complexidade e sendo assim, uniforme. Moral uniforme.

Orgânico: complexa, pós industrial, fez divisão do trabalho alta (cada pessoa exerce uma atividade dentro
de um mesmo local) e moral fragmentada.

17 set. 2018 -- Fundamentos das ciências sociais.

Conte surge apos as revolucoes. Havendo uma necessidade de uma leitura da sociedade. As pessoas ainda estavam
desnorteadas pelas revoluções.

As mudancas sao inexisoraveis, em todos os aspectos. No tempo de Conte, as mudanças ocorriam numa velocidade
diferente de hj, mas elas ocorriam. Conte buscou em outras ciências exatas e biológicas, para criar esta nova
ciencia. A Física social ou sociologia. Conhecimento, tecnica, habilidade, são as ferramentas necessarias contra a
copia.

A necessidade de compreender o processo.

Durkai faz aa mesma coisa, na busca pela ciencias naturais. Atraves do fato social normal ou patologico.
Mudanca ocorre com aa quantidade, aa estatistica. Durkai com isto bebe das ciencias exatas. Ex.: taxa de
crimes, maior ou menor. Os fatos sociais da educacao, economia outtos aspectos, alteram outro fato social como
fato social dos crimes

Se as instituicoes oaram de funcionar, entramos em estado de anomia. Isto é, sociedade se desorganiza. Estado
de patologia generalizadas.

Conte era reformista.

Revolucionário: Ele critica tudo que é tradicional . Ex.: Iluministas


Reformador: É aquele que muda, mas mantem em ordem. Um puxadinho. Igreja protestante.
Conservador: Mantem a tradição. Ex.: Inglaterra mantém uma realeza.

A revolução francesa decapita família real - Revolução industrial destrói a mão de obra artesanal.

Conte usa ciência como algo positivo.

A ciência era necessária para a sociedade, mas tb era necessario uma reforma moral. Celula da sociedade: familia.

Durkai que era funcionalista vai ver as funções na sociedade.

Ele olha as instituicoes ee os fatos sociais.

O fato social é SEMPRE: Externo, geral e coercitivo. Para ser fato social ele tem que ter estes três
aspectos.

Família, suicídio, são FATOS SOCIAIS. Nao sao iguais, sao exteriores. Independe de sua vontade, não tolera sua
moralidade e por isto, acontece de uma maneira diferrente em cada um.

Vc e marginalisado quando vc nao se comporta conforme a sociedade, isto é, conforme a força coercitiva
Espontaneidade”. Este fato social é Maior, coletivo é já existente, antes de vc nascer.

Coercao legal. Não roube, pois vc vai ser preso.

Não arrote, pois a sociedade vai lhe taxar. É um fato social – coerção espontânea

Gera: esta presente em todas as sociedades. Crimes, educacao, suicidio.

LEITURA PARA A V1: O QUE É SOCIOLOGIA. ATE PAG. 50 & CAP 5 APOSTILA.