Vous êtes sur la page 1sur 10

CENTRO UNIVERSITÁRIO JORGE AMADO

CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA

RELATÓRIO TÉCNICO- ELEMENTOS DE MÁQUINA E MECANISMOS

CONJUNTO REDUTOR

SALVADOR, 26 DE ABRIL DE 2018.


BEATRIZ ALMEIDA SANTOS CASTRO - 151001629

TAINÃ DA SILVA SOUSA - 161008322

THIAGO DA SILVA BRANDÃO - 151001494

RELATÓRIO TÉCNICO- ELEMENTOS DE MÁQUINA E MECANISMOS

CONJUNTO REDUTOR

Trabalho apresentado para


avaliação parcial da disciplina de
Elementos de Máquina e
Mecanismos, do curso de
Engenharia Mecânica, do Centro
Universitário Jorge Amado,
orientado pelo professor Edinaldo
Rodrigues.

SALVADOR, 26 DE ABRIL DE 2018.

2
1. Introdução

Redutor de velocidade é um conjunto de engrenagens que trabalham dentro


de uma caixa metálica (carcaça) com objetivo de transmitir potência e mudar a
velocidade de rotação em equipamentos industriais.
O dispositivo conta com alguns componentes básicos para cumprir
adequadamente sua função: rolamentos e engrenagens, além de carcaça e eixos
para entrada e saída.
Iremos descrever todos os itens encontrado no conjunto redutor do laboratório
da Unijorge, identificando e descrevendo os elementos com suas características,
como também o defeito encontrado.

2. Especificações do Conjunto Redutor

Os redutores da 175 Dodge Tigear Relialube são do tipo coroa e rosca sem
fim e foram projetados para o acionamento de toda classe de máquinas e aparelhos
de baixa velocidade. Contêm uma seleção completa de tamanhos e instalações em
diferentes posições.

Modelo: 175 DODGE TIGEAR


Fabricante: RELIALUBE
Tamanho / Relação: 56 / 35:1
Velocidade: 1750 RPM
Torque de Saída: 530
Fator de serviço: 1,00

Figura 1- Modelo encontrado no laboratório. Figura 2- Especificações do fabricante.

3
3. Componentes do Redutor

3.1. Carcaça

É constituído de uma peça em monobloco de ferro fundido de alta resistência


Pintura externa para evitar a corrosão, oferecendo a máxima garantia de
funcionamento. A colocação dos rolamentos é feita de forma a segurar um melhor
alinhamento dos eixos, proporcionando para o redutor um trabalho uniforme e
silencioso.

Figura 3- Carcaça do redutor.

Material: Ferro fundido cinzento que tem alta resistência.


Processo de fabricação: Fundição e forjamento.

3.2. Eixo de entrada

Contém: Eixo sem fim, Anel elástico, rasgo de chaveta.

Figura 4- Eixo de entrada da caixa redutora.

4
3.2.1. Eixo sem fim

Eixo que é acoplado a um acionador e recebe o torque a altas velocidades e


transmite o movimento, através dos filetes, para a coroa e consequentemente para o
outro eixo.

Figura 5- Eixo sem fim, do eixo de entrada do redutor.

Material: Aço.
Processo de Fabricação: Usinagem com torneamento e fresamento.
Medidas:
Comprimento do eixo: 176mm
Diâmetro interno do eixo: 15mm
Diâmetro menor: 30mm
Diâmetro maior: 40mm
Número de filetes da engrenagem do eixo: 11
Defeitos: O eixo não apresenta defeito, apenas alguns pontos de oxidação
superficial.

3.2.2. Rasgo de chaveta Interno

É uma cavidade feita na parte interna do eixo, de formato retangular, onde


coloca-se uma chaveta com a função de ligar dois elementos mecânicos.

5
Figura 6- Rasgo da chaveta interna do eixo de entrada
Medidas:
Largura: 4mm
Altura: 4mm
Profundidade do rasgo de chaveta: 40mm

3.2.3. Anel elástico

Figura 7- Anel elástico, do eixo de entrada do redutor.

O anel elástico é um elemento de fixação usado em eixos ou furos e sua


função é evitar deslocamento axial de peças ou componentes. O anel elástico tem a
forma de anel incompleto, que se aloja em um canal circular.
Material: Aço (aço-mola)
Processo de fabricação: Usinagem
Medidas: Diâmetro - 35mm

6
3.3. Eixo de saída

Contém : Eixo, rolamentos, coroa, rasgo de chaveta.

Figura 8- Eixo de saída do conjunto redutor.

3.3.1. Eixo de saída

Eixo que recebe o movimento transmitido pelo eixo sem fim e através da
coroa(engrenagem) reduz a velocidade e aumenta o força de torque para outro
sistema mecânico.
Material: Aço.
Processo de fabricação: Usinagem através de torneamento e fresamento.
Medidas:
Diâmetro menor: 22,18mm
Diâmetro maior: 47mm
Comprimento total:157mm

3.3.2. Rasgo de chaveta externo

É uma cavidade feita na parte externa do eixo, de formato retangular, onde


coloca-se uma chaveta com a função de ligar dois elementos mecânicos.

7
Medidas:
Largura: 4mm
Altura: 4mm
Profundidade do rasgo de chaveta: 40mm

Figura 9- Rasgo da chaveta externo, do eixo de saída.

3.3.3. Rolamentos

Os rolamentos cônicos de rolos possuem as pistas internas e externas


cônicas, entre as quais os rolos cônicos são dispostos. Nele há dois anéis, um
interno e outro externo, que contém as pistas do rolamento (superfície sobre as
quais os corpos rolantes rolam), os corpos rolantes permitem o movimento dos anéis
com um atrito mínimo, todos citados tem o material composto de aço. Já a gaiola
que separa os corpos rolantes o material pode ser poliamida, chapa de aço, latão ou
resina. A lubrificação é feita de graxa ou óleo.

Figura 10- Rolamentos cônicos do eixo de saída.

Quantidade: 2
Material: Aço.

8
Processo de Fabricação: Forjamento, torneamento, tratamento térmico de tempera
e polimento.
Medidas:
Diâmetro do anel interno: 34mm
Diâmetro do anel externo: 47mm

3.3.4. Coroa

Figura 11- Engrenagem cilíndrica helicoidal do eixo de saída.

Engrenagem que tem a função de reduzir a velocidade transmitida pelo sem


fim e passar para o eixo de saída.

Tipo: Engrenagem cilíndrica helicoidal.


Material: Bronze
Processo de Fabricação: Usinagem, fresamento dos dentes.
Medidas:
Diâmetro da coroa – 56mm
Largura – 20mm
Passo – 6mm
Nº de dente – 35 dentes
Defeito encontrado: Dentes quebrados e desgastados.
Causa: Quando os dentes da engrenagem são desgastados, surge folgas entre
eles, sendo que velocidade de rotação não muda, surgindo choques entre os dentes
causando a quebra deles.

9
Solução: Como surge choques entre os dentes é manifestado um sinal de
frequência, logo para evitar a quebra das engrenagens é necessário fazer análise de
vibrações em manutenções preditivas.

Figura 12- Exemplo de gráfico gerado por choques entre os dentes da engrenagem, através da
análise de vibrações mecânicas.

4. Referências Bibliográficas

 http://www.pozelli.ind.br/engrenagem-helicoidal-rosca-sem-fim
 http://essel.com.br/cursos/material/01/ElementosMaquinas/13elem.pdf
 http://anelelastico.com/
 https://www.fersa.com/pt/gama-de-produto/rolamentos-de-roletes-
conicos
 http://www.skf.com/br/products/bearings-units-housings/roller-
bearings/tapered-roller-bearings/index.html
 http://www.motorescampinas.com.br/redutor-velocidade

10

Centres d'intérêt liés