Vous êtes sur la page 1sur 2

biografia Lev Semenovich Vygotsky

Vygotsky

Biografia:Lev Semenovich Vygotsky, nasceu em 17 de novembro de 1896, na cidade de Orsha,em


uma prospera família judaica.Em 1917 formou-se em Direito pela Universidade de Moscou. Dois
anos mais tarde,contraiu de se irmão mais novo, tuberculose. No ano de 1924, foi convidado por
Kornilov para trabalhar no Instituto de Psicologiade Moscou. Neste mesmo ano, casou com Rosa
Smekhova, com quem teve duas filhas.Um ano mais tarde, em 1925, escreveu Psicologia da Arte,
que só será publicadoapenas em 65. Organiza o Laboratório de Psicologia para crianças
deficientes – que em 1929seria transformado no Instituto de Estudos de Deficientes e, após sua
morte, no InstitutoCientifico de Pesquisas sobre Deficientes da Academia de Ciências
Pedagógicas. No dia 11 de junho de 1934, com 37 anos, morreu de tuberculose.

Principais idéias:

•Sua obra busca um modelo explicativo do funcionamento psicológico e a constituição dosujeito


no processo histórico – cultural.

•Por ter vivido no momento histórico que eclodiu a revolução marxista, Vygotsky é ummarxista
no sentido forte do termo: para ele, a consciência é um simples reflexo da historia – pois a
própria materialidade histórica é constantemente plasmada pela ação de consciênciasenvolvidas
em processos de interação social.

•Destaca a linguagem como ferramenta (capacidade de simbolização).Linguagem = intercâmbio


dos indivíduos durante o trabalho, atividade especificamentehumana.

•Para ele, a Psicologia não pode lidar apenas com o que é aparente, tem que penetrar
emmecanismos mais complexos do humano

Algumas publicações de Vygotsky

1915 – A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca. Arquivo pessoal, manuscrito;

1922 – Sobre os métodos do ensino de literatura nas escolas secundárias. Relatório à


Conferência Distrital de Metodologia Científica, 07 de agosto de 1922. Arquivo pessoal,
manuscrito;

1923 – A investigação do processo de compreensão de linguagem utilizando a tradução múltipla


de texto de uma língua para outra. Arquivo pessoal;

1924 – Problemas de educação de crianças cegas, surdas-mudas e retardadas. Moscou, SPON


NKP Publicações, 1924;
Métodos de investigação psicológica e reflexológica. Relatório apresentado no Encontro Nacional
de Psiconeurologia, Leningrado, 2 de janeiro de 1924. In: Problemas da Psicologia
contemporânea, II, 26- 46, Leningrado. Casa de Publicações do Governo, 1926;

Os princípios de educação de crianças com defeitos físicos, 1924, nº. 1, pp. 112-20;

1925 – Os princípios de educação social de crianças surdas-mudas. Arquivo pessoal, manuscrito,


26 pp.

Prefácio de Além do princípio do prazer de S. Freud. Moscou, Problemas Contemporâneos, 1925


(em colaboração com A.R. Luria).

O consciente como problema da psicologia experimental. In Psicologia e marxismo, I. 175-98.


Moscou-Leningrado. Casa de Publicações do Governo, 1925;

1926 – 1927 – Prefácio de Princípios de aprendizagem baseadas na psicologia, de E.L. Thorndike


(traduzido do inglês), pp. 5-23. Moscou, Casa de Publicações O Trabalhador da Educação, 1926;

O significado histórico da crise na Psicologia. Arquivo pessoal, manuscrito, 430 pp.;

Psicologia contemporânea e arte. Arte Soviética, 1927, nº. 8, pp. 5-8, 1928, nº. 1, 99. 5-7;

1928 – O método instrumental em psicologia. In: Os problemas da pedologia da URSS, pp. 158-9.
Moscou, 1928;

1929 – Raízes do desenvolvimento do pensamento e da fala. Ciências naturais e marxismo, 1929,


nº. 1, pp. 106-33;

1930 – A relação entre trabalho e desenvolvimento intelectual na criança. Pedologia, 1930, nº. 5-
6, pp. 588-96;

REFERENCIAS:

FREITAS, M. T. A. As apropriações do pensamento de Vygotsky no Brasil: um tema emdebate.


Revista Psicologia da Educação, São Paulo, v. 10/11, n. 1, p. 9-28, dez. 1995.Vários autores.
Coleção memória da pedagogia: Liev Seminovich. Revista viver: mente ecérebro, Rio de Janeiro:
Ediouro; São Paulo: Segmento-Duetto, v. 2, 2005.ZACHARIAS, V. L. C. F. Vygotsky e a Educação.
Disponível em:

http://www.centrorefeducacional.pro.br/vygotsky.html

. Acesso em: 25 out. 2006