Vous êtes sur la page 1sur 1

AMPLIFICADOR DE POTÊNCIA CLASSE A

Micael Marcio, Paulo Beltran.


E-mail: micaeltdb13@gmail.com, pdbeltran@gmail.com,
Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA
CEP 97546-550, Av. Tiarajú 810, Cidade de Alegrete
Brasil

Fazendo um equivalente thévenin na entrada, seguido de


I. INTRODUÇÃO uma análise de malha de entrada, foi possível obter o valor
de .
O Amplificador classe A é uma topologia, que usa um Para a análise CA de pequenos sinais, foi considerado o
transformador em seu resistor , para acoplar a carga ao modelo , calculando assim a resistência de entrada que a
circuito. Para o nosso projeto foi usado um transformador fonte será submetida, sendo este calculo:
com relação de espiras de e um transistor BD 135. A // // .
escolha do transformador foi baseada na menor relação de
espiras e a do transistor com base na corrente .

II. . DESENVOLVIMENTO DO CIRCUITO Com o cálculo , foi possível definir a tensão na fonte
de pequenos sinais para fornecer uma , para
Inicialmente, definimos qual carga seria usada, no nosso uma .
caso, selecionamos um alto falante, para reproduzir sons ao Também foi calculado um capacitor de acoplamento a
amplificar o sinal do circuito. Após definir a carga, foi partir da equação , sendo uma frequência
medida a sua resistência, para se definir a resistência no
circuito de coletor do transformador, e definir a corrente de mínima audível, de . Portanto .
base. A resistência do alto falante é de , e para a
resistência do coletor temos a equação: Após o cálculo, foi simulado o circuito no programa
Proteus, conforme a imagem abaixo:

Com sendo a relação de transformação do transformador.

Com isso, definiu-se uma corrente de coletor máxima


de , para a tensão em cima da carga não exceder ,
conforme o calculo que segue.

Figura 1: Simulação do Circuito no Proteus.


A partir desse ponto, foi definido que a corrente
somada à oscilação máxima com a aplicação de CA seria A simulação não apresentou falhas no circuito.
. Com auxilio do gráfico das curvas características do
transistor, foi possível encontrar o valor de base, III. DESENVOLVIMENTO PRÁTICO:
considerando que a resistência da carga só é refletida para o
primário com sinais CA, além da sua resistência de Os valores práticos dos componentes usados na prática
enrolamento ser próxima de , sendo possível considerar são os indicados na simulação. Na primeira montagem, o
. Assim, foi traçada uma reta vertical em circuito não apresentou resultados de amplificação, sendo
e encontrado , para uma corrente excluída a medição de corrente no gerador de funções, que
de base de , com um . era a fonte de pequenos sinais CA e unindo os dois terminais
Com a corrente de base definida, foi possível definir os terra das fontes no mesmo ponto. Após esta etapa, o circuito
resistores do divisor de tensão na base. Esse cálculo amplificou as formas de onda quadrada, triangular e senoidal.
considerou Foi observado que somente se inicia a amplificação após a
frequência de corte calculada para , que atuou como filtro
de baixas frequências. Para uma tensão , foi
obtido uma tensão na carga de e , maior que a
tensão da fonte CC.