Vous êtes sur la page 1sur 2

c 


       

 !"#c $%& 'c 

Para um relacionamento amoroso dar certo, será que as pessoas precisam ser parecidas, pensar da mesma forma
e fazer as mesmas coisas? Este texto, que é a letra de uma música, apresenta duas pessoas bastante diferentes; mas pelo
que parece, formam um casal bem feliz... Leia-o com atenção!

Eduardo e Mônica
Quem um dia irá dizer E jogava futebol de botão com seu avô
Que existe razão nas coisas feitas pelo coração Ela falava coisas sobre o Planalto Central
E quem irá dizer Também magia e meditação
Que não existe razão E o Eduardo ainda estava no esquema
Escola, cinema, clube, televisão
Eduardo abriu os olhos, mas não quis se levantar E mesmo com tudo diferente veio mesmo de repente
Ficou deitado e viu que horas eram Uma vontade de se ver
Enquanto Mônica tomava um conhaque E os dois se encontravam todo dia
Noutro canto da cidade, como eles disseram E a vontade crescia como tinha de ser
Eduardo e Mônica um dia se encontraram sem querer Eduardo e Mônica fizeram natação, fotografia
E conversaram muito mesmo pra tentar se conhecer Teatro, artesanato e foram viajar
Foi um carinha do cursinho do Eduardo que disse A Mônica explicava pro Eduardo
Tem uma festa legal e a gente quer se divertir Coisas sobre o céu, a terra a água e o ar
Festa estranha com gente esquisita Ele aprendeu a beber, deixou o cabelo crescer
Eu não tô legal, não agüento mais birita E decidiu trabalhar
E a Mônica riu e quis saber um pouco mais E ela se formou no mesmo mês
Sobre o boyzinho que tentava impressionar Que ele passou no vestibular
E o Eduardo meio tonto só pensava em ir pra casa E os dois comemoraram juntos
É quase duas, eu vou me ferrar E também brigaram juntos muitas vezes depois
Eduardo e Mônica trocaram telefone E todo mundo diz que ele completa ela e vice versa
Depois telefonaram e decidiram se encontrar Que nem feijão com arroz
O Eduardo sugeriu uma lanchonete Construíram uma casa uns dois anos atrás
Mas a Mônica queria ver o filme do Godard Mais ou menos quando os gêmeos vieram
Se encontraram então no parque da cidade Batalharam grana e seguraram legal
A Mônica de moto e o Eduardo de camelo A barra mais pesada que tiveram
O Eduardo achou estranho e melhor não comentar Eduardo e Mônica voltaram pra Brasília
Mas a menina tinha tinta no cabelo E a nossa amizade dá saudade no verão
Eduardo e Mônica eram nada parecidos Só que nessas férias não vão viajar
Ela era de leão e ele tinha dezesseis Porque o filhinho do Eduardo tá de recuperação
Ela fazia medicina e falava alemão
E ele ainda nas aulinhas de inglês E quem um dia irá dizer
Ela gostava do Bandeira e do Bauhaus Que existe razão nas coisas feitas pelo coração
De Van Gogh, dos Mutantes, de Caetano e de Rimbaud E quem irá dizer
E o Eduardo gostava de novela Que não existe razão

1- Observe as seguintes falas de Eduardo:


" -Eu não estou legal. Não agüento mais birita".
" -É quase duas, eu vou me ferrar."

a) Qual o significado das palavras destacadas? Bebida alcoólica - dar-se mal


b) Birita e ferrar são gírias. A utilização desses termos é adequada nesse texto? Por quê?Sim. Eduardo é um adolescente, e tais termos
costumam fazer parte de sua forma de falar. As gírias contribuem para a sua caracterização .

c) De acordo com a norma culta, há um erro de concordância em "É quase duas". O correto seria "São quase duas"..
Esse problema de concordância contribui para a caracterização da personagem? Explique.Sim. Mostra que Eduardo não domina
a norma culta da língua portuguesa.

d) Na 9ª estrofe, há o emprego de outras gírias, que significam "tentaram conseguir dinheiro"Batalharam grana ,

"suportaram bem" Seguraram legal e "situação difícil" Barra pesada . Identifique-as e copie-as.

2- Mônica parece ser mais velha que Eduardo, já está na faculdade, fala alemão e se refere a alguns nomes próprios que,
para Eduardo, são desconhecidos.
Indique a relação entre os elementos dos dois quadros seguintes:

Godard 01 Caetano Poeta e compositor brasileiro, famoso pelo movimento @  (década de 60). É autor de
Veloso vários sucessos da música popular brasileira.
Bandeira 02 Arthur Poeta francês do século XIX, conhecido por associar, em seus poemas, cores e sons. Aos 17
Rimbaud anos já tinha um livro publicado: "
  
Bauhaus 03 Manuel Poeta brasileiro dos anos 30 a 60. Deixou uma obra bastante rica. É autor de "R   
Bandeira 
" e do poema "Vo        " entre outros.
Van 04 Os Mutantes Grupo musical dos anos 60 e 70, do qual participou a cantora e compositora Rita Lee.
Gogh
Mutantes 05 Bauhaus
Escola alemã do início do século XX. Pretendia uma síntese de todas as artes plásticas. Teve
influência decisiva na formação da arquitetura moderna e do desenho industrial. / Grupo de
rock dos anos 80.
Caetano 06 Jean-Luc Cineasta francês, integrante de um movimento conhecido como
  , surgido na
Godard década de 50.. Seus filmes retratam as mais íntimas angústias do ser humano. Entre eles
estão " " e "   ".
Rimbaud 07 Vincent Van Pintor holandês do final do século XIX, um dos precursores do Expressionismo. Suas obras
Gogh são marcadas pela agressividade de formas e cores.

3- "Ela falava sobre o Planalto Central".


Planato Central pode ter mais de um significado, de acordo com o contexto em que é utilizado. Compare:

Brasília fica no Planalto Central. (local geográfico)


Todos esperam pela decisão do Planalto Central sobre o novo plano econômico. (governo)

a) Qual o sentido de Planalto Central no texto?governo


b) Falar coisas sobre o Planalto Central expressa alguma característica de Mônica? Qual?Sim. É uma garota que tem alguma
preocupação quanto à administração política, econômica, etc. do Brasil.

COMPREENSÃO
1-Esse texto apresenta elementos narrativos? Justifique sua resposta. Sim. Há personagens, seqüência temporal de ações, espaço e narrador.
2-A primeira e a última estrofes do texto apresentam frases interrogativas.
a) Quem é o emissor dessas frases?O narrador
b) A função dessas duas estrofes é, de fato, perguntar algo ou fazer um comentário relativo à história de Eduardo e
Mônica?Fazer um comentário relativo à história de Eduardo e Mônica.
3-Leia
     
   
      
R !   

    

Qual é a mensagem emitida por essa estrofe? A de que, na união de duas pessoas, o sentimento suplanta a razão. O sentimento seria o motivo dessa união.
4- As diferenças existentes entre Eduardo e Mônica são apresentadas a partir da 2ª estrofe.
Complete o quadro, mostrando em que as personagens diferem uma da outra.

Eduardo Mônica
Comportamento quanto a bebidas Fica tonto Bebe conhaque.

alcoólicas
Local de encontro preferido Lanchonete Cinema, para ver o filme do Godard.

Escola que freqüenta V  Faculdade de Medicina


Lazer cultural Novela, futebol-de-botão com seu avô. Bandeira, Bauhaus, Van Gogh, Mutantes,
Caetano, Rimbaud
Assuntos preferidos Assuntos simples ligados ao esquema "escola-cinema- Política nacional, magia
clube-televisão". meditação

5- A personagem Eduardo sofre uma transformação no decorrer de sua história.


a) Copie um trecho que mostre essa transformação. Ele aprendeu a beber, deixou o cabelo crescer. E decidiu trabalhar.
b) Na sua opinião, Mônica influenciou essa transformação?Resposta pessoal.
6-Apesar das diferenças, Eduardo e Mônica permaneceram juntos.
Identifique fatos referidos no texto que comprovem a afirmação acima e escreva-os.Tiveram filhos, construíram uma casa, trabalharam e se
divertiram juntos, passaram dificuldades juntos, etc.

7-Leia
"# !
   
  $
 !  
  R 
@   
Obviamente, a criança que ficou de recuperação é filha de Eduardo e Mônica. Porém, o autor caracterizou-a apenas como
"filhinho de Eduardo". Qual foi a intenção do autor ao fazer tal caracterização? O fato de o menino ter ficado de recuperação remete às
características do próprio Eduardo, antes de se relacionar com Mônica; é como se um dos gêmeos tivesse "puxado" mais ao pai.

8-Qual é o tema do texto? Que significado mais amplo nos transmite? A possibilidade de uma relação afetiva, mesmo havendo grandes diferenças entre
as pessoas envolvidas.

Centres d'intérêt liés