Vous êtes sur la page 1sur 1

26 Anatomia humana

Tabela 2.1 Partes da célula: estrutura e funções

Parte da célula Estrutura Funções


MEMBRANA PLASMÁTICA Membrana constituída de uma dupla Funciona como uma barreira celular externa;
(Figura 2.2) camada de lipídios (fosfolipídios, age no transporte de substâncias para dentro
colesterol etc.) dentro da qual ficam e fora da célula; voltada para as proteínas
incluídas as proteínas; é voltada na face externa, age como receptores (para
para as proteínas na face externa e hormônios, neurotransmissores etc.) e no
alguns lipídios têm grupos de açúcar reconhecimento de uma célula para outra
anexados
CITOPLASMA Região celular entre a membrana nuclear e a plasmática; consiste em citosol (ou
matriz citoplasmática) fluido, que contém solutos dissolvidos, inclusões (nutrientes
armazenados, grânulos de pigmentos) e organelas, a maquinaria (ou maquinário)
metabólica do citoplasma
Organelas citoplasmáticas
t Ribossomos Partículas densas que consistem Locais da síntese de proteínas
(Figura 2.6) de duas subunidades, cada uma
composta por um RNA ribossômico
e proteína; são livres ou anexadas
ao RE rugoso
t Retículo endoplasmático Sistema de membranas de sacos ou Produz proteínas que são secretadas pela
rugoso túbulos com ribossomos aderidos célula; produz as membranas celulares
(Figura 2.6) do lado externo
t Retículo endoplasmático liso Sistema de membranas de sacos e Local da síntese de lipídios e hormônios
(Figura 2.6) túbulos sem ribossomos esteroides, metabolismo de lipídios e
desintoxicação de drogas
t Complexo de Golgi Uma pilha de bolsas de membrana Embala, modifica e seleciona proteínas para
(Figuras 2.7 e 2.8) lisa, próxima do núcleo secreção da célula, inclusão nos lisossomos e
incorporação na membrana plasmática
t Lisossomos Bolsas membranosas que contêm Locais de digestão intracelular
(Figura 2.9) hidrolases ácidas

t .
 JUPDÙOESJBT Estruturas cilíndricas com dupla Local da síntese de ATP; fonte de energia da
(Figura 2.10) membrana; membrana interna célula
dobrada em projeções chamadas
cristas
t Peroxissomos Bolsas membranosas de enzimas Enzimas que desintoxicam várias substâncias
(Figura 2.1) oxidases tóxicas; catalase, a mais importante de todas,
degrada o peróxido de hidrogênio
t .
 JDSPåMBNFOUPT Finos filamentos da proteína Participam da contração muscular e outros
(Figura 2.11a) contrátil actina tipos de movimento intracelular; ajudam a
formar o citoesqueleto da célula
t '
 JMBNFOUPTJOUFSNFEJÈSJPT Fibras de proteínas cuja composição Elementos estáveis do citoesqueleto; resistem
(Figura 2.11b) é variada a forças de tensão que agem na célula
t Microtúbulos Estruturas cilíndricas compostas por Sustentam a célula e lhe dão formato;
(Figura 2.11c) proteína tubulina participam dos movimentos intracelulares e
celulares; formam os centríolos
t Centríolos Corpos cilíndricos pareados, cada Organizam uma rede de microtúbulos durante
(Figura 2.12) um contém nove conjuntos de três a mitose, formando os fusos e ásters; formam
microtúbulos a base dos cílios e flagelos
NÚCLEO Cercado pelo envoltório nuclear, Controla o centro da célula; responsável
(Figura 2.13) contém fluido nucleoplasma, pela transmissão de informações genéticas e
nucléolo e cromatina instruções para a síntese de proteínas
t &
 OWPMUØSJPOVDMFBS Estrutura com membrana dupla; Separa o nucleoplasma do citoplasma e regula
(Figura 2.13) perfurada pelos poros; contígua ao a passagem de substâncias do núcleo e para
RE citoplasmático o núcleo
t Nucléolos Corpos densos e esféricos (não Local da fabricação de subunidades de
(Figura 2.13) unidos por membrana) ribossomos
t $
 SPNBUJOB Material granular e fino, composto O DNA constitui os genes
(Figuras 2.13 e 2.15) por DNA e proteínas histona

MARIEB_book.indb 26 07/04/14 18:02