Vous êtes sur la page 1sur 9

Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal

PJe - Processo Judicial Eletrônico

22/10/2018

Número: 0603026-26.2018.6.07.0000
Classe: PETIÇÃO
Órgão julgador colegiado: Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral
Órgão julgador: Relatoria Desembargador DANIEL PAES RIBEIRO
Última distribuição : 22/10/2018
Valor da causa: R$ 0,00
Assuntos: Corregedoria
Segredo de justiça? NÃO
Justiça gratuita? NÃO
Pedido de liminar ou antecipação de tutela? SIM
Partes Procurador/Terceiro vinculado
IBANEIS ROCHA BARROS JUNIOR (REQUERENTE) BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA (ADVOGADO)
Ministério Público Eleitoral DF (FISCAL DA LEI)
Documentos
Id. Data da Documento Tipo
Assinatura
95686 22/10/2018 11:38 Petição Inicial Petição Inicial
95696 22/10/2018 11:38 Notícia Crime - Corregedoria do TRE-DF - armação Petição Inicial Anexa
para divulgação de fake news
95695 22/10/2018 11:38 WhatsApp Image 2018-10-22 at 11.10.16 Documento de Comprovação
95694 22/10/2018 11:38 WhatsApp Image 2018-10-22 at 11.11.22 Documento de Comprovação
95693 22/10/2018 11:38 WhatsApp Image 2018-10-22 at 11.11.23 Documento de Comprovação
95692 22/10/2018 11:38 WhatsApp Image 2018-10-22 at 11.11.23 (1) Documento de Comprovação
95691 22/10/2018 11:38 WhatsApp Video 2018-10-22 at 11.08.14 Documento de Comprovação
95690 22/10/2018 11:38 WhatsApp Video 2018-10-22 at 11.11.22 Documento de Comprovação
95688 22/10/2018 11:38 Ocorrência policial (1) Documento de Comprovação
95687 22/10/2018 11:38 Procuracao - Ibaneis Procuração
Seguem petição e documentos.

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:32 Num. 95686 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353017400000000093877
Número do documento: 18102211353017400000000093877
ILMO. SR. DESEMBARGADOR CORREGEDOR DO TRIBUNAL REGIONAL
ELEITORAL DO DISTRITO FEDERAL – TRE/DF

IBANEIS ROCHA BARROS JUNIOR, advogado, portador da OAB/DF


n.º 11.555, candidato ao Governo do Distrito Federal, vem, respeitosamente,
apresentar

NOTÍCIA CRIME
(URGENTE. fake news que relaciona Ibaneis ao crime de pedofilia)

Em razão do cometimento do crime de produção e disseminação profissionalizada de


notícias falsas, com indícios de utilização do aparato de governo para produzir as fake
news.

Desde o primeiro turno o candidato noticiante vem recebendo ameaças de


massiva divulgação de fake news relacionada a fatos variados, inclusive de pedofilia. No
dia anterior ao 1º turno tomou conhecimento de denúncia de que 4 milhões de
mensagens no whatsapp seriam disparadas por profissionais contratados para esse fim.

Tal fato motivou a apresentação de representação junto a Procuradoria Regional


Eleitoral contra os então candidatos Eliana Pedrosa e Fraga, bem como contra o atual
candidato Rodrigo Rollemberg, além de comunicação à imprensa quanto à denúncia
recebida. Acredita-se que a ação tenha produzido efeitos, com a frustração da
concretização do crime.

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 1
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
Após isso, por iniciativa do TRE/DF, os dois candidatos concorrentes no 2º
turno celebraram Termo de Compromisso para não disseminação de fake news nas
eleições, tendo o noticiante acreditado que o Distrito Federal seguiria livre de tais
práticas.

Ocorre que, no dia (15/10/2018), a campanha do candidato Ibaneis recebeu


nova denúncia anônima de que no dia 02/10/2018 teria ocorrido armação que
embasaria (ou embasará) a divulgação de fake news. De acordo com a denúncia, os
planos teriam sido atrapalhados por fato que ensejou o registro da ocorrência policial
anexa, mas tudo indica que ainda estão em curso.

A ocorrência registra a entrada de DOIS MAIORES acompanhados de um


MENOR no Hotel Fusion, nesta Capital, sem qualquer documento que demonstrasse
a existência de vínculo entre eles. Diante do fato, a recepcionista chamou a Polícia
Militar, que esteve no Hotel e os conduziria à Delegacia, contudo, antes de chegar ao
local, todos foram liberados.

Pouco tempo depois, retornaram ao hotel os maiores e o menor, acompanhados


de pessoa que se identificou como Coronel da PMDF. Tal pessoa disse que “estava
numa operação e que precisava hospedar aquelas pessoas no hotel por uma ou mais
diárias, e que ele se responsabilizava.” Além disso, a ocorrência relata que os envolvidos
“ficaram apenas uma noite no hotel, os quais foram embora após tomar café da manhã
e não retornaram mais” e que “ainda na manhã do dia 02/10/2018 esteve no hotel um
policial à paisana, querendo saber se os referidos hospedes tinham descido, mas os
hóspedes tinham saído do hotel”.

Na manhã do mesmo dia 02/10/2018, ao tomar pé da situação, o gerente do


Hotel se dirigiu à 5ª Delegacia de Polícia e registrou o Boletim de Ocorrência relatando
todo o ocorrido.

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 2
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
Não se sabe exatamente o que fizeram (ou fariam) os dois maiores e o menor,
ou se haveria, de fato, operação policial sob responsabilidade da PMDF, mas a denúncia
recebida pela campanha do candidato é de que dali sairia (ou sairá) a tal fake news da
qual vem sendo ameaçado o candidato. Tais denúncias se aproximam do que vem
sendo alarmado no whatsapp há alguns dias, conforme áudio a seguir transcrito:

“(...) me ligaram lá da Câmara dos Deputados, tão dizendo aí que tem


um vídeo do Ibaneis aí...olha só a boataria...tá maior bafafá na Câmara
dos Deputados do DF, que vai mudar a eleição toda (...) aí eu conversei
com a pessoa sobre isso e falei oh, eu já ouvi essa história já, mas eu fiquei
sabendo foi de um homônimo, chamado Ibaneis também, que o cara é
ladrão de galinha, que o cara é pedófilo, então assim, eu tô te falando pra
ficar de butuca aí sobre esse fake news, para não deixar esse fake news
espalhar. A pessoa que me falou disse que lá na Câmara dos Deputados
o bafafá tá imenso quanto a isso.”

Tudo indica que a estratégia seja a de espalhar o boato para, finalmente, vir com
a notícia falsa em momento no qual não seja mais possível qualquer esclarecimento
eficaz por parte do candidato.

Tais fatos foram noticiados à Procuradoria Regional Eleitoral 16/10/2018.

Após isso, pessoas ligadas a Rodrigo Rollemberg e Alberto Fraga, que parecem
ter se aliançado contra Ibaneis, passaram a divulgar vídeos no qual fazem referência a
Ibaneis em contexto de pedofilia, bem como de relação com pessoa chamada por
Lourival.

Não só isso, mas chegou também ao conhecimento do candidato o áudio anexo,


por meio do qual uma pessoa ainda não identificada conversa com jornalista chamada
de Meire (acredita-se que seja Meire Bertotti) e leva a ela denúncia de fatos mentirosos,
seguramente buscando uma publicação em veículo com credibilidade para dar ares de
veracidade para suas fake news. Obviamente que os fatos narrados não foram publicados
por não corresponder à verdade. Segue adiante a degravação do áudio:

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 3
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
HOMEM: Acabei de passar para você. Seguinte, Lourival era o chefe da
controladoria da Justiça. Quando você termina o processo você tem que
fazer os cálculos judiciais para fim de pagamento. Então, ela majorava os
honorários para o Ibaneis receber mais. Ele foi exonerado por conta disso.
O contato, essa é a foto do cidadão, que mora em Chapadinha, Maranhão.
É acionar a polícia, verificar os contatos dele lá.
MULHER: Mas ele não vai falar sobre isso, né? Ele não vai dizer que
majorava isso pro Ibaneis.
HOMEM: O Ibaneis deu um calote nele.
MULHER: Ah!
HOMEM: o Ibaneis mais o Ramonai, que hoje é um dos chefes de
Marketing. Então, eu acho que ele tem interesse de falar porque essa
informação chegou até mim.
MULHER: Uhum!
HOMEM: Vou te passar a segunda. Ele tomou um calote muito substancial.
MULHER: Bom esse que quer falar...
HOMEM: Lorival. Ramonai tá aí nas mensagens. Ele é hoje o chefe de
marketing do Ibaneis. Deixe te passar aqui o segundo. O segundo caso.
Anota aí! Operações Calicute e Rizoma.
MULHER: Calicute?
HOMEM: Calicute! C-A... e Rizoma.
MULHER: Assim será que escreve? Calicute?
HOMEM: Isso! T-E no final. E Rizoma com Z. O que acontece? Essa
operação investiga lavagem de dinheiro no MDB através do Milton Lira.
Lavagem de dinheiro. MDB. Lobista Milton Lira. Se você buscar isso:
Operações Calicute, Rizoma, Lavagem de Dinheiro...
MULHER: Milton?
HOMEM: Milton Lira. Eles fizeram busca e apreensão do Milton Lira. Só
que essa mansão tinha sido adquirida pelo Ibaneis cinco dias antes. O que
se investiga é que o Ibaneis pode fazer parte do grupo. Que tenha comprado
a mansão a fins de lavagem de dinheiro. Tô te mandando aí agora também.
Isso tá no Antagonista, tá no O Globo. Isso é coisa pesada, Mi. Oh, oh,
Meire! Acabei de te passar.
MULHER: Que é esse outro aí, né?
HOMEM: Isso! Operações Rizoma.
MULHER: Tá!
HOMEM: OK? Terceira situação. Se entende....
MULHER: Como a gente cons... Você acha que tem coisa que...
HOMEM: Tem!
MULHER: que a gente consegue...
HOMEM: Sim, ué! GOVERNADOR É O CHEFE POLÍCIA CIVIL E
POLÍCIA MILITAR. SETOR DE INVESTIGAÇÃO. É SÓ CORRER
ATRÁS. OH, MEIRE! E OUTRA COISA. ISSO AÍ. COLOCANDO O
PESSOAL QUE TRABALHA HOJE DA CIVIL, QUE TRABALHA
COM INVESTIGAÇÃO E QUE É LIGADO AO GOVERNADOR
ACHA ISSO AÍ TUDO. PESSOAL DA PF, AMIGO DELE, coloca a

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 4
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
Gabriela e vai achar. Vou te passar agora o terceiro caso. Aqui inclusive
já tem até o caminho das pedras. Seguinte: na primeira semana de setembro,
o Ibaneis tinha declarado, no início da campanha dele, 94 milhões. Ok? E
esses 94 milhões, cerca de 64 milhões era título de....

Tanto os fatos acima denunciados são falsos e sem consistência que o veículo
de comunicação, responsável que é, não os publicou. Todavia, ao que tudo indica, a
ideia de utilização do aparato do núcleo de inteligência do Governo para produção de
fake news parece ter ido adiante, tendo em vista a ocorrência policial anexa e as
afirmações pontuais do próprio candidato Rodrigo Rollemberg em debate anterior no
qual faz alude a uma possível ligação de Ibaneis com pedofilia.

Acredita-se que diante da falta de credibilidade dos fatos e da negativa de


publicação das notícias falsas pela imprensa, tais notícias venham em massa via whatsapp
e/ou determinados blogs. Vejamos a seguinte mensagem:

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 5
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
Dessa forma, presentes os elementos mínimos a recomendar a instauração de
procedimento investigatório criminal, pugna-se para que sejam adotadas medidas
URGENTES para afastar das eleições do Distrito Federal esse tipo de conduta,
com imediata intimação do Ministério Público Eleitoral e da Polícia Federal.

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 6
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887
É salutar também a notificação do Sr. Odir Ribeiro, cujos contatos podem ser
obtidos a partir da base de dados da Justiça Eleitoral, para que esclareça as
circunstâncias em que foi procurado e para que apresente à esta Corregedoria o
anunciado vídeo para que o Tribunal avalie, de imediato, a sua legalidade e
credibilidade, determinando a intimação da empresa.

Pede deferimento,
Brasília, 22 de outubro de 2018.

Bruno Rangel Willian Guimarães


OAB/DF 23.067 OAB/PI 2.644

Edward Johnson Gonçalves Vladmir Belmino de Almeida


OAB/DF 59.088 OAB/AP 1401-B

Rodrigo Mesquita
OAB/DF 41.509

Assinado eletronicamente por: BRUNO RANGEL AVELINO DA SILVA - 22/10/2018 11:35:35 Num. 95696 - Pág. 7
https://pje.tre-df.jus.br:8443/pje-web/Processo/ConsultaDocumento/listView.seam?x=18102211353403300000000093887
Número do documento: 18102211353403300000000093887