Vous êtes sur la page 1sur 3

LIMPEZA DOS CHAKRAS

Chakra raiz ou da base (vermelho)


Este chakra é baseado no ato de ser fisicamente consciente e se sentir confortável em muitas
situações. Se ele estiver aberto, você deve sentir-se bem equilibrado e sensato, estável e seguro.
Você não perturbará as pessoas em torno de si por nada. Você se sentirá presente no que estiver
acontecendo agora e muito ligado ao seu corpo físico. Se esse chakra estiver sub-ativo: você
tenderá a se sentir medroso ou nervoso, e facilmente se sentirá indesejado. Se estiver super-
ativo: você poderá ser materialista e ganancioso. Você sentirá a necessidade de segurança e não
apreciará mudanças.

Use o corpo e torne-se consciente disso. Faça ioga, ande em volta do quarteirão ou faça a
limpeza da casa. Essas actividades deixarão que conheça seu corpo e vão fortalecer o chakra.
Mantenha os pés no chão. Isso significa que você deverá conectar-se com o solo, senti-lo
debaixo de si. Para fazer isso, mantenha-se erecto e relaxado, os pés afastados á distância dos
ombros, e dobre um pouco os seus joelhos. Mova a pélvis para frente um pouco e mantenha seu
corpo equilibrado, de modo a que o seu peso fique distribuído uniformemente sobre a planta dos
pés. Então, coloque o seu peso para a frente. Fique nessa posição por vários minutos. Depois de
fazer o que é chamado de aterramento, sente-se de pernas cruzadas. Deixe que as pontas de
seu polegar e o dedo indicador se toquem suavemente, em um movimento pacífico. Concentre-se
no chakra raiz e no que ele representa, no local entre os órgãos genitais e o ânus.
Silenciosamente, mas claramente, entoe o som "LAM". Durante todo esse tempo, deixe-se
relaxar, ainda pensando no chakra, no seu sentido e em como ele deve ou deveria afectar a sua
vida. Continue fazendo isto até que esteja completamente relaxado. Pode ter a sensação de
"limpeza".

Chakra sacral ou sexual (laranja).


Este chakra lida com sentimento e sexualidade. Se aberto, sentimentos são liberados com
liberdade e se expressam sem você estar em estado emocional. Você fica aberto à afinidade e
pode ser apaixonado e extrovertido. Você também não terá problemas com base na sexualidade.
Se esse chakra estiver sub-ativo: você tenderá a ser insensível ou indiferente, não sendo muito
aberto a qualquer pessoa. Se estiver super-ativo: você tenderá a ser sensível e emocional o
tempo todo. Você também poderá ser muito sexual.

Sente-se de joelhos, com as costas rectas, mas relaxado. Coloque suas mãos em seu colo,
palmas para cima, uma em cima da outra. Coloque suas mãos em seu colo, palmas para cima,
uma em cima da outra. Mão esquerda por baixo, a palma tocando os dedos de trás do lado
direito, e os polegares tocando-se delicadamente. Concentre-se no chacra sacral e no que ele
representa, no osso sacral (nas costas). Silenciosamente, mas claramente, entoe o som "VAM".
Durante todo esse tempo, deixe-se relaxar, ainda pensando no chakra, em seu sentido e em
como ele deve ou deveria afetar a sua vida. Continue fazendo isto até que esteja completamente
relaxado. Novamente, você pode ter a sensação de “limpeza"
Chakra do umbigo ou Plexo solar (amarelo)
Este chakra envolve confiança, especialmente quando em um grupo. Quando aberto, você deverá
se sentir no controle e ter um bom sentimento de dignidade. Se esse chakra estiver subativo:
você tenderá a ser passivo e indeciso. Você poderá estar apreensivo com frequência - e isso não
é bom. Se estiver superativo: você tenderá a ser arrogante e agressivo.

Sente-se de joelhos, com as costas rectas, mas relaxado. Coloque as suas mãos no seu
estômago, ligeiramente abaixo do seu plexo solar. Deixe os dedos se juntarem no alto, apontando
como se estivessem afastados de você. Cruze os polegares e estique os dedos (isso é
importante). Concentre-se no chakra do umbigo e no que ele representa, na coluna, um pouco
acima do umbigo. Silenciosamente, mas claramente, entoe o som "RAM". Durante todo esse
tempo, deixe-se relaxar, ainda pensando no chakra, em seu sentido e em como ele deve ou
deveria afectar a sua vida. Continue fazendo isto até que esteja completamente relaxado. Você
pode ter a sensação de “limpeza” (em todos os chakras).

Chakra do coração (verde).


Este chakra é sobre o amor, carinho e afecto. Quando aberto, você deverá ser compassivo e
amigável, sempre trabalhando em relações amigáveis. Se esse chakra estiver sub-ativo: você
tenderá a ser frio e amargo. Se estiver super-ativo: você tenderá a ser tão “amável" com as
pessoas que você poderá sufocá-las, podendo ser visto como egoísta.

Sente-se de pernas cruzadas. Deixe as pontas de seu dedo indicador e polegar se tocarem em
ambas as mãos. Coloque a mão esquerda sobre o joelho esquerdo e sua mão direita na frente da
parte inferior de seu peito. Concentre-se no chakra do coração e no que ele representa, na
coluna, ao nível do coração. Silenciosamente, mas claramente, entoe o som “YAM".Durante todo
esse tempo, deixe-se relaxar, ainda pensando no chakra, em seu sentido, e em como ele deve ou
deveria afectar a sua vida. Continue fazendo isto até que esteja completamente relaxado, e os
sentimentos de “limpeza" voltarem e / ou se intensificarem dentro de seu corpo.

Chakra da garganta ou laringeo (azul claro)


. Este chakra é baseada na auto expressão e comunicação. Quando o chakra está aberto,
expressar-se é fácil, e a arte parece ser uma ótima maneira de fazer isso. Se estiver sub-ativo:
você tenderá a não falar muito e será classificado como tímido. Se você mentir, muitas vezes,
este chakra pode ficar bloqueado. Se estiver super-ativo: você tenderá a falar muito, e isso pode
incomodar muita gente. Você também poderá ser um mau ouvinte.

Mais uma vez, sente-se de joelhos. Cruze seus dedos no interior de suas mãos, sem os
polegares. Deixe que os polegares se toquem no alto, e puxe-os um pouco. Concentre-se no
chakra da garganta e no que ele representa, na base da garganta. Silenciosamente, mas
claramente, entoe o som “HAM". Durante todo esse tempo, deixe-se relaxar, ainda pensando no
chakra, em seu sentido, e em como ele deve ou deveria afectar a sua vida. Continue fazendo isso
por cerca de cinco minutos e o sentimento de “limpeza" irá se intensificar mais uma vez.
Chakra do Terceiro Olho (azul indigo).
Como diz o nome, este chakra lida com discernimento. Quando aberto, significa que você tem a
clarividência excelente, e tende a sonhar muito. Se esse chakra estiver sub-ativo: você tenderá a
querer que os outros tomem conta de você. Baseando-se muito frequentemente em crenças,
você também tenderá a ser confundido a maior parte do tempo. Se estiver super-ativo: você
tenderá a viver num mundo de imaginação. Ao extremo, você poderá sofrer de devaneios
frequentes ou mesmo alucinações.

Sente-se de pernas cruzadas. Coloque as mãos na frente da parte inferior de seu peito. Os dedos
médios devem estar rectos e tocar as pontas, apontando longe de você. Os outros dedos devem
ficar dobrados e tocar nas duas falanges superiores. Os polegares devem apontar para você e
encontrar o topo. Concentre-se no chakra do Terceiro Olho e no que ele representa, um pouco
acima do centro das duas sobrancelhas. Silenciosamente, mas claramente, entoe o som “OM” ou
“AUM”. Durante todo esse tempo, deixe-se relaxar, ainda pensando no chakra, em seu sentido, e
em como ele deve ou deveria afectar a sua vida. Continue fazendo isso até que o mesmo
sentimento de “limpeza" volte ou se intensifique.

Chakra da coroa (violeta)


Este é o sétimo chakra e o mais espiritual. Ela envolve a sabedoria de um ser e de ser um com o
universo. Quando este chakra está aberto, o preconceito desaparece da sua lista de coisas a
fazer, e você parece tornar-se mais consciente do mundo e fica em conexão com você mesmo.
Se estiver sub-ativo: você tenderá a não ser muito espiritual, e poderá ser muito rígido em seus
pensamentos. Se estiver super-ativo: você tenderá a intelectualizar as coisas o tempo todo. A
espiritualidade virá em primeiro lugar em sua mente, e se você estiver com o chakra realmente
ativo demais, você poderá até ignorar suas necessidades corporais (comida, água, abrigo).

Sente-se de pernas cruzadas Coloque suas mãos no seu estômago. Deixe os dedos mindinhos
apontados para cima e longe de você, tocando em suas pontas, e cruze o resto dos dedos com o
polegar esquerdo debaixo do direito. Concentre-se no chakra da coroa e no que ele representa,
no topo de sua cabeça. Silenciosamente, mas claramente, entoe o som "NG" (sim, este canto é
tão difícil quanto parece). Todo esse tempo, seu corpo deve estar totalmente relaxado, e sua
mente deve estar em paz. No entanto, não pare de se concentrar no chakra da coroa. Esta
meditação é a mais longa, e não deve demorar menos de dez minutos.

ATENÇÃO: não use esta meditação para o chakra da coroa, se o seu chakra raiz não estiver forte
ou aberto. Antes de lidar com este último chakra, você precisará de uma forte "fundação" em
primeiro lugar, que os exercícios de raiz vão lhe proporcionar

Centres d'intérêt liés