Vous êtes sur la page 1sur 4

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS 8 ANO Resumo

8 ANO

Resumo do assunto

Com o fortalecimento da indústria durante o século XIX, surge uma nova classe social: o operariado industrial ou proletariado. A expansão industrial atraiu milhares de trabalhadores do campo para as cidades em busca de emprego e uma vida melhor. Porém esse êxodo para os grandes centros urbanos provocou uma série de transformações sociais. Além do inchaço das cidades que não estavam estruturalmente preparadas para receber esse grande número de novos moradores, as péssimas condições de vida e de trabalho dos operários influenciaria o surgimento de associações, sindicatos e partidos políticos dispostos a lutar por seus direitos.

A rápida expansão industrial gerava a necessidade de um grande número de trabalhadores, no entanto a desqualificação desses operários fazia com que eles recebessem péssimos salários e ficassem presos ao ritmo exaustivo imposto pelos patrões. Nesse ambiente de tensão desenvolveram-se três importantes correntes de pensamento: o Liberalismo, o Socialismo e o Anarquismo.

Liberalismo

Essa ideologia se originou dos pensamentos dos filósofos iluministas John Locke, Montesquieu e Adam Smith. O liberalismo político defendia a divisão dos poderes, o direito à vida, a manutenção da propriedade privada e à liberdade de expressão. O liberalismo econômico se opunha a intervenção do Estado na economia, defendia o livre comércio e estimulava à livre concorrência. Para os defensores dessa ideologia, o Estado não deveria interferir nas relações entre patrões e empregados.

Socialismo

Os socialistas defendiam uma rígida mudança nas relações sociais a fim de acabar com as desigualdades promovidas pela luta de classes. Ao contrário dos liberais, os defensores dessa ideologia visavam acabar com a pobreza e a exploração da mão de obra do proletário. Essa corrente se divide em Socialismo Utópico e Socialismo Científico.

Socialismo Utópico

Os criadores dessa ideologia foram os pensadores Charles Fourrier e Robert Owen. Foram chamados de socialistas utópicos por acreditarem ser possível a instalação do socialismo através de vias pacíficas. Para eles as desigualdades sociais poderiam ser superadas se existisse uma cooperação entre burguesia e proletário. Os dois criticavam duramente o individualismo burguês, para eles a sociedade ideal seria aquela formada por comunidades onde cada indivíduo trabalharia naquilo que lhe da mais prazer, a renda gerada pelo seu trabalho deveria ser distribuída conforme a necessidade de cada um. Essa relação de trabalho era chamada de falanstérios, e segundo os seus idealizadores o sucesso do empreendimento estaria na sua multiplicação por todas as regiões do país até que ele se tornasse totalmente socialista. Defendiam a concorrência e defendiam a cooperação como meio para atingir a igualdade social. Pregavam melhores condições de trabalho nas fábricas e pagamentos de melhores salários.

Socialismo Científico

Karl Marx e Friederich Engels, filósofos alemães foram os defensores dessa ideologia conhecida como socialismo científico. Para eles a superação dos conflitos de classe só poderia ser superada através de uma intensa investigação sobre a sociedade e seus problemas. Apoiaram-se em estudos de Filosofia, História, Sociologia e Economia, investiam na observação das condições de vida do operariado para buscar soluções para os seus dilemas. Publicaram em 1848, o Manifesto Comunista. Para os dois filósofos as contradições sociais só poderiam ser superadas através de uma revolução social. Essa revolução deveria ser liderada pelos trabalhadores, concretizada a fase revolucionária, o poder deveria ser assumido por eles dando início a uma ditadura do proletariado, que deveria permanecer até a extinção de todas as desigualdades sociais. Com o fim das diferenças sociais, o socialismo aos poucos daria lugar ao

comunismo, em que iria prevalecer uma sociedade sem classes, já que são essas que promovem a exploração. O livro intitulado de o Capital é uma das obras mais famosas de Marx, nela ele faz duras críticas ao sistema capitalista. Nesta obra ele fala da mais valia, que seria a riqueza produzida pelo operário e apropriada pelo patrão.

Anarquismo

Semelhante aos socialistas, os anarquistas condenavam a existência de classes sociais, a exploração do trabalho do operário e a concentração de riquezas nas mãos de uma minoria. Defendiam que em uma sociedade mais igualitária, os cidadãos poderiam viver felizes e desenvolverem suas potencialidades.

Ao contrário dos socialistas que propunham a existência de um Estado comandado pelos trabalhadores, os anarquistas defendiam a destruição total do Estado. Eram contrários a qualquer tipo de governo, originalmente a palavra anarquia significava ausência de poder. Os ideais anarquistas foram intensamente difundidos pela Europa, principalmente nos períodos de crise. Essa ideologia chegou ao Brasil juntamente com os imigrantes europeus no final do século XIX. Influenciou diretamente a formação dos movimentos operários no país nos primeiros anos do século XX.

Eu faço com vocês ...................................................

01.

(UFSJ 2012) Analise as afirmativas abaixo.

I. As revoluções liberais do século XIX foram originadas a partir das

Revoluções Americana (1776), Inglesa (1688) e Francesa (1789), bem como da Revolução Industrial Inglesa, que vinha acontecendo desde meados do século XVIII. II. As revoluções liberais do século XIX atingiram seu ápice em 1848, trazendo, além do seu caráter liberal e burguês, um novo elemento: a participação da classe operária vinculada à indústria, com tendências socialistas. III. As bases do liberalismo defendido pelos revolucionários liberais do século XIX eram: propriedade privada, individualismo econômico e liberdade de comércio, de produção e de contrato de trabalho sem controle do Estado. IV. As revoluções liberais do século XIX tiveram caráter socialista e anarquista e defendiam uma sociedade livre, sem classes sociais, fim da propriedade privada e da livre concorrência.

Sobre as revoluções liberais do século XIX, estão CORRETAS apenas as afirmações:

a)

l, II e lV

b) I, II e III

c)

I, III e IV

d) II, III e lV

Justificando as erradas _____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

02.

(UESPI 2012) O capitalismo se propagou em busca de mercados e de

novas técnicas de produção. No entanto, o progresso desejado não atingia a todos e provocava desigualdades. Uma crítica radical ao capitalismo se

expressou na obra de Marx, que:

a)

renovou a concepção econômica da época, negando todos os princípios

defendidos pelos economistas clássicos e fisiocratas.

b)

formulou propostas de revoluções sociais que lembram as teses

anarquistas mais comuns no movimento bolchevique.

c)

definiu utopias importantes para resolver as questões da desigualdade

social, adotadas, com coerência, pelo socialismo no século XX.

d)

acusou a existência de exploração do trabalho humano, que trazia

dificuldades sociais para a maioria de população.

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS 8 ANO e)

8 ANO

  • e) defendeu a organização da classe operária em sindicatos urbanos com a

_____________________________________________________________

finalidade de constituir seus movimentos de reivindicação.

_____________________________________________________________

Justificativa:

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

05. “A necessidade de modificações profundas na sociedade foi expressa,

_____________________________________________________________

inicialmente, por alguns pensadores sociais. Suas idéias, desenvolvidas na

03. (ESPM 2011) Em conjunto com as grandes transformações econômicas,

primeira metade do século XIX, de uma maneira geral, se distinguiram por propor certas mudanças desejáveis, visando alcançar uma sociedade mais justa, igualitária e fraterna, sem, no entanto, apresentar de maneira

políticas e sociais do século XIX, surgiram doutrinas e correntes ideológicas. Uma delas foi o Anarquismo que pregava:

concreta os meios pelos quais essa sociedade se estabeleceria, pois não fizeram uma análise crítica da evolução da própria sociedade capitalista.

  • a) o respeito à propriedade privada, o controle demográfico e a

Dentre alguns de seus principais teóricos podemos enumerar: Charles

observância da lei natural da oferta e da procura;

Fourier, Robert Owen e o Conde de Saint Simon.”

  • b) a revolução socialista, o controle do Estado pela ditadura do

proletariado, o comunismo;

O texto acima se refere a uma corrente de pensamento político-social de

  • c) a erradicação do Estado, das classes, das instituições e tradições visando

contestação ao sistema capitalista:

à imediata instalação do comunismo;

a)

Ludismo.

b) Socialismo Utópico.

  • d) a necessidade de um contrato entre os governados e o Estado, o

c)

Cartismo.

d) Socialismo Científico.

imperativo da moral e do bem comum como fundamentos do poder político;

e)

Anarquismo.

  • e) a religião como instrumento de reforma e justiça social, além da

06. Dentre as doutrinas sociais de contestação ao avanço do capitalismo,

formação de comunidades coletivistas.

ganharam destaque as formuladas por Karl Marx e Friedrich Engels, que preconizavam:

Justificativa:

a)

A expropriação dos bens da aristocracia, a valorização da pequena

_____________________________________________________________

propriedade camponesa e ditadura do proletariado, como forma de

assegurar a manutenção do processo de produção de mais valia.

_____________________________________________________________

b)

O fim do capitalismo e a idealização utópica de uma sociedade sem

classes e conflitos sociais.

_____________________________________________________________

c)

A extinção da propriedade privada e do Estado em nome do coletivismo

_____________________________________________________________

proletário.

_____________________________________________________________

d)

A luta de classes como motor da história e o caráter histórico do

Capitalismo, com a ênfase em sua futura superação pelo Socialismo através

_____________________________________________________________

da luta revolucionária dos trabalhadores.

e)

A reforma social através da participação operária no processo político

04. Leia os trechos a seguir, extraídos do Manifesto Comunista de Karl Marx e Friedrich Engels, e responda ao que se pede.

partidário e a defesa de leis que transferissem renda à classe trabalhadora.

07. (FGV) Considere os seguintes itens:

“O operário moderno ao invés de ascender com o progresso da indústria, afunda-se cada vez mais abaixo das condições de sua própria classe. (…) A burguesia produz, antes de mais nada, seus próprios coveiros. Seu declínio

I. "

nasceu de um movimento espontâneo de massas e não de um plano

... ou de um programa previamente elaborado por um partido operário " ...

II. "

revelou a tendência da classe operária para ultrapassar o estágio

e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis. (…) O que caracteriza o comunismo não é a supressão da propriedade privada em si, mas a

... puramente econômico da sua luta (

)

combinando simultânea e

supressão da propriedade burguesa. (…) A propriedade burguesa moderna

III.

"

...

refletiu a tendência da classe operária para destruir o aparelho do

constitui a última e mais completa expressão do modo de produção e apropriação baseado em antagonismos de classe, na exploração de uma

Estado burguês, para substituir a democracia burguesa por uma forma superior de democracia " ...

classe por outra.” (In Reis Filho, Daniel Aarão (Org.). “O Manifesto Comunista 150 anos

IV. "

conduziu a classe operária, pela primeira vez, à conquista do poder

... político, ainda que na área de uma única cidade " ...

depois”. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 1998, pp. 19, 20 e 21.)

Os itens I, II, III e IV referem-se:

a) A Igreja toma posição sobre as ideias socialistas por meio da Encíclica

a)

à Comuna de Paris, que resumiu todas as tendências que estavam na

“Rerum Novarum” do Papa Leão XIII. Mencione um posicionamento da

origem e na primeira expansão do movimento operário moderno.

Igreja que contradizia as ideias defendidas, pelo texto apresentado, por

b)

ao Ludismo, que representou uma forma de resistência clara à

Karl Marx e Friedrich Engels.

disciplinação do trabalho imposto pelo sistema fabril.

_____________________________________________________________

c)

ao Cartismo, que resultou da conscientização da classe operária que

passou a exigir melhores condições de trabalho.

_____________________________________________________________

d)

às Trade Unions, que se caracterizaram pelo assistencialismo

_____________________________________________________________

paternalista.

e)

aos Sindicatos Profissionais de Londres, que surgiram com o objetivo de

_____________________________________________________________

garantir uma transformação social ampla

_____________________________________________________________

_____________________________________________________________

08. (UFRS) Considere as seguintes afirmações sobre a Comuna de Paris. I - Ocorreu como desdobramento imediato da crise provocada pela queda

de Napoleão III e a consumação da derrota francesa ante a Prússia em

  • b) Relacione o capitalismo industrial com o surgimento dos movimentos

1871.

socialistas.

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS 8 ANO II

8 ANO

II - Apresentou importantes medidas de cunho popular-progressista,

Quais estão corretas?

  • D) socialista cristão.

visando dissolver o exército permanente, separar a Igreja do Estado,

  • E) Sindicalista

instituir o ensino gratuito e entregar as fábricas à direção dos trabalhadores.

  • 05. O “Socialismo Utópico” pode ser definido como um conjunto de idéias

III - Constituiu o exemplo histórico europeu mais bem sucedido, no século XIX, de conquista do poder pela burguesia liberal.

que se caracterizaram pela crítica ao capitalismo, muitas vezes ingênua e inconsistente, buscando, ao mesmo tempo, a igualdade entre os indivíduos. Em linhas gerais, combate-se a propriedade privada dos meios de produção como única alternativa para se atingir tal fim. A ausência de

que apresenta o único autor que NÃO pertenceu a este ramo do

  • A) Robert Owen

a)

Apenas I

b) Apenas II

c) Apenas III

fundamentação científica é o traço determinante dessas idéias. Pode-se

d)

Apenas I e II

e) Apenas I e III

dizer que seus autores, preocupados com os problemas de justiça social e

09.

Os primeiros socialistas, ao formularem profundas críticas ao progresso

igualdade, deixavam-se levar por ideais românticos. Assinale a alternativa

industrial, estavam ainda impregnados de valores liberais. Atacando os grandes proprietários, mas tendo, em geral, muita estima pelos pequenos,

socialismo.

esses teóricos acreditavam que pudesse haver um acordo entre as classes.

  • B) Karl Marx

Cláudio Vicentino e Gianpaolo Dorigo

  • C) Charles Fourier

  • D) Prodhoun

Os historiadores acima estão se referindo aos:

 
  • E) Claude Saint-Simon

a)

socialistas científicos.

b) socialistas utópicos.

c)

anarquistas.

 

d) marxistas.

  • 06. “Homem livre e escravo, patrício e plebeu, senhor e servo, mestre de

e)

socialistas liberais.

 

corporação e companheiro, numa palavra o opressor e o oprimido

Agora são vocês .......................................................

permaneceram em constante oposição um ao outro, levada a efeito numa guerra ininterrupta, que terminou, cada vez, ou pela reconstrução revolucionária de toda sociedade ou pela destruição das classes em

conflitos”.

01.

Dentre

os

destacar:

principais teóricos do socialismo científico, podemos

O trecho acima citado manifesta a teoria sociológica da:

 
 

A)

Thomas Morus e Charles Darwin

 
  • A) racionalização e especialização das esferas, de Max Weber.

  • B) passagem da solidariedade mecânica para a solidariedade

  • C) luta de classes, de Karl Marx.

B)

C)

D)

Karl Marx e Josef Stalin

Karl Marx e Friedrich Engels

Josef Stalin e Friedrich Engels

orgânica, de Emile Durkheim.

E)

Josef Stalin e Mikhail Gorbachev

  • D) evolução social, de Herbert Spencer.

02.

As mudanças trazidas pela Revolução Industrial provocaram novas

  • 07. ... sinais de vida. Durante dois meses vivi na fornalha (

...

)"

"Em 18 de março a insurreição estourou (

),

não esperava mais lhe dar

reflexões sobre a sociedade e seu comportamento. Karl Marx, um dos

pensadores marcantes do século XIX, nas suas reflexões:

 

(Émile Zola - carta a Paul Cézanne)

 

A)

reconhecia a falta de justiça social, devido aos exageros do sistema capitalista que incentivava a exploração das classes desfavorecidas.

"Foi a primeira revolução proletária, o primeiro ensaio da ditadura do proletariado"

B)

defendia a necessidade de ampliar a intervenção do Estado na

europeus.

propunha a luta da sociedade para negar as mudanças sociais,

 

(Horácio Gonzáles )

C)

gestão da economia, a fim de pôr fim aos sistemas parlamentares

admitindo a volta aos princípios do mercantilismo.

O acontecimento do século XIX a que se referem as citações acima é:

  • A) o 18 Brumário de Luís Bonaparte.

  • B) a Revolução Francesa.

D)

restringia, às classes sociais urbanas, os planos de crescimento da

  • C) o Ensaio Geral.

  • D) a Comuna de Paris.

 

sociedade europeia e de uma melhor qualidade de vida

  • E) a Revolução de 1848

03.

Todas as alternativas apresentam ideias básicas do Socialismo

Científico, EXCETO:

A)

a classe operária é a força revolucionária que deve tomar o poder político;

  • 08. Até hoje se sonha com uma sociedade perfeita, justa e harmoniosa -

utópica. No século XIX, o Romantismo produziu muitas utopias, que influenciaram duas correntes ideológicas diferentes: o socialismo e o

 

B)

a ditadura do proletariado é a fase de transição para se alcançar

nacionalismo. A partir de 1848, tais idéias passaram para o campo concreto

  • A) a Comuna de Paris, a unificação da Alemanha e a Revolta dos

  • B) o ludismo, a independência da Grécia e a Guerra dos Cipaios.

 

o comunismo;

 

das lutas sociais na Europa. Já nas novas áreas de domínio colonial, o

 

C)

a evolução histórica é determinada pelo avanço da luta de classes;

nascente nacionalismo assumiu o caráter de luta contra a exploração e a presença estrangeira. Respectivamente, os movimentos que exemplificam

D)

a sociedade de cada época é determinada pelas condições

o homem é solidário com seus semelhantes, abrindo mão de

o socialismo, o nacionalismo na Europa e o nacionalismo contra o domínio

E)

econômicas;

europeu são

 

quaisquer privilégios.

Boxers.

04.

(…) a luta contra o capitalismo e a burguesia é inseparável da luta

  • C) a Internacional Socialista, a Revolução do Porto e a Guerra do

  • D) a Revolução Praieira, a independência da Bélgica e a Guerra dos

contra o Estado. Acabar com a classe que detém os meios de produção sem liquidar ao mesmo tempo com o Estado é deixar aberto o caminho

Ópio.

Bôeres.

para a reconstrução da sociedade de classes e para um novo tipo de exploração social.

  • E) o Cartismo, a unificação da Itália e a Revolução Meiji.

(Angel J. Capelletti, apud Adhemar Marques et alli, História contemporânea através de textos)

  • 09. “ … viam na propriedade comum desses meios a forma de viverem

O fragmento define parte do ideário

todos bem. Por isso, em suas sociedades visionárias, planejavam que os

 

A)

liberal.

muitos que executariam o trabalho viveriam com conforto e luxo, graças à

B)

anarquista.

propriedade dos meios de produção…”

C)

corporativista.

 

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS

AS IDEIAS SOCIAS E POLÍTICAS DO SÉCULO XIX E A COMUNA DE PARIS 8 ANO O

8 ANO

O texto refere-se a um pensamento que se desenvolveu nas primeiras décadas do século XIX, na Europa, característico do:

  • A) Maoísmo.

  • B) Stalinismo.

  • C) Sindicalismo.

  • D) Marxismo-leninismo.

  • E) Socialismo utópico.

  • 10. (PUC Minas) Na segunda metade do século XIX, surgiu o “Socialismo

científico”, cujo teórico mais importante foi Karl Heinrich Marx. São

elementos fundamentais do pensamento marxista, exceto:

  • A) o materialismo dialético.

  • B) a interpretação econômica da história.

  • C) o conceito de luta de classes.

  • D) a teoria da mais-valia.

  • E) o princípio de não-intervenção estatal.

  • 11. (FGV) Na distinção entre 'socialistas utópicos e socialistas científicos',

são representantes dos primeiros:

  • A) L.Bianc, R. Owen e M. Bakunin;

  • B) C. Fouder, Saint-Simom e F. Engels;

  • C) M. Bakunin, Proudhon e A. Bebel;

  • D) R. Owen, F. Engels e A. Bebel;

  • E) L. Blanc, Saint-Simom e Proudhon.

  • 12. (MACKENZIE) No século XIX, o mundo do trabalho fez surgir novas

perspectivas para a compreensão da sociedade contemporânea. O Manifesto Comunista (1848), de Marx e Engels, indica a mudança de concepções abstratas e utópicas sobre a sociedade, para outras mais concretas e combativas.

(Carlos Guilherme Mota)

Sobre Karl Marx e Friedrich Engels é INCORRETO afirmar.

  • A) A obra que sintetizou as suas teorias econômicas, sociais, políticas e culturais foi O Capital, que retomava a tradição do pensamento dialético, aprofundando-o na linha do Materialismo Histórico.

  • B) A sociedade capitalista é contraditória, uma vez que produz um trabalho excedente que jamais retorna ao trabalhador, isto é, a mais valia.

  • C) Formularam um socialismo de um novo tipo, baseado na concepção de que o capitalismo deve progressiva e pacificamente evoluir para o socialismo.

  • D) Criticavam os socialistas Saint-Simon, Charles Fourier e Robert Owen, que não se baseavam, como eles, num estudo científico da história para aprender as leis da sociedade e da economia.

  • E) As lutas de classes entre proprietários e trabalhadores eram percebidas por eles como uma contradição fundamental do sistema capitalista e que levariam à abolição da ordem burguesa e do Estado que sobre ela se sustentava.

  • 13. Os ideólogos dessa corrente acreditavam que marxistas, após terem

derrotado o capitalismo e tomado o poder, se tornariam os novos exploradores do proletariado. Uma vez conquistado o poder, eles se transformariam em uma minoria privilegiada de ex-trabalhadores que, com poder nas mãos, passariam a representar a si mesmos e a defender seus direitos de governar o povo. Para esses ideólogos, o Estado deveria ser destruído pelos trabalhadores imediatamente após a revolução proletária. Adaptado -- Flavio de Campos e Renan Garcia de Miranda

O texto apresenta algumas das principais preocupações dos:

  • A) Bolcheviques.

  • B) Socialistas.

  • C) Anarquistas.

  • D) Ludistas.

  • E) Sociais Democratas