Vous êtes sur la page 1sur 5

UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE

FACULDADE DE ECONOMIA
ANÁLISE E GESTÃO DE PROJECTOS
CURSO DE ECONOMIA & GESTÃO
( IIº SEMESTRE/2018 )

AULA PRÁTICA Nº 5
AVALIAÇÃO SOCIAL DE PROJECTOS

Exercício 1

O Fluxo de Exploração de um projecto, na óptica privada, é dado na tabela abaixo:

Descriçäo Optica Privada Optica Social

Fase de Implantaçäo
- Construçäo 200
- equipamento nacional 200
- equipamento importado 500
- mäo de obra qualificada 100
- outros 50
Total 1.050

Fase de Operaçäo
- receitas 3.000
- matéria prima nacional 1.500
- matéria prima importada 500
- mäo de obra näo qualificada 600
- impostos 200
- externalidades 0
Fluxo de Exploraçäo 200

 Determine o VAL e a TIR na Optica Financeira, assumindo uma taxa de desconto de


15%;
 Determine o VAL e a TIR na Optica Social tendo em consideraçäo os seguintes
pressupostos:

- a taxa de câmbio social é 25% mais elevada do que a taxa oficial;


- 20% da produçäo é colocada no mercado externo;
- o salário da mäo de obra näo qualificada é 10% inferior em relaçäo ao preço de mercado;
- existe uma externalidade nociva provocada pelo projecto cujos reparos säo estimados em
250:
- a taxa social de desconto é de 20%.

------------------------------------------------------------------------------------------------------- 1
LC&PM
 Faça a representaçäo gráfica do perfil do VAL nas duas ópticas;
 Elabore um relatório interpretativo do gráfico;
 Admita agora que a opçäo de exportaçäo foi posta de lado. Calcule de novo o VAL e a
TIR, optica social e mostre no gráfico o efeito no perfil do VAL.

Exercício 2

O Cash Flow de Exploração de dois projectos mutuamente exclusivos, na óptica privada, foi
estimado conforme tabela abaixo.

Para a óptica social, são considerados os seguites pressupostos básicos:

(i) a taxa social de câmbio é 20% mais elevada do que a taxa oficial;
(ii) o salário da mäo de obra näo qualificada é 30% inferior em relaçäo ao preço de
mercado;
(iii) a taxa social de desconto é de 20%;
(iv) as externalidades são consideradas nocivas em 700 para o projecto A e em 234 para o
projecto B.

Descriçäo Optica Privada Optica Social

Fase de Implantaçäo Projecto A Projecto B Projecto A Projecto


- Construçäo 100 500 B
- equipamento nacional 300 500
- equipamento importado 600 200
- mäo de obra qualificada 300 100
- outros 200 200

Total 1.500 1.500

Fase de Operaçäo
- receitas 6.000 5.000
- matéria prima nacional 1.000 800
- matéria prima importada 2.000 1.500
- mão de obra qualificada 1.000 800
- mäo de obra näo qualificada 800 1.500
- impostos 600 200
- externalidades 0 0

Fluxo de Exploraçäo 600 200

 determine o Cash Flow de Exploração Social para os 2 projectos alternativos;

------------------------------------------------------------------------------------------------------- 2
LC&PM
 determine o VAL e a TIR na Optica Privada, assumindo uma taxa de desconto de 15%, para
os 2 projectos alternativos;
 se o projecto fosse seu, em qual das duas alternativas faria o investimento? Fundamente a
sua opção;
 determine o VAL e a TIR na Optica Social, para os 2 projectos alternativos;
 represente gráficamente, o perfil do VAL de todas as alternativas e mostre a evolução
registada na transição da Optica Privada para a Optica Social;
 incorporando a Optica Social na avaliação global das duas alternativas, em qual delas
recomendaria o financiamento do investimento? Apresente todos os fundamentos que possam
ajudar na fortificação da sua recomendação.

Exercício 3

Para suprir as necessidades básicas da população rural do país, admita que foi realizada uma
pesquisa para a fabricação de um cereal altamente nutritivo – “cereal power”, à base de
mandioca, milho e outros aditivos, cujos resultados, em termos de Cash Flow, são os seguintes:

Descriçäo Optica Privada Optica Social


Fase de Implantaçäo
- construção 900
- equipamento nacional 500
- mão de obra não qualificada 400
- outros 0
Total 1.800
Fase de Operaçäo
- receitas 3.500
- matéria prima nacional 400
- matéria prima importada 100
- mão de obra näo qualificada 1.800
- impostos 1.100
- externalidades
Fluxo de Exploraçäo

Para testar a atractividade social desta iniciativa, foram consideradas as seguintes variáveis:

 a taxa de câmbio social é 30% mais elevada do que a taxa oficial;


 10% da produção será exportada;
 a mão de obra não qualificada tem um salário social de 20% inferior ao salário de
mercado;
 a taxa social de desconto é de 18% contra 15% da taxa de mercado;
 foram estimadas deseconomias na ordem de 800.

a. faça a representaçäo gráfica do perfil do VAL nas duas ópticas;


b. em não mais do que 10 linhas, faça um relatório interpretativo do gráfico obtido no número
anterior;

------------------------------------------------------------------------------------------------------- 3
LC&PM
c. com base nos resultados obtidos, proceda à geraçäo de alguns pontos de reflexäo que
confrontem as duas ópticas, tendo em conta, também, a natureza do produto a ser fabricado
e a composição dos elementos do Cash Flow de Exploração.

Exercício 4

Seu vizinho recebeu o ano passado uma herança. Ele veio ter consigo pedindo-lhe um conselho
sobre se deveria ou não investir num projecto que lhe pareceu aliciante ( fabrico de um cereal
altamente nutritivo – “cereal power”, à base de mandioca, milho e outros aditivos ), destinado a
suprir as necessidades básicas da população rural do país, após realização de um estudo
pormenorizado. Ele mostrou-lhe a informação abaixo:

Descriçäo Optica Privada Optica Social

Fase de Implantaçäo
- construção 800
- equipamento nacional 600
- mão de obra não qualificada 500
- outros 0

Total 1.900

Fase de Operaçäo
- receitas 3.600
- matéria prima nacional 500
- matéria prima importada 100
- mão de obra näo qualificada 1.900
- impostos 870
- externalidades 1.283

Fluxo de Exploraçäo

Para testar a atractividade social desta iniciativa, foram consideradas as seguintes variáveis:

 a taxa de câmbio social é 30% mais elevada do que a taxa oficial;


 10% da produção será exportada;
 a mão de obra não qualificada tem um salário social de 20% inferior ao salário de
mercado;
 a taxa social de desconto é de 15% contra 10% da taxa de mercado;

________________________________________________________________

------------------------------------------------------------------------------------------------------- 4
LC&PM
1. Faça a representaçäo gráfica do perfil do VAL nas duas ópticas.
2. Elabore um relatório interpretativo do gráfico obtido no número 1.
3. Admitindo que é defensor da óptica social:
3.1. explique, se aconselharia o seu vizinho a investir neste projecto;
3.2. formule uma crítica à óptica privada de análise de projectos (o mais completa possível),
sendo cada ideia em alínea separada [ a) b) c)..... ].
4. Em qual das duas ópticas o projecto é mais atractivo? Justifique

Exercício 5

Coloque-se na posição de Consultor. E de defensor da Óptica Privada. Está agora a ser


confrontado com dois projectos mutuamente exclusivos. Com base na informação abaixo
organizada, deve apresentar uma recomendação sobre qual Projecto ( A ou B ) deve ser
implementado.

 A taxa mínima de atractividade é de 10%;


 Explique o significado de cada resultado de cálculo que efectuar;
 Explique, todos os argumentos que lhe conduziram a optar ou pelo Projecto A ou pelo
Projecto B;
 Formule uma crítica à óptica social de análise de projectos (o mais completa
possível), sendo cada ideia em alínea separada [ a) b) c)..... ];

Descriçäo Projecto A Projecto B


Fase de Implantaçäo
- construção 1.100 1.000
- equipamento nacional 200 400
- equipamento importado 400 0
- mão de obra qualificada 300 100
- outros 0 0
Total 2.000 1.500
Fase de Operaçäo
- receitas 3.500 3.500
- matéria prima nacional 400 500
- matéria prima importada 100 0
- mão de obra qualificada 1.000 250
- mão de obra não qualificada 600 1.600
- impostos 1.000 1.000
- externalidades 200 0
Fluxo de Exploraçäo 200 150

------------------------------------------------------------------------------------------------------- 5
LC&PM