Vous êtes sur la page 1sur 3

COLÉGIO NOSSA SENHORA DO Ó

Ensino Fundamental I – 4º ano. Professor (a): ________________________________________________


Turma: ______ Data: __/__/2018
Aluno (a): _______________________________________________________________________________

GEOGRAFIA

Nesta aula vamos estudar sobre o nosso estado. Equador

 LOCALIZAÇÃO: o Pará fica na região Norte do Brasil. Cortado pela


linha do Equador.
A origem do nome Pará vem do termo pará, que significa rio-mar na
língua indígena tupi-guarani. Era como os índios denominavam o braço direito
do rio Amazonas, parecendo mais um mar do que um rio. Ao chegarem à região,
os portugueses deram primeiramente o nome de Feliz Luzitânia à terra, que foi
depois substituído pelo Grão-Pará
(grande rio), para finalmente, se tornar apenas Pará.

 FRONTEIRAS: norte – Suriname e Amapá; leste – Maranhão;


sul – Mato Grosso; oeste- Amazonas

É o segundo maior estado do país em superficie, mais de


16|% do territorio nacional ( o maior é o estado do Amazonas ), o que
representa mais de duas vezes o territorio da França.

 RELEVO: três influências: o planalto norte-amazônico, a


planície amazônica e o planalto sul-amazônico.
No planalto norte-amazônico estão localizados as serras de
Acarí e Tumucumaque com cerca de 850 metros de altitude. A planície Amazônica é caracterizada por uma faixa
sedimentar alongada e estreita. Nessa região corre o rio Amazonas. E no planalto sul-amazônico está a serra dos
Carajás. São retirados do local 35 milhões de toneladas de minério ao ano. Os principais produtos são: manganês,
ouro, cobre, bauxita e ferro, que são exportados para Alemanha, Espanha, França e Itália, além de outros.

 HIDROGRAFIA: A bacia hidrográfica do Pará é formada por mais de 20 mil quilômetros de rios extensos
e perenes, como rio Amazonas, que corta o estado no sentido leste/oeste e deságua num grande delta entre elas
está a Ilha do Marajó, maior ilha fluvio-marítima do Mundo, é cercada pelos rios Amazonas, Tocantins e pelo
Oceano Atlântico. A ilha de Marajó já foi habitada por diversos grupos indígenas, como os Aruã e Tapajós.
Estão também no Pará alguns dos mais importantes afluentes do Amazonas nessa região são o
Tapajós, Xingu e Curuá pela margem direita e Trombetas, Nhamundá e Jari pela margem esquerda.
.
 VEGETAÇÃO: no Pará é predominantemente comporta pela floresta Amazônica (floresta tropical pluvial).
Em mata de terra firme são encontradas as castanheiras, enquanto em áreas de mata de várzea, encontram-se as
seringueiras. No baixo planalto de Santarém, encontra-se uma área de Cerrado. Na Ilha do Marajó e nas várzeas
de alguns rios são encontrados campos limpos. Ao longo do litoral são encontrados mangues. A fauna, típica da
Amazônia, é riquíssima. Vários animais dessa região estão ameaçados.
de extinção, como o lobo guará, a ariranha, algumas espécies de tartarugas e o peixe-boi. O mesmo ocorre
com os peixes, pois a pesca na região é pouco fiscalizada, o que favorece a pesca predatória.

 CLIMA: O clima do estado é equatorial, ou seja, quente e úmido. As chuvas são constantes, com ausência
de estação de secas. O clima da região é marcado por duas estações: o verão, de julho a outubro (temperaturas
máximas próximas de 35°C); e o inverno, de novembro a junho (temperaturas mínimas próximas de 19°C). O
inverno é a estação das grandes chuvas. A temperatura média anual é de 26°C.

 MUNICIPIOS: Os 144 municípios do Pará possuem 8.366.628 habitantes, segundo as estimativas


populacionais dos municípios, com data de referência em 1º de julho de 2017, divulgado pelo Instituto Brasileiro
de Geografia e Estatística (IBGE).
De acordo com o levantamento, o Estado aumentou em 93.904 o número de residentes, o que equivale
a uma taxa de crescimento de 1,13% entre 2016 e 2017. Em todo o País, a taxa de aumento foi bem inferior, de
0,77%, resultando em 207.660.929 habitantes em 2017, ante 206.081.432 do ano passado.

 GENTÍLICO: quem nasce no Pará é paraense.

 PRINCIPAIS CIDADES: a capital Belém, Abaetetuba, Altamira, Ananindeua, Barcarena, Castanhal,


Itaituba, Marabá, Parauapebas, Redenção, Santarém e Tucuruí

 CAPITAL: a principal cidade do Pará é Belém, a


capital do estado, também conhecida como Cidade das
Mangueiras.
Belém foi fundada em 12 de janeiro de 1616,
com objetivo de servir como porto fluvial. A fundação
ocorreu após a expulsão dos franceses de São Luís, capital
do Maranhão. Com a fundação de Belém, os colonizadores
portugueses armaram uma estratégia para defender a região
de novas invasões.
Entre os destaques de Belém estão os mercados,
como o Mercado Municipal, onde são comercializadas
carnes; o Mercado de Ferro, que vende peixes e a feira Ver-
o-Peso.
Cartão postal de Belém, o Ver-o-Peso surgiu nos arredores da cidade, sendo famoso por oferecer os
mais diversos tipos de produtos, ervas e temperos.

 ECONOMIA: nossa economia é diversificada, baseia-se no extrativismo mineral e vegetal, na agricultura,


na pecuária e também na indústria.

1. No extrativismo vegetal tem a laranja, cana de açucar, o milho, a pimenta do reino, o arroz, a mandioca, o
cacau, o feijão, frutas silvestres, palmito e coco dendê
2. Na pecuária predomina a criação de galináceos, seguidos pelos bovinos, suinos, equinos e ainda os bubalinos.
3. Na area de mineração destaca-se o ferro, a bauxita, o manganês, o calcário, o ouro e o estanho.
4. Nas indústrias predominam no estado do Pará a alimenticia, madereira e de mineração.
 CULTURA: O patrimônio histórico, material e imaterial do Pará o fazem conhecido mundialmente. São
destacados o museu Emílio Goeldi, fundado em 1866, onde são realizados importantes estudos sobre a
biodiversidade da Amazônia. No local, além da exposição de animais e plantas típicos da floresta, há uma
biblioteca especializada na Amazônia.
Círio de Nazaré atrai milhares de devotos que participam da procissão que lembra os milagres
atribuídos a Nossa Senhora de Nazaré à Belém no mês de outubro. Além da demonstração de fé, o Círio representa
uma importante fonte de renda para o turismo religioso na região.

 CULINÁRIA: A culinária paraense é um revelador aspecto da cultura do estado. Os pratos têm influência,
principalmente, indígena. São utilizados peixes, frutos, ervas e legumes. A maniçoba e o tacacá também
representam a identidade da culinária paraense. Entre as bebidas, a mais conhecida é o açaí, rico em ferro. O fruto
está na base da alimentação da população local.

 O ESTADO DO PARÁ NA BANDEIRA BRASILEIRA: nosso estado é representado na


Bandeira Nacional acima da escrita “ Ordem e Progresso “

 SIGNIFICADO DA NOSSA BANDEIRA: nossa bandeira foi adotada na data de 10.04.1889 com o
significado de:

1- A faixa banca lembra o gigantesco rio Amazonas, por ter suas margens bem largas e extensas;
2- A estrela simboliza o destaque do Pará na linha equatorial vista na Bandeira Nacional;
3- O vermelho simboliza a força do sangue paraense, que ocorre nas veias como um verdadeiro espirito de luta
dando provas da dedicação dos patriotas nas causas da adesão do Pará à Independencia ( em 1823 ) e à Republica
( em 1889).

BRANCA VERMELHO

AZUL

Centres d'intérêt liés