Vous êtes sur la page 1sur 136

Curso

SIMOCODE PRO

Treinamentos
Agosto 2010
Capítulo 1 - Visão Geral

Capítulo 2 - Elementos de Hardware

Capítulo 3 - Blocos de Função

Treinamento
SIMOCODE PRO Capítulo 4 - Software SIMOCODE ES

Capítulo 5 - Comunicação

Anexo

Este documento foi produzido para fins de treinamento.


A WTech não se responsabiliza por seu conteúdo.

Neste documento são mencionados alguns nomes, marcas www.wtech.ind.br


logos e produtos cuja propriedade não é da WTech. A menção
é meramente ilustrativa, sem que haja qualquer interesse de
apropriação ou o uso indevido desses itens.

Versão 08/2010
Curso SIMOCODE PRO
WTech Automação

Capítulo 1 - Visão Geral


WTech Automação Página 1 Curso SIMOCODE PRO

Conteúdo Página

Introdução ..................................................................................... 2
Família SIMOCODE ......................................................................3
SIMOCODE PRO C ...................................................................... 4 - 6
SIMOCODE PRO V ...................................................................... 7 - 10
Software SIMOCODE ES ............................................................. 11 - 12
Equipamentos Auxiliares .............................................................. 13
Benefícios ..................................................................................... 14
Links Interessantes ....................................................................... 15
Exercício ....................................................................................... 16

Página 1-1
Introdução

- SIMOCODE é o acrônimo para “SIrius - MOtor Management and COntrol Devices”


SIRIUS - Gerenciamento de Motor e Controle de Dispositivos

- Basicamente consiste de um equipamento para gerenciamento e controle do Motor com


uma interface PROFIBUS DP

- SIMOCODE combina todas funções necessárias para partida do motor, somente o


chaveamento e mecanismos de proteção do circuito principal (Contatores, Disjuntores e
Fusíveis) são adicionalmente necessários

- SIMOCODE PRO é o sucessor do SIMOCODE DP, sendo mais compacto e possuindo


mais Módulos de Expansão

- SIMOCODE PRO é disponibilizado em dois tipos com diferentes funções:

- SIMOCODE PRO C (Compacto)


- SIMOCODE PRO V (Variável)

WTech Automação Página 2 Curso SIMOCODE PRO

Introdução
SIMOCODE é o acrônimo (ou sigla) para “Sirius - Motor Management and Control Devices”, ou
seja, é um produto da linha Sirius da Siemens, dedicado ao gerenciamento do motor e controle
de dispositivos.
Basicamente consiste de um equipamento para gerenciamento e controle do motor com uma
interface PROFIBUS DP para comunicação com Sistemas de Controle.

O SIMOCODE combina todas as funções necessárias para partida do motor, somente o


chaveamento e mecanismos de proteção do circuito principal (Contatores, Disjuntores e
Fusíveis) são adicionalmente necessários.

O SIMOCODE PRO que é o objeto deste curso, é o sucessor do SIMOCODE DP, sendo mais
compacto e possuindo mais Módulos de Expansão. Ele é disponibilizado em 2 modelos:

- SIMOCODE PRO C (Compacto),


- SIMOCODE PRO V (Variável).

Página 1-2
Família SIMOCODE
Recursos da Família SIMOCODE

SIMOCODE PRO C
Obsoleto
SIMOCODE DP

SIMOCODE PRO V

WTech Automação Página 3 Curso SIMOCODE PRO

Recursos da Família SIMOCODE


A figura acima mostra a família de produtos SIMOCODE.

A linha SIMOCODE PRO C é compacta e atende a maioria das aplicações. Este modelo limita-se à
utilização do Módulo de Medição de Corrente, Unidade Básica e Painel de Operação opcional.

A linha SIMOCODE DP não é mais disponibilizada para novas configurações e permitia também a
utilização de Módulos Digitais e Módulo de Fuga à Terra.

A linha SIMOCODE PRO V é variável, ou seja, permite variações de configuração através da


combinação de diversos tipos de Módulos de Expansão, selecionados conforme aplicação do
Usuário. Esta linha permite ainda, a utilização de Módulo de Temperatura e Módulo Analógico, além
dos Módulos Digitais e Módulo de Fuga à Terra.

As linhas SIMOCODE PRO C e SIMOCODE PRO V serão detalhadas neste curso.

Página 1-3
SIMOCODE PRO C
Vista Geral - SIMOCODE PRO C - Compacto

Unidade
Básica 1
Módulo Medição
de Corrente

Display de
Operação

WTech Automação Página 4 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO C
Conforme mencionado anteriormente, a linha SIMOCODE PRO C é compacta, permitindo apenas
os componentes abaixo:

- Módulo de Medição de Corrente,


- Unidade Básica 1, e
- Display de Operação (opcional).

Uma configuração do SIMOCODE PRO C pode ser visualizada acima.

Página 1-4
SIMOCODE PRO C
Características Gerais
- SIMOCODE PRO C é o sistema de gerenciamento de motores mais prático e econômico
de sua classe disponível no mercado
- Particularmente apropriado para migração de Partidas Convencionais para o conceito de
Partidas com Capacidade de Comunicação
- Para cada partida, SIMOCODE PRO C consiste em uma Unidade Básica e um Módulo
de Medição de Corrente separado
- Unidade Básica e Módulo de Medição de Corrente se conectam eletricamente com a
utilização de um Cabo de Conexão
- Unidade Básica e Módulo de Medição de Corrente podem ser encaixados um ao outro, ou
utilizados separadamente
- SIMOCODE PRO C suporta as seguintes funções de controle:
- Relé de Sobrecarga
- Partida Direta
- Partida Reversa
- Disjuntor de Caixa Moldada

WTech Automação Página 5 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO C - Características Gerais


O SIMOCODE PRO C é o sistema de gerenciamento de motores mais prático e econômico de sua
classe disponível no mercado.

É particularmente apropriado para migração de partidas convencionais para o conceito de


Partidas Convencionais com Capacidade de Comunicação.

Para cada circuito de partida de motor, o SIMOCODE PRO C consiste em uma Unidade Básica e
um Módulo de Medição de Corrente separado. A Unidade Básica e o Módulo de Medição de
Corrente se conectam através de um Cabo de Conexão apropriado.
A Unidade Básica e o Módulo de Medição de Corrente podem ser encaixados um ao outro, ou
montados separadamente.

O SIMOCODE PRO C suporta as seguintes funções de controle:

- Relé de Sobrecarga,
- Partida Direta,
- Partida Reversa,
- Disjuntor de Caixa Moldada.

Página 1-5
SIMOCODE PRO C
Componentes Básicos

Módulo de Medição
Unidade Básica 1
de Corrente
4 Entradas / 3 Saídas Digitais
Termistor 0,3 A - 630 A
Comunicação PROFIBUS DP
24 Vcc ou 110-240 Vca/cc

Módulo de Operação
5 Teclas / 10 LEDs

Cabo de Conexão
Em vários tamanhos
(até 2,5 m)

WTech Automação Página 6 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO C - Componentes Básicos


Os componentes básicos da série SIMOCODE PRO C são mostrados na figura acima.

Página 1-6
SIMOCODE PRO V
Vista Geral - SIMOCODE PRO V - Variável

Unidade Módulos de Display de


Básica 2 Expansão Operação
Módulo Medição
Corrente / Tensão

WTech Automação Página 7 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO V
Conforme mencionado anteriormente, a linha SIMOCODE PRO V é variável, permitindo variações
de configuração através da combinação de diversos tipos de Módulos de Expansão, selecionados
conforme aplicação do Usuário.

O SIMOCODE PRO V permite basicamente os seguintes componentes:

- Módulo de Medição de Corrente ou Módulo de Medição Tensão/Corrente,


- Unidade Básica 2,
- Display de Operação (opcional), e
- Módulos de Expansão (opcionais).

Uma configuração do SIMOCODE PRO V pode ser visualizada acima.

Página 1-7
SIMOCODE PRO V
Características Gerais

- SIMOCODE PRO V é o “irmão mais velho” do SIMOCODE PRO C

- Até cinco Módulos de Expansão podem ser adicionados => mais flexível

- SIMOCODE PRO V pode ser expandido com número exato de funções necessárias para
atender a aplicação:

- Possui diferentes Módulos de Expansão: E/S Digitais, Fuga à Terra, Temperatura e E/S
Analógicas

- Possui funções adicionais para Gerenciamento de Energia, utilizando Módulo de


Medição Tensão / Corrente, no lugar do Módulo de Medição de Corrente

WTech Automação Página 8 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO V - Características Gerais


O SIMOCODE PRO V pode ser considerado o “irmão mais velho” do SIMOCODE PRO C e permite até
5 módulos de expansão adicionais, dependendo da configuração.

O SIMOCODE PRO V pode ser expandido com o número exato de funções necessárias para atender a
determinada aplicação:

- Possui diferentes Módulos de Expansão: E/S Digitais, Fuga à Terra,


Temperatura e E/S Analógicas.

- Possui funções adicionais para Gerenciamento de Energia, utilizando o Módulo


de Medição Tensão / Corrente, no lugar do Módulo de Medição de Corrente.

Página 1-8
SIMOCODE PRO V
Características Gerais
- SIMOCODE PRO V suporta as seguintes funções de controle:
- Relé de Sobrecarga

- Partida Direta e Reversa

- Disjuntor de Caixa Moldada

- Partida Estrela-Triângulo, também com reversão no sentido de rotação

- Duas Velocidades com Motores com Mudança de Pólos, também com


reversão no sentido de rotação
- Duas Velocidades com Motores Dahlander, também com reversão no
sentido de rotação
- Atuação de Válvula Solenóide

- Atuação de Posicionador

- Comando de Soft Starter (Partida Suave), também com reversão no sentido de


rotação

WTech Automação Página 9 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO V - Características Gerais


O SIMOCODE PRO V suporta as seguintes funções de controle:

- Relé de Sobrecarga,
- Partida Direta,
- Partida Reversa,
- Disjuntor de Caixa Moldada,
- Partida Estrela-Triângulo,
- Partida Estrela-Triângulo com Reversão,
- Duas Velocidades via Comutação de Pólos,
- Duas Velocidades via Comutação de Pólos com Reversão,
- Duas Velocidades com Motores Dahlander,
- Duas Velocidades com Motores Dahlander com Reversão,
- Atuação de Válvula Solenóide,
- Atuação de Posicionador,
- Comando de Partida Suave (Soft Starter),
- Comando de Partida Suave (Soft Starter) com Reversão.

Página 1-9
SIMOCODE PRO V
Componentes Básicos
Unidade Básica 2
4 Entradas / 3 Saídas Digitais Módulo de Medição Módulo de Medição
Termistor de Corrente Corrente / Tensão
Comunicação PROFIBUS DP
24 Vcc ou 110-240 Vca/cc 0,3 A - 630 A 0,3 A - 630 A / 690 V

Módulo de Operação Cabo de Conexão


Display / 8 Teclas / 7 LEDs Em vários tamanhos
Módulos de Expansão (até 2,5 m)
- 4 Entradas / 2 Saídas (Digitais)
- 2 Entradas / 1 Saída (Analógicas
0/4 a 20 mA)
- 3 Sensores Temperatura
- Fuga à Terra

WTech Automação Página 10 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE PRO V - Componentes Básicos


Os componentes básicos da série SIMOCODE PRO V são mostrados na figura acima.

Página 1-10
Software SIMOCODE ES
- SIMOCODE ES é o principal software para parametrização, configuração e diagnóstico do
SIMOCODE PRO

- SIMOCODE ES é disponibilizado em três versões com diferentes funções:

- SIMOCODE ES - Versão Basic:


- Comunicação através de Interface Serial
- Comissionamento
- Parametrização e Operação

- SIMOCODE ES - Versão Standard:


- Comunicação através de Interface Serial
- Comissionamento
- Parametrização via Editor Gráfico
- Parametrização, Operação e Monitoramento
- Diagnóstico e Status de Controle
- Função Trace (função de Osciloscópio)
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN)

WTech Automação Página 11 Curso SIMOCODE PRO

Software SIMOCODE ES
O SIMOCODE ES é a principal ferramenta de software para parametrização, configuração e
diagnóstico do SIMOCODE PRO. Ele é disponibilizado em três versões, com diferentes funções:

- SIMOCODE ES - Versão Basic


Permite as seguintes funções:
- Comunicação através de interface serial,
- Comissionamento,
- Parametrização e Operação.

- SIMOCODE ES - Versão Standard


Permite as seguintes funções:
- Comunicação através de interface serial,
- Comissionamento,
- Parametrização via Editor Gráfico,
- Parametrização, Operação e Monitoramento,
- Diagnóstico e Status do Controle,
- Função Trace (função de osciloscópio),
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN).

Página 1-11
Software SIMOCODE ES

- SIMOCODE ES - Versão Premium:


- Comunicação através de Interface Serial e Interface PROFIBUS
- Comissionamento
- Parametrização via Editor Gráfico
- Parametrização, Operação e Monitoramento (via Serial ou PROFIBUS)
- Diagnóstico
- Roteamento via S7, Tele-service via MPI
- Função de grupo e modelo para parametrização
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN)
- Exportação de parâmetros
- Inclui Object Manager para STEP7

WTech Automação Página 12 Curso SIMOCODE PRO

- SIMOCODE ES - Versão Premium


É a versão mais completa, que permite as seguintes funções:
- Comunicação através de interface serial e interface PROFIBUS,
- Comissionamento,
- Parametrização via Editor Gráfico,
- Parametrização, Operação e Monitoramento (via serial ou PROFIBUS),
- Diagnóstico,
- Roteamento via S7, Tele-service via MPI,
- Função de grupo e modelo para parametrização,
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN),
- Exportação de parâmetros,
- Inclui Object Manager para STEP7 (pode ser chamado através da Configuração de
Hardware do STEP7).

Página 1-12
Equipamentos Auxiliares
- SIMOCODE PRO possui também alguns equipamentos auxiliares que facilitam sua configuração

Módulo de Memória
para Parametrização
- Permite parametrização rápida do SIMOCODE PRO
sem precisar de recursos ou equipamentos adicionais

Plug de Endereçamento
PROFIBUS

- Permite definir endereço PROFIBUS, sem a


necessidade de conectar um computador ao dispositivo

WTech Automação Página 13 Curso SIMOCODE PRO

Equipamentos Auxiliares
A linha de produtos SIMOCODE PRO possui também alguns equipamentos auxiliares que facilitam
a sua configuração, são eles:

- Módulo de Memória para Parametrização: permite a parametrização rápida


do SIMOCODE PRO, sem precisar de recursos ou equipamentos adicionais.

- Plug de Endereçamento PROFIBUS: permite definir o endereço PROFIBUS


do SIMOCODE PRO, sem a necessidade de conectar um computador ao
dispositivo que está sendo endereçado.

Outros acessórios são disponíveis e serão mostrados no Capítulo 2 - Elementos de Hardware.

Página 1-13
Benefícios
- A utilização do SIMOCODE PRO apresenta muitos benefícios ao Usuário:

WTech Automação Página 14 Curso SIMOCODE PRO

Benefícios
A utilização do SIMOCODE PRO traz muitos benefícios aos Usuários, conforme mostrado abaixo:

Usuário: Fabricantes de Painéis


- Economia de espaço e redução de custos, pois utiliza menos componentes;
- Redução de mão de obra, pois utiliza menos fiação e acessórios;
- Configuração flexível, atendendo diversas aplicações.

Usuário: Manutenção e Integradores


- Circuito elétrico simplificado;
- Diagnóstico mais detalhado, através de software;
- Configuração via software (programação);
- Automação configurável, podendo funcionar independente do Sistema de Controle;
- Conectividade para integração total com Sistemas de Controle.

Usuário: Operação e Controle de Processo


- Proteção total para os motores e processo;
- Informações e diagnósticos para Operação e Supervisão;
- Maior disponibilidade para a planta, em função da agilidade na solução de problemas.

Página 1-14
Links Interessantes

Maiores informações sobre o SIMOCODE PRO, bem como documentação técnica adicional,
podem ser encontradas nos links abaixo:

- Site sobre SIMOCODE PRO – Siemens Alemanha: http://www.siemens.com/simocode

- Site sobre SIMOCODE PRO - Siemens Brasil: http://www.siemens.com.br/simocode

- Link para download do Manual do SIMOCODE PRO:


http://support.automation.siemens.com/WW/view/en/20017780

- Link para download do SIMOCODE ES 2007 + SP1:


http://support.automation.siemens.com/WW/view/en/28368473

- Link para download do Hotfix 1 para SIMOCODE ES 2007 + SP1:


http://support.automation.siemens.com/WW/view/en/31916714

WTech Automação Página 15 Curso SIMOCODE PRO

Links Interessantes
Na ilustração acima são listados vários links com maiores informações sobre o SIMOCODE
PRO, bem como para download do software SIMOCODE ES.

Página 1-15
Exercício

Exercícios

Instalando o programa SIMOCODE ES no computador

WTech Automação Página 16 Curso SIMOCODE PRO

Exercício: Instale o programa SIMOCODE ES Premium no computador.

Página 1-16
Curso SIMOCODE PRO
WTech Automação

Capítulo 2 - Elementos de Hardware


WTech Automação Página 1 Curso SIMOCODE PRO

Conteúdo Página

Introdução ..................................................................................... 2
Unidade Básica (BU) .................................................................... 3 - 4
Painel de Operação (OP) ..............................................................5
Painel de Operação com Display (OPD) ...................................... 6
Módulo Medição de Corrente (IM) ................................................ 7
Módulo Medição Tensão/Corrente (UM) ...................................... 8
Módulo de Desacoplamento ......................................................... 9
Módulos de Expansão ...................................................................10
Módulo Digital (DM) ...................................................................... 11 - 12
Módulo Analógico (AM) .................................................................13
Módulo Detecção Fuga à Terra (EM) ............................................14
Módulo de Temperatura (TM) ....................................................... 15
Acessórios .....................................................................................16 - 17
Exercício ....................................................................................... 18

Página 2-1
Introdução
- SIMOCODE PRO é um sistema de gerenciamento de motores flexível e modular, para
motores de baixa tensão e velocidade constante

- SIMOCODE PRO combina as seguintes funções:

- Proteção eletrônica multifuncional de motores, independente do sistema de controle


(PLC, SDCD, etc.)

- Configurações de comando integradas, substituindo a fiação excessiva de Circuito de


Partidas Convencionais

- Dados detalhados de operação, serviço e diagnóstico

- Protocolo aberto de comunicação PROFIBUS DP (padrão em redes industriais)

- SIMOCODE PRO agrega recursos práticos e avançados às funções habituais que um Circuito
de Partida de Motor necessita

- Os Elementos de Hardware necessários para implementar as funções acima serão descritos


neste capítulo

WTech Automação Página 2 Curso SIMOCODE PRO

Introdução
O SIMOCODE PRO é um sistema de gerenciamento de motores flexível e modular, para
motores de baixa tensão e velocidade constante.

Ele otimiza a conexão entre o Sistema de Controle e o Circuito de Partida de Motores,


aumentando a disponibilidade da planta e, ao mesmo tempo, proporcionando significativas
reduções de custos no que diz respeito ao planejamento, comissionamento e operação do
processo.

O SIMOCODE PRO combina as seguintes funções:

- Proteção eletrônica multifuncional de motores, independente do sistema de controle;


- Configurações de comando integradas, em substituição ao cabeamento excessivo de
dispositivos;
- Dados detalhados de operação, serviço e diagnóstico;
- Protocolo aberto de comunicação PROFIBUS DP (padrão em redes industriais).

Em resumo, agrega não somente todas as funções habituais que um Circuito de Partida de
Motor necessita, mas também recursos práticos e avançados - indo além do que se poderia
implementar convencionalmente.

Os Elementos de Hardware necessários para configuração do SIMOCODE PRO serão


apresentados neste capítulo

Página 2-2
Unidade Básica (BU)
Características Gerais
BU1
- Unidades Básicas (BU) são componentes fundamentais do sistema
SIMOCODE PRO

- Unidades Básicas são sempre necessárias na configuração

- Características Físicas:
- Possuem mesmo encapsulamento com largura de 45 mm
- São equipadas com terminais de encaixe para trilho DIN 35 mm
BU2
- Unidade Básica 1 (BU1) é utilizada com a série SIMOCODE PRO C
(com Módulo Medição de Corrente e Display de Operação opcional)

- Unidade Básica 2 (BU2) é utilizada com a série SIMOCODE PRO V


(com Módulo de Medição de Corrente ou Medição Tensão/Corrente,
Display de Operação opcional e Módulos de Expansão opcionais)

WTech Automação Página 3 Curso SIMOCODE PRO

Unidades Básicas (BU)


As Unidades Básicas (BU) são componentes fundamentais do sistema SIMOCODE PRO e são
sempre requeridas em sua configuração.

Elas possuem um encapsulamento padronizado com a largura de 45 mm e são equipadas com


terminais de encaixe apropriados para utilização em trilhos DIN de 35 mm.

A Unidade Básica 1 (BU1) é utilizada com a série SIMOCODE PRO C, em combinação com um
Módulo de Medição de Corrente (IM) e um Display de Operação (OP) opcional.

A Unidade Básica 2 (BU2) é utilizada com a série SIMOCODE PRO V, em combinação com um
Módulo de Medição de Corrente (IM) ou Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM), um Display
de Operação (OP ou OPD) opcional, e ainda Módulos de Expansão opcionais.

Página 2-3
Unidade Básica (BU)
Terminais Superiores
Terminais Superiores
1 Comum - Saídas Relé OUT1 e OUT2
2 Saída Relé - OUT1
3 Saída Relé - OUT2
4 Entrada Digital - IN3
5 Entrada Digital - IN4
T2 Conexão para Termistor (PTC) LEDs

6 Saída Relé - OUT3 Conexão


Outros Módulos
7 Saída Relé - OUT3
8 24 Vcc para Entradas Digitais IN1 a IN4
9 Entrada Digital - IN1
Botão Teste
10 Entrada Digital - IN2
/ Reset
T1 Conexão para Termistor (PTC) Conexão
PROFIBUS DP
Terminais Inferiores
A1 Pino 1 - Fonte de Alimentação
A2 Pino 2 - Fonte de Alimentação
A PROFIBUS DP - Linha de Dados A
B PROFIBUS DP - Linha de Dados B
SPE/PE Terra Terminais Inferiores

WTech Automação Página 4 Curso SIMOCODE PRO

A figura acima apresenta a vista frontal de uma Unidade Básica e os seus diversos componentes. Os
terminais de ligação superiores e inferiores estão detalhados nesta ilustração. Podem ser também
visualizados os conectores para os Módulos de Expansão e para comunicação na rede PROFIBUS
DP.

A Unidade Básica possui três LEDs de sinalização:


- LED Device: para indicação do estado do dispositivo,
- LED BUS: para mostrar o estado da comunicação PROFIBUS,
- LED Gen. Fault: para indicação de falhas no alimentador do motor.
Maiores informações podem ser encontradas no Manual do SIMOCODE PRO (Capítulo 14.2.3 -
“Diagnosis via LED Display”).

O botão Test / Reset habilita o dispositivo a ser resetado após uma falha, ou ainda, testar o
dispositivo / circuito de partida com ou sem o desligamento do controle do contator.
Se um Módulo de Memória ou Plug de Endereçamento está conectado ao dispositivo, o SIMOCODE
PRO pode ser parametrizado ou o endereço PROFIBUS alterado via Botão Test / Reset.
Maiores informações podem ser encontradas no Manual do SIMOCODE PRO (Capítulo 14.2.2 -
“Setting the PROFIBUS DP Address” e Capítulo 14.3.2 - “Securing and Saving Parameters”).

Página 2-4
Painel de Operação (OP)
Características Gerais

- Painel de Operação (OP) é instalado geralmente na porta de


painéis (por exemplo: CCMs)

- Pode ser utilizado com SIMOCODE PRO C e SIMOCODE PRO V

OP - Alimentação do OP é fornecida pela própria Unidade Básica (BU)

- Possui 5 teclas, sendo 4 teclas livremente parametrizáveis

- Possui 10 LEDs, sendo 7 LEDs livremente parametrizáveis

- Pode ser conectado à Unidade Básica ou Módulo de Expansão através de interface traseira

- Um PC, Módulo de Memória ou Plug de Endereçamento podem ser conectados ao


SIMOCODE através da interface frontal do OP

WTech Automação Página 5 Curso SIMOCODE PRO

Painel de Operação (OP)


O Painel de Operação (OP) é freqüentemente instalado no frontal de painéis elétricos, geralmente
em Centro de Controle de Motores (CCM).
Este modelo de Painel de Operação pode ser utilizado tanto com o SIMOCODE PRO C, quanto com
o SIMOCODE PRO V.

Ele pode ser conectado à Unidade Básica (BU) ou a algum Módulo de Expansão via interface
existente na sua parte traseira. Possui também uma interface na parte frontal, onde pode ser
conectado um computador (PC), Módulo de Memória ou Plug de Endereçamento.

O Painel de Operação possui ainda 5 teclas, sendo que 4 teclas são livremente parametrizáveis pelo
Usuário. Apresenta também 10 LEDs para sinalização, dos quais 7 são também livremente
parametrizáveis.

A alimentação do Painel de Operação é fornecida pela própria Unidade Básica conectada a ele.

Página 2-5
Painel de Operação com Display (OPD)
Características Gerais
- Painel de Operação com Display (OPD) é instalado geralmente na porta
de painéis (por exemplo: CCMs)
- Pode ser utilizado apenas com SIMOCODE PRO V

- Alimentação do OPD é fornecida pela própria Unidade Básica 2 (BU2)

- Possui 4 teclas livremente parametrizáveis para controlar o motor

- Possui 4 teclas para navegação nos menus do display, sendo 2 teclas com
OPD várias funções (softkeys)

- Possui 1 display gráfico

- Possui 7 LEDs, sendo 4 LEDs livremente parametrizáveis

- Pode ser conectado à Unidade Básica ou Módulo de Expansão através de interface traseira

- Um PC, Módulo de Memória ou Plug de Endereçamento podem ser conectados ao


SIMOCODE através da interface frontal do OPD

- OPD não pode ser removido ou conectado durante operação

WTech Automação Página 6 Curso SIMOCODE PRO

Painel de Operação com Display (OPD)


O Painel de Operação com Display (OPD) é também instalado no frontal de painéis elétricos,
geralmente em Centro de Controle de Motores (CCM).
Entretanto, este modelo pode ser utilizado apenas com a série SIMOCODE PRO V.

Ele também pode ser conectado à Unidade Básica (BU) ou a algum Módulo de Expansão via
interface existente na sua parte traseira. Possui ainda uma interface na parte frontal, onde pode ser
conectado um computador (PC), Módulo de Memória ou Plug de Endereçamento.

Este equipamento, diferentemente do modelo apresentado anteriormente, possui 1 display gráfico.


Possui também 4 teclas livremente parametrizáveis pelo Usuário e 4 teclas para navegação nos
menus do display, sendo 2 teclas com várias funções (softkeys). Apresenta ainda 7 LEDs para
sinalização, dos quais 4 são livremente parametrizáveis.

A alimentação do Painel de Operação com Display também é fornecida pela própria Unidade Básica
conectada a ele.

Observações:
- O Painel de Operação com Display não pode ser removido ou conectado durante a operação.

- A utilização do Painel de Operação com Display altera a quantidade e o tipo de Módulos de


Expansão que podem ser conectados à Unidade Básica. Maiores informações podem ser
encontradas no Manual do SIMOCODE PRO (Capítulo 1.7.8).

Página 2-6
Módulo Medição de Corrente (IM)
Características Gerais

- Módulo de Medição de Corrente (IM) pode ser utilizado


com SIMOCODE PRO C e SIMOCODE PRO V

- IM deve ser selecionado de acordo com a corrente de


placa do motor

- Módulos de Medição de Corrente cobrem faixa de 0,3 A


até 630 A (utilizando transformadores chegam até 820 A)

- Alimentação do IM é fornecida pela própria Unidade


IM Básica, através do cabo de conexão entre eles

- IMs até 100 A podem ser fixados normalmente em trilho DIN

- IMs de 200 A podem também ser fixados em trilho DIN ou diretamente sobre placa de
montagem (4 furos de fixação)

- IMs de 630 A podem ser fixadas apenas sobre placa de montagem (2 furos de fixação)

WTech Automação Página 7 Curso SIMOCODE PRO

Módulo de Medição de Corrente (IM)


O Módulo de Medição de Corrente (IM) pode ser usado com o SIMOCODE PRO C e SIMOCODE PRO
V, e é utilizado para monitoração da corrente do sistema.

Este módulo é selecionado de acordo com a corrente de placa do motor e os Módulos de Medição de
Corrente existentes cobrem a faixa de 0,3 A até 630 A, podendo alcançar até 820 A, com a utilização de
transformadores.

A alimentação do Módulo de Medição de Corrente é fornecida pela própria Unidade Básica, através do
cabo de conexão entre eles.

Os Módulos de Medição de Corrente até 100 A podem ser fixados normalmente em trilho DIN.
Os Módulos de Medição de Corrente de 200 A também podem ser fixados em trilho DIN, ou ainda,
fixados diretamente sobre a placa de montagem, através de 4 furos de fixação.
Já os Módulos de Medição de Corrente de 630 A somente podem ser fixados sobre a placa de
montagem através de 2 furos de fixação.

Página 2-7
Módulo Medição Tensão/Corrente (UM)
Características Gerais

- Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM) pode ser


utilizado apenas no SIMOCODE PRO V

- Módulo de Medição Tensão/Corrente permite também:

- Monitorar tensões até 690 V


- Calcular e monitorar Fator de Potência
- Monitorar seqüência de fases

- Alimentação do UM também é fornecida pela própria


UM Unidade Básica, através do cabo de conexão entre eles

- UMs até 100 A podem ser fixados normalmente em trilho DIN

- UMs de 200 A podem também ser fixados em trilho DIN ou diretamente sobre placa de
montagem (4 furos de fixação)
- UMs de 630 A podem ser fixadas apenas sobre placa de montagem (2 furos de fixação)

WTech Automação Página 8 Curso SIMOCODE PRO

Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM)


O Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM) pode ser usado apenas com o SIMOCODE PRO V,
e é utilizado para as seguintes funções:
- Monitoração da corrente do sistema,
- Monitoração de tensões até 690 V,
- Calcular e monitorar o Fator de Potência,
- Monitorar seqüência de fases,
- etc.

Os Módulos de Medição Tensão/Corrente cobrem também a faixa de 0,3 A até 630 A e a sua
alimentação também é fornecida pela própria Unidade Básica, através do cabo de conexão entre
eles.

Os Módulos de Medição Tensão/Corrente até 100 A podem ser fixados normalmente em trilho
DIN.
Os Módulos de Medição Tensão/Corrente de 200 A também podem ser fixados em trilho DIN, ou
ainda, fixados diretamente sobre a placa de montagem, através de 4 furos de fixação.
Já os Módulos de Medição Tensão/Corrente de 630 A somente podem ser fixados sobre a placa
de montagem através de 2 furos de fixação.

Página 2-8
Módulo de Desacoplamento
Características Gerais

- Módulo de Desacoplamento pode ser utilizado somente no


SIMOCODE PRO V

- Deve ser usado nas aplicações onde se utilize Módulo de Medição


Tensão/Corrente (UM) em sistemas não aterrados

- Utilização deste módulo altera quantidade e tipo de Módulos de


Expansão que podem ser conectados à Unidade Básica 2 (BU2)

WTech Automação Página 9 Curso SIMOCODE PRO

Módulo de Desacoplamento
Ao medir tensão e potência com SIMOCODE PRO V em sistemas não aterrados, cada Módulo de
Medição Tensão/Corrente (UM) deve possuir um Módulo de Desacoplamento conectado
serialmente a ele.

O Módulo de Desacoplamento pode ser utilizado somente no SIMOCODE PRO V.

Observação:
- A utilização deste módulo altera a quantidade e o tipo de Módulos de Expansão que podem ser
conectados à Unidade Básica 2 (BU2). Maiores informações podem ser encontradas no Manual do
SIMOCODE PRO (Capítulo 1.7.8).

Página 2-9
Módulos de Expansão
Características Gerais

- Módulos de Expansão são opcionais apenas para o SIMOCODE PRO V

- Seguintes módulos são disponibilizados:


- Módulo Digital (DM)

DM AM - Módulo Analógico (AM)


EM TM - Módulo Detecção de Fuga à Terra (EM)

- Módulo de Temperatura (TM)

- Todos os Módulos de Expansão tem o mesmo encapsulamento com largura de 22,5 mm

- São equipados com 2 interfaces (Entrada e Saída) para interconexão dos módulos

WTech Automação Página 10 Curso SIMOCODE PRO

Módulos de Expansão
Os Módulos de Expansão são opcionais apenas para os dispositivos da série SIMOCODE PRO V.
Os seguintes Módulos de Expansão são disponibilizados:

- Módulo Digital (DM): módulo com entradas e saídas digitais;


- Módulo Analógico (AM): módulo com entradas e saída analógicas 0/4-20
mA;
- Módulo Detecção de Fuga à Terra (EM);
- Módulo de Temperatura (TM): módulo com entradas analógicas para
monitoração de temperatura.

Todos os Módulos de Expansão têm o mesmo encapsulamento com a largura de 22,5 mm e são
equipados com 2 interfaces (Entrada e Saída) para interconexão dos módulos.

A figura acima mostra um exemplo de Módulo de Expansão.

Página 2-10
Módulo Digital (DM)
Características Gerais
- Módulos Digitais (DM) oferecem possibilidade de aumentar os tipos e a quantidade de
Entradas e Saídas Digitais na Unidade Básica 2 (BU2)

- Seguintes Módulos Digitais são disponibilizados:

Entradas Digitais Tensão da Entrada Saídas Digitais


4 24 Vcc, Externo 2 Saídas Relé - Monoestável
4 110...240 Vca/cc, Externo 2 Saídas Relé - Monoestável
4 24 Vcc, Externo 2 Saídas Relé - Biestável
4 110...240 Vca/cc, Externo 2 Saídas Relé - Biestável

- Na versão Monoestável, a saída à relé é aberta na falta de alimentação, enquanto na


versão Biestável, o estado do relé permanece intacto

- No máximo, 2 Módulos Digitais podem ser conectados à Unidade Básica 2 (BU2)

- Portanto, SIMOCODE PRO V pode conter no máximo, 12 Entradas Digitais e 7 Saídas Digitais

WTech Automação Página 11 Curso SIMOCODE PRO

Módulo Digital (DM)


Os Módulos Digitais (DM) oferecem a possibilidade de aumentar os tipos e a quantidade de Entradas
e Saídas Digitais na Unidade Básica 2 (BU2) do SIMOCODE PRO V.

A figura acima apresenta os vários tipos de Módulos Digitais disponibilizados.

No caso da versão Monoestável, as saídas à rele abrem após o desligamento / falha / interrupção da
fonte de alimentação. Com a versão Biestável, o estado das saídas à relé permanece intacto,
mesmo após o desligamento / falha / interrupção da fonte de alimentação.

É importante ressaltar que no máximo, 2 Módulos Digitais podem ser conectados à Unidade
Básica 2 (BU2). Com isto, o SIMOCODE PRO V pode conter no máximo, 12 Entradas Digitais e 7
Saídas Digitais.

Observações:
- Quando 2 Módulos Digitais são utilizados, o módulo conectado mais próximo da Unidade Básica
através do sistema de interface é identificado como Módulo Digital 1. O Módulo Digital posterior será
identificado como Módulo Digital 2.

- Caso um Módulo Digital seja conectado através da interface frontal da Unidade Básica, e outro
Módulo Digital seja conectado pela interface inferior, o módulo conectado pela interface frontal será
identificado como Módulo Digital 1.

Página 2-11
Módulo Digital (DM)
Características Gerais
Terminais Superiores

Terminais Esquema de Ligação


Terminais Superiores
20 Comum - Saídas Relé OUT1 e OUT2
21 Saída Relé - OUT1
22 Saída Relé - OUT2
23 Entrada Digital - IN1
Conexão outros
24 Entrada Digital - IN2 Módulos
25 N/M Comum - Entradas Digitais
Terminais Inferiores
26 Entrada Digital - IN3
27 Entrada Digital - IN3
PE Terra

Terminais Inferiores

WTech Automação Página 12 Curso SIMOCODE PRO

A figura acima apresenta a vista frontal de um Módulo Digital (DM) e os seus diversos componentes.
Os terminais de ligação superiores e inferiores estão detalhados nesta ilustração, bem como a
identificação do conector para interligação com outros Módulos de Expansão.
O esquema de ligação das Entradas e Saídas Digitais no Módulo Digital também é mostrado na
figura acima.

Página 2-12
Módulo Analógico (AM)
Características Gerais

- Módulo Analógico (AM) permite expandir Unidade Básica 2 (BU2) com Entradas e Saída
Analógicas

- Módulo Analógico possui 2 Entradas Analógicas (passivas) em 0/4 mA a 20 mA e 1 Saída


Analógica em 0/4 mA a 20 mA

- Com isto, SIMOCODE PRO V consegue medir e monitorar qualquer variável de processo que
possa ser fornecida em 0/4 mA a 20 mA

- Somente 1 Módulo Analógico pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2)

WTech Automação Página 13 Curso SIMOCODE PRO

Módulo Analógico (AM)


O Módulo Analógico (AM) permite expandir a Unidade Básica 2 (BU2) com Entradas e Saída
Analógicas.

Este módulo possui 2 Entradas Analógicas (passivas) em 0/4 mA a 20 mA e 1 Saída Analógica em


0/4 mA a 20 mA. Com isto, o SIMOCODE PRO V consegue medir e monitorar qualquer variável de
processo que possa ser fornecida em 0/4 mA a 20 mA.

Somente 1 Módulo Analógico pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2).

Página 2-13
Módulo Detecção Fuga à Terra (EM)
Características Gerais

- Módulo de Detecção de Fuga à Terra (EM) é utilizado em sistemas aterrados com alta
impedância, onde seja necessário monitorar Fuga à Terra através de pequenas correntes

- Neste caso é utilizado um transformador toroidal (3UL22) que permite o ajuste e


verificação de correntes de 0,3 A , 0,5 A e 1 A

- A detecção de Fuga à Terra pode ser realizada pelos Unidades Básicas BU1 e BU2 através
do Módulo de Medição de Corrente (IM) e do Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM),
entretanto com limitações (Detecção de Fuga à Terra Interna)

- Apenas na Unidade Básica BU2 é possível colocar um modulo de expansão específico


com a funcionalidade de Detecção de Fuga à Terra (Detecção de Fuga à Terra Externa)

- Somente 1 Módulo de Detecção de Fuga à Terra pode ser utilizado no SIMOCODE PRO V

WTech Automação Página 14 Curso SIMOCODE PRO

Módulo de Detecção de Fuga à Terra (EM)


O Módulo de Detecção de Fuga à Terra (EM) é utilizado em sistemas aterrados com alta impedância,
onde seja necessário monitorar Fuga à Terra através de pequenos níveis de corrente. Neste caso, é
utilizado um transformador toroidal (3UL22) que permite o ajuste e a verificação de correntes de
0,3 A, 0,5 A e 1 A.

É importante lembrar que a detecção de Fuga à Terra pode ser realizada pelas Unidades Básicas
BU1 e BU2 através do Módulo de Medição de Corrente (IM) e do Módulo de Medição
Tensão/Corrente (UM), entretanto com limitações. Este modo de detecção é referenciado como
Detecção de Fuga à Terra Interna.

Apenas na Unidade Básica 2 (BU2) é possível colocar um módulo de expansão específico com a
funcionalidade de Detecção de Fuga à Terra. Este modo de detecção é referenciado como Detecção
de Fuga à Terra Externa.

Somente 1 Módulo de Detecção de Fuga à Terra pode ser utilizado no SIMOCODE PRO V.

Página 2-14
Módulo de Temperatura (TM)
Características Gerais

- Módulo de Temperatura (TM) permite expandir a Unidade Básica 2 (BU2) com entradas para
monitoração de temperatura

- Além do Termistor que pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2), até 3 sensores
analógicos de temperatura (2 ou 3 fios) podem ser utilizados através do Módulo de Temperatura

- SIMOCODE PRO V permite vários tipos de sensor (NTC, KTY83/84, PT100 e PT1000) para
monitoração de temperatura em diferentes meios físicos

- O mesmo tipo de sensor deve ser utilizado nas 3 entradas do Módulo de Temperatura

- Somente 1 Módulo de Temperatura pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2)

WTech Automação Página 15 Curso SIMOCODE PRO

Módulo de Temperatura (TM)


O Módulo de Temperatura (TM) permite expandir a Unidade Básica 2 (BU2) com entradas para
monitoração de temperatura.

Além do Termistor que pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2), até 3 sensores analógicos de
temperatura de 2 ou 3 fios podem ser utilizados através do Módulo de Temperatura .

O SIMOCODE PRO V permite vários tipos de sensor , como por exemplo, NTC, KTY83/84, PT100 e
PT1000, para monitoração de temperatura em diferentes meios físicos. É importante ressaltar que o
mesmo tipo de sensor deve ser utilizado nas 3 entradas do Módulo de Temperatura.

Somente 1 Módulo de Temperatura pode ser conectado à Unidade Básica 2 (BU2) do SIMOCODE
PRO V.

Página 2-15
Acessórios

- Cabo PC: para parametrização do dispositivo, através de


comunicação serial entre PC e SIMOCODE PRO

- Plug de Endereçamento: para alterar o endereço PROFIBUS DP


do SIMOCODE PRO

- Módulo de Memória: para conectar na interface do sistema e


realizar uma leitura rápida dos parâmetros do SIMOCODE (Backup)

- Proteção para Interface: para proteger e/ou selar as interfaces do


sistema contra sujeira

WTech Automação Página 16 Curso SIMOCODE PRO

Acessórios
Os acessórios apresentados a seguir são independentes da série do SIMOCODE PRO:

- Cabo PC: é utilizado para parametrização do dispositivo, através de comunicação serial entre o
computador (PC) e o SIMOCODE PRO.

- Plug de Endereçamento: é utilizado para definir e alterar o endereço PROFIBUS DP do


SIMOCODE PRO.

- Módulo de Memória: é utilizado para realização de Backup dos parâmetros do dispositivo. É


conectado à interface do sistema e realiza uma leitura rápida dos parâmetros do SIMOCODE. Os
dados armazenados no Módulo de Memória podem ser transferidos para outro SIMOCODE.

- Proteção para Interface: tampa ou cobertura utilizada para proteger e/ou selar as interfaces do
sistema contra sujeira.

Página 2-16
Acessórios

- Adaptador para Painel de Operação: permite encaixar OP 3UF720


(SIMOCODE PRO) no recorte existente no painel aonde estava instalado
um OP 3UF52 (SIMOCODE DP)

- Pode ser utilizado para substituir um OPD 3UF721 por um OP 3UF720

- Adaptador de Porta: para facilitar o acesso à interface do SIMOCODE


PRO através da porta do painel

- Cabos de Conexão: com diferentes comprimentos


(2,5 cm / 10 cm / 0,5 m / 2,5 m) para conexão da
BU, IM, UM, OP, OPD e demais módulos de
expansão (não devem ultrapassar 3 m)

WTech Automação Página 17 Curso SIMOCODE PRO

Acessórios
- Adaptador para Painel de Operação: este adaptador permite encaixar um Painel de Operação
(OP) 3UF720 (SIMOCODE PRO) em um recorte existente no painel, aonde estava instalado
anteriormente um Painel de Operação (OP) 3UF52 (SIMOCODE DP). Pode ser utilizado também
para substituir um Painel de Operação com Display (OPD) 3UF721 por um Painel de Operação (OP)
3UF720.

- Adaptador de Porta: utilizado para facilitar o acesso do Usuário à interface do SIMOCODE PRO
através da porta do painel.

- Cabos de Conexão: são utilizados cabos com diferentes comprimentos (2,5 cm / 10 cm / 0,5 m /
2,5 m) para conexão da Unidade Básica (BU) com o Módulo de Medição de Corrente (IM) ou Módulo
de Medição Tensão/Corrente (UM), Painel de Operação (OP) ou Painel de Operação com Display
(OPD) e demais módulos de expansão. O comprimento total não deve ultrapassar 3 m.

Página 2-17
Exercício

Exercícios

Especifique uma configuração de SIMOCODE PRO

WTech Automação Página 18 Curso SIMOCODE PRO

Exercício: Especifique uma configuração de SIMOCODE PRO para as seguintes aplicações.

Aplicação 1 - Controle de Motor para Partida Direta, com os seguintes dados:


- Corrente de placa do motor: 5 A
- Prever Painel de Operação para comando local

Aplicação 2 - Controle de Motor para Partida Estrela-Triângulo, com os seguintes dados:


- Corrente de placa do motor: 150 A
- Prever Painel de Operação para comando local e visualização das correntes / tensões
- Monitoração de temperatura da planta industrial utilizando PT100

Página 2-18
Curso SIMOCODE PRO
WTech Automação

Capítulo 3 - Blocos de Função


WTech Automação Página 1 Curso SIMOCODE PRO

Conteúdo Página

Introdução ..................................................................................... 2 - 3
Configuração Estrutural ................................................................ 4 - 6
Entradas da Unidade Básica (BU) ............................................... 7
Entradas do Módulo Digital (DM) ................................................. 8
Saídas da Unidade Básica (BU) .................................................. 9
Saídas do Módulo Digital (DM) .................................................... 10
Painel de Operação (OP) ............................................................. 11
Tipos de Partidas .......................................................................... 12 - 27
Funções de Monitoração ............................................................. 28 - 36
Exercício ...................................................................................... 37

Página 3-1
Introdução
- SIMOCODE PRO possui uma vasta biblioteca interna de Blocos de Função

- Configuração dos Blocos de Função é feita através do software SIMOCODE ES

- Aplicação / Blocos de Funções podem ser configurados de 2 modos no SIMOCODE ES:

- Graficamente, através do Editor Gráfico (Ctrl+G)

- Por Telas Pré-Definidas, disponibilizadas no SIMOCODE ES (mais usual)

- Existem Blocos de Função para as mais diversas finalidades:

- Entradas e Saídas (“Unidade Básica”, “Módulo Digital”, “Painel de


Operação”, etc.)
- Proteção do Motor (“Sobrecarga”, “Desequilíbrio”, “Perda de Velocidade” e
“Termistor”)

- Controle do Motor (“Estações de Controle” e “Funções de Controle”)

WTech Automação Página 2 Curso SIMOCODE PRO

Introdução
O SIMOCODE PRO possui uma vasta biblioteca interna de Blocos de Função, que pode ser
utilizada pelo Usuário na configuração da aplicação.

A configuração da aplicação, bem como dos Blocos de Função é realizada através do software
SIMOCODE ES e pode ser realizada basicamente de 2 modos:

- Graficamente, através do Editor Gráfico (que pode ser chamado pela


combinação de teclas Ctrl + G); ou ainda,
- Através de Telas Pré-Definidas, sendo este o modo mais usual de
configuração.

Existem Blocos de Função para as mais diversas finalidades:

- Acesso à Entradas e Saídas (“Unidade Básica”, “Módulo Digital”, “Painel de


Operação”, etc.) ;
- Proteção do Motor (“Sobrecarga”, “Desequilíbrio”, “Perda de Velocidade” e
“Termistor”);
- Controle do Motor (“Estações de Controle” e “Funções de Controle”);
- Monitoração (“Falha à Terra”, “Limite de Corrente”, “Tensão”, “Fator de
Potência”, “Potência Ativa”, “Sinal 0/4 - 20 mA”, “Operação” e “Temperatura”);
- Gravação de Dados (“Registro”);

Página 3-2
Introdução
- Monitoração (“Falha à Terra”, “Limite de Corrente”, “Tensão”, “Fator de Potência”,
“Potência Ativa”, “0/4 - 20 mA”, “Operação” e “Temperatura”)

- Gravação de Dados (“Registro”)

- Funções Padrões (“Teste/Reset”, “Falha Externa”, “Partida Emergência”,


“Watchdog”, etc.)

- Módulos Lógicos (“Tabela Verdade”, “Contador”, “Temporizador”, “Pisca Lento”,


“Pisca Rápido”, “Cálculos”, etc.)

- Comunicação

- Neste capítulo serão apresentadas alguns Blocos de Função (Graficamente)

- No capítulo 4 serão apresentadas as funções através das Telas Pré-Definidas

WTech Automação Página 3 Curso SIMOCODE PRO

- Funções Padrões (“Teste/Reset”, “Falha Externa”, “Partida Emergência”,


“Watchdog”, etc.);
- Módulos Lógicos (“Tabela Verdade”, “Contador”, “Temporizador”, “Pisca
Lento”, “Pisca Rápido”, “Cálculos”, etc.);
- Comunicação.

Em função da grande variedade de Blocos de Função disponibilizados no SIMOCODE PRO, neste


capítulo serão apresentadas apenas algumas funções principais.
No Capítulo 4 - Software SIMOCODE ES, serão apresentadas as funções através das Telas Pré-
Definidas, que é o modo mais usual de configuração do SIMOCODE PRO através do software
SIMOCODE ES.

Página 3-3
Configuração Estrutural

- Todo Bloco de Função tem um Nome e possui Entradas e Saídas

- Os Tipos de Entradas são mostrados abaixo:

Entradas Símbolo Comentários

Blocos de Função podem ter Plugs Binários


Plug Binário
(conectados via software)

Blocos de Função podem ter Plugs Analógicos


Plug Analógico
(conectados via software)

Terminais de Parafuso Estão na parte externa do SIMOCODE PRO

Dados recebidos via Sinais enviados do Mestre PROFIBUS para


DP
PROFIBUS DP SIMOCODE PRO

WTech Automação Página 4 Curso SIMOCODE PRO

Configuração Estrutural
Todo Bloco de Função a ser utilizado no SIMOCODE PRO tem um Nome e possui Entradas e
Saídas.

Os Tipos de Entradas que podem ser visualizados graficamente no software SIMOCODE ES são
mostrados acima.

-Plug Binário: são utilizados para conectar (via software) sinais binários como Entrada do Bloco
de Função.
- Plug Analógico: são utilizados para conectar (via software) sinais analógicos como Entrada do
Bloco de Função.
- Terminais de Parafuso: representam os sinais externos, ou seja, os sinais que são conectados
fisicamente externamente à Unidade Básica do SIMOCODE PRO.
- Dados recebidos via PROFIBUS: representam informações que são recebidas pelo
SIMOCODE PRO através da rede PROFIBUS DP (enviados pelo Mestre PROFIBUS).

Página 3-4
Configuração Estrutural
- Tipos de Saídas são mostrados abaixo:

Saídas Símbolo Comentários

Blocos de Função podem ter Soquetes


Soquete Binário
Binários (conectados via software)

Blocos de Função podem ter Soquetes


Soquete Analógico
Analógicos (conectados via software)

Terminais de Parafuso Estão na parte externa do SIMOCODE PRO

Dados enviados via Sinais enviados pelo SIMOCODE PRO para


DP
PROFIBUS DP Mestre PROFIBUS

Blocos de Conexão
Sinais Binários Internos
Binária

Blocos de Conexão
Sinais Analógicos Internos
Analógica

WTech Automação Página 5 Curso SIMOCODE PRO

Os Tipos de Saídas que podem ser visualizados graficamente no software SIMOCODE ES são
mostrados acima.

-Soquete Binário: são utilizados para conectar (via software) sinais binários como Saída do
Bloco de Função.
- Soquete Analógico: são utilizados para conectar (via software) sinais analógicos como Saída
do Bloco de Função.
- Terminais de Parafuso: representam os sinais externos, ou seja, os sinais que são conectados
fisicamente externamente à Unidade Básica do SIMOCODE PRO.
- Dados enviados via PROFIBUS: representam informações que são enviadas pelo SIMOCODE
PRO através da rede PROFIBUS DP (recebidas pelo Mestre PROFIBUS).
- Blocos de Conexão Binária: são utilizados para conexão de sinais binários internos, como por
exemplo, os sinais “0” e “1”.
- Blocos de Conexão Analógica: são utilizados para conexão de sinais analógicos internos,
como por exemplo, “Corrente I - Fase L1” ou “Número de Falhas por Sobrecarga”.

Página 3-5
Configuração Estrutural

Entradas Saídas Entradas Saídas Entradas Saídas


Terminais Soquetes Plugs Soquetes Plugs Terminais

WTech Automação Página 6 Curso SIMOCODE PRO

O diagrama de blocos acima mostra o princípio de configuração do SIMOCODE PRO com suas
Entradas e Saídas Externas, suas Entradas e Saídas Internas e os Blocos de Função
armazenados internamente na Unidade Básica (BU).

Os Plugs e Soquetes dos Blocos de Função não vem conectados de fábrica com as Entradas Digitais
e Saídas à Relé da Unidade Básica. A conexão interna, ou seja, a conexão via software é
determinada pelo Usuário em função da sua aplicação.

Entretanto, caso seja selecionada e carregada uma aplicação pré-definida (por exemplo, uma
Partida com Reversão) no SIMOCODE ES, todos os links e intertravamentos são criados na
Unidade Básica automaticamente.

Página 3-6
Entradas da Unidade Básica (BU)

Terminais Soquetes
de Entrada

- SIMOCODE PRO possui um Bloco de Função “BU Inputs” com 4 Entradas Digitais com
potencial comum

- Entradas Digitais podem ser utilizadas para conectar, por exemplo, botões para Operação
Local
- Terminais de Entrada estão localizados fora da Unidade Básica (BU)

- Soquetes podem ser conectados a qualquer Plug disponível internamente

- Existe 1 Bloco de Função “BU Inputs” para BU1 e BU2

WTech Automação Página 7 Curso SIMOCODE PRO

Entradas da Unidade Básica (BU) - BU Inputs


O SIMOCODE PRO possui um Bloco de Função responsável pela leitura das Entradas Digitais da
Unidade Básica. Este Bloco de Função é o “BU Inputs” e possui 4 Entradas Digitais com potencial
comum.
Estas Entradas Digitais podem ser utilizadas para diversos fins, sendo geralmente utilizadas para
conexão de botões para Operação Local.

Os Terminais de Entrada representados no Bloco de Função estão localizados no lado externo da


Unidade Básica (BU). Os Soquetes podem ser conectados via software a qualquer Plug disponível
internamente, através do software SIMOCODE ES.

Existe um Bloco de Função “BU Inputs” para Unidade Básica 1 (BU1) e Unidade Básica 2 (BU2).

Página 3-7
Entradas do Módulo Digital (DM)

- SIMOCODE PRO possui dois Blocos de Função “DM Inputs”, cada um deles com 4 Entradas
Digitais com potencial comum

- Blocos de Função “DM Inputs” somente podem ser utilizados, se respectivos Módulos Digitais
(DM) estiverem conectados e configurados no SIMOCODE PRO
- Terminais de Entrada estão localizados fora do Módulo Digital (DM)

- Soquetes podem ser conectados a qualquer Plug disponível internamente

- Existe 1 Bloco de Função “DM1 Inputs” e 1 Bloco de Função “DM2 Inputs” para BU2

WTech Automação Página 8 Curso SIMOCODE PRO

Entradas do Módulo Digital (DM) - DM Inputs


O SIMOCODE PRO possui dois Bloco de Função “DM Inputs”. Estes blocos são responsáveis pela
leitura das entradas dos Módulos Digitais (DM), e cada um possui 4 Entradas Digitais com potencial
comum.

Os Blocos de Função “DM Inputs” somente podem ser utilizados no SIMOCODE ES, se os
respectivos Módulos Digitais (DM) estiverem conectados e configurados no SIMOCODE PRO.

Os Terminais de Entrada representados no Bloco de Função estão localizados no lado externo do


Módulo Digital (DM). Os Soquetes podem ser conectados via software a qualquer Plug disponível
internamente, através do software SIMOCODE ES.

Existe um Bloco de Função “DM1 Inputs” e um Bloco de Função “DM2 Inputs” para Unidade Básica 2
(BU2).

Página 3-8
Saídas da Unidade Básica (BU)

Terminais
Plugs
de Saída

- SIMOCODE PRO possui um Bloco de Função “BU Outputs” com 3 Saídas Digitais à Relé

- Saídas Digitais podem ser utilizadas para comandar, por exemplo, contatores ou lâmpadas
localmente
- Plugs podem ser conectados a qualquer Soquete disponível internamente

- Terminais de Saída estão localizados fora da Unidade Básica (BU)

- Existe 1 Bloco de Função “BU Outputs” para BU1 e BU2

WTech Automação Página 9 Curso SIMOCODE PRO

Saídas da Unidade Básica (BU) - BU Outputs


O SIMOCODE PRO possui um Bloco de Função responsável pela escrita nas Saídas Digitais da
Unidade Básica. Este Bloco de Função é o “BU Outputs” e possui 3 Saídas Digitais à Relé.
Estas Saídas Digitais podem ser utilizadas para diversos fins, sendo geralmente utilizadas para
comandar contatores ou lâmpadas localmente.

Os Plugs podem ser conectados via software a qualquer Soquete disponível internamente, através do
software SIMOCODE ES. Os Terminais de Saída representados no Bloco de Função estão localizados
no lado externo da Unidade Básica (BU).

Existe um Bloco de Função “BU Outputs” para Unidade Básica 1 (BU1) e Unidade Básica 2 (BU2).

Página 3-9
Saídas do Módulo Digital (DM)

- SIMOCODE PRO possui dois Blocos de Função “DM Outputs”, cada um deles com 2 Saídas
Digitais à Relé

- Blocos de Função “DM Outputs” somente podem ser utilizados, se respectivos Módulos Digitais
(DM) estiverem conectados e configurados no SIMOCODE PRO

- Plugs podem ser conectados a qualquer Soquete disponível internamente

- Terminais de Saída estão localizados fora do Módulo Digital (DM)

- Existe 1 Bloco de Função “DM1 Outputs” e 1 Bloco de Função “DM2 Outputs” para BU2

WTech Automação Página 10 Curso SIMOCODE PRO

Saídas do Módulo Digital (DM)


O SIMOCODE PRO possui dois Bloco de Função “DM Outputs”. Estes blocos são responsáveis
pela escrita nas saídas dos Módulos Digitais (DM), e cada um possui 2 Saídas Digitais à Relé.

Os Blocos de Função “DM Outputs” somente podem ser utilizados no SIMOCODE ES, se os
respectivos Módulos Digitais (DM) estiverem conectados e configurados no SIMOCODE PRO.

Os Plugs podem ser conectados via software a qualquer Soquete disponível internamente, através
do software SIMOCODE ES. Os Terminais de Saída representados no Bloco de Função estão
localizados no lado externo do Módulo Digital (DM).

Existe um Bloco de Função “DM1 Outputs” e um Bloco de Função “DM2 Outputs” para Unidade
Básica 2 (BU2).

Página 3-10
Painel de Operação (OP)

Soquetes Plugs

- SIMOCODE PRO possui Bloco de Função “OP Buttons” para interface com Botões do OP
(Botões 1 a 4 e Botão Teste / Reset)
- Possui também Bloco de Função “OP LED” para controlar os 7 LEDs do OP (LEDs Verde 1 a 4
e LEDs Amarelo 1 a 3)
- Blocos de Função “OP Buttons” e “OP LED” somente podem ser utilizados, se Painel de
Operação (OP) estiver conectado e configurado no SIMOCODE PRO
- Soquetes podem ser conectados a qualquer Plug disponível internamente (“OP Buttons”)

- Plugs podem ser conectados a qualquer Soquete disponível internamente (“OP LED”)

- Existe 1 bloco “OP Buttons” e 1 bloco “OP LED” para BU1 e BU2

WTech Automação Página 11 Curso SIMOCODE PRO

Painel de Operação (OP)


O SIMOCODE PRO possui dois Blocos de Função para interfaceamento com o Painel de
Operação (OP ou OPD):

- O Bloco de Função “OP Buttons” é utilizado para interface com os botões do Painel de
Operação (Botões 1 a 4 e o Botão Teste / Reset).

- O Bloco de Função “OP LED” é utilizado para controlar os 7 LEDs do Painel de


Operação (LEDs Verde 1 a 4 e LEDs Amarelo 1 a 3).

Os Blocos de Função “OP Buttons” e “OP LED” somente podem ser utilizados no SIMOCODE ES,
se o Painel de Operação (OP) estiver conectado e configurado no SIMOCODE PRO.

Os Soquetes podem ser conectados via software a qualquer Plug disponível internamente, através
do software SIMOCODE ES, no caso da função “OP Buttons”.

Os Plugs podem ser conectados via software a qualquer Soquete disponível internamente, através
do software SIMOCODE ES, no caso da função “OP LED”.

Existe um Bloco de Função “OP Buttons” e um Bloco de Função “OP LED” para Unidade Básica 1
(BU1) e Unidade Básica 2 (BU2).

Página 3-11
Tipos de Partida

- Bloco de Função “Protection / Control” pode ser configurado para diferentes tipos de
Circuito de Partida de Motores

- Cada tipo de Circuito de Partida implica em diferentes características de funcionamento


descritas pelas Funções de Controle

Funções de Controle
1- Relé de Sobrecarga 2- Partida Direta
SIMOCODE PRO
4- Disjuntor de Caixa 5- Partida Estrela-
3- Partida Reversa Moldada Triângulo
6- Partida Estrela- 8- Dahlander com
Triângulo com Reversão 7- Dahlander
Reversão
10- Comutação de Pólos
9- Comutação de Pólos 11- Válvula Solenóide
com Reversão
14- Partida Suave com
12- Posicionador 13- Partida Suave
Reversão

- Unidade Básica 1 (BU1) permite apenas Funções de Controle 1, 2, 3 e 4

WTech Automação Página 12 Curso SIMOCODE PRO

Tipos de Partida
O Bloco de Função “Protection / Control” pode ser configurado para diferentes tipos de Circuito de
Partida de Motores.
Cada tipo de Circuito de Partida de Motor implica em diferentes parâmetros e características
peculiares de funcionamento que são descritas pelas Funções de Controle.
As seguintes Funções de Controle são disponíveis para o SIMOCODE PRO:

- Relé de Sobrecarga,
- Partida Direta,
- Partida Reversa,
- Disjuntor de Caixa Moldada,
- Partida Estrela-Triângulo,
- Partida Estrela-Triângulo com Reversão,
- Dahlander,
- Dahlander com Reversão,
- Comutação de Pólos,
- Comutação de Pólos com Reversão,
- Válvula Solenóide,
- Posicionador,
- Partida Suave,
- Partida Suave com Reversão.

A Unidade Básica 1 (BU1) permite apenas as Funções de Controle Relé de Sobrecarga, Partida
Direta, Partida Reversa e Disjuntor de Caixa Moldada.

Página 3-12
Relé de Sobrecarga

- Através da Função de Controle Overload Relay (Relé de Sobrecarga), SIMOCODE PRO


funciona como Relé de Sobrecarga

- Com isto, comandos não podem ser executados sobre o motor (Ligar/ON>, Desligar/OFF, etc.)

- Saída QE3 deve ser conectada à Saída Digital à Relé que desligará contator principal do motor,
em caso de sobrecarga

- Saída QLS é utilizada para sinalização “Sobrecarga”

WTech Automação Página 13 Curso SIMOCODE PRO

Relé de Sobrecarga
A Função de Controle Overload Relay (Relé de Sobrecarga) é utilizada para que o SIMOCODE
PRO possa funcionar como um Relé de Sobrecarga.

Comandos de Controle
- Na operação do SIMOCODE PRO como Relé de Sobrecarga, comandos não podem ser
executados sobre o motor (por exemplo, Ligar/ON>, Desligar/OFF, etc.).
- O contator interno QE3 deve ser conectado à Saída Digital à Relé que desligará o contator
principal do motor, em caso de sobrecarga.

Sinalizações
A Saída QLS sinaliza a condição de “Falha”, ou seja, “Sobrecarga”.

Página 3-13
Partida Direta

- SIMOCODE PRO pode ligar e desligar um motor com


Função de Controle Direct Starter (Partida Direta)

- Comando ON> (Ligar) ativa contator QE1 (Ligar)

- Comando OFF (Desligar) desativa contator QE1 (Ligar)

- Toda falha provoca o desligamento do contator interno


QE1

- Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado” e “Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 14 Curso SIMOCODE PRO

Partida Direta
A Função de Controle Direct Starter (Partida Direta) é utilizada simplesmente para ligar e
desligar o motor.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar): ativa o contator interno QE1 (Ligar), ligando o motor.
- Comando OFF (Desligar): desativa o contator interno QE1 (Ligar), desligando o motor.
- Toda falha também provoca o desligamento do contator interno QE1.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado” e “Falha”,
respectivamente.

Página 3-14
Partida Reversa

- Com a Função de Controle Reversing Starter (Partida


Reversa), SIMOCODE PRO pode controlar a direção de rotação
do motor

- Comando ON> (Ligar Direita) ativa contator QE1 (Direita)

- Comando ON< (Ligar Esquerda) ativa contator QE2


(Esquerda)

- Comando OFF (Desligar) desativa contatores QE1 e QE2

- Toda falha provoca desligamento dos contatores internos QE1


e QE2

- Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam “Ligado Esquerda”, “Desligado”, “Ligado Direita” e
“Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 15 Curso SIMOCODE PRO

Partida Reversa
A Função de Controle Reversing Starter (Partida Reversa) é utilizada para ligar o motor, permitindo
controlar a direção de rotação.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Direita): ativa o contator interno QE1 (Direita) .
- Comando ON< (Ligar Esquerda): ativa o contator interno QE2 (Esquerda).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1 (Direita) e QE2 (Esquerda).
- Toda falha também provoca o desligamento dos contatores internos QE1 e QE2.

Sinalizações
As Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Ligado Esquerda”, “Desligado”,
“Ligado Direita” e “Falha”, respectivamente.

Página 3-15
Disjuntor de Caixa Moldada

- Com a Função de Controle MCCB (Molded Case Circut


Breaker - Disjuntor de Caixa Moldada), SIMOCODE
PRO pode chavear um disjuntor: ligando e desligando

- Com isto, disjuntores são conectados à rede PROFIBUS


DP via SIMOCODE PRO

- Comando ON> (Ligar) ativa contator QE1 (Ligar) por um


pulso de 400 ms: Liga Disjuntor

- Comando OFF (Desligar) ativa contator QE3 (Desligar)


por um pulso de 400 ms: Desliga Disjuntor

- Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado” e “Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 16 Curso SIMOCODE PRO

Disjuntor de Caixa Moldada


Através da Função de Controle MCCB - Molded Case Circuit Breaker (Disjuntor de Caixa
Moldada), o SIMOCODE PRO pode chavear um disjuntor: ligando-o e desligando-o.
Com isto, os disjuntores podem ser conectados à rede PROFIBUS DP via SIMOCODE PRO.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar): ativa o contator interno QE1 (Ligar) por um pulso de 400 ms para ligar o
Disjuntor.
- Comando OFF (Desligar): ativa o contator interno QE3 (Desligar) por um pulso de 400 ms para
desligar o Disjuntor.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado” e “Falha”,
respectivamente.

Página 3-16
Partida Estrela-Triângulo
- Partida Estrela-Triângulo é utilizada para limitar corrente de
partida, evitando sobrecarregar a rede

- A Função de Controle Star-Delta Starter (Partida Estrela-


Triângulo), atua conforme descrito abaixo:

- Comando ON> (Ligar) ativa contator QE1 (Estrela) e


imediatamente depois ativa contator QE3 (Rede)

- Após intervalo, SIMOCODE PRO desativa contator QE1


(Estrela) e ativa contator QE2 (Triângulo)

- Comando OFF (Desligar) desativa contatores internos


QE1, QE2 e QE3

- Intervalo de comutação de Estrela para Triângulo depende da corrente ou do parâmetro


Maximum Star Time (Tempo Máximo em Estrela)

- Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado” e “Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 17 Curso SIMOCODE PRO

Partida Estrela-Triângulo
A Partida Estrela-Triângulo é utilizada para limitar a corrente de partida do motor, evitando
sobrecarregar a rede. A Função de Controle Star-Delta Starter (Partida Estrela-Triângulo)
realiza esta função através do SIMOCODE PRO.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar): ativa o contator interno QE1 (Estrela) e imediatamente depois ativa o
contator interno QE3 (Rede). Após intervalo, o SIMOCODE PRO desativa o contator interno QE1
(Estrela) e ativa o contator interno QE2 (Triângulo).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1, QE2 e QE3.
- O intervalo de comutação de Estrela para Triângulo depende da corrente ou do parâmetro
Maximum Star Time (Tempo Máximo em Estrela), definido no SIMOCODE PRO.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado” e “Falha”,
respectivamente.

Página 3-17
Partida Estrela-Triângulo - Reversão
- Função de Controle Star-Delta Reversing Starter (Partida
Estrela-Triângulo com Reversão) permite acionar motor em
ambas direções na operação Estrela-Triângulo

- Comando ON> (Ligar Direita) ativa contator QE1 (Estrela)


e imediatamente depois ativa contator QE3 (Direita - Rede)

-Comando ON< (Ligar Esquerda) utiliza contator QE4


(Esquerda - Rede), ao invés do contator QE3 (Direita - Rede)

- Após intervalo, SIMOCODE PRO desativa contator interno


QE1 (Estrela) e ativa contator interno QE2 (Triângulo)

- Comando OFF (Desligar) desativa contatores internos QE1, QE2, QE3 e QE4

-Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam “Ligado Esquerda”, “Desligado”, “Ligado Direita” e
“Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 18 Curso SIMOCODE PRO

Partida Estrela-Triângulo com Reversão


A Função de Controle Star-Delta Reversing Starter (Partida Estrela-Triângulo com Reversão)
permite acionar o motor em ambas direções com Partida Estrela-Triângulo.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Direita): ativa o contator interno QE1 (Estrela) e imediatamente depois ativa
o contator interno QE3 (Direita - Rede).
- Comando ON< (Ligar Esquerda): ativa o contator interno QE1 (Estrela) e imediatamente depois
ativa o contator interno QE4 (Esquerda - Rede).
- Tanto na partida para Direita, quanto para Esquerda, após intervalo, o SIMOCODE PRO desativa
contator interno QE1 (Estrela) e ativa contator interno QE2 (Triângulo).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1, QE2, QE3 e QE4.

Sinalizações
As Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Ligado Esquerda”, “Desligado”,
“Ligado Direita” e “Falha”, respectivamente.

Página 3-18
Dahlander
- Função de Controle Dahlander é utilizada para controlar
motores com 1 estator que permitam 2 velocidades (Lento
/ Rápido)

- Ligação que habilita maior número de pólos implica baixa


velocidade

- Ligação que habilita menor número de pólos implica alta


velocidade

- Comando ON> (Ligar Lento) ativa contator QE2 (Lento)

- Comando ON>> (Ligar Rápido) ativa primeiro contator QE3


(Estrela - Rápido) e imediatamente depois ativa contator QE1
(Rede - Rápido)

- Comando OFF (Desligar) desativa contatores internos QE1, QE2 e QE3

-Saídas QLA, QLE>, QLE>> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado Lento”, “Ligado Rápido” e
“Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 19 Curso SIMOCODE PRO

Dahlander
A Função de Controle Dahlander é utilizada para controlar motores com 1 estator que permitam 2
velocidades de rotação em função do número de pólos. A ligação que habilita um maior número de
pólos implica em baixa velocidade de rotação (Lento), e a ligação que habilita um menor número
de pólos implica em alta velocidade de rotação (Rápido).

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Lento): ativa o contator interno QE2 (Lento).
- Comando ON>> (Ligar Rápido): ativa primeiro o contator interno QE3 (Estrela - Rápido) e
imediatamente depois ativa o contator interno QE1 (Rede - Rápido).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1, QE2 e QE3.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE>, QLE>> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado Lento”,
“Ligado Rápido” e “Falha”, respectivamente.

Página 3-19
Dahlander com Reversão
- Função de Controle Dahlander Reversing Starter
(Dahlander com Reversão) é utilizada para ligar em
ambas direções, um motor que permite 2 velocidades de
rotação

- Comando ON> (Ligar Direita / Lento) ativa contator QE2


(Direita - Lento)

- Comando ON>> (Ligar Direita / Rápido) ativa primeiro


contator QE3 (Rápido - Estrela) e imediatamente depois
ativa contator QE1 (Direita - Rápido)

- Comando ON< (Ligar Esquerda / Lento) ativa contator


QE4 (Esquerda - Lento)

- Comando ON<< (Ligar Esquerda / Rápido) ativa primeiro


contator QE3 (Rápido - Estrela) e imediatamente depois
ativa contator QE5 (Esquerda - Rápido)

WTech Automação Página 20 Curso SIMOCODE PRO

Dahlander com Reversão


A Função de Controle Dahlander Reversing Starter (Dahlander com Reversão) é utilizada para
ligar em ambas direções, um motor que permite 2 velocidades de rotação.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Direita / Lento): ativa o contator interno QE2 (Direita - Lento).

- Comando ON>> (Ligar Direita / Rápido): ativa primeiro o contator interno QE3 (Rápido -
Estrela) e imediatamente depois ativa o contator interno QE1 (Direita - Rápido).

- Comando ON< (Ligar Esquerda / Lento): ativa o contator interno QE4 (Esquerda - Lento).

- Comando ON<< (Ligar Esquerda / Rápido): ativa primeiro o contator interno QE3 (Rápido -
Estrela) e imediatamente depois ativa o contator interno QE5 (Esquerda - Rápido).

- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1, QE2, QE3, QE4 e QE5.

Página 3-20
Dahlander com Reversão

- Comando OFF (Desligar) desativa contatores internos QE1, QE2, QE3, QE4 e QE5

- Toda falha provoca desligamento dos contatores internos QE1, QE2, QE3, QE4 e QE5

- As sinalizações são mostradas a seguir:

- QLE<< : Ligado Esquerda Rápido


- QLE< : Ligado Esquerda Lento
- QLA : Desligado

- QLE> : Ligado Direita Lento

- QLE>> : Ligado Direita Rápido


- QLS : Falha

WTech Automação Página 21 Curso SIMOCODE PRO

- Toda falha também provoca o desligamento dos contatores internos QE1, QE2, QE3, QE4 e
QE5.

- As sinalizações são mostradas a seguir:

- QLE<< : Ligado Esquerda Rápido,


- QLE< : Ligado Esquerda Lento,
- QLA : Desligado,
- QLE> : Ligado Direita Lento,
- QLE>> : Ligado Direita Rápido,
- QLS : Falha.

Página 3-21
Comutação de Pólos
- Função de Controle Pole Changing Starter (Comutação
de Pólos) é utilizada para controlar motores com 2 estatores
e 2 velocidades (Lenta / Rápida)

- Comando ON> (Ligar Lento) ativa contator QE2 (Lento)

- Comando ON>> (Ligar Rápido) ativa contator QE1


(Rápido)

- Comando OFF (Desligar) desativa os contatores internos


QE1 e QE2

-Saídas QLA, QLE>, QLE>> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado Lento”, “Ligado Rápido” e
“Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 22 Curso SIMOCODE PRO

Comutação de Pólos
A Função de Controle Pole Changing Starter (Comutação de Pólos) é utilizada para controlar
motores com 2 estatores e 2 velocidades de rotação (Lenta / Rápida).

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Lento): ativa o contator interno QE2 (Lento).
- Comando ON>> (Ligar Rápido): ativa o contator interno QE1 (Rápido).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1 e QE2.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE>, QLE>> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado Lento”,
“Ligado Rápido” e “Falha”, respectivamente.

Página 3-22
Comutação de Pólos com Reversão
- Função de Controle Pole Changing Reversing Starter
(Comutação de Pólos com Reversão) é utilizada para
controlar motores com 2 estatores e 2 velocidades em ambas
direções

- Comando ON> (Ligar Direita Lento) ativa contator interno


QE2 (Direita Lento)

- Comando ON>> (Ligar Direita Rápido) ativa contator interno


QE1 (Direita Rápido)

- Comando ON< (Ligar Esquerda Lento) ativa contator interno


QE4 (Esquerda Lento)

- Comando ON<< (Ligar Esquerda Rápido) ativa contator


interno QE5 (Esquerda Rápido)

- Comando OFF (Desligar) desativa os contatores internos


QE1, QE2, QE4 e QE5
- Sinalização (Saídas QLs) é similar a Função de Controle
Dahlander com Reversão

WTech Automação Página 23 Curso SIMOCODE PRO

Comutação de Pólos com Reversão


A Função de Controle Pole Changing Reversing Starter (Comutação de Pólos com Reversão) é
utilizada para controlar motores com 2 estatores e 2 velocidades de rotação em ambas direções.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Direita Lento): ativa o contator interno QE2 (Direita - Lento).
- Comando ON>> (Ligar Direita Rápido): ativa o contator interno QE1 (Direita - Rápido).
- Comando ON< (Ligar Esquerda Lento): ativa contator interno QE4 (Esquerda - Lento).
- Comando ON<< (Ligar Esquerdo Rápido): ativa contator interno QE5 (Esquerda - Rápido).
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1, QE2, QE4 e QE5.

Sinalizações
As Saídas QLE<<, QLE<, QLA, QLE>, QLE>> e QLS sinalizam as condições de “Ligado Esquerda
Rápido”, “Ligado Esquerda Lento”, “Desligado”, “Ligado Direita Lento”, “Ligado Direita Rápido” e
“Falha”, respectivamente.

Página 3-23
Válvula Solenóide
- Função de Controle Solenoid Valve (Válvula Solenóide)
é utilizada para controlar válvulas solenóides

- Comando ON> (Abrir) ativa contator QE1 (Abrir)

- Comando OFF (Fechar) desativa contator QE1 (Abrir)

- Toda falha provoca desligamento do contator interno QE1,


fechando Válvula Solenóide

- Funções de proteção do motor não tem efeito neste tipo


de aplicação

- Módulo de Medição de Corrente (IM) também não é


necessário

-Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam “Fechado”, “Aberto” e “Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 24 Curso SIMOCODE PRO

Válvula Solenóide
A Função de Controle Solenoid Valve (Válvula Solenóide) é utilizada para controlar válvulas
solenóides.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Abrir): ativa o contator interno QE1 (Abrir).
- Comando OFF (Fechar): desativa o contator interno QE1 (Abrir).
- Toda falha provoca desligamento do contator interno QE1, fechando a Válvula Solenóide.
Entretanto, as funções de proteção de motor não tem efeito neste tipo de aplicação.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Fechado”, “Aberto” e “Falha”,
respectivamente.

Observação:
- O Módulo de Medição de Corrente (IM) não é necessário neste tipo de aplicação.

Página 3-24
Posicionador
- Função de Controle Positioner (Posicionador) é
utilizada para controlar posicionadores ou atuadores

- Posicionador se movimenta até sua posição limite,


interrompendo movimento pelo Limite de Posição ou pelo
Limite de Torque

- Limites de Posição e Limite de Torque são passados ao


SIMOCODE PRO através de Entradas Digitais

- Comando ON> (Abrir) ativa contator QE1 (Abrir)

- Comando ON< (Fechar) ativa contator QE2 (Fechar)

- Comando OFF (Parar) desativa os contatores QE1 e QE2


e Posicionador permanece na posição atual

-Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam “Fechado”, “Parado”, “Aberto” e “Falha”,
respectivamente

WTech Automação Página 25 Curso SIMOCODE PRO

Posicionador
A Função de Controle Positioner (Posicionador) é utilizada para controlar posicionadores ou
atuadores. O Posicionador se movimenta até a sua posição limite, interrompendo o movimento pela
atuação do Limite de Posição ou pelo Limite de Torque.
Os Limites de Posição, bem como o Limite de Torque são passados ao SIMOCODE PRO através
de Entradas Digitais.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Abrir): ativa o contator interno QE1 (Abrir). O movimento é interrompido quando o
Limite de Posição Aberto é atuado.
- Comando ON< (Fechar): ativa o contator interno QE2 (Fechar). O movimento é interrompido
quando o Limite de Posição Fechado é atuado.
- Comando OFF (Desligar): desativa os contatores internos QE1 e QE2

Sinalizações
As Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Fechado”, “Parado”, “Aberto” e
“Falha”, respectivamente.

Página 3-25
Partida Suave

- Função de Controle Soft Starter (Partida Suave) é


utilizada para controlar uma Partida Suave 3RW

- Comando ON> (Ligar) ativa contatores QE1 (Rede) e


QE4 (Ligar)

- Comando OFF (Desligar) inicialmente desativa contator


QE4 (Ligar)

- Quando sinal “Feedback ON” é finalizado, contator QE1


(Rede) é desativado 3 segundos mais tarde, para facilitar
desaceleração da Partida Suave 3RW

- Com “Reset”, contator QE3 é ativado por 20 ms, enviando sinal de reconhecimento à Partida
Suave, através de Saída Digital à Relé

-Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam “Desligado”, “Ligado” e “Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 26 Curso SIMOCODE PRO

Partida Suave
A Função de Controle Soft Starter (Partida Suave) é utilizada para controlar uma Partida Suave
3RW da Siemens.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar): ativa os contatores internos QE1 (Rede) e QE4 (Ligar).
- Comando OFF (Desligar): inicialmente desativa o contator interno QE4 (Ligar). Quando o sinal
“Feedback ON” é finalizado, o contator interno QE1 é desativado 3 segundos mais tarde, para
facilitar a desaceleração da Partida Suave 3RW.
- Com o comando “Reset”, o contator interno QE3 é ativado por 20 ms, enviando um sinal de
reconhecimento à Partida Suave, através de uma Saída Digital à Relé.

Sinalizações
As Saídas QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Desligado”, “Ligado” e “Falha”,
respectivamente.

Página 3-26
Partida Suave com Reversão
- Função de Controle Soft Starter with Reversing
Contactor (Partida Suave com Reversão) é utilizada
para controlar uma Partida Suave 3RW, incluindo contator
adicional para reversão

- Comando ON> (Ligar Direita) ativa contatores QE1


(Direita) e QE4 (Ligar)

- Comando ON< (Ligar Esquerda) ativa contatores QE2


(Esquerda) e QE4 (Ligar)
- Comando OFF (Desligar) inicialmente desativa contator
QE4 (Ligar)

- Quando sinal “Feedback ON” é finalizado, contator


QE1/QE2 é desativado 3 segundos mais tarde, para facilitar
desaceleração da Partida Suave 3RW

- Com “Reset”, contator QE3 é ativado por 20 ms, enviando sinal de reconhecimento à Partida Suave

-Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam “Ligado Esquerda”, “Desligado”, “Ligado Direita” e
“Falha”, respectivamente

WTech Automação Página 27 Curso SIMOCODE PRO

Partida Suave com Reversão


A Função de Controle Soft Starter with Reversing Contactor (Partida Suave com Reversão) é
utilizada para controlar uma Partida Suave 3RW da Siemens, incluindo também um contator
adicional para reversão do motor.

Comandos de Controle
- Comando ON> (Ligar Direita): ativa os contatores internos QE1 (Direita) e QE4 (Ligar).
- Comando ON< (Ligar Esquerda): ativa os contatores internos QE2 (Esquerda) e QE4 (Ligar).
- Comando OFF (Desligar): inicialmente desativa o contator interno QE4 (Ligar). Quando o sinal
“Feedback ON” é finalizado, o contator interno QE1(ou QE2, dependendo do sentido de rotação) é
desativado 3 segundos mais tarde, para facilitar a desaceleração da Partida Suave 3RW.
- Com o comando “Reset”, o contator interno QE3 é ativado por 20 ms, enviando um sinal de
reconhecimento à Partida Suave, através de uma Saída Digital à Relé.

Sinalizações
As Saídas QLE<, QLA, QLE> e QLS sinalizam as condições de “Ligado Esquerda”, “Desligado”,
“Ligado Direita” e “Falha”, respectivamente.

Página 3-27
Funções de Monitoração

WTech Automação Página 28 Curso SIMOCODE PRO

Funções de Monitoração
Os Blocos de Funções que permitem monitorar diversas condições do SIMOCODE PRO, serão
apresentadas a seguir, são eles:

- Monitoração de Falha à Terra,


- Valores Limite de Corrente,
- Monitoração de Tensão,
- Monitoração de Fator de Potência,
- Monitoração de Potência Ativa
- Monitoração Sinal 0/4 - 20 mA,
- Monitoração de Operação,
- Monitoração de Temperatura.

Página 3-28
Monitoração de Falha à Terra

- Bloco de Função “Earth-Fault Monitoring” é utilizado para Monitoração de Falha à Terra

- Monitoração de falha à terra pode ser:


- Interna: realizada pela corrente dos Módulos de Medição IM e UM
- Externa: realizada através do Módulo de Detecção de Falha à Terra (EM)

- Este Bloco de Função pode gerar Eventos que podem ser utilizados na aplicação, ou ainda,
desligarem a carga

WTech Automação Página 29 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Falha à Terra


O Bloco de Função “Earth Fault Monitoring” é utilizado para monitoração de Falha à Terra pelo
SIMOCODE PRO.

A monitoração de falha à terra pode ser de 2 tipos:

- Monitoração de Falha à Terra Interna: realizada pela corrente monitorada


através do Módulo de Medição de Corrente (IM) ou do Módulo de Medição
Tensão/Corrente (UM).

- Monitoração de Falha à Terra Externa: realizada através do Módulo de


Detecção de Falha à Terra (EM).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir Eventos que podem ser utilizados na aplicação, ou
ainda, desligarem a carga em operação (Falha / Trip).

Página 3-29
Valores Limite de Corrente

- Bloco de Função “Current Limits” é utilizado para


Monitoração da Corrente do processo, independente
da proteção de sobrecarga

- Medição de corrente é realizada pelo Módulo de


Medição de Corrente (IM) ou Módulo de Medição
Tensão/Corrente (UM)

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme


(Warning), tanto para limites superiores, bem como
para limites inferiores de corrente

WTech Automação Página 30 Curso SIMOCODE PRO

Valores Limite de Corrente


O Bloco de Função “Current Limits” é utilizado para monitoração da Corrente do processo,
independente da proteção de sobrecarga.

A medição de corrente pode ser realizada pelo Módulo de Medição de Corrente (IM) ou pelo Módulo
de Medição Tensão/Corrente (UM). Portanto, esta função pode ser utilizada tanto na Unidade
Básica 1 (BU1), quanto na Unidade Básica 2 (BU2).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning), para
os limites superiores de corrente, bem como para os limites inferiores.

Página 3-30
Monitoração de Tensão

- Bloco de Função “Voltage Monitoring” é utilizado


para Monitoração de Subtensão

- Medição de tensão é realizada pelo Módulo de


Medição Tensão/Corrente (UM)

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme


(Warning) para os limites inferiores de tensão

WTech Automação Página 31 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Tensão
O Bloco de Função “Voltage Monitoring” é utilizado para monitoração de Subtensão no
SIMOCODE PRO.

A medição de tensão é realizada pelo Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM), portanto esta
função somente pode ser utilizada na série SIMOCODE PRO V (Unidade Básica 2 - BU2).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning)
para valores inferiores de tensão (subtensão).

Página 3-31
Monitoração de Fator de Potência

- Bloco de Função “Cos Phi Monitoring” é utilizado para Monitoração do Fator de Potência
de cargas indutivas

- Medição de fator de potência é realizada pelo Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM)

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning) para o fator de potência

WTech Automação Página 32 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Fator de Potência


O Bloco de Função “Cos Phi Monitoring” é utilizado para monitoração do Fator de Potência de
cargas indutivas.

A medição do fator de potência é realizada pelo Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM), portanto
esta função somente pode ser utilizada na série SIMOCODE PRO V (Unidade Básica 2 - BU2).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning) para
valores de fator de potência.

Página 3-32
Monitoração de Potência Ativa

- Bloco de Função “Power Monitoring” é utilizado para


Monitoração de Potência Ativa

- Pode ser usado para monitorar indiretamente o


estado de um dispositivo ou sistema (por exemplo,
vazão de uma bomba)

- Medição de potência é realizada pelo Módulo de


Medição Tensão/Corrente (UM)

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme


(Warning), tanto para limites superiores, bem como
para limites inferiores de potência ativa

WTech Automação Página 33 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Potência Ativa


O Bloco de Função “Power Monitoring” é utilizado para monitoração de Potência Ativa.
A medição de potência ativa pode ser utilizada para monitorar indiretamente o estado de um
dispositivo ou sistema (por exemplo, vazão de uma bomba).

A medição de potência é realizada pelo Módulo de Medição Tensão/Corrente (UM), portanto esta
função somente pode ser utilizada na série SIMOCODE PRO V (Unidade Básica 2 - BU2).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning), para os
limites superiores de potência ativa, bem como para os limites inferiores.

Página 3-33
Monitoração Sinal 0/4-20 mA

- Bloco de Função “Monitoring 0/4-20 mA” é utilizado para


Monitoração do Sinal Analógico de um Transdutor

- Sinal analógico deve ser fornecido em 0/4 a 20 mA

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning)


para limites superiores, bem como para limites inferiores do
sinal 0/4 a 20 mA

WTech Automação Página 34 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração Sinal 0/4 - 20 mA


O Bloco de Função “Monitoring 0/4-20 mA” é utilizado para monitoração do Sinal Analógico de um
transdutor. Este sinal analógico deve ser fornecido em 0/4 a 20 mA.

A leitura deste sinal analógico 0/4 a 20 mA é realizada pelo Módulo Analógico (AM), portanto esta
função somente pode ser utilizada na série SIMOCODE PRO V (Unidade Básica 2 - BU2).

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning), para
os limites superiores do sinal analógico, bem como para os limites inferiores.

Página 3-34
Monitoração de Operação
- Para evitar falhas causadas por operação excessiva ou
excessivo tempo de parada, SIMOCODE PRO pode
monitorar várias situações operacionais:
- Horas de Operação (Operating Hours)
- Tempo de Motor Parado (Motor Stop Time)
- Número de Partidas (Number of Starts)

- Bloco de Função “Operation Monitoring” é responsável


pelo tratamento destas informações

- Os dados para contabilização são recebidos da Lógica


de Partida (Função de Controle) selecionada

- Na substituição do motor, as informações podem ser


resetadas pelo Usuário

WTech Automação Página 35 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Operação
Para evitar falhas nos motores causadas por operação excessiva ou por excessivo tempo de parada,
o SIMOCODE PRO pode monitorar várias situações operacionais:

- Horas de Operação (Operating Hours),


- Tempo de Motor Parado (Motor Stop Time),
- Número de Partidas (Number of Starts).

O Bloco de Função “Operating Monitoring” é o responsável pelo tratamento destas informações. Os


dados para contabilização são recebidos da Lógica de Partida (Função de Controle) selecionada.

Na substituição eventual do motor, as informações podem ser resetadas pelo Usuário.

Página 3-35
Monitoração de Temperatura

- Bloco de Função “Temperatura Monitoring” é utilizado para Monitoração Analógica de


Temperatura

- Leitura de temperatura é realizada pelo Módulo de Temperatura (TM), que pode receber até 3
sensores de temperatura (NTC, KTY83/84, PT100 e PT1000)

- Pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning) para a temperatura

WTech Automação Página 36 Curso SIMOCODE PRO

Monitoração de Temperatura
O Bloco de Função “Temperature Monitoring” é utilizado para monitoração analógica de
Temperatura.

A leitura de temperatura é realizada pelo Módulo de Temperatura (TM), portanto esta função
somente pode ser utilizada na série SIMOCODE PRO V (Unidade Básica 2 - BU2).
O SIMOCODE PRO pode receber até 3 sensores de temperatura, e permite vários tipos de
sensor, como por exemplo, NTC, KTY83/84, PT100 e PT1000, para monitoração de temperatura
em diferentes meios físicos.
É importante ressaltar que o mesmo tipo de sensor deve ser utilizado nas 3 entradas do Módulo de
Temperatura.

Através deste Bloco de Função, pode-se definir níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning) para
a temperatura.

Página 3-36
Exercício

Exercícios

Criar e visualizar uma aplicação gráfica no SIMOCODE ES

WTech Automação Página 37 Curso SIMOCODE PRO

Exercício: Com a ajuda do instrutor siga os seguintes passos:

- Passo 1: Crie uma aplicação utilizando um SIMOCODE PRO V e utilizando uma Função de Controle
para Partida Direta.

- Passo 2: Visualize o aplicativo criado no Editor Gráfico (Ctrl + G) e observe os Blocos de Função
criados automaticamente pelo SIMOCODE ES.

- Passo 3: No Editor Gráfico, selecione o Bloco de Função “BU Outputs” e, através do botão direito do
mouse, selecione a opção “Propriedades” (Properties) do bloco. Observe as propriedades do Bloco de
Função através da Tela Pré-Definida e através do Editor Gráfico.

Nota: para comutar entre as Telas Pré-Definidas e o Editor Gráfico utilize a combinação de teclas Ctrl+G

Página 3-37
Curso SIMOCODE PRO
WTech Automação

Capítulo 4 - Software SIMOCODE ES


WTech Automação Página 1 Curso SIMOCODE PRO

Conteúdo Página
Introdução ..................................................................................... 3 - 4
Iniciando SIMOCODE ES ............................................................. 5
Tela Device ................................................................................... 6
Tela Marking ................................................................................. 7
Tela Device Configuration .............................................................8
Tela Bus Parameters .................................................................... 9
Tela Overload / Unbalance / Stall ................................................. 10
Tela Control Station ...................................................................... 11
Tela Control Function ....................................................................12
Tela Earth Fault .............................................................................13
Tela Current Limits ....................................................................... 14
Tela Operating Hours Monitoring ..................................................15
Tela Inputs .....................................................................................16
Tela Basic Unit ..............................................................................17
Tela Operator Panel Logic ............................................................ 18
Tela Cyclic Send Data ...................................................................19
Tela Acyclic Send Data .................................................................20
Telas Test 1 e Test 2 .................................................................... 21 - 22
Telas Reset 1, Reset 2 e Reset 3 ................................................. 23 - 25
Tela Test Position Feedback (TPF) .............................................. 26
Telas External Fault (1 a 6) ...........................................................27
Tela Operational Protection Off (OPO) ......................................... 28

Página 4-1
WTech Automação Página 2 Curso SIMOCODE PRO

Tela Power Failure Monitoring (UVO) ...........................................29


Tela Emergency Start .................................................................. 30
Tela Watchdog (PLC / DCS Monitoring) .......................................31
Tela Timestamping ....................................................................... 32
Telas Truth Table 3I / 1O (1 a 6) ...................................................33
Telas Truth Table 2I / 1O (7 e 8) ...................................................34
Tela Truth Table 9 5I / 2O .............................................................35
Telas Counter (1 a 4) .................................................................... 36
Telas Timer (1 a 4) ........................................................................37
Telas Signal Conditioner (1 a 4) ................................................... 38
Telas Non-Volatile Element (1 a 4) ............................................... 39
Telas Flashing (1 a 3) ................................................................... 40
Telas Flickering (1 a 3) ................................................................. 41
Telas Limit Monitor (1 a 4) ............................................................ 42
Telas Calculation Module (1 e 2) .................................................. 43
Tela 3UF50 - Compatibility Mode ................................................. 44
Tela Analog Value Recording ....................................................... 45
Tela Graphic Editor ....................................................................... 46 - 47
Exercício ....................................................................................... 48

Página 4-2
Introdução
- Conforme já mencionado anteriormente, o software SIMOCODE ES é a principal ferramenta
para parametrização, configuração e diagnóstico do SIMOCODE PRO

- SIMOCODE ES é disponibilizado em três versões com diferentes funções:

- SIMOCODE ES - Versão Basic:


- Comunicação através de Interface Serial
- Comissionamento
- Parametrização e Operação

- SIMOCODE ES - Versão Standard:


- Comunicação através de Interface Serial
- Comissionamento
- Parametrização via Editor Gráfico
- Parametrização, Operação e Monitoramento
- Diagnóstico e Status do Controle
- Função Trace (função de Osciloscópio)
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN)

WTech Automação Página 3 Curso SIMOCODE PRO

SIMOCODE ES
Conforme já mencionado anteriormente, o pacote de software SIMOCODE ES é a principal
ferramenta para parametrização, configuração e diagnóstico do SIMOCODE PRO C e
SIMOCODE PRO V.

O SIMOCODE ES é disponibilizados em três versões com diferentes funções:

- SIMOCODE ES Basic - Permite as seguintes funções:


- Comunicação através de interface serial,
- Comissionamento,
- Parametrização e Operação.

- SIMOCODE ES Standard - Permite as seguintes funções:


- Comunicação através de interface serial,
- Comissionamento,
- Parametrização via Editor Gráfico,
- Parametrização, Operação e Monitoramento,
- Diagnóstico e Status do Controle,
- Função Trace (função de osciloscópio),
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN).

Página 4-3
Introdução
- SIMOCODE ES - Versão Premium:
- Comunicação através de Interface Serial e Interface PROFIBUS
- Comissionamento
- Parametrização via Editor Gráfico
- Parametrização, Operação e Monitoramento (via Serial ou PROFIBUS)
- Diagnóstico
- Roteamento via S7, Tele-service via MPI
- Função de grupo e modelo para parametrização
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN)
- Exportação de parâmetros
- Inclui Object Manager para STEP7

- A versão de avaliação do SIMOCODE ES pode ser encontrada através do link abaixo:


Link para download do SIMOCODE ES 2007 + SP1:
http://support.automation.siemens.com/WW/view/en/28368473

WTech Automação Página 4 Curso SIMOCODE PRO

- SIMOCODE ES Premium - Permite as seguintes funções:


- Comunicação através de interface serial e interface PROFIBUS,
- Comissionamento,
- Parametrização via Editor Gráfico,
- Parametrização, Operação e Monitoramento (via serial ou PROFIBUS),
- Diagnóstico,
- Roteamento via S7, Tele-service via MPI,
- Função de grupo e modelo para parametrização,
- Documentação normalizada para impressão (Norma DIN),
- Exportação de parâmetros,
- Inclui Object Manager para STEP7.

- A versão de avaliação do SIMOCODE ES é disponibilizada no site da Siemens, através do link


a seguir : http://support.automation.siemens.com/WW/view/en/28368473

Página 4-4
Iniciando SIMOCODE ES
- Pode-se iniciar o software SIMOCODE ES através das opções abaixo:

Ícone
SIMOCODE ES

Menu Iniciar
SIRIUS engineering
SIMOCODE ES

Tela de Entrada

WTech Automação Página 5 Curso SIMOCODE PRO

Iniciando SIMOCODE ES

O software SIMOCODE ES pode ser acessado através das seguintes opções:

- Através do ícone “SIMOCODE ES” existente na área de trabalho do


Windows, ou ainda,

- Através do menu “Iniciar >>> SIRIUS engineering >>> SIMOCODE ES”.

Página 4-5
Tela Device

Visualiza Informações
do Dispositivo

Tela Device (Dispositivo): tela para visualizar informações do dispositivo


Caminho: Identification >>> Device

WTech Automação Página 6 Curso SIMOCODE PRO

Tela Device / Dispositivo

Caminho para Tela:


Identification >>> Device

Descrição
A tela Device apresenta as informações específicas do dispositivo. Estas informações podem,
por exemplo, ser usadas como documentação do sistema.

Página 4-6
Tela Marking

Identifica
Planta

Localização

Data

Descrição

Tela Marking (Marcação): tela para inserir comentários para identificação da aplicação
Caminho: Identification >>> Marking

WTech Automação Página 7 Curso SIMOCODE PRO

Tela Marking / Marcação

Caminho para Tela:


Identification >>> Marking

Descrição
A tela Marking é utilizada para inserir comentários para identificação da aplicação. As seguintes
informações podem ser livremente editadas pelo Usuário:

- Identificação da Planta,
- Localização,
- Data,
- Descrição.

Página 4-7
Tela Device Configuration

Seleciona
Unidade Básica

Seleciona
Aplicação

Seleciona
Módulos

Tela Device Configuration (Configuração do Dispositivo): tela para selecionar modelo, módulos e aplicação
Caminho: Device Configuration

WTech Automação Página 8 Curso SIMOCODE PRO

Tela Device Configuration / Configuração do Dispositivo

Caminho para Tela:


Device Configuration

Descrição
A tela Device Configuration permite configurar o dispositivo. As seguintes seleções e habilitações são
realizadas nesta tela:

- Seleção do modelo da Unidade Básica: SIMOCODE PRO C ou PRO V;


- Habilitação do Termistor para monitoração da temperatura do motor;
- Seleção dos Módulos de Expansão que serão utilizados na configuração;
- Habilitação de mensagem de falha caso o Painel de Operação seja
desconectado;
- Seleção da Aplicação (Função de Controle) que será parametrizada e
utilizada no SIMOCODE ES.

Página 4-8
Tela Bus Parameters

Define Nó
PROFIBUS DP

Taxa de Transmissão
(até 12 Mbit/s)

Define dados de
diagnóstico reportados
via PROFIBUS DP

Ignora alterações de
parâmetros na inicialização
do Mestre DP

Tela Bus Parameters (Parâmetros do Barramento): define parâmetros da rede PROFIBUS DP


Caminho: Bus Parameters

WTech Automação Página 9 Curso SIMOCODE PRO

Tela Bus Parameters / Parâmetros do Barramento

Caminho para Tela:


Bus Parameters

Descrição
A tela Bus Parameters permite definir os parâmetros de funcionamento da rede PROFIBUS DP
utilizada pelo SIMOCODE PRO para troca de dados. Os seguintes parâmetros podem ser
definidos:

- Nó PROFIBUS a ser utilizado no SIMOCODE PRO (de 1 a 126),


- Taxa de Transmissão (até 12 Mbit/s),
- Definição dos dados de Diagnóstico que serão reportados via rede
PROFIBUS DP,
- Aceitação ou não, de Alteração de Parâmetros na Inicialização do Mestre
DP.

Página 4-9
Tela Overload / Unbalance / Stall

Parâmetros para
Parâmetros para Desequilíbrio de Fase
Sobrecarga

Parâmetros para
Perda de Velocidade

Tela Overload / Unbalance / Stall (Sobrecarga / Desequilíbrio / Perda de Velocidade): define parâmetros
para proteção do motor relacionados à sobrecarga, desequilíbrio de fase e perda de velocidade
Caminho: Motor Protection >>> Overload/Unbalance/Stall

WTech Automação Página 10 Curso SIMOCODE PRO

Tela Overload/Unbalance/Stall / Sobrecarga/Desequilíbrio/Perda de Velocidade

Caminho para Tela:


Motor Protection >>> Overload/Unbalance/Stall

Descrição
A tela Overload/Unbalance/Stall permite definir os parâmetros para proteção do motor
relacionados à sobrecarga, desequilíbrio de fase e perda de velocidade.

Página 4-10
Tela Control Station

Seleção Local (1, 2 ou 3) / Remoto

Comando Local via


Entradas Digitais

Comando Remoto

Vai para Função


Protecting / Controlling
(Proteção / Controle)

Comando via
Painel de Operação

Tela Control Station (Estação de Controle): define quais comandos serão dados ao motor e a origem dos
mesmos (Por exemplo: Local: via Entradas Digitais ou Painel de Operação / Remoto: via PROFIBUS)
Caminho: Motor Control >>> Control Station

WTech Automação Página 11 Curso SIMOCODE PRO

Tela Control Station / Estação de Controle

Caminho para Tela:


Motor Control >>> Control Station

Descrição
A tela Control Station permite definir quais comandos serão dados ao motor e a origem dos mesmos.
A origem dos comandos pode ser:

- Local: comandos localizados na vizinhança do motor, através de botões;


- PLC / DCS: comandos recebidos de Sistemas de Automação (Remoto), via
PROFIBUS DP;
- PC: comandos recebidos através de alguma Estação de Engenharia ou
SIMOCODE ES, via PROFIBUS DP, utilizando protocolo DPV1;
- Painel de Operação: comandos recebidos através do Painel de Operação do
SIMOCODE PRO.

Os comandos podem ser:

- ON> : Ligar Motor para Direita,


- ON< : Ligar Motor para Esquerda,
- OFF : Desligar Motor,
- ON>> : Ligar Motor para Direita Rápido,
- ON<< : Ligar Motor para Esquerda Rápido.

Página 4-11
Tela Control Function

Define Tipo de Carga

Define Comandos
Vem da Função
Control Stations
(Estações de Controle)

Define Sinais
de Retroaviso

Tempo de Retroaviso

Tempo de Partida

Tela Control Function (Função de Controle): define como será a função de controle. Define-se o tipo
de carga, os comandos, o tipo de retroaviso e algumas temporizações
Caminho: Motor Control >>> Control Function

WTech Automação Página 12 Curso SIMOCODE PRO

Tela Control Function / Função de Controle

Caminho para Tela:


Motor Control >>> Control Function

Descrição
A tela Control Function permite definir como será a função de controle do motor.
Define-se o tipo de carga, os comandos, o tipo de retroaviso e algumas temporizações.

Página 4-12
Tela Earth Fault

Define Parâmetros
Falha à Terra

Tela Earth Fault (Falha à Terra): define parâmetros para verificação de Falha à Terra
Caminho: Monitoring Functions >>> Earth Fault

WTech Automação Página 13 Curso SIMOCODE PRO

Tela Earth Fault / Falha à Terra

Caminho para Tela:


Monitoring Functions >>> Earth Fault

Descrição
O SIMOCODE PRO mede e monitora a corrente nas três fases. Avaliando a soma atual dos valores
das correntes nas três fases, o SIMOCODE PRO pode detectar uma possível Falha à
Terra.
A tela Earth Fault permite definir os parâmetros para verificação de Falha à Terra.

É importante destacar que a Falha à Terra Interna (Internal Earth Fault) é monitorada utilizando-se o
Módulo Transformador de Corrente ou o Módulo de Medição Tensão e Corrente.
A Falha à Terra Externa (External Earth Fault) é monitorada através do Módulo de Fuga à Terra.

Página 4-13
Tela Current Limits

Nível de Trip (Falha)

Define Parâmetros para


Limite Superior de Corrente

Nível de Warning (Alarme)

Nível de Trip (Falha)

Define Parâmetros para


Limite Inferior de Corrente

Nível de Warning (Alarme)

Tela Current Limits (Limites de Corrente): define parâmetros para verificação de Limite de Corrente
Caminho: Monitoring Functions >>> Current Limits

WTech Automação Página 14 Curso SIMOCODE PRO

Tela Current Limits / Limites de Corrente

Caminho para Tela:


Monitoring Functions >>> Current Limits

Descrição:
A monitoração do Limite de Corrente pelo SIMOCODE PRO é utilizada para monitoração do processo e
é independente da Sobrecarga.
A medição da corrente é realizada pelo Módulo Transformador de Corrente ou pelo Módulo de
Medição de Corrente e Tensão.
Podem ser definidos pelo Usuário níveis de Falha (Trip) e de Alarme (Warning), tanto para limites
superiores, bem como para limites inferiores de corrente.

Página 4-14
Tela Operating Hours Monitoring

Parâmetros para Monitoração


Tempo de Operação

Parâmetros para Monitoração


Tempo Parado

Parâmetros para Monitoração


de Partida

Tela Operating Hours Monitoring (Monitoração de Horas de Operação): define parâmetros para monitoração de
horas de operação
Caminho: Monitoring Functions >>> Operating Hours Monitoring

WTech Automação Página 15 Curso SIMOCODE PRO

Tela Operating Hours Monitoring / Monitoração de Horas de Operação

Caminho para Tela:


Monitoring Functions >>> Operating Hours Monitoring

Descrição:
Para evitar falhas em motores causadas por operação excessiva ou excessivo tempo de parada, o
SIMOCODE PRO pode monitorar o Tempo de Operação e o Tempo de Parada do motor, bem
como o Número de Partidas em um intervalo pré-definido pelo Usuário.
A tela Operating Hours Monitoring permite definir parâmetros para monitoração das situações
listadas acima.

Página 4-15
Tela Inputs

Define Parâmetros
Entradas Digitais

Define Parâmetros
Entradas Analógicas

Define Parâmetros
Entradas de Temperatura

Tela Inputs (Entradas): define parâmetros para Entradas Digitais, Analógicas e de Temperatura
Caminho: Inputs

WTech Automação Página 16 Curso SIMOCODE PRO

Tela Inputs / Entradas

Caminho para Tela:


Inputs

Descrição:
A tela Inputs permite definir os parâmetros para as entradas utilizadas no SIMOCODE PRO, ou
seja:
- Entradas Digitais,
- Entradas Analógicas,
- Entradas de Temperatura.

Página 4-16
Tela Basic Unit

Define Sinais para


Saídas Digitais

Tela Basic Unit (Unidade Básica): define sinais para Saídas Digitais da Unidade Básica do SIMOCODE PRO
Caminho: Outputs >>> Basic Unit

WTech Automação Página 17 Curso SIMOCODE PRO

Tela Basic Unit / Unidade Básica

Caminho para Tela:


Outputs >>> Basic Unit

Descrição:
A tela Basic Unit permite definir quais sinais serão disponibilizados como Saídas Digitais na
Unidade Básica do SIMOCODE PRO.

Página 4-17
Tela Operator Panel Logic

Define Sinais para


LEDs Verdes (1 a 4)

Define Sinais para


LEDs Amarelos (1 a 3)

Tela Operator Panel LEDs (LEDs do Painel de Operação): define sinais para os LEDs do Painel de Operação
Caminho: Outputs >>> Operator Panel LEDs

WTech Automação Página 18 Curso SIMOCODE PRO

Tela Operator Panel LEDs / LEDs do Painel de Operação

Caminho para Tela:


Outputs >>> Operator Panel LEDs

Descrição:
A tela Operator Panel LEDs permite definir quais sinais serão disponibilizados nos LEDs do
Painel de Operação do SIMOCODE PRO.

Página 4-18
Tela Cyclic Send Data

Define Sinais Enviados


Ciclicamente na Rede
PROFIBUS DP

Tela Cyclic Send Data (Envio Cíclico de Dados): define sinais enviados ciclicamente pela rede PROFIBUS DP
Caminho: Outputs >>> Cyclic Send Data

WTech Automação Página 19 Curso SIMOCODE PRO

Tela Cyclic Send Data / Envio Cíclico de Dados

Caminho para Tela:


Outputs >>> Cyclic Send Data

Descrição:
A tela Cyclic Send Data permite definir quais sinais serão enviados ciclicamente pelo SIMOCODE
PRO através da rede PROFIBUS DP.

Página 4-19
Tela Acyclic Send Data

Define Sinais Enviados


Aciclicamente na Rede
PROFIBUS DP

Tela Acyclic Send Data (Envio Acíclico de Dados): define sinais enviados aciclicamente pela rede PROFIBUS DP
Caminho: Outputs >>> Acyclic Send Data

WTech Automação Página 20 Curso SIMOCODE PRO

Tela Acyclic Send Data / Envio Acíclico de Dados

Caminho para Tela:


Outputs >>> Acyclic Send Data

Descrição:
A tela Acyclic Send Data permite definir quais sinais serão enviados aciclicamente pelo SIMOCODE
PRO através da rede PROFIBUS DP.

Página 4-20
Tela Test 1

Habilita Botão
Teste / Reset

Define Sinal Utilizado


como Teste 1

Tela Test 1 (Teste 1): define sinal que será utilizado como Teste 1
Caminho: Standard Functions >>> Test / Reset >>> Test 1

WTech Automação Página 21 Curso SIMOCODE PRO

Tela Test 1 / Teste 1

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test / Reset >>> Test 1

Descrição:
A tela Test 1 permite definir qual sinal será utilizado pelo SIMOCODE PRO para habilitar a função
Teste 1.
A função Teste 1 é utilizada para fazer vários testes no SIMOCODE PRO. O tempo de duração do
sinal utilizado para habilitar a função Teste 1 define os testes que serão realizados:
- Duração < 2 segundos: teste de lâmpada e LED;
- Duração entre 2 e 5 segundos: teste de funcionalidade do dispositivo;
- Duração > 5 segundos: teste dos relés de saída (desligamento).

Página 4-21
Tela Test 2

Habilita Botão
Teste / Reset

Define Sinal Utilizado


como Teste 2

Tela Test 2 (Teste 2): define sinal que será utilizado como Teste 2
Caminho: Standard Functions >>> Test / Reset >>> Test 2

WTech Automação Página 22 Curso SIMOCODE PRO

Tela Test 2 / Teste 2

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test / Reset >>> Test 2

Descrição:
A tela Test 2 permite definir qual sinal será utilizado pelo SIMOCODE PRO para habilitar a função
Teste 2.
A função Teste 2 é utilizada para fazer vários testes no SIMOCODE PRO. O tempo de duração do
sinal utilizado para habilitar a função Teste 2 define os testes que serão realizados:
- Duração < 2 segundos: teste de lâmpada e LED;
- Duração entre 2 e 5 segundos: teste de funcionalidade do dispositivo.

A função Teste 2 não realiza teste dos relés de saída.

Página 4-22
Tela Reset 1

Habilita Botão
Teste / Reset

Define Sinal Utilizado


como Reset 1

Tela Reset 1 (Reset 1): define sinal que será utilizado como Reset 1
Caminho: Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 1

WTech Automação Página 23 Curso SIMOCODE PRO

Tela Reset 1 / Reset 1

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 1

Descrição:
A tela Reset 1 permite definir qual sinal será utilizado pelo SIMOCODE PRO para habilitar a
função Reset 1.
A função Reset 1 é utilizada para Reconhecimento de Falhas no SIMOCODE PRO, sendo igual
às funções Reset 2 e Reset 3.

Página 4-23
Tela Reset 2

Habilita Botão
Teste / Reset

Define Sinal Utilizado


como Reset 2

Tela Reset 2 (Reset 2): define sinal que será utilizado como Reset 2
Caminho: Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 2

WTech Automação Página 24 Curso SIMOCODE PRO

Tela Reset 2 / Reset 2

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 2

Descrição:
A tela Reset 2 permite definir qual sinal será utilizado pelo SIMOCODE PRO para habilitar a
função Reset 2.
A função Reset 2 também é utilizada para Reconhecimento de Falhas no SIMOCODE PRO,
sendo igual às funções Reset 1 e Reset 3.

Página 4-24
Tela Reset 3

Habilita Botão
Teste / Reset

Define Sinal Utilizado


como Reset 3

Tela Reset 3 (Reset 3): define sinal que será utilizado como Reset 3
Caminho: Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 3

WTech Automação Página 25 Curso SIMOCODE PRO

Tela Reset 3 / Reset 3

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test / Reset >>> Reset 3

Descrição:
A tela Reset 3 permite definir qual sinal será utilizado pelo SIMOCODE PRO para habilitar a
função Reset 3.
A função Reset 3 também é utilizada para Reconhecimento de Falhas no SIMOCODE PRO,
sendo igual às funções Reset 1 e Reset 2.

Página 4-25
Tela Test Position Feedback (TPF)

Define Parâmetros
Retroaviso Posição de Teste

Tela Test Position Feedback (Retroaviso Posição de Teste): define parâmetros para teste de partida a frio
(Posição Teste), ou seja, com o circuito principal isolado e a tensão de controle conectada
Caminho: Standard Functions >>> Test Position Feedback (TPF)

WTech Automação Página 26 Curso SIMOCODE PRO

Tela Test Position Feedback / Retroaviso Posição de Teste

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Test Position Feedback (TPF)

Descrição:
A tela Test Position Feedback (TPF) permite definir parâmetros para teste de partida a frio, ou
seja, com o circuito principal isolado e a tensão de controle conectada.

Página 4-26
Telas External Fault (1 a 6)

Define Falhas
Externas 1 a 6

Telas External Fault (Falha Externa): define características das falhas externas 1 a 6
Caminho: Standard Functions >>> External Fault >>> External Fault 1 a External Fault 6

WTech Automação Página 27 Curso SIMOCODE PRO

Telas External Fault / Falha Externa

Caminho para Telas:


Standard Functions >>> External Fault >>> External Fault 1 a External Fault 6

Descrição:
As telas External Fault 1 a 6 permitem definir as características das falhas externas 1 a 6.
As falhas externas são utilizadas para monitorar o estado de proteções ou dispositivos externos,
para gerar uma mensagem de falha e, se necessário desligar o motor.

Página 4-27
Tela Operational Protection Off (OPO)

Define Entrada para


Iniciar Posicionamento

Posição Esperada
para Posicionador

Tipo de Sinal

Tela Operational Protection Off (Proteção Operacional - Desligar): define parâmetros para que um Posicionador
retorne para uma posição segura
Caminho: Standard Functions >>> Operational Protection Off (OPO)

WTech Automação Página 28 Curso SIMOCODE PRO

Tela Operational Protection Off (OPO) / Proteção Operacional - Desligar

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Operational Protection Off (OPO)

Descrição:
A tela Operational Protection Off (OPO) permite definir parâmetros para que um Posicionador
retorne para uma posição segura.

Página 4-28
Tela Power Failure Monitoring (UVO)

Define Parâmetros
Falha de Alimentação

Tela Power Failure Monitoring (Monitoração de Falha de Alimentação): define parâmetros para monitoração de
falha de alimentação
Caminho: Standard Functions >>> Power Failure Monitoring (UVO)

WTech Automação Página 29 Curso SIMOCODE PRO

Tela Power Failure Monitoring (UVO) / Monitoração de Falha de Alimentação

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Power Failure Monitoring (UVO)

Descrição:
A tela Power Failure Monitoring (UVO) permite definir parâmetros do SIMOCODE PRO para
monitoração de falha de alimentação.
A monitoração é realizada através de um relé de tensão externo que é conectado ao SIMOCODE PRO
via Entradas Digitais.

Página 4-29
Tela Emergency Start

Define Entrada para


Habilitar Partida em
Emergência

Tela Emergency Start (Partida em Emergência): define habilitação de partida em emergência, ou seja, habilita
apagamento da memória térmica do SIMOCODE PRO, permitindo o religamento imediato do motor após sobrecarga
Caminho: Standard Functions >>> Emergency Start

WTech Automação Página 30 Curso SIMOCODE PRO

Tela Emergency Start / Partida de Emergência

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Emergency Start

Descrição:
A tela Emergency Start permite habilitar a partida do motor em emergência, através do
apagamento da memória térmica do SIMOCODE PRO, permitindo o religamento imediato do
motor, mesmo após uma sobrecarga.

Página 4-30
Tela Watchdog (PLC/DCS Monitoring)

Habilita Monitoração
Rede PROFIBUS DP

Habilita Monitoração
PLC / SDCD
Define Reset

Tela Watchdog (PLC / DCS Monitoring) (Cão de Guarda - Monitoração de PLC / SDCD): define parâmetros para
monitoração da comunicação na rede PROFIBUS DP e com PLC / SDCD
Caminho: Standard Functions >>> Watchdog (PLC / DCS Monitoring)

WTech Automação Página 31 Curso SIMOCODE PRO

Tela Watchdog (PLC / DCS Monitoring) / Cão de Guarda (Monitoração de PLC / SDCD)

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Watchdog (PLC / DCS Monitoring)

Descrição:
A tela Watchdog (PLC / DCS Monitoring) permite definir parâmetros para monitoração da
comunicação na rede PROFIBUS DP e com PLC / SDCD.

Página 4-31
Tela Timestamping

Define Entradas
para Gravação

Tela Timestamping (Registro Temporal): define até oito sinais digitais para serem gravados com alta precisão
temporal
Caminho: Standard Functions >>> Timestamping

WTech Automação Página 32 Curso SIMOCODE PRO

Tela Timestamping / Registro Temporal

Caminho para Tela:


Standard Functions >>> Timestamping

Descrição:
A tela Timestamping permite definir até oito sinais digitais para serem gravados com alta precisão
temporal. Durante o processo, cada mudança de estado nos sinais digitais selecionados será
gravada.

Página 4-32
Telas Truth Table 3I/1O (1 a 6)

Define Entradas
Tabela Verdade

Define Tabela
Verdade
3 Entradas 1 Saída

Telas Truth Table 3I/1O (Tabela Verdade 3I/1O): define Tabelas Verdade 1 a 6. Cada Tabela Verdade possui 3
entradas e 1 saída
Caminho: Logic Modules >>> Truth Table 1 3I/1O a Truth Table 6 3I/1O

WTech Automação Página 33 Curso SIMOCODE PRO

Telas Truth Table 3I/1O / Tabela Verdade 3I/1O

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Truth Table 1 3I/1O a Truth Table 6 3I/1O

Descrição:
As telas Truth Table 3I/1O permitem definir as Tabelas Verdade 1 a 6. Cada Tabela Verdade
possui três entradas (3I) e uma saída (1O).
As Tabelas Verdade são utilizadas para definição de combinações lógicas entre sinais digitais
existentes no SIMOCODE PRO.

Página 4-33
Telas Truth Table 2I/1O (7 e 8)

Define Entradas
Tabela Verdade

Define Tabela
Verdade
2 Entradas 1 Saída

Telas Truth Table 2I/1O (Tabela Verdade 2I/1O): define Tabelas Verdade 7 e 8. Cada Tabela Verdade possui 2
entradas e 1 saída
Caminho: Logic Modules >>> Truth Table 7 2I/1O e Truth Table 8 2I/1O

WTech Automação Página 34 Curso SIMOCODE PRO

Telas Truth Table 2I/1O / Tabela Verdade 2I/1O

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Truth Table 7 2I/1O e Truth Table 8 2I/1O

Descrição:
As telas Truth Table 2I/1O permitem definir as Tabelas Verdade 7 a 8. Cada Tabela Verdade
possui duas entradas (2I) e uma saída (1O).
As Tabelas Verdade são utilizadas para definição de combinações lógicas entre sinais digitais
existentes no SIMOCODE PRO.

Página 4-34
Tela Truth Table 9 5I/2O

Define Entradas
Tabela Verdade

Define Tabela
Verdade
5 Entradas / 2 Saídas

Tela Truth Table 9 5I/2O (Tabela Verdade 9 5I/2O): define Tabela Verdade 9. Esta Tabela Verdade possui 5
entradas e 2 saídas
Caminho: Logic Modules >>> Truth Table 9 5I/2O

WTech Automação Página 35 Curso SIMOCODE PRO

Tela Truth Table 9 5I/2O / Tabela Verdade 9 5I/2O

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Truth Table 9 5I/2O

Descrição:
A tela Truth Table 9 5I/2O permite definir a Tabela Verdade 9. Esta Tabela Verdade possui cinco
entradas (5I) e duas saídas (2O).
As Tabelas Verdade são utilizadas para definição de combinações lógicas entre sinais digitais
existentes no SIMOCODE PRO.

Página 4-35
Telas Counter (1 a 4)

Limite
Entrada - Incrementa

Entrada - Decrementa

Entrada - Reset

Define Parâmetros
Contadores 1 a 4

Telas Counter (Contador): define parâmetros dos Contadores 1 a 4


Caminho: Logic Modules >>> Counter 1 a Counter 4

WTech Automação Página 36 Curso SIMOCODE PRO

Telas Counter / Contador

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Counter 1 a Counter 4

Descrição:
As telas Counter permitem definir os parâmetros dos módulos lógicos Contadores 1 a 4 (Counter 1
a Counter 4).

Página 4-36
Telas Timer (1 a 4)

Tipo de Temporizador

Limite

Entrada - Habilita

Entrada - Reset

Define Parâmetros
Temporizadores 1 a 4

Telas Timer (Temporizador): define parâmetros dos Temporizadores 1 a 4


Caminho: Logic Modules >>> Timer 1 a Timer 4

WTech Automação Página 37 Curso SIMOCODE PRO

Telas Timer / Temporizador

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Timer 1 a Timer 4

Descrição:
As telas Timer permitem definir os parâmetros dos módulos lógicos Temporizadores 1 a 4 (Timer 1
a Timer 4).

Página 4-37
Telas Signal Conditioner (1 a 4)

Define Parâmetros
Condicionadores de Sinal
1a4

Telas Signal Conditioner (Condicionador de Sinal): define parâmetros dos Condicionadores de Sinal 1 a 4
Caminho: Logic Modules >>> Signal Conditioner 1 a Signal Conditioner 4

WTech Automação Página 38 Curso SIMOCODE PRO

Telas Signal Conditioner / Condicionador de Sinal

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Signal Conditioner 1 a Signal Conditioner 4

Descrição:
As telas Signal Conditioner permitem definir os parâmetros para os módulos lógicos Condicionador de
Sinal 1 (Signal Conditioner 1) a Condicionador de Sinal 4 (Signal Conditioner 4).
Os Condicionadores de Sinal podem apresentar os seguintes tipos:
- Não Inversor (Non Inverting),
- Inversor (Inverting)
- Borda de Subida com Memória (Edge Rising with Memory),
- Borda de Descida com Memória (Edge Falling with Memory).

Página 4-38
Telas Non-Volatile Element (1 a 4)

Define Parâmetros
Elementos Não Voláteis
1a4

Telas Non-Volatile Element (Elemento Não Volátil): define parâmetros dos Elementos Não Voláteis 1 a 4
Caminho: Logic Modules >>> Non-Volatile Element 1 a Non-Volatile Element 4

WTech Automação Página 39 Curso SIMOCODE PRO

Telas Non-Volatile Element / Elemento Não Volátil

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Non-Volatile Element 1 a Non-Volatile Element 4

Descrição:
As telas Non-Volatile Element permitem definir os parâmetros para os módulos lógicos Elemento
Não Volátil 1 (Non-Volatile Element 1) a Elemento Não Volátil 4 (Non-Volatile Element 4).
Os Elementos Não Voláteis comportam-se como os Condicionadores de Sinal mostrados
anteriormente, entretanto o sinal de saída do módulo lógico Elemento Não Volátil permanece após
uma falha na fonte de alimentação.

Página 4-39
Telas Flashing (1 a 3)

Define Entrada para


Habilitar Função
Pisca Lento

Telas Flashing (Pisca Lento): habilita funções “pisca-pisca” 1 a 3 com freqüência fixa de 1 Hz
Caminho: Logic Modules >>> Flashing 1 a Flashing 3

WTech Automação Página 40 Curso SIMOCODE PRO

Telas Flashing / Pisca Lento

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Flashing 1 a Flashing 3

Descrição:
As telas Flashing permitem habilitar os módulos lógicos Pisca Lento 1 (Flashing 1) a Pisca Lento 3
(Flashing 3).
A freqüência de oscilação de um módulo lógico Pisca Lento é de 1 Hz e pode ser utilizado, por
exemplo, para fazer algum LED piscar lento na Estação de Operação.

Página 4-40
Telas Flickering (1 a 3)

Define Entrada para


Habilitar Função
Pisca Rápido

Telas Flickering (Pisca Rápido): habilita funções “pisca-pisca” 1 a 3 com freqüência fixa de 4 Hz
Caminho: Logic Modules >>> Flickering 1 a Flickering 3

WTech Automação Página 41 Curso SIMOCODE PRO

Telas Flickering / Pisca Rápido

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Flickering 1 a Flickering 3

Descrição:
As telas Flickering permitem habilitar os módulos lógicos Pisca Rápido 1 (Flickering 1) a Pisca
Rápido 3 (Flickering 3).
A freqüência de oscilação de um módulo lógico Pisca Rápido é de 4 Hz e pode ser utilizado
também, por exemplo, para fazer algum LED piscar rápido na Estação de Operação.

Página 4-41
Telas Limit Monitor (1 a 4)

Define Parâmetros
Monitores de Limite
1a4

Telas Limit Monitor (Monitor de Limite): define parâmetros dos Monitores de Limite 1 a 4
Caminho: Logic Modules >>> Limit Monitor 1 a Limit Monitor 4

WTech Automação Página 42 Curso SIMOCODE PRO

Telas Limit Monitor / Monitor de Limite

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Limit Monitor 1 a Limit Monitor 4

Descrição:
As telas Limit Monitor permitem parametrizar os módulos lógicos Monitor de Limite 1 (Limit Monitor
1) a Monitor de Limite 4 (Limit Monitor 4).
Estes módulos lógicos são utilizados para monitorar o valor de variáveis analógicas, verificando o
limite máximo ou mínimo das mesmas e gerando um sinal de evento para indicação na aplicação.

Página 4-42
Telas Calculation Module (1 e 2)

Define Parâmetros
Módulos de Cálculo
1e2

Fórmula de Cálculo

Telas Calculation Module (Módulo de Cálculo): define os parâmetros dos Módulos de Cálculo 1 e 2
Caminho: Logic Modules >>> Calculation Module 1 e Calculation Module 2

WTech Automação Página 43 Curso SIMOCODE PRO

Telas Calculation Module / Módulo de Cálculo

Caminho para Telas:


Logic Modules >>> Calculation Module 1 e Calculation Module 2

Descrição:
As telas Calculation Module permitem parametrizar o Módulo de Cálculo 1 (Calculation Module 1) e
o Módulo de Cálculo 2 (Calculation Module 2).
Estes módulos lógicos são utilizados para adaptar, calcular ou converter o valor de variáveis
analógicas internas no SIMOCODE PRO.

Página 4-43
Tela 3UF50 - Compatibility Mode

Habilita e Define Parâmetros


Modo de Compatibilidade
3UF50

Tela 3UF50 - Compatibility Mode (Modo de Compatibilidade - 3UF50): define parâmetros para permitir que um
SIMOCODE PRO possa substituir um antigo SIMOCODE DP (3UF50)
Caminho: 3UF50 - Compatibility Mode

WTech Automação Página 44 Curso SIMOCODE PRO

Tela 3UF50 - Compatibility Mode / Modo de Compatibilidade - 3UF50

Caminho para Tela:


3UF50 - Compatibility Mode

Descrição:
A tela 3UF50 - Compatibility Mode permite definir parâmetros para que o SIMOCODE PRO possa
substituir um antigo SIMOCODE DP (3UF50).

Página 4-44
Tela Analog Value Recording

Sinal para Habilitar Gravação

Variável Analógica a Ser Gravada

Seleciona Borda para Disparo


Tempo de
Amostragem

Ajuste do Início da Gravação

Habilita e Define Parâmetros


Gravação de Valor Analógico

Tela Analog Value Recording (Gravação de Valor Analógico): define parâmetros para permitir a gravação de valores
analógicos no SIMOCODE PRO (até 60 valores podem ser salvos)
Caminho: Analog Value Recording

WTech Automação Página 45 Curso SIMOCODE PRO

Tela Analog Value Recording / Gravação de Valor Analógico

Caminho para Tela:


Analog Value Recording

Descrição:
A tela Analog Value Recording permite definir parâmetros para gravação de valores analógicos no
SIMOCODE PRO (até 60 valores podem ser salvos).

Página 4-45
Tela Graphic Editor

Blocos de Função

Aplicação

Tela Graphic Editor (Editor Gráfico): permite visualizar e editar graficamente as aplicações do SIMOCODE PRO
Caminho: Graphic Editor ou através das teclas Ctrl+G

WTech Automação Página 46 Curso SIMOCODE PRO

Tela Graphic Editor / Editor Gráfico

Caminho para Tela:


Graphic Editor ou pelas teclas Ctrl+G

Descrição:
A tela Graphic Editor permite visualizar e editar graficamente as aplicações do SIMOCODE PRO.

Página 4-46
Exemplo de Aplicação
Funções de
Estações de Controle
Controle

Entradas
Digitais

Recebidos via
PROFIBUS

Painel de
Operação

WTech Automação Página 47 Curso SIMOCODE PRO

A figura acima mostra um exemplo ampliado de uma aplicação no Editor Gráfico do software
SIMOCODE ES.
Esta aplicação é utilizada para controlar uma Partida Direta (Direct Starter), conforme pode ser
visualizado no parâmetro Control Funct. do bloco de função Proteção / Controle (Protection /
Control) acima.

Página 4-47
Exercício

Exercícios

Criar duas aplicações padrões e visualizar no Editor Gráfico

WTech Automação Página 48 Curso SIMOCODE PRO

Exercício: Crie duas aplicações padrões conforme descrito a seguir, e compare-as através do
Editor Gráfico.

Aplicação 1: Utilizar um SIMOCODE PRO C e configurar uma Partida Direta.


Aplicação 2: Utilizar um SIMOCODE PRO V e configurar uma Partida Estrela-Triângulo com
Reversão.

Comentários:

Página 4-48
Curso SIMOCODE PRO
WTech Automação

Capítulo 5 - Comunicação
WTech Automação Página 1 Curso SIMOCODE PRO

Conteúdo Página

Tipos de Comunicação ................................................................ 2


Princípio da Comunicação ........................................................... 3
Envio Cíclico de Dados ................................................................ 4
Recebimento Cíclico de Dados .................................................... 5
Envio Acíclico de Dados .............................................................. 6
Recebimento Acíclico de Dados .................................................. 7
Observações ................................................................................ 8
Exercício ...................................................................................... 9

Página 5-1
Tipos de Comunicação

Mestre Classe 2
Engenharia

Mestre Classe 1 SIMOCODE ES


PLC Premium

DPV1

DP

Escravos DP
SIMOCODE Serial SIMOCODE ES
Toda Versão

- Comunicação Serial: para configuração do SIMOCODE (via SIMOCODE ES)

- PROFIBUS DP: para troca de dados Cíclica entre Mestre Classe 1 (PLC) e SIMOCODE

- PROFIBUS DPV1: para troca de dados Acíclica entre Mestre Classe 2 (Estação de Engenharia) e
SIMOCODE: Parametrização, Diagnóstico, Recebimento e Envio de Dados Acíclicos

WTech Automação Página 2 Curso SIMOCODE PRO

Tipos de Comunicação
A figura acima mostra as opções típicas para troca de dados no SIMOCODE PRO. São elas:

- Comunicação Serial: utilizada pelo software SIMOCODE ES para Configuração do Dispositivo.

-Comunicação PROFIBUS DP: utilizada para Troca de Dados Cíclica entre o Mestre Classe 1 e o
SIMOCODE PRO.
O Mestre Classe 1 é uma estação ativa da rede PROFIBUS DP que realiza troca de dados cíclica
com Escravos PROFIBUS. Mestre Classe 1 típico é, por exemplo, um Controlador Lógico
Programável (PLC) com conexão PROFIBUS DP.

- Comunicação PROFIBUS DPV1: utilizada para Troca de Dados Acíclica entre Mestre Classe 2
e o SIMOCODE PRO. O DPV1 é uma extensão do protocolo PROFIBUS DP e permite a troca
acíclica de dados de parâmetros, diagnóstico, etc. A troca de dados acíclica também pode ser
realizada com o Mestre Classe 1.
O Mestre Classe 2 é uma estação opcional na rede PROFIBUS DP e são utilizados para
configuração, manutenção e diagnóstico da rede. Mestre Classe 2 típico é, por exemplo, uma
Estação de Engenharia executando o SIMOCODE ES Premium na rede PROFIBUS DP.

Página 5-2
Princípio da Comunicação
Comunicações Cíclicas e Acíclicas no SIMOCODE PRO

Cíclico Acíclico Acíclico

Entradas
Mestre Classe 1 Mestre Classe 2
Escreve

Leitura
Saídas

Controlador Lógico Programável (PLC) SIMOCODE ES Premium

2 1 3 4 5 6

DPV0 DPV0 DPV1 DPV1


Recebe Dados

Envia Dados

Parâmetros
Cíclicos

Cíclicos

Diagnóstico Alarmes Registro de Registro de


Inicialização
Dados Dados

Escravo DP - SIMOCODE

WTech Automação Página 3 Curso SIMOCODE PRO

Princípio da Comunicação
A ilustração acima mostra as várias trocas de dados na rede PROFIBUS DP envolvendo o
SIMOCODE PRO.

1- Na inicialização do Mestre Classe 1, são enviados parâmetros de configuração para o


SIMOCODE PRO (DPV0). Estes parâmetros podem ou não ser aceitos pelo dispositivo (definido na
Tela Bus Parameters).

2- Após a inicialização, é iniciado o processo de troca de dados cíclica entre o Mestre Classe 1 e o
dispositivo através dos Blocos de Função “Cyclic Receive” e “Cyclic Send” existentes no
SIMOCODE PRO (DPV0).

3- Em caso de falha no SIMOCODE PRO, pode ser informado ao Mestre Classe 1 qual é o
problema existente no dispositivo (DPV0).

4- No caso de alarmes do processo, o Mestre Classe 1 também pode ser informado (DPV1).

5- A troca de dados acíclica também é possível no SIMOCODE PRO através dos Blocos de Função
“Acyclic Receive” e “Acyclic Send” (DPV1).

6- O SIMOCODE PRO também pode ser acessado por um Mestre Classe 2 na rede PROFIBUS DP
para parametrização, diagnóstico e testes (por exemplo, o software SIMOCODE ES Premium).

Página 5-3
Envio Cíclico de Dados
- Bloco de Função “Cyclic Send” é utilizado para o envio
cíclico de dados pela rede PROFIBUS DP
- Quantidade de dados a ser enviada depende da
Unidade Básica (BU) e do Tipo Básico selecionado

- O Tipo Básico 1 permite enviar:


- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1)
- 4 palavras de informação analógica (bytes 2 a 9)

- O Tipo Básico 2 permite enviar:


- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1)
- 1 palavra de informação analógica (bytes 2 e 3)

- BU1 permite somente o Tipo Básico 2 e BU2 permite os


Tipos Básicos 1 e 2

- Portanto, BU1 envia até 4 bytes de dados e BU2 até 10 bytes de dados
- Existem 3 Blocos de Função “Cyclic Send” para BU1 e BU2: “Cyclic Send 0”, “Cyclic Send 1” e
“Cyclic Send 2/9”

WTech Automação Página 4 Curso SIMOCODE PRO

Envio Cíclico de Dados


O Bloco de Função “Cyclic Send” é utilizado para o envio cíclico de dados pela rede PROFIBUS
DP.

A quantidade de dados a ser enviada depende basicamente da Unidade Básica (BU) que está
sendo utilizada e do Tipo Básico (Basic Type) selecionado. O Tipo Básico define a estrutura e o
tamanho dos dados a serem trocados através da rede PROFIBUS DP.
O Tipo Básico 1 permite enviar:
- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1),
- 4 palavras de informação analógica (bytes 2 a 9).

O Tipo Básico 2 permite enviar:


- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1),
- 1 palavra de informação analógica (bytes 2 e 3).

A Unidade Básica 1 (BU1) permite somente o Tipo Básico 2 e a Unidade Básica 2 (BU2) permite os
Tipos Básicos 1 e 2. Portanto, BU1 envia no máximo até 4 bytes de dados e BU2 até 10 bytes de
dados.

Existem 3 Blocos de Função “Cyclic Send” para Unidade Básica 1 (BU1) e para Unidade Básica 2
(BU2): “Cyclic Send 0”, “Cyclic Send 1” e “Cyclic Send 2/9”

Página 5-4
Recebimento Cíclico de Dados

- Bloco de Função “Cyclic Receive” é utilizado para recebimento cíclico de dados pela rede
PROFIBUS DP
- Existem 3 Blocos de Função “Cyclic Receive”:
- “Cyclic Receive 0”: recebe 1 byte de informação digital (byte 0)
- “Cyclic Receive 1”: recebe 1 byte de informação digital (byte 1)
- “Cyclic Receive 2/3”: recebe 1 palavra de informação analógica (bytes 2 e 3)

- Bloco de Função “Cyclic Receive 2/3” somente é permitido para BU2 com Tipo Básico 1
- Portanto, BU1 recebe até 2 bytes de dados e BU2 até 4 bytes de dados

WTech Automação Página 5 Curso SIMOCODE PRO

Recebimento Cíclico de Dados


O Bloco de Função “Cyclic Receive” é utilizado para o recebimento cíclico de dados pela rede
PROFIBUS DP.

A quantidade de dados a ser recebida também depende da Unidade Básica (BU) que está
sendo utilizada e do Tipo Básico (Basic Type) selecionado.
O Tipo Básico 1 permite receber:
- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1),
- 1 palavra de informação analógica (bytes 2 a 3).

O Tipo Básico 2 permite receber:


- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1).

A Unidade Básica 1 (BU1) permite somente o Tipo Básico 2 e a Unidade Básica 2 (BU2) permite
os Tipos Básicos 1 e 2. Portanto, BU1 recebe no máximo até 2 bytes de dados e BU2 até 4 bytes
de dados.

Existem 3 Blocos de Função “Cyclic Receive”: “Cyclic Receive 0”, “Cyclic Receive 1” e “Cyclic
Receive 2/3”. Entretanto, o bloco “Cyclic Receive 2/3” somente é permitido para a Unidade
Básica 2 (BU2) com Tipo Básico 1.

Página 5-5
Envio Acíclico de Dados

- Bloco de Função “Acyclic Send” é utilizado para envio acíclico de dados pela rede PROFIBUS
DP

- Existem 2 Blocos de Função “Acyclic Send”:


- “Acyclic Send 0”: envia 1 byte de informação digital (byte 0)
- “Acyclic Send 1”: envia 1 byte de informação digital (byte 1)

- Portanto, BU1 e BU2 enviam até 2 bytes de dados

WTech Automação Página 6 Curso SIMOCODE PRO

Envio Acíclico de Dados


O Bloco de Função “Acyclic Send” é utilizado para o envio acíclico de dados pela rede PROFIBUS
DP.

A quantidade de dados a ser enviada é limitada a 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1). Com
isto, existem 2 Blocos de Função “Acyclic Send”: “Acyclic Send 0” e “Acyclic Send 1”.

Portanto, as Unidades Básicas BU1 e BU2 enviam no máximo até 2 bytes de dados, aciclicamente.

Página 5-6
Recebimento Acíclico de Dados

- Bloco de Função “Acyclic Receive” é utilizado para recebimento acíclico de dados pela rede
PROFIBUS DP
- Existem 3 Blocos de Função “Acyclic Receive”:
- “Acyclic Receive 0”: recebe 1 byte de informação digital (byte 0)
- “Acyclic Receive 1”: recebe 1 byte de informação digital (byte 1)
- “Acyclic Receive 2/3”: recebe 1 palavra de informação analógica (bytes 2 e 3)
- Bloco de Função “Acyclic Receive 2/3” somente é permitido para BU2 com Tipo Básico 1
- Portanto, BU1 recebe até 2 bytes de dados e BU2 até 4 bytes de dados

WTech Automação Página 7 Curso SIMOCODE PRO

Recebimento Acíclico de Dados


O Bloco de Função “Acyclic Receive” é utilizado para o recebimento acíclico de dados pela rede
PROFIBUS DP.

A quantidade de dados a ser recebida também depende da Unidade Básica (BU) que está sendo
utilizada e do Tipo Básico (Basic Type) selecionado.
O Tipo Básico 1 permite receber:
- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1),
- 1 palavra de informação analógica (bytes 2 a 3).

O Tipo Básico 2 permite receber:


- 2 bytes de informação digital (bytes 0 e 1).

A Unidade Básica 1 (BU1) permite somente o Tipo Básico 2 e a Unidade Básica 2 (BU2) permite os
Tipos Básicos 1 e 2. Portanto, BU1 recebe no máximo até 2 bytes de dados e BU2 até 4 bytes de
dados.

Existem 3 Blocos de Função “Acyclic Receive”: “Acyclic Receive 0”, “Acyclic Receive 1” e “Acyclic
Receive 2/3”. Entretanto, o bloco “Acyclic Receive 2/3” somente é permitido para a Unidade Básica 2
(BU2) com Tipo Básico 1.

Página 5-7
Observações

- Usuário não deve esquecer de definir o endereço PROFIBUS do SIMOCODE PRO através da
tela Bus Parameters

- Informações de Diagnóstico do SIMOCODE PRO podem ser lidas pelo Mestre DP através de
funções padrões do PROFIBUS (consultar Manual do Mestre Classe 1)

- Registros de Dados (Data Records) do SIMOCODE PRO também podem ser acessados
através do PROFIBUS

- Registros de Dados contém informações adicionais e podem ser acessados via funções DPV1
(consultar Manual do SIMOCODE PRO para maiores informações - Capítulo 12.6)

- Na maioria das aplicações, informações disponibilizadas pelos blocos “Cyclic Send” e “Cyclic
Receive” são suficientes

WTech Automação Página 8 Curso SIMOCODE PRO

Observações
-Antes de conectar o SIMOCODE PRO à rede PROFIBUS DP, é necessário configurar o seu
Endereço PROFIBUS. A definição deste endereço é realizada na tela Bus Parameters no software
SIMOCODE ES.

- As Informações de Diagnóstico do SIMOCODE PRO são definidas em seu arquivo GSD. O


arquivo GSD define as características de cada dispositivo PROFIBUS e facilitam a parametrização
do Escravo (neste caso, o SIMOCODE PRO) em um Mestre DP. As informações de diagnóstico
podem ser lidas pelo Mestre DP através de funções padrões do PROFIBUS, portanto, é necessário
consultar o Manual do Mestre DP Classe 1, quando implementar este tipo de aplicação.

- Os Registros de Dados (Data Records) contém informações adicionais e podem ser acessados
através da rede PROFIBUS, via funções DPV1 (consultar Manual do SIMOCODE PRO para maiores
informações - Capítulo 12.6 - Data Records).

- Na grande maioria das aplicações, as informações disponibilizadas pelos Blocos de Função “Cyclic
Send” e “Cyclic Receive” são suficientes, atendendo às necessidades do Usuário.

Página 5-8
Exercício

Exercícios

Configurar uma troca cíclica de dados

WTech Automação Página 9 Curso SIMOCODE PRO

Exercício: Configure no SIMOCODE ES uma troca cíclica de dados, conforme dados abaixo:

Dados Recebidos:
- Comando Liga Direita,
- Comando Liga Esquerda,
- Comando Desliga,

Dados Enviados:
- Status de Ligado / Desligado,
- Status de Defeito.

Página 5-9
Anexo
INFORMAÇÕES ÚTEIS

1- Salvando Parâmetros da Unidade Básica para Módulo de Memória

2- Salvando Parâmetros da Unidade Básica para SIMOCODE ES


3- Salvando Parâmetros do Módulo de Memória na Unidade Básica

4- Salvando Parâmetros do SIMOCODE ES na Unidade Básica


5- Definindo Endereço PROFIBUS via Plug de Endereçamento

6- Definindo Endereço PROFIBUS via SIMOCODE ES


7- Diagnóstico via LEDs da Unidade Básica
s
Relé inteligente para proteção e comando de motores 3UF7
SIMOCODE pro ( SIRIUS Motor Management and Control Devices )
O relé eletrônico inteligente SIMOCODE pro 3UF7 implementa todas as como número de manobras e horas de operação, ou seja, todas as
funções de proteção e comando para motores de velocidade constante, informações de processo através de suas vias de comunicação.
possibilitando, através de uma conexão em rede PROFIBUS-DP, a Com o 3UF7, o comando do motor pode ser feito tanto localmente através
comunicação entre as partidas de motores e os sistemas que controlam e de suas entradas digitais, assim como através do módulo de operação
supervisionam. Configurável através de software (SIMOCODE ES), o 3UF7 3UF7 2 e também remotamente por um sistema de automação via rede.
disponibiliza dados operacionais como leitura de corrente e tensão, Informações adicionais, consulte:
diagnósticos como tempo para o trip e alarmes, bem como dados estatísticos www.siemens.com.br/simocode

Tabela de escolha
Relé inteligente SIMOCODE pro
Dimensões
Módulo básico
( mm )
( 4 entradas e 3 saídas monoestáveis, parametrizáveis via software / entrada para termistor )
1)
Execução Tipo L H P
SIMOCODE pro C 3UF7 000-1A 0 00-0 45 111 95
SIMOCODE pro V (permite a adição de módulos de expansão) 3UF7 010-1A 0 00-0 45 111 124
Tensão de alimentação 24 VCC B
Módulo básico
110 … 240 VCA / VCC U

Nota: Tanto para o SIMOCODE pro C como para o pro V está disponível a supervisão de corrente de fuga à terra, com disparo por
corrente de fuga de 30% da corrente de ajuste de regime normal de operação e 15% da corrente acima de 2 vezes a corrente
ajustada e parametrizável no tempo de 0,5 a 25 s.
Módulo transformador de corrente (TC)
(permite fixar em trilho módulo básico em ajuste até 100A)
2)
Faixa de ajuste Tipo Dimensões ( mm )
(classe de disparo 5 / 10 / 15 / 20 / 25 / 30 / 35 / 40 s) L H P
0,3 - 3 A (janelas de passagem) 3UF7 10 0-1AA00-0 45 84 45
2,4 - 25 A (janelas de passagem) 3UF7 10 1-1AA00-0 45 84 45
10 - 100 A (janelas de passagem) 3UF7 10 2-1AA00-0 55 94 72
Módulo transformador 20 - 200 A (janelas de passagem) 3UF7 10 3-1AA00-0 120 95 145
de corrente 20 - 200 A (terminais em barra) 3UF7 10 3-1BA00-0 120 119 145
3)
63 - 630 A (terminais em barra) 3UF7 10 4-1BA00-0 145 147 148
Medição de corrente 0
4)
Medição de corrente e tensão (até 690V ) 1

Módulo de expansão
4) Dimensões ( mm )
1)
Execução Tipo L H P
Módulo digital - 4E / 2S monoestáveis 3UF7 300-1A000-0 22,5 92 124
Módulo digital - 4E / 2S biestáveis 3UF7 310-1A000-0 22,5 92 124
Módulo analógico - 2E / 1S 0/4...20mA 3UF7 400-1AA00-0 22,5 92 124
Módulo fuga a terra (para conexão a um transformador toroidal, 3UL22) 3UF7 500-1AA00-0 22,5 92 124
4) Módulo temperatura - até 3 sensores (PT100 / PT1000, etc) 3UF7 700-1AA00-0 22,5 92 124
Módulo de expansão Módulo de desacoplamento 3UF7 150-1AA00-0 22,5 92 124

Tensão de alimentação 24 VCC B


110 … 240 VCA / VCC U

Módulo de operação
Comando e sinalização local parametrizáveis, montagem na porta
do painel e ligação ao módulo básico ou aos módulos de expansão
Dimensões ( mm )
Descrição Tipo
Módulo de operação L H P
4)
com display Sem display 3UF7 200-1AA00-0 96 36 44
4)
Com display 3UF7 210-1AA00-0 96 60 36

Acessórios Acessórios
Descrição Tipo Descrição Tipo

Software SIMOCODE ES 2007 Premium 5) Software PCS7 - bibliotecas de função


versão 6.0 3UF7 982-0AA00-0
(parametrização, comando, supervisão e teste) 3ZS1 312-6CC10-0YA5 SIMOCODE pro
versão 6.1 3UF7 982-0AA02-0
Cabo de comunicação para PC (RS 232) 3UF7 940-0AA00-0 versão 7.0 3UF7 982-0AA10-0

Cabo de conexão 0,025 m 3UF7 930-0AA00-0 Fixação por parafusos


(para interligar o módulo básico, módulo 0,1 m 3UF7 931-0AA00-0 Módulo básico e de expansão
transformador de corrente, módulo de 0,5 m 3UF7 932-0AA00-0 3UF7 0 / 3UF7 3 / 3UF7 4 / 3UF7 5 / 3UF7 7 3RP19 03
expansão e módulo de operação) Módulo transformador de corrente
(redondo) 2,5 m 3UF7 933-0BA00-0
3UF7 1 até ajuste 10-100A 3RB19 00-0B

Capas de proteção dos terminais (módulo transformador de corrente com terminais em barra) Tipo
Montagem individual - 3UF7 1 (20 - 200A) 3RT19 56-4EA1
3UF7 1 (63 - 630A) 3RT19 66-4EA1
Montagem direta a contator - 3UF7 1 (20 - 200A) com 3RT10 54 a 3RT10 56 3RT19 56-4EA3
6)
3UF7 1 (63 - 630A) com 3RT10 64 a 3RT10 76 3RT19 66-4EA3
1) Fixação rápida em trilho (7,5 x 35mm - DIN EN 50022). Fixação por parafusos, veja em acessórios.
2) Fixação rápida em trilho (7,5 x 35mm - DIN EN 50022). Fixação por parafusos e capas de proteção, veja em acessórios.
3) Para correntes de 630 a 820A utilizar módulo transformador 3UF18, consulte-nos.
4) Para adicionar somente ao SIMOCODE pro V.
5) Disponível após Outubro de 2008.
6) Válido também para contatores 3RT12 64 a 3RT12 76.

Siemens Ltda As informações aqui contidas Automation & Control


correspondem ao estado atual da técnica, Julho 08 / pag. 38
e estão sujeitas a alterações