Vous êtes sur la page 1sur 3

FONOLOGIA DO PORTUGUÊS ATIVIDADE

01. A fonética e a fonologia estudam os sons da linguagem humana, mas


cada uma dessas disciplinas faz esse estudo sob uma perspectiva
diferente. Aponte-as e explique como essas duas disciplinas abordam
a língua.
A fonética estuda a fala a partir da sua fisiologia, ou seja, a partir dos
órgãos que a produzem, tais como a língua e a laringe. Os sons
produzidos por esses órgãos também é objetos de estudo da fonética,
que também estuda a fala a partir da ótica do ouvinte. Pode ser dito
ainda que a fonética. Uma outra característica que está relacionada à
universalidade concedida à Fonética, uma vez que ela trataria de
aspectos mais gerais da produção dos sons da fala.

Já a fonologia trata de aspectos mais específicos das línguas naturais.


Por exemplo, uma descrição do português brasileiro seria feita pela
por essa área.

Entretanto é necessário não tentar fazer uma distinção simplista das


funções ou modos de ação cada uma dessas subáreas
02. Considerando os estudos realizados sobre a disciplina Fonologia do
Português, aponte criticamente a importância de o professor de Língua
dominar os pressupostos de Fonética e Fonologia.
Para que o professor execute seu trabalho com mais eficácia é de suma
importância que ele domine os pressupostos de fonética e fonologia.
Por exemplo, na alfabetização, é indispensável que crianças tenham
conhecimento de Fonética e noções sobre o funcionamento da
Fonologia de sua língua

03. Sobre a abrangência dos estudos no âmbito da Fonética discutida na


Unidade I, apresente a sua compreensão sobre os domínios da
FONÉTICA e de que modo esse ramo da Linguística tem sido
recepcionado pelos alunos de graduação no momento de sua formação
acadêmica.
A fonética abrange um amplo espaço de pesquisa. Envolve tradução,
Tecnologias da Fala, Fonética Forense, Fonoaudiologia, Ensino de
Línguas, Alfabetização. Ou seja, há todo um leque de oportunidade
que pode ser explorado. O problema é o pouco conhecimento que a
grande maioria dos estudantes tem sobre a fonética. No tempo de
minha graduação raro era o aluno que sabia alguma coisa dessa área.
Eu mesmo, pra mim foi um choque quando a professora começou a
dar as primeiras aulas. Parecia que ela falava
grego. Minha felicidade foi a
professora competência em ir
passando o conteúdo com habilidade

04. Considerando suas leituras dos textos da


Unidade II, discuta as razões, como
professores de língua materna ou língua
estrangeira, para estudarmos Fonética e
Fonologia. Aponte ainda quais pontos dificultam a compreensão dessa
área.

Existem varias razões para se estudar fonética e fonologia. Uma


dessas razões é o conceito de processo fonológico, que é uma
operação mental que se aplica à fala para substituir, no lugar de uma
classe de sons ou de uma sequência de sons que apresentam uma
dificuldade específica comum para a capacidade de fala do
indivíduo, uma classe alternativa idêntica, porém desprovida da
propriedade difícil.
De posse desse conceito, o professor poderá entender melhor certas
atitudes dos alunos. Por exemplo, a consoante líquida não-lateral
representa, em geral, uma dificuldade para o pequeno falante,
principalmente quando ela se encontra em posição intervocálica.
Sendo um som de difícil produção, a criança poderá adotar várias
estratégias, como (a) o simples apagamento da líquida não-lateral;
(b) a semivocalização; ou (c) a substituição dessa líquida pela líquida
lateral, de mais fácil produção
(a) cabrita [ka.«pi.ta] [r] > Ø
05. Considerando as discussões propostas na Unidade III e a sua
experiência e/ou vivência como professor na Educação Básica,
apresente um texto discursivo sobre a importante relação entre a
Fonologia e a Ortografia.
Há uma suposição de que o momento do estalo na vida de todo aluno é
justamente quando o aluno capta a ideia de que cada letra corresponde a
um som e cada som é simbolizado por uma letra.
Porém esse modelo ideal de sistema alfabético em que cada letra
corresponde a um som e cada som corresponde a uma letra só se realiza
em poucos casos. Lemle chama essa correspondência de biunívoca e se
realiza apenas entre as seguintes letras e fonemas
Correspondência biunívoca e
fonemas e letras
p /p/
b /b/
d /d/
f /f/
v /v/
a /a/
Além do tipo mencionado acima, existe tipo de relação de
correspondência não-biunívoca, que ocorre entre uma letra para mais de
um som, caso da L, que pode ter o som de [u] como em almoço ou pode
ter o som de uma consoante lateral, como em lata; ou de um som para
mais de uma letra, caso do som [u], que tanto pode ser representado pela
/u/ como pelo /o/. Nesse tipo relação entre som e letra a posição precisa
ser levada em conta. Existe ainda as relações de concorrência que é
quando mais de uma letra para o mesmo na mesma posição. É o caso das
letras /s/ e /z/, que são usadas, ora uma, ora outra, para representar o
mesmo som de [z]
Essa breve exposição nos mostra o quanto é importante o a relação entre
fonologia e ortografia para o processo de ensino aprendizagem