Vous êtes sur la page 1sur 4

REVISÃO – Thiago Moisés Elmiro Freitas

01) 2016 – FCC - TRT - 20ª REGIÃO (SE). Marcos ganhou como presentes de casamento, um quadro assinado por seu
autor; um liquidificador de marca conhecida e disponível no mercado, um relógio de parede, único, que havia pertencido a seu
bisavô, e certa quantia em dinheiro. São considerados bens infungíveis o

A) quadro, o relógio e o dinheiro. ( )


B) dinheiro, apenas. ( )
C) relógio, apenas. ( )
D) relógio e o liquidificador. ( )
E) quadro e o relógio. ( X )

02) 2016 – IESES – TJ-MA

Bens móveis são aqueles suscetíveis de movimento próprio, ou de remoção por força alheia, sem alteração da substância ou da
destinação econômico-social, entretanto também são considerados móveis para efeitos legais os seguintes bens:
II) Os direitos pessoais de caráter patrimonial e respectivas ações.
III) O direito à sucessão aberta.
IV) Os direitos reais sobre objetos móveis e as ações correspondentes.
V) As energias que tenham valor econômico.

A sequência correta é:

A) Apenas as assertivas I, III e IV estão corretas.( X )


B) Apenas as assertivas II e III estão corretas. ( )
C) As assertivas I, II, III e IV estão corretas.( )
D) Apenas a assertiva II está correta.( )

03) 2016 – FCC – SEGEP-MA. Um diamante de formato e brilho únicos, exposto em museu de artes, e uma piscina que
adorna uma casa de veraneio são considerados, pelo Código Civil, respectivamente, um bem

A) fungível e indivisível, no caso do diamante, e uma benfeitoria voluptuária, no caso da piscina.( )


B) fungível e divisível, no caso do diamante, e uma benfeitoria voluptuária, no caso da piscina.( )
C) ungível e indivisível, no caso do diamante, e uma benfeitoria útil, no caso da piscina.( )
D) infungível e indivisível, no caso do diamante, e uma benfeitoria útil, no caso da piscina.( )
E) infungível e indivisível, no caso do diamante, e uma benfeitoria voluptuária, no caso da piscina. ( X )

04) 2016 – AOCP - Prefeitura de Juiz de Fora – MG. No tocante aos bens imóveis, o que a legislação civilista estabelece?

A) São bens imóveis o solo e tudo quanto se lhe incorporar natural ou artificialmente. XXXX
B) Para os efeitos legais, também são reputados bens imóveis os direitos irreais sobre imóveis e as ações que os asseguram.
C) O direito à sucessão que ainda não foi aberta é reconhecido como bem imóvel.
D) As edificações que, separadas do solo, mas conservando a sua unidade, forem removidas para outro local perdem o caráter
de imóveis.
E) Os materiais provisoriamente separados de um prédio, para nele se reempregarem, perdem o atributo de imóveis.

05) 2016 – Serctam - Prefeitura de Quixadá – CE. Julgue as assertivas e depois marque a alternativa correta.

I - Bens destinados à alienação, como um relógio, adquirem, por força de lei, a natureza de consumíveis. Entretanto, nada
impede que seja considerado inconsumível pela vontade das partes uma garrafa de vinho raro, apenas exposta à apreciação
pública.
II – O direito real de usufruto pode recair sobre os bens consumíveis.
III – Os frutos são as utilidades que a coisa principal produz cuja percepção ou extração diminui sua substância.
IV – As pertenças são coisas acessórias destinadas a conservar ou facilitar o uso das coisas principais, sendo destas partes
integrantes.
V – Se a estrutura de uma casa é aproveitada para abrir uma garagem, realiza-se uma benfeitoria. Todavia, se um galpão
contíguo é construído para servir de garagem, realiza-se uma acessão artificial. Neste último exemplo, houve considerável
aumento do volume da coisa principal.

Está correto o que se afirma APENAS em

A) Os itens I, II e III estão corretos.( )


B) Todos os itens estão corretos.( )
C) Os itens I e II estão certos e os itens IV e V errados.( )
D) Apenas o item I está correto. ( )
E) Os itens II, III e IV estão errados.( X )

06) Consideram-se Imóveis para os efeitos legais:

A) O direito à sucessão aberta.( X )


B) As energias que tenham valor econômico.( )
C) Os direitos pessoais de caráter patrimonial.( )
D) Os materiais definitivamente separados de um prédio.( )

07) Quanto aos bens responda corretamente:

A) a cadeira de balanço é bem móvel por sua própria natureza e indivisível;( )


B) as frutas de um pomar são bens infungíveis e acessórios da árvore que é o bem principal;( )
C) o solo é bem imóvel por sua natureza, tal como as árvores destinadas ao corte;( X )
D) a energia elétrica é bem imóvel por determinação legal.( )

08) Com relação aos bens, julgue os itens a seguir:

1. São bens imóveis por acessão física tudo que está ligado ao solo; falso
2. O sapato, a camisa, o livro são bens inconsumíveis; falso
3. Os frutos e os produtos são considerados bens acessórios, que advêm do bem principal. A percepção dos frutos não causa a
destruição da coisa principal, mas a percepção ou extração dos produtos diminui a existência e a substância do bem principal;
verdadeiro
4. Os bens singulares podem ser simples e coletivos.

a) Há apenas uma proposição verdadeira.( X )


b) Há apenas duas proposições verdadeiras.( )
c) Há apenas três proposições verdadeiras.( )
d) Todas as proposições são verdadeiras.( )
e) Todas as proposições são falsas.( )

09) Mário possui direito real sobre imóvel; João direito à sucessão aberta e Maria direito pessoal de caráter
patrimonial. Neste caso, de acordo com o Código Civil brasileiro, os direitos de Mário, João e Maria são considerados,
para os efeitos legais, respectivamente, bem

a) imóvel, imóvel e móvel.( X )


b) móvel, imóvel e imóvel.( )
c) imóvel, móvel e imóvel.( )
d) imóvel, móvel e móvel.( )
e) móvel, móvel e imóvel.( )

10) De acordo com o Código Civil brasileiro, constitui universalidade de fato

a) a pluralidade de bens singulares que, pertinentes a duas ou mais pessoas, tenham destinação unitária.( )
b) o complexo de relações jurídicas, de uma pessoa, dotadas de valor econômico expressivo.( )
c) a pluralidade de bens singulares que, pertinentes à mesma pessoa, tenham destinação unitária.( X )
d) o complexo de relações jurídicas, de duas ou mais pessoas, dotadas de valor econômico expressivo.( )
e) o complexo de relações jurídicas, de uma pessoa, dotadas ou não de valor econômico.( )

11) Q828293 – 2017 – IESES – TJ-RO - Titular de Serviços de Notas e de Registros - Provimento . É certo afirmar:

I. De regra a declaração da vontade depende de forma especial.


II. O Código Civil prevê que o mero silêncio da parte ao contratar sempre importará em consentimento.
III. A validade do negócio jurídico requer agente capaz, objeto lícito, possível, determinado ou determinável e forma prescrita
ou não defesa em lei.

Analisando as proposições, pode-se afirmar:


a) Somente as proposições I e III estão corretas. ( )
b) Somente as proposições I e II estão corretas.( X )
c) Somente as proposições II e III estão corretas.( )
d) Somente a proposição III está correta.( )

12) Q788529 – 2017 – IESES – CEGÁS- Analista de Gestão – Advogado. Segundo o Novo Código Civil, o negócio
jurídico tem como critérios intrínsecos à sua perfectibilidade: agente capaz, objeto lícito e forma prescrita em lei. Neste norte,
podemos afirmar que:

O silêncio importa anuência, quando as circunstâncias ou os usos o autorizarem, e não for necessária a declaração de vontade
expressa e nas declarações de vontade se atenderá mais à intenção nelas consubstanciada do que ao sentido literal da
linguagem. ( X ) CERTO ( )ERRADO

13) Q650692 – 2016 – FAFIPA - Câmara de Cambará – PR - Procurador Jurídico. Julgue o item a seguir:

Não dispondo a lei em contrário, a escritura pública é essencial à validade dos negócios jurídicos que visem à constituição,
transferência, modificação ou renúncia de direitos reais sobre imóveis de valor superior a trinta vezes o maior salário-mínimo
vigente no País. ( X ) CERTO ( )ERRADO

14) Q617852 - 2016 – FCC - TRT - 14ª Região (RO e AC) - Analista Judiciário - Oficial de Justiça Avaliador Federal .
Sobre o negócio jurídico, na forma estabelecida pelo Código Civil, é INCORRETO afirmar:

a) A impossibilidade inicial do objeto sempre invalida o negócio jurídico( X )


b) Nas declarações de vontade se atenderá mais à intenção nelas consubstanciada do que ao sentido literal da linguagem.( )
c) O silêncio importa anuência, quando as circunstâncias ou os usos o autorizaram e não for necessária a declaração de
vontade expressa. ( )

15) Q663615 – 2016 – IBFC – EBSERH - Advogado (HU-FURG). Considere as disposições do código civil sobre o
negócio jurídico e assinale a alternativa correta.

a) A validade do negócio jurídico requer, cumulativamente, agente capaz, objeto lícito, possível, determinado ou determinável
e forma prescrita ou não defesa em lei.( X )
b) A validade do negócio jurídico requer agente capaz, e, subsidiariamente, objeto lícito, possível, determinado ou
determinável e forma prescrita ou não defesa em lei.( )
c) A validade do negócio jurídico requer, preferencialmente, agente capaz, objeto lícito, possível, determinado ou
determinável e forma prescrita ou não defesa em lei.( )
d) A validade do negócio jurídico requer agente incapaz, e, subsidiariamente, objeto lícito, possível, determinado ou
determinável e forma defesa em lei.( )
e) A validade do negócio jurídico requer agente capaz, e, alternativamente, objeto lícito, possível, determinado ou
determinável e forma prescrita ou não defesa em lei.( )

16) Q605794 – 2016 – CS-UFG - Prefeitura de Goiânia – GO - Auditor de Tributos. No tocante ao negócio jurídico, prevê
o regramento civil vigente que

a) a existência do negócio jurídico requer agente capaz, objeto lícito, possível, determinado ou determinável e forma prescrita
ou não defesa em lei. ( X ) CERTO ( )ERRADO

17) 2016 Banca: UFMT Órgão: TJ-MT Prova: Técnico Judiciário . A coluna da esquerda apresenta o conceito de
diferentes classes de bens e a da direita, a denominação de cada classe, em conformidade com a Lei n.º 10.406, de 10
de janeiro de 2002, Código Civil. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.

1 - São bens o solo e tudo quanto se lhe incorporar artificialmente.


2 - São bens os móveis que podem substituir-se por outros da mesma espécie, qualidade e quantidade.
3 - Bens que, embora reunidos, se considerem de per si, independente dos demais.
4 - Bens que se podem fracionar sem alteração na sua substância, diminuição considerável de valor.

(4 ) Bens divisíveis
(3 ) Bens singulares
( 1) Bens imóveis
(2 ) Bens fungíveis

Assinale a sequência correta.


a) 3, 4, 2, 1
b) 1, 3, 2, 4
c) 2, 1, 4, 3
d) 4, 3, 1, 2

18) Q496899 Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: TCM-GO Prova: Procurador do Ministério Público de Contas . Quanto aos
bens

a) materiais destinados a alguma construção, enquanto não forem empregados, conservam sua qualidade de móveis;
readquirem essa qualidade os provenientes da demolição de algum prédio.
b) naturalmente divisíveis, podem tornar-se indivisíveis somente por determinação da lei.
c) imóveis, adquirem esta qualidade as energias que tenham valor econômico para os efeitos legais.
d)móveis ou imóveis, são fungíveis os que podem ser substituídos por outros da mesma espécie, qualidade e
quantidade.
e) imóveis, perdem este caráter as edificações que, separadas do solo, mas conservando a sua unidade, forem
removidas para outro local.

Centres d'intérêt liés