Vous êtes sur la page 1sur 51

Orientação para apresentação de

EMENDAS
PARLAMENTARES ao orçamento de 2019

M I N I S T É R I O D A E D U C A Ç Ã O

2019
Orientação
Orientação para apresentação
para apresentação de de

EMENDAS
PARLAMENTARES ao orçamento de 2019
Mensagem ao Parlamentar.......................................................................................................................................7
Apresentação..............................................................................................................................................................9
Princípios Orçamentários .......................................................................................................................................11
Educação Básica
Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EMTI)......................................................13
Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular (ProBNCC)....................16
Formação para Temas Transversais ..................................................................................................................................18
Plano de Ações Articuladas (PAR)........................................................................................................................................21
Infraestrutura para Educação Infantil.......................................................................................................................... 23
Construção e Ampliação de Escolas da Educação Infantil.......................................................................................24
Reforma, Ampliação e Construção de Novas Escolas...............................................................................................26
Construção de Novas Escolas de Ensino Fundamental ...........................................................................................27
Reforma e Ampliação de Escolas Existentes..............................................................................................................29
Construção de Quadras Esportivas Escolares Cobertas e Coberturas para Quadras Esportivas Existentes.... 31
Painéis Solares (aquisição e instalação) ......................................................................................................................33
Caminho da Escola (ônibus escolares)..........................................................................................................................35
Mobiliários e Equipamentos Escolares.........................................................................................................................37
Instrumentos Musicais .....................................................................................................................................................39
Brinquedos e Materiais Escolares..................................................................................................................................41
Formação de Professores .............................................................................................................................................. 44
Educação Digital: equipamentos de tecnologia para uso pedagógico .................................................................46
Inovação e Tecnologia na Educação ..............................................................................................................................47
Educação Especial..............................................................................................................................................................50
Educação Profissional e Tecnológica

SUMÁRIO
Reestruturação e Modernização da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica................................55
Expansão da Rede Federal de Educação Profissional....................................................................................................56
Fomento ao Desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica....................................................................57
Educação Profissional e Tecnológica – cursos técnicos e de qualificação profissional........................................60
Educação Profissional e Tecnológica a Distância (e-Tec Brasil)...................................................................................62
Funcionamento das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica..............................................64
Apoio ao Funcionamento das Instituições Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.........65
Assistência ao Estudante da Educação Profissional e Tecnológica............................................................................66
Projetos de Extensão e Promoção da Acessibilidade nas Instituições Federais de Educação Profissional e
Tecnológica.................................................................................................................................................................................67
Apoio à Rede Pública Estadual de Educação Profissional e Tecnológica (BrasilPro).............................................71
Educação Superior
Adequação e Modernização das Instituições Federais de Ensino Superior .............................................................75
Ampliação e Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior ......................................................................76
Funcionamento das Instituições Federais de Ensino Superior....................................................................................77
Apoio ao Funcionamento das Instituições Federais de Educação Superior..............................................................78
Assistência ao Estudante das Instituições Federais de Ensino Superior..................................................................80
Projetos de Extensão e Promoção da Acessibilidade nas Instituições Federais de Ensino Superior................82
Apoio a Entidades de Ensino Superior Públicas não Federais.................................................................................... 86
Modernização e Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF)..................................................87
Funcionamento dos Hospitais Universitários Federais..................................................................................................88
Anexos
Anexo I – Códigos de subtítulo ou localizador de gasto..................................................................................................92
Anexo II – Unidades Orçamentárias dos Institutos Federais.........................................................................................93
Anexo III – Unidades Orçamentárias das Universidades Federais..............................................................................94
Anexo IV – Unidades Orçamentárias dos Hospitais Universitários Federais............................................................95
Anexo V – Orientações para o preenchimento do formulário de emenda ao Orçamento de 2019.....................96
4
O Governo Federal tem envidado esforços para melhor servir à sociedade,
respeitando os direitos fundamentais da cidadania e da garantia da universalização
do acesso aos serviços públicos essenciais, especialmente à educação.

Para que sejam ampliados os resultados já alcançados, faz-se necessária a


cooperação entre os poderes, a ser traduzida em benefícios para regiões, estados e
municípios.

O Ministério da Educação (MEC) considera imperioso a ampliação de


estratégias que sejam capazes de qualificar ainda mais os serviços públicos da
educação, especialmente aquelas vinculadas à execução orçamentária de programas,
ações e projetos tão importantes para o alcance dos resultados almejados.

MENSAGEM AO As emendas parlamentares são a forma democrática de representantes do


povo apresentarem propostas para investir os recursos do governo federal para o
atendimento de demandas específicas da sociedade, fortalecendo os laços entre o

PARLAMENTAR
legislativo, o executivo e o povo brasileiro.

Esta cartilha possui importantes orientações para a apresentação de


emendas parlamentares, visando nortear a alocação de recursos públicos destinados
ao desenvolvimento, à ampliação e ao fortalecimento das políticas públicas
educacionais. Assim, este Ministério apresenta um conjunto de ações desenvolvidas
para as quais Vossa Excelência poderá propor a destinação de recursos, como
construção de escolas, melhoria da infraestrutura física e pedagógica, fornecimento
de materiais didáticos e atividades de formação dos profissionais da educação,
dentre outras ações.

Ministério da Educação

6 7
O compromisso do MEC com a qualidade da educação em todos os níveis, etapas
e modalidades de ensino se encontra alinhado com as diretrizes e metas do
Plano Nacional de Educação (PNE), bem como refletido em programas e projetos
passíveis de serem contemplados em emendas parlamentares.

Nesse sentido, para o ano de 2019, os parlamentares poderão utilizar esta


Cartilha para orientação quanto aos programas e projetos do MEC que podem ser
objetos de emendas relacionados com a educação básica, educação profissional e
tecnológica e ensino superior.

Esses programas e ações englobam, no âmbito da Educação Básica,


transporte escolar, reforma, ampliação e construção de creches, escolas urbanas
e rurais, além da aquisição de produtos, mobiliários e equipamentos, tais como
materiais escolares, brinquedos pedagógicos e Tecnologias de Informação e
Comunicação (TICs), dentre outros.

APRESENTAÇÃO No âmbito da educação superior e da educação profissional e tecnológica,


destacam-se os programas de assistência ao educando, na perspectiva de apoiar
a permanência de alunos de baixa renda nos cursos de educação profissional
e superior. Evidencia-se também a modernização e reestruturação de
universidades, institutos e hospitais universitários federais, visando à otimização
de seu funcionamento.

A expectativa deste Ministério é que a destinação de emendas


parlamentares seja de grande importância para o êxito do Plano Nacional
de Educação, uma vez que deve focar na ampliação das ações educacionais,
fortalecendo a escola pública e oferecendo melhores condições para a educação
de crianças, jovens e adultos.

9
De acordo com a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 (LDO-2019), as
emendas direcionadas às programações do Ministério da Educação poderão alocar
recursos para qualquer programação de custeio de natureza discricionária, ao passo
que as emendas alocadas no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
(FNDE) poderão ser destinadas ao apoio ao desenvolvimento da educação básica em
todas as suas etapas e modalidades (Art. 70).

As emendas de Bancada Estaduais deverão se restringir à quantidade


estabelecida na LDO-2019, de seis por bancada e, no processo de execução
orçamentária e financeira, não podem ser objeto de fragmentação para mais de uma
programação, ou seja, cada emenda de Bancada só poderá beneficiar uma única

PRINCÍPIOS Unidade Orçamentária combinada com uma única funcional programática/ação/


subtítulo.

As emendas orçamentárias deverão ser solicitadas nas ações

ORÇAMENTÁRIOS orçamentárias indicadas neste manual, não se deve utilizar ações abrangentes
para despesas que possuem ações específicas. Conforme preconiza a LDO, “as
atividades que possuem a mesma finalidade devem ser classificadas sob um único
código, independentemente da unidade executora. ”.

Algumas políticas são desenvolvidas por mais de uma ação orçamentária,
como é o caso do Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum
Curricular (ProBNCC).

Destacamos a importância da articulação entre os parlamentares e as


entidades beneficiadas para que a destinação dos recursos continue sendo realizada
de acordo com as prioridades definidas por esses entes no Módulo PAR do SIMEC.
(http://simec.mec.gov.br/).

10 11
EDUCAÇÃO A educação básica é o caminho para assegurar a todos os brasileiros a formação
BÁSICA comum indispensável para o exercício da cidadania e lhes fornecer os meios para

progredir no trabalho e em estudos posteriores. Atualmente, os documentos que

norteiam a educação básica são a Lei nº 9.394/1996, que estabelece as Diretrizes

e Bases da Educação Nacional (LDB), as Diretrizes Curriculares Nacionais para

a Educação Básica e o Plano Nacional de Educação, este aprovado pelo Congresso

Nacional em 25 de junho de 2014. Outros documentos fundamentais são a Constituição

da República Federativa do Brasil e o Estatuto da Criança e do Adolescente. O MEC,

objetivando envidar esforços para o fortalecimento desse nível de ensino, realiza as

ações descritas a seguir.

PROGRAMA DE FOMENTO ÀS ESCOLAS DE


ENSINO MÉDIO EM TEMPO INTEGRAL (EMTI)

DESCRIÇÃO O MEC tem fomentado estratégias de apoio, visando estabelecer ações conjuntas

entre os entes federados que propiciem novas organizações curriculares para o

DOS PROGRAMAS
novo ensino médio compatíveis com as perspectivas da sociedade contemporânea

e com os anseios dos jovens, em conformidade com a Lei nº 13.415/2017, além

do compromisso disposto no PNE de oferecer educação em tempo integral em,

E PROJETOS no mínimo, 50% das escolas públicas, de forma a atender, pelo menos, 25% dos

estudantes da educação básica.

Nesse contexto, o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo

Integral tem como objetivo geral apoiar a ampliação da oferta de educação de ensino

médio em tempo integral nas redes públicas dos estados e do Distrito Federal, por

meio da transferência de recursos às secretarias estaduais e distrital de educação

que participarem do programa, conforme os critérios definidos na Portaria MEC nº

727, de 13 junho de 2017.

Os recursos transferidos para apoio ao Programa devem ser utilizados

exclusivamente em despesas para a manutenção e desenvolvimento do ensino

nas escolas participantes. Conforme a Lei nº 13.415/2017 e a Resolução/CD/

FNDE nº 7/2016, os recursos podem ser utilizados nas seguintes despesas para a

manutenção das escolas de ensino médio integral participantes:

I – remuneração e aperfeiçoamento do pessoal docente e demais profissionais

da educação;

13
II – aquisição, manutenção, construção e conservação de instalações e Produto da ação: Iniciativa Apoiada

equipamentos necessários ao ensino; Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes

III – uso e manutenção de bens e serviços vinculados ao ensino; federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo,

V – realização de atividades-meio necessárias ao funcionamento dos sistemas organizações não governamentais e organismos internacionais beneficiados,

de ensino; [...] e projetos educacionais apoiados.

VIII – aquisição de material didático-escolar e manutenção de programas de Funcional Programática

transporte escolar. (Lei nº 9.394/1996, art. 70) Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
Para garantir qualidade ao Programa, é importante que os investimentos
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
tenham foco nas ações de formação continuada dos profissionais de educação
Fiscal FNDE
das secretarias e das escolas; no financiamento de construções de refeitórios, Educação
Educação
laboratórios e outros ambientes de aprendizagem; na aquisição de materiais Básica Educação Apoio ao
de qualidade desenvolvimento
pedagógicos, tais como robótica, equipamentos para laboratórios, dentre outros. para todos da educação
básica
Maiores informações sobre a utilização de recursos do programa podem ser
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
obtidas acessando o Manual de Execução Financeira do Programa de Fomento

às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral, anexo 2 da Resolução/CD/

FNDE nº 7/2016, no sítio eletrônico: https://www.fnde.gov.br/fndelegis/action/


PROGRAMA DE APOIO À IMPLEMENTAÇÃO
ActionDatalegis.php? cod_menu=926&cod_modulo=21&acao=abrirTreeview. DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR
Para que serve:
(PROBNCC)
• Fomentar a oferta de educação de qualidade em tempo integral no ensino médio;
No dia 20 de dezembro de 2017 a educação brasileira teve um marco histórico, com
• Reduzir o abandono e a reprovação dos estudantes no ensino médio das escolas
a homologação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) nas etapas da educação
participantes;
infantil e ensino fundamental.
• Melhorar os índices de aprendizagem dos estudantes de ensino médio das
A BNCC é um documento de caráter normativo que define o conjunto orgânico
escolas participantes;
e progressivo de aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver
• Priorizar o atendimento de estudantes em contextos de vulnerabilidade nas
ao longo das etapas e modalidades da educação básica, de modo que tenham
escolas em tempo integral;
assegurados seus direitos de aprendizagem e desenvolvimento, em conformidade
• Fomentar o protagonismo juvenil e flexibilização curricular.
com o que preceitua o Plano Nacional de Educação (PNE).
Vinculação Orçamentária
Para garantir que esse normativo seja efetivamente implementado e que estados
Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica
e municípios, em regime de colaboração, elaborem seus documentos curriculares
Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização à luz da BNCC, foi instituído, pelo MEC, CONSED e UNDIME, o Programa de Apoio à
e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da Implementação da Base Nacional Comum Curricular – ProBNCC.
educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para O ProBNCC está normatizado pela Portaria MEC nº 331, de 5 de abril de 2018, e
o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à tem o propósito de apoiar as Secretarias Estaduais e Distrital de Educação – SEDEs e
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC as Secretarias Municipais de Educação – SMEs no processo de revisão ou elaboração
e unidades vinculadas. e implementação de seus currículos alinhados à BNCC, em regime de colaboração

14 EDUCAÇÃO BÁSICA 15
As emendas parlamentares podem direcionar recursos para o programa, cujo Funcional Programática

apoio aos estados e municípios acontece em três frentes de ação: Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
I - Assistência financeira, com vistas a assegurar: qualidade técnica na construção
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
do documento curricular em regime de colaboração entre estados, Distrito Federal
Fiscal FNDE
e municípios, e disseminação dos currículos elaborados à luz da BNCC; Educação
Educação
II - Formação oferecida pelo MEC das equipes técnicas de currículo e gestão do Básica Educação Apoio ao
de qualidade desenvolvimento
para todos da educação
Programa;
básica

III - Assistência técnica que contempla apoio à gestão do programa, elaboração,


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

impressão e distribuição de materiais de apoio sobre a BNCC e currículos, e Vinculação orçamentária (formação das equipes técnicas de currículo e gestão do
soluções informatizadas para (re) elaboração do currículo e realização de consultas Programa):
públicas, dentre outras. Ação: 20RJ - Apoio à Capacitação e Formação Inicial e Continuada para a

Para que serve: Educação Básica

• Apoiar os estados e os municípios a (re) elaborarem seus currículos à luz da Descrição: Incentivo e promoção da formação inicial e continuada para a Educação
BNCC; Básica nas modalidades presencial e a distância; desenvolvimento de programas, cursos,
• Superar a fragmentação das políticas educacionais através do Regime de pesquisas, estudos, projetos, plataformas, avaliações, mobilidade nacional e internacional
Colaboração; de profissionais do magistério e de estudantes de nível superior, por meio de apoio técnico,
• Garantir aprendizagem essenciais aos alunos de todas as redes da Educação pedagógico e financeiro, inclusive ao sistema Universidade Aberta do Brasil – UAB,
Básica em âmbito nacional, em conformidade com o que preceitua o Plano Nacional visando à melhoria da qualidade do ensino, considerando programas específicos para
de Educação (PNE). população indígena, do campo e quilombola; a formação para a docência intercultural; o

Vinculação orçamentária (apoiar os estados e os municípios a (re) elaborarem ensino da história e cultura indígena, afro-brasileira e africana; o atendimento educacional

seus currículos à luz da BNCC): especializado; a educação de jovens e adultos; a educação em direitos humanos; a

Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica educação ambiental; as relações étnico-raciais e de gênero; a diversidade sexual; a política

da educação especial na perspectiva da educação inclusiva.


Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização

e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da Produto da ação: Projeto Apoiado.

educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado o curso, programa,

o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à estudo ou pesquisa promovidos com recursos desta ação.

implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC e Funcional Programática

unidades vinculadas. Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


Orçamentária Orçamentária
Produto da ação: Iniciativa Apoiada. 10 26101 12 368 2080 20RJ XXXX

Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes federados


Fiscal Administração
direta Educação
beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo, organizações Educação
Básica Educação Apoio à
não governamentais e organismos internacionais beneficiados, projetos de qualidade Capacitação e
para todos Formação Inicial e
educacionais apoiados. Continuada para a
Educação Básica

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

16 EDUCAÇÃO BÁSICA 17
Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e

FORMAÇÃO PARA para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana; Parecer CNE/CEB

nº 14/2015, com as Diretrizes Operacionais para a implementação da história e


TEMAS TRANSVERSAIS das culturas dos povos indígenas na Educação Básica, em decorrência da Lei nº

11.645/2008 configura-se como conteúdo pedagógico e curricular obrigatório,

O Ministério da Educação tem fomentado estratégias de apoio, visando conforme disposto no Artigo 26-A da LDB.

estabelecer ações conjuntas entre os entes federados que propiciem novas Assim, visando fortalecer a implementação das Diretrizes Curriculares

organizações curriculares compatíveis com as perspectivas e anseios da Nacionais do CNE para as modalidades da educação básica; a implementação

sociedade contemporânea. Com o marco da elaboração da Base Nacional Comum da educação para as relações étnico-raciais; a implementação da educação em

Curricular (BNCC), prevista na Lei de Diretrizes e Bases e no Plano Nacional de direitos humanos e a inserção dos Temas Transversais na Educação Básica, o

Educação, homologada pelo Parecer CNE/CP nº 15/2017, toda a Educação Básica apoio parlamentar para a alocação de recursos às instituições de ensino superior,

(educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) foi contemplada. A BNCC é sob a coordenação deste Ministério da Educação, será de grande importância

fruto de amplo processo de debate e negociação com diferentes atores do campo para o desenvolvimento de processos formativos para estudantes, professores e

educacional e com a sociedade brasileira. gestores.

O novo texto da BNCC (MEC, 2017, pp 19-20) orienta os sistemas e redes de A ação proposta se dará em apoio aos processos formativos nas

ensino, assim como as escolas, em suas respectivas esferas de autonomia e modalidades de Extensão, Especialização e Aperfeiçoamento, abordando os

competência, a incorporar aos currículos e às propostas pedagógicas a abordagem 14 temas transversais direcionados aos estudantes, professores e gestores da

de temas contemporâneos que afetam a vida humana em escala local, regional e educação básica. Os processos formativos deverão ser ofertados e realizados

global, preferencialmente de forma transversal e integradora. pelas faculdades, centros universitários e universidades federais, estaduais,

Nesse sentido, os temas Transversais da Educação Básica são 14, destacando- comunitárias, confessionais públicas e privadas reconhecidas e credenciadas pelo

se: 1) Direitos da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069/199016), 2) Educação MEC. Os cursos podem ser oferecidos nas modalidades presencial e a distância

para o Trânsito (Lei nº 9.503/199717), 3) Educação Ambiental (Lei nº 9.795/1999, (EaD).

Parecer CNE/CP nº 14/2012 e Resolução CNE/CP nº 2/201218), 4) Educação Essa Iniciativa pode ser implementada de quatro formas:

Alimentar e Nutricional (Lei nº 11.947/200919), 5) Processo de envelhecimento, • Orçamento para o estado;

respeito e valorização do idoso (Lei nº 10.741/200320), 6) Educação em Direitos • Orçamento para os municípios;

Humanos (Decreto nº 7.037/2009, Parecer CNE/CP nº 8/2012 e Resolução CNE/ • Orçamento direto para a união – MEC; ou

CP nº 1/201221), 7) Educação das relações étnico-raciais e ensino de história e • Orçamento direto para uma universidade federal .

cultura afro-brasileira, africana e indígena (Leis nº 10.639/2003 e 11.645/2008,

Parecer CNE/CP nº 3/2004 e Resolução CNE/CP nº 1/200422), 8) Saúde, 9) Vida


Vinculação Orçamentária (implementação nos estados e municípios):
familiar e social, 10) Educação para o consumo, 11) Educação Financeira e Fiscal,
Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica
12) Trabalho, 13) Ciência e Tecnologia e 14) Diversidade Cultural (Parecer CNE/CEB
Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização
nº 11/2010 e Resolução CNE/CEB nº 7/201023).
e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da
A temática da educação das relações étnico-raciais e ensino de história e
educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para
cultura afro-brasileira, africana e indígena (Leis nº 10.639/2003 e 11.645/2008)
o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à
normatizada pelo Parecer CNE/CP nº 3/2004 e Resolução CNE/CP nº 1/2004 –

18 EDUCAÇÃO BÁSICA 19
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC a comunidade, inclusive por meio de oferta de bolsas. Formação de grupos tutoriais

e unidades vinculadas. de alunos visando a otimizar seu potencial acadêmico e promover a integração entre

a atividade acadêmica com a futura atividade profissional, melhorando as condições


Produto da ação: Iniciativa Apoiada
de ensino-aprendizagem.
Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes

federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo, Produto da ação: Iniciativa Apoiada

organizações não governamentais e organismos internacionais beneficiados, Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada o programa

projetos educacionais apoiados. ou o projeto educacional, de pesquisa científica-tecnológica, de educação


Funcional Programática tutorial, de formação e aperfeiçoamento na área de saúde, e de extensão

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador universitária promovido;vento científico e cultural promovido; bem
Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX como iniciativa de fomento às ações de graduação, pós-graduação, ensino,

pesquisa e extensão promovida com recursos desta ação orçamentária.


Fiscal FNDE
Educação
Educação
Funcional Programática
Básica Educação Apoio ao
de qualidade desenvolvimento
para todos da educação Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
básica Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 364 2080 20GK XXXX
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

Fiscal Escolher
Vinculação Orçamentária (implementação no MEC ou nas universidades): uma UO do Educação
Educação
Ação: 20GK – Fomento às Ações de Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa Anexo III
Superior Educação Fomento às ações
de qualidade de Graduação,
e Extensão. para todos Pós-graduação
Ensino , Pesquisa
e Extensão
Descrição: Desenvolvimento de programas e projetos no âmbito das Instituições Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

de Ensino Superior (IES), Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs),

hospitais universitários e da EBSERH voltados a: pesquisa, tutoria e extensão na

graduação e na pós-graduação; implementação de ações educativas e culturais;

formação, aperfeiçoamento e pesquisa de interesse do Sistema Nacional de


PLANO DE AÇÕES
Pós-Graduação. Incentivo e promoção de ações de integração ensino serviço- ARTICULADAS (PAR)
comunidade, em cenários de aprendizagem vinculados ao SUS. Apoio à implantação

de novas diretrizes curriculares de cursos de graduação no âmbito das IES públicas; O Plano de Ações Articuladas (PAR) é uma estratégia de assistência técnica e

à promoção e incentivo à participação em congressos, seminários e simpósios financeira iniciada pelo Plano de Metas Compromisso Todos pela Educação,

científicos e culturais; premiação de pesquisadores; bem como demais atividades instituído pelo Decreto nº 6.094, de 24 de abril de 2007, fundamentada no Plano

inerentes às ações de pesquisa, tutoria e extensão. Apoio à edição de obras científicas de Desenvolvimento da Educação (PDE), que consiste em oferecer aos entes

e educacionais, assim como à permanência de estudantes e pesquisadores em federados um instrumento de diagnóstico e planejamento de política educacional,

missão de estudo no exterior. Suporte a iniciativas e projetos que visem à consolidação concebido para estruturar e gerenciar metas definidas de forma estratégica e

dos conhecimentos com a prática, mediante atividades voltadas à coletividade, contribuir para a construção de um sistema nacional de ensino.

viabilizando a indissociabilidade entre pesquisa, tutoria e extensão, bem como a Trata-se de uma estratégia para o planejamento plurianual das políticas de

vivência social e comunitária e a integração entre a IES e hospitais universitários e educação, em que os entes subnacionais elaboram plano de trabalho a fim de

20 EDUCAÇÃO BÁSICA 21
desenvolver ações que contribuam para a ampliação da oferta, permanência e Abrangência do PAR:

melhoria das condições escolares e, consequentemente, para o aprimoramento Ações Ações de


Nível Etapa Modalidades
Pedagógicas Infraestrutura
do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de suas redes públicas
• Ampliação
de ensino. • Construção
• Reforma
Nesse contexto, o PAR apresenta indicadores definidos a partir do diagnóstico • Equipamentos
• Educação especial • Acervos bibliográficos
• Ônibus escolares
• Ensino tecnológico e • Formação continuada e
e planejamento local, consolidados anualmente, para quatro dimensões: • Ônibus acessível
profissional capacitação
• Bicicleta e capacete
• Educação infantil • Educação de jovens e • Jornada literária
• Gestão educacional; Educação • Ensino fundamental adultos • Material didático
• Equipamentos e kit de
cozinha
Básica • Ensino médio • Educação ambiental • Material pedagógico
• Formação de professores, dos profissionais de serviço e apoio escolar; · • Educação do Campo • Material escolar
• Brinquedos
• Quadras escolares
• Educação étnico-racial • Material de consumo
• Práticas pedagógicas e de avaliação; • Equipamentos de
• Educação indígena • Cursos EAD
climatização
• Educação quilombola • Materiais esportivos
• Instrumentos musicais
• Infraestrutura física e recursos pedagógicos. • Mobiliário
• Computadores, projetores
e tablets

Destaca-se a importância da articulação entre os parlamentares e as


Estados, municípios e o Distrito Federal podem aderir a atas de registro de
entidades beneficiadas para que a destinação dos recursos continue sendo
preços do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para adquirir uma
realizada de acordo com as prioridades definidas por esses entes no PAR. Os
série de itens para suas redes de ensino. Informações sobre os itens registrados pelo
recursos destinados por emendas parlamentares são de fundamental importância
FNDE (preços e fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para
para a execução das ações planejadas por estados, Distrito Federal e municípios.
recebimento dos produtos, etc.) estão na página de Compras Governamentais: http://
A operacionalização do PAR ocorre de forma totalmente informatizada,
www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos
por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do MEC

(SIMEC), o que, entre outras vantagens, torna todos os procedimentos necessários

à sua implementação mais céleres e eficientes.

O acesso ao Módulo PAR para Emendas Parlamentares será realizado INFRAESTRUTURA PARA
por meio do SIMEC. Para acessá-lo, digite o endereço do Simec na barra de A EDUCAÇÃO INFANTIL
seu navegador: http://simec.mec.gov.br. O Simec funciona melhor se usado os

navegadores Mozilla Firefox ou Google Chrome. Caso seja seu primeiro acesso ao
A construção de creches e escolas de educação infantil faz parte do plano de ações
Simec, recorra ao Manual do Usuário, Etapa Preparatória e Diagnóstico, disponível
do MEC, que atua por meio de assistência financeira, em caráter suplementar, ao
no espaço do PAR na página eletrônica do FNDE em: http://www.fnde.gov.br/
Distrito Federal e aos municípios, para obras de infraestrutura em escolas públicas de
programas/par/areas-para-gestores/manuais.
educação infantil.

De modo a facilitar a execução das obras e garantir o atendimento aos padrões

mínimos exigidos para a educação infantil, o MEC disponibiliza, em 2019, dois projetos

para atendimento a crianças de 0 a 6 anos de idade destinados à construção e

ampliações de escolas de ensino infantil: i) novos projetos de escolas de educação

infantil; ii) módulos para ampliação de escolas de educação infantil.

22 EDUCAÇÃO BÁSICA 23
ii) Módulos para ampliação de escolas de educação infantil

CONSTRUÇÃO E AMPLIAÇÃO DE Módulo de Educação Infantil Tipo A – Área construída de aproximadamente

176,34 m², que atenderá 48 alunos em turno integral ou 96 em dois turnos. Esse
ESCOLAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL módulo deve ser utilizado como uma ampliação de escolas do ensino básico,

urbanas ou rurais existentes, para possibilitar o atendimento das crianças da faixa

i) Novos projetos de escolas de educação infantil etária de seis meses a 5 anos e 11 meses.

Projeto Tipo 1 - Convencional – modelo de projeto padrão do FNDE para a Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
educação infantil, que atende 188 alunos em turno integral ou 376 em dois turnos Definida pelo proponente 176,34 m² Até 48 alunos por turno
e poderá ser implantado em terreno com dimensões mínimas de 40m x 60m Valor de referência: R$ 328.127,51 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017.)

e área construída de 1.317,99 m². O FNDE disponibiliza aos proponentes todas

as informações sobre esse projeto no site: http://www.fnde.gov.br/programas/ Módulo de Educação Infantil Tipo B – Área construída de aproximadamente

proinfancia/proinfancia-projetos-arquitetonicos-para-construcao/proinfancia-tipo-1. 115,46 m², que atenderá 48 alunos em turno integral ou 96 em dois turnos.

Também estão disponíveis, além de informações sobre os documentos que Esse módulo de ampliação deve ser utilizado em creches padrão FNDE tipo B já

devem ser inseridos para a análise do FNDE, o projeto básico, o memorial descritivo existentes no município, aumentando sua capacidade de atendimento.

e a planilha orçamentária, documentos necessários para que o município possa Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida

iniciar o processo licitatório após a aprovação técnica. Para a execução da obra, o Definida pelo proponente 115,46 m² 48 alunos por turno
Valor de referência: R$ 269.647,32 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
município deverá substituir o projeto básico pelo projeto executivo.

Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida Ampliação de Educação Infantil Tipo C – Área construída de aproximadamente
40m x 60m 1.317,99 m² 188 alunos por turno
66,17 m², que atenderá 24 alunos em turno integral ou 48 alunos em dois turnos
Valor de referência: R$ 2.439.693,73 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
– crianças de seis meses a 5 anos e 11 meses. Esse módulo de ampliação deve

ser utilizado em creches padrão tipo C já existentes no município, aumentando sua


Projeto Tipo 2 – Convencional – modelo de projeto padrão do FNDE para
capacidade de atendimento.
a educação infantil, que atenderá 94 alunos em turno integral ou 188 em dois
Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
turnos e poderá ser implantado em terreno com dimensões mínimas de 35m
Definida pelo proponente 66,17 m² Até 24 alunos por turno
x 45m e área construída de 775,85 m². O FNDE disponibiliza aos proponentes
Valor de referência: R$ 180.528,72 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
todas as informações sobre esse projeto no seguinte link: http://www.fnde.gov.

br/programas/proinfancia/proinfancia-projetos-arquitetonicos-para-construcao/ Para que serve:

proinfancia-tipo-2. Também estão disponíveis, além de informações sobre os • Contribuir para a ampliação da oferta da educação infantil da rede pública;

documentos que devem ser inseridos para a análise do FNDE, o projeto básico, o • Garantir o acesso de crianças a creches e escolas da educação infantil da rede

memorial descritivo e a planilha orçamentária para que o município possa iniciar o pública;

processo licitatório após a aprovação técnica. Para a execução da obra, o município • Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem dos

deverá substituir o projeto básico pelo projeto executivo. educandos;

• Permitir uma atuação mais qualificada dos profissionais da educação infantil.


Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
35m x 45m 775,85 m² 94 alunos por turno Vinculação Orçamentária
Valor de referência: R$ 1.532.546,87 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017). Ação: 12KU – Apoio à implantação de Escolas para Educação Infantil

24 EDUCAÇÃO BÁSICA 25
Descrição: Apoio à construção e à ampliação de escolas de educação infantil e em todos os espaços educacionais, cujas orientações podem ser colhidas junto ao

aquisição de equipamentos e mobiliário, com o fim de ampliar a oferta de vagas FNDE, na Coordenação-Geral de Infraestrutura Educacional – CGEST, pelo e-mail

para a educação infantil pública. projetos.engenharia@fnde.gov.br.

Informação importante:
Produto da ação: Escola Apoiada.
Não haverá suplementação orçamentária por parte do FNDE àquelas
Especificação do Produto: Considera-se Escola Apoiada a escola de educação
emendas cujo valor seja inferior ao estabelecido para o tipo de obra Padrão
infantil que teve seu projeto de construção apoiado ou seu projeto de ampliação
FNDE escolhido.
apoiado ou ainda que tenha sido contemplada com mobiliário e equipamentos.

Funcional Programática
Com a finalidade de ampliar a infraestrutura escolar para melhores condições
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária de atendimento aos alunos e aumentar a oferta de vagas no ensino público, o MEC
10 26298 12 365 2080 12KU XXXX
apoia, com recursos, a construção de novas escolas utilizando projetos-padrão para:
Fiscal FNDE i) construção de novas escolas de ensino fundamental e ii) reformas e ampliação
Educação
Educação
de escolas existentes.
Infantil Educação Implantação de
de qualidade escolas para
para todos educação infantil

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I CONSTRUÇÃO DE NOVAS ESCOLAS
DE ENSINO FUNDAMENTAL
REFORMA, AMPLIAÇÃO E Com o objetivo de ampliar a infraestrutura escolar, oferecer atendimento em

CONSTRUÇÃO DE NOVAS ESCOLAS melhores condições aos alunos e aumentar a oferta de vagas no ensino público,

o MEC financia a construção de novas escolas, utilizando projetos-padrão FNDE.

Nas emendas parlamentares destinadas à melhoria da infraestrutura física

escolar de estados e municípios brasileiros, o parlamentar, após definir as Escola-padrão 1 (uma) sala de aula: atendimento a crianças de comunidades

localidades a serem beneficiadas e definir se serão ações de construção, reforma rurais, indígenas ou quilombolas. Terreno com dimensão mínima de 25m x 35m.

ou ampliação, deve orientar os municípios/prefeituras de sua região de atuação Área construída de 113,96 m². O FNDE disponibiliza aos proponentes todas as

acerca da documentação de engenharia necessária para que a ação definida para informações sobre esse projeto no site: http://www.fnde.gov.br/programas/par/

seu município seja aprovada tecnicamente e efetivamente executada. par-projetos-arquitetonicos-para-construcao.

Desde 2014, as ações de construção com projeto próprio, reformas e Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida

ampliações analisadas no FNDE devem atender as exigências contidas na Portaria 25m x 35m 113,96 m² 30 alunos por turno

do FNDE de nº 110, de 11/03/2014, no link: http://www.lex.com.br/legis_25349851_ Valor de referência: R$ 212.825,47 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).

PORTARIA_N_110_DE_10_DE_MARCO_DE_2014.aspx. É importante ressaltar, Escola-padrão 2 (duas) salas de aula: atendimento a crianças de comunidades
ainda, que qualquer ação de projeto próprio deve ser desenvolvida de acordo rurais, indígenas ou quilombolas. Terreno com dimensão mínima de 25m x 35m.
com os parâmetros estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas Área construída de 208,83 m2. O FNDE disponibiliza aos proponentes todas
Técnicas (ABNT), respeitando o conceito de desenho universal e as normas de as informações sobre esse projeto no seguinte link: http://www.fnde.gov.br/
acessibilidade arquitetônica e urbanística, de modo a garantir a acessibilidade programas/par/par-projetos-arquitetonicos-para-construcao.

26 EDUCAÇÃO BÁSICA 27
Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
25m x 35m 208,83 m² 60 alunos por turno
Valor de referência: R$ 308.992,64 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
REFORMA E AMPLIAÇÃO
DE ESCOLAS EXISTENTES
Escola-padrão 4 (quatro) salas de aula: atendimento a crianças de comunidades

urbanas, rurais, indígenas ou quilombolas. Necessita de terreno com dimensão


Para melhorar a infraestrutura escolar existente, o MEC financia reforma e
mínima de 50m x 80m, sem quadra coberta. Área construída de 740,88 m².
ampliação de unidades escolares, visando ao padrão mínimo necessário para o
Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida bom desempenho dos alunos.
50m x 80m 740,88 m² 120 alunos por turno
Ressalta-se que as reformas e ampliações de escolas existentes devem
Valor de referência: R$ 1.098.493,45 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
obedecer aos parâmetros estabelecidos pela Associação Brasileira de Normas
Escola-padrão 4 (quatro) salas de aula com Quadra Coberta: atendimento a Técnicas (ABNT), respeitando o conceito de desenho universal e as normas de
crianças de comunidades urbanas, rurais, indígenas ou quilombolas. Necessita de acessibilidade arquitetônica e urbanística, de modo a garantir a acessibilidade
terreno com dimensão mínima de 50m x 80m, com quadra coberta. Área construída em todos os espaços educacionais para pessoas com deficiência ou mobilidade
de 1.208,87 m². reduzida.
Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida Projeto próprio de Ampliação – Construção de projetos visando atender
50m x 80m 1.208,87 m² 120 alunos por turno a demanda por mais espaços e que implicam no aumento da área construída
Valor de referência: R$ 1.620.566,01 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
do edifício escolar já existente. Devem ser desenvolvidos de acordo com os
Escola-padrão 6 (seis) salas de aula: atendimento a crianças de comunidades parâmetros do Manual de Orientações Técnicas de Elaboração de Projetos – em
urbanas, rurais, indígenas ou quilombolas. Necessita de terreno com dimensão seus diversos volumes –, disponibilizados para consulta no site do FNDE no link.
mínima de 50m x 80m, sem quadra coberta. Área construída de 867,79 m². http://www.fnde.gov.br/programas/par/par_manuais.

Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida Exemplos de ampliação: construção de salas de aula, sanitários, sala de
50m x 80m 867,79 m² 180 alunos por turno professores, espaços de integração, cozinha e refeitório, biblioteca escolar,
Valor de referência: R$ 1.253.368,23 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017). laboratórios – informática, ciências –, sala de recursos multifuncionais para a

Escola-padrão 6 (seis) salas de aula com Quadra Coberta: atendimento a educação especial, entre outros.

crianças de comunidades urbanas, rurais, indígenas ou quilombolas. Necessita de Observação: Os recursos para financiamento de reformas e ampliações vêm

terreno com dimensão mínima de 50m x 80m, com quadra coberta. Área construída de fontes financeiras diferentes, sendo considerado custeio toda a ação de reforma,

de 1.323,11 m². e investimento, toda ação de ampliação. Assim, para melhor entendimento, segue

Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida abaixo a definição do FNDE para os dois termos.

50m x 80m 867,79 m² 180 alunos por turno Reforma Ampliação


Valor de referência: R$ 1.253.368,23 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
Propostas de substituição, readequação e/ou Propostas de substituição, readequação e/ou
melhorias das condições gerais do espaço educacional, melhorias das condições gerais do espaço educacional,
incluindo acessibilidade. incluindo acessibilidade.
Informação importante:
Exemplos: pintura externa e interna, substituição de Exemplos: construção de salas de aula, sanitários,
Não haverá suplementação orçamentária por parte do FNDE àquelas sala de professores, espaços de integração,
rede elétrica e hidráulica, troca de revestimentos,
cozinha e refeitório, biblioteca escolar, laboratórios
substituição de cobertura, substituição de esquadrias,
emendas cujo valor seja inferior ao tipo de obra Padrão FNDE escolhido. de informática, de ciências, sala de recursos
substituição de forros, etc. multifuncionais para a educação especial, entre outros.

Custeio Investimento

28 EDUCAÇÃO BÁSICA 29
A documentação técnica a ser enviada para análise das ampliações e reformas
Funcional Programática
das escolas que não utilizarem os módulos de ampliação – padrão FNDE descritos
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
acima, ainda assim devem utilizar os parâmetros desta autarquia como orientação, Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 20RP XXXX
bem como atender o solicitado na Portaria FNDE nº 110, de 10/03/2014 e disponível

no link http://www.lex.com.br/legis_25349851_PORTARIA_N_110_DE_10_DE_ Fiscal FNDE


Educação
MARCO_DE_2014.aspx. Educação
Básica Educação Infraestrutura
de qualidade para a Educação
para todos Básica

Cabe destacar que não haverá suplementação orçamentária por parte do


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
FNDE àquelas emendas cujo valor a ser gasto seja inferior ao valor estabelecido

para o tipo de obra Padrão FNDE.

Para que serve:


CONSTRUÇÃO DE QUADRAS ESPORTIVAS
• Contribuir para a ampliação da oferta da educação pública;

• Garantir o acesso de crianças a escolas do ensino fundamental da rede pública;


ESCOLARES COBERTAS E COBERTURAS
• Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem dos
PARA QUADRAS ESPORTIVAS EXISTENTES
educandos do ensino fundamental;

• Permitir uma atuação mais qualificada dos profissionais dessa etapa de ensino Com o intuito de atender as unidades escolares que não dispõem de espaço

com a melhoria dos espaços escolares. escolar adequado para a realização de atividades esportivas e recreativas,

o MEC propicia a construção de quadra poliesportiva coberta com vestiário,


Vinculação Orçamentária
bem como a cobertura de quadras esportivas já existentes baseadas em
Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação
projeto-padrão. Tais projetos se encontram disponibilizados para fins de
Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, reforma
consulta no site do FNDE no seguinte endereço eletrônico: http://www.
e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e equipamentos
fnde.gov.br/programas/par/par-projetos-arquitetonicos-para-construcao.
para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à infraestrutura e ao

uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação para todas as etapas
Abaixo estão descritas algumas tipologias de projeto padrão:
e modalidades da educação básica com o objetivo de melhorar o processo de ensino-

aprendizagem.
Quadra coberta com vestiário: O projeto destina-se ao atendimento a alunos

Produto da ação: Projeto Apoiado do ensino fundamental ou médio, sendo necessário um terreno com as dimensões

Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de mínimas de 30m x 41m e área construída de 812,76 m2. A quadra poderá ser

construção, ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas edificada no terreno da escola existente ou em lote situado em um raio máximo de

e bens adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia 500m da unidade escolar.

da informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade. Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
30m x 41m 812,76 m² Estudantes e comunidade do local
Valor de referência: R$ 564.211,74 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).

30 EDUCAÇÃO BÁSICA 31
Cobertura de quadra pequena: O projeto destina-se ao atendimento a alunos Produto da ação: Projeto Apoiado

do ensino fundamental ou médio, sendo necessário um terreno com as dimensões Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de

mínimas de 22m x 36m e área ocupada de 523,32 m . A cobertura não inclui o projeto
2
construção, ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas

do piso. e bens adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia

Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida da informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade.

22m x 36m 523,32 m² Estudantes e comunidade do local Funcional Programática


Valor de referência: R$ 283.877,18 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Cobertura de quadra grande: O projeto destina-se ao atendimento a alunos Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 20RP XXXX
do ensino fundamental ou médio, sendo necessário um terreno com as dimensões
Fiscal FNDE
mínimas de 27m x 35m e área ocupada de 745,03 m². A cobertura não inclui o projeto Educação
Educação
do piso. Básica Educação Infraestrutura
de qualidade para a Educação
para todos Básica
Terreno (dimensões mínimas) Área construída Demanda Atendida
27m x 35m 745,03 m² Estudantes e comunidade do local
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
Valor de referência: R$ 307.856,99 – SINAPI Brasília (janeiro de 2017).

Informação importante:

Não haverá suplementação orçamentária por parte do FNDE àquelas emendas PAINÉIS SOLARES
cujo valor seja inferior ao estabelecido para o tipo de obra Padrão FNDE escolhido. (AQUISIÇÃO E INSTALAÇÃO)
Para que serve:
Desde 2015, o FNDE passou a disponibilizar linha de financiamento, por meio de
• Contribuir para a ampliação da oferta da educação pública;
emendas parlamentares, para a instalação de painéis de energia solar em escolas
• Garantir o acesso de crianças a escolas do ensino fundamental da rede pública;
e creches. A medida visa fomentar a utilização de energia solar nas edificações
• Contribuir para a melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem dos
públicas, reduzindo os custos com o consumo de energia elétrica e, paralelamente,
educandos do ensino fundamental;
produzindo um efeito pedagógico no público escolar, no sentido de sensibilizar a
• Permitir uma atuação mais qualificada dos profissionais dessa etapa de
sociedade para a importância de ações sustentáveis. O investimento inicial para a
ensino com a melhora dos espaços escolares.
instalação do sistema reduz o custeio da escola durante a vida útil dos painéis, que
Vinculação Orçamentária
é cerca de 25 anos, disponibilizando inversor solar, placas fotovoltaicas e relógio
Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação
bidirecional.

Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, A destinação de recursos para a instalação de painéis fotovoltaicos nos telhados

reforma e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e de escolas públicas é uma iniciativa que envolve investimento social, educação

equipamentos para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à ambiental e economia de energia. Além disso, as escolas terão a oportunidade de

infraestrutura e ao uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação adicionar um novo elemento à formação dos alunos, desenvolvendo na prática o uso

para todas as etapas e modalidades da educação básica com o objetivo de de uma das tecnologias mais importantes para a preservação do meio ambiente. A

melhorar o processo de ensino-aprendizagem. escola é o local da comunidade que agrega mais atores da sociedade: professores,

pais, alunos e, no caso das escolas públicas, também o governo. Por causa disso,

32 EDUCAÇÃO BÁSICA 33
quando a energia solar chega até as escolas, ela chega também a todos esses Funcional Programática

atores e muda a rotina dos alunos e a forma como eles aprendem e lidam com Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
sustentabilidade e uso consciente de recursos energéticos. Solarizar as escolas Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 20RP XXXX
representa levar o tema da energia solar e sua importância para mais pessoas e
Fiscal FNDE
criar hábitos mais conscientes na sociedade. Educação
Educação
Importante ressaltar que, para a instalação dos painéis solares, são necessários Básica Educação Infraestrutura
de qualidade para a Educação
dois tipos de investimentos: um para a aquisição (GND 4- Investimento) e outro para a para todos Básica

instalação desses painéis (GND 3 – Outras despesas correntes). Assim, é necessário


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
que a emenda considere recursos para abranger os dois tipos de despesas.

Para que serve:


CAMINHO DA ESCOLA


• Estimular o fortalecimento do regime de colaboração entre os entes federados;

• Disponibilizar um instrumento eficaz de avaliação e implementação de políticas


(ÔNIBUS ESCOLARES)
de melhoria da qualidade da educação;

• Melhorar os indicadores educacionais; Abaixo, estão descritos os veículos cujas atas de preço se encontram disponíveis

• Fortalecer o princípio da transparência e do controle social; para adesão, bem como aqueles cuja licitação está em andamento. Para informações

• Elaborar o planejamento educacional. mais atualizadas, consultar o site do FNDE (http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-

governamentais).
Vinculação Orçamentária

Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação


1. Ônibus escolar
Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, reforma 1.1. Ônibus rural escolar
e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e equipamentos
VALORES ESTIMATIVOS
para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à infraestrutura e ao
Grupo Valor
uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação para todas as etapas Item Descrição
Abrangência Unitário

e modalidades da educação básica com o objetivo de melhorar o processo de ensino-

aprendizagem.
Ônibus Rural Escolar – ORE 1: para transporte de até 23 passageiros
adultos ou 29 estudantes sentados, mais o condutor, equipado com
Produto da ação: Projeto Apoiado R$
1 dispositivo para transposição de fronteira, do tipo poltrona móvel Nacional
189.900,00
(DPM), para embarque e desembarque de estudante com deficiência,
Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de ou com mobilidade reduzida.
construção, ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas

e bens adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia

da informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade.


Ônibus Rural Escolar – ORE 3: para transporte de até 40 passageiros
Observação importante: A emenda deve considerar os custos para aquisição adultos sentados ou 59 estudantes sentados, mais o condutor,
R$
2 equipado com dispositivo para transposição de fronteira, do tipo Nacional
(GND 4- Investimento) e para a instalação desses painéis (GND 3 – Outras despesas 228.912,00
poltrona móvel (DPM), para embarque e desembarque de estudante
com deficiência, ou com mobilidade reduzida.
correntes).

34 EDUCAÇÃO BÁSICA 35
Descrição: Aquisição de veículos padronizados, inclusive de acessórios de

segurança e apoio às atividades inerentes à certificação, para transporte escolar dos


Ônibus Rural Escolar – ORE 1 (4X4): para transporte de até 23
passageiros adultos sentados ou 29 estudantes sentados, mais o estudantes das redes públicas de educação básica, prioritariamente da zona rural,
R$
3 condutor, equipado com dispositivo para transposição de fronteira, Nacional
271.500,00
do tipo poltrona móvel (DPM), para embarque e desembarque de com o objetivo de promover o acesso e a permanência dos estudantes e reduzir a
estudante com deficiência, ou com mobilidade reduzida.
evasão escolar.

Produto da ação: Veículo Adquirido

Especificação do Produto: Considera-se Veículo Adquirido aquele padronizado


Ônibus Rural Escolar – ORE 2: para transporte de até 32 passageiros
adultos ou 44 estudantes sentados, mais o condutor, equipado com para transporte escolar individual ou coletivo.
R$
4 dispositivo para transposição de fronteira, do tipo poltrona móvel Nacional
226.550,00 Funcional Programática
(DPM), para embarque e desembarque de estudante com deficiência,
ou com mobilidade reduzida.
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 0E53 XXXX

1.2. Ônibus urbano escolar acessível Fiscal FNDE


Educação
Educação
VALORES ESTIMATIVOS Básica Educação Aquisição de
de qualidade veículos para o
Grupo Valor para todos transporte escolar da
Item Descrição
Abrangência Unitário Educação Básica

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

Ônibus Urbano Escolar Acessível – ONUREA – PISO ALTO: para


transporte mínimo de 23 passageiros adultos sentados ou 29
estudantes sentados, mais o motorista, e deve ser equipado com R$
1 Nacional
dispositivo para transposição de fronteira, do tipo poltrona móvel
(DPM), para embarque e desembarque de estudante com deficiência,
199.940,00
MOBILIÁRIOS E
ou com mobilidade reduzida.
EQUIPAMENTOS ESCOLARES
Ônibus Urbano Escolar Acessível – ONUREA – PISO BAIXO: para O FNDE realiza pregões eletrônicos, na modalidade de registro de preços, para
transporte mínimo de 16 passageiros adultos sentados ou 21
estudantes sentados, mais o motorista, e deve ser equipado com R$ aquisição de mobiliários e equipamentos escolares, em atendimento às necessidades
2 Nacional
dispositivo do tipo rampa de acesso veicular que permita ao estudante 274.050,00
com deficiência ou com mobilidade reduzida o acesso ao interior do dos sistemas e redes de ensino estaduais, municipais e do Distrito Federal.
veículo por meio de plano inclinado.
Para adquirir os produtos disponibilizados pela autarquia, basta que as

entidades solicitem adesão por meio do Sistema de Gerenciamento de Adesão


Para que serve:
a Registro de Preços (SIGARP), e aguardem concordância dos fornecedores e
• Garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes;
autorização do Fundo. Os produtos poderão ser adquiridos com recursos federais,
• Contribuir para a redução da evasão escolar;
emendas parlamentares e recursos próprios, ou por meio de financiamento.
• Contribuir para o acesso e permanência no espaço de aprendizagem;
Ressalta-se que os mobiliários e equipamentos escolares a serem adquiridos
• Propiciar a economicidade do gasto público e a transparência nas aquisições.
devem obedecer ao conceito de desenho universal, de modo a garantir a acessibilidade
Vinculação Orçamentária a todas as pessoas.
Ação: 0E53 – Aquisição de Veículos para o Transporte Escolar da Educação Básica Para mais informações sobre os itens registrados pelo FNDE (preços e
– Caminho da Escola fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para recebimento

36 EDUCAÇÃO BÁSICA 37
dos produtos, etc.), basta visitar a página de Compras Governamentais:

http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos

http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/
INSTRUMENTOS MUSICAIS
produtos-vigentes
O MEC oferece apoio financeiro aos estados, Distrito Federal e municípios para a

Para que serve: aquisição de instrumentos musicais por meio do PAR, regulamentado pela Lei nº

• Proporcionar a renovação e padronização de mobiliários das escolas públicas 12.695/2012 e Resolução/CD/FNDE nº 14/2012, por considerar que seu uso no

no país; contexto escolar tem impacto positivo na formação integral dos estudantes. Para

• Contribuir para a permanência dos alunos nos espaços escolares; isso, tem trabalhado na elaboração de uma ata de registro de preços para aquisição

• Contribuir para a educação de qualidade proporcionando bem-estar aos de nove instrumentos musicais que compõem a Banda Fanfarra de acordo com as

educandos; especificações técnicas. A ação poderá contemplar escolas públicas da educação

• Contribuir para o aprimoramento dos indicadores educacionais. básica que, preferencialmente, sejam beneficiadas pelos programas Novo Mais

Educação, Programa Ensino Médio Inovador ou Escola de Ensino Médio de Tempo


Vinculação Orçamentária
Integral.
Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação
Para mais informações sobre os itens registrados pelo FNDE (preços e
Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, reforma fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para recebimento
e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e equipamentos dos produtos, etc.), basta visitar a página de Compras Governamentais:
para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à infraestrutura e ao http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos
uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação para todas as etapas http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/
e modalidades da educação básica com o objetivo de melhorar o processo de ensino- produtos-vigentes
aprendizagem. Abaixo estão listados os itens sugeridos para atendimento educacional:

Produto da ação: Projeto Apoiado

Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de construção, GRUPO / REGIÃO DESCRIÇÃO
ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas e bens
1 Trompete em Sib
adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia da

informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade. 2 Trombone de Marcha em Sib

Funcional Programática 3 Trompa Dupla

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador 4 Euphonium em Sib


Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 20RP XXXX 5 Grupo 1: Norte e Nordeste Tuba ¾ Si bemol

Fiscal FNDE 6 Caixa Tenor de Marcha com Colete


Educação
Educação
Básica Educação Infraestrutura 7 Bumbo de Marcha com Colete
de qualidade para a educação
para todos básica
8 Par de Pratos 14” ou 16”

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I 9 Estante de Partitura

38 EDUCAÇÃO BÁSICA 39
Funcional Programática
10 Trompete em Sib
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
11 Trombone de Marcha em Sib Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
12 Trompa Dupla
Fiscal FNDE
13 Euphonium em Sib Educação
Educação
Básica Educação Apoio ao
14 Grupo 2: Sul, Sudeste e Centro-Oeste Tuba ¾ Si bemol de qualidade desenvolvimento da
para todos educação básica
15 Caixa Tenor de Marcha com Colete
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
16 Bumbo de Marcha com Colete

17 Par de Pratos 14” ou 16”

18 Estante de Partitura
BRINQUEDOS E
MATERIAIS ESCOLARES
Para que serve:

• Aprimorar a formação individual dos estudantes, pois a participar de atividades Para adquirir os itens disponibilizados, basta que as entidades solicitem adesão, por
em grupo oportuniza a interação e troca de conhecimentos e valores; meio do SIGARP, e aguardem concordância e autorização do FNDE.
• Estimular o respeito ao outro e ao meio ambiente; Para mais informações sobre os itens registrados pelo FNDE (preços e
• Oferecer aos estudantes acesso a uma educação para a vida, propiciando o fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para recebimento
desenvolvimento de habilidades num processo de construção de conhecimento, dos produtos, etc.), basta visitar a página de Compras Governamentais:
que integra pensamento e sentimento; http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos
• Facilitar a convivência social dos estudantes, tornando-os tolerantes no convívio http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/
social. produtos-vigentes

Vinculação Orçamentária

Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica Uma lista exemplificativa de aquisição de brinquedos para a educação infantil

segue abaixo. A solicitação deve ser coerente com o espaço físico disponível e estar
Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização
alinhada às propostas pedagógicas das unidades escolares.
e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da

educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para Material de uso coletivo – sala de atividades

o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à


1 Bandinha rítmica
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC
2 Blocos para construção
e unidades vinculadas.
3 Boliche
Produto da ação: Iniciativa Apoiada
4 Boliche de pano
Especificação do Produto: Consideram-se como Iniciativa Apoiada entes
5 Caixa brinquedoteca – MDF
federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo,
6 Conjunto de bolas
organizações não governamentais e organismos internacionais beneficiados,
7 Conjunto de cilindros de espuma
projetos educacionais apoiados.

40 EDUCAÇÃO BÁSICA 41
8 Conjunto de módulos 12 Gira-Gira – (Carrossel) 3 lugares

9 Conjunto de pneus de espuma 13 Gols desmontáveis Infantis

10 Espelho inquebrável 14 Mangueiras

11 Fantoche Animais Domésticos 15 Parede para desenho

12 Fantoche Família Branca 16 Piscina de bolinhas

13 Fantoche Família Negra 17 Playground Infantil – I

14 Fantoche Folclore 18 Playground Infantil – II

15 Fogão – MDF 19 Tanque de areia

16 Geladeira – MDF 20 Triciclo 1

17 Pia de cozinha – MDF 21 Triciclo 2

18 Placas para blocos coloridos de montagem: uso para construção vertical e horizontal 22 Triciclo 3

19 Posto de Gasolina com lava-jato 23 Túnel Lúdico

20 Puffs 24 Velocípede

21 Tapete de atividade 25 Vôlei Infantil

22 Tapete emborrachado 26 Kit espumado base

23 Teatro de Fantoche – madeira 27 Kit espumado escada

24 Teatro de Fantoche – tecido 28 Kit espumado ponte

29 Kit espumado retângulo

30 Kit espumado rolos


Material de uso coletivo – Pátio
31 Minhocão – túnel de pano – tecido
1 Balanço 4 lugares (lado a lado)
32 Muro de escalada
2 Basquete Infantil
33 Espaço de aprendizagem espumado para criança de até 1 ano
3 Bicicleta com rodinhas
34 Espaço de aprendizagem espumado para criança de até 3 anos
4 Bicicleta sem pedal
35 Espaço de aprendizagem espumado para criança de até 5 anos
5 Casinha de Boneca

6 Escorregador com balanço Para que serve:

7 Escorregador com escalada • Apoiar tecnicamente as instituições de educação infantil para que promovam

8. Escorregador Grande interações e descobertas de forma lúdica no âmbito da aprendizagem;

• Fortalecer a estratégia de implementação das Diretrizes Curriculares


9 Escorregador Infantil
Nacionais para a Educação Infantil;
10 Gangorra 2 lugares
• Estimular a construção do conhecimento, desenvolvendo valores da cidadania
11 Gangorra 3 lugares
e exercício das habilidades;

42 EDUCAÇÃO BÁSICA 43
• Permitir o acesso e permanência do educando em sala de aula. nacional instituída pelo Decreto nº 8.752/2016. Este estabelece que, em regime de

colaboração entre União, estados, municípios e Distrito Federal, a formação inicial


Vinculação Orçamentária
e continuada deve promover a melhoria da qualidade da educação básica pública
Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica
mediante a valorização docente e implantação de ações que estimulem o ingresso e
Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização
a permanência.
e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da
Para que serve:
educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para
• Proporcionar o acesso às informações, vivências e atualizações culturais;
o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à
• Articular a teoria e a prática a partir dos conhecimentos científicos e didáticos;
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC
• Garantir um padrão de qualidade para a educação básica;
e unidades vinculadas.
• Fortalecer a formação dos professores e das professoras das escolas públicas
Produto da ação: Iniciativa Apoiada
de educação básica.
Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes

federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo, Vinculação Orçamentária

organizações não governamentais e organismos internacionais beneficiados, Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica

projetos educacionais apoiados. Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização

e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da


Funcional Programática
educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC
Fiscal FNDE e unidades vinculadas.
Educação
Educação
Básica Educação Apoio ao Produto da ação: Iniciativa Apoiada
de qualidade desenvolvimento da
para todos Educação Básica Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes

federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do governo,


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
organizações não governamentais e organismos internacionais beneficiados,

projetos educacionais apoiados.

FORMAÇÃO DE PROFESSORES Funcional Programática

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
A formação dos professores é indispensável para o fortalecimento e o enriquecimento
Fiscal FNDE
da prática docente, de modo que o estudante e professor possam juntos buscar e
Educação
Educação
encontrar respostas em um processo autônomo de (re)construção de conhecimentos. Básica Educação Apoio ao
de qualidade desenvolvimento da
Na qualidade de política pública relevante, a adequada formação desses profissionais para todos Educação Básica

está intrinsecamente relacionada com a qualidade da educação.


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
Além de estar prevista na Lei nº 9.394/1996 (LDB) e de ser uma exigência

imposta na Lei 13.005/2014 (PNE), a formação de professores tem sua política

44 EDUCAÇÃO BÁSICA 45
• Ofertar conteúdos educacionais multimídia e digitais disponibilizados pelo MEC.

EDUCAÇÃO DIGITAL: EQUIPAMENTOS DE Vinculação Orçamentária

TECNOLOGIA PARA USO PEDAGÓGICO Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação

Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, reforma

O FNDE tem realizado pregões eletrônicos na modalidade de registro de preços, para e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e equipamentos

aquisição de equipamentos voltados especificamente para a educação digital de para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à infraestrutura e ao

alunos e professores em atendimento às necessidades dos sistemas educacionais uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação para todas as etapas

estaduais, municipais e do Distrito Federal. e modalidades da educação básica com o objetivo de melhorar o processo de ensino-

Para adquirir tais equipamentos, basta que as entidades solicitem adesão, aprendizagem.

por meio do SIGARP, e aguardem concordância dos fornecedores e autorização do Produto da ação: Projeto Apoiado.
FNDE. Os equipamentos poderão ser adquiridos com recursos federais, emendas Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de
parlamentares, recursos próprios e por meio de financiamento. construção, ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas
Para mais informações sobre os itens registrados pelo FNDE (preços e e bens adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia
fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para recebimento da informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade.
dos produtos, etc.), basta visitar a página de Compras Governamentais:
Funcional Programática
http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/ Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 368 2080 20RP XXXX
produtos-vigentes

Fiscal FNDE
Educação
A proposta é apoiar os Entes Federados com os seguintes equipamentos de uso Educação
Básica Educação Infraestrutura
pedagógico: de qualidade para a educação
para todos básica
• Computador Interativo;
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
• Laptop Educacional;

• Notebook;

• Carrinho de recarga;

• Carrinho de recarga com equipamentos; INOVAÇÃO E TECNOLOGIA


• Impressora 3D. NA EDUCAÇÃO
Para que serve: O MEC tem envidado esforços na elaboração de estratégias de apoio aos estados,

• Ampliar o acesso à rede mundial de computadores dos atores educacionais; Distrito Federal e municípios para o alcance das determinações previstas no PNE

• Garantir condições de acesso às novas tecnologias de informação e comunicação que, dentre outras, prevê universalizar o acesso à rede mundial de computadores

nas redes públicas de educação básica; em banda larga de alta velocidade e triplicar a relação computador/aluno nas

• Ampliar o espaço de formação de professores, gestores e outros agentes escolas da rede pública de educação básica, promovendo a utilização pedagógica

educacionais para a utilização pedagógica das tecnologias nas escolas; das tecnologias da informação e comunicação.

46 EDUCAÇÃO BÁSICA 47
Estudos de instituições especializadas mostraram que, em vários países, o especificações dos dispositivos, kits de robótica educacional e equipamentos está

crescimento exponencial na qualidade da educação por meio da incorporação de em elaboração para realização das atas de registro de preços, a ser disponibilizada

tecnologia tem um ponto em comum: a multidimensionalidade dessa política de posteriormente.

inovação e tecnologia, especialmente se consideradas e qualificadas as seguintes Ainda no âmbito da Educação Básica, com foco no Programa de Inovação

dimensões descritas abaixo: Educação Conectada, está em fase final de homologação o Edital de Robótica

1. Visão: dimensão orientadora que contempla os eixos de Qualidade, Melhoria de Educacional que tem como proposta a inserção de novas tecnologias em sala de aula,

Gestão, e Contemporaneidade e Equidade; levando a um avanço tecnológico aliado a um ambiente de aprendizagem inovador.

2. Formação (competências de gestores e professores): formação continuada


Material Material do Formação
para professores e gestores para uso pedagógico da tecnologia, formação Kit de Robótica
do aluno Professor a distância
(quantidade
para articuladores das redes estaduais e municipais, proposta de atualização CONJUNTOS (quantidade (quantidade (quantidade
de itens por
de itens por de itens por de itens por
conjunto)
dos currículos das licenciaturas e cursos de pedagogia para o uso pedagógico conjunto) conjunto) conjunto)

da tecnologia; Conjunto de Robótica


para Educação Infantil 6 24 2 2
3. Recursos educacionais digitais (conteúdos): disponibilização de recursos (atende até 24 estudantes)

educacionais digitais para redes e escolas da educação básica, por meio de Conjunto de Robótica para Ensino
Fundamental - Anos Iniciais 8 32 4 4
plataforma integrada, que incentivará o compartilhamento entre as redes de
(atende até 32 estudantes)
ensino dos recursos já disponíveis e fomentará o desenvolvimento de novos
Conjunto de Robótica para Ensino
conteúdos digitais, visando à implementação da Base Nacional Comum Curricular; Fundamental - Anos Finais 8 32 4 4
(atende até 32 estudantes)
4. Infraestrutura: contratação de serviço de acesso à internet, implantação
Conjunto de Robótica
de infraestrutura para distribuição do sinal da internet nas escolas e aquisição para Ensino Médio 10 40 6 6
(atende até 40 estudantes)
ou contratação de dispositivos eletrônicos, a fim de garantir maior autonomia

dos professores, gestores e estudantes no acesso a recursos produzidos pelos


Para mais informações sobre os itens registrados pelo FNDE (preços e
diferentes setores educacionais. Incluídos nessa dimensão estão os equipamentos
fornecedores registrados, especificações técnicas e orientações para recebimento
de infraestrutura interna para as escolas, entre eles:
dos produtos, etc.), basta visitar a página de Compras Governamentais:
a. Rack;
http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/produtos
b. Nobreak;
http://www.fnde.gov.br/acoes/compras-governamentais/compras-nacionais/
c. Ponto de acesso (Wi-Fi);
produtos-vigentes
d. Switch;

e. Controladora; Para que serve:


f. Solução de segurança; • Promover o amplo acesso de alunos e professores a recursos didáticos de
g. Solução de Cache; qualidade e possibilitar práticas pedagógicas inovadoras, por meio da
h. Serviço de instalação de ponto elétrico e lógico. universalização do acesso à internet de alta velocidade em escolas públicas da
A contratação de serviço de acesso à internet, a implantação de infraestrutura educação básica;
para distribuição do sinal da internet nas escolas, a aquisição ou contratação de • Oferecer às escolas recursos para garantir condições básicas de aprendizagem;
dispositivos eletrônicos e o fomento ao desenvolvimento de novos conteúdos digitais • Garantir condições de acesso às novas tecnologias de informação e comunicação
poderão ser realizados por meio de emendas parlamentares. O detalhamento e as • nas redes públicas de educação básica;

48 EDUCAÇÃO BÁSICA 49
• Oferecer acesso a conteúdo de qualidade, independentemente de barreiras pedagógicos e à comunicação e informação nas instituições de ensino, que é

sociais e geográficas; realizado por meio de programas específicos desenvolvidos pelo MEC.

• Ampliar o espaço de formação de professores, gestores e outros agentes Tendo em vista a transversalidade da modalidade educação especial, a

educacionais para a utilização pedagógica das tecnologias nas escolas. implementação de condições de acessibilidade pode se fazer necessária em

escolas regulares, salas de recursos, laboratórios, salas de acolhimento, espaços


Vinculação Orçamentária
de circulação e convivência, dentre outros ambientes. Para efetivação dessas
Ação: 0509 – Apoio ao Desenvolvimento da Educação Básica
condições, abaixo estão listados itens sugeridos para atendimento educacional ao
Descrição: Apoio a iniciativas voltadas para o desenvolvimento, a universalização
público da educação especial.
e a melhoria do processo educacional em todas as etapas e modalidades da

educação básica; apoio a instituições públicas de todas as esferas do governo para


ITEM PRODUTO
o desenvolvimento de ações que visem à melhoria da qualidade do ensino; apoio à
1 Alfabeto Braille
implementação de programas e políticas para a educação básica geridos pelo MEC
2 Caixa Tátil
e unidades vinculadas.
3 Caixinha de Números Braille
Produto da ação: Iniciativa Apoiada 4 Criando Palavras Braille
Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada entes 5 Dominó Tátil
federados beneficiados, entidades públicas de todas as esferas do 6 Dominó de Texturas
governo, organizações não governamentais e organismos internacionais 7 Soroban
beneficiados, projetos educacionais apoiados. 8 Reglete de Mesa + Punção
Funcional Programática 9 Calculadora Sonora

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador 10 Kit com 6 Lupas Manuais
Orçamentária Orçamentária 11 Bolas de Futebol de Salão com Guizo
10 26298 12 368 2080 0509 XXXX
12 Bolas com Guizo
Fiscal FNDE
Educação
13 Memória Tátil
Educação
Básica Educação Apoio ao
14 Loto Leitura Braille
de qualidade desenvolvimento da
para todos Educação Básica
15 Globo Terrestre Tátil
16 Impressora Braille
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
17 Lupa Eletrônica
18 Máquina de Escrever em Braille
19 Linha Braille
EDUCAÇÃO ESPECIAL 20 Alfabeto de encaixe em Libras
21 Alfabeto Ilustrado em Libras
O MEC, e tendo em vista as especificidades do público da educação especial, 22 Dominó de Frutas em Libras
desenvolve ações cujos objetivos incidem na melhoria da qualidade do processo 23 Numeral e Quantidade em Libras
ensino-aprendizagem em todos os níveis, etapas e modalidades da educação 24 Regiões Brasileirase em Libras
escolar. Uma dessas ações está no fortalecimento de aspectos que promovam 25 Relógio em Libras
condições de acessibilidade ao ambiente físico, aos recursos didáticos e

50 EDUCAÇÃO BÁSICA 51
e bens adquiridos, inclusive apoio à infraestrutura e ao uso de tecnologia
ITEM PRODUTO
da informação e comunicação e de ações voltadas para sustentabilidade.
26 Alfabeto Móvel e Sílabas
Funcional Programática
27 Dominó de Associação de Ideias
28 Jogo de Damas Adaptado Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
29 Memórias Educativas 10 26298 12 368 2080 20RP XXXX
30 Quebra-cabeças Superpostos – Sequência Lógica
Fiscal FNDE
31 Esquema Corporal Educação
Educação
32 Material Dourado Básica Educação Infraestrutura
de qualidade para a Educação
33 Plano Inclinado Suporte para Livros para todos Básica

34 Sacolão Criativo
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
35 Tapete de Alfabeto Encaixado
36 Bandinha Rítmica
37 Mouse Esférico Manual
38 Notebook
39 Scanner com Voz
Kit Informática Desktop com Dois Computadores e uma Impressora
40
Multifuncional

Para que serve:

• Garantir a permanência, a participação e a aprendizagem de crianças, jovens e

adultos, público da Educação Especial no ambiente educacional;

• Equipar espaços físicos com materiais que eliminem barreiras no processo

de ensino e aprendizagem e atendam às necessidades específicas dos

estudantes, público da Educação Especial.

Vinculação Orçamentária

Ação: 20RP – Apoio à Infraestrutura para a Educação

Descrição: Apoio técnico, material e financeiro para construção, ampliação, reforma

e adequação de espaços escolares e para aquisição de mobiliário e equipamentos

para todas as etapas e modalidades da educação básica. Apoio à infraestrutura e ao

uso pedagógico das tecnologias de informação e comunicação para todas as etapas

e modalidades da educação básica com o objetivo de melhorar o processo de ensino-

aprendizagem.

Produto da ação: Projeto Apoiado.

Especificação do Produto: Consideram-se Projeto Apoiado obras de

construção, ampliação, reforma, adequação de espaços escolares apoiadas

52 EDUCAÇÃO BÁSICA 53
A educação profissional e tecnológica, no cumprimento dos objetivos da educação

nacional, integra-se aos diferentes níveis e modalidades de educação e às dimensões

do trabalho, da ciência e da tecnologia. Desenvolve-se em articulação com o Ensino

Regular ou por diferentes estratégias.

REESTRUTURAÇÃO E MODERNIZAÇÃO
DA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO
PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
A reestruturação tem por objetivo modernizar a infraestrutura física das unidades

existentes na Rede Federal. Essa ação atende às instituições federais de educação

profissional e tecnológica, por meio de reformas de instalações já existentes e

aquisição de equipamentos e materiais permanentes. Integram a Rede Federal de

Educação Profissional, Científica e Tecnológica 38 Institutos Federais, 02 Centros

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
Federais de Educação Tecnológica (CEFETs), o Colégio Pedro II e 23 escolas técnicas

vinculadas às universidades federais.

E TECNOLÓGICA Para que serve:

• Formar e qualificar cidadãos com vistas a atuação em diversos setores da

economia;

• Acelerar o desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional;

• Promover a inclusão educacional;

• Promover a divulgação científica e tecnológica;

• Estimular a pesquisa aplicada, a produção cultural, o empreendedorismo e o

cooperativismo.

Vinculação Orçamentária

Ação: 20RG - Expansão e Reestruturação de Instituições Federais de Educação

Profissional e Tecnológica

Descrição: Apoio à execução de planos de reestruturação na Rede Federal de

Educação Profissional, Científica e Tecnológica para a ampliação e melhoria da oferta de

cursos e a redução da evasão, por meio da adequação e da modernização da estrutura

física das instituições; da aquisição de veículos, máquinas, equipamentos mobiliários e

de laboratórios; da locação de veículos e máquinas necessários para a reestruturação;

do atendimento das necessidades de custeio inerentes ao processo de reestruturação.

54 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 55


Produto da ação: Projeto Viabilizado Vinculação Orçamentária

Especificação do Produto: projeto de reforma e/ou ampliação de bens Ação: 15R4 – Apoio à Expansão da Rede Federal de Educação Profissional,

imóveis, aquisição de equipamento ou mobiliários; projeto de modernização Científica e Tecnológica

tecnológica de laboratórios por meio de aquisição de máquinas, equipamentos


Descrição: Apoio à execução de planos de ampliação e expansão da Rede Federal de
e mobiliários para unidades vinculadas à Rede Federal de Educação
Educação Profissional, Científica e Tecnológica, por meio da ampliação da estrutura
Profissional, Científica e Tecnológica;ntre outros.
física, compreendendo serviços, obras e instalações.
Funcional Programática
Produto da ação: Projeto Apoiado
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária Especificação do Produto: Considera-se Projeto Apoiado o plano de ampliação
10 xxxxx 12 363 2080 20RG XXXX
elaborado por Instituição Federal de Ensino que recebeu recursos desta
Fiscal Escolher
Educação ação orçamentária. O projeto precisa de data de início e término, custo
uma UO do Reestruturação e
Ensino
anexo II Modernização de total e previsão anual da repercussão financeira sobre o custeio da União.
Profissional Educação
Institutos Federais
de qualidade
de Educação
para todos
Profissional e
Tecnológica

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

FOMENTO AO DESENVOLVIMENTO DA
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
EXPANSÃO DA REDE FEDERAL
DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL O fomento ao desenvolvimento da educação profissional e tecnológica tem por

objetivo contribuir para a expansão das vagas ofertadas pela rede federal de

A expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica tem por objetivo educação profissional e tecnológica, modernizando laboratórios didáticos e demais

implantar novas unidades e ampliar a infraestrutura física das unidades existentes ambientes necessários ao processo de ensino-aprendizagem. O fomento também é

na Rede Federal. Essa ação atende às instituições federais de educação profissional responsável pelo apoio pedagógico a projetos vinculados à educação profissional e

e tecnológica, por meio de novas construções, ampliações e reformas de instalações tecnológica, como Elevação da Escolaridade de Jovens e Adultos, além de projetos

já existentes. de extensão tecnológica, pesquisa aplicada e inovação, entre outros.

Para que serve: Para que serve:

• Formar e qualificar cidadãos com vistas a atuação em diversos setores da • Promover a reestruturação qualificada de laboratórios e materiais permanentes;

economia; • Promover a melhoria da qualidade da oferta de cursos;

• Ampliar a Rede Federal de Educação Profissional; • Implementar e promover ações educativas, científicas e culturais;

• Aumentar a oferta de vagas em cursos de educação profissional; • Apoiar iniciativas que visem a consolidação dos conhecimentos;

• Acelerar o desenvolvimento socioeconômico local, regional e nacional; • Acelerar o desenvolvimento econômico e regional;

• Promover a inclusão educacional; • Promover a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.

• Promover a divulgação científica e tecnológica.


Vinculação Orçamentária

Ação: 6380 - Fomento ao Desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica

56 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 57


Descrição: Suporte à implementação da expansão e da reestruturação da Rede

Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e à manutenção das

unidades visando à melhoria da qualidade da oferta de cursos. Apoio a programas e a

projetos da Rede Federal nas áreas de educação profissional e tecnológica, extensão

tecnológica, pesquisa aplicada e inovação de educação do campo e de elevação da

escolaridade de jovens e adultos, inclusive por meio de oferta de bolsas de trabalho

para monitores, melhoria de infraestrutura por meio de reforma, adaptação ou

aquisição de equipamentos e outros materiais, implementação e promoção de ações

educativas, científicas e culturais; capacitação de docentes e técnicos-administrativos

da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; bem como apoio

a iniciativas que visem à consolidação dos conhecimentos com a prática, mediante

atividades voltadas à coletividade, viabilizando a indissociabilidade entre ensino,

pesquisa e extensão.

Produto da ação: Iniciativa Apoiada.

Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada o programa ou o

projeto de educação profissional e tecnológica, extensão tecnológica, pesquisa

aplicada e inovação;vento científico e cultural promovido; capacitação

ofertada; bem como suporte à implementação da expansão e da reestruturação

da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica promovida

com recursos desta ação orçamentária.

Funcional Programática

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


Orçamentária Orçamentária
10 xxxxx 12 363 2080 6380 XXXX

Fiscal Escolher
uma UO do Educação
Fomento ao
Ensino
anexo II desenvolvimento
Profissional Educação
da educação
de qualidade
profissional e
para todos
tecnológica

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

58 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 59


O Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Profissional e

Tecnológica (SETEC), promove a educação profissional e tecnológica em consonância

com a realidade local, regional e nacional.

Em 2011, foi criado o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e

Emprego (Pronatec). Este programa tem por finalidade ampliar a oferta de educação

profissional e tecnológica mediante cursos técnicos de nível médio na modalidade

presencial e a distância, e também de cursos e programas de formação inicial e

continuada (FIC). Por meio do programa, a União financia a oferta de cursos a

pessoas de diversos perfis pela rede federal de educação profissional, pelas redes

estaduais e pelos sistemas nacionais de aprendizagem.

Os cursos de formação inicial e continuada (FIC) são cursos de menor duração

(tipicamente de 3 a 6 meses de duração) e têm foco específico e prático. Eles são

elaborados para atender a uma imediata inserção no setor produtivo. Os cursos

técnicos são cursos de nível médio (tipicamente de 1 ano a 2 anos de duração) e

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E
têm por objetivo habilitar o cidadão com conhecimentos teóricos e práticos, para o

exercício profissional em diversas atividades do setor produtivo.

TECNOLÓGICA – CURSOS TÉCNICOS Destinação da emenda parlamentar aditiva ao orçamento da educação:

E DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL MedioTec – curso técnico de nível médio - destinada ao aluno regularmente

matriculado no ensino médio da escola pública;

Curso técnico subsequente - destinado ao aluno que já concluiu o ensino médio;

Curso de formação inicial e continuada (FIC) - destinado a pessoas com

escolaridade variável (desde o ensino fundamental incompleto).

Para que serve:

• Expandir e interiorizar a oferta e o acesso aos cursos de educação

profissional técnica de nível médio, presencial e a distância;

• Expandir e interiorizar a oferta e o acesso aos cursos e programas de

formação inicial e continuada (FIC);

• Custear a oferta de educação profissional no tocante ao transporte, à

alimentação e até aos materiais escolares utilizados pelos beneficiários;

• Promover o processo de ensino e aprendizagem voltado à formação de

trabalhadores para sua inserção ou reinserção no trabalho.

Vinculação Orçamentária

Ação: 20RW - Apoio à Formação Profissional, Científica e Tecnológica

60 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 61


Descrição: Oferta de vagas gratuitas, por intermédio da Bolsa-Formação, em cursos as instituições integrantes do sistema federal de ensino e as redes estaduais e atua

de educação profissional e tecnológica de nível técnico e de formação inicial e preferencialmente na oferta de cursos técnicos de nível médio.

continuada ou qualificação profissional, por instituições das redes públicas, privadas


Para que serve:
e pelos Serviços Nacionais de Aprendizagem, prioritariamente para estudantes da
• Promover o acesso à internet;
rede pública, trabalhadores, beneficiários dos programas federais de transferência
• Estimular a utilização de outras estratégias pedagógicas de formação;
de renda e demais públicos prioritários, conforme a legislação vigente, por meio da
• Ampliar e democratizar o acesso a cursos técnicos de nível médio;
transferência de recursos aos ofertantes em valor correspondente ao custo total por
• Estimular o estabelecimento de polos de educação a distância nos entes
estudante e pagamento de mensalidades no caso das redes privadas. Além disso,
federados.
custeio de despesas com monitoramento e avaliação dos programas de Formação
Vinculação Orçamentária
Profissional, Científica e Tecnológica.
Ação: 20RW - Apoio à Formação Profissional, Científica e Tecnológica
Produto da ação: Vaga Ofertada
Descrição: Oferta de vagas gratuitas, por intermédio da Bolsa-Formação, em cursos
Especificação do Produto: Considera-se Vaga Ofertada o compromisso do
de educação profissional e tecnológica de nível técnico e de formação inicial e
atendimento individual de estudante em curso ofertado por instituições no
continuada ou qualificação profissional, por instituições das redes públicas, privadas
âmbito da Bolsa-Formação, registrado em sistema próprio instituído pelo
e pelos Serviços Nacionais de Aprendizagem, prioritariamente para estudantes da
Ministério da Educação.
rede pública, trabalhadores, beneficiários dos programas federais de transferência
Funcional Programática
de renda e demais públicos prioritários, conforme a legislação vigente, por meio da
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador transferência de recursos aos ofertantes em valor correspondente ao custo total por
Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 363 2080 20RW XXXX estudante e pagamento de mensalidades no caso das redes privadas. Além disso,

custeio de despesas com monitoramento e avaliação dos programas de Formação


Fiscal FNDE
Educação
Ensino
Profissional, Científica e Tecnológica.
Apoio à
Profissional Educação
Formação
de qualidade
Profissional, Produto da ação: Vaga Ofertada
para todos
Científica e
Tecnológica Especificação do Produto: Considera-se Vaga Ofertada o compromisso do
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
atendimento individual de estudante em curso ofertado por instituições no

âmbito da Bolsa-Formação, registrado em sistema próprio instituído pelo

Ministério da Educação.
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Funcional Programática
A DISTÂNCIA (E-TEC BRASIL) Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
10 26298 12 363 2080 20RW XXXX

A rede e-Tec Brasil tem por finalidade a ampliação da oferta nacional de Fiscal FNDE
Educação
educação profissional e tecnológica, exclusivamente na modalidade a distância, Ensino
Apoio à formação
profissional,
Profissional Educação
pelo desenvolvimento e difusão de cursos, metodologias e tecnologias. As científica e
de qualidade
tecnológica
para todos
ações compreendem formação de recursos humanos, produção de material,

aquisição de laboratórios e apoio à execução dos cursos. A rede e-Tec contempla Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

62 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 63


da situação acadêmica.

FUNCIONAMENTO DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS Funcional Programática

DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Esfera


Orçamentária
Unidade
Orçamentária
Função Subfunção Programa Ação Localizador

10 XXXXX 12 363 2080 20RL XXXX

Esta estratégia atende às atividades gerais de custeio e manutenção das instituições Fiscal Escolher
uma UO do Educação
federais de educação profissional e tecnológica, assegurando o desempenho de Anexo II
Ensino
Profissional Educação Funcionamento de
de qualidade instituições federais de
suas atividades precípuas. O funcionamento também contribui com os investimentos educação profissional e
para todos
tecnológica
na instituição, fazendo com que pequenas obras e reformas sejam realizadas. É
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
por meio do funcionamento que as instituições mantêm suas atividades em plena

execução.

Para que serve:

• Apoiar administrativamente e tecnicamente o funcionamento das Instituições


APOIO AO FUNCIONAMENTO DAS
Federais de Educação Profissional;
INSTITUIÇÕES FEDERAIS DE EDUCAÇÃO
• Garantir condições básicas de estrutura física das instituições; PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA
• Garantir o acesso e a permanência de estudantes matriculados nessas

instituições públicas de ensino. Para a LOA 2019, o MEC criou a Ação 219U - Apoio ao Funcionamento das Instituições

Federais de Educação Profissional Científica e Tecnológica. Essa ação possui a


Vinculação Orçamentária
mesma finalidade da ação 20RL, mas é executada na Administração Direta (26101),
Ação: 20RL – Funcionamento de Instituições Federais de Educação Profissional e
com repasses aos Institutos, conforme a necessidade.
Tecnológica.
O Parlamentar, ao criar uma emenda vinculada a essa ação, poderá definir
Descrição: Gestão administrativa, financeira e técnica, e desenvolvimento de
pelo localizador (Anexo I) qual a localização geográfica das instituições a serem
ações visando ao funcionamento dos cursos de Instituições Federais de Educação
apoiadas: de um Estado ou de uma Região, ou ainda optar pelo localizador nacional.
Profissional, Científica e Tecnológica e das Escolas Técnicas vinculadas às
No momento de detalhamento da emenda aprovada, o parlamentar poderá indicar
Universidades Federais; manutenção de serviços terceirizados; pagamento de
as instituições que serão apoiadas.
serviços públicos; manutenção de infraestrutura física por meio de reforma,
Para que serve:
adaptação, aquisição ou reposição de materiais, observados os limites da legislação
• Apoiar administrativamente e tecnicamente o funcionamento das Instituições
vigente; aquisição e/ou reposição de acervo bibliográfico e veículos; capacitação
Federais de Educação Profissional;
de servidores em temas e ferramentas de uso geral; prestação de serviços à
• Garantir condições básicas de funcionamento das instituições;
comunidade; promoção de subsídios para estudos, análises, diagnósticos, pesquisas
• Garantir o acesso e a permanência de estudantes matriculados nessas
e publicações científicas; bem como demais atividades-meio necessárias à gestão e
instituições públicas de ensino.
administração da unidade.

Vinculação Orçamentária
Produto da ação: Estudante Matriculado
Ação: 219U - Apoio ao Funcionamento da Rede Federal de Educação Profissional
Especificação do Produto: Considera-se Estudante Matriculado o estudante com
Científica e Tecnológica
matrícula na instituição, no exercício, independentemente do ano de ingresso e

64 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 65


Descrição: Apoio ao funcionamento da Rede Federal de Educação Profissional • Contribuir para que o educando adquira condições de inserção no mercado de

Científica e Tecnológica, por meio de ações de qualificação e capacitação de pessoal; trabalho.

manutenção de infraestrutura física mediante reforma, adaptação, aquisição ou


Vinculação Orçamentária
reposição de materiais, observados os limites da legislação vigente; aquisição
Ação: 2994 - Assistência aos Estudantes das Instituições Federais de Educação
de equipamentos e material permanente; promoção de subsídios para estudos,
Profissional e Tecnológica.
análises, diagnósticos, pesquisas e publicações científicas; bem como demais
Descrição: Fornecimento de alimentação, atendimento médico-odontológico,
atividades necessárias ao funcionamento das unidades.
alojamento e transporte, dentre outras iniciativas típicas de assistência estudantil,
Produto da ação: Instituição Apoiada.
cuja concessão seja pertinente sob o aspecto legal e contribua para o acesso,
Especificação do Produto: Instituição apoiada com recursos da
permanência e bom desempenho do estudante.
Administração Direta.
Produto da ação: Estudante Assistido.
Funcional Programática Especificação do Produto: Considera-se Estudante Assistido o estudante
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador matriculado na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica,
Orçamentária Orçamentária
10 26101 12 363 2080 219U XXXX beneficiado com ações de assistência estudantil, na forma do regulamento.

Fiscal FNDE Funcional Programática


Educação
Ensino Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Profissional Educação Apoio ao
Orçamentária Orçamentária
de qualidade Funcionamento da Rede
Federal de Educação 10 XXXXX 12 364 2080 2994 XXXX
para todos
Profissional Científica e
Tecnológica
Fiscal Escolher
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I uma UO do Educação
Ensino
Anexo II Assistência aos
Profissional Educação
de qualidade estudantes das
para todos Instituições Federais de

ASSISTÊNCIA AO ESTUDANTE DA Educação Profissional e


Tecnológica
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

A assistência ao educando da educação profissional e tecnológica tem como objetivo


PROJETOS DE EXTENSÃO E PROMOÇÃO DA
central apoiar a permanência de alunos de baixa renda nos cursos de educação ACESSIBILIDADE NAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS
profissional e tecnológica, combatendo a evasão e a repetência, oportunizando a DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
conclusão e consequente inserção no mercado de trabalho. A assistência ao educando
Os projetos se desmembram em dois programas específicos: i) Programa de
oferta auxílio aos alunos para transporte, moradia, alimentação, assistência médica
Extensão Universitária (ProExt) e ii) Programa Incluir.
e odontológica.
I) ProExt
Para que serve:
O ProExt estimula a formação de estudantes do ensino superior nas instituições
• Ampliar o acesso à educação profissional e tecnológica;
federais de educação profissional e tecnológica a partir da prática e do contato com a
• Garantir condições mínimas para o aprendizado do educando nas instituições
realidade, bem como a atuação profissional pautada na cidadania e na função social
públicas de ensino;
da educação.

66 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 67


O programa seleciona e financia anualmente projetos de extensão que Federal nas áreas de educação profissional e tecnológica, extensão tecnológica,

se articulam com políticas públicas desenvolvidas por diferentes órgãos pesquisa aplicada e inovação, de educação do campo e de elevação da escolaridade

governamentais, possibilitando, entre outros, que estudantes vivenciem a realidade de jovens e adultos, inclusive por meio de oferta de bolsas de trabalho para monitores,

de sua área de formação. O lançamento do ProExt possibilitou grandes iniciativas no melhoria de infraestrutura, aquisição de equipamentos e outros, implementação

meio acadêmico nas mais diversas temáticas, com destaque para os projetos nas e promoção de ações educativas, científicas e culturais. Capacitação de docentes

áreas de inclusão social, formação docente e educação de jovens e adultos. e técnicos-administrativos da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e

Tecnológica. Apoio a iniciativas que visem à consolidação dos conhecimentos com a

O ProExt tem como objetivos específicos: prática, mediante atividades voltadas à coletividade, viabilizando a indissociabilidade

Contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira por meio entre ensino, pesquisa e extensão.

do contato direto dos estudantes com realidades concretas e da troca de Produto da ação: Iniciativa Apoiada

saberes acadêmicos e populares. Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada o programa ou o

Estimular o desenvolvimento social e o espírito crítico dos estudantes, bem projeto de educação profissional e tecnológica, extensão tecnológica, pesquisa

como a atuação profissional pautada na cidadania e na função social da educação aplicada e inovação;vento científico e cultural promovido; capacitação ofertada,

superior. bem como suporte à implementação da expansão e da reestruturação da

Apoiar as instituições federais de ensino superior no desenvolvimento de Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica promovida

programas e projetos de extensão que contribuam para a implementação de com recursos desta ação orçamentária.

políticas públicas.

Dotar as instituições federais de ensino superior de melhores condições de


Funcional Programática
gestão de suas atividades acadêmicas de extensão.
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
Para que serve:
10 XXXXX 12 364 2080 6380 XXXX
• Auxiliar no desenvolvimento de programas e projetos de extensão que
Fiscal Escolher
contribuam para a implantação de políticas públicas; uma UO do Educação
Educação
Anexo II Fomento ao
• Viabilizar iniciativas, no meio acadêmico, com temáticas voltadas ao Superior Educação
de qualidade desenvolvimento da
educação profissional e
desenvolvimento social da comunidade em que se insere a instituição de ensino para todos
tecnológica

superior federal;
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
• Apoiar projetos e programas que envolvam alunos de graduação regularmente
II) Incluir
matriculados e articulados com as respectivas áreas de formação.
O Programa Incluir: Acessibilidade na Educação Superior constitui-se em uma
Vinculação Orçamentária
iniciativa conjunta da Secretaria de Educação Superior (SESu) e da Secretaria de
Ação: 6380 - Fomento ao Desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica
Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) que visa a

Descrição: Suporte à implementação da expansão e da reestruturação da Rede implementar a política de acessibilidade para pessoas com deficiência no âmbito

Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica por meio da modernização das instituições federais de educação profissional e tecnológica.

de laboratórios, modernização do processo didático-pedagógico, aquisição de O programa financia ações de:

material permanente, bem como suporte à manutenção das unidades visando à Adequação arquitetônica ou estrutural de espaço físico para torná-lo acessível,

melhoria da qualidade da oferta de cursos. Apoio a programas e a projetos da Rede como reforma de sanitários, alargamento de portas e vias de acesso, construção

68 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 69


de rampas, instalação de corrimão e colocação de sinalização tátil e visual. Funcional Programática

Formação de profissionais para o desenvolvimento de práticas educacionais Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
inclusivas e para o uso dos recursos de tecnologia assistiva, da língua brasileira Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 363 2080 2994 XXXX
de sinais (Libras) e outros códigos e linguagens.
Fiscal Escolher
Aquisição de mobiliário acessível, cadeira de rodas e demais recursos de uma UO do Educação
Educação
tecnologia assistiva. Anexo II Assistência aos
Profissional Educação
de qualidade estudantes das
O programa tem como objetivos: para todos instituições federais de
educação profissional e
tecnológica
Implantar a política de educação especial na perspectiva da educação inclusiva.
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
Promover ações que garantam o acesso, permanência e sucesso de pessoas

com deficiência nas instituições federais de educação profissional e tecnológica.

Apoiar propostas desenvolvidas nas instituições federais de

educação profissional e tecnológica para superar situações de discriminação APOIO À REDE PÚBLICA ESTADUAL
contra estudantes deficientes. DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL
Fomentar o desenvolvimento de recursos didáticos e pedagógicos que
E TECNOLÓGICA (BRASILPRO)
favoreçam o processo ensino-aprendizagem.

Promover a eliminação de barreiras físicas, pedagógicas e de comunicação.


O Brasil Profissionalizado busca fortalecer o ensino médio integrado à educação
Para que serve:
profissional nas redes estaduais de ensino profissional, enfatizando a educação
• Garantir o acesso pleno de pessoas com deficiência à vida acadêmica;
científica e humanística por meio da articulação entre formação geral e profissional
• Fomentar a criação e a consolidação de núcleos de acessibilidade nas
no contexto dos arranjos e das vocações locais e regionais.
instituições de ensino;
O programa tem por objetivo modernizar e expandir a rede pública estadual,
• Promover o cumprimento dos requisitos legais de acessibilidade.
por meio de ações de infraestrutura física e pedagógica. Tais ações compreendem

Vinculação Orçamentária construção, reforma e ampliação de escolas, provimento de laboratórios e de

Ação: 2994 - Assistência aos Estudantes das Instituições Federais de Educação recursos pedagógicos, além de cursos de formação para gestores e professores.

Profissional e Tecnológica
Para que serve:
Descrição: Fornecimento de alimentação, atendimento médico-odontológico,
• Propiciar a articulação entre a escola e os arranjos produtivos locais e regionais;
alojamento e transporte, dentre outras iniciativas típicas de assistência estudantil,
• Fomentar a expansão da oferta de matrículas no ensino médio integrado à
cuja concessão seja pertinente sob o aspecto legal e contribua para o acesso,
educação profissional, pela rede pública de educação dos Estados, do Distrito
permanência e bom desempenho do estudante.
Federal e dos Municípios, inclusive na modalidade a distância;

Produto da ação: Estudante Assistido • Incentivar o retorno de jovens e adultos ao sistema escolar e

Especificação do Produto: Considera-se Estudante Assistido o estudante proporcionar a elevação da escolaridade, a construção de novos itinerários

matriculado na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, formativos e a melhoria da qualidade do ensino médio, inclusive na modalidade

beneficiado com ações de assistência estudantil, na forma do regulamento. de educação de jovens e adultos;

• Fomentar a articulação entre a educação formal e a educação no ambiente de

trabalho nas atividades de estágio e aprendizagem, na forma da legislação.

70 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 71


Vinculação Orçamentária

Ação: 8652 – Apoio à Rede Pública Não Federal de Educação Profissional,

Científica e Tecnológica

Descrição: Apoio à Rede Pública Não Federal de Educação Profissional e Tecnológica,

apoio à expansão, à reestruturação e à modernização da infraestrutura física e

pedagógica e ao desenvolvimento de iniciativas que visem a expandir, a ofertar e a

melhorar a qualidade dos cursos de educação profissional e tecnológica no âmbito

da Rede Pública Não Federal.

Produto da ação: Escola Apoiada

Especificação do Produto: Considera-se Escola Apoiada aquela que foi

beneficiada com recursos desta ação orçamentária

Funcional Programática

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 363 2080 8652 XXXX

Fiscal Escolher
uma UO do Educação
Educação
Anexo II Apoio à Rede
Profissional Educação
de qualidade Pública Não Federal de
para todos Educação Profissional,
Científica e Tecnológica

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

72 EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA 73


A Educação Superior se constitui enquanto nível mais elevado da educação brasileira.

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394, de 20

de dezembro de 1996), as finalidades desse grau de ensino são fomentar “a criação

cultural e o desenvolvimento do espírito científico e do pensamento reflexivo”. Para

tanto, o MEC conta com programas e ações que se destinam a apoiar iniciativas

destinadas a ampliar e democratizar o acesso à educação superior.

ADEQUAÇÃO E MODERNIZAÇÃO
DAS INSTITUIÇÕES FEDERAIS
DE ENSINO SUPERIOR
Para o ensino superior, o MEC conta com a ação de reestruturação e expansão das

EDUCAÇÃO SUPERIOR Instituições Federais de Ensino Superior, que tem como objetivo ampliar o acesso

à educação superior, reduzir a evasão, otimizar o aproveitamento da estrutura

instalada e a adequação e modernização da estrutura acadêmica e física das

instituições por meio de obras, incluindo construções e ampliações, bem como a

aquisição de equipamentos.

Além do aumento de vagas, a ação prevê medidas como a ampliação ou abertura

de cursos noturnos, o aumento do número de alunos por professor, a redução do

custo por aluno, a flexibilização de currículos e o combate à evasão.

Para que serve:

• Adequar e modernizar a estrutura física das Instituições Federais de Ensino

Superior;

• Equipar laboratórios; ·

• Mobiliar as Instituições Federais de Ensino Superior;

• Aumentar o número de vagas nos cursos de graduação e a ampliação da oferta

de cursos.

Vinculação Orçamentária

Ação: 8282 - Reestruturação e Expansão de Instituições Federais de Ensino

Superior.

74 EDUCAÇÃO SUPERIOR 75
Descrição: Apoio ou execução de planos de reestruturação e expansão na Rede • Ampliar a estrutura física das Instituições Federais de Ensino Superior;
Federal de Ensino Superior que visem ao aumento do número de vagas e à redução • Aumentar o número de vagas nos cursos de graduação e a ampliação da
da evasão por meio da adequação e da modernização da estrutura física das oferta de cursos.
instituições; da aquisição de imóveis, veículos, máquinas, equipamentos mobiliários
Vinculação Orçamentária
e laboratórios; da locação de imóveis, veículos e máquinas necessários para a
Ação: 15R3 - Apoio à Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior
reestruturação; da execução de obras, incluindo reforma, construção, materiais e

serviços; do atendimento das necessidades de custeio inerentes ao processo de Descrição: Apoio à execução de planos de ampliação e expansão

reestruturação, considerando a otimização das estruturas existentes e o equilíbrio das Instituições Federais de Ensino Superior, por meio da ampliação

da relação aluno/professor; da modernização tecnológica de laboratórios visando à da estrutura física, compreendendo serviços, obras e instalações.

implementação da pesquisa aplicada, desenvolvimento tecnológico e inovação. Produto da ação: Projeto Apoiado

Produto da ação: Projeto Viabilizado Especificação do Produto: Considera-se Projeto Apoiado o plano de ampliação

Especificação do Produto: Considera-se Projeto Viabilizado a proposta de elaborado por Instituição Federal de Ensino que recebeu recursos desta ação

reestruturação e expansão elaborada por Instituição Federal de Ensino Superior orçamentária. O projeto precisa de data de início e término, custo total

que recebeu recursos desta ação orçamentária. e previsão anual da repercussão financeira sobre o custeio da União.

Funcional Programática Funcional Programática

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 364 2080 8282 XXXX 10 XXXXX 12 364 2080 15R3 XXXX

Fiscal Escolher Fiscal Escolher


Educação uma UO do Educação
uma UO do Ensino
Ensino Anexo II
Anexo II Reestruturação e Superior Educação Reestruturação e
Superior Educação
expansão de instituições de qualidade expansão de instituições
de qualidade
federais de ensino para todos federais de ensino
para todos
superior superior

Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

AMPLIAÇÃO E EXPANSÃO DAS INSTITUIÇÕES FUNCIONAMENTO DAS INSTITUIÇÕES


FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR
A ação de apoio à Expansão das Instituições Federais de Ensino Superior tem
A ação Funcionamento das Instituições Federais de Ensino Superior garante a
como objetivo ampliar o acesso à educação superior, por meio de obras, incluindo
formação de profissionais de alta qualificação para atuar nos diferentes setores da
construções e ampliações.
sociedade, capazes de contribuir para o processo de desenvolvimento nacional, com
Além do aumento de vagas, a ação prevê medidas como a ampliação da
transferência de conhecimento pautada em regras curriculares.
estrutura existente ou abertura de novos câmpus.
Para assegurar o funcionamento, são desenvolvidas ações para a manutenção

Para que serve: de serviços terceirizados, pagamento de serviços públicos e de pessoal ativo, bem

• Construção de salas, laboratórios, blocos de salas de aula e unidade acadêmica; como a manutenção de infraestrutura física por meio de obras que envolvam reforma

• Construção de novos Câmpus; ou adaptação e aquisição ou reposição de materiais.

76 EDUCAÇÃO SUPERIOR 77
Para que serve: mas é executada na Administração Direta (26101), com repasses às IFES, conforme
• Apoiar o funcionamento e a manutenção de infraestrutura física por meio de a necessidade.
reforma ou adaptação e aquisição ou reposição de materiais; O Parlamentar, ao criar uma Emenda vinculada a essa ação, poderá definir pelo
• Subsidiar estudos, análises, diagnósticos, pesquisas e publicações científicas; localizador (Anexo I) qual a localização geográfica das instituições a serem apoiadas:
• Apoiar a aquisição e ou reposição de acervo bibliográfico, veículos, equipamentos de um Estado ou de uma Região, ou ainda optar pelo localizador nacional.
e redes. No momento de detalhamento da emenda aprovada, o parlamentar poderá

Vinculação Orçamentária indicar as instituições que serão apoiadas.

Ação: 20RK - Funcionamento de Instituições Federais de Ensino Superior


Para que serve:

Descrição: Apoio à gestão administrativa, financeira e técnica e ao desenvolvimento • Apoiar o funcionamento e a manutenção de Instituições Federais de Ensino

de ações para o funcionamento dos cursos de Educação Superior nas modalidades Superior;

presencial e à distância, tais como serviços; manutenção de infraestrutura física por • Apoiar a formação de pessoal qualificado em nível superior para atuar nos

meio de reforma, adaptação, aquisição ou reposição de materiais, observados os diferentes setores da sociedade.

limites da legislação vigente; aquisição de equipamentos e material permanente;


Vinculação Orçamentária
capacitação de servidores em temas e ferramentas de uso geral; promoção de
Ação: 219V - Apoio ao Funcionamento das Instituições Federais de Educação
subsídios para estudos, análises, diagnósticos, pesquisas e publicações científicas;
Superior
bem como demais atividades necessárias à gestão e administração da unidade.
Descrição: Apoio ao funcionamento das Instituições Federais de Ensino Superior
Produto da ação: Estudante Matriculado. - IFES, por meio de ações de qualificação e capacitação de pessoal; manutenção
Especificação do Produto: Considera-se estudante matriculado o estudante de infraestrutura física mediante reforma, adaptação, aquisição ou reposição de
com matrícula na instituição, no exercício, independentemente do ano materiais, observados os limites da legislação vigente; aquisição de equipamentos e
de ingresso e da situação acadêmica. material permanente; promoção de subsídios para estudos, análises, diagnósticos,
Funcional Programática
pesquisas e publicações científicas; bem como demais atividades necessárias ao
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
funcionamento das unidades.
Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 364 2080 20RK XXXX
Produto da ação: Instituição Apoiada
Fiscal Escolher Especificação do Produto: Considera-se instituição apoiada a universidade
uma UO do Educação
Ensino
Anexo III
Superior Educação Funcionamento de apoiada com recursos da ação.
de qualidade Instituições Federais de
para todos Ensino Superior
Funcional Programática
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


Orçamentária Orçamentária
10 26101 12 364 2080 219V XXXX
APOIO AO FUNCIONAMENTO DAS INSTITUIÇÕES Fiscal FNDE
FEDERAIS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Educação
Ensino
Apoio ao
Siuperior Educação
de qualidade Funcionamento de
para todos Instituições Federais de
Para a LOA 2019, o MEC criou a Ação 219V - Apoio ao Funcionamento das Instituições Ensino Superior

Federais de Educação Superior. Essa ação possui a mesma finalidade da ação 20RK, Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

78 EDUCAÇÃO SUPERIOR 79
Para que serve:

ASSISTÊNCIA AO ESTUDANTE DAS


• Contribuir para a permanência de estudantes de baixa renda matriculados em

cursos de graduação presencial das Instituições Federais de Ensino Superior;


INSTITUIÇÕES FEDERAIS • Proporcionar a promoção da inclusão social pela educação;
DE ENSINO SUPERIOR • Viabilizar a igualdade de oportunidades.

Vinculação Orçamentária:
Uma das ações que caracteriza a assistência aos estudantes das Instituições
Ação: 4002 – Assistência ao Estudante de Ensino Superior
Federais de Ensino está no Programa de Assistência Estudantil (Pnaes).
Descrição: Apoio financeiro a ações de assistência estudantil que contribuam
O Pnaes apoia a permanência de estudantes de baixa renda matriculados
para a democratização do ensino superior, a partir da implementação de medidas
nos cursos de graduação das instituições federais de ensino superior. O objetivo é
voltadas à redução das desigualdades sociais e étnicos-raciais, à acessibilidade de
viabilizar a igualdade de oportunidades entre todos os estudantes e contribuir para
portadores de deficiência, à melhoria do desempenho acadêmico e à ampliação das
a melhoria do desempenho acadêmico a partir de medidas que buscam combater
taxas de acesso e permanência na educação superior, destinadas prioritariamente
situações de repetência e evasão.
a estudantes de baixa renda ou oriundos da rede pública de educação básica,
O programa oferece assistência à moradia estudantil (incluindo a manutenção
matriculados em cursos de graduação presencial ofertados por instituições federais
das casas de estudantes), alimentação (incluindo os restaurantes universitários),
e estaduais de ensino superior, inclusive estrangeiro, cuja concessão seja pertinente
transporte, saúde, inclusão digital, cultura, esporte, creche e apoio pedagógico. As
sob o aspecto legal, por meio do fornecimento de alimentação, atendimento médico
ações são executadas pela própria instituição de ensino, que acompanha e avalia o
odontológico, alojamento e transporte, dentre outras iniciativas típicas de assistência
desenvolvimento do programa.
estudantil.
Os critérios de seleção dos beneficiários levam em conta o perfil socioeconômico

dos alunos, além de critérios estabelecidos de acordo com a realidade de cada Produto da ação: Estudante Assistido

universidade. Especificação do Produto: Considera-se Estudante Assistido o estudante

Devido a importância assumida pelo Pnaes na manutenção e permanência dos matriculado em curso de graduação presencial ofertado por instituições federais

estudantes nas universidades, torna-se necessário afirmar para a comunidade acadêmica e estaduais de ensino superior, inclusive estrangeiro e pessoa com deficiência,

e gestores das instituições de Ensino Superior que a assistência estudantil em tela: beneficiado com ações de assistência estudantil, na forma do regulamento.

Configura-se como importante mecanismo de inclusão social que promove a


Funcional Programática
garantia do acesso pleno aos estudantes.
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Atende os alunos estrangeiros em situação de vulnerabilidade socioeconômica, Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 364 2080 4002 XXXX
principalmente oriundos de países da África e da América Latina, que estudam
Fiscal Escolher
no Brasil em condições de igualdade com os alunos brasileiros. Educação
uma UO do
Ensino
Possui também a finalidade de eliminar as barreiras atitudinais, pedagógicas, Anexo III
Superior Educação Assistência ao
de qualidade Estudante de Ensino
arquitetônicas e de comunicação, por atender os alunos com deficiência, para todos Superior

transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação –


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
conforme estabelecido nos decretos no 5.296/04, 5.626/05 e 6.571/08.

80 EDUCAÇÃO SUPERIOR 81
Para que serve:

PROJETOS DE EXTENSÃO E PROMOÇÃO • Auxiliar no desenvolvimento de programas e projetos de extensão que

contribuam para a implantação de políticas públicas;


DA ACESSIBILIDADE NAS INSTITUIÇÕES • Viabilizar iniciativas, no meio acadêmico, com temáticas voltadas ao
FEDERAIS DE ENSINO SUPERIOR desenvolvimento social da comunidade em que se insere a instituição de ensino

superior federal;
Os projetos de extensão e promoção da acessibilidade nas Instituições Federais
• Apoiar projetos e programas que envolvam alunos de graduação regularmente
de Ensino Superior se desdobram em dois programas: i) Programa de Extensão
matriculados e articulados com as respectivas áreas de formação.
Universitária (ProExt) e ii) Incluir.

O Programa de Extensão Universitária e o Programa Incluir têm por finalidade Vinculação Orçamentária:

estimular a implantação de políticas públicas que fomentam a criação e a Ação: 20GK - Fomento às Ações de Graduação, Pós-Graduação, Ensino, Pesquisa

consolidação de atividades de extensão e a criação e núcleos de acessibilidade nas e Extensão

universidades federais. Descrição: Desenvolvimento de programas e projetos no âmbito das Instituições

i) ProExt de Ensino Superior (IES), Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs),

O programa seleciona e financia anualmente projetos de extensão que se articulam hospitais universitários e da EBSERH voltados a: pesquisa, tutoria e extensão na

com políticas públicas desenvolvidas por diferentes ministérios e órgãos graduação e na pós-graduação; implementação de ações educativas e culturais;

governamentais, possibilitando, entre outros, que estudantes de medicina formação, aperfeiçoamento e pesquisa de interesse do Sistema Nacional de

vivenciem a realidade do Sistema Único de Saúde (SUS), que estudantes de Pós-Graduação. Incentivo e promoção de ações de integração ensino serviço-

arquitetura atuem nas políticas de moradia e construção de casas populares ou comunidade, em cenários de aprendizagem vinculados ao SUS. Apoio à implantação

ainda que estudantes de nutrição participem da política de promoção da segurança de novas diretrizes curriculares de cursos de graduação no âmbito das IES públicas;

alimentar e das ações voltadas à erradicação da fome e da miséria. O lançamento à promoção e incentivo à participação em congressos, seminários e simpósios

do ProExt possibilitou grandes iniciativas no meio acadêmico nas mais diversas científicos e culturais; premiação de pesquisadores; bem como demais atividades

temáticas, com destaque para os projetos nas áreas de inclusão social, formação inerentes às ações de pesquisa, tutoria e extensão. Apoio à edição de obras científicas

docente e educação de jovens e adultos. e educacionais, assim como à permanência de estudantes e pesquisadores em

missão de estudo no exterior. Suporte a iniciativas e projetos que visem à consolidação


O programa tem como objetivos específicos:
dos conhecimentos com a prática, mediante atividades voltadas à coletividade,
Contribuir para a melhoria da qualidade da educação brasileira por meio do
viabilizando a indissociabilidade entre pesquisa, tutoria e extensão, bem como a
contato direto dos estudantes com realidades concretas e da troca de saberes
vivência social e comunitária e a integração entre a IES e hospitais universitários e
acadêmicos e populares.
a comunidade, inclusive por meio de oferta de bolsas. Formação de grupos tutoriais
Estimular o desenvolvimento social e o espírito crítico dos estudantes, bem como
de alunos visando otimizar seu potencial acadêmico e promover a integração entre
a atuação profissional pautada na cidadania e na função social do ensino superior.
a atividade acadêmica com a futura atividade profissional, melhorando as condições
Apoiar as instituições federais de ensino superior no desenvolvimento de
de ensino-aprendizagem.
programas e projetos de extensão que contribuam para a implementação de

políticas públicas. Produto da ação: Iniciativa Apoiada

Dotar as instituições federais de ensino superior de melhores condições de Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada programa ou projeto

gestão de suas atividades acadêmicas de extensão. educacional, de pesquisa científica-tecnológica, de educação tutorial, de formação

82 EDUCAÇÃO SUPERIOR 83
e aperfeiçoamento na área de saúde, e de extensão universitária promovido; Aquisição de mobiliário acessível, cadeira de rodas e demais recursos de

evento científico e cultural promovido; bem como iniciativa de fomento às ações tecnologia assistiva.

e graduação, pós-graduação, ensino, pesquisa e extensão promovida com


Para que serve:
recursos desta ação orçamentária.
• Garantir o acesso pleno de pessoas com deficiência à vida acadêmica;
Funcional Programática • Fomentar a criação e a consolidação de núcleos de acessibilidade nas
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador instituições de ensino superior;
Orçamentária Orçamentária
10 XXXXX 12 364 2080 20GK XXXX • Promover o cumprimento dos requisitos legais de acessibilidade.

Fiscal Escolher Vinculação Orçamentária


uma UO do Educação

Anexo III
Ensino Ação: 4002 – Assistência ao Estudante de Ensino Superior
Superior Educação Fomento às ações
de qualidade de Graduação,
para todos Pós-Graduação, Ensino, Descrição: Apoio financeiro a ações de assistência estudantil que contribuam
Pesquisa e Extensão
para a democratização do ensino superior, a partir da implementação de medidas
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
voltadas à redução das desigualdades sociais e étnicos-raciais, à acessibilidade de
ii) Incluir
portadores de deficiência, à melhoria do desempenho acadêmico e à ampliação das
O programa se constitui enquanto uma iniciativa conjunta da Secretaria de Educação
taxas de acesso e permanência na educação superior, destinadas prioritariamente
Superior (SESU) do MEC e da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização,
a estudantes de baixa renda ou oriundos da rede pública de educação básica,
Diversidade e Inclusão (SECADI) que visa implementar a política de acessibilidade
matriculados em cursos de graduação presencial ofertados por instituições federais
para pessoas com deficiência no âmbito das universidades.
e estaduais de ensino superior, inclusive estrangeiro, cuja concessão seja pertinente
O programa tem como objetivos: sob o aspecto legal, por meio do fornecimento de alimentação, atendimento médico
Implantar a política de educação especial na perspectiva da educação inclusiva odontológico, alojamento e transporte, dentre outras iniciativas típicas de assistência
na educação superior. estudantil.
Promover ações que garantam o acesso, permanência e sucesso de pessoas
Produto da ação: Estudante Assistido
com deficiência nas instituições federais de ensino superior.

Apoiar propostas desenvolvidas nas instituições federais de ensino superior Produto do Plano Orçamentário do Incluir: Iniciativa Apoiada

para superar situações de discriminação contra estudantes deficientes. Especificação do Produto: Consideram-se Iniciativa Apoiada o número de programa
Fomentar o desenvolvimento de recursos didáticos e pedagógicos que favoreçam ou projeto de extensão.
o processo de ensino e de aprendizagem.

Promover a eliminação de barreiras físicas, pedagógicas e de comunicação. Funcional Programática

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador


São financiadas pelo programa as seguintes ações:
Orçamentária Orçamentária
Adequação arquitetônica ou estrutural de espaço físico para torná-lo acessível, 10 XXXXX 12 364 2080 4002 XXXX

como reforma de sanitários, alargamento de portas e vias de acesso, construção Fiscal Escolher
uma UO do Educação
de rampas, instalação de corrimão e colocação de sinalização tátil e visual. Ensino
Anexo III Assistência ao
Superior Educação
Formação de profissionais para o desenvolvimento de práticas educacionais de qualidade Estudante de Ensino
para todos Superior
inclusivas e para o uso dos recursos de tecnologia assistiva, da língua brasileira

de sinais (Libras) e outros códigos e linguagens. Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

84 EDUCAÇÃO SUPERIOR 85
Funcional Programática

APOIO A ENTIDADES DE ENSINO Esfera


Orçamentária
Unidade
Orçamentária
Função Subfunção Programa Ação Localizador

SUPERIOR PÚBLICAS NÃO FEDERAIS 10 26298 12 364 2080 0048 XXXX

Fiscal FNDE
Educação
Ensino
A ação de apoio a entidades de Ensino Superior não Federais visa a auxiliar a Superior Educação Apoio a Entidades
de qualidade de Ensino Superior
manutenção das instituições públicas não federais de ensino superior, promovendo para todos não Federais

a melhoria da qualidade do ensino de graduação e o aumento da oferta de vagas.


Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
Tem por objetivo o fortalecimento das instituições de ensino superior não
federais, por meio de transferências voluntárias de recursos provenientes de
emendas parlamentares.

Os recursos disponíveis destinam-se a:


Investimento: construção de salas, laboratórios, blocos de salas de aula e unidade
MODERNIZAÇÃO E REESTRUTURAÇÃO DOS
acadêmica, aquisição de mobiliário, equipamentos de informática, de laboratório e HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS FEDERAIS (REHUF)
materiais permanentes em geral.
Custeio: material didático, de escritório e de laboratório, despesas com transporte
O Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais
e deslocamento, eventos, contratação de serviços de técnicos especializados e
capacitação de professores. (REHUF) objetiva criar condições materiais e institucionais para que os Hospitais
Universitários Federais (HUFs) desempenhem plenamente suas funções em relação
Observação: as emendas deverão observar o disposto na LDO 2018, na Lei nº 9.394,
às dimensões de ensino, pesquisa e extensão e à dimensão da assistência à saúde.
de 20 de dezembro de 1996 e suas alterações, bem como no Decreto nº 6.170, de 25
As emendas devem ser direcionadas à exclusiva reestruturação dos hospitais que
de julho de 2007, e suas alterações.
compõem a rede federal.
Para que serve:
A ação permite obras de construção, ampliação, adequação de área física
• Contribuir para o desenvolvimento da política educacional de expansão e
e reforma dos HUFs para qualificação dos serviços prestados à população e
inclusão social;
atendimento às Resoluções de Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância
• Promover a melhoria e/ou ampliação da estrutura, da qualidade do ensino de
Sanitária (Anvisa) que legislam sobre estabelecimentos de saúde.
graduação e de aumento da oferta de vagas;
• Promover o desenvolvimento da pós-graduação e da pesquisa nacional. A ação permite também a aquisição de equipamentos para modernização e
atualização do parque tecnológico dos HUFs para qualificar a prestação de serviços
Vinculação Orçamentária:
e o ensino.
Ação: 0048 - Apoio a Entidades de Ensino Superior Não Federais
Para que serve:
Descrição: Auxílio financeiro repassado às instituições públicas não federais de
ensino superior, com a finalidade de auxiliar na construção, ampliação e manutenção • Desenvolver novas abordagens que aproximem a área acadêmica com o serviço

dessas instituições, promovendo a melhoria da qualidade do ensino de graduação e no campo da saúde por meio da graduação e pós-graduação;
o aumento da oferta de vagas. • Implantar a residência multiprofissional nas áreas estratégicas para o SUS,
estimulando o trabalho em equipe multiprofissional;
Produto da ação: Entidade Apoiada
Especificação do Produto: Consideram-se Entidade Apoiada as Instituições • Ofertar serviços de atenção de média e alta complexidade, observada a

Públicas Não Federais de ensino superior que recebem recurso desta ação. integralidade da atenção à saúde, com acesso regulado, mantendo as atividades
integradas à rede de urgência e emergência.

86 EDUCAÇÃO SUPERIOR 87
Vinculação Orçamentária: materiais médico-hospitalares, medicamentos, insumos e instrumentais, bem como a

Ação: 20RX – Reestruturação e Modernização dos Hospitais Universitários execução de obras e reformas de pequeno vulto para a restauração e recuperação das
Federais instalações e unidades prediais.

Descrição: Promoção de mecanismos de aprimoramento das atividades hospitalares, Para que serve:
considerando os Planos de Reestruturação apresentados, por meio da recuperação • Melhorar a qualidade dos serviços hospitalares;
da capacidade instalada, melhoria dos processos de gestão, reestruturação do • Garantir melhoria no padrão de eficiência à disposição da rede do Sistema
quadro de recursos humanos, revitalização e reestruturação da infraestrutura
Único de Saúde (SUS);
física e modernização do parque tecnológico, visando criar condições materiais e
• Oferecer oportunidade de atualização técnica aos profissionais de todo o
institucionais para que os Hospitais Universitários Federais possam desempenhar
sistema de saúde.
plenamente suas funções em relação ao ensino, pesquisa, extensão e assistência à
saúde. Vinculação Orçamentária

Ação: 4086 – Funcionamento e Gestão de Instituições Hospitalares Federais


Produto da ação: Unidade Apoiada

Especificação do Produto: Considera-se Unidade Apoiada a instituição hospitalar Descrição: Gestão administrativa, financeira e técnica das atividades necessárias ao

que recebeu recursos desta ação orçamentária. funcionamento e manutenção da prestação de serviços hospitalares de qualidade à

Funcional Programática população e da formação profissional em saúde, bem como restauração e melhoria

Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador das instalações, por meio de obras e reformas de pequeno vulto e aquisição e reposição
Orçamentária Orçamentária de materiais e equipamentos, observados os limites da legislação vigente.
20 XXXXX 12 302 2080 20RX XXXX

Produto da ação: Instituição Beneficiada


Fiscal Escolher
uma UO do Educação
Assistência
Especificação do Produto: Considera-se Instituição Beneficiada a instituição
Anexo IV Reestruturação e
Hospitalar e Educação
Ambulatorial de qualidade Modernização hospitalar que recebeu recursos desta ação orçamentária.
para todos dos Hospitais
Universitários
Federais Funcional Programática
Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I
Esfera Unidade Função Subfunção Programa Ação Localizador
Orçamentária Orçamentária
20 XXXXX 12 302 2080 4086 XXXX

FUNCIONAMENTO DOS HOSPITAIS Fiscal Escolher

UNIVERSITÁRIOS FEDERAIS uma UO do


Anexo IV
Educação
Assistência
Hospitalar e Educação Funcionamento
Ambulatorial de qualidade e Gestão de
para todos Instituições
Os hospitais universitários federais são importantes centros de formação de Hospitalares
Federais
recursos humanos na área da saúde e de apoio ao ensino, à pesquisa e à extensão Informar o código de subtítulo ou localizador de gasto, conforme o anexo I

das instituições federais de ensino superior às quais estão vinculados. No campo

específico da assistência à saúde na rede pública, são ainda referência de média e alta

complexidade para o Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesse contexto, para assegurar a manutenção das atividades, o funcionamento

dos HUFs e a melhoria da qualidade dos serviços assistenciais prestados à comunidade,

a Ação Funcionamento dos Hospitais Universitários Federais permite a aquisição de

88 EDUCAÇÃO SUPERIOR 89
ANEXOS

90 ANEXOS 91
Anexo I – Códigos de subtítulo ou localizador de gasto Anexo II - Unidades Orçamentárias dos Institutos Federais

0001 Nacional UF UO NOME SIGLA CNPJ

0002 No exterior RJ 26256 CENTRO FED. DE EDUC. TECNOL. CELSO S. DA FONSECA CEFET - RJ 42441758000105
0010 Na região Norte MG 26257 CENTRO FED. DE EDUC. TECNOL. DE MINAS GERAIS CEFET - MG 17220203000196
RJ 26201 COLÉGIO PEDRO II CPII 42414284000102
0020 Na região Nordeste
PE 26430 INST. FED. DE ED., CIENC. E TEC. DO S. PERNAMBUCANO IFSPERN 10830301000104
0030 Na região Sudeste
RS 26436 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. SUL-RIO-GRANDENSE IFSRG 10729992000146
0040 Na região Sul
BA 26404 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. BAIANO IFBAIANO 10724903000179
0050 Na região Centro-Oeste SC 26422 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. CATARINENSE IFCAT 10635424000186
0011 No estado de Rondônia BA 26427 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DA BAHIA IFBA 10764307000112

0012 No estado do Acre PB 26417 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DA PARAÍBA IFPB 10783898000175
AL 26402 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE ALAGOAS IFAL 10825373000155
0013 No estado do Amazonas
DF 26428 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE BRASÍLIA ETFBSB 10791831000182
0014 No estado de Roraima
GO 26429 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE GOIÁS IFGO 10870883000144
0015 No estado do Pará MG 26409 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE MINAS GERAIS IFMG 10626896000172
0016 No estado do Amapá PE 26418 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE PERNAMBUCO IFPE 10767239000145
0017 No estado do Tocantins RO 26421 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE RONDÔNIA IFRO 10817343000105

0021 No estado do Maranhão RR 26437 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE RORAIMA IFRR 10839508000131
SP 26439 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE SÃO PAULO IFSP 10882594000165
0022 No estado do Piauí
SE 26423 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE SERGIPE IFSE 10728444000100
0023 No estado do Ceará
SC 26438 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DE STA. CATARINA IFSC 11402887000160
0024 No estado do Rio Grande do Norte AC 26425 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO ACRE IFAC 10918674000123
0025 No estado da Paraíba AP 26426 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO AMAPÁ IFAP 10820882000195
0026 No estado de Pernambuco AM 26403 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO AMAZONAS IFAM 10792928000100
CE 26405 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO CEARA IFCE 10744098000145
0027 No estado de Alagoas
ES 26406 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO ESP. SANTO IFES 10838653000106
0028 No estado de Sergipe
MA 26408 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO MARANHÃO IFMA 10735145000194
0029 No estado da Bahia MS 26415 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO MAT. G. DO SUL IRMS 10673078000120
0031 No estado de Minas Gerais MT 26414 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO MATO GROSSO IRMT 10784782000150
0032 No estado de Espírito Santo MG 26410 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO NORTE DE MG IFNMG 10727655000110

0033 No estado do Rio de Janeiro PA 26416 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO PARA IFPA 10763998000130
PI 26431 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO PIAUÍ IFPI 10806496000149
0034 No estado de São Paulo
RJ 26433 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO RIO DE JANEIRO IFRJ 10952708000104
0041 No estado do Paraná
RN 26435 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO RN IFRN 10877412000168
0042 No estado de Santa Catarina RS 26419 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO RS IFRS 10637926000146
0043 No estado do Rio Grande do Sul MG 26411 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO SUDESTE MG IFSWMG 10723648000140
0051 No estado do Mato Grosso MG 26412 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO SUL DE MG IFSMG 10648539000105
TO 26424 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO TOCANTINS IFTO 10742006000198
0052 No estado de Goiás
MG 26413 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. DO TRIÂNG. MINEIRO IFTM 10695891000100
0053 No Distrito Federal
RS 26420 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. FARROUPILHA IFFARR 10662072000158
0054 No estado de Mato Grosso do Sul
RJ 26434 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. FLUMINENSE IFFLU 10779511000107
GO 26407 INST. FED. DE EDUC., CIENC. E TEC. GOIANO IFGOIANO 10651417000178

Fonte: Manual Técnico de Orçamento MTO. SOF-MP. Edição 2019. Brasília, 2018.
PR 26432 INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ - IFPR IRPR 10652179000115

Fonte: Secretaria de Planejamento e Orçamento do MEC / 2018

92 ANEXOS 93
Anexo III – Unidades Orçamentárias das Universidades Federais
Anexo IV – Unidades Orçamentárias dos Hospitais Universitários Federais
UF UO NOME SIGLA CNPJ
RS 26284 FUN.UNIV.FED.DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE P. ALEGRE UFCS-PA 92967595000177 UF UO NOME SIGLA UO CNPJ
PE 26230 FUND. UNIVERSIDADE FEDERAL VALE SÃO FRANCISCO UFVSF 5440725000114
DF 26271 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FUB 38174000143 BA 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PROF. EDGARD SANTOS EBSERH 15126437002944
AM 26270 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS FUFAM 4378626000197 BA 26443 MATERNIDADE CLIMÉRIO DE OLIVEIRA EBSERH 15126437002863
MA 26272 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO MARANHÃO FUFMA 6279103000119
MS 26350 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FED. DA GRANDE DOURADOS UFGD 7775847000197 RJ 26378 COMPLEXO HOSPITALAR E DE SAÚDE DA UFRJ CH-UFRJ 33663683006904
MS 26283 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FED. DE MATO GROS. DO SUL FUFMS 15461510000133 AC 26443 EMPRESA BRASIL.DE SERV. HOSPITALARES - EBSERH EBSERH 15126437000143
MT 26276 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO UFMT 33004540000100 HOSP. UNIV. JÚLIO MARIA BANDEIRA DE MELO /
MG 26277 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO UFUOP 23070659000110 PB 26443 EBSERH 15126437003320
RS 26278 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FUFPE 92242080000100 UNIV. FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
RO 26268 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA FUFRO 4418943000190 MG 26396 HOSP. DAS CLINICAS DA UNIV.FED.DE UBERLANDIA HC-UFU 25648387000207
MG 26285 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE S. J. DEL-REI UFSJ 21186804000105 PR 26443 HOSP. ESCOLA. VICTOR FERREIRA DO AMARAL EBSERH 15126437002430
SP 26280 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS FUFSC 45358058000140
SE 26281 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE FUFSE 13031547000104 RS 26398 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE PELOTAS EBSERH 15126437002359
TO 26251 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE TOCANTINS FUFTO 5149726000104 GO 26443 HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE GOIÁS EBSERH 15126437002600
MG 26274 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA UFU 25648387000118
MG 26282 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA FUFV 25944455000196 PE 26443 HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE PERNAMBUCO EBSERH 15126437001620
SP 26352 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC 7722779000106 PR 26443 HOSPITAL DE CLÍNICAS DO PARANÁ EBSERH 15126437002430
AC 26275 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE FUFAC 4071106000137
AP 26286 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ FUFAP 34868257000181 RS 26294 HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE HCPA 87020517000120
RS 26266 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA UNIPAMPA 9341233000122 TO 26443 HOSPITAL DE DOENÇAS TROPICAIS EBSERH 15126437002782
PI 26279 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ FUFPI 6517387000134
CE 26442 UNIV. DA INTEG. INTERN. DA LUSOF. AFRO-BRASILEIRA UNILAB 12397930000100 PE 26443 HOSPITAL DE ENSINO DR. WASHINGTON A. DE BARROS EBSERH 15126437002197
PA 26448 UNIV. FED. DO SUL E SUDESTE DO PARÁ - UNIFESSPA UNIFESSPA 18657063000180 AM 26443 HOSPITAL GETÚLIO VARGAS EBSERH 15126437001115
PR 26267 UNIVERS. FEDERAL DA INTEG. LATINO AMERICANA UNILA 11806275000133
MG 26255 UNIVERSIDADE FED. VALES JEQUITINHONHA E MUCURI UFJM 16888315000157 MT 26443 HOSPITAL JÚLIO MULLER EBSERH 33004540001204
BA 26232 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA UFBA 15180714000104 SE 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE LAGARTO EBSERH 15126437003169
SC 26440 UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL UFFS 11234780000150
PB 26240 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA UFPB 24098477000110 SC 26443 HOSPITAL UNIVER. POLYDORO ERNANI DE SÃO THIAGO EBSERH 15126437003401
AL 26231 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL 24464109000148 ES 26443 HOSPITAL UNIVERSIT. CASSIANO ANTÔNIO MORAIS EBSERH 15126437000658
MG 26260 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALFENAS UNIFAL 17879859000115
PB 26252 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG 5055128000176 PB 26388 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ALCIDES CARNEIRO EBSERH 15126437003240
GO 26235 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UFGO 1567601000143 RN 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANA BEZERRA EBSERH 15126437000810
MG 26261 UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJÚBA - MG UFI 21040001000130
MG 26237 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA UFJF 21195755000169 RJ 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO EBSERH 15126437003673
MG 26263 UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS UFL 22078679000174 PA 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO BETINA FERRO SOUZA EBSERH 15126437003754
MG 26238 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS UFMG 17217985005840
PE 26242 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO UFPE 24134488000108 PI 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA FUFPI EBSERH 15126437000224
RR 26250 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA FUFRR 34792077000163
SE 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA FUFSE EBSERH 15126437001034
SC 26246 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA UFSC 83899526000182
RS 26247 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA UFSM 95591764000105 MA 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DO MARANHÃO EBSERH 15126437000496
SP 26262 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO UNIFESP 60453032000174
MS 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFGD EBSERH 15126437000909
CE 26449 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI - UFCA UFCA 18621825000199
CE 26233 UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UFCE 7272636000131 MG 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFJF EBSERH 15126437002510
ES 26234 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO UFES 32479123000143
MG 26443 HOSPITAL DAS CLÍNICAS DE MG EBSERH 15126437001549
RJ 26269 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO RIO DE JANEIRO FUFRJ 34023077000107
BA 26447 UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA - UFOB UFOB 18641263000145 RS 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UFSM EBSERH 15126437001972
PA 26441 UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ UFOPA 11118393000159
MG 26443 HOSPITAL DAS CLÍNICAS DO TRIÂNGULO MINEIRO EBSERH 15126437000577
PA 26239 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ UFPA 34621748000123
PR 26241 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ UFPR 75095679000149 SP 26445 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DA UNIFESP HU - UNIFESP 60453032000840
BA 26351 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA UFRB 7777800000162
DF 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE BRASÍLIA EBSERH 15126437000305
RJ 26245 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UFRJ 33663683000116
RS 26273 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG FUFRS 94877586000110 SP 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE SÃO CARLOS EBSERH 15126437002278
RN 26243 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE UFRN 24365710000183
RJ 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO GAFFREE E GUINLE EBSERH 15126437003592
RS 26244 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRS 92969856000198
BA 26450 UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA - UFESBA UFESBA 18560547000107 RN 26443 MATERNIDADE ESCOLA JANUÁRIO CICCO EBSERH 15126437001387
MG 26254 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO UFTM 25437484000161
PA 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JOÃO DE BARROS BARRETO EBSERH 15126437003754
RJ 26236 UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE UFF 28523215000106
PA 26253 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA UFRAM 5200001000101 PB 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY EBSERH 15126437001700
PE 26248 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UFRPE 24416174000106
MS 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO MARIA PEDROSSIAN EBSERH 15126437001891
RJ 26249 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO UFRRJ 29427465000105
RN 26264 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO UFERSA 24529265000140 RS 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO MIGUEL RIET JUNIOR EBSERH 15126437003088
PR 26258 UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ UTFP 75101873000190
RN 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES EBSERH 15126437000739
GO 26452 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CATALÃO UFCAT
GO 26453 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JATAÍ UFJ AL 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PROF. ALBERTO NUNES EBSERH 15126437002006
MT 26454 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDONÓPOLIS UFR
PI 26455 UNIVERSIDADE FEDERAL DO DELTA DO PARNAÍBA UFDPAR
CE 26443 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO VALTER CANTIDIO EBSERH 15126437001468
PE 26456 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AGRESTE DE PERNAMBUCO UFAPE CE 26443 MATERNIDADE ASSIS CHATEAUBRIAND EBSERH 15126437001468

Fonte: Secretaria de Planejamento e Orçamento do MEC / 2018 Fonte: Secretaria de Planejamento e Orçamento do MEC / 2018.

94 ANEXOS 95
Anexo V - Orientações para o preenchimento do formulário de
emenda ao Orçamento de 2019

96 ANEXOS 97
98 99
SIMEC.MEC.GOV.BR