Vous êtes sur la page 1sur 16

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO

ESTADO DE SÃO PAULO

concurso público

007. Prova Objetiva


professor de educação básica III – inglês
(opção 007)

� Você recebeu sua folha de respostas, este caderno, contendo­50 questões objetivas e um tema de redação a ser desenvolvido, e a
folha de redação para transcrição do texto definitivo.
� Confira seus dados impressos na capa deste caderno e nas folhas de respostas e de redação.
� Quando for permitido abrir o caderno, verifique se está completo ou se apresenta imperfeições. Caso haja algum problema, informe
ao fiscal da sala.
� A folha de redação deverá ser assinada apenas no local indicado; qualquer identificação ou marca feita pelo candidato no verso da
folha de redação, que possa permitir sua identificação, acarretará a atribuição de nota zero à redação.
� É vedado, em qualquer parte do material recebido, o uso de corretor de texto, de caneta marca-texto ou de qualquer outro material
similar.
� Redija o texto definitivo e preencha a folha de respostas com caneta de tinta preta. Os rascunhos não serão considerados na
correção. A ilegibilidade da letra acarretará prejuízo à nota do candidato.
� A duração das provas objetiva e de redação é de 4 horas e 30 minutos, já incluído o tempo para o preenchimento da folha de
respostas e para a transcrição do texto definitivo.
� Só será permitida a saída definitiva da sala e do prédio após transcorridos 75% do tempo de duração das provas.
� Deverão permanecer em cada uma das salas de prova os 3 últimos candidatos, até que o último deles entregue sua prova, assinando
termo respectivo.
� Ao sair, você entregará ao fiscal a folha de redação, a folha de respostas e este caderno, podendo levar apenas o rascunho de gabarito,
localizado em sua carteira, para futura conferência.
� Até que você saia do prédio, todas as proibições e orientações continuam válidas.

Nome do candidato

RG Inscrição Prédio Sala Carteira

Aguarde a ordem do fiscal para abrir este caderno de questões.

02.12.2018 | manhã
Conhecimentos Gerais Leia o texto para responder às questões de números 04 a 08.

Somente 9 das 27 redes estaduais do país conseguiram,


Língua Portuguesa no ano passado, que seus alunos do ensino médio melhoras-
sem os desempenhos em matemática e português na princi-
pal avaliação federal. São eles: Espírito Santo, Rio Grande
Leia a tira para responder às questões de números 01 a 03. do Sul, Goiás, Minas Gerais, Acre, Ceará, Tocantins, Sergipe
e Alagoas.
Ainda assim, todas essas redes permaneceram em pata-
mares distantes do adequado na etapa, considerada hoje um
dos principais desafios da educação básica do país.
Os resultados estão no Saeb (Sistema de Avaliação da
Educação Básica), divulgado nesta quinta-feira [30.08.2018]
pelo MEC (Ministério da Educação). Os números mostram
os níveis de aprendizagem dos alunos ao fim de três etapas
de ensino: anos iniciais (5o ano) e finais (9o ano) do ensino
(André Dahmer. Folha de S.Paulo. 23.08.2018. Adaptado) fundamental e ainda o ano final do ensino médio.
As notas dos dois ciclos do ensino fundamental melhora-
ram no ano passado, considerando as redes pública e priva-
01. Analisando as informações apresentadas na tira, conclui-se da de todo o país.
corretamente que os sentidos nela se estabelecem a partir Os números apresentados da avaliação federal indicam,
(A) da ideia de que a comédia, na realidade, é tragédia. mais uma vez, que o ensino médio tem os resultados mais
preocupantes entre as séries avaliadas. As redes estaduais
(B) da facilidade da internet para veicular comédia e concentram mais de 80% dos alunos de ensino médio do
tragédia. país.
(C) da limitação comunicativa no âmbito da internet. Na média das redes administradas pelos governos esta-
duais, mais uma vez o desempenho caiu em matemática e em
(D) da oposição entre o mundo real e o mundo virtual. língua portuguesa. É a quarta queda consecutiva em matemá-
(E) da semelhança entre o papel da internet e o da vida tica.
real. Essa disciplina teve média de 259 (considerando o desem-
penho de alunos das redes estaduais). De acordo com a esca-
la de proficiência do Saeb, os estudantes não seriam capazes,
02. De acordo com a norma-padrão, nos trechos “Com a por exemplo, de fazer cálculos simples de probabilidade. O
internet” e “a tragédia de sempre”, as preposições em índice considerado adequado é 350, segundo classificação do
destaque formam, respectivamente, expressões que Movimento Todos Pela Educação.
indicam Em língua portuguesa, o índice adequado é 300. Mas,
nessa disciplina, a nota média também foi de 259. Ao fim do
(A) circunstância de meio, em locução adverbial; e qua-
ensino médio, a maioria dos alunos não seriam capazes de,
lidade, em locução adjetiva.
por exemplo, identificar informação implícita em textos como
(B) assunto, em locução adjetiva; e circunstância de poemas modernistas.
tempo, em locução adverbial. (Folha de S.Paulo. 30.08.2018. Adaptado)

(C) circunstância de modo, em locução adverbial; e


assunto, em locução adjetiva. 04. As informações textuais mostram que,
(D) causa, em locução adjetiva; e circunstância de modo, (A) comparando-se os resultados dos ensinos funda-
em locução adverbial. mental e médio, as redes pública e privada têm tido
(E) circunstância de causa, em locução adverbial; e desempenhos sofríveis em português e matemática,
lugar, em locução adjetiva. com quedas consecutivas no rendimento escolar.
(B) quanto mais se verificam avanços no ensino funda-
mental, mais o ensino médio vem contornando pro-
03. Na frase “Com a internet, cada pessoa se transformou blemas estruturais, de tal forma que o desafio nesse
em um canal de comédia”, o pronome “se” tem o mesmo segmento de ensino é hoje menor que no passado.
emprego que na frase:
(C) à medida que o nível de escolaridade avança, os
(A) Víamos na festa vários convidados que se abraça- resultados do Saeb têm piorado, e isso se identifica
vam com imenso carinho. tanto na rede pública quanto na privada, apesar dos
(B) Os pais orgulhavam-se do filho, que tinha concluído investimentos realizados em educação.
seu curso universitário. (D) devido à alta concentração de alunos do ensino médio
nas redes estaduais, os desempenhos em matemática
(C) Trata-se, sem dúvida, de assuntos de extrema urgên-
e português têm ficado aquém do esperado, havendo
cia que pedem solução.
estagnação nesse nível de ensino.
(D) Comeram-se muitos doces na festa, pois eles eram,
(E) apesar da melhora nos desempenhos em matemática
de fato, muito saborosos. e português em 9 estados brasileiros, a situação do
(E) Quando os jovens se conheceram, viram possibilida- ensino médio inspira atenção, já que os ­resultados do
des de grandes projetos. Saeb são preocupantes.

3 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
05. Os dados apresentados quanto ao rendimento escolar 08. Assinale a alternativa correta quanto à pontuação.
permitem concluir corretamente que
(A) Na quinta-feira 30 de agosto de 2018, o MEC divul-
(A) os alunos no ensino médio das redes estaduais atin- gou, os resultados do Saeb. As notas do ensino funda-
giram, em matemática, o nível adequado, ao contrá- mental melhoraram no ano passado; o ensino médio
rio de português. porém tem os resultados mais preocupantes entre as
séries avaliadas.
(B) 80% dos alunos do ensino médio têm desempenho
aquém da média em português e matemática. (B) O MEC, divulgou, os resultados do Saeb na quinta-
-feira, 30 de agosto de 2018. As notas do ensino
(C) o ensino médio obteve resultados em português e
fundamental melhoraram no ano passado. O ensino
matemática que estão abaixo do índice adequado.
médio porém, tem os resultados mais preocupantes
(D) português e matemática no ensino médio registra- entre as séries avaliadas.
ram uma queda semelhante nas últimas avaliações.
(C) Foi na quinta-feira, 30 de agosto de 2018 que, o MEC
(E) a média de língua portuguesa dos alunos do ensi- divulgou os resultados do Saeb. As notas do ensino
no médio está no nível adequado, tendo melhorado fundamental melhoraram no ano passado; porém, o
­assim como no ensino fundamental. ensino médio, tem os resultados mais preocupantes
entre as séries avaliadas.

(D) O MEC, divulgou os resultados do Saeb na quinta-


06. Assinale a alternativa que atende à norma-padrão de
-feira, 30 de agosto de 2018. As notas do ensino
concordância nominal.
fundamental melhoraram no ano passado. Porém, o
(A) Os dados divulgados mostram que governo e socie- ensino médio tem os resultados mais preocupantes
dade devem ficar atentos às necessidades educacio- entre as séries avaliadas.
nais do país.
(E) Na quinta-feira, 30 de agosto de 2018, o MEC divul-
(B) Há bastante dados do Saeb para corroborar a neces- gou os resultados do Saeb. As notas do ensino funda-
sidade de uma revisão do sistema educacional brasi- mental melhoraram no ano passado; o ensino médio,
leiro como um todo. porém, tem os resultados mais preocupantes entre as
séries avaliadas.
(C) Ao observar os dados de desempenho, fica a per-
gunta: eles seriam decorrente de uma má educação
oferecida aos alunos? Leia o texto para responder às questões de números 09 a 12.
(D) Língua portuguesa e matemática são disciplina ava-
Pobre da sociedade que fracassa em despertar a ambição
liada pelo Saeb no qual os alunos do ensino médio
de seus jovens. Ambição em seu melhor sentido, de querer
obtiveram média 259.
alcançar algo mais na vida do que aquilo que o lugar onde
(E) Os alunos do ensino médio, cujo maioria está con- nasceu lhe oferece – uma chama que cabe à escola acender
centrado nas redes estaduais, tiveram um desempe- e sustentar.
nho preocupante no Saeb. O Brasil claudica nesse objetivo. Reportagem de
­domingo [19.08.2018] na Folha revelou a parcela de alu-
nos da rede pública que almejam um curso superior de
07. Assinale a alternativa que atende à norma-padrão de quatro anos ou uma pós-graduação: 43,5%.
concordância verbal. Em contraste, entre os que estudam em colégios particu-
(A) Somente 9 das 27 redes estaduais do país melhorou lares o grupo dos ambiciosos sobe a 70%. E não se trata só
nos desempenhos em matemática e português na de condição socioeconômica, visto que mesmo entre alunos
principal avaliação federal. de renda similar aos da escola pública essa parcela soma
60%, distância ainda significativa perante os da rede oficial
(B) Quando se tratam de informações implícitas em tex- de ensino.
tos, os dados mostram que a maioria dos alunos não Mesmo que se somem ao contingente que depende da
seriam capazes de identificá-las em poemas moder- educação pública os 9% que pelo menos sonham com um
nistas. diploma de tecnólogo, ou outra graduação com duração de
(C) De acordo com a escala de proficiência do Saeb, dois anos, ainda assim haverá quase uma metade de moças
cálculos simples de probabilidade seriam de difícil e rapazes que se contentam em interromper sua formação no
resolução para os estudantes do ensino médio, inca- nível médio, ou menos.
pazes de realizá-los. É pouco, pouco demais. Numa economia complexa como
a contemporânea, o patamar secundário de educação não bas-
(D) Vê-se os resultados do ensino médio como os mais ta para franquear acesso aos melhores empregos e mesmo à
preocupantes, conforme os números apresentados fruição plena do que o universo da cultura tem para oferecer.
da avaliação federal.
(Editorial. Folha de S.Paulo. 30.08.2018. Adaptado)
(E) As notas dos dois ciclos do ensino fundamental reve-
la que houve melhoras no ano passado, consideran-
do as redes pública e privada de todo o país.

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 4
09. O objetivo do editorial é analisar 12. Nos trechos “E não se trata só de condição socioeconô-
mica, visto que mesmo entre alunos de renda similar aos
(A) a distorção existente entre o ensino público e o pri- da escola pública essa parcela soma 60%” (3o parágra-
vado, sendo que este exclusivamente é que prepara fo) e “Mesmo que se somem ao contingente [...], ainda
o aluno para a complexa economia contemporânea. assim haverá quase uma metade de moças e rapazes
que...” (4o parágrafo), as expressões em destaque esta-
(B) o papel da escola em relação aos desejos dos jovens, belecem entre os enunciados, respectivamente, relações
tornando-os mais ambiciosos e competitivos para que de sentido de
possam sair com orgulho do lugar onde nasceram.
(A) causa e concessão.
(C) o impacto da economia no perfil dos jovens de hoje
que, enfrentando a sua escassa ambição, almejam por (B) explicação e finalidade.
melhores empregos.
(C) conclusão e concessão.
(D) a falta de aspiração dos jovens em relação ao seu
próprio futuro, tendo a escola a responsabilidade de (D) causa e consequência.
impulsioná-los a querer alcançar algo a mais na vida.
(E) explicação e consequência.
(E) o desinteresse do jovem pela formação acadêmica,
o que decorre de uma educação voltada à fruição
plena do universo da cultura e não à dinâmica da
economia. 13. As médias de proficiência que compõem o Saeb são
extraídas da Prova Brasil. Os resultados se referem
     um universo de 59 388 escolas. Nessa prova, os
10. Assinale a alternativa em que há termo(s) empregado(s) estudantes respondem      questões de língua por-
em sentido figurado. tuguesa, com foco em leitura, e matemática, com ênfase
na resolução de problemas. No ano passado, as esco-
(A) ... do que aquilo que o lugar onde nasceu lhe oferece... las particulares também aderiram       avaliação,
(1o parágrafo) porém a participação dessa rede é facultativa. Essas mé-
dias de desempenho subsidiam a construção do Índice
(B) ... uma chama que cabe à escola acender e susten- de Desenvolvimento da Educação Básica, que agrega
tar. (1o parágrafo) também as taxas de aprovação dos estudantes. O Ideb
referente      escolas do ensino médio vai substituir
(C) ... revelou a parcela de alunos da rede pública que as notas do Enem por escola, que não serão mais divul-
almejam... (2o parágrafo) gadas pelo MEC.
(https://g1.globo.com. Adaptado)
(D) ... distância ainda significativa perante os da rede
oficial de ensino. (3o parágrafo) De acordo com a norma-padrão, as lacunas do texto
devem ser preenchidas, correta e respectivamente,
(E) ... para franquear acesso aos melhores empregos... com:
(5o parágrafo)
(A) a ... à ... a ... as

(B) à ... às ... a ... a


11. Considere as passagens:
(C) a ... às ... à ... à
• O Brasil claudica nesse objetivo. (2o parágrafo);
• ... entre alunos de renda similar aos da escola públi- (D) à ... a ... a ... à
ca... (3o parágrafo);
(E) a ... a ... à ... às
• ... o patamar secundário de educação não basta para
franquear acesso... (5o parágrafo).

No contexto em que estão empregados, os termos em


destaque significam, correta e respectivamente:

(A) vacila; igual; grau; retificar.

(B) falha; semelhante; estágio; permitir.

(C) oscila; parecida; nível; limitar.

(D) fraqueja; superior; processo; garantir.

(E) impõe-se; comum; status; promover.

5 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
Conhecimentos Pedagógicos e Legislação 17. A Resolução no 7/2010 do Conselho Nacional de Educa-
ção/Câmara de Educação Básica (CNE/CEB) fixa Diretri-
zes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental
14. O caderno Conselho Escolar e a relação entre a escola e o de 9 (nove) anos e estabelece que, no projeto político-­
desenvolvimento com igualdade social traz três diferentes -pedagógico do Ensino Fundamental e no regimento
óticas acerca das concepções de desenvolvimento sus- ­escolar, o centro do planejamento curricular é
tentável: como crescimento econômico; como desenvolvi-
mento de relações tradicionais com o meio físico natural; (A) a participação democrática.
e como sustentabilidade democrática. Com base nessa
última concepção, Aguiar (2006) afirma que o desenvolvi- (B) o letramento.
mento sustentável
(C) a cultura.
(A) é um modo de interagir com o mundo sem compro-
meter os recursos naturais das próximas gerações, (D) o conhecimento.
exigindo ações de reuso dos materiais.
(E) o aluno.
(B) tem como princípio norteador o crescimento econô-
mico e a eficiência na lógica do mercado.

(C) não é um fenômeno neutro nem padronizado, mas uma 18. Vinha (1999) lembra que uma dúvida recorrente entre pro-
possibilidade aberta de construção de novas regras e fessores é como lidar com aquele aluno que não para quie-
práticas institucionais. to, que bate nos outros ou fala palavrão. A autora, ancorada
(D) propõe uma volta ao passado, onde o homem é visto na abordagem construtivista de Piaget, debruçou-se sobre
em posição de subserviência em relação à natureza. o tema do desenvolvimento da moralidade, da autonomia e
da disciplina, entendendo que a construção da moralidade
(E) situa-se em um campo sem conflitos de interesses infantil
de grupos e classes sociais.
(A) se dá a partir da interação da criança com pessoas
e situações.
15. Refletindo sobre inclusão, Mantoan (2001) menciona a
dificuldade de fazer com que as escolas percebam que (B) independe da existência de regras ou normas.
precisam de modificações drásticas em suas estruturas,
sem que isso signifique negar ou eliminar o trabalho que (C) é inata e, por isso, não tem relação com a construção
já vem sendo realizado. Para a autora, a inclusão de valores.
(A) limita os conteúdos que podem ser ensinados à classe
(D) pode ser feita diretamente por meio de histórias
como um todo.
infantis, como potentes metáforas do que é viven-
(B) não implica desenvolver um ensino individualizado ciado pelo grupo de alunos.
para os alunos com deficits intelectuais.
(E) pode ser ensinada por intermédio de sermões.
(C) otimiza a segregação no atendimento aos alunos
com problemas de aprendizagem.

(D) tem nas atividades lúdicas uma prática pedagógica 19. A Resolução CNE/CEB no 4/2010 define Diretrizes Cur-
que contempla a diversidade. riculares Nacionais Gerais para a Educação Básica. A
respeito do educar e do cuidar na Educação Básica, esse
(E) pode ser levada a cabo por meio de razoabilidade e
documento estabelece que
bom senso.
(A) o educar é responsabilidade do Estado e da socieda-
de, mas não da família.
16. Contreras (2002) mobiliza três dimensões da profissionali-
dade do professor para conceber o problema da autonomia
(B) o cuidar deve ser preferencialmente exercido pelos
com base em uma perspectiva educativa. Essas dimen-
pais e responsáveis.
sões são

(A) tecnicismo, excelência metodológica e disponibilidade. (C) são formas privilegiadas de transmissão dos conteú-
dos.
(B) prudência, competência escolar e proatividade.
(D) não são conceitos referenciais pelos quais se pode
(C) compromisso ético, excelência didática e imparcia-
nortear o projeto político-pedagógico.
lidade.

(D) senso de responsabilidade, formação continuada e (E) são dimensões que devem ser consideradas em sua
conhecimento pedagógico. inseparabilidade.

(E) obrigação moral, compromisso com a comunidade e


competência profissional.

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 6
20. Segundo Ropoli (2010), um ensino para todos os alunos 22. Nos termos da Lei Federal no 9.394/1996, que estabelece
há que se distinguir pela sua qualidade. O desafio de as diretrizes e bases da educação nacional, os currículos
fazê-lo acontecer nas salas de aula é uma tarefa a ser da educação infantil, do ensino fundamental e do ensino
assumida por todos os que compõem um sistema edu- médio devem ter base nacional comum, a ser comple-
cacional. Um ensino de qualidade provém de iniciativas mentada, em cada sistema de ensino e em cada esta-
que envolvem professores, gestores, especialistas, pais belecimento escolar, por uma parte diversificada, exigida
e alunos e outros profissionais que compõem uma rede pelas características regionais e locais da sociedade, da
educacional em torno de uma proposta que é comum a cultura, da economia e dos educandos. Sobre o tema, a
todas as escolas e que, ao mesmo tempo, é construída referida lei dispõe que
por cada uma delas, segundo as suas peculiaridades.
Para atender a todos e atender melhor, a escola atual (A) conteúdos relativos aos direitos humanos e à pre-
tem de mudar, e a tarefa de mudar a escola exige tra- venção de todas as formas de violência contra a
balho em muitas frentes. Cada escola, ao abraçar esse criança e o adolescente serão incluídos, como temas
trabalho, terá de encontrar soluções próprias para os transversais, nos currículos escolares.
seus problemas, sendo que, nas palavras da autora, as
mudanças necessárias (B) o projeto pedagógico da escola está dispensado de
incluir a exibição de filmes de produção nacional.
(A) às vezes ocorrem independentemente do que é vivido
a partir de uma gestão escolar democrática. (C) o ensino da História do Brasil levará em conta as
contribuições das diferentes culturas e etnias, desde
(B) fazem parte da vontade política do coletivo da esco-
que garantida a preponderância da visão eurocên-
la, explicitadas no seu Projeto Político-Pedagógico.
trica.
(C) ancoram-se sobretudo em decretos e outras normas
correlatas, como portarias e resoluções. (D) no currículo do ensino fundamental, a partir do sexto
ano, será ofertada a língua espanhola.
(D) são fortalecidas quando acompanhadas da forma-
ção continuada dos professores e da equipe escolar (E) o ensino da arte constituirá componente curricular
como um todo. facultativo da educação básica.

(E) passam pela aceitação de que a qualidade de ensino


será prejudicada, mas a convivência de todos com-
pensará esse deficit.
23. O documento Educação 2030 – Declaração de Incheon:
rumo a uma educação de qualidade inclusiva e equitativa
e à educação ao longo da vida para todos tem em seu
21. Telma Weisz diz que um professor que trabalha com a Marco de Ação, entre outros, o princípio
abordagem construtivista e com um modelo de ensino
(A) da identidade nacional, com vistas à primazia numé-
pela resolução de problemas precisa considerar muitas
rica de uma determinada etnia.
variáveis e tomar decisões, o que significa assumir um
alto grau de autonomia. Para dar conta dessa deman-
(B) da educação como um bem público, sob responsabi-
da, é preciso condições de desenvolvimento profissional
lidade partilhada entre o Estado e a sociedade civil.
e de qualificações no sentido da formação continuada.
No que diz respeito à formação continuada e à produção
(C) da educação como um direito humano disponível,
do projeto educacional pela escola, a autora considera
isto é, facultativo.
importante instrumento

(A) a conversa com a comunidade escolar, a fim de solu- (D) da igualdade de gênero, garantindo-se que meni-
cionar possíveis conflitos entre os alunos. nas e meninos, mulheres e homens sejam igual-
mente empoderados.
(B) o acompanhamento das publicações oficiais, tanto
pela unidade escolar quanto pelos professores a ela (E) do ecletismo, inclusive na modalidade de home­
pertencentes. schooling.

(C) a prática da educação bancária, com enfoque na


transmissão dos conteúdos previstos.

(D) a documentação da prática da sala de aula e a refle-


xão coletiva da equipe da escola em torno dela.

(E) a atualização dos professores com auxílio dos estu-


dos em neurociência.

7 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
24. Uma problematização recorrente entre os professores é 27. Valendo-se dos estudos de Vygotsky, ao tratar da media-
a de como compreender as concepções de aprendiza- ção pedagógica e da natureza da cognição, Roseli Fonta-
gem dos conteúdos escolares. No texto “O que faz com na (1996) lembra que
que o aluno e a aluna aprendam os conteúdos escola-
res?”, Teresa Mauri (in Coll, 1999) analisa as caracterís- (A) o sujeito cognoscente independe dos processos
ticas das concepções de aprendizagem e ensino escolar mentais.
mais difundidas entre os professores. De acordo com a
autora, pela concepção de aprendizagem que consiste (B) a aprendizagem passa por períodos de assimilação,
em construir conhecimentos, acomodação e equilibração.
(A) os alunos e alunas elaboram, mediante sua atividade
(C) a atividade cognitiva não é discursiva, mas intras-
pessoal, os conhecimentos culturais.
subjetiva.
(B) o ensino proporciona aos alunos e alunas o reforço
necessário para obter as respostas corretas. (D) a ação do sujeito sobre o objeto é mediada social-
(C) os alunos e alunas precisam memorizar dados, fatos mente, pelo outro e pelos signos.
e processos.
(E) o conhecimento é individual e espontâneo.
(D) o ensino incentiva os alunos e alunas a fazer cópias
literais do conteúdo ensinado.
(E) o ensino fornece aos alunos e alunas a informação
de que necessitam. 28. Conforme consta no documento Recomendações sobre
aprendizagem e educação de adultos da Organização
25. Estabelecer os objetivos pedagógicos é o ponto de parti- das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cul-
da de qualquer análise da prática, pois não seria possível tura, as tecnologias de informação e comunicação (TIC)
avaliar o que acontece em sala de aula se não se sabe têm grande potencial para melhorar o acesso dos adultos
o sentido último do que ali se faz. Sobre conteúdos de a uma variedade de oportunidades de aprendizagem. De
aprendizagem, Antoni Zabala defende que esse termo acordo com esse documento, as TIC também têm capa-
cidade considerável para
(A) está inserido na dimensão do saber, aspecto central
a ser desenvolvido na escola. (A) intensificar a dependência em estruturas tradicionais
(B) abrange tudo aquilo que possibilita o desenvolvi- de educação.
mento das capacidades motoras, afetivas, de rela-
ção interpessoal e de inserção social. (B) permitir a aprendizagem a qualquer hora e em qual-
quer lugar, independentemente de dispositivos ele-
(C) refere-se às capacidades cognitivas, sendo compos-
trônicos.
to por aquilo que os alunos aprendem e pode ser
avaliado por meio de provas. (C) facilitar o acesso à educação para as pessoas com
(D) deve, preferencialmente, ficar restrito às disciplinas deficiência.
tradicionais.
(E) resulta do somatório de conceitos, princípios, teore- (D) centralizar os espaços educacionais nos grandes
mas e fórmulas, a depender da área do conhecimento. aglomerados urbanos.

(E) reduzir a sobrecarga de trabalho dos professores.


26. A professora Rita transmite conteúdos diariamente aos
seus alunos, orientando-os a memorizar o que foi passa-
do. Os alunos copiam e fazem atividades e lições de apli-
cação sobre o conteúdo que foi dado. Ao final do bimes-
tre, a professora aplica uma prova e tabula os resultados
obtidos. À luz do pensamento de José Carlos Libâneo,
em Didática, pode-se dizer que, na avaliação escolar
aplicada pela professora Rita, destaca-se a função
(A) diagnóstica, hipótese em que a avaliação é tomada
como um importante treino para avaliações externas.
(B) de balanço, uma vez que a avaliação congrega os
aspectos qualitativos e quantitativos do processo de
aprendizagem.
(C) de controle, ou seja, reduz-se a avaliação ao ato de
aplicar provas, atribuir notas e classificar os alunos.
(D) prático-reflexiva, pois a avaliação permite a recom-
pensa aos bons alunos e a punição aos desinteres-
sados e indisciplinados.
(E) formativa, isto é, durante a avaliação os alunos podem
refletir e exteriorizar o que aprenderam.

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 8
Estatuto do Servidor CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Leia a charge e responda às questões de números 31 e 32.


29. Assinale a alternativa que está em consonância com o
Estatuto do Servidor Público do Município de Ribeirão
Preto – Lei no 3.181/1976 no tocante ao estágio proba-
tório.
(A) O servidor, nomeado para cargo de provimento efe-
tivo ou em comissão, será submetido à avaliação
mensal de desempenho, como condição obrigatória
para a aquisição da estabilidade.
(B) A avaliação especial de desempenho será execu-
tada com base em relatórios periódicos do desem-
penho do servidor e será coordenada por comissão
composta de, no mínimo, três servidores estáveis
indicados por Portaria do Chefe do Poder Executivo.
(C) A capacidade funcional, a assiduidade e a idoneida-
de moral do servidor, durante o estágio probatório,
são requisitos a serem considerados em toda avalia-
ção especial de desempenho funcional, para fins de
confirmação do servidor municipal na carreira.
(D) O servidor aprovado será considerado estável por ato
31. A professora está respondendo a uma fala anterior da
a ser apostilado em sua ficha funcional, e o reprova-
aluna que, pelo contexto, depreende-se ter sido algo pró-
do será demitido a bem do serviço público por meio
ximo a
de Portaria da autoridade competente que deverá ser
publicada no Diário Oficial do Município. (A) “Professora, eu não quero contar sobre minhas
(E) Para efeito de estágio probatório, poderá ser contado férias!”
o tempo de efetivo exercício prestado em outros car- (B) “Professora, mas eu não fiz nada interessante du-
gos de provimento efetivo, mesmo que haja ocorrido rante as férias!”
solução de continuidade do exercício.
(C) “Não fiz nada nas férias, só fiquei conversando no
Twitter.”
30. Rêmulo da Silva é funcionário público efetivo do Municí-
(D) “Mas por que vocês estariam interessados nas
pio de Ribeirão Preto e fez pedido de remoção da Secre-
minhas férias?”
taria onde está lotado para outra Secretaria Municipal. No
entanto, quando o seu pedido chegou à autoridade com- (E) “Não preciso contar sobre minhas férias, está tudo
petente para analisar o pleito, Rêmulo estava em férias. no meu Twitter!”
Nessa situação, o Estatuto do Servidor Público Municipal
– Lei no 3.181/1976 estabelece que
32. Para chegar à compreensão da informação implícita no
(A) se o pedido de Rêmulo for deferido durante o seu
quadrinho, isto é, o conteúdo da mensagem que antece-
afastamento, ele deverá interromper seu período de
deu o comentário da professora, o leitor faz uso da estra-
férias para assumir seu cargo na nova Secretaria.
tégia cognitiva denominada
(B) Rêmulo deverá ter indeferido seu pedido de remoção,
(A) associação.
uma vez que esta não pode se dar de uma Secretaria
para outra, mas apenas de um para outro setor na (B) predição.
mesma Secretaria.
(C) inferência.
(C) o pedido de Rêmulo deverá ser indeferido, pois
(D) avaliação.
o instituto da remoção somente pode ocorrer de
ofício e quando houver manifesto interesse público­ (E) antecipação.
na remoção.

(D) deverá o pedido de Rêmulo ser indeferido por estar


afastado, e ele deverá fazer novo pedido quando
­retornar à atividade em suas funções.

(E) o pedido de Rêmulo tem amparo legal e, se deferido,


ele deverá assumir o cargo na nova Secretaria no
primeiro dia útil após o afastamento, salvo determi-
nação em contrário.

9 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
Leia o texto e responda às questões de números 33 a 39. 34. O primeiro parágrafo cita uma questão de relevância para
o desenvolvimento da consciência crítica dos alunos em
The Old English language, also called Anglo-Saxon, was relação às línguas, qual seja,
the earliest form of English. It is difficult to give exact dates for
the rise and development of a language, because it does not (A) a ocorrência de desaparecimento de línguas.
change suddenly; but perhaps it is true to say that Old English (B) a variedade linguística e cultural.
was spoken from about A.D. 600 to about 1100.
The greatest old English poem is Beowulf, which belongs (C) a heterogeneidade linguística.
to the seventh century. It is a story of about 3,000 lines, and (D) perigos decorrentes de preconceitos linguísticos e
it is the first English epic. The name of its author is unknown. culturais.
Beowulf is not about England, but about Hrothgar, King of the
Danes, and about a brave young man, Beowulf, from southern (E) o fenômeno do nascimento e transformação das
Sweden, who goes to help him. Hrothgar is in trouble. His línguas.
great hall is visited at night by a terrible creature, Grendel,
which lives in a lake and comes to kill and eat Hrothgar’s men.
One night Beowulf waits secretly for this thing, attacks it, and 35. According to the second and third paragraphs, Beowulf
in a fierce fight pulls its arm off. It manages to reach the lake, (A) is a well-known Anglo-Saxon literary piece which
but dies there. Then its mother comes to the hall in search became famous in the seventh century.
of revenge, and the attacks begin again. Beowulf follows
her to the bottom of the lake and kills her there. In later days (B) is the longest piece in Old English literature,
Beowulf, now king of his people, has to defend his country composed of 3,000 lines.
again, this time against a fire-breathing creature.
(C) depicts characters from countries such as Denmark
The old language cannot be read now except by those
and Sweden, besides England.
who have made a special study of it. Among the critics who
cannot read Old English there are some who are unkind (D) portrays the adventures of a brave man and the hard
to the poem, but Beowulf has its own value. It gives us an life in his time.
interesting picture of life in those old days. It tells us of fierce
fights and brave deeds, and of the speeches of the leader and (E) is very difficult to read, the reason why it is not much
the sufferings of his men. studied in the present days.
Interesting in Beowulf is the way things are described:
indirectly and in combinations of words. A ship is not only 36. The second paragraph is primarily
a ship: it is a sea-goer, a sea-boat, a sea-wood, or a wave-
floater. A sailor is a sea-traveller, a seaman, a sea-soldier. (A) instructive, providing useful and extensive analysis of
Even the sea itself (sae) may be called the waves, or the sea- the first English epic.
streams, or the ocean-way. Therefore, if the poet wants to say
(B) argumentative, with details chosen to support the
that the ship sailed away, he may say that the ship, the sea-
writer’s positive viewpoints on Beowulf.
goer, the wave-floater, set out, started its journey and set forth
over the sea, over the ocean-streams, over the waves. This (C) narrative, presenting a brief summary of the plot
changes a plain statement into something more colourful, but which constitutes the poem Beowulf.
such descriptions take a lot of time, and the action moves
slowly. Also, in Old English poetry, descriptions of sad events (D) illustrative, with the purpose of exemplifying what old
or cruel situations are commoner and in better writing than English stories were about.
those of happiness. (E) descriptive, as it aims at picturing the life of heroic
(G.G.Thornley & G. Roberts. An Outline of English Literature. warriors in the Middle Ages.
Essex:Longman/SBS, 1984. Adaptado)

37. Mark the alternative in which the underlined compound


33. The excerpt is mainly about word functions as a noun, just as “sea-goer” or “wave-
(A) Anglo-Saxon, an old variety of English, and its floater”, in the fourth paragraph.
development as a language. (A) Desalination is the process of converting seawater
(B) an Old English poem of major relevance in English into fresh, drinkable water.
literature. (B) Basic microwaved eggs are a quick and easy
(C) Old English literature, and the synopses of a few of alternative when we are short of time.
its greatest stories. (C) Pigeons flew above the waveless sea and then
(D) the need for the study of old languages for a better disappeared into the horizon.
comprehension of past literary work. (D) The lake was beautiful, clear turquoise sealike
(E) the language used in English literary work, of which waters with very little vegetation.
Beowulf is the best example. (E) Seasick discomfort can be debilitating to a great
number of people.

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 10
38. In the excerpt from the fourth paragraph “Therefore, 42. De acordo com a Proposta Curricular de Língua Estran-
if the poet wants to say that the ship sailed away”, the geira, no que concerne ao tratamento metodológico de
underlined word can be correctly replaced by disciplinas de Línguas Estrangeiras, é correto afirmar
(A) So. que:

(B) But. (A) ampla liberdade tem sido oferecida a todas as es-
(C) Also. colas para que optem pelas metodologias e aborda-
gens mais condizentes com seus alunos e profes-
(D) Though. sores.
(E) Next.
(B) embora pouco utilizadas e com limitado êxito, abor-
dagens comunicativas têm se mostrado as mais ade-
39. Considerando-se apropriada a escolha deste texto para quadas para o ensino-aprendizagem da língua em
uma aula de leitura com uma turma do Ensino Médio e anos iniciais.
buscando atender ao que a Proposta Curricular de Lín-
gua Estrangeira afirma sobre a importância do conheci- (C) orientações metodológicas que enfatizam o domínio
mento prévio de mundo para a compreensão de um tex- de estruturas linguísticas revelam-se particularmente
to, mostra-se adequada uma atividade de pré-leitura que pertinentes para alunos com dificuldade de aprendi-
aborde zagem da língua.
(A) gêneros literários diversos.
(D) tendências atuais focam no papel da interação entre
(B) a construção de textos narrativos. alunos na sala de aula, o que tem possibilitado um
(C) características do “Old English”. foco mais preciso no desenvolvimento da oralidade
em diferentes níveis escolares.
(D) traços culturais na Idade Média.
(E) neologismos linguísticos. (E) a atual orientação prioriza o trabalho com o texto,
oral ou escrito, já que é por meio do texto que o aluno
irá construir/reconstruir seu conhecimento cultural e
40. Leia a charge.
linguístico.

43. Observe a charge.

A teacher who is more concerned with sentence rules –


such as subject-predicate agreement – than with sentence
content may be said to be a follower of
(A) content-based approaches.
(B) structuralism.
(C) cognitivist approaches.
(D) linguistic methodologies.
(E) the eclectic method.
(cartoonstock.com)

41. Mark the alternative in which the subject-predicate A charge ilustra uma sala de aula em que o professor
agreement is properly respected. assume o papel de
(A) Is the police well-paid in your country?
(A) detentor do saber.
(B) Great amounts of money was stolen from the bank
yesterday. (B) orientador da ação coletiva.
(C) News about accidents always calls people’s attention. (C) perito em metodologias.
(D) Mr and Mrs Carter’s house have been invaded more
than once. (D) construtor da aprendizagem.

(E) Just one of the small children were afraid of the fierce (E) executor de métodos.
dog.
11 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
Leia o texto e responda às questões de números 44 a 48. 46. The discussion in the text leads to the comprehension
that teachers can help students understand the polysemy
The least problematic issue of vocabulary, it would seem, inherent in words by
is meaning. We know that table means a thing with legs which
we can write on and that book is a collection of words between (A) telling them to pay attention to the similarity between
covers. But, of course, this is not the end of the story at all. For their native language and English.
example, the Cambridge International Dictionary of English
lists three main meanings for table and four main meanings (B) offering them material in which the same word may
for book – let alone the large number of different phrases the assume a variety of meanings and grammatical
words appear in which their meaning is subtly different. You functions.
can eat off a table, or you can table a motion at a conference.
(C) teaching them how to correctly and efficiently search
You can summarise information in a table too. Then again,
for polyssemic words in varied sources.
when you have read your book you can ring up a restaurant
and book a table, but if you drive too fast on the way the police (D) developing the strategy called prediction, so students
may book you for speeding. Some people have been keeping can think about the word before they actually learn it.
a book on whether you will ever manage to persuade your
boy/girlfriend to marry you, especially since everyone knows (E) teaching them to translate pieces of language in
you have been cooking the books for years. The point is that which the word is inserted.
the same collection of sounds and letters can have many
different meanings. This polysemy is only resolved when we
see the word in context. It is understanding the meaning in
context that allows us to say which meaning of the word, in
47. Assinale a alternativa em que as vogais destacadas
the particular instance, is being used.
possuem a mesma pronúncia das vogais destacadas na
(J. Harmer. The practice of English language teaching. palavra speed.
4th ed. Longman, 2007. p.17)
(A) main.

44. One important argument defended by the author in the (B) friend.
excerpt is that
(C) appear.
(A) we cannot deny the fact that every English word can
take on multiple meanings. (D) their.

(B) the teaching of meaning should not worry teachers (E) least.
dealing with vocabulary issues.

(C) resorting to dictionaries may be a good solution to


questions concerning words.
48. The relative pronoun “which” can be correctly replaced
(D) context is needed if we are to figure out the meaning by the word “that” in the following sentence:
of polysemic words.
(A) It is not possible to predict which meaning a word will
(E) problems related to polysemy cannot be easily have in a text we are about to read.
resolved.
(B) The verb “walk”, which we are all familiar with, may
also be used in a sentence as “She walks the dog for
an hour everyday.”
45. In the fragments “you can table a motion at a conference”
and “you can summarize information in a table”, the word (C) We all know that table means a thing with legs which
“table” we can write on.

(A) functions as a verb and a noun, and means “propose” (D) Words appear in a large number of different phrases
and “chart”, respectively. in which their meaning is subtly or even completely
different.
(B) functions as a noun, and refers to “the piece of
furniture people sit at” in both contexts. (E) Words may take on different meaning, one of which
is probably the most commonly found.
(C) functions as a verb, and means something totally
different from the original meaning “piece of furniture”.

(D) functions as a noun, in two of its most unusual


meanings.

(E) has obviously had its meanings created by the author,


to emphasize his argument.

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 12
Leia o texto e responda às questões de números 49 e 50.

Motivation is probably the most frequently used catch-


all term for explaining the success or failure of virtually any
complex task. Following the historical schools of thought,
three different perspectives of motivation emerge:
1. From a behavioristic perspective, motivation is seen
in very matter of fact terms. It is quite simply the anticipation
of reward. Driven to acquire positive reinforcement, and
driven by previous experiences of reward for behavior, we act
accordingly to achieve further reinforcement.
2. In cognitive terms, motivation places much more
emphasis on the individual’s decisions, “the choices people
make as to what experiences or goals they will approach or
avoid, and the degree of effort they will exert in that respect”.
3.  A constructivist view of motivation places even further
emphasis on social context as well as individual personal
choices. Each person is motivated differently and will therefore
act on his or her environment in ways that are unique. But
these unique acts are always carried out within a cultural and
social milieu and cannot be completely separated from that
context.
(H. D. Brown. Principles of language learning and teaching.
5th edition ed. Longman, 2000. Adaptado)

49. De acordo com o texto,

(A) é inadequada e excessivamente simplista a visão es-


truturalista de motivação.

(B) das três visões apresentadas, é apenas a cognitivista


que relaciona motivação e decisões dos indivíduos.

(C) o sucesso ou o fracasso de tarefas complexas sem-


pre dependerá da motivação do indivíduo.

(D) na visão construtivista de motivação, contexto social


e escolhas pessoais assumem papel de relevância.

(E) são a recompensa e o reforço positivo os principais


elementos propulsores da motivação pessoal.

50. Considere o excerto a seguir.

“2. In cognitive terms, motivation places much more


emphasis on the individual’s decisions, ‘the choices people
make as to what experiences or goals they will approach or
avoid, and the degree of effort they will exert in that respect’.”

Assinale a alternativa que contém um exemplo de falso


cognato.

(A) emphasis – ênfase.

(B) degree – degrau.

(C) experiences – experiências.

(D) effort – esforços.

(E) respect – respeito.

13 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã
REDAÇÃO

Texto 1

O Chile está prestes a se tornar o mais recente país a tributar os serviços de empresas como Airbnb, Spotify e Netflix na
tentativa de se adaptar ao mundo em constante mudança das plataformas digitais on-line. A proposta apresentada para cobrar
um imposto de 10% tem por objetivo equilibrar a disputa entre os serviços on-line e as empresas mais tradicionais, como
hotéis, lojas de música e televisão a cabo.
União Europeia, Austrália, Índia, Argentina e Colômbia tomaram medidas para conseguir sua parcela no crescente bolo do
comércio eletrônico e dos serviços digitais nos últimos anos. Diferentes estratégias foram adotadas pelas autoridades desses
países na tentativa de encontrar o método mais eficiente de tributar esses setores.
(“Chile pretende cobrar impostos de Netflix, Airbnb e Spotify”. https://oglobo.globo.com, 28.08.2018. Adaptado)

Texto 2

No Brasil, empresas donas de aplicativos de aluguel por temporada, como o Airbnb, têm mais alguma coisa em comum
com as de aplicativos de transporte privado, como o Uber. Além de se enquadrarem na chamada economia compartilhada,
agora elas também passam a responder a uma ofensiva – puxada pelas empresas mais tradicionais do setor hoteleiro – que
exige sua regulamentação.
Isso porque vigora, desde janeiro de 2018, uma regulamentação municipal na cidade turística de Caldas Novas, em Goiás,
que cobra impostos de “anfitriões” – como o Airbnb chama os usuários que colocam seus quartos ou imóveis à disposição para
aluguel por temporada –, e o cumprimento de regras antes exigidos apenas em hotéis e pousadas.
A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), por meio do seu presidente Alfredo Lopes, afirmou que a pressão
feita pela entidade por uma regulamentação do Airbnb é pelo “tratamento tributário igualitário”. “Os hotéis têm uma série de
exigências que os anfitriões não têm, como cumprir a legislação de proteção ao consumidor e pagar o ISS, além de pagarem
água e IPTU mais caros por serem unidades comerciais”, afirmou.
(Murilo Roncolato. “O que diz a primeira regulação brasileira para apps como Airbnb”. www.nexojornal.com.br, 24.01.2018. Adaptado)

Texto 3

O projeto de regulamentação do transporte individual de passageiros por meio de aplicativos, como Uber e 99Pop, foi
aprovado na Câmara Municipal de Fortaleza com 30 votos favoráveis e apenas um contra. O texto estabelece normas para
o funcionamento do serviço na capital, entre elas a fixação de 2% de tributação sobre cada viagem e a restrição de idade
máxima de cinco anos dos veículos.
A principal empresa em funcionamento em Fortaleza diz que essas duas medidas devem encarecer o serviço. A assesso-
ria de comunicação da empresa prevê impacto no valor da corrida em decorrência da tributação, mas informou que o aplicativo
ainda vai avaliar em quanto. “A cidade desperdiça a chance de usar a tecnologia para o bem das pessoas que mais precisam
e vai ceifar oportunidades de geração de renda”, disse em nota.
(Rômulo Costa. “Uber admite serviço mais caro, após regulamentação ser aprovada pela Câmara”. www.opovo.com.br, 16.05.2018. Adaptado)

Considerando que serviços como Airbnb, Netflix, Spotify, Uber, 99Pop e similares se enquadram na categoria de serviços
on-line, escreva uma dissertação, com base nos textos apresentados e em seus próprios conhecimentos, empregando a
norma-padrão da língua portuguesa, sobre o tema:

Uso de serviços on-line:


entre a necessidade de tributação e os prejuízos para o usuário

PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã 14
redação
Em hipótese alguma será considerado o texto escrito neste espaço.

H O
U N
S C
R A

NÃO ASSINE ESTA FOLHA


15 PMRI1801/007-PEB-III-Inglês-Manhã