Vous êtes sur la page 1sur 16

Provão 2013

Teologia Sistemática
1. De acordo com Calvino, em que sentido Cristo recebeu a punição do inferno?
a) Uma vez que ele precisava pagar integralmente a nossa dívida diante de Deus, a qual
inclui a morte nos três sentidos (física, espiritual e eterna), ele precisou descer em espírito
ao Hades.
b) Jesus recebeu a punição do inferno quando foi e pregou aos espíritos em prisão, os
quais, segundo 1 Pedro 3.18-20, haviam sido infiéis nos dias de Noé.
c) Cristo não precisou receber a punição do inferno, pois foi suficiente que ele
experimentasse a morte física e a espiritual.
d) Cristo recebeu a punição do inferno quando morreu sobre a cruz, sofrendo assim os
tormentos do inferno através da maldição que carregou sobre si.
e) Cristo não recebeu a punição do inferno, pois a frase do Credo Apostólico que diz
“desceu ao Hades” é incorreta.

2. Qual frase abaixo está correta em relação ao fato de Deus ser justo ao justificar o
pecador?
a) Deus condenou Cristo para não deixar de ser justo ao justificar o pecador.
b) Ao condenar Cristo, Deus sacrificou seu amor, mas valorizou sua justiça.
c) Ao pagar o resgate a Satanás, Cristo justificou os pecadores.
d) Ao pagar o resgate a Satanás, Cristo manteve a justiça e o amor de Deus intocados.
e) O resultado é que não sobram motivos para o homem se orgulhar da salvação, pois
embora a fé seja uma obra humana, a glória pertence apenas a Deus.

3. O que é compreendido como o modus operandi da providência de Deus?


a) Governo Providencial.
b) Preservação.
c) Retribuição.
d) Justiça Governativa.
e) Concursus.

4. Quanto à visibilidade e invisibilidade qual afirmação é incorreta?


a) A concepção reformada afirma que a igreja invisível torna-se visível, não pelo governo de
bispos e cardeais, nem na chefia do papa, mas pela administração da Palavra e dos
sacramentos.
b) A Igreja Católica Apostólica Romana não admite que aquilo que se pode denominar
“igreja invisível” preceda logicamente à visível.
c) A igreja invisível é a igreja como Deus e o homem a vê, uma igreja que só contêm
crentes, ao passo que a igreja visível é a igreja como o homem a vê, composta dos que
professam a Jesus Cristo, juntamente com seus filhos e, portanto, julgados como sendo a
comunidade dos santos.
d) Lutero, em sua reação contra a ideia católica romana do domínio da igreja sobre o
Estado, foi ao outro extremo e virtualmente sujeitou a igreja ao Estado em tudo, menos na
pregação da Palavra.
e) A igreja católica ou universal, que é invisível, consta do número total dos eleitos que já
foram, dos que agora são e dos que ainda serão reunidos em um só corpo sob Cristo, sua
cabeça; ela é a esposa, o corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todas as coisas.

5. A doutrina reformada que trata da disseminação do pecado na raça humana é conhecida


como:
a) Doutrina da imputação imediata.
b) Doutrina da eleição incondicional.
c) Teoria do resgate.
d) Morte espiritual.
e) Queda de Adão.
6. Marque a única alternativa correta sobre o significado de “criados à imagem de Deus”.
a) Significa que homem e mulher se identificam com Deus mediante a parte física.
b) Significa que homem e mulher foram criados unicamente com a parte espiritual.
c) É uma criação que está profundamente identificada com a essência divina, ou seja,
homem e mulher são da mesma essência de Deus.
d) Tem o significado impresso no homem, de que ele é inteiramente livre, podendo
determinar todas as coisas, obedecendo às leis de sua racionalidade.
e) É uma criação que tem relação com a racionalidade, a retidão e a santidade, submetidas
à obediência ao Criador.

7. Acerca da certeza da salvação, é correto dizer que:


a) É distinta da salvação em si, não pertencendo à essência da fé, de forma que crentes
verdadeiros podem ter dificuldades em ter esta certeza.
b) É impossível ter certeza da salvação, não importa a situação.
c) É possível ter certeza espiritual, mas não certeza intelectual; ninguém pode ter a
arrogância de dizer que é salvo.
d) A certeza da salvação vem exclusivamente por evidências externas.
e) É a mesma coisa que a salvação.

8. Quanto à Cristologia, assinale a alternativa correta.


a) A humanidade e a divindade eram indispensáveis para a eficácia da obra salvadora. A
primeira, porque somente um homem poderia representar outro homem; e a segunda
porque somente Deus poderia sofrer toda a pena e sofrimento de maneira intensa e eficaz.
b) A Communicatio idiomatum significa que as duas naturezas de Jesus se misturaram
formando uma natureza única e mais perfeita, para representar o pecador.
c) No estado de humilhação de Cristo a sua natureza humana foi a que sofreu todas as
humilhações, pois a natureza divina não pode ser humilhada.
d) Na sua ascensão, Jesus foi recebido no céu em Espírito, pois no céu não existe
possibilidade de haver corpo físico.
e) A expiação vicária de Cristo pelos pecadores eleitos é repetida todas as vezes que
alguém crê nele.

9. Quanto aos atributos divinos, assinale a alternativa errada.


a) O conhecimento de Deus não é perfeito somente em sua natureza, mas também em sua
abrangência.
b) Quanto à independência divina, dizemos que Deus é autoexistente, ou seja não depende
de ninguém nem de nada para ser quem é, e ainda faz com que tudo dependa dele.
c) A infinidade de Deus é a perfeição de Deus pela qual ele é isento de toda e qualquer
limitação.
d) A vontade de Deus pode ser mudada pelas orações dos santos.
e) Deus em sua sabedoria faz com que todas as coisas cooperem para o bem daqueles que
amam a ele.

10. Marque a opção que contém somente sistemas que negam o controle divino:
a) Materialismo, Panteísmo, Cristianismo.
b) Panteísmo, Deísmo, Cristianismo.
c) Materialismo, Panteísmo, Deísmo.
d) Materialismo, Panteísmo, Deísmo, Protestantismo.
e) Materialismo, Panteísmo, Protestantismo.

11. Especificamente, quanto à origem da alma, o que ensina o Traducionismo?


a) Ensina que a alma do homem é gerada no momento do parto.
b) Ensina que a alma e o espírito do homem são duas coisas distintas.
c) Ensina que a alma e o espírito do homem são a mesma coisa.
d) Ensina que a alma do homem procede dos pais e que, portanto, a humanidade é uma
raça ou espécie tanto em relação à alma, como em relação ao corpo.
e) Ensina que a alma e o espírito do homem procedem de Deus e que, ao nascer, a criança
ativa a ligação que há entre ele mesmo e Deus.

12. A infinitude de Deus em relação ao tempo e ao espaço é chamada, respectivamente, de:


a) Soberania e imensidade
b) Eternidade e onipotência
c) Eternidade e imensidade
d) Imutabilidade e eternidade
e) Existência e soberania

13. Qual seita definiu a Trindade como sendo Deus-Pai se manifestando de modos
diferentes?
a) Nestorianismo
b) Arianismo
c) Sabelianismo
d) Apolinarismo
e) Monofisismo

14. Quanto à ordem de derivação lógica na Trindade ontológica, é correto afirmar que:
a) O Espírito é eternamente gerado do Pai, e ambos conjuntamente geraram o Filho.
b) O Pai gerou o Filho e o Filho gerou o Espírito Santo.
c) O Filho é eternamente gerado pelo Pai, e o Espírito procede do Pai e do Filho desde a
eternidade.
d) Em ordem lógica de grandeza o Pai é maior que o Filho, e o Filho é maior que Espirito
Santo.
e) Não há nenhuma ordem de derivação lógica na Trindade, havendo apenas uma
correlação fraterna entre as três pessoas da Trindade.

15. O Princípio Regulador do Culto estabelece que:


a) No culto pode ser usado tudo o que a Escritura não proíbe.
b) Apenas os elementos que estão prescritos na Escritura devem ser usados no culto.
c) Os elementos usados no culto são da livre escolha do pastor.
d) Os elementos a serem usados no culto dependem unicamente das decisões do SC.
e) Os elementos do culto são escolhidos de acordo com a cultura dos adoradores.

16. Quanto à Ceia, indique a correlação correta:


a) Lutero, transubstanciação
b) Zuínglio, consubstanciação
c) Catolicismo, consubstanciação
d) Calvino, presença real
e) Zuínglio, presença real.

17. O pacto das obras foi firmado entre Deus e Adão. Sobre esse pacto é incorreto afirmar:
a) Que tinha como condição para Adão a obediência perfeita.
b) Que previa como punição a morte eterna.
c) Que tinha como promessa implícita a vida eterna.
d) Que, ao não ser cumprido por Adão, tanto Adão como seus descendentes não teriam
mais qualquer condição de cumpri-lo.
e) Que Adão não era o representante federal de toda a raça humana.

18. Segundo a fé reformada e bíblica, qual a ordem lógica entre fé, regeneração e
justificação?
a) Primeiro é a fé, segundo é a regeneração e terceiro é a justificação.
b) Primeiro é a regeneração, segundo é a fé e terceiro é a justificação.
c) Primeiro é a justificação, segundo é a regeneração e terceiro é a fé.
d) Primeiro é a regeneração, segundo é a justificação e terceiro é a fé.
e) Primeiro é a fé, segundo é a justificação e terceiro é a regeneração.
19. Sobre o Espírito Santo é correto afirmar que:
a) É a segunda pessoa da Trindade.
b) É um poder que emana do Pai e do Filho.
c) Ele procede apenas do Pai.
d) Sua principal função soteriológica é regenerar o ser humano.
e) Seus principais símbolos são: fogo, água, pomba e nuvem.

20. Marque a alternativa correta quanto ao Supralapsarianismo.


a) Coloca o decreto da eleição depois do decreto que permitiu a queda.
b) Coloca o decreto da eleição antes do decreto que permitiu a queda.
c) Não reconhece que Deus age por meio de decreto.
d) Compreende que o decreto de Deus não inclui a eleição dos homens.
e) Ensina que somente os protestantes foram incluídos no decreto da eleição.

Teologia Pastoral

1. Jay Adams se tornou um personagem importante para a história do aconselhamento no


século 20 em virtude de sua atuação, das suas publicações, e, principalmente, por suas
ideias. Se você pudesse classificar, em uma só palavra, o sistema que ele desenvolveu,
qual destas palavras você usaria?
a) Integracionista
b) Interacionista
c) Comportamentista
d) Biblicista
e) Psicologizado

2. Assinale abaixo a frase incorreta:


a) Todo sermão deve ter um tema, e o tema do sermão expositivo deve ser o tema da
passagem da Escritura sobre a qual se baseia.
b) Um sermão bem preparado é a corporificação, o desenvolvimento, a declaração plena de
um pensamento relevante.
c) Nenhum sermão está realmente pronto para ser pregado até que possamos expressar a
sua ideia em uma frase curta e clara.
d) A ideia homilética consiste de uma apresentação contemporânea da ideia exegética e,
por essa razão, não poderá nunca ser idêntica a ela em sua redação.
e) A explicação, a comprovação e a aplicação podem ser empregadas no desenvolvimento
do sermão.

3. Os dois pressupostos teológicos básicos para o aconselhamento bíblico são:


a) Hamartologia e a Teologia do Pacto.
b) Antropologia e Eclesiologia.
c) Teologia do Culto e Sacramentos
d) Inspiração e Suficiência das Escrituras
e) Pneumatologia e Ontologia

4. Segundo Alderi Souza de Matos, “a escola dominical é uma das instituições mais úteis,
benéficas e duradouras da história do protestantismo. Ela se insere no contexto mais amplo
da educação religiosa, ou educação cristã, que sempre tem sido uma preocupação da
Igreja, desde os tempos apostólicos”. A escola dominical teve, em 1780, como seu principal
fundador:
a) Robert Kalley.
b) Ulrico Zuínglio.
c) Ashbel Simonton.
d) Robert Raikes.
e) Erasmo de Roterdã.
5. Qual é a melhor definição para sermão expositivo?
a) É aquele cujas divisões principais derivam do tema, independentemente do texto.
b) É aquele que provém diretamente da passagem e o esboço, ou estrutura, consiste de
uma série de ideias progressivas, que giram em torno de uma ideia principal.
c) É aquele cujas divisões são estruturadas a partir de toda a Palavra de Deus, usando
textos do AT e NT.
d) É aquele em que as divisões principais são derivadas de um texto, constituído de uma
breve porção da Bíblia, e cada uma dessas divisões sugere uma linha de divisões.
e) É aquele em que as divisões são tiradas diretamente do tema.

6. Podemos afirmar que o Aconselhamento Integracionista:


a) Sustenta que a Bíblia é suficiente para o tratamento da alma.
b) Surgiu dentro das igrejas como resposta ao liberalismo teológico.
c) Sustenta que as necessidades humanas são as causas dos problemas psicológicos.
d) Reflete o domínio da teologia conservadora sobre a psicologia.
e) Rejeita a participação da psicologia no aconselhamento cristão.

7. Quais as duas formas de chamado de um vocacionado?


a) Chamado interno e externo.
b) Chamado público e privado.
c) Chamado individual e coletivo.
d) Chamado natural e sobrenatural.
e) Chamado verbal e espiritual.

8. Sobre o estudo da Homilética, é correto afirmar que os tipos clássicos de sermões são:
a) Temático, textual e expositivo.
b) Textual e expositivo.
c) Expositivo-textual.
d) Indutivo, pedagógico e temático.
e) Evangelístico, dogmático e apologético.

9. O que se entende por Poimênica?


a) a arte da pregação
b) a arte de ensinar
c) a arte de pastorear
d) a arte da fazer teologia
e) a arte da aconselhar

10. No texto: “No estilo de uma lideranca , o líder n o se importa em saber o que
seus liderados pensam. penas os trata como subordinados”, a palavra que completa a
lacuna de forma correta é:
a utocr tica.
b) Liberal (laissez-faire).
c Democr tica participativa.
d) Insegura.
e) Natural.

11. Como um pastor deve encarar e auxiliar pessoas envolvidas com o homossexualismo?
a) Por ser um tema polêmico e passivo de processo judicial, é mais prudente não envolver-
se e ignorar a situação.
b) Recomendar a pessoa que se afaste da igreja, até que mude de atitude e posicionamento
sobre o assunto.
c) Ser tolerante às inevitáveis mudanças e transformações sociais peculiares ao tempo pós-
moderno.
d) Encarar o homossexualismo como um pecado a ser abandonado e estimular a
reestruturação da sexualidade por uma orientação bíblica.
e) Ignorar a presença da pessoa com este pecado até que ela perceba sua inconveniente
presença e se afaste naturalmente.

12. Ao pregar em um funeral, qual deve ser a ênfase da mensagem do pregador?


a) Consolar a família dando provas da salvação da pessoa que morreu.
b) Consolar a família e evangelizar as pessoas presentes.
c) Estimular a intercessão pela alma daquele que partiu.
d) Abordar um tema alheio à questão da morte para amenizar a dor dos ouvintes.
e) Elogiar as qualidades daquele que morreu e não mencionar seus defeitos.

13. Qual é o tipo de líder cristão ideal?


a) O que é articulado, imprevisível e surpreendente em suas decisões.
b) O que é independente, coercivo e manipulador.
c) O que é passivo e protela as decisões para evitar problemas.
d) O que compartilha a liderança e treina novos líderes.
e) O que inova buscando melhores resultados e melhores lucros.

14. Qual método homilético foi mais usado e defendido pelos puritanos?
a) Sermão temático.
b) Homilia.
c) Sermão expositivo.
d) Sermão textual.
e) Sermão biográfico.

15. Sobre a vocação pastoral, qual dos requisitos abaixo não é prescrito nas Sagradas
Escrituras?
a) Irrepreensibilidade
b) Sobriedade
c) Fidelidade conjugal
d) Modéstia
e) Criatividade

16. Calvino entendia que “a verdade, porém, só é preservada no mundo através do


ministério da Igreja. Daí, que peso de responsabilidade repousa sobre os pastores, a quem
se tem confiado o encargo de um tesouro t o inestim vel!”. Calvino esta falando do que?
a) Da oração.
b) Da santificação.
c) Da pregação fiel da Palavra.
d) Da comunhão dos santos.
e) Da responsabilidade social da igreja.

17. Qual é o principal objetivo da visitação pastoral?


a) Suplementar o trabalho pastoral feito por meio do púlpito.
b) Promover amizades.
c) Promover o conhecimento bíblico.
d) Promover a igreja.
e) Promover o trabalho pastoral.

18. “N o é a engenhosidade de nossos métodos, nem as técnicas de nosso ministério, nem


a perspicácia de nossos sermões que trazem poder ao nosso testemunho. É a obediência a
um Deus santo e a obediência ao seu justo padrão em nosso viver diário.” – John F.
MacArthur Jr. O autor está afirmando que:
a) A homilética em si mesma é irrelevante.
b) As técnicas aplicadas à pregação não influem no resultado do sermão.
c) O importante não é se preparar para pregar, mas orar.
d) O pregador precisa estar atento ao que o Espírito Santo diz à Igreja por meio da Palavra,
a fim de praticar os seus ensinamentos.
e) O resultado da pregação não depende do preparo do sermão.

19. Sobre a liderança, considerando a perspectiva bíblico-reformada, analise as alternativas


abaixo e assinale a única verdadeira.
a) O exercício da liderança não pressupõe qualificações técnicas, mas apenas espirituais.
b) O exercício da liderança requer experiência pastoral, sem a qual o líder não será bem
sucedido em sua tarefa.
c) Para o exercício da liderança não é necessário saber confeccionar um planejamento,
visto que um líder, necessariamente, não precisa planejar.
d) Um líder necessita, dentre outras qualidades, saber preparar novos líderes.
e) Sabedoria para lidar com conflitos é característica dispensável para um líder.

20. Sobre a Poimênica, a única assertiva verdadeira é:


a) Ao pastor cabe apascentar o rebanho de Deus, ensinando-lhe todo o desígnio do Senhor.
b) O pastor não deve se ocupar com a defesa do rebanho.
c) O pastor deve visitar ao rebanho somente em ocasiões críticas.
d) O pastor não deve se envolver com o aconselhamento do rebanho.
e) O pastor deve priorizar a sua côngrua, sem a qual, sob nenhuma hipótese, fará o seu
trabalho.

Teologia Exegética

1. Qual dessas metodologias deu origem ao estudo de gêneros literários?


a) Crítica da fonte.
b) Crítica da forma.
c) Crítica da redação.
d) Histórico-crítico.
e) Resposta do leitor.

2. Segundo Geehardus Vos, quais os pontos fundamentais da revelação?


a) Aliança, bênção e maldições.
b) Criação, encarnação e consumação.
c) Criação, queda e redenção.
d) Fé, esperança e amor.
e) Lei, profetas e salmos.

3. Excetuando os padrões Qal e Nifal, o particípio dos verbos hebraicos é formado pelo
acréscimo de qual consoante?
a) hê
b) mem
c) nun
d) pê
e) vav

4. Quais as três principais províncias de Israel nos dias de Jesus:


a) Judá, Edom e Galiléia.
b) Samaria, Galiléia e Moabe.
c) Judá, Samaria e Galiléia.
d) Galiléia, Fenícia e Amom.
e) Judá, Samaria e Faixa de Gaza.

5. O livro de Ezequiel foi questionado por causa:


a) De contradições internas.
b) Da ausência do nome de Deus.
c) De seu materialismo.
d) De seu ensino antimosaico.
e) De sua sensualidade.

6. qual gênero de paralelismo pertence este versículo? “O temor do SENHOR é o princípio


do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino” (Pv 1.7 .
a) Sinonímico
b) Sintético
c) Climático
d) Antitético
e) Estético

7. “Procura enfatizar o estudo do Antigo Testamento e comunicar a mensagem conforme sua


forma final, como recebida”. Esta definiç o refere-se a qual dos métodos críticos de
interpretação bíblica?
a) Critica retórica.
b) Critica das fontes.
c) Critica canônica.
d) Critica da forma.
e) Critica literária.

8. Qual destes livros é apócrifo?


a) Lamentações
b) Eclesiastes
c) Sofonias
d) Baruque
e) Amós

9. Do ponto de vista exegético, o livro de Atos dos Apóstolos deve ser interpretado tendo
como pressuposto:
a) Um livro que conta uma história criada e/ou adaptada pelas primeiras comunidades
cristãs.
b) Um livro exclusivamente teológico, sem nenhuma contribuição histórica crível.
c) Um livro essencialmente histórico, sem nenhuma contribuição teológica relevante.
d) Um livro que narra história real dos fatos ao mesmo tempo em que apresenta a teologia
cristã.
e) Um livro que esteve sob sérias suspeitas desde o 2º século da era cristã.

10. O texto hebraico de que dispomos atualmente é também chamado:


a) Texto Ugarítico-Sumeriano.
b) Texto Indo-Europeu.
c) Texto Massorético.
d) Texto Consonantal.
e) Texto Sacerdotal.

11. Qual das alternativas abaixo est relacionada às “funções sint ticas expressas pelas
conjunções subordinativas”:
a) Formais
b) Coletivas
c) Causais
d) Preparativas
e) Seletivas

12. Marque a alternativa correta: A disposição gramatical e a diagramação são dois


métodos...
a) Ineficazes de exibir visualmente a análise estrutural.
b) Eficazes de exibir visualmente a análise estrutural.
c) Ineficazes de exibir visualmente a gramática da língua original.
d) Eficazes de exibir visualmente a gramática da língua original.
e) Eficazes de exibir visualmente os problemas dos livros apócrifos.

13. Marque a alternativa correta quanto à “interpretaç o de Epístolas”:


a) Percebe-se que não são formais.
b) Percebe-se que são formais e não devem ser lidas teologicamente.
c) Como exceção, as Epístolas não devem ser interpretadas dentro do contexto teológico
total da Bíblia.
d) Percebe-se que são formais, devem ser lidas historicamente e como um todo.
e) Percebe-se que são informais, devem ser lidas historicamente e como um todo.

14. Em que período a disciplina da Teologia Bíblica teve seu início, de fato?
a) Século 15.
b) Século 16.
c) Século 19.
d) Século 20.
e) Século 18.

15. Qual sentença abaixo não faz parte da avaliação manuscritológica de linha crítica?
a) A leitura mais breve deve ser escolhida.
b) A leitura mais difícil, que não seja fruto de equívocos acidentais, deve ser preferida.
c) Deve-se sempre escolher os Manuscritos Bizantinos.
d) Os manuscritos mais antigos devem ser preferidos.
e) A leitura que explica a origem das demais deve ser preferida.

16. Qual corrente teológica afirma uma separação radical entre o Antigo e o Novo
Testamento?
a) Teologia da Promessa.
b) Teologia da Aliança.
c) Teologia Dispensacional.
d) Teologia da Santidade.
e) Teologia do Reino.

17. Para a delimitação de uma perícope devemos priorizar:


a) As divisões propostas pelas traduções formais da Bíblia.
b) As divisões propostas pelas traduções da Bíblia que apresentam o texto em parágrafo.
c) Os indícios que o autor bíblico utilizou para destacar o início e o fim da perícope.
d) A comparação do Textus Receptus com o texto crítico da American Bible Society.
e) A mensagem que desejamos anunciar ao povo de Deus.

18. Qual achado arqueológico possibilitou a decifração do idioma babilônico cuneiforme?


a) Pedra Moabita
b) Rochedo de Behistun
c) Pedra de Roseta
d) Prisma de Senaqueribe
e) Cilindro de Ciro

19. Quais são as três categorias básicas de salmos?


a) Hino, oração e sabedoria.
b) Canção de confiança, oração e sabedoria.
c) Hino, lamento e ação de graças.
d) Lamento, ação de graças e canção de realeza divina.
e) Salmo real, lamentação e didático.
20. O termo “parousia” refere-se a qual evento relacionado a Cristo?
a) Ressurreição
b) Encarnação
c) Assunção
d) Segunda Vinda
e) Nascimento

História da Igreja

1. Considerando a História da Igreja no Brasil, assinale a alternativa correta:


a) Os dois primeiros missionários presbiterianos a chegarem ao Brasil, em 1869,
representantes da Igreja Presbiteriana do Sul dos Estados Unidos, foram George Nash
Morton e Alexandre L. Blackford.
b) Daniel Berg e James C. Fletcher consolidaram o trabalho metodista no Brasil.
c) A primeira igreja pentecostal surgida no Brasil foi a Assembleia de Deus.
d) William B. Bagby e Luigi Francescon estabeleceram o trabalho anglicano no Brasil.
e) O Rev. Alexandre L. Blackford e o Rev. José Manoel da Conceição foram os principais
responsáveis pelo estabelecimento do presbiterianismo em São Paulo.

2. O reformador Ulrico Zwínglio desenvolveu sua reforma na cidade Suíça de:


a) Basileia.
b) Zurique.
c) Genebra.
d) Estrasburgo.
e) Berna.

3. O fortalecimento da causa Puritana ocorreu na Inglaterra no reinado de:


a) Henrique VIII.
b) Eduardo VI.
c) Maria Tudor.
d) Henrique VII.
e) Isabel I.

4. Um movimento regenerador da Igreja Latina teve lugar no século X, a partir do mosteiro


de Cluny, situado na França. O partido de Cluny tinha um programa do qual constava:
a) Imposição do celibato clerical, combate à simonia e à falta de disciplina moral do clero.
b) Luta contra as indulgências e a secularização do clero.
c) Disciplina moral do clero, por meio do uso compulsório da regra de São Bento.
d) Acabar com a ingerência do Estado nos assuntos exclusivos da Igreja.
e) Castidade clerical, superioridade da igreja sobre o Estado (sol e lua), guerra contra as
indulgências.

5. Teólogo e pastor suíço que rejeitou a ênfase liberal sobre a imanência de Deus na
natureza, insistiu na transcendência divina e compreendia que a teologia não era uma
experiência religiosa, mas uma dependência da palavra revelada de Deus.
a) John Stott.
b) Karl Barth.
c) Jonathan Edwards.
d) C.S. Lewis.
e) D. Martyn Lloyd-Jones.

6. Opção de vida pelo isolamento físico do mundo, normalmente acompanhada da


realização de votos de castidade e pobreza.
a) Puritanismo
b) Pietismo
c) Montanismo
d) Monasticismo
e) Congregacionalismo

7. Qual desses teólogos não fez parte do movimento escolástico?


a) Anselmo de Cantuária.
b) Alberto Magno.
c) Pedro Abelardo.
d) Bernardo de Claraval.
e) Gregório de Nissa.

8. Qual grupo ficou conhecido como “Fiéis Soldados do Papa”?


a) Agostinianos
b) Oratorianos
c) Jesuítas
d) Franciscanos
e) Beneditinos

9. A importância do humanista Erasmo de Roterdã para a efetivação da Reforma


demonstra-se em alguma de suas ações. Por exemplo:
a) Tradução da Bíblia para o alemão e livros de crítica à igreja da época.
b) Produção de livros teológicos defendendo o Anglicanismo e direção um grande convento.
c) Edição de um Novo Testamento grego e produção de obras de crítica à sociedade e à
igreja.
d) Tradução do Novo Testamento para a língua flamenga.
e) Convencimento de João Calvino a permanecer em Genebra e direção da Academia
naquela cidade.

10. Quanto à igreja antiga, assinale a resposta incorreta:


a “Hexapla” foi a grande obra exegética de Orígenes de lexandria.
b “teoria da recapitulaç o” acha-se diretamente relacionada ao pensamento de Irineu de
Lião.
c) Tertuliano de Cartago abandonou o Cristianismo e se tornou montanista, no inicio do
século III.
d O argumento da “sucess o apostólica” reivindicava a autoridade dos quatro primeiros
concílios ecumênicos contra o gnosticismo, o marcionismo e outras tendências heréticas.
e) Agostinho de Hipona é o autor da famosa frase “Fizeste-nos para ti, Senhor, e inquieto
est o nosso coraç o, enquanto n o repousa em ti”.

Filosofia

1. Assinale qual desses filósofos é representante do Racionalismo Moderno:


a) René Descartes
b) Michel Foucault
c) Nicolau Maquiavel
d) Agostinho
e) Epicuro

2. “Assim, tomou o homem como obra de natureza indefinida e, colocando-o no meio do


mundo, falou-lhe deste modo: ‘Ó Adão, não te demos nenhum lugar determinado, nenhum
aspecto que te seja próprio, nem tarefa alguma específica, a fim de que obtenhas e possuas
aquele lugar, aquele aspecto, aquela tarefa que tu seguramente desejares, tudo segundo o
teu parecer e a tua decisão. A natureza bem definida dos outros seres é refreada por leis
por nós prescritas. Tu, pelo contrário, não constrangido por nenhuma limitação, determiná-
la-ás para ti, segundo o teu arbítrio, a cujo poder te entreguei. Coloquei-te no meio do
mundo para que daí possas olhar melhor tudo o que há no mundo. Não te fizemos celeste
nem terreno, nem mortal nem imortal, a fim de que tu, árbitro e soberano artífice de ti
mesmo, te plasmasses e te informasses, na forma que tivesses seguramente escolhido.
Poderás degenerar até aos seres que são as bestas, poderás regenerar-te até às realidades
superiores que são divinas, por decisão do teu ânimo’.” Giovanni Pico della Mirandola (1463-
1496), filósofo renascentista, escreveu o Discurso sobre a dignidade humana, de onde foi
extraída essa citação, que é tida como um dos principais fundamentos do antropocentrismo
moderno. Nela se afirma que a dignidade humana é dependente, sobretudo, do exercício :
a) da liberdade.
b) da submissão a Deus.
c) do poder de dominação da natureza.
d) do potencial científico humano.
e) da razão.

3. Criador do método da maiêutica e da ironia no processo do filosofar:


a) Immanuel Kant
b) Platão
c) Sócrates
d) Hegel
e) Epicuro

4. Assinale qual destes filósofos é representante do Escolasticismo Medieval:


a) Santo Agostinho.
b) Platão.
c) Boécio.
d) Tomás de Aquino.
e) Francesco Petrarca.

5. Um dos notáveis pensadores modernos que marcou a ruptura com o racionalismo foi
Kierkegaard. Seu pensamento é marcado densamente pelo subjetivismo e pela tratativa
analítica dos mais profundos sentimentos humanos. A problemática central levantada por
esse pensador consiste na irracionalidade de nossa experiência do real. Para ele, é
necess rio darmos um “salto no escuro”, ato que consiste na fé. Essa discuss o elaborada,
fazendo recorrência à história de Abraão, ao sacrificar seu filho Isaque, é apresentada em
uma de suas principais obras, chamada:
a) Migalhas Filosóficas (1844).
b) O Conceito de Angústia (1844).
c) O conceito de ironia constantemente referido a Sócrates (1841).
d) Ou isso/ou aquilo (1843).
e) Temor e tremor (1843).

6. São preocupações básicas da lógica formal:


a) O estudo da dialética moderna.
b) A ideia e termo, juízo e proposições, raciocínio e argumento.
c) A lei da não contradição.
d) A razão suficiente e o terceiro excluído.
e) Operação do pensamento e das ideias.

7. Segundo o pensamento de Plat o, qual é o significado objetivo de “Mundo das Ideias”?


a) Mundo sensível.
b) Mundo inteligível.
c) Mundo real.
d) Mundo abstrato.
e) Mundo por vir.

8. O método cartesiano pressupõe que na busca da verdade deverá se seguir:


a) As regras da evidência e argumentação.
b) As regras da síntese e da demonstração.
c) As regras da síntese e enumeração.
d) As regras da análise da analogia.
e) As regras da analogia e evidência.

9. Agostinho, Bispo de Hipona, é um dos pensadores cristãos que tem o respeito e


consideração dos intelectuais não cristãos. Uma de suas obras consiste na defesa que faz
dos cristãos da acusação de serem os culpados pela queda de Roma. Essa obra é
considerada uma “Filosofia crist da história”. citada obra é:
a) Confissões.
b) De Magistro.
c) Cidade de Deus.
d) Da Vida Feliz.
e) Contra Acadêmicos.

10. Analise as assertivas abaixo e assinale a única errada:


a) A filosofia nasceu na Grécia com os filósofos pré-socráticos procurando encontrar o
princípio do universo e com os sofistas praticando a retórica.
b) Sócrates, Platão e Aristóteles são os pensadores clássicos dos séculos V e IV a. C., os
quais constituíram a filosofia como metafísica, fornecendo os alicerces de toda a tradição
filosófica ocidental.
c) Os romanos entraram em cena e a filosofia grega se expôs a um mundo cosmopolita e se
envolveu com o Cristianismo, a partir do período patrístico.
d) Na Idade Média, por meio da escolástica, a filosofia grega foi utilizada pela igreja como
base da pedagogia civilizadora dos povos bárbaros.
e) A filosofia renascentista rejeitou a proposta de retorno à cultura grega, valorizou as
contribuições da Idade Média e retardou o surgimento da Era Moderna.

Língua Portuguesa

1. frase sublinhada: “ torcida incentivava os jogadores; esses, no entanto, não


conseguiram vencer”. Expressa a ideia de:
a) Conclusão
b) Oposição
c) Adição
d) Explicação
e) Alternância

2. Marque a opção cuja grafia está correta.


a) Ela está malvestida
b) Nunca vi pessoas tão mal educadas.
c) Este edifício foi mal-projetado.
d) Meu vizinho sempre foi um mal caráter.
e) O professor costuma estar de mal-humor.

3. Há uma oração em que a mesóclise está incorreta. Assinale-a.


a) Louvar-te-ei, Senhor, de todo o meu coração.
b) Dar-te-ei os tesouros escondidos.
c) Obedecer-lhe-ei à Palavra.
d) Dize-me com quem andas e dizer-te-ei quem és.
e) Pedi e dar-se-vos-á.

4. Considerando sua estrutura, a palavra im/plant/a/mos/ apresenta os seguintes elementos


mórficos (morfemas):
a) prefixo + radical + tema + vogal temática + desinência número-pessoal.
b) prefixo + radical + tema + desinência número-pessoal.
c) prefixo + radical + desinência número-pessoal + desinência modo-temporal.
d) prefixo + radical + tema + desinência modo- -temporal.
e) prefixo + radical + vogal temática + desinência número-pessoal.

5. “Ent o falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei
da terra do Egito, da casa da servidão. N o ter s outros deuses diante de mim” (Êx 20.1).
Assinale a opção incorreta.
a “Deus” é o sujeito da primeira oraç o.
b “todas estas palavras” é objeto direto do verbo “falou”.
c “Falou” é verbo transitivo direto.
d) O primeiro predicado do versículo é nominal.
e O verbo “ter s” é classificado como imperativo em relaç o ao modo verbal.

6. O sujeito é simples e determinado em:


a) Há somente um candidato ao novo cargo, doutor?
b) Vive-se bem ao ar livre.
c) Na reunião de alunos, só havia pais.
d) Que calor, filho!
e) Viam-se eleitores indecisos durante a pesquisa.

7. Assinale a frase que não está em voz passiva:


a) O atleta foi estrondosamente aclamado.
b) Que exercício tão fácil de resolver.
c) Fizeram-se apenas os reparos mais urgentes.
d) Escolheu-se, infelizmente, o homem errado.
e) Entreolharam-se agressivamente os dois competidores.

8. A alternativa em que o plural dos nomes compostos está empregado corretamente é:


a) pé de moleques, beija-flores, obras-primas, navios-escolas.
b) pés de moleques, beija-flores, obras-primas, navios-escolas.
c) pés de moleque, beija-flores, obras-primas, navios-escola.
d) pé de moleques, beija-flores, obras-primas, navios-escola.
e) pés de moleques, beija-flores, obras-prima, navios-escolas.

9. Leia o seguinte recorte, retirado do livro: Mar sem fim, de Amyr Klink:

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou
TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia
plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para conhecer o calor. E o
oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem
precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o
mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz
professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir
ver.”

Os pronomes podem retomar palavras ou expressões antecedentes. Assinale a alternativa


que corresponde à express o que o pronome grifado retoma na frase: “que nos faz
professores e doutores do que n o vimos”:
a “para lugares”.
b “o mundo”.
c “um homem”.
d “essa arrogância”.
e “como o imaginamos”.

10. Em Lucas 8.35, lemos: “Ent o, saiu o povo para ver o que se passara, e foram ter com
Jesus”. ssinale a opç o correta. Temos aí:
a) Eco.
b) Silepse de número.
c) Anáfora.
d) Silepse de pessoa.
e) Pleonasmo.

Constituição e Ordem da IPB


1. Formar-se-á um Presbitério com, no mínimo:
a) Três ministros e três igrejas.
b) Cinco ministros e cinco igrejas.
c) Quatro ministros e quatro igrejas.
d) Seis ministros e seis igrejas.
e) Oito ministros e oito igrejas.

2. De acordo com o Modelo de Estatutos para uma Igreja Local, o estatuto de uma igreja
deve ter a seguinte redaç o: “ rt. 1º - A Igreja Presbiteriana de ...............................................
é uma sociedade religiosa constituída de crentes em Nosso Senhor Jesus Cristo, com sede
em...” tribuir outro nome à Igreja, diferente do que preceitua o Modelo aprovado pelo
Supremo Concílio, sob o argumento de “nome fantasia”...
a É correto, pois “nome fantasia” é instrumento próprio de nossas leis.
b) É correto, pois o Modelo de Estatutos é simplesmente um modelo sujeito a quaisquer
alterações.
c É incorreto, pois “nome fantasia” é expediente comercial e n o encontra correspondência
nas leis da IPB.
d) É incorreto, pois o procedimento correto seria, antes de atribuir o nome, consultar o
Presbitério sobre a mudança.
e) É correto, pois as igrejas estão livres para agirem como bem entenderem.

3. Uma das exigências para que uma congregação organize-se em igreja:


a) Estabilidade quanto ao número de crentes professos.
b) Possuir conta bancária.
c) Ter estrutura física suficiente para o funcionamento de uma escola bíblica.
d) Ter a possibilidade de eleger mais de 5 presbíteros.
e) Ter um prédio para funcionamento no centro da cidade.

4. Uma comissão especial é nomeada pelo Supremo Concílio da IPB para pacificar questão
pendente em determinado Sínodo. Em sua composição estão três pastores e dois
presbíteros. Ao participarem da Reunião Extraordinária do Sínodo, os membros da
comissão especial serão classificados como membros:
a) Efetivos
b) Visitantes
c) Correspondentes
d) Ex officio.
e) Comissionários

5. O pastor emérito, embora não tenha participação na administração da igreja, continua


tendo o direito de votar nos concílios superiores ao Conselho. Esta é uma afirmação:
a) Que diz respeito ao ministro jubilado e não ao pastor emérito.
b) Absolutamente incorreta.
c) Que se aplica tanto ao pastor emérito quanto ao jubilado.
d) Que diz respeito a uma atribuição exclusiva dos Conselhos.
e) Absolutamente correta.

6. Quem supervisiona as atividades dos ministros?


a) O Conselho da Igreja.
b) O Presbitério.
c) O Sínodo.
d) O vice-presidente do Conselho.
e) O presidente da UPH.

7. Marque a afirmativa correta:


a) A igreja pode convidar o ministro que julgar conveniente para pastoreá-la,
independentemente do posicionamento do Presbitério ao qual está jurisdicionada.
b) Recebido o convite pelo licenciado para pregar em outro campo que não o seu, poderá
atendê-lo sem maiores desdobramentos.
c) O candidato ao Sagrado Ministério, bem como o licenciado candidato à ordenação,
poderão ser dispensados do exame relativo à experiência religiosa.
d) Quanto ao Recurso Administrativo, este poderá ser impetrado no prazo de 90 dias e
poderá ter efeito suspensivo.
e) O Presbítero tem nos concílios da igreja autoridade igual a dos ministros.

8. Assinale o item que não está correto em relação aos concílios da IPB:
a) Os concílios da IPB são: Conselho da Igreja, Presbitério, Sínodo e Supremo Concílio.
b) Os concílios guardam entre si gradação de governo e disciplina.
c) Cada concílio exerce jurisdição original e exclusiva sobre todas as matérias da sua
competência.
d) O Presbitério exerce jurisdição sobre os ministros e Conselhos de determinada região; o
Sínodo, sobre três ou mais Presbitérios; o Supremo Concílio sobre os Sínodos.
e) Os concílios inferiores estão sujeitos à autoridade, inspeção e disciplina dos superiores.

9. As três primeiras espécies legislativas, integrantes do Manual Presbiteriano, tratam


ordenadamente dos seguintes temas:
a) Governo, culto e disciplina.
b) Disciplina, governo e culto.
c) Governo, disciplina e culto.
d) Disciplina, culto e governo.
e) Culto, governo e disciplina.

10. Não é função do Conselho:


a) Admitir e demitir membros da igreja.
b) Estabelecer e orientar a Junta Diaconal.
c) Eleger representante ao Presbitério.
d) Encaminhar a escolha e eleição de pastores.
e) Disciplinar candidatos ao ministério.