Vous êtes sur la page 1sur 6

www.cers.com.

br 1
ESPELHO DE CORREÇÃO

PEÇA PROCESSUAL

GABARITO:

Quesito avaliado Justificativa da Subitens do quesito Ponto do


resposta correta subitem
Endereçamento Art. 5º, da Lei Exmo. Sr. Dr. Juiz de Direito da ...Vara da 0,40
4.717/65 Fazenda Pública da Comarca ...
Legitimidade ativa/ Art. 319, do CPC e Qualificação do autor: Mauro Jr. (Também é 0,20
Qualificação do autor art. 1º, § 3º, da Lei preciso mencionar que o autor possui título de
4.717/65 eleitor)
Legitimidade passiva Arts. 1º e 6º, da Lei Evandro, Governador do Estado da Fé 0,10
4.717/65
Legitimidade passiva Arts. 1º e 6º, da Lei Estado da Fé 0,10
4.717/65
Legitimidade passiva Arts. 1º e 6º, da Lei Lanches LTDA. 0,10
4.717/65
Legitimidade passiva Arts. 1º e 6º, da Lei Rápido Já LTDA. 0,10
4.717/65
Identificação da peça Art. 5°, LXXIII da Ação Popular 0,25
CRFB/88
Identificação da peça Lei 4.717/65 Ação Popular 0,25

Fundamento Art. 5º, LXXIII, da Cabimento da ação 0,20


CRFB/88
Fundamento Art. 37, caput, da Princípio da legalidade 0,20
CRFB/88
Fundamento Art. 37, caput, da Princípio da moralidade 0,20
CRFB/88
Fundamento Art. 37, caput, da Princípio da impessoalidade 0,20
CRFB/88
Fundamento Art. 37, XXI, da Burla ao procedimento licitatório 0,30
CRFB/88
Fundamento Art. 2º, “b”, da Lei Vício de forma 0,20
4717/65
Fundamento Art. 2º, “c”, da Lei Ilegalidade do objeto 0,20
4717/65
Tutela de urgência Art. 5°, § 4°, da Lei Concessão de medida cautelar/liminar 0,25
4.717/65
Tutela de urgência Art. 300, do CPC Fumus boni iuris/periculum in mora OU pro- 0,25
babilidade do direito e o perigo de dano ou o
risco ao resultado útil do processo.
Pedido Art. 5°, § 4°, da Lei Concessão de medida cautelar/liminar para 0,10
4.717/65 suspender os contratos
Pedido Procedência do pedido para invalidar os con- 0,10
tratos celebrados pelo Governador do Estado
e a condenação dos responsáveis ao ressar-
cimento dos danos causados
Pedido Art. 7º, I, “a”, da Lei Citação dos Réus 0,10
4.717/65
Pedido Art. 7º, I, “a”, da Lei Intimação do Representante do Ministério 0,10
4.717/65 Público
Pedido Art. 12, da Lei Condenação dos Réus em custas e em hono- 0,10
4.717/65 rários advocatícios

www.cers.com.br 2
Pedido Art. 319, VI, do CPC Produção de todos os meios de provas em 0,10
direito admitidas
Pedido Art. 320 do CPC Juntada de documentos 0,10
Pedido Art. 319, VII, do CPC Em cumprimento ao art. 319, VII do CPC, o 0,30
autor opta pela realização da audiência de
conciliação ou mediação
Valor da causa Art. 319, V, do CPC Dois bilhões de reais 0,25

Finalização da peça Data, nome do advogado, OAB


0,25

 Não há necessidade de indicação dos artigos dos pedidos para fins de pontuação.

QUESTÃO 1:

GABARITO:

Quesito Subitens do quesito Ponto do Justificativa da resposta correta


avaliado subitem
1. A São basicamente duas as dife- 0,35 Trata-se de diferenciação abordada pela
renças entre a lei complementar doutrina e também pelos arts. 47 e 69, da
e a lei ordinária: (i) enquanto a CRFB/88.
primeira demanda um quorum
de aprovação de maioria abso-
luta (0,20), a segunda pode ser
aprovada por maioria simples
(presente à sessão a maioria
absoluta dos membros da casa
legislativa) (0,15);
1.A (ii) há determinadas matérias 0,30 Trata-se de diferenciação abordada pela
que só podem ser reguladas por doutrina.
meio de lei complementar (0,15)
e estas matérias estão definidas
expressamente no texto consti-
tucional (0,15).
1.B Não existe hierarquia entre lei 0,30 Trata-se de entendimento doutrinário e
complementar e lei ordinária, jurisprudencial.
uma vez que esta não decorre
daquela. Ambas decorrem da
Constituição (0,15). Este é o
entendimento da maioria dos
doutrinadores e do próprio STF
(0,15).
1.C Sim, na hipótese de uma lei 0,30 Trata-se de entendimento doutrinário.
complementar que disponha
sobre matéria para a qual a
Constituição não exige maioria
absoluta (típica de lei comple-
mentar) poderá ser modificada
por lei ordinária (0,15). Seria a
hipótese de uma lei complemen-
tar com status de lei ordinária
(0,15).

www.cers.com.br 3
QUESTÃO 2:

GABARITO:

Quesito Subitens do quesito Ponto do Justificativa da resposta correta


avaliado subitem
1. A Sim, pois de acordo com a juris- 0,65 Jurisprudência do STF.
prudência do STF é legítima a
quebra de sigilo fiscal (0,10),
bancário(0,10) e telefônico
(0,10) por CPI, mesmo que es-
tadual, desde que façam de
modo fundamentado (0,25), pois
gozam dos poderes próprios
das autoridades judiciais, de
acordo com o art. 58, § 3º da
CRFB/88 (0,10).
1.B Não, tendo em vista que seria 0,60 Jurisprudência do STF.
uma violação ao próprio pacto
federativo.

QUESTÃO 3:

GABARITO:

Quesito Subitens do quesito Ponto do Justificativa da resposta correta


avaliado subitem
1. A Não. Os atos de improbidade 0,35 De acordo com o art. 15, V c/c art. 37, §
administrativa importarão a sus- 4º da CRFB/88.
pensão (e não perda) dos direi-
tos políticos, na forma do art.
37, § 4º da CRFB/88 (0,20),
sendo indispensável a existên-
cia de sentença judicial transita-
da em julgado reconhecendo a
ocorrência de tais atos (0,15).
1.A Sim, pois além da suspensão 0,30 De acordo com art. 37, § 4º da CRFB/88.
dos direitos políticos, também
haverá a perda da função públi-
ca (0,10), a indisponibilidade
dos bens (0,10) e o ressarci-
mento ao erário, na forma do
art. 37, § 4º da CRFB/88 (0,10).
1.B Trata-se de hipótese de perda 0,30 De acordo com o art. 15, I, c/c art. 12, §
dos direitos políticos (0,15), em 4º, I da CRFB/88.
razão da prática de atividade
nociva ao interesse nacional
(0,15).
1.B Nesse caso, a decretação de 0,30 De acordo com o art. 109, X da CRFB/88.
perda é feita pela Justiça Fede-
ral.

www.cers.com.br 4
QUESTÃO 4:

GABARITO:

Quesito Subitens do quesito Ponto do Justificativa da resposta correta


avaliado subitem
1. A Conforme orientação do STF, a 0,65 De acordo com a jurisprudência do STF.
população diretamente interes-
sada deve ser entendida como a
população tanto da área des-
membrada do Estado-membro
como a da área remanescente
(ADI 2650).
1.B Na forma do art. 3º, da Lei 0,60 Art. 3º, da Lei 9709/98.
9709/98: nas questões de rele- Art. 49, XV, da CRFB/88.
vância nacional, de competência
do Poder Legislativo ou do Po-
der Executivo, e no caso do §
3o do art. 18 da Constituição
Federal, o plebiscito e o refe-
rendo são convocados mediante
decreto legislativo (0,30), por
proposta de um terço, no míni-
mo, dos membros que com-
põem qualquer das Casas do
Congresso Nacional, de con-
formidade com esta Lei (0,30).

www.cers.com.br 5
www.cers.com.br 6