Vous êtes sur la page 1sur 38

Cancioneiro

© 2010, Coro Senhor dos Aflitos


Missa

Sib Mib Sib Dóm

Sib Dóm Sib Mib Sib

Dóm Sib Dóm Sib

Solm Sib Rém

Solm Sib Rém

Sib Solm Sib Solm


Glória
Refrão (a 4 vozes) Música: Ferreira dos Santos

  
Re La Re Sol La Re La
  
Mim

            

    
Gló - ria_a Deus na ter - ra e nos Céus! Gló - ria,

          
   
 
 
6 Sol Re Mim La7 Re

         
Gló - ria, paz na ter ra.
    
-

  
   
      

  
10 Sol Fa#m La Sol Sim La7 Re

       

   
A - men. A - men.

          
   

:: www.coro.lousada.net | coro@lousada.net ::

© 2010, Coro Senhor dos Aflitos


Completo
Glória Música: Ferreira dos Santos

  CoroRe La Sim Re

            
Celebrante ou Solista

  
Gló - ria_a Deus nas al - tu - ras! E paz na ter - ra aos ho - mens


7 La7 Re La Re Sol Mi La

           
Assembleia e Coro

    
por E - le_a-ma - dos. Gló - ria_a Deus na ter - ra e nos Céus!

  
14 Re La Sol Re Mim La7 Re Re Mim

      
Grupo de Solistas
   
Gló - ria, gló - ria, paz na ter - ra! 1) Se - nhor Deus, Rei dos

 
22 Sol Re La7 Re La7 Re

            
 
céus, Deus Pai to - do po - de - ro - so. Nós Vos lou - va - mos,


29 La7 Re La7 Re

             
nós Vos ben - di - ze - mos, nós Vos a - do - ra - mos,


33 Mim Sim Re Sol

                 
nós Vos glo - ri - fi - ca - mos. Nós Vos da - mos gra - ças por


37 Re La7 Re Re

      
     
Grupo de Solistas
Refrão
Vos - sa_i - men - sa gló - ria. 2) Se nhor Je - sus Cris - to,

  
43 La7 Re Mi La

             
Fi - lho U - ni - gé - ni - to, Se - nhor Deus, Cor -dei - ro de Deus,

:: www.coro.lousada.net | coro@lousada.net ::

© 2010, Coro Senhor dos Aflitos


Glória (continuação)
2
   
49 Sim Re La7 Sim Re Mi Sim

             
Fi - lho de Deus Pai. Vós que ti - rais o pe - ca - do do mun - do,

  
55 La Re La7 Re Sim Mi

              
ten - de pie - da - de de nós. Vós que ti - rais o pe - ca - do do


61 Sim Mi Sim Re Mi Sim

                 
mun - do, a - co - lhei a nos - sa sú - pli - ca; Vós que es - tais à di -

   
66 Re La Re La7 Re Re

    
Grupo de Solistas
     Refrão 
rei - ta do Pai, ten - de pie - da - de de nós. 3) Só

 
73 Sim Sol Mi La

      
       

Vós sois o San - to, Só Vós sois o Se nhor, só Vós o al -

       
79 Sol Re Mi Sim Re Sol

         
Todos
  
tís - si - mo, Je - sus Cris - to. Com o Es - pí - ri - to San -


Re Sol Re

85

      
 Refrão
to, na gló - ria de Deus Pai.
Versão para 2 vozes

Assembleia
89 Sol Fa#m La Sol Sim La7 Re

 
e Coro
     
 
A - men, A - - - men!

:: www.coro.lousada.net | coro@lousada.net ::

© 2010, Coro Senhor dos Aflitos


Salmo Responsorial
O Senhor exaltou os humildes
Sol Ré Dó Ré

Ré7 Sol

Sol Ré Mim

Lám Mim Ré

Sol Ré Sol

Mim Ré Sol
Aclamação do Evangelho
Santo José Paulo Abreu
Rem Sol Do Fa Rem Solm La

                 
San - to, san - to, san - to, Se - nhor Deus do U - ni - ver - so;
Introdução
9 Re Solm Do Fa Rem Solm La Rem

                    
chei - os es - tão o céu e a ter - ra; da Tu - a gló - ria hos - sa - na.
17 Re Solm Do Fa Si¨ La7

           

Hos - sa - na, hos - sa - na, hos - sa - na



        

    
 
Hos - sa - na,hos - sa - - na,

              
 
Hos - sa - na, hos - sa - na, hos - sa - na,
La Rem La Rem

23 1. 2.

   

  

no céu. no céu. Ben -


    

   

no céu. no céu. Ben -

    
  
  
no céu. no céu. Ben -


28 Rem Solm Do Fa Rem Solm La Rem

                     
di - to_o quevem em no - me do Se nhor. Hos - sa - na nos céus, hos - sa - na!

© 2009, Coro Senhor dos Aflitos



Ré Mim7 Ré Sol Ré

Lá Ré Fá#m Sol
Sim Mi

Mi7 Mim7 Ré
Mim Fá#m Mim Sol Lá
Ré Sim Fá#m Sim Fá#m

Sim Fá#m Sim Mim

Sim Fá#m Ré Sol Ré Lá

(2,5t) (2,5t)

(3,5t) (2,5t)
(2,5t) (2,5t)

(3,5t) (2,5t)

(2,5t) (2,5t)

(2,5t) (2,5t)

(2,5t) (2,5t)

(2,5t) (2,5t)
Benção das Crianças
Hino dos Pastorinhos
Lá Lá7 Ré Sol Lá7
# 2 j j j œ j j j
œœ œ œ œj
q»72
S
C & # 4 œ
J
œ œœ œœ œ œ œ
J J J J œ œ
J J
REFRÃO
j j aj - le - gresj aj
Can - te - mos
j j
u - ma só
œœ œœ œœ œœ œ œ œ œ
œ œœ œœ
? ## 2 J ˙ J J
T
B 4 J J
Can - te - mos a - le - - Ré - - gres a
## Sim , j Ré j j Mim j œj rall. Lá7 Ré
& œœ .. œœ œœ œœ œœ œœ œœ œ œœ œœ ˙
J J J J J
voz: Franj - cis - co_ej Jaj -
j j
cin - ta, ro - gai por nós!
œœ . j
œ œ œ œ œ
œœ œœ œœ œ . }œ œ ˙}˙˙
? ## J Jœ œ . , J
œ
J J œ
u - ma só voz: Ja - cin - ta, ro - gai por nós!
Fá#m Lá Sim Mim SimURé
# # 2‡3 Um pouco mais lento
Estrofes
& j j j j
4 œj œj œ œ œ œ œ œ œj œj œ œ œj œ œœ œœ j j j ,

J J Jœ Jœ Jœ Jœ J J Jœ Jœ Jœ Jœ
j j j j j j j j j j j j U
1. Sal-ve, sal-ve, pas-to - ri-nhos,nosso_en-can-to e_a-le - gri-a.

? # # 2‡3 œœ œœ œ œ œ œ œ œ Jœ œJœ Jœœ Jœœ Jœœ Jœœ œœ œœ ,


4 J J œ œ œ œ œ œ
J J J J
Fá#m
## Láj j j j Sim j j j j Fá#m
rall. Dó#

& œj œœj œœ œœ œœ œœ œœ œ œj œj œœ œœ ## œœ œœ œ œ .
J J J J J J J J J J J J
j j
Sal-ve,
j j j j œ œ œj - diœj - lec-tos
sal - ve, pas- to - ri-nhos,pre
œ
j j dej Maj - ri - a.
œ œ œ œ œ ..
? # # œœ œœ œ œ œ œ
œ œ œ œ œ œ œ œ œ œ œ œ œ œ
J J J J J J J J J J J J
(continuação)
Fa

Solm
Sib

Fa Do7
Fa
Tarde de
Espiritualidade

© 2010, Coro Senhor dos Aflitos


“Te Deum”

Lám Sol7

Dó Lám

Sol7 Lám Mim Dó

Dó Fá Mim

Dó Lám Sol7

Dó Mim Fá Dó

Fá Sol7

Sol

Ré Ré7
“Te Deum” (Pág.2)
Sol Dó Sol

Ré Sol

Dó Lám

Sol7 Dó Sol7 Dó

Fá Dó Lám Sol7

Sol

Ré Ré7 Sol

Dó Sol

Ré Sol
“Te Deum” (Pág.3)
Dó Lám

Sol7 Dó Sol7

Dó Fá

Dó Sol7 Dó

Fá Sol7

Sol

Ré Ré7

Sol Dó Sol

Ré Sol
Introdução
“Oh Francisco! Oh Jacinta! Pastorinhos da Senhora”
Música e Letra: Leonor Leitão Cadete

Fátima, 13 de Maio de 2000

A B C
Oh Francisco! Oh Jacinta! Vossa pena era ver, Vossas vidas of’recestes,
Pastorinhos da Senhora! O Jesus tão ofendido, Pelos pobres pecadores,
Orientastes vossas vidas Vós não quisestes pecar, Tanto vos mortificastes,
Para consolar Jesus!... Nem que os outros pecassem. Par nos poder salvar.

REFRÃO:

Foi Nossa Senhora, quem os levou


Eles estão no céu, pela sua mão,
Eles estão no Céu a consolar muito,
Nosso Senhor e Nossa Senhora.

D E F
Oh Francisco Pastorinho, Oh Jacinta Pastorinha, Vós soubestes sofrer muito,
Consolador de Jesus, Do Coração de Maria, Por causa das nossas faltas
Tu lhe falas com amor Tu quiseste obedecer-Lhe Aceitastes vossa cruz
E o queres consolar!... E soubeste consolá-Lo. Porque quisestes salvar-nos.

G H I
Estas crianças heróicas, Nós queremos repará-las, Eles vão interceder,
São modelo para nós, Pedir perdão a Jesus… Pelos pobres pecadores,
Suas vidas sofredoras Não queremos ofendê-Lo, Tanto se sacrificaram,
Por causa das nossas culpas. Nem à Mãe do Céu. Estas crianças heróicas.
nossa
J K L
Demos Graças ao Senhor, Ele disse ser do Céu Oração e Penitência,
Pelas suas maravilhas, E ser o Anjo da Paz, Que pediu aos Pastorinhos,
Veio um Anjo a Portugal, O Anjo de Portugal Aceitaram sofrer muito,
Dar Seu Corpo e Seu Sangue. Que lhes pediu Oração. Até morreram por nós.

M N O
Oh Francisco! Oh Jacinta! Vós dissestes Sim a Deus, E a Lúcia cá ficou,
Pastorinhos da Senhora, E também à Mãe do Céu, A pedido da Senhora,
Vossas vidas exemplares Tão pequenos e tão grandes, Até fazer conhecer,
Comoveram todo o Mundo. Sois os Bem-Aventurados. O Coração de Maria.
Beatos Pastorinhos.
P Q R
Santo Padre é nosso Pai, Ele veio a Portugal, E voltou a Portugal,
É o nosso Pai da Terra! Visitar a Virgem Santa, E em Fátima rezou,
É o Vigário de Cristo, Veio dizer-lhe “tottus Tuo”, E ao Mundo anunciou:
É o Caminho da Paz. À Senhora do Rosário. “Os Beatos Pastorinhos!!!”
Solistas Convidados pelo Grupo da Imaculada:

Ana Barata – Mezzo Soprano


Marcos Santos – Tenor

Coordenação e Direcção Geral dos Coros:

Domingos Moreira

© 2010