Vous êtes sur la page 1sur 52
sr019 L66sconso Presidéncia da Republica Casa Civil Subchefia para Assuntos Jui LEIN° 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Texto compilado Mensagem develo Regulamenta oat. 37, incso XXI, da Constiigdo Federal Te ee ee institui normas para licitagbes e contratos da Administragao f Publica e da outras providéncias. (Vide Dacrato n® 7.174, de 2010) (Vide Medida Proviséria n® 544, de 2011) ‘(Wide Lel n° 12,598, de 2012) © PRESIDENTE DA REPUBLICA Faco saber que 0 Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Capitulo | DAS DISPOSIGOES GERAIS Secdo! Dos Princfpios Att 12 Esta Lel estabelece normas gerais sobre lictagSes e contratos administrativos pertinentes a obras, servicos, inclusive de publicidade, compras, alienagdes e locagées no Ambito dos Poderes da Unido, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municipios. Paragrafo Unico. Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos drgaos da administracao direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundagdes piblicas, as empresas piblicas, as sociedades de economia mista e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela Unido, Estados, Distrito Federal e Municipios. Art. 22 As obras, servigos, inclusive de publicidade, compras, alienagdes, concessdes, permissées e locagoes da ‘Administragéo Publica, quando contratadas com terceiros, seréo necessariamente precedidas de licitagao, ressalvadas as hipéteses previstas nesta Lei. Paragrafo tinico. Para os fins desta Lei, considera-se contrato todo e qualquer ajuste entre érgios ou entidades da ‘Administragao Publica e particulares, em que haja um acordo de vontades para a formagao de vinculo e a estipulagao de ‘obrigagées reciprocas, seja qual for a denominagao utilizada. Art 32 A licitago destina-se a garantir a observancia do principio constitucional da isonomia, a selegdo da proposta mais vantajosa para a administragao e a promogéo do desenvolvimento nacional sustentavel e sera processada e julgada ‘om estrita conformidade com os principios basicos da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da igualdado, da publicidade, da probidade administratva, da vinculagao ao instrumento convocatério, do julgamento objetivo e dos que ihes 80 corretatos. (Bedagao dada pola Lei n® 12.349, de 2010) (Regulamento) (Begulamento) (Regulamento) § 12 E vedado aos agentes piblicos: hitpthwww planalte govbrecvi_OSILEISIL86BScons him 1152 sr019 L66sconso | admit, prever, inclu ou tolerar, nos atos de convocagao, cldusulas ou condi¢ses que comprometam, restrinjam ou frustrem o seu caréter competitive, inclusive nos casos de sociedades cooperativas, © estabelegam preferéncias ou distingdes em razao da naturalidade, da sede ou domicilo dos lcitantes ou de qualquer outra circunstancia impertinente ou ielevante para 0 especifico objeto do contrato, ressalvado o disposto nos §§ 52 a 12 deste artigo © no art. 3° da Lel n® 8.248, de 23 de outubro de 1991, (Redario dada pela Lein® 12.349, de 2010) Il = estabelecer tratamento diferenciado de natureza comercial, legal, trabalhista, previdenciéria ou qualquer outra, entre empresas brasileiras © estrangeiras, inclusive no que se refere a moeda, modalidade e local de pagamentos, mesmo quando envolvidos financiamentos de agéncias interacionais, ressalvado 0 disposto no pardgrafo seguinte © no art, 22 da Lei n® 8.248, de 23 de outubro de 1991 '§ 22 Em igualdade de condig6es, como critério de desempate, sera assegurada preferéncia, sucessivamente, aos bens e servigos: | produsides-ou-prestadee perempresae-breciekeede-capiel nacional (Revogado peta L 2010) n? 12.349, de II produzidos no Pais; IIL - produzidos ou prestados por empresas brasileiras. IV = produzidos ou prestados por empresas que invistam em pesquisa e no desenvolvimento de tecnologia no Pais. ((ncluido pela Lei n® 11.196, de 2005) \V - produzidos ou prestados por empresas que comprovem cumprimento de reserva de cargos prevista em lei para pessoa com deficiéncia ou para reabilitado da Previdéncia Social e que atendam as regras de acessibilidade previstas na legislagao. (Incluido pela Lei n® 13.146, de 2015) (Vigéncia) § 32 A licitagao nao serd sigilosa, sendo publicos e acessiveis ao piblico os atos de seu procedimento, salvo quanto a0 contetido das propostas, até a respectiva abertura, § 4° (Vetado). (Incluido pela Lei n® 8,883, de 1994) § 52. Nos processos de licitagéo, podera ser estabelecida margem de preferéncia para’ (Redacao dada pela Lein® 13.146, de 2015) (Vigéncia) 1+ produtos manufaturados e para servigos nacionais que atendam a normas técnicas brasleras; e (Incluido pela Lei n? 13.146, de 2015) (Vigéncia) II- bens @ servigos produzidos ou prestados por empresas que comprovem cumprimento de reserva de cargos prevista ‘em lei para pessoa com deficiéncia ou para reabilitado da Previdéncia Social e que atendam as regras de acessibilidade previstas na legislagao. (Uncluido pela Lei n® 13,148, de 2015) (Vigncia) hitpthwww planalte govbrecvi_OS/LEISIL86B6cons him is sr019 L66sconso § 62 A margem de preferéncia de que trata 0 § 52 serd estabelecida com base em estudos revistos periodicamente, ‘em prazo nao superior a 6 (cinco) anos, que levem em consideracao: (Inoluido pela Lei n? 12.349, de 2010) (Vide Decreto n® 7.548, de 2011) (Vide Decreto n® 7.709, de 2012) (Vide Decreto n® 7.713, de 2012) (Vide Decreto n° 7.756, de 2012) | - geragao de emprego e renda; (lncluido pela Lei n® 12.349, de 2010) Il- efeito na arrecadagao de tributos federais, estaduais e municipais; (netuic Lei n® 12,349, de 2010) IIL - desenvolvimento e inovagao tecnolégica realizados no Pais; (lInoluido pela Lei n? 12.349, de 2010) IV-- custo adicional dos produtos e servigas; (Uncluido pele Lei n® 12.349, de 2010) V-- 0m suas revisdes, andlise retrospectiva de resultados, (lIncluido pela Lei n® 12,349, de 2010) § 72 Para os produtos manufaturados e servigos nacionais resultantes de desenvolvimento ¢ inovago tecnolégica realizados no Pais, podera ser estabelecido margem de preferéncia adicional aquela prevista no § 5°. (lncluido pela Lel n® 12,349, de 2010) (Vide Decreto n® 7.546, de 2011) § 82 As margens de preferéncia por produto, servigo, grupo de produtos ou grupo de servigos, a que se referem os §§ 52 e 72, serdo definidas pelo Poder Executivo federal, ndo podendo a soma delas ultrapassar o montante de 25% (vinte e cinco por cento) sobre 0 prego dos produtos manufaturados e servigos estrangeiros, {(Incluido pela Lei n® 12.349, de 2010) (Vide Decreto n® 7.546, de 2011) de-2040) § 92 As disposigdes contidas nos §§ 5° e 72 deste artigo nao se aplicam aos bens e aos servicos cuja capacidade de produgdo ou prestacao no Pais seja inferior: (ncluido pela Lein® 12.349, de 2010) (Vide Decreto n? 7.546, de 2011) ‘A quantidade a ser adquirida ou contratada; ou (Incluido pela Lei n® 12.349, de 2010) Il --a0 quantitativo fixado com fundamento no § 72 do art, 23 desta Lei, quando for 0 caso. {(Inctuido pela Loin? 12,349, de 2010) Medica Provinéria-n& 405 de 2040) § 10. Amargem de preferéncia a que se refere o § 5° poderd ser estendida, tolal ou parcialmente, aos bens e servicos originarios dos Estados Partes do Mercado Comum do Sul - Mercosul (Incluido pela Lei n? 12.349, de 2010) (Vide Decroto n? 7.546, de 2011) hip new planalte govbriecvi_ OSILEISILBEBScons him aise