Vous êtes sur la page 1sur 1

Tratando-se do estudo dos anjos, a bíblia mostra que cada anjo tem um papel (as vezes não muito

claro) e uma hierarquia (também não definida). Entretanto, um anjo parece muito especial pelo fato
de hora ele se distinguir do Pai, e hora se identificar com ELE. Algo muito semelhante aparece no
novo testamento, com a pessoa de Jesus.

Em teologia define um termo especial para manifestações de Deus de forma sensível (visível ou
audível): TEOFANIA.
E decididamente o Anjo do Senhor, como é acertadamente traduzido, é indiscutivelmente uma
Teofania. Dentre muitos, gostaria de compartilhar esses dois fatos:

Teofania na Sarça Ardente (Êxodo 3:2-6)

No verso 2, o relato de Moisés é de que o Anjo do Senhor lhe apareceu no meio de uma sarça. Já o
verso 4 diz que o próprio Senhor bradou a Moisés do meio da sarça. No verso 6 o Anjo do Senhor
se identifica “Eu sou o Deus de teu pai...”. Claramente é uma teofania pela personificação de Deus
no Anjo.

Teofania na adoração (Juízes 13:1-22)

O caso de Manoá foi interessante, pois ao querer saber o nome do Anjo do Senhor que apareceu
para ele, e no verso 18 o anjo se identificou com o mesmo nome que Isaías atribuiu ao Messias
vidouro em Is 9:6.
Mas o fato continua, que no desenrolar da história, o Anjo não aceita a adoração de Manoá, visto
que Manoá ainda não sabia quem era o Anjo. A frase do Anjo, no verso 16, foi bem interessante:
_“se você preparar um holocausto, ofereça-o ao Senhor”._
Sendo assim, Manoá preparou o holocausto e ofereceu ao Senhor. Então sucedeu que, no verso 20,
subindo a chama do altar para o céu, o anjo do Senhor subiu na chama do altar.
E, no verso 22, a fala da esposa de Manoá foi o seguinte reconhecimento: "Sem dúvida vamos
morrer! " disse ele à mulher, "pois _vimos a Deus_!” Juízes 13:22

Bom, é inegável que a Teofania é real nesses versos. Entretanto, com o novo testamento podemos ir
bem além, pelas palavras de João, quando nos revela:
_Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou._ Jo
1:18.
Já em Colossenses 1:15, Paulo revela que Jesus é a _imagem visível do Deus invisível_
Esses dois versos nos mostram que toda manifestação visível do Deus invisível é, e sempre foi, a
manifestação do FILHO.

Com isso, eu concluo que o Cristo é a revelação de Deus na encarnação do FILHO. O Anjo do
Senhor é a manifestação do FILHO, antes da humanidade.