Vous êtes sur la page 1sur 1

A Santa Teurgia

Teurgia é o nome que damos aquilo que é chamado de


magia divina. Em outras palavras é o uso do conhecimento
mágico na busca pelo divino.
A Teurgia gira em torno da núpcias místicas da alma com o
Santo Anjo da mesma forma que a mística devocional. A
principal diferença entre elas é que o teurgo dispõem da
técnica mágica, que permite que ele queime algumas etapas
e que estabeleça uma relação não só emocional e espiritual,
mas também intelectual com seu Anjo.

A técnica principal é a oração. Uma oração é basicamente


dharana (concentração) em um determinado grupo de
símbolos e palavras que despertem e inflamem a Aspiração
pelo divino. Essa técnica simples é em si a única capaz de
levar o praticante ao fim da jornada onde o fogo da devoção
arde no silêncio.

A vidência, o desdobramento e a divinação são outros


elementos importantes na teurgia. Por meio delas a mente é
educada a trabalhar entender o universo por meio de
símbolos dinâmicos, capazes de expressar realidades não
intelectuais em termos intelectuais. Algo muito similar a matemática avançada que trabalha
com símbolos que representam conceitos incompreensíveis. A exploração profunda dos
símbolos alem de formar um alfabeto permite a obtenção de conhecimento da mecânica
dos diversos plano.

A invocação e comunhão com as causas segundas, (espíritos, anjos, deuses, demônios,


arcontes, arquétipos, etc) é um recurso não tão importante mas bastante útil. Ele permite
desenvolver, aperfeiçoar e purificar certos aspectos da mente tornando-a mais translúcida
ao chamado do Anjo, em outras palavras, melhor dispor o praticante a oração.

Por fim temos a evocação de anjos e espíritos em geral. Esta técnica apesar de ser a coroa
da magia operativa tem pouco ou nenhum uso dentro da Teurgia. Os resultados as
experiências advindas da sua execução tem valor no trabalho com situações anômalas e
também em operativas logo abster-se delas é uma boa recomendação ao neófito.

Baseado no que foi dito é possível traçar um paralelo de diferenças entre as vias místicas
convencionais e a teurgia. Alem de tudo é importante citar que o risco do teurgo se
extraviar e se perder na esfera da miragem é maior que o dos místicos pois estes podem
negar a interação entre intelecto e intuição em quanto o teurgo deve unir esses dois até
que se tornem um só.

Arcanos Espirituais 24/08/07 20:40 noreply@blogger.com (7Σ)