Vous êtes sur la page 1sur 3

Ficha de Trabalho de Português – 12º ano

Aluno .......................................................................................................................... nº ........ Turma …..


Escola Secundária Dr. José
Afonso …… / ……. / 2014

Oração subordinada substantiva relativa (sem antecedente) é uma oração introduzida por
expressões relativas (como “quem”, “onde”, “quanto”, “o que”) que não tem antecedente e que pode
desempenhar diferentes funções sintáticas na frase subordinante onde está encaixada.

1. Identifique as orações sublinhadas, tendo em conta que algumas são substantivas relativas sem
antecedente , outras subordinadas adjetivas relativas e outras substantivas completivas. Depois,
indique a função sintática da oração sublinhada.
1. O doente precisa de quem o acompanhe à fisioterapia.
______________________________________________________________________________________
2. A rapariga que eu vi teve quinze valores no teste de Português.
______________________________________________________________________________________
3. Ele não parece quem me descreveste.
______________________________________________________________________________________
4. Os alunos que estudam têm bons resultados.
______________________________________________________________________________________
5. Os doentes necessitam de quem os ouça.
______________________________________________________________________________________
6. Conheço quem saiba reparar telemóveis.
______________________________________________________________________________________
7. Estendi a toalha onde havia lugar.
______________________________________________________________________________________
8. Passo férias na praia onde vai o Cristiano Ronaldo.
______________________________________________________________________________________
9. Quem tudo quer tudo perde.
______________________________________________________________________________________
10. Deu autógrafos a quem lhos pediu. __________________________________________________________
11. Durmo bem onde há silêncio. ________________________________________________________________
12. Não conheço quem chegou. _________________________________________________________________
13. Ele é quem não presta. _____________________________________________________________________
.14. O bocado está guardado para quem o merecer. _______________________________________________
15. Escondi o ouro onde tu disseste. _____________________________________________________________
16. Ele ofereceu flores a quem fazia anos. ________________________________________________________
17. Ela não sabe com quem falar. ________________________________________________________________
18. Eles não têm que comer (o que comer) _______________________________________________________
19. Concordo com quem diz a verdade. __________________________________________________________
20.É provável que o homem tenha um A.V.C.________________________________________________________
21. Ele disse que a rapariga era inteligente___________________________________________________
Correção
1. Identifique as orações sublinhadas, tendo em conta que algumas são substantivas relativas sem
antecedente e outras subordinadas adjetivas relativas:
1. O doente precisa de quem o acompanhe à fisioterapia.
Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento Oblíquo)

2. A rapariga que eu vi teve quinze valores no teste de Português.


Adjetiva relativa restritiva. (Modificador do nome)

3. Ele não parece quem me descreveste.


Substantiva relativa sem antecedente. (Predicativo do sujeito)

4. Os alunos que estudam têm bons resultados.


Adjetiva relativa restritiva. (Modificador do nome)

5. Os doentes necessitam de quem os ouça.


Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento Oblíquo)

6. Conheço quem saiba reparar telemóveis.


Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento direto)

7. Estendi a toalha onde havia lugar.


Substantiva relativa sem antecedente. (Modificador do grupo verbal)

8. Passo férias na praia onde vai o C.R..


Adjetiva relativa restritiva (modificador do nome)

9. Quem tudo quer tudo perde.


Substantiva relativa sem antecedente. (Sujeito)

10. Deu autógrafos a quem lhos pediu. Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento
indireto)

11. Durmo bem onde há silêncio. Substantiva relativa sem antecedente. (Modificador do
grupo verbal)

12. Não conheço quem chegou. Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento direto)

13. Ele é quem não presta. Substantiva relativa sem antecedente. (Predicativo do sujeito)
14. O bocado está guardado para quem o merecer. Substantiva relativa sem antecedente.
(Complemento Oblíquo)

15. Escondi o ouro onde tu disseste. Substantiva relativa sem antecedente. (Modificador do
grupo verbal)

16. Ele ofereceu flores a quem fazia anos. Substantiva relativa sem antecedente.
(Complemento indireto)

17. Ela não sabe com quem falar. Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento
direto)

18. Eles não têm que comer (o que comer) Substantiva relativa sem antecedente.
(Complemento direto)

19. Concordo com quem diz a verdade.


Substantiva relativa sem antecedente. (Complemento oblíquo)
20. É provável que o homem tenha um A.V.C.
Substantiva completiva ( Sujeito )

21. Ele disse que a rapariga era inteligente.


Substantiva Completiva (Complemento direto)

Centres d'intérêt liés