Vous êtes sur la page 1sur 3

https://doi.org/10.22256/pubvet.v12n3a60.

1-3

Toxicose por picada de abelhas em cão


Jéssica Maria da Silva Sousa 1

1
Médica Veterinária Autônoma, Teresina, Piauí, Brasil, E-mail: jessicasousa_92@hotmail.com

RESUMO. Acidentes por picadas de abelhas em cães ocorrem com frequência, entretanto,
há poucos casos descritos em literatura. Este relato descreve um caso fatal de um canino,
com sinais de reação tóxica sistêmica decorrente de um acidente por abelhas. Os principais
sinais clínicos foram hemólise e hemoglobinúria. Outros achados incluíram taquicardia e
dispneia bem como a presença dos ferrões no corpo do animal. Apesar da instituição do
tratamento clínico, o animal veio a óbito duas horas após.
Palavras chaves: abelha, anafilaxia, anemia hemolítica, cão, emergência

Toxic infestation by bee sting in dog


ABSTRACT. Accidents due to bee stings in dogs occur frequently, however, there are few
cases described in the literature. This report describes a fatal case of a canine, with signs of
systemic toxic reaction due to a bees accident. The main clinical signs were hemolysis and
hemoglobinuria. Other findings included tachycardia, and dyspnoea as well as the presence
of stings in the animal's body. Despite the institution of clinical treatment, the animal died
two hours later.
Keywords: bee, anaphylaxis, hemolytic anemia, dog, emergency

Intoxicación por picadura de abejas en perro


RESUMEN. Los accidentes por picaduras de abejas en perros ocurren con frecuencia, sin
embargo, hay pocos casos descritos en literatura. Este relato describe un caso fatal de un
canino, con señales de reacción tóxica sistémica derivada de un accidente por abejas. Los
principales signos clínicos fueron hemólisis y hemoglobinuria. Otros hallazgos incluyeron
taquicardia y disnea, así como la presencia de los aguijones en el cuerpo del animal. A
pesar de la institución del tratamiento clínico, el animal llegó a la muerte dos horas después.
Palabras claves: abeja, anafilaxia, anemia hemolítica, perro, emergência

Introdução domésticos podem resultar em reação de


hipersensibilidade (reação alérgica) devido a
Acidentes por picadas de abelhas costumam
picada ou em toxicose por várias picadas (reação
ocorrer com certa frequência em cães (Machado et
tóxica sistêmica (Maraschin, 2015). O número de
al., 2012). Entretanto existem poucos casos
ferroadas e consequentemente a quantidade de
relatados em literatura. Em consequência disso,
veneno inoculado no animal constituem um
muita casos não são diagnosticados corretamente,
importante fator com relação ao prognostico do
ou não há compreensão do nível de
animal. Distúrbios hemolítico tem sido
comprometimento do organismo afetado
incriminados como uma das principais
(Machado et al., 2012, Maraschin, 2015). As
complicações dos acidentes por picadas de
abelhas possuem um órgão inoculador de veneno
abelhas, devido a lesão da membrana eritrocitária
(ferrão) contendo glândulas veneníferas anexas
mediada por alguns componentes do veneno,
(Arruda et al., 2007). Tais acidentes em animais
desencadeando hemólise intravascular (Thrall,

PUBVET v.12, n.3, a60, p.1-3, Mar., 2018


Sousa, J. M. S. 2

2007). A hemoglobinúria pode ser responsável com outro filhote em um terreno quando percebeu
pela necrose tubular aguda. Entretanto, alguns a presença de várias abelhas sobre os mesmos.
estudos relatam que talvez haja uma ação direta de Segundo o proprietário, um dos filhotes veio há
alguns constituintes do veneno sobre as células do óbito em poucos minutos. O animal sobrevivente
epitélio tubular renal (Fighera et al., 2007, deu entrada no hospital veterinário apresentando-
Maraschin, 2015). Os sinais clínicos podem variar se prostrado, com mucosas levemente
de eritema e edema até mesmo a sinais de reação hipocoradas, temperatura corporal de 37,5 0C,
sistêmica, como vômitos, diarreias, dificuldades taquicardia, dispneia e com múltiplos ferrões pelo
respiratórias e choques. Casos de crise hemolítica corpo (Figura 1A). Prontamente foi instituído a
também têm sido descritos (Fighera et al., 2007). oxigenoterapia por ventilação mecânica, fluido de
O diagnóstico pode ser feito pela presença dos Ringer Lactado na taxa de 10 ml/kg/h, morfina
ferrões infiltrados na pele, boca, língua e até (1mg/kg) IM, dexametasona (1 mg/kg) IV,
mesmo no esôfago, estômago e intestino delgado prometazina (0,5 mg/kg) IV e adrenalina (0,01
dos cães afetados, bem como o auxílio de exames mg/kg) IV. Logo em seguida o animal foi
laboratoriais como hemograma, bioquímicos, colocado em um colchão térmico, aquecido as
urinalise e até mesmo por necropsia (Machado et patas com algodão ortopédico e removido os
al., 2012). Não há antídoto contra o veneno da ferrões (Figura 1B). Também foram coletados
abelha, o tratamento é apenas sintomático. A materiais para exames de hemograma cujo VG foi
remoção dos ferrões deve ser feita com um objeto 27, bioquímicos com significância de ureia (60,1)
plano e fino, evitando o aperto dos mesmos a fim e creatinina (1,7) e urinalise, contudo, este não foi
de evitar liberação maior de veneno, o que pode possível obter um resultado fidedigno por
agravar ainda mais o caso (Fragata & Santos, apresentar-se bastante hemolisado (Figura 2). O
2008). animal veio a óbito após 2 horas.
Em casos de toxicose sistêmica e anafilaxia o
Resultados e Discussão
uso de corticoide e anti-histamínico é
preconizado. Quando se fizer necessário, a Lesões provocadas por abelhas costumam
oxigenioterapia e a manutenção da pressão arterial ocorrer com certa frequência em cães; porém
devem ser empregadas. A reação pode variar de existem poucos casos reportados na literatura
acordo com a quantidade de ferrões, uma vez que científica. Embora seja um acidente de ocorrência
a crise hemolítica se instala rapidamente e o óbito comum, pouco se sabe sobre a patogênese dessa
advém (Machado et al., 2012, Maraschin, 2015). toxicose (Fighera et al., 2007). As manifestações
clinicas costumam ser decorrentes da inoculação
Caso clínico de substâncias vasodilatadoras presentes no
veneno desses insetos que frequentemente cursam
Foi atendido, no Hospital Veterinário
com rabdomiólise e crise hemolítica (França,
Universitário da Universidade Federal do Piauí –
1994). Quando isso ocorre, a hemoglobinúria e
UFPI, no setor de urgências e emergências, um
mioglobinúria geram necrose tubular culminando
canino, SRD, fêmea, 8 meses de idade com o
em insuficiência renal aguda (Machado et al.,
histórico de ter sido picado por um enxame de
2012).
abelhas.O tutor relatou que o animal estava junto

Figura 1. Lesão por picada de abelhas. A) Animal com ventilação mecânica e ferrões na pele. B) Lesões após a
retirada dos ferrões

PUBVET v.12, n.3, a60, p.1-3, Mar., 2018


Toxicose por picada de abelhas em cão 3

determinante no prognóstico favorável do


paciente.

Referências bibliográficas
Arruda, V. M., Alves Jr, V. V., Moraes, M., Chaud
Netto, J. & Suárez, Y. R. 2007. Análise
morfológica da glândula de veneno de Apis
mellifera L. (Hymenoptera: Apidae) em
populações de Mato Grosso do Sul.
Neotropical Entomology, 36, 203-209.
Fighera, R. A., Souza, T. M. & Barros, C. S. L.
Figura 2. Hemólise Intravascular. A) Urina após 2007. Acidente provocado por picada de
cistocentese. B) Hemólise após centrifugação. abelhas como causa de morte de cães. Ciência
Rural, 37, 590-593.
O exame de hemograma do paciente em questão Fragata, F. S. & Santos, M. M. 2008. Principais
apresentou anemia e trombocitopenia, sendo que Conceitos em Medicina Veterinária Intensiva.
os distúrbios hemolíticos são atribuídos às Roca, São Paulo, Brasil.
constituintes do veneno como as fosfolipase e França, F. O. 1994. Severe and fatal mas atacas by
melitina. As plaquetas baixas podem ser “killer” bees (Africanized honesto bees- Apis
decorrentes da destruição imunomediada mellifera scutellata) in Brazil:
concomitante (síndrome de Evans) ou a clinicopathological studies with measurement
coagulopatia intravascular disseminada (CID) of serum venom concentrations. Quarterly
(Thrall, 2007). A hemoglobinúria desenvolvida Journal of Medicine, 87, 269-288.
parece ter sido a causa do início da insuficiência
Machado, C., Silva, T. Z., Fernandes, C. P. M. &
renal aguda levando ao aumento discreto da ureia
Oliveira Nobre, M. 2012. Anafilaxia em cão
e creatinina. A presença dos ferrões encravados na
por picada de abelhas. Acta Scientiae
pele do animal permitiu confirmar a observação
Veterinariae, 40, s1-s60.
do tutor e dos sinais clínicos apresentados, de que
o animal havia sido atacado por enxame de Maraschin, D. K. 2015. Intoxicações em cães.
abelhas. O sucesso no tratamento de um quadro Medicina Veterinária. Universidade Federal
agudo de anafilaxia depende da rapidez das ações do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, Rio
emergências, acessando as vias aéreas e a Grande do Sul, Brasil.
circulação, com o objetivo principal da Thrall, M. A. 2007. Hematologia e Bioquímica
manutenção adequada dos sinais vitais (Machado Clínica Veterinária. Editora Roca, São Paulo.
et al., 2012). A adrenalina deve ser administrada
na tentativa da manutenção da pressão arterial
bem como na melhora da ventilação alveolar por Article History:
dilatação dos brônquios (Machado et al., 2012). O Received 16 January 2018
Accepted 30 January 2018
corticoide atua no bloqueio antigeno-anticorpo- Available online 27 February 2018
complemento reduzindo a produção de anticorpos License information: This is an open-access article distributed under
e a ação dos macrófagos (Thrall, 2007). Mesmo the terms of the Creative Commons Attribution License 4.0, which
permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any
com a instituição do protocolo adequado existe o medium, provided the original work is properly cited.
risco de morte quando o animal é picado por várias
abelhas em decorrência da reação tóxica. Todavia,
o atendimento emergencial é um fator

PUBVET v.12, n.3, a60, p.1-3, Mar., 2018