Vous êtes sur la page 1sur 1

As TDICs permitem uma aprendizagem diferenciada, lúdica, prazerosa,

em lugares e tempos distintos. São novas formas e espaços para aprender. O


âmbito da sala de aula não é mais o único espaço de aprendizagem; existem
muitas possibilidades de organização dentro e fora da sala de aula. Os
laboratórios conectados a nova sala de aula, os ambientes virtuais de
aprendizagem são espaços propícios à pesquisa, à comunicação e à produção,
contribuindo para a reflexão, ação e desenvolvimento dos educandos.

Com a internet e as redes de comunicação em tempo real se modificam as


atividades desenvolvidas na sala de aula, se reconfiguram as práticas e se
alargam as possibilidades de ensinar e aprender. A mediação do professor não é
mais apenas presencial em tempo e espaço determinados, ela acontece também
de forma virtual em tempo e espaços distintos, nos quais as redes digitais são
o locus, o meio pelo qual acontece a aprendizagem mediada pelo professor.

Nesse contexto, surgem novos desafios. De acordo com Moran (2004) os


laboratórios devem ser integrados à sala de aula para a realização de pesquisas e
de domínio técnico pedagógico, ampliando-se as formas de aprender, ensinar,
além da grande contribuição para a construção da autonomia de estudo,
aprender é sinônimo de desenvolvimento, de prazer, e não apenas de obrigação,
o compromisso com os estudos é uma consequência, é uma atitude ética de
quem estuda e não apenas uma exigência do professor.

Segundo Moran (2004), uma educação de qualidade exige uma nova sala
de aula, com professores bem preparados, motivados e bem remunerados e com
formação pedagógica atualizada.