Vous êtes sur la page 1sur 10

TESTES DE

VESTIBULARES
História Geral

1. (UFPel-RS) No esquema a seguir, os algarismos I, II, III e IV d) ao expansionismo resultante da aliança militar chamada
correspondem às civilizações da Antiguidade. Liga de Delos.
e) ao fim da escravidão por dívidas, estabelecido por Drácon
Organização na Lei das Doze Tábuas.
Base
Civilizações Localização político- Religião
econômica
administrativa
3. (UFTM-MG) As civilizações antigas costumam ser divididas
I Nordeste Predomi­ Monarquia Predominância em dois grupos: Antiguidade oriental, com destaque para
da África nância da teocrática do politeísmo
agricultura antropozoo­ Egito e Mesopotâmia, e ocidental, com Grécia e Roma. Com-
mórfico
parando as características desses grupos, é correto afirmar
II Atual Comércio Talassocracia Politeísmo que:
Líbano
a) enquanto as civilizações orientais tinham a sociedade ba-
III Ásia Menor Agricultura e Divisão do Zoroastrismo
e Ásia comércio império em
seada na riqueza do indivíduo, as ocidentais dependiam
Central satrapias dos privilégios de nascimento.
IV Atual Pastoril e Governo dos Monoteísmo b) tanto as civilizações orientais quanto as ocidentais se-
Israel agrária patriarcas,
juízes e reis,
guiam religiões monoteístas, acreditando em um deus an-
sucessivamente tropozoomórfico e na vida após a morte.
c) enquanto as civilizações orientais inovaram com o direito
Assinale a alternativa que denomina corretamente as civili- à cidadania, nas ocidentais apareceu a teocracia, sendo o
zações indicadas, respectivamente, por I, II, III e IV. monarca considerado um deus vivo.
a) Fenícia, Hebraica, Egípcia e Persa. d) tanto as civilizações orientais quanto as ocidentais funda-
b) Egípcia, Fenícia, Persa e Hebraica. mentavam sua economia na agricultura de regadio, cons-
c) Persa, Fenícia, Hebraica e Egípcia. tituindo sociedades hidráulicas.
d) Egípcia, Persa, Fenícia e Hebraica. e) enquanto nas civilizações orientais desenvolveu-se a ser-
e) Hebraica, Egípcia, Fenícia e Persa. vidão coletiva, nas ocidentais o escravismo foi o sistema
de trabalho predominante.
2. (Unesp-SP) O mapa a seguir mostra a área ocupada por cida-
des e territórios colonizados pelos gregos. 4. (UFPel-RS)

Grécia antiga: principais cidades e territórios Divisão do Império Carolíngio pelo


colonizados (séculos VIII a VI a. C.) Tratado de Verdun
ADAP.: AZEVEDO, GISLAINE; SERIACOPI, REINALDO. HISTóRIA.

A constituição dessa área de colonização deveu-se:


a) aos conflitos entre Atenas e Esparta, denominados Guerra Esse mapa se refere à:
do Peloponeso. a) centralização política, na fase inicial da Idade Moderna.
b) aos conflitos entre gregos e persas, denominados Guerras b) divisão do Império Romano, no final da Idade Antiga.
Médicas. c) formação dos Estados Nacionais, no século XV.
c) aos problemas derivados do crescimento demográfico e d) Europa ocidental, na Idade Antiga.
da escassez de terras. e) organização dos reinos francos, na Idade Média Ocidental.
5. (UFSM-RS) e) a aristocracia rural, senhora e responsável pelas terras des-
sa sociedade, seguida pelo clero, também senhor das terras,
porém portador dos segredos da fé católica, e, abaixo des-
sas duas, a burguesia comerciante, que detinha o controle
sobre as rotas comerciais, criadas após as cruzadas.

PHOTOS 12/ALAMy/OTHER IMAGES


7. (UFTM-MG)
A população das cidades queria liberdade. Queria ir e vir quando
lhe aprouvesse. Um velho provérbio alemão, aplicável a toda a
Europa ocidental, “Stadtluft macht frei” (O ar das cidades torna
A imagem é de uma das cenas do filme Cruzadas, que abor- um homem livre), prova que obtiveram o que almejavam.
da alguns episódios do conflito entre cristãos e muçulmanos HUBERMAN, Leo. História da riqueza do homem.
ocorrido entre os séculos XI e XIII. A respeito dessas cruza-
das, todas as afirmativas estão corretas, exceto: O contexto a que o autor se refere está relacionado:
a) Representaram a reconquista definitiva dos lugares santos a) ao fortalecimento das relações servis nas cidades europeias.
e de Jerusalém, o que permitiu a adoção dos preceitos do b) à formação do sistema feudal, a partir do êxodo urbano.
Alcorão pelos cristãos. c) à desagregação das guildas e das corporações de ofício.
b) Iniciaram-se com a reconquista cristã da Península Ibérica, d) às fugas servis para as cidades, que se desenvolviam.
já que, desde o século VII, grande parcela de seu território e) ao declínio das atividades mercantis após as Cruzadas.
havia sido ocupada pela expansão muçulmana.
8. (UFTM-MG) O mercantilismo, conjunto de princípios e práti-
c) Contribuíram para a revitalização comercial e urbana da
cas econômicas de Estados europeus na Época Moderna,
Europa ocidental, destacando-se a importância econômi-
pode ser caracterizado:
ca adquirida por cidades como Gênova e Veneza.
a) pelo controle estatal da economia e pela ideia de que a
d) Ficaram marcadas pelas violações, saques e pilhagens
terra e a agricultura são fonte de riqueza do país.
promovidos pelos cruzados; um exemplo foi a tomada de
b) pela extinção dos monopólios e pela balança comercial
Jerusalém em julho de 1099.
favorável com o estímulo às exportações.
e) Foram operações militares de reconquista dos lugares
c) pelo intervencionismo estatal e pela ideia de que a rique-
santos de Jerusalém, configurando-se, conforme discurso
za do país dependia da acumulação de ouro e prata.
cristão, como guerra santa prescrita aos cruzados em tro-
d) pelo estímulo às atividades manufatureiras e marítimas e
ca de remissão de seus pecados.
pela liberdade de comércio e produção.
6. (Fatec-SP) A sociedade feudal era formada por três ordens di- e) pela adoção do protecionismo alfandegário e pela defesa
vididas da seguinte forma: da divisão do trabalho como meio de riqueza do país.
a) a burguesia industrial, responsável pela produção dos
9. (Unesp-SP)
produtos manufaturados e sua exportação, o clero, res-
ponsável pela manutenção da fé cristã e pela perseguição O mercantilismo é entendido como um conjunto de práticas,
aos infiéis, e, abaixo dessas duas, os servos, responsáveis adotadas pelo Estado absolutista na época moderna, com o
pelo sustento de toda a sociedade. objetivo de obter e preservar riqueza. A concepção predomi-
b) a nobreza feudal, responsável pela produção dos grãos nante parte da premissa de que a riqueza da nação é deter-
que alimentavam a toda a sociedade, o clero, responsável minada pela quantidade de ouro e prata que ela possui.
pela salvação das almas dos cristãos, e, abaixo dessas Disponível em: <www.historianet.com.br>. Acesso em: 3 mar. 2008.
duas, os escravos, responsáveis pelos afazeres domésticos,
pelas plantações e pelas frentes de batalhas quando fosse Na busca de tais objetivos, os Estados europeus, na época
necessário. moderna:
c) a burguesia comerciante, responsável pelo controle euro- a) adotaram políticas intervencionistas, regulando o funcio-
peu do comércio com o Oriente, o clero, responsável pelos namento da economia, como o protecionismo.
ritos religiosos e pela preservação da moral e dos bons b) suprimiram por completo a propriedade privada da terra,
costumes, e, abaixo dessas duas, os camponeses, respon- submetendo-a ao interesse maior da nação.
sáveis pelo sustento de toda a sociedade. c) ampliaram a liberdade de ação dos agentes econômicos,
d) o clero, responsável por zelar e manter os princípios cris- vistos como responsáveis pela prosperidade nacional.
tãos, os nobres, responsáveis pela segurança militar dessa d) determinaram o fim da livre-iniciativa, monopolizando as
sociedade, e, abaixo dessas duas, todos os trabalhadores, atividades econômicas rurais e urbanas.
responsáveis por manter a sua sobrevivência e o sustento e) buscaram a formação de uniões alfandegárias que levas-
da nobreza e do clero. sem a prosperidade aos países envolvidos.
10. (Unesp-SP) Observe a foto da Catedral de Notre Dame de Pa- (04) A conquista e a colonização do “Novo Mundo” coloca-
ris, construída entre 1163 e 1250. ram os europeus em contato com plantas e com ani-
mais até então desconhecidos, obrigando-os a reverem
conceitos e explicações que, até então, eram correntes.
(08) A descoberta, a conquista e a colonização da América,
decorrentes da expansão ultramarina, não se relacio-
nam com o desenvolvimento das ciências verificado na
Europa naquela época.
(16) Em razão da expansão ultramarina, as técnicas de nave-
gação e de construção náutica se desenvolveram na-
quele período.

VINICIUS ROMANINI/EDITORA ABRIL


13. (UEM-PR) O processo de secularização que caracteriza a mo-
dernidade a partir do Renascimento tem, na filosofia dos ilu-
ministas franceses, uma das principais fontes de crítica à te-
ocracia e à monarquia absoluta, atingindo, dessa maneira, os
fundamentos ideológicos das sociedades organizadas por
Sobre o contexto histórico que levou ao surgimento das ca- estamentos. Assinale o que for correto.
tedrais, pode-se afirmar: (01) O Iluminismo foi uma corrente filosófica exclusivamente
a) O papel dos monarcas foi decisivo, financiando a sua francesa que não encontrou aceitação alguma em ou-
construção para glorificar o poder real. tros países, tais como Inglaterra e Alemanha.
b) Sua construção está associada ao reflorescimento e à (02) O Iluminismo irá configurar o novo ideário sociopolítico da
prosperidade do mundo urbano. burguesia, classe emergente a partir da modernidade.
c) Financiadas com os recursos do clero romano, ampliaram (04) Os enciclopedistas franceses, entre eles Diderot e D’Alem-
a influência do Papa no Oriente. bert, defenderam os princípios da filosofia iluminista.
d) Surgiram como resposta do papado ao Cisma do Oriente, (08) Voltaire não concordou com o caráter anticlerical do
glorificando a Igreja Romana. Iluminismo francês, retornando às antigas concepções
e) Eram templos destinados à alta nobreza, que assim evita- teocráticas da sociedade estamental do feudalismo.
va o contato com o povo da cidade. (16) Os princípios iluministas preconizavam que, pelo uso da
razão, o homem poderia alcançar a emancipação, tor-
11. (UEM-PR) A arte barroca originou-se na Itália e difundiu-se nando-se livre de qualquer tutela, seja política, econômi-
pela Europa Católica e pela América Latina. Uma de suas ca-
ca ou moral.
racterísticas mais significativas era o predomínio das emoções
e dos sentimentos sobre a racionalidade. Assinale a(s) alterna- 14. (Unesp-SP) Observe a gravura, produzida na época da Revo-
tiva(s) correta(s) a respeito desse fenômeno cultural. lução Francesa de 1789.
(01) Caravaggio e Bernini foram representantes expressivos
da pintura e da arquitetura barrocas na Itália.
(02) A pintura barroca foi fundamentalmente elitista, pois se
dedicava a retratar a vida cotidiana da aristocracia e da
burguesia mercantil.
(04) O Barroco desenvolveu-se no Brasil durante o século
XVIII, quando, na Europa, os artistas estavam voltando
aos modelos clássicos.
(08) Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, foi um expoente
da música sacra barroca nas Minas Gerais.
(16) Leonardo da Vinci e Michelângelo expressaram a transi-
ção do Barroco ao Humanismo renascentista.
12. (UEM-PR) Sobre a expansão ultramarina dos séculos XV e
MUSÉE CARNAVALET, PARIS

XVI e o desenvolvimento das ciências verificado nesse período,


assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
(01) Ao longo do século XV, ao realizarem o périplo africano,
os portugueses fizeram um reconhecimento metódico e
um mapeamento da costa da África, possibilitando, as- Gravura popular de 1789, anônima.
sim, um desenvolvimento da Cartografia.
(02) As viagens de navegação realizadas naquele período Pode-se afirmar que os personagens da gravura representam:
tornaram necessário o desenvolvimento de estudos de a) o ideal que caracterizava o estado absolutista, segundo o
Astronomia. qual o poder do monarca não conhecia limites.
b) os interesses da nobreza que, em aliança com a Igreja e os 17. (Unesp-SP)
trabalhadores urbanos, assegurou os privilégios feudais.
A revolução inglesa de 1640 [...] destruiu o antigo aparelho de
c) a exploração do terceiro estado pelo clero e pela nobreza,
Estado, impondo limites ao poder real, submetendo-o ao poder
cuja contestação desencadeou o processo revolucionário.
do Parlamento [...] Eliminou a autonomia financeira do poder
d) a insegurança durante a fase do Terror jacobino, que oca-
real, confiscando-lhe as propriedades e transformando o próprio
sionou o êxodo da população civil para o campo, em bus-
conceito de propriedade individual e absoluta [...] O poder mu-
ca de proteção.
dou de mãos... agora passava aos domínios da pequena nobre-
e) a tentativa de unir a sociedade francesa para superar as
za rural, a gentry, identificada com a burguesia mercantil.
dificuldades econômicas enfrentadas nas vésperas da re-
volução. ARRUDA, José Jobson de Andrade. A revolução inglesa.

15. (Fatec-SP) Segundo o texto, a Revolução Inglesa:


a) reforçou o antigo aparelho de Estado e manteve intacta a
O que é o Terror?
propriedade real identificada com os privilégios da nobreza.
O Terror, que se tornou oficial durante certo tempo, é o ins-
b) submeteu o rei ao poder do Parlamento, composto pela
trumento usado para reprimir a contrarrevolução.
gentry e pela burguesia, cujos interesses privilegiavam a
VOVELLE, Michelle. A Revolução Francesa explicada à minha neta. propriedade real.
São Paulo: Ed. da Unesp, 2007. p. 74. c) destruiu o antigo aparelho de Estado e transferiu a proprie-
dade real para as mãos do Parlamento, isto é, para a alta
No contexto da Revolução Francesa, o período de setembro de aristocracia.
1793 a julho de 1794 é considerado pelo autora como do d) limitou o poder do Parlamento, que agora passou a ser
“Terror”. Esse período teve como uma de suas características: exercido também pelo rei, cujo interesse maior era privile-
a) a defesa da monarquia constitucional como saída para a giar a gentry e a burguesia.
grave crise enfrentada pela França. e) transformou a propriedade real em propriedade privada e
b) a aprovação da Declaração dos Direitos do Homem e do Ci- legitimou o poder do Parlamento, representante da gentry
dadão, dentre os quais se destacam o direito à liberdade pes- e da burguesia.
soal, de pensamento e a igualdade de tratamento pela lei.
c) o golpe do 18 brumário, que pôs fim ao governo do Dire- 18. (UEM-PR) Ao longo das últimas décadas do século XVIII e,
tório, estabelecendo um Executivo forte e uma nova Cons- principalmente, no século XIX, a Europa ocidental viveu um
tituição. notável processo de transformação das técnicas de produção
d) a repressão severa à subversão interna, com a execução chamado de Revolução Industrial. Sobre a Revolução Indus-
em massa dos opositores da Revolução, sobretudo os gi- trial, assinale a(s) alternativa(s) correta(s).
rondinos. (01) A Revolução Industrial teve seu início nos Estados Uni-
e) a retirada dos sans-culottes parisienses do poder, que, irri- dos, no período imediatamente anterior à independên-
tados pela fome e pelo ódio aos ricos, desestabilizavam a cia e somente no século XIX chegou à Europa.
Revolução. (02) A Revolução Industrial aumentou consideravelmente a
produtividade do trabalho em razão da disseminação
16. (UFTM-MG) da maquinaria nas indústrias.
Em muitos aspectos, o Império Napoleônico representou (04) A Revolução Industrial não alterou as relações de traba-
uma negação dos princípios da Revolução Francesa. [...] lho preeexistentes, pois a produção continuou sendo
Entretanto, em outros aspectos, o Império Napoleônico caracterizada pelo artesanato.
representou a afirmação e expansão das conquistas revolu- (08) A Revolução Industrial conduziu, nos países que a vi-
cionárias para quase todo o continente europeu. venciaram, a um grande crescimento das cidades e da
população urbana.
PAZZINATO, Alceu; SENISE, Maria Helena. (16) Na Inglaterra, nas últimas décadas do século XVIII, uma sé-
História Moderna e Contemporânea.
rie de inovações, como a máquina de fiar e os teares hidráu-
lico e mecânico, possibilitou a mecanização do setor têxtil.
Esse “jogo contraditório” de negação e afirmação dos princípios
da Revolução Francesa pode ser observado, respectivamente: 19. (Fatec-SP) A Guerra de Secessão, também chamada de Guerra
a) na criação de uma aristocracia imperial e na aplicação de Civil Americana, teve início no ano de 1861. Nesse momento,
códigos de leis liberais. o Sul dos Estados Unidos proclamou a sua separação e passou
b) na coroação de Napoleão como imperador dos franceses a se chamar ECA (Estados Confederados da América). Entre os
e na volta dos privilégios feudais. motivos que causaram o início dessa guerra podemos citar:
c) no restabelecimento dos monopólios e na instituição da a) as tentativas por parte do Sul em modificar sua economia
igualdade jurídica. agrária ligada ao mercado europeu por um modelo eco-
d) no fomento às atividades agropecuárias e na defesa in- nômico industrial.
condicional do individualismo burguês. b) a conquista do Oeste, cujas terras além do Texas o Norte es-
e) na subordinação do Estado à Igreja e na difusão do direito perava poder aproveitar para expandir a lavoura de algodão
à propriedade privada. e outras plantações, usando da mão-de-obra escrava.
c) a vitória do presidente Abraham Lincoln, que foi interpre- d) os valores tradicionais foram abandonados em nome da
tada pelo Sul como a sentença de morte que colocaria em ocidentalização e da aproximação dos Estados Unidos.
xeque o sistema escravista. e) Gandhi tornou-se um herói nacional e assumiu a direção
d) a pretensão por parte dos fazendeiros do Sul em fundar política e religiosa do subcontinente.
um banco nacional com direitos exclusivos de emitir di-
22. (Ufla-MG) Observe a foto a seguir.
nheiro, e um dinheiro “forte” para o pagamento de suas
dívidas.
e) a tarifa sobre importações, pois o Sul queria que esse im-
posto fosse elevado o bastante para oferecer alguma pro-
teção contra a concorrência de manufaturas importadas.
20. (Unesp-SP)
A vitória da Inglaterra, da França e dos Estados Unidos na
Primeira Guerra tinha o caráter de consagração da democra-
cia e de triunfo definitivo do liberalismo sobre as tramas rea-
cionárias do Congresso de Viena. A guerra também agudizou
os conflitos entre diversos grupos e segmentos sociais e na-

AKG/LATINSTOCK
cionais; além disso, ela agravou as desigualdades sociais, pri-
vilegiando alguns em detrimento de muitos.
Adap.: RODRIGUES, Luis César. A Primeira Guerra Mundial.
Essa foto apresenta o desembarque de tropas na Praia da
Segundo o autor, a Primeira Guerra: Normandia (França), em 6 de junho de 1944 – o Dia D.
a) politicamente, destruiu as frágeis estruturas dos Estados Sobre esse combate da Segunda Guerra Mundial, assina-
liberais e fortaleceu os Estados reacionários; socialmente, le a alternativa correta.
garantiu direitos para a imensa maioria. a) Os países do Eixo realizaram essa investida no sul da Fran-
b) significou a vitória dos Estados liberais, a destruição das ça, objetivando a destruição das tropas aliadas.
estruturas políticas herdadas do Congresso de Viena e o b) O desembarque da Normandia configurou-se como o iní-
aprofundamento dos conflitos sociais. cio do fim da chamada Batalha do Pacífico.
c) trouxe instabilidade política entre os Estados absolutistas c) O ataque das forças aliadas tinha como objetivo desestru-
vitoriosos e os Estados liberais derrotados e estabilidade turar as tropas alemãs no norte da França.
social para as diferentes classes sociais. d) A ocupação da porção setentrional francesa pelo exército
d) garantiu a estabilidade política e econômica na Europa do Eixo visava à destruição das tropas alemãs.
com a vitória das forças reacionárias, porém gerou cres-
23. (UFPel-RS) Analise o texto a seguir.
centes tensões sociais.
e) preservou as estruturas políticas nascidas a partir do Con-
gresso de Viena, enfraqueceu os Estados liberais e neutra-
lizou os conflitos sociais.
21. (Unesp-SP)
Mohandas Karamchand Gandhi (1869-1948) iria acabar

VISIONS OF AMERICA, LLC/ALAMy/OTHER IMAGES


conseguindo mobilizar as aldeias e bazares da Índia, às de-
zenas de milhões, em grande parte com o mesmo apelo ao
nacionalismo da espiritualidade hindu, embora tendo o cui-
dado de não romper a frente comum com os modernizadores
(dos quais num sentido real, ele fazia parte) e de evitar o an-
tagonismo à Índia maometana, sempre implícito na visão mi-
litantemente hindu do nacionalismo.
HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos.
Abu Ghraib e Guantánamo chegaram a ser descritas como
Acerca do processo de independência da Índia britânica, é prisões-inferno, e nelas os prisioneiros são tidos como “com-
correto afirmar que: batentes inimigos” e suspeitos de terrorismo. A designação
a) as relações entre hindus e maometanos permaneceram de combatentes inimigos buscou eximir os Estados Unidos
harmoniosas no subcontinente. de obedecerem às Convenções de Genebra.
b) o fundamentalismo hindu tornou-se hegemônico na Índia, A foto de 2004 mostra um cidadão de Havana observan-
eliminando a liberdade religiosa. do cartazes nos quais são retratados soldados norte-ameri-
c) houve uma divisão entre as forças que Gandhi tentou canos torturando prisioneiros em Abu Ghraib.
manter unidas na luta de libertação. É correto afirmar que o texto:
a) denuncia as transgressões às Convenções de Genebra, es- e) os últimos anos do século passado apresentaram um pro-
tabelecidas desde a Primeira Guerra Mundial, que deter- cesso de estilhaçamento e desestruturação da ordem vi-
minavam tratamento digno para os prisioneiros de guerra, gente em razão da crise na economia e dos problemas de
tanto do lado dos Aliados quanto do Eixo. representação política dos países da Cortina de Ferro e do
b) critica a tortura nas prisões iraquianas de Abu Ghraib e continente africano.
Guantánamo, coordenadas pelas forças de ocupação nor-
25. (Unesp-SP)
te-americanas, que desrespeitam as Convenções de Gene-
bra, estabelecidas após a Guerra da Argélia. Henry Kissinger, o homem-chave da diplomacia americana,
c) estabelece um paralelo entre as prisões Abu Ghraib e escreveu: “A diplomacia contemporânea se desenvolve em
Guantánamo (dirigidas pelos norte-americanos), no Ira- circunstâncias sem precedentes. Raras vezes existiu base me-
que e na Ilha de Cuba, respectivamente, com os campos nor de entendimento entre as grandes potências, mas tam-
de concentração nazistas. pouco jamais foi tão coibido o uso da força”. Guerra Fria foi
d) faz, em Cuba, uma identificação entre o nazismo e a ocu- a expressão cunhada para definir o paradoxo contido nessas
pação militar comandada pela ONU no Iraque, onde as relações entre os Estados Unidos e a União Soviética.
determinações das Convenções de Genebra estão sendo Adap.: MAGNOLI, Demétrio. Da guerra fria à détente.
constantemente burladas.
e) expõe a permanência da ideologia da Guerra Fria, através Segundo o texto, Guerra Fria significa:
do confronto entre duas propostas ditatoriais, que pos- a) a importância da diplomacia no sentido de evitar a “guer-
suem objetivos socioeconômicos similares. ra quente” entre as duas superpotências e os países peri-
24. (UEL-PR) féricos.
b) uma situação de paz, pois a ação diplomática caminha no
A uma Era de Catástrofe, que se estendeu de 1914 até depois sentido das grandes potências compartilharem sua tecno-
da Segunda Guerra Mundial, seguiram-se cerca de 25 ou 30 logia militar.
anos de extraordinário crescimento econômico e transforma- c) a equitativa distribuição internacional do poder, que supri-
ção social, anos que provavelmente mudaram de maneira mais me o uso da força bélica para garantir as negociações de-
profunda a sociedade humana que qualquer outro período de sejadas pelas grandes potências.
brevidade comparável. Retrospectivamente, podemos ver esse d) o jogo de relações que polariza a situação internacional
período como uma espécie de Era de Ouro, e assim ele foi vis- entre os Estados Unidos e a União Soviética e não leva à
to quase imediatamente depois que acabou, no início da déca- guerra, mas não garante a paz.
da de 1970. A última parte do século foi uma nova era de de- e) o equilíbrio do terror, pois, se não há guerra, as superpotên-
composição, incerteza e crise – e, com efeito, para grandes áre- cias aliam-se para conter o desenvolvimento científico.
as do mundo, como a África, a ex-URSS e as partes anterior-
mente socialistas da Europa, de catástrofe. 26. (Fuvest-SP)
HOBSBAWN, E. A era dos extremos. Tradução de Marcos Santarrita. [...] a atual renovação do mercado mundial autorregulador já
São Paulo: Companhia das Letras, 1995. p. 15. enunciou veredictos insuportáveis. Comunidades, países e
até continentes inteiros [...] foram declarados “supérfluos”,
Com base no texto é correto afirmar que:
desnecessários à economia cambiante da acumulação de ca-
a) os trinta anos de intenso crescimento econômico e trans-
pital em escala mundial [...] o desligamento dessas comuni-
formação social, denominado pelo autor de Era de Ouro,
dades e locais “supérfluos” do sistema de abastecimento
justificam-se pelo processo histórico de grande extração
mundial desencadeou inúmeras divergências [...] sobre
de riquezas minerais: ouro, prata e cobre, principalmente
“quem é mais supérfluo do que quem”.
da América Latina.
b) a Era de Catástrofe representou para a sociedade humana ARRIGHI, Giovanni. O longo século XX, 1994.
o momento dos grandes problemas advindos da avançada
Para tal situação, contribuíram decisivamente, na década de
tecnologia do início do século: o afundamento do Titanic,
1980:
o incêndio do dirigível de Hindenburg e as epidemias que
a) a hegemonia do neoliberalismo e o colapso da União So-
atingiram a saúde pública.
viética.
c) o intenso crescimento econômico, verificado anteriormen-
b) a crise da social-democracia e o sucesso dos tigres asiáticos.
te à Segunda Guerra, é fruto de um processo histórico dos
c) o fracasso do consenso de Washington e o êxito da China.
grandes impérios mundiais, que, estabelecendo o liberalis-
d) a dominação do keynesianismo e a estagnação da África
mo e a social democracia, estendeu os seus avanços e di-
e da América Latina.
reitos ao restante do mundo.
e) a expansão do fundamentalismo islâmico e a desintegra-
d) os impérios coloniais, que se conflagraram mundialmente,
ção do Leste Europeu.
utilizaram-se reciprocamente da URSS, grande potência
científica e militar, no intuito geopolítico de desestruturar 27. (PUC-RJ) Sobre o significado e os desdobramentos dos aten-
as nações africanas independentes, provocando, dessa tados terroristas de 11 de setembro de 2001, estão corretas
forma, a grande catástrofe na África. as afirmações a seguir, à exceção de:
a) os ataques terroristas provocaram mudanças no cotidia- 29. (UFTM-MG)
no da população norte-americana, como o crescimento
1968
da vigilância e restrições à liberdade e à privacidade dos
O ano das transformações
cidadãos.
Foi um ano que, por seus excessos, marcou a humanidade. As
b) a partir do atentado, o governo Bush introduziu na polí-
utopias criadas em 68 podem não ter se realizado. Mas mu-
tica externa americana o princípio da “guerra preventi-
daram para sempre a forma como encaramos a vida.
va”, segundo o qual os Estados Unidos têm o direito de
atacar países que possam representar uma ameaça polí- SEGALLA, Amauri. Época, 07 jan. 2008.
tica futura. Um dos acontecimentos internacionais que marcou o referi-
c) a reação do governo norte-americano aos atentados au- do ano foi:
mentou a tensão nas relações internacionais entre aliados a) a derrota militar dos Estados Unidos no Vietnã, forçando
importantes dos Estados Unidos, como a Alemanha e a o governo norte-americano a retirar suas tropas desse
França, que demonstraram algum descontentamento com país do Sudeste asiático.
a política unilateral adotada pelo governo Bush. b) o assassinato de Martin Luther King nos Estados Unidos,
d) devido aos avanços tecnológicos, ocorreu uma expressi- líder do movimento que defendia a luta armada para as-
va diminuição dos gastos militares e do número de víti- segurar os direitos civis dos negros.
mas, desde então, em comparação com os tempos da c) a invasão da Hungria pelas tropas do Pacto de Varsóvia,
Guerra Fria. para impedir que o país saísse do bloco socialista domina-
e) os ataques terroristas fizeram ressurgir a ideia de que os do por Stálin.
conflitos no século XXI seriam explicados pela existência d) o fortalecimento do movimento estudantil na Alemanha
de um conflito entre dois modelos de civilização. Oriental, com a realização de passeatas em favor de sua
28. (UFTM-MG) unificação à parte ocidental.
e) a Primavera de Praga, uma tentativa de estabelecer um
modelo socialista mais liberal na Tchecoslováquia, repri-
mida pela URSS.
30. (UEM-PR) Assinale o que for correto.
(01) Na primeira metade do século XX, movimentos artísticos
como o Cubismo e o Abstracionismo expressaram um
questionamento das antigas concepções estéticas que en-
tendiam a arte como manifestação da beleza e da virtude.
(02) Um aspecto notável das artes gregas foi seu compromisso
com a propagação das crenças e dos valores cristãos, os
mais duradouros frutos intelectuais do Mundo Clássico.
(04) Arquitetura monumental e artes plásticas de cunho na-
turalista foram traços marcantes das artes apoiadas pe-
BETTMANN/CORBIS/LATINSTOCK

los Estados Ditatoriais do século XX, como o Nazista e


o Stalinista.
(08) Alguns músicos de vanguarda associados ao Tropicalis-
mo ficaram conhecidos por sua capacidade de articular
elementos da música erudita e das artes populares.
(16) O desejo de romper com as preocupações religiosas que
A charge acima refere-se à política externa norte-americana
impediam a cultura medieval de expressar artisticamente
na América Latina, no contexto do imperialismo, expressa:
os dramas humanos explica a simplicidade de formas do
a) na repressão à independência do Haiti, realizada por ex-
Barroco.
escravos que chegaram a implantar a primeira república
negra. 31. (UEM-PR) A independência dos Estados Unidos, além de esti-
b) na intervenção militar em alguns países, que garantiu aos mular o sentimento de libertação em outros países da América,
americanos o controle de territórios e a defesa de seus in- acentuou a crise do Antigo Regime na Europa, transformando
teresses. o “século da luzes”, com suas ideias e teorias, em vários movi-
c) na tentativa de aliança com vários países por meio de ajuda mentos revolucionários. À independência dos Estados Unidos
financeira, a fim de combater o comunismo no continente. seguiriam a Revolução Francesa e a Revolução Industrial. O que
d) na assinatura de acordos comerciais e financeiros com era teoria transforma-se em prática, e o processo histórico con-
vantagens recíprocas, inaugurando a diplomacia do dólar. firma e impulsiona as ideias. Assinale o que for correto.
e) no apoio à independência de Cuba, Porto Rico e Panamá, (01) A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi
assegurando a soberania desses países e também os ne- inspirada nas ideias liberais do filósofo John Locke e dos
gócios americanos. iluministas franceses.
(02) Consta na Declaração de Independência dos Estados I. Em todos esses regimes militares as instituições repre-
Unidos o princípio de que o poder legítimo deriva do sentativas sofreram abalos, ocorreu a falência ou a crise
consentimento dos governados e que, sempre que uma aguda dos partidos políticos tradicionais, assim como a
forma de governo for contrária a esse princípio, o povo militarização da vida política em geral.
tem o direito de mudá-la ou de suprimi-la; e esse é um II. O governo dos Estados Unidos, profundamente envolvido
princípio da filosofia política liberal. na Guerra Fria no continente asiático, não participou di-
(04) A Constituição dos Estados Unidos (1787) fundamenta-se retamente dos golpes militares ocorridos nesta época na
na separação dos três poderes: Legislativo, Executivo e Ju- América Latina.
diciário, como preconizado por Montesquieu no Espírito III. A nova ordem política que se institucionalizou a partir
das Leis. desses golpes militares procurou se legitimar em nome
(08) As ideias liberais de Thomas Hobbes alimentam o espí- dos princípios contidos na “doutrina de segurança nacio-
rito capitalista do empresariado estadunidense. nal”, cujo ponto central era “impedir a iminente ameaça
(16) Na obra Do contrato social, Rousseau preconiza uma comunista” no continente.
aliança entre a burguesia e o proletariado, defendendo IV. De maneira geral, nos novos governos autoritários nasci-
as ideias iluministas e socialistas. dos desses golpes, ocorreu o desmantelamento das orga-
32. (Unesp-SP) nizações sindicais, por meio da supressão do direito de
greve, da intervenção nos sindicatos, da prisão e assassi-
Os donos da terra e os grandes mercadores aumentaram nato de líderes trabalhistas.
suas fortunas, enquanto se ampliava a pobreza das massas
populares oprimidas [...] A América Latina logo teve suas Assinale a alternativa correta.
constituições burguesas, muito envernizadas pelo liberalismo a) Apenas as afirmativas II e IV estão corretas.
[...] As burguesias dessas terras nasceram como simples ins- b) Apenas as afirmativas I, II e III estão corretas.
trumentos do capitalismo internacional. c) Apenas as afirmativas I e IV estão corretas.
d) Apenas as afirmativas I, III e IV estão corretas.
GALEANO, Eduardo. As veias abertas da América Latina.
e) Todas as afirmativas estão corretas.
A partir do texto, é possível afirmar: 34. (PUC-RJ) Em 2008 comemoram-se os quarenta anos do em-
a) as indústrias da América Latina independente tornaram- blemático ano de 1968, um ano que modificou profunda-
se competitivas em relação às britânicas no mercado in- mente o mundo em que vivemos. Sobre os significados dos
ternacional. acontecimentos que marcaram o ano de 1968, estão corre-
b) a América Latina independente caracterizou-se pela igual- tas as afirmativas abaixo, à exceção de:
dade, pelas leis autoritárias e pelo desenvolvimento na- a) Nesse ano ocorreu a “Primavera de Praga”, na Tchecoslo-
cional autônomo. váquia, que representou a “luta por um socialismo com a
c) os Estados nacionais independentes criaram leis baseadas face mais humana”, nas palavras de seus líderes.
nos princípios democráticos e na autonomia econômica
b) O ano de 1968 foi marcado pela defesa dos valores tradi-
em relação ao capital externo.
cionais, como a família, pelo conservadorismo, pelo repú-
d) na América Latina, a independência preservou a economia
dio às utopias igualitárias e à política.
colonial dependente do mercado externo e aprofundou as
c) Na França os estudantes universitários foram para as
desigualdades sociais.
ruas defender o “direito de pedir o impossível e proibir
e) as burguesias latino-americanas lutaram pela sua autonomia
as proibições”.
política e econômica em relação ao capital internacional.
d) No Brasil ocorreu o recrudescimento da ditadura militar
33. (PUC-RJ) Nas décadas de 1960 e 1970, a América Latina viveu no governo do general Costa e Silva, com o decreto do Ato
a experiência de inúmeros golpes, que deram início a ditaduras Institucional n. 5, em dezembro de 1968.
militares, as quais, apesar das diferenças entre si, apresentam e) Nos Estados Unidos a juventude protestou contra a Guer-
características comuns. Das alternativas abaixo, quais apresen- ra do Vietnã, participou do movimento hippie e lutou pe-
tam afirmativas que expressam corretamente essa ideia? los direitos civis dos negros.
Testes de Vestibulares – História Geral – Respostas

1. b 18. (02) + (08) + (16) = (26)


2. c 19. c
3. e 20. b
4. e 21. c
5. b 22. c
6. d 23. c
7. d 24. e
8.c 25. d
9. a 26. a
10. b 27. d
11. (01) + (04) = (05) 28. b
12. (01) + (02) + (04) + (16) = (23) 29. e
13. (02) + (04) + (16) = (22) 30. (01) + (04) + (08) = (13)
14. c 31. (01) + (02) + (04) = (07)
15. d 32. d
16. a 33. d
17. e 34. b