Vous êtes sur la page 1sur 15

05/12/2018

Profs. Raimundo Nonato das Mercês Machado


Selma Cristina de Freitas Freire

Instrumentação

Unidade I – Introdução à Instrumentação

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

Instrumento
Os instrumentos medem, controlam, atuam, monitoram, transferem, ou
registram informações úteis relativamente a eventos naturais ou
tecnológicos.
Instrumentação
Conjunto de técnicas para o projeto, desenvolvimento e construção de
equipamentos.

1
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

Instrumento genérico

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Classificação de Instrumentos de Medição


Classificação por Função

2
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Classificação de Instrumentos de Medição


Classificação por Sinal de Transmissão ou Suprimento
Tipo pneumático
Tipo Hidráulico
Tipo elétrico
Tipo Digital
Tipo Via Rádio
Tipo Via Modem

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Simbologia de Instrumentação
Norma ANSI/ISA S5.1-1984 (R 1992) – Instrumentation Symbols and
Identification Standrds. (American National Standards Institute/ Instrument
Society of America)

Tipos de Conexões
- Conexão do processo, ligação mecânica ou
suprimento ao instrumento.

- Sinal indefinido.

- Sinal pneumático

- Sinal hidráulico.
6

3
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Simbologia de Instrumentação
Tipos de Conexões
- Sinal elétrico.

- Tubo capilar.

- Sinal eletromagnético ou sônico (guiado).

- Sinal eletromagnético ou sônico (não guiado).

- Link interno ao sistema (software/dados).

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Simbologia de Instrumentação
Tipos de Conexões

- Link mecânico.

- Sinal pneumático binário.

- Sinal elétrico binário.

4
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Simbologia de Instrumentação

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Código de Identificação de Instrumentos


Identificação Funcional

Identificação da Cadeia

10

5
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Significado das letras de identificação

11

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Alguns Arranjos Típicos de Instrumentos


Vazão
Medidor na linha (Rotâmetro).
F – Vazão
I – Indicador
301 - Cadeia

Transmissor de vazão

Registrador controlador de fluxo com acesso


por computador.

12

6
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Alguns Arranjos Típicos de Instrumentos


Vazão
Indicador de fluxo

Registrador de fluxo

Registrador de fluxo montado no painel e


transmissor de fluxo, local, com transmissão
pneumática.

13

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Alguns Arranjos Típicos de Instrumentos


Pressão
Indicador de pressão

Registrador de pressão no painel

Registrador e transmissor de pressão acesso


secundário por PLC.

14

7
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Alguns Arranjos Típicos de Instrumentos


Temperatura
Indicador de temperatura.

Indicador de temperatura no painel com


transmissão elétrica.

15

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Alguns Arranjos Típicos de Instrumentos


Nível
Alarme para nível alto. Não acessível.

Visor de Nível.

Transmissor de nível no campo, com


transmissão elétrica e registrador no
painel.

16

8
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Atuadores
Atuador manual.

Válvula de controle.

Atuador pneumático.

Atuador por solenóide.

17

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Atuadores
Válvula de controle manual.

Válvula com operação pneumática. Abre no caso


de falha.

Válvula three way operada por


solenóide. Abre A-C no caso de falha.

18

9
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Elementos primários
Turbina.

Tubo venturi.

19

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Exemplo 1.
Descrever cada símbolo abaixo.

20

10
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Exemplo 2.
Descrever cada um dos arranjos de instrumentos, indicando o tipo de
instrumento, sua função, localização, tipo de conexão, número da
cadeia, e outras características relevantes identificáveis nos esquemas
dados.

21

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Exemplo 3.
No diagrama de blocos do sistema de malha fechada de controle de
fluxo identificar os seguintes elementos: (a) o sensor, (b) os
transdutores. (c) o atuador, (d) o transmissor, (e) o controlador, (f) a
variável manipulada, e (g) a variável controlada.

22

11
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Função de transferência
É a relação funcional entre o sinal da saída e o sinal de entrada.
Sensibilidade
Relaciona a variação do sinal de saída com a variação do sinal de
entrada. Ou seja, pode ser expressa como a derivada da função de
transferência em relação ao sinal físico de entrada.

Exemplo 4.
Qual a sensibilidade de um instrumento no qual a saída varia 17.5 mV
para uma variação na entrada de 7 ºC?

23

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Exatidão ou erro
É a diferença absoluta entre o valor real do padrão e o valor medido
pelo instrumento.

Range (Faixa de medida)


Conjunto de valores da variável medida, que está compreendido dentro
do limite inferior e superior da capacidade de medida ou de transmissão
do instrumento.

Exemplo 5.
Um medidor de pressão tem range de 30 a 125 kPa e uma exatidão
absoluta de ± 2 kPa. Qual é a exatidão em percentagem em relação ao
fundo de escala e ao span?

24

12
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Span (Alcance)
É a diferença algébrica entre o valor superior e inferior da faixa de
medida do instrumento.

Exemplo 6.
Um medidor de temperatura tem range de -20 ºF a 500 ºF. Qual o erro
percentual em 220 ºF? Assumir que a exatidão é (a) ± 0,7% do FSD e (b) ±
0,7% do span.

Exemplo 7.
Um medidor de pressão tem range de 0 a 50 psi, o espalhamento na leitura
no pior caso é ± 4,35 psi. Qual a exatidão em % FSD?

25

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Histerese
É a diferença máxima apresentada por um instrumento, para um
mesmo valor, em qualquer ponto da faixa de trabalho, quando a variável
percorre toda a escala nos sentidos ascendente e descendente.

26

13
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Exemplo 8.
Na calibração e um medidor de pressão, a pressão foi tomada de 0 a
100 psi e de volta a 0 psi, obtendo-se os seguintes dados:

Traçar o gráfico com os dados obtidos para verificar se há histerese. Em


caso afirmativo, qual o valor da histerese em % FSD?

27

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Linearidade
Maior desvio entre o valor padrão e o valor medido pelo instrumento
expressa em percentagem do range.

Exemplo 9.
Traçar o gráfico das seguintes leituras para um sensor de pressão para
determinar a linearidade do sensor. Qual a linearidade em % FSD?

28

14
05/12/2018

IFPA-Profs. Raimundo Nonato Machado, Selma Cristina


Introdução à Instrumentação Freire

• Características de desempenho de instrumentos de medição


Ruído
O ruído do sensor limita o desempenho do sistema onde o sensor está
sendo usado.
Para o ruído branco, a densidade espectral do ruído é caracterizada em
volts/root(Hz). Ou seja, o ruído adicionado à medida tem amplitude
proporcional a raiz quadrada da largura de banda.
Resolução
É o menor incremento do sinal de entrada que é sensível ou que pode
ser medido pelo instrumento.
Largura de banda
É a faixa de frequência que o instrumento pode reproduzir.

29

15