Vous êtes sur la page 1sur 40

CONJUNTO DOS NÚMEROS NATURAIS Em matemática, um conjunto é fechado

em relação a uma dada operação quando


ℕ = { 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10,11, 12, ...}
o resultado dessa operação em elementos desse
conjunto é ainda um elemento desse conjunto.
SUBCONJUNTOS DOS NATURAIS Por exemplo, os números reais são fechados na
a) O conjunto ℕ* dos números naturais do qual se subtração, mas os números naturais não são: 3 e 7
exclui o zero, ou seja, conjunto dos números são ambos números naturais, mas o resultado de
naturais não nulos. 3-7 não pertence ao conjunto dos naturais.

ℕ * = { 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, ...}


Associatividade:
b) O conjunto P dos números naturais pares.
a + (b + c) = (a + b) + c
P = { 0, 2, 4, 6, 8, 10, 12... }
a × (b × c) = (a × b) × c

Observação
Uma operação é dita associativa quando a
O zero é um número par.[1] Esta afirmação é feita
ordem pela qual agrupamos as operações, quando
devido as seguintes razões:
ela aparece mais de uma vez em uma expressão,
é irrelevante.
• Ele é um número inteiro múltiplo de dois, isto
é, ele pode ser escrito na forma 2x;
Elemento Neutro:
• O zero é divisível por 2;
a+0 = a
• O zero é cercado por número ímpares;
a×1 = a
• O zero é o resultado da soma de algum número
inteiro com ele mesmo;
• Zero elementos podem ser divididos em dois
Em matemática, um elemento neutro
grupos com um número igual de elementos; (ou identidade), é qualquer elemento cuja
utilização numa operação bem definida não causa
[1](Referências: Penner, Robert C. (1999), alteração de identidade no outro elemento com o
Discrete Mathematics: Proof Techniques and qual entra em operação — por essa razão simples
a justificar a sua neutralidade operacional
Mathematical Structures, River Edje: World
Scientific, ISBN 981-02-4088-0)
Distributividade
c) O conjunto I dos números naturais ímpares.
I = { 1, 3, 5, 7, 9, 11, 13...} a × (b + c) = (a × b) + (a × c)

PROPRIEDADES ALGÉBRICAS Em matemática, distributividade é uma


propriedade de duas operações binárias, em que
a ordem em que as operações são efetuadas
Fechamento:
podem, de certa forma, serem trocadas.
a + b é um número natural (Adição)
a × b é um número natural(Multiplicação)

1
CRITÉRIO DE DIVISIBILIDADE ✓ Divisibilidade por 12
Um número é divisível por 12 quando é
✓ Divisibilidade por 2 divisível por 3 e por 4.
O critério de divisibilidade mais conhecido é a
divisão por 2. Para determinar se um número é
divisível por 2 (isto é, par) ou não (ímpar).
✓ Divisibilidade por 15
Um número é divisível por 15 quando é
divisível por 3 e por 5.
✓ Divisibilidade por 3 e por 9
Um número é divisível por 3 quando a soma
dos valores absolutos dos seus algarismos for
divisível por 3. DIVISÃO EUCLIDIANA
Um número é divisível por 9 quando a soma
dos valores absolutos dos seus algarismos for Numa divisão Euclidiana é possível
divisível por 9. identificar o dividendo, divisor, quociente e o
resto.

✓ Divisibilidade por 4 e 8
Para saber se um número é divisível por 4,
basta saber se os dois últimos algarismos formam
um número divisível por 4.
Para saber se um número é divisível por 8,
basta saber se os três últimos algarismos formam
um número divisível por 8. Podemos relacionar o Dividendo (D), o quociente
(q), o divisor (d) e o resto (r) através
de uma equação. Assim,

✓ Divisibilidade por 5 e por 10 𝐷 = 𝑑. 𝑞 + 𝑟 , 0≤𝑟<𝑑


Um número é divisível por 5 se (e só se) o
último algarismo for 5 ou 0. Além disso, q e r são únicos.
Um número é divisível por 10 se (e só se) o
último algarismo for 0. Observações:
✓ Divisibilidade por 6 1. O menor resto possível é zero;
Um número é divisível por 6 quando é divisível 2. O maior resto possível é uma unidade menor
por 2 e por 3. que o quociente;
3. Considere dois números A e B. Dizemos que A é
divisível por B quando o resto da divisão for
zero.4.

✓ Divisibilidade por 11 MÚLTIPLOS E DIVISORES DE


Um número é divisível por 11 quando a UM NÚMERO NATURAL
diferença entre as somas dos valores absolutos dos
algarismos de ordem ímpar e a dos de ordem par Considere a operação 2 . 5 = 10. Nesta operação
é divisível por 11. podemos
O algarismo das unidades é de 1ª ordem, o das verificar que:
dezenas de 2ª ordem, o das centenas de 3ª ordem,
e assim sucessivamente. • 2 e 5 são divisores do número 10
• 2 e 5 são fatores do número 10
• 10 é múltiplo dos números 2 e 5
• 10 é divisível por 2 e 5

2
NÚMERO PRIMO
Exemplo:

Um número natural é um número


primo quando ele tem exatamente dois
divisores: o número um e ele mesmo.
Existem infinitos números primos, como
demonstrado por Euclides por volta de 300 a.C..

A propriedade de ser um primo é chamada


"primalidade", e a palavra "primo" também é
utilizada como substantivo ou adjetivo. Como
DETERMINAÇÃO DE TODOS OS
"dois" é o único número primo par, o termo "primo
ímpar" refere-se a todo primo maior do que dois. DIVISORES POSITIVOS DE UM
Se um número inteiro tem módulo maior que um NÚMERO DADO
e não é primo, diz-se que é composto. Por
convenção, os números 0, 1 não são considerados Ex: divisores de 40
primos nem compostos.
O conceito de número primo é muito
importante na teoria dos números. Um dos
resultados da teoria dos números é o Teorema
Fundamental da Aritmética, que afirma que
qualquer número natural diferente de 1 pode ser
escrito de forma única (desconsiderando a ordem)
como um produto de números primos (chamados
fatores primos): este processo se chama
decomposição em fatores primos (fatoração).

Conjunto dos divisores positivos de 40


Fonte:
{1,2,4,5,8,10,20,40}
http://pt.wikipedia.org/wiki/N%C3%BAmero_pri
mo
VEJAMOS COMO IREMOS ACHAR OS
DIVISORES DE 40. (PASSO A PASSO)
FATORAÇÃO DE UM NÚMERO
• Fatoramos o número 40
A palavra fator está associada à ideia de • Colocamos um traço vertical ao lado
multiplicação. Assim por exemplo: dos fatores primos
• Ao lado do novo traço e uma linha acima
20 = 4 x 5 ⟶ 4 e 5 são fatores de 20 colocamos o número 1. Na linha seguinte (a linha
30 = 2 x 3 x 5 ⟶ 2, 3 e 5 são fatores de 30 do fator 2),colocamos o produto de 2
pelo número que está na linha acima
Os números 20 e 30 foram fatorados, dele(2 x 1 = 2)
sendo que 30 foi fatorado completamente porque • Na linha seguinte (a linha do fator 2) colocamos
os fatores 2, 3 𝑒 5 são todos primos distintos. o produto de 2 pelos números que estão nas linhas
acima dele, à direita do traço.
• Repetimos esse procedimento nas outras
FATORAÇÃO DE UM NÚMERO linhas, anotando cada resultado uma só vez.
COMPOSTO

Decompor um número composto, no maior


número de fatores diferente de 1 é decompor esse
número num produto de fatores primos.
Há um dispositivo prático para decompor
um número em fatores primos.

3
2. Através da decomposição simples
NÚMERO DE DIVISORES POSITIVOS O m.m.c também pode ser obtido através
DE UM NÚMERO DADO da decomposição particular de cada um dos
números dados.
REGRA: O número de divisores de um número Ex.: Encontre o m.m.c dos números 120 e 84.
obtido somando 1 a cada expoente de seus fatores
primos (na Fatoração completa) e multiplicando
os resultados encontrados.

Exemplo:
Número de divisores positivos de 40

40 = 23 x 51 ⟶ (3 + 1). (1 + 1) = 8

Exemplo:
Os números naturais p = 231. 231 -1 e O m.m.c.(120, 84) é dado pela
q = 261. 261 -1 são primos. Então, o número de multiplicação dos fatores primos comuns e não
divisores naturais de 2pq é igual a: comuns, com maior expoente possível.

a) 1 Logo, m.m.c.(120, 84) = 23.3.5.7 = 840.


b) 2
c) 4
d) 6
e) 8 Nota:

Nas decomposições acima se pode observar que 2


e 3 são fatores primos comuns e que 5 e 7 são
OBTENÇÃO DO MÍNIMO MÚLTIPLO fatores primos não comuns.
COMUM (M.M.C.)

1. Através da decomposição simultânea MÁXIMO DIVISOR COMUM (M.D.C.)


Em alguns casos o método utilizado acima
se torna trabalhoso. O m.m.c. de dois ou mais
1. Através da decomposição simples
números naturais pode ser encontrado através da
O m.d.c. também pode ser obtido através da
decomposição simultânea dos números dados.
decomposição particular de cada um dos números
dados.
Ex.: Encontre o m.m.c dos números 120 e 84.
Exemplo:
Encontre o m.d.c. dos números 120 e 84. Como
vimos anteriormente:
120 = 23.3.5 e 84 = 22.3.7.

O m.d.c. (120, 84) é dado pela multiplicação dos


fatores primos comum, com menor expoente
possível.

Logo, m.d.c.(120, 84) = 22.3 = 12.

O m.m.c.(120, 84) é obtido através do


produto entre os fatores primos encontrados
através da decomposição simultânea dos números
120 e 84.

4
2. Decomposição simultânea por esse número. Vale a mesma explicação
feita para mmc.
9) Os divisores comuns de vários números são
Fatora-se os números simultaneamente,
divisores de seu mdc.
destacando os números que são divisores de todos
os números dados. O produto dos divisores
assinalados é o máximo divisor comum (mdc) dos
números dados.

1. (Uem 2017) Sobre números naturais e inteiros


3. Divisões Sucessivas (Algoritmo De é correto afirmar.
Euclides) 01) Seja a  MDC(b, c). Então o resto da divisão
de b por a e o resto da divisão de c por a
O método das divisões sucessivas será utilizado são iguais.
para obtenção do m.d.c. de apenas dois números 02) Se a  33  5  7 e b  22  5  11, então o
naturais. O método é utilizado da
MMC(a, b)  2310.
seguinte forma:
1) Divide-se o maior número pelo menor. 04) A soma dos n primeiros números ímpares
2) Divide-se o divisor pelo resto obtido na primeira naturais é n2 .
divisão. 08) Todo número maior que 1, que não é
3) Repete-se o mesmo procedimento até que se composto, é primo.
encontre um resto zero. 16) Entre 0 e 100 existem apenas 4 números
4) O m.d.c. será o divisor obtido quando se tem cujo resto da divisão por 2, e por 3, e por 5
resto zero.
é 1.
Exemplo: Calcular o mdc de 72 e 50.
2. (G1 - utfpr 2017) Sendo n um número natural,
n  0, assinale a alternativa verdadeira.
𝟏 𝟐 𝟑 𝟏 𝟐
𝟕𝟐 𝟓𝟎 𝟐𝟐 𝟔 𝟒 𝟐 a) O número n2  3 é sempre um número ímpar.

𝟐𝟐 𝟔 𝟒 𝟐 𝟎 b) O número n3 é sempre divisível por 3.


c) O número n  (n  1) é sempre ímpar.
mdc (72,50) = 2 d) O mínimo múltiplo comum entre n e 2n é
sempre um número par.
e) O máximo divisor comum entre n e 2n é 2n.

3. (G1 - cftmg 2017) Seja x um número inteiro,


1) Todo número composto é igual a um produto  60 
de fatores primo 0  x  60 e o conjunto A  K  | K  .
 x 
2) Dividindo-se os números dados pelo mdc os
Nessas condições, o número máximo de elementos
quocientes são primos entre si.
do conjunto A é
3) O produto do mdc pelo mmc de dois números é
a) 6.
igual ao produto dos números.
b) 8.
4) O mdc de dois números em que o maior é
divisível pelo menor, é o menor. c) 12.
5) O mmc de dois números, em que o maior é d) 16.
divisível pelo menor, é o maior.
6) O mdc de dois números primos entre si é igual
a 1.
7) O mmc de dois números primos entre si é igual
ao produto deles.
8) Multiplicando ou dividindo dois ou mais
números por certo número (diferente de
zero), seu mdc ficará multiplicado ou dividido

5
4. (G1 - ifsc 2017) Roberto e João são amigos de Sendo assim, é correto afirmar que a soma
infância e, sempre que podem, saem para pedalar x  y  z  w é igual a
juntos. Um dia, empolgados com a ideia de a) 274
saberem mais sobre o desempenho da dupla, b) 224
resolveram cronometrar o tempo que gastavam c) 199
andando de bicicleta. Para tanto, decidiram d) 149
pedalar numa pista circular, próxima à casa deles. e) 99
Constataram, então, que Roberto dava uma volta
completa em 24 segundos, enquanto João
7. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017) Um
demorava 28 segundos para fazer o mesmo
torneio de xadrez terá alunos de 3 escolas. Uma
percurso. Diante disso, João questionou:
das escolas levará 120 alunos; outra, 180 alunos;
e outra, 252 alunos. Esses alunos serão divididos
– Se sairmos juntos de um mesmo local e no
mesmo momento, em quanto tempo voltaremos a em grupos, de modo que cada grupo tenha
nos encontrar, pela primeira vez, neste mesmo representantes das três escolas, e o número de
ponto de largada? alunos de cada escola seja o mesmo em cada
grupo. Dessa maneira, o maior número de grupos
Assinale a alternativa CORRETA. que podem ser formados é
a) 3 min 8 s a) 12
b) 23
b) 2 min 48 s
c) 46
c) 1min 28 s d) 69
d) 2 min 28 s
e) 1min 48 s TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Leia o texto publicado em maio de 2013 para
responder à(s) questão(ões) a seguir.
5. (Espm 2017) Dividindo-se o número natural N
por 13, obtém-se quociente Q e resto R.
Os Estados Unidos se preparam para
Aumentando-se 2 unidades no dividendo e
mantendo-se o divisor, o quociente aumenta de 1
uma invasão de insetos após 17 anos
unidade e a divisão é exata.
Elas vivem a pelo menos 20 centímetros
Sabendo-se que Q  R  16, podemos afirmar que sob o solo há 17 anos. E neste segundo trimestre,
bilhões de cigarras (Magicicada septendecim)
os divisores primos de N são:
emergirão para invadir partes da Costa Leste,
a) 2 e 19
enchendo os céus e as árvores, e fazendo muito
b) 2, 3 e 13 barulho.
c) 3 e 17 Há mais de 170 espécies de cigarras na
d) 3, 5 e 7 América do Norte, e mais de 2 mil espécies ao
e) 5 e 11 redor do mundo. A maioria aparece todos os anos,
mas alguns tipos surgem a cada 13 ou 17 anos.
6. (G1 - col. naval 2017) O número h tem 241 Os visitantes deste ano, conhecidos como Brood II
(Ninhada II, em tradução livre) foram vistos pela
algarismos e h  (z w)x . O MDC (x, 25), com x
última vez em 1996. Os moradores da Carolina do
natural, resolvido pelo algoritmo das divisões Norte e de Connecticut talvez tenham de usar
sucessivas de Euclides, gera o esquema a seguir: rastelos e pás para retirá-las do caminho, já que
as estimativas do número de insetos são de 30
y 1 4  quocientes bilhões a 1 trilhão.
x 25 z w  dividendos e Um estudo brasileiro descobriu que
divisores intervalos baseados em números primos ofereciam
z w 0  restos a melhor estratégia de sobrevivência para as
cigarras.

<http://tinyurl.com/zh8daj6> Acesso em:


30.08.2016. Adaptado.

6
8. (Fatec 2017) Suponha a existência de uma
espécie C1 de cigarras, emergindo na superfície
a cada 13 anos, e de uma espécie C2 de cigarras, 1. (Upe-ssa 1 2017) Rodrigo estava observando o
emergindo a cada 17 anos. pisca-pisca do enfeite natalino de sua casa. Ele é
composto por lâmpadas nas cores amarelo, azul,
Se essas duas espécies emergirem juntas em 2016, verde e vermelho. Rodrigo notou que lâmpadas
elas emergirão juntas novamente no ano de amarelas acendem a cada 45 segundos, as
a) 2.271. lâmpadas verdes, a cada 60 segundos, as azuis, a
b) 2.237. cada 27 segundos, e as vermelhas só acendem
c) 2.145. quando as lâmpadas das outras cores estão acesas
d) 2.033. ao mesmo tempo. De quantos em quantos
e) 2.029. minutos, as lâmpadas vermelhas acendem?
a) 6
9. (Uepg 2016) Considerando o número natural a b) 9
tal que m.m.c.(a, 15)  120 e m.d.c.(a, 15)  5 e o c) 12
d) 15
número natural b, tal que m.m.c.(b, 20)  140 e
e) 18
m.d.c.(b, 20)  4, assinale o que for correto.
01) m.m.c.(a, b)  280 2. (Uel 2017) Os povos indígenas têm uma forte
02) m.d.c(a, b)  4 relação com a natureza. Uma certa tribo indígena
04) a e b são números pares. celebra o Ritual do Sol de 20 em 20 dias, o Ritual
08) a  b da Chuva de 66 em 66 dias e o Ritual da Terra
de 30 em 30 dias.
10. (Fgv 2016) O resto da divisão do número
A partir dessas informações, responda aos itens a
62015 por 10 é igual a
seguir.
a) 4.
b) 5. a) Considerando que, coincidentemente, os três
c) 6. rituais ocorram hoje, determine a quantidade
d) 8. mínima de dias para que os três rituais sejam
e) 9. 10.[C] 15. celebrados juntos novamente.
05.[A] 06.[D] 07.[A] 08.[B] 09. 01 + 02 + 04 + 08 = Justifique sua resposta apresentando os
01. 01 + 04 + 08 + 16 = 29. 02. [D] 03. [C] 04.[B] cálculos realizados na resolução deste item.
GABARITO: b) Hoje é segunda-feira. Sabendo que, daqui a
3.960 dias, os três rituais acontecerão no
mesmo dia, determine em que dia da semana
ocorrerá esta coincidência.
Justifique sua resposta apresentando os
cálculos realizados na resolução deste item.

3. (Uerj 2016) O ano bissexto possui 366 dias e


sempre é múltiplo de 4. O ano de 2012 foi o
último bissexto. Porém, há casos especiais de anos
que, apesar de múltiplos de 4. não são bissextos:
são aqueles que também são múltiplos de 100 e
não são múltiplos de 400. O ano de 1900 foi o
último caso especial.
A soma dos algarismos do próximo ano que será
um caso especial é:

7
a) 3 7. (Uepg 2016) Um número N, formado por 4
b) 4 algarismos distintos, tem as seguintes
c) 5 propriedades:
d) 6
- o algarismo das unidades é um divisor de 20,
4. (Acafe 2016) Um feirante deseja distribuir 576 mas não é divisor de 30.
goiabas, 432 laranjas e 504 maçãs entre várias - o algarismo das dezenas é um divisor de 15, mas
famílias de um bairro carente. A exigência do não é divisor de 10.
feirante é que a distribuição seja feita de modo - o algarismo das centenas é o maior divisor
que cada família receba o mesmo e o menor comum de 36 e 45.
número possível de frutas de uma mesma espécie.
Se N é divisível por 9, assinale o que for correto.
A quantidade total de frutas recebida por cada
01) A soma dos algarismos de N é um múltiplo de
família representa um número:
5.
a) divisível por 9.
02) N é múltiplo de 4.
b) múltiplo de 7.
04) N  2.900.
c) múltiplo de 12.
d) entre 40 e 50. 08) N é divisível por 6.

5. (G1 - ifce 2016) O menor número natural que 8. (Uece 2016) Ao fatorarmos o número inteiro
deve ser somado a 1983 para que o resultado seja positivo n, obtemos a expressão n  2x  5y , onde
um múltiplo de 7 é x e y são números inteiros positivos. Se n
a) 4. admite exatamente 12 divisores positivos e é
b) 6. menor do que o número 199 então, a soma x  y
c) 5. é igual a
d) 1. a) 5.
e) 3. b) 6.
c) 7.
6. (Pucpr 2016) Um estagiário recebeu a tarefa d) 8.
de organizar documentos em três arquivos. No
primeiro arquivo, havia apenas 42 contratos de 9. (G1 - ifsul 2016) Os critérios de divisibilidade
locação; no segundo arquivo, apenas 30 fazem parte da Aritmética elementar e são regras
contratos de compra e venda; no terceiro arquivo, simples que permitem verificar se um número é
apenas 18 laudos de avaliação de imóveis. Ele foi divisível pelo outro. Podemos destacar neste
orientado a colocar os documentos em pastas, de campo, os trabalhos de Étienne Bézout,
modo que todas as pastas devem conter a mesma matemático francês que viveu no século XVIII.
quantidade de documentos. Além de não poder
mudar algum documento do seu arquivo original, Para que o número 5A38B seja divisível ao
deveria colocar na menor quantidade possível de mesmo tempo por 3 e por 10, os valores que A
pastas. O número mínimo de pastas que ele pode
e B devem, respectivamente, assumir são:
usar é:
a) 1 e 2
a) 13.
b) 0 e 5
b) 15.
c) 3 e 0
c) 26.
d) 2 e 0
d) 28.
e) 30.

8
10. (Upe-ssa 1 2016) Dois números inteiros • ℤ∗ ={...,−4,−3,−2,−1,1,2,3,4,...}, nessa
diferentes são tais que notação, excluímos o número 0 (zero).
• ℤ+ =N={0,1,2,3,4,...} , esse conjunto será
- a soma deles vale 288; chamado de conjunto dos números
- o MDC entre eles vale 18; inteiros não negativos.
- um é múltiplo do outro.
• ℤ− ={...,−4,−3,−2,−1,0}, esse conjunto será
Nessas condições, quanto vale a diferença entre chamado de conjunto dos números
eles?
inteiros não positivos.
a) 160
b) 216
• ℤ∗+ ={1,2,3,4,...}=N*, esse conjunto será
c) 252
chamado de inteiros positivos.
d) 270
e) 306
• ℤ∗− ={...,−4,−3,−2,−1}, esse conjunto será
06. [B] 07. 04 + 08 = 12. 08. [B] 09. [D] 10.[C] [C] chamado de inteiros negativos.
01. [B] 02. a) 660 b) sábado (dia 5). 03.[A] 04. [B] 05.
GABARITO Proposição (Propriedade Cancelativa da
Adição). Sejam 𝑎, 𝑏, 𝑐 ∈ Z, tem-se que, se 𝑎 +
𝑏 = 𝑎 + 𝑐, então b = c.
NÚMEROS INTEIROS
FUNDAMENTAÇÃO AXIOMÁTICA Proposição. Para todo inteiro a, tem-se que
a . 0 = 0.
Os números inteiros formam um conjunto, que
denotaremos por Z, assim definido: Proposição. Sejam a e b inteiros, tais que
a . b = 0. Então, a = 0 ou b = 0.
Z = N ∪ {0} ∪ { - n ; n ∈ N}

no qual estão definidas duas operações, a adição


e a multiplicação, que definimos para os números NÚMEROS RACIONAIS
Naturais. Enunciamos um grupo de 4 axiomas
(propriedades) em N que também são válidas para Assim como o conjunto dos números inteiros
Z, além das que seguem: podem ser vistos como uma ampliação do
conjunto dos números naturais, o conjunto dos
(Z1) A existência do Elemento Neutro: números racionais pode ser construído como uma
∀a ∈ Z ; a + 0 = a e a . 1 = a ampliação do conjunto dos números inteiros.
Como não existe um inverso multiplicativo em ℤ,
(Z2) A existência do Oposto: para cada a ∈ Z esta dificuldade foi superada introduzindo os
números racionais.
existe um único oposto aditivo, denotado por - a,
tal que Sejam a b, ∈ ℤ com b ≠ 0 . Se a é múltiplo de b ,
a + (-a) = 0. então existe um único elemento r ∈ ℤ, de maneira
que a = b . r . Este elemento r é
(Z3) Propriedade cancelativa para a chamado quociente (ou divisão) de a por b e
multiplicação:, ∀ a, b, c ∈ Z, com a ≠0, tem-se indicamos
que
a . b = a . c ⇒b = c

Nota. No conjunto Z, distinguimos seis


subconjuntos notáveis: Também chamamos a/b de fração onde a é
• ℤ ={...,−4,−3,−2,−1,0,1,2,3,4,...}
numerador e b é denominador. Assim, definimos
então o conjunto de todos os números que podem

9
ser escritos na forma de fração como o conjunto FRAÇÃO GERATRIZ
dos números racionais (ratio=razão) (fração ordinária que gerou a dízima periódica).

✓ DÍZIMA PERIÓDICA SIMPLES


OPERAÇÕES EM ℚ.
A geratriz de uma dízima
Podemos definir em ℚ as operações já periódica simples (de parte inteira nula) é
estruturadas em ℤ : adição, multiplicação e uma fração que tem para numerador o período e
subtração e, além disso, definiremos uma outra, para o denominador um número formado por
a divisão. tantos noves quantos forem os algarismos do
período.
SUBCONJUNTOS DE Q (NÚMEROS Exemplo
41
RACIONAIS) 0, 4141... 
99

• Q+ = {x ∈ Q/x ≥ 0}
Conjunto dos números racionais não negativos NOTA: Se a parte inteira da dízima periódica
não é nula, soma-se a parte inteira com a
• Q _ = {x ∈ Q /x ≤ 0} geratriz da dízima, isto é, formando-se um
Conjunto dos números racionais não positivos número misto.
Exemplo
• Q* = {x ∈ Q / x ≠ 0} 4 27  4 31 4
3,444...  3    ou 3,44...  3
Conjunto dos números racionais com ausência do 9 9 9 9
zero

• Q*+ = {x ∈ Q / x > 0} ✓ DÍZIMA PERIÓDICA COMPOSTA


Conjunto dos números racionais positivos
A geratriz de uma dízima
• Q*_ = {x ∈ Q / x < 0}
periódica composta (de parte inteira nula) é
Conjunto dos números racionais negativos
uma fração que tem para numerador a diferença
entre o numero formado pela parte não periódica
acompanhada de um período e a parte não
DÍZIMAS PERIÓDICAS periódica; e para denominador, um número
formado de tantos noves quantos forem os
• SIMPLES: Se o período vier logo após a algarismos do período, seguidos de tantos zero
vírgula. quantos forem os algarismos da parte não
periódica.
• COMPOSTA: Se existir entre a vírgula e o
período uma parte decimal. Exemplo:
273  27 246 41
0,27333...   
900 900 150

10
Exemplo 01. - Pois isto não podemos dizer exatamente.
A respeito dos números a   e b  , é O que se sabe é que não dá para representar como
uma fração de números inteiros, pois tem infinitas
correto afirmar:
casas depois da vírgula (e não é uma dízima
periódica). Então não podemos chamá-lo de
A) b = a + 0,011111…
número racional. Por este motivo houve a
B) a=b
necessidade de criar-se mais um conjunto. Que,
C) a é irracional e b é racional
por oposição aos números racionais, chama-se
D) a<b
"CONJUNTO DOS NÚMEROS IRRACIONAIS".
Formado por todos os números que, ao contrário
Exemplo 02. dos racionais, NÃO podem ser representados
Sabe-se que há infinitos números irracionais entre
por uma fração de números inteiros.
dois números racionais quaisquer, e há infinitos
números racionais entre dois números irracionais
O conjunto dos números irracionais são
quaisquer. A figura mostra um trecho da reta
aqueles que não podem ser expressos na forma
numérica:
a/b, com a e b inteiros e b diferente de 0. São
compostos por dízimas infinitas não periódicas.
Por exemplo:

Se M é ponto médio do segmento AB, e N é ponto


médio do segmento BY, então é correto afirmar
que a abscissa do ponto

A) M é uma dízima periódica simples.


B) N não possui representação fracionária. Note que as dízimas periódicas são números
C) M e a abscissa do ponto N possuem racionais, enquanto as dízimas não periódicas são
representação decimal exata. números irracionais.
D) M é um número irracional.
E) M e a abscissa do ponto N são dízimas Por exemplo:
periódicas compostas. √23; √21; √11 - Todos estes valores não podem ser
representados por uma fração de números
inteiros, portanto, são chamados de números
irracionais.
NÚMEROS IRRACIONAIS
2 + √3 - Este número também não tem uma
Se formos um pouco mais além na história, representação em forma de fração, por isso
vamos chegar ao famoso teorema de Pitágoras. também é um número irracional. Ou seja, se
somarmos um racional com um irracional teremos
Pense comigo: Se temos um triângulo com como resultado um irracional.
catetos medindo 1 unidade de comprimento.
- Todas as raízes não exatas fazem parte do
conjunto dos números irracionais. Mas não são só
elas, também estão neste conjunto o número pi
(𝜋 = 3,141592. . . ), o número de Euler (𝑒 =
2,71828. . . ), e alguns outros.

Portanto, se um número for racional, não


pode ser irracional, e vice-versa. Por isso que, ao
Triângulo retângulo de hipotenusa igual a √2.
representarmos nos balões, devemos separá-los.
Pelo teorema de Pitágoras, calculamos
que o terceiro lado (a hipotenusa), vale √2.
- E quanto é√2?

11
NÚMEROS REAIS c) Intervalo aberto à esquerda e fechado
à direita
(𝑎, 𝑏] = ]𝑎, 𝑏] = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑎 < 𝑥 ≤ 𝑏}

Os números racionais e irracionais foram


utilizados por séculos e até hoje são considerados
d) Intervalo aberto
os mais importantes. Por este motivo, foi dado um
]𝑎, 𝑏[ = (𝑎, 𝑏) = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑎 < 𝑥 < 𝑏}
nome para o conjunto formado por todos estes
conjuntos. O nome escolhido foi "CONJUNTO DOS
NÚMEROS REAIS" que é a reunião do conjunto dos
números irracionais com o dos racionais. e) Intervalo aberto à direita
] − ∞, 𝑏[ = (−∞, 𝑏) = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑥 < 𝑏}

f) Intervalo fechado à direita


Se um número é Real, ou ele será Racional ] − ∞, 𝑏] = (−∞, 𝑏] = {𝑥 ∈ ℝ | 𝑥 ≤ 𝑏}
ou ele será Irracional, e se encontrará no seu
respectivo conjunto. Não existindo nenhum
número que seja REAL e não seja ou RACIONAL ou g)Intervalo fechado à esquerda de
IRRACIONAL.
comprimento infinito:
[𝑎, +∞) = [𝑎, +∞[ = {𝑥 ∈ ℝ | 𝑎
≤ 𝑥} 𝑜𝑢 [𝑎, +∞) = [𝑎, +∞[
REPRESENTAÇÃO DE UM INTERVALO = {𝑥 𝜀 | 𝑥 ≥ 𝑎}
NA RETA REAL

Um intervalo é representado na reta real


h) Intervalo aberto à esquerda de
utilizando-se de uma pequena “bolinha vazia” comprimento infinito:
para indicar que um dos pontos extremos não ]𝑎, +∞[ = (𝑎, +∞) = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑥 > 𝑎}
pertence ao intervalo e de uma “bolinha cheia”
para indicar que o ponto extremo pertence.
i) Intervalo aberto de comprimento
infinito:
] − ∞, +∞[ = (−∞, +∞) = 𝑅

Representação de um intervalo na reta


real. j)Intervalo fechado de comprimento
nulo:
Como o comprimento é nulo e o intervalo
Tipos de Intervalos:
fechado, então a = b e esse intervalo corresponde
ao conjunto unitário {a}, isto é, a um ponto da
Dados a e b números reais, com a ≤ b, x
reta real.
pertencente ao intervalo:
União e Intersecção de Intervalos
a) Intervalo Fechado
[𝑎, 𝑏] = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑎 ≤ 𝑥 ≤ 𝑏} Como intervalos são conjuntos é natural que as
operações mencionadas possam ser realizadas. E,
trata-se de um procedimento muito comum na
b) Intervalo
fechado à esquerda e resolução de alguns problemas.
aberto à direita [𝑎, 𝑏[ = [𝑎, 𝑏) = {𝑥 ∈ ℝ| 𝑎 ≤
𝑥 < 𝑏} E a maneira mais fácil e intuitiva de realizar essas
operações é através da representação gráfica dos
intervalos envolvidos. Vamos à um exemplo
prático de como efetuar tais operações.

12
Sejam 𝐴 = [−1,6] = { 𝑥 ∈ ℝ | − 1 ≤ 𝑥 ≤ 6} e
𝐵 = (1, +∞) = { 𝑥 ∈ ℝ | 𝑥 > 1} dois intervalos e 1. Expoente zero
vamos determinar 𝐴 ∪ 𝐵 e 𝐴 ∩ 𝐵. Pela própria definição toda potência tem dois ou
mais fatores. Logo, 20 não tem sentido e por essa
Primeiramente, marcamos todos os pontos que razão, introduzimos, por definição que qualquer
são extremos ou origens dos intervalos em uma número diferente de zero elevado a potência zero
mesma reta. Em seguida, abaixo dessa reta,
traçamos os intervalos que representam Exemplo: 20 = 1
graficamente os conjuntos A e B. E, por fim, é só
utilizar a definição de união e intersecção para
determinar os trechos que estão em pelo menos
um intervalo e os trechos comuns aos dois
intervalos, respectivamente. Veja a solução de A 2. Expoente 1
∩ B na figura a seguir e de onde é também Também não se enquadra este expoente dentro
facilmente observado o resultado de 𝐴 ∪ 𝐵: da definição dada. Convenciona-se, no entanto,
que a primeira potência de um número é o próprio
número.
𝐴 ∩ 𝐵 = {𝑥 ∈ ℝ| 1 < 𝑥 ≤ 6} Exemplo: 51 = 5
𝑒 𝐴 ∪ 𝐵 = {𝑥 ∈ ℝ| − 1 ≤ 𝑥}

OPERAÇÕES COM POTÊNCIAS

• Produto de potências de mesma base


É a potência da base comum, cujo expoente é
igual a soma dos expoentes dos fatores.
Exemplo:
a n  a m  a mn
POTÊNCIA • Quociente de potências de mesma
base
É a potência da base comum, cujo expoente é a
Potência de um número é um produto de fatores diferença entre os expoentes do dividendo e o
iguais a esse número. divisor.

Assim, 16 é uma potência de 2, porque Exemplo: a n  a m  a m  n  a  0

16 = 2 . 2 . 2 . 2 e indica-se da seguinte • Potência de expoente negativo


maneira: É uma fração que tem a unidade para numerador
e cujo denominador vem a ser esse número
16 = 24 relativo elevado ao mesmo expoente considerado
positivo.
Exemplo:
(lê-se: Dois elevado a quarta potência, ou
abreviadamente, dois a quarta). 1
a m 
am
O fator que se repete chama-se base, o
número de fatores iguais é o expoente ou grau. • Potência de Potência
Assim, no exemplo dado, 2 é a base e 4 é o É outra potência de mesma base cujo expoente é
expoente ou grau. Dá-se o nome de potenciação a igual ao produto dos expoentes.
operação pela qual se obtém o valor da potência. Exemplo:
(a m ) n  a mn
Casos Particulares

13
• Potência de um produto de dois ou - Alex afirmou que N é múltiplo de 8;
mais fatores - Beatriz afirmou que metade de N é igual a
É o produto das potências do mesmo expoente 225  410 ;
desses fatores. - Camila afirmou que N é par.
Exemplo:
(a  b) m  a m . b m Quantas das afirmações feitas pelos participantes
são verdadeiras?
a) 0
b) 1
c) 2
d) 3
• Potência das Frações
Elevamos o numerador e denominador a essa 4. (G1 - cftmg 2016) Sejam x  1,333..., y  0,25,
potência.
(x 1 y2 )z1
Exemplo: z  0,1, t  0,1 e h  .
n t3
a
n
a
   n b0
b b O valor de h é
a) 11 5 4.
b) 3  25.
c) 2  32.
d) 12  33.
1. (Upe-ssa 3 2017) Analise as sentenças a seguir:
5. (Espm 2016) A expressão numérica
3a a 1
I. Se 2  729, o resultado de 2 é igual a 3 6
2  81  3  9  4  27 4
equivale a:
3
15
II. O resultado da operação a) 3
(1,25  104  1,16  107 ) é igual a 1,19  104 b) 9 7

III. Se x2  2512; y6  2512 ; w 7  2563. O valor c) 274


d) 3 21
da expressão (x  y  w)12 é igual a 25168
e) 912

Com base nelas, é CORRETO afirmar que


01. [E] 02.[E] 03.[C] 04.[A] 05.[B]
a) apenas I é falsa.
b) apenas II é verdadeira.
GABARITO
c) apenas I e II são verdadeiras.
d) apenas I e III são verdadeiras.
e) I, II e III são falsas.

2. (Unigranrio - Medicina 2017) O valor de


2017  2016 , é
2 2

a) 33
b) 2.003
c) 2.033
d) 4.003
e) 4.033

3. (G1 - cftrj 2017) Alex, Beatriz e Camila foram


convidados a fazerem afirmações sobre o número
N  250  420.

14
RADICIAÇÃO Exemplo:
3
4.3 5.3 3  3 4.5.3  3 60
Radiciação é uma operação inversa da
potenciação segundo a qual, dado um número ✓ Reduções de Radicais ao Mesmo
relativo b denominado radicando e dado um índice
número inteiro positivo n denominado índice da
raiz, cumpre determinar outro número relativo a, Para isso, procedemos de acordo com a seguinte
denominado raiz enegésima de b, de sorte que a regra:
elevado a potência n seja igual a b. 1º Achamos o m.m.c dos índices;
2º Dividimos o m.m.c encontrado pelo índice de
cada radical;
3º Multiplicamos os índices e os expoentes dos
radicais, respectivamente, pelos quocientes assim
obtidos.
Exemplo:
3
5 e 23
1°. mmc (3;2)  6
Então: 2°. 6 : 3  2 ; 6:2  3
n
b  a  b  an 2.3 3.2
3°. 5 2.1  6 25 ; 3 3 .1  6 27

Regra: 6
25  6
27
• A raiz de índice ar de um número positivo
tem dois valores reais simétricos; e a raiz de ✓ Comparação de radicais
índice ímpar de qualquer número relativo(Positivo
ou negativo) tem apenas um valor real do mesmo
Podemos considerar os seguintes casos:
sinal do radicando.
• Os radicais tem o mesmo índice.
Exemplo:
Exemplo:
2
• A raiz de índice par de um número
2
3; 2
5  2
3 5
negativo não tem existência real (não
corresponde a nenhum número real) e, por isso, é • Os radicais tem o mesmo radicando
denominada raiz imaginária ou de valor complexo. Exemplo:
Exemplo: 3
3;53  3
3  5
3
• Os radicais não têm índices nem radicandos
Iguais.
✓ Operações com Radiciação
(Propriedades) A comparação é feita seguindo os passos da
redução de radicais ao mesmo índice.
• Não se altera o valor aritmético de um radical
quando multiplicamos ou dividimos o índice ✓ Introdução de Fatores debaixo do
da raiz e o expoente do radicando por um
Radical.
mesmo número diferente de zero.
Para introduzir no radical um fator que
figura fora dele, elevamos o fator à potência igual
Exemplo:
ao do índice do radical.
2.3 6
3
4 4 2.1  4 2  6 16 Exemplo:
3 2 2.3 2
• A raiz de um produto de vários fatores é igual
ao produto das raízes de mesmo índice de
cada um dos fatores.

15
✓ Radicais Semelhantes 1  1
3

São aqueles que têm o mesmo índice e o mesmo (5) 3  (3 5 ) 3   3 5


radicando  
Exemplo:
5 e 7 5
RACIONALIZAÇÃO DE DENOMINADORES
• Soma e subtração de Radicais
O processo de racionalização consiste de
semelhantes
um recurso matemático para eliminar do
Fazemos a soma algébrica dos coeficientes dos
denominador de uma fração um radical qualquer.
radicais e damos para a solução um radical
Isto é feito por motivo de padronização
semelhante aos dados.
matemática e simplicidade de cálculos.
Exemplo:
3
5  23 5  33 5
1º Caso
1 5 5
• Multiplicação de Radicais . 
2 5 5 5
Para a multiplicação de radicais de mesmo
índice, multiplicamos os coeficientes e os
radicandos e damos ao resultado o índice comum.
Exemplo: 2º Caso
2 5 . 3 3  2 . 3 5 . 3  6 15 1 32 32 32
.    2 3
32 32 ( 3)  2
2 2 1

• Divisão de Radicais
Para dividir radicais de mesmo índice,
dividimos os coeficientes e os radicandos e damos
o resultado o índice comum.
3º Caso
Exemplo:
5
3 2 54 25 54 25 54
24 24 3 .  
3  8 2
541
5 5 5 5
3
3 3 5 54

• Potenciação de Radicais
Elevamos o radicando a potência e
conservamos o índice do radical.
Exemplo:
1. (Epcar (Afa) 2018) Na reta dos números reais
( 3 5 ) 2  3 5 2  3 25 abaixo, estão representados os números m, n e p.

• Radiciação de Radicais
Multiplicamos os índices e conservamos o
radicando.
Exemplo:
2 3 2.3 Analise as proposições a seguir e classifique-as em
4  4 6 4
V (VERDADEIRA) ou F (FALSA).

• Expoente Fracionário mn


Uma expressão não se altera se a elevarmos ao ( ) não é um número real.
p
expoente n e ao mesmo tempo extrairmos a raiz ( ) (p  m) pode ser um número inteiro.
n dessa expressão. p
Exemplo: ( ) é, necessariamente, um número racional.
n

16
A sequência correta é 5. (G1 - cftmg 2016) Sobre os números racionais
a) V – V – F 1 7 14
b) F – V – V , e , é correto afirmar que:
11 33 55
c) F – F – F
d) V – F – V
a) apenas dois desses números, em sua forma
decimal, são representados por dízimas
2. (G1 - ifal 2017) Analise as afirmações abaixo: periódicas.
b) apenas um desses números, em sua forma
I. O conjunto dos Números Naturais é subconjunto decimal, é representado por uma dízima
dos Números Inteiros. periódica simples.
II. O conjunto dos Números Naturais é subconjunto c) os três números, em sua forma decimal, podem
dos Números Racionais. ser representados por dízimas periódicas tais
III. O conjunto dos Números Naturais é que o período de cada uma delas é um número
subconjunto dos Números Irracionais. primo.
d) os três números, em sua forma decimal, podem
a) Apenas a afirmação I é verdadeira. ser representados por dízimas periódicas tais
b) Apenas a afirmação II é verdadeira. que o período de cada uma delas é um número
c) Apenas a afirmação III é verdadeira. divisível por 3.
d) Apenas as afirmações I e II são verdadeiras.
e) Todas as afirmações são verdadeiras.
1
6. (G1 - ifce 2016) O número real w 
3 5
3. (Ufrgs 2017) Sendo a e b números reais,
pode ser escrito da forma w  a  b  5 para
considere as afirmações a seguir.
certos números racionais a e b cuja soma vale
I. Se a  b então  a   b. a) 5 6.
1 1 b) 2 3.
II. Se a  b então  .
a b c) 3 4.
2 2
III. Se a  b então a  b . d) 4 5.
e) 1 2.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
3
b) Apenas II. 7. (Uece 2016) Dados os números racionais ,
7
c) Apenas III.
d) Apenas I e II. 5 4 3
, e , a divisão do menor deles pelo maior
e) I, II e III. 6 9 5
é igual a
4. (Epcar (Afa) 2017) Sejam os números reais a)
27
.
28
18
( 1)2  0,1222 b) .
a 25
(1,2)1
18
b  comprimento de uma circunferência de raio c) .
35
1
20
c  12  90  160  147 d) .
27

Sendo ℕ, ℤ, ℚ e ℝ os conjuntos numéricos, assinale 8. (Uerj 2015) O segmento XY, indicado na reta
a alternativa FALSA.
numérica abaixo, está dividido em dez segmentos
congruentes pelos pontos A, B, C, D, E, F, G, H e
a){𝑎, 𝑐 } ⊂ ℚ
I.
b) 𝑐 ∈ (ℤ ∩ ℕ)
c) (ℝ − ℚ) ⊃ {𝑏, 𝑐 }
d) (𝑎, 𝑐 ) ⊂ (ℝ ∩ ℚ )

17
Admita que X erepresentem,
Y O Governo Francês fez um pedido à Academia
1 3 Francesa de Ciências para que criasse um sistema
respectivamente, os números e .
6 2 de medidas baseadas em uma constante não
O ponto D representa o seguinte número: arbitrária. Após esse pedido, um grupo de
investigadores franceses, composto de físicos,
1
a) astrônomos e agrimensores, deu início a esta
5
tarefa, definindo assim que a unidade de
8
b) comprimento metro deveria corresponder a uma
15
determinada fração da circunferência da Terra e
17 correspondente também a um intervalo de graus
c)
30 do meridiano terrestre. Em 22 de junho
d)
7 de 1799 foi depositado, nos Arquivos da República
10 em Paris, dois protótipos de platina iridiada, que
07. 08. representam o metro e o quilograma, ainda hoje
[E] 06. [D] 05. [C] 04. [A] 03. [D] 01.[A] 02. conservados no Escritório Internacional de Pesos e
GABARITO: Medidas (Bureau international des poids et
mesures) na França.

SISTEMA MÉTRICO Fonte:


https://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_m%C3%A9trico
Em 1585, o matemático flamengo Simon
Stevin publicou um pequeno panfleto chamado La
Thiende, no qual ele apresentou uma conta
• Medidas de comprimento
elementar e completa de frações decimais e sua
utilização diária. Embora ele não tenha inventado
as frações decimais e sua notação, ele Unidade Fundamental: metro
estabeleceu seu uso na matemática do dia-a-dia.
Ele declarou que a introdução universal da
cunhagem decimal, medidas e pesos seria apenas
uma questão de tempo. No mesmo ano, ele
escreveu La Disme sobre o mesmo assunto.[9]
Há registros de que a primeira ideia de um sistema
métrico seja de John Wilkins, primeiro secretário
da Royal Societyde Londres em 1668, porém a
ideia não vingou e a Inglaterra continuou com os
diferentes sistemas de pesos e medidas.[10][11][12]
Foi na França onde a ideia de um sistema
unificado saiu do papel. A proliferação dos
• Medidas De Capacidade
diferentes sistemas de medidas, geralmente
A quantidade de líquido é igual ao volume interno
baseados em unidades arbitrárias, como partes do
de um recipiente, afinal quando enchemos este
corpo do Rei, foi uma das causas mais frequentes
recipiente, o líquido assume a forma do mesmo.
de litígios entre comerciantes, cidadãos e
cobradores de impostos. Com o país unificado com Capacidade é o volume interno de um
uma moeda única e um mercado nacional havia recipiente.
um forte incentivo econômico para romper com Unidade fundamental de capacidade: litro.
essa situação e padronizar um sistema de
medidas. O problema inconsistente não era as
diferentes unidades, mas os diferentes tamanhos
das unidades. Ao invés de simplesmente
padronizar o tamanho das unidades existentes, os
líderes da Assembleia Nacional Constituinte
Francesa decidiram que um sistema
completamente novo deveria ser adotado.

18
• Medidas De Superfície
Unidade Fundamental: Metro Quadrado

Litro é a capacidade de um cubo que tem 1dm


de aresta.
1l = 1dm3
• Medidas Agrárias
As medidas agrárias são utilizadas para medir Múltiplos e submúltiplos do litro
superfícies de campo, plantações, pastos,
fazendas, etc. A principal unidade destas medidas
(relações com unidade de volume)
é o are (a). Possui um múltiplo, o hectare (ha),
e um submúltiplo, o centiare (ca).

• Medidas De Massa
Lembre-se:
1 ha = 1hm2 Unidade fundamental: Quilograma

1a = 1 dam2
1ca = 1m2

• Medidas De Volume
Unidade fundamental: Metro cúbico

Observação:
Na medida de grandes massas, podemos utilizar
as seguintes unidades especiais:

1 arroba = 15kg
1 tonelada = 1000kg
1 megaton = 1000t ou 1000000 kg

• Medidas De Capacidade ✓ Sistema sexagesimal


A quantidade de líquido é igual ao volume interno
• Medidas de tempo
de um recipiente, afinal quando enchemos este
recipiente, o líquido assume a forma do mesmo.
Capacidade é o volume interno de um
recipiente.
Unidade fundamental de capacidade: litro.

19
Segundo
Unidade fundamental: Para saber se você e os moradores de sua casa são
Múltiplos do Segundo consumidores moderados de água, basta
encontrar o consumo médio por pessoa.

Se o resultado for, por dia,


- menor que 150 L por pessoa, significa que vocês
praticam a economia de água.
- entre 150 e 300 L é sinal de que vocês estão no
limite do bom senso.
- maior de 300 L, significa que vocês devem
refletir sobre a utilização da água na sua casa,
ou mesmo averiguar se este elevado consumo
está sendo causado por vazamentos.
Submúltiplos do segundo: <http://tinyurl.com/zzaso7z> Acesso em: 10.09.16.
décimo de segundo Adaptado.
centésimo de segundo
milésimo de segundo
O consumo de água referente ao mês de setembro
de uma residência com 5 moradores foi de
CUIDADO:
Nunca escreva 2,40h como forma de representar 25 m3 .
2 h 40 min. Pois o sistema de medidas de tempo
não é decimal. Sobre o consumo médio por morador por dia, é
correto afirmar que esses, moradores
a) praticam a economia de água.
b) estão no limite do bom senso.
Outras importantes unidades de
c) consomem menos do que os que praticam a
medida: economia de água.
mês (comercial) = 30 dias d) devem refletir sobre a utilização da água na sua
ano (comercial) = 360 dias casa.
semana = 7 dias e) devem averiguar a existência de possíveis
quinzena = 15 dias vazamentos na residência.
bimestre = 2 meses
trimestre = 3 meses
2. (Ufrgs 2017) Na última década do século XX, a
semestre = 6 meses
perda de gelo de uma das maiores geleiras do
biênio = 2 anos
lustro ou quinquênio = 5 anos hemisfério norte foi estimada em 96 km3 . Se
década = 10 anos 1cm3 de gelo tem massa de 0,92 g, a massa de
século = 100 anos
milênio = 1.000 anos 96 km3 de gelo, em quilogramas, é
a) 8,832  1012.
b) 8,832  1013.
c) 8,832  1014.
d) 8,832  1015.

1. (G1 - cps 2017) A quantidade mínima de água e) 8,832  1016.


necessária para a vida de um ser humano varia de
acordo com seu padrão de vida, o local em que
mora, seus hábitos, entre outros fatores. No
Brasil, considera-se o consumo de 150 a 200
litros de água por pessoa, por dia, o necessário
para uma vida confortável numa residência.

20
3. (Enem (Libras) 2017) A Chlamydia, a menor e) 4320
bactéria do mundo, mede cerca de 0,2
micrômetro (1 micrômetro equivale à milionésima 6. (Fatec 2016) Um atossegundo é uma unidade
parte de um metro). Para ter uma noção de como de tempo que representa um bilionésimo de um
é pequena a Chlamydia, uma pessoa resolveu bilionésimo de segundo. Um femtossegundo é
também uma unidade de tempo que representa
descrever o tamanho da bactéria na unidade
um milionésimo de um bilionésimo de segundo.
milímetro.
Sabe-se que o processo que permite a visão
A medida da Chlamydia, em milímetro, é depende da interação da luz com pigmentos da
retina e leva cerca de 200 femtossegundos para
a) 2  10 1 ocorrer.
b) 2  102
Fonte dos dados: <http://tinyurl.com/ov3ur4z> Acesso em:
c) 2  104 17.09.2015. Adaptado.

d) 2  105
e) 2  107
Dessa forma, o tempo em que a luz interage com
os pigmentos da retina, em atossegundos, é igual
4. (Enem (Libras) 2017) Medir distâncias sempre a
foi uma necessidade da humanidade. Ao longo do a) 2.000.
tempo fez-se necessária a criação de unidades de
b) 20.000.
medidas que pudessem representar tais
c) 200.000.
distâncias, como, por exemplo, o metro. Uma
d) 2.000.000.
unidade de comprimento pouco conhecida é a
Unidade Astronômica (UA), utilizada para e) 20.000.000.
descrever, por exemplo, distâncias entre corpos
celestes. Por definição, 1UA equivale à distância 7. (G1 - cps 2016) Todos aqueles que tiveram
entre a Terra e o Sol, que em notação científica é oportunidade de lidar com imóveis rurais se
depararam com uma unidade de medida de terras
dada por 1,496  102 milhões de quilômetros. denominada alqueire, o que usualmente vem
seguido de uma dúvida: será o alqueire mineiro,
Na mesma forma de representação, 1UA, em com seus 4,84 ha, o paulista, equivalente a
metro, equivale a 2,42 ha, ou até mesmo o chamado alqueirão, com
a) 1,496  105 m 19,36 ha?
6
b) 1,496  10 m <http://tinyurl.com/nk237dd> Acesso em: 15.08.2015.

c) 1,496  108 m
d) 1,496  1010 m O Sr. João tem terras produtivas e sabe que pode
colher 48 sacas de soja por hectare de plantação.
e) 1,496  1011 m Em sua fazenda, ele plantou 5 alqueires paulistas
de soja.
5. (G1 - ifba 2016) Marta chegou em casa após 30
dias de viagem, e notou que uma torneira estava Assim sendo, o numero de sacas que o Sr. João
um pouco aberta, gotejando água em intervalos espera colher é mais próximo de
de tempo constantes. Em tempos de economia de a) 250.
água, ela, preocupada, resolveu medir o b) 580.
desperdício, e, para isso, usou um copo de c) 840.
200mL, que a torneira encheu em 20 minutos. d) 1.160.
Deste modo, o total desperdiçado, em litros, foi, e) 4.640.
no mínimo, igual a:
a) 43,2
b) 432
c) 600
d) 720

21
8. (Enem PPL 2016) Um produtor de café Em uma aula de matemática, o professor
contratou uma empresa de consultoria para considera que a medida encontrada por Mafalda,
avaliar as produções de suas diversas fazendas. No referente à maior circunferência do globo, foi de
relatório entregue consta que a variância das 80 cm. Além disso, informa que a medida real da
produtividades das fazendas foi igual a maior circunferência da Terra, a linha do Equador,
9.216 kg 2 2
ha . Esse produtor precisa apresentar é de aproximadamente 40.000 km.
QUINO. Toda Mafalda. São Paulo: Martins Fontes, 2008 (adaptado).
essa informação, mas em outra unidade de
produtividade: sacas ha. Ele sabe que a saca de
café tem 60 kg, mas tem dúvidas em determinar A circunferência da linha do Equador é quantas
2
o valor da variância em sacas ha . 2 vezes maior do que a medida encontrada por
Mafalda?
A variância das produtividades das fazendas de
a) 500
café expressa em sacas2 ha2 é
b) 5.000
a) 153,60. c) 500.000
b) 12,39. d) 5.000.000
c) 6,55. e) 50.000.000
d) 2,56.
08. [D] 09.[B] 10.[E]
e) 1,60. 01. [B] 02.[B] 03.[C] 04.[E] 05.[B] 06.[C] 07.[B]
GABARITO:
9. (Enem PPL 2016) O ato de medir consiste em
comparar duas grandezas de mesma espécie. Para
medir comprimentos existem diversos sistemas de
medidas. O pé, a polegada e a jarda, por exemplo,
são unidades de comprimento utilizadas no Reino
Unido e nos Estados Unidos. Um pé corresponde a 1. (G1 - utfpr 2016) Um salão pode ser revestido
1.200
metros ou doze polegadas, e três pés são totalmente com 540 ladrilhos de 3.600 cm2 ,
3.937
cada um. Assinale qual a área do salão.
uma jarda.
a) 19,40 dm2 .
Uma haste com 3 jardas, 2 pés e 6 polegadas b) 1,94 km2 .
tem comprimento, em metro, mais próximo de
a) 1,0. c) 0,194 hm2 .

b) 3,5. d) 194.000 mm2 .


c) 10,0. e) 194,40 m2 .
d) 22,9.
e) 25,3.
2. (Ueg 2016) O Parque Ipiranga em Anápolis
10. (Enem PPL 2015) Na imagem, a personagem possui uma excelente pista de caminhada. Sr.
Mafalda mede a circunferência do globo que João, morador das imediações desse parque,
representa o planeta Terra. realiza caminhadas ali diariamente. Em uma
dessas caminhadas ele observou que existem ao
longo da pista três pontos principais: um quiosque
para lanches rápido, um ponto de táxi e um
viveiro. Ele então resolveu contar e observou que
do quiosque até o ponto de táxi havia caminhado
3.000 passos, do ponto de táxi até o viveiro
2.400 passos e, do viveiro até o quiosque, 2.800
passos. Sabendo-se que cada um dos passos do Sr.
João mede 90 cm, o comprimento total da pista é
de

22
a) 8.200 m A paciente decidiu comprar duas garrafas do
b) 7.380 m mesmo tipo, procurando atender à recomendação
médica e, ainda, de modo a consumir todo o
c) 3.690 m
líquido das duas garrafas antes do exame.
d) 3.600 m
e) 3.090 m Qual o tipo de garrafa escolhida pela paciente?
a) I
3. (G1 - cp2 2016) Camila está grávida. A
b) II
duração esperada de sua gravidez é de 280 dias.
c) III
d) IV
A gravidez, portanto, deverá durar quantos
e) V
segundos?
a) 24.380.000.
6. (Enem 2014) A Companhia de Engenharia de
b) 24.192.000.
Tráfego (CET) de São Paulo testou em 2013 novos
c) 1.008.000.
radares que permitem o cálculo da velocidade
d) 403.200. média desenvolvida por um veículo em um trecho
da via.
4. (Enem PPL 2015) Atendendo à encomenda de
um mecânico, um soldador terá de juntar duas
barras de metais diferentes. A solda utilizada tem
espessura de 18 milímetros, conforme ilustrado
na figura.

Qual o comprimento, em metros, da peça


resultante após a soldagem? As medições de velocidade deixariam de ocorrer
a) 2,0230 de maneira instantânea, ao se passar pelo radar,
b) 2,2300 e seriam feitas a partir da velocidade média no
c) 2,5018 trecho, considerando o tempo gasto no percurso
entre um radar e outro. Sabe-se que a velocidade
d) 2,5180
média é calculada como sendo a razão entre a
e) 2,6800 distância percorrida e o tempo gasto para
5. (Enem 2015) Alguns exames médicos requerem percorrê-la.
uma ingestão de água maior do que a habitual. Por O teste realizado mostrou que o tempo que
recomendação médica, antes do horário do permite uma condução segura de deslocamento
exame, uma paciente deveria ingerir 1 copo de no percurso entre os dois radares deveria ser de,
água de 150 mililitros a cada meia hora, durante no mínimo, 1minuto e 24 segundos. Com isso, a
as 10 horas que antecederiam um exame. A CET precisa instalar uma placa antes do primeiro
paciente foi a um supermercado comprar água e radar informando a velocidade média máxima
verificou que havia garrafas dos seguintes tipos: permitida nesse trecho da via. O valor a ser
exibido na placa deve ser o maior possível, entre
Garrafa I: 0,15 litro os que atendem às condições de condução segura
Garrafa II: 0,30 litro observadas.
Garrafa III: 0,75 litro Disponível em: www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 11 jan. 2014
Garrafa IV: 1,50 litro (adaptado).

Garrafa V: 3,00 litros

23
A placa de sinalização que informa a velocidade Qual é o valor, em metros quadrados, da área
que atende a essas condições é coberta pelo terreno da piscina?
a) 8
b) 80
c) 800
d) 8.000
a)
e) 80.000

9. (Enem PPL 2014) Enquanto as lâmpadas


comuns têm 8 mil horas de vida útil, as lâmpadas
b) LED têm 50 mil horas.
MetroCuritiba, 18 ago. 2011 (adaptado).

De acordo com a informação e desprezando


c) possíveis algarismos na parte decimal, a lâmpada
LED tem uma durabilidade de
a) 1.750 dias a mais que a lâmpada comum.
b) 2.000 dias a mais que a lâmpada comum.
d) c) 2.083 dias a mais que a lâmpada comum.
d) 42.000 dias a mais que a lâmpada comum.
e) 1.008.000 dias a mais que a lâmpada comum.

10. (Ufrgs 2014) A atmosfera terrestre contém


e)
12.900 quilômetros cúbicos de água. Esse valor
corresponde, em litros, a
7. (Enem 2014) Um show especial de Natal teve
a) 1,29  109.
45.000 ingressos vendidos. Esse evento ocorrerá
em um estádio de futebol que disponibilizará 5 b) 1,29  1012.
portões de entrada, com 4 catracas eletrônicas c) 1,29  1015.
por portão. Em cada uma dessas catracas, passará
d) 1,29  1016.
uma única pessoa a cada 2 segundos. O público
foi igualmente dividido pela quantidade de e) 1,29  1018.
portões e catracas, indicados no ingresso para o
show, para a efetiva entrada no estádio. Suponha
que todos aqueles que compraram ingressos irão
07.[B] 08.[E] 09.[A] 10.[D]
ao show e que todos passarão pelos portões e
RAZÕES E PROPORÇÕES
01. [E] 02.[B] 03.[B] 04.[D] 05.[D] 06.[C]
catracas eletrônicas indicados. GABARITO:

Qual é o tempo mínimo para que todos passem


pelas catracas?
a) 1 hora.
b) 1 hora e 15 minutos.
c) 5 horas.
d) 6 horas.
e) 6 horas e 15 minutos.

8. (Enem 2014) A maior piscina do mundo,


registrada no livro Guiness, está localizada no
Chile, em San Alfonso del Mar, cobrindo um
terreno de 8 hectares de área.
Sabe-se que 1 hectare corresponde a 1
hectômetro quadrado.

24
Razão é a relação existente entre dois valores de Razão de duas grandezas
uma mesma grandeza.[1][2] (ou seja, objetos,
pessoas, estudantes, colheradas, unidades de É o quociente exato dos números que
qualquer dimensão idêntica), expressa expressam essas grandezas.
geralmente como "a para b", a:b ou a/b, e
algumas vezes representada aritmeticamente Ex: Um carro percorre 180 km em 3 horas. A razão
como num quociente adimensional das duas entre a distância percorrida e o tempo gasto em
quantidades[3] que indica explicitamente quantas percorrê-la é:
vezes o primeiro número contém o segundo (não 180km
necessariamente um valor inteiro).[4]  60 km
3h h
Quando comparamos duas medidas, dois valores (chamada de velocidade média pela física).
ou até duas grandezas, estamos determinando
uma relação entre dois números que os Razão de duas grandezas da mesma espécie é
representam. Quando essa relação é determinada o quociente exato dos números que expressam
por uma divisão, chamamos de razão. essas grandezas com a mesma unidade.

Fonte:https://pt.wikipedia.org/wiki/Raz%C3%A3
2m 2
o_(matem%C3%A1tica) Ex: A razão de 2 m para 3 m é: 
3m 3

NOTAÇÃO E TERMINOLOGIA
A razão entre os números a e b pode ser expressa Razões Iguais
como:
São duas razões em que as frações que as
• a razão de a para b
representam são equivalentes, como por
• a está para b exemplo, 6/9 e 2/3.
• a:b Para verificar a igualdade entre as razões
• a/b basta multiplicar os termos cruzados, ficando
sempre claro assim, que o produto do
• Um número racional que é o quociente da
antecedente de uma por o consequente da outra
divisão de a por b são sempre iguais.
Os números a e b são algumas vezes chamados
de termos, Aplicações Do Conceito De Razão
sendo a o antecedente e b o consequente
Escala Numérica
. Representada por uma fração, o numerador é o
termo antecedente e o denominador é o termo
COMP. DESENHO
consequente. ESCALA =
COMP. REAL

É uma razão especial que é usada na


Razões inversas
apresentação de mapas, maquetes, plantas de
construção, etc., e a definimos assim: “Escala de
Duas razões são inversas entre si quando uma
um desenho é a razão existente entre o
é igual ao inverso multiplicativo da outra.
comprimento representado no desenho e o
correspondente comprimento real”, medidos na
Observe:
mesma unidade de comprimento.
• Se a e b são números reais não nulos, então a/b
e b/a são razões inversas.
a b Importante:
. =1
b a Nas questões envolvendo áreas, devemos
elevar o título da escala ao quadrado.

25
Velocidade Média.

É a razão entre a distância percorrida e o tempo


total de percurso. A velocidade média será
sempre acompanhada de uma unidade, que
depende das unidades escolhidas para calcular
distância e tempo. Alguns exemplos de unidades
para a velocidade média são km/h, m/s, cm/s
etc.

DISTÂNCIA PERCORRIDA
VEL. MÉDIA=
TEMPO TOTAL DE PERCURSO
Ao ser divulgado esse resultado em jornal, o
Gráfico 1 foi cortado durante a diagramação,
Densidade. como mostra o Gráfico 2.
A densidade de um corpo é a razão entre a sua
massa e o seu volume. A densidade também será
sempre acompanhada de uma unidade, que
depende das unidades escolhidas para medir a
massa e o volume. Alguns exemplos de unidades
para a densidades são g/cm³, kg/m³ etc.

MASSA
DENSIDADE=
VOLUME

1. (Uerj simulado 2018) O tempo necessário para Apesar de os valores apresentados estarem
que um planeta do sistema solar execute uma corretos e a largura das colunas ser a mesma,
volta completa em torno do Sol é um ano. Observe muitos leitores criticaram o formato do Gráfico 2
as informações na tabela: impresso no jornal, alegando que houve prejuízo
visual para o candidato B.
DURAÇÃO DO ANO EM DIAS
PLANETAS A diferença entre as razões da altura da coluna B
TERRESTRES
Mercúrio 88 pela coluna A nos gráficos 1 e 2 é
a) 0
Vênus 225
1
Terra 365 b)
2
Marte 687
1
c)
5
Se uma pessoa tem 45 anos na Terra, sua idade
contada em anos em Vênus é igual a: 2
d)
a) 73 15
b) 76 8
e)
c) 79 35
d) 82

2. (Enem 2017) O resultado de uma pesquisa


eleitoral, sobre a preferência dos eleitores em
relação a dois candidatos, foi representado por
meio do Gráfico 1.

26
3. (Enem (Libras) 2017) Um jogo de boliche c) 3,4.
consiste em arremessar uma bola sobre uma pista d) 3,2.
com o objetivo de atingir e derrubar o maior e) 3,0.
número de pinos. Para escolher um dentre cinco
jogadores para completar sua equipe, um técnico
6. (G1 - ifsc 2017) Após uma semana de muita
calcula, para cada jogador, a razão entre o
chuva na região onde mora, Maria, que é
número de arremessos em que ele derrubou todos
responsável pelas compras de sua casa, foi à feira
os pinos e o total de arremessos efetuados por
comprar verduras. Ao chegar lá, assustou-se ao se
esse jogador. O técnico escolherá o jogador que
deparar com um aumento muito elevado no preço
obtiver a maior razão. O desempenho dos
dos produtos. Por exemplo, o pé de alface que, na
jogadores está no quadro.
semana anterior, custava R$ 1,50, agora estava
Nº de arremessos em custando R$ 2,85. Com base nessas informações,
Nº total de
Jogador que derrubou todos qual o percentual de aumento que esse produto
arremessos
os pinos sofreu?
I 50 85 a) 185%
II 40 65 b) 85%
III 20 65 c) 35%
IV 30 40 d) 135%
V 48 90 e) 90%

Deve ser escolhido o jogador


01.[A] 02.[E] 03.[D] 04.[A] 05.[B] 06.[E]
a) I.
b) II.
GABARITO:
c) III.
d) IV.
e) V.

4. (Espm 2017) Um município de 250 km2 de área


total tem uma população estimada de 30.000
habitantes, dos quais 40% moram na zona rural,
que abrange 60% de sua superfície. A densidade
demográfica da zona rural desse município é de:
a) 80 hab km2
b) 60 hab km2
c) 70 hab km2
d) 90 hab km2
e) 50 hab km2

5. (G1 - ifpe 2017) No vestibular 2017, o IFPE


oferece 40 vagas para técnico em refrigeração e
climatização na modalidade PROEJA no campus
Recife. Suponha que 152 candidatos façam a
inscrição para concorrer a essas 40 vagas.

A razão candidatos/vaga para esse curso de


técnico em refrigeração e climatização no campus
Recife é de
a) 3,6.
b) 3,8.

27
PROPORÇÃO
Duas grandezas variáveis são
Dados, em certa ordem, quatro números a, b, inversamente proporcionais, se os valores
c e d, diferentes de zero, dizemos que formam correspondentes y e x são tais que:
uma proporção quando a razão entre os dois 𝒚. 𝒙 = 𝒌 𝒐𝒖 𝒚 = 𝒌 . 𝟏/𝒙
primeiros (a e b) é igual a razão dos dois últimos
(c e d). Onde k é um número real não nulo, chamado de
constante de proporcionalidade.
Simbolicamente:
𝑎 𝑐
= 𝑑 𝑜𝑢 𝑎: 𝑏 ∶ : 𝑐: 𝑑
𝑏

(lê-se a está para b, assim como c está DIVISÃO PROPORCIONAL.


para d).

Resumindo: ✓ Divisão Diretamente Proporcional

Dividir um número em partes diretamente


Proporção é uma igualdade entre duas razões. proporcionais a outros números dados, é achar
parcelas desse número que sejam diretamente
proporcionais aos números dados e que, somadas,
Elementos da proporção: reproduzam o número.

𝑎 𝑐 Exemplo:
=
𝑏 𝑑 Um operário tem seu salário dado por um valor
fixo mais uma parte variável que é diretamente
𝑎 𝑒 𝑐  𝑎𝑛𝑡𝑒𝑐𝑒𝑑𝑒𝑛𝑡𝑒𝑠 proporcional ao número de horas extras
𝑏 𝑒 𝑑  𝑐𝑜𝑛𝑠𝑒𝑞𝑢𝑒𝑛𝑡𝑒𝑠 trabalhadas. Sabe-se que, em um mês em que são
feitas 12 horas extras, o salário é de R$ 840,00 e
que, em um mês em que são feitas 20 horas
𝑎 ∶ 𝑏 ∶ : 𝑐 ∶ 𝑑, extras, o salário é de R$ 1.000,00. Com base no
enunciado, assinale a alternativa que apresenta,
𝑎 𝑒 𝑑  𝑒𝑥𝑡𝑟𝑒𝑚𝑜𝑠 𝑒 correta e respectivamente, os valores, fixo e de
𝑏 𝑒 𝑐  𝑚𝑒𝑖𝑜𝑠 hora extra, que compõem o salário do operário.

A) R$ 640,00 e R$ 18,00
B) R$ 760,00 e R$ 12,00
Propriedade Fundamental
C) R$ 660,00 e R$ 15,00
D) R$ 600,00 e R$ 20,00
Em toda proporção, o produto dos extremos é E) R$ 720,00 e R$ 10,00
igual ao produto dos meios.
✓ Divisão Inversamente Proporcional
Temos:
𝑎 𝑐 Dividir um número em partes inversamente
= 𝑑 ⇔ 𝑎. 𝑑 = 𝑏. 𝑐 proporcionais a outros números dados, é achar
𝑏
parcelas desse número que sejam diretamente
Grandezas Proporcionais proporcionais aos inversos dos números dados e
que, somadas, reproduzam o número.
Duas grandezas variáveis são diretamente
proporcionais, se os valores correspondentes
x e y são tais que:
𝒚/𝒙 = 𝒌 𝒐𝒖 𝒂𝒊𝒏𝒅𝒂, y  k  x

28
Exemplo: 2. (Fgv 2017) As torneiras A, B e C, que operam
A quantia de R$ 3000,00 precisa ser dividida entre com vazão constante, podem, cada uma, encher
Joana, Beatriz e Carla, de forma inversamente um reservatório vazio em 60 horas, 48 horas e
proporcional a suas idades, que são 20 anos, 15 80 horas, respectivamente. Para encher esse
anos e 12 anos, respectivamente. Determine a mesmo reservatório vazio, inicialmente abre-se a
quantia que cada um receberá.
torneira A por quatro horas e, em seguida, fecha-
se a torneira A e abre-se a torneira B por quatro
horas. Por fim, fecha-se a torneira B e abre-se a
Divisão Composta Mista torneira C até que o reservatório se encha por
completo.
Chamamos de divisão composta mista à divisão de
um número em partes que devem ser diretamente De acordo com o processo descrito, o tempo
proporcionais aos valores de uma sucessão dada e necessário e suficiente para encher o reservatório
inversamente proporcionais aos valores de uma por completo e sem transbordamento é de
outra sucessão dada. a) 84 horas.
b) 76 horas.
Para efetuarmos uma divisão composta mista, c) 72 horas.
devemos: d) 64 horas.
e) 60 horas.
1) Inverter os valores da sucessão que indica
proporção inversa, recaindo assim num caso de
divisão composta direta;
3. (G1 - ifpe 2017) Karla, Luisa e Raquel são as
2) Aplicar o procedimento explicado
funcionárias que mais venderam no último ano na
anteriormente para as divisões compostas diretas.
empresa em que trabalham. Ao final do ano, a
chefia liberou um bônus de R$ 6.000,00 para ser
Exemplo:
divido entre as três de modo diretamente
Dividir o número 690 em três partes que devem
proporcional ao total de vendas de cada uma e
ser diretamente proporcionais aos números 1, 2 e
inversamente proporcional à quantidade de faltas
3 e inversamente proporcionais aos números 2, 3
que cada uma teve, conforme a tabela abaixo.
e 4, respectivamente.
Funcionária Karla Luisa Raquel
Vendas (em
220.000 210.000 180.000
reais)
Faltas (em
2 3 3
dias)
1. (G1 - epcar (Cpcar) 2018) Uma prestadora de
serviços combina um prazo de 9 dias, utilizando Com base nas informações, assinale a alternativa
12 máquinas, para executar certo trabalho. CORRETA.
Ao final do quarto dia, 4 máquinas estragam, não a) Raquel receberá 250 reais a menos que Karla.
sendo substituídas e não havendo interrupção do b) Luisa receberá 500 reais a mais que Raquel.
trabalho. As máquinas levam 3 dias para serem c) Karla receberá 1.000 reais a mais que Luisa.
consertadas, retornando ao trabalho no dia d) Raquel receberá 1.000 reais a menos que
seguinte. Luisa.
Para que seja cumprido o prazo combinado no e) Karla receberá mais que Luisa e Raquel juntas.
início, a prestadora coloca, além das 12
máquinas, mais x máquinas iguais às primeiras.
4. (Fac. Albert Einstein - Medicin 2017) Adriana e
Beatriz precisam produzir 240 peças. Juntas elas
É correto afirmar que x é igual a
levarão um tempo T, em horas, para produzir
a) 3
essas peças. Se Adriana trabalhar sozinha, ela
b) 4
levará (T  4 h) para produzir as peças. Beatriz,
c) 5
d) 6 sozinha, levará (T  9 h) para realizar o serviço.

29
Supondo que cada uma delas trabalhe em ritmo A razão entre as distâncias percorridas às cegas
constante, o número de peças que Adriana produz por X e Y, nessa ordem, é igual a
a mais do que Beatriz, a cada hora, é igual a 5
a) 6 a)
4
b) 8 1
c) 9 b)
4
d) 10 4
c)
3
5. (G1 - ifpe 2017) O governo municipal de 4
Palmares, Mata Sul do estado de Pernambuco, d)
1
decidiu construir um conjunto residencial. Para
3
isso, contratou uma empresa que executasse a e)
4
obra projetada para ser concluída em 12 meses.
A empresa responsável verificou que 40 operários
01.[D] 02.[B] 03.[C] 04.[B] 05.[E] 06.[B]
seriam suficientes para concluir todo o trabalho
GABARITO:
em 12 meses (prazo estabelecido em projeto).
Depois de seis meses sem atrasos na construção,
o governo exigiu que a obra fosse concluída nos 4
meses seguintes, obrigando a empresa a contratar
novos operários.
1. (G1 - epcar (Cpcar) 2018) Até a primeira
Se considerarmos que todos os operários têm a
quinzena do mês de março de 2017, o combustível
mesma eficiência, quantos funcionários a mais a
comercializado nos postos de nosso país era uma
empresa precisa contratar para terminar a obra no
mistura de 1 parte de etanol para 3 partes de
novo prazo exigido?
gasolina. Considere esse combustível e um outro
a) 60
que apresenta a mistura de 4 partes de etanol
b) 50
para 9 partes de gasolina.
c) 40
d) 30
Juntando-se volumes iguais dos dois combustíveis,
e) 20 a nova relação de etanol para gasolina, nesta
ordem, será
6. (Enem 2017) A mensagem digitada no celular, 5
enquanto você dirige, tira a sua atenção e, por a)
9
isso, deve ser evitada. Pesquisas mostram que um
5
motorista que dirige um carro a uma velocidade b)
12
constante percorre “às cegas” (isto é, sem ter
29
visão da pista) uma distância proporcional ao c)
tempo gasto a olhar para o celular durante a 75
digitação da mensagem. Considere que isso de 31
d)
fato aconteça. Suponha que dois motoristas (X e 75
Y) dirigem com a mesma velocidade constante e
2. (G1 - ifpe 2017) Para configurar a rede de uma
digitam a mesma mensagem em seus celulares.
empresa, três técnicos em telecomunicação
Suponha, ainda, que o tempo gasto pelo motorista
X olhando para seu celular enquanto digita a
planejam trabalhar 8 horas por dia em 5 dias. O
mensagem corresponde a 25% do tempo gasto dono da empresa solicitou que o serviço fosse
realizado em apenas 2 dias. Quantos técnicos
pelo motorista Y para executar a mesma tarefa.
mais terão que ser contratados para realizar o
serviço a tempo, trabalhando 10 horas por dia?
Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em:
21 jul. 2012 (adaptado). a) 5
b) 1
c) 2
d) 4
e) 3

30
3. (Upe-ssa 2 2017) Um grupo com 50 escoteiros 6. (G1 - ifsul 2017) Médicos recomendam o
vai acampar durante 28 dias. Eles precisam consumo moderado de refrigerante, visto a
comprar uma quantidade de açúcar suficiente quantidade elevada de açúcares presente nesse
para esses dias e já sabem que a média de tipo de bebida. Observe os dados nutricionais de
consumo por semana, para 10 pessoas é de 3.500 uma lata de refrigerante, conforme representado
gramas de açúcar. em tabela abaixo.

Quantos quilogramas de açúcar são necessários INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS


para os 28 dias de acampamento desse grupo? PARA PORÇÃO DE 350 ML (2 copos)
a) 15,5 % Valor
Quantidade por porção
b) 17,5 diário
c) 35 Valor
149 kcal  624 kJ 7
energético
d) 50,5
Açúcares 37 g 12
e) 70
Sódio 18 mg 1
4. (G1 - ifpe 2017) Certa empresa de
contabilidade recebeu um grande malote de 115 Considerando os dados da tabela, a quantidade
documentos para serem arquivados. O gerente aproximada de açúcares, em gramas, presente em
pediu que André, Bruno e Carlos realizassem esse 1 litro desse refrigerante, é
arquivamento. Para tentar favorecer os a) 105,7
funcionários mais antigos, o gerente decidiu que b) 109,5
a distribuição do número de documentos que cada c) 117,3
um dos três ficaria responsável em arquivar seria d) 157,1
inversamente proporcional ao seu tempo de
serviço na empresa. André era o mais novo na
7. (Enem (Libras) 2017) Um andarilho subiu uma
empresa, com 3 anos de contratado; Bruno era o
montanha por uma trilha sinuosa. Essa trilha
mais antigo, com 16 anos de contratado; e Carlos
possui 100 metros de trechos íngremes e 1.400
tinha 12 anos de contratado.
metros de trechos suaves. Um escalador subiu
essa mesma montanha por uma via de escalada
Com isso, Carlos ficou responsável por arquivar
vertical de 400 metros e uma trilha de trecho
suave de 100 metros.
a) 25 documentos.
b) 15 documentos.
A razão entre a distância de subida da montanha
c) 20 documentos.
do escalador em relação à do andarilho é
d) 30 documentos.
1
e) 80 documentos. a)
15
1
5. (Enem 2017) Em uma de suas viagens, um b)
4
turista comprou uma lembrança de um dos
1
monumentos que visitou. Na base do objeto há c)
3
informações dizendo que se trata de uma peça em
d) 3
escala 1: 400, e que seu volume é de 25 cm3 .
e) 14

O volume do monumento original, em metro


cúbico, é de
a) 100.
b) 400.
c) 1.600.
d) 6.250.
e) 10.000.

31
8. (Enem (Libras) 2017) Atualmente, muitas seguinte quantidade, em gramas, de ouro puro:
pessoas procuram realizar uma dieta mais a) 6
saudável. Um dos principais objetivos é a redução b) 5
do consumo calórico. c) 4
O gráfico fornece o valor energético, em kcal, em d) 3
08.[D] 09.[E] 10.[B]
função do volume da porção, em mL, para cinco
01.[C] 02.[E] 03.[E] 04.[C] 05.[C] 06.[A] 07.[C]
diferentes tipos de bebidas: A, B, C, D e E. GABARITO

PORCENTAGEM

A razão entre dois valores quaisquer de uma


grandeza pode ser representado com um
consequente ou denominador qualquer. Suponha
então que numa caixa de frutas, contendo
laranjas e mexericas, num total de 90 frutas, 27
delas sejam laranja. A razão entre o número de
laranjas e o total de frutas será 27/90, que pode
ser representadas de várias formas, como por
exemplo:
Entre esses cinco tipos de bebidas, qual deles
deve ser escolhido por uma pessoa que deseja
reduzir o seu consumo calórico?
a) A
b) B
Então, se pode dizer, com o mesmo sentido que
c) C
na caixa de frutas, 27/90 das frutas são laranjas;
d) D
ou 3/10 das frutas são laranjas; ou 12/40 das
e) E
frutas são laranjas; ou 30/100 das frutas são
laranjas, etc.
9. (Unisc 2017) Considere que 12 eletricistas
levam 21 horas para realizar a instalação elétrica
de uma casa e que todos os eletricistas trabalham Razão centesimal
com a mesma eficiência. Nesse caso, se a esses
(ou percentual)
eletricistas se juntarem outros dois, com igual
eficiência, então o tempo necessário para realizar
o mesmo serviço será de É a razão representada com o
a) 24,5 horas. denominador ou consequente 100 e é chamada de
percentagem ou porcentagem. No exemplo
b) 22 horas.
acima, a razão como forma de porcentagem é
c) 20 horas.
30/100 que pode também ser escrita “30%”, em
d) 19 horas.
que o símbolo “%” indica porcentagem.
e) 18 horas. O numerador ou antecedente “30” da
razão chama-se taxa de porcentagem e o número
10. (Uerj 2017) Um anel contém 15 gramas de total de frutas “90” é chamada principal.
ouro 16 quilates. Isso significa que o anel contém
10 g de ouro puro e 5 g de uma liga metálica. É bom notar q eu o número de laranjas
“27”, é uma fração do todo “90”, ou seja, vale de
Sabe-se que o ouro é considerado 18 quilates se
90, o simplesmente 30% de 90. Então se
há a proporção de 3 g de ouro puro para 1 g de
diz que 27 é 30% de 90, ou, 30% das frutas são
liga metálica. laranjas.

Para transformar esse anel de ouro 16 quilates


em outro de 18 quilates, é preciso acrescentar a

32
No comércio para a simplicidade nos Para calcular uma redução de x%:
cálculos, usa-se determinar as comissões, os
lucros, os prejuízos, os abatimentos, os juros, as
Quando reduzimos em X% um valor V,
corretagens, etc., em proporções a 100 unidades
de outra grandeza da mesma espécie. Isto ficamos com (100 –X)% de V.
significa que um corretor recebeu 7% de comissão,
quer-se dizer que, em cada 100 reais, a parte que Então, basta multiplicar o valor V pela
lhe coube foi 7 reais. forma decimal de (100-X)% para termos o
resultado desejado.
Exemplo:
Reduzir o valor 300 em 30%

JURO

Juro é a remuneração cobrada


pelo empréstimo de dinheiro. É expresso como
um percentual sobre o valor emprestado (taxa de
juro) e pode ser calculado de duas formas: juros
simples ou juros compostos.
Aumentos E Reduções Percentuais:
O juro pode ser compreendido como uma
Quando queremos calcular um aumento ou uma
espécie de "aluguel sobre o dinheiro". A taxa seria
redução de X% sobre determinado valor, é comum
uma compensação paga pelo tomador
calcular o resultado em duas etapas:
do empréstimo para ter o direito de usar o
dinheiro até o dia do pagamento. O credor, por
Primeira etapa: outro lado, recebe uma compensação por não
Calculamos a porcentagem X% do valor dado. poder usar esse dinheiro até o dia do pagamento
e por correr o risco de não receber o dinheiro de
volta (risco de inadimplência)
Segunda etapa:
FONTE: https://pt.wikipedia.org/wiki/Juro
Adicionamos ou subtraímos do valor original a
porcentagem encontrada, para obter,
respectivamente, o valor aumentado ou reduzido JUROS SIMPLES
em X% do valor dado, conforme o caso desejado.
No regime dos juros simples, a taxa de
Usando a forma unitária, poderemos calcular juros é aplicada sobre o principal (valor
aumentos ou reduções percentuais de modo mais emprestado) de forma linear, ou seja, não
rápido, usando um dos seguintes raciocínios: considera que o saldo da dívida aumenta ou
diminui conforme o passar do tempo.

• Juros após um período:

Para calcular um aumento de x%:


J1 = 𝑃0. i

Quando aumentamos em X% um valor V, • Juros após dois períodos:


ficamos com (100+X)% de V.
J1 = 𝑃0. i + 𝑃0. i = 2.( 𝑃0. i)
Então, basta multiplicar o valor V pela
forma decimal de (100+X)% para Termos o • Juros após três períodos
resultado desejado.
J1 = 𝑃0. i + 𝑃0. i + 𝑃0. i = 3.( 𝑃0. i)
Exemplo:
Aumentar o valor 230 em 30%.

33
• Juros após n períodos: são 𝑖1 , 𝑖2 , … , 𝑖𝑛 então o preço desse produto após n
reajustes é 𝑃𝑛 (Montante) , dado por:
Jn = 𝑃0. i + 𝑃0. i + …+ 𝑃0. 𝐢 = 𝐧 . ( 𝑃0. i)

Portanto, lembrando que 𝑃0 é o


capital, i é a taxa de juros e n é o período de
aplicação, a fórmula para calcular juros
Particularmente, esses acréscimos podem
simples é:
apresentar taxas percentuais iguais, 𝑖1 = 𝑖2 =
… = 𝑖𝑛 = 𝑖 . Neste caso temos:
𝐽 = 𝑃0 . 𝑖. 𝑛

Antes da exposição de exemplos, é importante


que se fale sobre o conceito de montante.

Montante
Exemplo:
Chama-se montante de um investimento (ou de
um empréstimo) à soma do capital com o juro Ex1: Durante a entressafra o preço do café, que
obtido pela aplicação (ou pago pelo empréstimo). era de R$30,00 a saca, sofreu aumentos sucessivos
de 10%,5% e 15% nos três primeiros meses. O preço
Sendo 𝑃0 o capital, J o juro, i a taxa de juro
e 𝑃𝑛 o montante e baseando-se na definição acima atual é dado por:
se obtém:

𝑃𝑛 = 𝑃0 + 𝐽

Com base nas relações expostas acima, para


cálculo juros
de simples e cálculo
do montante de um investimento, é possível
verificar que a equação para a obtenção da taxa
de juros, quando dados os valores 𝑃0 e 𝑃𝑛 , é:

𝑃𝑛 Descontos ou reduções sucessivos:


𝑖= −1
𝑃0
Já vimos que numa transação comercial o preço
de um produto pode sofrer acréscimos sucessivos.
Exemplo Da mesma forma, os preços de um produto podem
Uma pessoa toma emprestado R$ 100 Ter descontos sucessivos.
(𝑃0 = 100) para pagar em 2 meses (n = 2) com taxa Se um produto com preço inicial 𝑃0 sofre
de juros de 10% ao mês (𝑖 = 0,1), calculados descontos sucessivos, cujas taxas percentuais são
conforme o regime de juros simples. 𝑖1 , 𝑖2 , … , 𝑖𝑛 então o preço desse produto após n
descontos será 𝑃𝑛 (Montante).
Acréscimos ou aumentos sucessivos:

Vários são os fatores que determinam o preço de


um produto. A lei da oferta e da procura é um
desses fatores que obriga, às vezes, mais de um
reajuste de preços, para valores maiores Particularmente, esses descontos podem
(acréscimos sucessivos) ou para valores apresentar
menores (descontos sucessivos). taxas percentuais iguais, 𝑖1 = 𝑖2 = … = 𝑖𝑛 = 𝑖 .
Neste
Se um produto com preço inicial 𝑃0 sofre caso temos:
acréscimos sucessivos, cujas taxas percentuais

34
Ele tem R$ 20.000,00, que podem ser aplicados a
uma taxa de juros compostos de 2% ao mês, e
escolhe deixar todo o seu dinheiro aplicado até
que o montante atinja o valor do carro.
Para ter o carro, João deverá esperar:
Exemplo:
a) dois meses, e terá a quantia exata.
Alguns artigos importados fizeram com que o
b) três meses, e terá a quantia exata.
preço de um eletrodoméstico, que era de
c) três meses, e ainda sobrarão,
R$170,00, sofresse três descontos sucessivos de
aproximadamente, R$225,00.
3%,5% e 2%. O preço atual é dado por: d) quatro meses, e terá a quantia exata.
e) quatro meses, e ainda sobrarão,
aproximadamente, R$430,00.

3. (Unicamp 2014) A figura abaixo exibe, em


1. (Enem 2017) Um empréstimo foi feito a taxa
porcentagem, a previsão da oferta de energia no
mensal de i%, usando juros compostos, em oito
Brasil em 2030, segundo o Plano Nacional de
parcelas fixas e iguais a P. Energia.
O devedor tem a possibilidade de quitar a dívida
antecipadamente a qualquer momento, pagando
para isso o valor atual das parcelas ainda a pagar.
Após pagar a 5ª parcela, resolve quitar a dívida no
ato de pagar a 6ª parcela.

A expressão que corresponde ao valor total pago


pela quitação do empréstimo é
 
 
 1 1 
a) P 1  
 i   2
 1  i  
 1
  100   100  

 
 1 1  Segundo o plano, em 2030, a oferta total de
b) P 1   
  i   2i   energia do país irá atingir 557 milhões de tep
  1  100   1  100   (toneladas equivalentes de petróleo). Nesse caso,
    
podemos prever que a parcela oriunda de fontes
 
  renováveis, indicada em cinza na figura,
 1 1  equivalerá a
c) 
P 1  
2 2 a) 178,240 milhões de tep.
 1  i   i  
  100   1  100   b) 297,995 milhões de tep.
  
c) 353,138 milhões de tep.
 
  d) 259,562 milhões de tep.
1 1 1
d) P 1    
  i   2i   3i  
  1  100   1  100   1  100   4. (Espcex (Aman) 2018) Duas instituições
       financeiras fornecem senhas para seus clientes,
  construídas segundo os seguintes métodos:
 
 1 1 1 
e) P 1   
3 1ª instituição: 5 caracteres distintos formados
 i   i 
2
 i  
 1   1
  100   100   1  100   por elementos do conjunto
   {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9};

2. (Enem 2000) João deseja comprar um carro


cujo preço à vista, com todos os pontos possíveis,
é de R$ 21.000,00 e esse valor não será reajustado
nos próximos meses.

35
2ª instituição: 6 caracteres distintos formados 6. (Uel 2017) O Escritório das Nações Unidas sobre
por duas letras, dentre as vogais, na primeira e Drogas e Crime (UNODC) elabora anualmente o
segunda posições da senha, seguidas por 4 Relatório Mundial sobre Drogas, que inclui
algarismos dentre os elementos do conjunto informações sobre produção, consumo e tráfico.
{3, 4, 5, 6, 7, 8, 9}. O relatório da UNODC, em 2014, exibe o gráfico a
seguir, que apresenta o percentual da população
Para comparar a eficiência entre os métodos de estadunidense que utilizou determinada droga, no
construção das senhas, medindo sua maior ou ano apontado.
menor vulnerabilidade, foi definida a grandeza
"força da senha", de forma que, quanto mais
senhas puderem ser criadas pelo método, mais
"forte" será a senha.

Com base nessas informações, pode-se dizer que,


em relação à 2ª instituição, a senha da 1ª
instituição é
a) 10% mais fraca.
b) 10% mais forte.
c) De mesma força.
d) 20% mais fraca.
e) 20% mais forte.
5. (Uerj 2018) As farmácias W e Y adquirem
determinado produto com igual preço de custo. A Com base no gráfico e supondo que Cannabis,
farmácia W vende esse produto com 50% de opioides e cocaína são também drogas ilícitas e
lucro sobre o preço de custo. Na farmácia Y, o que a população dos Estados Unidos cresceu em
preço de venda do produto é 80% mais caro do 10 milhões de pessoas de 2007 a 2012, assinale a
que na farmácia W. alternativa correta.
a) De acordo com o gráfico, o conjunto dos
O lucro da farmácia Y em relação ao preço de indivíduos que utilizaram opioides em 2011 é
custo é de: disjunto daquele formado por usuários de
a) 170% Cannabis no mesmo ano.
b) 150% b) Houve um aumento de 20% no número de
c) 130% indivíduos que utilizavam Cannabis nos Estados
Unidos, de 2007 a 2012.
d) 110%
c) A explicação para o aumento do percentual do
uso de pelo menos uma droga ilícita em 2012 é
o acréscimo do percentual do uso da cocaína.
d) A probabilidade de um estadunidense,
escolhido ao acaso em 2006, não utilizar droga
ilícita é menor que 86%.
e) A probabilidade de um estadunidense,
escolhido ao acaso em 2004, ter utilizado pelo
menos uma droga ilícita é de 18%.

36
7. (Upe-ssa 1 2017) Uma pesquisa foi realizada
numa turma de Ensino Médio, com a intenção de
saber quais seriam as frequências das idades dos
alunos de 16 a 19 anos em determinada escola.
Os dados obtidos foram tabulados e organizados, e)
conforme apresentados a seguir:
8. (G1 - col. naval 2017) Dois aumentos
consecutivos de i% e 2i% correspondem a um
aumento percentual igual a
a) (i i2 )%
 i2 
b)  3i %
 50 

c) (2i)2 %
 2i 
d)  3i %
 100 
e) (3i)%

9. (Enem (Libras) 2017) Uma distribuidora possui


Sabendo que os números 1, 2, 3, 4, ao lado de 40 mil litros de combustível em estoque. Tal
cada legenda, representam, em graus, uma idade, combustível é resultante da mistura de etanol e
identifique qual dos gráficos a seguir melhor gasolina pura, de acordo com os percentuais de
representa as frequências dos alunos com relação
25% de etanol e 75% de gasolina pura. Para
a suas respectivas idades.
atender aos novos parâmetros nacionais na
mistura dos combustíveis, o dono da distribuidora
precisará alterar os percentuais de composição do
combustível presente no tanque para 20% de
etanol e 80% de gasolina pura.
a)
Se o dono da distribuidora irá adequar o
combustível em estoque ao novo padrão
adicionando gasolina pura aos 40 mil litros
existentes, a quantia de gasolina, em litro, a ser
adicionada será
b) a) 32.000.
b) 10.000.
c) 8.000.
d) 2.500.
e) 2.000.

c) 10. (Upe-ssa 3 2017) Patrícia aplicou, num


investimento bancário, determinado capital que,
no regime de juro composto, durante um ano e
seis meses, à taxa de 8% ao mês, gerou um juro
de R$ 11.960,00. Qual é o capital aplicado por ela

d) nesse investimento? Utilize (1,08)18  3,99.


a) R$ 3.800,00
b) R$ 4.000,00
c) R$ 4.600,00

37
d) R$ 5.000,00
e) R$ 5.200,00

08.[B] 09.[B] 10.[B]


Gab.SP®: [E]
01.[A] 02.[C] 03.[D] 04.[A] 05.[A 06.[D] 07.
GABARITO:

Analisando os gráficos do computador, a maior


taxa de aumento no tempo de acesso, da sexta-
feira para o sábado, foi no site
a) X.
b) Y.
c) Z.
1. (Espcex (Aman) 2018) Em uma população de d) W.
homens e mulheres, 60% são mulheres, sendo e) U.
10% delas vegetarianas. Sabe-se, ainda, que 5% 3. (G1 - ifal 2017) Em campanha promocional,
dos homens dessa população também são uma loja oferece desconto de 20% para certo
vegetarianos. Dessa forma, selecionando-se uma produto. Passada a campanha promocional, que
pessoa dessa população ao acaso e verificando-se aumento percentual deve ser dado para o produto
que ela é vegetariana, qual é a probabilidade de voltar a ter o mesmo valor que tinha antes da
que seja mulher? campanha?
a) 50% a) 10%.
b) 70% b) 15%.
c) 75% c) 20%.
d) 80% d) 25%.
e) 85% e) 30%.

4. (Enem (Libras) 2017) Um atacadista compra de


2. (Enem 2017) Quanto tempo você fica uma fábrica um produto por R$ 10,00 e repassa
conectado à internet? Para responder a essa às lojas por um preço 50% superior. Para
pergunta foi criado um miniaplicativo de obterem um lucro suficiente com o produto, os
computador que roda na área de trabalho, para lojistas fazem a revenda com acréscimo de preço
gerar automaticamente um gráfico de setores, de 100% do valor pelo qual compraram.
mapeando o tempo que uma pessoa acessa cinco
sites visitados. Em um computador, foi observado
Qual é o preço final, em real, de um produto que
que houve um aumento significativo do tempo de
passou pelas três etapas listadas?
acesso da sexta-feira para o sábado, nos cinco
a) R$ 15,00
sites mais acessados. A seguir, temos os dados do
miniaplicativo para esses dias. b) R$ 20,00
c) R$ 25,00
d) R$ 30,00
e) R$ 40,00

38
5. (Fgv 2017) Um capital de R$ 5.000,00 cresce 7. (Espm 2016) O gráfico abaixo mostra a variação
em uma aplicação financeira de modo que seu do número de unidades vendidas de uma certa
mercadoria conforme o preço cobrado por
montante daqui a t anos será M  5.000 e0,2t .
unidade.

Ao término do primeiro ano, o capital inicial terá


crescido:
Use a tabela abaixo:
x 0 0,1 0,2 0,3 0,4 0,5
1,105 1,221 1,349 1,491 1,648
ex 1
2 4 9 8 7

a) 10,52%
b) 22,14%
c) 34,99%
d) 49,18%
e) 64,87%
Comparando-se as situações descritas pelos
pontos A e B, podemos concluir que:
a) O aumento no preço unitário causou uma queda
de 59% nas unidades vendidas.
b) Embora tenha havido uma queda nas vendas, o
aumento do preço unitário causou um
6. (Upe-ssa 3 2017) Patrícia aplicou, num
acréscimo de 6% na receita.
investimento bancário, determinado capital que,
c) Com o aumento do preço unitário, a receita
no regime de juro composto, durante um ano e
sofreu uma queda de 8%.
seis meses, à taxa de 8% ao mês, gerou um juro
d) Com o aumento do preço unitário, a receita
de R$ 11.960,00. Qual é o capital aplicado por ela
diminuiu em 31%.
nesse investimento? Utilize (1,08)18  3,99. e) Mesmo com o aumento do preço unitário, a
a) R$ 3.800,00 receita não se alterou.

b) R$ 4.000,00
8. (G1 - ifal 2016) Em 2000, certo país da América
c) R$ 4.600,00
Latina pediu um empréstimo de 1 milhão de
d) R$ 5.000,00 dólares ao FMI (Fundo Monetário Internacional)
e) R$ 5.200,00 para pagar em 100 anos. Porém, por problemas
políticos e de corrupção, nada foi pago até hoje e
a dívida foi sendo “rolada” com a taxação de juros
compostos de 8,5% ao ano. Determine o valor da
dívida no corrente ano de 2015, em dólar.
Considere (1,085)5  1,5.
a) 1,2 milhões.
b) 2,2 milhões.
c) 3,375 milhões.
d) 1,47 milhões.
e) 2 milhões.

39
9. (Acafe 2016) Dentre os carros que mais
desvalorizam, os carros de luxo são os que mais
sofrem depreciação. Na compra de um carro de
luxo no valor de R$ 120.000,00, o consumidor
sabe que o modelo adquirido sofre uma
desvalorização de 10% ao ano, isto é, o carro
tem, a cada instante, um valor menor do que o
valor que tinha um ano antes.

Para que o carro perca 70% do seu valor inicial,


é necessário que se passe entre:

(Use log3  0,477)


a) 9 e 10 anos.
b) 12 e 13 anos.
c) 10 e 11 anos.
d) 11 e 12 anos.

10. (Fgv 2016) Um automóvel 0 km é vendido por


certo valor em 15/6/2016. No dia 15/6 de cada
ano, seu valor será 10% menor do que era no
mesmo dia do ano anterior, isto é, desvaloriza-se
10% ao ano. Se após n anos seu valor for 35%
do que era quando 0 km, podemos concluir que

Use a tabela abaixo:

x ln(x)

0,30 -1,204

0,35 -1,050

0,45 -0,799

0,50 -0,693

0,60 -0,511

0,75 -0,288

0,90 -0,105

a) n9
b) n  11
c) n7
d) n  10
e) n8

08.[C] 09.[D] 10.[D]


01.[C] 02.[A] 03.[D] 04.[D] 05.[B] 06.[B] 07.[C]
GABARITO

40