Vous êtes sur la page 1sur 36

Inteligência Emocional

Autora

CLERISLÂNIA ALBUQUERQUE
Expediente
Direção Geral: Prof. Me. Cláudio Ferreira Bastos
Direção Geral Administrativa: Prof. Dr. Rafael Rabelo Bastos
Direção de Relações Institucionais: Prof. Dr. Cláudio Rabelo Bastos
Direção Acadêmica: Prof. Dr. Valdir Alves de Godoy
Coordenação Pedagógica: Prof. Me. Antônio Alexandre Iório Ferreira
Coordenação NEAD: Profa. Me. Luciana Rodrigues Ramos Duarte

FICHA TÉCNICA

Autor: Jasson Matias Pedrosa


Design instrucional: Jasson Matias Pedrosa / João Paulo S. Correia
Projeto gráfico e diagramação: Francisco Cleuson do N. Alves /
Pablo Valentim de Freitas / Luciana Rodrigues R. Duarte
Capa: Francisco Cleuson do N. Alves / Pablo Valentim de Freitas
Tratamento de imagens: Francisco Cleuson do N. Alves
Pablo Valentim de Freitas

FICHA CATALOGRÁFICA

Índice para Catálogo Sistemático
1. Educação Ensino Superior I. Título

FATE : Faculdade Ateneu. Educação superior – graduação e pós-graduação:


Fortaleza, 2015.

Para alunos de ensino a distância – EAD.

1. Educação Superior I. Título

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, total ou parcialmente, por
quaisquer métodos ou processos, sejam eles eletrônicos, mecânicos, de cópia fotostática ou outros, sem a autori-
zação escrita do possuidor da propriedade literária. Os pedidos para tal autorização, especificando a extensão do
que se deseja reproduzir e o seu objetivo, deverão ser dirigidos à Direção.
Seja bem-vindo!

Prezado aluno, seja bem-vindo ao curso de Inteligência Emocional da


Faculdade Ateneu. Esse curso foi desenvolvido com o intuito de que você
absorva o máximo de conhecimento possível sobre essa habilidade tão im-
portante e que possa aplicá-la da melhor maneira possível tanto no seu am-
biente profissional como na sua vida pessoal.

Saber trabalhar as emoções para que possamos desenvolver nosso


trabalho da melhor maneira possível é um dos aspectos que se inserem na
Inteligência Emocional, nesse sentido, é necessário trabalhar alguns fatores
para que seja possível o desenvolvimento assim como o aprimoramento da
Inteligência Emocional ao longo da vida.

Atualmente, os profissionais que possuem essa habilidade desenvol-


vida, certamente, terão um diferencial competitivo no mercado de trabalho.
Espero que, ao término desse curso, você esteja preparado para desenvol-
ver a sua Inteligência Emocional, assim como, colocá-la em prática tanto na
sua vida pessoal como na sua vida profissional, desenvolvendo seu trabalho
com excelência.

Vamos começar?!
Sumário
CAPÍTULO 1 – INTELIGÊNCIA EMOCIONAL – ASPECTOS BÁSICOS

1.1 HISTÓRICO.................................................................................................................7

1.2 CONCEITOS..................................................................................................................9

1.3 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: ÁREAS DE HABILIDADES.........................................10

1.4 TRABALHANDO AS EMOÇÕES.................................................................................11

CAPÍTULO 2 – INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO

2.1 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL X TRABALHO..............................................................15

2.2 TRABALHANDO A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NOS GRUPOS DE TRABALHO...16

2.3 ATITUDES PROATIVAS DE PESSOAS COM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL............18

CAPÍTULO 3 – DESENVOLVENDO A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

3.1 COMO DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO SEU DIA A DIA..........21

3.2 DESCUBRA SE VOCÊ TEM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL.......................................23

3.3 QUEM PRECISA DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL...................................................24

CAPÍTULO 4 – AUSÊNCIA DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

4.1 IDENTIFICANDO A FALTA DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NOS GESTORES......27

4.2 IMPACTOS DA FALTA DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NAS EQUIPES.................29

REFERÊNCIAS..................................................................................................................33
Capítulo 01 - Inteligência Emocional –
Aspectos Básicos

Objetivos de aprendizagem

• Entender os aspectos básicos do estudo da Inteligência Emocional;


• Conhecer os conceitos dessa habilidade;
• Aprender como colocá-los em prática.

1.1 HISTÓRICO

Os primeiros estudos acerca da temática de Inteligência Emocional (IE),


também conhecida como Quociente Emocional (QE), são oriundos da década de
1980. Nessa época, o psicólogo Howard Gardner elaborou seus estudos com foco
na teoria das inteligências múltiplas. A partir desse estudo, percebeu-se que as
emoções estavam diretamente relacionadas ao desempenho das habilidades
do ser humano.

A palavra emoção vem do latim emovere, que significa mover para, nesse
sentido, podemos dizer que as emoções nos fazem agir. Sendo assim, percebeu-
-se a importância de um estudo direcionado para a Inteligência Emocional a fim de
utilizá-la como uma estratégia competitiva principalmente no âmbito profissional.

Com o passar dos anos, mais precisamente em 1995, o psicólogo norte-a-


mericano Daniel Goleman, autor do livro Inteligência Emocional, trouxe uma nova
abordagem sobre essa temática com a atualização de novos conceitos, dando uma
abrangência a esse tema em escala global.
7
Curiosidade

Howard Gardner é um psicólogo cognitivo e educacional estado-unidense,


ligado à Universidade de Harvard e conhecido em especial pela sua Teoria das
Inteligências Múltiplas. Em 1981, recebeu prêmio da MacArthur Foundation. Em
2011, foi galardoado com o Prémio Príncipe das Astúrias das Ciências Sociais.
(Fonte: https://goo.gl/uEuaXZ).

Figura 1 – Howard Gardner.

Fonte: <http://goo.gl/EK7nLr>.

Daniel Goleman é um escritor de renome internacional, psicólogo, jornalista


da ciência e consultante incorporado. Ele é filho de um casal de professores uni-
versitários de Stockton, Califórnia, onde o seu pai ensinava literatura mundial no
San Joaquin Delta College, enquanto sua mãe ensinava no departamento social,
que é agora a University of the Pacific. Goleman recebeu o seu doutoramento em
Harvard, onde também dava aulas.
8
Figura 2 – Daniel Goleman.

Fonte: <http://goo.gl/69hoh5>.

1.2 CONCEITOS

Segundo Goleman (1995, p. 58), a IE é um conjunto de habilidades (au-


toconsciência, autocontrole, automotivação, empatia e consciência social) que po-
dem ou não ser desenvolvidas no decorrer da vida educacional, familiar e social
de cada indivíduo, com o intuito de ajudá-lo a resolver problemas do dia a dia.

Para Castro (2007, p. 52), a IE é vista como a “[...] maneira pela qual a
pessoa dirige a própria vida, relacionando-se bem com as pessoas, sejam elas
difíceis ou fáceis de se lidar. Também, a maneira como a pessoa resolve as
situações da vida, de modo a conseguir os resultados que deseja”.

Veja que, a partir desses conceitos, é possível entender a importância


e principalmente a aplicabilidade dessa habilidade ao longo da nossa vida.
É importante ressaltar que a Inteligência Emocional é uma habilidade que
deve ser desenvolvida ao longo de nossa existência. As pessoas que conse-
guem desenvolver essa habilidade terão, certamente, uma vantagem maior
em relação as outras pessoas.
9
Figura 3 – Desenvolvendo a Inteligência Emocional.

Fonte: <http://goo.gl/6GWTWv>.

1.3 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL: ÁREAS DE HABILIDADES

Goleman, fez um mapeamento na sua obra, onde elencou a IE em cinco


áreas de habilidades, as quais conduzem as pessoas para o sucesso na vida
profissional e pessoal, que são: autoconsciência, autocontrole, automoti-
vação, empatia e consciência social.
Veja a seguir cada uma dessas áreas:

• Autoconsciência: relaciona-se com a questão do autoconhecimento.


É o conhecimento das suas forças, fraquezas e reconhecer esses
sentimentos quando eles acontecem;

• Autocontrole: relaciona-se com a capacidade de trabalhar os sen-


timentos, as emoções. Manter o foco, o equilíbrio e não deixar que
nada tire o seu foco, concentração e equilíbrio;

• Automotivação: relaciona-se com a capacidade de estar sempre


motivado, independentemente dos acontecimentos, dos fatores ou das
situações que possam acontecer ao longo da nossa trajetória. Pessoas
com essa característica sempre buscam manter o foco, mesmo passan-
do por fracassos ou situações desgastantes rumo aos seus objetivos;

• Empatia: entender, perceber o que as outras pessoas sentem. Co-


locar-se no lugar do outro, ser um bom ouvinte, procurar entender
o ponto de vista do outro, colocando-se no lugar dele;
10
• Consciência social: podendo ser entendida também como um bom
relacionamento interpessoal, característica importante na atualida-
de. Saber trabalhar em grupo, trabalhar em equipe, saber lidar com
pessoas, influenciando-as e negociando com elas.

Figura 4 – Trabalhando a Inteligência Emocional.

Fonte: <http://goo.gl/h5TJHf>.

A autoconsciência, o autocontrole e a automotivação estão diretamente


relacionadas com a Inteligência Intrapessoal, a qual envolve aspectos da IE
relacionados à própria pessoa em si. Enquanto que a empatia e a consciência
social estão relacionadas com a Inteligência Interpessoal, no entanto, direcio-
nadas para o entendimento em trabalhar com outras pessoas, assim como,
buscar um melhor convívio com elas, entendendo suas necessidades, o que as
motivas dentre outros aspectos.

1.4 TRABALHANDO AS EMOÇÕES

Entenda que, para todos nós, o autoconhecimento é fundamental, visto


que, durante a nossa vida, passamos por inúmeras situações. Desse modo,
quando temos um nível elevado de autoconhecimento, certamente, saberemos
lidar com as situações que possam vir a acontecer. Constantemente, quer seja
no âmbito pessoal ou no âmbito profissional, passamos ou passaremos por
situações que necessitarão de equilíbrio emocional, saber trabalhar com as
emoções em possíveis situações é primordial.
11
Desse modo, é preciso compreender como as emoções podem influenciar
nossa vida profissional e pessoal. Sendo assim, é necessário trabalharmos as nossas
emoções a fim de usarmos a Inteligência Emocional como um aliado em nossas vidas.

As emoções que temos no trabalho são determinantes para o nosso de-


sempenho, para a nossa motivação e para o nosso relacionamento interpessoal.

Fique atento

Quando estudamos sobre Inteligência Emocional, devemos ter em nossa


mente três aspectos: a Inteligência Emocional
• Aprende-se;
• Desenvolve-se;
• Melhora-se ao longo da vida.

Nesse sentido, veja que se você ainda não possui todas as características
de pessoas com essa habilidade, certamente, você poderá aprender e desenvolver
essas características para colocá-las em prática na sua carreira e na sua vida.

Pratique

1. Conceitue Inteligência Emocional e fale da sua importância na atualidade.


________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
12
2. Cite as habilidades listadas por Daniel Goleman em relação à Inteligência Emocional.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

3. Comente sobre a importância de sabermos trabalhar com as emoções.


________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

4. Disserte sobre as cinco habilidades citadas por Goleman, comentando sobre a


sua importância no âmbito profissional.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

5. Fale sobre a origem e o significado da palavra “emoção”.


________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

13
Anotações
_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

_____________________________________________________

_________________________________________________

14
Capítulo 02 - Inteligência Emocional
No Trabalho

Objetivos de aprendizagem

• Saber utilizar a Inteligência Emocional como uma estratégia competitiva


no ambiente profissional;
• Aprender a desenvolver atitudes proativas;
• Aprender a trabalhar a Inteligência Emocional nos grupos de trabalho.

2.1 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL X TRABALHO

Muitas pessoas, provavelmente por desconhecimento, devem pensar que


não existe conexão entre Inteligência Emocional e trabalho. Quando passamos
a estudar sobre essa temática, percebemos que esses dois assuntos se comple-
mentam visto que o nosso lado emocional reflete diretamente no nosso trabalho.

Nesse contexto, conseguimos ter a real percepção da importância dos nos-


sos líderes imediatos (gerentes, diretores, supervisores e gestores) possuírem ca-
racterísticas de pessoas que têm a habilidade da IE desenvolvida.

É preciso salientar que a IE é uma das habilidades essenciais para


pessoas que ocupam cargos de liderança, visto que gerenciarão equipes e
grupos de trabalho e a maneira como esses gestores conduzem suas equipes é
determinante para o seu sucesso.
15
Figura 5 – A Inteligência Emocional no trabalho.

Fonte: <http://goo.gl/g8lPBv>.

2.2 TRABALHANDO A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NOS GRUPOS


DE TRABALHO

Para os gestores que atuam em cargos de liderança, assim como para


os profissionais que pretendem desenvolver essa habilidade, é possível elencar
alguns aspectos que podem ser bastante eficazes para trabalhar a IE nos grupos
de trabalho, conforme você verá a seguir:

• Crie parcerias no âmbito corporativo: tenha sempre em mente que


a sua equipe de trabalho deve ser sua aliada e nunca sua inimiga.
Para que você tenha uma boa sinergia com seus grupos de trabalho,
procure fazer com que seus colaboradores estejam inseridos nos
processos, assim como, ao tomar uma decisão, nunca imponha
diretamente, explique os motivos pelos quais tal decisão foi tomada.
Tal atitude faz com que você tenha uma melhor compreensão por
todos os membros da sua equipe;

• Seja observador: para que você tenha sucesso ao trabalhar a Inteli-


gência Emocional com os grupos de trabalho, ser um bom observador,
certamente, ajudará você rumo a esse objetivo. Procure conhecer
seus colegas de trabalho, seus colegas de equipe. Procure saber o
nome de seus colaboradores e, principalmente, chamá-los pelo nome.
Veja como eles interagem, como se comportam;
16
• Não seja impulsivo: quer seja na nossa vida profissional ou na nossa
vida pessoal sempre haverá situações boas e ruins. Quando se tra-
balha em cargos de gestão, saber lidar com as situações diárias nas
quais precisam-se tomar decisões imediatas e eficazes acaba sendo
bastante desgastante. Agora, imagine se você tiver que tomar alguma
decisão e, no calor do momento, acabar sendo impulsivo e agir sem
pensar?! Pois bem, isso acaba sendo um problema. Saber trabalhar
com a impulsividade para não tomar nenhuma decisão precipitada
é uma das características para se poder trabalhar de maneira mais
assertiva com os grupos de trabalho. Às vezes, pode parecer até um
chavão, mas é preciso respirar fundo ou contar de 1 até 10 antes de
tomar qualquer decisão precipitada ou que vá se arrepender depois;

• Tenha autoconhecimento: muitas vezes, nos deparamos com situações


nas quais estamos consciente ou inconscientemente analisando como as
outras pessoas se comportam em determinadas situações, no entanto,
não fazemos uma autoanálise sobre o nosso próprio comportamento. Se
pensarmos criticamente, temos a tendência em avaliar os outros e nunca
fazemos uma autoavaliação sobre aspectos que nos irritam assim como
buscar alternativas para solucioná-los. Ninguém melhor para entender a
gente do que nós mesmos, no entanto, para chegarmos nesse nível de
autoconhecimento, é necessário ter em mente a possibilidade de fazer
algumas mudanças e o principal: estar disposto a essas mudanças para
que seja possível o trabalho em cima delas;

• Feedback: essa é uma das características principais ao se trabalhar


com grupos de trabalho. Muitas vezes, nos deparamos com situações
em que as pessoas acabam achando que o feedback é uma crítica.
Muito pelo contrário. Ele funciona como um termômetro, onde é pos-
sível trabalhar e manter os pontos fortes nos fluxos de trabalho,
assim como corrigir e melhorar os pontos que precisam de algum
ajuste. Procure sempre ter o feedback dos seus colegas de equipe e,
principalmente, do seu gestor, pois só assim você estará sabendo se
está desenvolvendo seu trabalho de maneira assertiva e eficaz.
17
2.3 ATITUDES PROATIVAS DE PESSOAS COM INTELIGÊNCIA
EMOCIONAL

Conforme vimos até aqui, nos nossos estudos, verificamos que a IE é uma
habilidade que pode ser aprendida, desenvolvida e mantida ao longo de nossa
trajetória. Veremos agora alguns comportamentos de pessoas com Inteligência
Emocional e observe se você possui alguma dessas características:

• Não se comparam com outras pessoas: essa atitude é caracterizada


por pessoas que possuem um nível de autoconhecimento bem eleva-
do. Pessoas com essa característica não se abalam com comentários
maldosos oriundos de outras pessoas. Além disso, não se comparam
ou sentem ciúmes do sucesso alheio, visto que possuem um nível de
autoconfiança bastante elevado, não permitindo que outras pessoas
as façam pensar o contrário;

• Pensam positivamente: tal característica é predominante em pessoas


com um bom grau de Inteligência Emocional. O pensamento positivo
faz com que tenhamos sempre uma boa perspectiva em relação à
nossa vida e aos acontecimentos que possam surgir. Pessoas assim
não cultivam pensamentos negativos em hipótese alguma;

• Convivem em harmonia com as pessoas: pessoas com essa ca-


racterística convivem em um clima harmonioso com qualquer tipo de
pessoa, mesmo sabendo que poderá ter que conviver com pessoas
de temperamento difícil. A possibilidade de um confronto não acaba
sendo uma dificuldade, visto que sempre estará buscando algum fator
em comum para ambas as partes;

• Fácil adaptação: pessoas com essa atitude certamente terão um


diferencial em relação às outras pessoas, visto que não terão dificul-
dade em conviver com ambientes e com pessoas diferentes.
18
Figura 6 – Colocando em prática a Inteligência Emocional.

Fonte: <https://goo.gl/Nvi45X>.

Pratique
6. Comente sobre a importância da Inteligência Emocional no trabalho.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

7. Trabalhar a Inteligência Emocional nos grupos de trabalho é fundamental para


o sucesso da equipe. Cite e comente sobre aspectos que devem ser adotados
ao lidar com os grupos de trabalho utilizando a Inteligência Emocional.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
19
8. Dentre os aspectos citados na questão anterior, referentes à Inteligência Emo-
cional nos grupos de trabalho, comente qual você considera mais importante e
porquê.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

9. Comente as atitudes proativas de pessoas com Inteligência Emocional.


________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

10. Dentre os aspectos citados na questão anterior, referentes a atitudes proativas


de pessoas com Inteligência Emocional, comente qual você considera mais
importante e porquê.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

20
Capítulo 03 - Desenvolvendo A
Inteligência Emocional

Objetivos de aprendizagem

• Entender a necessidade de ter a Inteligência Emocional como ferramenta


de apoio no âmbito corporativo;
• Mostrar os caminhos para que o aluno desenvolva sua Inteligência Emocional.

3.1 COMO DESENVOLVER A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO SEU


DIA A DIA

A partir do momento que compreendemos a necessidade de termos a In-


teligência Emocional e que podemos usá-la como uma aliada, quer seja no trato
com nossas equipes, no âmbito corporativo, quer seja na nossa vida pessoal,
aprendendo a ser menos impulsivo nas nossas emoções, certamente, você estará
dando os passos iniciais para o desenvolvimento da IE.

Conforme vimos ao longo dos capítulos anteriores, a IE é composta por


diversos aspectos os quais são aprendidos, colocados em prática e remodelados
ao longo de nossas vivências.

Para que a IE possa ser desenvolvida em uma pessoa, faz-se necessária a


verificação de alguns aspectos. São eles:

• Elencar as competências comportamentais: essa seria a etapa


inicial, onde seriam colocadas na ponta do lápis as principais com-
petências da pessoa em questão que busca o desenvolvimento da
Inteligência Emocional. É importante ressaltar que as competências
comportamentais divergem de pessoa para pessoa, visto que cada ser
humano possui histórias de vida, experiências e vivências diferenciadas.
Nesse sentido, é fundamental elencar as competências em relação a
aspectos profissionais, assim como pessoais;
21
• Avaliação dos comportamentos: após a etapa inicial (citada an-
teriormente), são avaliados os comportamentos naquele estágio
(momento) e são parametrizados em relação ao grau que se deseja
alcançar, ou seja, se você tem um nível baixo de empatia com a sua
equipe, por exemplo. Serão colocados em avaliação o seu grau de
empatia naquele momento em que foi medido (baixo) e será comparado
ao grau que você deseja que ele chegue (alto);

• Treinamento com ações práticas: após serem listados os compor-


tamentos a serem melhorados, é necessário que sejam colocadas em
prática ações para que possam ser desenvolvidas e postas em teste
os comportamentos a serem melhorados por essa pessoa. As ações
práticas são determinantes para que possam ser avaliados possíveis
ajustes ao longo do processo de desenvolvimento;

• Controle: após a elaboração das competências a serem melhoradas,


assim como definir o nível que se deseja chegar, faz parte do processo
o controle e o acompanhamento das ações com o intuito de saber
se os objetivos estão sendo alcançados ou se é necessário fazer
alguma mudança na estratégia que foi adotada para aquela ação.

Figura 7 – Aspectos da Inteligência Emocional.

Fonte: <http://goo.gl/Tl6oat>.

22
3.2 DESCUBRA SE VOCÊ TEM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Para você descobrir se possui IE, listamos alguns aspectos para que você
analise e verifique se possui essa habilidade tão importante na atualidade, veja:

a) No seu trabalho, quando você tem algum problema com um colega,


você tenta ver o lado do seu colega, colocando-se no lugar dele?

b) Quando você sabe que terá que passar por alguma mudança, quer
seja no seu trabalho ou na sua casa, você fica imediatamente ansioso,
irritado ou simplesmente não aceita a possibilidade da mudança?

c) Quando você recebe um feedback que não era o que você esperava
pelo seu chefe (crítica construtiva), você acha que está sendo perse-
guido e não concorda em nada com a avaliação feita?

d) No âmbito profissional, você tem facilidade em falar sobre os seus


pontos fortes, no entanto, quando chega o momento de falar sobre
os pontos a serem melhorados, você sente dificuldade em falar sobre
eles ou então acredita que não existam pontos a serem melhorados?

e) Quando você está em busca de algum objetivo, se acontece algum


problema no meio do caminho, você perde o foco e desiste facilmente?

Figura 8 – Descobrindo a Inteligência Emocional.

Fonte: <http://goo.gl/xVc8u7>.

23
A partir das perguntas elencadas, se você respondeu NÃO para a questão
“a”, você deve começar a trabalhar um aspecto de pessoas que possuem a Inteli-
gência Emocional, no que diz respeito à empatia, ou seja, colocar-se no lugar do
outro nas situações. Se você respondeu SIM para a questão “b”, você deve come-
çar a trabalhar um outro aspecto de pessoas com IE que é a adaptabilidade para
mudanças. Pessoas com IE estão sempre dispostas e prontas para a mudança,
quer seja de pessoas ou de ambientes. Se você respondeu SIM para o item “c”,
você deve rever os seus conceitos se quiser começar a desenvolver a sua IE. O
feedback é uma das ferramentas mais importantes nesse processo de construção,
uma vez que a partir dele você terá a percepção do seu trabalho perante seus
superiores e por toda a sua equipe de trabalho.

Na questão “d”, se você respondeu SIM, é o momento inicial para que você
inicie o desenvolvimento da IE e de um aspecto bastante importante de pessoas
que possuem essa habilidade: o autoconhecimento. Saber seus pontos fortes e
fracos são características de pessoas que possuem a IE bastante desenvolvida.

Em relação à questão “e”, se você respondeu SIM, é importante que você


inicie o trabalho em relação à sua automotivação. Pessoas com essa característica
não perdem o foco em relação aos seus objetivos, mesmo que passem por situa-
ções difíceis ao longo da sua trajetória, visto que conseguem manter um nível de
motivação elevado em busca de seus objetivos.

3.3 QUEM PRECISA DE INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

Quando pensamos em Inteligência Emocional e estudamos esse assunto,


temos a real compreensão da funcionalidade que essa habilidade (se desenvolvi-
da) pode proporcionar na nossa vida. Ao falarmos no termo nossa vida, entende-se
vida profissional e pessoal, o que acaba sendo bastante proveitoso, uma vez que
temos a possibilidade de aprender, desenvolver e manter essa habilidade em to-
dos os aspectos da nossa existência.

Ao pensarmos com essa perspectiva, nos vem o seguinte questionamento:


Quem precisa de Inteligência Emocional? A resposta deve ser imediata: todos nós,
uma vez que essa habilidade pode e deve ser utilizada e colocada em prática por qual-
quer pessoa, quer seja um funcionário que acabou de iniciar sua trajetória profissional
na função de estagiário, assim como para o presidente de uma grande empresa.
24
É válido enfatizar que, nos dois casos situados, a IE será utilizada em as-
pectos diferentes, devido às vivências e às necessidades de cada um. O que deve
ficar claro para você é que essa habilidade não é restrita a um perfil profissional ou
a um segmento específico, uma vez que qualquer pessoa está apta a desenvolver
e colocar em prática essa habilidade.

Figura 9 – A IE no dia a dia.

Fonte: <http://goo.gl/wVgnTi>.

Pratique
11. Quais aspectos são necessários para se trabalhar a Inteligência Emocional no
dia a dia?
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

12. Dos aspectos citados na questão anterior, quais você considera mais importantes
para o desenvolvimento da Inteligência Emocional? Justifique.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
25
13. Na sua concepção, quais pessoas precisam desenvolver a Inteligência
Emocional? Justifique.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________

14. Você acredita que a Inteligência Emocional é uma habilidade nata? Justifique.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________
________________________________________________________

26
Capítulo 04 - Ausência De
Inteligência Emocional

Objetivos de aprendizagem

• Analisar e entender os aspectos relacionados a pessoas que estão em


cargos de gestão;
• Identificar como a ausência de Inteligência Emocional por essas pessoas
pode influenciar o desempenho das equipes de trabalho.

4.1 IDENTIFICANDO A FALTA DE INTELIGÊNCIA


EMOCIONAL NOS GESTORES

Os autores que estudam sobre a temática de Inteligência Emocional são


enfáticos ao afirmarem que a postura dos gestores em trabalhar com as equipes no
âmbito corporativo influencia diretamente a performance dos grupos de trabalho.

Vimos, ao longo de nossos estudos, que a IE está relacionada com as


emoções. Desse modo, se temos um gestor que não possui a IE desenvolvi-
da, certamente ele acabará, em algum momento, causando algum transtorno
para a sua equipe.
27
Listamos a seguir algumas características de gestores que não possuem a
Inteligência Emocional desenvolvida, veja:

• Alteram o humor constantemente: imagine se você trabalha com


um gestor que possui oscilações de humor durante o expediente. Pois
bem, essa é uma característica de pessoas que precisam trabalhar
a Inteligência Emocional. Devido a situações adversas que possam
ocorrer durante o dia de trabalho, os gestores podem acabar passando
por situações de stress, as quais fazem com que eles saiam do seu
eixo e, assim, tenham alterações bruscas de humor, o que pode acabar
sendo descarregado nas suas equipes de trabalho;
• Dificuldade em trabalhar com perfis diferentes: todos nós sabemos
que é fundamental saber trabalhar com pessoas de perfis diferentes
no âmbito corporativo. Todos as pessoas que atuam em cargos de
gestão devem ter em mente que precisam saber lidar com pessoas
de perfis diferentes, assim como devem saber como trabalhar com
essas diferenças buscando desenvolver a sua empatia;

• Inconveniente: em muitas situações, encontramos gestores que pos-


suem uma personalidade mais forte, quer seja pelo próprio perfil, quer
seja por situações adversas. Ao trabalhar com gestores que tenham
esse perfil, é indispensável ter sempre atenção, visto que pessoas
assim podem acabar criando constrangimentos para a sua equipe
devido ao seu temperamento. Tal comportamento pode acarretar
emoções adversas na sua equipe de trabalho;

• Centralizador: é bastante comum sabermos de situações em que


gestores possuem um perfil mais centralizador das suas atividades de
trabalho. Tal característica pode acabar gerando um impacto negativo
na equipe de trabalho, uma vez que dificulta o relacionamento entre
gestor e membros da equipe de trabalho;

• Dificuldades com feedback: em muitos casos, é comum termos


um colega de trabalho ou gestor que não aceite bem um feedback. O
feedback funciona como uma ferramenta de otimização dos processos
de trabalho, assim como, é por meio dela que temos a percepção dos
demais colegas e do seu próprio gestor sobre as atividades que estão
sendo desempenhadas. É importante aceitarmos um feedback cons-
trutivo da melhor maneira possível, pois nessa análise conseguimos
melhorar nossos processos de trabalho.
28
Figura 10 – A influência da IE no trabalho.

Fonte: <http://goo.gl/eBsUzu>.

4.2 IMPACTOS DA FALTA DE INTELIGÊNCIA


EMOCIONAL NAS EQUIPES

Compreenda que as emoções estão diretamente ligadas à Inteligência


Emocional e a falta dessa habilidade no âmbito corporativo pelos gestores, no
trato com as suas equipes assim como por nós mesmos, no nosso dia a dia, pode
acabar gerando diversos impactos.

Se você possui um gestor cuja IE é desenvolvida e que a coloca em prática


junto aos seus colaboradores, certamente esse gestor conseguirá extrair o máximo
que sua equipe pode oferecer. No entanto, se o gestor não possui IE, impactará a
sua equipe de alguma maneira.

O nosso estado emocional acaba impactando no nosso trabalho. Se nós


temos um trabalho gratificante, onde o gestor estimula a sua equipe de trabalho,
motiva, inspira entusiasmo e compreende os sentimentos dos membros da sua
equipe, estes estarão com um desempenho alto, um alto nível de motivação e um
excelente relacionamento interpessoal com os demais membros.

Se o nosso trabalho gera uma fonte de stress, a motivação cai ao mesmo


ponto que o desempenho da equipe cai junto.

A partir desse contexto, percebemos que a Inteligência Emocional é funda-


mental para o trabalho equipe e para uma liderança mais assertiva.
29
Figura 11 – Trabalhando em equipe.

Fonte: <http://goo.gl/h34CM2>.

Curiosidade

Ao longo de nossos estudos, salientamos bastante a questão das emoções e a


importância de sabermos trabalhar com elas ao longo de nossa vida. No ano de 2015,
foi lançado nos cinemas o filme Divertida Mente. O filme fala sobre como as emoções
podem afetar a nossa vida assim como retrata as consequências, as origens, causas
e como podemos gerenciar tais sentimentos. Em uma oportunidade, assista a este
filme! Conheça mais sobre o filme no seguinte link: <http://goo.gl/5tw15M>.

Figura 12 – Filme Divertida Mente: abordagem das emoções.

Fonte: <http://goo.gl/WlDLYg>.

30
Pratique
15. Discorra sobre os impactos que a falta de Inteligência Emocional pode acarretar
nos grupos de trabalho.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

16. Cite algumas características de gestores que precisam desenvolver a Inteligência


Emocional.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

17. “Para um gestor ser um bom líder ele deve ter a Inteligência Emocional”. Comente
sobre esta afirmação.
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________
_________________________________________________________

31
Relembre

Ao longo do nosso curso, estudamos diversos aspectos relacionados à


Inteligência Emocional. Vimos que a IE está diretamente relacionada às nossas
emoções e à maneira como devemos trabalhar com essas emoções no nosso dia
a dia, quer seja na nossa vida profissional ou na vida pessoal.

A maneira como trabalhamos as nossas emoções no dia a dia acaba in-


fluenciando na nossa performance profissional, sendo assim, saber identificar os
pontos fortes e fracos é necessário a fim de que possam ser trabalhados da melhor
maneira possível.

Nesse sentido, a IE vem como uma habilidade que auxilia as pessoas a


resolverem problemas do dia a dia com a finalidade de trazer mais eficácia nos
processos, em que é trabalhado um conjunto de habilidades (autoconsciência, au-
tocontrole, automotivação, empatia e consciência social) que serão desenvolvidas
e auxiliarão tanto na vida profissional quanto na vida pessoal.

Os estudos acerca da IE são oriundos da década de 1980, no entanto, foi


a partir da década de 1990, mais precisamente em 1995, que o psicólogo norte-a-
mericano Daniel Goleman trouxe uma remodelagem sobre os estudos já realizados
sobre essa temática e novos conceitos, que acabaram dando uma abordagem em
grande escala sobre essa temática.

Também estudamos que a IE é uma habilidade que pode ser aprendida e


desenvolvida ao longo de nossa vida. É importante ressaltar que para os cargos de
gestão a IE auxilia no trabalho com as equipes assim como no dia a dia, na tomada
de decisões dentre outras atividades. Sendo assim, concluímos que a IE é uma
habilidade fundamental para a nossa vida e que, certamente, será um diferencial
se soubermos utilizá-la da maneira mais eficaz possível.

32
REFERÊNCIAS

CASTRO, Mirella G. B. Inteligência Emocional. Portal CMC 2007. Disponível


em: <www.portalcmc.com.br/aut_artint07.htm>. Acesso em: 26 jan. 2016.

COBÊRO, Claudia; PRIMI, Ricardo; MUNIZ, Monalisa. Inteligência Emocional e


Desempenho no Trabalho: Um estudo com MSCEIT BPR-5 E 16PF. Disponível em:
<http://www.scielo.br/pdf/paideia/v16n35/v16n35a05.pdf>. Acesso em: 15 jan. 2016.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 1995.

GUEBUR, Andréa Zocateli. Inteligência Emocional no Trabalho. Disponível


em: <http://grupouninter.com.br/intersaberes/index.php/revista/article/viewFi-
le/108/81>. Acesso em: 20 jan. 2016.

GRZESIAK, Mateusz. Inteligência Emocional: como lidar com emoções difíceis.


Disponível em: http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/inteligencia-
-emocional-como-lidar-com-emocoes-dificeis/91199/. Acesso em: 22 jan. 2016.

GASPARINI, Claudia. 10 sinais que você tem inteligência emocional no


trabalho. Disponível em: <http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/10-sinais-
-de-que-voce-tem-inteligencia-emocional>. Acesso em: 21 jan. 2016.

SANTOS, Roberto. Por que a inteligência emocional é tão importante no


trabalho. Disponível em: <http://www.revistamelhor.com.br/por-que-a-inteligen-
cia-emocional-e-tao-importante-no-trabalho/>. Acesso em: 22 jan. 2016.
33
Anotações
_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

34
Anotações
_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

35
Anotações
_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

_____________________________________________________

36