Vous êtes sur la page 1sur 25

A Ditadura Social Científica : O Papel das Ciências Sociais

na mecanização da Humanidade

- Por Paul Collins e Phillip © Março , 21 , 2006

A nova teocracia

Em muitas maneiras , a epistemologia é como um sistema econômico. Com todos


os teóricos do direito em todos os lugares, pode-se arbitrariamente, conferir
primazia epistemológica sobre os paradigmas que são mais socialmente e
politicamente convenientes . Nesse clima de repressão epistemológico , as
barreiras acadêmicas e institucionais impedem os concorrentes de acesso ao
mercado ideacional. Enquanto isso, uma auto-proclamada elite cognitiva
monopoliza a economia do pensamento popular. Esse oligopólio do conhecimento,
em suma, equivale a um cartel epistemológico , promovendo e ungindo seus
ideólogos e silenciando os dissidentes cognitivos.

Dentro dos tradicionais estruturas de poder teocrático da antiguidade, o estado


sancionou o sacerdócio para constituir cartéis epistemológicos. Os fariseus que
projetaram a crucificação de Jesus Cristo, constituem um exemplo estelar. Os
cultos dos mistérios da Mesopotâmia também . Em ambos os casos , uma
pequena elite exerce um controle rígido sobre o conhecimento . Ao fazer isso, eles
mantiveram o domínio sócio-econômico da oligarquia política. Dentro de sua
economia autoritária de pensamento, de idéias como "liberdade" e "dignidade
humana" não tem valor nenhum .

No entanto, em um estado as coisas inevitavelmente mudam. Como as


instituições religiosas da elite começaram a perder credibilidade com as massas
tornou-se evidente que os oligarcas que têm de adoptar um sistema mais secular
de controle. O resultado dessa transformação foi o surgimento do que Aldous
Huxley chamou uma "ditadura científica ". Huxley explica:

Os antigos ditadores caíram porque eles nunca poderiam suprir seus subalternos
com bastante pão, circo e suficiente milagres e mistérios.

Sob uma ditadura científica, a educação vai realmente trabalhar para um


resultado onde a maioria dos homens e mulheres vão crescer amando a sua
servidão e jamais o sonho da revolução. Não parece haver nenhuma boa razão
para uma ditadura completamente científica deve sempre ser derrubada. (BRAVE
NEW WORLD REVISITED 116 )

Em essência, a ditadura científica é apenas uma teocracia como premissa a


religião do cientificismo . O cientismo é o imperialismo epistemológico. Ele prevê a
instituição ecumênica da ciência em todos os campos de estudo. Sem dúvida , a
maioria dos pensadores contemporâneos que consideram esta extrapolação
universal da ciência como desejável. Depois de toda a ciência, tem contribuído
para o avanço tecnológico da sociedade humana. É aproveitado da eletricidade
através da lâmpada , curou as doenças através de vacinas , e percorreu o espaço
com foguetes. Certamente, essa força poderia igualmente melhorar a condição
humana se for aplicada a questões de história , da moralidade e da governança.

No entanto, a mentalidade contemporânea , cega como ela é, pela sua própria


chronocentricismo, não foi capaz de reconhecer uma falha significativa nos
métodos de investigação da ciência. Michael Hoffman revela essa lacuna :

A razão que a ciência é um mestre mau e perigoso, um agente e não deve ser
adorado sendo que a ciência não é objetiva . A ciência é fundamentalmente sobre
os usos da medição. O que não se encaixa no critério do cientista é descartado. O
Darwinismo científico tem repetidamente excluído alguns dados de sua medição e
falsificado outros , tais como o Homem de Piltdown , a fim de apoiar a natureza
auto-realizadora de sua própria agenda , seja ele ou " cortar, queimar e veneno
"métodos de câncer " tratamento ". ( 49 )

Com efeito , como sistema de quantificação, a ciência se preocupa apenas com


entidades quantificáveis. Itens que desafiam a quantificação devem ser excluídos.
Isso leva a uma pergunta inquietante. Exatamente que itens devem ser omitidos
em uma perspectiva exclusivamente científica ? A resposta é fornecida no O
RELATÓRIO DA IRON MOUNTAIN, Um documento supostamente ser o produto de um

governo secreto think tank :

Estudos anteriores haviam tomado a oportunidade de paz , a importância da vida


humana , a superioridade das instituições democráticas , o maior "bem" para o
maior número , a "dignidade " do indivíduo, e de outras instalações como valores
necessários para a axiomática justificação de um estudo de questões de paz. Nós
não os encontrou assim. Nós tentamos aplicar as normas da ciência física para a
nossa reflexão , a característica principal de que não é de quantificação, como
popularmente se acredita , mas que, nas palavras de Whitehead, "... ignora todos
os juízos de valor , por exemplo, todos os juízos estéticos e morais ". (Lewin 13-14
ênfase; acrescentado)

Uma abordagem exclusivamente científica jettisons todos os valores " axiomática


". Os julgamentos " estético e moral " que preservar a humanidade do homem
deve ser totalmente desconsiderado em uma sociedade puramente cientificista .
Na verdade, o homem, se deve ser alterado. Porque a humanidade do homem
representa um problema para um Estado governado de acordo com um sistema
de quantificação, que atribuem particular de seu ser deve ser eliminada. A ditadura
científica exige um homem de ciência . Claro , como um ser que deixou de ser
humano em todos e este é precisamente o que os engenheiros sociais da ditadura
científica estão se esforçando para criar ... um homem-máquina , ou, nas palavras
de Adam Weishaupt, O Maschinenmenschen.

Maschinenmenschen: De Autónoma de Automação

Com a popularização do Darwinismo, a filosofia da mente fisicalista parece


dominar as comunidades científicas e acadêmicas. Este paradigma equivale a
estados mentais com estados cerebrais , reduzindo assim o conceito de "alma" ou
"espírito" de uma fantasia metafísica. Esta opinião parece permear a psicologia
moderna também. Ironicamente , a palavra "psicologia" é derivada da palavra
psique , que significa " alma " no grego original. No entanto, impor a doutrina do
materialismo metafísico sobre psicologia, Maximilian Wilhelm Wundt seria
expurgar a alma das salas de pesquisa psicológica e consagram a primazia da
matéria. Vários anos depois, BF Skinner iria continuar a tradição materialista -
fisicalista da psicologia. Apelidado de o behaviorismo , a marca de psicologia de
Skinner enfatizou o comportamento observável como o principal indicador de
estados mentais. Trabalhando a partir desta premissa , Skinner desenvolveu uma
tecnologia " de comportamento ", pelo qual a natureza humana poderia ser
condicionada e manipulada. Skinner acreditava que, como comportamentos
desejáveis foram promulgados no rebanho humano , a sociedade ideal acabaria
por surgir.

Skinner apresentou psicologicamente sua Utopia de engenharia como um clef


roman um ' intitulado WALDEN TWO. Caracterizando WALDEN TWO como uma ficção
inócuo , Skinner declarou: "A "engenharia comportamental "Eu tinha tantas vezes
mencionado que o livro era, na época, pouco mais de ficção científica "( vi). No
entanto, " condicionamento comportamental "foi muito mais do que a ficção
científica com forças obscuras intenções sombrias . Graças a uma doação de US
$ 5.000 de um grupo chamado Fundo de Ecologia Humana , Skinner foi capaz de
pagar para o secretário e ele precisava de abastecimento durante a elaboração do
ALÉM DA LIBERDADE E DA DIGNIDADE ( Marks 171). Quando abordado sobre a concessão
e as suas origens , Skinner afirmou não ter memória de contribuição ( Marks 171).
No entanto, ele fez o comentário um pouco suspeito: "Eu não gosto de
envolvimento secreto de qualquer tipo . Eu não posso ver porque ele não poderia
ter sido aberta e honestos "( marcas ) 171 .

Quando se examina o Fundo de Ecologia Humana de perto, as razões do sigilo


tornar-se claro. Foi montado em 1955 sob o título de a Sociedade para a
Investigação de Ecologia Humana , que mais tarde mudou para o Fundo de
Ecologia Humana , em 1961 ( 159 marcas ). Por razões de conveniência , o
pesquisador John Marks simplesmente chama a sociedade . A própria Sociedade
foi financiada e controlada pela CIA " para os estudos e experimentos nas ciências
do comportamento "( 158). Além da pesquisa de comportamento , a sociedade
também tinha uma preocupação com o ocultismo : " Nenhum fenômeno era
demasiado misterioso para escapar de um olhar cuidadoso da sociedade, sendo
de percepção extra-sensorial ou feiticeiros Africanos "(173 ).

O presidente da Sociedade foi Harold Wolff, um neurologista da CIA envolvidos na


investigação e operações ( Marks 156). O vice-presidente foi Lawrence Hinkle,
colega de Wolff de Cornell Medical College, em New York City ( marcas, 135,
167). De acordo com um associado de longa data da CIA , Wolff foi:

"Um homem autocrático. Eu nunca conheci ninguém de fora como ele . Moveu-se
em lugares altos. Ele era apenas um homem magro, mas falava sobre o controle
da mente ! Ele foi um dos controladores. " ( Marks 161)
Evidentemente, a própria organização assumiu o caráter de seu presidente. Um
dos membros do seu conselho , Adolf Berle, expressaram preocupações sobre os
projetos da Sociedade de controle da mente :

"Estou assustado com este ", Berle escreveu em seu diário . "Se os cientistas
fazem o que eles têm delineado para si, os homens se tornarão formigas
gerenciáveis. Mas eu acho que não vai acontecer. " ( Marks 167)

Talvez " formigas administráveis "era o que a sociedade tinha em mente quando
financiou Skinner em sua pesquisa comportamental. Em ALÉM DA LIBERDADE E DA
DIGNIDADE, Skinner afirma candidamente :

O que está sendo abolido é o homem autônomo - o homem interior, o homúnculo ,


o demônio que possui , o homem defendido pela literatura de liberdade e
dignidade.

Sua abolição foi durante muito tempo de atraso. O homem autônomo é um


dispositivo usado para explicar o que não podemos explicar de outro modo . Ele
foi construído a partir de nossa ignorância , e como a nossa compreensão em
dobras, a própria essência da qual ele é composto desaparece. A ciência não
desumaniza o homem , ela quer retirar o homúnculo dele, e deve fazê-lo se for
para impedir a abolição da espécie humana. Apenas desapropriando ele podemos
transformar as causas reais do comportamento humano. Só então poderemos
transformar a partir do milagroso para o natural , do inacessível ao manipulável.
( 189-91 )

Isso, na visão de um "retirar o homúnculo " e " homens manipuláveis" , foi


provavelmente o que levou o investimento de US $ 5.000 o Fundo de Ecologia
Humana na investigação de Skinner. Quando WALDEN TWO foi lançado, muitos
críticos viram " sombras de Aldous Huxley ADMIRÁVEL MUNDO NOVO" Utopia na ficção
de Skinner (Taylor 418). Esta analogia é muito apropriado . Assim como seu primo
Huxlian disse, o clef um roman ' de WALDEN TWO é uma realidade em construção.
crédito grave tem sido dada às teorias comportamentais de Skinner. Sua
metodologia de tirania comportamental tem sido empregada no sistema
educacional de hoje. O pesquisador Ian Taylor elabora:

No entanto, as técnicas de ensino Skinner têm sido amplamente utilizados para


crianças em idade escolar , embora o uso de uma máquina de ensinar , e não em
uma caixa com alimentos ! Além disso, através da cooperação com empresas
farmacêuticas , os efeitos de certas drogas para ajudar crianças com dificuldades
de aprendizagem têm sido estudadas. Embora o novo entendimento foi adquirido,
a idéia de modificar o comportamento humano de forma proposital , não tem sido
um sucesso esmagador , e o espectro de cruzar aquela linha fina, de " ajuda"
para "controle" da sociedade de amanhã na sala de aula de hoje, ainda se torne
uma realidade total. ( 419 )

Entretanto , o método de Skinner também foi aplicado sob o pretexto de terapia.


Taylor explica:

A visão de modificação comportamental ainda tem seus adeptos . Por exemplo,


em 1978 Sobell relatou um programa para modificar o comportamento com um
grupo de vinte alcoólatras. Nestes usaram a técnica do "castigo" do choque
elétrico. Esses pesquisadores acreditavam que a terapia de comportamento
permitiria alcoólatras hard-core para se tornar bebedores sociais , ao invés de
tornar-se abstêmios total. O experimento foi amplamente divulgado para ser bem
sucedido , e o governo dos Estados Unidos começaram a investir somas
consideráveis de dinheiro para esta nova abordagem. No entanto, um estudo
independente dos mesmos vinte pacientes com dez anos de seguimento mostrou
um quadro totalmente diferente , com apenas um sucesso. Este é um outro
escândalo, e a conclusão mais caridosa seria que ... a teoria na mente dos Sobells
assume uma maior importância do que os fatos concretos . ( 419 )

O alter ego de Skinner em WALDEN TWO provavelmente o mais sucintamente


expressa a lógica de orientação , tais programas de engenharia psicológica:

"Eu tive apenas uma idéia na minha vida - a idéia de ter meu próprio caminho.
'Controle' expressa - o controle do comportamento humano.

. . . era um desejo frenético egoísta de dominar. Lembro-me da raiva que eu sentia


quando uma previsão certa dava errado. Eu poderia ter gritado , sobre os temas
das minhas experiências , " Comporte-se ! Comporte-se como deveria ! " (271)

Para Skinner e aqueles que exercem a sua tradição , a humanidade é pouco


mais que um animal de laboratório a ser condicionada e controlada. Esta
mentalidade autoritária se torna ainda mais evidente quando Skinner afirma: " ... a
Rússia depois de cinquenta anos não é um modelo que queremos imitar. A China
pode estar mais perto das soluções que tenho falado , mas uma revolução
comunista na América é difícil de imaginar "(WALDEN TWO xv) . Em outras palavras,
o comunismo de assassinato em série da China vermelha é preferível à variedade
russa do comunismo. Por quê? Os comunistas russos não foram suficientemente
longe.

Skinner conclui WALDEN TWO com a afirmação seguinte : "... o homem em longo
prazo é determinado pelo estado "( p. 257). Naturalmente , o Estado onipotente
era também o deus da Georg Wilhelm Friedrich Hegel. De acordo com o falecido
pesquisador Antony Sutton: "Tanto Marx e Hitler têm as suas raízes filosóficas em
Hegel "( 118). Este é também o resultado pretendido dos métodos utilizados por
Skinner e seus seguidores : a obliteração do indivíduo e da apoteose do Estado.
Essa meta sincroniza facilmente com a visão da elite do poder , que pode ser uma
das principais razões que os métodos de Skinner ter apreciado a aplicação
generalizada de hoje.

De tal sociedade de engenharia psicológica , CS Lewis escreve:

. . . cientista muitos suave de olhos em um laboratório democrático significa, em


última instância, o que significa o fascista . Ele acredita que " bom " o que significa
que os homens são condicionados a aprovar. Ele acredita que é a função dele e
de sua espécie a condição dos homens , para criar consciência pela eugenia , a
manipulação psicológica de crianças , educação estaduais e propaganda em
massa. Porque ele está confuso, ele ainda não percebe totalmente que aqueles
que criam a consciência não podem ser objeto de consciência próprios . Mas ele
deve acordar para a lógica de sua posição cedo ou mais tarde , e quando o faz, o
que permanece barreira entre nós e a divisão final da corrida em condicionadores
de alguns que estão se fora da moralidade e condicionaram a muitos em quem a
moralidade como o especialistas escolha é produzido no prazer dos peritos ? Se o
" bom "significa apenas a ideologia do local, como podem aqueles que inventar a
ideologia local ser guiado por qualquer idéia de bem ? ( 81 )

Na verdade, quando falam de uma sociedade de engenharia psicológica , o


cientista e a média fascista são exatamente a mesma coisa . Eles significam uma
sociedade socialista totalitário , onde os "muitos condicionados " são controlados
por "poucos" condicionadores. Em suma, eles significam uma ditadura científica.
Tal conceito não é novo. Ela encontram suas origens próximas com Auguste
Comte , o discípulo "principal" de Saint- Simon ( Fischer 70). De acordo com
Fischer, Comte promoveu o desenvolvimento de uma religião substituta, uma
idéia que Saint- Simon também contemplava ( 71). Na teocracia hipotético Comte ,
os cientistas sociais como o novo sacerdócio . Fischer explica:

. . . Comte avançado o conceito de sociocracia ", definida como uma nova "religião
da humanidade ". Os sociólogos foram identificar os princípios desta nova fé e
implementá-los através de um sociolatria ". A sociolatria foi acompanhada de um
sistema de festivais, práticas devocionais , e os ritos destinados a fixar a nova
ética social nas mentes das pessoas. No processo, homens e mulheres que não
se dedicam a Deus ( considerado um conceito ultrapassado ), mas a "
humanidade ", como simbolizado na "Grand Estar " e tornou encarnado em
grandes homens da história. ( 71 )

Se sociocracia era para ser a "religião da humanidade ", em seguida, o positivismo


foi a sua teologia. O positivismo foi cientificismo vintage , mantendo o rigor
epistemológico do empirismo radical e suplantando metafísica clássica com o
método científico . Ironicamente, afirma empirista radical, com sua rejeição da
causalidade, não necessitaram de menos fé do que os místicos . Além disso , a
metafísica foi originalmente província de religião. O positivismo foi apenas mais
uma parcela de uma série contínua de religiões seculares criada pelo Iluminismo .
E. Michael Jones comentários sobre a natureza religiosa do positivismo :

O positivismo pode ser chamado a Igreja do Iluminismo e, através dele , Comte


atraído uma sequência que seria um contributo importante para transformar a
sociologia, no sentido mais lato do termo, que é como o de Comte pretendeu , em
um regime de controlo que tornar regime dominante no mundo até o final do
século XX. Aldous Huxley chamaria positivismo de Comte " catolicismo menos o
cristianismo ", e isso foi similar à apropriação de Weishaupt da espiritualidade
jesuíta a serviço da maçonaria. Os dois homens levaram o que encontraram
atraente na Igreja Católica e rasgou -o para fora de sua matriz e introduziu -a num
contexto radicalmente diferente, que mudou completamente o seu significado .
Ambos tiveram que era essencialmente os mecanismos de auto-controle ,
baseada na compreensão do catolicismo da ordem moral e transformou-os em
instrumentos essencialmente heterônoma de controle social , cujo objetivo foi o
aperfeiçoamento da "humanidade" e cuja validação princípio era "ciência". ( 92-
93 )
Comte foi um dos principais defensores do Estado " Positivo ", um modelo social
como premissa a "hegemonia da ciência e da indústria " (Fischer 71).
Essencialmente, esta nova sociedade imaginada por Comte equivalia a uma
ditadura científica, onde " os ideais de liberdade e igualdade acabariam por ser
suplantados pelos valores tecnocráticos de ordem e progresso " (71). Essa visão
tecnocrática para a sociedade foi, provavelmente, um produto da tutela Comte sob
Saint- Simon. Através de Saint- Simon, Comte seria introduzido para "o que Marx
e Engels mais tarde chamaria de socialismo utópico e socialismo utópico crítico "
(Jones 93). advocacia acompanhamento Saint- Simon de socialismo foi a
afirmação de que a ciência e a indústria realizava primazia , uma indicação do
Estado de Comte "positivo". Jones explica:

Foi a partir de Saint -Simon, Comte que teve a idéia que o industrialismo seria a
nova forma de ordem social, que substituiria a velha ordem que tinham sido
varridos afastado definitivamente pela Revolução. A nova ordem deveria ser
baseada na ciência , não a religião agora desacreditada , porque ninguém poderia
argumentar com a ciência , que [Maria] Shelley disse, foi baseado em fato, não
hipótese. "Hipótese fingo não" Newton tinha escrito, e Shelley tinha citado a
passagem em uma nota de rodapé QUEEN MAB como as ordens para o novo
homem , que iria trazer o paraíso na terra . ( 94 )

Assim, o Estado de Comte " positivo "era uma sociedade totalmente mecanizada e
seus cidadãos deveriam ser mecanizados, também . Afinal, em uma sociedade
"totalmente cientificista" , todas as coisas são passíveis de quantificação . Isso
incluiu o próprio homem. Ele estava com a razão que, se o homem fosse uma
entidade quantificável , então o seu comportamento mental e social pode ser
guiado através do controle preditivo da ciência. Seguindo o exemplo de Saint-
Simon , Comte tentou criar uma "ciência verdadeira da humanidade. " Segundo
Fischer , as idéias de Comte :

provou ser muito influente na ascensão da sociologia moderna . Muitos chamam


-lhe o pai da disciplina , o que também ressalta as origens tecnocrática da ciência
social moderna em si. ( 71 )

Saint- Simon desenvolveu sua forma precursora da ciência social como um teórico
"meios para pôr termo à revolução"( Billington 212). A mesma lógica de
desenvolvimento sustentado de Comte e popularização da sociologia.
Compreensivelmente , tanto Saint- Simon e Comte ficaram horrorizados com os
excessos da Revolução Francesa. E. Michael Jones atribuiu as atrocidades da
Revolução com a filosofia do Iluminismo que a sustentavam é a seguinte: "O apelo
à liberdade do Iluminismo , invariavelmente, levou à supressão da religião, que
levou à supressão da moral , o que levou ao caos social "( 15). Depois das
revoluções muitos dos que a trouxeram ao poder tem sido o principal objetivo
oligarcas tecnocrático ao longo da história . Invariavelmente, o resultado tem sido
a ditadura científica.

A ditadura científica é projetada para criar uma sociedade onde , nas palavras de
Aldous Huxley, " a maioria dos homens e mulheres vão crescer amando a sua
servidão e nunca o sonho da revolução ". Huxley era um revolucionário e a
amoralidade foi o catalisador para sua causa :

Eu tinha motivos para não querer o mundo a ter um significado. Para mim, como
sem dúvida para a maioria dos meus contemporâneos , filosofia da insignificância
foi essencialmente um instrumento de libertação. A liberação que desejávamos
era simultaneamente a liberação de um certo sistema de moralidade. Nós nos
opômos à moralidade , porque interferia com a nossa liberdade sexual(ele se
referia a homossexualidade). Nós nos opômos ao sistema político e econômico ,
porque era injusto. Os defensores desses sistemas alegam que , de alguma forma
que encarna o significado - um significado cristão, eles insistiram - do mundo.
Havia um método admiravelmente simples de confundir essas pessoas e , ao
mesmo tempo justificar-nos em nossa revolta política e erótica. Nós poderíamos
negar que o mundo havia qualquer sentido . (FINS E MEIOS 270 )

Paradoxal que possa parecer , o padrão de liberação de dissolução em tirania tem


sido a marca de cada revolução socialista em toda a história . Os excessos do
liberalismo radical , caracterizada pela violência da Revolução Francesa e do
"amor livre" filosofia da contracultura dos anos sessenta , desde que o pretexto
para a arregimentação social rígida. Jones explica:

Liberdade seguido de controle Draconiano tornou-se a dialética de todas as


revoluções , e , neste contexto , a revolução sexual não foi excepção. Uma vez
que as paixões foram libertados da obediência à lei moral tradicional como
explicado pela religião cristã, que tinham de ser submetidos a uma outra mais
rigorosa, talvez " forma "científica" do controle , a fim de manter a sociedade de
cair aos pedaços . ( 15 )
A lei moral é fundamental para a manutenção de um governo democrático. CS
Lewis mais eloquentemente expressa essa verdade quando escreveu:

A própria idéia de liberdade pressupõe alguma lei moral objetiva que separa
governantes e governados . Subjetivismo sobre os valores é eternamente
incompatível com a democracia . Nós e os nossos governantes são de uma única
espécie , enquanto nós estamos sujeitos a uma lei. Mas se não há lei da
natureza , o ethos de uma sociedade é a criação de seus governantes ,
educadores e condicionadores , e cada criador está acima e fora de sua própria
criação. ( 81 )

Na ausência da lei moral , a liberdade não pode existir. Jones recapitula : " O
controle social foi uma conseqüência necessária da libertação, algo que a
Revolução Francesa tornaria óbvio " (15). Para alcançar o " controle social ", o
Estado exigiu uma "ciência do controle ". Comte não teve um papel pequeno no
desenvolvimento de tal ciência :

Foi o caos decorrente da Revolução Francesa , de fato, que iria inspirar August
Comte vir acima com a "ciência" da sociologia, que estava em seu caminho um
sucedâneo da religião , mas mais importante ainda uma forma de trazer ordem ao
caos em um mundo que já não encontrou o fundamento religioso da moral
plausível. ( 15-16 )

As ciências sociais tecnocráticas preencheram o vácuo deixado pela religião


e o cientista tornou-se seu prosélito ordenado. A visão de Comte para uma
ditadura científica sincronizada com a visão de Adam Weishaupt , fundador dos
infames Illuminati. Como Comte, Weishaupt desenvolveu "um sistema de controle
que provaram ser eficazes na ausência de sanção religiosa "(16 ). Esta
encarnação iluminista do Estado " positivo " se tornou o modelo "de todos os
mecanismos de controle secular de esquerda e da direita para os próximos
duzentos anos "(16 ).

Ao analisar a doutrina da "razão" promulgada pelo lojas maçônicas da Estrita


Observância , Weishaupt corretamente observou que: " [m]orais , cortada de sua
origem ontológica, tornou-se associado a um resultado com a vontade do homem
que compreendeu o mecanismo de controle " (16). Assim, o conhecimento da
própria moral Weishaupt se tornou sua "vontade de poder ". A ironia disso é
penosamente ilustrado pelos próprios excessos de Weishaupt, incluindo perversão
sexual e aborto.

A disputa interna vivida pelos alojamentos da Estrita Observância era um corolário


direto da concepção maçônica de " razão ", que" levou mais frequentemente do
que não as ideias em conflito de qual programa a tomar " (16). Em contrapartida ,
a visão de Weishaupt para o Illuminati foi ainda mais tecnocrático do que a
filosofia maçônica. Os iluministas era suposto ser o supremo engenheiro social e
condicionador psicológico final. Jones amplia agenda Weishaupt da tirania de
comportamento :

. . . iluminista o sistema teve que tomar a lei nas suas próprias mãos e
comportamento do programa como seus líderes quisessem. Neste Iluminismo
seguiu a trajetória típica de qualquer outra forma de iluminação a ciência social
que viria a ser nos próximos duzentos anos. Como no caso da sociologia de
Comte , a antiga igreja foi substituída por uma nova igreja. A velha ordem, que foi
baseado em natureza e da tradição e da revelação , foi substituído por uma nova
ordem totalitária , que foi baseado na vontade de quem está no poder . ( 16 )

Claro , o programa iluminista para um Estado " positivo" falhou. No entanto, as


autoridades bávaras publicaram os trabalhos de Weishaupt garantindo a
continuidade da visão iluminista (16). Jones explica:

Uma vez liberado no éter intelectual , a visão de pessoas como máquinas em um


estado de máquina controlados por cientistas jesuítas , como seria capturar a
imaginação das gerações futuras , seja como utopia no pensamento de pessoas
como Auguste Comte ou distopia nas mentes das pessoas como Aldous Huxley e
Fritz Lang , cujo filme Metrópole parecia ser a visão de Weishaupt vir à vida. ( 16-
17 )

No Iluminismo , encontramos de forma seminal do sistema de estado policial


espionar seus cidadãos , a essência da psicanálise , a justificativa para teste
psicológico , a terapia da revista mantendo a idéia de histórias Kinsey sexo, a
confissão espontânea, em julgamentos comunista, Gramsci marcha através das
instituições , a manipulação da paixão sexual como uma forma de controle que foi
a base para a publicidade e, através de Comte, a ascensão da "ciência" do
behaviorismo , que tenta , nas palavras de John B. Watson, "prever e controlar o
comportamento. " ( 17 )
tecnologia de Skinner " do comportamento " é realmente nada de novo. Origina-se
com o pensamento tecnocrático de Comte e seu objetivo é a criação de Weishaupt
Maschinenmenschen. Ao longo do século 20 e no século 21 , as ciências sociais
têm subido ao domínio institucional. Sob o primado epistemológico dessas
instituições , a sociedade tem sofrido ampla reestruturação tecnocrática . Não tem
mais o sistema judicial arbitrar em matéria de crime e castigo , mas, sob o olhar
atento do cientista social , ele decide que é " normal "e" anormal " assim . O
sistema político , que é responsável pela manutenção de uma sociedade civil ,
devem exercer as suas prerrogativas e emitir mandatos dentro dos parâmetros
tecnocrática das ciências sociais . Nesta situação , o estado está se tornando a
máquina panóptica e seus cidadãos a Maschinenmenschen.

Darwin: Padroeiro do sociocracia

A filosofia do Positivismo de Comte teve também um impacto significativo sobre


Charles Darwin. Para Darwin o conceito de Comte de um "estado da ciência
teológica " era uma idéia grande " (Desmond e Moore 260). Anos mais tarde, dois
" Estados Positivo " premissa da teologia da ciência de Darwin " surgiria . Estes
eram , naturalmente, a Alemanha nazista e a Rússia comunista . Apropriando-se
da legitimidade teórica a ditadura científica pode ter tido a função pretendida da
teoria da evolução desde o início. A participação da maçonaria na popularização
do Darwinismo certamente reforça essa tese.

As ciências sociais , que já eram consagrados para a reestruturação da sociedade


tecnocrática , estavam estreitamente relacionadas com o darwinismo. Harriet
Martineau, um adepto fanático de sociologia de Comte , foi ainda convidado no
jantar de Darwin (Desmond e Moore 264). Seus folhetos , intitulado LEIS DOS POBRES
E INDIGENTES ILUSTRADO, foi recomendado a Darwin por suas irmãs (153). O trabalho

de Martineau teve ainda a atenção favorável dos bairros mais esotéricos, como é
evidenciado por afinidades maçom Erasmus Darwin, para o sociólogo .
Escrevendo para Charles durante o Beagle viagem, suas irmãs comentou sobre a
admiração de Erasmo de Martineau :

"Erasmus conhece [ Martineau ] e é um grande admirador e todo mundo lê seus


livros e pouco se você tem uma hora que você pode maçante , e depois jogá-los
ao mar, que não pode levar até seu quarto precioso. " ( Qutd. de Desmond e
Moore 153)
Enamorado do positivismo de Comte, Martineau iria traduzir seu trabalho do
francês para o Inglês ( 261). Ao fazê-lo , ela declara:

"Nós nos encontramos de repente viver e circular no meio do universo. . não.


condições caprichoso e arbitrário ... mas em grande, em geral , as leis invariáveis ,
que opera em nós como parte de um todo . " ( qutd. de Desmond e Moore 261)

Essa visão do cosmos é regida por um princípio impessoal da predestinação era


consistente com o conceito maçônica do Grande Arquiteto , que foi nomeado pelo
determinismo científico moeda evolutiva de Darwin. O positivismo de Comte
apenas se intensificou esta Weltanschauung determinista ( 261). Com sua
negação do livre-arbítrio , Darwin viria a atribuir todas as características humanas
à hereditariedade :

Ele [ Darwin] rotineiramente reduziu o pensamento e comportamento da estrutura


cerebral , fervendo -a em pedaços do cérebro. Se os desejos são uma
consequência da organização neural - a desenvolver no âmbito das circunstâncias
" e educação ", então o comportamento anti- social pode ser herdada.
"Certamente, as falhas dos pais , corporal e corporais são visitados nos filhos . "
( 261 )

A metafísica fisicalista de Darwin e o determinismo evolutivo foram desde cedo os


fundamentos para a engenharia social rígida. As ciências sociais foram
desenhadas para servir precisamente essa função. Uma vez que as aberrações
como " personalidades anti-sociais "foram geneticamente pré-determinadas , o
desenvolvimento evolucionário do homem teve de ser controlada pelo Estado
"positivo". Naturalmente, o social e economicamente desfavorecidos foram criados
dentro do pool genético disgênica dos pobres. Assim, era necessário a regulação
das classes mais baixas pelos cientistas sociais tecnocráticos .

Sociólogos como Martineau visram a arregimentação eugenista da sociedade


como um método de engenharia social. Não surpreendentemente, Martineau
subscrito conceito de Malthus de capacidade de carga , um mito que foi
fundamental para a evolução darwiniana . " Astride Martineau homilias edificante ",
escatologia teórico Malthus apreciado ampla exposição (153). proselitismo
Martineau foi muito eficaz. Um perito insistiu em que o crédito para prognósticos
demográficos de Malthus prometeu fazer "mais para o país do que todas as
administrações desde a Revolução "( qutd. de Desmond e Moore 154).
Caracterizando os pobres como a gangrena "do Estado ", Martineau aprovou o
genocida alteração da Lei dos Pobres ( 153-54 ). Na verdade, Martineau recebeu
uma comissão secreta relatórios sobre a lei impopular de Lorde Chanceler Henry
Brougham (153). Sua LEIS DOS POBRES E INDIGENTES ILUSTRADA também fez " mais para
preparar o caminho para a nova Lei dos Pobres que todos da propaganda do
governo " (153). Indiscutivelmente , a literatura Martineau qualificado como
propaganda malthusiana em si. Martineau foi o queridinho "dos Whigs ", um
partido político que favorecem a alteração da Lei dos Pobres (153). Martineau
sustentou que as reformas fariam os pobres mais auto-suficientes (154). No
entanto, de imediato empurrando pobres não qualificados em um mercado de
trabalho competitivo, os Whigs eram realmente " reduzir os custos trabalhistas e
aumentar os lucros " (154). Evidentemente, a agenda tecnocrática social de
Martineau harmonizada vez suavemente com interesses corporativos. Uma
aliança similar existe entre os tecnocratas e hoje transnacionalistas , como é
evidenciado pelo techno - corporativismo da Comissão Trilateral. De qualquer
forma, os contemporâneos de Martineau nas ciências sociais também buscam
reconfigurar a sociedade de acordo com projetos malthusianos.

Herbert Spencer, um amigo pessoal de Darwin, se integrou com sucesso a teoria


evolutiva com o campo já positivista da sociologia. Entre um dos conceitos
evolutivos mais rigidamente aplicada à sociologia de Spencer era a seleção
natural. John W. Burrow vistas a assimilação da sociologia do princípio evolutivo
bastante adversa :

Finalmente, há a questão da seleção natural. Em certo sentido, a influência da


teoria da seleção natural sobre a sociologia foi enorme. Foi criada por um tempo,
na verdade, um ramo da sociologia. Parece que agora a sentir-se que a influência
sobre a sociologia da doutrina da " sobrevivência do mais apto ", foi teoricamente
falando, infeliz , principalmente porque parecia oferecer um corte de motivos
curtos, e incentivou os teóricos sociais que aspiram a ser Darwin , quando ,
provavelmente, eles deveria ter tentado ser Linnaeuses ou Cuviers . Como o
professor salienta MacRae , na sociologia do princípio explica muito. Qualquer
situação conhecida de existir ou ter existido pode ser explicado pelo
funcionamento da seleção natural. Como a dialética de Hegel e sermão Dr. Casula
na O SIGNIFICADO DO MANÁ NO DESERTO, Pode ser feito para se adequar a qualquer
situação. No entanto, "Darwinismo Social" foi apenas uma subespécie do
movimento intelectual que estamos considerando. Nem Maine, nem Tylor , nem
fez uso McLennan muito da teoria da seleção natural e Spencer usado apenas
como um enfeite para uma teoria que já havia desenvolvido. ( 115 )

A coalescência de sociologia e teoria da evolução , nomeadamente o princípio


darwiniano de seleção natural , tem sido nada fácil . Donald G. comentários
McRae:

Uma peculiaridade do darwinismo , tanto em biologia e em outros campos, é que


ela explica muito. É muito difícil imaginar um estado de coisas que não poderiam
ser explicados em termos de seleção natural. Se o estado de vários elementos em
um dado momento, tal e qual , em seguida, esses elementos têm mostrado o seu
valor de sobrevivência , nas circunstâncias actuais , o que é isso. A seleção
natural explica porque as coisas são como são : não permitir, em geral , para dizer
como eles vão mudar e variar. É uma sensação um pouco um histórico do que um
princípio de previsão e, como é bem sabido , é sim uma necessidade do que um
princípio, suficientes para a biologia moderna . Em consequência, os seus
resultados quando aplicados a questões sociais eram muitas vezes bastante
estranho . ( 304 )

Na verdade , tinha sido estranho, se não for absolutamente assustador. O


resultado tem sido a re-modelagem da sociedade ao longo dos contornos
manchada de sangue da seleção natural. campanhas históricas da eugenia , o
genocídio , o imperialismo socialismo de Estado , apartheid tecnológico, e da
escravidão todos os define o caráter dessa integração conceitual. Isso leva a
algumas perguntas interessantes. O que é tão natural sobre a seleção natural se a
sua aplicação social resulta em tais volumes de morte não natural ? Além disso,
se a teoria da evolução fosse uma realidade imutável confirmada pela ciência "
objetiva ", então porque ela exige aplicação em em todos os seres humanos?
Adrian Desmond e James Moore já pode ter respondido à pergunta:

"Darwinismo social" é muitas vezes tido como algo estranho , uma teoria racista e
cruel para privilegiar os poucos “privilegiados pela natureza”. Essa teoria absurda
deixa claro que a concorrência , o livre comércio , o imperialismo de extermínio
racial, sexual e desigualdade foram escritas na equação desde o início - o
"darwinismo "foi sempre a intenção de explicar a sociedade humana. ( xxi)

Darwinismo em si sempre foi uma teoria social , não uma teoria científica .
Ele foi projetado de acordo com os pressupostos de Darwin, que já era de caráter
oligárquico e pertencia a maçonaria. Darwin foi cercado por aristocratas ,
tecnocratas e outros elitistas. O Maçom T.H. Huxley , que estava envolvido na
criação dos grupos oligárquicos da Távola Redonda, é apenas um caso na
equação. A influência de tais elementos é evidente no conceito darwiniano de
seleção natural em si. Ian Taylor observa que:

A doutrina política implícita por seleção natural é elitista, e de acordo com o


princípio decorrente de Haeckel é ' aristocrático no sentido estrito da palavra e foi
financiada e mantida até hoje por essa elite "( 411).

Darwinismo facilita a dialética revolucionária " [f reedom ], seguido pelo controle


draconiano ". Primeiro, ele se apropria de moedas de relativismo moral, uma
economia de pensamento já faliram por auto- refutar contradições lógicas . H. G.
Wells reitera:

Se todos os animais e o homem evoluiram, então não houve primeiros pais , sem
paraíso , sem cair. E se não houve queda, em seguida, toda a trama histórica do
cristianismo, a história do primeiro pecado , e a razão para a expiação
desmoronará como um castelo de cartas. (O ESBOÇO DE HISTÓRIA 616 )

Posteriormente, os arquitetos da revolução estabeleceram sua sociocracia " sobre


o completamente demolida "casa de cartas ". Jane H. Ingraham explica:

"Sua [ Darwin] ridícula e falsa "explicação" da evolução do homem desde os


animais inferiores através de meios excluindo a entrega sobrenatural o golpe de
misericórdia à idéia do homem de si mesmo como um ser criado em um mundo de
verdade fixa. Confrontado com a "prova científica " de sua origem animal próprios
e da natureza , o homem ocidental , liberto-se enfim da parte de Deus , começou a
sua longa jornada através do racionalismo científico , o determinismo ambiental ,
condicionamento cultural, perfectibilidade da natureza humana , behaviorismo e
humanismo secular à moralidade invertida do hoje do homem totalitário ". ( Qutd.
Em Jasper, TIRANIA GLOBAL. . . PASSO A PASSO 262-63 )

William Jasper eloquentemente synopsizes esta observação:

A rejeição da revelação divina e da soberania de Deus , resultou na entronização


da razão do homem como a fonte suprema da verdade e da apoteose do Estado,
como autoridade suprema. (TIRANIA GLOBAL. . . PASSO A PASSO 263 )
Em essência , o darwinismo é uma arma para a revolução epistemológica
sociocrática . Como tal, estava destinado a se fundir com o resto das ciências
sociais tecnocráticas . Este foi um casamento arranjado de antemão e que foi feito
dentro das lojas maçônicas juntamente com seus comparças da maçonaria que
estão por trás de todos as formas manipulação do comportamento das massas.
No meio religioso contemporâneo de sociolatria , o bezerro de ouro dos israelitas
foi trocado para o homem-macaco de ouro do darwinismo.

A Ditadura Social Científica

No CIÊNCIA DA COERÇÃO, Christopher Simpson escreve:

A pesquisa em comunicação é um campo pequeno, mas intrigante nas ciências


sociais . Esta especialidade relativamente nova cristalizada em uma disciplina
distinta dentro da sociologia - com escolas , currículos, a autoridade de conceder
doutoramentos, e assim por diante - entre aproximadamente 1950 e 1955. ( 5 )

De fato, pesquisas de comunicação compreende uma parte considerável do "


colégio padrão e nível de pós-graduação " currículos (5). Estes programas
acadêmicos produzem " jornalistas e radialistas , relações públicas e propaganda
pessoal " e outros especialistas em mídia alinhados que constituem os
trabalhadores " ideológico "da modernidade (5). Enquanto as várias profissões em
comunicação de massa não se qualificam automaticamente como vocações
tecnocrática , por si só , subsunção do campo em sociologia não predispor suas
ocupações às aplicações tecnocráticas. Como uma filial das ciências sociais
tecnocráticas , a pesquisa de comunicação de massa tem a capacidade de estar
transformou-se num formulário weaponized da semiótica . O estabelecimento
militar já está plenamente consciente do presente pedido :

E.U. militar , propaganda, e as agências de inteligência favoreceu uma abordagem


para o estudo da comunicação de massa, que oferecia tanto uma explicação do
que de comunicação " é o " (pelo menos na medida em que as agências estavam
preocupados ) e uma caixa de ferramentas para avaliá-la. Coloque mais simples ,
eles viram de comunicação de massa como instrumento de persuasão ou
dominando grupos-alvo. Eles entenderam a "comunicação "como pouco mais do
que uma forma de transmissão em que virtualmente qualquer tipo de mensagem
pode ser ligado ( uma vez que se haviam dominado as técnicas adequadas ) para
alcançar ideológica, objetivos políticos ou militares. ( 06/05 )
Enquanto os falcões procurou militarizar pesquisa em comunicação , os cientistas
sociais da academia esperavam para usar o campo para seus próprios propósitos
tecnocráticos :

Os empreiteiros convenceu seus clientes acadêmicos que a dissecção científica e


de medição dos elementos constitutivos da comunicação de massa levaria ao
desenvolvimento de novas ferramentas poderosas para a gestão social, tanto da
mesma maneira que a ciência anterior tinha pavimentado o caminho para a
penicilina, luz elétrica, e a bomba atômica. ( 06/05 )

Enquanto isso , havia clientes federal que viram a "análise de audiências e os


efeitos de comunicação " como um instrumento para o reforço da "propaganda em
curso e programas de inteligência "( 6). Perante esta multiplicidade de partidos
duvidosos que manifestaram interesse em pesquisa em comunicação , é razoável
supor que o campo tinha aplicações polivalentes em termos da reestruturação da
sociedade tecnocrática . A ditadura científica emergente no Ocidente havia
descoberto uma nova arma. Previsivelmente , o modus operandi era puramente
cientificista em caráter :

Empresários modelaram as ferramentas científicas acadêmicos necessárias para


o desenvolvimento de aplicações práticas da comunicação como forma de
dominação sobre aqueles que pareciam tão bem-sucedido nas ciências físicas : a
redução positivista do fenômeno complexo de componentes discretos; ênfase na
descrição quantitativa de mudança e alegou perspectiva de "objetividade" na
direção científica " verdade. " Com poucas exceções , eles assumiram que as
comunicações de massa foram " adequadas visto a partir de [ perspectiva ] na
parte superior ou centro de poder ", Steven John Chaffee e Hochheimer colocá-lo
", ao invés do fundo ou da periferia do sistema. " ( 6 )

Convertida em uma arma eficaz semiótica , a pesquisa de comunicação de massa


desempenharam um papel ativo na Segunda Guerra Mundial. O modo de conflito
foi apropriadamente chamado de " guerra psicológica " (24). Essa denominação foi
derivada da palavra alemã Weltanschauungskrieg, Um termo plagiou o léxico
conceitual dos nazistas em 1941 (240). A palavra significa literalmente " visão de
mundo de guerra "e denota a aplicação "científica" de propaganda , terror, pressão
e estado , como forma de garantir uma vitória ideológica sobre seus inimigos
"( 24). William "Wild "Bill Donovan , que foi diretor do Escritório de Serviços
Estratégicos , em 1941 , acreditava que os nazistas "métodos de guerra
psicológica poderia atuar como modelos de "americanizada" artifícios (24). Guerra
psicológica rapidamente se tornou parte do léxico da comunidade de inteligência
operacional E.U. (24 ). Donovan acreditava que o conceito a ser tão significativo
que , inevitavelmente, tornar-se " um braço cheio de militares E.U. , iguais em
status para o exército , marinha e força aérea ( 24).

Seis organizações constituíram o núcleo de pesquisa E.U. guerra psicológica (26).


Estes foram os :

(1) Pesquisa Samuel Stouffer ramo da divisão do Exército E.U. de moral , (2 ), o


Office of War Information ( OWI ), liderada por Elmer Davis e sua divisão de
pesquisas sob Elmo Wilson ; ( 3), a Guerra Psicológica Division ( PWD) do E.U.
Exército , comandada pelo Brigadeiro-General Robert McClure , ( 4), o Escritório
de Serviços Estratégicos (OSS ), liderada por William Donovan , ( 5) Rensis Likert
da Divisão de Pesquisas do Programa do Ministério da Agricultura, que desde o
pessoal da pesquisa de campo nos Estados Unidos para o exército, OWI , do
Departamento do Tesouro e outras agências do governo , e ( 6) Guerra Harold
Lasswell Divisão de Comunicação da Biblioteca do Congresso. ( 26 )

Naturalmente, esta rede de guerra foi fortemente povoada por " proeminentes
cientistas sociais " (26). Em alguns casos, os engenheiros sociais participaram de
duas ou mais organizações (26). Simpson enumera os vários cientistas sociais
envolvidos:

O OWI , por exemplo, empregados Elmo Roper ( da organização de vistoria ) ,


Leonard Doob (Yale) , Wilbur Schramm (Universidade de Illinois e Stanford ),
Alexander Leighton ( Cornell) , Leo Lowenthal ( Institut fur Sozialforschung e da
Universidade da Califórnia) , Hans Speier (RAND Corp ) , Nathan Leites (RAND ) ,
Edward Barrett ( Columbia), e Clyde Kluckhohn (Harvard) , entre outros. ( 26 )

Psicológica do Exército Warfare Division foi largamente composta por cientistas


sociais , alguns dos quais são agentes de OSS e (27). O OSS atribuído Morris
Janowitz (University of Michigan e Institut fur Sozialforschung ) , Murray Gurfein ,
Saul Padover (New School for Social Research), e W. Phillips Davison ( Columbia
e Rand ) à Divisão de Guerra Psicológica para empregar a sua proficiência na
comunicação " e da psicologia social alemão "( 27). De acordo com o Art Kleiner,
esta rede de guerra :
Era geralmente um imenso catalisador de ciências sociais na América ( e
Inglaterra) , porque ele puxou pesquisadores da universidade de seus cargos
isolados. Eles trabalharam juntos em problemas do mundo real , tais como manter
o moral militar , o desenvolvimento de técnicas de guerra psicológica, e estudar as
culturas estrangeiras. ( 33 )

De fato, a ascensão das ciências sociais havia começado. O OSS contribuiu


substancialmente para esta ascensão. Howard Becker ( Universidade de
Wisconsin) , Douglas Cater (Aspen Institute) , Walter Langer (Universidade de
Wisconsin), Alex Inkeles (Harvard ) e Herbert Marcuse ( Institut fur
Sozialforschung e New School for Social Research) eram todos "agentes
proeminentes OSS que mais tarde contribuiu para as ciências sociais "( Simpson
27). No entanto, OSS suporte estendido para além de canais governamentais.
Silva explica:

OSS contratação de guerra fora do governo incluiu regras para pagar pesquisas
em ciências sociais pela Stanford, Universidade da Califórnia em Berkley,
Columbia, Princeton, Yale, Instituto de Relações Humanas , e pelo National
Opinion Research Center, que foi então na Universidade de Denver. Cerca de
listas similares de cientistas sociais e acadêmicos empreiteiros podem ser
descobertas em cada um dos centros do governo de comunicações em tempo de
guerra e de pesquisa de opinião pública. ( 27 )

Durante as audiências do Senado no início de novembro de 1945, brigadeiro-


general oficial OSS John Magruder adamantly sustentou que :

O governo dos Estados Unidos seriam bem aconselhados a fazer tudo ao seu
alcance para promover o desenvolvimento do conhecimento no campo das
ciências sociais . . . Fomos para desenvolver uma escassez de cientistas sociais ,
todas as agências de inteligência nacional decisores políticos manutenção de paz
ou de guerra estaria diretamente condicionados. . . a Pesquisa [ de cientistas
sociais] é indispensável para o bom desenvolvimento da inteligência nacional na
paz e na guerra. ( Qutd. Simpson em 32).

Proeminência Magruder no OSS , é razoável supor que esta afirmação representa


o status quo na organização de inteligência inexperiente . O consenso entre os
envolvidos na guerra psicológica se que as ciências sociais , que havia sido
testado com sucesso durante um conflito extremamente violento , possuído
potenciais igualmente promissoras em tempos de paz . A arma tornou-se o bisturi .
Agora , as incisões foram feitas para a psique do pós-guerra da opinião pública .

A constelação da II Guerra Mundial programas guerra psicológica desde seus


alunos com uma "rede de contatos profissionais " que se mostrou " muito valioso
para a sua carreira posterior " (Simpson 28). De fato, muitos receberam posições
influentes dentro do fundações isentas de impostos da elite do poder :

Dollard Charles se tornou presidente da Carnegie. Donald Young passou da


presidência da SRCC [ Social Science Research Council ] ao de Russell Sage ,
onde finalmente recrutados Leonard Cottrell . Leland DeVinney passou de Harvard
à Fundação Rockefeller. McPeak William. . . ajudou a criar a Fundação Ford e se
tornou o seu vice-presidente. W. Parker Maudlin tornou-se vice-presidente do
Conselho Populacional. Quanto mais tarde Lyle Spencer [ da Ciência Research
Associates ]. . . dotado de uma fundação que apoia actualmente um conjunto
substancial de pesquisas em ciências sociais . ( Qutd. Simpson em 28)

Naturalmente, essas fundações isentas de impostos, desempenharam um papel


integral na conspiração da classe dominante . Primeiro, eles fornecem abrigos de
imposto para a riqueza da elite. Além disso, eles fortemente financiam movimentos
revolucionários socialistas, que proporcionam uma ameaça política e socialmente
útil terrorista para a população. Finalmente, um maior apoio a pesquisa da ciência
social , que fornece os oligarcas com o arsenal necessário para travar a sua
psicocognitivo Weltanschauungskrieg.

Enquanto isso, os engenheiros sociais também silenciosamente colaboram com


os meios de comunicação de massa. Antigos membros da OWI tornou-se:

os editores de Time , Look, Fortune, E vários jornais , editores de revistas como a


Holiday, Coronet, Parade, E os Saturday Review, Os editores do Denver Post,
Nova Orleães Times- Picayune, E outros, os chefes de imprensa da Viking ,
Harper & Brothers, e Farrar , Straus and Young , dois vencedores Hollywood
Oscar , foi duas vezes premiado Pulitzer , o presidente do conselho de
administração da CBS, e uma dúzia de executivos -chave da rede , o Presidente
Eisenhower chefe redator de discursos , o editor de Reader's Digest edições
internacionais , pelo menos seis parceiros de grandes agências de publicidade , e
uma dúzia de cientistas observou social. ( Qutd. Simpson em 29)
Com os prosélitos da sociocracia ocupando posições estrategicamente sensíveis
nos meios de comunicação , a elite do poder pode parecer re-esculpir o público.
Os exemplos históricos de manipulação da mídia são muito volumosos para
enumerar. Finalmente, é importante ressaltar o papel dos meios de comunicação
social ao serviço dos provedores de sociocracia . Subsumido às ciências sociais e
tecnocrática remodelado para aplicações militares , a investigação de
comunicação de massa tem contribuído para a primazia epistemológica do
sacerdócio ungido a elite do poder. O desenvolvimento do campo de aplicação e
agora é guiada por uma confraria de "especialistas" tecnocratas ". A legitimidade é
conferida apenas os teóricos e ideólogos que manter o status quo . Simpson
desenvolve :

Os programas do governo de guerra psicológica ajudaram a moldar a investigação


de comunicação de massa em um campo acadêmico distinto , influenciando
fortemente a escolha de líderes e determinar que os paradigmas científicos da
comunicação concorrentes será financiada , elaborada e incentivados a prosperar.
O estado , geralmente não determinam diretamente o que os cientistas poderiam
ou não dizer, mas influenciou significativamente a escolha de quem faria a
"autoridade" falar em campo. ( 5 )

Sob a influência da instituição militar , o campo da comunicação de massa tornou-


se a ortodoxia da sociocracia . Tornou-se um cartel epistemológico , selecionando
os mais socialmente e politicamente conveniente "paradigmas científicos da
comunicação "que seria " financiada , elaborada e incentivados a prosperar. " Ela
se tornou tecnocrático, a manutenção de um pseudo meritocracia , onde a
"autoridade" exige a sanção do influente. Em suma , tornou-se uma ditadura
social, científica .

Fontes citadas

• Billington , James H. FIRE IN THE MINDS OF MEN : ORIGENS DA FÉ REVOLUCIONÁRIA. New


York: Basic , 1980.
• Carr, E.H. ESTUDOS EM REVOLUÇÃO. New York: Grossett e Dunlap , 1964.
• Desmond , Adrian e James Moore. DARWIN: A VIDA DE UM EVOLUCIONISTA
ATORMENTADO. 1947. New York, NY: Warner Books , 1991.
• Fischer , Frank. TECNOCRACIA EA POLÍTICA DE ESPECIALIZAÇÃO. Newbury Park ,
Califórnia: Sage Publications, 1990.
• Hoffman , Michael. SOCIEDADES SECRETAS E GUERRA PSICOLÓGICA. Coeur d' Alene,
Idaho : História & Independent Research, 2001.
• Huxley, Aldous . FINS E MEIOS. New York: Harper and Brothers, 1937.
o BRAVE NEW WORLD REVISITED. New York: Bantam Books , 1958.
• Jasper, William F. TIRANIA GLOBAL. . . STEP BY STEP : A ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES
UNIDAS E DA NOVA ORDEM MUNDIAL EMERGENTE. Appleton , Rio de Janeiro : Editora da
Western Islands, 1992.
• Jones, Michael E. . LIBIDO DOMINANDI : LIBERTAÇÃO SEXUAL E POLÍTICAS DE CONTROLE.
South Bend, Indiana: St. Augustine's Press , 2000.
• Keith, Jim. CASEBOOK NA ALTERNATIVA 3. Lilburn , GA Press Illuminet : , 1994.
• Keller, Suzanne. ALÉM DA CLASSE DOMINANTE: ELITES ESTRATÉGICO NA SOCIEDADE MODERNA.
New York : Random House , 1963.
• Lewin , Leonard , ed. , O RELATÓRIO DA IRON MOUNTAIN SOBRE A POSSIBILIDADE E
CONVENIÊNCIA DA PAZ. New York: Dell Publishing , 1967.
• Lewis , C.S. REFLEXÕES CRISTÃS. Grand Rapids , MI : Eerdmans , 1967.
• Marks, John. A BUSCA PARA O MANCHURIAN CANDIDATE : A CIA E CONTROLE DA MENTE.
New York: Time Books , 1979.
• McRae , Donald G. " darwinismo e as Ciências Sociais ". UM SÉCULO DE DARWIN,
1958 SA , Barnett , ed. , Lisboa: Livros Mercúrio, 1962, 304.
• Simpson, Christopher. CIÊNCIA DA COERÇÃO. New York: Oxford UP , 1994.
• Skinner, B.F. ALÉM DA LIBERDADE E DA DIGNIDADE. New York: Bantam Books , 1972.
o WALDEN DOIS. 1948. New York: Macmillan, 1976.
• Taylor, Ian T. NAS MENTES DOS HOMENS: DARWIN EA NOVA ORDEM MUNDIAL. Toronto: TFE
Publishing , 1999.
• George Herbert Wells . O ESBOÇO DA HISTÓRIA : SER UMA HISTÓRIA SIMPLES DA VIDA E DA
HUMANIDADE. Londres: Cassell eo Company Ltd. , de 1925.

Sobre os autores

Collins Paul D. Estudou história e suprimiu as correntes obscuras da dinâmica da política


mundial para cerca de onze anos . Em 1999, ele completou sua Associate of Arts eo grau
Science. Ele está trabalhando para completar a sua licenciatura , com especialização em
Comunicação e especialização em Ciência Política. Paul foi o autor de outro livro
intitulado A FACE OCULTA DO TERRORISMO : THE DARK SIDE DE ENGENHARIA SOCIAL, DESDE A ANTIGUIDADE ATÉ
11 DE SETEMBRO. Publicado em Novembro de 2002 , o livro está disponível online a partir de
www.1stbooks.com, barnesandnoble.com, E também amazon.com. Pode ser comprado
como um e-livro (ISBN 1-4033-6798-1 1-4033-6798-1 ) ou em formato de
bolso ( ISBN 1- 4033-6799 -X). 1-4033-6798-1) Ou no formato de bolso ( ISBN 1- 4033-
6799 -X).

Collins Phillip D. atuou como editor de A FACE OCULTA DO TERRORISMO. Ele também tem escrito
artigos para Paranoia Magazine, MKzine , Notícias com vistas, BIPED : O Site Oficial do
Dissent darwinista e Arquivo Conspiracy. Ele tem um Associado de Artes e Ciências .
Atualmente, ele está estudando para um diploma de bacharel em Comunicação pela
Wright State University. Durante o curso de sua carreira da faculdade de sete anos ,
Phillip estudou filosofia , religião e literatura clássica. Ele também co -autor do livro , A
ASCENDÊNCIA DA DITADURA CIENTÍFICA : UM EXAME DA AUTOCRACIA EPISTEMOLÓGICA , DE 19 A 21 DO SÉCULO,
Que é disponíveis on-line aqui.
Seu livro, A ASCENDÊNCIA DA DITADURA CIENTÍFICA : UM EXAME DA AUTOCRACIA EPISTEMOLÓGICA , A PARTIR DE
19 DO SÉCULO 21, É disponíveis on-line.