Vous êtes sur la page 1sur 11

TAPE READING, ANALISE TÉCNICA E URSO PANDA

Postado em: 09/07/2015 por: Roger Batté — 16 Comentários ↓

No decurso do ano de 2014, iniciou-se uma ação de marketing pondo em valor a


técnica do tape reading. Usando vários vídeos, a empresa que estava por trás desta
propaganda, incentivou os day traders pessoas físicas, a deixar de operar usando
Analise Técnica para passar a usar Tape Reading.

Muitos traders os acompanharam acreditando ter achado o jeito certo de, ate quem
fim, ganhar dinheiro no day trade.

A maioria ficou desapontada depois de ter pago uma fortuna um curso que
no final não resolveu o problema deles.

Você faz parte destas pessoas ou esta prestes a se tornar esta pessoa? Antes
de tomar uma decisão assista este vídeo que eu fiz na época.

AS MENSAGENS DO VÍDEO
MENSAGEM NUMERO 1
Tape Reading não é uma técnica nova.

22 Nov 1960 — 1950s 1960s Stock Broker Reading Quotation Tape At Office Ticker-Tape Machine On
Exchange — Image by © H. Armstrong Roberts/ClassicStock/Corbis
Ele data do século 19 e vem se aperfeiçoando com a chegada da internet e dos
computadores. Na época, 90% dos traders perdiam dinheiro na bolsa. Portanto não
é A solução para eliminar as perdas.

Tape Reading e Analise Técnica representam a mesma coisa. O problema não esta
na técnica, esta na pessoa que aplica a técnica.

assista o vídeo para entender melhor

MENSAGEM NUMERO 2

Que seja Tape Reading como Analise Técnica, os dois representam o


mercado.

O mercado no intraday não evoluí em função do regime de “caixa descontada” das


ações. Mas sim em função da ação dos traders profissionais que receberam instruções
para montar ou desmontar uma carteira.

A agressão constatada nos Time and trades do Tape Reading, esta representada
pelos candles, da Analise Técnica. Os dois representam a mesma coisa.

No vídeo eu explico este assunto com clareza.

MENSAGEM NUMERO 3

O que não funciona são os traders

Os traders estão sendo controlados pelo medo. Medos que estão no seu inconsciente
e com os quais eles vão ter que aprender a lidar. Sem esta aprendizagem, não há
possibilidade de vencer.

Assista o vídeo e veja o que assemelha uma criança de 10 anos à um trader


adulto.
MENSAGEM NUMERO 4

O filme “Kung Fu Panda” e sua relação com o trading

No filme “Kung Fu Panda”, o urso Po queria ser o “dragão Guerreiro” do Kung Fu.
Desajeitado não tinha nenhuma predisposição para conseguir ser o maior mestre da
arte do Kung Fu. Se esforçou muito para aprender as técnicas até se tornar o melhor
nestas técnicas. Mas quando teve que enfrentar a realidade de um combate na vida
real, desmoronou e quis abandonar o sonho.

Descubra no vídeo o que levou o Panda à se tornar um vencedor, além


das técnicas aprendidas.

Este post foi publicado em: Técnica por: Roger Batté. Arquivado em: Link permanente.

16 Replies to “TAPE READING, ANALISE TÉCNICA E URSO PANDA”

1. onival 07/01/2016 às 7:39

Excelentes palavras Roger. Parabéns.

Responder ↓

1. Roger B. Batte Resposta do autor07/01/2016 às 14:26

obrigado

Responder ↓
2. Gabriel Franco 01/02/2016 às 16:58

Roger, encontrei seu site por acaso, numa pesquisa no Google, sobre AT e TR:

Antes de tudo, parabéns e muito obrigado pelas sábias considerações. Sou um rato de AT há anos,
e comecei estudar TR p/ aprimorar minhas técnicas de leitura e táticas operacionais, ampliando o
leque de conhecimentos e ferramentas, e, infelizmente, logo me deparei, exatamente com o que você
comentou: “AT NÃO FUNCIONA!!!” … … Penso como você e acho que quem fala que AT não
funciona, que indicador não funciona, que gráfico não representa o mercado, e etc., na verdade,
pensa, semelhantemente, a alguns médicos que rechaçam e desconsideram tudo que não for
“autorizado” pela sua “ciência”… Eles apenas conhecem parte da verdade mas, enxergam-na como
se esta fosse a totalidade das coisas… QUE O TODO DE SEU MUNDO, DA SUA VISÃO DE
MUNDO, É O ÚNICO MUNDO QUE

VALE/EXISTE/SERVE/PRESTA/RESPONDE/FUNCIONA!

Espero que, algum dia, eu possa ter a oportunidade de encontrar-te, pessoalmente, para dar-lhe um
a abraço; que algum dia possamos trocar ideias sobre trade, AT, TR, AF, e tudo mais; tomarmos
um café assistindo desenho animado tb (rs – amo desenho animado e adorei seu aforisma; é aquilo

mesmo)… A honra será totalmente minha!

Grande abraço, força sempre e, vida longa e próspera para todos nós!

Responder ↓

3. Eulen Mesquita 05/02/2016 às 21:26

Encontrei esse blog pro um acaso, e gostaria de discordar respeitosamente do autor, essa “leitura”
que você fez do mercado não é leitura de fluxo/tape reading, ler o mercado não é isso. Mais uma
vez, respeitosamente, gostaria de dizer que resultados falam mais do que palavras. Se puder fazer
um vídeo operando pra vermos seu método consistente seria interessante. Veja o vídeo em
https://www.youtube.com/watch?v=igknm_8m4aI. Gosto muito desse vídeo didático do André
Antunes, onde ele mostra verdadeiramente como “ler o mercado”, nem precisa assistir ao vídeo
inteiro, apenas os 12 primeiros minutos. Gostaria de ver alguém fazendo essa leitura no gráfico de
1 ou 5 minutos, usando médias móveis, linha de tendência, MACD, IFR, OBV, figuras, fibonacci
ou quais marcadores que fossem. Também gostaria de ver como se opera leilão no gráfico, você
poderia fazer um vídeo mostrando como fazer isso na AT?

Um abraço e bons trades.

Responder ↓

1. Roger B. Batte Resposta do autor06/02/2016 às 8:18

Eu queria agradecer seu comentário que é de grande valia . Porém preciso esclarecer um
detalhe : no vídeo não pretendi mostrar o que era tape Reading . Eu acho que eu sei o que é
por ter muios amigos que operam assim , só quis rebater a argumentação do André Hanna
que afirma que AT não pode funcionar porque as decisões dos traders profissionais é baseada
em analise de fluxo de caixa descontada . Isto para mim é brincadeira .

O outro ponto que eu queria ressaltar era que o TR é técnica antiga e ate onde eu sei , há
tantas pessoas perdendo dinheiro operando TR que AT e que portanto o TR NÃO É A
SOLUÇÃO PARA TODOS OS PROBLEMAS como afirma o Hanna . Esta guerra TR
contra AT não leva a lugar nenhum e tem que parar . Quem é bom em TR tem que mostrar
como operar e quem é bom em AT também . E com todo o respeito existem muitas pessoas
ganhando dinheiro TODOS os dias usando AT e mostrando seus trades ao vivo todos os dias
. Basta entrar nas salas de trades da Clear ou da Rico que encontrar estes pessoas . Isto mostra
mais uma vez que as duas técnicas são eficientes , basta se adequar . O problema de quem
perde dinheiro no mercado não é a técnica usada mas a própria pessoa e seus paradigmas
mentais . Quanto a operar aberturas do mercado com AT tem gente que sabe fazer isto . Eu
não sei mas sei de trader que só ganham o dinheiro deles assim …mais uma vez o importante
não é a técnica empregada mas sim se sabe fazer dinheiro no mercado com uma das técnicas
…só …

Responder ↓

1. Eulen Mesquita 06/02/2016 às 15:29

No pregão viva-voz a Análise de Fluxo era o único instrumento usado pelos scalpers,
e esse é o temo conhecido entre o pessoal da antiga. A designação Tape Reading
vem sendo utilizada pelo pessoal da ScalperTrader, há uns 2 anos, em suas
campanhas publicitárias, fazendo massificar o termo, mas enfim…

Você poderia me mostrar o vídeo onde o André Hanna afirma isso? Eu tenho certeza
de que ele afirma o contrário, pois acompanho o trabalho dele e do Antunes há
tempos. Se ele disse que um alguém usa analise fundamentalista para day trading,
ele está obviamente errado. Também gostaria de ver onde ele afirma que o TR é a
solução para todos os problemas, já que nos cursos deles, grade parte do tempo é
dedicado à parte psicológica. O que sei que eles falam é: que há grandes players
tomando decisões por diversos motivos (inclusive fundamentalistas, mas não para
day trade); os trades que mais ganham dinheiro e de forma consistente usam TR; que
no day trade o TR é mais eficiente que AT; e que existem players grandes e pequenos
tentando ganhar dinheiro nas distorções de mercado.

Eu acompanho quase diariamente as salas da Clear e algumas vezes Arena do


Investidor da XP. Na quinta-feira mesmo (04/02) assisti ao Bô Willians com seu
phiCube cheio de indicadores tomar 3 stops no índice e 2 no dólar enquanto o Neto
já estava com saldo de 30 pontos no dólar e 600 no índice… técnica, psicologia ou
sorte?

Concordo com você que o comportamento e disciplina do trader é que fazem o


resultado e não somente a técnica que ele utiliza. Alguns gostam de ficar
posicionados mais tempo, outros menos tempo, eu por exemplo não gosto de ficar
mais do que 3 minutos numa operação. Mas não é questão de guerra entre TR e AT,
cada um opera da forma como conseguir ganhar mais dinheiro, afinal o importante
não é ganhar todas as operações, mas ganhar dinheiro.
Claro, entendi que você focou no lado psicológico do trade e o motivo de tanta gente
falhar. Mas o fato é que você por não conhecer e nem operar através de análise de
fluxo, jogou tudo numa mesma panela. Você não soube mostrar as vantagens do TR,
e deixou subentendido que ele até não teria vantagens, não demonstrou como o TR
consegue pegar uma operação de rompimento antes do gráfico, quando o operador
que busca scalping tem mais eficiência. Os leitores do seu blog acreditam que você
tem razão ao falar que TR não tem vantagens sobre AT e que tudo da na mesma, e
vão deixar de tentar aprender uma técnica que pode aumentar seus resultados. Eu
mesmo pensava que não havia vantagens até começar a estudar.

Obviamente que há vantagens na AT, onde conseguimos traçar projeções e enxergar


de forma muito mais clara os suportes e resistências e ver que um movimento pode
ter muita amplitude. Ao alinharmos as duas técnicas temos poderosas ferramentas,
se alguem quiser pesquisar saber sobre order flow analytics, vai entender do que
estou falando. Nesse caso temos ferramentas onde o tape reading é feito no próprio
gráfico, tornando mais claro o momento em que o rompimento de suporte/resistência
é realmente uma entrada de fluxo de grandes ordens, de players se posicionando num
ativo, zerando posições, defendendo seu preço, ou somente uma briga de robozinhos.

Um abraço e bons trades.

Responder ↓

1. Roger B. Batte Resposta do autor06/02/2016 às 16:29

O vídeo do Hana que fale disto é : http://scalpertrader.com.br/cidt-ligacao-


ativos-economia/#!/assista…assisti novamente …difícil engolir !!!

Como Você eu não entendo muito bem a técnica do Bó da Phi cube …acho
demasiadamente teórica e fora da realidade …mas se ele ganhar dinheiro com
isto , porque não?

Eu me referia principalmente á traders como o Igor Rodrigues , ou André


Machado da clear/ XP ou Ricardo ( o Japatrader ) da Rico , que mostram suas
operações ao vivo e mostram resultados positivos consistentes dias após dias
, usando AT tradicional …

Estou mais como Você : eu não gosto ficar muito tempo num trade e é por
isto que cada vez mais uso conceitos de TR para consolidar minhas
operações.

Mas eu vou continuar a brigar com quem falar mal da AT tentando ridiculizar
la como esta fazendo o Hana , usando argumentos irreais …. por exemplo
dizendo que as mesas de operações de grandes instituições operam somente
com TR …então as mesas do Société Général e do Banque de Paris estão
perdidas porque usam essencialmente AT , só se vê gráficos nas telas delas
…entende ?…tudo funciona : depende do que esta esperando , operando e
princialmente do seu psicológico…Há mais um ponto que me preocupa nos
ensinamentos da Scalper Trader : quando o mercado brasileiro estará tão
desenvolvido quanto o dos USA , Europa Japão China etc , o que irão fazer
? reaprender tudo com tela cega ? Porque não ensinar já agora sem usar as
referencias dos operadores …eu vi que já estão se preparando …ou seja estão
ensinando algo que sabem que já não é mais de atualidade…outro ponto , o
Hana desenvolveu um acumulador de posições para mostrar a tendencia …ou
seja ele que esta conta a AT esta desenvolvendo um indicador!! porque ?
porque esta entendendo que o micro scalpe como vinha usando esta se
tornando muito ineficaz quando estamos com um mercado muito volátil
como é o mercado do dólar ultimamente , mercado volátil que é justamente
o forte da AT …

Vou fazer outro vídeo mostrando o paralelo entre as duas técnicas , as


vantagens e desvantagens das duas e o que espera quem quer só enxergar o
TR como é visto atualmente no Brasil.

Responder ↓

1. Eulen Mesquita 06/02/2016 às 21:02

Em respeito a seu blog e seus leitores, este é meu último comentário


sobre o vídeo. Antes das minha últimas considerações, me despeço
antecipadamente deste saudável debate e acredito ter feito minha
contribuição para que futuros leitores possam refletir e procurar pelo
menos saber de forma mais aprofundada o que é tape reading – que
não é o que você mostrou -, pois ler fluxo não é somente olhar book
e trades, mas ler o mercado e ver como ele vai se comportar em cada
nível de preço e como podemos tirar proveito disso. Infelizmente tem
sido um aprendizado difícil e demorado.

Nessa aula de valuation do link, ele não afirma que “as decisões dos
traders profissionais é baseada em analise de fluxo de caixa
descontada”, me desculpe mas não foi isso que entendi. Ele apenas
explicou como os grandes investidores tomam suas decisões, e sim,
isso vai influenciar no preço do papel.

Em seu vídeo você reconhece que o mercado está em constante briga,


mas você deve saber também que um operador de mesa nem sempre
vai ter tempo pra fazer um jogo com o mercado, fazendo primeiro o
preço subir pra depois vender ou mesmo fazer o preço baixar pra
depois comprar. Você sabe que nem sempre é assim. Imagine que o
gráfico acabou de romper uma consolidação pra cima, e que um
operador de mesa recebeu a ordem de vender 5000 contratos de dólar
a mercado imediatamente, não interessa o por que. Nessa hora o preço
não vai respeitar nada no gráfico, nem médias, nem Fibonnacci,

Foi disso que o Hanna falou. O gráfico não vai mostrar que 2 ou 3
outros players entraram vendendo junto pra se estopar ou até pra
aumentar posição vendida. É aí que eu consigo escalpelar ali uns
pontinhos, posicionando num número maior de contratos, ficando
exposto por 5 ou 10 segundos no máximo. No gráfico teria tomado
um stop se estivesse comprado no rompimento pra cima. Percebeu a
diferença?
Em nenhum momento eu afirmei não entender a técnica do Bô,
entendo sim e muito bem, mas tanto ela quanto qualquer outra que
utilize outros indicadores de AT vai te dar uma leitura mais lenta do
mercado PARA O DAY TRADE e operações curtas. Pode ser que
consigamos detectar um movimento longo numa onda 3? Sim, claro
que sim, mas pra mim é mais fácil detectar os tiros no mercado com
o TR.

O indicador que compila a agressão do Hanna pode ser usado por


grafistas sim para day trade, afinal o produto da profitchart é
comercial, tem que abranger vários públicos. Mas pelo que sei ele usa
para swingtrade e não pra day trade. Aliás o Hanna é um ótimo
grafista. Segundo o Antures, eles utilizaram para pegar um repique da
PETR4 no final de 2015 e montar uma posição em opções. Como não
utilizo profitchart pro não tenho acesso a esse indicador, mas pela
descrição ele deve ser melhor que MACD, OBV e IFR para confirmar
reversões.

Eu não posso tecer comentários sobre mesas de operações citadas por


você por que não as conheço como você conhece, mas pelo que tenho
visto de relatos no Brasil os maiores traders de mesas fazem leitura
de fluxo e não sei se operam sem gráfico, se usam AT eu não sei, mas
já deixei claro que gosto de algumas coisas da AT.

Microscalping? Acredito que você já saiba que hoje este trabalho é


feito por robôs, você acha que com os HFTs, algum humano vai
conseguir ter sucesso fazendo 200 operações num dia pra ganhar 0,5
ponto no dolar ou 5/10 pontos no índice em cada uma? Isso pra mim
é que se chama de microscalping. Se o mercado hoje está 3900 com
3901 e vc poe uma ordem a 3900,5 pra comprar ou vender, ela sequer
pisca no livro de ofertas, já vai direto pro histórico por que os robôs
da UBS ou qualquer outra chegam na frente de todo mundo e
compraram mais barato e venderam mais caro. Já tentou fazer front
running hoje em dia? Esqueça também, simplesmente acabou esse
dinheiro fácil. Nenhum ser humano consegue mais fazer micro
scalping ou front running de forma tão eficiente quanto os HFT. Mas
operar rompimentos antes do gráfico dar sinal, sim, dá pra fazer.

Quanto a questão levantada por você relativa ao book cego, digo que
saber a corretora é apenas uma das variáveis que usamos pra tirar
maior proveito da informação e decidir quando entrar. Mas há outras,
para alguns ver um player comprando 1500 contratos pela manhã e a
tarde vendendo em ordens de 50, 100 lotes numa determinada faixa
de preço, é uma vantagem sim, mas eu te confesso que não consigo
mantem na memória quem está comprando e vendendo pela manhã,
até temos um ranking, mas ainda me concentro muito nos níveis de
preço e se rompeu ou não. Isso cai no mesmo exemplo que eu citei
do Bradesco, vai entrar alguém precisando vender 5000 lotes de
dolar. Mesmo se for uma ordem iceberg, com 50 contratos de cada
vez, você vai ver na hora a pressão de venda e a queda no preço, daí
com o dedo no gatilho, já vai entrar vendendo junto, no gráfico
demora mais pra ter essa certeza de rompimento, as vezes quando vai
ver o movimento já passou e vc perdeu.

Então te respondo que mesmo sem identificar a corretora é possível


saber que há um fluxo no mercado numa faixa de preço, sem precisar
saber se é Itau, Ativa ou Bradesco sendo estopados, zerando ou
aumentando posição. Vejo que o pessoal da antiga que domina essa
informação, tem mais vantagens do que eu que ainda não consigo
totalmente.

Muitas pessoas são como minha sobrinha de 5 anos que nunca comeu
alface por que não gosta, mas como ela sabe que não gosta se nunca
comeu? Como dizer que TR não trará melhores resultados se nunca o
estudar e nem tentar dominá-lo? Vamos parar de falar que não
gostamos de alface.

Enfim meu caro Roger, eu não sou tão qualificado quando Andre
Hanna, Caio Sassaki, Alisson Correia, Clebão e tantos outros que já
operaram no day trade através de gráfico e hoje operam fluxo. Eles
dizem que tiveram melhores resultados lendo fluxo ao invés de
gráfico. Há muita gente por ai que não estudou TR e diz que não fará
diferença.

Eu hoje opero totalmente sem o gráfico, anotando aki na tela apenas


algumas projeções de Fibonacci e principais resistências/suportes pra
poder ver os rompimentos.

Novamente me despeço, deixo pra vc meus votos de sucesso e muitos


trades bem sucedidos e que você continue mantendo sua consistência.

2. Roger B. Batte Resposta do autor07/02/2016 às 11:11

Eulen , obrigado pelas suas considerações …vejo que há uma grande


incompreensão entre a gente e agora qualquer argumentação não ia
levar a mais nada . Só para esclarecer : nunca falei que TR não
funcionava ou que AT era melhor …assiste novamente meu vídeo
…quanto ao vídeo do Hanna me desculpe mas foi uma leitura geral
do mercado : muita gente se ofuscou na época com este vídeo por
criticar a AT e menos prezar la …quanto ao resto que citou , em nada
contradiz o que falei ou escrevi ou então eu não entendo nada do que
estou escrevendo e falando …toda esta confusão nasceu do fato do
Hanna ter feito uma propaganda anti AT para justificar seus
ensinamentos …e não vejo porque TR teria que ser melhor que AT
ou inverso …cada um se destina a um proposito e podem muito bem
conviver ….bons trades para Você

2. Ochiuzzo 15/10/2017 às 21:41


Nunca comentei em nenhum post, mas esse em especial me intrigou, sou
adepto a AT, mas também utilizo o TR como complemento, todavia a grande
diferença é que consigo me manter sem o TR , mas não sem a AT, isso não
quer dizer é claro que alguém não consiga. Tenho colegas que operam com
TR e colegas que também operam AT, ambos operam a bolsa americana e o
que descobrimos é que de fato o TR aparenta ter maiores acertos quando o
assunto é “scalper”, mas o que observamos também é que por mais que ele
venha acertar mais em determinadas ocasiões os ganhos da AT são superiores
mesmo com taxa de acerto menor, a AT consegue ter confirmações melhores
de quando é a hora de sair de uma operação aproveitando melhor o
movimento seja ele de baixa ou de alta em movimentos mais longos, claro
que com um bom controle de risco também. Observei também que ressaltou
que os institucionais só operam TR, mas diferente de vocês scalpers eles não
utilizam o TR para fazer scalper tirando algumas exceções, o motivo deles
usarem o TR é totalmente distinto em comparação com a usabilidade dos
scalpers, então reforçar sua argumentação da eficacia do TR dizendo que os
institucionais também utilizam TR é inviável, pois eles utilizam a
funcionalidade do TR por conta de outros fatores e não para fazer scalper,
talvez ainda esteja convicto de sua crença de achar que TR é mais eficaz que
AT e lembrando que em nenhum momento disse que um é melhor que o
outro, todavia contra fatos não há argumentos, já que queria uma comparação
para respaldo que tal compararmos minhas operações e meus ganhos com os
seus?

Não vejo problema nisso, visto que você não viu problema também ao pedir
o autor do post para que mostrasse suas operações através de um vídeo.

Ficarei na espera”

Responder ↓

4. Hallan 10/04/2017 às 19:05

O Hanna tá desfarçado, né possível ..=X

Responder ↓

1. Roger Batté Resposta do autor11/04/2017 às 8:52

não entendi sua colocação.

Responder ↓

5. Diego 08/02/2018 às 23:18

Operacional que funciona e o que te deixa positivo no final do mes. Eu tenho um polvo que escolhe
o aquario, o da esquerda e queda e o da direita e alta… Ta dando certo por enquanto.. Dei nome de
paulo, em memoria ao polvo paul. Comecei a testar um galo semana passada, mas esse acho que
nao vai vingar, e muito indeciso.

Responder ↓

6. Marcelo 27/03/2018 às 13:17

Roger, poderia fazer um artigo do setup que você está utilizando atualmente?

Responder ↓

7. Diego 27/03/2018 às 15:53

Olha, tape reading serve para algumas coisas, é apenas uma forma diferente de negociar, serve
apenas para alguns tipos de mercados e tem seus pontos positivos e negativos, não é melhor nem
pior que análise gráfica, e muito menos a substitui, é apenas uma alternativa e pode também ser
usada em conjunto.

Graças a Deus há um movimento forte que está combinando muito bem as duas técnicas, digo graças
a Deus pq a situação de ‘rixa’ entre uma modalidade e outra chega a ser infantil de tão burra que
é… e o mercado cada vez mais vem mudando, e quanto mais ‘versáteis’ formos em conhecimentos
e técnicas, mais tempo conseguiremos nos manter vivos.. ao invés de olhar algo com preconceito
pq não aprender e pegar apenas o que acha positivo da técnica? quem sabe alguém pode se
surpreender com um detalhe ou outro que pode mudar para melhor os ganhos no final dos trades.

“Open the mind”

Responder ↓

1. Roger Batté Resposta do autor28/03/2018 às 8:03

Perfeita colocação. Atualmente integrei o tape reading á analise técnica …meio a meio e
realmente fez uma grande diferença. Cada um deve encontrar seu jeito de operar que seja
com AT ou TR…pouco importe. O resultado deve ser que devemos ganhar dinheiro…é só
isto que importe. Realmente esta quem propaga esta briga entre os dois métodos não esta
colaborando com o sucesso dos outros.

Responder ↓