Vous êtes sur la page 1sur 3

ESCOLA SECUNDÁRIA DR.

JOSÉ AFONSO

ÁREA DE INTEGRAÇÃO – 10º ANO – 2012-2013

FICHA DE ESTUDO

Diversidade cultural

A ideia de que existem diferenças culturais entre os povos encontra-se fortemente


associada ao relativismo cultural. Esta perspectiva defende a diversidade cultural e o
direito de qualquer povo preservar os seus costumes, ideias e formas de estar. O
relativismo alerta-nos para a necessidade de combater o etnocentrismo.

Etnocentrismo - a visão de alguém que considera o seu grupo étnico ou cultura o


centro de tudo, portanto, num plano mais importante que as outras culturas e sociedades.
O termo é formado pela justaposição da palavra de origem grega "ethnos" que significa
"nação, tribo ou pessoas que vivem juntas" e centrismo que indica o centro.
Uma visão etnocêntrica revela desconhecimento dos diferentes hábitos culturais,
levando ao desrespeito, depreciação e intolerância por quem é diferente, originando em
seus casos mais extremos, atitudes preconceituosas e xenófobas.
É importante reter que o relativismo cultural é uma ideologia que defende que os
valores, princípios morais, o certo e o errado, o bem e o mal, são convenções sociais que
dependem de cada cultura. Um ato considerado errado numa cultura não significa que o
seja também quando praticado por povos de outra cultura.

De acordo com o relativismo, não nos compete nem é legítimo julgar uma outra cultura
se nos encontramos fora dela. Além disto, se tivermos em conta que os costumes, as
ideias e as formas de agir se vão alterando com o passar do tempo ― que, por exemplo,
aquilo que hoje pensamos sobre a escravatura não é o mesmo que os antigos pensavam
― somos obrigados a concluir que não existem sociedades perfeitas e, assim, apenas
nos cabe cultivar a tolerância para com as diferenças.

Tarefa: pesquisa sobre o conceito de tolerância.


Apontamento, slides/apresentação, youtube.

Nota:

Não faz sentido falar em culturas superiores e inferiores. As culturas simplesmente são
diferentes e cada ser humano reflete os traços essenciais da cultura em que foi formado.
Podemos, em rigor, afirmar que existem sociedades mais ou menos desenvolvidas
científica e tecnologicamente ou em progresso material.

1
ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOSÉ AFONSO

ÁREA DE INTEGRAÇÃO – 10º ANO – 2012-2013

FICHA DE ESTUDO

« ... há direitos inerentes à dignidade do ser humano que ninguém deveria negar aos
seus semelhantes por causa da sua religião, da sua cor, da sua nacionalidade, do seu
sexo, ou por qualquer outra razão. O que quer dizer, entre outras coisas, que
qualquer atentado aos direitos fundamentais dos homens e das mulheres, em nome
desta ou daquela tradição particular ― religiosa, por exemplo ―, é contrário ao
espírito de universalidade (dos direitos humanos). Não pode haver, por um lado uma
carta global dos direitos do homem, e por outro cartas particulares (uma carta
muçulmana, uma carta judia, uma carta cristã, uma carta africana, uma carta
asiática, etc.).»
Amin Malouf
Este texto coloca-nos perante um problema. Explicita-o.

Este problema leva-nos a distinguir três conceitos: monoculturalismo, multiculturalismo


e interculturalismo.

Monoculturalismo – defende a homogeneidade cultural pela imposição de uma cultura


oficial.

Multiculturalismo – defende as diferenças culturais dentro de um mesmo Estado ou


nação, sob a tutela de uma mesma legislação; parte do princípio de que as minorias têm
o direito de ser diferentes. Baseia-se no relativismo cultural (cada cultura tem as suas
particularidades que é preciso respeitar). Na prática pode conduzir à ausência de valores
comuns e à segregação (manter minorias, grupos étnicos ou outros, em comunidades
isoladas, o que proporciona, por exemplo, guetos culturais).

Interculturalismo – Na tentativa de superar as dificuldades que o multiculturalismo


enfrenta, o interculturalismo surge como um modeloque pretende fomentar o diálogo
entre as diferentes culturas e a procura de valores comuns/universais. Este modelo
aposta na promoção de valores que possam ser partilhados por todos: o respeito pelo ser
humano e pelos seus direitos (bem como pelas diferenças culturais), a liberdade e a
igualdade, o diálogo e a tolerância.

.../...

2
ESCOLA SECUNDÁRIA DR. JOSÉ AFONSO

ÁREA DE INTEGRAÇÃO – 10º ANO – 2012-2013

FICHA DE ESTUDO