Vous êtes sur la page 1sur 14

Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA

Pág. 1/14

P O N T I F Í C I A U N I V E R S I DA D E C A T Ó L I C A D O PA R A N Á
P R O C E S S O S E L E T I V O – E D I TA L N . º 1 3 / 2 0 1 7
PROVA OB J ETIVA
TRANSFERÊNCIA EXTERNA – CURSO DE MEDICINA
1º SEMESTRE – 2018

2º PERÍ ODO – L O N DR INA

0 6 DE F E V E R E IRO DE 2 0 1 8
L EIA ATENTAMENTE AS
INFORMAÇÕES E INSTRUÇÕES ABAIXO:
1. Esta PROVA contém 40 questões numeradas de 01 a 40. 8. O tempo disponível para esta prova é de 03 (três) horas, com
início às 14 horas e término às 17 horas.
2. Confira se sua PROVA contém a quantidade de questões
correta. Em caso negativo, comunique imediatamente ao fis- 9. Você poderá deixar o local de prova somente depois das 15
cal de sala para a substituição da prova. horas e poderá levar sua PROVA após as 16 horas.
3. Verifique, no CARTÃO-RESPOSTA, se os seus dados estão
registrados corretamente. Caso encontre alguma divergên- 10. Você poderá ser eliminado da PROVA, a qualquer tempo,
cia, informe imediatamente ao fiscal de sala. no caso de:
4. Após a conferência, assine seu nome no local indicado.
5. Para as marcações do CARTÃO-RESPOSTA, utilize apenas a. Ausentar-se da sala sem o acompanhamento
caneta esferográfica, escrita normal, tinta azul ou preta. do fiscal;
6. Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 05 b. Ausentar-se do local de provas antes de decor-
opções identificadas com as letras A, B, C, D e E. Apenas uma rida 01 (uma) hora do início da PROVA;
responde corretamente à questão. c. Ausentar-se da sala de provas levando CARTÃO-
7. Para o preenchimento do CARTÃO-RESPOSTA, observe: RESPOSTA da Prova Objetiva;
d. Ser surpreendido, durante a realização da PROVA,
a. Para cada questão, preencher apenas uma em comunicação com outras pessoas ou utilizan-
resposta. do-se de livro ou qualquer material não permitido;
b. Preencha totalmente o espaço compreendido no e. Fazer uso de qualquer tipo de aparelho eletrô-
retângulo correspondente à opção escolhida para nico ou de comunicação, bem como protetores
resposta. A marcação em mais de uma opção auriculares;
anula a questão, mesmo que uma das respostas f. Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos traba-
esteja correta. lhos, incorrendo em comportamento indevido;
g. Não cumprir com o disposto no edital do Exame.
Preenchimento correto.
Preenchimento incorreto.
Preenchimento incorreto.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

RESPOSTAS
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10.

11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 20.

21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29. 30.

31. 32. 33. 34. 35. 36. 37. 38. 39. 40.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 2/14
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 3/14
1. Considere o texto a seguir.

Acute Aortic Dissection

Overview
Aortic dissection is the most common catastrophe of the aorta, 2-3 times more common than rupture of the abdominal
aorta. When left untreated, about 33% of patients die within the first 24 hours, and 50% die within 48 hours. The 2-week
mortality rate approaches 75% in patients with undiagnosed ascending aortic dissection.
The establishment of the International Registry of Acute Aortic Dissection in 1996, which gathers information from 24
centers in 11 countries, has helped in the development of an understanding of the complexity of aortic dissection.
Dissections of the thoracic aorta have been classified anatomically by 2 different methods. The more commonly used
system is the Stanford classification, which is based on involvement of the ascending aorta and simplifies the DeBakey
classification.
Disponível em: <http://emedicine.medscape.com/article/756835-overview>. Acesso em: Abril 2017.

Analise as afirmativas abaixo de acordo com o texto.

1. A dissecção da aorta é a cirugia mais comum do coração.


2. A ruptura abdominal da aorta acontece até três (3) vezes mais do que a dissecção da aorta.
3. Mais ou menos 33% dos pacientes morrem nas primeiras 24 horas se a dissecção da aorta não for tratada.
4. A informação de 24 centros, em 11 países, ajudaram a desenvolver a compreensão da complexidade da dissecção
da aorta.
5. A classificação DeBakey é a mais simples de acordo com a classificação Stanford.

Estão CORRETAS somente

A) 1 e 4.
B) 2 e 3.
C) 3 e 4.
D) 3 e 5.
E) 4 e 5.

2. Leia o texto que segue.

Zika Virus Infection and Associated Neurologic Disorders in Brazil

The first cases of a new illness involving fever and rash that was deemed to have been caused by Zika virus (ZIKV)
infection in Brazil were reported in 2014, and the presence of the virus was confirmed in April 2015. In October 2015,
an unusual increase in the number of cases of microcephaly among newborn infants was reported in Brazil; this disorder
was apparently linked to ZIKV infection. From the first investigations of microcephaly, and from subsequent studies
in Brazil and elsewhere, it is now clear that ZIKV is a cause of a range of neurologic disorders, including the Guillain–
Barré syndrome (GBS) in adults and abnormalities in fetuses and newborn infants, including microcephaly. Here, we
use routinely collected surveillance data and medical records to show how the spread of ZIKV in Brazil was associated
with an increase in the incidence of GBS and microcephaly during 2015 and 2016. We also highlight the limitations of
routinely collected data, which cannot yet explain, for example, why there were many fewer cases of microcephaly than
expected in 2016.
To explore the temporal and geographic distribution of ZIKV infection, we used data provided by municipalities and
states in each of the five regions of Brazil, as compiled by the Ministry of Health. These data describe the number of
suspected and confirmed cases of ZIKV infection and of cases reported as GBS and microcephaly.
Disponível em: <http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMc1608612?query=featured_zika>. Acesso em: Abril 2017.

De acordo com o texto, verifique a ideia VERDADEIRA.

A) A infecção causada pelo vírus da Zika aumentou muito os casos de microcefalia, além de desordens neurológicas
e a síndrome de Guillain-Barré no Brasil.
B) O estudo da microcefalia e outras desordens neurológicas e a síndrome Guillain-Barré se deu somente no Brasil.
C) A incidência de GBS e microcefalia diminuiu em 2015 e 2016 e foi confirmada pelos dados coletados.
D) Não há dados coletados suficientes para entender o aumento contínuo de casos de microcefalia.
E) A coleta de dados nas cinco regiões do Brasil estudou os casos confirmados e suspeitos de todos os tipos de
infecção pelo vírus da Zika.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 4/14
3. Considere o texto a seguir.

Diabetes mellitus is one of the most common non-communicable diseases in any given human environment and the
most common endocrine-related disease in any given society. It is a chronic disease that constitutes a significant health
and socioeconomic challenges for the patients, patient families, health system, and the nation. In 2015, International
Diabetes Federation estimated that 441 million adult population had diabetes mellitus with projected rise to 926 million
by 2040 with low- and middle-income countries being home to 80%–90% of diabetic cases. The perturbing trends of
diabetes mellitus in socioeconomically and technologically developing nations have been attributed to dramatic changes
in nutritional, lifestyle, and epidemiological transitions.
Diabetes mellitus is characterized by microvascular and macrovascular complications which are related to the level
of glycemic control. Good glycemic control delays onset of microvascular complications of retinopathy, neuropathy, and
nephropathy and has beneficial effects on macrovascular complications, especially when good glycemic control is
achieved early and maintained prospectively. It has been established that medication adherence and good glycemic
control lead to a decrease in morbidity and mortality among diabetic patients resulting in satisfaction with care and
improvement in health-related quality of care. In accord with national and international guidelines on the management of
diabetes mellitus, treat-to-target blood glucose ranges have been recommended by the International Diabetes Federa-
tion and American Diabetes Association. The American Diabetes Association defines good glycemic control as fasting
blood glucose of 70–130 mg/dL or hemoglobin A1c (HbA1c) of 5%–7%. However, good glycemic control with medica-
tion requires adherence with prescribed medications and recommended lifestyles.

Disponível em: <http://www.amhsjournal.org/article.asp?issn=2321-4848;year=2016;volume=4;issue=2;spage=169;epage=174;aulast=Pascal>.


Acesso em: Abril 2017.

De acordo com o texto podemos afirmar que

1. a diabetes melitus é uma das doenças crônicas endócrinas não-transmissíveis mais comum em qualquer ambiente
humano da sociedade.
2. as transições epidemiológicas e nutricionais são atribuídas a países em desenvolvimento tecnológico.
3. o bom controle glicêmico, quando mantido cedo, tem efeitos benéficos sobre as complicações macrovasculares.
4. adesão à medicação e bom controle glicêmico ajudam os pacientes diabéticos a diminuirem a sua mortalidade e
morbidade.
5. cuidados com a medicação ajudam completamente para um bom controle glicêmico.

A ordem CORRETA das afirmações é

A) V, V, V, F, F.
B) V, F, F, V, V.
C) V, F, V, F, V.
D) V, F, V, V, F.
E) F, F, V, V, F.

Leia o excerto a seguir para responder a questão 4.

As transformações no mundo do trabalho e as consequências na subjetividade dos indivíduos


Íris Fenner Bertani, Sirlene Aparecida Pessalacia Barretto

Resumo

Este estudo aborda a questão do trabalho e sua importância como fator central na vida de homens e mulheres que, ao
viverem num país capitalista, têm este sistema constituindo-lhes uma identidade e um modo de viver. Há algumas
décadas o mundo vem sofrendo profundas transformações no universo do trabalho, nas suas relações e, consequen-
temente, na subjetividade das pessoas. Nesse período, surgiram e vêm se mantendo fatores como o desemprego
estrutural, trabalhos em condições precárias, exigências constantes, insatisfações, sendo cada vez mais o trabalhador
engessado pela supervalorização do capital em detrimento do humano. Com as transformações que vêm ocorrendo
neste contexto, resultado da revolução tecnológica, homens e mulheres vêm lidando com tensões para se adaptarem a
esses novos tempos. São transformações que nem sempre o trabalhador consegue acompanhar, e, ao suportar cargas
maiores de estresse, homens e mulheres acabam se expondo mais às doenças, fragilizando-se física e psiquicamente.

Palavras-chave:Trabalho; Tensão; Doença; Work; World of work; Stress; Disease.


Fonte: Revista Katálysis, v.7 n.2, jul/dez, 2004. Florianópolis, SC.
Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/katalysis/article/view/6850. Acesso: 12/04/17
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 5/14
4. O trecho apresentado nessa questão está identificado na sua fonte – um periódico da área de Serviço Social – como
resumo de artigo científico. Porém, observa-se que ele não contém as informações comumente apresentadas nesse
gênero textual, EXCETO:

A) O tema da pesquisa.
B) O objetivo da pesquisa.
C) A metodologia da pesquisa.
D) Os resultados da pesquisa.
E) A relevância dos resultados da pesquisa para área.

5. Qual é o objetivo do texto?

Sugar Pill Beats Two Drugs in Migraine Trial for Children

Neither of the two drugs used most frequently to prevent migraines in children is more effective than a sugar pill, accord-
ing to a study published on Thursday in The New England Journal of Medicine.
Researchers stopped the large trial early, saying the evidence was clear even though the drugs — the antidepres-
sant amitriptyline and the epilepsy drug topiramate — had been shown to prevent migraines in adults.
“The medication didn’t perform as well as we thought it would, and the placebo performed better than you would think,”
said Scott Powers, the lead author of the study and a director of the Headache Center at Cincinnati Children’s Hospital
Medical Center.
A migraine is a neurological illness characterized by pulsating headache pain, sometimes accompanied by nau-
sea, vomiting and sensitivity to light and noise. It’s a common childhood condition. Up to 11 percent of 7- to 11-year-olds
and 23 percent of 15-year-olds have migraines. At 31 sites nationwide, 328 migraine sufferers aged 8 to 17 were ran-
domly assigned to take amitriptyline, topiramate or a placebo pill for 24 weeks. Patients with episodic migraines (fewer
than 15 headache days a month) and chronic migraines (15 or more headache days a month) were included.
The aim was to figure out which drug was more effective at reducing the number of headache days, and to gauge which
one helped children to stop missing school or social activities.
As it turned out, there was no significant difference among the groups: 61 percent of the placebo group reduced their
headache days by 50 percent or more, compared with 52 percent of the children given amitriptyline and 55 percent of
those who took topiramate. And there was no significant difference among the three groups in reducing the school days
or other activities missed.

A) Indicar a ingestão de açúcar para pacientes que sofrem de enxaqueca.


B) Conscientizar sobre os problemas que a alta ingestão de açúcar podem ocasionar.
C) Informar que os medicamentos para crianças utilizados no estudo não demonstraram eficácia no combate à
enxaqueca.
D) Desacreditar os medicamentos utilizados no estudo, que não funcionam para adultos, tampouco para crianças.
E) Alertar para a necessidade de desenvolver mais estudos sobre a relação do açúcar com a enxaqueca.

6. A seguir temos um segmento de texto com um problema de seleção lexical.

Se aparentemente há um consenso de que sistemas de saúde orientados pelos princípios da atenção básica à saúde
(ABS) alcançam melhores indicadores de saúde, têm menores custos e maior satisfação dos usuários, há muitas
divergências sobre as formas de estruturá-los para obtenção destes seus princípios.

Indique a alternativa que apresenta a palavra inadequada para o contexto em que foi empregada.

A) Divergências.
B) Obtenção.
C) Têm.
D) Princípios (no final da frase).
E) Consenso.

7. Indique a alternativa que contém conectivos que poderiam substituir adequadamente os que estão sublinhados no
fragmento de artigo científico apresentado a seguir. Considere a possibilidade de se fazer ajustes nos verbos das
frases, quando necessário.

(...) Nesse sentido, concluímos que, apesar de ser um tema importante e em voga, a compreensão da saúde do traba-
lhador de saúde está perpassada por concepções distintas e até divergentes, seja no âmbito teórico, seja no âmbito da
gestão. Desse modo, muito há que se pesquisar com vistas a aprofundar o entendimento sobre essa matéria.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 6/14
Todavia, parece-nos premente salientar que esse aprofundamento não pode se furtar de repensar o processo de adoe-
cimento dos trabalhadores desse setor enquanto algo naturalizado. Isto porque, como demonstrado no presente texto,
essa naturalização perpassa tanto as considerações teóricas, quanto as percepções de gestores de saúde. Concebê-lo
como um fenômeno naturalizado representa um perigo, visto que restringe as possibilidades de se vislumbrar estraté-
gias de seu enfrentamento que não se reduzam a medidas paliativas e/ou circunstanciais.

Fonte: http://www.fundacentro.gov.br/arquivos/rbso/RBSO-126_completo.pdf É inerente ao trabalho em saúde o adoecimento de seu trabalhador?

A) No entanto, mesmo, assim, portanto, haja visto.


B) Portanto, embora, assim, no entanto, haja vista.
C) Desse modo, mesmo, portanto, assim, uma vez que.
D) Desse modo, embora, destarte, porém, entretanto.
E) Entretanto, por mais que, logo, por um lado, onde.

8. Leia o texto.

O número de médicos crescerá em grande velocidade no Brasil – dos atuais 430 mil para 600 mil na próxima década –,
resultado da abertura de dezenas de novos cursos de medicina, sobretudo privados, após a aplicação da Lei Mais Mé-
dicos, de 2013. Embora a decisão pela multiplicação de escolas médicas não tenha sido acompanhada de um plano de
garantia da qualidade dos cursos e da democratização do acesso à graduação em medicina, pode-se considerar que
resta definitiva a expressiva ampliação do contingente de médicos no País. Afinal, depois de autorizado, em função dos
interesses envolvidos, nenhum curso de medicina, mesmo mal avaliado, fecha as portas no Brasil. Esforços adicionais
de pesquisa serão necessários para acompanhar se o aumento global da quantidade de médicos no País irá satisfazer
as demandas do sistema de saúde e as reais necessidades da população.

Fonte: demografiamedica.org.br/wp-content/uploads/2016/12/Para-onde-irão-os-médicos-do-Brasil-–-Jornal-da-USP.pdf. Acesso em 07/04/17.

Com base nesse fragmento de texto, é possível afirmar que seu autor, Mario Scheffer ( professor do Departamento de
Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP e coordenador da pesquisa Demografia Médica no Brasil):

Faz restrição ao modo como será efetivada a multiplicação de escolas de medicina em decorrência da lei
Mais Médicos.
Considera que a lei Mais Médicos vai impactar significativamente no número de médicos, no Brasil.
Afirma que a abertura de novos cursos de Medicina não resolverão as demandas do sistema de saúde brasileiro.

A) Apenas I é verdadeira.
B) Apenas II é verdadeira.
C) I, II e II são verdadeiras.
D) I e II são verdadeiras.
E) I e III são verdadeiras.

Considere o texto a seguir para responder às questões 9 e 10.

POBREZA E COGNIÇÃO
Drauzio Varella

Pessoas mais pobres, muitas vezes, exibem comportamentos que tendem a mantê-las em estado de pobreza. Embora
essa afirmação pareça politicamente incorreta, é baseada em farta literatura especializada.
Diversos estudos mostram que, nas camadas de renda mais baixa, é maior a proporção daqueles que cuidam mal da
saúde, aderem com irregularidade aos tratamentos médicos, têm mais filhos, dificuldade para cumprir horários e produ-
tividade mais baixa, comportamentos que reduzem as chances de melhorar de vida.
As explicações clássicas para esse fenômeno envolvem a falta de escolaridade, de transporte eficiente, de acesso à
assistência médica, violência urbana, desorganização familiar e preconceito social.
Psicólogos e economistas das Universidades Harvard e Yale publicaram um estudo na revista Science que propõe ou-
tras explicações.
Para testar a hipótese da qual partiram, eles realizaram um experimento em laboratório e outro em campo.
No primeiro, participantes com rendas mensais variadas foram colocados diante de quatro cenários hipotéticos que
requeriam tomadas de decisões financeiras. Precisavam resolver como gastar algumas quantias pequenas mesmo
para o bolso de pobres e outras elevadas para os pobres e razoáveis para os mais ricos.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 7/14
Imediatamente após escolher a melhor opção em cada caso, o participante era submetido a uma bateria de testes para
avaliar as funções cognitivas.
Quando a decisão a ser tomada envolvia pouco dinheiro, pobres e ricos apresentaram performance comparável nos
testes cognitivos. Quando precisavam decidir como gastar somas maiores, entretanto, os pobres apresentavam resul-
tados piores nos testes de cognição.
O estudo de campo foi realizado em dois distritos de Tamil Nadu, na Índia, entre 464 lavradores, em que mais de 60%
dos rendimentos vinham da colheita de cana.
Num intervalo de quatro meses, os participantes foram entrevistados e responderam os mesmos testes de cognição
duas vezes: uma, antes da colheita, ocasião em que enfrentavam pressões financeiras, e outra, depois de receber o
pagamento da safra.
A média de erros cometidos nos testes foi maior antes da colheita do que depois dela, quando a situação estava mais
confortável.
Tomados em conjunto, os dois experimentos ilustram como restrições financeiras endêmicas na pobreza, podem pro-
vocar deficiências na capacidade cognitiva. A ordem de magnitude dos efeitos observados corresponde a uma queda
de 13 pontos no Quociente de Inteligência (QI).
Os autores afastaram o estresse provocado pela falta de dinheiro, como a causa desse fenômeno, porque há evidên-
cias contrárias. Por exemplo, o estresse melhora a memória de trabalho, aquela que empregamos a todo momento na
rotina diária.
Para eles, a pobreza captura a atenção, dispara pensamentos intromissivos e reduz as reservas cognitivas. Ser pobre
não significa apenas viver com pouco dinheiro, mas conviver com reservas cognitivas mais baixas.
A pobreza interferiria com as habilidades cognitivas, não por algum tipo de condicionamento genético ou deficiência
individual, mas porque o contexto social agressivo impõe sobrecargas que comprometem o desenvolvimento pleno.
Essa depleção do funcionamento mental obedece ao chamado “modelo de reserva limitada de autocontrole”.
Para atingirmos um objetivo, é o autocontrole que nos permite adotar comportamentos e condutas que nos conduzam
da condição indesejada, na direção daquela que almejamos. Não conseguimos, no entanto, utilizar essa estratégia em
sua plenitude, porque a capacidade de autocontrole é limitada e exaurível.
Num estudo, pessoas obesas induzidas a resistir à oferta de um chocolate delicioso, apresentaram performance mais
medíocre nos testes de capacidade mental e no controle de emoções negativas. Em seguida, aumentaram o número
de calorias ingeridas à custa de alimentos mais calóricos.
Como na maior parte do tempo, os mais pobres enfrentam problemas de solução mais difícil, têm maior probabilidade
de enveredar por caminhos deletérios como engordar, fumar, beber em excesso e gastar de forma menos sensata.
A frustração continuada de necessidades e desejos esgotam nossas reservas mentais.

Publicado em 06/10/2014. Em: https://drauziovarella.com.br/drauzio/pobreza-e-cognicao/Acesso em 28/04/17.

9. Considerando o texto, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas.

As restrições financeiras endêmicas na pobreza podem provocar deficiências na capacidade cognitiva, visto que a
pobreza captura a atenção, dispara pensamentos intromissivos e reduz as reservas cognitivas.

Portanto,

Nessa perspectiva, o estado de pobreza atinge as habilidades cognitivas de modo a propiciar comportamentos que
impactam negativamente as chances de muitos pobres prosperarem.

Sobre as asserções, assinale a opção CORRETA.

A) As asserções I e II são verdadeiras, e entre elas há relação de causa e efeito.


B) A asserção I é verdadeira, e a II é falsa.
C) A asserção II é verdadeira, e funciona como explicação da I.
D) As asserções I e II não estabelecem relação de sentido entre si.
E) As asserções I e II são verdadeiras, e a II é uma conclusão da I.

10. Dráuzio Varella, para defender seu ponto de vista no texto, usou como estratégia argumentativa:

refutação de argumento contrário.


argumento baseado no consenso.
argumento de autoridade.
citação de discurso de especialistas.
apresentação de dado estatístico.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 8/14
É CORRETO apenas o que se afirma em

A) III e IV.
B) I e III.
C) II e V.
D) II e IV.
E) I e V.

11. Os forames e canais cranianos são os orifícios por onde passam nervos e vasos sanguíneos. Qual é o conteúdo
nervoso do forame jugular?

A) N. glossofaríngeo e N. vago.
B) N. vago e N. hipoglosso.
C) N. facial e N. vestibulococlear.
D) N. abducente e N. glossofaríngeo.
E) N. abducente e N. vago.

12. A articulação umeroradial, no cotovelo, ocorre entre a cabeça do rádio e qual região do úmero?

A) Incisura troclear.
B) Tróclea.
C) Capítulo.
D) Epicôndilo lateral.
E) Epicôndilo medial.

13. O músculo mais potente da mastigação, com origem no arco zigomático e inserção no ângulo e ramo da mandíbula, é o:

A) Bucinador.
B) Masseter.
C) Orbicular da boca.
D) Pterigóideos.
E) Levantador do lábio superior.

14. O músculo braquial, com origem na face anterior do úmero, possui inserção no(a):

A) Tróclea do rádio.
B) Capítulo do rádio.
C) Processo coronoide da ulna.
D) Epicôndilo lateral do úmero.
E) Processo coracoide da escápula.

15. O músculo bíceps femoral, localizado posteriormente na coxa, possui duas cabeças. Em que osso e região este
músculo se insere?

A) Cabeça da fíbula.
B) Côndilo medial da tíbia.
C) Côndilo lateral da tíbia.
D) Face medial da parte superior da tíbia.
E) Linha áspera do fêmur.

16. "Possui grande quantidade de fibras mielínicas unindo os dois hemisférios cerebrais". Esta é a definição de qual das
estruturas a seguir?

A) Corpo caloso.
B) Fórnice.
C) Septo pelúcido.
D) Ventrículos laterais.
E) Terceiro ventrículo.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 9/14
17. Com relação aos núcleos da base, qual deles possui relação anatômica com os ventrículos laterais?

A) Putame.
B) Globo pálido.
C) Claustro.
D) Núcleo caudado.
E) Corpo amigdaloide.

18. A digoxina e a digitoxina são cardiotônicos que aumentam a força de contração e o débito cardíaco, indicados no tra-
tamento de Insuficiência Cardíaca. Estes fármacos atuam:

A) Inibindo a ação da bomba de Ca+2, aumentando sua concentração intracelular.


B) Estimulando a ação do canal de Ca+2, aumentando sua concentração intracelular.
C) Estimulando a ação do co-transportador Na+/Ca+2, aumentando a concentração intracelular de Ca+2.
D) Todas estão incorretas.
E) Inibindo a ação da bomba de Na+/K+, aumentando a concentração intracelular de Ca+2.

19. Uma das propriedades das membranas celulares é sua fluidez, que corresponde à livre movimentação de seus compo-
nentes. Assinale alternativa que apresenta um fator de NÃO interfere na fluidez das membranas.

A) Temperatura.
B) Comprimento da cadeia dos ácidos graxos.
C) Grau de saturação da cadeia dos ácidos graxos.
D) Comprimento da cadeia das proteínas transmembrana.
E) Interações iônicas entre as cabeças polares do fosfolipídeos.

20. Em quadros clínicos de hipoglicemia, os nervos simpáticos liberam noradrenalina que resulta no aumento dos níveis de
AMPc no citosol dos hepatócitos. Este aumenta e estimula a degradação do glicogênio e liberação de glicose na
corrente sanguínea. Entretanto, nem todos os hepatócitos são inervados. Assinale alternativa que corresponda ao tipo
de comunicação celular que se estabelece no parênquima hepático que permite que todas células hepáticas participem
desta atividade:

A) Sinalização autócrina.
B) Sinalização dependente de contato.
C) Sinalização parácrina.
D) Todas estão incorretas.
E) Junções tipo gap.

21. No modelo de história natural da doença, as ações de promoção da saúde como saneamento básico, programa de
suplementação alimentar, melhoria da habitação e transporte coletivo devem ser aplicadas no(a):

A) Período de pré-patogênese.
B) Fase pré-clínica.
C) Fase clínica.
D) Período de patogênese.
E) Todas estão incorretas.

22. Pacientes que necessitem de alimentação enteral mas que apresentem fratura de base de crânio possuem forte risco
de introdução do cateter na caixa craniana. Qual a principal indicação nestes casos?

A) Realizar uma gastrotomia.


B) Utilizar sonda orogástrica.
C) Realizar uma jejunotomia.
D) Buscar outras formas de dietas.
E) Todas estão incorretas.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 10/14
23. O cateterismo vesical é a introdução, através da uretra, de um cateter estéril na bexiga. O técnico de enfermagem
prepara o material para a sonda vesical de demora, entregando ao enfermeiro a sonda denominada de:

A) Sonda vesical de Nelaton.


B) Sonda de Folwer.
C) Sonda de Foley.
D) Sonda de Foerster.
E) Todas estão incorretas.

24. Um estudante de medicina queria saber quais os critérios que ele poderia utilizar para diferenciar o músculo cardíaco
do esquelético. Assinale a alternativa que apresenta uma propriedade que não poderia ser empregada para esta
diferenciação:

A) Ultraestrutura das miofibrilas.


B) Mitocôndrias.
C) Retículo sarcoplasmático.
D) Túbulos T.
E) Placa motora.

25. As figuras abaixo representam uma condição pré-maligna conhecida por esôfago de Barrett, que decorre da persistên-
cia do refluxo gastroesofágico, que leva a uma adaptação da mucosa do esôfago em resposta à agressão do suco
gástrico refluído, tornando esta mucosa mais resistente ao líquido ácido agressor.

Com relação a essa condição assinale a alternativa INCORRETA.

A) O epitélio original era estratificado pavimentoso não queratinizado.


B) Tem grande importância devido a sua relação com o desenvolvimento do câncer de esôfago (adenocarcinoma de
esôfago).
C) O epitélio metaplásico é rico em células mucosas.
D) Essa condição é conhecida como metaplasia escamosa.
E) Todas estão corretas.

26. Com relação aos fibroblastos é INCORRETO afirmar que:

A) São capazes de modular sua atividade metabólica.


B) Miofibroblastos são células semelhantes a fibras musculares lisas que participam da contração de lesões e erupção
dos dentes.
C) Os fibroblastos são capazes de alguma movimentação e passam por divisão celular durante eventos de cicatrização.
D) Todas estão corretas.
E) Fibroblastos imaturos são semelhantes às mesenquimais e podem se diferenciar em outras células do tecido conjun-
tivo, como adipócitos, osteoblastos, condroblastos, miofibroblastos e pericitos.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 11/14
27. Uma das mais marcantes propriedades da cartilagem hialina é sua rigidez. Essa propriedade deve ser atribuída direta
ou indiretamente a diferentes fatores, exceto:

A) as ligações não covalentes entre o ácido hialurônico e os proteoglicanos.


B) ao alto conteúdo de água de solvatação das moléculas de glicosaminoglicanas.
C) a ausência completa de vasos sanguíneos e linfáticos.
D) as ligações cruzadas entre os proteoglicanos e as fibras colágeno.
E) N.D.A.

28. Qual a variedade de tecido conjuntivo que NÃO possui predomínio de nenhum componente estrutural, é flexível e
pouco resistente às trações:

A) tecido conjuntivo denso.


B) tecido elástico.
C) tecido mucoso.
D) tecido reticular.
E) tecido frouxo.

29. A lâmina basal corresponde a uma delgada estrutura composta, principalmente por colágeno tipo IV, laminina e
entactina e proteoglicanos. Ela pode ser encontrada em diferentes células que entram em contato com o tecido
conjuntivo, exceto:

A) Células epiteliais.
B) Astrócitos.
C) Células musculares.
D) Células adiposas.
E) Células de Schwann.

30. Assinale a alternativa que apresente uma célula que não faz parte do sistema fagocitário mononuclear:

A) Neutrófilo.
B) Micróglia.
C) Célula de Langerhans.
D) Célula dendríticas.
E) Osteoclasto.

31. As mitocôndrias são organelas esféricas ou, mais frequentemente alongadas cuja principal função é liberar energia
gradualmente das moléculas de ácidos graxos e glicose provenientes dos alimentos. Analise as afirmativas:

Há nas mitocôndrias produção de calor e moléculas de ATP, utilizada em diversas atividades celulares.
A produção de Acetilcoenzima (AcetilCoA) a partir da coenzima A e do acetato originados do piruvato ocorre no
citosol e a entrada da AcetilCoA na mitocôndria depende de proteínas transportadoras nas membranas mitocondriais.
As mitocôndrias possuem DNA e RNA e todo sistema molecular necessário para síntese algumas proteínas.
A maior parte das proteínas mitocondriais é sintetizada no citosol da célula, em polirribossomos livres.

Estão CORRETAS somente as afirmativas:

A) I, II e III.
B) II, III e IV.
C) I e III.
D) III e IV.
E) I, III e IV.

32. A maior parte da informação genética das células eucariontes está contida no DNA nuclear, que controla o metabolis-
mo celular por meio da síntese de diferente tipos de RNA's. Assinale a alternativa INCORRETA em relação ao núcleo
de uma célula eucarionte:

A) a cromatina é o complexo formado pelo DNA, as histonas e as proteínas não-histônicas.


B) o DNA repetitivo correspondem a maior parte do DNA e incluem o DNA microssatélites que são sequências curtas
e diferente para cada indivíduo e, por isso é usado em testes na Medicina forense.
C) o cromossomo é constituído por uma molécula de DNA associada a proteínas e sua duplicação ocorre na fase S da
interfase a partir de pontos denominados origens de replicação.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 12/14
D) as histonas H2A, H2B, H3 e H4 são chamadas de nucleossômicas e correspondem as unidades básicas de
enrolamento cromatínico.
E) nas moléculas de DNA estão depositadas as informações genéticas em sequências denominadas genes, que
englobam cerca 10% de todo DNA.

33. O envoltório nuclear separa o núcleo do citoplasma, sendo responsável por controlar o acesso ao material genético. De
acordo com seus conhecimentos, assinale a alternativa INCORRETA em relação ao envoltório nuclear.

A) o envoltório nuclear é formado por membranas descontínuas, pois em alguns pontos a membrana externa funde-se
com a interna, formando os poros nucleares, por onde ocorre o trânsito de moléculas através das membranas
nucleares.
B) as membranas do envoltório são lipoproteicas, contendo em torno de 30% de lipídios e 70% de proteínas. Sendo
que a maior parte dos lipídios são fosfolipídios.
C) o envoltório nuclear é constituído por duas membranas concêntricas, que limitam uma cavidade interna conhecida
como espaço perinuclear, sendo que a face nucleoplasmática da membrana interna associa-se a filamentos inter-
mediários conhecidos como laminas A, B e C, formando a lâmina nuclear.
D) o transporte de moléculas entre o núcleo e o citoplasma ocorrem de forma passiva em sua maioria, sendo que o
controle pela proteína Ran está restrito à exportação do RNAm para o citoplasma.
E) mutações nos genes que codificam proteínas presentes ou associadas ao envoltório nuclear causam muitas doen-
ças genéticas denominadas envelopatias.

34. O método clínico, pela sua própria natureza, é o único que permite uma visão humana do problema do paciente. Em
relação ao Exame Clínico, assinale a alternativa CORRETA:

A) Foi substituído pelos avanços tecnológicos na medicina moderna.


B) Quando de uma boa anamnese, o exame físico pode ser dispensado.
C) A entrevista com o paciente não leva em consideração os elementos de sua cultura.
D) Todas são incorretas.
E) Objetiva formular hipóteses diagnósticas e estabelecer uma boa relação entre o médico e o paciente.

35. A anemia causada pela deficiência de glicose 6PD se deve à falta de:

A) Oxidação das hemácias.


B) Glutationa peroxidase.
C) H2O2.
D) Glutationa oxidada.
E) NADPH.

36. Na via das pentoses-fosfato o carboidrato que se forma é:

A) Ribulose-5-P.
B) Xilulose-5-P.
C) 6-fosfogliconato
D) Frutose-6-P.
E) Ribose-5-P.

37. A elevação crônica da glicemia causa complicações como aterosclerose prematura, retinopatia, nefropatia e neuropa-
tia. As causas principais destas alterações são:

A) Estilo de vida sedentário e genética.


B) Envelhecimento e obesidade.
C) Aumento de piruvato e acetilCoA.
D) Destruição das células beta e alfa do pâncreas.
E) Aumento intracelular do sorbitol e glicação de proteínas.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 13/14
38. Um dos fatores que estimulam à produção de glucagon é:

A) Glicemia baixa.
B) Diminuição da lipólise.
C) Inibição da gliconeogênese.
D) Diminuição da glicogenólise.
E) Glicemia alta.

39. A ALT (alanina aminotransferase) é uma enzima muito empregada no diagnóstico de:

A) Icterícia obstrutiva.
B) Pancreatite aguda.
C) Doença cardíaca.
D) Necrose de hepatócito.
E) Doença óssea.

40. Em uma hepatite crônica a albumina plasmática diminui

A) por perda.
B) por diminuição da síntese.
C) pelo aumento do metabolismo.
D) pela falta de aminoácidos.
E) por causas inespecíficas.
Transferência Externa – Curso de Medicina 2017 – 2º Período – LONDRINA
Pág. 14/14