Vous êtes sur la page 1sur 5

(ANEXO I do Edital nº 129/2018)

Formulário de Inscrição de Discente Voluntario


(NÃO REMUNERADO)

Programa de Iniciação Científica da UESB – PIC/UESB Nº de inscrição:

IDENTIFICAÇÃO DO DISCENTE

Nome completo: Daniel Gomes Cunha

Matrícula: 201420298 e-mail: Telefone:


danielgcunha77@gmail.com.br 77 991360952

Data de nascimento: 02/07/1991 CPF:05512934546

Identidade No: Órgão emissor: ssp UF: BA Data de emissão:


1320013813 11/04/2013

ENDEREÇO

Rua/Avenida: Londrina No: 301

Cidade: Vitória da Conquista Bairro: Patagonia CEP: 45065080

Naturalidade: brasileiro Sexo: Masculino ( x ) Feminino ( )

Curso: Filosofia Semestre/Ano de provável conclusão: 2020.1

IDENTIFICAÇÃO DO ORIENTADOR

Nome completo: José Fábio da Silva Albuquerque CPF: 047.288.144-24

Titulação: ( ) Mestrado ( x ) Doutorado Data de nascimento: 23/03/1983

Regime de trabalho: 40H DE e-mail: professorfabioa@gmail.com


Telefone fixo: Celular: (77) 988461831

Departamento: DFCH Sigla: DFCH

Título do Projeto: Existência e Ciência: abordagem fenomenológica ao comportamento


científico.

Subprojeto (caso exista):

PLANO DE TRABALHO
Objetivo do projeto:
Objetivo geral: Determinar o horizonte ontológico-existencial a partir do qual a Ciência forma
suas características especiais, consistindo, assim, em um desdobramento de nossa própria
constituição enquanto estrutura de intencionalidade.
PLANO DE TRABALHO
Justificativa do projeto:

Predominantemente, a Fenomenologia é entendida como uma linha de pensamento filosófico que


põe em questão a justificação da ciência. Edmund Husserl se posicionou pela insuficiência do
âmbito científico para fundamentar de maneira absoluta seus próprios conhecimentos. A ciência,
nesse caso, apresentaria uma relatividade epistêmica que necessitaria, por princípio, de uma base
mais rigorosa - uma Teoria Pura do Conhecimento. Heidegger, por sua vez, é tido por muitos como
um filósofo defensor da irracionalidade e crítico dogmático do conhecimento científico. Diante de
determinados recortes como, por exemplo, a sua famosa frase “a ciência não pensa”, esse filósofo
é relegado ao grupo dos reacionários que rejeitam tudo que diz respeito ao progresso, inclusive no
campo do conhecimento. No entanto, um olhar um pouco mais cauteloso sobre essa questão mostra
que tais pensadores, herdeiros das problemáticas que incidiram durante boa parte do século XIX
acerca do status epistêmico tanto da Filosofia quanto da Ciência, buscavam, através de uma
preocupação autêntica, estabelecer um solo seguro para a questão do conhecimento objetivo e sua
fundamentação.
A partir dessa conjuntura, a Ciência é aqui abordada como algo que predomina em nossa
existência e, como tal, não pode ser tomada como uma simples falsificação de questionamentos
mais profundos – propriedades da filosofia. Ela deve possuir, portanto, uma explicação ontológica
positiva, no sentido de efetiva, sem relegá-la a um mero engano provindo da hegemonia dos
sentidos. Deste modo, é com esse olhar que tencionamos empreender a investigação que trate
sobre as bases ontológicas que a Ciência possui. Ou seja, a Ciência também deve possuir uma
explicação ontológica. Tal explicação, por sua vez, tentará esclarecer quais as relações que o
âmbito da Ciência mantém com a constituição da existência humana enquanto estrutura
intencional de significância, explicitando, assim, as vinculações que o comportamento científico -
em suas características específicas - possui com o nosso modo próprio de ser.
Diante de tais considerações, entendemos que a relevância das questões colocadas
apresenta-se de forma clara, em primeiro lugar porque contribui para a discussão sobre as relações
entre Existência e Ciência, e em segundo lugar porque pretende apresentar uma visão consistente
acerca do lugar que a Ciência ocupa dentro do pensamento fenomenológico representado aqui
predominantemente pelas reflexões de Edmund Husserl e Martin Heidegger.
PLANO DE TRABALHO

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES DO ALUNO NO PERÍODO DE VIGÊNCIA DA BOLSA

ATIVIDADES 2018 2019


out nov dez jan fev mar abr mai jun jul ago set

Levantamento bibliográfico X X X X X X X X

Leitura de bibliografia primária X X X X X X X X X X X

Leitura de bibliografia secundária X X X X X X X X

Orientações X X X X X X X X X X X X

Desenvolvimento textual X X X X X X X X

Produção acadêmica X X X

TERMO DE COMPROMISSO
Declaro expressamente conhecer e concordar, para todos os efeitos e consequências de direito, com as
condições gerais para concessão de bolsas no País, fixadas por resolução do CNPq e/ou normas da UESB
e edital do programa.

Local: Data:

_____________________ ______________________
Assinatura do aluno Assinatura do orientador