Vous êtes sur la page 1sur 3

GEOGRAFIA URBANA (RESUMO)

1. CONCEITOS FUNDAMENTAIS

 GEOGRAFIA URBANA: Tem como foco o ESTUDO DAS CIDADES e os FENÔMENOS (sociais,
naturais e culturais) a ela associados;

 CIDADE:

 I – CRITÉRIO GEOGRAFICO: É todo AGLOMERADO DE PESSOAS, em um espaço restrito,


que ORGANIZADOS SOCIALMENTE desenvolvem atividades essencialmente
SECUNDÁRIAS, TERCIÁRIAS e QUATERNÁRIAS;

 II – CRITÉRIO POLITICO-ADMINISTRATIVO: É a SEDE DO MUNICÍPIO, o NÚCLEO URBANO


PRINCIPAL que junto (s) com a(s) área (s) rural (s) formam o município.

 CAMPO/ZONA RURAL: Área do município onde muitas pessoas vivem e desenvolvem atividades
majoritariamente primárias;

 URBANO: Modo de vida ligado as atividades sociais, econômicas e culturais das urbes;

 RURAL: Modo de vida ligado as atividades sociais, econômicas e culturais do campo;

 URBANIZAÇÃO: Processo caracterizado pelo AUMENTO DA POPULAÇÃO URBANA NUM RITMO


MAIS ACELERADO QUE O DA POPULAÇÃO RURAL. Essa situação é decorrente, sobretudo, da
MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE.

2. URBANIZAÇÃO MUNDIAL

2.1. CARACTERÍSTICAS GERAIS

 Iniciou-se no século XVIII, na Inglaterra, impulsionado pela Revolução Industrial capitalista;

 Somente em 2008 o mundo tornou-se majoritariamente urbano;

 São fatores que influenciam a urbanização:


 FATORES ATRATIVOS: são aqueles que estimulam as pessoas a migrarem para as cidades.
Exemplo: maior oportunidade de emprego, sistema educacional de melhor qualidade,
bem como de saúde, laser, cultura etc.;
 FATORES REPULSIVOS: Estão associados às péssimas condições de vida na zona rural.
Exemplo: estrutura fundiária bastante concentrada, modernização da agricultura, baixos
salários, falta de apoio aos pequenos agricultores etc.

 A taxa de urbanização varia muito de um país para outro. A maioria dos países desenvolvidos e
alguns emergentes apresentam altas taxas de urbanização, isto é, estão atingindo o teto
máximo;

 Atualmente, apenas Ásia e África ainda apresentam uma população majoritariamente rural.
 A urbanização nos PAÍSES DESENVOLVIDOS:

 É ANTIGA (com início no século XVIII);

 Ocorreu de modo LENTO e GRADATIVO, se levarmos em consideração o intervalo de


tempo;

 Ocorreu de modo COOPERATIVO (Acarretando em uma urbanização


DESCENTRALIZADA).

 A urbanização nos PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO:

 É considerada TARDIA (somente a partir da segunda metade do século XX);

 Ocorreu de modo ACELERADO e INTENSO, se levarmos em consideração o intervalo de


tempo;

 Ocorreu de modo COMPETITIVO (Acarretando em uma urbanização mais


CONCENTRADA).

3. REDE E HIERARQUIA URBANA

 REDE URBANA: CARACERÍSTICAS GERAIS

 Refere-se a um conjunto de cidades (pequenas, médias e grandes) ligadas


funcionalmente entre si por uma estrutura de transporte e meios de comunicação,
formando uma rede articulada e integrada que favorece o fluxo de mercadorias, pessoas,
capital e informação;

 Nos países DESENVOLVIDOS são mais DENSAS e ARTICULADAS, visto que, tais países
apresentam alto nível de industrialização e de urbanização, economias diversificadas e
dinâmicas, vigoroso mercado interno e alta capacidade de consumo;

 Já nos países EM DESENVOLVIMENTO a rede urbana é CONCENTRADA e


DESARTICULADA, apresentando assim poucas e dispersas aglomerações urbanas de
grande porte funcional.

 HIERARQUIA URBANA: CARACTERÍSITCAS GERAIS

 Refere-se ao nível de importância das cidades dentro desta rede, ou seja, o papel que
cada uma exerce ao se relacionar dentro da organização ou com outras aglomerações
urbanas;
 Aglomerações urbanas presentes em uma rede urbana podem ser classificadas como:

o CIDADE GLOBAL/METRÓPOLE MUNDIAL:

 São cidades com nível de influência internacional, haja vista, seu


dinamismo econômico, infraestrutura diversificada e modera;

 Abrigam sede de empresas transnacionais e nacionais, regulam operações


financeiras de mercados (bolsa de valores), abrigam os maiores centros
de pesquisa em tecnológica da informação, eletrônica, genética etc.;

 Podem ser classificadas como Alfa (Nova York, Londres, Tóquio), Beta
(São Paulo, Madri e Cidade do México) e Gama (Pequim, Boston e Buenos
Aires);

 As 30 maiores cidades globais abrigam 4% da população mundial e são


responsáveis por 16% da riqueza produzida no mundo inteiro.

o MEGALÓPOLE:

 É formada a partir da integração e articulação de duas ou mais


metrópoles conurbadas. Exemplo: BosWash no nordeste do EUA,
formada pelo cordão de metrópoles que se entende de Boston passando
por cidades como Nova York, Filadélfia, Baltimore até Washington.

o Megacidade

o Metrópole Nacional

o Metrópole Regional

o Centro Regional

o Centro sub-regional

o Cidade local

o Vila