Vous êtes sur la page 1sur 5

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZONIA – IESA

FACULDADE MARTHA FALCÃO – FMF


FACULDADE
Martha Falcão
CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA
RECURSOS HUMANOS

Professor: PAULO CÉSAR BARROS DE OLIVEIRA


Curso: RECURSOS HUMANOS
Disciplina: ROTINAS DE DEPARTAMENTO PESSOAL
Manaus, Março de 2019/1.
Assunto: TEMPOS E MÉTODOS E INDICADORES DE DESEMPENHO
Os alunos deverão realizar um estudo de pesquisa do material entregue em sala de aula, visando à
consolidação dos estudos abordados.
O trabalho constará de 14 exercícios para serem resolvido, como segue:
Critérios de Avaliação e Normas para elaboração:

TRABALHO EQUIPE;

Todos os alunos deverão ter funções nas equipes, por exemplo: Layoutista, Cadista, Especialista em
normas-ABNT, Digitador, Pesquisador, Revisor e deverá constar ao lado do nome de cada componente da
equipe (Item obrigatório).

Deverá ser entregue até o dia da (1ª Avaliação –), sendo que o mesmo será nota Parcial.
O trabalho deverá ser digitado em tamanho: (fonte 12/Times New Roman) Identificação da disciplina,
nome do aluno, professor, introdução, desenvolvimento e conclusão; (estas informações o aluno deverá
pesquisar no manual da IES Martha Falcão, Normas de elaboração de trabalhos acadêmicos, ABNT
14724).
O trabalho terá pontuação máxima de 10 pontos sendo:
6,0 pontos pela consistência do conteúdo, contextualização;
2,0 pontos pela criatividade, inovação e embasamento técnico-científico;
2,0 pontos para os respeitos às normas gramaticais da língua portuguesa e as normas de elaboração de
trabalho acadêmico – (Metodologia do Trabalho Científico)
Os trabalhos entregues fora da data estipulada serão descontados dois ponto por
cada dia de atraso.
BIBLIOGRAFIA

Martins, Petrônio Garcia.


Administração da produção/Petrônio G.Martins, Fernando P. Laugeni, - 2 ed. Ver., aum. E atual – São
Paulo : Saraiva 2005.

Slack, Nigel
Administração da produção/ Nigel Slack, Stuart Chambers, Robert Johnston; tradução Maria Teresa
Corrêa de Oliveira, Fábio Alher; revisão técnica Henrique Luiz Corrêa – 2. Ed. – São Paulo; Ed. Atlas,
2002.
Apostila elaborada pelo Professor Paulo César Barros de Oliveira e outras fontes bibliográficas.

TRABALHO - PROBLEMAS PROPOSTOS

1) [ 0,75 pts] Para determinar o tempo padrão, uma operação foi cronometrada três vezes em três
dias, obtendo-se os dados que se seguem. Calcular:

a) Os tempos cronometrados médios.


b) O tempo normal.
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZONIA – IESA
FACULDADE MARTHA FALCÃO – FMF
FACULDADE
Martha Falcão
CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA
RECURSOS HUMANOS

c) O tempo padrão, considerando que a empresa concede 30 minutos para lanches e 40 minutos para
atrasos inevitáveis em um dia de 8 horas de trabalho.

Tempos em minutos - Sistema centesimal Velocidade %


Cronometragens 1 2 3
Dia 1 22,0 24,4 21,4 95
Dia 2 21,0 20,6 22,4 100
Dia 3 20,4 20,8 21,2 109

2) [0,25 pt] O gerente de produção de um fabricante de perfumes deseja levantar o tempo padrão de
embalagem de um novo perfume. A operação foi cronometrada n10 vezes, obtendo-se o tempo médio por
ciclo de 55 segundos. O cronoanalista avaliou a velocidade média do operador em 90% e foi atribuído um
fator de tolerância de 16%.

3) [1.5 pts]Considere os valores abaixo para os cálculos:


Tempo médio por ciclo – Cronometrado em sala de aula, ou seja, o tempo médio de 3,08 min.
Velocidade média do operador = 105%
Fator de tolerância total (pessoais e para fadiga de 14 a 16%)
Produção 3500 canetas/dia.
Tempo disponível: 8 horas e 33 min diários

FASE DO PROCESSO TB (MINUTOS)


Montar Carga 3,5 min.
Montar tampa 2,5 min.
Corpo 2,99 min.
Tampa traseira 5,32 min.
Pergunta-se:
a) Qual o tempo cronometrado (TC) e o tempo normal (TN)?
b) Qual o tempo padrão (TP) se a fábrica definir um índice de tolerância de 14% a 16%?
c) Qual o TB para essa linha de montagem?
d) Qual o efetivo da linha por estágio?
e) Elabore um gráfico com os tempos cronometrados.
f) Elabore o lay out, que foi utilizado na montagem.

4) [0,25 pt]Calcular o efetivo necessário para uma produção de 2500 prod/dia trabalhando 8 horas e 33
minutos diários para cada fase do processo.

FASE DO PROCESSO TB (MINUTOS)


Pré-forma 2,5 min.
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZONIA – IESA
FACULDADE MARTHA FALCÃO – FMF
FACULDADE
Martha Falcão
CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA
RECURSOS HUMANOS

Inserção manual 8 min.


Revisão de solda 1,5 min.
Teste 2,0 min.
Calibragem 3,5 min.

5)[0,25 pts]Suponha que o que o setor de operações regionais de retaguarda de um grande banco esteja
projetando uma operação que vai processar suas solicitações de empréstimos hipotecados. O número de
solicitações a serem processadas é 160 por semana e o tempo disponível para processar as solicitações é
de 40 horas por semana.
Pergunta-se:
Qual o tempo de ciclo?
6) [0,25 pts]Suponha que o banco do exemplo anterior calculou que o conteúdo de trabalho médio de
processar uma solicitação de empréstimo hipotecado é 60 min. O número de diferentes estágios
necessários a processar solicitações a cada 15 minutos pode ser calculado.

Pergunta-se:
a) Quantos estágios são necessários?

7) [1.0 pt] Uma fábrica do Polo Industrial de Manaus de rodas estampadas deseja instalar um número de
prensas que seja suficiente para produzir 2.000.000 de rodas por ano. Cada prensa deve trabalhar em 2
turnos de 8 horas por dia, com um trabalho útil de 6,9 horas/turno, e produzir uma roda a cada 0,8
minutos. Considerando que existe uma perda de 1% na produção e que o ano tem 300 dias úteis, quantas
prensas são necessárias para atender à demanda estipulada?
8) [0,5 pts] O Banco do Brasil da cidade de Manaus estar projetando uma operação que vai processar suas
solicitações de empréstimos bancários. Os números de solicitações a serem processadas são de 200 por
semana e o tempo disponível para atender as solicitações é de 42,5 horas semanais. Pergunta-se:
b) a) Qual o tempo de ciclo?
c) b) Suponha que o banco do Brasil calculou que o conteúdo de trabalho médio é de 120 minutos. E o
número de diferentes estágios necessários a processar solicitações a cada 15 minutos pode ser calculado
de que forma? Pergunta-se: qual a quantidade de estágios que serão necessários? S
9) [0,5 pt] Um estudo de tempos de uma operação de preparação de uma máquina acusou um tempo
médio de 37,50 minutos. A velocidade do operador avaliada pelo cronometrista foi de 103% e a empresa
concede 30 minutos para lanche e 25 minutos para atrasos inevitáveis em um dia de 8 horas de trabalho.

Pergunta-se: Qual o tempo normal e o tempo da operação?

10) [1.0 pt]Uma fábrica do Polo Industrial de Manaus (PIM ) teve uma operação cronometrada 10 vezes,
Obtendo-se os tempos em segundos dados abaixo.
O analista do processo avaliou a velocidade da operação ( em 95%).
A empresa que estamos falando é uma fábrica de brinquedos, ou seja, não exige um esforço especial e
atribui um fator de tolerâncias entre 15% a 18% sobre o tempo normal (FT= 1,15/1,18 escolha o que em
sua opinião representa uma tolerância mais real para esta atividade).
Pergunta-se: Qual o tempo médio – (TM) , o tempo normal – TN e tempo padrão – (TP)
Nota: Tempos cronometrados (segundos) :
20,1- 20,7 - 21,0 - 22,9 - 23,4 – 20,8 – 25,1 -21,0 22,0 - 20,6
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZONIA – IESA
FACULDADE MARTHA FALCÃO – FMF
FACULDADE
Martha Falcão
CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA
RECURSOS HUMANOS

11) [1.0 pt] Uma empresa Chinesa, instalada no PIM, realizou uma operação que é constituída de dois
elementos e foi cronometrada quatro vezes. A empresa concede 25 minutos para fadiga e 30 minutos para
necessidades pessoais em um dia de trabalho de 8 horas. Determine o tempo médio TM, o tempo normal
TN e o tempo padrão TP.

Quantas peças podem ser produzidas por dia?

TEMPOS (MINUTOS)
Elemento 1 2 3 4
Elemento 1 1,03 1,04 1,02 1,02
Elemento 2 2,07 2,02 2,04 2,03
Total 3,10 3,06 3,06 3,05
Velocidade 105% 100% 95% 95%

12) [0,5 pts] Utilizando o tempo cronometrado encontrado de 9,8 segundos, qual seria o tempo normal se
a velocidade do operador fosse avaliada em 116%? E se a velocidade fosse avaliada em 97%?

13) [ 1,25pts] Uma empresa do ramo metalúrgico deseja determinar o tempo padrão necessário, com 90%
de confiabilidade e um erro relativo de 5%, para a fabricação de determinado componente que será
utilizado na linha de montagem. O analista de processos realizou uma cronometragem preliminar de nove
tomadas de tempo, obtendo os dados a seguir. Pergunta-se:
a) Qual o tempo cronometrado (TC) e o tempo normal (TN)?
b) Qual o tempo padrão (TP) se a fabrica definir um índice de tolerância de 15%?
c) Caso a empresa conceda 12 minutos para necessidades pessoais, 15 minutos para lanches e 20 minutos
para alívio de fadiga em um dia de 8 horas de trabalho, qual será o novo tempo padrão?

Folha de Tempos cronometrados (Centésimos de hora)


Observação 1 2 3 4 5 6 7 8 9
Cortar chapa 0,07 0,08 0,09 0,09 0,08 0,07 0,07 0,08 0,07
Dobrar chapa 0,07 0,06 0,07 0,06 0,05 0,07 0,06 0,06 0,06
Furar chapa 0,15 0,14 0,16 0,15 0,14 0,13 0,13 0,15 0,14
Remover rebarbas 0,05 0,05 0,04 0,05 0,04 0,04 0,04 0,05 0,05
Velocidade: 94%

14) [1,0 pt ]Felix Unger é uma pessoa muito organizada e quer planejar perfeitamente o seu dia . Para
fazer isso, ele conta com seu amigo Oscar para agendar as suas atividades diárias. Na sequência, são
apresentados os resultados dos tempos, de Félix cronometrado por Oscar para lustrar dois pares de
sapatos pretos. Qual é o tempo padrão para lustrar um par de sapatos? (suponha um fator de tolerância de
5% para Felix alcançar a Oscar um cinzeiro para seu cigarro. Considere os elementos de ocorrências
recorrentes não-cíclicas, dividindo seus tempos observados pelo número total de ciclos observados)
Todos os tempos apresentados estão em minutos.

TEMPOS OBSERVADOS
Elemento 1 2 3 4 5 TP T Taxa de desempenho TP
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA AMAZONIA – IESA
FACULDADE MARTHA FALCÃO – FMF
FACULDADE
Martha Falcão
CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA
RECURSOS HUMANOS

Pegar o kit lustrar


sapatos 0,5 125%

Lustrar cada sapato 0,94 0,85 0,8 0,81 110%


Guardar kit 0,75 80%

BOA SORTE!!!

“SEJA PERSEVERANTE NÃO DESISTA FACILMENTE” –


Bob Nelson