Vous êtes sur la page 1sur 24
SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 1 - Caio,atendimento@provadaordem.com.br 1 " id="pdf-obj-0-2" src="pdf-obj-0-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • 1 - Caio, advogado, inscrito na OAB-SP, após

aprovação em concorrido Exame de Ordem, atua em diversos ramos do Direito. Um dos seus clientes possui causa em curso perante a Comarca de Tombos/MG, tendo o profissional comparecido à sede do Juízo para praticar ato em prol do seu constituinte. Estando no local, foi surpreendido por designação do Juiz Titular da Comarca para representar Tício, pessoa de parcos recursos financeiros, diante da ausência de Defensor Público designado para prestar serviços no local, por falta de efetivo suficiente de profissionais. Não tendo argumentos para recusar o encargo, Caio participou do ato.

Diante desse quadro

a)

o

ato

deveria

ter

sido

adiado

diante

da

exclusividade da atuação da Defensoria Pública.

  • b) o advogado deveria ter recusado o encargo,

mesmo sem justificativa plausível.

  • c) a recusa nesses casos poderá ocorrer, com justo

motivo.

  • d) a recusa poderia ocorrer diante da ausência de

sanção disciplinar.

2

-

Assinale

a opção correta

de

acordo com o

Estatuto da Advocacia e da OAB.

a)

O sócio de sociedade de advogados que cause

danos

a

clientes

deve

responder

por

seu ato

comissivo

ou omissivo, sendo tal responsabilidade

pessoal,

não

havendo

implicações para a pessoa

jurídica.

 

b)

Falecendo o advogado durante o curso de um

processo, os honorários de sucumbência serão

integralmente recebidos pelo profissional que o suceder na causa.

c)

Na situação em que advogados se reúnam em

sociedade civil, devem as procurações ser outorgadas individualmente a cada causídico, com a indicação da sociedade de que façam parte.

  • d) É proibido que a sociedade de advogados ostente,

na razão social, o nome de sócio falecido. Assim, em

caso de falecimento de algum sócio, deve-se, obrigatoriamente, providenciar a alteração do registro da sociedade.

3 - Diogo é estudante de Direito com elevado desempenho acadêmico. Ao ingressar nos últimos anos do curso, ele é convidado por um ex-professor para estagiar em seu escritório.

Inscrito nos quadros de estagiários da OAB e demonstrando alta capacidade, Diogo ganha a confiança dos sócios do escritório e passa a, isoladamente e sob a responsabilidade do advogado, retirar e devolver autos em cartório, assinando a respectiva carga; visar atos constitutivos de sociedades para que sejam

admitidos a registro;

obter

junto

a escrivães e

chefes de secretaria certidões de peças ou autos

de processos em curso ou findos; assinar petições de juntada de documentos a processos

judiciais ou administrativos;

e

subscrever

embargos de declaração opostos em face de

decisões judiciais. Considerando as diversas

atividades

desempenhadas por Diogo, isoladamente e sob a

responsabilidade do advogado, de acordo com o Estatuto e Regulamento da OAB, ele pode

  • a) retirar e devolver autos em cartório, assinando a

respectiva carga, bem como visar atos constitutivos de

sociedades, para que sejam admitidos a registro.

  • b) obter, junto a escrivães e chefes de secretaria,

certidões de peças ou autos de processos em curso

ou findos, bem como assinar petições de juntada de documentos a processos judiciais ou administrativos.

  • c) obter, junto a escrivães e chefes de secretaria,

certidões de peças ou autos de processos findos, mas

não de processos em curso, bem como subscrever embargos de declaração opostos em face de decisões judiciais.

  • d) assinar petições de juntada de documentos a

processos

judiciais,

mas

não

a

processos

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 administrativos, nem subscreveratendimento@provadaordem.com.br 2 " id="pdf-obj-1-2" src="pdf-obj-1-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

administrativos, nem subscrever embargos de declaração opostos em face de decisões judiciais.

4 - De acordo com o Estatuto da Advocacia e da OAB, ao advogado que exerça, em Brasília, a advocacia criminal perante o TJDFT, o STJ e o STF é assegurado

  • a) ingressar livremente nas delegacias de polícia no

horário de expediente, desde que na presença do

delegado responsável.

  • b) adentrar as salas de audiências de primeiro grau,

desde que lhe seja dada autorização do magistrado

que estiver respondendo pela respectiva vara.

  • c) ingressar livremente na sala de sessões desses

tribunais até mesmo além dos cancelos que dividem a

parte reservada aos desembargadores e ministros.

  • d) dirigir-se aos juízes criminais de primeiro grau em

seus gabinetes de trabalho sempre em horário previamente agendado ou em outra condição que os tribunais determinarem.

5 - Um advogado foi contratado por um cliente para atuar, em substituição a outro advogado, em um processo que tramita na primeira vara cível de uma capital há 10 anos, dos quais há dois anos está concluso para sentença. Considerando-se a situação hipotética acima e o que dispõe o Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (CED-OAB), o advogado contratado deverá

  • a) juntar aos autos novo instrumento de procuração e

requerer que as futuras intimações sejam feitas em seu nome, assim como pedir ao juiz que intime o afastamento do advogado que atuava anteriormente no processo.

  • b) requerer ao juiz da causa que declare a extinção do

mandato do advogado que atuava no processo.

  • c) orientar o cliente para revogar a procuração

outorgada ao outro advogado mediante ação judicial prevista no Livro de Procedimentos Especiais do Código de Processo Civil.

  • d) entrar em contato com o advogado que já atua no

caso e solicitar-lhe substabelecimento ou renúncia ao mandato.

6 - A advogada Ana retirou de cartório os autos de determinado processo de conhecimento em que representava a parte ré, para apresentar contestação. Protocolou a petição tempestivamente, mas deixou de devolver os autos em seguida por esquecimento, só o fazendo após ficar pouco mais de um mês com os autos em seu poder. Ao perceber que Ana não devolverá os autos imediatamente após cumprir o prazo, o magistrado exarou despacho pelo qual a advogada foi proibida de retirar novamente os autos do cartório em carga, até o final do processo. Nos termos do Estatuto da Advocacia, deve-se assentar quanto à sanção disciplinar que

  • a) não se aplica porque Ana não chegou a ser

intimada a devolver os autos.

  • b) não se aplica porque Ana ficou menos de três

meses com os autos em seu poder.

  • c) aplica-se porque Ana reteve abusivamente os autos

em seu poder.

  • d) aplica-se porque Ana não poderia ter retirado os

autos de cartório para cumprir o prazo assinalado para contestação.

7 - Aparecida, advogada da autora no âmbito de determinada ação indenizatória, bastante irritada com o conteúdo de sentença que julgou improcedente o pedido formulado, apresenta recurso de apelação em cujas razões afirma que o magistrado é burro e ignora as leis aplicáveis ao caso em exame. Disse ainda que tal sentença não poderia ter outra explicação, senão o fato de o magistrado ter recebido vantagem pecuniária da outra parte. A respeito da conduta de Aparecida, é correto afirmar:

  • a) Aparecida não

praticou

crime

antiética,

pois fez tais afirmações

nem conduta no exercício da

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 profissão, devendo atuaratendimento@provadaordem.com.br 3 " id="pdf-obj-2-2" src="pdf-obj-2-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

profissão, devendo atuar sem receio de desagradar ao magistrado.

  • b) Aparecida praticou o crime de injúria, ao afirmar

que o magistrado é burro e ignora as leis aplicáveis ao

caso e o de calúnia, quando afirmou que o magistrado prolatara a sentença em questão por ter recebido dinheiro da outra parte. Além disso, por todas as ofensas irrogadas, violou dispositivo do Código de Ética e Disciplina da OAB, que impõe ao advogado o dever de urbanidade.

  • c) Aparecida violou apenas dispositivo do Código de

Ética e Disciplina da OAB, por desrespeitar o dever de

urbanidade, mas não praticou crime, uma vez que tem imunidade profissional, não constituindo injúria, difamação ou calúnia puníveis qualquer manifestação de sua parte, no exercício de sua atividade, em juízo ou fora dele.

  • d) Aparecida violou dispositivo do Código de Ética e

Disciplina da OAB, por desrespeitar o dever de urbanidade e praticou o crime de calúnia ao afirmar que o magistrado prolatara a sentença em questão por ter recebido dinheiro da outra parte. Não praticou crime quando afirmou que o magistrado é burro e ignora as leis aplicáveis ao caso, pois tem imunidade profissional, não constituindo injúria punível qualquer manifestação de sua parte, no exercício de sua atividade, em juízo ou fora dele.

8 - Joel é experiente advogado, inscrito há muitos anos nos quadros da OAB. Em atividade profissional, comparece à sessão de tribunal com o fito de sustentar, oralmente, recurso apresentado em prol de determinado cliente. Iniciada a sessão de julgamento, após a leitura do relatório, pelo magistrado designado para tal função no processo, dirige-se à tribuna e, regularmente, apresenta sua defesa oral. No curso do julgamento há menção, pelo Relator de data e fls. constantes dos autos processuais que se revelam incorretas.

No concernente ao tema, à luz das normas estatutárias, o advogado

  • a) deve aguardar o final do julgamento, com a

proclamação do resultado, para apresentar questão de ordem.

  • b) poderá usar a palavra, pela ordem, para esclarecer

questão de fato, que influencie o julgamento.

  • c) não possui instrumento hábil para interromper o

julgamento.

  • d) após o final do julgamento deverá, mediante nova

sustentação oral, indicar os erros cometidos.

9 - A partir da leitura de Aristóteles (Ética a Nicômaco), assinale a alternativa que corresponde à classificação de justiça constante do texto:

“...

uma espécie é a que se manifesta nas

distribuições de honras, de dinheiro ou das outras coisas que são divididas entre aqueles que têm parte na constituição (pois aí é possível receber um quinhão igual ou desigual ao de um outro)...”

  • a) Justiça Natural.

  • b) Justiça Comutativa.

  • c) Justiça Corretiva.

  • d) Justiça Distributiva.

10 - O filósofo inglês Jeremy Bentham, em seu livro Uma introdução aos princípios da moral e da legislação, defendeu o princípio da utilidade como fundamento para a Moral e para o Direito.

Para esse autor, o princípio da utilidade é aquele que

a) estabelece

que

a

moral

e

a

lei

devem

ser

obedecidas porque são úteis à coexistência humana na vida em sociedade.

  • b) aprova ou desaprova qualquer ação, segundo a

tendência que tem a aumentar ou diminuir a felicidade

das pessoas cujos interesses estão em jogo.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 c) ​ demonstraatendimento@provadaordem.com.br 4 " id="pdf-obj-3-2" src="pdf-obj-3-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • c) demonstra que o direito natural é superior ao direito

positivo, pois, ao longo do tempo, revelou-se mais útil

à tarefa de regular a convivência humana.

  • d) afirma que a liberdade humana é o bem maior a ser

protegido tanto pela moral quanto pelo direito, pois são a liberdade de pensamento e a ação que permitem às pessoas tornarem algo útil.

11 - Pedro, reconhecido advogado na área do direito público, é contratado para produzir um parecer sobre situação que envolve o pacto federativo entre Estados brasileiros. Ao estudar mais detidamente a questão, conclui que, para atingir seu objetivo, é necessário analisar o alcance das chamadas cláusulas pétreas.

Com base na ordem constitucional brasileira vigente, assinale, dentre as opções abaixo, a única que expressa uma premissa correta sobre o tema e que pode ser usada pelo referido advogado no desenvolvimento de seu parecer.

  • a) As cláusulas pétreas podem ser invocadas para

sustentar a existência de normas constitucionais superiores em face de normas constitucionais inferiores, o que possibilita a existência de normas constitucionais inconstitucionais.

  • b) Norma introduzida por emenda à constituição se

integra plenamente ao texto constitucional, não podendo, portanto, ser submetida a controle de constitucionalidade, ainda que sob alegação de violação à cláusula pétrea.

  • c) Mudanças propostas por constituinte derivado

reformador estão sujeitas ao controle de

constitucionalidade,

sendo

que

as

normas

ali

propostas

não

podem

afrontar

cláusulas

pétreas

estabelecidas na Constituição da República.

  • d) Os direitos e as garantias individuais considerados

como cláusulas pétreas estão localizados exclusivamente nos dispositivos do Art. 5º, de modo que é inconstitucional atribuir essa qualidade (cláusula

pétrea) a normas fundadas em outros dispositivos constitucionais.

12 - As Emendas Constitucionais possuem um peculiar sistema de iniciativa. Assim, revela-se correto afirmar que poderá surgir projeto dessa espécie normativa por proposta de:

  • a) mais da metade das Assembleias Legislativas das

unidades da Federação, sendo que, em cada uma

delas, deve ocorrer a maioria relativa de votos.

  • b) mais de um terço das Assembleias Legislativas das

unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a maioria simples de votos.

  • c) mais de dois terços das Assembleias Legislativas

das unidades da Federação, sendo que, em cada uma delas, deve ocorrer a unanimidade de votos.

  • d) mais de um terço das Assembleias Legislativas das

unidades da Federação, sendo que, em cada uma

delas, deve ocorrer a unanimidade de votos.

13 - Acerca de democracia, da participação e da soberania popular, assinale a afirmativa correta.

  • a) A Constituição Federal de 1988 possui previsão que

permite sua alteração por meio de plebiscitos e

referendos, havendo, ainda, previsão de iniciativa popular para projetos de emendas.

  • b) A Constituição da República estabelece que a

soberania popular

será

exercida pelo sufrágio

universal e pelo voto direto e secreto. Logo, sendo o

voto obrigatório as hipóteses de voto facultativo são numerus clausus e não admitem interpretação extensiva.

  • c) O Supremo Tribunal Federal tem posicionamento

no sentido de ser possível nova assembleia constituinte revisora, desde que editada emenda constitucional convocando a revisão da constituição.

SIMULADO
 

SIMULADO

 

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • d) O plebiscito e o referendo, consultas formuladas ao

a)

É impossível o esclarecimento de matéria de fato

povo para que delibere sobre matéria de acentuada relevância, devem ser convocados mediante decreto

em sede de Ação Direta de Inconstitucionalidade.

 

legislativo, por proposta de um terço, no mínimo, dos

b)

A

União

Nacional

dos

Estudantes

não

tem

membros que compõem qualquer das Casas do

legitimidade

para

propor

Ação

Direta

de

Congresso Nacional.

Inconstitucionalidade.

 

14 - Assinale a opção correta no que se refere à

c)

Não se admite a desistência após a propositura da

aplicação do princípio da dignidade da pessoa humana.

Ação Declaratória de Constitucionalidade.

 

d)

Os

efeitos

da

decisão

 

que

afirma

a

  • a) O uso de algemas não requer prévio juízo de

inconstitucionalidade

da

norma

em sede

de Ação

ponderação da necessidade, como em casos de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à

integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou de terceiros, pois, como a fuga é ato extremamente

Direta de Inconstitucionalidade, em regra, são ex tunc.

16

-

Com

relação

ao

STF

e

ao

controle

de

provável no momento da prisão, as algemas podem

constitucionalidade

das

leis,

assinale

a

opção

ser utilizadas como regra.

correta.

 
  • b) A referência, na CF, à dignidade da pessoa

a)

No sistema constitucional brasileiro, não cabe ao

humana, aos direitos da pessoa humana, ao livre exercício dos direitos individuais e aos direitos e garantias individuais está relacionada aos direitos e

juiz a declaração de inconstitucionalidade de lei, que é da competência exclusiva dos tribunais.

garantias do indivíduo dotado de personalidade

b)

Ao julgar apelação interposta com fundamento na

jurídica ou não. Desse modo, a aplicação do princípio da dignidade humana exige a proteção dos embriões humanos obtidos por fertilização in vitro e congelados, devendo-se evitar sua utilização em pesquisas

inconstitucionalidade de lei, a turma do tribunal pode declarar a inconstitucionalidade desta e afastar a sua incidência no caso concreto.

científicas e terapias.

c)

O controle incidental é a prerrogativa do STF de

  • c) A aplicação do princípio da insignificância, embora

seja consequência do princípio da dignidade da

declarar, em abstrato e com efeito erga omnes, a inconstitucionalidade de lei ou ato normativo.

pessoa humana, não é aplicável aos crimes militares,

d)

O STF poderá, após reiteradas decisões sobre

haja vista a dignidade do bem jurídico protegido pelos tipos penais que têm por objeto de proteção os interesses da administração militar.

matéria constitucional, aprovar súmula que, a partir de sua publicação na imprensa oficial, terá efeito vinculante em relação aos demais órgãos do Poder Judiciário e à administração pública.

  • d) A ausência de indicação da conduta individualizada

dos acusados de crimes societários, além de implicar a inobservância aos princípios do devido processo legal, da ampla defesa e do contraditório, fere o princípio da dignidade da pessoa humana.

15 - Acerca do controle de constitucionalidade, assinale a alternativa INCORRETA.

17 - Carlos, contando com 59 (cinquenta e nove) anos de idade, resolve se inscrever em concurso público para o cargo de Agente de Polícia, dos quadros da Polícia Civil do Estado Beta.

Todavia, sua inscrição é

negada com base no

edital, que reproduz a Lei Estadual X, segundo a qual o candidato, no momento da inscrição, deve ter entre 18 (dezoito) e 32 (trinta e dois) anos de idade. Inconformado, Carlos consulta um

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 advogado a respeitoatendimento@provadaordem.com.br 6 " id="pdf-obj-5-2" src="pdf-obj-5-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

advogado a respeito de possível violação do direito fundamental à igualdade.

Diante do caso concreto, assinale a opção que se harmoniza com a ordem jurídico-constitucional brasileira.

  • a) Houve violação ao princípio da igualdade, pois o

sistema jurídico-constitucional brasileiro veda, em caráter absoluto, que a lei estabeleça requisitos de ordem etária para o provimento de cargos públicos.

  • b) Não houve violação ao princípio da igualdade, pois

o sistema jurídico-constitucional brasileiro permite que a lei estabeleça limite de idade para inscrição em

concurso público quando tal medida se justificar pela natureza das atribuições do cargo a ser preenchido.

  • c) Houve violação ao princípio da razoabilidade, pois

as atividades inerentes ao cargo a ser ocupado não justificam a previsão do critério etário como requisito para inscrição no concurso público que visa ao seu provimento.

  • d) Não houve violação ao princípio da igualdade, pois

o sistema jurídico-constitucional brasileiro concede aos administradores públicos poder discricionário para definir, por via editalícia, independentemente da lei, os limites etários para a participação em concursos.

18 - Você foi procurado, como advogado(a), por representantes de um Centro de Defesa dos Direitos Humanos, que lhe informaram que o governador do estado, juntamente com o ministro da justiça do país, estavam articulando a expulsão coletiva de um grupo de haitianos, que vive legalmente na sua cidade.

Na iminência de tal situação e sabendo que o Brasil é signatário da Convenção Americana sobre os Direitos Humanos, assinale a opção que indica, em conformidade com essa convenção, o argumento jurídico a ser usado.

  • a) Um decreto do governador combinado a uma

portaria do ministro da justiça constituem fundamento

jurídico suficiente para a expulsão coletiva, segundo a Convenção acima citada. Portanto, a única solução é política, ou seja, fazer manifestações para demover as autoridades desse propósito.

  • b) A Convenção Americana sobre os Direitos

Humanos é omissa quanto a esse ponto. Portanto, a única alternativa é buscar apoio em outros tratados internacionais, como a Convenção das Nações Unidas, relativa ao Estatuto dos Refugiados, também conhecida como Convenção de Genebra, de 1951.

  • c) A expulsão coletiva de estrangeiros é permitida,

segundo a Convenção Americana sobre os Direitos Humanos, apenas no caso daqueles que tenham tido condenação penal com trânsito em julgado, o que não

foi o caso dos haitianos visados pelos propósitos do governador e do ministro, uma vez que eles vivem legalmente na cidade.

  • d) A pessoa que se ache legalmente no território de

um Estado tem direito de circular nele e de nele residir em conformidade com as disposições legais. Além disso, é proibida a expulsão coletiva de estrangeiros.

19 - Maria é aluna do sexto período do curso de Direito. Por convicção filosófica e política se afirma feminista e é reconhecida como militante de movimentos que denunciam o machismo e afirmam o feminismo como ideologia de gênero. Após um confronto de ideias com um professor em sala de aula e de chamá-lo de machista, Maria é colocada pelo professor para fora de sala e, posteriormente, o mesmo não lhe dá a oportunidade de fazer a vista de sua prova para um eventual pedido de revisão da correção, o que é um direito previsto no regimento da instituição de ensino.

Em

função

do

exposto,

e

com

base

na

Constituição da República, assinale a afirmativa correta.

  • a) Maria foi

privada de

um direito

por

motivo de

convicção

filosófica

ou

política

e,

portanto,

as

autoridades

competentes

da

instituição

de

ensino

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 devem assegurar aatendimento@provadaordem.com.br 7 " id="pdf-obj-6-2" src="pdf-obj-6-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

devem assegurar a ela o direito de ter vista de prova e, se for o caso, de pedir a revisão da correção.

  • b) Houve um debate livre e legítimo em sala de aula e

a postura do professor pode ser considerada "dura", mas não implicou nenhum tipo de violação de direito de Maria.

  • c) Embora tenha havido um debate acerca de uma

questão que envolve convicção filosófica ou política, não houve privação de direito já que a vista de prova e o eventual pedido de revisão da correção está contido apenas no regimento da instituição de ensino e não na legislação pátria.

  • d) A solução do impasse instaurado entre a aluna e o

professor somente pode acontecer mediante o diálogo entre as duas partes, em que cada um considere seus eventuais excessos, uma vez que o que houve foi um mero desentendimento e não uma violação de direito

por convicção filosófica ou política.

20 - Walter, estrangeiro, casou-se com Lúcia, por quem se apaixonou quando passou as férias em Florianópolis. O casal tem um filho, Ricardo, de 2 anos.

Residente no Brasil há mais de cinco anos, Walter é acusado de ter cometido um crime em outro país. Como o Brasil possui promessa de reciprocidade com o referido país, este encaminha ao governo brasileiro o pedido de extradição de Walter.

Nesse caso, o governo brasileiro

  • a) não pode conceder a extradição, porque Walter tem

um filho brasileiro.

  • b) pode conceder a extradição, por meio de ordem

expedida por um juiz federal.

  • c) pode conceder a extradição, desde que cumpridos

os requisitos legais do Estatuto do Estrangeiro.

  • d) não pode conceder a extradição, pois esta só seria

possível se houvesse tratado com o país de origem de

Walter.

21

-

Ricardo,

brasileiro

naturalizado,

mora

na

cidade do Rio de Janeiro há 9 (nove) anos. Em visita a parentes italianos, conhece Giulia, residente em Roma, com quem passa a ter um relacionamento amoroso. Após 3 (três) anos de namoro a distância, ficam noivos e celebram matrimônio em território italiano. De comum acordo, o casal estabelece seu primeiro domicílio em São Paulo, onde ambos possuem oportunidades de trabalho.

À luz das regras de Direito Internacional Privado, veiculadas na Lei de Introdução às Normas do Direito Brasileiro (LINDB), não havendo pacto antenupcial, assinale a opção que indica a legislação que irá reger o regime de bens entre os cônjuges.

a)

Aplicável a Lei italiana, haja vista que nenhum dos

cônjuges é brasileiro nato.

 

b)

Aplicável a Lei italiana, em razão do local em que

foi realizado o casamento.

 

c)

Aplicável a Lei brasileira, em razão do domicílio do

cônjuge varão.

 

d)

Aplicável a Lei brasileira, porque aqui constituído o

primeiro domicílio do casal.

 

22

-

Em compra e

venda de imóvel

situado no

município de Marília,

a

base de

cálculo do ITBI

devido será

 

a)

equivalente ao valor venal atribuído ao imóvel para

fins

de lançamento do IPTU no exercício

imediatamente anterior àquele em que for realizado o

negócio jurídico.

 

b)

equivalente ao valor pactuado no negócio jurídico

ou o valor venal atribuído ao imóvel para fins de

lançamento do IPTU no exercício vigente, se este for superior, conforme lei municipal em vigor.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 c) equivalente aoatendimento@provadaordem.com.br 8 " id="pdf-obj-7-2" src="pdf-obj-7-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • c) equivalente ao valor venal atribuído ao imóvel para

fins de lançamento do IPTU, conforme média apurada nos últimos cinco anos que antecedem o exercício em curso.

  • d) equivalente ao valor declarado pelas partes perante

oficial de registro, independentemente do valor de fato

pactuado no negócio jurídico, respeitando-se a livre iniciativa.

23 - Mário e Maria decidiram abrir um bazar em sociedade. Embora a legislação do ICMS de seu Estado determinasse que, antes de dar início a suas operações de circulação de mercadorias, a empresa devesse estar inscrita, como contribuinte, na repartição fiscal competente, Mário e Maria não atenderam a essa exigência legal. Simplesmente abriram a empresa e começaram a funcionar, sem cumprir as exigências da legislação tributária pertinente. Nem mesmo contrato social escrito a empresa tinha.

Compravam de seus fornecedores e vendiam a seus clientes, como o fazem todas as empresas regulares, e atuavam, perante seus fornecedores e clientes, tal como atuam as empresas em situação regular perante o fisco. Ninguém tinha dúvida de que a empresa de Mário e Maria configurava efetivamente uma unidade econômica. Até nome fantasia a sociedade tinha: "Bazar MM”.

Considerando os dados acima e a normas do Código Tributário Nacional,

  • a) o fato de essa empresa configurar uma unidade

econômica, mesmo sem estar regularmente constituída, é o bastante para nela se identificar

capacidade tributária passiva.

  • b) a empresa em questão, desde que comprove,

efetivamente, sua capacidade econômico-financeira, possuirá, automática e necessariamente, capacidade ativa.

c)

a

empresa

em

questão,

em

razão

de

sua

constituição irregular e da falta de comprovação da

capacidade civil de seus dois sócios, não possui capacidade tributária passiva, nem ativa.

  • d) a falta capacidade tributária ativa da pessoa jurídica

irregularmente constituída pode ser suprida com a comprovação de que todos os seus sócios são, de fato, pessoas civilmente capazes.

24 - A Constituição Federal, no Capítulo I de seu Título VI, estabelece as regras relativas ao Sistema Tributário Nacional. De acordo com as regras deste Capítulo,

a)

os

Estados

federados

têm

competência

para

instituir o ICMS, o ISS e o IPVA.

  • b) parte do produto da arrecadação do ITCMD, do ITR

e do IPI será entregue a outros entes federados,

conforme estabelecido no texto constitucional.

  • c) estão sujeitos aos princípios da anterioridade de

exercícios

e

da

anterioridade nonagesimal

(noventena), o IR, o IOF e o ITBI.

  • d) a

União

tem competência para instituir

contribuições sociais,

de

intervenção no domínio

econômico e de interesse das categorias profissionais

ou econômicas.

25

-

Com relação à

extinção e

à

exclusão do

crédito tributário, assinale a alternativa correta.

  • a) A anistia poderá abranger as infrações cometidas

anteriormente e após a vigência da lei que a concede,

além de atos qualificados em lei como crimes ou contravenções e os que, mesmo sem essa qualificação, sejam praticados com dolo, fraude ou simulação pelo sujeito passivo ou por terceiro em benefício daquele.

b)

A

isenção

tributária

poderá

estar

prevista

em

contrato que, independentemente de autorização legal, especifique as condições e os requisitos exigidos para a sua concessão, os tributos a que se

aplica e, sendo o caso, o prazo de sua duração.

 
SIMULADO
 

SIMULADO

 

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

c)

É

vedada

a

compensação

 

mediante

o

d)

pagamento de multa civil.

 

aproveitamento de tributo, objeto de contestação

 

judicial

pelo sujeito passivo,

antes

do

trânsito em

julgado da respectiva decisão judicial.

 

d)

Decreto pode autorizar a autoridade administrativa

 

modalidade

licitatória do pregão,

a conceder, por despacho fundamentado, remissão

 

28

-

Na

disciplinada

pela

Lei

Federal

n°10.520/02,

total ou parcial do crédito tributário, atendendo à situação econômica do sujeito passivo.

encerrada

a

etapa

competitiva e ordenadas as

 

ofertas,

o

pregoeiro

procederá

à

abertura

do

invólucro contendo

 

26 - Sobre a repartição das receitas tributárias, é

 

a)

os

documentos

de

habilitação do licitante que

correto afirmar que pertence:

apresentou a melhor proposta.

 

a)

aos Municípios 25% do produto da arrecadação do

b)

a

proposta

detalhada,

com a composição dos

imposto da União sobre a propriedade territorial rural,

custos unitários discriminada.

relativamente aos imóveis neles situados.

 

c)

uma declaração do licitante de que cumpriu todas

b)

à União 25% do produto da arrecadação do

 

as exigências fixadas no edital.

 

imposto do Estado sobre a transmissão causa mortis e

 

doação, de quaisquer bens ou direitos.

 

d)

uma declaração do licitante de que sua proposta foi

elaborada de forma independente.

c)

aos Municípios 30% do produto da arrecadação do

 

imposto do Estado sobre a propriedade de veículos automotores licenciados em seus territórios.

 

29

-

Acerca

de importante temática do Direito

Administrativo,

 

que

é

a improbidade

d)

aos Estados e ao Distrito Federal o produto da

arrecadação do imposto da União sobre renda e proventos de qualquer natureza, incidente na fonte,

administrativa,

alicerçada

no

art

37,

§

4°,

da

Constituição da República, e regulamentada pela

Lei

Federal

8429/1992,

pode-se afirmar

sobre rendimentos pagos, a qualquer título, por eles, suas autarquias e pelas fundações que instituírem e mantiverem.

corretamente que:

 
 

a)

existem, na legislação concernente, sanções de

natureza criminal, como punitivas para as condutas de

27 - FERNALD ZIRTAEB, servidor público do

 

improbidade.

 

b)

o Ministério Público nunca atuará obrigatoriamente

Ministério da Agricultura, Pecuária e

como fiscal da lei, vez que sempre será autor da ação

Abastecimento (MAPA), respondeu a processo pela prática de ato de improbidade administrativa que importou em enriquecimento ilícito. Entre as sanções a serem aplicadas, não pode constar:

de improbidade administrativa, ou seja, será parte na demanda e, assim sendo, não poderá atuar como custo legis.

a)cassação dos direitos políticos.

 

c)

a ação de improbidade administrativa terá como

legitimado ativo o Ministério Público ou a pessoa

b)

perda dos bens ou valores acrescidos ilicitamente

 

jurídica interessada, entendendo-se por esta o ente

ao patrimônio. c)perda da função pública.

 

federativo ou mesmo a entidade da Administração Pública indireta que tenha sido prejudicada pela conduta de improbidade administrativa.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 d) o foroatendimento@provadaordem.com.br 10 " id="pdf-obj-9-2" src="pdf-obj-9-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

d)

o foro especial por prerrogativa de função,

estabelecido pelo ordenamento jurídico para algumas autoridades públicas, exatamente pelo cargo ou função pública que exercem, é aplicável quando do

processamento e julgamento por ação ou omissão de improbidade administrativa.

30

-

Sobre

Administração

Pública,

assinale

a

alternativa correta.

 

a)

Moralidade Administrativa tem a ver, entre outras

coisas,

com

a

forma como se trajam os servidores

públicos.

b)

O

princípio

da

Eficiência

se

aplica

à

Administração Pública Federal.

 

c)

Os princípios têm a ver com a estrutura e não com

o funcionamento da Administração Pública.

 

d)

Divulgar o preço da contratação de uma obra

pública licitada tem íntima relação com o princípio da

Publicidade.

 

31 - Acerca da extinção dos atos administrativos, assinale a opção correta.

a)

A cassação é a extinção do ato administrativo por

descumprimento da execução desse ato pelo seu

beneficiário.

 

b)

A decretação da anulação decorre da conveniência

e da oportunidade da administração pública.

 

c)

A revogação é um ato discricionário, que produz

efeitos ex tunc.

 

d)

A anulação retira

do mundo

jurídico atos

com

defeitos, produzindo efeitos ex nunc.

32 - O chefe do departamento pessoal de uma determinada autarquia federal, para o bom funcionamento dos serviços afetos à sua unidade, editou ato normativo interno estabelecendo horários de saída para o almoço, respeitando, para tanto, as especificidades das jornadas de trabalho de cada subordinado. Justificou o ato na

necessidade de a unidade contar, sempre, com pelo menos um servidor. A edição do ato encontra fundamento no poder

  • a) de polícia, que é próprio da função administrativa, e

assim denominado por cuidar-se, na hipótese, de pessoa jurídica integrante da Administração pública indireta.

  • b) hierárquico, que é próprio da função administrativa,

e por meio do qual a Administração pública mantém a disciplina e impõe o cumprimento de deveres funcionais.

  • c) disciplinar, que obriga o cumprimento, pelos

subordinados, das ordens dos superiores, sob pena

de punição.

  • d) hierárquico, que, no entanto, deixou de ser próprio

da função administrativa, em razão do princípio da

eficiência, que exclui a ingerência dos superiores.

33

-

Para

fins

da

Política

Nacional

Ambiente, considera-se:

do

Meio

  • a) Poluição, a degradação da qualidade ambiental

resultante de atividades que direta ou indiretamente lancem materiais ou energia em desacordo com os padrões sanitários estabelecidos pela lei da Política Nacional do Meio Ambiente.

b)

Poluidor,

a pessoa física

ou

jurídica de

direito

privado, responsável diretamente por ato causador de

degradação ambiental que implique perda da biodiversidade.

c)

Recursos

ambientais,

a

atmosfera,

as

águas

interiores e subterrâneas, os estuários, o mar territorial, o solo, excluídos os elementos da biosfera, a fauna e a flora.

  • d) Meio ambiente, o conjunto de condições, leis,

influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 34 - Sobreatendimento@provadaordem.com.br 11 " id="pdf-obj-10-2" src="pdf-obj-10-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • 34 - Sobre a responsabilidade penal das pessoas

jurídicas e a correlata aplicação da pena pela prática de crimes ambientais, é CORRETO afirmar que

  • a) as penas aplicáveis isolada, cumulada ou

alternativamente às pessoas jurídicas condenadas pela prática de crimes ambientais são multa, restritivas de direitos e prestação de serviços à comunidade.

  • b) a responsabilidade penal das pessoas jurídicas pela

prática de crimes ambientais exclui a das pessoas físicas, autoras, coautoras ou partícipes do mesmo fato.

  • c) a pena restritiva de direito de proibição de contratar

com o Poder Público e dele obter subsídios,

subvenções ou doações possui prazo indeterminado de duração.

  • d) a responsabilidade penal das pessoas físicas

mandatárias sempre exclui a responsabilidade penal

da respectiva pessoa jurídica.

  • 35 - Marília celebrou com Cristiano, seu vizinho,

contrato de compra e venda de um piano, pelo qual ele lhe pagou a importância de R$ 1.000,00. No contrato, ajustaram que Marília entregaria o piano a Cristiano em data certa. Antes da tradição da coisa, mas depois de vencido o prazo para que ela fosse entregue a Cristiano, houve uma inesperada enchente, que inundou a casa de Marília e destruiu o piano. De acordo com o Código Civil, Marília, que estava em mora,

  • a) não responde pela impossibilidade da prestação,

eis que decorrente de caso fortuito.

b)

responde

pela

impossibilidade

da

prestação,

mesmo se provar isenção de culpa.

  • c) não responde pela impossibilidade da prestação,

eis que decorrente de força maior.

  • d) responde pela impossibilidade da prestação, salvo

se provar isenção de culpa, ou que o dano sobreviria ainda que a obrigação fosse oportunamente desempenhada.

36

-

No

que

se

refere

ao

adimplemento

das

obrigações, assinale a opção correta.

  • a) Será inválido pagamento de dívida de menor que

seja efetuado, de forma ciente, pelo pai dele, ainda que demonstre que o benefício foi efetivamente revertido em favor do incapaz.

b)

O

pagamento

da

dívida

deverá

ser

feito,

em

qualquer caso, exclusivamente ao credor.

  • c) Devedor cuja dívida seja paga por terceiro e que,

tendo ciência da perda da pretensão do credor, se

opuser ao adimplemento, não estará obrigado a reembolsar o pagador.

  • d) Caso seja ofertada prestação diversa da que lhe é

devida, o credor deverá consentir em recebê-la, desde

que seja mais valiosa que a original.

  • 37 - Uma empresa, com o intuito de promover uma

campanha comercial, divulgou, sem autorização, o nome de alguns funcionários em peças publicitárias de rádio e televisão. Nos termos do Código Civil brasileiro,

  • a) a divulgação do nome alheio, em propaganda

comercial, prescinde de autorização.

b)

a

conduta

da

empresa,

em

relação

aos

funcionários, feriu o direito da personalidade.

  • c) o nome alheio pode ser divulgado, sem autorização,

apenas em campanhas de rádio.

  • d) os funcionários devem abrir mão dos direitos da

personalidade para não perderem o emprego.

  • 38 - Com relação a contratos de doação, assinale a

alternativa correta.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 a) O doadoratendimento@provadaordem.com.br 12 " id="pdf-obj-11-2" src="pdf-obj-11-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • a) O doador pode estipular que os bens doados

voltem ao seu patrimônio, se sobreviver ao donatário. Não prevalece, contudo, cláusula de reversão em favor de terceiro.

b)Não se admite a doação verbal.

  • c) É possível renunciar antecipadamente ao direito de

revogar a liberalidade por ingratidão do donatário.

  • d) Não é possível revogar a doação, por ingratidão, se

o donatário caluniou o doador.

  • 39 - O Código Civil prevê que aquele que, por ato

ilícito, causar dano a outrem fica obrigado a repará-lo. A respeito da responsabilidade civil, assinale a alternativa correta.

  • a) O incapaz não responde pelos prejuízos que

causar, ainda que as pessoas por ele responsáveis

não tenham obrigação de fazê-lo ou não disponham de meios suficientes.

  • b) Os

donos de hotéis, hospedarias, casas ou

estabelecimentos onde se albergue por dinheiro, mesmo para fins de educação, não são responsáveis pelos seus hóspedes, moradores e educandos.

  • c) O dono ou detentor do animal ressarcirá os danos

por este causados, se não provar culpa da vítima ou

de força maior.

d)

O direito

de

exigir

reparação e a obrigação de

prestá-la não se transmitem com a herança.

  • 40 - O Código Civil Brasileiro, de 2002, assegura

que o domicílio do itinerante será o local onde ele

  • a) permanecer mais tempo.

  • b) for encontrado.

  • c) possuía a sua última residência conhecida.

d)possui sua inscrição eleitoral.

41 - Acerca da ordem de vocação hereditária, assinale a alternativa CORRETA.

a)

No regime de comunhão parcial em que o autor da

herança

não

tenha

deixado

bens

particulares,

o

cônjuge

sobrevivente

não

concorre

com

os

descendentes.

 

b)

Não há limite de direito de representação na classe

dos colaterais.

 

c)

Em concorrência com descendentes apenas do

autor da herança, caberá ao cônjuge sobrevivente quota nunca inferior à quarta parte da herança.

d)

Concorrendo com ascendentes em segundo grau,

ao cônjuge tocará um terço da herança.

42 - No que se refere à infância e adolescência, a exploração sexual comercial pode ser entendida como o uso da criança ou do adolescente em atividade sexual em troca de remuneração ou qualquer outra forma de compensação, de forma independente ou sob patrocínio, apoio ou incentivo de terceiro, seja de modo presencial ou por meio eletrônico.

Sob a luz do ECA constitui-se crime submeter criança ou adolescente, à prostituição ou à exploração sexual, com pena de reclusão de quatro a dez anos, e multa. Acerca dos locais onde se identificam tais práticas pode-se afirmar que:

  • a) São distintas as penas para o proprietário, para o

gerente/responsável e para os funcionários do local em que se verifique a submissão de criança ou adolescente às referidas práticas.

  • b) Incorrem nas mesmas penas o proprietário, o

gerente e os funcionários do local em que se verifique

a submissão de criança ou adolescente às referidas práticas.

  • c) Constitui efeito obrigatório da condenação o

fechamento do estabelecimento por, pelo menos, 30 dias, a contar da data da identificação da ocorrência.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 d) Incorrem nasatendimento@provadaordem.com.br 13 " id="pdf-obj-12-2" src="pdf-obj-12-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • d) Incorrem nas mesmas penas o proprietário e o

gerente/responsável do local em que se verifique a

submissão de criança ou adolescente às referidas práticas.

43 - A criança e o adolescente têm direito à liberdade, ao respeito e à dignidade como pessoas humanas em processo de desenvolvimento e como sujeitos de direitos civis, humanos e sociais garantidos na Constituição e nas leis. O direito à liberdade, de acordo com a Lei 8.069/00 - Estatuto da Criança e do Adolescente - compreende os seguintes aspectos:

a)

A inviolabilidade da integridade física, psíquica e

moral da criança e do adolescente.

 

b)

A participação na vida política, na forma da lei.

 

c)

A preservação da imagem, ideias e crenças, dos

espaços

e

objetos

pessoais

da

criança

e

do

adolescente.

 

d)

A inviolabilidade da integridade física, intelectual e

moral da criança e do adolescente.

 

44 - Em relação à disciplina do Código de Defesa do Consumidor sobre os contratos de adesão, assinale a afirmativa correta.

a)

A inserção de cláusula no formulário não desfigura

a natureza de adesão do contrato.

 

b)

Nos

contratos

de

adesão

não

se

admite

em

nenhuma hipótese a cláusula resolutória.

 

c)

Os contratos de adesão escritos serão redigidos em

termos claros e com caracteres ostensivos e legíveis, cujo tamanho da fonte poderá ser livremente escolhido pelo fornecedor, de modo a facilitar sua compreensão pelo consumidor.

d)

As cláusulas dos contratos de adesão devem ser

aprovadas pela autoridade competente ou estabelecidas unilateralmente pelo fornecedor de produtos ou serviços, ainda que o consumidor tenha a

possibilidade efetiva de discutir ou modificar substancialmente seu conteúdo.

45 - Suponha que ocorra uma explosão de tubulação de gás canalizado a qual passe sob uma determinada rua e que este fato cause a morte de um pedestre, que transitava pelo local e não possui fornecimento de gás encanado em seu domicílio, situado em local muito distante daquele em que ocorreu o acidente. Diante do previsto no Código de Defesa do Consumidor, a concessionária do serviço de distribuição de gás canalizado responsável pela tubulação em questão

  • a) deve responder

pela

reparação

dos

danos

causados à vítima, mediante a demonstração de dolo ou culpa, já que a vítima do evento não pode ser equiparada ao consumidor para essa finalidade.

  • b) deve responder pela reparação dos danos

causados à vítima, mediante a demonstração de dolo ou culpa, mas com direito de regresso em face do

Poder Concedente, porque a vítima não se equipara a consumidor.

  • c) não deve responder pela reparação dos danos

causados à vítima, pois os serviços públicos, sejam

eles prestados diretamente pelo Estado, ou por terceiros, mediante concessão, não se submetem à disciplina do Código de Defesa do Consumidor.

  • d) deve responder, independentemente da existência

de culpa, pela reparação dos danos causados à vítima, pois a vítima do evento é equiparada ao consumidor para essa finalidade.

46 - A reorganização societária é uma realidade presente no mundo empresarial por diversos motivos, dentre os quais podem ser citados: a otimização de recursos, a redução legal de carga tributária e a busca de sinergias. A operação pela qual uma ou mais sociedades são absorvidas por outra, que lhes sucede em todos os direitos e obrigações é denominada:

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 a) ​ Cisão.atendimento@provadaordem.com.br 14 " id="pdf-obj-13-2" src="pdf-obj-13-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

a)Cisão.

b)Fusão.

c)Reconvenção.

d)Incorporação.

47 - Considerando as disposições contidas na Lei nº 11.101/2005, Lei de Falências e Recuperação de Empresas, assinale a alternativa CORRETA.

  • a) O mandato conferido pelo devedor, antes da

falência, para a realização de negócios, cessará seus efeitos com a decretação da falência, cabendo ao mandatário prestar contas de sua gestão. Idêntico destino terá o mandato conferido para representação judicial do devedor.

  • b) O administrador judicial poderá alugar bens da

massa falida, com o objetivo de produzir renda para a

massa falida, mediante autorização do Comitê. Se o contrato houver sido celebrado por prazo determinado, o bem alugado somente poderá ser alienado ao término do prazo, ou, a qualquer tempo, mediante pagamento de multa.

  • c) A decretação da falência suspende o exercício do

direito de retenção sobre os bens sujeitos à arrecadação, os quais deverão ser entregues ao administrador judicial, bem como o exercício do direito de retirada ou de recebimento do valor de suas quotas ou ações, por parte dos sócios da sociedade falida.

d)

Ato

contínuo

à

assinatura

do

termo

de

compromisso, o administrador judicial efetuará a arrecadação dos bens e documentos e a avaliação dos bens, separadamente ou em bloco, no local em que se encontrem, requerendo ao juiz, para esses fins, as medidas necessárias. Os bens arrecadados não poderão ser removidos, ficando sob a guarda e responsabilidade do administrador judicial.

48

-

Sobre

o

registro

empresarial,

alternativa CORRETA.

assinale

a

  • a) Não poderão as juntas comerciais se recusar a

registrar contrato social ou alterações contratuais de sociedade limitada que envolva sócio incapaz, desde

que atendidos, de forma conjunta, os seguintes pressupostos: o sócio incapaz não pode exercer a administração da sociedade; o capital social deve ser totalmente integralizado; o sócio relativamente incapaz deve ser assistido e o absolutamente incapaz deve ser representado.

b) Nas juntas comerciais, o Pedido de Reconsideração terá por objeto obter a revisão de despachos singulares ou de Turmas que formulem exigências para o deferimento do arquivamento e será apresentado no prazo para cumprimento da exigência para apreciação pela autoridade recorrida em 5 (cinco) dias úteis ou 8 (oito) dias úteis, respectivamente.

c) Qualquer pessoa, desde que prove interesse específico, poderá, gratuitamente, mediante autorização judicial, consultar os assentamentos existentes nas juntas comerciais e obter certidões.

d)

A

sociedade

que

não

proceder

a

qualquer

arquivamento

no

período

de

5

(cinco)

anos

consecutivos

será

considerada

 

inativa

e,

automaticamente, terá o seu registro cancelado

49 - Sobre as sociedades anônimas, assinale a alternativa CORRETA.

a) O número de ações preferenciais sem direito a voto, ou sujeitas a restrição no exercício desse direito, não pode ultrapassar 2/3 (dois terços) do total das ações emitidas.

b) A companhia pode criar, a qualquer tempo, títulos negociáveis, sem valor nominal e estranhos ao capital social, denominados "partes beneficiárias". Tais títulos conferirão aos seus titulares, nas condições constantes do certificado, direito de subscrever ações do capital social, que será exercido mediante apresentação do título à companhia e pagamento do preço de emissão das ações.

c) O conselho de administração, cuja existência não é obrigatória nas companhias fechadas, é órgão de deliberação colegiada composto por, no mínimo, 3 (três) membros, eleitos pela assembleia-geral e por ela destituíveis a qualquer tempo.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 d) A diretoriaatendimento@provadaordem.com.br 15 " id="pdf-obj-14-2" src="pdf-obj-14-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • d) A

diretoria poderá suspender o exercício dos

direitos do acionista que deixar de cumprir obrigação imposta pela lei ou pelo estatuto, cessando a suspensão logo que cumprida a obrigação.

  • 50 - De acordo com os preceitos do direito civilista

relacionados aos títulos de créditos é correto

afirmar, EXCETO:

a)

É

à

vista

o título

de

indicação de vencimento.

crédito que não contenha

  • b) Deve o título de crédito conter a data da emissão, a

indicação precisa dos direitos que confere, e a

assinatura do emitente.

  • c) A transferência

do título

de crédito implica

a

de

todos os direitos que lhe são inerentes.

  • d) O pagamento de título de crédito, que contenha

obrigação de pagar soma determinada, não pode ser

garantido por aval.

  • 51 -

Da decisão interlocutória que acolher ou

rejeitar

o

incidente

de desconsideração da

personalidade jurídica, a)na fase de cognição, cabe mandado de segurança.

  • b) se proferida pelo relator em incidente instaurado

originariamente no tribunal, cabe agravo interno.

  • c) na fase de execução, cabem embargos à execução,

desde que garantido o juízo. d)na fase de cognição, cabe recurso ordinário.

  • 52 - Sobre a competência no Código de Processo

Civil, assinale a afirmativa correta.

  • a) A reunião de ações conexas pode se dar a qualquer

tempo, independentemente da prolação de sentença

em algum dos processos.

  • b) As decisões do juízo absolutamente incompetente

são nulas.

  • c) Serão reunidos, para julgamento conjunto, os

processos que possam gerar risco de prolação de

decisões conflitantes ou contraditórias caso decididos separadamente, mesmo sem conexão entre eles.

  • d) Quando houver continência,

necessariamente reunidas.

as ações serão

53 - Mateus realizou um contrato escrito para compra de um veículo de propriedade de Gabriel, no qual aquele pagaria a este o valor de dez mil reais pelo bem, no prazo de trinta dias da entrega, em dinheiro e diretamente na residência de Gabriel. Ocorre que Gabriel encontrava-se de mudança e, na pressa de perfectibilizar o negócio, realizou a entrega do bem, porém não informou seu novo endereço. Diante da impossibilidade de realizar o pagamento conforme disposição contratual, Mateus buscou a tutela jurisdicional estatal para se ver livre de sua obrigação, depositando o valor em juízo. De acordo com o Código de Processo Civil de 2015, em sede de Ação de Consignação em Pagamento, em relação à defesa do réu, assinale a alternativa correta.

  • a) Poderá alegar, diante de inexistência de tentativa

de consignação em pagamento extrajudicial por parte do autor, que estará este eivado pela falta de interesse de agir.

b)

Poderá

alegar

a

inexigibilidade

do

título

ou

inexequibilidade da obrigação.

  • c) Poderá solicitar a condenação do autor em perdas

e danos e indenização de frutos, com base na mora

no pagamento.

  • d) Poderá alegar que foi justa a recusa, o depósito

não se efetuou no prazo ou no lugar do pagamento,

ou o depósito não é integral.

54 - Sobre a penhora é CORRETO afirmar:

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 a) Poderá haveratendimento@provadaordem.com.br 16 " id="pdf-obj-15-2" src="pdf-obj-15-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • a) Poderá haver requerimento de substituição quando

a penhora incidir sobre bens de baixa liquidez, exceto

se observada a ordem legal de nomeação.

b)

Quando

se

tratar

de

ativos

financeiros,

a

determinação de indisponibilidade que precede a

conversão em penhora dar-se-á mediante prévia ciência do ato ao executado.

  • c) No caso de penhora de crédito, se o terceiro negar

o débito em conluio com o executado, a quitação dada pelo terceiro será considerada inválida perante o processo.

  • d) A penhora de percentual de faturamento de

empresa, segundo a lei, é medida subsidiária e será

determinada se o executado não tiver outros bens penhoráveis ou se eles forem insuficientes ou de difícil alienação.

55 - Marlene ajuizou ação de indenização por danos morais contra Salete, sendo que seu pedido foi julgado procedente, condenando a ré em dez mil reais. Transitada em julgado a sentença, Salete não realizou o pagamento, mesmo diante de intimação solicitada por Marlene para que viesse a cumprir sua obrigação definida em sentença. Diante da inadimplência, Marlene requereu a instauração da fase de cumprimento de sentença visando forçar o cumprimento da obrigação definida pelo título judicial. De acordo com o Código de Processo Civil de 2015, quanto ao procedimento de Cumprimento de Sentença Por Quantia Certa, assinale a alternativa correta.

  • a) Caso Salete realize impugnação ao cumprimento

de sentença manejado por Marlene, não poderá ela se

valer de pedido de suspensão do cumprimento de sentença, visto que o Código de Processo Civil de 2015 veda tal possibilidade.

  • b) Caso Salete realize impugnação ao cumprimento

de sentença manejado por Marlene, limitando sua alegação a excesso de execução sem apresentar memória de cálculo do valor que entende devido, sua impugnação sofrerá rejeição liminar.

  • c) Para que possa Marlene manejar seu cumprimento

de sentença, poderá ela realizar a mera alegação do

valor que se entende devido, sendo tal ato suficiente para basear o pedido de instauração do cumprimento de sentença de pagamento de quantia, cabendo ao alegado devedor discutir o valor, caso equivocado.

  • d) Caso Salete verifique a possibilidade e interesse de

manejo de impugnação ao cumprimento de sentença, será ela obrigada a realizar a garantia do juízo, sendo aceitas tanto a caução quanto eventual penhora já realizada nos autos.

  • 56 - Em uma audiência de instrução e julgamento,

os procuradores do autor e do réu perceberam a

possibilidade

de

se

obter

uma composição

extrajudicial do feito, uma vez que esta não era

possível naquele momento. Assim,

convencionaram,

em

conjunto,

pelo

sobrestamento dos atos do processo pelo prazo

de

um ano,

por considerarem que esse seria o

tempo máximo necessário para que obtivessem junto aos seus clientes a solução amigável do conflito.

Nesse quadro, deverá o julgador:

a)

admitir a suspensão do feito pelo prazo de um ano,

pois há que se fomentar a atividade de composição

dos conflitos.

 

b)

inadmitir

a

suspensão

do

feito

pelo

prazo

pretendido,

uma vez

que o

prazo máximo,

nessa

hipótese, seria de seis meses.

 

c)

inadmitir a suspensão do feito e designar nova data

para a audiência, intimando todos os presentes desta decisão.

d)

extinguir

o feito, uma vez que a hipótese em tela

seria equivalente à paralisação do feito por negligência das partes.

  • 57 - O autor, na petição inicial, formulou o pedido

principal de restituição de seu automóvel, que estava na posse do réu e que lhe custou 100 mil

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 reais. Todavia, anteatendimento@provadaordem.com.br 17 " id="pdf-obj-16-2" src="pdf-obj-16-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

reais. Todavia, ante o receio de que esse pedido não fosse mais passível de acolhimento, formulou um pleito subsidiário de perdas e danos, no valor de 100 mil reais. Fixou o demandante, então, o valor da causa em 200 mil reais, resultado da soma dos valores dos dois pedidos.

Nesse quadro:

a)

agiu corretamente o autor,

pois

no caso

há uma

cumulação simples, e o valor de 200 mil reais representa a soma dos dois pedidos.

b)

agiu corretamente o autor, pois a fixação do valor

da causa é livre, podendo o autor atribuir o valor que

entender correto, impugná-lo.

devendo

o

réu,

se

discordar,

c)

agiu

corretamente o autor, pois a cumulação

sucessiva no caso importa na soma dos valores de

todos os pedidos formulados.

 

d)

agiu equivocadamente o autor, pois na cumulação

subsidiária o valor da causa deve corresponder apenas ao valor pretendido no pedido principal.

58

-

Mário

subtraiu

uma

TV

do

seu

local

de

trabalho. Ao chegar em casa com a coisa

subtraída, é convencido pela esposa a devolvê-la,

o que efetivamente vem a fazer no dia seguinte,

quando

o

fato

havia

sido

registrado

na

delegacia.

 

O comportamento de Mário, de acordo com a teoria do delito, configura

a)

desistência voluntária, não podendo responder por

furto.

 

b)

arrependimento eficaz, não podendo responder por

furto.

 

c)

arrependimento

posterior,

com

reflexo

exclusivamente no processo dosimétrico da pena.

d)

furto, sendo totalmente irrelevante a devolução do

bem a partir de convencimento da esposa.

  • 59 - Joaquim, conduzindo seu veículo automotor

(que se encontrava sem as placas de identificação) em velocidade superior à máxima permitida para a via - 50km/h -, pratica o crime de lesões corporais culposas em virtude da sua não observância ao dever objetivo de cuidado no trânsito.

Com base na situação acima e à luz do Código de Trânsito Brasileiro, assinale a alternativa correta.

  • a) Por se tratar a lesão corporal culposa praticada na

direção de veículo automotor de uma infração de

menor potencial ofensivo, Joaquim responderá pelo seu crime no Juizado Especial Criminal.

  • b) Sem prejuízo da pena de detenção correspondente,

Joaquim estará sujeito à suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.

  • c) Pelo fato de Joaquim praticar o fato na condução de

veículo automotor sem placas de identificação, o Juiz

poderá, caso entenda necessário, agravar a penalidade do crime.

d)

A

pena

a

que Joaquim estará

sujeito não

se

alterará se a lesão corporal culposa for praticada em

faixa de pedestres ou mesmo na calçada.

  • 60 - No curso de uma assembleia de condomínio

de prédio residencial foram discutidos e tratados vários pontos. O morador Rodrigo foi o designado para redigir a ata respectiva, descrevendo tudo que foi discutido na reunião. Por esquecimento, deixou de fazer constar ponto relevante debatido, o que deixou Lúcio, um dos moradores, revoltado ao receber cópia da ata. Indignado, Lúcio promove o devido registro na delegacia própria, comprovando que Rodrigo, com aquela conduta, havia lhe causado grave prejuízo financeiro.

Após oitiva dos moradores do prédio, em que todos confirmaram que o tema mencionado por Lúcio, de fato, fora discutido e não constava da ata, o Ministério Público ofereceu denúncia em

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 face de Rodrigo,atendimento@provadaordem.com.br 18 " id="pdf-obj-17-2" src="pdf-obj-17-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

face de Rodrigo, imputando-lhe a prática do crime de falsidade ideológica de documento público.

Considerando que todos os fatos acima destacados foram integralmente comprovados no curso da ação, o(a) advogado(a) de Rodrigo deverá alegar que

  • a) ele deve ser absolvido por respeito ao princípio da

correlação, já que a conduta por ele praticada melhor se adéqua ao crime de falsidade material, que não foi descrito na denúncia.

  • b) sua conduta deve ser desclassificada para crime de

falsidade ideológica culposa.

  • c) a pena a ser aplicada, apesar da prática do crime

de falsidade ideológica, é de 01 a 03 anos de

reclusão, já que a ata de assembleia de condomínio é documento particular e não público.

d)ele deve ser absolvido por atipicidade da conduta.

61 - José, mestre de obras, foi contratado para realizar a reforma de um escritório no centro da cidade de Niterói. Durante a reforma, José, sem analisar a planta do edifício, derruba uma parede do escritório, com o intuito de unir duas salas contíguas. Dois dias após a derrubada da parede, o prédio desaba, e, no desabamento, morre uma pessoa que estava no local na hora da queda. A perícia consegue apurar que a queda foi provocada pela obra realizada por José, que não poderia derrubar a parede, pois esta seria estrutural no edifício.

Diante dos fatos narrados, assinale a opção que indica a responsabilidade penal de José.

  • a) Desabamento doloso em concurso formal com o

crime de homicídio doloso.

d) Desabamento culposo, circunstanciado pela causa de aumento de pena em razão da morte dolosa da vítima.

  • 62 - Patrício, ao chegar em sua residência,

constatou o desaparecimento de um relógio que havia herdado de seu falecido pai. Suspeitando de um empregado que acabara de contratar para

trabalhar em sua casa e que ficara sozinho por

todo o dia

no local, Patrício registrou o fato na

Delegacia própria, apontando, de maneira

precipitada, o empregado como autor da subtração, sendo instaurado o respectivo inquérito em desfavor daquele “suspeito”. Ao final da investigação, o inquérito foi arquivado a

requerimento do

Ministério Público, ficando

demonstrado que o indiciado não fora o autor da infração.

Considerando que

Patrício

deu

causa

à

instauração de inquérito policial em desfavor de empregado cuja inocência restou demonstrada, é

correto

afirmar

que

o seu comportamento

configura a)fato atípico. b)crime de denunciação caluniosa dolosa. c)crime de denunciação caluniosa culposa. d)calúnia.

  • 63 - John, cidadão inglês, capitão de uma

embarcação particular de bandeira americana, é assassinado por José, cidadão brasileiro, dentro do aludido barco, que se encontrava atracado no Porto de Santos, no Estado de São Paulo.

 

Nesse

contexto,

é correto afirmar que a lei

  • b) Desabamento doloso em concurso material com o

brasileira

crime de homicídio culposo.

  • c) Desabamento culposo, circunstanciado pela causa

de aumento de pena em razão da morte culposa da vítima.

a) não é aplicável, uma vez que a embarcação é americana, devendo José ser processado de acordo com a lei estadunidense.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 b) é aplicável,atendimento@provadaordem.com.br 19 " id="pdf-obj-18-2" src="pdf-obj-18-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

b)

é aplicável, uma vez que a embarcação estrangeira

de propriedade privada estava atracada em território nacional.

c)

é aplicável, uma vez que o crime, apesar de haver

sido cometido em território estrangeiro, foi praticado por brasileiro.

d)

não é aplicável, uma vez que, de acordo com a

Convenção de Viena, é competência do Tribunal Penal Internacional processar e julgar os crimes praticados em embarcação estrangeira atracada em território de país diverso.

64

-

Quando

se

tratar

de

acusação relativa à

prática

de

infração

penal

de

menor

potencial

ofensivo,

cometida

por

estudante de direito, a

competência jurisdicional

será

determinada

pelo(a)

 

a)

Natureza da infração praticada e pelo local em que

tiver se consumado o delito. b)Local em que tiver se consumado o delito.

 

c)Natureza da infração praticada. d)Natureza da infração praticada e pela prevenção.

65 - Ao proferir sentença, o magistrado, reputando irrelevantes os argumentos desenvolvidos pela defesa, deixa de apreciá-los, vindo a condenar o acusado. Com base no caso acima, assinale a alternativa correta.

a)

Como é causa de nulidade da sentença, a falta de

fundamentação deve ser arguida inicialmente por meio de embargos de declaração, que, se não forem opostos, gerarão a preclusão da alegação, pois a nulidade decorrente da falta de fundamentação do decreto condenatório importa em nulidade relativa.

b)

Como é causa de nulidade absoluta da sentença, a

falta de fundamentação não precisa ser arguida por meio de embargos de declaração, devendo necessariamente, no entanto, ser sustentada no

recurso de apelação para poder ser conhecida pelo Tribunal.

  • c) Como é causa de nulidade absoluta da sentença, a

falta de fundamentação não precisa ser arguida nem por meio de embargos de declaração, nem no recurso de apelação, podendo ser conhecida de ofício pelo Tribunal.

  • d) Como reputou irrelevantes as alegações feitas pela

defesa, o magistrado não precisava tê-las apreciado na sentença proferida, não havendo qualquer nulidade processual, pois não há nulidade sem prejuízo.

  • 66 - Melinda Cunha foi denunciada pela prática do

crime de bigamia. Ocorre que existe ação em curso no juízo cível onde se discute a validade do primeiro casamento celebrado pela denunciada. Entendendo o magistrado penal que a existência da infração penal depende da solução da controvérsia no juízo cível e que esta é séria e fundada, estaremos diante de:

  • a) prejudicial obrigatória, o que levará à suspensão do

processo criminal e do prazo prescricional.

b)

prejudicial

facultativa,

podendo

o

magistrado

suspender o processo por, no máximo, 06 meses.

  • c) prejudicial obrigatória, o que levará à suspensão do

processo criminal, mas não do curso do prazo prescricional.

d)

prejudicial

facultativa,

podendo

o

magistrado

suspender o processo por, no máximo, 01 ano.

  • 67 - João foi denunciado pela prática do crime de

furto qualificado previsto no Art. 155, § 4º, inciso I,

do Código Penal. Em primeira instância, João foi absolvido. Em sede de recurso de apelação apresentado pelo Ministério Público, houve provimento parcial do recurso, sendo o agente condenado de maneira unânime. Apesar da unanimidade na condenação, o reconhecimento da qualificadora restou afastado por maioria de votos. Ademais, um dos desembargadores ainda votou

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 pelo reconhecimento doatendimento@provadaordem.com.br 20 " id="pdf-obj-19-2" src="pdf-obj-19-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

pelo reconhecimento do privilégio do Art. 155, § 2º, do CP, mas restou isolado e vencido. Insatisfeito com a condenação pelo furto simples, o Ministério Público apresenta embargos infringentes em busca do reconhecimento da qualificadora.

Considerando apenas as informações narradas, é correto afirmar que o advogado de João, sob o ponto de vista técnico, deverá defender

  • a) o não conhecimento dos embargos infringentes

apresentados pelo Ministério Público e apresentar recurso de embargos infringentes em busca da absolvição de João.

  • b) o conhecimento e não provimento dos embargos

infringentes apresentados pelo Ministério Público e apresentar embargos infringentes em busca do reconhecimento do privilégio.

  • c) o não conhecimento dos embargos infringentes

apresentados pelo Ministério Público e apresentar

embargos infringentes em busca do reconhecimento do privilégio.

  • d) o conhecimento e não provimento dos embargos do

Ministério Público e não poderá apresentar recurso de embargos infringentes.

68 - José Augusto foi preso em flagrante delito pela suposta prática do crime de receptação (Art. 180 do Código Penal – pena: 01 a 04 anos de reclusão e multa). Em que pese seja tecnicamente primário e de bons antecedentes e seja civilmente identificado, possui, em sua Folha de Antecedentes Criminais, duas anotações pela prática de crimes patrimoniais, sem que essas ações tenham resultados definitivos.

Neste caso, de acordo com as previsões expressas do Código de Processo Penal, assinale a afirmativa correta.

  • a) Estão preenchidos os requisitos para decretação da

prisão preventiva, pois as ações penais em curso demonstram a existência de risco para a ordem pública.

  • b) A autoridade policial não poderá arbitrar fiança

neste caso, ficando tal medida de responsabilidade do magistrado.

c)

Antes

de

decidir

pela liberdade provisória ou

conversão em preventiva, poderá a prisão em flagrante do acusado perdurar pelo prazo de 10 dias úteis, ou seja, até o oferecimento da denúncia.

  • d) O juiz não poderá converter a prisão em flagrante

em preventiva, mas poderá aplicar as demais medidas

cautelares.

69 - Assinale a alternativa correta à luz da doutrina referente ao Tribunal do Júri.

  • a) São princípios que informam o Tribunal do Júri: a

plenitude de defesa, o sigilo das votações, a soberania

dos veredictos e a competência exclusiva para julgamento dos crimes dolosos contra a vida.

  • b) A natureza jurídica da sentença de pronúncia (em

que o magistrado se convence da existência material do fato criminoso e de indícios suficientes de autoria) é de decisão interlocutória mista não terminativa.

  • c) O rito das ações de competência do Tribunal do Júri

se desenvolve em duas fases: judicium causae e judicium accusacionis. O judicium accusacionis se inicia com a intimação das partes para indicação das provas que pretendem produzir e tem fim com o trânsito em julgado da decisão do Tribunal do Júri.

  • d) Alcançada a etapa decisória do sumário da culpa, o

juiz poderá exarar quatro espécies de decisão, a

saber: pronúncia, impronúncia, absolvição sumária e condenação.

70 - Gerson foi contratado em 19/02/2018 pela empresa Oba Oba Festas e Eventos Ltda., na modalidade de trabalho intermitente. Por se tratar de forma nova de contratação, Gerson tem dúvidas em relação às consequências caso recuse a oferta de trabalho pelo empregador. Considerando o que prevê a Lei no 13.467/2017, a

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 a) recusa daatendimento@provadaordem.com.br 21 " id="pdf-obj-20-2" src="pdf-obj-20-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

a)

recusa da oferta não descaracteriza a subordinação

para fins do contrato de trabalho intermitente.

 

b)

possibilidade

de

recusa

da oferta demonstra

inexistir subordinação em tal modalidade de contrato, razão pela qual Gerson não é considerado empregado, mas sim mero trabalhador intermitente.

c)

recusa da oferta de trabalho não é permitida pelo

legislador, restando descaracterizado o contrato de

trabalho intermitente caso isso ocorra.

 

d)

recusa da oferta representa modalidade de justa

causa

específica

para

o

contrato

de

trabalho

intermitente.

 

71 - Conforme a legislação trabalhista brasileira, o repouso semanal remunerado é:

a)obrigatório desde que previsto no contrato.

 

b)

obrigatório e compulsoriamente aos domingos.

c)opcional e exclusivamente aos domingos.

d)obrigatório e preferencialmente aos domingos.

72 - Para efeitos legais, salvo algumas exceções previstas, nas atividades urbanas é considerado trabalho noturno aquele que se realiza entre

a)22.00h e 06.00h. b)21.00h e 05.00h. c)22.00h e 05.00h. d)23.00h e 05.00h.

73 - Valéria, empregada da empresa “R”, está preocupada com as mudanças ocorridas na Consolidação das Leis do Trabalho, notadamente com o seu intervalo para repouso ou alimentação.

Considerando que ela possui jornada de trabalho diária de cinco horas, o seu intervalo para repouso ou alimentação

  • a) continua sendo obrigatório de, no mínimo, quinze

minutos.

  • b) continua sendo obrigatório de, no mínimo, trinta

minutos.

  • c) continua sendo obrigatório de, no mínimo, vinte

minutos. d)passou a ser obrigatório de, no mínimo, uma hora.

74

-

Rosana

e

Marcela

são empregadas da

empresa “D”. Apesar de trabalharem na mesma

empresa, elas laboram em atividades

consideradas insalubres, respectivamente, em grau médio e mínimo. No começo deste ano, Rosana e Marcela deram à luz seus filhos, Bernardo e Frederico, respectivamente, sendo que, coincidentemente, as empregadas devem

retornar

ao

trabalho

na próxima segunda-feira.

Considerando que ambas estão amamentando seus filhos, de acordo com a Consolidação das

Leis do Trabalho, sem prejuízo de sua remuneração, nessa situação:

  • a) Incluído o valor do adicional de insalubridade,

ambas as empregadas deverão afastar-se das atividades consideradas insalubres que exerciam quando apresentarem atestado de saúde, emitido por médico de confiança delas, recomendando o afastamento.

  • b) Não incluso o valor do adicional de insalubridade,

ambas as empregadas deverão afastar-se das atividades consideradas insalubres que exerciam quando apresentarem atestado de saúde, emitido por médico de confiança delas, recomendando o afastamento.

  • c) Incluído o valor do adicional de insalubridade,

ambas as empregadas deverão afastar-se das atividades consideradas insalubres que exerciam independentemente de apresentarem qualquer

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 atestado de saúde,
SIMULADO
1º Simuladão Prova da Ordem
|
XXVIII Exame de Ordem
| 21/12/18
atestado
de
saúde,
tratando-se
de
um
direito
constitucionalmente garantido.
estabilidade sindical, até a decisão final do inquérito
em que se apure a falta grave a ele imputada.
  • d) Não incluso o valor do adicional de insalubridade,

somente Rosana deverá afastar-se das atividades consideradas insalubres que exercia quando apresentar atestado de saúde, emitido por médico de sua confiança, recomendando o afastamento.

  • 75 - No que tange aos direitos fundamentais ao

direito do trabalho do menor, assinale a alternativa correta.

  • a) O adolescente, até completar 16 anos, não poderá

realizar trabalho considerado perigoso ou insalubre.

  • b) O adolescente, a partir dos 13 anos, pode trabalhar

como aprendiz, desde que preservado o direito à educação e o horário de trabalho seja compatível com a frequência escolar.

  • c) Ao adolescente que exerce trabalho na condição de

aprendiz são obrigatoriamente assegurados os direitos

trabalhistas e previdenciários.

  • d) É permitido qualquer trabalho, salvo na condição de

aprendiz, em que lhe é assegurada a bolsa de aprendizagem.

  • 76 - Conceder-se-á mandado de segurança para

proteger direito líquido e certo, não amparado por habeas corpus ou habeas data, sempre que, ilegalmente ou com abuso de poder, qualquer pessoa física ou jurídica sofrer violação ou houver justo receio de sofrê-la por parte de autoridade, seja de que categoria for e sejam quais forem as funções que exerça. No processo do trabalho, de acordo com o entendimento pacificado pelo TST,

  • a) fere direito líquido e certo o prosseguimento da

execução quanto aos tópicos e valores não

especificados no agravo de petição.

  • b) constitui direito líquido e certo do empregador a

suspensão do empregado, ainda que detentor de

  • c) em execução definitiva, tem o executado direito

líquido e certo a que os valores penhorados em

dinheiro fiquem depositados no próprio banco, ainda que haja discordância do credor.

  • d) fere direito líquido e certo a concessão de liminar

obstativa de transferência de empregado.

77 - Considerando as regras legais em relação à liquidação de sentença e à execução no processo do trabalho,

  • a) a execução poderá ser promovida por qualquer

interessado ou ex officio pelo próprio Juiz ou pelo

Presidente do Tribunal competente.

  • b) é facultado ao devedor o pagamento imediato da

parte que entender devida à Previdência Social, sem

prejuízo da cobrança de eventuais diferenças encontradas na execução ex officio.

  • c) a exigência de garantia ou penhora se aplica às

entidades filantrópicas e/ou àqueles que compõem ou compuseram a diretoria dessas instituições.

  • d) elaborada a conta e tornada líquida, o juízo poderá

abrir às partes prazo comum de cinco dias para impugnação fundamentada com a indicação dos itens e valores objeto da discordância, sob pena de preclusão.

78 - Situação Hipotética: Maurício ajuizou reclamação trabalhista contra a empresa Panos e Pratos Ltda, pleiteando o pagamento de horas extras e dano moral. Foi expedida citação para a empresa reclamada, pelo correio, porém a entrega foi em endereço errado e distinto da sede da Panos e Pratos Ltda. Contudo, a reclamada, em audiência, apresentou defesa e juntou documentos. Após regular instrução do processo, o magistrado condenou a empresa a pagar todos os pedidos contidos na Petição Inicial.

Acerca do caso, pode-se considerar:

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 a) Pelo princípioatendimento@provadaordem.com.br 23 " id="pdf-obj-22-2" src="pdf-obj-22-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

  • a) Pelo princípio da instrumentalidade das formas, a

citação

no

processo

sentença também.

acima

é

nula

e,

portanto,

a

  • b) Pelo princípio do contraditório, a falha na citação da

reclamada torna nula a sentença.

  • c) Pelo princípio do devido processo legal, a citação

no processo acima contém uma nulidade de natureza

absoluta e, portanto, deveria ser declarada ex-officio pelo Juiz.

  • d) Pelo princípio da instrumentalidade das formas a

citação no processo acima não é nula e, portanto, a

sentença é válida.

  • b) ao fixar o valor, o juízo deverá respeitar o limite

máximo estabelecido na CLT de 10 salários mínimos.

  • c) é faculdade da reclamada antecipar valores para

custeio dos honorários periciais, mas apenas será responsável pelo seu pagamento na hipótese de o laudo pericial ser favorável ao reclamante.

  • d) o

limite máximo para fixação dos honorários

periciais será definido pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho, sendo lícito ao juízo deferir seu parcelamento.

79 - Com relação aos recursos no processo do trabalho, considerando a previsão normativa, é correto afirmar que:

  • a) Contra sentenças definitivas das varas e juízos ou

acórdão originário do TRT, é cabível Agravo de

Instrumento no prazo de oito dias.

  • b) É cabível o Recurso de Revista, no prazo de oito

dias, contra sentença em execução endereçada ao TRT.

  • c) Cabem Embargos de Declaração ao juízo prolator

da sentença em caso de omissão, obscuridade ou

contradição, no prazo de cinco dias, e sua interposição interrompe o prazo para outros recursos.

  • d) A

Recurso Extraordinário é de competência

exclusiva do STF e serve para corrigir decisões que contrariam a Constituição Federal, devendo ser interposto no juízo ad quem que proferiu a decisão.

80 - Com relação ao que prevê a CLT acerca dos honorários periciais,

  • a) a União será sempre responsável pelo pagamento

dos honorários periciais no Processo do Trabalho quando vencido o reclamante, sendo beneficiário da justiça gratuita.

SIMULADO 1º Simuladão Prova da Ordem | XXVIII Exame de Ordem | 21/12/18 GABARITO 1 2atendimento@provadaordem.com.br 24 " id="pdf-obj-23-2" src="pdf-obj-23-2.jpg">

SIMULADO

1º Simuladão Prova da Ordem

|

XXVIII Exame de Ordem

| 21/12/18

GABARITO

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

C

C

B

C

D

A

D

B

D

B

C

A

D

D

A

D

B

D

A

C

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

D

B

A

D

C

D

A

A

C

D

A

B

D

A

D

D

B

A