Vous êtes sur la page 1sur 3

11/11/2018 Passei Direto: Fundamentos de Transferência de Momento, de Calor e de Massa, 6ª edição

O coeficiente do fator de atrito foi relacionado ao mesmo gradiente de velocidade por

Usando essa definição, podemos rearranjar a equação (28-46) para obter a analogia de Reynolds para a transferência
de massa para sistemas com número de Schmidt igual a 1:

A equação (28-47) é análoga à analogia de Reynolds para a transferência de calor em sistemas com número de
Prandtl igual a 1. Essa analogia foi discutida no Capítulo 19 e pode ser expressa por

A analogia de Reynolds para a transferência de massa é válida somente se o número de Schmidt for igual a 1 e a
resistência ao escoamento for devida ao atrito — isto é, sem estar envolvido o arraste devido à forma. Isso foi
verificado experimentalmente por von Kármán para o escoamento turbulento pleno, com Sc = Pr = 1.

Considerações sobre o Escoamento Turbulento


Em muitas aplicações práticas, o escoamento é turbulento e não laminar. Embora muitos pesquisadores tenham
contribuído consideravelmente para o entendimento do escoamento turbulento, até agora nenhum conseguiu prever
os coeficientes convectivos de transferência ou fatores de atrito por análise direta. Isso não surpreende quando nos
lembramos de nossas discussões prévias sobre escoamento turbulento, Seção 13.1, que o escoamento em qualquer
ponto está sujeito a flutuações irregulares na direção e na velocidade. Assim, qualquer partícula de fluido
experimenta uma série de movimentos aleatórios, sobrepostos ao escoamento principal. O movimento desses
turbilhões acarreta uma mistura dentro do núcleo turbulento. O processo é frequentemente referido como “difusão
turbulenta”. Dentro do núcleo turbulento, o valor da difusividade mássica turbilhonar será muito maior do que a
difusividade molecular.
Em um esforço para caracterizar esse tipo de movimento, Prandtl propôs a hipótese do comprimento de mistura
como discutida no Capítulo 12. Nessa hipótese, qualquer flutuação de velocidade ν′x decorre do movimento na
direção y de um turbilhão por uma distância igual ao comprimento de mistura, L. O turbilhão de fluido, com uma
velocidade média νx|y, é deslocado para uma corrente em que o fluido adjacente tem uma velocidade média νx|y+L. A
flutuação da velocidade está relacionada ao gradiente de velocidade média por

A tensão cisalhante total em um fluido foi definida pela expressão

A substituição fornece

https://passeidireto.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788521634201/cfi/6/72!/4@0:0 1/3
11/11/2018 Passei Direto: Fundamentos de Transferência de Momento, de Calor e de Massa, 6ª edição

ou

em que ∊M = Lν′y é denominado difusividade turbilhonar de momento. Ela é análoga à difusividade molecular de
quantidade de movimento, ν.
Similarmente, podemos agora analisar a transferência de massa no escoamento turbulento, uma vez que esse
mecanismo de transporte também é devido à presença de flutuações ou turbilhões. Na Figura 28.11, a curva
representa uma porção do perfil turbulento de concentração com o escoamento médio ocorrendo na direção x. A
taxa instantânea da transferência do componente A na direção y é

sendo cA = cA + c′A a soma da média temporal com a flutuação instantânea da concentração do componente A.
Podemos novamente usar o conceito do comprimento de mistura para definir a flutuação da concentração pela
seguinte relação:

Inserindo a equação (28-49) na equação (28-50), obtemos uma expressão para a transferência de massa turbulenta
pelo transporte turbilhonar. A transferência de massa total normal à direção de escoamento é

Figura 28.11 Porção da curva do perfil turbulento de concentração, mostrando o comprimento de mistura de Prandtl.

ou

em que ∊D = Lν′y é designado difusividade mássica turbilhonar.


Por raciocínio similar, uma expressão foi deduzida no Capítulo 19 para a transferência de calor por convecção:

https://passeidireto.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788521634201/cfi/6/72!/4@0:0 2/3
11/11/2018 Passei Direto: Fundamentos de Transferência de Momento, de Calor e de Massa, 6ª edição

em que α é a difusividade térmica molecular e ∊H é a difusividade térmica turbilhonar.


A difusividade turbilhonar exerce um papel importante em diversos processos de transferência de massa. Por
exemplo, existe transferência de massa entre um fluido escoando em torno de sólidos em reatores heterogêneos
catalíticos, fornos de combustão, secadores e assim por diante. Como resultado da difusão turbilhonar, o transporte
na região turbulenta é rápido, reduzindo qualquer gradiente na composição. Quando o fluido se aproxima da parede,
a turbulência é progressivamente reduzida até o ponto em que ela essencialmente desaparece nas vizinhanças da
superfície sólida, passando o transporte a ser quase completamente por difusão molecular. A maior parte da
resistência à transferência ocorre na camada-limite próxima da superfície onde a magnitude do gradiente de
concentração tem o maior valor.

Analogias de Prandtl e de von Kármán


No Capítulo 19, a analogia de Prandtl para a transferência de calor e de momento foi desenvolvida quando
consideramos os efeitos da subcamada laminar e do núcleo turbulento. O mesmo raciocínio em relação à
transferência de massa e de momento pode ser usado para desenvolver uma analogia semelhante. O resultado da
análise de Prandtl para a transferência de massa é

https://passeidireto.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788521634201/cfi/6/72!/4@0:0 3/3