Vous êtes sur la page 1sur 43

Aula 28

Física p/ ENEM 2017 (Com videoaulas)


Professor: Vinicius Silva

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

AULA 28: Força Magnética

SUMÁRIO –
PÁGINA

1. Introdução 1
2. Introdução à Força Magnética 2
3. Força magnética sobre cargas pontuais. 2
4. Partícula em movimento paralelo ao vetor campo 3
magnético.
5. Partícula em movimento perpendicular ao campo. 3
6. Partícula em movimento qualquer. 5
7. Força Magnética sobre Fios 6
8. Força Magnética sobre um trecho elementar de um 6
fio condutor.
9. Força Magnética sobre um condutor retilíneo de 7
comprimento L.
10. Espira imersa em um campo magnético e o Motor 9
Elétrico.
11. Força entre condutores retilíneos. 10
12. Exercícios propostos 11
13. Exercícios Comentados 22
7. Gabarito 41

04178253905

1. Introdução

Olá meus amigos e amigas do Estratégia ENEM!

Vamos continuar o estudo do eletromagnetismo, hoje o assunto é a força


magnética, tema muito relevante para a física, mas pouco cobrado no
ENEM. Apenas uma questão foi cobrada no ENEM desde 1998 até hoje.

No entanto, estamos aqui para aprender o que pode ser cobrado, com base
no edital, ou seja, temos de passar por todo o conteúdo programático e

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 1 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

isso significa que as a força magnética gerada em uma carga e em fios


retilíneos percorridos por correntes elétricas estão incluídas nesse contexto.


Ao final teremos 15 questões entre de vestibulares tradicionais e ENEM
sobre o tema em estudo.

Abraços.

Prof. Vinícius Silva.


Eletromagnetismo - III

2. Introdução à Força Magnética

A força magnética é uma força de campo ou força de ação à distância, ou


seja, necessita de um campo para que seja exercida, o campo
correspondente à força magnética só pode ser o campo magnético. Então
quando temos um campo magnético, podemos ter a presença de uma força
magnética, mas nem sempre essa força existirá, para que isso aconteça,
serão necessários mais alguns requisitos. Em nosso curso iremos estudar
a força magnética em duas situações, quais sejam:

• Força magnética sobre cargas pontuais em campo magnético.


• Força magnética em condutores retilíneos percorridos por corrente.

3. Força magnética sobre cargas pontuais.

Nessa nossa primeira aula iremos estudar a força magnética que age sobre
cargas elétricas pontuais. Na definição da força, temos que a mesma é dada
por um produto vetorial, já estudado na frente 2 da apostila, observe:

FMAG  q  B  V
04178253905
 
Essa fórmula pode ser desenvolvida de tal forma que o módulo da força
será dado por:

F MAG  q  V  B  sen

Para carga positiva, o sentido da força magnética é dada pela regra


do "empurrão" da mão direita, onde o polegar indica a velocidade, os
quatro dedos restantes indicam o campo magnético e a palma da
mão indica a força magnética.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 2 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

OBS: Se a carga for negativa, inverte-se o sentido da força


magnética encontrada com a regra do “empurrão”.

Entendida a maneira de calcular o módulo, bem como a forma de sabermos


a direção e o sentido da força magnética, partimos agora para alguns casos
particulares.

4. Partícula em movimento paralelo ao vetor campo magnético.

Nesse caso temos que o ângulo  entre a velocidade e o campo magnético


pode ser igual a 0° ou 180°, de uma forma ou de outra não há força
magnética, pois, aplicando na fórmula do módulo da força obteremos o
valor FMAG = 0.

04178253905

Note que quando  = 0° ou 180°  sen  = 0. Logo, em


F MAG  q  V  B  sen  FMAG = 0.

5. Partícula em movimento perpendicular ao campo.

Nesse caso temos que o ângulo  = 90°  FMAG = q.V.B, ou seja a força
assume seu valor máximo. Observando a figura abaixo podemos tirar
algumas conclusões:

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 3 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


• A trajetória da carga quando v é perpendicular a B é circular então


seu movimento é M.C.U.

• O raio de órbita pode ser determinado:

Cálculo do raio da trajetória circular:

Note que a força magnética, tendo sido determinado o seu sentido por meio
da regra do empurrão para uma carga positiva, então:

F Mag  RCtp
m V 2
 q V  B 
R

m V
R 
q B
04178253905

Como se trata de uma trajetória circular com velocidade constante,


podemos também calcular o período do MCU que será executado pela
partícula carregada.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 4 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

S
V 
t –

2 R
V 
T
mV
2
qB
T 
V

2 m
T 
qB

Note que o período não depende da velocidade, o que parece estranho a


primeira vista, pois o que seria de se esperar era que em um movimento
mais “rápido”, o período seria menor, o que acontece na verdade é q a
medida que a velocidade aumenta, o raio também aumenta.

6. Partícula em movimento qualquer.

Quando a partícula entra no campo magnético com o vetor velocidade


formando um ângulo  com o vetor campo magnético, temos a seguinte
configuração:

04178253905

Note da figura acima que a velocidade da partícula pode e deve ser


decomposta em duas direções, uma perpendicular ao campo magnético,
outra na direção do campo magnético. Ao decompor notamos que a
componente perpendicular é responsável pelo surgimento de uma força
magnética, enquanto que a outra componente é responsável pelo
movimento na direção do campo que será um MRU, então o movimento
resultante da partícula será a composição de um MRU na direção do campo
magnético e um MCU perpendicular ao campo, conforme a figura abaixo.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 5 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Logo, o movimento resultante pode ser chamado de hélice cilíndrica. O


valor do raio da trajetória e do período também podem ser calculados da
mesma forma anteriormente mostrada, a diferença é que no lugar de V
devemos colocar apenas a componente perpendicular ao campo VY =
V.sen, então:

m  V  sen 2 m
R T 
q B qB

A distância entre uma trajetória circular e a seguinte trajetória na figura é


chamada de passo, e pode ser calculada da seguinte forma:

P = VX.t , onde t é o tempo de um período, logo:

P  VX  T
2   m
 P  V  cos 
q B

2 mV cos 
P 
qB
04178253905

7. Força Magnética sobre Fios

Um fio condutor, assim como uma carga pontual, também sofre a ação do
campo de indução magnética originando dessa forma uma força magnética
sobre o fio condutor. Essa ideia foi o marco zero para a invenção do motor
elétrico, que tem seu princípio de funcionamento baseado nesse fenômeno.

8. Força Magnética sobre um trecho elementar de um fio condutor.

A figura abaixo mostra um trecho de um condutor retilíneo o qual é


percorrido por uma corrente de intensidade i inserido em uma região onde
existe um campo magnético B.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 6 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Note que no trecho elementar (muito pequeno) L uma carga Q percorre


o fio durante um intervalo de tempo t com velocidade V a qual forma um
ângulo  com a direção do campo magnético. Pela regra da mão direita
(empurrão) vista na aula anterior, temos que a força magnética será
vertical perpendicular ao plano apontando para baixo conforme mostrado
na figura pelo vetor fM.

Da aula anterior sabemos que


F MAG  q  V  B  sen , logo substituindo
pelos valores da situação acima esquematizada, temos:

FMAG  Q  V  B  sen
L Q
 FMAG  Q   B  sen , como i
t t

 FMAG  B  i  L  sen

Ou seja, sobre um trecho de comprimento L age uma força cuja


intensidade é dada por FMAG = B . i . L . sen.
04178253905

Na regra da mão direita agora vamos colocar no lugar do polegar não mais
a velocidade mas sim a corrente que circula no fio os outros dedos
continuarão apontando no sentido do campo e o “empurrão” será o sentido
da força.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 7 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Outra regra comum de aparecer em livros é a regra da mão direita com os


dedos polegar, indicador e médio, na verdade essa regra chega ao mesmo
resultado da regra anterior, veja: –

9. Força Magnética sobre um condutor retilíneo de comprimento L.

Da fórmula demonstrada no item anterior, podemos utilizá-la com a


finalidade de encontrar a força sobre um condutor retilíneo de comprimento
L imerso em um campo magnético B, percorrido por uma corrente i.

Para calcularmos a força sobre um fio de comprimento L basta que


somemos todas as contribuições fm de cada trecho (muito pequeno) L.

FMAG  f m  Bi Lsen

FMAG  Bisen  L , como  L  L
04178253905

FMAG  BiLsen

Pela formula apresentada acima, mais uma vez vale a mesma observação
que fizemos em relação ao ângulo  (ângulo entre i e B).

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 8 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Nesse caso  = 90°  a força magnética será


máxima. FMAG = B i L. –

Nesses casos  = 0° ou  = 180°


O que torna nula força magnética
sobre o fio.

10. Espira imersa em um campo magnético e o Motor Elétrico.

Na figura acima, vemos um fio dobrado formando um retângulo aberto


CDEG, que é denominada "espira retangular". Esta espira está colocada
04178253905

entre os pólos de um imã , isto é, está situada dentro de um campo


magnético B. Fazendo-se passar uma corrente i na espira, com o sentido
indicado na figura, é fácil perceber que o lado CD ficará sob a ação de uma
força magnética, F, dirigida para cima. Sobre o lado EG da espira atuará
uma força F, de mesmo módulo mas de sentido contrário a F. Estas duas
forças, F e F' , tendem, então, a fazer a espira girar em torno do eixo OP,
no sentido indicado pela seta curva.

Grande parte dos motores elétricos que são usados atualmente funciona
tendo por base o efeito de rotação das forças que atuam em espiras
colocadas em um campo magnético.

11. Força entre condutores retilíneos.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 9 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Considere dois fios condutores muito longos retilíneos imersos em um meio


cuja permeabilidade magnética é igual a , caso exista corrente elétrica
circulando nos condutores haverá necessariamente uma força magnética –
entre os dois, que será de– repulsão ou de atração.

De fato, nas aulas de fontes de campo magnético aprendemos que um fio


condutor muito longo percorrido por uma corrente é capaz de gerar um
campo magnético, assim um fio vai gerar um campo no outro, que dessa
forma sofrerá a ação de uma força magnética.

Note que na figura da esquerda a corrente I1 gera um campo magnético


entrando no plano do papel no fio 2 que combinado com a corrente I2 que
circula nele acabará gerando uma força FM para a esquerda, o mesmo
acontecerá com a corrente I2 que gera um campo magnético saindo do
plano do papel no fio 1, assim gerando uma força para a direita (regra da
mão direita). Assim a conclusão é que quando as correntes têm o mesmo
sentido os fios atraem-se.
04178253905

Por outro lado, quando as correntes são opostas, I1 gera um campo


magnético entrando no plano do papel no fio 2 que gera uma força para a
direita (regra da mão direita), já a corrente I2 gera um campo magnético
também entrando no plano do papel no fio 1 que combinado com a corrente
I1, gera uma força para a esquerda (regra da mão direita). Assim a
conclusão é que quando as correntes têm sentidos opostos os fios se
repelem.

O módulo dessa força de atração ou repulsão que vai surgir nessa situação
física é dado por:

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 10 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Fm  B1  i 2  L  sen90
  i1 –
Fm  B
– 1  i 2  L, mas B1 
2   r

  i1  i 2  L
Fm 
2   r

Lembre-se que a fórmula acima nos dá o valor da força magnética em um


dos fios que terá o mesmo valor no outro fio.

12. Exercícios propostos

1. (Enem 2013) Desenvolve-se um dispositivo para abrir


automaticamente uma porta no qual um botão, quando acionado, faz com
que uma corrente elétrica i = 6A percorra uma barra condutora de
comprimento L = 5cm, cujo ponto médio está preso a uma mola de
constante elástica k  5  102 N / cm. O sistema mola-condutor está imerso em
um campo magnético uniforme perpendicular ao plano. Quando acionado o
botão, a barra sairá da posição do equilíbrio a uma velocidade média de
5m/s e atingirá a catraca em 6 milissegundos, abrindo a porta.

04178253905

A intensidade do campo magnético, para que o dispositivo funcione


corretamente, é de

a) 5  101T
b) 5  102 T
c) 5  101T
d) 2  102 T
e) 2  100 T

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 11 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

2. (Espcex (Aman) 2016) A figura abaixo representa um fio condutor


homogêneo rígido, de comprimento L e massa M, que está em um local
onde a aceleração da gravidade tem intensidade g. O fio é sustentado– por

duas molas ideais, iguais, isolantes e, cada uma, de constante elástica k.
O fio condutor está imerso em um campo magnético uniforme de
intensidade B, perpendicular ao plano da página e saindo dela, que age
sobre o condutor, mas não sobre as molas.
Uma corrente elétrica i passa pelo condutor e, após o equilíbrio do sistema,
cada mola apresentará uma deformação de:

Mg  2k
a)
BiL
BiL
b)
Mg  2k
k
c)
2(Mg  BiL)
Mg  BiL
d)
2k
2k  BiL
e)
Mg
04178253905

3. (Ufrgs 2016) No esquema da figura abaixo, o fio F, horizontalmente


suspenso e fixo nos pontos de suporte P, passa entre os polos de um ímã,
em que o campo magnético é suposto horizontal e uniforme. O ímã, por
sua vez, repousa sobre uma balança B, que registra seu peso.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 12 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado


abaixo, na ordem em que aparecem.

Em dado instante, a chave C é fechada, e uma corrente elétrica circula pelo


fio. O fio sofre uma força vertical, __________, e o registro na balança
__________.

a) para baixo – não se altera.


b) para baixo – aumenta.
c) para baixo – diminui.
d) para cima – aumenta.
e) para cima – diminui.

4. (Colégio Naval 2016) Com relação à eletricidade e ao magnetismo,


assinale a opção INCORRETA.

a) Corpos isolantes apresentam pouca quantidade de elétrons livres e, por


isso, podem ser facilmente eletrizados.
b) Corpos condutores apresentam grande quantidade de elétrons livres e,
por isso, apresentam grande dificuldade para serem eletrizados.
c) A força elétrica entre dois corpos eletrizados pode ser atrativa ou
repulsiva, dependendo apenas da carga elétrica dos corpos.
d) A passagem da corrente elétrica por um fio condutor produz um campo
magnético em volta desse fio, que pode ser verificado pela presença de
04178253905

uma bússola.
e) Os motores elétricos funcionam devido ao aparecimento de forças de
origem mecânica, cujo movimento deve-se à passagem de corrente
elétrica pelo seu interior.

5. (Ufrgs 2015) Dois campos, um elétrico e outro magnético,


antiparalelos coexistem em certa região do espaço. Uma partícula
eletricamente carregada é liberada, a partir do repouso, em um ponto
qualquer dessa região.

Assinale a alternativa que indica a trajetória que a partícula descreve.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 13 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

a) Circunferencial
b) Elipsoidal
c) Helicoidal –
d) Parabólica –
e) Retilínea

6. (Udesc 2015) Dois fios retilíneos, longos e paralelos, estão dispostos,


conforme mostra a figura, em duas configurações diferentes: na primeira
correntes elétricas de intensidades iA  3,0 A e iB  2,0 A são paralelas; e na
segunda, correntes elétricas também de intensidades iA  3,0 A e iB  2,0 A
são antiparalelas.

A intensidade da força magnética sobre 1,0 m de comprimento do fio B, e o


comportamento dos fios, nas duas configurações acima, são,
respectivamente, iguais a:

a) 6,0  106 N, repelem-se; 6,0  106 N, atraem-se.


b) 3,0  106 N, atraem-se; 3,0  106 N, repelem-se.
3,0  106 N, repelem-se; 3,0  106 N, atraem-se.
04178253905

c)
d) 9,0  106 N, atraem-se; 9,0  106 N, repelem-se.
e) 6,0  106 N, atraem-se; 6,0  106 N, repelem-se.

7. (Pucrs 2015) Responda à questão com base na informação e nas três


situações a seguir apresentadas.

Um fio retilíneo F1 muito longo é percorrido por uma corrente elétrica de


intensidade constante i1. O condutor está disposto perpendicularmente ao
plano em três situações distintas:

Situação 1: Um nêutron se aproxima do fio 1 F1 com velocidade crescente

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 14 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

em relação ao fio.


Situação 2: Um segundo condutor retilíneo F2 , muito longo e percorrido


por uma corrente elétrica constante i2 , é disposto paralelamente ao fio 1 F1,
ficando bem próximo dele.

Situação 3: Um ímã em formato de U é disposto no plano


04178253905
, envolvendo
o fio 1 F1.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 15 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Em qual(ais) situação(ões) atua uma força de origem magnética no fio 1


F1 ?

a) Na 1, apenas.
b) Na 2, apenas.
c) Na 3, apenas.
d) Na 2 e na 3, apenas.
e) Na 1, na 2 e na 3.

8. (Ufrgs 2015) Partículas , e são emitidas por uma fonte radioativa


e penetram em uma região do espaço onde existe um campo magnético
uniforme. As trajetórias são coplanares com o plano desta página e estão
representadas na figura se segue.

04178253905

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do enunciado


abaixo.

A julgar pelas trajetórias representadas na figura acima, o campo


magnético ________ plano da figura.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 16 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

a) aponta no sentido positivo do eixo X, no


b) aponta no sentido negativo do eixo X, no –

c) aponta no sentido positivo do eixo Y, no
d) entra perpendicularmente no
e) sai perpendicularmente do

9. (Uern 2015) Numa região em que atua um campo magnético uniforme


de intensidade 4 T é lançada uma carga elétrica positiva conforme indicado
a seguir:

Ao entrar na região do campo, a carga fica sujeita a uma força magnética


cuja intensidade é de 3,2  102 N. O valor dessa carga e o sentido do
movimento por ela adquirida no interior do campo são, respectivamente:
04178253905

a) 1,6  106 C e horário.


b) 2,0  106 C e horário.
c) 2,0  106 C e anti-horário.
d) 1,6  106 C e anti-horário.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Considere os dados abaixo para resolver a(s) questão(ões) quando for
necessário.

Constantes físicas
Aceleração da gravidade: g  10 m s2

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 17 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Velocidade da luz no vácuo: c  3,00  108 m s


Constante da lei de Coulomb: k0  9,0  109 N  m2 C2


10. (Cefet MG 2015) A figura abaixo mostra a trajetória de uma partícula
que passa pela região cinza, onde há um campo magnético uniforme
conforme indicado. A energia cinética da partícula é K1 no ponto P1 e K 2 no
ponto P2 .

Tendo em vista a situação apresentada, pode-se afirmar que a partícula


pode ser um

a) próton e K1  K 2 .
b) próton e K1  K 2 .
c) nêutron e K1  K 2 .
d) elétron e K1  K 2 .
e) elétron e K1  K 2 .

11. (Udesc 2014) Assinale a alternativa incorreta a respeito de


fenômenos eletromagnéticos.
04178253905

a) Fios condutores paralelos e percorridos por correntes elétricas de mesmo


sentido atraem-se, enquanto os de sentidos opostos repelem-se.
b) Uma corrente elétrica é induzida em um circuito sempre que há uma
variação do fluxo magnético.
c) Um condutor percorrido por uma corrente elétrica, colocado em um
campo magnético, sofre a ação de uma força exercida por este campo.
d) Não é possível separar os polos magnéticos de um ímã permanente, em
forma de barra, quebrando-o.
e) Cargas elétricas em repouso ou em movimento produzem um campo
elétrico e um campo magnético.

12. (Upe 2014) Uma barra uniforme, condutora, de massa m = 100 g e


comprimento L = 0,50 m, foi posicionada entre duas superfícies rugosas. A

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 18 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

barra permanece em repouso quando uma corrente elétrica i = 2,0 A a


atravessa na presença de um campo magnético de módulo B = 1,0 T,
constante, que aponta para dentro do plano da figura. –

Com base nessas informações, determine o módulo e o sentido da força de


atrito resultante que atua na barra e o sentido.

a) 1001,0 N para cima


b) 1001,0 N para baixo
c) 2,0 N para cima
d) 2,0 N para baixo
e) 1,0 N para cima

13. (Ufrgs 2014) Um trabalhador carregando uma esquadria metálica de


resistência elétrica R sobe, com velocidade de módulo constante, uma
escada colocada abaixo de um fio conduzindo uma corrente elétrica intensa,
i. A situação está esquematizada na figura abaixo.

04178253905

Assinale a alternativa correta sobre essa situação.

a) Como a esquadria tem, aos pares, lados paralelos, a força resultante


exercida pelo fio acima é nula.
b) Visto que o fio não atravessa a esquadria, a lei de Ampère afirma que
não existem correntes elétricas na esquadria.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 19 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

c) À medida que sobe a escada, o trabalhador sente a esquadria “ficar mais


leve”, resultado da força atrativa exercida pelo fio, como previsto pela lei
de Biot-Savart. –
d) À medida que sobe a –escada, o trabalhador sente a espira “ficar mais
pesada”, resultado da força de repulsão estabelecida entre a corrente
elétrica no fio e a corrente elétrica induzida, conforme explicado pela lei
de Faraday-Lenz.
e) Como o trabalhador sobe com velocidade de módulo constante, não há
o aparecimento de corrente elétrica na esquadria.

14. (Pucrs 2014) Um seletor de velocidades é utilizado para separar


partículas de uma determinada velocidade. Para partículas com carga
elétrica, um dispositivo deste tipo pode ser construído utilizando um campo
magnético e um campo elétrico perpendiculares entre si. Os valores desses
campos podem ser ajustados de modo que as partículas que têm a
velocidade desejada atravessam a região de atuação dos campos sem
serem desviadas.
Deseja-se utilizar um dispositivo desse tipo para selecionar prótons que
tenham a velocidade de 3,0  104 m / s. . Para tal, um feixe de prótons é lançado
na região demarcada pelo retângulo em que existe um campo magnético
de 2,0  103 T, perpendicular à página e nela entrando, como mostra a figura
a seguir.

Nessas condições, o módulo e a orientação do campo elétrico aplicado na


região demarcada, que permitirá selecionar os prótons com a velocidade
desejada, é 04178253905

a) 60 V/m – perpendicular ao plano da página – apontando para fora da


página
b) 60 V/m – perpendicular ao plano da página – apontando para dentro da
página
c) 60 V/m – no plano da página – apontando para baixo
d) 0,15 V/m – no plano da página – apontando para cima
e) 0,15 V/m – no plano da página – apontando para baixo

15. (Ufpr 2014) O espectrômetro de massa é um equipamento utilizado


para se estudar a composição de um material. A figura abaixo ilustra
diferentes partículas de uma mesma amostra sendo injetadas por uma
abertura no ponto O de uma câmara a vácuo.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 20 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Essas partículas possuem mesma velocidade inicial v, paralela ao plano da


página e com o sentido indicado no desenho. No interior desta câmara há
um campo magnético uniforme B perpendicular à velocidade v, cujas linhas
de campo são perpendiculares ao plano da página e saindo desta, conforme
representado no desenho com o símbolo . As partículas descrevem então
trajetórias circulares identificadas por I, II, III e IV.

Considerando as informações acima e os conceitos de eletricidade e


magnetismo, identifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes
afirmativas:

( ) A partícula da trajetória II possui carga positiva e a da trajetória IV


possui carga negativa.
( ) Supondo que todas as partículas tenham mesma carga, a da trajetória
II tem maior massa que a da trajetória I.
( ) Supondo que todas as partículas tenham mesma massa, a da
trajetória III tem maior carga que a da trajetória II.
( ) Se o módulo do campo magnético B fosse aumentado, todas as
trajetórias teriam um raio maior.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para


baixo. 04178253905

a) V – V – V – F.
b) F – V – F – V.
c) V – F – V – V.
d) V – V – F – F.
e) F – F – V – V.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 21 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

13. Exercícios Comentados



1. (Enem 2013) –
Desenvolve-se um dispositivo para abrir
automaticamente uma porta no qual um botão, quando acionado, faz com
que uma corrente elétrica i = 6A percorra uma barra condutora de
comprimento L = 5cm, cujo ponto médio está preso a uma mola de
constante elástica k  5  102 N / cm. O sistema mola-condutor está imerso em
um campo magnético uniforme perpendicular ao plano. Quando acionado o
botão, a barra sairá da posição do equilíbrio a uma velocidade média de
5m/s e atingirá a catraca em 6 milissegundos, abrindo a porta.

A intensidade do campo magnético, para que o dispositivo funcione


corretamente, é de

a) 5  101T
b) 5  102 T
c) 5  101T
04178253905

d) 2  102 T
e) 2  100 T

Resposta: item A.

Comentário:

Vamos pensar em todas as forças que agem na barra: temos na direção do


movimento, a magnética Fm  e a elástica Fel  .
• Força magnética:

Como i = 6 A;  5cm  5  102 m;  90.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 22 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Fm  B i sen

– F  B  6  5  10 2  1
 m
 Fm  0,3 B. I 
• Força elástica:

Dados:
k  5  102 N / cm  5N / m.
A mola deforma de x = 0 a x = C.

Fel  -k x
 Fel  -k (C  0)
 Fel  -5 C. II
Vamos plotar em um gráfico as duas forças que agem na barra, lembrando
que uma delas é variável, que é a força elástica.

04178253905

Considerando que a velocidade média (vm = 5 m/s) refere-se ao trecho OC,


calculamos o deslocamento no intervalo de tempo dado ( t  6 ms  6  103 s) :

S
vm 
t

 5
C  0
6  103
 C  3  102 m.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 23 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Considerando, ainda, que no ponto C a resultante das forças Fr  é nula,


temos, de (I) e (II): –

Fr  Fm  Fel
 Fr  0,3 B  5 C
 0  0,3 B  5 C
5C 5  3  102
 B  B
0,3 3  101
 B  5  101 T.

2. (Espcex (Aman) 2016) A figura abaixo representa um fio condutor


homogêneo rígido, de comprimento L e massa M, que está em um local
onde a aceleração da gravidade tem intensidade g. O fio é sustentado por
duas molas ideais, iguais, isolantes e, cada uma, de constante elástica k.
O fio condutor está imerso em um campo magnético uniforme de
intensidade B, perpendicular ao plano da página e saindo dela, que age
sobre o condutor, mas não sobre as molas.
Uma corrente elétrica i passa pelo condutor e, após o equilíbrio do sistema,
cada mola apresentará uma deformação de:

04178253905

Mg  2k
a)
BiL
BiL
b)
Mg  2k
k
c)
2(Mg  BiL)
Mg  BiL
d)
2k

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 24 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

2k  BiL
e)
Mg


Resposta: item D. –

Comentário:

Inicialmente, é preciso encontrar o sentido da força magnética. A estratégia


é utilizar a regra da mão esquerda, pois assim veremos que o sentido desta
força é vertical e para baixo.

Assim, pelo equilíbrio de forças, temos que:

Logo,
2  Fel  P  Fmag
2  k  x   M  g  B  i  L
Mg  BiL
x
2k 04178253905

3. (Ufrgs 2016) No esquema da figura abaixo, o fio F, horizontalmente


suspenso e fixo nos pontos de suporte P, passa entre os polos de um ímã,
em que o campo magnético é suposto horizontal e uniforme. O ímã, por
sua vez, repousa sobre uma balança B, que registra seu peso.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 25 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do enunciado


abaixo, na ordem em que aparecem.

Em dado instante, a chave C é fechada, e uma corrente elétrica circula pelo


fio. O fio sofre uma força vertical, __________, e o registro na balança
__________.

a) para baixo – não se altera.


b) para baixo – aumenta.
c) para baixo – diminui.
d) para cima – aumenta.
e) para cima – diminui.

Resposta: item D.

Comentário:

Vamos utilizar a regra da mão esquerda, colocando-se o dedo indicador no


sentido do campo magnético fornecido pelo imã (entrando no plano da
página), o dedo médio no sentido da corrente elétrica (da esquerda para
a direita), ficando o dedo polegar indicando o sentido da força magnética
sobre o fio aponta para cima (ação) sendo a força que o fio aplica no imã
(reação) aponta para baixo, causando o aumento na massa registrada na
04178253905

balança.

4. (Colégio Naval 2016) Com relação à eletricidade e ao magnetismo,


assinale a opção INCORRETA.

a) Corpos isolantes apresentam pouca quantidade de elétrons livres e, por


isso, podem ser facilmente eletrizados.
b) Corpos condutores apresentam grande quantidade de elétrons livres e,
por isso, apresentam grande dificuldade para serem eletrizados.
c) A força elétrica entre dois corpos eletrizados pode ser atrativa ou
repulsiva, dependendo apenas da carga elétrica dos corpos.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 26 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

d) A passagem da corrente elétrica por um fio condutor produz um campo


magnético em volta desse fio, que pode ser verificado pela presença de
uma bússola. –

e) Os motores elétricos funcionam devido ao aparecimento de forças de
origem mecânica, cujo movimento deve-se à passagem de corrente
elétrica pelo seu interior.

Resposta: item E.

Comentário:

Os motores elétricos funcionam devido ao aparecimento de forças de


origem eletromagnética, cujo movimento deve-se à passagem de
corrente elétrica pelo seu interior.

O esquema abaixo mostra o funcionamento de um motor elétrico.

04178253905

5. (Ufrgs 2015) Dois campos, um elétrico e outro magnético, antiparalelos


coexistem em certa região do espaço. Uma partícula eletricamente
carregada é liberada, a partir do repouso, em um ponto qualquer dessa
região.

Assinale a alternativa que indica a trajetória que a partícula descreve.

a) Circunferencial
b) Elipsoidal
c) Helicoidal
d) Parabólica
e) Retilínea

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 27 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Resposta: item E.

Comentário: –

Como a partícula é abandonada do repouso, ela sofre ação apenas da força
elétrica, acelerando na mesma direção do campo elétrico.

Como os dois campos têm a mesma direção, a velocidade da partícula é


paralela ao campo magnético, não surgindo força magnética sobre ela.

Portanto ela descreve trajetória retilínea na mesma direção dos dois


campos, sofrendo ação apenas do campo elétrico.

O movimento é acelerado, no entanto a direção dele é paralela às linhas de


campo, ou seja, retilínea.

6. (Udesc 2015) Dois fios retilíneos, longos e paralelos, estão dispostos,


conforme mostra a figura, em duas configurações diferentes: na primeira
correntes elétricas de intensidades iA  3,0 A e iB  2,0 A são paralelas; e na
segunda, correntes elétricas também de intensidades iA  3,0 A e iB  2,0 A
são antiparalelas.

04178253905

A intensidade da força magnética sobre 1,0 m de comprimento do fio B, e o


comportamento dos fios, nas duas configurações acima, são,
respectivamente, iguais a:

a) 6,0  106 N, repelem-se; 6,0  106 N, atraem-se.


b) 3,0  106 N, atraem-se; 3,0  106 N, repelem-se.
c) 3,0  106 N, repelem-se; 3,0  106 N, atraem-se.
d) 9,0  106 N, atraem-se; 9,0  106 N, repelem-se.
e) 6,0  106 N, atraem-se; 6,0  106 N, repelem-se.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 28 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Resposta: item E.

Comentário: –

Conforme visto na parte teórica, a intensidade da força magnética imposta


a dois fios paralelos é dada por:

 i1  i2
F
2 d

Equação esta, oriunda de outras duas:

i
F  Bil e B 
2 d

Substituindo os valores fornecidos, teremos:

4  107  3  2
F
2   0,2
F  6  106 N

O sentido da força em cada situação é obtido usando-se, primeiramente, a


regra da mão direita para determinar o sentido do campo magnético em
cada fio, e então, com a regra da mão esquerda definimos o sentido da
força em cada caso.
04178253905

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 29 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

7. (Pucrs 2015) Responda à questão com base na informação e nas três


situações a seguir apresentadas. –

Um fio retilíneo F1 muito longo é percorrido por uma corrente elétrica de
intensidade constante i1. O condutor está disposto perpendicularmente ao
plano em três situações distintas:

Situação 1: Um nêutron se aproxima do fio 1 F1 com velocidade crescente


em relação ao fio.

Situação 2: Um segundo condutor retilíneo F2 , muito longo e percorrido


por uma corrente elétrica constante i2 , é disposto paralelamente ao fio 1 F1,
ficando bem próximo dele.

04178253905

Situação 3: Um ímã em formato de U é disposto no plano , envolvendo


o fio 1 F1.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 30 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Em qual(ais) situação(ões) atua uma força de origem magnética no fio 1


F1 ?

a) Na 1, apenas.
b) Na 2, apenas.
c) Na 3, apenas.
d) Na 2 e na 3, apenas.
e) Na 1, na 2 e na 3.

Resposta: item D.

Comentário:

Um fio percorrido por corrente elétrica sofre ação de um campo magnético


externo, desde que ele não seja paralelo à corrente, conforme vimos na
parte teórica.

• Na situação 1, a força magnética sobre o fio 1 é nula, pois o nêutron


04178253905

não gera campo magnético, uma vez que possui carga elétrica nula.

• Na situação 2, surge força magnética sobre o fio 1, pois a corrente i2


gera sobre ele um campo magnético perpendicular à i1. Aplicando as
regras práticas da mão direita, conclui-se que essa força é para a
direita.

• Na situação 3, surge força magnética sobre o fio 1, pois o campo


magnético do ímã é perpendicular à corrente i1. Aplicando as regras
práticas da mão direita, conclui-se que essa força é para a esquerda.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 31 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

8. (UFRGS 2015) Partículas , e são emitidas por uma fonte radioativa


e penetram em uma região do espaço onde existe um campo magnético

uniforme. As trajetórias são coplanares com o plano desta página e estão
representadas na figura se– segue.

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do enunciado


abaixo.

A julgar pelas trajetórias representadas na figura acima, o campo


magnético ________ plano da figura.

a) aponta no sentido positivo do eixo X, no


b) aponta no sentido negativo do eixo X, no
c) aponta no sentido positivo do eixo Y, no
d) entra perpendicularmente no
e) sai perpendicularmente do

Resposta: item D.

Comentário:

• Partículas são formadas por dois prótons e dois nêutrons (núcleo de


Hélio), portanto apresentam carga positiva;
04178253905

• Partículas são elétrons, apresentando carga negativa;

• Partículas são ondas eletromagnéticas, não apresentando carga


elétrica, não sendo, portanto, desviadas pelo campo magnético.

Aplicando a regra da mão direita (regra do "empurrão") para as partículas


e , conclui-se que o campo magnético entra perpendicularmente no
plano da figura.

9. (Uern 2015) Numa região em que atua um campo magnético uniforme


de intensidade 4 T é lançada uma carga elétrica positiva conforme indicado
a seguir:

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 32 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Ao entrar na região do campo, a carga fica sujeita a uma força magnética


cuja intensidade é de 3,2  102 N. O valor dessa carga e o sentido do
movimento por ela adquirida no interior do campo são, respectivamente:

a) 1,6  106 C e horário.


b) 2,0  106 C e horário.
c) 2,0  106 C e anti-horário.
d) 1,6  106 C e anti-horário.

Resposta: item C.

Comentário:

Utilizando a regra do empurrão da força magnética, é simples perceber que


a partícula irá executar um movimento no sentido anti-horário.

Para saber o valor da carga, pode ser utilizada a equação da força


magnética sobre uma partícula: 04178253905

F  q  v  B  sen  

q
F

 3,2  102 
v  B  sen    4  103   4  sen  90
q  2  106 C

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 33 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Considere os dados abaixo para resolver a(s) questão(ões) quando for


necessário.

Constantes físicas –
Aceleração da gravidade: g  10 m s2
Velocidade da luz no vácuo: c  3,00  108 m s
Constante da lei de Coulomb: k0  9,0  109 N  m2 C2

10. (Cefet MG 2015) A figura abaixo mostra a trajetória de uma partícula


que passa pela região cinza, onde há um campo magnético uniforme
conforme indicado. A energia cinética da partícula é K1 no ponto P1 e K 2 no
ponto P2 .

Tendo em vista a situação apresentada, pode-se afirmar que a partícula


pode ser um

a) próton e K1  K 2 .
b) próton e K1  K 2 .
c) nêutron e K1  K 2 .
d) elétron e K1  K 2 . 04178253905

e) elétron e K1  K 2 .

Resposta: item B.

Comentário:

Pela trajetória da partícula, a partícula tem que ser um próton (regra do


empurrão), pois se fosse um elétron, a partícula faria uma curva para a
esquerda; se fosse um nêutron, a partícula não faria curva e continuaria
em uma trajetória retilínea.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 34 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Além disto, a força magnética no caso descrito atua como sendo a


resultante centrípeta, ou seja, atua somente na direção e sentido do
movimento da partícula. Logo, o módulo da velocidade é o mesmo em–P1 e
P2 . –

Como,

m  v2
Ec  K 
2
Podemos concluir que K1  K 2 .

11. (Udesc 2014) Assinale a alternativa incorreta a respeito de


fenômenos eletromagnéticos.

a) Fios condutores paralelos e percorridos por correntes elétricas de mesmo


sentido atraem-se, enquanto os de sentidos opostos repelem-se.
b) Uma corrente elétrica é induzida em um circuito sempre que há uma
variação do fluxo magnético.
c) Um condutor percorrido por uma corrente elétrica, colocado em um
campo magnético, sofre a ação de uma força exercida por este campo.
d) Não é possível separar os polos magnéticos de um ímã permanente, em
forma de barra, quebrando-o.
e) Cargas elétricas em repouso ou em movimento produzem um campo
elétrico e um campo magnético.

Resposta: item E.

Comentário:

O campo magnético é gerado apenas por carga elétrica em movimento,


04178253905

de acordo com a experiência de Oersted, vista nas aulas anteriores.

12. (Upe 2014) Uma barra uniforme, condutora, de massa m = 100 g e


comprimento L = 0,50 m, foi posicionada entre duas superfícies rugosas. A
barra permanece em repouso quando uma corrente elétrica i = 2,0 A a
atravessa na presença de um campo magnético de módulo B = 1,0 T,
constante, que aponta para dentro do plano da figura.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 35 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem


Com base nessas informações, determine o módulo e o sentido da força de


atrito resultante que atua na barra e o sentido.

a) 1001,0 N para cima


b) 1001,0 N para baixo
c) 2,0 N para cima
d) 2,0 N para baixo
e) 1,0 N para cima
Resposta: item C.

Comentário:

Pescando os dados que foram fornecidos no enunciado:

m = 100 g = 0,1 kg;


g = 10 m/s2;
B = 1 T;
i = 2 A;
L = 0,5 m.

Pelas regras práticas do eletromagnetismo (regra do empurrão), constata-


se que a força magnética é vertical e para baixo.
04178253905

A figura mostra o esquema de forças atuantes na barra.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 36 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Para haver equilíbrio, a força de atrito deve ser vertical e para cima.
Equacionando e equilíbrio: –

Fat  2 fat  P  Fmag


 Fat  m g  B i L
 0,110   1 2  0,5 

 Fat  2 N.

13. (Ufrgs 2014) Um trabalhador carregando uma esquadria metálica de


resistência elétrica R sobe, com velocidade de módulo constante, uma
escada colocada abaixo de um fio conduzindo uma corrente elétrica intensa,
i. A situação está esquematizada na figura abaixo.

Assinale a alternativa correta sobre essa situação.

a) Como a esquadria tem, aos pares, lados paralelos, a força resultante


exercida pelo fio acima é nula. 04178253905

b) Visto que o fio não atravessa a esquadria, a lei de Ampère afirma que
não existem correntes elétricas na esquadria.

c) À medida que sobe a escada, o trabalhador sente a esquadria “ficar mais


leve”, resultado da força atrativa exercida pelo fio, como previsto pela lei
de Biot-Savart.

d) À medida que sobe a escada, o trabalhador sente a espira “ficar mais


pesada”, resultado da força de repulsão estabelecida entre a corrente
elétrica no fio e a corrente elétrica induzida, conforme explicado pela lei
de Faraday-Lenz.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 37 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

e) Como o trabalhador sobe com velocidade de módulo constante, não há


o aparecimento de corrente elétrica na esquadria.

Resposta: item D. –

Comentário:

À medida que o trabalhador sobe a escada, o fluxo magnético através da


esquadria (espira) aumenta.

Pela lei de Lenz (a ser aprofundada na próxima aula), atua na espira uma
força para baixo na tendência de anular esse aumento, pois essa é a
tendência verificada pela lei em apreço, ou seja, a força induzida atua
sempre para anular o aumento do fluxo ou a sua diminuição.

Assim, o trabalhador vai sentir a espira "ficar mais pesada".

14. (Pucrs 2014) Um seletor de velocidades é utilizado para separar


partículas de uma determinada velocidade. Para partículas com carga
elétrica, um dispositivo deste tipo pode ser construído utilizando um campo
magnético e um campo elétrico perpendiculares entre si. Os valores desses
campos podem ser ajustados de modo que as partículas que têm a
velocidade desejada atravessam a região de atuação dos campos sem
serem desviadas.
Deseja-se utilizar um dispositivo desse tipo para selecionar prótons que
tenham a velocidade de 3,0  104 m / s. . Para tal, um feixe de prótons é lançado
na região demarcada pelo retângulo em que existe um campo magnético
de 2,0  103 T, perpendicular à página e nela entrando, como mostra a figura
a seguir.

04178253905

Nessas condições, o módulo e a orientação do campo elétrico aplicado na


região demarcada, que permitirá selecionar os prótons com a velocidade
desejada, é

a) 60 V/m – perpendicular ao plano da página – apontando para fora da


página
b) 60 V/m – perpendicular ao plano da página – apontando para dentro da
página

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 38 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

c) 60 V/m – no plano da página – apontando para baixo


d) 0,15 V/m – no plano da página – apontando para cima
e) 0,15 V/m – no plano da página – apontando para baixo –

Resposta: item C.

Comentários:

Aplicando as regras do empurrão, verificamos que a força magnética sobre


o próton tem sentido para cima, no plano da página.

Se o movimento da partícula é retilíneo e uniforme, a resultante das


forças agindo sobre ela deve ser nula, sendo, então, a força elétrica de
mesma intensidade que a magnética, mas de sentido oposto, ou seja, no
plano da figura e para baixo.

Como a partícula tem carga positiva, a força elétrica e o campo elétrico têm
o mesmo sentido, também no plano da página e apontando para baixo,
conforme ilustrado na figura.

Calculando a intensidade desse campo elétrico.


04178253905

Dados: v  3  104 m / s; B  2  103 T.

Do equilíbrio:

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 39 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Fe  Fm
 –
q E  q v B –

 E  v B  3  104  2  10 3

 E  60 V/m.

15. (Ufpr 2014) O espectrômetro de massa é um equipamento utilizado


para se estudar a composição de um material. A figura abaixo ilustra
diferentes partículas de uma mesma amostra sendo injetadas por uma
abertura no ponto O de uma câmara a vácuo.

Essas partículas possuem mesma velocidade inicial v, paralela ao plano da


página e com o sentido indicado no desenho. No interior desta câmara há
um campo magnético uniforme B perpendicular à velocidade v, cujas linhas
de campo são perpendiculares ao plano da página e saindo desta, conforme
representado no desenho com o símbolo . As partículas descrevem então
trajetórias circulares identificadas por I, II, III e IV.

Considerando as informações acima e os conceitos de eletricidade e


04178253905

magnetismo, identifique como verdadeiras (V) ou falsas (F) as seguintes


afirmativas:

( ) A partícula da trajetória II possui carga positiva e a da trajetória IV


possui carga negativa.
( ) Supondo que todas as partículas tenham mesma carga, a da trajetória
II tem maior massa que a da trajetória I.
( ) Supondo que todas as partículas tenham mesma massa, a da
trajetória III tem maior carga que a da trajetória II.
( ) Se o módulo do campo magnético B fosse aumentado, todas as
trajetórias teriam um raio maior.

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 40 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para


baixo.

a) V – V – V – F. –
b) F – V – F – V.
c) V – F – V – V.
d) V – V – F – F.
e) F – F – V – V.

Resposta: item D.

Comentário:

Item 1: V. A partícula da trajetória II possui carga positiva e a da trajetória


IV possui carga negativa.

De acordo com a regra do empurrão da mão direita, partículas com carga


positiva desviam-se para direita (I, II e III) e partículas com carga
negativa desviam-se para esquerda (IV).

Item 2: V. Supondo que todas as partículas tenham mesma carga, a da


trajetória II tem maior massa que a da trajetória I.
Se as partículas descrevem trajetórias circulares, a força resultante age
como resultante centrípeta. Calculando, então, o raio da trajetória:
m v2 mv
Rcent  Fmag   q vB  R .
R q B
Por essa expressão vemos que quanto maior é a massa, maior é o raio.
Como R II R I m II m I.

Item 3: F. Supondo que todas as partículas tenham mesma massa, a da


trajetória III tem maior carga que a da trajetória II.
Pela expressão do item anterior, o raio é inversamente proporcional à
04178253905

massa.
Como R III R II q III q II.

Item 4: F. Se o módulo do campo magnético B fosse aumentado, todas as


trajetórias teriam um raio maior.
Pela expressão do item anterior, o raio é inversamente proporcional à
intensidade do vetor indução magnética. Assim, aumentando a intensidade
do campo magnético, todas as partículas teriam trajetória de raio menor.

7. Gabarito

01. A 02. D 03. D 04. E 05. E

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 41 de 42

04178253905 - marques
Curso de Física para o ENEM 2017
Teoria e exercícios comentados
Aula 28 – Magnetismo III
estrategiaenem

06. E 07. D 08. D 09. C 10. B


11. E 12. C 13. D 14. C 15. D

04178253905

Prof. Vinícius Silva www.estrategiaconcursos.com.br Página 42 de 42

04178253905 - marques