Vous êtes sur la page 1sur 20

UNIÃO ESTÁVEL

O AMOR TEM UMA NOVA EMBALAGEM

CARTILHA DE DIREITOS

SÃO PAULO

2018
Instituição
Universidade Cidade de São Paulo

Reitor
Professor Dr. Luiz Henrique Amaral
Pró-Reitora
Professora Drª. Amélia Maria Jarmendia Soares
Coordenador do Curso do Direito
Eduardo Ganymedes Costa
Professora Orientadora
Professora Ms. Rosana A. Valderano de Lima
Revisão
Professora Ms. Rosana A. Valderano de Lima
Professora Maria Elena
Curso
Direito
Ilustração da capa
Figura disponível em : http://www.pt.org.br/wp-
content/uploads/2014/12/bh1.jpg - data do aceso: 10/05/2018
Figura disponível em: https://br.freepik.com/vetores-gratis/colecao-
casal-desenhada-bonito-do-casamento-
mao_854368.htm#term=casal%20homosexual&page=1&position=2

SÃO PAULO

2018
UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO

CARTILHA DE
UNIÃO ESTÁVEL

O AMOR TEM UMA NOVA EMBALAGEM

SÃO PAULO

2018
ORGANIZADORES

DARIO, Tatiana Martinelli

GOULART, Rosângela dos Santos Coelho

GOYANO, Beatriz da Cruz

JESUS, Denise Alves Barbosa

NASCIMENTO, Thalia Assumpção

OLIVEIRA, Shayene Araújo

OLIVEIRA, Viviane Aparecida

SILVA FILHO, Jorge Nogueira da

SILVA, Liliane Barbosa

COORDENAÇÃO
Professora Ms. Rosana A. Valderano de Lima
Agradecimentos,

Primeiramente a Deus por nos capacitar para realização


deste trabalho,

A nossa Universidade por seu maravilhoso corpo docente


que enriquece nossa caminhada de aprendizado,

A nossa Professora e Ms. orientadora Rosana A. Valderano


de Lima, pelo suporte, correções e incentivos que tornou possível a
realização deste trabalho,

A Professora de Português Maria Elena por dedicar seu


precioso tempo nos ajudando com sua experiência,

E enfim, a todos que contribuíram para a realização deste


trabalho, seja de forma direta ou indireta, fica registrado aqui, o nosso
muito obrigado!
SUMÁRIO

I.Apresentação ......................................................................................................................... 2
II.Introdução .............................................................................................................................. 3
III.Conceito ................................................................................................................................ 4
IV.Características.................................................................................................................... 5
V.Direitos e Deveres ............................................................................................................... 6
VI.Impedimentos Legais ........................................................................................................ 8
VII.Contrato de Convivência .............................................................................................. 10
VIII.Regime de Bens.............................................................................................................. 11
IX.Conversão da União Estável em Casamento............................................................ 12
X.Dissolução............................................................................................................................ 13
XI.Referências Bibliográficas ............................................................................................ 14

1
I. Apresentação

Devido às burocracias e formalidades do casamento, muitas


pessoas passam a morar juntas sem a necessidade de tal solenidade,
mas essas pessoas que dedicam sua vida ao parceiro (a) possuem
direitos e deveres.

Surge então a União Estável, que basicamente tem o mesmo


propósito e finalidade do casamento, mas sem a necessidade de tantas
formalidades.

E com a proposta de orientar os interessados pelo assunto,


apresentamos essa “Cartilha de Atividade Acadêmica de Direito Civil -
Direito de Família”, que é um trabalho de pesquisa realizados pelos
discentes do 7º semestre, orientados pela Professora Ms. Rosana A.
Valderano de Lima.

Abordamos os temas de forma objetiva e simples, para fácil


entendimento e compreensão de todos.

Boa Leitura!

2
II. Introdução

O trabalho dessa cartilha apresenta a União Estável


(Direito de Família), que tem o mesmo papel do casamento sem as
mesmas formalidades. Quando duas pessoas desejam constituir uma
família, evidenciada publicamente com uma união duradoura.
Na Constituição Federal, a União Estável foi
consagrada como uma espécie de entidade familiar com a proteção do
Estado, apresentada nessa cartilha por meio dos principais assuntos
acerca do tema.

Muito comum em nossa sociedade, a União Estável


ocupa hoje um papel importante, pois não necessita de tantas
burocracias, protegendo os companheiros nos mesmos direitos e
deveres semelhantes ao casamento civil.

Desse modo, temos o conceito, as características, os


direitos e deveres dos companheiros, os impedimentos, os regimes de
bens utilizados, a conversão em casamento e a dissolução da União
Estável.

Pode-se citar como curiosidade, que os casais


homoafetivos também têm reconhecidos seus direitos; bem como o
estado civil não é alterado com a União Estável; mas também a
oficialização garante diversas vantagens ao casal, entre outros.

De todo o exposto, foi percorrido um grande caminho


até o reconhecimento dos direitos aos conviventes, e um melhor
entendimento dessa entidade familiar fora dos padrões do casamento
convencional.

3
III. Conceito

A Constituição Federal dispõe que, “É reconhecida como


entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher,
configurada na convivência pública, contínua e duradoura e
estabelecida com o objetivo de constituição de família.”

É a relação lícita, a ligação sem casamento, caracterizada


pela comunhão de vidas, pela constituição de uma família,
normalmente num único domicílio, mas pode acontecer por
motivos de necessidades profissionais, pessoais ou
familiares que impeçam a unicidade domiciliar.

FIGURA1

1 Disponível em:http://direito.folha.uol.com.br/blog/quanto-tempo-necessrio-para-haver-uma-unio-estvel-no-so-cinco-anos
-
Data do acesso 04/05/2018

4
IV. Características

FIGURA2

Para caracterizar a união estável é necessário dentre outros


fatores, a continuidade, ou seja, o convívio contínuo e ininterrupto, não
sujeito a abalos e deslizes, demonstrando a solidez e estabilidade do
relacionamento.

Não existe um tempo mínimo, mas a convivência deve ser


pública, contínua e duradoura.

IMPORTANTE!

Relacionamentos que constantemente são rompidos geram


instabilidade, e isso desconfigura a união estável.

Somente poderá ser reconhecida a união estável caso nenhum


dos conviventes tenha impedimento para casar.

Para a caracterização da união estável não é necessário o


casal morar sob o mesmo teto, basta que se demostre a
vontade de constituir um núcleo familiar.

2 Disponível em: https://www.mindmeister.com/pt/545129614/la-celula


- Data do acesso 04/05/2018

5
V. Direitos e Deveres

FIGURA 3

Os companheiros em união estável possuem os mesmos direitos e


deveres que um casal em matrimônio

Assistência Mútua

Guarda Sustento e Educação dos Filhos

Fidelidade

Lealdade

Respeito

3 Disponível em:@cnj.oficial
- Data do acesso 04/05/2018

6
FIGURA 4

O Supremo Tribunal Federal reconheceu a união estável para


casais do mesmo sexo (união homoafetiva), com os mesmos
direitos e deveres. A Constituição Federal não permite que
ninguém seja discriminado em função da sua preferência
sexual.

FIGURA 5

4 Disponível em:@cnj.oficial
- Data do acesso 04/05/2018
5 Disponível em:http://homodifferent.blogspot.com.br/2011/05/casamento-homoafetivo-legalizado-no.html
- Data do acesso
04/05/2018

7
VI. Impedimentos Legais

0s Impedimentos
legais da união
estável se
assemelham aos
do casamento.

O cônjuge sobrevivente
com o condenado por
homicídio contra seu
consorte

FIGURA 6
As pessoas
casadas
Ascendentes
com Não constituem
união estável Os irmãos
descendentes
unilaterais ou
bilaterais
O adotante com o
cônjuge adotado e
Os afins em
vice e versa O adotado com o
linha reta
7 filho do adotante

6 Disponível em: http://desenharecolorir.com.br/desenhos-para-colorir-turma-da-monica/turma-da-monica-magali/ - Data do

acesso 04/05/2018

8
8

FIGURA 7

FIGURA 8

Verdade!
A professora
falou isso
FIGURA
mesmo.

FIGURA 9

7 Disponível em:https://colorindo.org/monica-pintar-colorir/ Data do acesso 04/05/2018


-
8 Disponível em: https://colorir.org/magali/- Data do acesso 04/05/2018

9 Disponível em:https://colorindo.org/monica-pintar-colorir/ Data do acesso 04/05/2018


-

9
VII.Contrato de Convivência

Contrato de Convivência é o instrumento que permite


regularizar a relação entre companheiros, sendo uma
forma de garantir o Direito sobre a união estável.

FIGURA10

10

Trata-se de um negócio jurídico, podendo ser formulado


conforme o entendimento e necessidade dos
companheiros, mas precisa ser escrito e tem que ter boa
vontade de ambos para que sejam assegurados seus
direitos. Pode ser feito de forma particular ou por
escritura pública.

10 Disponível em:https://www.canstockphoto.com.br/foto-imagens/assinando.html
- Data do acesso 04/05/2018

10
VIII. Regime de Bens
FIGURA11

Mesmo a união estável não tendo suas regras como no


casamento, os regimes de bens a serem seguidos por ela, são os
mesmos. Vejamos:

Regime da comunhão parcial de Regime da separação


bens: adotado quando os convencional (total) de bens:
nubentes não fizeram nenhuma cada cônjuge continua
escolha específica por algum dos proprietário exclusivo de seus
outros regimes vigentes. próprios bens.

Regime da separação legal ou Regime da comunhão universal


obrigatória de bens: estabelecido de bens: comunicam-se todos os
em causas suspensivas do bens dos nubentes após a
casamento, pessoa maior de celebração do casamento,
setenta anos, ou aos que independentemente de serem
dependem de suprimento judicial. atuais ou futuros.

Regime da participação final nos aquestos: cada


cônjuge possui patrimônio
11 próprio, e quando da
dissolução da sociedade conjugal cabe a metade
dos bens adquiridos pelo casal, a título oneroso,
na constância do casamento.

11 Disponível em: http://www.amodireito.com.br/2017/10/direito-oab-concursos-casa-terreno-sogro.html


- Data do acesso
04/05/2018

11
IX. Conversão da União Estável em
Casamento

A qualquer tempo, os
conviventes em união
estável podem requer a
conversão em casamento
civil, por meio de
requerimento ao Oficial do
Registro Civil do seu
FIGURA12
domicílio.

13

Para formalizar a conversão, o


casal deve comparecer ao
Cartório de Registro Civil com 02
testemunhas maiores de 18 anos e
com os mesmos documentos
exigidos no casamento civil.

A conversão só é possível se não


existir impedimentos para o
casamento.

FIGURA13

12 Disponível em: https://br.pinterest.com/pin/215750638378685990/


- Data do acesso 04/05/2018
13 Disponível em:http://cartoriodehaya.com.br/produto/2-via-certidao-de-casamento/
- Data do acesso 04/05/2018

12
X. Dissolução

FIGURA14

A união estável pode ser dissolvida por acordo entre as


partes ou por decisão judicial que declara o fim da convivência mútua
entre os companheiros.

Sendo dissolvida a união estável por acordo entre as partes,


não necessariamente tem que ser de forma escrita.

Mas caso não haja acordo entre os companheiros para


efetivação da dissolução, qualquer uma das partes poderá propor ação
judicial visando o término da convivência familiar.

FIGURA15

14 Disponível em:www.pinterest.com.br
- Data do acesso 04/05/2018
15 Disponível em : http://costaqueirozadvogados.com.br/na-dissolucao-de-uniao-estavel-e-possivel-partilha-de-direitos-

sobre-imovel-construido-em-terreno-de-terceiros/Data do acesso 05?05/2018

13
XI. Referências Bibliográficas
DIAS. M.B- Manual de Direito das Famílias, 11ª ed., Revista dos
Tribunais

GONÇALVES. C.R – Direito Civil Brasileiro, Vol.6, Editora Saraiva.

MONTEIRO, W.B – Curso de Direito Civil, 38ª -ed.,2007, editora


Saraiva.

NADER. P. – Curso de Direito Civil, 2ª ed., Editora Forense.

Código Civil Brasileiro/2002

Constituição Federal do Brasil/1988

http://www.ambitojuridico.com.br

http://www.stf.jus.br

https://www.jusbrasil.com.br

http://www.pt.org.br

http://www.aciddiary.com

https://coisasamaveis.wordpress.com

http://direito.folha.uol.com.br

https://www.mindmeister.com

@cnj.oficial

http://homodifferent.blogspot.com.br
http://desenharecolorir.com.br

https://colorindo.org
https://colorir.org

http://quadrinhosdobem.blogspot.com.br
https://www.canstockphoto.com.br

http://www.amodireito.com.br
http://cartoriodehaya.com.br

www.pinterest.com.br

http://costaqueirozadvogados.com.br

https://br.freepik.com

14
UNIÃO ESTÁVEL
O AMOR TEM UMA NOVA EMBALAGEM

SÃO PAULO

2018

15