Vous êtes sur la page 1sur 6

Universidade Federal do Ceará

Departamento de Física
Curso de Engenharia de Petróleo

Relatório de Física
Prática 04:Segunda Lei de Newton

Aluna: Emilly Maria Holanda Mota


Matrícula:412603
Curso: Engenharia de Petróleo Turma:24
Disciplina: Física Experimental para Engenharia
Data da prática:08/05/2018

Fortaleza – Ceará
2018
INTRODUÇÃO TEÓRICA

LEIS DE NEWTON

1-Primeira lei:Os corpos têm a propriedade de continuarem no mesmo estado atual,caso a


força resultante sobre eles for igual a zero.Isso se aplica tanto para situações de repouso
quanto para movimentos retilíneos uniformes.A massa é o indicador dessa
propriedade,quanto maior a massa do corpo,mais difícil de retirá-lo do estado em que se
encontra.

2-Segunda Lei: Essa lei revela a relação que há entre força,massa e aceleração.Na qual,a
força é diretamente proporcional a massa e a aceleração.
F=m . a
Observações :
-No sistema internacional de unidades (SI),Força é representada por Newton (N)
Aceleração por m/s2
Massa por quilograma (kg).
- A aceleração e a força resultante têm o mesmo sentido e a mesma direção.
-Força e aceleração são grandezas vetoriais.

3-Terceira Lei(Ação e Reação):Todas as ações que ocorrem no universo ocasionam uma


reação.Essa reação ocorre na mesma direção e na mesma intensidade,contudo no sentido
oposto da ação.Esse par de forças nunca agirão no mesmo corpo,assim não se anulam.

Exemplo:A força normal não é reação da força peso,pois atuam no mesmo corpo.

OBJETIVOS

- Estudar a variação da aceleração versus força resultante aplicada.


- Estudar a variação da aceleração em função da massa para uma dada força
resultante.

MATERIAL

- Trilho de ar com eletroímã.


- Cronômetro eletrônico digital.
- Unidade geradora de fluxo de ar.
- Balança digital.
- Carrinho com três pinos(pino preto,pino ferromagnético e um pino com
gancho).
- Chave liga/desliga.
- Y de final de curso com roldana.
- Suporte para massas aferidas.
- Massas aferidas (3 de 10 g;6 de 20g;2 de 50g).
- Cabos.
- Fotossensor.
- Fita métrica.
PROCEDIMENTO

Em primeiro momento houve a montagem dos equipamentos que seriam usados no


experimento e a medição da massa do carrinho com pinos fixados, e da massa do porta-
peso.Posteriormente,seguiu-se o experimento variando as massas adicionadas ao carrinho
e ao porta-peso de acordo com as instruções do procedimento 1 e 2,para cada configuração
dessas media-se o tempo para o carrinho passar pelo fotossensor,o que aliado ao
conhecimento do espaço percorrido permite saber a aceleração do sistema.

massa do carrinho com pinos (mc)= 219,3 g.


massa do porta peso(mp)=8,7 g.

Procedimento 1:Relação entre Força Resultante e Aceleração (m=constante).

Nessa etapa,diferentes forças peso serão aplicadas e a aceleração será medida.E


através,do produto entre a massa total do sistema e a aceleração,verifica-se se a segunda
lei de newton é obedecida.

Tabela 4.1.Resultados experimentais para massa total constante.

M (g) m (g) MT(g) t1(s) t2(s) t3(s) Média de a (cm/s2)


t (s)

299,3 28,7 328 1,419 1,175 1,255 1,283 60,75

279,3 48,7 328 0,859 0,868 0,868 0,8650 133,7

259,3 68,7 328 0,806 0,772 0,795 0,7910 159,8

PROCEDIMENTO 2:Relação entre Aceleração e Massa (F=constante).


Essa etapa consiste em submeter o sistema sempre a mesma força peso,em aumentar a
massa total envolvida,e em medir a aceleração.A partir disso,deseja-se verificar se a
segunda lei de newton está sendo obedecida nessa situação.

Tabela 4.2.Resultados experimentais para força aplicada constante.

M (g) m (g) MT(g) t1(s) t2(s) t3(s) Média de a (cm/s2)


t (s)

239,3 48,7 288 0,831 0,818 0,795 0,8150 150,5

259,3 48,7 308 0,821 0,849 0,836 0,8350 143,4

279,3 48,7 328 0,865 0,848 0,833 0,8480 139,1

299,3 48,7 348 0,868 0,877 0,895 0,8800 129,1

319,3 48,7 368 0,966 0,972 0,951 0,9630 107,8

QUESTIONÁRIO

1 - Baseado nos dados da Tabela 4.1 preencha o quadro abaixo.Anote a massa total em
kg,a aceleração em m/s,faça o produto da massa total pela aceleração. Anote também a
força aplicada (P=mg) em Newtons.Comente os resultados.

MT(kg) a (m/s2) MT.a (N) F=P=mg (N)

0,328 0,6075 0,199 0,28

0,328 1,336 0,438 0,48

0,328 1,598 0,524 0,67

2- Baseado nos dados da Tabela 4.2 preencha o quadro abaixo.Anote a massa total em
kg,a aceleração em m/s,faça o produto da massa total pela aceleração.Anote também a
força aplicada (P=mg) em Newtons.Comente os resultados.
MT(kg) a(m/s2) MT.a (N) F=P=mg (N)

0,288 1,348 0,3882 0,47

0,308 1,096 0,338 0,47

0,328 1,091 0,358 0,47

0,348 1,57 0,546 0,47

0,368 1,124 0,414 0,47

3-Baseado na Tabela 4.2 preencha o quadro abaixo.

a (m/s) 1,348 1,096 1,091 1,57 1,124

1/MT(kg-1) 3,47 3,25 3,05 2,87 2,72

4- Faça o gráfico da aceleração em função de 1/M para os dados da questão anterior.


5- Qual o significado físico da inclinação do gráfico da questão anterior?Justifique.

A força resultante.Tangente =cateto oposto/cateto adjacente


Tangente= a/ 1/M
Tangente=a . M
Essa fórmula representa a força resultante da segunda lei de newton.

CONCLUSÃO
Ter o conhecimento sobre como essas grandezas se relacionam é preciso para se analisar
os movimentos,algo imprescindível para o desenvolvimento da ciência,do cotidiano,e da
tecnologia,tanto que é chamada de lei fundamental da dinâmica.Diante disso,essa prática
possibilita acompanhar bem a relação das grandezas presentes na equação,e agrega
conhecimento prático o que consolida a visão física dos alunos,que muitas vezes é
limitada por estudarem apenas a teoria.
Nesse experimento,observa-se a validez da segunda lei de newton, tanto pela
proporcionalidade estabelecida entre as grandezas como previsto,quanto pelos valores
reais e teóricos serem muito próximos.