Vous êtes sur la page 1sur 2

Acsa (filha de Calebe) Josué 15.

13-19

Introdução: Calebe e Josué, dos doze espias enviados por Moisés para verificarem a terra
prometida por Deus ao povo Israelita, foram os únicos que viram na terra uma riqueza e um
potencial gigantesco para crescerem e se desenvolverem e se tornarem uma grande nação. Os
demais espias focaram as suas visões nos homens cruéis e perversos da terra, e se
amedrontaram e geraram discórdia entre o povo e Moises. Então, nada mais justo que Calebe,
que então se torna o braço direito de Josué, que por sua vez, assume o posto de Moises,
receba uma herança ou presente, ou melhor, recompensa por ter ido na missão de espiar a
terra, e executá-la brilhantemente. Agora:

Meditando no texto acima, verificamos que:

1-Hebrom (Quiriate-Arba)
Calebe recebe Hebrom, porém não recebe de “mão-beijada”, pois ele teve que
conquistar a terra, expulsando dela Sesai, Aimã e Tamai. Ou seja, ele teve que lutar, se
esforçar, fazer a parte dele, pagar um preço alto, arriscando a sua vida.
Deus tem para nós um Hebrom, uma terra fértil, uma terra abençoada, uma terra
próspera, um manancial de bênçãos, mas para recebê-la, teremos que trabalhar, lutar e nos
esforçar para alcançarmos. Porém, uma coisa é certa, Deus já liberou no céu o Hebrom da sua
vida, apenas aposse-se desta benção.

2-Darei minha filha Acsa por mulher


Acredito que Calebe tenha cansado de lutar para conquistar Quiriate-Arba, então
lançou um desafio para que quem conquistasse Quiriate-Sefer receberia como recompensa a
sua própria filha.
Otniel se dispôs a lutar e conquistar Quiriate-Sefer. Otniel mostrou coragem, ousadia e
determinação, pois sabia o que era o melhor de Deus para a sua própria vida, e entendeu que
Acsa estava separada e preparada para ser sua mulher, esposa e futura mãe de seus filhos.

3-Pedisse um campo ao pai dela


Acsa mostrou submissão em relação ao seu marido e esposo Otniel, pois não se
intrometeu nos negócios dele, mas foi sábia para insistir em algo que ela sabia e tinha certeza
que seria uma benção para eles e para a descendência deles. Ela poderia ela mesma ir falar
com o pai dela, mas incentivou Otniel, como o cabeça da casa, que fosse até Calebe pedir uma
pedaço de terra.

4-E ela apeou do jumento


Otniel foi ter com Calebe, porém este lhes deu uma terra árida, infértil, seca, sem vida,
sem água. Porém, Acsa não ficou em casa chorando as mazelas da vida, mas foi atrás do seu
sonho, dos seus objetivos. Ela mesma pegou um jumento, e foi de encontro ao seu pai,
resolver o problema. Veja, que ela poderia ter tido uma reação diferente, ficar chateada com o
seu pai, e murmurar da vida, do seu pai, de Deus. Mas não, ela foi em busca da solução do
problema da sua casa, da sua família, do seu esposo.
5-Que desejas?
Calebe pergunta para Acsa o que ela desejava. Ela poderia ter “chutado o pau da
barraca com ele”, e reivindicar os seus direitos como filha, e exigir a recompensa do seu
esposo por ter se esforçado e arriscado a própria vida para conquistar Quiriate-Sefer.
Porém ela apenas lhe pediu um presente, ou seja, não exigiu sua herança como filha,
nem brigou, nem acionou seus direitos.
Ela soube pedir, e pediu o melhor, fontes de água. Água é vida, e Jesus é a Água viva,
que se tomarmos desta água, jamais teremos sede.

6-Fontes superiores e fontes inferiores


Diante da atitude corajosa, correta e sábia da sua filha, Calebe se sensibilizou e deu a
ela e a Otniel fontes superiores e fontes inferiores. Acsa recebeu o melhor.
Deus tem o melhor para nossas vidas, e tem fontes de água a jorrar para gerar uma
vida regada, próspera, fértil e cheia de vida.

Conclusão: não se contente com uma terra árida, sem vida, vazia, sem graça. Deus têm para
você terra com água, ou melhor, com fontes de água. Cuide da fonte, e nunca mais ficará sem
água. Jesus é a água viva, que sacia a sede espiritual, emocional e física.