Vous êtes sur la page 1sur 246

Begin Reading

Insert
Table of Contents
Yen Newsletter
Copyright Page

Yen Press, LLC supports the right to free expression and the value of copyright.
The purpose of copyright is to encourage writers and artists to produce the
creative works that enrich our culture.

The scanning, uploading, and distribution of this book without permission is a


theft of the author’s intellectual property. If you would like permission to use
material from the book (other than for review purposes), please contact the
publisher. Thank you for your support of the author’s rights.
PROLOGUE
EVIL IN THE MOONLIT NIGHT

O luar fraco filtrava através das finas nuvens que cobriam o céu noturno.
Com a exceção de algumas estrelas cintilando aqui e ali, o escuro vazio acima
parecia vasto o suficiente para atrair espectadores que viviam na terra em suas
profundezas.
A maioria das pessoas já dormia a esta hora tardia.
Em direção ao centro da cidade, as tavernas estavam vivas com os sons dos
aventureiros. No entanto, nessa área residencial sombria, pareciam distantes.
Uma garota ficou nas sombras enquanto entrava em um dos prédios a caminho de
encontrar um deus.
“Por favor, Lord Soma. Permita que a Lilly deixe esta Familia ... ” Sua voz
estremeceu quando ela implorou.
O corpo de Lilly estava escondido por um manto surrado quando ela se ajoelhou
na frente dele, a cabeça baixa. Seus olhos redondos castanhos concentrados em um
ponto no chão.
A divindade com a qual ela estava conversando estava sentada quieta no canto da
sala, segurando os joelhos dele contra o peito dele.
Uma nuvem mudou no céu noturno, inundando a sala com a luz da lua através da
janela aberta. A luz iluminou uma série de prateleiras alinhadas em um lado da sala.
Eles possuíam numerosos vasos de plantas, bem como várias garrafas de licor claro.
As duas figuras sentaram-se nos aposentos privados da casa do deus Soma Família.
Lilly tinha vindo aqui pedir diretamente permissão a Soma para deixar a Família.
Isso tudo era para que ela pudesse ser libertada da maldição de Soma Familia—
de modo que ela pudesse ficar ao lado de Bell e os outros com orgulho. Ela tinha
visto sua chance e aproveitou a oportunidade para uma audiência pessoal com o
próprio Soma.
Deixar uma Familia - que implicava a reescrita da Falna que até então foi
esculpida em suas costas - exigia a permissão de seu deus, Soma.
“Lilly sabe que isso vem sem aviso, e ela pede desculpas por isso e por todas as
outras ofensas que cometeu. Mas por favor, Lilly implora por sua misericórdia ...
Ela não fez contato visual ou sequer levantou a cabeça.
Os ombros pequenos e trêmulos da garota indicavam o quanto o medo de seu
deus ainda permanecia dentro dela. Lilly não conseguia enxugar as memórias do
vinho de Soma, como isso a torcia, dominava-a. Aquele que o criou estava sentado
no canto da sala.
Mas a divindade não respondeu.
Ele parecia um jovem de estatura média. Seu corpo e membros eram delgados e
quase delicados na aparência. Ele usava um manto solto, as mangas e a bainha sujas
de terra.
Soma sentou no canto, olhando para a parede e murmurando para si mesmo.
“Regulamentação operacional… pena… minha paixão, minha razão…”
O longo e despenteado cabelo de Soma escondia parcialmente seu rosto
oprimido. Ele parecia estar envolto em um miasma de depressão e desespero.
Ele não se mexeu, mantendo as costas para Lilly.
Uma nova voz não pertencente a Lilly ou Soma encheu a sala. “Lord Soma está
muito ocupado agora. Mas eu vou ouvir você, Erde.
Um homem humano apareceu ao lado da divindade sentado no chão.
Copos empoleirados nas características esculpidas do homem. Seus estreitos
olhos negros tinham um ar de inteligência, mas o sorriso vulgar em seus lábios o
traiu. "Estou muito surpreso em ver você vivo. Fui informado que Kanu morreu.
Lilly lutou desesperadamente contra a vontade de responder.
Zanis Lustra - o comandante de Soma Familia e um aventureiro da classe alta no
Nível 2.
Ele recebeu o título de Gandharva, o Guardião do Vinho. Sua mente era forte o
suficiente para não ser manipulada pelo Vinho Divino; Sua vontade poderia dominá-
lo.
Com a notável falta de interesse de Soma em sua própria Família, não era
incomum que Zanis desse ordens em seu lugar. De fato, como líder - e usando o
nome de sua divindade para seus próprios propósitos - ele podia manipular os outros
membros para seu próprio benefício. Não diferente do homem que jogou Lilly em
uma horda de formigas assassinas, Zanis não pensou em tirar vantagem dos fracos.
Depois de esconder sua própria morte e fazer planos cuidadosos para se infiltrar
nos aposentos de Soma, Lilly foi encontrada pela única pessoa que ela absolutamente
queria evitar.
"Venha para pensar sobre isso, não viu nenhum dos amigos de Kanu, também ...
Você tem alguma coisa a ver com isso?"
A garota respondeu honestamente ao homem cujo sorriso não mudou desde que
ele
entrou no quarto. "... Lilly não sabe." Sua resposta foi curta e direta ao ponto. Ela
lutou muito para segurar a língua para evitar que sua própria raiva e aborrecimento
passassem. "Sr. Zanis ... Lilly está aqui por um motivo. Ela está esperando pela
resposta de Lord Soma.
“Oh sim, de fato. Vamos voltar a isso. Zanis exagerou suas palavras e acenou
com a cabeça muito mais fundo do que o normal, quase como se estivesse atuando
em uma peça. Ele lentamente e cuidadosamente enunciou cada uma das suas
próximas palavras. “É claro que uma grande soma de dinheiro será necessária para
sair do nosso grupo. Essa é a única coisa que pode aliviar a dor de Lord Soma - ele
passou muito tempo criando você. Ele vai querer pelo menos dez milhões de vals.
Lilly ficou imóvel por vários segundos.
Seu espírito parecia se esvair de seu corpo no momento em que ela entendia as
palavras de Zanis.
“O que você diz, Lord Soma?” “… Depende de você.”
Soma não se virou ou olhou para cima quando ele respondeu. A divindade era
pouco mais do que uma rocha no canto da sala, não mexendo com uma grana.
"T-dez milhões ..." Lilly disse enquanto seu rosto ficou pálido.
Seu próprio deus não a conhecia, nem ele respondeu à sua voz. Zanis riu
sombriamente para si mesmo enquanto olhava para Lilly, sabendo que qualquer
outra discussão seria inútil.
Lilly desabou no chão como uma marionete cujas cordas foram cortadas. Seus
braços finos conseguiram quebrar sua queda. Lenta mas seguramente, a menina
voltou a ficar de pé.
Com o rosto vazio de qualquer emoção, Lilly saiu cambaleando do quarto com as
pernas trêmulas.
No momento em que ela desapareceu de vista, uma grande figura ficou na porta
em seu lugar.
"Ei, os caras da Apollo estão na frente", disse um anão de aparência muito hostil
usando uma grande cabaça de cabaça presa atrás da parte inferior das costas.
“Muito bom, Chandra. Mostre-os na pequena sala no final do corredor. ”“ Não é
meu trabalho. Faça Você Mesmo."
O anão chamado Chandra falou em tom rude e monótono ao virar as costas para
Zanis, depois desapareceu pelo corredor como se quisesse evitar uma conversa sem
sentido. O homem encolheu os ombros, mais divertido que aborrecido.
Ele se virou para encarar o deus no canto e falou. “Lord Soma, irei conduzir
negociações. Qual é o seu desejo?

"…Você decide."
Soma estava completamente desinteressado. Zanis sorriu, rindo baixinho pelo
nariz.
Seus olhos pareciam esconder um sorriso enquanto ele caminhava em direção à
porta. O silêncio caiu assim que Zanis fechou a porta atrás dele.
"..."
O deus parou de murmurar para si mesmo agora que ficou sozinho em seu quarto.
O luar cinza-azulado iluminava as plantas e garrafas em sua prateleira. Soma
estendeu a mão, pegou uma garrafa e abriu a tampa.
Ele levou-a aos lábios e bebeu a garrafa em alguns goles rápidos.
CHAPTER 1
THE FURIOUS RABBIT

As estradas de pedra são aquecidas pelo sol em cima nesta tarde amena.
O tempo está bom há vários dias; todo mundo parece estar de bom humor. O
centro da cidade transborda de vozes felizes. A ampla rua principal está cheia de
carroças puxadas por cavalos, semi-humanos e viajantes em seus equipamentos
de viagem cuidando de seus negócios.
Passadas essas ondas da humanidade e no centro da estrada, em frente,
ergue-se uma torre branca tão alta que atravessa o céu azul.
"Mas ainda assim, eu estou tão feliz que você e os outros voltaram sãos e
salvos." "Desculpe por fazer você se preocupar ... E obrigado."
Eu estou fora de um dos bares em West Main, The Benevolent Mistress. Não
sei quantas vezes me desculpei e agradeci a Syr, mas faço novamente. Nunca
vou esquecer o olhar no rosto dela quando vim dizer que tinha voltado do
décimo oitavo andar. Aquele sorriso, o olhar nos olhos dela, como o cabelo
prateado dela balançava para a frente e para trás - tudo.
Ainda não consigo acreditar que já se passaram três dias desde que
derrotamos o Golias e retornamos à superfície.
Foi uma semana atrás hoje que não conseguimos sair dos níveis
intermediários e tivemos que ir até o décimo oitavo andar. Aparentemente,
muitas pessoas acima do solo estavam preocupadas conosco. Syr foi
definitivamente um deles. Embora ela mesma não pudesse entrar no Calabouço
como a deusa, ela mandou seu colega de trabalho Lyu atrás de nós.
Eu serei eternamente grato ao elfo que salvou minha vida tantas vezes.
Claro, nunca esquecerei o quanto fiquei feliz por ela fazer isso por mim.
Eu faço uma careta para esconder o meu embaraço da garota sorrindo bem
na minha frente.
"Seu corpo está totalmente recuperado?"
"Sim. Lorde Miach ... Recebi tratamento de uma família amiga e estou bem
agora.

Graças aos remédios e poções mais fortes de Lord Miach e Nahza, consegui
recuperar toda a força e poder mental que perdi nos últimos três dias.
Voltamos à superfície no dia seguinte ao combate do chefe do andar. Passei
os últimos dois dias se recuperando, além de contatar todos que conheço para
garantir que eles saibam que estou bem. Eu os encontro pessoalmente, vejo seu
alívio, suporto sua raiva e compartilho algumas risadas. Na verdade, Syr foi a
primeira pessoa que eu fui ver, então esta é a segunda vez que eu vejo aquele
sorriso de alívio no rosto dela.
O calor do sol na minha pele e os céus brilhantes são a prova de que eu
realmente consegui sair vivo. Graças a isso, eu posso experimentar a alegria de
me reunir com pessoas que achei que nunca mais veria novamente. Eu suponho
que quanto mais medo e perigo você experimenta, mais feliz você é para torná-
lo seguro em casa.
Eu realmente estou de volta.
Mesmo com toda a comoção ao meu redor, sinto minhas bochechas
recuarem em um sorriso.
“Syr, Mama Mia nos pediu para abrir… Oh, Sr. Cranell. Eu não sabia que
você estava aqui.
"Lyu"
Lyu sai das portas do bar para chamar Syr de volta para dentro. Ela diz um
rápido bom dia e eu respondo com uma saudação matinal.
A capa encapuzada e o pano de batalha que ela usava no Calabouço foram
substituídos por seu uniforme de garçonete. Vê-la vestida assim depois de lutar
ao lado do forte e belo aventureiro encapuzado parece muito estranho ... Há uma
grande diferença entre essa garçonete fofa e o guerreiro que conheço.
"Estou feliz em ver que você está bem. Você parecia um pouco melhor do
que um cadáver no caminho de volta da masmorra. Eu estava preocupado com
sua saúde.
"S-desculpe por isso ..."
Eu me esforcei muito e fui levada de volta para a superfície. O elfo balança a
cabeça suavemente de um lado para o outro e finalmente diz: "Não é nada."
Seus lábios finos e definidos se soltam ligeiramente.
… É só um pouco, mas sinto que a distância entre Lyu e eu encolheu. Seu
tom parece um pouco mais amigável, sua expressão mais suave do que o
habitual. É extremamente leve, mas o suficiente para perceber.
Não foi muito longo, mas o tempo que passamos juntos no Calabouço me
permitiu ficar um pouco mais perto dela.
"... Bell, você se tornou amigo de Lyu, não é?"

"Mas nunca está tudo certo dar uma olhada, ok?" "Tudo bem ...!"
Ela me olha por um momento, seu dedo bem na frente do meu nariz. Seu
severo aviso é tão intenso que só posso gritar em resposta.
Quando eu cheguei a vê-la, Syr já sabia do incidente ... Eu meio que vi Lyu
nua. Ela me repreendeu ferozmente, mas parecia mais uma punição.
Eu nunca tinha visto Syr tão bravo antes. Uma palestra severa de uma garota
mais velha foi mais que suficiente para me fazer recuar. É verdade que eu colhi
o que tinha semeado, mas ainda assim ...
Eu me encolho quando uma nova onda de constrangimento e arrependimento
invade meu corpo, meu rosto ficando vermelho.
“Syr, isso foi um acidente. Por favor, não culpe o Sr. Cranell. - Lyu, como
pode ter tanta certeza de que foi um acidente?
“Se eu sentisse alguma emoção impura, eu o teria cortado no local.”
- Meu espírito pica. Preciso fazer todo o possível para evitar repetir erros do
passado.
"Eu ouvi isso de Lyu, mas você lutou contra um monstro extremamente
poderoso, não é mesmo, Bell?"
Ela me bate com essa pergunta no momento em que coloco minha cabeça de
volta em meus ombros.
"Oh, sim." Eu consigo tirar uma resposta da minha boca assim que percebo
que ela estava falando sobre o Golias no décimo oitavo andar.
“Eu também ouvi que você pegou. Isso é verdade? ”“ Eh, hum, sobre isso…

Eu começo a negar, mas Lyu de repente me chama a atenção. Não há
necessidade de modéstia. Seu olhar domina-me e minha voz se encolhe em
silêncio. Eu ainda me lembro dela repreendendo-me por olhar para mim mesmo
no lago onde ela estava tomando banho ... Eu fico lá por um momento antes de
Syr acenar para passar o momento estranho.
"Wow isso é incrível! Bell, você se tornou um aventureiro tão forte! ”“ Bem,
eu, hum… ”
Syr animadamente traz as mãos juntas com um aplauso. Tudo o que posso
fazer é forçar um sorriso.
Receber todos esses elogios e elogios é bom, e fico muito feliz em ver esse
olhar de respeito aos olhos dela, mas não posso levar todo o crédito.
Eu realmente acredito que se alguém, alguém não estivesse no campo de
batalha naquele dia,

Eu não estaria aqui agora. Eu apostaria alegremente nisso.


É verdade que dei o golpe final com minha habilidade Argonauta. Mas se
não fosse Lyu e todos os outros me protegendo, eu nunca teria tido a chance de
usá-lo. Não só o chefe do andar me levou para fora, mas também centenas de
outros monstros em volta do campo de batalha. Eu tive muita ajuda e precisava
disso.
Nós só conseguimos conquistar a vitória porque todo aventureiro deixou de
lado
Familia afiliações e trabalhou em conjunto.
Foi muito mais preciso dizer que todos nós derrubamos esse monstro. “Um
dos nossos frequentadores se tornou um famoso aventureiro! Tenho muito
orgulho de trabalhar
aqui! "Ela está radiante de alegria, como se fosse sua própria realização e eu
sou apenas outro cara. Seus olhos se estreitam e a boca se alarga em um sorriso
que me faz sentir cócegas, e ela continua. “Como você gostaria de fazer outra
festa para comemorar? Não é todo dia que você retorna de uma experiência de
quase morte, certo? Que tal esta noite?
Ela sugere que façamos algo parecido quando subimos de nível para o nível
2.
Estou muito feliz em vê-la tão animada, mas ... a sombra de uma figura
assustadora aparece na minha cabeça. Pode ser uma boa ideia recusá-la.
"Eu não poderia pedir-lhe para fazer isso, não depois de todos os problemas
que causei ... Eu não acho que eu seria capaz de olhar a Sra. Mia na cara ..."
Mia possui e opera A Senhora Benevolente. Aparentemente ela estava
extremamente brava porque Lyu deixou seu posto para se juntar à minha equipe
de busca. Ela retrucou, dizendo que alguém que precisava contar com a ajuda de
pessoas fora de sua própria família deveria "parar de precisar de pessoas para
resgatar" im.
Apenas a imagem de seu rosto fervendo no fundo da minha mente me faz
recuar de susto.
"Heh-heh, ela vai animar se você contar suas histórias sobre o que
aconteceu, você sabe."
As bochechas de Syr ficam vermelhas enquanto ela se inclina em minha
direção, com um sorriso estranho no rosto. Enquanto isso, Lyu acrescenta sua
própria opinião em seu tom usual de verdade. "Acordado. Mama Mia gosta de
contos de bravura.
"O que você diz?" Syr pergunta em uma voz amigável. Fico feliz que ela se
sinta assim, mas infelizmente isso não pode acontecer hoje à noite. Eu balanço
minha cabeça não.
"Eu sinto muito, mas eu vou ter que dar uma passada nisso, hoje. Eu já tenho
planos hoje à noite ...
"Oh, você faz?"
"Sr. Cranell Esses planos envolvem os membros do seu grupo de batalha?

Meus lábios se abrem em um sorriso enquanto eu aceno com entusiasmo.


É como o Lyu disse, eu vou celebrar com meus amigos hoje à noite.

O sol desaparece de vista atrás da alta muralha da cidade, cobrindo as ruas


em uma sombra azul.
Orario fica ainda mais animado quando a noite cai.
Canções jubilantes ecoam nas tavernas e os artistas de rua exibem shows
nos parques e espaços abertos pela cidade. Muitas pessoas se reuniram para
saudar os aventureiros quando eles emergem do Calabouço. Lâmpadas de
pedra mágica iluminam a noite.
Um bloco particular adjacente ao South Main está realmente vivendo isso.
Lâmpadas de pedra mágica de várias cores iluminam a estrada larga. As
lâmpadas são brilhantes o suficiente para rivalizar com as estrelas no céu.
Olhando para a rua, todos os edifícios são altos e cada um tem um estilo único.
Há bares, cassinos e teatros em todo o lugar, além de outros estabelecimentos
que não são vistos em outros lugares da cidade. South Main Street é tão lotada
quanto a sua reputação de um distrito de entretenimento sugeriria.
Mas deixo tudo isso para trás e caminho um quarteirão.
Eu conheço Lilly e Welf dentro de um bar que está alinhado com todos os
tipos de máscaras de animais, de pássaros a leões. Nós três nos sentamos ao
redor da mesa e tilintamos nossas canecas juntas.
"Felicidades!"
Sorrisos transbordam em torno da mesa como a espuma borbulhante no
topo de nossas canecas de cerveja. Nós não somos os únicos a ter um bom
tempo. Clink, clink! Outros grupos de aventureiros nas mesas ao nosso redor
estão começando a desfrutar de uma bebida depois de um dia de trabalho duro.
Há um grande sinal vermelho que se parece muito com o emblema de uma
Família na parede que tem algum tipo de desenho de inseto. É o símbolo desta
barra: Hibachitei, a vespa flamejante.
Localizado em um beco do distrito comercial, esta taberna é popular entre
os diferentes grupos de aventureiros e ferreiros, sendo Welf um deles. A
reivindicação do bar para a fama é um hidromel vermelho escuro. Parece bom
o suficiente que as pessoas viajem aqui apenas para beber.
Comparado com o The Benevolent Mistress, este lugar é bastante apertado.
Eu suponho que é porque é em uma rua de trás, em vez da estrada principal.
tem

mesas, cadeiras e outros obstáculos suficientes aqui para dificultar a


locomoção. O interior é um pouco sujo e cheio de anões e homens rindo juntos
em vozes altas. Eu não consigo colocar meu dedo nisso, mas há algo diferente
sobre a atmosfera aqui. O lugar do Syr é brilhante e moderno, mas o Wasp
Flaming se parece mais com um bar de aventureiro.
Algumas garotas passam por nós quando eu compartilho uma risada com
Lilly e Welf.
"Parabéns por subir de nível, Welf!"
"Sr. Welf agora é oficialmente um Alto Smith, sim? ”“ Que eu sou…
Obrigado. ”
Ele balança a cabeça, parecendo um pouco mais tímido do que o habitual.
Mas aquele sorriso nos lábios é toda a prova de que preciso saber que ele
atingiu tanto o objetivo quanto o orgulho que o acompanha.
Welf tinha conseguido excelia suficiente através de nossa jornada para os
níveis intermediários e as muitas batalhas no décimo oitavo andar para subir de
nível - indo do Nível 1 para o Nível 2. Ao mesmo tempo, ele adquiriu a
habilidade avançada “Forge”.
Lady Hephaistos atualizou seu status, e o anúncio de seu posto foi feito esta
manhã. Ele veio direto para a casa da minha deusa para nos contar assim que
descobriu, um sorriso enorme no rosto. De lá ele foi falar com a Lilly e agora
nós três estamos aqui celebrando.
Welf agora é um High Smith - não podemos deixar esse dia especial passar
sem comemorá-lo.
"Sr. Você está livre para marcar seu trabalho com a marca da sua família
sempre que quiser?
“Sempre que eu quero, posso estar empurrando. Preciso da aprovação de
lady Hephastis junto com vários outros líderes antes de poder usar essa marca.
Uma arma fraca seria carimbada apenas o nome dela.
Agora que Welf se juntou às fileiras dos High Smiths, ele tem permissão
para gravar a insígnia de onαιστος em suas armas e armaduras.
Parece que ele não pode fazer isso o tempo todo, mas eu aposto ... não,
tenho certeza de que o trabalho do Welf vai começar a vender muito bem. A
marca hasαιστος tem muita influência.
Acrescente-se ao fato de que o equipamento fabricado por um High Smith
sempre está em alta demanda, e a reputação de Welf como um ferreiro deve se
espalhar como um incêndio. Enquanto estou extremamente feliz pelo meu
amigo, também estou um pouco triste. "Mas isso significa ... você está
deixando a festa de batalha, não é?"
A principal razão pela qual Welf queria se juntar a nós em primeiro lugar
era para que ele pudesse ganhar a habilidade de Forjar. Ele atingiu seu
objetivo, então não há motivo para ele

fique por perto. Recusar-se a deixá-lo perseguir seus sonhos seria egoísta da
minha parte. Esta pode ser a última vez que o vejo. Lilly está com um pouco de
pesar,
também.
Welf coça a parte de trás de sua cabeça. Ele sorri e olha para nós como um
irmão mais velho, tentando se impedir de corar. "Não olhe para mim como um
coelho abandonado ao lado da estrada." Ele gira a cerveja em sua caneca
algumas vezes e continua. “Eu devo a vocês. Eu não posso simplesmente dizer
"estou pronto, te vejo e decolar".
"Hã…"
"Vou me juntar a você sempre que ligar, inclusive para o rastreamento do
Dungeon. Então não se preocupe ”, ele termina com um sorriso cheio de
dentes.
Eu pisco algumas vezes antes de seu sorriso contagiante assumir o controle.
Os olhos de Lilly se curvam para cima enquanto nós três tilintamos nossas
canecas juntas novamente.
Nós ainda somos uma festa de batalha.
"Sr. Welf só se juntou a nós duas semanas atrás ... O ranking não demorou
muito. Lilly tinha certeza de que levaria muito mais tempo.
"Bem, eu não estava exatamente sentada na minha bunda antes de me juntar
a vocês dois. Mas sim, aconteceu em um piscar de olhos ... suponho que quase
morrer cinco vezes nos níveis intermediários acelerou um pouco o processo. ”
"Ah-ha-ha ..."
Nossa conversa se junta ao barulho dentro do bar animado.
Placas sobre placas de muitos tipos diferentes de alimentos são levadas para
as mesas dos outros clientes. Bifes de presunto grelhado, peixe frito com
molho de ervas - os cheiros aqui são incríveis. Eu trabalho coragem para
experimentar um pouco desse hidromel vermelho. Apenas um gole é suficiente
para enviar uma onda de calor pela minha garganta e aquecer meu estômago.
Welf foi quem recomendou Hibachitei para o nosso encontro. Depois de provar
alguns dos alimentos e bebidas aqui, eu entendo o porquê. Este lugar está no
mesmo nível da Mestra Benevolente. Eu me pergunto qual é o mais barato?
Nossas deusas também se juntariam a nós esta noite. Mas de acordo com
Welf, lady Hephaestes estava bastante zangada com Lady Hestia - algo sobre
Hestia minha deusa ter "outras responsabilidades", ou algo assim ... Ela tem
que trabalhar em seu emprego de meio período em Babel Tower, e ela não está
feliz com isso. . Ela fez o melhor que pôde para dar a Welf seus bons desejos,
mas a depressão em seu rosto era óbvia. Welf fez uma careta e aceitou os
parabéns.
"Então, Bell, você não subiu de nível?" Welf muda de assunto. "Não, ainda
não", eu respondo honestamente.
Minhas habilidades básicas pularam um pouco durante nossa viagem de
quatro dias pelo

níveis intermediários, mas não o suficiente para que meu Status ultrapasse o
topo.
“É mais difícil ganhar excelência no Nível Dois do que no Nível Um. O
mesmo se aplica ao nivelamento ... Mas Lilly tem certeza de que a srta. Lyu
recebeu a maior parte da excelência da última batalha.
Lilly é disfarçada como uma jovem garota lobisomem usando sua magia
para esconder sua verdadeira identidade. As orelhas de lobo em cima de sua
cabeça se contraem enquanto ela fala. Eu concordo com cada palavra que ela
disse.
A última batalha ... O chefe do andar, Golias.
Nós juntamos forças com os aventureiros de Rivira para atacar aquele
monstro. Tinha que haver mais de cem pessoas trabalhando juntas, protegendo
umas às outras e criando aberturas para os outros atacarem. No entanto, o
Golias convocou enxames de monstros para a batalha. Outros aventureiros os
levaram para que pudéssemos nos concentrar apenas no Golias. Deve ter
havido pelo menos quinhentos de nós, agora que penso nisso.
Todos os aventureiros que participam de batalhas de grupo têm direito a
uma parte da excelência obtida durante o combate. Mesmo assim, aqueles que
assumiram o fardo mais pesado obtiveram as maiores ações - neste caso, Asfi e
Lyu, porque detiveram o Golias na baía por mais tempo e Lyu infligiu mais
danos. Tenho certeza de que ela recebeu muito mais excelência do que
qualquer outra pessoa.
Se Welf e os outros não tivessem coberto para mim, me comprassem
tempo, eu nunca teria conseguido meu último ataque. Lyu, no entanto, fez
quase tudo sozinha.
Enfrentando um monstro desse tamanho sozinho para proteger seus aliados
e ainda avançando ... Eu ainda estou admirado com o que ela realizou. Seus
atos heróicos são dignos de serem imortalizados em um livro de heróis.
Lembrando como ela se movia, a nitidez de seus ataques, sua aura em si ainda
causava arrepios na espinha.
“… Então, o que foi? Aquele Golias?
Como o tema parece estar indo nessa direção, Welf nos perguntou
diretamente sobre o “Irregular” que encontramos no décimo oitavo andar.
Nós três nos inclinamos para perto para não sermos ouvidos pelas pessoas
ao redor
nos.
“Não há explicação, além de ser um Irregular… Um chefe de chão
aparecendo em um ponto seguro não aconteceu nesta época. ”
“Aquele bastardo era mais forte que o resto deles, sim? Estava jogando
aventureiros da classe alta por aí como insetos! Se outra dessas coisas aparecer,
nós seremos eliminados com certeza.
"Eu acho que você está certo…"

Um chefe de chão preto. Um monstro mais forte Rex.


Um monstro aparecendo em um chão que não deveria ter, o que nos levou
para dentro das profundezas do desespero. Tudo sobre isso desafiava o senso
comum. Simplesmente descartá-lo como um Irregular não fazia justiça.
“Lady Hestia parece saber algo sobre isso…”
No momento em que ela viu aquela coisa preta emergir, ela disse que tinha
sido enviada para eliminá-la.
O calabouço estava com raiva que os deuses estavam dentro.
Os deuses ficaram fora do calabouço para esconder sua presença.
Vendo como ela reagiu e ouvindo o que ela disse, eu não posso abalar a
sensação de que os deuses e deusas têm algum tipo de conexão com o
Dungeon. Talvez essas divindades oniscientes estejam escondendo alguma
coisa.
"Lady Hestia disse nada ao Sr. Bell?", Pergunta Lilly, mas eu balanço a
cabeça negativamente. Após a batalha, a deusa pediu desculpas várias vezes,
mas se esquivou da pergunta sempre que eu perguntei a ela.
Ela continuou agindo como se fosse algo que eu não era permitido saber, e
eu não podia lutar contra sua vontade divina. Isso me fez sentir bastante
ansioso.
Mas ela não quer dizer, ou talvez ela não precise. Essa é a impressão que eu
tenho dela.
Descobrir os mistérios que se escondem no calabouço pode ser o nosso
trabalho como aventureiros - apenas os nossos e os nossos.
Esses pensamentos e muito mais passaram pela minha mente quando eu
estava de queixo caído na frente da deusa.
"Welp, isso é tudo que sabemos, não é ... Como as pessoas receberam as
notícias?" Welf muda de assunto para melhorar o clima em nossa mesa.
Começamos a falar sobre o que aconteceu depois da batalha e a situação
atual.
“Não houve confusão ou pânico dentro de Orario porque o Clã emitiu uma
ordem de mordaça imediatamente. Nós somos os únicos que conhecem a
história real, junto com qualquer outra pessoa que estava lá. ”
"Não diga nada é como eles colocam ..."
"Também haveria uma grande penalidade. O Clã pode realmente ser tenaz.
- A Lilly ouviu que Rivira está de volta aos negócios no décimo oitavo andar. o
Masmorra parece ser normal, sem nada fora do lugar.
A Lilly é muito boa em coletar informações por causa de seu passado como
ladrão e trapaceiro. Ela tem muito melhor controle sobre o que está
acontecendo do que Welf ou eu.
Aparentemente, o calabouço ea cidade de Orario estão bem no caminho de
volta para

normal. Os esforços do Clã para manter tudo quieto devem ter valido a
pena. Afinal, o Clã tem poder sobre todos os aventureiros, pois controla a
renda deles e também gerencia os recursos do Dungeon.
Apesar de tudo isso, eu me pergunto se os moradores de Rivira realmente
voltaram. Foi uma situação com risco de vida, então não tenho certeza se eles
são comerciantes destemidos ou extremamente motivados, ou apenas loucos ...
“Falando nisso, Bell, você está bem? Ouvi dizer que o Clã jogou o livro
para você e Lady Hestia. A penalidade tinha que ser bem íngreme.
"Ah sim…"
Para ser preciso, as penalidades foram cobradas tanto na minha Família
quanto na do Senhor Hermes.
Familia
Lady Hestia e Lord Hermes foram convocados ao Clã para fornecer
informações sobre o incidente. Foi quando o martelo caiu.
Ignorando completamente suas explicações, o Grêmio declarou que esse
incidente era uma “calamidade” - um desastre no qual os deuses são
diretamente responsáveis. Ambos receberam um aviso severo e uma
penalidade severa.
Quanto à penalidade… Foi uma multa. "Quanto foi, Sr. Bell?" "Metade ...
Metade dos ativos da nossa família." "... Ai".
Pelo contrário, nós saímos fácil.
A guilda sabia que a Hestia Familia era extremamente jovem e que não
tínhamos muita poupança. Nós só fomos multados em alguns milhares de vales
- ainda assim um pouco de dinheiro.
A queda de item que sobrou depois da batalha com o chefe do chão,
Goliath's Hide, foi praticamente forçada a mim durante a loucura que se seguiu
à nossa vitória ... Provavelmente valeu a pena cobrir a penalidade. No entanto,
nunca esquecerei a deusa caminhando devagar para o Clã, carregando grandes
sacos de dinheiro, lágrimas escorrendo pelo rosto enquanto ela estremecia o
caminho até lá.
Por outro lado, o que lorde Hermes teve que passar por uma tragédia. Os
membros da Hermes Familia estão envolvidos em muitos campos diferentes e
tiveram muito mais recursos. A quantia de dinheiro que eles tinham para
entregar ao Clã fazia com que nossa multa parecesse uma troca de dinheiro em
comparação. O olhar no rosto pálido de Lorde Hermes rindo ainda não saiu da
minha cabeça. Tudo senhorita asfi
foi suspirar.
Eu tento o meu melhor para sorrir de volta ao olhar de choque no rosto de
Welf depois da minha história. "...?"

Nós apreciamos a nossa comida depois que, enquanto sendo completamente


rodeado pelas vozes de outros clientes.
De repente, percebo que algo da Lilly parece errado. Então eu me viro para
ela e pergunto:
"Lilly ... você está se sentindo bem?"
Pensando de volta, ela não tem sido sua auto habitual a noite toda.
Ela está olhando indiferente para lugar nenhum em particular ... O que é
isso? É como se ela estivesse desesperada para não olhar para mim. Ela está
aqui fisicamente, mas acho que mentalmente ela está em outro lugar.
“Desculpe, senhor Bell. Lilly se afastou. ”Ela responde à preocupação em
minha voz e mostra um sorriso em uma tentativa de me assegurar que tudo está
bem. "Sr. A reputação da Bell melhorou consideravelmente nos últimos dias.
No mínimo, os aventureiros que testemunharam a batalha conhecem a força do
Sr. Bell. ”
"Isso é ótimo ..."
Essa foi uma tentativa óbvia de mudar de assunto. Eu desajeitadamente
aceno para ela.
Eu olho para Welf com o canto do olho. Ele também notou. Ele está
olhando para Lilly por cima de sua caneca. Ele coloca de volta na mesa e
encontra o meu olhar. Agora não é a hora, ele boca para mim com um encolher
de ombros.
Lilly, em sua forma de criança lobisomem, balança o rabo de um lado para
o outro, tentando parecer enérgica. Tenho certeza que Welf está certo.
"- Pegue isso, algum 'coelho' ficou famoso da noite para o dia!" Uma voz
alta corta o barulho.
Veio de um aventureiro sentado à mesa ao nosso lado.
O aventureiro, falando muito mais alto do que ele precisa, está segurando
um copo em uma mão e sentando-se à mesa com outras cinco pessoas.
“Esse novato com certeza tem coragem! Não importa se ele realmente é o
recordista, é incrível que as pessoas engulam todas as mentiras dele! Eu não
pude tirar esse ato em um milhão de anos! ”
Sua voz tem o timbre de um menino e parece encher a barra de canto a
esquina. Eu posso sentir os olhos de outros clientes começando a se concentrar
em nós enquanto nós três olhamos para a mesa.
Um arco dourado e flecha na frente do orbe ardente ... Não, esse é o sol em
seu emblema.
Todos os seis aventureiros, incluindo o prum, têm esse símbolo em algum
lugar em suas roupas. Eles estão todos na mesma família.
A mãe se recosta na cadeira e toma outro gole de cerveja. Nossos olhos

encontre e seus lábios se curvem para cima. “De qualquer forma, eu ouvi
que ele é extremamente bom em fugir. Deve ser assim que ele subiu de nível -
ele fugiu daquele Minotauro até desabar de exaustão. Isso é um coelho para
você! Muito o talento!
Seu tom ... é muito seco. Isso é desprezo?
Prums são conhecidos por seus grandes olhos, e este não é uma exceção.
Ele continua falando muito alto, quase como se ele quisesse que eu o escutasse.
Os outros aventureiros na mesa não estão fazendo nada para detê-lo. Na
verdade, eles parecem completamente entretidos.
É claro que eu não gosto do que esse cara está fazendo ... mas eu mantenho
minha boca fechada.
É melhor evitar conflitos entre Familias. Minha deusa me contou tanto
quanto no dia em que me juntei, e Eina perfurou na minha cabeça depois disso.
Eu tenho toda a intenção de seguir seus conselhos.
Além disso, não tenho raiva nem coragem para dizer algo ou fazer algo a
respeito. Lamentável, eu sei, mas é verdade.
Eu ouço sua risada zombeteira, mas faço o meu melhor para ignorá-lo e
bloqueá-lo.
Os outros clientes no bar devem estar esperando algo. Eu posso sentir isso
em seu olhar.
“Oh, você sabe o que mais? O coelho juntou-se a duas peças aleatórias de
ralé! Um ferreiro lavado e um insignificante defensor. Essa festa é tão
desequilibrada que estou surpresa que eles possam ficar de pé! ”
Viro as costas para a mesa deles e olho para Lilly e Welf. Keh-keh-keh Os
homens do grupo riem ainda mais, junto com a risada de cacarejo da mãe.
Meus ombros se contraem.
Eu não posso ignorar essas palavras. Eu não posso evitar apertar meus
punhos ao ouvir meus amigos insultados.
Eu giro em torno da minha cadeira para enfrentá-los. Imediatamente, Welf e
Lilly agarram meus braços.
“Legal, não se preocupe. Deixe-os dizer o que quiserem. Bell, não os ouça.
Welf tem uma cabeça fria o bastante para tomar outro gole de sua caneca.
Lilly parece que ela está me xingando.
Já faz muito tempo desde que senti uma onda de raiva tão forte. Graças a
Welf e Lilly, está diminuindo e eu consigo me controlar.
Nós estamos em um bar e eu tenho bebido. Eu posso estar um pouco
bêbado. Eu digo a mim mesmo mais e mais, respiro fundo algumas vezes e
tento relaxar.
Então, o prum clica sua língua em nossa direção como se ele estivesse
desapontado

nós mantivemos nossos temperamentos sob controle. Suas próximas


palavras assumem um tom mais violento. “Eu também sei que a Família dele é
liderada por alguma deusa que não é digna
menor resquício de respeito. Você teria que ser muito fraco e estúpido para
se juntar a uma divindade vergonhosa desse jeito! ”
- Nesse momento, faíscas explodem no meu campo de visão. Eu pulo para
os meus pés, minha cadeira voando para trás.
"Tome isso de volta!" Eu uivo.
Esquecendo-me, o som explode da minha boca.
Meus ouvidos captam vagamente o som da minha cadeira caindo no chão
enquanto eu encaro o homem de prumo.
Lilly está me encarando, perdida por palavras. Isso é como estou com raiva.
Minha deusa - a única pessoa em minha vida a quem tenho mais
consideração do que qualquer outra - acaba de ser insultada. Nada mais no
mundo poderia me enfurecer tanto assim. Ela é minha família, minha deusa, e
esse bastardo está olhando para ela, falando sobre ela como se ela fosse lixo.
Cada pessoa no bar olha para mim em silêncio. Eu não sei se o pequeno
homem perdeu a coragem, olhando para mim enquanto eu me elevo sobre ele.
Há um indício inconfundível de medo em seus olhos.
De alguma forma, ele força os lábios em um sorriso de escárnio e diz com
voz trêmula: “S-ver? Alvo. Não pode suportar a vergonha, né?
Whoosh! O sangue corre para a minha cabeça de uma só vez.
Sobrecarregado por essa onda de emoção, meu corpo se move por conta
própria. "Não faça isso, senhor Bell!"
A voz de Lilly não pode me impedir agora. Minhas mãos estão ansiando
pela garganta desse bastardo.
Um batimento cardíaco antes que eu pudesse me segurar - uma súbita
explosão de ar.
Uma perna vem voando na minha linha de visão - whok - e se enterra no
rosto da mãe.
"Bmmph ?!" O molho solta um grito abafado de dor quando ele e sua
cadeira caem no chão.
Um rio de sangue flui de seu nariz quebrado enquanto seus olhos rolam
para trás em sua cabeça e várias partes de seu corpo começam a se contrair. Ele
está frio.
O bar mais uma vez fica em silêncio enquanto o homem que deu o chute e
me privou do meu alvo, Welf, está em uma perna ao meu lado.
Seu pé direito ainda está estendido enquanto todos os olhos do bar olham
em sua direção. Ele cobriu para mim? Ele estava tão zangado?
Eu olho para ele em descrença. Welf sorri. "Meu pé escorregou", diz ele
com

impudência.
Ele estreita os olhos e sorri para os outros aventureiros na mesa. É quase
como se suas ações fossem um sinal.
Os amigos do prum se levantam de uma só vez. "Seu filho da puta!"
"Agora você fez isso!"
Um dos aventureiros chuta a mesa, enviando-a para o ar. O som de pratos
quebrando ecoa instantaneamente pelo bar, acompanhado pelos gritos dos
funcionários. Os aventureiros jogam tudo fora de seu caminho em uma carga
louca para nós. Enquanto isso, Welf sorri e solta o braço direito com alguns
movimentos do punho.
Levei um segundo para voltar aos meus sentidos, mas eu enfrento um deles
que está tentando atacar Welf de lado.
Waaa !! As vozes dos outros clientes surgem em uma parede de som. "Por
que, porque são sempre aventureiros?"
Um fervor varre a taverna confinada. A voz de Lilly de alguma forma
consegue passar por tudo, quando socos e chutes são jogados em todas as
direções.
Esta é uma briga total. Todas as mesas e cadeiras dentro do alcance são
instantaneamente empurradas para fora, ao mesmo tempo em que envolvemos
os aventureiros ofendidos para o deleite e incitação dos clientes do bar.
Canecas e garrafas em suas mãos, eles cercam nossa batalha em pouco tempo.
Eu me movo, desviando e contra-atacando em uma atmosfera tão elétrica
que ilumina a noite. Agora, nível 2, Welf é capaz de manter todos os quatro
atacantes afastados sozinho mais de uma vez. Ele deve estar acostumado a esse
tipo de luta. Um aventureiro o acusa, mas ele apenas sorri antes de mandar o
cara voar para trás com um impressionante uppercut. Eu entro na briga,
abaixando-me para o chão e varro a perna direita para a frente. Eu pego uma
pessoa de animais atrás do joelho e ele cai de bunda com um alto "Gah!"
Mergulho e mergulho novamente, me esquivando ainda mais de socos e
chutes quando Welf e eu usamos uma formação básica para derrotar nossos
oponentes, assim como um atacante da linha de frente com apoio mediano em
uma célula de três homens lutando contra monstros no Dungeon.
"..."
Nosso público fica cada vez mais alto à medida que nossa cela de dois
homens supera seu grupo de quatro pessoas.
No entanto, o último amigo do amigo escolhe este momento para fazer a
sua jogada.
Ele estava sentado em sua cadeira todo esse tempo, bebendo calmamente o
que restava

seu copo. Batida! Ele joga no chão e fica em pé. Seus movimentos são
rápidos e fascinantes - com certeza, estou me distrair e não posso assistir muito
de perto, mas ainda noto - quando ele se aproxima de Welf.
O homem agarra o braço estendido de Welf antes que ele faça contato com
o rosto de outro aventureiro, o puxa para trás com uma mão e o joga de costas.
"Uwah!"
“Welf ?!”
Uma nova onda de raiva me consome no momento em que o vejo pousar.
Eu carrego seu atacante de frente.
Eu jogo soco após soco, mas ele continua se esquivando pelas margens
mais finas
- Eu vislumbro seu sorriso pomposo entre meus punhos.
De repente, seu corpo se torna um borrão. Só assim, meus socos não
atingiram nada além de ar livre.
"-"
Estou muito confiante na minha velocidade e agilidade, mas parece que ele
está tentando me mostrar. Ele está rindo de mim.
Eu finalmente o peguei na minha mira e avancei, apenas para sentir uma
dor súbita e intensa logo abaixo do meu peito. Meus olhos se abrem em dor e
percebo que ele enterrou o joelho no meu estômago.
Ele agarra meu corpo no ar pelo meu ombro e força minha cabeça para
cima.
Seu punho entrando preenche minha visão como uma pedra que se
aproxima. Estrelas explodem na frente dos meus olhos.
"Sr. Sino?!"
Eu voo para trás.
Os aventureiros que observam nossa briga saltam para fora do caminho e eu
arrasto em uma das mesas redondas atrás deles. O grito de Lilly se mistura com
o som lascado da madeira quebrando no impacto.
Meu rosto está quente. Eu estou de costas, um pedaço da mesa quebrada
debaixo de mim. Estendendo a mão para segurar meu nariz sangrando, de
alguma forma eu consegui tirar minha cabeça do chão.
"Isso foi apenas um toque de amor."
Ele está calmamente parado do outro lado dos destroços, pairando sobre
mim. Ele é um aventureiro alto e meio desajeitado. O homem é bonito o
suficiente para rivalizar com um
duende.
Seus longos cabelos castanhos estão bem conservados e bem arrumados. A
pele do homem é lisa
e branco, quase feminino. Ele está usando todos os tipos de acessórios em
sua

Uniforme de Familia, incluindo vários brincos de ouro. Olhos tão azuis e


vastos como o mar estão concentrados apenas em mim.
"Isso é ... Hyacinthus."
"O filho favorito do sol, Phoebus Apollo ..." "Ele é nível três, um
aventureiro de segunda linha ?!"
Muitas vozes de repente enchem a barra, um redemoinho de choque e
surpresa. Mas meus ouvidos pegam algo que faz meus dedos ficarem
dormentes.
Nível 3 - aventureiro de segunda classe e classe alta. Esse cara é um rank
completo acima de mim.
"Você é um mal-humorado, Little Rookie." Hyacinthus - eu acho que é o
nome dele - tem uma voz estridente para um homem.
Seus olhos azuis me deixam e pairam por um momento sobre o homem que
ainda está se contorcendo em sua cadeira quebrada. Ele olha para o outro lado,
e os corpos de seus companheiros caídos refletem claramente em seus olhos.
Ele é o único combatente que ainda tem força para se levantar.
Lilly corre para me ajudar, mas não consigo me levantar com o apoio dela.
Welf voltou para os joelhos. O homem está parado ali, olhando para nós em
silêncio. Toda a energia excitada que encheu a taverna há pouco parece
fracassar em um instante.
Os músculos do meu rosto começam a ficar tensos, o sangue pingando do
meu queixo enquanto o homem arruma os cabelos.
“Você machucou meus amigos. Esta é uma ofensa grave. Nós
receberemos uma compensação apropriada. ”
Seus olhos azuis assumem um brilho sádico. Tenho certeza que é o que
estou vendo.
Ele zomba de mim novamente e dá outro passo em minha direção como
se fosse dar um golpe final. É quando alguém mais faz sua presença
conhecida.
Outro choque de estilhaços atinge meus ouvidos quando outra mesa é
chutada contra a parede.
"!"
Cada cabeça no bar se encaixa nessa direção.
A figura de um lobisomem de cor cinza sentado em uma cadeira
cumprimenta nossos olhos.
Sua perna está lentamente descendo depois de chutar a mesa.
"Se perca, batatas fritas pequenas, você não pertence." O lobisomem
rosna como se estivesse irritado e ansioso para uma luta, suas tatuagens
faciais ondulando.
Uma quietude ansiosa se espalha por todo o bar. As orelhas e a cauda do
lobisomem se contorcem, revelando seu mau humor.
Eu o conheço. Eu simplesmente não consigo acreditar.
-Aquele cara.
Aquela noite ainda não desapareceu da minha memória.
Aquele incidente no bar que se tornou minha motivação para perseguir o
cavaleiro feminino, a garota que se tornou meu ídolo.
Um dos aventureiros de Loki Familia, ele estava lá no dia em que fui
impiedosamente perseguido por um Minotauro.
Eu acho que o nome dele é ... Bete?
“É sua culpa que essa cerveja fraca tenha começado a ficar ruim também.
Você é meu zumbido, seus frágeis repulsivos. Saia da minha vista!
Ele e alguns outros aventureiros ao seu redor estão todos usando o
emblema “malandro”. Todos os aventureiros ficam impressionados com o
grupo da Familia mais forte de Orario, e com medo do líder desse grupo em
particular, o lobisomem.
Embora muito mais grosseiro e duro que Aiz ou os outros, ele tem a
mesma aura de força. Eu tenho certeza que os outros aqui perceberam o quão
perigoso esse homem é.
Apenas o homem bonito é capaz de falar, ou até mesmo permanecer
calmo enquanto encolhe os ombros. “Hmm… que rude. Aparentemente Loki
Familia ficou desleixado. Eles se esqueceram de colocar uma coleira em seu
cachorro, de todas as coisas ”.
Os olhos âmbar de Bete se estreitam instantaneamente, seu temperamento
queimando enquanto ele olha para o homem. "Quer ser rasgado ao meio,
menino bonito?"
Lobisomem e tamanho humano um do outro.
A tensão aqui é sufocante. O tempo pára antes que o belo rompa primeiro
o contato visual.
"Eu perdi o interesse por isso", diz ele quando se afasta. "Estamos indo
embora", ele diz a seus companheiros enquanto caminha em direção à saída
sozinho. Os quatro, de alguma forma, conseguem ficar de pé, dando um
ombro ou dois ao inconsciente prumo, e seguem o líder pela porta.
O último deles foi embora, uma calma tranqüila cai dentro do bar.
… Ele apenas… me ajudou?
Loki Familia forçou o outro grupo de aventureiros para fora ... Para a
vida de mim, eu não tenho idéia por que o Sr. Bete faria algo assim.
Minha mente pára de correr e eu limpo o sangue seco do meu rosto ...
Lenta mas seguramente.
O lobisomem avança; ele está vindo em minha direção.
"Eh?" Sai da minha garganta de repente apertada, e eu não sou o único.
Os aventureiros que testemunharam nossa briga não perderam tempo em sair
do caminho de Bete. Minha bunda ainda está no chão enquanto olho para sua
figura imponente. Ele pára bem na frente dos meus pés.
Meu coração treme. A sensação de ser ridicularizada naquela noite eleva
sua cabeça feia no fundo da minha mente.
Ele me fez sentir uma idiota na frente de Aiz. Eu não podia fazer nada, só
fugir. Esse desespero ameaça tomar conta de mim de novo quando de
repente eu vejo sua mão esquerda se abaixando para mim.
Ele está estendendo a mão, mas não há tempo para pegá-lo. Ele agarra
meu colarinho e me puxa com força.
Eu não posso respirar. "- Sabe o seu lugar."
Ele me puxa para o rosto, nariz para nariz.
A raiva que queima em seus olhos é esmagadora. Nenhum som sai da
minha boca; Eu tenho que acenar. Eu posso sentir a força pulsando em seus
dedos. Apenas manter contato visual é aterrorizante.
Então ele me deixa ir, deixando-me no local. Thump! A dor atinge
minhas pernas e minhas costas assim que eu caio no chão. A boca do Sr.
Bete se contrai antes de ele se virar e caminhar em direção à porta, a raiva
emanando de suas costas. Sua cauda parece uma chama cor de cinza em seu
rastro.

O resto dos aventureiros em seu grupo rapidamente pula de pé. Um deles


coloca algum dinheiro no balcão, enquanto todos eles o seguem para fora.
Primeiro o homem bonito e seu grupo, depois Loki Familia, deixam
Hibachitei. "Você está bem, senhor Bell?"
"Malditos esses caras, o que eles estavam tentando puxar ...?"
Lilly se senta ao meu lado enquanto Welf massageia sua parte inferior
das costas, os olhos ainda na porta.
Eu aceno para Lilly e sigo o olhar de Welf. A porta ainda está aberta. Eu
posso ver a rua escura das traseiras e até um pedaço do céu noturno. Eu toco
meu rosto e imediatamente sinto o curso da dor através do meu lábio
inchado.
A equipe do bar já está trabalhando duro, jogando fora as cadeiras e
mesas quebradas e varrendo as lascas que cobrem o chão.
Somos os únicos que sobraram, mas nenhum de nós sabe o que dizer.

Um pouco de tempo se passou desde a briga em Hibachitei.


Welf, Lilly e eu fizemos o nosso caminho para um quarto escondido sob
uma antiga igreja,
Casa da Hestia Familia.
"Ohh, então houve uma briga", a deusa diz calmamente enquanto ela
esfrega creme médico no meu rosto - é coisa barata, então qualquer um em
Orario pode comprá-lo. Meu rosto fica tenso sempre que seus dedos passam
por cima de um dos meus muitos cortes e cortes.
Estamos aqui para explicar a ela em nossas próprias palavras o que
aconteceu e se curar ao mesmo tempo.
Não estamos muito feridos, mas a deusa ficou extremamente surpresa ao
nos ver cobertos de solavancos e contusões quando chegamos. Lilly contou a
ela o que aconteceu e a deusa pareceu aceitar sua explicação. Pedimos
desculpas ao dono do bar depois da briga e dissemos a ele que a Hestia Familia
pagaria pelos danos.
"Acontece que você é um pouco mais indisciplinado do que eu pensava,
Bell. Eu estou feliz com isso, mas isso me deixa triste também ... ”
"Sr. Bell tem agido como o Sr. Welf! O Sr. Bell tem se comportado cada
vez mais como um aventureiro violento desde que conheceu o Sr. Welf! ”
"Ei, ei, você sabe que não é verdade ... Espere um segundo, tem que haver
uma maneira mais agradável de dizer isso!"
Os dedos gentis da deusa deslizam pelo meu rosto enquanto nos sentamos
lado a lado na cama. Lilly e Welf estão no sofá diretamente ao nosso lado. Os
dois têm

Desde que Lilly afirmou que apenas um idiota desperdiçaria uma poção
para se recuperar de uma briga de bar e começou a sufocar as lesões de Welf
com o mesmo unguento que a deusa está usando em mim.
A Lilly assumiu uma aura de superioridade desde que saímos do bar. "Lilly
não pode acreditar nisso ... Isso vai voltar para nos assombrar ... Por favor,
considere o quão preocupada Lilly é." Ela continua se repetindo baixinho.
A deusa ouve o que ela tem a dizer e faz o possível para sorrir para nós.
"Estou surpreso com você, entrar em uma briga como esta. Então, novamente,
você é um menino
Sino."
"..."
Seus dedos finos são gentis enquanto ela esfrega mais creme no meu rosto.
Eu me sinto muito mal por fazê-la se preocupar, mas eu fico em silêncio.
Satisfeita com o meu tratamento, a deusa tira a mão e olha para mim com
olhos sérios.
“No entanto, as lutas nunca são boas! É como o que seu defensor disse.
Você percebe que realmente se machucou dessa vez!
Eu deixei ela terminar e então imediatamente me levantei.
Tudo o que aconteceu no bar, toda a raiva, eu não posso mais continuar.
"Mas esses caras - eles te insultaram!"
Esta pode ser a primeira vez que eu falo com ela. Lilly e Welf congelam e
olham para mim.
Eu não me importo se eles me insultaram - eu posso aguentar.
No entanto, eles foram atrás das pessoas que me importam - eles insultaram
minha deusa.
Ela não pode esperar que eu deixe escapar.
Minha deusa me deu tanto, e esse homem fez com que ela fosse nada além
de sujeira debaixo da bota de alguém.
Eu fecho meus olhos em uma tentativa de evitar que as lágrimas vazem da
raiva acumulada dentro de mim. A deusa olha para mim com olhos azuis sem
piscar.
Ela apenas olha para mim por um momento antes de um pequeno sorriso
aparecer em seus lábios. "Estou feliz que você iria ficar com raiva por minha
causa. Mas isso coloca você em um
muito perigo e isso me deixa muito mais triste. ”
O tom suave da deusa está em contraste com o meu corpo tremendo de
raiva.
"Eu entendo como você está se sentindo, Bell. Se fosse o contrário e
alguém te insultasse, eu seria louco o suficiente para respirar fogo. Mas se eu
tiver brigado por isso e voltado ferido como você fez hoje, como você se
sentiria? ”
"... eu gostaria de chorar."
"Vejo? É como eu me sinto. Eu sei que é injusto, mas por favor não fique
bravo se você
ouça alguém dizer algo ruim sobre mim. Deuses são mais felizes quando
seus filhos são saudáveis. ”E então ela sorri para mim. “Faça uma piada da
próxima vez. Algo como "isso não iria enfurecer minha deusa, ela tem um
grande coração" ou algo assim.
A deusa ... as palavras da minha deusa esfriam minha cabeça quente.
Ela gentilmente aceita toda a minha raiva e raiva, contém e me ajuda a
deixar

vai.

Seu sorriso desvenda os nós de emoção que haviam se acumulado no meu


peito.
Eu me calo, aceno e peço desculpas. "Eu vou agüentar isso da próxima vez
... me desculpe."
Eu olho para o chão enquanto faço minha promessa antes de olhar para o
rosto dela. Ela é

sorrindo de orelha a orelha - absolutamente radiante, como uma chama


saudável em uma lareira.
Toque, toque em. Ela dá um tapinha na cama ao lado dela. Eu faço o que
ela está pedindo e me sento na cama. Ela gentilmente passa os dedos pelo meu
cabelo. Estou começando a corar, mas não me afasto.
Lilly e Welf olham para nós dois. Eles não fazem nada para tentar esconder
sua diversão.
Um clima sereno e calmo preenche a sala escondida sob a igreja antiga e
degradada. “Lilly está preocupada sobre como a outra Familia vai responder.
Seria bom se
eles não guardaram rancor e foram atrás do Sr. Bell. ”
A deusa estava esfregando minha cabeça e ombros e estava prestes a se
inclinar para um abraço quando Lilly expressou sua preocupação.
Welf passa a mão pela jaqueta preta, procurando por danos. Ele nem sequer
olha para cima quando acrescenta: "Eu comecei. Bell deveria estar bem.
“Isso pode ser verdade… mas os aventureiros têm muito orgulho. Se a
Família deles está preocupada em perder a cara, pode haver um problema ”.
"Hmm, esse é um bom ponto." A deusa olha para Lilly e concorda com ela.
"Devo falar com o deus deles para evitar problemas no caminho?"
"Me desculpe, Deusa ..."
Eu me curvo um pouco, mas a deusa força um sorriso. “Oh, tudo bem. Você
sabe de que família eles eram? ”Ela me pergunta.
"Hum, eu acho ..." Eu tento lembrar de tudo antes da luta começar e
relembrar os detalhes. Minha memória clica, e eu digo a ela. "... eles usavam
um emblema do sol."

Emblemas de ouro com a marca do sol brilhavam ao luar que caía do céu
noturno sem nuvens.
Eles se reuniram em um beco escuro, longe da luz das lâmpadas de pedra
mágica.
Um grupo de seis homens formados por humanos, animais e amêijoas
tinham encontrado um dos inúmeros becos da cidade de Orario.
“Me dê um tempo, Hyacinthus. Por que eu sempre tenho que fazer a parte
ruim…? ”
“Hee-hee, não seja assim, Luan. Você começa a ser a estrela.
Hyacinthus sorriu para o homenzinho, que ainda tinha o contorno bem
definido de uma bota no rosto. O resto do grupo trocou risadas, prejudicando
ainda mais o ego de seus membros.
O aventureiro chamado Luan tinha um rosto jovem. Suas bochechas macias
se contorceram em desaprovação do papel que ele acabara de receber.
Os lábios de Hyacinthus se curvaram em um sorriso astuto quando ele viu a
angústia no rosto da mãe.
“Houve alguma interferência inesperada, mas conseguimos nosso
objetivo…” Os ruídos da vibrante vida noturna de Orario eram distantes.
O jovem bonito sorriu plenamente quando mencionou seu deus pelo nome.
"Senhor Apolo ficará muito satisfeito."
Seus brincos de ouro oscilavam ligeiramente na escuridão.
Hyacinthus olhou para cima e estreitou os olhos para a lua brilhante,
brilhando no lugar do sol naquela noite clara.
CHAPTER 2
SHALL WE DANCE?

"Então, você fez uma recuperação completa?" "Sim, eu me sinto ótimo." Eu


sorrio e aceno para Eina.
Eu tinha decidido passar pela Sede da Corporação no dia seguinte aos
eventos em Hibachitei.
Ela e eu estamos sentadas em uma das caixas de consulta da Guilda
enquanto eu a levo até a velocidade e discutimos como proceder a partir daqui.
“Você sabe o quanto eu estava preocupada? Eu quase tive um ataque
cardíaco quando soube que você não tinha retornado do calabouço. ”
"Eu sinto muito ..."
“… Mas estou disposto a perdoar você. Você conseguiu de volta em um
pedaço, afinal de contas. ”Ela pisca um sorriso.
Minhas bochechas coram de calor quando meus olhos são atraídos por seu
sorriso bonito e refinado.
Ela ficou tão feliz quando eu a vi no outro dia que ela chorou. A imagem de
sua primeira lágrima saindo de baixo dos óculos ainda está fresca em minha
memória.
"Eu não posso te agradecer o suficiente pela lã da salamandra ... Isso salvou
nossas vidas." "É isso mesmo ..." Ela suavemente sorri para mim novamente,
seus olhos meio fechados.
Nós nos sentamos em ambos os lados da mesa em silêncio, olhando um
para o outro por alguns momentos.
Eina tosse baixinho. A atmosfera aqui está ficando um pouco estranha.
"De volta aos negócios em mãos, Bell ... Estritamente falando, não estou
autorizado a forçar a informação, mas era muito perigoso?"
"…Sim."
Ela não precisava dizer mais nada para eu saber do que ela estava falando.
Poderia ser apenas a aparência do Irregular - o de Golias - no ponto seguro.

O Clã estava fazendo tudo o que estava ao seu alcance para manter o
incidente no escuro, inclusive proibindo seus funcionários de investigar por
conta própria. Então, em vez de falar sobre a causa, Eina me pergunta sobre a
situação perigosa.
Eu lentamente aceno minha cabeça. Olhando para ela, ela também balança a
cabeça e diz: "Entendo".
Eu vejo um flash enquanto ela ajusta seus óculos - parece que seus olhos
verde-esmeralda olham através de mim.
“Eu gostaria de oferecer a você o máximo de ajuda possível daqui para
frente.
Para começar, vou aumentar o escopo e a profundidade de nossas sessões
de estudo. ”“ Huh? ”
“Eu fui tolo em não informá-lo sobre os monstros mais profundos nos
níveis intermediários e o ponto seguro, já que eu assumi que não havia chance
de você ir tão longe. Foi minha culpa você não estar preparado. Eu não vou
deixar isso acontecer novamente. Ficou evidente após esse incidente que é
impossível prever o que você pode encontrar e onde… Sim, vou me certificar
de que você está pronto para qualquer coisa que o calabouço possa lançar em
você. ”
Eina tem me dado o que ela chama de lições pessoais - mais como
conferências altamente informativas - desde o dia em que me registrei pela
primeira vez na Associação e ela foi designada para ser minha conselheira. A
Guilda não exige que ela faça nada disso, então é tudo ideia dela. Graças a
essas lições, o conhecimento do Dungeon - tipos de monstros e habilidades, os
layouts dos pisos e assim por diante - foi perfurado na minha cabeça.
Eu chego à dolorosa percepção de que estou vivo hoje como resultado de
suas técnicas de ensino agressivas ... e agora eles vão ficar mais intensivos? As
lições estritas de Eina e as duras sessões de combate de Aiz podem dar uma
chance aos antigos espartanos.
Eina apenas sorri com o mesmo sorriso quando meu corpo se encolhe na
cadeira, meu rosto voltando para trás. "Vamos fazer o nosso melhor", diz ela,
com os olhos sorrindo para mim.
Ela está muito preocupada comigo. Eu não posso recusar a oferta dela. Eu
levemente devolvo o sorriso, aceno de cabeça novamente e digo: "Eu vou ..."
"Tudo o que resta discutir são seus planos para hoje."
Minha frequência cardíaca volta ao normal e nossa conversa é retomada. Eu
digo a Eina o horário que tenho em mente. “Ah… claro. Estou planejando
voltar para o Dungeon em dois dias.
"Em dois dias ... É correto assumir que você está descansando?"
"Bem, a verdade é que Welf ... o ferreiro com quem tenho um contrato está
fazendo alguns equipamentos novos para mim."
Eu vejo uma centelha de compreensão brilhar nos olhos de Eina no
momento em que menciono

O nome de Welf e nosso contrato.


Perdemos muitas armas e armaduras em nossa viagem ao décimo oitavo
andar. Minha armadura leve está em má forma após a batalha com o Golias.
Embora ainda seja utilizável, Welf insistiu em criar novos equipamentos para
mim.
O trabalho de High Smiths, aqueles que adquiriram a habilidade Forge,
envergonha a qualidade do trabalho de todos os outros. Este é o primeiro
emprego de Welf como High Smith; ele está um pouco mais excitado que o
normal. Eu não posso esperar para ver que tipo de armadura e armas saem de
sua oficina.
“Nesse caso, você retomará as atividades do Dungeon quando seu novo
equipamento estiver completo, sim? Em que andar você está planejando ir
primeiro?
“Acho melhor começar no décimo terceiro andar. Nós poderíamos ter
chegado ao décimo oitavo, mas não foi bonito… ”
Eina dá mais alguns conselhos enquanto ela e eu resolvemos alguns
detalhes mais precisos para o retorno de minha batalha ao Dungeon.
Nosso primeiro objetivo é dominar completamente o décimo terceiro andar.
Agora que o nível 2 de Welf, deve ser muito mais fácil de manter o nosso.
Ainda assim, não podemos baixar a guarda.
Em seguida, Eina apresenta várias missões que poderíamos realizar depois
de avaliar o novo saldo da minha batalha. As missões são emitidas por
indivíduos que precisam de itens que geralmente só podem ser encontrados nos
níveis intermediários e abaixo da Masmorra.
Eu sou grato a Eina por me dar esta oportunidade de ganhar uma
experiência valiosa e aceitar duas missões: uma, encontrar o item drop de um
monstro específico; e dois, localize um mineral especial encontrado no décimo
terceiro andar e leve-o de volta à superfície.
Nossa conversa muito produtiva acabou, nós dois nos levantamos e
deixamos a caixa de consulta.
“Uma última coisa, Bell. Não entre em brigas com aventureiros de outra
família. Tenho certeza que a Deusa Hestia já te repreendeu o suficiente, então
eu não direi muito ... "
"Sim ..."
"Mas vou dizer o seguinte: nada de bom pode acontecer de dois grupos
brigando uns com os outros."
Ela se aproxima e fala sobre os acontecimentos da noite anterior. "Na pior
das hipóteses, toda a cidade de Orario poderia se tornar um campo de batalha
se dois Familias lutassem lado a lado." Um arrepio de medo percorre minha
espinha enquanto engulo o ar em minha garganta.
Eu pensei que tinha percebido o quão perigosas essas brigas poderiam ser,
mas a Seriedade em sua voz faz com que a ameaça pareça muito real. "...?"
Tínhamos acabado de voltar para o saguão e eu estava prestes a me despedir
de Eina no balcão da recepção.
Eu sinto alguém olhando para mim por trás. Virando-me de repente,
encontrei o olhar de duas aventureiras do sexo feminino no canto do saguão.
Ambos parecem estar olhando para os meus olhos e cabelos por algum motivo.
Eles devem ter tentado me encontrar, porque estão vindo para cá.
É sobre o meio dia. Normalmente, muitos aventureiros saem daqui a essa
hora do dia, e hoje não é exceção. As duas mulheres atravessam o saguão de
mármore branco e param na frente de nós dois. "Bell Cranell, estou errado?",
Pergunta a dama de cabelo curto
voz curta.
"Th-que sou eu." Eu estou com uma perda de como responder. Seu parceiro
levemente se aproxima de mim, o cabelo comprido deslizando atrás dela
enquanto balança nervosamente para frente e para trás.
"Umm, isso ..."
Ela se inclina para frente, seus olhos olhando para mim enquanto ela segura
uma carta. Não, é ... um convite.
O envelope é extremamente fino e selado com um emblema de cera.
Ingrained na cera é um arco e flecha na frente de um sol.
Meus olhos se arregalam de surpresa. A garota de cabelos curtos abre a
boca para falar. “O nome é Daphne. Isso é Cassandra. Como você pode ver,
somos da Apollo
Familia. ”A dama, Daphne, se apresenta e confirma o que eu pensava.
Um emblema que inspira simultaneamente imagens de um arqueiro e um
raio de luz através da escuridão - Apollo Familia. Estes dois estão no mesmo
grupo que os aventureiros ontem à noite no bar.
Eina se inclina para mim e sussurra em voz baixa: - Daphne Laulos e
Cassandra Illion. Nível Dois, aventureiros de terceiro nível. ”Eles devem ser
veteranos bem conhecidos.
Tenho certeza de que ambos são mais velhos que eu. Eu peguei a aura de
força que emanava de Daphne imediatamente, mas ela parece calma e no
controle. O mesmo não pode ser dito da sua amiga Cassandra. O ar ao redor
dela é distante, uma inocência infantil em seus olhos.
Tenho certeza que eles estavam esperando por mim, vendo todos os
aventureiros entrarem e saírem da Guilda de um lugar onde eles pudessem ver
tudo.
Eu congelo no lugar, olhando para as duas senhoras, por sua vez. A pessoa
chamada Cassandra dá outro passo à frente.
"Hum, você vê, é um convite. Lorde Apollo vai realizar uma Celebração, e
se você quiser ... eu-se-você não quiser, tudo bem ...
Tapa! Daphne bate na parte de trás da cabeça de Cassandra com a palma da
mão aberta e pisa na frente dela.
"Oww", vem um grito suave. Daphne ignora o choro e as gotas de suor frio
correndo pelo meu rosto e empurra o convite em minhas mãos.
“Você deve informar sua deusa. Percebido? Você recebeu o convite. ”“…
Eu entendo. ”
Daphne se afasta assim que tiro as palavras da minha boca. Ela não deve ter
querido perder tempo com conversa fiada, porque se dirige a Cassandra e se
vira para ir embora.
De repente ela pára no meio e olha por cima do ombro, o cabelo curto
mudando para o lado.
"Minhas condolencias."
O que? Eu abro minha boca para perguntar, mas Daphne não diz mais nada.
Ela já está no meio da multidão. Cassandra faz uma pequena reverência
antes de sair atrás dela.
Eina e eu assistimos eles irem. Eu olho para o convite em minhas mãos
assim que eles desaparecem na entrada da frente.
Naquela noite, a deusa e eu estamos em casa, como de costume. Eu digo a
ela tudo o que aconteceu esta tarde.
“Um convite para a 'Celebração dos Deuses'…”
O envelope aberto deitado na frente dela, minha deusa se senta em sua
cadeira enquanto ela lê o papel em suas mãos.
Acabamos de terminar o jantar. Tudo o que resta na mesa são duas xícaras
de chá quente.
A deusa estava cansada depois de um longo dia no trabalho, então estou
lavando pratos.
"Faz cerca de um mês e meio desde que Ganesha realizou um ... imaginei
que alguém iria organizar algo em breve."
A Celebração dos Deuses é uma festa para divindades por divindades.
Eu ouvi que parte dela é para que o anfitrião possa se gabar da influência e
do poder de sua família, mas é basicamente um lugar para os deuses e deusas
se divertirem. Minha deusa participou em pelo menos uma dessas
celebrações antes.
Desta vez, a Apollo Familia fará uma Celebração em dois dias.
Apollo Familia… eu mesmo olhei para eles. Eles têm uma boa influência,
assim como muitos aventureiros poderosos. Uma de suas batalhas derrotou o
Golias no nível dezessete. O Clã deu a eles uma classificação em D.
Em comparação com nossa subestimada Hestia Familia, eles são muito mais
proeminentes em Orario.
"O que deveríamos fazer?"
"Não podemos ignorar isso, não com a briga de ontem ..."
Eu me sinto absolutamente horrível. A deusa parece estar presa, como se
ambas as decisões fossem impossíveis.
A briga com Apollo Familia foi apenas vinte e quatro horas atrás. Como
seria se recusássemos o convite logo em seguida?
Pensando nisso logicamente, ignorar o convite seria como jogar lama em
seus rostos.
“Hmm.” A boca da deusa se aproxima do nariz em pensamento. Eu peço
desculpas rapidamente. "Isso é tudo culpa minha, Deusa ..."
“Não, tudo bem, Bell. Você não precisa se sentir assim ... A verdade é que
eu não gosto muito de Apollo. "
"Eh? Posso perguntar por quê?
“Ha-ha …… Muita coisa aconteceu em Tenkai.”
Eu inclino minha cabeça para o lado, confuso com a mudança no tom da
deusa.

“De qualquer forma, voltando ao assunto em questão… Essa Celebração é


um pouco diferente do habitual. Um pouco mais interessante ”, diz ela
enquanto olha para o convite, com um sorriso nos lábios.
Eu dei a ela o envelope sem ler eu mesmo. O que poderia ser tão interessante
sobre esta celebração?
Eu começo a colocar pratos secos, mas minha mente não para de competir.
"É muito bem decidido que temos que participar. Miach e os outros
provavelmente já terão seus convites. Chances como essa acontecem uma
vez em uma lua azul, então por que todos nós não gostamos disso juntos? ”
Aproveite isso juntos? Eu olho por cima do meu ombro para a deusa.

Isso pode ser um pouco inesperado, mas Orario está cumprimentando a


primavera agora.
As pesadas nuvens do inverno desapareceram, deixando para trás o céu azul
como pano de fundo para todas as flores desabrochando. Eu ouvi que muitas
pessoas vêm a Orario nesta temporada para visitar porque o clima é muito
estável. As estações começaram a mudar quando cheguei à cidade há cerca de
dois meses. Pode-se dizer que pessoas de fora como eu entrando em Orario são
o que tornam esta cidade tão animada.
O ar ainda é fresco no período da manhã, mas a temperatura aumenta
constantemente a cada dia.
Sinais de que o verão está se aproximando rapidamente estão em toda parte
- mas eu sei que a mudança das estações não é por isso que eu me sinto tão
bem agora.
Rumble, estrondo. As rodas de madeira de nossa carruagem puxada por
cavalos rangem contra a estrada de pedra abaixo de mim. Eu corro meus dedos
pela minha franja sem motivo algum. Minhas mãos estão úmidas de suor.
Eu não posso relaxar. Eu não acho que meu corpo vai se acalmar até a noite
acabar, mas temos que chegar primeiro. Olhei pela janela e observei a
paisagem urbana tingida passar.

A carruagem pára.
Os cavalos relincham ao fundo enquanto a porta da nossa carruagem chique
se abre diante de mim. Eu saio.
Eu não estou acostumada com essas roupas - usar um casaco com rabo
parece estranho. Até o som dos meus sapatos caros clicando em cada passo
parece com outra pessoa.

Meus pés finalmente abaixo de mim, eu me viro e estendo meu braço para a
garota atrás de mim.
Lady Hestia sai de dentro da carruagem, com um sorriso alegre nos lábios.
Assim como eu, ela está vestindo roupas extremamente formais. Ela parece
ainda mais bonita e deslumbrante do que o habitual.
“Obrigado, Bell. Você é muito bom nessa coisa de acompanhante. "" R-
realmente ...? "
Ela está dando passos longos e elegantes em minha direção. Estou tão
nervosa que minhas articulações estão se apertando. Um boneco poderia se
mover mais livremente agora.
Mais e mais carruagens puxadas por cavalos extravagantes chegam a cada
momento. Homens bonitos e mulheres deslumbrantes usando algumas das
roupas mais caras que eu já vi enchem a rua. Mas o nocaute vem do primoroso
solar - não, o palácio absoluto - que está pairando sobre mim. Estou preso em
um mundo diferente e até respirar é um desafio.
A Celebração de hoje organizada pela Apollo Familia exige que as
divindades tragam um de seus seguidores, tornando-a uma espécie de festa
misturadora de deus e humana.
Esses grupos são chamados de "Celebrações dos Deuses" porque somente
os deuses têm permissão para participar. No entanto, desta vez o anfitrião
decidiu mudar um pouco as coisas. As divindades querem entretenimento, e
isso lhes dá a oportunidade de mostrar seus seguidores favoritos. Portanto, há
muitos aventureiros e ferreiros misturados com a aparência absolutamente
perfeita de seus deuses e deusas. Lady Hestia e eu estamos entre eles.
Um menino de fazenda do meio do nada, vestindo roupas extravagantes e
tentando o seu melhor para parecer mais alto ... Eu devo ficar fora como um
polegar dolorido.
Eu olho para o meu casaco preto, me perguntando se eu pertenço a este
lugar. Todas as minhas roupas foram preparadas especificamente para hoje à
noite, o que me faz sentir ainda mais fora do lugar.
“Você está incrível, Bell. Não há necessidade de se envergonhar, ”a deusa
diz calmamente quando começo a me sentir tonta. Eu não sei se é porque ela
tem uma desculpa para usar um vestido extravagante, mas ela está de muito
bom humor.
Seu vestido azul marinho é forrado com muitos babados e laços; parece
fluxo de água enquanto ela se move. O ponto focal do vestido é, claro, seu
peito magnífico. Honestamente, eu não sei como olhar para ela agora.
A rainha de uma terra distante ... Bem, talvez não tão longe, mas a deusa
conseguiu um equilíbrio radiante entre a beleza e a beleza.
“Minhas desculpas, Hestia, Bell. Preparar tudo para nós, incluindo essas
roupas, deve ter sido difícil.

Lorde Miach sai de nossa carruagem puxada por cavalos e se junta a nós.
Nahza está ao lado dele, sua mão descansando na dobra do braço dele. Claro
que os dois estão vestidos tão formalmente quanto nós.
Familia de Lord Miach é muito pobre, então ele se opôs a gastar dinheiro
em algo assim. Ele não estava planejando vir para a Celebração até que Lady
Hestia disse a ele, "Seria bom que Nahza saísse e abrisse as asas de vez em
quando." Lord Miach assentiu e finalmente concordou. Como um
agradecimento, a deusa e eu pagamos por seu traje formal, além de contratar a
carruagem puxada por cavalos para esta noite.
Considerando que eles me dão descontos substanciais em poções altas e
poções duplas que normalmente custam dezenas de milhares de vals, isso era
muito mais barato.
"Obrigado pelo convite, Bell ..."
Nahza é um chienthrope, uma pessoa de cachorro. Ela diz olá ao lado de
lorde Miach enquanto nossas duas divindades continuam sua própria conversa.
Eu só vi Nahza usar roupas simples, então vê-la em um vestido completo é
muito novo, para não mencionar atraente. O vestido em si é um vermelho
macio com mangas compridas projetado para cobrir seu braço direito artificial.
"... Eu pareço bonita?"
Ela levemente puxa a saia do vestido para os lados com os dedos e faz uma
pequena reverência. Eu dou-lhe um grande aceno de cabeça, tão grande quanto
o meu pescoço duro permitirá.
Seus olhos são os mesmos de sempre, meio fechados. Mas há a alegria em
sua expressão que eu não vi antes. Swish, swish. Seu rabinho balança
alegremente de um lado para o outro sob o vestido.
"Bem, então, devemos proceder?"
"Certo. Tudo bem, Bell. Estou contando com você?"
"Sim!" Lentamente mas seguramente, eu estendo a mão estendida de Lady
Hestia.
Viro-me para a frente e sou novamente dominado pelo extravagante palácio
diante de nós. As portas da entrada da frente estão abertas. Todos nós fazemos
o nosso caminho para dentro, nossas roupas e sapatos brilhando quando
passamos pela porta bem iluminada.
Minha respiração me deixa.
É um reino diferente, ao qual não tenho conexão, um mundo da noite.
Se alguém tivesse me dito, quando eu cheguei a Orario, que eu seria capaz
de fazer parte deste reino ao lado de minha deusa, eu teria acreditado neles?
Eu estaria mentindo se dissesse que não estava animada ... mas mais que
isso, estou nervosa.
O tempo fica parado enquanto estou envolvida na atmosfera luxuosa ao
meu redor. Eu respiro fundo antes de dar o primeiro passo para o corredor.
Outros convidados também entram no prédio, homens escoltando as
mulheres. Lorde Miach e eu pegamos as mãos dos nossos parceiros e nos
juntamos à linha que flui mais profundamente no palácio.

O hall de entrada é tão ornamentado quanto o exterior do edifício.


Pilares dourados decorados com centenas de velas se alinham no corredor.
Eu tenho que apertar meus olhos. O estilo crescente da arquitetura faz com que
pareça muito aberto. Estátuas de alabastro projetadas para parecerem com cada
deus e deusa em diferentes áreas do corredor, como pequenos santuários.
O corredor leva a um conjunto de escadas igualmente extravagantes. A
localização da festa de hoje à noite está esperando por nós no topo: o salão de
baile do segundo andar.
O salão de festas já é barulhento para os hóspedes que chegaram antes de
nós. E, claro, o salão de baile é tão bem decorado quanto todo o resto. Muitos
candelabros equipados com lâmpadas de pedra mágica estão pendurados no
teto, e mesas compridas com escamas elaboradas de comida correm pelos
lados e atrás do salão de baile. Há uma varanda além das janelas altas e finas.
O sol já se pôs e nenhuma luz está vindo de fora. Este edifício está
localizado em North Main, rodeado pelas casas de alguns dos moradores mais
ricos de Orario. Pode ser por isso que os sons das tavernas e da vida noturna
parecem muito distantes. Este lugar é tão quieto que é difícil acreditar que
ainda estou na mesma cidade.
É incrível que um lugar que pode lhe dar a sensação de entrar em outro
mundo exista em Orario.
"Hum ... essa pessoa, eu já vi ele antes ..."
“Aquele aventureiro é famoso há algum tempo. Ele é forte também ... eu
não ouvi coisas boas de outros membros do grupo dele. Eles têm um pouco de
medo dele, na verdade. Seja cuidadoso…"
Eu vislumbro aventureiros conhecidos quando entramos no centro do salão
de baile. Um elfo parece que ela preferia estar em qualquer lugar, menos aqui.
Há um anão cujas roupas são muito apertadas, e algumas pessoas animais e
amazonas afiadas e vigorosas. Humanos e demi-humanos estão se misturando
com os deuses e deusas.
Nahza me conta um monte de coisas enquanto nós vamos, mas eu ainda
estou sobrecarregado por essa atmosfera.
“Ah sim, aí está você.” “Miach também! Isso é uma surpresa. ”“
Hephaistos, Také! ”

Um deus e uma deusa nos saúdam enquanto seguimos em direção ao canto


da sala - e Lady Hephaistos e Lorde Takemikazuchi. Lady Hestia corre para
encontrá-los, seguida de perto por Lord Miach e Nahza, que sorriem e dão
pequenos cumprimentos.
"Ei", diz Nahza.
"Você parece bem", diz Lord Miach. Ambos os lados sorriem e dizem olá.
“Você trouxe Mikoto, eh, Také? Obrigado pelo que você fez no outro dia.
”“ Sim, sim, não! Não é nada…!"
“Quem está acompanhando você, Hefaísto? Eu não vejo ninguém.
"Ele é um estranho, deixando-me aqui para explorar a festa por conta
própria."
Lady Hestia expressou sua gratidão a Mikoto, o humano se escondendo
atrás das costas de Takemikazuchi. A garota que entrou profundamente nos
níveis intermediários para me salvar não muito tempo atrás está agora azul de
cara com nervosismo.
Seu longo cabelo preto foi habilmente trançado e combina com seu vestido
esvoaçante.
Ela está tremendo fisicamente ... fico feliz que não seja só eu.
Ela não deve estar acostumada a expor seus ombros, porque ela está se
aconchegando, tornando-os o menor possível. Até as pontas das orelhas estão
ficando vermelhas.
Eu posso relacionar. Eu não a culpo por ficar ali com os olhos voando para
a esquerda e para a direita. Lord Miach e Lady Hephaistos continuam a
conversa ao nosso lado.
- Ei, todo mundo está aqui! Deixe-me participar da diversão! ”“ Ah,
Hermes. ”
Eu me viro a tempo de ver o Lorde Hermes praticamente ligado ao nosso
grupo.
Ele está usando seu sorriso encantador habitual, seus olhos se estreitaram.
"Feh". Lorde Takemikazuchi não parece estar muito feliz com isso.
A senhorita Asfi está bem ao lado dele, seus óculos de prata sentados
confortavelmente em seu rosto. "Senhor Hermes, por favor abaixe sua voz ..."
Há uma sugestão de protesto em seu tom enquanto ela suspira baixinho.
“Por que você veio até aqui? Nós não tivemos contato direto por muito
tempo. ”
“Ei, vamos lá, Takemikazuchi. Nós não trabalhamos juntos? Não me deixe
no frio!
Senhor Hermes desliza pelo obviamente perturbado Senhor Takemikazuchi
depois de nos dar uma saudação energética.
Alguns momentos depois, ele está na minha frente, mostrando um sorriso
cheio de dentes. “Olá, Bell! Amo essa jaqueta, é o que eu chamo de estilo! E
Nahza, vestido maravilhoso!
"Th-obrigado."

"Estimado…"
"O que é isso? Tem algumas borboletas no seu estômago, pequeno Mikoto?
Seu lindo rosto vai ser desperdiçado!
“C-cute… ?!”
Ao contrário de Lord Miach e eu, Lorde Hermes está vestido de maneira
bastante casual. Ele vai ao redor do nosso círculo, cumprimentando a todos
desde a minha deusa até Nahza. Seus olhos brilham como uma criança que
encontrou um novo brinquedo quando ele se vira para Mikoto. Ele estende a
mão e pega a mão dela antes de pressionar os lábios nos dedos dela. Poof! O
rosto de Mikoto praticamente explode em um vermelho profundo.
Baque! Smack! Lorde Takemikazuchi bate na parte de trás da cabeça de
Lorde Hermes ao mesmo tempo em que a Srta. Asfi perfura seu calcanhar em
sua canela.
"Muitos de nós saíram hoje à noite."
“Desta vez, as crianças estão conosco. Celebração da noite promete ser um
pouco mais animada do que o habitual.
Lady Hephaistos e Lorde Miach começam uma conversa para tentar ignorar
os gemidos de dor de Lorde Hermes depois que ele cai no chão.
Mas eles estão certos ... Isso está começando a parecer uma festa. Até o
cantinho do salão está começando a ficar barulhento.
Acho que estou me acostumando com essa atmosfera, no entanto. "-Meus
convidados! Fico feliz em ver que você chegou!
Uma voz alta ecoa pelo salão de baile.
Cada cabeça ao meu redor instantaneamente se vira para o outro lado da
sala. Há um deus parado na frente da parede oposta.
Ele tem cabelos loiros que parecem brilhar como o sol. As fechaduras
brilhantes e onduladas deslizam umas sobre as outras como raios de sol do
começo da tarde. Com um sorriso igualmente brilhante, seus belos olhares são
poderosos o suficiente para fazer de mim, outro homem, ficar de pé e olhar.
Ele é muito alto também e usa uma coroa de louros no alto da cabeça.
Dois aventureiros de aparência muito poderosa, um homem e uma mulher,
estão de pé atrás dele de ambos os lados.
Não há dúvidas sobre isso. Isso tem que ser o Senhor Apolo.
“Uma ideia surgiu sobre como tornar este evento especial. Como é que
você gosta? Vestindo os que mais amamos e levando para nossa Celebração
- o que poderia ser mais delicioso?
Eu posso ouvir claramente a emoção na voz do nosso anfitrião. Muito outro
deuses concordam com ele, gritando e batendo palmas em aprovação.
“Ver tantos dos meus parentes e os rostos de seus filhos amados me enche
de grande alegria. Esta noite é uma noite destinada a ser preenchida com
grandes oportunidades e novas reuniões. Eu previ isso.
Eu passo para o lado para ter uma visão melhor, quando de repente—
O olhar de Lorde Apollo varre a multidão, mas parece instantaneamente se
fechar em mim.
…?
Eu franzo a testa por um momento e olho atrás de mim por cima do meu
ombro. Lord Apollo não parece reagir; ele já começou a falar de novo assim
que eu voltei para a frente.
… Eu posso estar exagerando por causa do que aconteceu entre mim e a
Apollo Familia. Isso tem que ser a fonte desse constrangimento que estou
sentindo. Eu deveria simplesmente ignorar isso.
“A noite é jovem. Reuni apenas os melhores vinhos e a comida mais fresca.
Então, por todos os meios, vinho, jantar e divirtam-se!
Ele levanta os braços para o alto enquanto os últimos ecos de sua voz
passam pelo salão de baile.
Há outra alegria, principalmente das divindades masculinas, em resposta a
isso. Copos de vinho com todos os tipos de desenhos esculpidos em suas bases
estão cheios e tilintaram ao meu redor quando a festa oficialmente começou.
“Deusa… Hum, o que devemos fazer?”
Lady Hestia olha para lorde Apollo no momento em que faço a minha
pergunta. “Hum, quero resolver as coisas com a Apollo, mas talvez seja uma
boa ideia esperar. Ele parece um pouco ocupado agora.
Claro que precisamos limpar o ar depois do que aconteceu no bar, mas toda
a Apollo Familia está em movimento. Os membros da Familia estão todos
vestidos em seus uniformes e estão assumindo o papel de atendentes para os
outros convidados. O Senhor Apolo está cercado por outras divindades,
cumprimentando e falando enquanto ele tenta fazer suas rondas. Seria difícil
dizer olá a esse ritmo.
Assim como Lady Hestia disse, devemos esperar que as coisas se acalmem
um pouco. "Bem, não é todo dia que fazemos algo assim, então vamos
aproveitar
a festa. Vamos cavar a comida, Bell! "" Ah, claro. "
A deusa e eu nos juntamos a Lord Miach e os outros em seu círculo ao lado
de uma mesa. Todos eles já têm taças de vinho nas mãos.
“Hum, senhorita Mikoto. Obrigado por tudo que você fez no décimo oitavo
andar.
Você fez muito para me ajudar ...
“Eu não era nada. Realmente, eu não ...
Mikoto deve ter se acostumado com essa atmosfera e superar seus nervos.
Ela responde rapidamente.
Não só ela fazia parte da equipe de busca, ela também veio em nosso
socorro quando minha deusa foi raptada por outros aventureiros. Eu digo a ela
o quanto sou grata, mas ela apenas balança levemente a cabeça.
Não esqueça o que realizou, Sir Bell. Enfrentar um chefe de chão nessas
circunstâncias e dar o golpe final ... É constrangedor dizer isso sozinho, mas
sua força e coragem deixaram uma impressão profunda em mim.
"N-não, eu não teria sido capaz de fazer isso sozinha. Na verdade, sozinha
eu não teria sido capaz de fazer nada… ”
Há um ar de nostalgia em sua voz, mas não posso reivindicar todo o crédito
pelo que aconteceu.
Nós dois trocamos mais algumas negações. Nós sorrimos um para o outro
antes de sabermos o que está acontecendo.
“… Sir Bell. Se você estiver em perigo, convoque-me a qualquer momento.
A minha espada te defenderá.
"Miss Mikoto ..."
“O capitão Ouka e a senhorita Chigusa também gostariam de lhe dar força,
assim como eu.”
- Bem, eu também ... Se algum de vocês estiver em apuros, me ligue a
qualquer momento. Farei tudo o que puder para ajudar. ”Prometemos ajudar
uns aos outros no futuro.
O rosto de Mikoto se derrete em um sorriso quando nós dois concordamos.
Ela estende a mão direita. Sinto uma onda de timidez me percorrer antes de
estender a mão e dar-lhe um aperto de mão firme.
“Se eu posso te fazer uma pergunta. Eu ouvi dizer que você cresce a um
ritmo incrível.
Você estaria disposto a compartilhar alguns conselhos?
“Bell não é completamente humano. Eu o uso com pílulas para construção
muscular do meu próprio projeto todos os dias ... ”Nahza se junta a nossa
conversa, claramente se divertindo.
"Por favor, não conte histórias como essa!" Eu dou outra olhada ao redor da
sala.
Eu ouvi rumores de que estas Celebrações dos Deuses são extremamente
rigorosas quando se trata de etiqueta, mas parece não haver nada disso aqui. Os
deuses e deusas estão rindo, bebendo e se divertindo. Tudo parecia tão formal
no começo, mas acabou não sendo grande coisa.

A única coisa que me deixa desconfortável é este edifício absurdamente


luxuoso.
“Hum, esse prédio pertence à Apollo Familia…? Esta é a casa deles? ”Asfi
responde a minha pergunta imediatamente.
"Não não é. Este edifício está sob a jurisdição da Guilda. Familias
e os comerciantes que exigem essa facilidade podem alugá-la conforme
necessário ”.
Lorde Takemikazuchi abre a boca para falar. “Eu só conheço um deus que
prefere celebrar Celebrações em casa, e isso é Ganesha. A maioria de nós não
pensaria em convidar outros Familias diretamente para nossa base de operações.

"Todo mundo está sempre procurando algo para dar uma vantagem. É
impossível manter segredos disso muitos de nós de uma só vez. ”Lord Miach
acrescenta sua própria explicação. Eu entendo e aceno de volta.
Lady Hephaistos e Lady Hestia estão de pé ao lado de nossa conversa, seus
olhos examinando a sala.
“Esta celebração tem uma sensação diferente. Muitos deuses que
normalmente não participam desses eventos estão aqui esta noite. ”
"Sim, Apollo tem algumas idéias únicas ..." Eu dou uma olhada ao redor da
sala para mim.
Eu vejo um monte de rostos sorridentes e paro por um momento para
absorver a atmosfera, mas há algo mais em minha mente.
"Com licença ... Como é o senhor Apolo?" Você está interessado, Bell?
Lorde Hermes se vira para mim. "Sim", eu digo quando faço contato visual.
Seus olhos laranja sorriem para mim quando ele dá um passo mais perto.
“Ele é interessante. Eu o conheço desde que estávamos em Tenkai, e até
agora não me canso dele. Esse cara nos forneceu milênios de entretenimento ”.
Hã? Eu sinto meus olhos se abrirem. Eu não estava esperando essa resposta
...
“De qualquer forma, ele é bastante brincalhão. Mesmo que ele não seja um
aventureiro, nós ainda lhe demos o título de "Phallus the Passionate" porque se
encaixa muito bem nele.
Ph falo?
Por que eles fariam isso…? Eu não tenho ideia.
"Ele é o amante persistente - você não diria, Hestia?" "Como eu deveria
saber?"
Minha deusa está de costas para nós, provando a comida - mais como encher
seu rosto - quando ela se agarra ao jab verbal brincalhão de Lorde Hermes. Ela
imediatamente mergulha de novo na comida, colocando-a na boca com um
pouco mais de vigor.

Lady Hestia disse que não gosta de Lord Apollo ... Aconteceu alguma coisa?
"Além disso, ele é extremamente ... tenaz".
"Hã?"
Eu viro minha cabeça para encarar o Lorde Hermes.
Estou prestes a perguntar o que ele quis dizer com isso, quando de repente
Waaaahh! Uma onda de som vem de todas as direções simultaneamente ao
meu redor. Isso afoga minha pergunta.
"Você olharia para aquilo ... O grande queijo chegou." Lorde Hermes parece
surpreso quando encontra o motivo da comoção.
Eu sigo seus olhos e imediatamente descubro a fonte da excitação de todos.
Toda a atenção no salão de baile é focada em uma pessoa gigante de animais
e a deusa de cabelos prateados ao lado dele.
"Quem é aquele…?"
“Isso, Bell, é Lady Freya. Tenho certeza de que você já se encontrou com o
nome Freya Familia antes?
Eu aceno levemente minha cabeça sim. É muito para levar de uma vez.
Freya Familia - eles são tão poderosos quanto Loki Familia. Não seria difícil
dizer que esses dois grupos são os líderes da Cidade do Labirinto em termos de
força e influência. Até mesmo os aventureiros novatos ouviram falar sobre a
bravura e os atos de ambos.
Então aquela deusa de cabelo prateado é a líder daquela Familia…?
O humor da celebração instantaneamente pega a chegada de Lady Freya. Ela
é tão linda assim.
Olhos prateados e uma linha corporal bem definida, seus seios grandes e
cintura fina estão escondidos atrás de um vestido que parece ter sido tecido no
próprio céu. Ela dá um passo à frente e todos os olhos da sala se fixam nela.
Outro passo e os olhares seguem. Ela é bem diferente de mim, mas eu já estou
gostando do assunto.
Eu nunca vi ninguém tão sedutor ... "-Huh ?!"
Sem aviso, os rabos de cavalo pretos gêmeos de Lady Hestia tremem com o
canto do meu olho. Mas esta outra deusa é tão deslumbrante…
O rosto de lady Hestia emerge da mesa, dá uma olhada em Lady Freya e
depois me olha com os olhos arregalados.
Como se entendendo tudo num piscar de olhos, ela pula em direção ao meu
ombro. "Não se atreva a olhar para Freya, Bell!"
"Bwuh ?!"
“Qualquer criança que vir uma Deusa da Beleza sofrerá uma lavagem
cerebral por ela

charme!"
Chegando diretamente do meu lado, ela quase me deixa de pé.
Eu de alguma forma consigo recuperar meu equilíbrio com a deusa em volta
do meu pescoço, forçando-me a desviar o olhar.
Uma deusa da beleza - é de conhecimento comum.
Uma divindade que é a beleza encarnada, com a capacidade de entrar deuses
e mortais igualmente.
Parece que a deusa não estava brincando. Quase todo mundo ao meu redor
está boquiaberto, olhando para ela. Cara, mulher, isso não importa. Eles estão
parados ali, como se os espíritos tivessem deixado seus corpos.
Mikoto e Nahza estão lutando duramente contra a influência de Lady Freya.
Os olhos de Nahza estão cerrados enquanto ela balança a cabeça para trás e para
frente. Mikoto virou para o outro lado, mas todo o rosto dela está corando.
Apenas Asfi parece estar se segurando sozinha. Ela está olhando no meio do
nada, como uma criança sonhando acordada.
"Primeiro Ganesha's Celebration, e agora este ... Freya nunca sai em público
tanto assim."
"H-como você quer dizer?"
Eu ouço Lady Hephaistos sussurrando enquanto me esforço para me libertar
do aperto de Lady Hestia e pedir esclarecimentos. É Hermes quem esclarece as
coisas.
“Lady Freya geralmente fica em seu quarto no nível mais alto da Torre
Babel, raramente mostrando seu rosto em público. Muitos dos deuses aqui vêm
para as Celebrações apenas por uma chance de vê-la com seus próprios olhos. ”
Ela não mostra seu rosto em público ... Bem, sim, seria difícil ir a qualquer
lugar se você recebesse tanta atenção apenas saindo. Lady Freya gostaria de
estar entre nós, mas tenho certeza que o caos acontece toda vez que ela tenta.
Olhando como as pessoas reagem a ela agora, eu não a culpo por ficar na
torre.
"-"
É quando o seu olhar prateado cai sobre mim.
Ela pára de andar e se vira na minha direção ... e sorri.
Ker-tap, ker-tap. Os saltos nos sapatos dela ecoam quando ela se aproxima.
Todos em seu caminho abrem caminho, recuando como se fossem empurrados
por alguma força invisível. Lady Hestia pára de lutar por um momento e
observa a deusa de cabelos prateados e seu atendente massivo caminhar até nós.
"Então você está aqui, Hestia. Hephaistos também. Primeira vez desde
Denatus, acredito?
“… Freya, o que você está fazendo aqui?”

Lady Hestia me solta e ajeita seus ombros diretamente na frente de Lady


Freya no momento em que a outra deusa estende uma saudação amigável.
"Fico feliz em ver que você está bem", diz Lady Hephaistos ao lado de
minha deusa. Lady Hestia parece que está tentando conter uma torrente com
uma rolha.
“Eu apenas vim dizer olá. É uma chance rara de ver tantos rostos familiares
de uma só vez, então como eu não poderia fazer o meu caminho até aqui? ”
As palavras saem da língua de Lady Freya enquanto ela olha para a pequena
multidão de deuses masculinos que se reuniram em torno dela.
Todos eles parecem derreter quando seus olhos prateados passam. Lorde
Hermes está com o joelho fraco, um olhar estupefato no rosto. Lorde
Takemikazuchi está corando um tom claro de rosa e limpa a garganta com um
"ahem". Lord Miach se curva e a elogia dizendo: "Você está linda esta noite".
Não mais tarde, os saltos altos dos sapatos caros que pertencem aos seus
seguidores femininos chegam até os dedos dos pés das divindades masculinas.
"Gah ?!" "Uwoh ?!" "Nuah ?!" vem seus gritos de dor. Eu dou um passo atrás.
Mais uma vez, seus olhos prateados pousaram em mim.
O ar vaza da minha boca enquanto essas esferas de prata me atraem. As
bochechas de Lady Freya se retraem em um sorriso ainda mais profundo.
Ela se inclina para frente, estendendo o braço e acaricia o lado do meu rosto.
"- Hoje, você fará um sonho meu se tornar realidade?"
- Sonhe! Lady Hestia ruge para Lady Freya bem na minha frente. Ela bate a
mão de Lady Freya, os olhos ardendo de raiva. "O que você está ficando
animado, Bell ?!"
"S-s-desculpe!"
"Ouça! Aquela deusa nada mais é do que um dragão que devora todo homem
ao alcance! Um coelho como você não duraria dois segundos!
"Sim…!!"
A deusa é esmagadora. Meu corpo se afasta dela sem sequer pensar. É quase
como se ela estivesse desencadeando rodada após rodada de Swift-Strike Magic,
me forçando de volta.
Seus rabos de cavalo gêmeos estão varrendo atrás dela como se estivessem
tentando expressar o quão perigosa a outra deusa realmente é.
Mas Lady Freya está rindo para si mesma. "Meu, que decepcionante."
Eu acho que ela está gostando da reação da minha deusa ... Então ela se
afasta e diz: "Eu pareço ter chateado Hestia, então eu vou me despedir. Até a
próxima vez."
Ela vira as costas para a ainda enfurecida Lady Hestia. "Ottar", ela chama
para a pessoa animal ao lado dela e começa a andar. Eu admiro seu seguidor -
um

homem de javali, com mais de dois metros e meio de altura, enquanto os


dois entram no meio da multidão. Eu os vejo ir, meus olhos seguindo os
movimentos fluidos dos quadris de Lady Freya.
Meu corpo esfria o mais longe que ela fica. Finalmente, a última mecha de
seu cabelo prateado desaparece.
"- Não aqui dois segundos, e essa megera já está me mostrando." A
tempestade passou. Uma nova voz corta a calma.
Está vindo da outra direção.
Isso me pega de surpresa. Eu giro e recebo a maior surpresa da noite.
"Loki ?!"
―Yo! Itty-Bitty! Vejo você aprendeu como usar um vestido. Você está tão
crescido que eu poderia ter um intestino! ”
Lady Hestia grita para uma deusa de cabelo ruivo vermelho que está vestida
com um terno de homem.
E de pé ao lado dela ...
Uma garota radiante de cabelos loiros e olhos dourados, usando um vestido
elegante. “… ?!”
Meus olhos se arregalam e meu rosto queima.
Seu vestido de um verde claro, Aiz parece um pouco envergonhado em pé
apenas um pouco na minha frente.
“Só quando você chegou aqui ?! Você não é do tipo que se esgueira! ”,
Exige Lady Hestia.
“Cale a boca, idiota !! Dois peitos floppin 'roubaram minha entrada,
entendeu ?! ”
Parece que Aiz e sua deusa Loki acabaram de chegar. Todos estavam tão
preocupados com Lady Freya que ninguém percebeu.
Lady Loki está usando um terno de homem afiado e Aiz usa um vestido
justo. Quase parece uma filha do nobre de alto escalão com seu guarda-costas,
que é o completo oposto da realidade.
Meu corpo fica quente de novo, mas não vai embora dessa vez.
Eu não consigo tirar meus olhos dela. Uma princesa de um dos meus antigos
livros ilustrados ganhou vida diante dos meus olhos.
Seu vestido verde-claro está aberto na frente e nas costas, expondo
completamente seus delicados ombros femininos. Contas brilhantes e várias
outras decorações são semeadas como acentos em vários lugares do vestido.
Não tenho dúvidas de que sua deusa estava encarregada do projeto e Lady Loki
não teve nenhum problema em gastar uma grande quantia de dinheiro para
demonstrar seu afeto pela Aiz. O toque final é o

Luvas longas e sedosas que se estendem até os cotovelos.


Parte de seu cabelo dourado está amarrada com uma fita atrás da cabeça. O
resto está fluindo graciosamente pelas costas dela.
Seu rosto angelical e pescoço fino, seios flexíveis fazendo a quantidade certa
de clivagem, cintura fina e vestido esvoaçante ...
Este não é o aventureiro, o cavaleiro Aiz Wallenstein que eu conheço.
O calor que está me ultrapassando agora é diferente de antes - meu coração
não cantou quando fui recebido por Lady Freya.
Meu corpo está latejando, recusando-se a se mover. "Ah ..."
"...!"
Aiz levanta o rosto e fazemos contato visual. Nenhum de nós pode dizer uma
palavra.
Eu sinto meu rosto corar quando ela rapidamente olha para o chão, suas
mãos juntas na frente de seu estômago enquanto seus ombros levemente se
contraem.
Shff, seu corpo balança para frente e para trás sob a sombra de Lady Loki.
Tão fofo ...!
"... Ehh?"
"Ouch ?!"
Minha deusa enterra o dedão do sapato profundamente no lado da minha
canela. É tão óbvio como estou me sentindo? Meu rosto me trair?
"Ohh, então esse é o garoto da Itty-Bitty ..."
Eu pego minha perna e luto as lágrimas quando de repente eu sinto os olhos
de Lady Loki em mim.
Seus olhos vermelhos esculpiram através de mim. Todos os músculos da
minha boca e garganta ficam tensos. Ela nem pisca. Isso é uma sugestão de
aborrecimento? Bem, seja o que for, isso me deixa desconfortável.
Depois de alguns momentos ...
“Não, esse garoto não faz nada para mim. Meu Aiz é muito melhor, é como
comparar céu e terra! ”
Suas palavras racham como um chicote.
Eu sei que Aiz está fora do meu alcance, mas isso dói muito.
Eu quase perco o equilíbrio, sentindo a cabeça leve, quando vislumbro o
rosto da minha deusa. Suas bochechas estão tremendo.
De repente, ela se vira para encarar Lady Loki de frente.
"Assim como antes, você sabe que não pode ganhar em uma discussão, então
você tem que se gabar de seu filho desta vez ?! É tão previsível que é doloroso
assistir! ”
"-Oh sim ?!" Uma veia surge de repente da cabeça de Lady Loki.

“Qualquer um pode ver que o meu sino é muito mais bonito do que o seu
Wallensomething! Tão charmoso, assim como um adorável coelhinho !! ”
“Você bateu na sua cabeça, idiota ?! Meu Aiz é cem vezes mais legal que
aquele coelhinho insignificante !! ”
Uma disputa de bravata irrompe.
As duas deusas trocam golpes verbais com um abandono imprudente. Lady
Hephaistos suspira para si mesma, sussurrando: "Aqui vamos nós de novo ..."
Lorde Miach tem um sorriso vazio no rosto. Nahza e o resto apenas observam,
suas bocas ligeiramente abertas.
Quanto a mim, estou absolutamente horrorizado. Eles se odeiam. Todo o
calor do meu corpo de repente desaparece, mergulhando em desespero.
A barreira intransponível entre homens e mulheres em diferentes Famílias ...
Não pode haver melhor exemplo do que isso.
Os dois estão praticamente rosnando um para o outro, e outras divindades
estão começando a perceber. "Ei, olha, é a segunda rodada!" "Agora isso é
entretenimento." "Verifique isso." Deuses e deusas estão se reunindo em torno
de nós. Aiz e eu chegamos ao nosso limite. Nós dois avançamos e tentamos
acalmar nossas deusas.
Ambos estão respirando pesadamente, olhos cheios de chamas de raiva.
Felizmente, Lorde Hermes entra em cena e finalmente os colocamos sob
controle.
“… Humph. Itty-Bitty acabou estragando meu bom humor! ”“ Essa é a
minha linha !! ”
“Ohh? Aiz, estamos indo embora! ”“ Bell, somos nós também! ”
Lady Loki agarra o pulso de Aiz enquanto Lady Hestia segura minha mão.
Ambas as deusas fogem em direções diferentes, nos puxando com elas.
Eu dou uma olhada rápida por cima do meu ombro. Aiz está olhando para
mim. Nossos olhos se encontram por um breve momento.
Se ao menos eu tivesse dito algo, se ao menos tivesse ouvido a voz dela ...
Ao vê-la cada vez mais longe, não posso deixar de sentir que perdi minha
chance.
Que patético. Eu não tenho nem coragem para me libertar da compreensão
da deusa, nem a coragem de me aproximar de Lady Loki. Aiz se afasta, suas
delicadas omoplatas piscando por um momento debaixo de seus cabelos. Ela
está tão distante agora - é assim que as coisas vão ser daqui pra frente? Mais
uma vez, a realidade se tornou clara. A quantidade de tempo que consegui
passar tão perto dela no décimo oitavo andar foi realmente especial.
Mais e mais pessoas estão se reunindo em torno de Lady Loki a cada
segundo. Finalmente, eu tiro meus olhos dela enquanto a dolorosa realidade da
minha mediocridade afunda.

Eu desisto de ter a chance de falar com ela e me juntar à minha deusa


enquanto ela se move para o outro lado do salão de baile.

Depois disso, Lady Hestia me apresentou a seus amigos e conhecidos


divinos enquanto caminhávamos em vários circuitos ao redor da festa. Não é
fácil se apresentar a um deus, mas, de alguma forma, sou capaz de superar
meus nervos e juntar palavras.
Duas horas se passaram desde que chegamos à festa e preciso de um
descanso.
Afasto-me do grupo de pessoas, sozinho, encontro um lugar tranquilo e
encosto-me na parede para evitar incomodar ninguém.
"Uau ..." Um suspiro cansado escapa dos meus lábios. Estou
absolutamente exausto.
Eu dou uma olhada na festa. Os candelabros brilhantes pendurados no
teto iluminam tudo como uma obra de arte.
Os atendentes trabalham arduamente levando comida ainda mais
extravagante para as mesas e distribuindo vinho ricamente colorido. Música
elegante começa a tocar, mas não sei de onde vem. Quase como se na
sugestão, o meio do salão de baile se abre para os dançarinos, mas eu ainda
posso ver Lady Hestia e Lady Loki discutindo no outro canto da sala.
Ainda parece estranho estar aqui ...
Eu não posso deixar de me sentir assim assistindo esses lindos homens e
mulheres se unirem e começarem a dançar.
Este é um mundo cintilante de beleza e status. Completamente diferente
do mundo em que estive ontem.
Talvez seja porque estou sozinha, mas me sinto cada vez mais como se
não pertencesse, como estou saindo. O ambiente desconhecido me faz sentir
desconfortável.
É bem parecido com o que senti quando comecei a rastrear o Dungeon.
Se eu tiver mais algumas chances como essa no futuro, talvez eu me
acostume com esse mundo também.
Mas eu não consigo imaginar isso acontecendo. "..."
Eu deixo o meu lugar contra a parede e tento encontrar uma fuga.
Eu não tenho que andar muito. Uma das janelas altas foi deixada aberta e
eu saí.
Ar fresco me envolve no momento em que meu pé bate na varanda de
cimento.
Uma noite estrelada se abre acima da minha cabeça. Eu dou uma olhada
ao redor do abismo negro

e ver um brilho fraco vindo da rua principal mais próxima. Uma brisa
suave faz cócegas na minha pele.
Todo o estresse e tensão que se acumularam começam a derreter quando
eu respiro um pouco de ar fresco.
Minha mente está clara. "...?"
Saio para o corrimão esculpido e escuto alguns sons estranhos vindos de
baixo.
Olhando para o gramado verde decorado com uma fonte e muitas árvores,
meus olhos encontram duas figuras de aparência humana.
Não é isso ...?
Isso deve ser uma espécie de jardim e, provavelmente, parte do próprio
edifício. A borda da propriedade está alinhada com árvores altas, o suficiente
para me lembrar de uma área arborizada. Lá, em um ponto escuro onde as
luzes da celebração não podem alcançar
O homem bonito de Hibachitei, aquele que me bateu tão facilmente ...
Hyacinthus e um homem que eu nunca vi antes estão falando.
O que eles estão fazendo aqui…?
"Amanhã de manhã, no mínimo ... De acordo com o plano ... Vamos lidar
com o tempo ... Isso está claro, Zanis?"
"Sim ... sobre o dinheiro ..."
Eu não consigo entender todas as palavras deles. Meu corpo se move por
conta própria. Concentrando-me com toda a minha força, concentro meus
ouvidos - aprimorados pelo meu status
- na conversa deles.
Eles são bem diferentes da sacada, mas eu também consigo ver os
movimentos dos lábios deles. Com isso, além de trechos de suas vozes,
tenho uma ideia geral sobre o que eles estão falando.
Zanis ...?
Esse deve ser o nome de quem Hyacinthus está falando.
Eu sei que não é legal escutar, mas eu me inclino um pouco mais para
fora da varanda.
Quando de repente, Hyacinthus e o outro homem olham em minha
direção. Eu instantaneamente congelo enquanto vejo seus olhos varrerem
todas as varandas ao lado do prédio.
"Sino?"
"!"
Uma voz vem de trás de mim e eu giro para enfrentá-lo.
Lorde Hermes está de pé ao lado da janela que leva à varanda. A
celebração ainda está em pleno andamento atrás dele. Eu olho por cima do
meu ombro de volta para onde os dois homens estavam há pouco.

Hyacinthus e o homem estão longe de serem vistos. "O que você está
fazendo aqui fora?"
"Ah ... nada realmente."
Lorde Hermes sai para me encontrar no corrimão.
Eu estava escutando, mas não posso dizer exatamente isso a ele. Eu
gostaria de ter ouvido mais da conversa deles, e eu tento o meu melhor para
me assegurar de que não era nada importante.
"... Oh bem, isso não importa. Aqui, beba. ”“ Th-obrigado… ”
Lorde Hermes tem um copo em cada mão e segura um deles na minha
frente. Eu aceito e agradeço a ele.
Apenas quando chego aos meus lábios, percebo que é só água.
Honestamente, eu não queria mais nenhum vinho, então sou grato.
Eu olho para o Lorde Hermes com olhos questionadores, como se para
dizer por que você está aqui fora? Ele toma um gole do vinho em seu próprio
copo e sorri para mim.
“Nós nunca tivemos a chance de conversar. Desculpe, eu não sou uma
dessas garotas bonitas por dentro, mas posso me juntar a você?
Sua piada me faz sorrir e eu aceno para ele. "Claro."
Eu rapidamente corri minha postura e encontrei Lorde Hermes no centro
da sacada. “Você e Hestia continuam progredindo. Eu sei quem você é por
um
enquanto agora, mas depois de ver o que você pode fazer no décimo
oitavo andar, você pode me contar como um dos seus fãs. ”
"Eu não sou tão bom assim ..."
Ver Lord Hermes sair daqui foi um pouco assustador no começo, mas há
algo em seu sorriso amigável que alivia a tensão em meus ombros. Ele
elogia, brinca e brinca enquanto nós dois nos instalamos. Lorde Hermes é de
longe o melhor tático oral que já conheci.
Música abafada, mas bonita, vai do salão de baile até a janela à nossa
frente. Os lindos tons enchem meus ouvidos quando Lorde Hermes e eu
começamos a conversar como amigos.
“Diga, Bell. Por que você se tornou um aventureiro?
Lorde Hermes se inclina contra o corrimão enquanto ele me faz a
pergunta.
Os músculos da minha boca se contraem. O que devo dizer a ele? "Eu
vim para conhecer a garota dos meus sonhos no calabouço!" "Eu não poderia
desistir do meu sonho de infância de se tornar um herói!" Está ficando
constrangedor, repetindo a mesma resposta várias vezes.
Eu coço a cabeça e penso sobre isso por um momento antes de finalmente
decidir.
“Meu avô ... O homem que me criou disse isso antes de falecer ... 'Orario
tem tudo que você poderia querer. Se você quiser ir, vá.
"Oh?"
"Orario tem dinheiro e, uh, eu poderia conhecer muitas garotas bonitas,
realizar qualquer sonho ... Ele me disse que se juntar a família de uma linda
deusa e fazer parte de uma grande família era mais do que uma
possibilidade."
"Ha-ha-ha-ha-ha-ha-ha!"
Lorde Hermes inclina o queixo para o céu noturno e ri do fundo de sua
barriga.
Eu olho para a divindade de rosto vermelho que está segurando seu
estômago e fazendo o seu melhor para se acalmar.
“Você pode ser um herói. Vá, se sua vontade for forte o suficiente. "...
Essas foram as palavras dele", eu digo.
Não foi uma demanda; dependia de mim decidir.
Eu ainda era muito jovem, mas lembro-me claramente de Gramps
dizendo tudo isso apenas uma vez.
Essa é a razão pela qual eu vim para Orario. É por isso que eu queria ser
um aventureiro.
Depois da morte do meu avô, pensei em tudo o que ele disse. Não
demorou muito para fazer a minha escolha.
Eu queria o calor de uma família.
A única coisa que eu desejava desde a infância - e reforçada por minha
ligação com vovô - era encontrar a pessoa que faria esse sonho se tornar
realidade.
Então eu vim para Orario, minha alma cheia de visões de se tornar um
herói.
Mesmo quando falo com o Lorde Hermes, lampejos da vida que conheci
borbulham na superfície da minha memória. Eu olho para o chão da varanda
e revivo cada um deles.
“… Seu avô parece muito divertido.” “Sim, ele estava. Ele fez todos os
dias divertido.
Eu tento abafar o sorriso nos meus lábios. A palavra "divertido" descreve
meu avô tão bem que não posso evitar.
Lorde Hermes olha para mim como se ele fosse mostrar outro sorriso.
Levando a taça de vinho aos lábios, ele inclina a cabeça para trás e abaixa o
resto.
“Então, você passou toda a sua vida na cidade onde nasceu até chegar a
Orario?”
"Sim. Uma pequena aldeia no meio das montanhas… Então, ainda há
muito que eu não sei ”.
A expressão de lorde Hermes suavizou-se no momento em que admiti o
pouco que entendia sobre a cidade. Eu tenho que admitir, isso é muito
embaraçoso.
Ele olha para mim, olhos laranja brilhando sob as pálpebras longas e
finas. "Bem, então, você conhece um deus chamado Zeus?"
Então ele me pergunta sobre um deus que eu nunca ouvi falar. "Senhor
Zeus ... Não, eu não. Ele é bem conhecido?
"Ai sim. Ele costumava ser o líder da família mais poderosa da história, a
partir do dia em que chegamos pela primeira vez em Orario. ”
Isso foi inesperado. Com os olhos bem abertos, olho para Lorde Hermes,
dando-lhe toda a minha atenção.
"A-não são Loki Familia e Freya Familia o mais poderoso ..."
“Agora eles estão certos. Mas não foi assim até muito recentemente.
Quinze anos atrás, para ser exato.
Quinze anos atrás ... Meus lábios repetem suas palavras, mas nenhum
som sai da minha boca.
Lorde Hermes começa a falar de novo.
“Até que Loki e Lady Freya reivindicaram o controle, Zeus e uma deusa
chamada Hera eram os melhores cães em Orario. O arranjo atual veio a ser
quando Loki e Lady Freya os derrubaram e os baniram da cidade. ”
“… Famílias do Lord Zeus e da Lady Hera foram derrotadas em
batalha?”
"Isso é verdade, mas não do jeito que você está pensando. Você vê, a
mudança de poder começou com uma missão fracassada.
Parece que ele está prestes a chegar à parte suculenta da história. Lorde
Hermes estende a mão e enfia três dedos. "Este mundo sobrecarregou Orario
com as Três Grandes Quests." Meus olhos se concentram nas três pontas dos
dedos na minha frente.
“Durante a era que vocês, crianças, chamam de Tempos Antigos, três
monstros com poder incrível escaparam do Calabouço - as missões são
eliminá-los.”
"Eh ... Então, isso significa ..."
"Isso mesmo, eles estão vivos. Esses monstros antigos que explodiram da
masmorra ainda estão por aí. ”

Eu engulo o ar na minha garganta.


“Tempos Antigos” - Isso significa que esses monstros sobreviveram por
mais de mil anos. Isto é incrível.
A julgar pelo modo como Lord Hermes está falando sobre eles ... Eu não
acho que eles estejam relacionados aos monstros que Nahza me contou,
aqueles que escaparam do Dungeon e se reproduziram por conta própria na
superfície.
“Isso deve ser óbvio, mas o Dungeon oferece aos aventureiros da Cidade
do Labirinto o campo de treinamento perfeito. Como cidadãos de Orario,
eles têm a obrigação para o resto do mundo de eliminar os monstros que
surgiram debaixo de seus pés ”.
Nenhuma outra cidade pode rivalizar com Orario em termos de poder e
influência puros. Isto é diretamente devido ao Dungeon, um lugar onde os
monstros continuamente geram e fornecem aos aventureiros oportunidades
quase ilimitadas para subir de nível. Acima do solo, monstros e humanos são
muito mais fracos, o que significa que os aventureiros têm dificuldade em
adquirir excelência - e as chances de subir de nível são difíceis de encontrar.
Eu ouvi que os aventureiros mais fortes em outras cidades são apenas de
Nível 2, raramente chegando ao Nível 3.
Essa é a verdadeira razão pela qual Orario é considerado o centro do
mundo, essa fonte de poder absoluto.
“Quinze anos atrás ... Zeus e Hera estavam no auge de seu poder. Seus
Familias eram o lar dos aventureiros mais poderosos da história e partiram
para desafiar as três feras antigas. Primeiro, o Tirano Terrestre, Beemote,
então o Governante do Mar, Leviatã, foram derrotados. - E por último ...
Lorde Hermes coloca dois dedos por sua vez. Ele levanta o último até o
rosto.
"O último, o Dragão Negro, era muito forte e os eliminou." Eu finalmente
lembro de piscar.
"O dragão B-Black ... Não pode ser - é que o dragão de um olho só?"
Você sabe disso?
Oh eu sei. Eu sei.
Eu conheci a encarnação viva da morte e do desespero nas páginas de um
dos meus livros quando eu era criança.
Os contos épicos de heróis do Tempo Antigo imortalizados nas páginas
da escritura do labirinto, a Oratória da Masmorra. É um monstro cruel e
impiedoso que aparece no capítulo final do livro.
O mais corajoso dos heróis sacrificou sua própria vida para cortar um dos
olhos da besta, forçando o Rei Dragão a se retirar para as nuvens.

As palavras me deixaram, mas com a história de Lorde Hermes se


repetindo em minha mente, consigo grunhir uma afirmação.
O flagelo vivo, lenda viva, o fim vivo.
Essa criatura que aparece em muitos contos heróicos e lendas antigas não
é apenas uma obra de ficção, mas viva ... eu estou absolutamente atordoada.
“Tanto o Famílias de Zeus e Hera perderam seus seguidores mais fortes
na batalha com o Dragão Negro, deixando-os fracos e vulneráveis. E agora
estamos de volta ao ponto em que começamos. Loki e Lady Freya se uniram
para forçar os dois scrappers de alto escalão - não, seus maiores deuses rivais
- a sair da cidade. ”
Lorde Hermes sorri novamente e encolhe os ombros.
“Foi apenas um sinal da mudança dos tempos. Até mesmo o Clã, que os
sustentou durante gerações, não protegeu um fraco Zeus e Hera. ”
Lord Hermes continua dizendo que talvez seja melhor dizer que o Clã
não pode protegê-los.
"Essa é a queda de Zeus e como o Orario que você conhece veio a ser."
“Os povos do mundo ainda anseiam pela conclusão da última das Três
Grandes Quests, o assassinato do Dragão Negro. Como cidadão de Orario,
você terá um papel a desempenhar. ”
Lorde Hermes resume seu argumento enquanto sorri para mim enquanto
fico paralisado no lugar.
Ele acabou de explicar como o outrora poderoso e famoso Zeus Familia e
o destino da cidade de Orario estavam interligados.
Claro, eu cresci em uma pequena aldeia no meio do nada. Mas é doloroso
perceber o quão sem noção eu era. Este mundo parece pacífico à primeira
vista, mas há um desastre esperando para acontecer escondido nas sombras.
Onde está o Dragão Negro agora, o que está fazendo, há muito o que eu
quero saber ... Mas como um aventureiro jovem e inexperiente, eu não tenho
o direito de saber esses detalhes. Não há muito motivo para isso.
Mas, no mínimo, os mais próximos àquele Dragão em poder são os
guerreiros pertencentes aos dois Familias mais poderosos.
“… Hum, senhor Hermes?” “O que é isso?”
"Lord Zeus e Lady Hera ... Posso perguntar o que aconteceu com eles?"
Tenho a sensação de que ele não vai me dizer mais nada sobre as Três
Grandes Quests, então eu pergunto a ele sobre os deuses banidos.

Ele olha para mim por um longo momento antes de dar um sorriso e
fechar os olhos.
"Essa é difícil. A ideia de que eles voltariam para Tenkai soa bastante
convincente, mas ninguém sabe realmente o que aconteceu com aquele velho
homem de boa índole. Ele poderia estar vasculhando o mundo em busca de
novos heróis, ou poderia estar se escondendo em algum barraco, afundando
em desespero. Conhecendo-o, ele poderia estar viajando até os confins da
Terra só para ver o que está lá ... Isso é mais provável. ”
"Eu-eu vejo."
"Você é curioso?"
Eu olho para longe e digo que não estou realmente interessada. Por
alguma razão, não posso dar uma resposta direta.
Ouvir que essas duas divindades foram expulsas da cidade me faz pensar.
Se por algum motivo eu fui arrastado para uma batalha pelo poder e meu
lado se perdeu ... Lady Hestia e eu ... Seríamos banidos também?
Eu não posso ignorar isso e assumir que é problema de outra pessoa. Isto
é um pouco assustador.
“Bem, nossa conversa foi um pouco longa. Desculpe tomar muito do seu
tempo, Bell. ”“ N-não, está tudo bem. Obrigado por falar comigo."
Nossa conversa acabou, Hermes me dá um dos seus sorrisos
encantadores.
De repente, a atmosfera na varanda muda completamente.
Lorde Hermes ergue uma sobrancelha depois que agradeço. "Diga, Bell,
você não vai dançar?"
"Eh?"
“Dê uma olhada dentro. Vejo?"
Eu sigo seu olhar e, com certeza, o centro do salão de baile está
brilhando, vivo com movimento.
"Aquele seu avô lhe contou, não foi? Que Orario tem mulheres lindas e
mulheres lindas para transformar o mundo verde em inveja? Esta é sua
chance de aproveitá-lo.
"Eh? Um ... o quê?
Oh não, é esse sorriso. Eu vi o Senhor Hermes fazer essa cara antes.
Ele coloca o braço em volta de mim, me guiando para a janela. Os cantos
de sua boca estão tão para trás, estou surpreso que seus dentes não tenham
atingido sua orelha.
“Senhor Deus Hermes, eu não sei dançar, então não se preocupe comigo.
Estou feliz o suficiente por estar aqui…! ”
“O que aconteceu com sua espinha, Bell? Então, agora, qual é o seu tipo?
”Ele aperta o braço em volta de mim, sorrindo enormemente.

Completamente incapaz de me mover, não tenho escolha a não ser olhar


as mulheres espalhadas pelo salão de baile. Há uma deusa absolutamente
linda dançando no meio do chão, seu vestido esvoaçando ao redor dela. Um
pouco atrás, um elfo está sendo convidado para dançar neste exato momento.
Uma catgirl elegante está apreciando a cozinha em uma mesa ao lado. Mais
e mais mulheres jovens entram em foco quando olho de canto a canto e de
volta.
Eu luto contra o calor crescente vindo de debaixo dos meus olhos. A
única coisa que sei com certeza é que não posso olhar para ela, em qualquer
outro lugar está tudo bem, mas não para ela ... Mas esse plano dá errado.
Meus olhos conseguem encontrar uma mecha de cabelo loiro em meio às
luzes e decorações do salão de baile - encontro Aiz imediatamente.
E, claro, lorde Hermes percebe.
"Oh Ho! O Kenki, eh? Você não brinca por aí. ”“ Não! Eu só, hum…!
As palavras param de sair quando meu rosto começa a ferver, ficando
vermelho de beterraba.
Lorde Hermes olha para mim em silêncio. Então, sem aviso, seus olhos
se iluminam, acompanhados por outro sorriso cheio de dentes.
"Então é assim que é ... eu vejo, eu vejo." "Uh, uhhh ..."
A divindade balança a cabeça e olha para mim com aquele sorriso de
bochechas estampadas no rosto.
Ele sabe. Ele acabou de descobrir tudo; Eu posso ver isso em sua
expressão. Meu corpo inteiro parece estar em chamas.
Ele viu através de mim como se não fosse nada. Eu olho para longe,
incapaz de manter contato visual, e jogo minha cabeça para trás, resignando-
me à miséria.
Ao mesmo tempo, “Tudo bem, isso resolve tudo!”. Lorde Hermes parece
muito mais animado do que um minuto atrás. "Eu não sou nenhum deus do
amor, mas isso não significa que eu não posso fazer faíscas voar!"
"Por que você está falando tão alto ?!"
Mas o Lorde Hermes não responde a mim. Em vez disso, ele pega minha
mão e me puxa de volta para o salão de baile. Ele dá longos e poderosos
passos em direção a Aiz.
"O que você está fazendo ?!"
“Levando você para o seu parceiro de dança, obviamente! O Kenki, quem
mais? Meu coração pula na minha garganta.
"Eu não posso, é impossível! Não tem jeito!"
Repito-me repetidamente, ficando cada vez mais alto quando Lorde
Hermes me puxa pelo salão de baile. Mas ele não está escutando.

Como diabos eu posso perguntar a ela. Mesmo se eu fizesse, não haveria


como ela aceitar. Mas acima de tudo, nossas deusas nunca permitiriam que
isso acontecesse!
Lorde Hermes se vira e me dá um de seus clássicos sorrisos
"masculinos".
Talvez uma das minhas objeções finalmente tenha passado? "Deixe para
mim. Eu tenho um plano.
Dito isso, ele decola a passos rápidos comigo.
Melodias perfeitamente criadas dos músicos preenchem o salão de baile
mal iluminado. As lâmpadas de pedra mágica nos candelabros foram
abaixadas, deixando a pista de dança iluminada pelo luar.
Lady Hestia e Lady Loki ainda estão discutindo no canto de trás. Aiz está
de pé logo atrás deles. Aposto que qualquer um que estendeu a mão para ela
foi imediatamente expulso por sua deusa superprotetora sob a ameaça da ira
de Loki Familia. Duvido que alguém tenha dito olá.
Ela está parada ali, observando as deusas e se perguntando se ela deveria
entrar.
Lorde Hermes finalmente solta minha mão e caminha até lá.
Encontrando uma breve abertura no argumento de Lady Loki e Lady
Hestia, ele coloca o ar de um cavalheiro e se curva na frente dela.
“Oh, que bom que você é nesta noite, Kenki! Posso, Hermes, ter essa
dança?
Eu o vejo empurrar a mão para ela. Minha mente está correndo em
muitos níveis.
O rosto de Aiz fica pálido enquanto ela fica parada, imóvel, na frente do
deus. Sem saber o que fazer, ela tenta chamar a atenção de sua deusa, Lady
Loki. Infelizmente para ela, o argumento entre as duas deusas ainda está em
pleno andamento.
Alguns segundos depois, Aiz olha para Lorde Hermes e abre a boca. Ela
provavelmente vai recusar, mas antes que ela possa ...
“Oh, meu Deus não! Como eu poderia ter esquecido algo tão importante
?! Eu acabei de me lembrar!
Lorde Hermes se afasta com a mão no rosto. Parece que estou assistindo
um ator no palco mais do que qualquer outra coisa.
Eu pisco várias vezes, meus olhos nada mais que pequenos pontos no
meu rosto. Aiz não está se movendo. Eu não acho que ela esteja respirando.
Aplaudir! Lorde Hermes junta as mãos como se tivesse acabado de ter
uma ideia. Ele olha por cima do ombro antes de girar para me encarar.
"É um constrangimento como um deus e, como homem, não ser capaz de
honrar meu próprio convite - Bell, tome o meu lugar."
Meu queixo cai no chão. Aiz parece tonta.

Ambos os nossos olhos são tão largos quanto eles podem ir. "Huh, o que está
acontecendo ...?"
“Você entende, Bell? Minha reputação está em jogo, então não me
decepcione. Todos os músculos do meu corpo ficam tensos de repente. Então,
Lorde Hermes pisca para mim. O deus caprichoso acaba de me obrigar a
desempenhar um papel em algum tipo de esquema
- Lorde Hermes acabou de me dar uma oportunidade de pedir a Aiz para
dançar? Ele está disposto a tirar o calor das deusas?
Então uma piscadinha me faz perceber o que acabara de acontecer. Lorde
Hermes estava conosco no décimo oitavo andar, assim como na cidade de
Rivira. Ele parece acreditar que desde que Aiz e eu nos conhecemos, ela não
recusará meu convite.
Lorde Hermes sorri e vai embora. Aiz e eu estamos sozinhos, olhando um
para o outro. "..."
"..."
A distância entre nós é imutável, ficamos em um ponto, olhando nos olhos
um do outro.
Meu corpo está ficando mais quente e mais quente. Eu me decidi.
Eu não posso perder a chance que o Lorde Hermes me deu. Mas mais do que
isso, eu não posso me afastar da garota confusa na minha frente. A vergonha de
abandoná-la seria insuportável.
Mas como eu peço para ela dançar?
Uma tempestade está furiosa no fundo da minha mente, o suor escorrendo
como chuva no meu rosto e mãos - é quando Lord Miach aparece ao meu lado.
Eu olho para trás em direção a Aiz e vejo que Nahza está ao lado dela.
Nós dois assistimos com os olhos arregalados enquanto Lorde Miach e
Nahza caminham em direção um ao outro.
"Minha senhora, você se importaria de se juntar a mim para uma dança?"
Lord Miach estende a mão para Nahza e faz uma reverência respeitosa. Ela
sorri e coloca a mão na dele.
"Com prazer."
Os dois caminham de mãos dadas até a pista de dança.
Aiz e eu observamos como um exemplo se desenrola bem na nossa frente.
Lorde Miach e Nahza sorriem para nós, aproveitando o momento.
Ba-dum. Meu batimento cardíaco enche meu peito.
Os dois saíram do seu caminho para me ajudar; Eu não posso ficar mais
aqui.
Aiz está olhando diretamente para mim quando dou meu primeiro passo.
Toque, toque em. O som dos meus passos corta os outros sons no

sala. Eu gradualmente me aproximo dela, a distância entre nós


desaparecendo.
Eu paro a um braço de distância e encontro seu olhar. "Posso ... posso ter
essa dança?"
Eu rapidamente olho para baixo para esconder meu rosto vermelho brilhante.
Eu estendo minha mão esquerda, minha frequência cardíaca aumentando a
cada segundo.
Eu dou uma espiada no rosto dela ... Aiz, vestida com aquele lindo vestido,
está sorrindo para mim. "... com prazer."
Eu sinto o peso da mão dela na minha. Invocando cada grama de coragem
em meu corpo, eu fecho meus dedos ao redor dos dela.
Nós dois nos voltamos para a pista de dança, de mãos dadas.
Espero que ela não possa sentir meu pulso através dos meus dedos; meu
coração está batendo como um louco. Fazendo o meu melhor para manter a
respiração estável, nós dois encontramos um lugar aberto em um anel de casais
dançando. Eu lentamente laço meu braço direito atrás dela e coloco minha mão
nas costas dela enquanto ela coloca a esquerda levemente no meu ombro.
Agora tudo que preciso fazer é ouvir a batida, assistir aos outros e tentar
dançar. "Uwah-"
“Nnn—”
Nós não estamos em sincronia em tudo.
Eu tropeço; ela tropeça. Estamos lutando apenas para manter nosso
equilíbrio. Aiz é em primeiro lugar um cavaleiro, então a dança pode não ser
sua coisa. Mas, novamente, sou um homem e ainda assim não estou
conseguindo liderar. Isso é lamentável.
Thump. A cabeça de Aiz me atinge no peito. Se eu não fizer algo em breve,
isso será um desastre completo. Mas o que? Uma onda de suor frio escapa de
todos os poros da minha pele.
“Acalme sua mente. Não tente liderar puxando-a com os braços. ”
Outro casal chega perto de nós, assim como Aiz e eu estamos tentando
encontrar nossos pés.
É o Lorde Takemikazuchi e o Mikoto.
Mikoto está corando novamente, mas os movimentos precisos de Lorde
Takemikazuchi a guiam sem esforço pelo chão. Eles andam em nossa direção, e
Lorde Takemikazuchi e eu estamos de costas um para o outro enquanto ele
sussurra mais conselhos em meu ouvido.
“Relaxe seus ombros. Tire os olhos dos pés e olhe para frente.
“S-Sir Bell. A batalha não está perdida desde que você não pise em seus
próprios pés. ”
Lorde Takemikazuchi guia Mikoto logo depois de mim. Uma nova gota de
suor escorre pelo meu rosto enquanto eu desesperadamente decodifico suas
instruções.
Aiz também está ouvindo. Nossos pés começam a se alinhar.
"Vocês são aventureiros - olhem um para o outro. Discernir os movimentos
uns dos outros

com os pés e comunique-se com seus olhos. Nenhuma técnica é necessária,


apenas avance e recue.
As palavras do senhor Takemikazuchi ecoam repetidamente em minha
mente. Só por um momento, parece que estou de volta à muralha da cidade,
treinando com o Aiz.
Eu tento desesperadamente ler seus ataques, descobrir de onde ela vem e
defender. Como ela seguiria, o que ela está querendo? Tudo se resume ao
primeiro passo e segue em frente.
Eu olho nos olhos dela, brilhando ao luar. Eu não tenho certeza quem vai
quebrar primeiro, mas de repente eu sorrio.
-Certo?
- L-esquerda, por favor.
Inicialmente desequilibrada, depois lenta mas seguramente, finalmente nos
movemos em uníssono. Nós não precisamos falar; nossos olhos e movimentos
sutis fazem toda a conversa.
Lorde Takemikazuchi sorri. Ele deve pensar que estamos bem por conta
própria agora, porque ele e Mikoto se afastam para outra parte da pista de
dança.
“—Waaaaat ?! O que diabos você pensa que está fazendo, Aiz ?! Leggie de
mim, Itty-Bitty! Eu disse, mãos fora !!
"Hã? O que você está dizendo - whaaaaaaa ?! Espere, Bell!
Duas vozes altas chegam aos meus ouvidos do canto do salão de baile. Eu
vislumbro duas deusas furiosas do canto do meu olho. Vendo o cabelo de Lady
Hestia se incendiar assim faz meu sangue gelar.
Mas naquele momento, Lord Hermes aponta e o vestido da Srta. Asfi voa
pelo ar.
“- Segure-os de volta, Asfi!”
“Eu não me responsabilizo pelas conseqüências ...” ““ Ngggh !! ””
Braços finos e femininos envolvem cada uma das deusas. As duas
divindades são arrancadas da vista. Olhando para trás, para Aiz, ela está tão sem
palavras quanto eu.
“… Ottar. Diga-me, é possível liberar uma horda de Minotauro aqui agora?
"Não é, Lady Freya ..."
… Por que minha coluna está formigando? "Esse é meu primeiro…"
"Hã?"
"Esta é a minha primeira vez dançando ..." Eu vejo os lábios de Aiz se
moverem. Temos quase a mesma altura, por isso falar cara a cara é fácil. "Eu
sempre quis tentar, quando eu era pequena ..."

"R-realmente?"
"Sim."
Isso é inesperado.
Parece estranho, mas um sorriso cresce no meu rosto. Eu posso sentir meus
lábios se soltando a cada momento que passa.
"Então, estou feliz ... obrigado".
Ela timidamente olha para baixo, em seguida, olha de volta para mim com
um sorriso radiante.
Por um momento, ela parece uma criança inocente em vez do guerreiro
endurecido que conheço. Eu me perco nos brilhos de seus olhos dourados.
A máscara de refinamento e graça que ela sempre usa se foi, substituída pelo
sorriso de uma menininha.
Talvez, definitivamente, esse é o verdadeiro Aiz Wallenstein. Não o
guerreiro. "... !!"
Tenho certeza que estou sorrindo.
Estou tão feliz que não saberia se estava fazendo uma expressão estranha.
Ela sorri de volta, o olhar ligeiramente trêmulo. Minha mão na cintura dela e
a dela no meu ombro, nos juntamos ao anel de casais e dançamos uma valsa.

Suas madeixas douradas fluem em perfeita sintonia com a música.


Nossos passos um pouco melhores do que antes, giramos no lugar,
combinando com os outros casais no chão.
Todas as pessoas bonitas e roupas perfeitas brilham no salão de festas ao
luar.
Os candelabros de lâmpadas de pedra mágica dão a ilusão de uma noite
estrelada enquanto ela e eu dançamos, o momento se sentindo como um sonho.

A dança acabou, Aiz e eu encontramos Lorde Hermes e os outros em pé


perto da parede do salão de baile.
Eu conduzo Aiz o máximo que posso até que finalmente me solto. Eu
ainda posso sentir seus dedos, delicados e quentes, na palma da minha mão.
Minha cabeça está em algum lugar nas nuvens, mas Aiz suspira enquanto
todos os seus músculos relaxam ao mesmo tempo.
Lord Miach, Nahza, bem como o Lorde Takemikazuchi e Mikoto sorriem
para nós dois. Eu não acho que eu já senti essa timidez na minha vida, mas
preciso mostrar a eles minha gratidão.
“Hum, muito obrigada, por toda sua ajuda. Você também, Lorde Hermes
...

"Fico feliz em estar de serviço."


Ele sorri para mim antes de abrir a boca para continuar. No entanto, ele
imediatamente fecha a boca novamente e coloca as duas mãos no ar.
"Pelo menos eu posso morrer sabendo que você está feliz." "" Hermes! ””
Duas deusas camufladas em auras de fúria aparecem diretamente atrás de
Lorde Hermes.
Arrebatar! Dois braços de repente puxam-no e arrastam-no para o canto.
"Gyaaaaaah !!" Um grito de dor corta o ar. A cor escoa do meu rosto.
A "execução" de Lorde Hermes completa, Lady Hestia nos acusa como
se tivesse sido atirada de um canhão. Bang! Aiz vai voando do meu lado.
"Sino! Você está dançando comigo em seguida!
“Aiz, você está no chão comigo! Nenhuma recusa!
Lady Hestia agarra minhas duas mãos com vigor. O olhar nos olhos dela
é aterrorizante. Aiz não está muito melhor. Lady Loki praticamente a tem em
um abraço de urso.
Todos os meus músculos endurecem de uma vez, fazendo meu corpo
ficar em pé na velocidade da luz enquanto eu estendo minhas mãos.
Eu forço um sorriso. Não há como eu recusar a ela - "- Vocês estão
curtindo a Celebração?"
Lord Apollo, o anfitrião da noite, aparece na frente do nosso grupo.
Um punhado de seguidores uniformizados espalha-se atrás dele enquanto
ele ajeita os ombros.
Espere um minuto, porque os músicos pararam de tocar? Está
estranhamente quieto aqui. “É um grande prazer ver que você é indulgente.
Isso me permite saber
hospedagem esta Celebração valeu a pena. ”
Todos nós paramos de nos mover, congelados no lugar enquanto os
outros convidados se dirigem para nós. Há um anel em torno de nós em
nenhum momento e Lord Apollo está no centro.
O deus usando uma coroa de louros fecha os olhos em Lady Hestia assim
que termina sua saudação geral.
“Muito tempo passou mas… Hestia. Parece que meus filhos causaram-lhe
alguns problemas.
"... Sim, e meu você."
Lorde Apollo sorri, mas minha deusa está olhando para ele com
desconfiança.
Em primeiro lugar, precisamos resolver isso. Lady Hestia respira fundo
enquanto descobre o texto exato que ela quer usar.
No entanto, o deus não lhe dá tempo.

“Meu precioso filho foi gravemente ferido por seu filho. Eu exijo uma
compensação.
Ele dá um passo à frente e faz sua reivindicação.
Eu inclino minha cabeça em confusão, meus nervos pegando o melhor de
mim. Lady Hestia, por outro lado, fica furiosa.
“Isso é um exagero! Meu Sino também estava ferido! Você não tem o
direito de exigir
qualquer coisa!"
“Meu querido Luan chegou em casa tão espancado e sangrando naquele
dia que tive que esconder meus olhos ... Minha alma chorou em sua
presença!”
Lord Apollo coloca a mão no peito como um ator tentando ser
excessivamente dramático antes de abrir os braços. Ele aponta seus outros
seguidores, todos chorando como se na sugestão. Uma figura surge atrás
deles. "Aah, Luan!" Lord Apollo chora quando ele corre para o seu lado.
Luan ... essa é a prum do bar ... Seu corpo inteiro está envolto em
bandagens, como algum tipo de múmia antiga. Ele geme de dor enquanto
avança com a ajuda de Lorde Apollo.
"Dói, tudo dói ..."
“B-Bell…! Você não fez isso, você ...? "" Eu não fiz, eu não fiz! "
Eu grito no topo dos meus pulmões, tentando tranquilizar a deusa
visivelmente trêmula ao meu lado. Isso está bem acima do topo!
“Além disso, ouvi dizer que foi seu menino quem iniciou a luta. Existem
muitas testemunhas. Você não está falando dessa maneira.
Swish O deus levanta o braço e balança os dedos como se estivesse
chamando alguém para frente. Avante eles vêm, todos de uma vez. Muitas
pessoas vêm para a frente da multidão, formando um anel ainda mais perto
de nós.
Testemunhas… Os outros clientes da Hibachitei? Não me lembro de ter
visto nenhum deles, mas todos eles, por sua vez, dizem que estavam lá e do
lado de lorde Apolo. O estranho é que todos sorriem para mim logo depois
de fazer isso.
Eles foram pagos? Eles estavam realmente lá? ... De qualquer forma, isso
não é coincidência.
Estou começando a ter um mau pressentimento sobre isso.
“Espere, Apolo. Foi meu filho quem deu o primeiro passo. Certamente
Hestia não merece toda a culpa.
“Ah, Hephaistos, que amizade linda você tem. Mas você não precisa
enfiar o pescoço para ela. Está claro como o dia em que o menino de Hestia
é quem mandou seu filho fazer o trabalho sujo. ”

Lord Apollo rapidamente rejeita a afirmação de Lady Hephaistos,


acrescentando que ela poderia perguntar a qualquer das testemunhas
presentes a história completa. O bom olho da deusa, o que não é coberto por
uma bandagem, se estreita.
Ele está preso em algum tipo de jogo elaborado de culpa, dizendo quem
fez isso e quem não fez isso. Infelizmente, Lord Apollo trouxe consigo um
grande número de apoiadores. Seu argumento é muito mais forte.
“Um dos meus amados seguidores foi gravemente ferido. Eu não posso
aceitar isso deitado. A reputação da minha família está na linha ... Hestia,
você não vai assumir a responsabilidade por suas ações?
"Já basta! Eu vou aceitar isso!
Eu vejo o rosto de Lorde Apollo se contorcer após a recusa de Héstia -
em um rosto maligno. Os cantos de seus lábios se enroscam em uma
expressão sombria e imprópria para uma divindade.
“Então você não me deixa escolha! Hestia - eu declaro um jogo de
guerra! Minha deusa é tão espantada quanto eu.
-"Jogo de guerra."
É uma batalha encenada entre dois Familias com um rigoroso conjunto de
regras. Cada divindade desdobra seus seguidores como peças em um jogo de
tabuleiro e os envia para a batalha em um teste de vontades.
Em outras palavras, os seguidores lutam uma guerra pelo seu deus.
A divindade vitoriosa rouba tudo dos derrotados. O vencedor recebe o
direito de ordenar ao perdedor que faça qualquer coisa. Normalmente, eles
pegam todo o dinheiro, propriedade e até mesmo membros da Familia para si
mesmos.
Uma das palestras mais recentes de Eina se manifesta no fundo da minha
mente. Não é muito antes de ficar completamente sem palavras.
Hestia Familia, só eu e minha deusa, contra uma Familia de nível médio
superior
como Apollo Familia em um jogo de guerra?
Isso nem é engraçado.
"Apolo fez isso agora!" "Que valentão ..." "Na verdade, eu gostaria de ver
isso!" Vozes em erupção ao meu redor, assim que Lord Apollo faz sua
declaração.
Os deuses e deusas estão sempre à procura de entretenimento, e isso
parece ter despertado seu interesse.
O anel de pessoas ao nosso redor expressa seu apoio ao Senhor Apolo. A
deusa e eu estamos cercados por todos os lados. Eu examino a multidão e
vislumbro uma silenciosa Lady Loki e encontro brevemente o olhar de uma
Aiz muito preocupada.
“Meu lado deve prevalecer ... eu exijo que você entregue o garoto Bell
Cranell para

mim."
Essas palavras praticamente derrubam Lady Hestia.
"O quê ?!" Meus olhos se voltam para Lady Hestia a tempo de vê-la em
um frenesi. "Isso é o que você estava depois ..."
Estou tão confuso - sobre o que eles estão falando? Eu olho para trás e
para frente entre as duas divindades uma e outra vez.
Um sorriso horrível cheio de ganância aparece no rosto de Lord Apollo.
“—É injusto, Hestia. Você mantém um garoto tão fofo só para você ...
”Zing!
Todos os pêlos do meu corpo estão em pé. A cor escoa do meu rosto. O
olhar penetrante de Lorde Apollo passa por mim.
Nunca antes em minha vida senti um sentimento tão forte de presságio. A
deusa me disse há pouco tempo que Lady Freya me “devoraria” - agora acho
que entendo o que ela quis dizer com isso.
"Você vil porco ... !!"
Lady Hestia lança seus olhos enfurecidos no Senhor Apolo como se ele
fosse a raiz de todo mal. A divindade apenas olha de volta para ela.
“Harsh, Hestia, muito dura. Nós cantamos as melodias do amor uma vez.
Eu até te ofereci meu coração em Tenkai, agora não?
"Mentiras!! Todas as mentiras!! Não tenha a ideia errada, Bell !! Esse
idiota do airhead não me deixaria em paz, e eu atirei nele imediatamente!
Você acha que uma deusa tão jovem e pura como eu aceitaria uma oferta de
um bastardo pervertido com padrões como esse? ”
“O-claro que não… !!”
O ar ao redor de Lady Hestia está pulsando, o calor de seu rosto vermelho
me empurrando de volta.
Então essa é a razão pela qual ela não gosta de Lord Apollo - ele pediu a
ela para se casar com ele. A energia de Lady Hestia deve ter acabado.
"Haaah, haaah." Seus ombros levantam e abaixam enquanto ela limpa o suor
do queixo.
Mas eu entendi. Compreendo.
Muito provavelmente, o Senhor Apolo é atraído por aqueles que se
parecem com minha deusa ... ou comigo. Cara, mulher, isso não importa
para ele. Uma vez que ele vê algo que ele gosta, ele vai parar em nada em
sua busca luxuriosa.
Apollo Familia ... Agora que penso nisso, todos os membros de seu grupo
que eu vi se encaixam nessa descrição: homens e mulheres jovens e de
aparência inocente. A equipe aqui, Daphne e Cassandra quando me deram o
convite ... mesmo Luan o prum tem o mesmo tipo de recursos fofos.

Paixão que foi longe demais, brilhando como o sol.


-Falo.
Um deus cujos desejos o levam a comprimentos cômicos ... Esse é o
Senhor Apolo. "Começando a briga no bar, tudo o que aconteceu, foi tudo
parte do seu
plano, Apolo ...! Tudo era para roubar Bell de mim!
Percebendo que ela está presa, Lady Hestia olha para cada uma das
divindades que jogaram sua sorte com Lord Apollo por pura diversão. Os
poucos aliados que temos estão em desordem. Nahza e Mikoto estão olhando
em volta, confusos. Lorde Miach e Lorde Takemikazuchi estão franzindo a
testa, observando silenciosamente os acontecimentos, impotentes para pará-
lo. Lady Hephaistos suspira, massageando sua têmpora. Lorde Hermes está
de pé ao lado dela, fazendo uma careta ao lado da Srta. Asfi.
Estamos isolados, sozinhos. Minha cabeça começa a girar enquanto eu
olho desesperadamente de um para o outro, e por acaso vejo lady Freya
bebendo em sua taça de vinho. Nós fechamos os olhos por um momento.
"Hestia, qual é a sua resposta?"
"Eu não tenho obrigação de aceitar, agora eu faço?"
A deusa vira as costas para Lord Apollo quando ele pede sua resposta.
Se isso realmente se transformar em um jogo de guerra, a Hestia Familia
não tem chance. Eu teria que levá-los em mim mesmo.
Lady Hestia rejeita-o. “Tem certeza de que não vai se arrepender disso?”
“Dificilmente! Bell, estamos indo embora!
Os olhos de Lady Hestia brilham para o Lorde Apollo sorridente
enquanto ela agarra meu pulso. "Tão sem graça ..." Várias divindades
expressam sua decepção quando se afastam,
nos permitindo passar. Honestamente, eu não acho que eles querem ser o
único a entrar no caminho de Lady Hestia agora. Ela pode ser pequena, mas
a fúria que emana dela é aterrorizante. Saímos do salão de baile e descemos
as escadas.
"-"
Um homem jovem e bonito está de pé ao lado da saída. Nós fazemos
contato visual.
O olhar frio de Hyacinthus se queima em minha memória. "..."
A deusa me puxa por ele, mas olho para trás por cima do meu ombro.
Eu vejo como o palácio do edifício e o seguidor dessa divindade
encolhem à distância.
É quase como se eles estivessem me dizendo que isso não acabou.
CHAPTER 3
OUTBREAK

O sol nasceu na manhã após a Celebração dos Deuses.


Hestia atualizou o status de Bell na casa de sua família, um quarto escondido
sob uma antiga igreja. Os dois estavam ocupados se preparando para o dia.

Bell Cranell
Nível 2
Força: C 635 Defesa: D 590-> 594
Utilidade: C 627 Agilidade: B 741 Mágica: D 529
Sorte: Eu Magia (Firebolt)
• Magia Swift-Strike

Habilidades
(Desejo Heroico, Argonauta)
• Carrega automaticamente com ação ativa

Subiu um pouco ...


Bell colocou uma poção no coldre da perna enquanto segurava uma folha de
papel na mão esquerda.
Ele examinou seu Status mais uma vez, seu olhar treinado em sua Defesa,
que melhorara desde o seu retorno do Calabouço.
Ele não colocou os pés abaixo do solo desde a batalha com o Golias no
décimo oitavo andar cinco dias atrás. Dois dias inteiros se passaram desde a
briga em Hibachitei. O hit que ele tirou de Hyacinthus durante a luta naquele dia
foi forte

o suficiente para ganhar excelência e ser refletido em seu status.


Seu nível 3 não era apenas para mostrar. Bell arranhou a parte de trás de sua
cabeça enquanto lembranças daquela sequência embaraçosa de eventos
flutuavam para a superfície.
“Aquele idiota. Jogo de Guerra, Jogo de Guerra que ...
Ao mesmo tempo, Hestia acabara de vestir o uniforme. Ela estava
murmurando xingamentos desde o momento em que os dois chegaram em casa
na noite passada. Ela fechou a porta do armário, sentou-se no sofá e chamou o
garoto.
“Bell, por favor tenha cuidado. Eu duvido que ele seja estúpido o suficiente
para tentar alguma coisa hoje, mas alguns de seus seguidores podem tentar
escolher outra luta. ”
"Eu-eu vou ..."
Bell acenou levemente com a advertência de sua deusa.
Apollo Familia estava no meio de um grande esquema para roubar Bell dela,
e ela não teria nada disso. A atualização do status da Bell, apesar de sua falta de
rastreamento, foi uma das contramedidas que ela estava usando para se preparar
para a próxima etapa. Claro, eles não tinham muitas opções, mas ela sentiu que
era necessário fazer tudo o que podia.
- Prometa-me, Bell, prometa que vai fugir ao primeiro sinal de perigo.
Nunca viaje sozinho e sempre fique em áreas com muitas pessoas. ”“ Eu
vou. ”
“E, por enquanto, pode ser uma boa ideia trabalhar com Mikoto e seu grupo.
Také sabe o que está acontecendo, então eles devem permitir que você participe
da festa de batalha deles. ”
Bell levou as palavras de sua deusa ao coração. Ele tinha ouvido falar de Aiz
e Lilly muitas vezes que as emboscadas eram comuns no Calabouço. Ele sabia
que não poderia ser muito cuidadoso.
O menino tinha equipado a armadura que ainda estava danificada da batalha
no décimo oitavo andar da masmorra. Ele estava usando as botas velhas no
lugar das grevas que haviam sido completamente destruídas. Hestia Knife e
Ushiwakamaru amarrados com firmeza na parte inferior das costas, Bell estava
na frente da porta, pronto para reentrar na masmorra.
"Bell, nós dois vamos para a Babel Tower, então vamos juntos?" "Sim, boa
ideia."
Hestia sorriu de volta para o menino. Ela deveria trabalhar em uma das lojas
da Hephaistos Familia na torre. Bell abriu a porta e subiu a escada que ligava o
quarto à superfície.
A escadaria curta estava mal iluminada e forrada de estantes de livros
empoeiradas e sem uso.

Bell ouviu os passos de Hestia quando ele puxou o segmento de parede atrás
de um dos antigos depósitos da igreja.
Emergindo da sala estreita, o garoto deu uma olhada ao redor. O local de
culto desgastado ainda tinha um altar na parte de trás, mas ervas daninhas de
todas as formas e tamanhos estavam crescendo no chão. O teto, ou melhor, o
teto, tinha muitos buracos que deixavam entrar raios de sol do fim da manhã.
Bell parou por um momento para olhar o céu azul através de um dos maiores e
resolveu encontrar tempo para fazer esse lugar parecer um pouco melhor.
…Magia?
Bell tinha acabado de começar a andar para frente novamente quando seus
sentidos formigaram. Ele olhou para cima.
Foi a leve ondulação no ar produzida quando os magos estavam no meio de
sua magia de disparo ou lançando Magia. Era muito fraco, mas como Bell não
era um usuário de magia, ele não sabia o que era, com certeza.
Ele deu outra olhada ao redor, muito mais rápido desta vez. Ele teve um
vislumbre de Hestia emergindo do depósito estreito. Os dois trocaram olhares
desajeitados, cabeças inclinadas para o lado.
Percebendo o perigo, Bell fez sinal para a deusa ficar dentro e deu um passo
para fora da entrada sem porta.
"-"
Então, no momento em que os raios do sol tocaram seu rosto na frente da
antiga igreja arruinada -
Inúmeras figuras surgiram nos telhados dos edifícios circundantes.
Olhos olhavam para ele de todos os ângulos. As figuras haviam criado um
perímetro ao redor da frente da igreja. Eles estavam carregando arcos e cajados.
- Apollo Familia.
Um suor frio cobriu o corpo de Bell no momento em que ele identificou o
emblema do sol gravado em sua armadura.
Todas as armas foram desenhadas no momento em que Bell apareceu. Os
arqueiros recuaram suas flechas, os usuários mágicos ficaram prontos com
apenas a última linha de seu feitiço de gatilho não dita. Todo o quarteirão da
cidade foi inundado com energia mágica, uma brisa artificial cortando a
quietude da manhã.
Um elfo com metade do rosto escondido por um lenço levantou um braço
como se estivesse no comando desse grupo de aventureiros. O corpo de Bell
assumiu - correndo de volta para dentro.
Ele fez uma corrida louca para Hestia, ainda de pé em frente à sala de
armazenamento. Bell varreu a deusa surpresa e dirigiu em direção a um velho

sala de congregação atrás do altar na parte de trás da igreja.


Nem mesmo um momento atrás, o elfo enfiou o braço para baixo - e uma
explosão ensurdecedora se seguiu.

O sétimo bloco de Orario ficava ao norte da West Main Street.


Muitos cidadãos viviam nessa área imprensada entre a West Main e a
Northwest Main. A forte explosão causou este pequeno bloco silencioso a
entrar em erupção no caos.
"O que está acontecendo?" "Um fogo, miau ?!"
"É de manhã, tem sua luta depois, miau ..."
Funcionários da The Benevolent Mistress, a garota humana Runoa e as
catgirls Ahnya e Chloe, saíram correndo do prédio e entraram na rua principal.
As pessoas já estavam fora, parando e olhando para o pilar escuro de fumaça
subindo apenas algumas ruas de distância.
"Esses são os booms da batalha, miau."
As orelhas de Chole se contraíram enquanto ela observava as plumas de
fumaça subirem. Este não era um incêndio de cozinha - apenas feitiços
podiam fazer explosões tão altas e tão fumegantes. Logo os ecos de outra
salva ecoaram e ainda mais fumaça subiu para o céu. Os olhos afiados da
garota imediatamente identificaram figuras negras correndo nos telhados
antes de desaparecerem atrás de outro prédio.
"Este poderia ser…?"
"Duas Famílias tendo nisso, miau?" "Faz muito tempo, miau."
Outras pessoas na rua também chegaram à mesma conclusão e
imediatamente correram para se esconder.
Em uma cidade com tantos Familias como Orario, as disputas entre os
grupos não eram incomuns. Apesar de estar em plena luz do dia e logo
abaixo do nariz da Corporação, muitos deles haviam experimentado um
surto antes. Então, nenhum deles perdeu tempo em se livrar da área.
Carruagens puxadas por cavalos se transformaram em amplas
reviravoltas e os cidadãos fugiram de medo quando Syr e o resto dos
funcionários da The Benevolent Mistress saíram para a rua. A única exceção
foi o proprietário, Mia. Ela simplesmente jogou para trás a cortina da janela
e enfiou a cabeça para fora.
A coluna de fumaça subiu para as nuvens.
"Os Familias morando por aqui ... Você acha que eles estão atrás do
velho White Head, miau?"
"Quieto."
Runoa repreendeu Ahnya por sua falta de tato.
Um par de olhos prateados, cheios de preocupação, viu a fumaça subindo.
Uma cesta estava em suas mãos, cheia de comida para um menino que ainda
não tinha chegado para buscá-la.
Outra explosão, mais perto desta vez. A cesta balançou em suas mãos.
"..."
Lyu, o último dos funcionários a chegar ao local, virou-se para olhar na
direção da explosão.
Ondas de energia mágica refletiam seus olhos azul-celeste.

As ondas de choque das explosões se sobrepuseram e se combinaram.


A velha igreja desmoronou sob uma barragem de ataques mágicos e flechas
atadas

com pó explosivo.
A estátua em ruínas de uma antiga deusa que decorara a deterioração da
estrutura acima da entrada caiu no chão e se despedaçou.
"!"
A porta de madeira na parte de trás da igreja se abriu tão rápido que caiu
das dobradiças.
Bell saiu da nova abertura junto com uma nuvem sufocante de fumaça.
Agarrando Hestia firmemente contra seu peito, o garoto tropeçou enquanto
caminhava pelos escombros. Ele olhou por cima do ombro assim que
recuperou o equilíbrio.
Tudo o que estava lá para saudar seus olhos era uma pilha de escombros.
Tudo o que restou de casa.

""

SHYAAA!

Ele não teve tempo para chorar. A próxima onda de figuras saltou de cima.
Um grupo de pessoas animais brandindo shortswords e punhais pousou no
chão, cercando os dois fugitivos como se estivessem esperando por este exato
momento. Mudando Hestia para o ombro esquerdo, Bell retirou a faca Hestia
com a mão direita e desviou uma lâmina que se aproximava.
Bloqueio, esquiva - sua armadura já danificada recebeu novas cicatrizes
enquanto Bell percorria os atacantes e voltava para a nuvem de fumaça.
Os atacantes congelaram, sem saber como proceder. Sentindo sua hesitação,
Bell usou a fumaça como cobertura e encontrou o caminho para o beco mais
próximo.
"BuAHH!"
Hestia tossiu com força no momento em que emergiram da nuvem de
fumaça.
Bell envolveu seu braço direito ao redor de suas pernas, ignorando
completamente as cinzas cobrindo seu rosto. Ele saiu o mais rápido que pôde
em um esforço para se afastar de seus perseguidores.
- Eles puseram uma armadilha ?!
Em plena luz do dia, no meio da cidade!
Os ataques impiedosos da Apollo Familia provocaram uma nova onda de
medo na mente de Bell.
Esta não foi uma emboscada em algum canto escuro do Dungeon. Seu
inimigo invadiu abertamente seu território na superfície com um ataque total.
Desde que o jogo de guerra foi rejeitado, eles tinham optado pela coisa
real?
Teria a Apollo Familia decidido oficialmente que a Hestia Familia era sua
inimiga?

Teriam eles jogado todas as formalidades ao vento, mesmo ignorando a


retribuição iminente do Clã?
A mente de Bell estava girando, cada uma dessas questões aumentando a
turbulência. Quando de repente - Se o pior acontecer, toda a cidade de Orario
se tornará um campo de batalha se dois Familias lutarem frente a frente - as
palavras de Eina vieram à tona de seus pensamentos.
Bell percebeu que ele estava agora oficialmente envolvido em uma batalha
de Familias. "Bell, quem são eles ...?"
"Apollo Familia!"
Os dois gritaram a plenos pulmões enquanto Bell avançava pelo beco de
três andares.
Hestia apoiou o queixo no ombro esquerdo de Bell e olhou para a pira
fumegante à distância.
“Aquele monstro… ?! Destruindo meu amor e o ninho de Bell ...! ”“ Eh ?! ”
A escolha de palavras de Hestia pegou-o desprevenido, mas havia algo
muito, muito mais do que isso.
Bell olhou novamente para si mesmo - não tinha lugar para onde voltar; o
único lugar que ele chamava de lar desapareceu. Esse fato o abalou em seu
âmago.
"Bell, eles estão na nossa frente!"
Bell tinha o olhar no rosto de uma criança perdida nas ruas, com os olhos
umedecidos.
A voz de Hestia o levou de volta ao presente.
Olhando para frente, ele imediatamente avistou um grupo de cinco
aventureiros do outro lado do beco. Cada um tinha armas desenhadas, lâminas
levemente piscando na luz fraca. O menino deu um duro na outra rua para
evitá-los.
Os sons de centenas de passos ecoavam pelos becos, as vozes dos
agressores chamavam uns aos outros - "Ele foi por aqui!" "Aqui!" Da direita,
da esquerda, de trás, da frente, eles podia ouvir seus inimigos ao redor deles.
O rosto de Bell se contorceu em frustração. Ele não podia envolvê-los em
combate enquanto carregava Hestia em seus braços.
Sua única opção era escapar da rede. Escolhendo o caminho mais estreito,
Bell desejou que suas pernas fossem ainda mais rápidas. Apenas além disso
Dez arqueiros apareceram, de pé nos telhados que se alinhavam no
caminho. "!"
Cinco de cada lado, a equipe de elfos e animais já tinha suas pontas de
flechas apontadas em sua direção.

Bell olhou para eles. O suspiro de Hestia encheu seus ouvidos, mas ela não
respirou novamente.
O garoto se inclinou para frente, chutou o chão e se concentrou apenas no
fim do caminho. Correndo em frente, ele foi capaz de evitar a saraivada de
flechas disparadas contra ele de ambos os lados.
"Ele se foi?!"
"O inferno que você está fazendo lá em cima ?!"
Bell atravessou o caminho, cada centímetro o coelho que se tornou sua
reputação. Nem uma única flecha atingiu sua marca. Gritos furiosos e o som de
passos em telhas encheram o ar quando Bell conseguiu colocar mais distância
entre eles.
Estou completamente cercada!
Os caçadores haviam chegado até ele, correndo em paralelo à sua posição
nos telhados.
O quarteirão da cidade estava completamente inundado de inimigos -
muitos para escapar ou superar. A força total da Apollo Familia foi
esmagadora.
Apesar de conhecer esses caminhos como as costas da sua mão, ele nunca
seria capaz de fugir. Bell mordeu o lábio quando percebeu que nenhuma
velocidade o tiraria disso. Mesmo assim, ele corria com todas as suas forças,
girando e dando voltas pelas intricadas ruas de trás.
"Bell, isso é um beco sem saída!" Hestia gritou enquanto se segurava por
sua vida. De fato, o lado de uma casa completamente vedado no final dessa
estrada. Mesmo que eles estivessem presos em um beco sem saída, Bell
aumentou sua velocidade. "Deusa, segure firme !!"
A boca de Hestia se abriu, mas nenhum som surgiu. Seus olhos se abriram
quando a pressão do ar a pressionou ainda mais contra o peito de Bell.
A parede se aproximava rapidamente até que Bell bateu o pé no chão - e se
elevou no ar.

"Uu - WAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA !!"

Um grande salto
Usando o incrível aumento de força e velocidade proporcionado pelo
nivelamento, Bell conseguiu limpar a parede de oito medidores.
A trajetória de Bell arqueou apenas um pouco quando o grito de Hestia
reverberou atrás dele. Apenas as pontas dos dedos do pé direito faziam contato
com o teto da casa, mas era o suficiente. Sua perna esquerda foi lançada para
frente e ele caiu com um baque suave

Hestia ficou sem fôlego.


Livre dos confins claustrofóbicos das ruelas, Bell desfrutou da sensação da
brisa matinal através de seus cabelos e do céu azul acima. Ele examinou os
arredores, observando os telhados de casas caras e tendo um vislumbre do
Panteão ao norte.
Minha única escolha agora é me esconder dentro da Guilda ...!
Eles eram a autoridade mais alta dentro de Orario. Nenhum de seus
atacantes seria capaz de colocar um dedo nele, uma vez que ele entrasse.
O solene Panteão, essa era a única rota de fuga de Bell. Ele teve que levar
isto. "Você deveria desistir."
"!"
Bell se virou para encarar a voz que vinha de trás dele.
De pé no mesmo telhado e acompanhado por outra festa de batalha de
aventureiros foi Daphne. Cassandra, usando um longo pano de batalha estilo
saia, estava entre eles.
Daphne permaneceu alta, sem piscar, enquanto seu cabelo curto dançava na
brisa. “O Senhor Apolo persegue qualquer criança que ele goste até os confins
da terra. Pelo menos até
Ele os tem." "…!"
“Foi o mesmo para Cassandra e para mim. Ele nos perseguiu a partir do
momento em que nos viu. Cidade para cidade, país para país ... Até nos
resignarmos, ele estava sempre lá. É apenas uma questão de tempo agora. É
apenas uma questão de mais cedo ou mais tarde. ”Daphne revelou um pedaço
de seu passado misturado com um aviso.
Ela estava no lugar dele, então ela podia simpatizar. O rosto de Hestia ficou
amargo. "Eu não achei que ele fosse tão grudento ...!"
A história de Daphne fez Hestia perceber o que realmente estava
acontecendo. Apolo estava tirando todas as opções de Bell, uma por uma. Ela
foi instantaneamente preenchida com arrependimento, e sua antipatia pelo deus
apaixonado transformou-se em ódio total.
- Ele é extremamente ... tenaz.
Desta vez, foram as palavras que Hermes compartilhou com ele na
Celebração que surgiu dentro da cabeça de Bell.
"Entrega? Você vai ser meu aliado em breve, então eu prefiro não ser rude.
”“… Eu recuso. ”
Toque, toque em. Daphne bateu na palma da mão contra as espadas
amarradas à cintura algumas vezes. Bell sacudiu a cabeça negativamente.
Bell recusou sua oferta e deu alguns passos cuidadosos para trás. Hestia
suspirou em seus braços.

“Deveria ter esperado isso. Ok, então - é isso!


Daphne desembainhou a espada no mesmo momento em que deu a ordem e
apontou diretamente para Bell. Três de sua equipe se moveram como uma só,
indo direto para o menino.
No entanto, Bell virou de costas para eles e correu pelo telhado em direção
ao Clã.
“Nosso alvo é escorregadio. A equipe de Lissos deve cortá-los! ”
Outro de seus subordinados assentiu e saiu em outra direção.
Daphne retirou uma adaga e atirou-a diretamente nos fugitivos.
Os ouvidos de Bell o alertaram para o perigo. Não demonstrando medo ou
pânico, ele girou o ombro direito em posição para interceptar a lâmina branca.
Shing! A arma não penetrou em sua armadura, mas o impacto o desequilibrou.
A equipe de três atacantes viu a janela e se mudou para lá. Deusa! Eu tenho
que lutar!
"O-ok!"
Bell recuperou o equilíbrio e se virou para se envolver. Ao mesmo tempo,
ele embalava a deusa contra o lado esquerdo e a prendia ali com o braço.
Hestia de repente corou. Se as circunstâncias tivessem sido diferentes, este
teria sido seu momento favorito na história.
Bell chicoteou sua mão direita agora livre em torno de suas costas e pegou a
Faca Hestia. Seus adversários chegaram um piscar de olhos depois.
"Uwah ?!"
Bell sacudiu a espada que se aproximava com sua faca antes de girar e
interceptar uma lança que vinha do lado. Ele se esquivou de uma fatia, evitou
uma facada, abaixou-se sob uma varredura. Ele evitou seus ataques pelas
margens mais estreitas.
A formação e os movimentos dos aventureiros que se aproximavam foram
extremamente bem cronometrados, com o próximo ataque prestes a ser
atingido, assim como o anterior foi evitado. Eles eram uma equipe bem
treinada e altamente experiente.
Em meio a todos os seus desviando e girando, Bell de repente percebeu que
eles estavam impedindo-o de fazer qualquer progresso em direção ao Clã.
Neste ritmo…!
Ele não seria capaz de escapar deles com Hestia pendurado nele. Não houve
hesitação nos movimentos de Bell.
Fechando os olhos com Hestia por um momento, ele passou a faca para ela.
Bell empurrou o braço direito para o céu no mesmo instante em que Hestia
pegou o cabo da arma no ar.
Todos os seus três assaltantes estavam acima dele naquele momento. Sino

gritou.
"Firebolt!"
Um inferno elétrico explodiu de sua palma.
Três rajadas de sua magia Swift-Strike mandaram todos os três aventureiros
voando para trás.
Pele exposta queimada e armaduras queimadas, os atacantes aterrissaram
dolorosamente no telhado, gritando de dor.
Daphne foi pega de surpresa, mas a reação dela foi rápida. "Cassandra!"
"Indo!"
O último membro restante da equipe de Daphne deu um passo à frente.
Cassandra levantou sua equipe.
Com um feitiço de gatilho rápido, de repente a magia de cura tinha sido
lançada. "!"
Os aventureiros se recuperando de dor de suas queimaduras foram cercados
em uma luz azul suave. Seus ferimentos foram curados diante dos olhos de
Bell. Meros segundos depois, os três se levantaram com raiva em seus olhos.
Cassandra - a presença de um curador aumentou a frustração de Bell
enquanto ele a olhava para baixo.
Um curador fez uma festa de batalha completa. Seu trabalho em equipe foi
exatamente como um
Familia deveria lutar.
Percebendo que ele era superado e superado, Bell sentiu seu sangue gelar.
"Ugh- ?!"
Ainda mais figuras apareceram nos telhados ao seu redor, além da equipe
de Daphne.
A próxima rodada de flechas e facas de arremesso o forçou a pular de volta
para a rua.

“Muito o artista de escape… mas isso é tudo inútil. Ele deveria desistir -
disse Daphne em voz baixa, enquanto observava Bell correr de seu ponto de
vista no telhado da casa. Ela parecia mais simpática do que irritada quando a
cabeça branca do garoto desapareceu na esquina.
Ela não era como Hyacinthus e os outros que amavam seu líder. Daphne teve
uma opinião muito menos favorável de Apolo devido a ter sido forçosamente
recrutada na Apollo Familia. No entanto, ele era sua família agora e a tratava
bem. Ela seguiria as ordens dele; ela sentiu que era seu dever. Ao mesmo
tempo, ele era muito mais amigável com os que ele preferia - e seu deus

tendia a favorecer os homens jovens.


Agora esse mesmo deus queria Bell. Embora ela tivesse pena dele, ela não
dava as costas aos desejos de seu deus.
"Hum, Daph, você não acha que devemos parar ... Isso pode ser melhor."
Uma voz veio de trás dela. Cassandra, a única que restou no telhado além
dela, cautelosamente chamou sua atenção.
Cassandra compartilhou um destino semelhante ao dela. Os dois ficaram uns
com os outros por um longo tempo por causa dessa conexão. A amiga de
Daphne estava parada, mexendo nos cabelos até a cintura e olhando para ela.
"Parar o que?"
"Perseguindo esse garoto ... Nós não devemos prender o coelho." Daphne
suspirou com o misterioso aviso de Cassandra. "Outro sonho?"
Daphne perguntou mesmo sabendo a resposta. Os olhos de Cassandra se
arregalaram quando ela vigorosamente balançou a cabeça para cima e para
baixo.
A garota de cabelos compridos era dotada de sonhos proféticos. Infelizmente
para ela, ninguém nunca levou a sério. Isso incluiu Daphne.
Daphne acreditava que as palavras quase aleatórias e impensadas de
Cassandra eram o resultado de sua educação de classe alta nos dias anteriores à
Apollo.
Afinal de contas, todas as garotas protegidas tinham sonhos próprios, bem
como tempo para se perderem na maldição de seu "fascínio mágico". Era quase
risível.
"Corte a porcaria e vamos nos mexer." "Por que, por que você não acredita
em mim?"
Daphne franziu a testa. Ela não queria agüentar isso agora. Mas ela sabia que
se pelo menos não perguntasse, a garota ficaria ainda mais irritante. Daphne
levantou uma sobrancelha e olhou para Cassandra.
"Bem. O que você viu?"
"Errumm ... Um coelho sangrento saltou sobre a lua e engoliu o sol ..."
Daphne riu pelo nariz.
"De fato. Os sonhos precisam ter um certo nível de absurdo. ”“ Daph! ”
"O suficiente. Depois dele."
Daphne correu na direção em que Bell havia desaparecido, com Cassandra
ainda resmungada logo atrás.
O Central Park localizava-se onde todas as oito ruas principais se
encontravam no centro da cidade.
Welf, uma espada novinha em folha por cima do ombro, e Lilly, disfarçada
em sua forma de lobisomem, estava sob a imponente sombra da torre branca,
Babel.
"... Ele não está correndo um pouco tarde?"
- Sim, a Lilly também pensa assim ... Bell nunca esteve tão atrasado e
enviaria uma mensagem se isso acontecesse.
Welf e Lilly estavam totalmente preparados para entrar novamente no
Dungeon. Armas afiadas e mochila cheia, eles estavam esperando pela chegada
do Bell.
Muitos grupos de aventureiros atravessaram o Central Park ao redor deles.
"Essas explosões estranhas ainda estão acontecendo ... Eu sou o único com
um mau pressentimento sobre isso?" O homem expressou suas preocupações
quando ele apertou seu aperto.
"..."
A nova faca de Bell foi envolvida em um pano branco nas mãos de Welf.
Lilly permaneceu em silêncio.
Eles estavam esperando por Bell no portão oeste de Babel, que enfrentava
diretamente o West Main. A primeira explosão aconteceu há alguns minutos e
ainda tinha que parar. Os sons não eram naturais, muito semelhantes aos
criados por Magic. Cidadãos e aventureiros entravam no Central Park a partir
das estradas principais. O parque normalmente calmo e mundano estava
ganhando vida com medo e pânico. Lilly observou ansiosamente todas as
pessoas que vinham de West Main.
A multidão de pessoas tinha crescido ao ponto de ouvir trechos de
conversas.
"Homens de Apolo! Eles estão atacando alguém, começando uma guerra! ”“
Eles estão atrás da Hestia Familia - perseguindo o Pequeno Rookie! ”Lilly e
Welf instantaneamente encararam os olhos.
"Vamos embora!"
"Certo!"
Os dois não pararam para pegar mais informações dos cidadãos
traumatizados sobre a batalha que vinha ocorrendo desde o meio da manhã
quando eles atravessaram a multidão.
Um momento depois, eles sabiam onde tinham que ir quando um raio
violeta apareceu no sétimo quarteirão da cidade.

"Lady Freya fez um movimento?"


Duas figuras olhavam do teto do edifício mais alto situado perto
a North West Main, um pouco distante do destrutivo jogo de gato e rato.
Hermes examinou o campo de batalha com grande interesse. Ele se virou
para enfrentar Asfi assim que ela se juntou a ele e ela fez sua pergunta.
“Não, Freya Familia está apenas observando a situação.”
- Lady Freya está planejando ficar fora desta? Asfi ajustou sua capa branca
enquanto falava. Hermes levou a mão ao queixo, murmurando para si mesmo
com uma voz suave.
As probabilidades estavam muito pesadas contra Bell. O menino foi
encarregado de tentar escapar, assim como proteger sua deusa em face de um
ataque total - ele estava em desvantagem em mais de cem para um.
Se Freya tinha um motivo para ficar parado ou ela considerou isso algum
tipo de teste para Bell, Hermes não sabia.
Seu melhor palpite é que ela conseguiu algum tipo de prazer ao ver o
menino em constante mudança reagir a um ambiente desafiador. Ela fizera a
mesma coisa há menos de uma semana; ele estava lá.
Não foi difícil imaginar Freya regozijando-se com o "brilho" do menino, que
sem dúvida estava crescendo neste exato momento.
“Como devemos proceder?” “Acalmando-se.”
Os olhos de Hermes estavam de volta à perseguição. Ele respondeu à
pergunta de Asfi sem olhar para ela.
"Eu sou o único Hermes, sabe? Eu sou e sempre serei um observador ”.
Ele queria ver a história de Bell se desenrolar e segui-la até o fim com seus
próprios olhos. O encantador deus olhou por cima do ombro e sorriu para o
seguidor.
Asfi não disse nada, apenas suspirou enquanto imaginava os muitos
problemas que ela teria que resolver num futuro próximo.
“Eu preciso de uma visão melhor. Asfi, me ajude. ”“ Sim, senhor ... ”
Os dois pularam para o telhado seguinte, seguindo os sons da batalha.

"Argonaut está fugindo!"


Enquanto isso, na casa de Loki Familia, no extremo norte da cidade ...
Tiona acabara de voltar de coletar informações nas ruas. Outros membros da
Familia se reuniram na sala comunal para ouvir seu relatório.

"Tiona, isso é verdade ...?"


"Sem dúvida, a Apollo Familia está correndo em círculos, tentando
encurralá-lo!"
Aiz chegou na sala a tempo de ouvir o primeiro relato da menina da
Amazônia. Por sua vez, a garota transmitiu todas as informações que ela pegou
na cidade.
O rosto da menina loira estava em branco, mas uma pequena ansiedade de
preocupação encheu seus olhos enquanto ela olhava para a distância.
O anão Gareth e a elfa Reveria sentaram-se num sofá da sala e dissecaram a
situação.
"Faz muito tempo desde que muitas pessoas estavam lutando na cidade."
"Apollo Familia não parece estar preocupado com a punição do Clã por suas
ações."
O som de passos pertencentes a outros membros de sua família caiu de
cima. Todos sabiam que algo grande estava acontecendo lá fora.
“Falando nisso, onde está o Loki? Ela não estava apenas aqui?
A irmã gêmea de Tiona, Tione, fez uma nova pergunta para o grupo. Bete
respondeu com um tom muito desinteressado.
"Disse que havia algo que vale a pena assistir, já foi, o burro ..." "... Todos
os deuses têm seus vícios." Ela respondeu em espécie.
“Aiz, não tenha idéias estranhas.” “Finn…”
Aiz ignorou a conversa que a rodeava e, ansiosa, levantou-se do sofá. Finn
percebeu e imediatamente entrou na frente dela.
“A situação é completamente diferente do décimo oitavo andar. Por favor,
não tente ajudar a Hestia Familia. ”
O comandante da Loki Familia parou a linha de pensamento de Aiz em suas
trilhas.
Aiz era um membro de alto escalão da Familia. Ela não poderia atacar
sozinha. Loki Familia não tinha motivos para ajudar Bell.
Pior, uma tentativa de fazer isso causaria um problema ainda maior. Se um
grupo influente como Loki Familia se envolver na briga, as conseqüências
podem ser catastróficas.
“Eu sei que isso é difícil, mas Loki nos proibiu de interferir. Precisamos
deixar as coisas acontecerem por enquanto.
"OK, eu entendo."
O olhar penetrante de Finn a ultrapassou por baixo, ela balançou levemente
a cabeça.
Aiz caminhou até a janela enquanto o comandante emitia mais ordens para

outros membros do seu grupo.


Olhando além de seu reflexo no vidro, Aiz assistiu a sinistra nuvem negra se
espalhar pela cidade.
Bell correu o mais rápido que pôde.
Hestia firmemente em seus braços, ele percorreu as ruas de trás em uma
tentativa desesperada de escapar da rede que seus inimigos haviam
preparado para ele.
"Desculpe!", Ele gritou quando pulou sobre um grupo de pessoas da
cidade que não tinham evacuado a tempo.
"Th-há mais ...?"
Bell se concentrou assim que o aviso de Hestia chegou aos seus ouvidos.
Dois deles estavam no final da rua - sem desvios, sem escapatória.
Bell desacelerou apenas o suficiente para deixar a deusa sair de seus
braços com segurança para o chão antes de pegar as duas facas e ganhar
velocidade novamente.
"!"
"Uwah ?!"
Os dois aventureiros não esperavam que Bell atacasse. No entanto, o
menino os atacou com as duas lâminas piscando ameaçadoramente em suas
mãos. Ele estava em cima deles antes que os aventureiros pudessem se
defender. Alvejando as articulações e suas armaduras, Bell fez um trabalho
rápido dos possíveis caçadores.
Lembranças de suas batalhas com formigas assassinas bem armadas no
Calabouço brilhando em sua mente, Bell estendeu a mão e pegou a mão de
Hestia. A divindade fez o melhor que pôde para continuar.
"Eu sinto muito por ... te atrapalhar ... assim ... Bell ...!"
A jovem deusa estava sem fôlego, mas forçou um pedido de desculpas de
sua garganta.
Bell apertou a mão de Hestia enquanto eles corriam juntos na tentativa de
tranquilizá-la. "Isso não é culpa sua, Deusa!"
Uma das leis absolutas da terra era que um mortal não pode matar um
deus. Apenas outros deuses tinham essa habilidade.
Se a divindade receber um ferimento com risco de vida, seu poder divino
ativaria instantaneamente e os curaria completamente. Infelizmente, ativar o
Arcano era contra as regras dos próprios deuses. Eles seriam enviados de
volta para Tenkai como punição.
Se Apolo capturar Héstia e matá-la, Bell será deixado para trás como um
aventureiro “livre”, capaz de se juntar a qualquer outra Família. Se ambos
foram capturados,

Apollo seria capaz de usar Hestia como moeda de barganha. Escolha se


juntar a Apollo Familia e Hestia pode permanecer na Terra; recusar e ela
seria mandada de volta para Tenkai e ele seria forçado a participar.
De qualquer forma, Bell não podia deixar os caçadores capturarem
Hestia. Ele tinha que protegê-la e continuar se movendo.
Muitos deles são do Nível 2… mas!
Bell atingiu um grupo de arqueiros com Firebolt antes que eles tivessem a
chance de liberar suas flechas. Aproveitando-se de sua surpresa e ferimentos,
Bell correu para perto e tirou todos os três em um piscar de olhos.
Bell poderia se defender contra os aventureiros do Nível 2. Ele estava
confiante de que poderia levá-los cara-a-cara, e que ele tinha a vantagem da
Agilidade.
Ele poderia lidar com eles enquanto não estivesse preso de muitos
ângulos de uma só vez. Um plano vago se formando em sua cabeça, Bell
encontrou o ângulo em que a rede do inimigo era mais fraca e carregada. Por
fim, havia esperança.
“B-Bell, eles não podem se defender contra sua magia. Não é essa a
nossa melhor opção? Você pode derrubá-los um após o outro!
"Não ... bem, eu não quero usar isso se puder ajudar ..."
Bell queria manter os danos colaterais no mínimo, especialmente porque
sua magia envolvia fogo. O bloco ocidental de Orario era principalmente
uma área residencial. Se ele o transformasse em um mar de chamas, não
havia dúvida em sua mente de que ele seria exilado de Orario, não
importando o resultado das coisas. Claro, sempre foi uma opção, mas ele não
podia exagerar.
Sua magia Swift-Strike deu a ele a habilidade de virar a mesa a qualquer
momento, mas ele não podia contar com isso no meio da cidade.
"...?"
Os caçadores correndo nos telhados tinham papéis individuais. Alguns
dobraram como vigias e bloqueios de estrada para configurar situações
vantajosas para os invasores de nível mais alto.
O mar de inimigos ao redor dele fazendo Bell ligeiramente tonto, seus
olhos vermelho-rubi notaram um emblema em um aventureiro em particular.
Uma lua crescente e um copo de vinho…?
Não era o emblema do sol usado pelos membros da Apollo Familia. Este
foi outro grupo inteiramente.
O pequeno lampejo de esperança que aparecera foi repentinamente
apagado. Havia mais de uma família inimiga?
Outro flashback: o jardim na noite passada.
O que ele tinha visto da sacada na noite da Celebração ...

Bell podia ver as duas figuras claramente em sua mente. Um momento


depois-
Baque! Algo caiu bem atrás dele. "-"
Uma aura ameaçadora mais poderosa do que qualquer coisa que ele
sentia o dominava.
Ba-dam, ba-dam, ba-dam. Seu pulso ecoou por seu corpo.
Os instintos de Bell gritaram instantaneamente, Não mostre suas costas
para este!
A cabeça do garoto se virou. O sorriso frio de um homem bonito estava
esperando por ele.
Seu pano de batalha era principalmente branco. Uma espada longa e uma
espada curta pendiam de sua cintura, os punhos saindo da capa branca ao
redor de seus ombros.
O general de campo de Apollo Familia, Hyacinthus, inclinou os joelhos
para uma postura agressiva.
"!"
O homem atacou ao mesmo tempo que Bell empurrou Hestia para a
abertura de outra rua lateral.
Seu avanço foi rápido demais para seguir. Tudo o que Bell podia ver era
uma longa lâmina ruge que brilhava com uma providência flamejante - um
flamberge.
O garoto conseguiu puxar a faca Hestia a tempo de interceptar a lâmina,
mas a enorme força do impacto derrubou-o.
"Sino?!"
Hyacinthus negou ao oponente a chance de se recuperar e cobrar para
frente.
Bell conseguiu dar uma espiada na arma que se aproximava e saiu do
caminho, esquivando-se da ponta da lâmina quando atingiu a rua
pavimentada de pedra abaixo dele. Saltando de volta a seus pés, Bell retirou
sua outra faca, Ushiwakamaru, de sua bainha e correu para contra-atacar.
Os gritos de Hestia ecoaram pelo beco enquanto observava a batalha se
desenrolar. As duas lâminas trancadas depois de apenas alguns segundos de
combate.
“Eu recomendo você por ter chegado tão longe, Bell Cranell. Eu lhe
concedo a honra de me encarar - regozije-se!
"Dahh ?!"
Hyacinthus saiu da fechadura e voltou à ofensiva. Duas facas e uma
espada longa se chocaram repetidamente em alta velocidade, faíscas voando.
Hestia ficou em silêncio, os olhos tremendo enquanto suas orelhas
estavam dominadas por constantes ecos metálicos. Bell sabia que não havia
como escapar desse inimigo; ele não teve escolha a não ser enfrentá-lo frente
a frente.
Este backstreet particular era muito longo e estreito. Bell foi
continuamente pressionado cada vez mais fundo na rua em um esforço para
evitar o que se aproximava.

ataques. O verdadeiro ataque começou. "-"


O braço direito de Bell foi arremessado para fora do caminho pela
varredura cruel da lâmina do rouge.
Por instinto, o menino usou esse impulso para levar o braço esquerdo
para a frente.
Os dois olhos fechados, sem piscar. Atacante e defensor trocaram de
lugar instantaneamente. Hyacinthus deu um passo agressivo para frente,
empurrando sua lâmina diretamente em direção ao peito de Bell. O garoto de
cabelos brancos se esquivou a tempo e derrubou a espada com uma de suas
próprias armas.
Ou pelo menos ele achava que sim. A ponta da espada se conectou de
repente com o braço ainda estendido. Sangue vomitado da ferida
instantaneamente.
“Então é assim que é. Você ganha com velocidade. O sorriso de
Hyacinthus fez os olhos de Bell tremerem de medo.
Bell estava empunhando duas facas, enquanto seu inimigo tinha apenas
uma espada longa. Ele deveria ter a vantagem. Mas, de alguma forma, todos
os seus ataques foram desviados ou bloqueados. Hyacinthus se moveu como
se soubesse o que estava por vir. Nenhum dos ataques de Bell estava
passando.
Ele não foi rápido o suficiente para vencer este concurso de agilidade. "!"
A capa branca de Hyacinthus de repente brilhou na frente do rosto do
menino. A reação de Bell ao próximo ataque foi atrasada apenas o suficiente
para criar uma abertura para o ataque.
A lâmina vermelha se arqueou no ar e desceu com força de cima. Bell
cruzou as lâminas da Hestia Knife e Ushiwakamaru para parar a arma logo
acima de sua cabeça.
As duas facas pressionaram contra o flamberge, e os combatentes se
encararam através da cruz que eles formaram.
Clique, clique, clique. As lâminas tremeram quando seus mestres
tentaram avançar. No entanto, a espada longa estava ganhando terreno apesar
de Hyacinthus usando apenas uma mão.
"Você não pode se opor a mim por odiá-lo, roubando o amor de Lorde
Apollo como você tem ... mas se essa for a vontade dele, então eu
pessoalmente forçarei você a entrar na nossa gloriosa Família."
Sua força foi esmagadora.
Bell viu seu próprio medo refletido nos olhos de seu inimigo sorridente.
-Nível 3.
Os pensamentos de Bell se voltaram para o momento em que eles se
conheceram. A "luta" no

bar onde ele era incapaz de se defender.


Bell saiu do chão, concentrando toda a sua força em seus braços e
pescoço, e conseguiu forçar a lâmina vermelha para cima. Bell olhou para
seu agressor.
“UHH AAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH
?!”
Bell rugiu com toda a sua força quando bateu a arma de Hyacinthus para
o lado.
O homem bonito deu um rápido passo para trás para ganhar alguma
distância. Agora era a chance de Bell e ele não iria desperdiçar.
Apertando cada músculo como uma corda de arco, ele lançou seu corpo
para a frente - uma flecha ansiosa para atingir seu alvo.
“HAAAA !!”
Velocidade máxima.
O pavimento de pedra se quebrou sob seus pés quando Bell chutou do
chão.
Ele despejou tudo o que ele tinha nesse único ataque.
Este Rabbit Rush, um ataque de lâminas duplas de alta velocidade.
Ele contratou Hyacinthus com uma avalanche de greves impiedosas. Uma
tempestade de faíscas surgiu ao redor deles.
“—Slow.” No entanto.
Hyacinthus não recuou, ainda sorrindo. "-"
Arcos de luz violeta e carmesim golpeavam continuamente o homem
bonito. Cada um dos incontáveis ataques foi bloqueado, como antes.
Nada passou por sua defesa.
A faca Hestia não cortou nada além de ar, e Ushiwakamaru foi parado em
suas trilhas. Nenhuma das lâminas conseguiu ultrapassar a barreira
fortemente decorada. Sua lâmina brilhava com a intensidade do sol a cada
golpe. Cada impacto bateu com a veracidade da chama. O metal cantou com
um grito estridente e foi acompanhado por uma chuva de faíscas toda vez
que atingiu a Faca Hestia e Ushiwakamaru com força incrível.
Era uma lâmina especial, a Solar Flamberge, que somente o líder da
Apollo Familia tinha permissão para carregar.
Ele se moveu tão rápido que os olhos de Bell não conseguiram
acompanhar, apenas rastreou as pós-imagens em seu rastro.
"Coelhos civilizados não uivam."
Bell viu Hyacinthus sorrir antes que o corpo inteiro do homem se
tornasse um borrão enquanto ele aumentava a velocidade.

Ele sentiu os impactos antes de vê-los.


A luz carmesim da lâmina de Ushiwakamaru foi redirecionada para o
lado no mesmo momento em que a faca Hestia violeta foi jogada para trás. O
borrão na frente dos olhos de Bell parecia fluir, uma técnica verdadeiramente
bela - os dois braços de Bell enrolados em torno de seu corpo, como se
estivesse nadando no ar. Ele não conseguia respirar e o tempo parecia
congelado no lugar.
Antes que seus olhos pudessem piscar, a chama foi cortada por baixo.
O recuo reflexo de seu corpo não foi rápido o suficiente desta vez. O
peitoral da Bell foi cortado ao meio. A ponta da espada longa encontrou
carne, abrindo caminho através da pele, músculos e ossos em uma longa e
graciosa fatia. Uma dor extrema atingiu Bell como um incêndio.
- Ele foi atingido.
Seus olhos conseguiram ter um vislumbre da lâmina rouge em seu
balanço superior.
Suspenso no ar e sangrando muito, Bell não teve tempo de pensar no que
acabara de acontecer. Hyacinthus estava em cima dele mais uma vez.
"Gah ?!"
O cabo da arma do homem conectou com a bochecha de Bell em um
golpe lateral. Saltando para a frente, Hyacinthus levantou o cotovelo direito
e o derrubou com força.
O cotovelo atingiu Bell quadrado na garganta, fazendo seu corpo se
encolher. Ele não conseguia nem gritar de dor antes que o punho do homem
se enterrasse em seu intestino - e foi seguido por um chute giratório.
Momentaneamente cego pela bota de seu oponente, a próxima coisa que Bell
viu foi o céu quando suas costas atingiram o pavimento de pedra.
Hyacinthus saiu do seu giro, mantendo-se logo atrás. Os brincos de ouro
do homem balançaram quando ele aterrissou.
"B-Bel ...?"
O grito de Hestia se tornou um som inaudível antes que ela pudesse
terminar seu nome. O corpo de Bell não se mexeu. Ele parecia pouco mais
que um cadáver ensangüentado deitado na rua. Sua ferida no peito era
profunda, o sangue ainda fluindo formando uma pequena poça ao redor de
seu corpo. Até o rosto dele estava manchado de vermelho. Finalmente, uma
mão trêmula agarrou o topo da pedra. Seu corpo cambaleou para o lado
como Bell tentou o seu melhor para se sentar.
Hestia ficou atordoada sem ver a visão de seu seguidor ensanguentado e
quebrado na derrota.
"Ah, gahhh, uwh ...?" "Ainda consciente, eu vejo."
A visão de Bell estava embaçada quando ele desejou que a parte superior
de seu corpo fosse do chão. Lágrimas

brotando em seus olhos vermelho rubi, ele olhou para Hyacinthus.


Este foi um aventureiro de segunda linha.
Hyacinthus era um autêntico aventureiro de nível 3. Ele não dependia
apenas de seu status superior; sua técnica e estratégia eram de primeira
qualidade. Isso era completamente diferente de enfrentar um monstro em
combate - não havia tempo para planejar ou mesmo usar Magic. Tentar
cobrar sua habilidade Argonauta seria absolutamente suicida. Não havia
como Bell conseguir vencer.
Ele foi superado, simples e simples.
Como um aventureiro, Hyacinthus estava em uma liga completamente
diferente.
A sensação de ser golpeado na lama derrotou-o. Rios de lágrimas fluíram
de seus olhos.
Bell não tinha palavras quando a dor física e a angústia mental em seu
interior se expressavam em seu rosto.
"Um rosto tão horrendo, tão desagradável ... O que o Senhor Apolo vê em
você?"
"Whuh ?!"
Hyacinthus permaneceu sobre Bell, provocando-o antes de chutá-lo
impiedosamente nas costelas.
Incapaz de se defender, o corpo de Bell rolou mais abaixo na rua antes de
deslizar até parar em um cruzamento aberto.
"Pare com isso de uma vez!"
Hyacinthus não respondeu nem sequer olhou para Hestia quando se
aproximou de Bell. “Eu jurei meu corpo e alma para ele. Só eu sou digno de
seu carinho ...
O coelho será capturado.
As palavras do homem estavam cheias de ciúmes quando ele se agachou
na frente do garoto.
“… Não posso ter você causando confusão. Você será curado, não
importa o que eu faça com você, então alguns tendões cortados não farão
muita diferença. "
Sorrindo como um homem possuído, Hyacinthus girou a chama em sua
mão esquerda e apontou a ponta para o rosto de Bell. O medo passou pelos
olhos do garoto.
Hestia estava correndo em seu auxílio, mas ela não conseguiria a tempo.
A lâmina do rouge subiu e estava prestes a cair no ombro de Bell quando
de repente—
Várias flechas perfuraram o pavimento de pedra onde Hyacinthus
estivera a apenas um momento atrás.
"O que?"
Ele havia evitado o ataque furtivo pela pele dos dentes. Bell e Hestia
foram

tão surpreso com a súbita reviravolta dos acontecimentos.


Todos os três procuraram descobrir de onde vieram. À distância, a pouca
distância de West Main, havia uma antiga torre sineira. Era muito fraco, mas
havia a sombra de um arqueiro segurando um arco no topo do telhado.
Um ataque extremamente longo executado com precisão - "Um atirador
de elite?" Hyacinthus murmurou para si mesmo. “Chienthrope…”
Hyacinthus estreitou os olhos assim que a próxima rodada de flechas foi
liberada.

“É por isso que desprezo os aventureiros da classe alta…”


Nahza franziu a testa enquanto observava Hyacinthus se esquivar de cada
uma de suas flechas.
Tirando cartuchos de flechas da aljava presa à sua cintura, ela continuou
sua barragem na tentativa de apoiar Bell de longe.
Ela foi rápida em compreender o que a Apollo Familia estava tentando
fazer, e ela imediatamente pegou sua arma, chegou ao topo desta torre e
localizou Bell. O antigo aventureiro de terceiro nível de Miach Familia era
um arqueiro experiente cuja precisão era incomparável. Ela estava tão longe
de Hyacinthus que uma pessoa normal não teria sequer visto um contorno
humano, quanto mais ser capaz de chegar a um ponto de atingir o alvo.
"Bell, corra ..."
Como se o pedido dela tivesse sido respondido, Bell cambaleou a seus
pés no momento em que ela sussurrava para si mesma. O menino agarrou a
mão de Hestia e os dois correram por outra rua. Hyacinthus começou a
perseguir, mas foi interrompido pela próxima rodada de Nahza.
O homem olhou diretamente para ela, os olhos ardendo de fúria. Ela
disparou mais uma flecha, apontando diretamente para o peito dele. Sem
perder o ritmo, a espada longa rouge derrubou a flecha do ar sem causar
danos.
Ele deve ter desistido por enquanto, porque assim que a flecha atingiu o
chão, Hyacinthus partiu na direção oposta. Nahza viu sua capa branca
balançar quando seu alvo desapareceu de vista.
"Muitos inimigos ..."
A pessoa do cão voltou sua atenção para as outras sombras que
perseguiam Bell nos telhados e começou a derrubá-las uma a uma. Era como
despachar abelhas individuais em um enxame, sem fim para isso.
De seu ponto de vista, Nahza estimou aproximadamente que havia pelo
menos duzentos aventureiros perseguindo Bell.

Jogando um tremor vazio de lado, Nahza equipou um novo.


Ela estava disparando tantas flechas que ela não teve tempo suficiente
para vê-las atingir seus alvos. Em vez disso, ela escutou os uivos distantes de
dor e batidas suaves quando os caçadores caíram dos telhados.
"Lord Miach, por favor, se apresse ..."
Uma gota solitária de suor percorreu seu rosto ansioso.

"Bell, você está bem ?!" "Eu-eu estou bem ..."


A respiração de Bell era superficial e irregular quando ele respondeu.
Héstia estava à beira das lágrimas.
Jacinto infligiu danos consideráveis; todo o corpo do garoto estava com
dor. Levou todas as poções altas que ele teve para fechar a ferida no peito.
Eles correram com tudo o que tinham, colocando um pé na frente do outro
em uma tentativa desesperada de ganhar alguma distância. No entanto, Bell
não conseguiu manter o equilíbrio e precisou da ajuda de Hestia para ficar
em pé.
Seu corpo pode não estar se movendo tão bem quanto ele gostaria, mas
felizmente seus ouvidos estavam em plena força. Eles captaram o som do
feitiço vindo de não muito longe.
"!"
"Magia?!"
Hestia também notou. Com certeza, havia um mago elfo diretamente
acima deles segurando uma equipe estendida.
Usando a arquitetura daquele prédio em particular para se proteger de
Nahza, o mago estivera à espreita enquanto lançava um encantamento. Além
disso, o esconderijo dela estava fora do alcance da Firebolt. Bell e Hestia
imediatamente decolaram na outra direção, mas era tarde demais para
escapar completamente da explosão iminente.
Um feitiço de raio com um alcance particularmente longo passou logo
atrás deles. "-? !!"
O cabelo na parte de trás da cabeça dele cintilou, Bell abraçou Hestia de
perto quando os dois bateram na rua e rolaram.
Bell fez o seu melhor para proteger Hestia da explosão, mas a magia dos
relâmpagos esculpiu o caminho para os prédios e terra ao redor. Tudo ao seu
redor foi instantaneamente reduzido a pedaços; o ar estava inundado de
fumaça.
"Lissos, eu tenho eles!"

“Ótimo! Mande uma mensagem para Daphne!


As orelhas de Bell e Hestia estavam tocando, a visão estava nebulosa
quando muitos passos se aproximavam para cercá-los. A primeira figura a
aparecer do outro lado da fumaça rala era um elfo usando um lenço que
cobria a boca - o mesmo que liderara o ataque à igreja. Desta vez ele foi
acompanhado por mais cinco aventureiros.
Lissos, um elfo bastante bonito, mesmo para os seus padrões, olhou para
os dois fugitivos e disse: "Baú para o chão, agora."
Bell rolou para proteger Hestia, seu rosto sujo preso ao elfo - então, um
novo grupo apareceu em cena.
"Hã…?"
“Este jogo seu parece divertido. Nós vamos jogar também.
Seis figuras apareceram atrás de Hestia e Bell, um grupo de aventureiros.
Observando a festa se mover para confrontar seus atacantes, os olhos de
Bell foram instantaneamente atraídos para o grande homem que os liderava.
Ele não era outro senão o capitão de Takemikazuchi Familia, Ouka.
Ao lado dele estava Chigusa, brandindo uma lança própria. Mikoto estava
de pé, pronto para a batalha.
"Imbeciles ... Você não percebe que está ameaçando membros da Apollo
Familia ?!"
"Oh, isso é o que viemos fazer aqui."
"Nós nos recusamos a sacrificar nossos laços de amizade quando os
aliados estão em necessidade!"
Ouka respondeu ao enfurecido aviso de Lissos desenhando sua grande
espada. Mikoto acentuou seu sentimento com algumas palavras em sua
própria voz estridente.
As duas facções se encararam. Apollo Familia e Takemikazuchi Familia
sacaram armas e gritaram gritos de guerra enquanto se preparavam para o
combate.
“Chegamos a tempo…!” “M-Miach ?!”
Ambos os grupos atacaram, tentando acertar o primeiro golpe, quando de
repente Miach emergiu do backstreet, tentando recuperar o fôlego.
Hestia foi a primeira a notar sua presença e levantou a cabeça para
cumprimentá-lo. O deus olhou para baixo e balançou a cabeça com um curto
"Ah".
“Pedi a ajuda de Takemikazuchi Familia quando as explosões soaram
pela primeira vez. Você está bem?"
"Sim."
“Miach, amigos como você são tão…!”
As divindades sorriram com o olhar de surpresa no rosto de Bell e a
gratidão

irradiando dos olhos de Hestia.


Nahza estava operando de forma independente, enquanto Miach se juntou
a batalha de Ouka no caminho até aqui.
“Infelizmente, não podemos nos demorar. Deixe essa luta para eles.
Você, Bell, se mexa.
"O qu ... mas ..."
"Escute-me. Esta batalha não terminará até que sua segurança possa ser
garantida.
Você precisa entender isso.
Bell hesitou. Nesse momento, vozes mais altas anunciaram a chegada de
outro grupo.
Mais caçadores. Reforços
Bell lutou para respirar quando Miach olhou para ele com olhos
suplicantes. "Agora vá!"
“… Desculpe por isso, Miach!”
Hestia ficou de pé. Bell lutou contra a dor e assentiu.
Os dois chegaram até a entrada do beco mais próximo. Bell deu uma
rápida olhada por cima do ombro para o grupo de Mikoto, trancado em um
combate feroz. O fato de os outros estarem agora envolvidos nessa bagunça
pesava muito em seu coração.
Naquele momento, Bell entendeu o que um conflito entre Famílias
realmente implicava.
Assim que um grupo fez um movimento, outros seriam forçados a
enfrentá-lo em batalha - ele se torna um atoleiro. O combate se tornaria mais
intenso à medida que o tempo passasse. Bell estava convencido, com
bastante força, que nenhuma Familia iria dar socos.
“Essa é a muralha da cidade! Eles nos forçaram todo o caminho até aqui
...?
Hestia olhou pelo beco, correndo o mais rápido que pôde enquanto
apoiava o ferido Bell.
A imponente cortina de rocha que rodeava a cidade pairava sobre eles.
Hestia imaginou que, com base em sua distância da parede, os dois tinham
sido forçados até a extremidade mais ocidental da cidade.
Eles se encontraram com um obstáculo monumental e não puderam
planejar sua fuga. Em seu desespero, eles seguiram na direção oposta do Clã.
"Por aqui!" "…?!"
Eles estavam cercados pelo som de passos inimigos em nenhum
momento.
Os caçadores tiveram que usar a arquitetura para se proteger contra as
flechas de Nahza. Mas

agora, eles alcançaram Bell e estavam prontos para atacar.


Três figuras saltaram sobre o topo de Bell, suas sombras bloqueando o
sol.
“—Você quer um pedaço disso ?!” “?!”
Uma nova figura negra se lançou de uma das ruas laterais, colidindo com
os três caçadores no ar. Segurando uma espada grande na mão esquerda, a
figura enviou dois dos caçadores ao chão com uma varredura.
Além disso, uma flecha dourada afundou na bochecha do caçador que a
figura havia perdido, e ele caiu na rua pouco antes do menino e de sua deusa.
A figura negra aterrissou um momento depois, dando um chute que mandou
o último caçador para a parede.
“… Ainda respirando, Bell?”
A longa jaqueta preta da figura enrolou quando a figura ruiva se virou
para ele.
“Welf ?!”
O jovem pousou a espada sobre o ombro enquanto os dois camaradas
faziam contato visual.

"Sr. Sino!"
Lilly emergiu das sombras e correu para se juntar a eles.
Recarregando a arma de arco amarrada ao braço direito, Lilly chamou o
nome de sua amiga.
"Torcedor, também ..." "Por que ... por que você está aqui ...?"
“Estávamos preocupados com o Sr. Bell e Lady Hestia, obviamente!”
“Todo mundo está falando de uma 'caça aos coelhos' pela cidade. A palavra
viaja rápido.
Lilly, ainda em sua forma de lobisomem, parou bem na frente de uma
Hestia muito surpresa enquanto todos trocavam informações.
Os dois recém-chegados ficaram chocados com a aparência de Bell. Pele
exposta coberta de sangue seco, uma cicatriz enorme cruzou o peito onde
deveria estar seu peitoral. O que restou daquele pedaço de armadura estava
solto abaixo do peito. Lilly jogou a mochila no chão e instantaneamente
retirou três frascos
- uma poção alta que ela havia comprado de Nahza para a viagem do
Dungeon e as duas poções duplas. Sem perder tempo, ela empurrou os três
para as mãos de Bell.
"Obrigado, Lilly ..."

Uma dor lancinante percorreu o coração de Lilly enquanto ela olhava


para o sorriso fraco no rosto machucado e surrado de Bell. Que cruel, ela
pensou quando o garoto estremeceu. Seus olhos tremiam como se ela
pudesse se ver em sua posição.
Bell abriu um frasco de líquido azul-escuro e fez o melhor que pôde para
superar as pontadas de dor enquanto bebia.
“Não podemos ficar em um só lugar. Precisamos nos mudar agora. Hestia
se virou para os outros quando ela falou.
"Lilly acha que ela entende a situação ... Isso tudo é resultado daquela
noite no bar?"
“Não, isso é parte disso. Isso tudo faz parte do plano da Apollo.
Lilly fez a pergunta quando os quatro foram embora. Hestia respondeu
imediatamente.
Se tudo era verdade ou apenas alguma brincadeira elaborada, tudo o que
Bell sabia estava em jogo. Lilly quase tropeçou quando essa informação
afundou.
"Yo ... nós temos companhia!"
Welf, que estava liderando o caminho, viu mais números à frente. Havia
três na frente, com mais alguns se juntando a eles por trás.
Os rostos de Bell e Hestia ficaram tensos, mas foi Lilly quem os
impulsionou para frente. "Por favor, prossiga para a Associação!"
“Vamos limpar aqui e estar bem atrás de você! Não se preocupe conosco!
Bell sabia pelo número de inimigos que eles não teriam chance, mas Welf
acenou para ele. Lilly fechou os olhos com Hestia, implorando para ela ir.
"Estamos contando com você!", Ela disse com um aceno relutante e
agarrou o pulso de Bell.
"Me cubra, eu vou!"
"Claro! Mas o Sr. Welf ficará bem sozinho? ”
Bell e Hestia desceram uma rua lateral diferente, enquanto Welf e Lilly
se apressavam para encontrar seus inimigos de frente.
Welf levantou uma sobrancelha para a menina, como se estivesse
incomodada com a preocupação dela. "Bem, eu estou muito mais forte
agora"
Os primeiros três caçadores correram para dentro.
Ambas as mãos apertaram com firmeza sua espada, Welf balançou a
arma para baixo e a puxou para frente em um balanço completo.
Seus adversários de olhos arregalados eram lentos demais para se
esquivar da lâmina que se aproximava e foram lançados para trás, para um
coro de seus próprios gritos de dor.
"Então eu vou ficar bem!"

"... Ser forte é tudo muito bem, mas limpar o caminho!"


Os caçadores no ar giraram e viraram a cabeça de Lilly e aterrissaram
atrás dela.
Lilly escondeu o quanto estava grata por Welf's Level 2 e gritou um aviso
severo.
Os reforços inimigos chegaram um momento depois e imediatamente os
engajaram em combate.
"Esse cara está se movendo melhor que os outros!"
Welf e Lilly lutaram contra uma festa de aventureiros Nível 1 e Nível 2.
Welf rapidamente despachou os oponentes mais fracos quando Lilly chamou
a atenção do único aventureiro da classe alta para longe dele com flechas de
sua arma de arco.
Welf girou como um top quando se posicionou e acertou um golpe que
lançou o aventureiro da classe alta diretamente na parede atrás deles.
"Sr. Welf! Fora do caminho!"
"Hã?! Você não pode estar falando sério…! ”
Lilly retirou uma bolsa do tamanho de um punho da mochila e jogou-a
nas filas que se aproximavam da próxima onda de caçadores.
Ela cobriu o nariz com a manga antes mesmo de a bolsa atingir o alvo
- um morbul.
O rosto de Welf ficou pálido enquanto corria na direção oposta. Poof! A
bolsa explodiu em contato com a superfície da rua, inundando o estreito beco
com uma espessa nuvem de pó verde.
"GYYAAAAAAAAHHHHHH !!" Rugidos atormentados irromperam
apenas momentos depois.
"Se você vai usar isso, me avise primeiro!"
“Lilly fez! O Sr. Welf não abriu caminho, então ela fez!
Apertando os narizes com uma mão, os dois argumentaram enquanto
corriam para escapar da nuvem pútrida em expansão.
Apesar de estar seguro no conhecimento de que nenhum inimigo poderia
alcançá-los por trás, eles se engajaram em uma onda de caçadores atrás do
outro enquanto tentavam alcançar Bell e Hestia.
"... Há uma tonelada desses caras!"
Welf gritou em frustração enquanto outra onda se movia para atacá-lo no
momento em que ele acabava com um inimigo diferente.
O jovem deu uma olhada ao redor - havia inimigos vindo de todos os
ângulos. Um assobio repentinamente perfurou o ar. Bell e Hestia foram
encontrados?

No entanto, esses caçadores não reagiram. Lilly deu uma olhada rápida
ao redor. "Eles estão ... ouvindo um comandante diferente?"
Após uma inspeção mais minuciosa, ela percebeu que a formação deles
era muito diferente e não tão nítida. Seus movimentos não foram planejados
e tinham um ar de desespero para eles.
Deles era uma rede que dependia apenas de números. Os dois aliados
pararam quando uma onda de caçadores se moveu para cortá-los ... Welf os
encarou, apertando sua espada. Lilly, no entanto, congelou no lugar.
“Ehh? Porque eles estão ...? "Ei, o que há com você?"
Os braços de Lilly pararam quando ela parou de lutar e olhou para o
corpo de um humano deitado na rua. O emblema em sua armadura levava
uma lua crescente com um copo de vinho. Ela agarrou o ombro esquerdo por
reflexo.
Náusea tomou conta dela; O suor cobria seu corpo. Ela balançou a cabeça
para trás e para a frente, resmungando: "Isso não é possível, isso não é
possível ..."
Foi o emblema que parou Lilly de frio - o emblema da Soma Família.
Seus olhos castanhos tremeram de medo no momento em que a imagem
do Vinho Divino sob a lua crescente apareceu.
"!"
Voltando para si mesma, ela examinou os arredores. Welf estava
atualmente se defendendo de um grande animal usando sua arma como
escudo; uma amazona estava zombando dele do telhado ao lado de um anão
muito sinistro com uma flecha saindo de suas costas. Lilly não pôde deixar
de sentir que havia visto todas elas durante o tempo de sua vida que se
tornaram distantes.
Lilly chegou à conclusão de que a razão para os números esmagadores
era que outra Família havia unido forças com Apolo.
Foi quando ela viu o homem magro de óculos gritando ordens aos outros
aventureiros.
"Li'l E ?!"
Ignorando a ligação de Welf, Lilly decolou em um sprint. Desativando
sua magia por trás de uma pilha de caixas de madeira, ela subiu e pisou no
telhado.
"Sr. Zanis ?!
"... Ah, eu pensei que você estaria aqui, Erde."
O líder de Soma Familia não pareceu nem um pouco surpreso quando
Lilly apareceu diante dele, e ele sorriu para ela.
O homem humano e a menina de prum ficaram cara a cara no telhado
plano do

casa.
“O que… o que você acha que está fazendo ?! Por que você está
ajudando Apolo Família? ”
“Eles pediram por isso. Até mesmo bifurcamos uma grande quantia de
dinheiro em troca da promessa de nos juntarmos à luta contra a Hestia
Familia. Lord Soma deu sua aprovação ... Bem, ele deixou para mim.
Sem dúvida, de todos os grupos em Orario, o Soma Família seria o mais
fácil de subornar.
Seu deus, Soma, só estava interessado em seu hobby, e ele não se
importava com lutas de poder e política. Sua aprovação poderia ser
facilmente comprada com dinheiro para financiar seu passatempo caro.
O mais provável é que a Apollo Familia tenha estabelecido um acordo
com seu novo parceiro antes de colocar o plano para capturar Bell em ação.
“O Sr. Zanis é insano ?! Fazendo isso por dinheiro ... Apollo Familia
pode estar pronto para aceitar a penalidade do Clã, mas o Soma Familia já
estava no gelo fino! O Clã não vai deixar isso pra lá !!
A negligência de Soma em relação ao bem-estar de seus seguidores havia
sido trazida à atenção do Clã e multas haviam sido cobradas contra ele.
Mesmo agora, o Clã estava de olho em sua família. Uma vez que o fato de
que eles voluntariamente se juntaram à batalha que estava transformando
Orario em uma zona de guerra veio à tona, não seria surpreendente se toda a
Familia fosse exilada da cidade. Era como se Zanis tivesse apontado a ira da
Corporação para si mesmo.
Lilly gritou repetidamente que eles não tinham motivos para atacar Hestia
Familia, que suas ações não faziam sentido algum.
"Não, nós temos a nossa justificação."
Zanis riu das acusações de Lilly quando ficou de pé com as mãos nas
costas.
"Justificação?"
"Está certo. Soma Familia tem uma razão para lutar contra a Hestia
Familia mesmo sem o pedido da Apollo. ”
Zanis calmamente olhou para a garota. Lilly franziu a testa para ele. O
homem estreitou os olhos, um sorriso fino em seus lábios quando ele
levantou o queixo sem quebrar o contato visual. "Você não sabe?" Ele
perguntou com um sorriso de escárnio.
- Não tem ideia? - ele perguntou novamente. "- não pode ... ser."
A cor sumiu de seu rosto quando uma possibilidade veio à mente. Então,
Zanis confirmou seus piores medos.

"Está certo. É você, Erde.


O homem se inclinou para perto dela enquanto abaixava o queixo.
“Nosso amigo e camarada insubstituível foi roubado de nós por
vigaristas. Chegara a hora de nos vingarmos com justiça do nosso lado.
Os joelhos de Lilly ficaram fracos.
Eles estavam usando o fato de que Lilly ainda era tecnicamente um
membro da Soma Família como uma desculpa para se juntar ao ataque à
Hestia Familia. Este fato os protegeu do Clã e deu-lhes uma rota de fuga
para evitar penalidades. Esse foi o verdadeiro poder de um contrato com a
Familia. Se eles pudessem provar que um de seus membros ainda estava
ligado ao seu deus, mas trabalhando em benefício de outro, seria quase
impossível punir suas ações. Não importa o quanto Lilly tentasse explicar as
circunstâncias, a voz do
Familia venceria.
Lilly era outro motivo que Bell e Hestia estavam em perigo.
“Eu também acreditei que você estivesse morto até bem recentemente ...
Isto é, até que aconteceu de eu ouvir a história de um homem em um bar.”
"A-e isso é ...?"
"Apenas as façanhas do Little Rookie no décimo oitavo andar, e o
pequeno ajudante que acompanhou o seu caminho."
Lilly amaldiçoou seu próprio descuido.
Ela sempre usou sua magia, Cinder Ella, para assumir a forma de uma
criança lobisomem enquanto estava na superfície. No entanto, ela desativou
a magia enquanto estava no calabouço para preservar sua força mental.
Agora, por causa dos eventos no décimo oitavo andar, o grupo de
aventureiros que naquele dia não só conhecia sua verdadeira aparência, mas
também que ela estava em uma festa com Bell. Além disso, essa informação
estava se espalhando.
Zanis deve ter adquirido esta informação antes de receber a oferta de
Apollo Familia. Uma vez que o dinheiro foi oferecido, ele aproveitou a
oportunidade.
“Não se preocupe, Erde. Vou garantir a Lorde Soma sua inocência nesse
assunto.
A Hestia Familia está completamente errada. ”
Ela os avisou. Lilly havia avisado Hestia e Bell que Soma Família
Um dia buscaria vingança. Esse dia chegou.
As chamas chegaram até eles ... Foi assim que a Lilly se sentiu. Ela
cometeu um erro horrível. Seu passado foi um incêndio apenas esperando
para acender. Além disso, ela alimentou as chamas ao ponto de um inferno
feroz.
Isso foi tudo culpa dela.
“Os malvados que te enganaram, te usaram e lucraram, receberão um

punição apropriada. Apollo Familia vai esmagá-los no esquecimento.


Lilly se sentiu tonta, os telhados girando em torno dela. Seu mundo
inteiro estava desmoronando ao seu redor.
Ela era uma praga, infectando tudo e todos que ela se importava. Seu
corpo tremia quando as lembranças do belo e velho casal e de sua loja de
flores brilhavam diante de seus olhos. Soma Familia a destruiu, e ela foi a
única razão pela qual eles encontraram aquela loja de flores. Uma
tempestade de tristeza e culpa se enfureceu dentro de seu minúsculo coração,
ameaçando subir pela garganta e gritar de auto-aversão.
Ela abriu os olhos e olhou para o campo de batalha.
Nahza tinha sido perseguida de seu poleiro em cima da torre do sino,
Takemikazuchi Familia estava presa por todos os lados a poucos quarteirões
de distância, e Welf continuou a trocar golpes com os caçadores logo abaixo
dela. Todos eles estavam em perigo agora por causa de Soma Familia.
Ela tinha sido tola.
Lilly nunca deveria ter se desviado para perto de Bell e dos outros.
Era absurdo acreditar que sua praga nunca os alcançaria, que seu calor e
generosidade não seriam destruídos pelas chamas que a seguiam.
Olhos brilhando de lágrimas, o pescoço de Lilly cedeu e sua cabeça bateu
em seu peito.
"Por favor, o que?"
"Por favor, deixe o Sr. Bell e seus amigos sozinhos ..." Lilly implorou a
Zanis com uma voz fraca e trêmula.
Ela levantou o rosto para olhar para ele. Não havia vida em seus olhos.
“Lilly retornará para Lord Soma. Então, por favor, pare com isso ... Por
favor, deixe-os em paz.
Foi matemática simples.
Se Soma Família estava usando a Lilly como justificativa para participar
dessa luta, então tudo o que ela tinha que fazer era sair dela. Se render-se a
Zanis reduziria a quantidade de caçadores que perseguem Bell, valeria a pena.
Os membros da Soma Família estavam completamente sob o feitiço do
Vinho Divino, soma. Seu apelo atraiu centenas de aventureiros para as filiais
de sua família. Mas se eles não estivessem lá, se ela pudesse encontrar uma
maneira de convencê-los a sair, então Bell e os outros poderiam ter uma
chance.
Ela sabia que era altamente improvável que ele aceitasse sua oferta, mas ela
tinha que tentar. Zanis olhou para ela por um momento, apreciando o olhar de
desespero dela.

cara, até finalmente pompamente acenando de volta. "Por que não?"


Lilly ficou chocada com a sua repentina aprovação e também um pouco
desconfiada. Zanis apertou os óculos contra o rosto.
“Na verdade, a situação está ficando bastante perigosa. A Apollo Familia já
pagou uma quantia decente de dinheiro adiantado, então agora pode ser um
bom momento para desistir ”.
Os cantos de seus lábios se arquearam para cima enquanto ele continuava.
"Mas o mais importante, eu preciso de você."
Os olhos de Lilly se abriram. Esta nova informação pegou-a desprevenida.
Talvez ela não fosse apenas uma desculpa para conseguir dinheiro; Talvez
houvesse alguma verdade na alegação de Zanis.
O que ela poderia ser, um fraco inútil que causou a destruição de tudo o que
ela gosta, para ser necessário? Enquanto Zanis mantivesse sua promessa, ela
não tinha escolha senão seguir suas ordens.
“Fique ao meu lado. Eu darei o sinal para recuar assim que você fizer.
Zanis enfiou a mão dentro da jaqueta e retirou uma pequena arma de fogo.
Lilly não respondeu, silenciosamente fazendo o que lhe foi dito.
O homem sorriu com satisfação, ergueu o revólver para o céu e puxou o
gatilho. Uma bola de luz cintilante disparou instantaneamente no ar.
Muitos dos aventureiros no sétimo bloco de Orario pararam de lutar no
momento em que viram o arco de luz. Assim como Zanis havia prometido, os
membros da Soma Família começaram a se retirar.
"Ei! Li'l E!
Com cerca de metade de seus assaltantes deixando a área, Welf finalmente
teve tempo suficiente para chamar seu aliado da rua abaixo.
Lilly deu um passo para a beira do telhado e olhou para ele com olhos
indiferentes.
“Venha, Erde.” “Sim ...”
Lilly assentiu enquanto se virava ao som do comando de Zanis.
Welf olhou para os dois sem acreditar. O homem virou-se quando Lilly
disse seu último adeus.
"Lilly está voltando para Soma Família ... Ela não vai causar mais
problemas.
Por favor, diga ao Sr. Bell.
“O inferno que você está dizendo ?! Eu não posso olhar Bell nos olhos e
dizer isso! Volte aqui!"

"Lilly desculpa muito ... Adeus."


Ela deu uma última reverência antes de seguir Zanis.
A menina desapareceu da linha de visão de Welf. "O que diabos ela pensa
que está fazendo ...?"
Ele tentou persegui-los, mas infelizmente ele se encontrou com um grupo
de caçadores de Apollo Familia e foi forçado a voltar ao combate.
"Droga!" Ele gritou para as nuvens. Não havia escolha a não ser desistir da
perseguição.

B Bell e Hestia haviam perdido a conta de quantos golpes seus corpos


haviam absorvido. A contagem acabara de aumentar ainda mais.

Com todas as flechas dos caçadores, os feitiços dos usuários de magia e os


aventureiros da classe alta empunhando todas as armas imagináveis, nenhum
deles teve tempo de recuperar o fôlego. Por alguma razão, seus perseguidores
estavam gritando um com o outro por um tempo agora - Apolo Família estava
começando a ficar desesperado e tinha aumentado seu ataque.

Os dois fugitivos haviam retornado ao antigo bairro. Ainda era


estranhamente, todos os residentes já haviam evacuado. Mais uma vez os sons
da guerra se distenderam nesse bloco normalmente pacífico.

“… Firebolt!”

Bell liberou sua magia em um prédio de pedra que estava vazio há anos.

Os relâmpagos flamejantes acenderam os destroços dentro do prédio,


criando outra explosão de fumaça. Bell usou como cobertura para escapar dos
olhos de seus perseguidores e decolou em uma direção completamente
diferente.

“Ha-haa…!” “… Bell, por aqui!”

Hestia pegou a mão do garoto e o guiou para fora da estrada principal


enquanto Bell lutava contra a dor apenas para inalar.

Ela encontrou um canal de drenagem que corria abaixo do nível da rua.


Deixando o backstreet, encontraram a escada mais próxima e correram para o
nível da água. Não demorou muito até chegarem à entrada do esgoto da cidade.

“Você está bem, Bell?” “Eu sinto muito, Deusa…”

Bell encostou-se na parede antes de deslizar todo o caminho até o chão


e ofereceu uma desculpa a Hestia. Hestia balançou a cabeça antes de olhar
em volta para encontrar suas rotas de fuga. Eles estavam embaixo do que
poderia ter sido uma ponte muito grande, aberta em ambas as extremidades
com a água fluindo atrás deles. Ela adivinhou que a água deveria estar mais
fundo na cidade. A paisagem ao nível da rua era visível no outro extremo.

Embora eles não pudessem vê-los, podiam ouvir os gritos e passos


apressados de seus perseguidores vindo de fora. Orando com toda a força que
eles permanecem escondidos, os dois conversaram em voz baixa.

“Você ainda pode se mover?” “… Estou bem. Eu posso."

Bell usou a última das poções que recebeu da Lilly para se recuperar de
pelo menos alguns dos danos que havia sofrido. Hestia observou sua respiração
cambaleante com olhos de remorso. Sem aviso, uma voz estrondosa irrompeu
do outro lado da parede.

"Você está ouvindo? Bell Cranell! - a voz de Hyacinthus.

Hestia sentou ombro a ombro com Bell. O garoto fechou os olhos com
força. “Onde quer que você se esconda, onde quer que você corra, nós
encontraremos você! Este jogo de esconderijos

a busca não tem sentido!

A proclamação do homem encheu o ar ao redor deles. Hyacinthus deve


estar em um lugar alto, porque os ecos reverberaram em todas as direções.

“Em terra ou no calabouço, isso não importa! Seus dias de paz terminaram!

Bell engoliu em seco ao entender o que as palavras do homem


significavam.

Mesmo que por algum milagre eles escapassem da rede de caçadores e


chegassem ao Clã, Apolo o perseguiria pelo resto de sua vida. Eles o atacariam
de vista na cidade, no calabouço ou em qualquer outro lugar onde ele tentasse
ir.

O garoto estava sentindo todo o poder de uma influente Família dedicada a


realizar um objetivo.

Assim como Hyacinthus disse, a perseguição não terminaria até que


houvesse uma resolução clara. Ele nunca seria capaz de viver uma vida normal.

"..."

Hestia sentou-se silenciosamente ao lado dele. Bell estava em choque com a


realização. Os olhos da deusa se estreitaram, sua mente inventada.

"-Bell, por favor, escute."

Hestia se moveu na frente dele, agachando-se acima das pernas estendidas


do garoto e olhando-o nos olhos.

As esferas vermelho-rubi olhando para ela, ela deixou tudo sair.

“Desde que a Apollo é sério sobre isso, não há futuro para nós aqui. Temos
duas opções: lutar uma batalha que não podemos vencer - ou fugir de Orario. ”

"...!"

Hestia ignorou o olhar de choque no rosto do menino e continuou. Ela sabia


que o menino compreendia a situação deles.

"Estou disposto a ir a qualquer lugar desde que você esteja comigo. Não
importa se estamos sendo perseguidos o tempo todo. Eu vou correr ao seu lado
até que eles desistam.

A resolução de Hestia foi inflexível.

Ela sentiria falta dos amigos que ela teve e dos dias de paz que passara
vivendo na cidade. Mas enquanto Bell estivesse com ela, ela não se importava
onde eles viviam. Isso ficou claro como o dia.

Deixar Orario com a deusa e morar em algum lugar distante…?

Hestia segurou a mão no peito, tentando firmar seu coração batendo


enquanto esperava na beira do assento pela resposta de Bell.

Na verdade, fugir pode ser a única opção real para Bell e Hestia.

Foi o mesmo para os outros Familias que saíram no final perdedor dessas
batalhas ... Assim como Hermes lhe contara sobre Zeus, deixar Orario era o
único caminho.
Bell pensou sobre isso.

Apenas os dois, ele explorando as maravilhas do mundo com Hestia.

Ouvindo o vento soprar através de uma floresta, sentado no topo de uma


colina sob o céu azul, sentindo uma brisa do mar em seu rosto enquanto
explora uma cidade portuária.

Ela estaria usando um vestido de uma peça e um chapéu de fantasia, ele


estaria carregando as sacolas das compras daquele dia. Eles andavam pela rua,
sorrindo.

Tais pensamentos calorosos e convidativos.

Quão maravilhosa seria essa jornada? Vivendo um novo sonho? Era


possivel; os dois poderiam ter esse futuro.

Mas…!

Seu coração poderia ter sido influenciado pelas palavras de Hestia, mas
imagens de todas as pessoas que ele conheceu na cidade de repente surgiram
através da mente de Bell.

Pessoas que ele riu ao lado. Todas as garotas que compartilharam sorrisos
com ele.

Todos os seus dias como aventureiro, todos os encontros casuais - ele se


lembrava de tudo.

EU-

Uma nova imagem tomou conta do seu coração.

O começo de tudo, encontrando o cavaleiro com cabelos loiros e olhos


dourados.

O lado do rosto dela, cabelos loiros fluindo. Seu coração não podia deixar
isso para trás.

"..."

A expressão de Hestia desapareceu gradualmente, como se ela estivesse


lendo os pensamentos do garoto como um livro.

Seus lábios ficaram tensos quando ela estendeu a mão e agarrou as duas
mãos do menino.

A divindade perguntou ao humano surpreso uma pergunta:

"Bell, você me ama?"

A voz de Bell rachou em confusão. "Hã?!"

"Isso é importante."

Corando um rosa claro sob seus olhos, Hestia continuou falando.

"Se você diz que me ama, estou pronto para fazer qualquer coisa. Se eu
acredito em suas palavras, todas as outras pequenas emoções não significam
nada e eu posso fazer qualquer coisa que você pedir! Eu posso lutar!

Ela apertou as mãos dele.

“Eu te amo muito, Bell! Você é tão fofo que não posso evitar. Eu quero
viver com você para sempre, estar sempre ao seu lado ... Eu não quero que
ninguém mais tenha você. ”

Seus dedos tremiam.

"O que você pensa de mim?" Então ela fez sua pergunta novamente.

Agora corando profusamente, Hestia mais uma vez trancou os olhos com
Bell e olhou para ele com toda a seriedade.

Bell também ficou vermelho. Mas ele não tinha ideia do que a deusa estava
tentando dizer.

"Eu-eu reverencio você ..."

"Não é disso que estou falando!"

Os ombros de Bell caíram quando Hestia gritou em seu rosto.

As explosões, os passos e os gritos ainda estavam furiosos ao redor deles.


Apesar disso, a mente de Bell correu enquanto ele tentava descobrir o que ela
estava perguntando, o que a deusa queria ouvir. O que ela quis dizer com a
palavra "amor"?

Os olhos de Hestia estremeceram como se algo importante tivesse acabado


de romper dentro dela. Algo tão importante que eles podem não ser capazes de
continuar como divindade e seguidor.

Segurando desesperadamente seu último fragmento de esperança, Hestia


viu os lábios de Bell abertos

falar-

Ka-booom!

"!"

A onda de choque de uma explosão na entrada do esgoto os atingiu.

Bell rapidamente forçou seu corpo a proteger Hestia dos destroços. Um


momento depois, os contornos de magos e aventureiros apareceram na nuvem
de fumaça.

"Encontrei-os! No esgoto! ”“ Depois deles! ”

"!"

Seus perseguidores encontraram seu esconderijo. Bell ficou de pé com


Hestia em seus braços e decolou mais uma vez.

O garoto de cabelos brancos foi direto para a saída do lado oposto do túnel.

"Não uma vez, mas duas vezes ... Você ficou no meu caminho pela última
vez ... você

bastardos!

A raiva de Hestia inchou dentro dela, transformando seu rosto em um rosto


hediondo.

Bell tirou os olhos dela com medo. Explosões explodiram em seus olhos.

"Agora estou com raiva! Bell, eu já tive o suficiente disso! ”“ Sim? ”

"Sudoeste - vá para o sudoeste!"


Bell não ousou fazer mais nada. Hestia nunca havia dado ordens antes.

Ele fez um certo endireito, divergindo muito do caminho para o Clã no


oeste. Mesmo aqui, Bell atravessou os becos e as ruas laterais. Nenhum de seus
perseguidores estava esperando essa reviravolta e tropeçou antes de ajustar sua
própria trajetória.

"..."

"..."

Eles correram para a frente em silêncio. Bell ficou secretamente aliviado


por sua conversa anterior ter sido deixada instável.

Talvez Hestia se sentisse da mesma maneira. Em vez de trazê-lo de volta,


ela enfiou o rosto vermelho no peito dele.

Bell podia senti-la tremendo em seu abraço, muito parecido com o seu.

Indo para o sudoeste, como Hestia havia instruído, era surpreendentemente


fácil.

A rede do inimigo era muito mais fina do que antes, mas os dois não

até mesmo tem que envolver inimigos em combate para escapar dela.
Cruzando West Main, os dois entraram no sexto distrito de Orario, localizado
entre a West Main Street e a Southwest Main Street.

Héstia guiou Bell pelas ruas cheias de espectadores assustados até


finalmente chegar em frente a um edifício bastante ornamentado.

"Espere, não é isso ..."

Um portão de altas barras de ferro protegia a entrada de um jardim bem


cuidado e florescente. Uma estrutura de pedra ficava no meio de tudo isso. Um
grande emblema estava pendurado no portão, um arco e flecha eclipsando ao
sol. Bell não podia falar; Apenas um pequeno grunhido de surpresa escapou de
sua boca.

Hestia o levou para a casa de Apolo Família.


"Não estamos aqui para assumir, fora do caminho! Shoo! Shoo!

Vários guardas se aproximaram de Bell e Hestia enquanto tentavam abrir o


portão, com as lanças prontas. Hestia simplesmente os afastou, encarando cada
um dos guardas. De repente, o caminho deles estava claro.

Ainda mais membros da Familia estavam do lado de fora do prédio de


pedra, como se quisessem demonstrar quantas reservas ainda estavam
esperando por ordens de desdobramento. Mais uma vez, Bell foi surpreendido
por mais uma demonstração de poder militar.

Muitos pares de olhos observavam os dois fugitivos atravessarem o centro


do jardim. Todos eles usavam o mesmo olhar de antecipação. Ranger! As
juntas da porta da frente soaram quando Apollo emergiu.

“Meu, meu, Hestia. O que você está esperando realizar, vindo até aqui desse
jeito?

A divindade desceu os degraus da frente de sua residência, seus dentes


perfeitamente polidos brilhando à luz do sol. Hestia observou-o descer, a fúria
emanando de seus olhos.

Apolo percorreu seu exército de aventureiros, o jovem luan ao seu lado. Os


dois pararam em frente a Bell e Hestia.

A aura de ódio puro de Hestia deixava Bell e Luan inquietos, olhando para
qualquer lugar, menos para a deusa. Seus rostos brilhavam com um suor frio.
As duas divindades, por outro lado, nem piscaram quando se enfrentaram.

"... Prum boy, aquela luva, por favor." "Eh ... Hum, claro."

O tom de Hestia não permitia discordar. Luan assentiu e tirou a luva da mão
direita.

Héstia arrancou-o de seu alcance e em um movimento limpo bateu-o contra

o lado do rosto de Apolo. ““! ”

Snap! A reverberação de tecido na pele encheu o jardim tranquilo.

Hestia usou todos os músculos do corpo para dar o golpe; até mesmo seus
rabos-de-cavalo pretos gêmeos voaram pelo ar quando seu braço finalmente
parou. Bell e Ruan observaram em silêncio atordoado.

Apesar da mancha vermelha na bochecha, o sorriso de Apollo nunca


mudou. Hestia respirou fundo e gritou com tudo o que tinha.

"Bem! Você quer um jogo de guerra, você vai conseguir um!

Bell viu os cantos dos lábios de Apollo se curvarem para cima.

“Todas as testemunhas divinas sabem que isso acontecerá - meus amigos,


um jogo de guerra!”

Portas e janelas do prédio de pedra se abriram no momento em que Apolo


ergueu os braços. Deuses e deusas surgiram um após o outro.

"YAAAAAAAHHHHHH!"

Como se estivessem esperando por esse momento, ainda mais divindades


pularam das árvores ou apareceram de trás dos arbustos no jardim.

Bell, Luan e todos os membros da Apollo Familia que estavam de prontidão


não sabiam como reagir. Eles olharam em volta com os olhos arregalados
enquanto o jardim de repente ganhava vida com vozes divinas.

"Faça isso com a guilda!"

“Será necessário abrir um Denatus de emergência! Todos estão convidados!


”“ Isso é tão excitante! ”

"Faz muito tempo vindo!"

Um súbito redemoinho de excitação envolveu os humanos. Os deuses


estavam famintos por diversão e agora haveria um show. A voz de Loki estava
bem no meio dela quando as divindades começaram a organizar o Jogo de
Guerra.

“Está resolvido então. Os detalhes mais sutis do nosso jogo serão decididos
no Denatus.

O dia será anunciado depois ... Vamos aproveitar isso, Hestia?

Apolo zombou de Hestia sem o menor indício de medo ou ansiedade em


meio ao caos ao seu redor.

Apolo virou as costas para ela e voltou para dentro de sua residência com
Luan a reboque.

"G-Deusa ..."

Bell observou o deus subir os degraus de pedra, seu corpo congelado no


lugar. Até a voz dele não tinha substância.

A diferença entre os grupos em termos de números e recursos foi


surpreendente. Esta foi uma luta que não poderia ser vencida. Visões da
tragédia que estava prestes a acontecer surgiram na mente de Bell.

Hestia se virou para encará-lo com vigor. "Bell, uma semana."

Ela olhou para seu seguidor, o rosto do garoto ficando mais pálido no
momento em que ela continuava.

"Eu vou encontrar uma maneira de atrasar o jogo de guerra por uma
semana." "Huh ...?"

“Durante esse tempo, Bell, se torne o mais forte que puder. Mais forte do
que qualquer outra pessoa que nos atacou hoje - fica mais forte do que nunca!
Você consegue!"

Hestia estava apostando tudo no potencial de Bell, a habilidade Realis


Phrase.

Bell olhou nos olhos de sua deusa. Não havia sombra de dúvida. Ela
acreditava completamente nele, e isso era aterrorizante.

"Sino! Lady Hestia! ”“ Welf ?! ”

Welf veio pelo portão de ferro em frente à casa de Apollo Familia.

O jovem seguiu os perseguidores de Bell e depois ouviu a comoção vindo


desse local para encontrá-los.

“Li'l E voltou para… Não, não, foi levado de volta para a Soma Família.”
“?!”
"Os outros caras ficaram no meu caminho, não conseguiram ajudá-la ... me
desculpe." Essa notícia inesperada deixou Bell e Hestia em choque.

Como? Porque agora? Ela estava segura? - O espírito de Bell se acendeu,


questão após pergunta queimou em sua mente. Mas tudo se resumia a uma
coisa: ele tinha que resgatá-la. Ele precisava de mais informações; ele
precisava falar com Welf.

No entanto, a mão de Hestia se envolveu em seu cotovelo antes que ele


pudesse dar o primeiro passo em direção ao homem ruivo.

“Bell, faça o que eu digo.” “B-mas– ?!”

“Juro que vou resgatar nosso apoiador. Então, por favor, tenha fé em mim.
”Hestia cortou a tentativa de Bell de discutir.

A deusa acreditava em seu filho; tudo o que ela pediu foi que ele acreditasse
nela.

As veias de Bell queimavam com adrenalina, mas o olhar nos olhos de


Hestia esfriou as chamas. Os músculos de seu corpo tenso relaxaram até que
finalmente ... ele escolheu acreditar.

Todas as emoções que se enfureceram em sua mente apenas um momento


atrás agora à vontade, ele assentiu.

"Bell, por favor, me dê a minha faca antes de ir."

"Bem, peço desculpas, mas vou precisar da sua força para resgatar o nosso
apoiador.” "Não há necessidade de desculpas. Estou pronto para qualquer
coisa.

Todas as instruções dadas, Hestia olhou para Bell mais uma vez. "O resto é
com você. Agora, mexa-se.

"Sim!"

Com isso, Bell saiu correndo do jardim barulhento em frente à casa de


Apollo Familia o mais rápido que seus pés podiam levá-lo.

Houve apenas uma semana.


Ele tinha até então para ficar mais forte que seus inimigos - mais forte que
Hyacinthus. O Status em suas costas estava quente enquanto corria. Fadiga,
tensão mental - nada disso importava mais para ele. Ele estabeleceu um curso
para a torre alta no norte, onde

a Princesa da Espada estava esperando.


CHAPTER 4
THOSE WHO GATHER

A notícia de que um jogo de guerra seria realizado espalhou-se como um


incêndio entre os deuses.
É claro que os aventureiros e cidadãos de Orario não puderam deixar de
notar as divindades jubilantes e de alto astral por toda a cidade. Não era hora
nenhuma para que todos os seres vivos na superfície da Cidade do Labirinto
soubessem o que iria acontecer.
Outra coisa aconteceu apenas alguns momentos após o anúncio de Hestia
e Apollo ter sido oficializado.
“É isso, essa torre tem que ser…!”
Bell tinha saído da casa de Apollo Familia em um sprint morto e
trabalhou em uma cidade muito mais ativa do que o habitual. Tecendo
através de território desconhecido, ele chegou ao bloco mais setentrional.
Um mês atrás, ele treinou com ela no topo da muralha da cidade. Fazendo o
melhor que pôde para lembrar os marcos que ela lhe ensinou, Bell procurou
desesperadamente encontrar o prédio que ela chamava de lar.
O garoto de cabelos brancos praticamente voou pela North Main Street,
furiosamente bombeando seus braços em ritmo perfeito com seus passos. As
ruas laterais se estendiam ao redor dele; seus olhos procuraram
desesperadamente por algo familiar.
Ele virou em uma rua lateral cheia de casas decorativas e estruturas
conhecidas. Bell manteve os olhos nos telhados, tentando encontrar o que era
mais alto que os outros. Mais algumas voltas e de repente ele se viu do lado
de fora da casa de Loki Familia, a Mansão Twilight.
"Você aí, pare!" "Diga o seu negócio!"
"Deixe-me falar com Aiz ... Deixe-me falar com Aiz Wallenstein!"
Um homem e uma mulher bloquearam imediatamente o caminho do
intruso na entrada de sua casa. O garoto implorou para que eles se
encontrassem com Aiz.
O guarda do sexo masculino deu uma olhada no rosto do menino
frenético, as sobrancelhas se afundando mais e mais quando ele começou a
ligar os pontos.
“Você, Little Rookie…? Qual é a grande ideia, tentando encontrar com
ela? ”
O cabelo branco de Bell e os olhos vermelhos devem ter dado a gorjeta.
O guarda imediatamente veio em defesa de seu aliado, tentando protegê-la
desse estranho. No entanto, Bell não podia se dar ao luxo de recuar.
O garoto perguntou aos guardas muitas vezes para deixá-lo ver Aiz, mas
ele não conseguia se explicar. As vozes dos guardas ficaram cada vez mais
altas e mais furiosas quando os pedidos do menino se tornaram mais e mais
desesperados. Não demorou muito para que outros membros da Família
saíssem.
"...!"
Um grupo de vinte aventureiros surgiu do prédio que foi construído como
uma parede de lanças com várias torres estendendo-se para o céu. Eles se
espalharam logo atrás dos dois guardas, prontos para defender sua casa
contra o intruso. A situação de Bell acabara de se tornar muito mais
perigosa.
Os recém-chegados começaram a gritar ameaças, chamando-o de
"lamentável", "desavergonhado" e "imprudente", entre outros ... Eles já
sabiam que a Hestia Familia participaria do War Game e acreditavam que ele
queria convencer Aiz a se juntar à luta. - uma raposa recrutando um tigre
para suas garras. Eles fariam tudo ao seu alcance para afastá-lo. Seu desejo
de proteger seu aliado rapidamente se transformou em raiva - como ele ousa
usá-la para seu próprio benefício?
O medo consumiu o corpo do garoto quando ele deu um passo para fora
do reflexo. Ele sabia muito bem que o que ele estava fazendo era
vergonhoso.
Mas ele não estava disposto a virar as costas.
Ele só tinha uma pequena janela de tempo para ficar mais forte, para
superar a lacuna que o separava de seu novo inimigo. A única maneira que
ele sabia tornar-se mais forte do que Hyacinthus a tempo era aprender com
Aiz mais uma vez. Assim como ela o fez forte o suficiente para derrubar um
Minotauro.
O fato de Lilly ter sido sequestrada ainda estava comendo dentro dele.
Em vez de apressar para salvá-la, ele estava parado aqui sendo gritado. Cada
momento que ele não estava fazendo progresso para resgatá-la ou ficar mais
forte parecia uma eternidade.
"Deixe-me ver Aiz!" Ele implorou com a multidão novamente, curvando-
se repetidamente.
Cada músculo em seu rosto foi espremido até o limite. "O que é tudo
isso?"
Uma voz cortou o caos.
A multidão de aventureiros ficou em silêncio imediatamente. Bell parou
de se mover, os olhos colados para frente.
Uma aventureira de primeira classe, a amazona Tione Hyrute, saiu para o
gramado. Como era normal para sua raça, ela usava roupas que expunham
grande parte de sua pele cor de trigo. Seus longos cabelos negros
balançavam para frente e para trás sobre ela

ombros e pelas costas enquanto se aproximava.


A multidão rapidamente se separou, permitindo que ela passasse. Ela
caminhou diretamente até Bell.
Um dos guardas se inclinou para sussurrar em seu ouvido e explicou tudo
o que havia acontecido até agora. Os olhos da garota da Amazônia brilharam
para Bell.
“Saia daqui. Eu não posso permitir que esta zombaria continue. ”“… ?! ”
Tione não demonstrou simpatia. Ela entregou o testamento de Loki
Familia no lugar de seu líder, Finn.
Seu tom era frio e seu olhar não demonstrou vontade de ouvir. Bell se
encolheu em sua presença. Ela cruzou os braços, a aura inflexível e
esmagadora. Um momento depois, ela agarrou os dois ombros de Bell e
empurrou-o para longe da entrada da frente.
“W-espere! Miss Tione ?! Por favor, apenas me ouça ...!
Bell foi forçado a recuar para ficar em pé. Sua força dominou-o em pouco
tempo quando Bell se afastou cada vez mais de sua última esperança.
Seu corpo tremeu, tentando empurrar para frente, quando Tione se
inclinou para perto. "- Vire à direita daqui e vá a dois quarteirões naquela
rua."
"!"
Sua voz estava baixa para não ser ouvida pelos espectadores.
Tione ignorou o olhar de choque no rosto de Bell e deu-lhe um último
empurrão na rua.
Seu rosto poderia muito bem ter sido esculpido em pedra, sem emoção,
enquanto ela olhava para ele por um longo momento antes de virar as costas.
Bell observou seus longos cabelos negros dançando atrás dela, incapaz de se
mover ou falar. A menina da Amazônia voltou rapidamente pela turba e
entrou no prédio.
Finalmente, os músculos de Bell começaram a responder. Lentamente a
princípio, ele se afastou de Loki Familia. Sentindo os olhares furiosos da
turba aventureira, Bell voltou pela mesma rua que ele tinha vindo ... O
menino saiu correndo no momento em que ele estava fora de vista.
Ele seguiu as instruções de Tione, correndo por um beco escuro com o
coração acelerado e lutando para respirar. Um bloco, dois blocos e—
“Ah! Ei, Aiz! O Argonaut está aqui! ”“ Aiz ?! E - senhorita Tiona ?!
Parados ali para cumprimentá-lo não eram senão Aiz, a empunhadora de
sabre, e a outra amazona, Tiona, com uma espécie de bainha grande sobre os
ombros.
Bell congelou de surpresa, mas Tiona o cumprimentou como um amigo
enquanto as duas garotas
aproximou-se para encontrá-lo.
“Nós vimos você da janela, Argonaut. Algum tipo de lâmpada de pedra
mágica disparou na cabeça de Aiz, e pedimos a Tione para conhecê-lo.
Tiona continuou explicando o outro lado da história.
Aiz tinha descoberto imediatamente o que Bell estava fazendo quando ele
apareceu na porta da frente. O olhar em seus olhos disse a ela que o menino
queria outra rodada de treinamento. No entanto, eles não podiam permitir
que a multidão a visse, então eles enviaram Tione para fora para entregar
uma mensagem.
Se ela queria ajudar a sua amiga ou ela estava apenas para a diversão,
Tiona estava completamente a bordo com a ideia.
"... Aiz, está tudo bem?"
Bell deu um passo muito cauteloso enquanto falava.
Ela não tinha motivos para lhe ensinar nada, Bell estava pedindo um
enorme favor. Já que seus Familias não estavam trabalhando juntos, ela
estaria fazendo isso por conta própria e enfrentaria as conseqüências que isso
poderia trazer.
As palavras de Bell pairaram no ar por um momento, a tensão subindo.
Finalmente, Aiz deu-lhe a resposta.
"Eu não posso lutar por você ou ao seu lado ... Você tem que fazer o seu
melhor, e então ..."
"Sim Sim! Esta é a sua luta, Argonaut!
Tiona interpretou as palavras vagas de Aiz antes - whoosh! - apontando o
dedo para ele.
Bell começou a suar frio. Aiz continuou. “Eu acho que seria errado… te
abandonar.” “Aiz…”
O olhar nos olhos dourados da menina fez o coração de Bell derreter.
Completamente ignorando a súbita mudança de humor, Tiona pulou de volta
para a conversa.
“Tudo bem, não há problema. Se Aiz colocar em ordem Argonaut, o jogo
de guerra será mais divertido! Loki'n todo o resto vai ser feliz, com certeza!
Bell só pôde fazer uma careta ao pensar nisso. Se a diferença de poder
entre ele e a Apollo Familia não fosse tão impressionante, a briga seria mais
divertida de assistir. Aiz olhou para a Amazônia e sorriu levemente.
“Mas para mim, a Apollo Familia está fazendo tudo errado. Muito over-
the-top, sujo, eu simplesmente não aguento ... ”
A bochecha de Tiona estremeceu por um momento antes de olhar para o
garoto e sorrir de orelha a orelha.
"Então, eu vou te ajudar também, Argonaut!"

"Espere, então isso significa ..."


"Sim! Você está preso a mim também!
Bell olhou para Aiz, sem saber o que dizer. Ela acenou de volta para ele.
Superando o choque da virada dos acontecimentos, Bell não perdeu
tempo em mostrar sua apreciação para as meninas.
"Realmente, eu não posso te agradecer o suficiente ..."
“Relaxe, relaxe, não é nada! Vamos, o tempo está acabando! ”“ Sim ”.
Bell jurou para si mesmo, ali mesmo, que encontraria alguma maneira de
recompensá-los por sua bondade. Ele estava em dívida com eles.
Tiona estava tão excitada que empurrou o grande aparelho para cima,
com um sorriso infantil no rosto. Bell e Aiz a seguiram pela rua dos fundos.
O destino deles: o mesmo lugar que eles haviam treinado antes - a
muralha noroeste da cidade.
O treinamento de Bell com dois aventureiros de primeira classe estava
prestes a começar.

O Clã aprovou oficialmente o Jogo de Guerra entre Héstia e Apolo quase


imediatamente.
Ao mesmo tempo, os preparativos começaram por toda a cidade.
No entanto, ninguém estava mais ocupado do que os funcionários da
Corporação. Eles tiveram que encontrar uma maneira de permitir que ambos
os lados liberassem todo o seu potencial dentro das regras do jogo, enquanto
não representavam perigo para os cidadãos de Orario. Os combatentes
precisariam de suprimentos, instruções e, acima de tudo, um palco para
conduzir o Jogo de Guerra. Pode começar qualquer dia; não havia tempo a
perder. Eles também tiveram que acomodar os desejos dos deuses.
Não havia uma alma na cidade, aventureira ou não, que não estava
esperando ansiosamente para que as condições do Jogo de Guerra fossem
anunciadas. Nesse meio tempo, tudo o que eles podiam fazer era preparar.
"- Hestia ainda não está aqui hoje?"
No décimo terceiro andar da torre de Babel, no centro de Orario ... Apolo
tinha chegado ao ponto de ruptura.
Muitos deuses e deusas se reuniram em torno de uma mesa circular no
centro da teia de altos pilares que sustentavam um teto alto. As regras e o
estilo do Jogo de Guerra deveriam ser decididos pelos dois deuses
participantes, bem como pelos observadores - a fim de extrair toda a grama
de entretenimento possível.

evento - nesta reunião da Denatus.


Três dias se passaram desde o ataque à Hestia Familia.
Apolo ficou irritado que seu oponente se recusou a mostrar seu rosto. Ela
desculpou sua ausência alegando estar "doente" nos últimos dias. Apesar de
sua afirmação de que ela não estava fisicamente bem o suficiente para
participar da reunião, ficou claro como o dia em que ela estava perdendo
tempo.
Apolo, irritado, andava ao redor de sua cadeira, insistindo que ela estava
tramando um plano de fuga. No momento em que terminou seu discurso, as
portas da câmara alta se abriram.
"Desculpe estou atrasado. Peço desculpas por manter você esperando.
Embora suas palavras fossem educadas, ela não parecia nem um pouco
triste. Miach entrou ao lado dela.
Além disso, ela não demonstrou nenhum remorso por manter o Denatus
parado.
Apolo fez uma careta para ela.
"Você está muito atrasado, Hestia. Como você planeja assumir a
responsabilidade de atrasar o Denatus até este ponto? ”
“Não é minha culpa que eu tenha febre depois de ser perseguido pela
cidade por seus seguidores. Por um tempo, pensei que fosse um caso
perdido.
Hestia mais uma vez educou sua saúde para contornar as queixas de
Apolo.
Miach ficou do lado de Hestia, reforçando sua reivindicação. "Sim, ela
estava em apuros."
"Yah, yah, Itty-Bitty é um idiota, mas o tempo suficiente queimando. Não
podemos ir?
Loki estava recostada em sua cadeira, uma sobrancelha levantada e as
mãos atrás da cabeça, como se ela estivesse sem paciência também. Todas as
divindades retornaram a seus assentos e a discussão finalmente começou.
A primeira ordem de negócios era que Hestia e Apolo assinassem a
documentação necessária com todos os presentes como testemunhas.
"Uma vez eu sou vitorioso, eu reivindico Bell Cranell."
“Eu quero deixar isso bem claro. Não haverá desculpas mesquinhas ou
afirmações forjadas depois que tudo acabar. Caso Hestia ganhe, ela está livre
para exigir tudo o que seu pequeno coração deseja.
A possibilidade de derrota não parecia cruzar a mente de Apolo. Ele
queria apenas uma coisa: a posse de Bell Cranell e sua transferência imediata
para a Apollo Familia. Hestia permaneceu quieta. A divindade encarregada
de manter as anotações para a reunião respondeu com um “Tudo bem, então”
enquanto ele registrava seus termos.

Em seguida, eles precisavam decidir como o Jogo de Guerra seria


travado.
“Um-a-um, o melhor do nosso Familias resolve tudo. Isso não seria
excitante?
Hestia nem olhou para Apolo quando ela fez sua sugestão de seu lugar na
mesa redonda.
“Poderia ser realizada no Coliseu para todo mundo ver. A batalha final
bem na frente dos nossos olhos. Como alguém poderia não se divertir?
"Concordo. Observar todos os filhos de Apolo atacando Bell um após o
outro parece um pouco chato. ”
"Eu segundo o movimento."
O olhar hostil de Apolo caiu primeiro em Héstia e depois em seus
aliados, Miach e Takemikazuchi.
Muito poucas cabeças ao redor da mesa começaram a concordar, vendo a
lógica em seu raciocínio.
"O que você diz, Apollo?" "Esse é o assassino do boi que você está
lutando!" "Um adversário forte em um duelo cara-a-cara, parece bom para
mim."
As divindades ao redor da mesa sorriram na direção de Apolo. Eles não
estavam do lado de ninguém; eles simplesmente gostaram de assistir a
reação da Apollo.
A divindade loira vestindo uma coroa de louros colocou um rosto calmo
antes de sorrir mais uma vez.
"A única razão pela qual a sua Família não é maior é inteiramente devido
à sua preguiça, Hestia, quando se trata de recrutamento".
"Muh ..."
"Você pode chorar tudo o que quiser sobre a sua falta de filhos, mas isso
não é motivo para eu ter que me acomodar."
“Grrrr,” Hestia rosnou baixinho enquanto Apollo apontava que o
tamanho da Família estava completamente sob o controle do deus.
Era verdade que Hestia queria estar sempre sozinha com Bell e nunca
tentara aumentar o tamanho de sua Familia.
"No interesse da justiça, por que não atraímos isso?"
Incapaz de defender sua posição, Hestia permaneceu em silêncio
enquanto Apolo sugeria uma solução diferente. "Claro", veio a voz de seu
transcritor quando ele puxou uma caixa de debaixo da mesa e colocou-a no
topo.
Cada um dos deuses presentes escreveu como gostariam que o Jogo de
Guerra fosse jogado em uma folha de papel. Os papéis foram coletados e
colocados na caixa. Claro, Hestia escreveu "DUEL" em letras grandes e em
negrito e empurrou o papel dela
na caixa.
Tudo o que restou foi decidir quem iria desenhar. "Não posso confiar em
ninguém que tenha ficado do lado da Apollo."
“… O sentimento é mútuo. Eu não aceito um artigo desenhado por Miach
ou Takemikazuchi. ”
Héstia e Apolo emitiram suas condições em um tom seco e agudo.
Nesse caso ... Ambas as deidades olharam ao redor da mesa, seus olhares
parando em um deus em particular.
"" Hermes "" "Ehhh ... Sério?"
As vozes de Hestia e Apollo se sobrepuseram quando disseram seu nome
em uníssono. Chocado com sua súbita seleção, Hermes forçou um sorriso
sem pensar. "Meu querido amigo, deixo em suas mãos."
"Eu estou contando com você, Hermes."
Apolo, que conhecia Hermes desde seus dias em Tenkai, solenemente
assentiu.
Hestia olhou para a divindade encantadora com olhos confiantes.
Isso aconteceu porque Hermes sempre assumira a postura do
intermediário e nunca tomara partido nessas situações. "Parece que tenho",
disse ele em uma voz vazia, aceitando o papel que lhe foi confiado pelas
outras duas divindades. Ele se levantou da cadeira e fez o seu caminho ao
redor da mesa. Cada conjunto de olhos na sala seguiu-o.
"Por favor, seja gentil…"
Hermes sussurrou para si mesmo enquanto baixava lentamente a mão na
caixa.
Hestia estava na beira da cadeira, incapaz de respirar quando Hermes
retirou uma folha de papel e desdobrou-a.
O rosto de Hermes ficou pálido quando ele fez uma pausa, um sorriso
vazio no rosto quando ele abriu a boca para falar.
"Castle Siege".
—Slam! Hestia enfiou os dois punhos na mesa, com os dentes cerrados.
“Fa-ha-ha-ha-hahaha! Esta decisão foi alcançada justa e quadrada. Isso é
final!
O rugido de alegria de Apolo ecoou por toda a câmara.
Seja no ataque ou na defesa, esse estilo de jogo de guerra exigia um
grande número de guerreiros. Muito provavelmente, Hermes desenhou o
papel escrito pelo próprio Apollo. "Isso é Hermes para você." "Não posso
esperar!" As outras divindades reagiram à decisão, conversando entre si.
Hermes olhou para o teto, desapontado, enquanto o rosto de Hestia se
voltava
vermelho, tremendo de raiva. Apolo, por outro lado, estava de muito bom
humor.
“É impossível defender o castelo com apenas uma pessoa. Então eu
concedo o papel de ataque a Hestia. ”
Apolo foi todo sorrisos quando suas palavras foram gravadas.
Os molares de Hestia estavam a meio caminho da frustração quando o
pior resultado possível se concretizou. Seus ombros começaram a cair ...
"Com licença, posso ter o chão?" Hermes falou.
“Apolo, isso coloca a Hestia em uma desvantagem extrema… é
completamente injusto.
E tenho certeza que muitos de nós ficaremos entediados assistindo. "
“Portanto, gostaria de propor que pessoas de fora possam participar desta
batalha”.
A proposta de Hermes de permitir que membros de outros Familias
participassem do Jogo de Guerra para equilibrar os números fez com que
Apollo franzisse o cenho.
“… Hermes, eu sei o que você está tentando fazer: jogar algo como se
não fosse grande coisa enquanto ao mesmo tempo me forçava a um canto.
Não pense por um momento que vou deixar acontecer.
Erguendo seu relacionamento difícil no passado, Apollo forçou um
sorriso próprio enquanto tentava parar o plano de Hermes.
Apolo declarou que ele não aceitaria uma proposta tão ridícula.
“Todos os participantes do Jogo de Guerra devem estar contratualmente
ligados a uma Família diretamente envolvida, essa é a regra. A presença de
outras Familias no campo de batalha só desgraçaria os deuses em guerra ”.
"Bem, isso não está errado."
“Além disso, se um aventureiro de primeira classe optar por se juntar ao
lado de Hestia, isso me colocaria em perigo. Por acaso sei que Hefaísto
também é muito amigável com Héstia.
Apolo continuou sua resposta a Hermes enquanto olhava para todos os
deuses ao redor da mesa.
Os seguidores de Hephaistos foram reconhecidos não apenas por suas
habilidades como ferreiros, mas também por suas façanhas no campo de
batalha. Sua deusa deu uma olhada em Apolo, cruzou os braços e disse: "Eu
não faria tal coisa".
Apolo olhou para ela, pouco disposto a aceitar a palavra dela quando ... -
Meu, meu, Apolo. Você está com medo?
"Freya ..."
A deusa de cabelos prateados estava sentada quieta em sua cadeira até
agora. Um pequeno sorriso floresceu em seus lábios.

“Você tem medo de lutar contra mais de um inimigo de cada vez?” “Não
me leve por um tolo…”
"Então, você não confia em seus filhos? É essa a extensão do seu amor
por eles?
A divindade com o poder de controlar o próprio amor levou um tiro no
orgulho do deus que ama muito apaixonadamente. As mandíbulas de Apolo
se apertaram juntas, fortes o suficiente para fazê-las gritar sob a pressão.
Com certeza, um grande grupo de divindades masculinas tomou o partido de
Freya e votou para permitir a adição de forasteiros. O Denatus
instantaneamente tremeu com fervor.
- Freya está interessada em Bell.
Enquanto as palavras da deusa de cabelos prateados faziam soar os
alarmes na mente de Hestia, aquele não era o momento nem o lugar para
dublá-las. Se as ações da Deusa da Beleza fizessem a menor diferença na
situação de Bell, ela teria que aceitá-las de braços abertos.
Perturbada por este rumo dos acontecimentos, a Apollo cedeu e
concordou em aceitar uma parte
da sugestão de Hermes.
"…Tudo bem então. Pode haver um estranho. No entanto, esse estranho
deve pertencer a uma Familia fora de Orario. ”
Seu monstro! Os lábios de Hestia formaram as palavras, mas nenhum
som saiu quando seus ombros caíram.
Desconsiderando números absolutos, a força média de uma Familia
localizada em Orario era muito maior do que a das Familias residindo fora
de suas muralhas. A maior parte disso se deve ao fato de que os aventureiros
de alto nível de Orario eram muito poderosos.
Havia mais do que provavelmente alguns Familias operando perto de
Orario com aventureiros acima do Nível 2. A parte difícil era fazer contato
com um deles e negociar algum tipo de acordo antes do início do Jogo de
Guerra. Foi uma tarefa quase impossível.
Não houve objeções às condições da Apollo. As novas regras foram
adicionadas ao jogo de guerra como é. Até mesmo Freya não tentou
interferir.
O deus de cabelos loiros parecia completamente satisfeito consigo
mesmo enquanto olhava para uma silenciosa e desesperada Héstia.
"Não podemos estar usando apenas um castelo antigo, então vamos
incluir o Clã nisso. Podemos calcular a data também. Vamos chamá-lo um
dia?
Loki chamou um fim ao Denatus. Cadeiras rasparam no chão enquanto as
divindades saíam. Apolo tomou seu tempo, zombando de Hestia antes de
desaparecer pela saída.

Hestia não podia fazer nada além de olhar de volta para ele. Ela soltou
um longo suspiro assim que ele desapareceu de vista. Logo, apenas Miach,
Takemikazuchi e outros amigos dela permaneceram na câmara.
“Desculpe por isso, Hestia. Eu meio que te coloco em um lugar difícil. ”“
Não, Hermes, não é sua culpa. ”
Hermes foi o primeiro a abordar Hestia e ofereceu seu próprio pedido de
desculpas. Ela balançou a cabeça negativamente. Não importa o quanto ela
não gostou, a decisão foi tomada usando um empate justo. Foi um milagre
que uma pessoa de fora pudesse participar. Foi tudo graças ao fato de que os
deuses e deusas estavam sedentos por um bom show, e Freya, que seu lado
recebeu algum favoritismo durante a reunião.
Todas as regras estavam em vigor, então Hestia decidiu fazer tudo o que
podia com as peças que tinha. Seus olhos ardiam com o desejo de encontrar
uma maneira de vencer.
Mentalmente, ligando um interruptor, Hestia voltou sua atenção para o
outro assunto que precisava ser resolvido.
"Então me diga, Hermes, você descobriu onde o nosso torcedor está
sendo mantido?"
Ela não estava de pé fazendo nada enquanto fingia doença nos últimos
três dias. Ela havia aproveitado cada recurso para descobrir o que aconteceu
com a Lilly depois que ela foi levada por Soma Família, inclusive pedindo a
cooperação de Hermes.
"Na verdade, eu fiz. Quer dizer, Asfi fez. Parece que a pequena Lilly foi
levada para o depósito da Soma.
“Uma adega ?! Não é a casa deles?
"Está certo. Soma comprou um grande edifício apenas para armazenar
seu vinho. Acho que sua casa não era grande o suficiente.
Héstia duvidou de suas palavras, mas Hermes estava falando sério. A
divindade continuou a transmitir a informação.
“Ele está localizado no sudeste, perto da Rua Daidaros. Aparentemente, a
segurança é muito forte, mais apertada que a casa deles. Aventureiros da
classe alta estão rastejando por todo o lugar ”.
"..."
"Sinto muito, mas vou manter meus filhos fora disso. Eu não vou pedir
para eles brigarem ... O que você vai fazer?
A cabeça de Hestia se levantou em resposta à pergunta de Hermes. "Eu
vou, é claro."
Ela prometeu a Bell.

Foi o que ela disse a eles.

Uma lâmpada suja de pedra mágica lançava uma luz fraca nas paredes de
pedra.
Sentindo uma fria placa contra sua bochecha, os olhos de Lilly se abriram.
Deitou-se de bruços, as mãos amarradas atrás das costas. Ignorando as
dores e dores em seu corpo, a menina levantou a cabeça para olhar ao redor.
Nada havia mudado em sua cela escura desde que ela foi trazida pela primeira
vez aqui. Trancada em uma gaiola, ela não podia deixar de sentir que era uma
visão triste de se ver.
Ela seguiu as ordens de Zanis ao pé da letra e foi levada para a adega da
Familia. Ela estava trancada aqui desde então.
Este andar foi projetado para manter os membros da Familia que violaram
as regras ou ficaram um pouco embriagados com o vinho divino. Ela estava
amarrada com um fio metálico forte o suficiente para manter os aventureiros da
classe baixa contidos indefinidamente. Vários desses compartimentos foram
usados para armazenar ferramentas, bem como servir como uma prisão
improvisada dentro do complexo. Lilly estava sendo tratada como um
prisioneiro como punição pelo longo período que passou longe da Família.
Tendo perdido todo o sentido do tempo, Lilly não tinha ideia de quantos
dias se passaram desde a batalha nas ruas.
Lilly balançou o corpo no canto da cela, onde um pequeno prato de água
havia sido misericordiosamente deixado para ela. Levantando a cabeça do
chão, ela colocou os lábios no líquido.
Parte dela estava envergonhada com sua condição miserável, mas ela estava
esperando algo assim.
Os dias que ela passara com Bell eram especiais, mas agora ela viveria sua
vida bebendo água suja.
Sr. Bell, Sr. Welf, Lady Hestia ...
Eles estavam bem?
Isso foi tudo o que ela pensou.
Ninguém a estava vigiando fora da prisão e os tijolos de pedra não fazem a
melhor conversa. Ela não tinha como saber o que estava acontecendo lá fora.
Mas nem uma vez ela considerou tentar escapar. O conhecimento de que ela
havia caído no mesmo nível de um prisioneiro rasgou um novo buraco em seu
espírito.
O chão de pedra estava frio e úmido. Seu corpo estremeceu quando ela
bebeu.
A lâmpada de pedra mágica do lado de fora da gaiola de ferro cintilava
como uma vela prestes a

saia.
"..."
Ker-tap, ker-tap. Ruídos começaram a sair do final do corredor do lado de
fora da cela, o som de alguém descendo a escada.
Lilly tirou o corpo do chão e sentou-se. Com certeza, uma longa sombra
crescia do outro lado das barras. A sombra de Zanis.
“Como você está se sentindo, Erde?” “… Horrível.”
O homem olhou para ela através das barras quando Lilly praticamente
cuspiu sua resposta a seus pés.
Ele sorriu ironicamente para ela, com os braços cruzados atrás das costas.
"Desculpe por isto. Você vê, os últimos três dias foram muito ocupados,
coletando informações e outras coisas. Eu não tive tempo de me afastar até
agora. Me perdoe."
"…Sr. Bell ainda está bem? O Sr. Zanis realmente não fez nada para ele? ”“
Eu sou um homem da minha palavra. Juro pelo nome de Lord Soma.
Lilly finalmente teve a oportunidade de fazer a pergunta que estava
queimando dentro dela por três dias. Enquanto ela não confiava inteiramente
nele, ela decidiu acreditar em suas palavras por enquanto. Isso resolvido, havia
algo mais que ela queria saber.
"Por que ... o Sr. Zanis se preocupa com a Lilly?"
Ela perguntou com a voz mais séria e seca que ela poderia reunir.
Ela sabia que ele disse que precisava dela quando o homem a levou embora.
Ela lembrava claramente daquele momento.
Assim como Kanu, o homem que a deixara morta, Zanis frequentemente
recebia dinheiro dela. Nunca uma vez ele ofereceu uma mão amiga. Ela
acreditava que ele era um homem que a via apenas como um inseto que
ocasionalmente tinha vals que valem a pena.
"Chegou ao meu conhecimento que você vale muito." O sorriso de Zanis se
aprofundou. "Você não pode imaginar como eu estava feliz em saber que você
estava vivo. Eu pensei em capturá-lo outro dia quando você apareceu diante do
Lord Soma sozinho ... mas nós já estávamos em negociações com a Apollo
Familia. Ainda precisávamos de você para nossa justificativa depois de termos
garantido o pagamento. Você fez sua parte muito bem.
Como resultado, tudo correu conforme o planejado, ou assim o homem
alegou. Lilly estava vagamente ciente de seu olhar aguçado enquanto ouvia
mais de sua história.
"... Lilly é inútil, não vale nada."
“Não, não, eu tenho um uso para você. Eu percebi que você estava
economizando muito

de dinheiro em segredo. Acredito que qualquer pessoa com dedos tão


pegajosos como o seu merece ser reconhecida por seus talentos.
"Mas acima de tudo ..." Ele deixou suas palavras pairarem quando ele
empurrou os óculos de volta no rosto com um dedo.
"Você tem um tipo de mágica 'incomum', não é?" Os olhos de Lilly se
abriram com a menção de sua magia, Cinder Ella.
Com exceção de Bell, Welf e Hestia, ela nunca contou o segredo a
ninguém. "Lorde Soma me disse", disse Zanis em resposta ao olhar de surpresa
em seu rosto. Soma foi a pessoa que encontrou essa mágica em sua excelência
e permitiu que ela a usasse. Claro que ele saberia.
Lilly pensou sobre o prazo e chegou à conclusão de que Zanis
provavelmente sabia sobre sua magia antes de fingir sua morte.
- Só para verificar ... Erde, você pode se transformar em um monstro,
correto? - ... O que significaria se a Lilly pudesse?
Um escuro crepitar de risada escapou dos lábios do homem.
Os olhos de Zanis se estreitaram em um sorriso maligno quando ele olhou
para Lilly como um lobo que acabou de encurralar sua presa.
“Há um projeto no qual eu adoraria sua participação. Nada muito, apenas
um novo empreendimento comercial. ”
"E isso é…?"
"Atrair monstros, capturá-los e vendê-los para lucrar ... não é simples
assim?"
Isso é loucura! - Lilly zombou dele em seus pensamentos.
Mesmo se um monstro selvagem fosse domado, o dito monstro só ouviria o
domador. Se o monstro domado fosse trancado dentro de uma pequena sala e
mandado esperar por seu domador, ele ainda atacaria impiedosamente qualquer
outra pessoa que chegasse perto dele. É por isso que monstros domesticados
nunca foram usados para as carruagens e outras tarefas difíceis na cidade.
Monstros consideravam os humanos como seu inimigo mortal; Não havia
maneira de contornar isso.
Eles eram completamente diferentes dos escravos obedientes. "Monstros
não têm valor."
"Heh-heh ... eu não tenho tanta certeza."
Uma inconfundível pontada de ganância passou pelos olhos sorridentes de
Zanis enquanto ele ria da observação da garota.
A raiva começou a tomar conta de Lilly. Ela olhou furiosamente para o
homem.
Mesmo suas tentativas vãs de mostrar respeito desapareceram.

"É por isso que você trouxe Lilly de volta para a Soma Família ... A razão
pela qual você se envolveu no ataque a Bell?"
"Sim, isso foi lamentável."
O tom de sua voz aumentou um pouco, ficando excitado.
Sua máscara de inteligência desapareceu, o verdadeiro caráter de Zanis
estava começando a surgir.
“Eu quero o Vinho Divino de Lord Soma. Eu também quero dinheiro e
mulheres. Eu quero provar os pratos mais requintados - quero todo prazer que
este mundo tem a oferecer! ”
BAM! Zanis bateu sua bota em uma das barras de ferro.
A gaiola foi projetada para ser forte o suficiente para manter os aventureiros
indisciplinados sob controle sem quebrar. Mas o status de Zanis era alto
demais para suportar esse tipo de golpe, e se curvou sob o impacto. Lilly olhou
em silêncio, com os olhos trêmulos, o dente em forma de bota no bar.
A avareza em sua voz estava muito além de qualquer coisa que Lilly já
ouvira antes
- muito mais hediondo do que aqueles sob a influência do Vinho Divino,
soma. “Eu amo essa familia. Não importa quantos esforços questionáveis eu
experimente
mão, nosso deus não diz uma palavra. Ele está muito ocupado com esse
hobby dele para dar uma merda do que qualquer um de nós faz. É a maior
liberdade!
“… Lilly pode ver suas verdadeiras cores.” “Oops.”
Zanis tentou cobrir metade de seu sorriso malicioso com a mão. Tirando a
bota da barra de ferro dobrada, o homem endireitou sua postura e continuou,
como de costume.
A raiva no estômago de Lilly ficou mais forte quando ela percebeu que esse
homem não se importava com Lorde Soma. Escusado será dizer que a atual
condição de Soma Família foi em parte devido à negligência de seu deus, mas
o homem em pé na frente dela merecia grande parte da culpa.
Os olhos de Lilly brilharam quando ela olhou para o homem, com um
sorriso fino no rosto.
Foi quando isso aconteceu. "...?"
"O sino de alarme ... estamos sob ataque?"
Mesmo as grossas paredes de pedra desta prisão não conseguiam impedir a
ressonância penetrante que subia as escadas.
As batidas apressadas de centenas de passos soaram acima de suas cabeças,
misturadas com o tom agudo do sino. Caindo de bruços, Lilly olhou para cima,
para baixo e ao redor, procurando uma pista sobre o que estava acontecendo.
“Chandra! Onde está voce?! Me diga o que diabos está acontecendo!

Zanis gritou no alto de seus pulmões pelo corredor em direção à escada


para a superfície.
O corredor ainda estava por um momento enquanto a voz do homem
desaparecia no nada. Alguns segundos depois, um anão de aparência muito
irritada apareceu na base da escada.
"Você poderia dar uma olhada para si mesmo ... ou aqueles pés de
decoração são para você?"
“Suficiente sass. O que está acontecendo?"
"Alguns" ratos "entraram no labirinto. De alguns Familias ... Uma jovem
deusa estava com eles.
Um anão barbudo com cabelos curtos e um ar inóspito ao seu redor,
Chandra olhou para Lilly quando se aproximou da cela da prisão.
O coração da garota pulou com a menção de uma "deusa de aparência
jovem". Os olhos de Zanis se estreitaram ao chegar à mesma conclusão sobre a
identidade dos intrusos.
"Onde eles estão agora?" "Lutando no foyer do primeiro andar."
"É assim mesmo? Nesse caso, precisamos exterminar as pragas. Eu vou
assumir o comando.
O rosto de Lilly ficou um pouco mais pálido de medo. Freneticamente
chutando as pernas, ela conseguiu colocar seu corpo contra as barras com as
mãos ainda amarradas atrás das costas.
"Você está quebrando sua promessa ?! Você disse que Lady Hestia não
seria prejudicada!
“Ela veio nos atacar. Não é minha culpa se ela for queimada por sua própria
chama.
“Lilly vai convencê-la a sair! Por favor, deixe a Lilly falar com ela…!
"Absolutamente não. Eu não posso permitir que meu amado aliado seja
colocado em tal perigo. Eu aposto que eles estão aqui procurando por você.
A alegação de Zanis de que ele precisava protegê-la era a gota d'água. A
fúria de Lilly se acendeu.
“Lilly se recusa a trabalhar com você se a promessa for quebrada!” “Que
infeliz ...”
Zanis fechou os olhos e caminhou calmamente até as barras de ferro. Com
um sorriso de desprezo nos lábios, ele se inclinou para olhar Lilly no rosto.
“Então não pode ser ajudado. Eu tenho uma garrafa de soma com seu nome
nela. Vou me certificar de que você beba até a última gota.

"-"
Lilly congelou.
"A influência de Soma deve transformá-lo em um servo muito confiável ...
Você ficará feliz em cumprir todos os pedidos que eu lhe der."
O "absoluto" que foi criado por Soma.
Uma bebida impiedosa que transformou os corações das pessoas de Gekai
em uma espiral interminável de êxtase embriagado e desejo insuportável.
Não muito tempo atrás, um gole da mistura foi suficiente para fazer a Lilly
desejar mais do que a própria vida.
"!"
Não se importando se o crânio dela rachasse, Lilly virou a cabeça para
frente na tentativa de infligir qualquer quantidade de dor possível em Zanis.
Dunnnn. Mas as barras de ferro ficaram no caminho. O som reverberou por
toda a cela quando a cabeça dela bateu. O homem apenas sorriu enquanto
observava uma gota de sangue percorrer o rosto da garota, apreciando
completamente cada segundo do ódio que emanava dos olhos da garota.
“Chandra, mantenha o Erde aqui para mim.” “Humph…”
O anão não respondeu à ordem de seu líder, apenas virou as costas para a
cela da prisão e sentou-se. Zanis apenas deu de ombros em resposta antes de
desaparecer da linha de visão de Lilly.
Ela queria gritar, levá-lo para voltar, mas nenhuma palavra sairia de sua
garganta trêmula. O homem estava planejando quebrar sua promessa e até
pretendia transformá-la em nada além de seu bêbado bêbado desde o começo.
Maldito tudo! Lilly rangeu os dentes e decidiu que agora era a hora de sair
do celular.
A única razão para ela ficar foi embora. Ela teve que ajudar Lady Hestia e
os outros a escapar.
"...!"
Ela trabalhou seu caminho no ponto cego de Chandra e começou a puxar
vigorosamente suas amarras.
Mas o anão apenas ficou lá sentado, tomando goles de vinho da cabaça
amarrada às costas. Os fios penetravam cada vez mais fundo em seus pulsos
enquanto ela lutava. Ela recorreu a todos os truques que aprendeu como ladrão
- incluindo como disparar silenciosamente sua magia. As garras de um
lobisomem cresceram em seus dedos, permitindo que ela soltasse o aperto dos
fios apenas o suficiente para liberar suas mãos.
No entanto, ela manteve as mãos atrás das costas para esconder o fato de
que ela era

solto. Agora tudo o que restava era descobrir como escapar sem que o
guarda percebesse.
A mente de Lilly acelerou enquanto tentava encontrar uma maneira de sair
da cela sem chamar a atenção de Chandra.
Mas foi o anão que falou. "Você quer sair, sair."
Lilly ficou chocada.
Chandra nem sequer se preocupou em olhar para ela, apenas envolveu a
palma da mão enorme em torno da fechadura da cela e puxou-a para fora da
moldura da porta.
"Por que ... você foi contra a ordem do Sr. Zanis?" "Eu odeio sua coragem."
A repugnância em sua voz era mais intensa do que os sons de batalha
caindo do andar de cima.
“Eu vim a esta cidade porque ouvi que podia beber o mais delicioso vinho
por aí. Foi assim que encontrei esta familia. Mas agora não é mais do que o
brinquedo desse homem. Nenhuma quantidade do vinho do nosso deus pode
me satisfazer.
Lilly olhou para o lado do anão quando ele tomou outro gole de sua cabaça.
Chandra Ihit, um aventureiro da classe alta no Nível 2, igual ao Zanis.
Nunca uma vez ele estendeu uma mão amiga quando Lilly estava sozinha e
atormentada por outros membros da Familia. Ao mesmo tempo, ele nunca
havia participado.
“Tenho a sensação de que você o odeia tanto quanto eu. Então, eu estou
olhando para o outro lado.
Ele deu outra olhada por cima do ombro. Os profundos olhos castanhos de
Chandra encontraram o olhar castanho de Lilly.
Lilly decidiu acreditar em seu desejo simplista de um vinho delicioso e
aproveitou a oportunidade.
"Muito obrigado."
Depois de uma rápida demonstração de gratidão, Lilly saiu correndo da
cela.
Ser contido e trancado por três dias tinha afetado seu corpo. Tropeçando em
seus pés várias vezes, Lilly subiu as escadas até a superfície o mais rápido que
pôde.
“… ?!”
Ela surgiu no final de outro longo corredor de pedra, mas os sons da batalha
vinham do outro lado da parede.
O choque de metal no metal, gritos desesperados e gritos de dor - cada

O som era como uma faca no coração de Lilly. Ela não aguentou. Olhando
em volta para encontrar um caminho, seus olhos conseguiram captar a luz que
entrava pela janela do outro lado do corredor. Ela não perdeu tempo em chegar
lá.
A janela era ligeiramente mais alta que a cabeça e barrada como a cela
estava abaixo do solo. Ela pulou do chão, agarrou as barras e enfiou a cabeça
entre elas.
"Sr. Welf, senhorita Mikoto, também… ?! ”
Apesar de sua visão muito restrita da batalha, Lilly viu muitos rostos
familiares envolvendo o Soma Família em combate.
O pátio interno era largo e cheio de pilhas de caixas, algumas das quais se
estendiam até o teto. No entanto, a área estava absolutamente inundada de
inimigos. Welf e Ouka protegiam as linhas de frente, Mikoto fornecendo
proteção cega. Nahza e Chigusa os apoiaram de uma pequena distância. Todo o
grupo deles foi forçado a entrar no canto do pátio pelo aparentemente
interminável ataque de Soma Família.
A maioria de seus inimigos eram aventureiros de classe baixa, mas seus
números eram impressionantes.
“Por favor, saia daqui! Corra, depressa!
O rosto de Lilly ficou azul enquanto ela usava todo o ar em seus pulmões,
implorando para eles.
Havia apenas uma razão pela qual essas pessoas gentis haviam penetrado
tão profundamente no território inimigo: ela. Todo o dano que eles sofreram,
cada ferimento que sofreram foi culpa dela.
Ela gritou com toda a sua força na esperança de que a batalha parasse.
Acontece que Hestia estava segurando a cabeça com as duas mãos atrás de
uma caixa de armazenamento perto da mesma janela e ouviu os gritos de Lilly.
“Senhorita Partidária ?!” “Lady Hestia!”
Nahza estava usando uma pilha de caixas como capa; Hestia estava ainda
mais atrás dela. Mantendo a cabeça baixa, Hestia foi até a janela da Lilly.
Os dois foram reunidos, cara a cara através de um buraco na parede de
pedra grossa. “Não se preocupe com a Lilly! Por favor, fuja agora!
"Eu não posso fazer isso! Eu não vou sair daqui até você vir com a gente! ”
"PORQUE?! Lilly não causará mais problemas! Lady Hestia não será
arrastada para mais situações ruins sem a Lilly! Então por favor…!"
As duas moças discutiram de um lado para o outro, ficaram ou
atravessaram as barras de ferro da janela até que Hestia gritou de volta:

"Vamos enfrentar a Apollo em um jogo de guerra!"


“É um cerco do castelo! Dois Familias vão colidir com a força total!
Lilly estava perdida por palavras quando ouviu a explicação de Hestia.
O pensamento de Hestia Familia, que tinha apenas um membro, assumindo
a força total de Apollo Familia em um jogo de guerra era inacreditável. Bell
teria que atacar um castelo sozinho?
Hestia parou por um momento para recuperar o fôlego, sem tirar os olhos
da espantada Lilly.
"Estou fazendo tudo que posso para dar a Bell uma chance de ganhar!"
“Agora, aquele garoto está passando pelo inferno para se preparar para o
Jogo de Guerra! Mas isso não será suficiente! Nós precisamos de você! É
impossível, a menos que você esteja com a gente!
-O que é que foi isso?
Eles precisam da Lilly para ganhar o jogo de guerra?
Ela não acreditava nela. Lilly sempre mantinha outras pessoas de volta -
como ela poderia ser a chave para a vitória?
Outras pessoas a usavam como capacho, aproveitavam-na a cada passo e
roubavam muitas coisas dela. Como poderia uma garota presa nessa realidade
sombria ser de alguma utilidade?
Por que ela valeu a pena salvar? Hestia estava falando besteira.
“Não podemos vencer sem você! Tem que ser você, mais ninguém! ”A
jovem se opôs.
Ela nunca havia sido necessária antes, e ainda assim essa deusa disse que
sim.
Aquele menino foi o único que a ajudou, que já disse que ela era necessária
- agora era hora de ajudá-lo.
Hestia queria que Lilly viesse ao auxílio de Bell.

"Por favor, ajude-nos a ajudar Bell!"

Ela correu.
Ela correu como se tivesse sido atirada de um canhão.
Os pedidos de Hestia em replay no fundo de sua mente, ela atravessou as
escuras portas do corredor de pedra da instalação de armazenamento da Soma
Família com apenas um som.

Não era algo que a pequena Lilly devesse ser capaz de fazer. Como ela
poderia ser capaz de salvar Bell? Hestia superestimou seu valor apesar de sua
divindade.
Mas…!
Ela disse que a Lilly era necessária. Ela pediu a ajuda de Lilly. Ela queria
Lilly, mais ninguém.
Ninguém nunca a quis antes, ninguém precisava dela. Mas agora havia.
"Wah ...!"
Sua visão turva, a cabeça febril. Seu peito estava tão apertado que suas
costelas podiam estrangular seus pulmões.
Não havia como descrever o ataque de emoções que a atravessavam. Seu
único desejo agora era ajudar Hestia e aqueles que lutavam por ela no pátio. E
para fazer isso, ela teve que se mudar.
Com Zanis no comando, só havia uma maneira de parar essa batalha: apelar
para a única pessoa com mais autoridade na Familia do que seu líder, o deus
Soma. Lilly procurou desesperadamente através de suas memórias do dia em
que ela foi trazida para cá e lembrou-se de ver a divindade no prédio. Ele
também era sua única esperança de ser liberado de seu contrato com a Família.
Ela teve que persuadir Soma.
Ela usou suas memórias para juntar um pequeno mapa da instalação. Havia
uma torre de observação que dava para a entrada das celas subterrâneas. Ela
estava quase certa de que o quarto mais alto desta torre pertencia ao próprio
Soma. É onde ela o encontraria.
Deixando lágrimas claras em seu rastro, Lilly correu para encontrar a
escadaria que levaria a seu deus.

"Eles não sabem quando desistir ..."


Zanis observou a batalha no pátio se desdobrar do telhado da instalação de
armazenamento.
A adega de vinhos soma de Soma Família era uma torre central na frente
com mais cinco torres de cada lado, abrangendo um pátio aberto abaixo. Seus
subordinados estavam se envolvendo com intrusos que haviam sido forçados
sob uma das torres de observação no canto do pátio.

Zanis riu para si mesmo enquanto o grupo de menos de dez tentava


desesperadamente lutar. Ele silenciosamente os aplaudiu por chegar tão longe,
apesar das chances esmagadoras.
Se ele conseguisse capturar a jovem deusa abaixo, seria fácil conseguir um
acordo lucrativo com a Apollo. Ele já estava elaborando os detalhes mais sutis
em sua mente enquanto ordenava a seus subordinados que cercassem o inimigo.
"...?"
Zanis assistiu a batalha como um falcão até que um flash de cor chamou sua
atenção.
Era Lilly, a caminho da torre principal.
O que diabos Chandra está fazendo ?! Ele silenciosamente estalou, sua
bochecha se contorcendo em agitação. Mas seu sorriso voltou um momento
depois.
"Interessante. O que você acha que pode fazer?
Deixando um de seus subordinados de alta patente no cargo, Zanis partiu
para interceptar Lilly.

Lilly percorreu as vastas passagens complicadas da torre principal.


Finalmente, ela encontrou a escada que levava ao segundo andar.
Emergindo dos confins estreitos dos andares inferiores para este novo espaço
aberto, pareceu extremamente libertador. Os corredores mais baixos eram
estreitos e havia muitas portas que davam para pequenas salas e outras
passagens. Ela podia ver o céu azul do lado de fora das janelas abertas e as
lâmpadas de pedra mágica do estilo candelabro eram brilhantes e limpas.
O quarto de Soma ficava no terceiro andar.
Todo aventureiro que deveria estar em guarda tinha ido se juntar à luta.
Estava estranhamente quieto.
"Onde você pensa que vai, Erde?"
Uma voz veio de trás de Lilly enquanto corria pelo corredor aberto.
BATIDA!
Uma janela fora de sua linha de visão foi destruída.
Foi Zanis. O aventureiro da classe alta havia quebrado a janela do segundo
andar antes de saltar. Casualmente pisando em cacos de vidro quebrado, o
homem provocou Lilly novamente.
- Ele me encontrou!
Desejando mais velocidade de suas pernas fracas, Lilly virou na esquina e
sumiu de vista.
“A escada nessa direção só sobe?”

"!"
De repente, Lilly sentiu uma pressão atrás dela antes de ser tocada no ombro.
A palma da mão de Zanis foi o suficiente para mandar a garota cair no chão.
Uma dor nauseante tomou conta dela enquanto seu corpo caía para a frente no
chão de pedra.
Lutando por isso, Lilly se levantou e começou a correr mais uma vez. “Fu…
ha-ha-ha-ha-hahahaha ?! Agora, Erde, qual é a pressa ?!
O riso ameaçador do homem soou por trás dela. Lilly franziu a testa e
continuou a avançar.
Um momento depois, a bota do homem entrou direto em suas costelas.
"Agh!"
"Não me diga, você vai tentar se encontrar com Lord Soma? Sem sentido!
Absolutamente sem sentido!
Seu chute mandou-a de cara na direção da parede. Lutando para encontrar o
equilíbrio, Lilly continuou seguindo em frente.
Suas pernas finas atingiram seu limite e Lilly teve que empurrar a mão para
a parede para se segurar.
"O que faz você pensar que ele vai te ouvir? A única coisa que nosso deus se
importa é o seu vinho!
"Ighhh ...!"
“Runts como você não são nada além de ruído de fundo para ele! Não
importa o quanto você o reverencie, pedir ajuda deixará você sem nada além de
desânimo! ”
Deixou Lilly ganhar distância antes de alcançá-la e golpeá-la novamente.
Então ele faria mais alguns insultos e repetiria o processo várias vezes. Seja
seus punhos ou seus pés, um golpe foi o suficiente para enviar o pequeno corpo
de Lilly voando em qualquer direção que ele quisesse.
Isso se tornaria um jogo para ele. Sua sombra negra iria ultrapassar Lilly,
então ele decidiria como acertar, aproveitar seu grito de dor, e então olhar para
baixo enquanto ela se levantava e continuava seguindo em frente.
Durante todo o tempo, ele comentava com júbilo sobre como todo o esforço
dela era para nada.
"Você é um estranho, Erde! Eu pensei que você fosse mais esperto do que
isso! Eu gostei desse olhar frio em seus olhos, como você odiava o mundo e
tudo nele!
Em seus dias mais sombrios, ela tentara muitas vezes escapar do abismo
apenas para ter sua conexão com Soma Família a arrastando de volta. A casca
de um homem que era Zanis zombava de Lilly.
No entanto, as lágrimas nos olhos de Lilly não foram causadas pelo seu
escuro

passado, mas pela dor que percorre seu corpo. Ela nunca iria mostrar
lágrimas de tristeza novamente. Ela já havia derramado muitos.
Superando os ataques físicos e verbais de Zanis, Lilly insistiu. Avance,
avance até que ela finalmente encontrou a escada e subiu para o terceiro andar.
Havia apenas algumas paredes neste andar, fazendo uma grande sala com
uma área separada - o quarto particular de Soma. Lilly canalizou toda a força
que tinha nas pernas e fez uma pausa para isso.
“Três, dois ... WHAM!” “AGUHH!”
Zanis fez uma contagem regressiva e anunciou seu próprio chute, acertando
Lilly entre as omoplatas com toda a sua força. O corpo da garota chicoteava no
ar como uma boneca de pano.
No entanto, seu chute a levou para a porta da câmara privada. Lilly cruzou
os braços sobre o peito e usou esse impulso para abri-lo.
SLAM! Lilly caiu na câmara quando as portas rangeram nas dobradiças
depois de bater nas paredes de ambos os lados.
"..."
Soma estava lá.
Ele ficou na frente da ampla varanda, cuidando de muitos tipos diferentes de
plantas crescendo à luz do sol.
Ele não prestou absolutamente nenhuma atenção aos sons da batalha fora da
janela ou até mesmo à entrada barulhenta da Lilly. A quantidade de água que
cada planta recebeu, futuros ingredientes para o seu vinho, era a única coisa em
sua mente no momento.
“Senhor Soma! Senhor Soma! Por favor, ouçam o que Lilly tem a dizer!
A divindade ficou de costas para ela enquanto Lilly tentava tirar o corpo
ferido do chão de pedra.
No início, o deus continuou trabalhando em seu manto um pouco sujo,
apesar dos pedidos de Lilly até finalmente se virar com um olhar um pouco
irritado em seu rosto.
Zanis tinha entrado na câmara - era ele quem Soma olhava através de sua
longa franja.
“Isso é muito incômodo, Zanis. Deixei todos os assuntos triviais em suas
mãos. Ignorada por seu próprio deus. Lilly ficou chocada.
Zanis gostou do olhar em seu rosto sem fim, alegremente rindo baixinho. Ele
manteve os olhos na menina e disse:
“Peço desculpas pela brusquidão, Lord Soma. Parece que um Lilliluka Erde
deseja falar diretamente com você. Você não vai lhe emprestar seus ouvidos?
Zanis falou com um tom calmo e quase zombeteiro, como se soubesse o que
era

prestes a acontecer.
Parecendo ainda mais perturbado, Soma desviou o olhar para Lilly. A garota
conseguiu forçar seu corpo dolorido a se ajoelhar.
“Eu imploro, Lord Soma. Por favor, traga um fim para a batalha que
acontece fora
- Por favor, salve Lady Hestia e aqueles que lutam ao lado dela! Por favor
por favor…!"
A bochecha de Soma se contraiu como se a voz de Lilly tivesse ferido seus
ouvidos. Ele lentamente endireitou os ombros na frente dela.
Ele abriu a boca para falar, mas a expressão em seu rosto mostrou que ele
acreditava ser uma perda de tempo.
“Quais são as palavras de uma criança que sucumbe ao vinho tão
facilmente?”
Lilly ficou em silêncio depois de ouvir as palavras monótonas de Soma. Um
frio frio varreu suas veias.
Mas foi o olhar em seus olhos que fez isso, fez Lilly perceber a verdade.
Soma ficou desapontado. Desapontado com seus próprios seguidores,
desapontado com o mundo de Gekai.
O Vinho Divino, soma, fez com que Soma Familia desmoronasse por dentro.
Assim como ele disse antes, as crianças sucumbiram ao poder da bebida que ele
estava dando a elas como recompensa. Eles logo começaram a lutar entre si por
mais, tornaram-se egoístas além da crença.
Do ponto de vista de Deus Soma, tudo o que ele fez foi recompensá-los com
um delicioso vinho por seus serviços. Mas, em vez de lhe agradecer, eles se
voltaram uns contra os outros para um prazer mais bêbado. Ele ficou desiludido
com sua reação primitiva a seus métodos mais refinados.
- Soma não nutria má vontade. Ele não tinha vontade de infligir dor. Nesse
ponto, ele não tinha interesse em seguidores como Lilly. Ele estava
completamente desapegado.
O ser divino que tinha o suficiente do bruto povo de Gekai continuou a
produzir soma e recompensar as crianças que tornaram possível para ele se
concentrar em seu ofício.
"As palavras das crianças que sucumbem são ... irrelevantes".
Os olhos de Soma, pretos como tinta, finalmente foram apontados na direção
de Lilly. No entanto, o rosto de Lilly não se refletia neles, apenas uma decepção
vazia.
Lilly permaneceu imóvel, incapaz de encontrar qualquer palavra diante do
olhar frio de seu deus. Foi Soma quem se mudou primeiro.
Ele pegou uma garrafa de vinho branco de uma das prateleiras embutidas na
parede de sua câmara.
Lilly assistiu em silêncio estupefato quando Soma pegou um copo de um
diferente

prateleira e disse-lhe:
"Se você pode dizer a mesma coisa depois de beber isso, eu vou ouvir."
- Ela não conseguia respirar.
A divindade derramou o vinho no copo, seu aroma fresco e doce encheu a
sala. Ele segurou o copo para ela. Lilly olhou para o próprio reflexo na
superfície do líquido branco.
Vinho Divino.
Sua garganta se apertou. O suor escorria pelo seu rosto. O copo quase
escorregou de suas mãos quando ela tentou segurá-lo com as duas mãos.
Memórias dos dias sombrios, quando ela estava sob a influência do poder de
soma, invadiram sua mente. Ela olhou de novo para Soma, os ombros tremendo
de medo. O rosto do deus estava vazio de emoção enquanto ele a observava por
trás de sua franja.
Zanis observou todos esses eventos se desenrolando, sorrindo como se
tivesse visto isso acontecer. "Ah, aah ...!"
Lilly se levantou com as pernas instáveis.
Sua respiração muito superficial e cambaleante, ela deu outra olhada no copo
em suas mãos.
Ela não tinha escolha. A fim de salvar Héstia, a fim de finalmente romper
seus laços com essa Família, ela não teve escolha senão beber.
Lilly levou o copo aos lábios, as mãos trêmulas e as palmas das mãos
úmidas. Este vinho uma vez transformou Lilly em pouco mais que um monstro.
Isso roubou sua vida dela, causou todos os seus problemas.
Sob os olhos atentos de Soma e Zanis, Lilly abriu a boca e bebeu.
"-"
O mundo entortou em torno dela em um piscar de olhos.
Uma ilimitada euforia bêbada a envolveu. A felicidade era intensa o
suficiente para dobrar sua consciência.
Tink! O copo caiu de suas mãos, bateu no chão e rolou para longe.
Seus braços e pernas estremeceram. Ela não conseguia ficar de pé e caiu de
joelhos como uma marionete cujas cordas acabaram de ser cortadas.
Calor agudo encheu suas bochechas quando seus olhos ficaram fora de foco
... Lilly riu. "... ah ..."
O sabor do vinho mais delicioso da existência fez seu coração derreter.
Soma viu o espírito da garota desaparecer e virou as costas para ela sem
pensar duas vezes. As orelhas de Lilly pararam de captar os sons ao seu redor,
com apenas

uma exceção: o riso de sangue de Zanis.


O contentamento avassalador espalhou-se por todo o corpo dela. Memórias
brilhou diante de seus olhos antes de desaparecer novamente. Nada dentro desta
sala importava para ela, valia a pena ver. Até mesmo seu propósito de estar
aqui, por que ela estava tão determinada a beber o soma, parecia nada mais do
que um pensamento passageiro. Tudo o que fez a Lilly que ela foi evaporada em
um instante.
Ela viu tudo na sala com um tom branco. Seu corpo, mente e espírito
estavam quentes.
Para baixo, para baixo, ela foi.
Então, assim que o branco estava prestes a abraçá-la, ela viu alguma coisa.
Um menino, um menino sorridente.
"-"
Sua ânsia se intensificou. O animal que exigia soma dentro dela estava
prestes a assumir.
Mas em meio a todo o branco ao seu redor, ela viu como o garoto sorria
quando ele a salvou naquele dia.
Permaneceu no fundo de sua alma, mesmo depois de todo o resto ter sido
apagado.
Seu sorriso ficou com ela. "..."
Uma única lágrima rolou lentamente pela bochecha dela.
Sua boca aberta e aberta sorriu por um momento antes de enfraquecer
novamente. A cabeça de Lilly começou a subir.
O calor do sorriso do menino despertou seu coração, encheu-a de nova
emoção e fez com que uma lágrima fosse derramada.
Lilly havia retornado. "……Por favor."
Não muito som escapou de seus lábios, mas foi o suficiente para parar Soma
em suas trilhas.
Um momento depois, ele se virou com vigor.
Sua longa franja saiu do caminho, revelando seus olhos negros. A figura
trêmula de Lilly refletiu dentro deles.
"…Pare por favor."
Suas palavras estavam ficando mais claras.
Soma e Zanis observaram incrédulos. Lilly fez contato visual com Soma.

"Lilly está te implorando - pare a briga!"


Suas palavras permaneceram inalteradas enquanto mais lágrimas escorriam
pelo seu rosto. "Wha…"
Ela não sabia se aquele som vinha de Soma ou de Zanis. Ela perseverou.
Lilly manteve os efeitos do soma.
Inúmeras pessoas haviam caído sob seu feitiço, tornando-se pouco mais que
selvagens no processo. E ainda assim essa menina pequena e frágil não tinha.
Não importava que o status dela fosse baixo, que o corpo dela era fraco. Ela
derrotou soma com pura força de vontade.
“Lilly quer salvar essas pessoas!”
Ela gritou seu mais sincero desejo tão alto quanto podia. Ela não parecia
diferente de uma criança chorando.
Ligações com seus aliados haviam sido forjadas no fogo, e ela era uma fênix
emergindo da chama, guiada por elas.
“Lilly sabe, mesmo sem nenhum deus dizendo, Lilly sabe que ela nasceu
para esse momento!”
Era altamente improvável que Lilly fosse esquecer.
Mesmo que ela tenha morrido e renascido muitas vezes, mesmo nas
profundezas do inferno ...
Lilly nunca esqueceria o sorriso no rosto daquele menino.
"Todo erro que a Lilly fez foi em preparação para este dia!"
O calor das mãos que se estendiam para ela, a gentileza de seu abraço.
Ela nunca esquecerá o sorriso de quem a resgatou.
A imagem que havia sido gravada em sua alma nunca iria desaparecer.
"Desta vez, é a vez de Lilly salvá-lo!"
O rosto sorridente e o calor de Bell enchendo cada canto de sua mente, Lilly
gritou mais uma vez.
Ela não havia esquecido todos os erros que cometera e as áreas cinzentas de
seu passado. Essas lembranças lhe davam forças para continuar gritando.
"Por favor, traga um fim a esta batalha!"
A voz de Lilly era alta o suficiente para ser ouvida do lado de fora da torre.
“……”
Soma ficou de pé, sem piscar os olhos fixos na garota.
Deuses não cresceram ou sentem angústia de qualquer tipo. Foi difícil
compreender o que acabou de se desenrolar.
Ver uma pessoa de Gekai mudar diante de seus olhos pela primeira vez

Soma sem palavras. "De jeito nenhum…?!"


Zanis sentiu perigo na expressão no rosto de seu deus. Seu sentimento de
invencibilidade desapareceu, ele implorou à divindade.
"Lord Soma, você não deve ouvi-la! Nossa Família está sob ataque! ”“
Quieto, Zanis. ”
Soma se virou sem nem olhar em sua direção.
Zanis ficou em silêncio, o rosto se contorcendo ao saber que não havia
chance de um contra-argumento. Soma fez contato visual com a Lilly mais uma
vez.
Seus olhos cor de tinta refletiam claramente o olhar da jovem. Então ele
caminhou em direção ao final de sua câmara e abriu a grande janela.
A garrafa de vinho vazia ainda na mão, Soma saiu para a varanda. Ele podia
ver a batalha no pátio abaixo dele. De pé ao lado do corrimão, ele ergueu a
garrafa bem acima de sua cabeça e a jogou no pátio.
Girando de ponta a ponta, a garrafa enviou chamas de luz do sol brilhando
por toda a batalha antes de bater no meio dela.
O som estridente fez todos os membros da Soma Família pararem.
Cada cabeça no pátio virou-se para a varanda, esperando com a respiração
suspensa.
"Pare de lutar."
Soma olhou para o resto de seus seguidores enquanto ele fazia sua
declaração.
Os membros da Soma Familia foram surpreendidos por uma ordem direta de
um deus que nunca demonstrou qualquer interesse em outra coisa senão o seu
hobby antes. Ninguém sequer considerou ir contra isso.
Ignorando os comandos de Zanis, eles ouviram um poder maior e abaixaram
suas armas.
“Soma mudou por conta própria…?”
Um silêncio inquieto desceu sobre o campo de batalha. Zanis não podia
acreditar no que estava vendo, com os olhos grudados nas costas de Soma. Ele
balançou a cabeça de um lado para o outro, recusando-se a aceitar o que estava
acontecendo. Sua máscara de inteligência refinada quebrou mais uma vez, os
músculos por todo o corpo começaram a tremer nervosamente.
Ele balançou na ponta dos pés - BANG! As portas principais da base da torre
foram acionadas. Os ombros dele flexionaram.
Sabendo que os intrusos logo chegariam, Zanis olhou ao redor da sala em
pânico. Seus olhos se estreitaram assim que viu Lilly no chão.
"Maldito! Pelo menos me dê o prazer de cortá-lo antes ... Zanis saltou para
Lilly como uma fera capturando sua presa.

O homem só a tinha visto como possível lucro; ele a capturou por ganância.
Sua avareza o fez atormentá-la e agora ela estava fisicamente fraca demais para
fugir ou se defender. Ela era a razão pela qual seu mundo perfeito tinha
desmoronado. Retirando uma pinça do punho em seu cinto, ele sorriu para si
mesmo, acreditando que ela deveria ser punida pelo que fizera a ele. Ele
estendeu a mão esquerda.
No entanto, pouco antes de seus dedos chegarem ao colarinho dela ... Uma
flecha foi disparada contra o peito dele.
"!"
Zanis mal conseguiu evitar o ataque que vinha de fora da janela.
A flecha enterrou-se na parede atrás dele, fazendo uma pequena teia de
rachaduras na pedra. Zanis olhou para trás em choque.
Ali, de pé em cima da torre de vigia mais próxima, estava um chienthrope
empunhando um arco longo.
"Estou pronto! Fogo longe! "" Você não tem que me dizer.
Zanis ouviu a voz de um jovem e viu um lampejo de ouro quando o
chienthrope tirou uma nova flecha e prontamente a deslizou sobre o arco. Ela
puxou essa nova flecha dourada para trás, mirou e disparou em um movimento
rápido. Mas ela não estava mirando Zanis. A flecha mergulhou fundo na parede
de pedra ao lado da varanda.
O homem teve apenas um momento para se sentir surpreso - viu um arame
muito grosso preso ao final da flecha. Sua surpresa se transformou em
descrença.
Como se para confirmar seu medo mais selvagem, um jovem de cabelos
ruivos e uma grande espada por cima do ombro correu pelo fio na direção dele.
"!"
O homem ruivo manteve o equilíbrio, fazendo alguns movimentos muito
acrobáticos enquanto corria pela ponte de arame que ligava as duas torres. O fio
se manteve firme sob seu peso. Espada equilibrada em seu ombro, Welf
rapidamente alcançou a sacada, saltou sobre a silenciosa cabeça de Soma e
aterrissou bem em frente à janela.
A jaqueta preta do ferreiro se desenrolou atrás dele quando ele entrou na
câmara e parou na frente de Zanis e Lilly, ambos com olhares de espanto.
"É hora de você voltar, Li'l E." Welf… ”
"Estamos saindo daqui."
Welf apertou o queixo, sorrindo para Lilly antes de se virar para Zanis.
"Eu vim para recolher este. Eu tenho um parceiro que está esperando por ela.
”“ Rrrgh - Como você é! ”Zanis acusou sem hesitação, brandindo
sua arma alta no ar. Welf segurou sua própria arma na mão direita e correu
para encontrá-lo.
Um florete contra uma espada em um duelo.
As duas lâminas colidiram em uma chuva de faíscas, o sino de abertura.
"Venha para mim, ferreiro!"
Com a ferocidade de um louco, Zanis entrou em um golpe para frente antes
de chicotear sua lâmina e em uma fatia ascendente.
Tudo o que ele conseguiu fazer foi tirar uma pequena fatia da jaqueta preta
de Welf. Era um ataque que teria espetado qualquer aventureiro de classe baixa,
mas o jovem se esquivou e usou esse ímpeto para cortar sua própria espada na
diagonal em direção ao oponente. Zanis foi incapaz de entrar em seu próximo
ataque.
Ambos os aventureiros de nível 2, eles combinaram um com o outro golpe
por golpe, e seus movimentos gradualmente aumentaram a velocidade.
As ondas de choque geradas no impacto foram fortes o suficiente para fazer
Lilly se inclinar para trás enquanto os ecos de suas lâminas se chocavam na
câmara. Welf desviou os golpes de Zanis e chutes altos com a armadura em seu
braço esquerdo, não permitindo que nenhum ataque acertasse em casa.
Zanis usou sua raiva para alimentar um ataque de cortes.
Welf segurou seu chão, usando sua espada como um escudo altamente
móvel, apesar de seu peso.
Considerando as armas que os combatentes estavam usando, Zanis tinha
várias vantagens. Ele sabia que a velocidade estava do seu lado e ele poderia
usá-lo para dominar seu adversário ruivo. Welf calmamente leu seus
movimentos e estreitou os olhos.
"Difícil de intimidar um aventureiro da classe alta."
As costas, os ombros e os braços de Welf se acenderam no mesmo momento.
A lâmina enorme girou em torno do corpo do jovem em um poderoso arco.
Ele enfrentou o corte descendente de Zanis, dominou-o e mandou o rapier voar.
"-"
O tempo parou para Zanis.
Suas técnicas e manobras eram inúteis em uma disputa de força - um
"guerreiro ferreiro" como Welf não estava disposto a cair nos mesmos truques
que os aventureiros que se baseavam em um alto Status ignorariam.
Lilly ouviu a jaqueta preta de Welf balançar enquanto o homem fechava a
distância entre
ele e seu adversário artificialmente rígido.
Vendo tudo em câmera lenta, Zanis tentou pular para fora do caminho, mas
observou impotente o pé esquerdo de Welf colidir com seu peito.
Então ele viu a lâmina piscar quando girou.
Welf tinha segurado a arma de modo que a extremidade sem corte estivesse
de frente para o inimigo.
“Desleixado. Essa sua arma está chorando.
Com isso dito, Welf levou a lâmina inteira para a frente em um arco
ascendente direcionado para a cabeça de seu oponente.
“GHEEEEE—!”
O golpe atingiu Zanis com tal precisão que ele dividiu seus óculos bem no
meio antes de lançá-lo para trás.
O impulso levou seu corpo direto para a parede, o grito de dor do homem foi
interrompido pelo impacto.
Zanis caiu no chão de pedra como um saco de batatas. A borda romba da
grande espada de Welf deixou uma linha grossa e vermelha no meio do rosto do
homem imóvel. O que sobrou de seus óculos estava no chão ao lado dele.
"Isso deve ser feito", disse Welf ao colocar a lâmina no ombro e olhar para
os olhos brancos de seu inimigo inconsciente.
"Você realmente fez isso ... Não vai ter que beber tanto hoje à noite."
Chandra?
O Chandra da Soma Familia apareceu na câmara e ficou atrás da Lilly,
comentando a vitória do Welf no duelo contra o Zanis.
A expressão hostil de costume em seu rosto, Chandra virou o corpo do
homem e o equipou com algemas fortes que até mesmo os aventureiros da
classe alta teriam dificuldade em quebrar.
“Ele estava roubando soma, usando isso para seu próprio lucro. Merece
algum tempo no slammer.
"O que acontece agora…?"
"Eu vou ter certeza que você não terá problemas. Tudo depende do nosso
deus depois disso ... Talvez agora nossas vozes cheguem a mim.
Aparentemente, Zanis havia seqüestrado a Familia usando o nome de Soma
e punido qualquer um que ousasse dizer algo contra ele. Agora que sua traição
havia sido exposta bem na frente dos olhos de Soma, Chandra sentiu que a nova
era estava prestes a começar.
O próprio deus ainda estava na varanda, avaliando o estrago em seu quarto -
mas seu olhar sempre voltava para Lilly.

"Você está bem, partidário?" "Lady Hestia ..."


Não demorou muito para que Hestia e os outros aventureiros liderados por
Mikoto e Ouka chegassem ao terceiro andar da torre principal.
Realmente grata a Lilly por todo seu trabalho duro, os dois fizeram contato
visual por um momento antes de Hestia se aproximar para falar com Soma.
"Eu gostaria de fazer um acordo para o torcedor, Lilliluka Erde, para se
juntar ao meu
Familia.
"..."
Soma permaneceu em silêncio na sacada enquanto Hestia parava logo antes
da janela aberta, nenhum dos dois piscando.
“Por favor, aceite essa faca como garantia para pagamento.” “L-Lady Hestia,
isso é ?!”
"Está tudo bem. Eu conversei com o Bell. ”
Lilly engasgou quando viu a deusa estender a faca Hestia e entregá-la a
Soma.
“Essa faca é uma arma muito cara. Se perdermos o jogo de guerra, você
pode ganhar muito dinheiro por isso.
"..."
"Mas se vencermos, compro-a de volta com o dinheiro da nossa recompensa
... vou fazer com que a Apollo pague por ela na íntegra. Assim que tiver o
dinheiro, vou pegar minha faca de volta.
Ela explicou que se Hestia Familia ganhasse o jogo de guerra, ela planejava
tirar uma grande quantia de dinheiro de Apollo. Soma segurava a arma nas
mãos, passando o polegar pelo logo engravαιστος gravado em sua bainha. Ele
olhou-a.
“De fato, isso é mais do que satisfatório. Ela pode deixar minha família.
”Seus lábios mal se moviam enquanto falava com Hestia.
Welf, o grupo de Mikoto, e Chandra ficaram quietos na porta enquanto
Soma mais uma vez olhava para Lilly.
Gravemente ferida e ainda sangrando, ela conseguiu fazer contato visual. Os
dois ficaram parados até que finalmente uma resposta foi ouvida.
Soma mudou sua postura para encarar Hestia de frente e assentiu, dizendo:
"Eu aceito".

Hestia, Soma e Lilly foram para o segundo andar da torre principal,


deixando

todos os outros para trás.


Todos os três entraram em uma pequena sala que não tinha janelas. Não
havia necessidade de se preocupar com qualquer informação que estivesse
sendo exposta a olhos ou ouvidos intrometidos. Os três se puseram a
trabalhar na penumbra.
Lilly se sentou em uma cadeira, tirou a blusa e expôs o status nas costas.
Soma fez um pequeno corte no dedo e passou pelos hieróglifos, o ichor em
seu sangue fazendo as marcas brilharem.
Seu dedo fez movimentos rápidos através de sua pele, como se
desembaralhando um quebra-cabeça. Os hieróglifos brilhavam mais
intensamente a cada momento até que cada marca começou a piscar.
Agora foi a vez de Hestia. Picando seu dedo, ela adicionou seu próprio
ichor à mistura, gradualmente apagando vários hieróglifos enquanto sua cor
se desvanecia. As marcações indicando o contrato de Soma desapareceram
de vista quando o nome e os símbolos de Hestia se gravaram acima do nome
de Lilly no topo de seu Status.
Conversão.
Uma cerimônia que permitiu que uma criança de Gekai fosse transferida
de uma Familia
para outro.
Um anel de luz percorreu o status da garota, fazendo com que parecesse
um epitáfio na sala mal iluminada. As marcas de Hestia Familia brilhavam
no topo.
Daquele momento em diante, Lilly era agora uma das seguidoras de
Hestia.
“Lady Hestia… isso é realmente bem? Usando a preciosa arma do Sr.
Bell em um ofício para a Lilly ...?
"Perfeitamente bem. Tudo voltará ao normal se vencermos o jogo de
guerra.
E nós precisamos de você para ter uma chance de ganhar. Não há
problema algum.
Os nervos de Lilly haviam se acomodado consideravelmente, agora que a
cerimônia estava completa e ela estava completamente vestida. No entanto, a
garantia a deixou desconfortável. Apesar disso, Hestia estufou o peito e disse
que tudo daria conta de si.
“Confie em mim, não há problema. Agora vamos lá. ”“ Sim ... ”
Os olhos de Lilly continuaram pulando de uma divindade para a outra.
Hestia colocou as duas mãos nos ombros da garota e a guiou para fora da
porta.
“… Hest… ia?”
"Este sou eu. O que é isso?"
Hestia fechou a porta atrás de Lilly e se virou para encarar o deus que ela
estava encontrando pela primeira vez. Soma nem sabia como pronunciar o
nome dela.

Apenas os dois permaneceram dentro da pequena sala. “… Aquela garota


realmente recebeu minha bênção?”
Mesmo agora, ele se lembrava do olhar forte em seus olhos. E ainda
Soma não tinha memória dela. Hestia era o único que ele podia perguntar.
“Sem dúvida, ela é uma das crianças que sofreu devido ao seu
descontentamento egoísta. Ela é uma garotinha que cresceu forte como
resultado de sua negligência.
Hestia deu um passo além, dizendo-lhe para imaginar quanto Lilly
sofrera depois de ter sido abandonada por seu próprio deus.
O azul em seus olhos se tornou esferas intensas no escuro quando Soma
foi incapaz de responder às acusações dela.
"Você deve pensar muito sobre porque ela mudou, o significado por trás
isto."
Hestia tinha a mão na maçaneta da porta enquanto envolvia sua palestra
com
isso e saiu do quarto.
Soma ficou sozinho com seus pensamentos.
Ele ficou parado em silêncio, as palavras de Hestia passando por sua mente.

Hestia e Lilly se juntaram aos outros na base da torre principal e saíram


Instalações de armazenamento de vinho da Soma Familia.
Miach estava esperando a um quarteirão de distância em caso de
emergência. Juntando o grupo de mais de dez, todos eles correram juntos pelas
ruas de trás.
“Lilly sente muito pelo problema que ela causou ... Obrigado.” “Está tudo
bem ...”
“Não pense nada disso, senhorita Lilly.”
"Isso mesmo ... É bom ver você de novo."
Nahza, Mikoto e Chigusa - com os olhos escondidos atrás da franja como
de costume - responderam ao pedido de desculpas da Lilly.
Welf e o maciço Ouka, segurando uma espada grande e um machado de
batalha sobre seus respectivos ombros, estavam tendo sua própria conversa ao
lado das meninas.
"Esse fio, você trouxe com você?"
“Não, achei na torre. Pensei que poderia ser útil, então eu peguei.
O sol parecia estar sorrindo para eles enquanto todos comemoravam o
sucesso de sua missão.
Lilly se aproximou de Hestia.
“Mas, Lady Hestia, Lilly não entende como ela pode fazer a diferença

o jogo de guerra sozinha ...


Hestia sorriu ante sua confusão e então olhou para o caminho à frente. "Não
é bem assim."
Hestia sacudiu a cabeça quando Miach falou. "Você não vai ficar sozinho."
Tudo o que eles fizeram foi aumentar a confusão de Lilly. Ela inclinou a
cabeça na direção deles e Miach sorriu de volta para ela. Sentindo outro olhar
nela, Lilly olhou para o outro lado para ver Mikoto com um olhar muito
determinado em seus olhos.
Até Welf estava sorrindo para ela.
O grupo chegou a um cruzamento de quatro vias. "Até mais, Li'l E."
"... Lady Hestia, vamos nos retirar daqui."
Welf se afastou do grupo e desceu pelo caminho certo. Ouka, Mikoto e
Chigusa lideraram o grupo pela estrada à esquerda.
Miach, Nahza e Lilly observaram-nas sair do centro do cruzamento quando
uma brisa repentina varreu o backstreet.
Hestia tirou o cabelo preto dos olhos com a mão direita.
Ela olhou para o céu azul, onde o vento soprava em uma nova direção.

"Hmmm - gahhh ..." Takemikazuchi gemeu.


Ele estava andando de um lado para outro dentro de seu próprio quarto em
um prédio antigo projetado para abrigar várias famílias, construído ao lado
de uma rua estreita. O deus vivia ao lado de sua família de seis membros;
esse prédio era a casa deles. Braços cruzados na frente do peito, ele usava
uma expressão preocupada.
"O jogo de guerra ... eu quero ajudar Hestia, mas ..."
O Grêmio já havia anunciado os detalhes do Jogo de Guerra. Takemikazuchi
sabia muito bem que era um estilo de assalto ao castelo e tudo o que isso
implicava.
Seu bom amigo precisava de poder militar e ele queria ajudá-la. Mas ele
estava em um dilema.
Ele deveria transferir um dos seus seguidores para a Hestia Familia com uma
cerimônia de conversão, ou não?
"É impossível para Miach. Ele só tem um e sua Familia entrará em colapso

ela deveria sair ...


Sem membros, o Miach Familia seria desfeito por padrão e revogado pelo
Clã. Miach perderia a reputação e reconhecimento que ele trabalhou tão duro
para ganhar. Havia também a possibilidade de ele ser forçado a vender sua
casa para pagar as dívidas atuais.
Takemikazuchi completou mais uma volta em seu quarto, murmurando para
si mesmo enquanto considerava todas as possibilidades.
“Mesmo entre meus próprios filhos, os únicos dois que poderiam competir
com os filhos de Apollo são Ouka e Mikoto. Chigusa e os outros só as
pesariam ...
Chigusa e os outros três ainda eram aventureiros de nível 1. Apenas Ouka e
Mikoto faziam sentido.
“Ouka é o capitão. Eu não posso mandá-lo ...
O que significaria que a única opção era Mikoto - “Ela estaria disposta a ir
para uma Família diferente…?” Mikoto amava Takemikazuchi Familia
demais.
Ela sempre teve um forte senso de justiça e um desejo de fazer o que era
certo. Ela era capaz de trair Ouka e seus aliados? Havia também a missão
dada a eles por sua cidade natal no Extremo Oriente a considerar - Mikoto
nunca iria abandoná-lo.
"Eu só vou ter que encontrar um jeito de convencê-la ... Afinal, eu sou a
pessoa que quer ajudar Hestia ... Mas espere, se eu fizesse isso ... Ghaaaaaa
...!" Takemikazuchi parou no meio da sala e arranhou sua cabeça com as
duas mãos enquanto ele gemia no teto.
Apanhado em um ataque de indecisão muito antinarista, ele quase não ouviu
a batida do lado de fora de sua porta.
"Senhor Takemikazuchi, é Mikoto ... Posso falar com você?" "Ohh!" A
divindade pulou no local surpresa com a visita da menina.
Mikoto deve ter interpretado sua surpresa como afirmativo e abriu a porta
com uma leve reverência.
“…? Aconteceu alguma coisa, meu senhor?
“N-não. Está tudo bem. Nada para se preocupar.
A garota inclinou a cabeça enquanto Takemikazuchi rapidamente ajeitava os
cabelos.
Forçando um ar de calma, a divindade fechou a boca e olhou para seu
seguidor. Ela também usava uma expressão aflita semelhante à dele.
Seu cabelo preto e sedoso estava amarrado em seu estilo habitual. No
entanto, ela carregou-se sem o seu nível normal de confiança, ombros
estranhamente

caído. Até seus olhos de cor violeta tremiam quando ela encontrou o olhar
dele.
Os dois ficaram cara a cara em silêncio.
O edifício de tensão, Takemikazuchi cedeu e abriu a boca. "Miki."
"Senhor Takemikazuchi!"
Os dois falaram exatamente no mesmo momento.
Ambos fizeram uma pausa, dizendo: "Minhas desculpas, vá em frente" e
"Fale primeiro, insisto", para frente e para trás.
Mikoto foi o primeiro a aceitar a oferta.
Ela respirou fundo e fez contato visual com seu deus.
Um momento depois, ela se jogou no chão a seus pés. Técnica especial de
Takemikazuchi Familia, o arco prostrado.
“Por favor, me perdoe!” “O-o quê?”
Takemikazuchi ficou surpresa com o súbito apelo de Mikoto, suas mãos,
joelhos e testa nas tábuas do assoalho.
Ela não olhou para cima, apenas levantou a voz para ser ouvida claramente,
apesar de falar diretamente no chão.
"Por favor, permita-me ir ajudar Sir Bell!" Os olhos de Takemikazuchi se
abriram.
“Apesar de quase causar sua morte, eu não fiz nada para compensar minhas
ações! Eu também fiz uma promessa; nós fizemos uma promessa de ajudar
um ao outro! ”
O corpo de Mikoto tremeu quando sua voz assumiu um tom mais sério.
“Esta é minha chance. Eu não posso abandoná-lo em seu tempo de
necessidade ...
O olhar de surpresa gradualmente deixou o rosto de Takemikazuchi
enquanto ele observava seu seguidor mostrar sua alma para ele.
Seus ombros relaxaram, braços pendiam soltos ao lado do corpo.
Então nós dois chegamos à mesma conclusão ...
Ele esteve com ela por tanto tempo e ainda assim não havia previsto como
ela reagiria à situação. Foi vergonhoso.
Takemikazuchi fez uma careta antes que um sorriso genuíno crescesse em
seus lábios. "Ahhh ..." Ele soltou um longo suspiro. Os ombros de Mikoto
tremeram mais uma vez. A divindade olhou de volta para o teto e murmurou
baixinho. "Um ano ... muito tempo."
Mikoto olhou para cima com um sobressalto.
Era uma regra entre Famílias: uma criança que tivesse sido transferida para
um grupo diferente com Conversão não poderia ser transferida novamente
por pelo menos um ano.

Mikoto imediatamente entendeu o que suas palavras significavam. Seu rosto


ficou mais brilhante e brilhante a cada segundo.
“Mas isso vai passar. Aprenda o máximo que puder com os filhos de Hestia
e volte mais forte do que nunca. ”
"-Sim senhor!"
Mikoto trouxe seu punho e palma juntos enquanto Takemikazuchi sorria
para ela.
Por fim, ela deu a ele o emblema da Familia para ele segurar até que ela
retornasse.

Mikoto Yamato se juntou a Hestia Familia.

“…”
Hefaisto sentou-se à sua mesa, examinando uma adaga em suas mãos.
Ela estava visitando uma das lojas de sua Familia, localizada no noroeste da
cidade. Em vez de trabalhar em seu escritório particular, ela estava se
concentrando nessa arma em particular.
Havia uma história por trás de seu criador. Uma criança bastante difícil, suas
habilidades tinham sido pouco polidas no momento em que ele forjou essa
adaga, mas a paixão por seu ofício por si só lhe dava um potencial incrível -
aquela “paixão” podia ser sentida por qualquer um que usasse a lâmina.
A própria Hephaistos pôde senti-la percorrendo-a quando ouviu uma batida
em sua porta.
"Entrar."
Abriu uma das gavetas da escrivaninha ao lado, colocou a lâmina na bainha
e colocou-a no interior.
Fechando a gaveta, Hephaistos olhou para cima e viu a silhueta de um jovem
com uma jaqueta preta de pé na porta: Welf.
"O que é isso?"
Em vez de responder, Welf andou até o outro lado de sua mesa.
Sem demonstrar hesitação, chegou tão perto quanto a mesa permitia e
encontrou o olhar dela.
"Eu vim para dizer adeus."
Ele fechou os olhos e continuou.
"Estou me juntando à Hestia Familia. Por favor, permita isso.

Este não foi um pedido de permissão, mas uma demonstração de força de


vontade e determinação.
Deixar Hephaistos Familia significaria que ele seria proibido de usar seu
logotipo como ferreiro. Apesar de ter alcançado seu sonho de se tornar um
High Smith, finalmente, ele estava disposto a perder o direito de gravar
"Ἥφαιστος" em qualquer de seus trabalhos e deixar Hephaistos para trás.
"E o que faz você pensar que eu permitiria uma decisão tão egoísta?"
"Porque a deusa que eu conheço e ama me censuraria se não o fizesse." Welf
respondeu sem perder o ritmo.
Hephaistos não demonstrou emoção, seu rosto estóico quando ela fez outra
pergunta.
"Você não queria superar o sangue em suas veias, criar uma arma que
excede as espadas mágicas?"
“Enquanto eu tiver um martelo, metal e uma boa chama, posso forjar armas
em qualquer lugar. Aquele que me ensinou foi você.
Mesmo à parte dela, ele trabalharia para espalhar seu nome e alcançar um
patamar mais alto.
Ele respondeu sem hesitar.
“E o que inspirou esse intenso entusiasmo?” Welf ergueu o queixo e sorriu.

"Amizade."
Finalmente, um sorriso apareceu nos lábios de Hephaestus. "Então eu
aceito."
Hephaistos levantou-se de sua mesa e caminhou em direção a uma longa
linha de martelos em uma prateleira atrás dela.
Ela selecionou uma que era da mesma cor carmesim que o cabelo e os olhos
dela, e a pegou.
Ela se aproximou de Welf, ainda de pé em frente a sua mesa, e entregou o
martelo para ele.
“Um presente de despedida. Use bem."
Hefaísta despediu-se com a alma de um ferreiro.
Welf sorriu de orelha a orelha e graciosamente aceitou com um arco.
"Obrigado por tudo."
O tecido de sua jaqueta preta agitou-se quando ele se virou para sair.
Deixando a deusa que ele reverenciava por trás, Welf confiantemente saiu do

escritório.

Welf Crozzo se juntou a Hestia Familia.

“… Então é assim que é. Você se importaria de ajudar de novo? Hermes


ficou de olho no rosto quando ele perguntou.
Eles estavam um pouco afastados de The Benevolent Mistress, dentro do
prédio de madeira onde os funcionários moravam. O elfo Lyu suspirou com
o sorriso forçado de Hermes.
"Deus Hermes, você está me confundindo com alguma criada?" Mas faça
isso para Syr. Bell precisa da sua ajuda!
"Eu gostaria que você se abstenha de usar o Syr como moeda de barganha
..." "S-desculpe, Lyu ..."
"Syr, seu pedido de desculpas é desnecessário."
Três figuras se amontoavam dentro dos aposentos privados de Lyu:
Hermes, Syr e Lyu.
Havia apenas alguns dias antes do jogo de guerra. Hermes fez lobby para
permitir envolvimento externo exatamente por esse motivo, para pedir sua
ajuda.
A condição: disse que alguém de fora deve pertencer a uma Familia fora
de Orario - deve ter a bênção de uma divindade de fora de suas paredes.
Como a deusa de Lyu, Astria, não estava na cidade há algum tempo, não
haveria objeção à participação dela.
Hermes sentiu-se um pouco culpado por ser diretamente responsável por
forçar Bell e Hestia a se desviarem do Castle Siege, extremamente
desvantajoso, e esse era seu jeito de, gentilmente, oferecer sua ajuda.
"Devo lutar, há uma grande probabilidade de que minha identidade seja
revelada durante o jogo de guerra."
"Não se preocupe com isso. Eu vou convencer a todos que você veio de
algum lugar do outro lado das montanhas antes do início da luta. Ninguém
vai acreditar que você é uma garçonete em um bar quando eu terminar com
eles. ”
Vários eventos no passado recente haviam atraído um aventureiro
encapuzado na lista negra do Clã - ainda havia muitos que se ressentiam com
o "Gale Wind". Hermes já tinha um plano para ajudar a mantê-la e as
pessoas que vivem com ela anônimas e seguras.

Lyu suspirou. "Mãe Mia vai me repreender de novo."


De qualquer maneira, o ex-aventureiro não poderia abandonar Bell ao seu
destino. O elfo concordou com o pedido de Hermes.
O quarto em si tinha muito pouca decoração. Lyu andou alguns passos
até a esquina e pegou uma mochila junto com uma espada de madeira.
"Eu vou lidar com a papelada com o Clã. Seria muito mais fácil pular nos
aros se eu tivesse o emblema de sua família. Você ainda o tem?"
"Eu faço. Certifique-se de não perder isso. ”
"Nunca vai sair da minha vista", disse ele com um aceno de cabeça
quando ele pegou o emblema gravado com a espada da justiça e asas dela.
Por fim, Lyu se aproximou de Syr, que segurava sua capa.
“Faça o seu melhor, Lyu. Eu vou ter algo a dizer para mamãe. ”“ Você
tem minha gratidão, Syr. ”
Levantando a corda de sua mochila por cima do ombro, Lyu deu um
sorriso suave.
Hermes e Syr a viram saindo do prédio e observaram enquanto ela
desaparecia na noite.

Lyu Lyon juntou-se ao War Game.

Lâminas se enfrentaram em rajadas viciosas.


Um clarão de prata, avançando a uma velocidade tremenda, foi bloqueado de
frente pelo balanço descendente de uma lâmina carmesim. Faca e sabre
colidiam sob o brilho avermelhado do crepúsculo, os cabelos louros e brancos
de seus carregadores fluíam com a brisa.
A longa sombra do garoto passou pela superfície de pedra, batendo na
sombra da garota várias vezes. Cada vez que ele foi jogado para trás e cada vez
que ele cobrado novamente.
Seu treinamento brutal estava acontecendo no topo da muralha da cidade em
torno de Orario. "Você aprendeu a ... reagir sem ver ..."
"D-você realmente acha que sim ...?" Já era o quinto dia.
Aiz baixou o sabre, sinalizando uma breve pausa na ação. Bell respirou
fundo e deu uma olhada em seu próprio corpo. O que sobrou da luz do sol da
noite iluminou todos os cortes, arranhões, hematomas e sangue seco que
cobriam sua pele. Completamente coberto de suor, a condição do menino
mostrou o quão intensas essas

sessões de treinamento tinham sido.


Depois de reunir suprimentos e montar um pequeno acampamento, Bell
comprometeu-se totalmente a lutar com Aiz. Eles começaram um pouco antes
do sol nascer todas as manhãs e continuaram até as estrelas iluminarem a noite,
aumentando dramaticamente a duração e intensidade de suas sessões desde a
última vez que estiveram aqui. Eles faziam as refeições juntos e dormiam ao
mesmo tempo; Nenhum deles tinha ido à cidade nem uma vez. Uma panela suja
e os restos de um fogo estavam no topo do caminho, dentro da parede de pedra
no peito, um corrimão no lado da cidade da muralha. Três garrafas de água e
três sacos de dormir também estavam na base do corrimão.
Bell tinha os olhos focados nos cortes que cruzavam seu braço quando de
repente
- whoosh! Um sabre veio para eles de seu ponto cego sem aviso prévio. Seus
reflexos instantâneos trouxeram sua arma para o caminho da lâmina que se
aproximava, desviando-a antes que ele pulasse para trás.
Parecendo muito parecido com um coelho, de pé com o ombro esquerdo
mais alto que o direito, ele ficou pronto para o próximo ataque. Aiz parecia
muito satisfeita enquanto assentia repetidamente.
"Adivinhe quem voltou!"
Bell e Aiz se viraram para encarar o dono da voz alegre.
Emergindo da porta da torre que abrigava uma escada que ligava a rua da
cidade estava Tiona com uma mochila muito grande por cima do ombro. Ela
pulou para eles e jogou a mochila aos pés deles no topo do caminho de pedra
com uma luz "Hup!"
“Peguei uma tonelada de carne e peixe! Pão e água também! ”“ Obrigado,
Tiona… ”
"Coisa certa! Ah, Argonauta, estas lâminas funcionam bem para você? Eu
comprei cerca de cinco deles.
"Sim, muito obrigado ... desculpe pelo problema."
Bell estava ao lado de Aiz, com medo, enquanto Tiona retirava as armas de
sua mochila uma após a outra.
Tiona estava suprindo os dois com comida e itens nos últimos cinco dias. Foi
graças a ela que Bell e Aiz puderam se concentrar apenas no treinamento.
Bell não conseguia abalar a sensação de que ele estava se endividando
bastante com a sempre alegre e feliz garota amazona Tiona. Com a exceção de
Ushiwakamaru, ele não podia contar quantas lâminas haviam quebrado ao meio
ou foram danificadas além do reparo durante as sessões de combate.
“Bem, eu ouvi um pouco pela cidade. Primeiro, o jogo de guerra é daqui a
quatro dias.

"Quatro dias…"
"Sim. Isso vai acontecer fora de Orario, então temos que pensar sobre o
tempo de viagem ... eu diria que você tem mais dois dias.
Tiona continuou a transmitir a informação que havia coletado naquele dia.
Sua atualização completa, Bell olhou para o corrimão e através da bela
paisagem urbana.
"Exatamente uma semana ... Deusa."
Os cinco dias de treinamento e mais dois dariam uma semana. Bell disse um
rápido agradecimento a sua deusa, que conseguiu cumprir sua promessa.
Os olhos vermelho-rubi de Bell sorriam; Ele sabia que em algum lugar desta
cidade maravilhosa, Hestia estava sorrindo de volta.
“Além disso, você nunca adivinha o que foi postado no quadro de avisos do
Guild.
Hestia Familia tem alguns novos membros. ”“ Eh ?! ”
"Soma, Takemikazuchi, Hephaistos ... Parece que todos os três deles
transferiram alguém."
Bell lutou para conter sua surpresa e deleite até que Tiona terminasse de
falar. As duas garotas assistiram quando seu rosto se iluminou e lágrimas de
felicidade rolaram pelo seu rosto.
Hestia salvou Lilly, mais Welf e Mikoto estavam vindo para ajudá-lo. Ele
não precisava saber os detalhes porque já entendia. O vazio negro que o corroeu
finalmente se elevou, um novo calor inundou sua alma.
Bell esticou os braços. Ele olhou para Aiz e Tiona com força renovada e
força de vontade, sentindo-se mais forte do que nunca.
"Outra rodada, por favor!"
O olhar em seus olhos fez Aiz e Tiona sorrirem. "Sim…"
"Tente acompanhar!"
As duas garotas entraram na ofensiva sob o céu vermelho.

Três conjuntos de pernas correram com velocidade ofuscante.


Aiz, Tiona e Bell misturaram o ataque com um contra-ataque no espaço
muito limitado no topo da muralha da cidade. Dois punhais, um sabre prateado e
duas espadas incrivelmente largas, golpeadas com impactos, faíscas iluminando
o céu crepuscular.
"Ehsaa!"
Bell fez tudo o que pôde para manter os ataques de dois aventureiros de
primeira classe à distância. Todo o tempo ele não conseguia tirar os olhos das
enormes lâminas no

Compreensão da garota amazona. Apesar de aprender a se defender contra


ataques do lado, saber que outra lâmina exatamente como aquela borda da morte
estava seguindo atrás dela causou arrepios na espinha.
Ele soube imediatamente que as armas foram encomendadas. Vê-la
empunhar as grossas e pesadas lâminas como se não fossem nada mais do que
palavras-chave era o material de pesadelos. A garota amazona sorriu,
praticamente rindo enquanto dançava em cada golpe.
Em vez de tentar se defender contra tal ataque de frente, Bell escolheu sair
do caminho.
Pulando de volta para evitar o primeiro e o direito de se esquivar do
segundo, o garoto conseguiu se livrar. No entanto, Tiona atacou apesar de suas
armas não estarem prontas para atacar.
"Hup!" Girando no ar, Tiona soltou um chute no rosto de Bell. "Geh ?!"
A pele cor de trigo de seu pé descalço enterrou-se em sua bochecha,
enviando o menino voando para trás. Batendo no chão de pedra e saltando
várias vezes, Bell rolou para uma parada misericordiosa.
“Tente não usar poções. Se você fizer um após cada hit, sairá rápido. É
melhor chutar o hábito.
"Eu vou tentar ..."
Tiona se aproximou dele com as espadas sobre os ombros, parecendo asas do
inferno. Aiz não estava muito atrás. Tiona deu-lhe alguns conselhos assim que
viu a mão do menino pegar seu coldre de perna.
“Essa é a coisa sobre ser um aventureiro. Ainda temos que ser capazes de
nos mover mesmo depois que a porcaria tenha sido espancada para fora de nós!

Embora ela estivesse se segurando, o chute de um aventureiro de primeira
classe no rosto pode causar danos imensos. Bell assentiu lentamente quando o
sentimento voltou à sua cabeça. Assim como ela sugeriu, seria uma boa ideia
aprender a lutar bem quando não estiver com força total. A lição literalmente foi
batida nele.
Rangendo os dentes, Bell levantou-se quando Tiona olhou com um sorriso
satisfeito.
"Minha vez."
"!"
A sessão iniciou novamente. Bell foi forçado a usar as duas facas para
repelir o ataque direto de Aiz.
Não só isso, Tiona circulou em torno de seu lado cego e continuou seu
ataque. Dois dos maiores detentores de espadas em Orario não estavam
segurando

técnicas em cima da muralha da cidade. Bell desesperadamente interceptou


cada ataque, desviando as lâminas de seu caminho em constante mudança. No
entanto, ele não veio aqui para aprender a defender. Ele teve que encontrar uma
janela para contra-ataque.
Lutando contra sua própria covardia, Bell surpreendeu a ambos ao avançar.
"!"
A postura de Aiz escorregou levemente.
Seus pés e ombros não estavam na mesma página, movendo-se em direções
diferentes quando Bell entrou em seu ataque. Bell não acreditou na sua sorte. O
corpo feminino da garota tentava recuar, deixando o lado dela bem aberto. Esta
foi a sua chance e ele não hesitou.
Uma oportunidade de ouro - marcar um hit no Kenki.
Apontando para as costelas, Bell deu um rápido passo à frente e enfiou a
adaga na mão esquerda em direção ao oponente.
"Hm"
"-"
Mas Aiz girou seu corpo como um top, armadura um borrão.
Aproveitando sua posição estendida, Aiz facilmente se esquivou da arma e
trocou de lugar com Bell. Agora diretamente atrás dele, ela chicoteava seu sabre
para a frente com menos do que sua força total e pregou a armadura leve
protegendo as costas do menino.
“BuuHA ?!”
"Você mergulhou para a abertura ..." disse Aiz quando Bell pousou no peito
em cima do chão de pedra.
Só então Bell percebeu que era uma armadilha. Ela o iscou e colocou no
coelho como se demonstrasse a destreza de um caçador habilidoso. A cabeça de
Bell atingiu a superfície de pedra em decepção.
O garoto empurrou o chão de pedra para a posição sentada. Aiz se agachou
na frente dele e continuou sua lição.
"Monstros e pessoas lutam de forma diferente ..." "Sim".
"Monstros sempre atacam de frente, com o objetivo de matar ... mas as
pessoas se lêem, mudam sua estratégia."
Ao contrário dos monstros que usavam todo o seu poder o tempo todo, as
pessoas usavam técnicas e experiências para ganhar vantagem em uma luta. Isso
foi especialmente verdadeiro para os combatentes de força e habilidade
semelhantes.
“As pessoas ficam mais fáceis de ler quando vêem uma janela. Assim como
agora.
"...!"
"Guarda é menor quando o golpe final está próximo ... Isso é o que me foi
ensinado." As pessoas ficaram excessivamente confiantes quando viram a
vitória ao seu alcance,
o que significava que eles negligenciaram cobrir seu lado cego.
Isso foi especialmente verdadeiro durante um duelo.
Bell olhou para cima, fazendo contato visual com Aiz quando ela terminou
sua explicação apaixonada.
"Sua melhor oportunidade está no momento em que você foi encurralado.
Não se esqueça.
Bell gravou suas palavras em sua alma.
Aiz estendeu a mão. Bell assentiu e pegou. Ela o puxou para seus pés.
“Que tal um pouco mais?” “Sim…”
"Sim!"
Ambos os combatentes concordaram com o convite de Tiona e sua batalha
esquentou mais uma vez.
Lições dos aventureiros de primeira classe em sua mente, Bell continuou seu
treinamento durante a noite.

Para agarrar a vitória ou resgatar um amigo.


Cada uma das pessoas presas no redemoinho estava tomando suas
próprias ações por suas próprias razões e se unindo.
A cidade de Orario pode parecer calma na superfície, mas a excitação se
construía sob seu exterior plácido.
O jogo de guerra estava se aproximando rapidamente. A cada dia que
passava, os cidadãos comuns da cidade discutiam isso nas ruas, em seus
locais de trabalho e em uma jarra de cerveja em seu bar favorito. O número
de aventureiros indo para o Dungeon caiu dramaticamente, forçando lojas
decepcionadas a fechar cedo. Ninguém parecia querer fazer mais nada. Até
as crianças pareciam sentir que algo era diferente. Muitos deles se reuniram
em parques da cidade empunhando espadas de brinquedo e organizando seus
próprios jogos.
Orario estava em silêncio, mas, sem dúvida, transbordava de excitação.
Ficou mais intenso à medida que o jogo de guerra se aproximava.
Acima de tudo, os mais próximos das pessoas capturadas no redemoinho
tinham

próprias reações como eles assistiram os preparativos se desdobrar.

A cortina da noite caiu sobre a cidade, revelando um céu cheio de


estrelas.
A torre branca no meio de tudo olhava para a cidade enquanto as
lâmpadas de pedra mágica iluminavam gradualmente os arredores.
"Lady Freya, foi concluída como ordenada ... Lady Freya?" Na sala mais
alta da Torre de Babel.
Enquanto Freya ouvia as palavras de seu seguidor, Ottar, ela não
respondeu nem um pouco.
O homem olhou para ela com uma confusão preocupada enquanto ela
passava os dedos pelos longos e lindos cabelos prateados. A deusa sentou-se
em sua cadeira habitual, de frente para a janela, observando algo do lado de
fora com tanta intensidade que Ottar teve medo de que o vidro se derretesse.
"... Fu-fu."
Seus olhos prateados estavam sendo atraídos para uma batalha feroz
acontecendo no topo da muralha da cidade.
O cavaleiro de cabelos loiros e olhos dourados, junto com o guerreiro
empunhando enormes lâminas gêmeas, lutou contra um garoto de cabelos
brancos. Duas mulheres, um homem, três espíritos diferentes "brilhavam"
quando se chocaram. Freya estava curtindo cada segundo disso.
Não sentia pena do menino sempre que ele era lançado no ar pela
amazona ou abatido pelo humano de cabelos compridos.
Isso porque toda vez que o menino se levantava, sua alma brilhava mais
forte. Era como se esse campo de treinamento fosse uma forja e as meninas
eliminassem todas as impurezas, como um ferreiro preparando um metal.
Eles estavam atraindo o brilho claro de sua alma.
Foi esse brilho que originalmente atraiu Freya para ele e manteve seu
interesse até o fim dos tempos. Cada golpe que o garoto levou acrescentou
um novo brilho. A deusa ficou ali sentada, completamente paralisada.
"... Você tem certeza de que podemos permitir que os seguidores da
Apollo passem por isso?"
Ottar tentou mais uma vez desviar sua atenção da muralha da cidade.
Os olhos dela ficaram parados, mas ela usou um dedo fino para puxar
uma mecha de seu cabelo prateado atrás da orelha e sorriu.
"Eu pensei em esmagá-los por tentar algo tão estúpido, mas ... não."
Seus olhos prateados se estreitaram enquanto seguiam o garoto voltando
à batalha contra a garota humana e a Amazona.
"Nenhuma deusa digna de sua divindade não gostaria de ver como isso
acontece."

Suas bochechas se afastaram em um sorriso completo quando ela olhou


para baixo de seu lugar entre as estrelas.

Incapaz de descansar, as estrelas cintilavam brilhantemente durante a


noite.
Mesmo a esta hora tardia, o quartel-general da Guilda estava vivo com a
atividade. Balconistas segurando pilhas de papéis, recepcionistas carregando
caixas sobre caixas e funcionários sem tempo para sentar estavam ocupados
trabalhando em todos os cantos do Panteão decorado com pilares brancos.
Com o jogo de guerra a apenas quatro dias de distância, havia trabalho
suficiente para fazer seus olhos girarem.
"Não mais! Eu vou morrer aqui mesmo! "" Misha, você é muito pesado ...
A recepcionista humana Misha colocou mais uma pilha de papéis em sua
mesa antes de ir até Eina e desabar de costas em meio à comoção. O meio-
elfo olhou para a velha amiga com os olhos cansados enquanto ela falava
novamente.
"Eina, o que você está fazendo ...?"
"Fazendo um plano para manter as pessoas longe da zona de guerra ...
Aconselhando, eu acho." Uma pequena cadeia montanhosa de papelada
rodeava sua mesa, cada pilha de rolamento
Caligrafia de Eina.
"Não entre" foi escrito em letras grandes e em negrito - todas referentes
às ruínas do Castelo de Shreme, localizadas a sudeste de Orario.
"Shreme Castle ... Esse grupo de ladrões não decidiu se mudar há algum
tempo?"
"Sim. Ganesha Familia aceitou nosso pedido para removê-los antes do
tempo. Algumas missões também foram feitas para ajudá-las ... É uma boa
oportunidade para pegá-las enquanto podemos. ”
Eina continuou escrevendo enquanto respondia à pergunta de Misha.
Misha podia ouvir a energia restrita na voz de Eina, apesar de seu tom
fraco. A menina olhou para o lado do rosto de Eina antes de se levantar e
trazer a cadeira ao lado dela.
“Eina… você está preocupada com Bell?” “… Preocupado? Como eu não
poderia estar preocupado ...
Sua expressão ficou turva enquanto seus olhos de esmeralda tremiam.
Sua cabeça caiu quando ela levou a mão ao peito. Um dos aventureiros
designados para ela, praticamente um irmãozinho nesse ponto, foi apanhado
em uma batalha entre Familias. E agora ele foi forçado a um jogo de guerra
em

o que não era incomum para os participantes morrerem. Agulhas


perfuravam seu coração apenas visualizando o sorriso inocente do menino -
ela nunca mais o veria?
Se ela pudesse convencê-lo a fugir ou talvez ajudá-lo, talvez ela não
estivesse com tanta dor.
"Mas eu sou um funcionário da Guilda ... não posso interferir de forma
alguma."
No entanto, a situação progrediu tanto que um meio-elfo não teve
qualquer influência. Eina sabia que ela era impotente diante das forças no
trabalho.
Esse fato havia encharcado completamente. O tom na voz de Eina beirava
o desespero. Ela se sentia totalmente inútil.
"Nós, você sabe ... Você poderia torcer por ele?"
Misha poderia dizer que sua amiga estava chateada e tentou animá-la.
Eina olhou para ela.
"Raiz…?"
"Sim. "Vá em frente!" E coisas assim? Tenho certeza de que, se ele
tivesse o seu apoio, ele faria o melhor que pudesse para ganhar, certo?
Eina olhou para o sorriso infantil de Misha por alguns instantes.
Finalmente, ela se levantou e caminhou até a janela no final do escritório.
A lua brilhava sobre ela enquanto olhava para o céu noturno. "…Vá em
frente."
Eina sussurrou para o luar.

“Ah, quão paciente eu devo ser…”


Os olhos da divindade lentamente se fecharam em um quarto escuro
iluminado pela luz da lua.
Sentado em um trono ornamentado feito de ouro, Apolo levou um copo
de vinho aos lábios.
A mansão que ele chamava de lar era tranquila, a uma boa distância das
áreas barulhentas da cidade. Esta noite, foi muito mais silencioso do que o
habitual. A maior parte de sua Familia já havia partido para preparar as
ruínas do castelo que se tornariam seu campo de batalha. Como foi o papel
deles nessa batalha para defendê-lo, a Apollo Familia teve muito trabalho a
fazer.
Se seu único objetivo era roubar Bell de Hestia, teria sido fácil continuar
seu ataque e capturá-lo mesmo sem a colaboração de Soma Familia. Se ele
tivesse feito isso, o menino já seria dele.
No entanto, Apollo foi parcial para a ideia de um jogo de guerra.
Havia uma diferença muito clara entre um conflito travado nas ruas e o
jogo de guerra. Esmagar um inimigo na batalha para obter um objetivo
deixou todos

envolvido com um gosto amargo em suas bocas. Por outro lado, se ele
obtivesse seu prêmio seguindo um conjunto de regras, então ele seria capaz
de aproveitar a glória da vitória e aproveitar os despojos. Era, afinal de
contas, um jogo. Ele não permitiria que o Clã ou qualquer outro grupo
lucrasse com essa situação. Com a vitória, ele ganharia a autoridade para
tomar o seguidor do deus inimigo - se Héstia se recusasse a realizar uma
conversão, seria impossível tornar Bell sua em nome e realidade.
Acima de tudo, os outros deuses não ficariam satisfeitos com uma
mudança tão rápida dos acontecimentos. Apolo reuniu o apoio de muitos
deuses que estavam famintos por algum “entretenimento” para capturar Bell.
Ele lhes devia o show que estavam morrendo de vontade de ver.
Ele também queria um pouco de diversão.
Uma guerra de deuses travada pelos mortais. De longe o sabor mais
delicioso de Gekai, foi apreciado por todos os deuses.
Não havia maior entusiasmo do que poder mover seus seguidores como
peças em um jogo de tabuleiro sem qualquer tipo de interferência.
Esses eram os verdadeiros sentimentos de Apolo - a influência de sua
própria divindade.
Seus desejos e desejos girando dentro dele, o deus usando uma coroa de
louros olhou para o céu.
"Oh, meu amado Bell Cranell ... chegará um dia em que eu possa abraçar
você em meus próprios braços?"
Ele não tinha certeza quando soube do menino pela primeira vez - muito
provavelmente quando os rumores de um novo recordista vieram à tona.
Apolo tinha o hábito de se entregar a tudo novo e fresco. Retratar os
acontecimentos que logo se desdobrariam lhe trouxe grande alegria. Seu
próprio corpo tremia de antecipação.
Ah, Bell!
- Não, meu menino da barriga!
- Você não vai fugir!
Ele podia ver o garoto agora, uma lágrima em seus olhos. Mas algo mais
estava inchando dentro dele. Esse calor surgindo em seu peito era prova de
seu amor. O desejo de Apolo pelo menino estava a ponto de deixá-lo louco.
Sua constituição fina e compacta e características semelhantes a coelhos,
cabelos brancos e olhos jovens e vermelhos que não eram contaminados
pelas verdades deste mundo - tudo.
As bochechas de Apolo coraram como as de um homem bêbado.
“… Se nosso amor é crescer, Hestia, você só vai atrapalhar. Assim que
ele for meu, vou expulsá-lo desta cidade - não, totalmente de Gekai.
Voltando à realidade, Apolo abriu os olhos e olhou para as estrelas.

O luar refletiu-se em seus olhos repentinamente sérios enquanto seus


lábios se curvavam para cima.
"Estou contando com você, meus filhinhos fofos ..."
Um riso baixo ressoou em seu quarto sob os raios de lua calmantes.
Clique. Alguns momentos depois, ambas as mãos de seu relógio se
juntaram a ele, olhando para o céu.
O tempo chegou perto.
A cidade estava cheia de um frio matinal logo antes do nascer do sol.

As ruas estavam cheias de lojas silenciosas e imóveis. Persianas estavam


fechadas sobre janelas e portas; Era inacreditável como a cidade parecia sem
vida. A muralha da cidade projetava uma sombra alta sobre os edifícios, as ruas
cobertas de sombra.

Duas figuras correram rapidamente pela East Main Street em direção ao


horizonte luminoso através do ar anormal e silencioso da manhã.

“Você tem que se apressar, Bell! A caravana está prestes a sair! ”“ Logo
atrás de você! ”

Hestia e Bell percorreram o que restava da neblina matinal. Seu destino era o
Portão Leste. Eles continuaram falando enquanto corriam.

"Eles já sabem que você está vindo. Há um lugar para você em um de seus
carros puxados por cavalos. Saia em uma cidade chamada Agris, é bem perto do
antigo castelo! Funcionários da guilda lhe darão instruções, então preste
atenção! ”

"Vai fazer!"

O jogo de guerra começaria depois de amanhã.

Bell terminou de treinar com Aiz e Tiona e recebeu uma atualização de


Status da Hestia. Agora tudo o que restava era viajar para o campo de batalha.
Levaria um dia para chegar lá, então arranjos foram feitos para que Bell viajasse
com a caravana de mercadores durante a maior parte da viagem.

Ele estava vestido com roupas leves mas fortes de viajante, com um manto
ao redor dos ombros. Tudo o mais que ele precisava estava em uma bolsa por
cima do ombro, o cordão apertado em suas mãos.

“Todo mundo já está lá, então encontre-se com eles na cidade! Além disso,
aqui está sua permissão de viagem emitida pela Guilda - mostre-a aos porteiros
e ao líder da caravana!

Orario foi criado para que fosse relativamente fácil entrar na cidade, mas era
extraordinariamente difícil sair. Um indivíduo precisava de vários documentos

aprovado pela Guilda antes de serem autorizados a passar. Bell pegou as


folhas de papel assinadas, identificando-o como participante do Jogo de Guerra
da Hestia e disse um rápido "obrigado".
Por fim, chegaram ao Portão Leste fortemente fortificado. De alguma forma,
parecia muito menor para Bell agora do que quando ele havia passado alguns
meses atrás. Os membros da caravana já estavam aqui, conversando
animadamente entre si. Bell e Hestia percorreram linhas de carroças puxadas
por cavalos e grandes caixas de armazenamento de rodas em direção à cabeceira
da caravana, antes de pararem em frente ao primeiro portão.

“… Eu estarei esperando aqui por seu retorno glorioso.” “… Vejo você


então, Deusa!”

Hestia sorriu para ele. Bell sorriu de volta.

Foi quando Hestia pulou no peito dele, colocou os braços ao redor dele e
apertou com toda a força. O corpo de Bell ficou tenso por vergonha, mas ele não
tentou escapar. Ele não podia. Hestia ignorou toda a comoção em torno deles e
apreciou o calor que emanava de seu peito o máximo que pôde. O rosto de Bell
ficou vermelho de beterraba enquanto seus braços trabalhavam mais alto, indo
acima de seus ombros e ao redor de seu pescoço quando ela começou a puxar
para trás. Encontrando seu olhar, ela abriu a boca em um sorriso brilhante e
gentil quando disse: "Agora vá."

Bell deu um passo para trás com um sorriso tímido no rosto. Enxugando as
bochechas quentes com a mão livre, o menino se virou e correu para a frente da
caravana. "Espere por mim!", Ele gritou para a frente e foi para o labirinto de
carros. O líder da caravana estava conversando com um dos porteiros. Ambos
ergueram os olhos quando o menino se aproximou, estendendo a papelada para
eles verem.

O porteiro era um aventureiro - provavelmente alguém que havia aceitado


uma tarefa do Clã. Dois funcionários da Corporação saíram do escritório do
portão e pegaram a papelada de Bell. Ao ler, eles acenaram um para o outro. O
líder da caravana apontou para um carrinho na fila e mandou Bell se sentar.

O carro puxado por cavalos em que Bell subiu era mais espaçoso do que ele
pensava. Tinha teto e janelas de cada lado. Algumas pessoas - alguns viajantes,
comerciantes e um guarda contratado - já estavam a bordo. Cada um deles tinha
um olhar muito distinto sobre ele ou ela, alguns em armaduras leves e outros em
roupas confortáveis.

"…Ei você aí. Você não é o Little Rookie da Hestia Familia? ”“ Ah, sim, sou
eu. ”

"Pensei isso! No seu caminho para o jogo de guerra, hein? Dê-lhes o inferno!
Bell sentou-se no canto de trás do carrinho ao lado de um animal amigável,
que imediatamente o reconheceu e começou uma conversa. O jovem sorridente
tinha a aura de um andarilho e uma cauda espessa, abanando alegremente atrás
dele. A tensão no carrinho se dissipou quando os outros passageiros se
aproximaram para quebrar o gelo.

“Esses caras são durões, mas dêem o melhor de si!” “Essa é a nossa tradição,
nós temos alguns petiscos antes de cada viagem!” “Que tal isso ?!”

Cada um deles veio com punhados de nogado, frutas secas e tortas. Cercado
por pessoas amáveis e acolhedoras, Bell não pôde deixar de sorrir, acenar com a
cabeça e dizer: "Obrigada ..." Ele realmente não gostava de comidas doces, mas
não queria rejeitar sua boa vontade e decidiu comer tudo o que lhe foi oferecido.

O carrinho balançou embaixo dele quando começou a se mover para frente.

Os gritos de muitos cavalos cortaram o ar da manhã. O Portão Leste estava


aberto; a caravana começou a se mover.

Bell sentiu cada solavanco na estrada através de seu assento de madeira


quando de repente - "- BELL!"

Ele ouviu alguém chamar seu nome.

Ele se inclinou para olhar pela janela e viu Syr correndo bem ao lado do
carrinho.

“Syr ?! O que você está fazendo? É perigoso! Bell levantou a janela e gritou
para ela.

Ela estava sem uniforme, usando uma capa por cima de suas roupas usuais e
correndo o máximo que podia para acompanhar o carrinho. Ela enfiou a mão
direita na direção da janela.

“Tome isso…!” “Huh?”

Algo dourado brilhou de dentro de sua mão estendida. Bell alcançou o


exterior por reflexo.

Ela deu-lhe um amuleto. Era na forma de uma lágrima dourada, uma jóia no
centro. Tinha que ser um acessório que desse ao portador algum tipo de poder.
Bell levantou os olhos do item em sua mão para olhar para Syr.

“Foi um presente de agradecimento ao bar de um aventureiro há pouco


tempo… Um amuleto de boa sorte!”
Os olhos de Bell se abriram enquanto ele ouvia sua explicação. "Faça o seu
melhor! E por favor volte ao nosso bar!

O carrinho pegou velocidade e Syr não conseguiu ficar ao lado dele, quase
tropeçando

poucas vezes.

"Eu vou ter um almoço pronto para você! Estarei esperando!"

As bochechas da garota coraram um rosa claro. Bell não pôde deixar de


sorrir.

Ele se inclinou para fora da janela e acenou adeus quando ela caiu mais e
mais para trás. Ela parou, juntou as mãos na frente do peito e observou a carroça
desaparecer pelo East Gate.

"..."

Bell voltou ao seu lugar e olhou novamente para o amuleto brilhante em sua
mão. Deslizando a fina corrente em volta do pescoço, ele enfiou o amuleto sob a
camisa.

-Ganhar.

- Venha e volte.

Os rostos de todos que ele conheceu em Orario inundaram sua mente


enquanto ele jurava vê-los novamente. Espremendo o amuleto com a mão
direita através da camisa, o menino de repente percebeu que estava sorrindo.

Ele olhou para fora da janela enquanto sentia cada solavanco na estrada
sacudir seu assento.

O sol estava apenas espiando as montanhas ao longe. Bell protegeu os olhos da


luz brilhante da manhã.

As ruínas do Castelo de Shreme.


De pé em um campo vazio de árvores ou colinas, o castelo havia sido
construído nos tempos antigos como a primeira linha de defesa. Concluída
antes que a Torre de Babel servisse como uma “tampa” sobre o Calabouço,
ela foi usada para impedir o avanço de monstros que emergiram do buraco
para atacar cidades e aldeias próximas. Muitos castelos como este foram
construídos relativamente perto de Orario exatamente por esse motivo. A
maioria deles tinha sido destruída ou desmoronou após séculos de
negligência, mas Shreme foi usado como um ponto de partida pelo reino de
Rakia na guerra quase mil anos atrás. Várias de suas principais torres foram
danificadas, mas a parede principal do castelo e outras defesas estavam
muito intactas. Agora ele havia sido selecionado para sediar o Jogo de
Guerra.
A parede externa ficava impressionantemente a dez metros de altura,
ainda mais alta nas áreas onde ficavam as torres. A parede em si era mais do
que espessa o suficiente para suportar os ataques mais fortes - talvez com
exceção de uma poderosa explosão de energia mágica. Mesmo aventureiros
de primeira classe teriam dificuldade em quebrá-lo. O castelo estava
localizado em uma área aberta e muito fácil de atacar. este

A parede foi a principal razão pela qual durou tanto tempo.


“Pegue um pouco de barro aqui. Reforce tudo o que é solucionável. ”
A noite já havia caído, a lua brilhando no céu. A Apollo Familia estava
trabalhando duro para fazer seus preparativos finais para o Jogo de Guerra,
que começaria em poucas horas.
Cento e dez deles haviam chegado há três dias e trabalhavam o tempo
todo para garantir que o castelo estivesse pronto. Isso foi quase toda a
família deles. Trabalhando em grupos, eles haviam feito reparos no próprio
castelo, bem como montaram lojas escondidas de armas de reposição e itens
em vários lugares dentro da estrutura.
"Humph, sem sentido ... Por que se incomodar?"
A torre principal da fortaleza ficava acima dos destroços das outras torres
no meio do castelo. Hyacinthus observou os outros membros de sua Familia
trabalhando no andar de cima.
O limite de tempo para o Castle Siege War Game foi estabelecido em três
dias. Apollo Familia ganharia se ou ele estivesse vivo depois daquele tempo
ou se o general inimigo - sem dúvida, Bell Cranell - fosse derrotado em
combate.
Foi o papel deles como defensor para garantir que o castelo estivesse
pronto, mas era óbvio que eles poderiam vencer sem toda essa confusão.
Jacinto ouvira dizer que as fileiras inimigas aumentaram ultimamente, mas
não enfrentariam mais do que cinco combatentes. Qual era o ponto em ter
mais de cem guerreiros consertando um castelo quando eles poderiam
esmagar seu inimigo imediatamente em uma batalha cabeça-a-cabeça?
“Senhor Apolo, por quê? Por que um cerco ao castelo ...?
Hyacinthus estava muito confiante de que ele poderia ganhar sem todas
essas condições favoráveis. Seu deus não confiava nele e no resto da
Família? O homem estava se sentindo menosprezado, como se Apolo tivesse
esquecido do que ele era capaz.
O homem descontente afastou-se da janela e sentou-se no trono no fundo
da sala. O próprio trono já estava lá quando a Apollo Família chegou, mas
fizeram algumas modificações. Muito confortável, a parte de trás da cadeira
ornamentada era uma versão ampliada do emblema da Família, um sol
ardente com um arco e flecha. O resto da sala estava decorado com obras de
arte e fora limpo, porque Hyacinthus ordenara que todos sob seu comando
fizessem o espaço agradável aos olhos.
Recostando-se ao trono, Hyacinthus, a contragosto, riu pelo nariz.

“Que jogo chato…”

- Sim, Hyacinthus diria algo assim ...


A mulher de cabelos curtos, Daphne, resmungou para si mesma enquanto
olhava para a sala do trono de seu poste no topo da sólida muralha do
castelo.
Rakia fizera algumas modificações estranhas quando ocuparam o castelo.
O deus deles deve ter realmente gostado de se exibir porque a torre principal
tinha muitos desenhos complexos construídos em sua superfície. Tinha uma
sensação luxuosa, apesar de ser a última linha de defesa do castelo. Vendo o
emblema de sua própria família ligado ao topo da torre principal fez com que
ela quisesse rir por puro absurdo. Aquele pedaço de metal era tão grande que
provavelmente poderia ser visto em Orario.
Daphne suspirou para si mesma e continuou com sua própria tarefa. Era
seu trabalho motivar os outros membros a se apressarem com os consertos
na parede. A parte difícil foi que a maioria deles compartilhava a opinião de
Hyacinthus sobre a próxima batalha e mal podia esperar para vê-la se
desdobrar. Apesar de ter mais de cem trabalhadores sob seu comando,
assegurar-se de que não houvesse pontos fracos em nenhuma das paredes do
castelo era frustrante demais.
Além disso, Ganesha Família chegara a Shreme alguns dias antes de
Daphne e do resto de Apolo Família, a fim de limpar o grupo de ladrões e
saqueadores que viviam no castelo. Como tinham sido ordenados a não
danificar o castelo de qualquer forma antes do Jogo de Guerra, o despejo
fora realizado cavando buracos sob a parede e pegando os invasores de
surpresa. Eles capturaram cada um dos criminosos em menos de um dia.
Daphne se certificou de que preenchessem os buracos antes de retornar a
Orario.
"Daph ..." "Cassandra?"
Lâmpadas de pedra mágica iluminavam o topo da parede no lugar das
tochas antigas.
Cassandra se aproximou de Daphne, chamando-a nervosamente.
Ela parou em frente a uma das lâmpadas, apenas metade do rosto
iluminada na luz. Ela abraçou seu próprio corpo trêmulo com os dois braços
como se estivesse com medo de desmoronar.
"Não é bom ... Precisamos ficar longe daqui." "Huh?"
“O castelo, o castelo vai cair…”
A expressão de Daphne se transformou em aborrecimento enquanto ouvia
o absurdo que saía da boca de Cassandra.
“Outro sonho? Você sabe que é tarde demais para fazer isso agora.
Vamos juntos.

"Por favor, por favor, Daph, acredite em mim ...!"


Cassandra implorou desesperadamente à amiga que levasse a sério seu
sonho profético, embora não houvesse como isso pudesse acontecer.
Daphne a ignorou e continuou inspecionando a parede, mas Cassandra
era muito mais persistente que o normal. Os ombros da garota de cabelos
longos caíram como se ela estivesse debatendo se deveria ou não continuar
tentando, antes de congelar no local.
Surpreendida pelo súbito silêncio, Daphne se virou para encará-la. O
rosto de Cassandra estava pálido e magro como se ela estivesse a momentos
de distância da morte, olhos paralisados em um ponto abaixo deles.
"Não, não podemos deixar entrar. Ainda há tempo; não deve entrar ...
Uma pequena linha de carroças puxadas por cavalos carregando o último
de seus suprimentos aproximava-se da parede do lado de fora do portão. A
garota observou, horrorizada, quando o portão se abriu.
“Heey! Espere, vai ?!
Luan gritou a plenos pulmões, perseguindo o último carro enquanto
observava o portão do castelo começar a fechar.
O motorista do último carro ordenou que seu cavalo galopasse para cobrir
a distância, forçando o pulo a correr para dentro do portão antes que ele se
fechasse completamente. Um baque surdo soou um momento depois que ele
deslizou entre os maciços blocos de ferro.
"Por que, por que você fecharia quando eu ainda estava lá fora?" O
pequeno homem perguntou com uma voz patética e ofegante para a pessoa
excepcionalmente grande que estava nos controles do portão.
O homem grande apenas riu. “Hee-hee, então você estava lá, Luan. Você
é tão pequeno! Não foi possível vê-lo. ”
O aventureiro de classe baixa conhecido como Luan Espel parecia muito
mais jovem do que sua idade, quase como uma criança. Outros membros da
Apollo Familia o tratavam como o fundo do barril por causa da combinação
de sua posição e aparência. Foi por isso que ele foi designado para trazer
suprimentos para o castelo a esta hora tardia.
Prums foram muitas vezes discriminados por causa de seu tamanho curto
e presença não intimidante. "Vamos", ele respondeu enquanto outros
membros da Familia se juntavam ao riso.
"... um grande carregamento que você trouxe."
“Três dias de armas e rações. Melhor estar pronta, sabe?
A pessoa animal riu novamente, dizendo que ele estava sendo um pouco
cuidadoso considerando seu oponente. O homem grande nem sequer olhou
para Luan quando ele começou

para inspecionar a remessa.


Em instantes, outros membros da Familia estavam descarregando caixa
após caixa dos carrinhos e levando-os para os depósitos já bem abastecidos
do castelo.
"Aaah ..."
Cassandra assistiu tudo se desdobrar de seu lugar no topo da parede.
Daphne nunca tinha visto sua amiga assim. Embora ela sentisse que algo
estava errado com a garota, Daphne se virou para sair.
"Acorde, temos trabalho a fazer!"
Cassandra observou as costas de Daphne entrarem e saírem da luz das
lâmpadas de pedra mágica. Ela respirou fundo e soltou um suspiro longo e
pesado.
Então ela sussurrou em uma voz tremula como um profeta que tinha visto
o fim do mundo.
"É tarde demais ... O cavalo de Tróia está dentro do muro."

“O que você levou?” “Desculpe.”


"Seus preparativos estão em ordem?"
"Sim. Minha deusa atualizou meu status já. ”
"Ótimo. Agora, aqui está a faca que te prometi. A vanguarda é muito
melhor que a primeira, eu garanto.
"Obrigado."
"Sir Welf ... E aqueles?"
“Pronto e esperando. Não tive muito tempo, então eu só consegui
terminar dois. ”“… Um, Welf, você tem certeza que está tudo bem? ”
"Sim ... eu parei de comprometer aliados por orgulho."
“Não importa… Você pode pegar isso agora. Mas eu te aviso, eles foram
muito apressados, então eu não tenho certeza sobre o seu poder total ou
quanto tempo eles duram. Não os desperdice.
"Entendido."
“Bem, então… Tudo está indo de acordo com o plano de Lady Hestia.”
“Sim. E amanhã, nós derrubamos o castelo.
"Sim ... vamos ganhar isso."
Várias vozes não foram ouvidas sob a capa da noite.

Jogo de Guerra versus Apollo Familia. Classificação - Cerco do Castelo.


Condição de vitória: derrotar o inimigo geral.
A longa noite estava quase no fim.
CHAPTER 5
OUR WAR GAME

A cidade estava agitada.


O jogo de guerra que todos estavam esperando finalmente chegou. Havia
uma atmosfera de energia e paixão normalmente não vista na muralha da
cidade.
Cada bar se abria cedo; trabalhadores em restaurantes e barracas de
comida estavam prontos para o ataque. A razão pela qual este jogo tinha
recebido tanta atenção era devido a alguns deuses exigindo que os cartazes
fossem pendurados por toda a cidade como propaganda. Essas divindades
queriam que o maior público possível aumentasse a tensão. Os cartazes em si
eram dominados pelo sol ardente e pelo emblema de arco da Apollo Familia.
Como Hestia Familia não tinha nenhum tipo de símbolo, um coelho branco
havia sido pintado no canto.
Quase nenhum aventureiro sequer pensou em rondar o calabouço em um
dia como hoje. Em vez disso, eles estavam lotados em seus bares favoritos,
com ainda mais aventureiros chegando a todo momento. Quanto aos
trabalhadores e cidadãos que conseguiram tirar o dia de folga, eles foram
para o Central Park. Nenhum deles poderia conter sua antecipação enquanto
esperavam ansiosamente pelo sino de abertura.
“Teste - teste, um… dois… Ahem. Bom dia e bom dia! Eu estarei
fornecendo uma análise detalhada dos eventos de hoje, a bola de fogo
tagarela, de Ganesha Familia, Ibly Archer! Alguns de vocês já podem me
conhecer como a Chama do Inferno do Fogo. Lembre-se desse nome!
Um estágio temporário fora construído no jardim da frente da sede da
Corporação. Um homem de pele escura que dizia ser um comentarista do
Jogo de Guerra estava na frente dele com um amplificador de voz de pedra
mágica em sua mão. Uma grande multidão já se reuniu na frente dele.
“Unir-se a mim hoje para adicionar seus próprios insights sobre as
festividades não é outro senão o próprio Lord Ganesha. Senhor Ganesha,
uma palavra, por favor!
"Eu sou Ganesha!"
"Sim, muito obrigado por isso!"

Um deus usando uma grande máscara de elefante subiu ao palco


apressadamente e fez uma pose enquanto gritava a plenos pulmões. O deus
recebeu uma salva de palmas.
O Grêmio tinha trabalhado com os comerciantes para transformar este
jogo em um tipo de férias. Muitas pessoas de outras cidades ao redor do
mundo viriam a Orario para assistir à batalha, significando mais clientes para
os comerciantes. Ao mesmo tempo, o Grêmio aproveitou a oportunidade
para divulgar a imagem de Orario e atrair mais aventureiros para a cidade.
Mas, claro, ninguém estava ansioso pelo Jogo de Guerra mais do que os
deuses.
"Woah, eles estão vivendo lá fora!" Disse Loki com o rosto colado à
janela, olhando para a multidão.
Muitas divindades se reuniram no trigésimo andar da Torre de Babel.
Todos estavam à beira de seus assentos, transbordando de excitação. Héstia e
Apolo, os dois deuses da “guerra” nessa batalha, estavam entre eles.
Os que não estavam presentes na Torre de Babel tinham escolhido assistir
ao jogo nos bares entre as pessoas ou com seus seguidores no conforto de
suas próprias casas.
"Senhor Hermes ... você tem certeza de que eu estou autorizado aqui?"
"Sim, não se preocupe com isso. Os únicos que se importariam não estão
aqui de qualquer maneira. ”
Uma mulher mortal muito desconfortável estava entre os deuses e deusas
dentro dos amplos limites do trigésimo andar. Mas Hermes riu da
preocupação de Asfi. Ela tentou o seu melhor para se tornar tão pequena
quanto possível, como Hermes alcançou dentro da frente de sua camisa.
"... Deve ser sobre o tempo."
O relógio de bolso danificado que ele retirou mostrou três minutos até o
meio-dia. Hermes ergueu o queixo para o teto e respirou fundo.
"Bem, então, Urano, precisamos da sua permissão para usar nosso
'poder'".
As poderosas palavras de Hermes ecoaram pela câmara. Eles foram
respondidos um momento depois.
"-Granted"
A resposta se espalhou por toda a cidade, as sílabas pesadas foram
ouvidas em todos os lugares, desde a sede da Corporação até os bares e a
multidão reunida no Central Park.
Divindades ao redor de Orario estalaram os dedos e começaram a
trabalhar.
"!"

Mortais de longe ficaram boquiabertos quando centenas de "janelas"


apareceram por toda a cidade.
Os deuses só podiam usar um tipo específico de Arcano - o “Espelho
Divino”. Qualquer deus ou deusa poderia usar seu poder de clarividência
para mostrar o que estava acontecendo em um local diferente a qualquer
momento. Não é preciso dizer que foi para aumentar o prazer da vida em
Gekai.
Dessa forma, todas as divindades de Orario poderiam assistir ao Jogo de
Guerra ao lado de seus filhos, mesmo que a batalha ocorresse longe da
cidade.
"Agora que os espelhos estão no lugar, vou montar o palco mais uma
vez! O Jogo de Guerra de hoje é uma batalha do Castelo de Cerco entre a
Hestia Familia e a Apollo Familia! Os combatentes de ambas as facções já
estão no local e esperando o sinal começar! ”
"Janelas" mágicas de vários tamanhos enchiam as grades, o jardim da
frente da Corporação e o Central Park. Cada um dos círculos pairava no ar,
mostrando diferentes ângulos do castelo, o emblema gigante de Apollo
Familia e a pradaria ao redor. Um rugido de excitação irrompeu da multidão
quando Ibly elevou o intensificador de voz de volta aos seus lábios e
começou a dar informações básicas.
“Todas as apostas em - ?! Não aceitarei nenhuma vez que as coisas
estejam a caminho! ”
A voz de Ibly ecoou por todos os bares da cidade. O dono de um desses
estabelecimentos levantou a voz para interromper o barulho de seus
patronos, assim como o comentário. Mercadores e aventureiros estavam
apostando no resultado do Jogo de Guerra entre Hestia Familia e Apollo
Familia. Sua cerveja favorita em uma mão e grandes quantidades de dinheiro
na outra, os clientes fizeram suas apostas e tomaram seus lugares na frente
de uma das muitas "janelas".
"Equipe Apollo e Team Hestia, superaram quase vinte e cinco-para-um
..." "Mas as chances são de vinte para um a favor da Apollo Familia ... Mais
baixo do que eu
pensei que seria. Que idiota apostou nos pequenos?
Dois aventureiros sentados lado a lado na mesa examinaram as
informações que receberam no balcão de apostas. A equipe Apollo era a
grande favorita e apostar neles deveria ser a coisa mais inteligente a fazer, e
ainda havia alguns que apostaram na equipe Hestia.
"Tem que ser essas divindades por lá ..."
Deuses e deusas eram conhecidos por ir atrás do jackpot ao invés de fazer
apostas seguras. Os dois aventureiros olharam para três em particular com
olhares vazios enquanto as divindades ficavam cada vez mais encantadas
com o espelho à sua frente. "Uahh!" "É hora, é hora!" "Vamos lá, coelho da
sorte!" Bilhetes na mão, todos os três estavam tremendo de antecipação e
rezando com todas as suas forças.

Enquanto isso, em outro bar ...


"O que é isso? Borin 'como o inferno, se todos apostarem em Apollo… ”
Outro bookie olhou ao redor do bar, um pouco desapontado. Naquele
momento, um aventureiro humano caminhou até o anão resmungando e
colocou um grande saco de moedas no balcão.
“- cem mil no coelho!” “Whoa, whoa, whoa!”
"Você está falando sério? Bateu a cabeça ou algo assim, Mord ?! ”“
Alguém mais vai aproveitar a sorte da Hestia Familia? Aha-ha-ha!
O nível de empolgação no bar dobrou quando o humano durão colocou
sua aposta. O homem sorriu para o olhar de incredulidade de seus
companheiros - pois certa vez ele atacara Bell com ódio fervente no décimo
oitavo andar do Calabouço. Mord sentou-se na cadeira mais próxima, cruzou
os braços e empurrou o queixo para a frente com inabalável confiança.
Todos os cantos da cidade estavam em frenesi. Seu furor iria ferver a esse
ritmo.
"Espero que você tenha dito seu último adeus a Bell Cranell?"
Bem acima do turbilhão de tensão e nível da rua, Apolo aproximou-se de
Héstia dentro da Torre de Babel.
O cabelo do deus estava perfeitamente preparado para a ocasião. Ele se
aproximou do assento de Hestia com um sorriso presunçoso estampado em
seus lábios. Hestia não respondeu, apenas se virou de costas para ele com os
olhos colados em seu espelho pessoal.
"Meu, meu", disse Apollo com um encolher de ombros. Ele começou a
voltar para sua cadeira, calmo e extremamente seguro de si.
"Estamos a apenas alguns segundos do meio-dia!"
A voz do comentarista encheu o trigésimo andar.
Ondas de alegria correram pelo jardim em frente à sede da Corporação.
"Aqui vamos nós…"
"Sim…"
Eina e Misha conversaram baixinho enquanto as duas garotas
observavam o grande Espelho Divino flutuando atrás do palco.
Os olhos de aventureiros, donos de bares e funcionários, mercadores e
deuses focalizavam as imagens dentro daquelas “janelas”.
E depois…
“O jogo de guerra - começou!”
Sinos altos e profundos soaram para sinalizar o início da batalha.
Naquele momento, dentro das ruínas do castelo ...
O toque dos sinos que sinalizavam o início do Jogo de Guerra passava pelas
janelas de longe.
Comparado com a atmosfera emocionante em Orario, o campo de batalha
em si era abaixo do esperado.
Desde que este foi um cerco do castelo, o prazo foi fixado em três dias. A
grande maioria da Apollo Familia acreditava que a estratégia do adversário
seria esperar até o último dia em que a concentração seria menor, porque eles
não tinham os números para atacar o castelo de frente. Enquanto eles
mantivessem seus olhos atentos a ataques, eles deveriam estar bem onde
estavam.
O clima dentro das muralhas do castelo estava relaxado. “Ei, Luan. Vá
pegar um posto de vigia. ”“ O que …… Por que eu tenho que fazer ?! ”
Luan, o superior do prum, ordenou que ele deixasse o santuário interno
meticulosamente limpo e decorado. "Você tem uma boa visão, certo? Desde
que você não pode lutar, faça algumas voltas ao redor da parede como você fez
ontem. Pode também ser útil enquanto você puder.
O próprio castelo era enganosamente largo, grande o suficiente para que
cem pessoas tivessem dificuldade em manter um visual constante em toda a
sua circunferência. Eles sempre seriam shorthanded em algum lugar. Luan não
queria deixar o conforto do castelo interior, mas ele a contragosto obedeceu à
ordem.
Ele podia ouvir os outros rindo enquanto fechava a porta da câmara e subia
a escada que levava ao topo da parede.
“Ei, Luan. O que você está fazendo aqui? ”“… Olhando para fora. ”
Dois arqueiros em patrulha avistaram-no imediatamente quando o prum
emergiu na borda norte do muro. Os dois riram para si mesmos assim que
ouviram essas duas palavras, sabendo exatamente o que tinha acontecido. Luan
virou as costas para os dois e olhou para as planícies do norte.
Não havia quase nada lá fora. Claro, havia uma árvore ou rocha aleatória
aqui e ali, mas nenhum lugar para alguém se esconder. Os campos se
espalharam pelo norte e pelo leste. Um rio passava pelo castelo ao sul e a
borda de uma floresta era visível a oeste. Uma rajada de vento passou pelo
cabelo da mãe enquanto ele estreitava os olhos para o norte, quando ouviu
vozes vindas de

atrás.
"Magia é realmente a única ameaça."
"Com o que você está preocupado? Esse cara grande tem alguns presentes
para quem aparecer.
Uma pessoa animal acariciou seu arco e mostrou suas presas em um sorriso
longo, completamente apagando o aviso do outro arqueiro.
O poder e alcance de todo o Magic foi determinado pelo comprimento do
seu feitiço de trigger. A muralha defensiva era tão espessa e resistente que
apenas um tipo realmente poderoso de Magia teria alguma esperança de causar
dano, quanto mais quebrá-lo. Magia com um longo feitiço de gatilho seria a
única opção do inimigo.
Qualquer mago que vagasse dentro do alcance de seus arcos seria recebido
por uma chuva de flechas muito antes que eles pudessem terminar de recitar
seu feitiço de gatilho. A pessoa animal não estava nem um pouco preocupada.
"Keh", tossiu Luan em desgosto, sabendo que os dois tinham tudo coberto.
Ele recebera uma incumbência inútil.
Foi então
Os olhos da prum pegaram algo se movendo à distância.
Alguém andando pela pastagem ao norte, direto para a parede ... Uma
figura vagamente humana completamente coberta por um manto.
"E-ei!" "O que é isso ...?"
Era um traje muito estranho para qualquer um estar vestindo.
Provavelmente, a pessoa tinha uma capa com capuz por baixo de um longo
manto que escondia tudo acima do tornozelo. Os arqueiros notaram a figura
encapuzada também.
Não havia dúvida de que era um inimigo. No entanto, o guerreiro inimigo
estava sozinho e não lançou um feitiço. A figura encapuzada caminhava lenta
mas seguramente na direção deles. Os olhos de Luan se abriram apavorados
ante a misteriosa aura de calma do guerreiro, que ardia como brasas enterradas
sob as cinzas. A brisa fez o manto da figura balançar, os sons dos flapping
alcançando as orelhas da sentinela.
Todos os três se levantaram, observando a figura chegar a cem meders da
muralha do castelo.
A figura encapuzada escolheu esse momento para fazer seu movimento.
Whoosh! Estendeu os braços para fora, o manto exterior aberto, expondo o
que estava escondido por baixo.
Duas mãos finas e femininas seguravam as lâminas escarlates e violetas -
espadas mágicas gêmeas.
"Hã?"

Os olhos de Luan se tornaram tão redondos quanto a lua cheia enquanto


observava as duas longas lâminas balançarem para a frente ao mesmo tempo.
Uma massa esmagadora de energia mágica foi refletida nos olhos de todos
os presentes na borda norte da parede.
"O-que-wassat ?!"
O segundo caos explodiu dentro do castelo no segundo em que a energia
mágica atingiu a parede.
Gritos ecoaram pelos corredores de pedra enquanto mais impactos
balançavam a estrutura. Aqueles que emergiram da torre principal foram
imediatamente perdidos por palavras quando viram o que havia acontecido
com o seu muro precioso.
A brisa levou o suficiente das nuvens de fumaça para eles verem que faltava
um pedaço da parede.
“U-inacreditável! São eles, eles estão atacando!
Luan, que havia sido derrubado no topo da parede na primeira explosão,
subiu de volta. As mesmas pessoas que ordenaram que ele “olhasse” alguns
instantes atrás, escovaram para ele em pânico.
"Quantos?!"
"J-apenas um!"
Os superiores da prum olharam para ele, como se tentassem ter certeza de
que o tinham ouvido direito. O próprio Luan ficou visivelmente abalado pelo
medo. Ainda assim, ele forçou palavras trêmulas de sua boca.
“C-poderia ser… N-não, tem que ser! Espadas Mágicas de Crozzo! Eles
vão quebrar a parede com armas lendárias ?!
Um suspiro coletivo emergiu do pequeno grupo de pessoas que se reuniram
em torno dele. Eles sabiam que ele falava a verdade.
Não havia outra espada mágica neste vasto mundo que pudesse romper uma
parede desse tamanho em um só golpe. Como isso não foi Mágico, a sugestão
de Luan foi a única explicação que fazia sentido. Qualquer dúvida que eles
tivessem desaparecido instantaneamente.
Quase na hora, as vozes dos vigias no alto da torre principal soaram. “Um
inimigo ?!” “Atacar com espadas mágicas!” Palavras que começaram como
uma chamada às armas terminaram em gritos misturados com medo e surpresa.
"O castelo vai explodir no céu a este ritmo!"
Luan gritou em puro terror, seus camaradas congelados no local. De
repente, KA-

ESTRONDO! Os restos da torre de vigia a poucos metros de distância


foram diretamente atingidos. Grandes pedaços de pedra voavam em todas as
direções, inundando os arqueiros e espectadores com escombros.
"UWWAAAAAHHHHHHHHH!" Luan gritou no topo de seus pulmões.
Deixando seus aliados para trás, ele correu de volta para a segurança relativa
do santuário interno.
“Para pensar, chegaria o dia em que eu usaria essa espada mágica…”
A figura encapuzada, Lyu, sussurrou para si mesma enquanto balançava
as duas lâminas em direção ao castelo.
Um estalido da lâmina escarlate enviou uma bola de fogo gigante e
crepitante que avançou em direção ao alvo. Derrubar a lâmina violeta trouxe
uma espessa coluna de eletricidade que serpenteava até o castelo em menos
de um instante. Ambos eram poderosos o suficiente para perfurar a camada
externa de rocha, enviando pedaços para o ar.
As armas foram preparadas por Welf em menos de uma semana. Espadas
Mágicas Crozzo.
As lâminas criadas por homens com sangue amaldiçoado eram tão
poderosas que dominavam oponentes ao ponto de um contra-ataque ser
impossível. O reino de Rakia havia demonstrado seu poder durante a guerra,
e o mundo não havia esquecido a devastação que eles causaram.
Havia até histórias sobre como eles usaram Crozzo Magic Swords para
transformar uma fortaleza anteriormente impenetrável em uma pilha de
escombros em uma noite. A arma definitiva do cerco.
"Você não pode me bater de lá."
Arqueiros apressadamente derrubaram uma chuva de flechas das partes
ainda intactas da muralha. No entanto, Lyu não teve problemas em evitá-los.
Toda vez que ela girava, ela balançava uma das espadas mágicas para a
frente, engolfando os arqueiros e usuários de magia com explosões
flamejantes e erupções elétricas. O som era ensurdecedor mesmo a essa
distância, enquanto ainda mais a muralha do castelo desmoronava no chão.
Com a integridade estrutural perdida, a parede do norte fortemente
danificada começou a se inclinar para dentro. Arremessando uma série de
ataques mágicos mais fortes que o Magic normal, Lyu seguiu para o leste
enquanto continuava o ataque. Não demorou muito para que o
a muralha oriental do castelo começou a desmoronar sob o seu poder.
"Se você insistir em não fazer nada, eu vou trazer o castelo para baixo em
cima de você."

Seus olhos azul-celeste se estreitaram sob o capuz.


Outro raio de eletricidade atravessou a abertura da muralha do castelo,
iluminando o interior como uma nuvem de tempestade. Não demorou muito
para gritos de dor chegarem aos seus ouvidos.
"Agora, saia."
Mais uma rodada e outra explosão abalou o castelo.
“Relatório de status S! O que diabos está acontecendo?!"
Gritos de pânico e terror substituíram a atmosfera relaxada dentro do castelo
enquanto Lyu continuava seu bombardeio. Todos ficaram perplexos sobre como
lidar com um adversário tão imprevisível e perigoso.
Suas flechas não estavam se conectando, feitiços não podiam ser terminados
- Luan emergiu da câmara do meio, correndo como se sua vida dependesse
disso.
Ordens de Hyacinthus! Pegue cinquenta lutadores e tire esse cara! ”“
Cinquenta ?! ”
Todos os presentes dentro do santuário ficaram surpresos com esse número.
Isso cortaria as forças que defendiam o castelo ao meio para cuidar de um
inimigo. Luan foi rápido em cortá-los.
“Essas espadas mágicas cortarão todos os pequenos grupos que enviarmos!
Eles nem têm dez lutadores - apenas se livrem disso e voltem para cá! ”
Todos ficaram em silêncio diante da razão. Ainda outra explosão balançou a
parede, enviando ondas de choque através da pedra e quebrando a superfície sob
seus pés. "UwaHH!" Luan saltou para trás quando pequenas pedras caíram do
teto, e ele fugiu.
“C-venha, vamos indo!” “Tsk… Não tem escolha. Mudar!"
A mensagem de Luan foi o empurrão final, cinquenta aventureiros se
reuniram ao redor do elfo, Lissos, e correram em direção ao portão leste. As
portas de ferro se abriram, uma brisa do início da tarde batendo em seus rostos
quando outra rodada de explosões fez seus ouvidos tocarem.
“Espalhe-se!” Obedecendo ao comando de Lissos, os aventureiros
dividiram-se em dez grupos de cinco, à medida que convergiam para o atacante
encapuzado de diferentes ângulos.
“Guh, guahh… ?!”
Como previsto, o grupo que tomou a posição de ponto foi soprado para trás
por uma explosão elétrica cintilante. Um grupo após o outro foi impiedosamente

Fora de comissão toda vez que seu inimigo balançasse uma daquelas duas
espadas mágicas. Lissos saltou sobre a grama queimada e abriu caminho através
dos ataques elétricos enquanto fechava a distância.
Então ele ouviu um som de estalo imediatamente depois de desviar de uma
bola de fogo. Um momento depois, a lâmina carmesim quebrou em milhares de
pedaços.
"Agora! Ataque como um!
A espada mágica havia excedido seu limite. A lâmina violeta começou a
quebrar no momento em que Lissos ordenou um ataque total para aproveitar a
oportunidade.
O aventureiro encapuzado jogou os restos mortais das armas na terra e
retirou uma espada de madeira de baixo do manto para atacar os trinta
aventureiros remanescentes em combates a curta distância.
"S-tão rápido ?!"
“Permaneça em formação; não quebre as fileiras!
Não demorou muito para o grupo sob o comando de Lissos cair no caos
quando o aventureiro encapuzado entrou em ação. A maioria deles era de nível
3, aventureiros de Nível 2 enfrentando um inimigo que estava sozinho - mas
desencadeou um massacre, empunhando sua arma de madeira com a força dos
ventos fortes. Com o cabo agitando-se vigorosamente atrás dela, ela desviou três
espadas que se aproximavam com uma varredura para cima antes de enviar um
humano que chegasse perto demais vinte metros no ar, usando o ímpeto de seu
balanço para impulsionar sua lâmina para frente.
Trinta aventureiros não conseguiram sequer acertar um único golpe contra
um único inimigo. "Haa!"
"!"
Lissos cronometrou seu ataque furtivo para pousar no momento em que o
aventureiro encapuzado estivesse repelindo outra arma. A ponta da sua adaga
atravessou a bochecha do inimigo.
O lado do capuz fora cortado o suficiente para revelar, por um momento,
uma orelha comprida em forma de folha. O tempo congelou para Lissos quando
ele percebeu que o aventureiro encapuzado era outro elfo. A fúria se espalhou
por suas veias como um incêndio.
"Desgraçado! Um elfo que suja as mãos dela com armas sujas, como espadas
mágicas
- você não tem vergonha ?!
Raiva encheu o corpo de Lissos ao ponto que suas orelhas estavam
queimando vermelhas enquanto ele mergulhava na direção do aventureiro
encapuzado.
As Espadas Mágicas de Crozzo transformaram uma floresta élfica em cinzas.
“Essas armas destruíram a casa do seu povo! Como você pode não saber ?! ”Ele
rugiu com a raiva e rancor de toda uma corrida. Em resposta, o aventureiro
encapuzado - Lyu
- permaneceu inexpressiva e calma quando ela bateu de lado na adaga,
quebrando-a

metade.
"-"
"Lamentavelmente, há algo mais importante para mim do que a animosidade
de um povo."
O tempo parou quando Lissos viu seu oponente entrar, suas palavras
dominando-o enquanto sua arma avançava.
"Se é vergonhoso resgatar um amigo, aceitarei de bom grado isso."
Lissos viu seus pés deixarem o chão girando antes de perder a consciência
no impacto.

"Isto é incrível! Poderia Hestia Familia estar procurando acabar com isso
mais cedo ou mais tarde?
Cheers de surpresa e excitação surgiram em todo Orario.
Os espelhos flutuando no ar mostravam imagens das paredes norte e leste
fumegantes, assim como os danos já causados pela torre interna do antigo
castelo. Outros ainda se concentravam apenas nos ataques implacáveis do
misterioso aventureiro encapuzado que eliminava os aventureiros da classe alta,
um a um, em um piscar de olhos. Ela estava ganhando fãs no momento.
Espectadores enchendo as ruas gritavam gritos de encorajamento ao belo elfo.
“Por favor, diga-nos, Senhor Ganesha, o que são aquelas ferozes espadas
mágicas?” “Essas são - Ganesha ?!”
"Se você não quiser adicionar nada ao comentário, por favor, vá para casa,
Lord Ganesha!"
A atmosfera no gramado da frente da Corporação era absolutamente elétrica
enquanto as vozes dos locutores ecoavam pela cidade.
Enquanto isso, dentro dos confins da Torre de Babel no Central Park, muitos
deuses e deusas expressavam admiração por suas façanhas.
“Aquele aventureiro encapuzado - muito bom, estou certo?” “Segundo
Hermes, isso é um 'ajudante' de fora da cidade.” “Aventureiro encapuzado…
Leon uma coisa ou outra…”
"O tempo de resposta da Apollo Familia é muito rápido."
Três deuses se reuniram no canto, todos observando o mesmo espelho e
trocando opiniões. De volta à mesa principal, "Cheh!" Apolo estalou a língua
em desgosto. Ele mostrou os dentes brancos ameaçadoramente para Hestia, mas
a deusa de aparência jovem não levantou os olhos do próprio espelho.

“Olhe para isso - aí vem outro!”


O movimento pode ser visto em um espelho que mostra as pastagens do
norte. Desta vez, era uma menina humana correndo pela paisagem como um
predador na caça.
Vestindo camuflagem para se esconder nas pradarias, Mikoto aproveitou o
caos da batalha para se aproximar do castelo sem ser visto.
Graças à distração de Lyu, ela conseguiu escalar os destroços no lado norte
do castelo e entrar. Segurando uma espada longa rústica em uma mão, ela
correu para os restos danificados da base de uma torre de vigia. Pequenas pilhas
de detritos haviam se acumulado dentro, mas ela simplesmente pulou sobre
eles.
“Medo, forte e sinuoso—”
Então ela começou a lançar enquanto corria.
“Um ataque furtivo! Outro inimigo vindo do norte!
O príncipe Luan foi o primeiro a reconhecer o perigo e alertou seus aliados
para a presença de Mikoto.
Ela usou as escadarias dentro da torre para emergir no telhado do santuário,
mantendo os olhos fixos na estranha torre onde o general inimigo estava
esperando em seu trono. Seus inimigos se moveram para cercá-la e cortaram
seu avanço.
“Eu invoco o deus, o destruidor de todos e quaisquer, para orientação dos
céus. Conceda este corpo divino poder divino além do poder ”.
“Aquele também tem uma espada mágica! Ela está indo para Hyacinthus!
Os olhos atentos de Luan tinham visto a arma heterodoxa em seu poder.
Membros da Apollo Familia invadiram o telhado dos dois lados. “Salvando,
purificando a luz. Traze a espada maligna!
Flechas e feitiços disparados de torres mais altas salpicavam o telhado de
pedra a seus pés. Mikoto seguiu em frente, a música de seu feitiço dançando na
brisa.
Calor brotou quando a energia mágica girou dentro de seu corpo, espirrando
a cada passo e batida tomada. Sua pele estava escorregadia de suor, gotas
voando em seu rastro.
"-?"
"Ei! Isso não é uma espada mágica!
Um arqueiro atirou uma flecha por baixo e conseguiu acertar a espada
longa. A lâmina quebrou no impacto.
Seu truque acabou. A próxima onda de flechas arrancou a camuflagem

de costas e expostos seus membros ágeis. Os ataques de seus perseguidores


se intensificaram; flechas se enterravam em seu pano de batalha e feitiços
queimavam sua pele macia. Fragmentos de pedras voando pelo ar deixavam
cortes e hematomas no rosto e no pescoço.
Ela quase caiu inúmeras vezes, mas nunca parou de conjurar seu feitiço.
Mikoto avançou a toda velocidade.
"Curve-se à lâmina de supressão, a espada mítica da subjugação."
Cada nervo em chamas, Mikoto conduziu um casting simultâneo muito
pouco polido. Havia um perigo muito real de Ignis Fatuus - energia mágica
instável explodindo antes do lançamento. Cada ataque que se conectava, cada
passo que ela dava fazia ainda mais energia se agitar dentro dela. Ela já estava à
beira.
Mantendo a energia mágica sob controle através da pura força de vontade,
uma lembrança brilhou nos olhos de Mikoto: a música do "Gale Wind".
A melodia requintada produzida por aquele incrível guerreiro enquanto
estava envolvida em um combate feroz com um forte inimigo ainda estava
tocando em seus ouvidos. Mikoto tinha visto o próximo nível; ela jurara fazer o
que fosse necessário para alcançar aquele patamar.
Não importa quantas flechas a atingissem, quantos feitiços bloqueavam seu
caminho, ela cerraria os dentes e continuaria.
Conjure e corra - isso foi tudo. Aquele guerreiro das fadas conseguiu atacar,
mover, desviar e lançar seu feitiço ao mesmo tempo. Mas esse ainda era um
sonho distante, que ela nunca perceberia se não conseguisse completar sua
missão. Além disso, ela seria incapaz de enfrentar seus novos aliados se ela não
conseguisse.
Mais e mais inimigos emergiram do castelo. Mikoto forçou as pernas a se
moverem ainda mais rápido.
"Eu convoco você aqui agora, pelo nome."
Mikoto correu pelo telhado de pedra. Sabendo muito bem que ela seria
incapaz de terminar seu feitiço se envolvida em combate, ela fez uma curva
brusca e correu em direção à torre central, chegando ao pátio interno do castelo.
Fazendo o melhor possível para fugir das flechas que chegavam e mantendo
os olhos focados na torre iminente, ela pulou do telhado para o ar.
"Desça dos céus, aproveite a terra"
Guerreiros inimigos apareceram no pátio, emergiram do castelo, saltaram
do telhado em perseguição.
A ameaça de uma espada mágica os atraiu. Os aventureiros no pátio
ergueram os olhos para a garota no ar enquanto ela focalizava seu olhar nas
nuvens.
Inúmeros conjuntos de olhos nela, Mikoto terminou seu encantamento.

“—Shinbu Tousei!”
Uma onda de energia mágica foi liberada no momento em que Mikoto
pousou no pátio. Seus inimigos apenas ficaram boquiabertos por um instante e
jogaram suas espadas, lanças, machados ou qualquer outra coisa na mão, numa
tentativa desesperada de silenciá-la antes que ela pudesse virar o gatilho, mas já
era tarde demais.
A onda se espalhou cinquenta meders em todas as direções, alcance
máximo.
Um pilar de luz cintilante em forma de espada apareceu acima da cabeça de
Mikoto - sua Magia havia sido ativada.

“Futsu no Tama!”

Muitos anéis de luz saíram de baixo dela quando a espada de luz violeta
desabou a seus pés.
Um imenso campo de gravidade forçou todas as armas no ar diretamente
para o chão antes que eles pudessem encontrar seu alvo. Todos os aventureiros
dentro do anel externo, incluindo a própria Mikoto, caíram no chão sob o
tremendo peso.
“Gh-gahhhhhhh… ?!”
Os aventureiros presos debaixo da cúpula violeta gerada a partir do topo da
espada gritaram de dor.
Os membros da Apollo Familia que tiveram a sorte de estar fora do ringue
lançaram flechas e jogaram ainda mais lâminas em Mikoto, mas todas caíram
no chão no momento em que atingiram a barreira de luz roxa. "Ka-ting!" O
som de metal na pedra ecoou por todo o pátio. Humanos, elfos e pessoas de
animais dentro do anel externo caíram de joelhos, alguns de quatro, enquanto
lutavam para manter a cabeça ereta sob a pressão insana da magia da gravidade
de Mikoto.
A garota tinha os punhos cerrados, os pés firmemente plantados no chão
enquanto ela suportava o peso total de seu próprio feitiço.
"Você está louca ... ?!" Auto-sacrifício.
Ao ser pego em sua própria magia, ela conseguiu capturar todos os
aventureiros dentro do pátio e mantê-los lá durante o tempo que ela poderia
aguentar.
Mikoto assistiu mais e mais dos aventureiros entrarem em colapso. No
entanto, ela não se mexeu em tudo. Seus olhos encontraram o olhar humano
mais próximo quando ele uivou para ela.
No meio desse teste de resistência, Mikoto respondeu com voz firme. "Você
deve permanecer aqui comigo por enquanto ...!"
"Fique forte, Mikoto ..."
Takemikazuchi assistiu a batalha de um espelho que ele convocou em sua
Casa da família. "Espere aí ..."
"Ela planeja manter os inimigos no pátio?"
Chigusa e Ouka estavam ao seu lado, fazendo uma careta enquanto
observavam o suor escorrendo pelo rosto de Mikoto.
Vinte e dois combatentes inimigos foram presos dentro da jaula de gravidade
de Mikoto. Qualquer coisa que tocasse a camada externa do Futsu no Tama,
fosse física ou mágica, instantaneamente caía no chão. Nada estava chegando
perto do usuário mágico em seu centro, o que significava que o feitiço não seria
quebrado até que ela desmaiasse de exaustão.
Incluindo o grupo que tinha ido engajar Lyu durante o ataque da espada
mágica, as forças da Apollo Familia haviam sido cortadas em quase 80%.
- Ao mesmo tempo, no trigésimo andar da Torre de Babel ...
Hermes falou enquanto seguia as marés da batalha no espelho à sua frente.
"Muito rápido demais."
"O que é?"
"Movimentos da equipe Apollo. Eles estão reagindo rápido demais.
Seus olhos saltaram de pessoa para pessoa refletida no espelho enquanto ele
respondia à pergunta de Asfi.
"Como eles reagiram como um grupo ao poder das Espadas Mágicas de
Crozzo, como todos se uniram para impedir o ataque furtivo de Mikoto - você
não acha estranho? É quase como ... eles estão sendo guiados de alguma forma.

Os olhos de Asfi se arregalaram em reconhecimento quando Hermes desviou
o olhar da batalha para apreciar o olhar em seu rosto.
"A informação é uma arma na guerra."
"Quanto melhor a qualidade, e a palavra mais rápida chega, pode ser o trunfo
final."
"No entanto, um pouco de veneno deve ser misturado com essa informação
... ela se espalha muito mais rápido".
Asfi trocou palavras com o deus dela antes de olhar para o espelho. Apenas
uma pessoa estava refletida lá dentro: um bebê com a cabeça em um giro
enquanto corria pelo corredor. Luan não encontrou guardas enquanto corria
silenciosamente para o

portão oeste intacto do castelo.


"Apenas uma gota de veneno pode levar a tragédia impensável".
Então o homem abriu o portão oeste girando uma roda com suas próprias
mãos - concedendo a entrada de Bell e Welf ao castelo.

"Um traidor-?!"
Pessoas de toda a cidade Orario se levantaram, cabeças entre as mãos e
mandíbulas de surpresa.
Nas ruas principais, em frente ao Clã, no Central Park, ninguém podia
acreditar no que eles estavam assistindo e gritavam a plenos pulmões.
“Aquele cara acabou de trair a Apollo Familia ?!”
As muitas "janelas" flutuando no ar mostravam dois humanos correndo
lado a lado com o homem da prostituta. Todos pareciam estar mais perto dos
espelhos em estado de choque.
Uma traição inconcebível - Bell e Welf entraram no castelo sem nenhuma
resistência, graças a Luan. O que sobrou dos cinquenta aviadores enviados
para cuidar de Lyu ainda estavam lutando no leste. Quase metade das tropas
restantes do castelo estavam atualmente presas pela magia de Mikoto no
pátio. As passagens na parte ocidental do castelo pareciam desertas. Os
guardas que estavam originalmente estacionados lá devem ter ido proteger as
paredes norte e leste fortemente danificadas, criando este ponto cego. Um
azarado aventureiro que passava pelo corredor olhou para os três por um
momento antes de sair e gritar a plenos pulmões. Mas ele não foi rápido o
suficiente para ficar longe do coelho branco e ficou inconsciente com um
golpe rápido.
Absolutamente pavimentada pela virada dos acontecimentos, ondas de
excitação e ansiedade passaram pelos espectadores.
"O que ... Eh ... Hah ...?"
Um Apolo sem palavras era um deles.
Ele levantou-se da mesa com tanta força que sua cadeira voou para trás,
batendo no chão atrás dele. A raiva ferveu dentro dele a ponto de seu rosto
começar a se contorcer e mudar de cor quando ele abriu e fechou a boca.
Sim…!
Hestia fez questão de manter sua celebração fora da vista do tremor
visivelmente

Deus como ela silenciosamente bombeou seu punho abaixo da mesa.


Ela olhou para todos os membros de sua família com olhos confiantes no
espelho à sua frente.

"Você os faz ir?"


As ruínas do castelo, dentro do castelo de Apollo Familia. Welf correu
para o lado de Luan. "Esta é a única maneira que a Lilly pode ser útil."
Era definitivamente a voz de um homem, mas o tom de Luan era
surpreendentemente feminino. Seu rosto também era masculino, mas a
maneira como ele sorria para Welf era a imagem cuspida de seu jovem
aliado. Bell correu para o outro lado e sorriu para o seu herói não
reconhecido, seu apoiador.
Luan, a traidora, na verdade, era Lilly disfarçada usando sua magia.
O verdadeiro Luan havia sido capturado há quase quatro dias na noite em
que o Apollo Familia primeiro partiu para as ruínas do castelo. Ele estava
atualmente em um galpão ao lado da muralha da cidade - sem dúvida, vendo
o jogo de guerra sob os olhos atentos de Miach. Lilly tinha tomado o seu
lugar, copiando sua voz e maneirismos ao ponto de ninguém notar a
diferença. Ela estava coletando informações dentro do castelo desde então.
Ela teve a oportunidade de se reunir com Welf e os outros na noite antes
do Jogo de Guerra, depois de ser designada para trazer o último dos
suprimentos para o castelo. Foi quando esse plano se reuniu.
Sendo de nível 4, Lyu retiraria metade das forças do inimigo e as
manteria ocupadas enquanto Mikoto cortava as forças restantes pela metade
mais uma vez, restringindo-as dentro do terreno do castelo.
Lilly manipularia os comandantes, assim como qualquer outra pessoa do
interior, para enredar o maior número possível em sua armadilha. Com os
números reduzidos, ela deixaria Welf e Bell entrarem no castelo.
Por fim, Welf escoltaria Bell até a sala do trono.
Tudo estava indo exatamente do jeito que Lilly e Hestia haviam
elaborado. Um traidor no meio deles - Lilly disfarçada era o cavalo de tróia o
tempo todo. "Eu te disse ontem, mas o general inimigo está no topo de uma
estranha aparência
torre. Para chegar lá, você tem que passar por um longo corredor que liga
ao terceiro andar. ”
Voltando ao estilo de falar de Luan, Lilly explicou tudo para Bell. Rakia
fez algumas mudanças sérias no projeto, a maior das quais era uma ponte
fechada que ligava a torre principal esbranquiçada ao resto do castelo. Ela
apontou para ele pela janela enquanto corriam.

"Nós não podemos quebrar de fora?"


“Não, não há entrada. A coisa pode parecer bonita, mas é resistente como
uma rocha. Levará tempo para chegar lá e os inimigos entrarão. Mas, assim
que você entrar ...
"Tiro direto para a sala do trono?"
O homem pequeno concordou com a cabeça e sorriu para as palavras de
Bell.
“Haverá uma tonelada de usuários mágicos nesse corredor. Contando
com você? "" Sim, eu tenho isso.
O prum "homem" pediu a Welf para ver as costas de Bell e sorriu.
Então ele se separou dos dois humanos. As únicas pessoas que conheciam
a verdadeira lealdade de "Luan" eram as pessoas que observavam os
espelhos em Orario. Lilly ainda poderia agitar bastante caos dentro do
castelo para manter os inimigos restantes longe de seus aliados.
"Vamos fazer isso."
Bell, vestindo uma armadura leve renovada e novinha em folha, e Welf,
uma espada grande equilibrada no ombro, subiu correndo a escada mais
próxima em direção à ponte do céu.

"Diz-me o que se passa?! Fora com isso!"


Daphne gritou enquanto observava a maré da batalha virar-se contra eles
de seu posto na base da torre principal.
"Você não precisa me dizer que a parede foi destruída, eu posso ver isso
daqui! Por que o castelo está tão vazio ?! ”
Com os olhos arregalados, um tom de medo em sua voz alta, Daphne
sacudiu os cabelos enquanto gritava.
A fumaça ainda subia das paredes norte e leste; ela tinha uma visão direta
de uma das muitas janelas ao seu redor. Ela estava tentando obter uma
resposta direta do mensageiro que trouxe notícias das linhas de frente.
Daphne, junto com apenas oito outros aventureiros, ficou no final da
ponte do céu como a última linha de defesa.
"L-Luan disse que Hyacinthus ordenou um ataque direto ..."
“HHAH ?! Aquele homem não ordenou tal coisa! Eu estive aqui o tempo
todo! Eu fui o primeiro a saber!
De fato, ela tinha sido ordenada a ficar de guarda em frente à única
entrada da torre principal. Nenhum mensageiro que levasse a palavra de
Hyacinthus teria alcançado as tropas na linha de frente sem que ela
percebesse.
O mensageiro dos elfos recuou diante da intimidação de Daphne

aura.
"Luan ... nos traiu ...?"
Era crível, especialmente considerando que Daphne duvidava da maior
parte da aliança de seu companheiro com Apolo em primeiro lugar. Ela
mordeu o lábio antes de pressionar o mensageiro para mais informações.
"E quanto a Lissos e suas tropas?"
“E-eliminado, pela aparência dele. O inimigo usou algum tipo de magia
no pátio e prendeu muitos dos nossos guerreiros dentro dele. Não sei quantas
pessoas ainda podem lutar. ”
Ela rapidamente argumentou que tudo isso tinha que ser obra de Luan;
ele tinha que ser a razão pela qual as coisas saíram do controle tão
rapidamente. Nem mesmo uma hora se passou desde o início do Jogo de
Guerra, e o inimigo já havia feito tanto progresso com quase nenhuma
resistência.
Daphne amaldiçoou através de seus dentes. Não só estava zangada com a
maneira de Hyacinthus de desprezar seu inimigo desde antes do Jogo de
Guerra, mas também por si mesma por hesitar em agir no momento em que a
parede do norte desmoronou.
“Daphne, eles estão aqui! Dois seres humanos ... O pequeno novato!
“… Isso acaba agora. Alto, entregue uma mensagem para Hyacinthus
para mim: traga reforços para baixo da sala do trono e vamos esmagar Bell
Cranell. ”
Um dos aventureiros avistou os dois avançando pela torre externa e
alertou Daphne para o perigo. Ela emitiu ordens para o elfo, que
imediatamente se curvou e desapareceu na torre principal.
O plano de Daphne era inundar a ponte do céu com tantos guerreiros que
seria impossível para Bell e Welf passarem. O corredor no céu era
surpreendentemente largo - seriam precisos mais de dez homens grandes em
uma armadura completa, de pé ombro a ombro, para isolá-lo completamente.
Ela sabia que levaria vários segundos para eles se aproximarem do outro
lado. Janelas pontilhavam as paredes, um teto muito sólido acima e um
tapete vermelho descendo pelo comprimento total do chão. Não havia
obstáculos no caminho, sem cobertura. Daphne ordenou que os magos
começassem a conjurar.
Finalmente, os dois humanos apareceram do outro lado do corredor.
“Arqueiros para a frente! Eles não têm para onde correr - atire em tudo
que você tem! Magos, fogo no meu comando!
Cada arqueiro e usuário de magia tinha um tiro direto no alvo, um campo
de tiro literal. Magia com um raio de explosão decente eliminaria qualquer
coisa neste espaço confinado. Não haveria escapatória.
As sobrancelhas de Daphne afundaram, visões do desaparecimento
desses agressores nela

cabeça. Retirando sua espada curta do punho em sua cintura, ela apontou
diretamente para os inimigos que se aproximavam.
Arqueiros colocaram suas flechas; usuários mágicos chegaram às frases
finais de seus feitiços de gatilho.
"-VAI!"
Ao mesmo tempo, o homem com a enorme espada por cima do ombro -
Welf
- gritou.
O garoto de cabelos brancos ao lado dele se inclinou para frente por um
instante antes de sair em uma corrida louca.
"FOGO!"
Cordas de arco rachavam quando as flechas avançavam. Usuários
mágicos moveram seus lábios para trazer sua mágica à vida. Naquele
momento-
Welf empurrou a mão direita para a frente. “Queima blasfema!”
Um feitiço de gatilho curto.
A névoa escura e prateada fluía silenciosamente como mercúrio da palma
de sua mão. A névoa alcançou Bell e inundou as fileiras inimigas em torno
de Daphne.
""
Ela assistiu com horror quando os corpos de cada um dos usuários
mágicos começaram a brilhar, cintilando como chamas dentro de uma
fornalha enquanto a névoa caía sobre eles.
Um batimento cardíaco depois, cada um deles estremeceu
desajeitadamente enquanto seus corpos brilhavam por dentro.
KA-BOOM!
"Hã?!"
Faíscas irromperam como pétalas de flores ao redor dela.
Todos os usuários mágicos à sua frente não conseguiram conjurar -
vítimas de Ignis Fatuus.
- Ele transformou os magos em bombas ?!
Magia anti-mágica de Welf. Arqueiros apanhados nas explosões foram
jogados como bonecos de pano para a esquerda e para a direita. Os magos
jaziam onde eles caíam, fumaça negra subindo constantemente de suas bocas
flácidas. Eles não estariam lançando novamente tão cedo.
A série de explosões sacudiu pedaços de rocha soltos do teto e das
paredes do corredor, o tapete vermelho chamuscado em frangalhos. Daphne
conseguiu se preparar um pouco antes da explosão e manteve os pés, apesar
dos ventos furiosos uivando dentro da ponte de pedra.
Uma nuvem rodopiante de fumaça preta na frente dela, Daphne se
estabilizou quando o menino de cabelos brancos atravessou.

"!"
Bell passou direto por ela como um coelho à solta, fazendo uma pausa
para a escadaria na base da torre principal.
Droga! Daphne virou-se para persegui-lo quando, de repente, “Ekkkk!”
Um grito a deteve em seu caminho.
Girando nos calcanhares, Daphne viu um arqueiro saltar de cara no chão
e um homem ruivo caminhou na direção dela sobre os restos do carpete.
Casaco preto farfalhando ao vento, Welf parou a uma curta distância de
Daphne - THUD.
A ponta de sua espada no chão, Welf olhou Daphne nos olhos logo acima
do cabo de sua arma.
"Aventureiros reais resolvem as coisas com lâminas, você não acha?"
Os olhos da jovem tremeram quando ela olhou para o sorriso destemido do
ferreiro.

As lâminas de Welf e Daphne brilhavam com a pouca luz do sol que entrava
pelas janelas da ponte do céu.
Loki assistiu os dois batalharem em seu próprio espelho, um sorriso
brincalhão crescendo em seus lábios enquanto observava o homem ruivo forçar
Daphne para longe da torre principal.
"Fei-fei, esse garoto é outra coisa!" "Ora, obrigada."
A mesa principal dentro da Torre Babel. Loki sentou-se ao lado de
Hephaistos, que acabara de permitir que Welf se juntasse a Hestia Familia. Essa
foi a chance do trapaceiro de se divertir um pouco.
“Essas espadas mágicas chamativas - forjadas por ele, certo? Se
arrependendo de deixá-lo ir?
"Quem sabe."
Os dentes brancos e perolados de Loki brilharam quando seu sorriso ficou
ainda mais profundo. Hefestos olhou para ela com um sorriso caloroso, como se
estivesse feliz com alguma coisa.
Em outros lugares, as conversas que aconteciam do lado de fora da Torre de
Babel estavam longe de ser tão animadas quanto as duas deusas.
"Estou ferrado a este ritmo ..."
"Ainda há uma chance, ainda há uma chance ..."
A atmosfera dentro das grades tornara-se espessa de tensão, aventureiros
inquietos.
Muitos olhos se contraíram enquanto observavam Bell correndo em um dos
muitos espelhos

flutuando no ar. “Desista já!”, Gritou um deles ao levantar-se, sacudindo o


punho para o garoto. "Como o inferno você pode perder!", Gritou outro,
aplaudindo Apollo Familia com toda a sua força. Cada aventureiro que apostou
dinheiro na vitória do Apollo foi repentinamente extremamente vocal. Seus
gritos podiam ser ouvidos por toda a cidade.
“Vá, Whitey! Faça-os chorar, miau! ”“ Ela fez uma aposta nas nossas
costas…? ”
"Fica feliz que ela não apostou em Apollo Familia, miau ..." West Main
Street, A Senhora Benevolente.
Não havia um único lugar vazio no bar. Chloe gritou para os espelhos junto
com os aventureiros enquanto carregava jarros de cerveja em seus braços.
Runoa e Ahnya a observaram sem acreditar.
"..."
Syr estava ao lado das duas meninas, incapaz de se concentrar em seu
trabalho, enquanto observava Bell no espelho.
Seus olhos cinza-prateados traçavam o garoto a cada passo, como se
implorassem para ele sair vivo.
“—Wow, apenas uau, Aiz! Olhe para ele ir! ”“ Sim. ”
No extremo norte da cidade ...
A casa de Loki Familia também estava cheia de emoção, apesar de estar
longe dos bares.
Os olhos de Tiona brilharam enquanto observava o ataque cuidadosamente
elaborado de Hestia Familia se desdobrar em outro espelho.
Aiz estava ao lado dela, o olhar dourado pregado ao garoto refletido por
dentro.
"Sim, eles estão indo muito bem ... Mas mesmo sem todos os truques, eles
não poderiam ter enviado o aventureiro encapuzado com as espadas mágicas
diretamente para dentro e deixar as cartas caírem como podem?" Isso teria sido
muito mais fácil ”.
Tione ficou atrás das duas garotas, observando a ação sobre suas cabeças
enquanto ela fazia sua própria pergunta.
“Amazônia até os ossos, pensando assim…”
"Hmmm, simplesmente, um Golias teria uma chance de participar de uma
batalha de cem pessoas?"
"…Impossível."
“Além disso, essas duas espadas mágicas sozinhas não poderiam destruir a
estrutura inteira. Não há dúvida de que as forças de Apolo estão muito melhor
organizadas. O grupo de Hestia não podia se dar ao luxo de ter uma batalha em
grande escala,

mistura caoticamente amigo e inimigo. ”


Gareth, Finn e Reveria reviraram os olhos para a proposta de Tione e cada
um explicou o raciocínio deles por sua vez.
Um grupo de batalha composto apenas de membros da Apollo Familia
liderados pelo Nível 3 de Hyacinthus já era poderoso o suficiente para derrubar
um Golias por conta própria.
Os três começaram calmamente a quebrar as táticas do grupo para ela
quando - "não significa merda".
Bete entrou na conversa.
"Rabbit Boy quer resolver o placar com o próprio pervertido."
Muitos membros da Loki Familia se reuniram na sala comum de sua casa.
Loki montou muitos Espelhos Divinos antes de sair mais cedo naquela manhã.
O jovem lobisomem estava assistindo a um diferente das garotas, uma que
mostrava o lado do rosto de Bell enquanto ele corria.
"Ele é um homem, esse."
Falando alto o suficiente para ser ouvido por todos, seus olhos de cor âmbar
não saíram do espelho.
“Você sabe de alguma coisa?” “… Não.”
Bete cuspiu uma resposta à pergunta de Reveria.
"Isso vai funcionar, isso vai funcionar! Eles já chegaram tão longe!
Completamente ignorando o que estava acontecendo atrás dela, Tiona
começou a correr em torno de Aiz e bombeando seu punho no ar. Tione, Bete e
as outras assistiram em aborrecimento quando a jovem amazona começou a
pular para cima e para baixo também. Tiona não se importou quando sua torcida
se tornou ainda mais acrobática.
Com o rosto vermelho-beterraba, a garota parou e deu um soco em direção
ao espelho a cada palavra.
"Luta! Ganhar-! Argonauta!

Bell atravessou a ponte do céu e entrou na torre principal seguindo as


instruções que Lilly lhe dera.
A torre que continha a sala do trono era expansiva. Tapetes velhos
cobriam o chão de pedra e as paredes eram decoradas com obras de arte
cobertas de pó. Bell sentiu como se tivesse entrado em uma mansão
abandonada por seu dono.
"SHAA!"
"!"

Uma pessoa animal saltou para ele das sombras. Bell calmamente se
moveu para se envolver.
Desviando com facilidade dois golpes da espada branca do atacante, Bell
tirou a espada do caminho no terceiro golpe e balançou a perna esquerda
para fora e para o alto. "Gah!" Seu pé esquerdo se enterrou na bochecha do
atacante, mandando-o cair no chão. O corpo da pessoa animal rolou duas ou
três vezes antes de se deitar.
-Sr. Cranell Eu estou apenas lhe emprestando minha força.
Quanto mais inimigos apareciam das sombras, a mente de Bell voltou à
conversa que ele teve na noite passada.
Eles passaram a noite antes do Jogo de Guerra na floresta a oeste do
antigo castelo. O experiente guerreiro élfico o puxou de lado sob o luar.
- Esse conflito deve ser resolvido pela sua família - não, pela sua mão.
Graças às espadas mágicas apressadamente forjadas, Bell e os outros não
teriam que se preocupar em atacar diretamente o castelo. Considerando a
vantagem defensiva dada a um inimigo já poderoso, um plano para ter o
ataque de Gale Wind também foi descartado.
Mas isso era tudo apenas uma premissa.
Sem dúvida, todos esperavam por um momento decisivo.
Hestia, Lilly, Welf, Mikoto, o público e, provavelmente, todos os deuses
- mas, acima de tudo, o próprio Bell.
Todos queriam ver o garoto acabar com esse jogo de guerra.
Quero vencê-lo.
Determinação queimada dentro dele.
Ele queria rugir com a dor de não ser bom o suficiente, as lágrimas que
ele tinha derramado.
O bar, no meio da cidade e hoje. Bell jurou que ele superaria aquele
homem em seu terceiro encontro.
Para recuperar sua honra, reivindicar a vitória de sua deusa e alcançar o
próximo patamar.
Hoje, Bell resolveria tudo com suas próprias mãos.
Eu acho que é o último ...
Deixando os corpos de seus assaltantes no chão, Bell avançou para um
corredor circular onde ele não podia sentir mais ninguém.
O último de seus inimigos estava na sala do trono. O general, Hyacinthus
e seus guardas pessoais estavam esperando por ele lá.
Retornando todas as armas para suas bainhas, Bell olhou para a palma da
sua direita

mão.
Cerrando o punho, o garoto olhou para cima - anel, anel, anel. Um som
de chimpanzé ecoou ao redor dele.

"Estamos sob ataque! O Little Rookie está aqui!


O mensageiro voou pelas portas principais e imediatamente enviou uma
onda de pânico pela sala do trono.
O fato de Bell ter penetrado tão longe nas defesas internas do castelo
deixou todos em choque. A notícia de que os reforços eram necessários
abaixo fez com que todos pegassem suas armas e corressem para a porta.
Isto é, todos menos um.
“Negado. O que está passando pelas suas cabeças ?! ”
Hyacinthus estava sentado no trono no fundo da sala. Ele bateu com o
punho no braço da cadeira.
Cabo balançando atrás dele enquanto se levantava, veias na cabeça
pulsando de raiva, ele olhou ao redor da sala. Todos os presentes recuaram
de medo.
“Mostrar essa muita covardia está além da vergonha. Como podemos
enfrentar nosso Senhor Apolo em tal desonra ...?
Seu rosto normalmente encantador e belo enrugou-se numa expressão
horripilante.
Hyacinthus não conseguiu esconder sua irritação com o fato de que suas
próprias forças haviam permitido que o inimigo chegasse tão longe, assim
como a raiva que sentia em relação a si mesmo.
"Geral? General, senhor! Eu imploro, por favor, deixe este lugar
imediatamente! ”“ Cassandra, já chega! ”
A garota que gritava ao lado de seu trono proporcionara a Hyacinthus
uma saída para sua raiva.
A garota, usando um pano de batalha estilo vestido, com os longos
cabelos amarrados para trás, implorou a Hyacinthus que desocupasse a sala
do trono desde cedo naquela manhã. Tudo sobre o desespero em sua
mensagem covarde fez sua pele arrepiar.
“Por favor, por favor, acredite no que estou dizendo a você…!”
“Silêncio! Mantenha seu absurdo crível! Hyacinthus acenou para ela com
raiva.
Apolo o nomeou general de suas forças. Um líder nunca poderia
abandonar seu posto sem motivo. Uma perda ainda era impensável, mesmo
com as condições atuais.
“Você não vê ?! Eu estou aqui junto com vários outros guerreiros. Bell
Cranell entrando aqui sozinho soletraria sua própria morte!
O homem gesticulou para os outros aventureiros na sala. Eles tinham sido
mão

selecionado por Hyacinthus por suas habilidades em batalha. Dez ao


todo, eles seriam mais do que suficientes para lidar com um novato de nível
2. A vitória estava praticamente garantida com o seu general de nível 3
liderando a carga.
Todas as pessoas na sala olhavam para Cassandra enquanto seus olhos se
enchiam de lágrimas. Ela olhou para os pés aterrorizada.
Ela segurou seu corpo trêmulo, sua linha de visão pulando de pedra em
pedra no chão da sala do trono.
"Ah ... ahhh."
A garota de cabelos compridos começou a gemer, seu rosto perdendo a
cor a cada segundo. As bochechas de Hyacinthus se contorceram por
irritação quando ele se virou para encará-la.
Foi quando a menina olhou para cima e sussurrou: "Relâmpago ..."

Toque Toque.
Bell continuou se movendo, carrilhões ecoando em torno dele até que ele
encontrou uma escada que levava para o alto da torre.
Não havia uma alma em seu caminho. Seus olhos vermelho-rubi traçaram
o caminho da escadaria em espiral antes de se concentrar nas partículas de
luz circulando em torno de seu braço direito.
O Grande Sino não tinha sido ouvido desde a batalha no décimo oitavo
andar do Calabouço.
Deve haver algum tipo de gatilho porque Bell tinha certeza de que era
exatamente assim que ele atacava seu ataque antes. Vasculhando sua
memória, ele teve a sensação de que a voz de um ser divino veio a ele
naquele momento.
Isso o reviveu, desde que a visão o encheu de um desejo ardente - era
tudo o que Bell conseguia lembrar. Algo de repente lhe ocorrera durante
aquela batalha. Ao mesmo tempo, Bell percebeu que o poder que ele exercia
naquele dia não era algo que ele pudesse conjurar a cada vez.
Mas ele não precisava disso agora. "...!"
O gatilho de Argonaut, uma visão clara de um herói. Desta vez, ele viu o
guerreiro Argis.
O herói aparentemente imortal lutou até morrer, matando monstro após
monstro para recuperar uma fortaleza que havia sido invadida por uma
horda. Seus atos corajosos eram lendários.
Cada nervo no corpo de Bell veio à vida quando ele visualizou o herói
invadindo o castelo por conta própria. A luz começou a piscar na palma da
mão direita.

"Raio - realmente?"
Hyacinthus exalou lentamente pelo nariz, sua voz misturada com
sarcasmo quando ele respondeu a Cassandra.
O homem olhou para fora de cada uma das janelas que rodeavam a sala
do trono. Ainda de costas, ele olhou para a garota com o canto do olho.
“O céu é um azul celeste, nuvens brancas e fofas aqui e ali. E você está
me dizendo que o raio vai cair?
Sem nenhum sinal de tempestade no horizonte, Hyacinthus riu da
perspectiva.
No entanto ... "Não caia ..."
A réplica de Cassandra mal escapou de seus lábios.
Agarrando seu rosto pálido entre as mãos, Cassandra fez contato visual
com o homem e sussurrou:
"Relâmpago ... vai subir."
Mais uma vez, seu olhar caiu no chão de pedra. "O que?"

A base da escada diretamente abaixo da sala do trono.


A enorme espiral se espalhou para a esquerda e para a direita. Bell estava
diretamente no meio, olhando para cima como um arqueiro avistando um
alvo.
Os passos de um aventureiro que tentava descer ecoaram pelo tubo largo
e chegaram aos seus ouvidos.
Bell alcançou o céu como se tentasse agarrar o sol.
-Um minuto.
Uma carga de sessenta segundos. Luz branca pulsante se juntou em torno
dele. Em seguida, uma voz.
"Firebolt"
Um inferno branco de eletricidade explodiu.

""
Rachaduras corriam pelo chão de pedra saliente, a luz vazando.
Todas as palavras saíram de Hyacinthus no momento em que ele viu a
primeira explosão romper e continuar no teto.
Uma explosão ensurdecedora.
"O que foi isso, você viu isso?"

Babel estava cheia de divindades gritando. "Nenhum feitiço de gatilho ?!"


“Esse tipo de energia sem fundição

?!

"Eu quero que humano sooooooooooooooo ruim!"


Nem uma única divindade na câmara manteve seu assento enquanto eles
rugiam de excitação.
A maioria dos deuses e deusas estava cheia de uma mistura de choque e
admiração pelo feitiço de Bell sem gatilhos.
“…,… ?!”
Separado dos deuses aproveitando o momento, Apolo ficou congelado no lugar
com a boca bem aberta.
"...!"
Hestia também não se mexeu, os olhos não se mexendo no espelho.
Ela observou o general inimigo emergir de uma pilha de escombros em sua
superfície.

“Haa—, ghaa—… ?!”


Pedaços e pedaços de pedra caíram de Hyacinthus quando ele se sentou,
contorcendo-se de dor.
A metade superior da torre principal desaparecera. A sala do trono tinha sido
completamente destruída por uma explosão que veio diretamente abaixo dela.
Mesmo agora, as últimas explosões elétricas estavam abrindo caminho através das
nuvens no alto do céu, a caminho do sol brilhante.
"O que ... o que aconteceu ?!"
Hyacinthus ficou de pé. A capa perfeitamente arrumada e limpa ao redor de
seus ombros estava rasgada e seriamente danificada. Seu cabelo normalmente
estiloso estava esfarrapado e cheio de sujeira.
- Cassandra o atacou no momento em que a primeira explosão elétrica veio
pelo chão, derrubando-o pela janela.
Ele lembrava vagamente de ouvir a quebra de vidro quando tudo ficou branco e
seu corpo foi atingido por milhares de fragmentos de pedra. Ele deve ter perdido a
consciência durante o outono, porque ele não conseguia se lembrar como ele
acabou no chão do lado de fora do castelo. Olhando em volta, tudo o que ele podia
ver eram pequenas montanhas de escombros e espessas nuvens de fumaça
obscurecendo sua visão.
"Cassandra?! Rony ?!
Ele chamou seus aliados em confusão, raiva e uma emoção que ele não podia
reconhecer que estava crescendo dentro dele. Não houve resposta.

A fumaça subiu o suficiente para ele ter uma visão melhor da pilha de pedras a
poucos metros dele. Um calafrio percorreu a espinha de Hyacinthus quando ele
percebeu que havia um corpo humano enterrado nos escombros.
-Apagado.
Ele era o único que restava. Seu comportamento normalmente calmo e refinado
desmoronou. Com os olhos brilhando em fúria, Hyacinthus desembainhou a espada
quando a ponte do céu se desfez.
colapso no castelo abaixo. "Onde está voce?!"
Flamberge firmemente em seu alcance, Hyacinthus rugiu na fumaça.
Seu inimigo ainda estava vivo - ele sabia disso. O desejo de rasgar aquele
garoto em pedaços o consumiu.
Seu coração estava acelerado; suor escorria continuamente pelo rosto. O
inimigo estava escondido na fumaça, lâmina treinada em sua garganta.
Hyacinthus girou para a esquerda, olhou para a direita e depois virou-se
completamente. O guerreiro coolheaded foi embora. Ele não podia ficar parado,
observando cada torção do fumo crescente em todas as direções.
Por fim, os raios do sol começaram a perfurar as nuvens esfumaçadas. Ele
podia ver mais e mais profundamente até que ...
""
O ar pareceu tremer.
Dois pontos de luz vermelha rubi cintilaram na fumaça atrás dele. Hyacinthus
podia sentir isso: a fera coberta de sangue. Isso fez sua pele arrepiar.
Um segundo depois, Bell atravessou a cobertura de fumaça. Hyacinthus girou
para encontrá-lo.
Duas facas vermelhas e uma longa lâmina rouge colidiram em uma explosão de
faíscas.
“UWHHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Orario tremeu.
Aventureiros, comentaristas e deuses também.
Um duelo entre generais inimigos. Essa reviravolta altamente inesperada fez a
cidade entrar em frenesi.
Milhares de palmas suadas estavam cerradas em punhos enquanto olhos sem
piscar observavam os espelhos com a máxima intensidade.
Nenhum dos espectadores poderia formar palavras reais, apenas fazer tanto
barulho quanto possível, o duelo do século se desenrolava diante deles.

“… ?!”
Um impulso para frente. Duas lâminas carmesim rodopiantes.
Seus ataques foram rápidos demais para seguir. Assim que o espelho refletiu
um ataque bloqueado com sucesso, os ecos dos três seguintes vieram altos e claros.
No momento em que Hyacinthus endireitou os ombros, o garoto de cabelos
brancos se afastou, rolando para o lado, depois para um ponto cego, sempre
ficando fora do caminho do flamberge.
Forçado a ir na defensiva, não havia janela para contra-atacar.
O homem podia sentir cada impacto das duas facas contra sua arma nos ossos
de seus dedos. A dor passava por eles todas as vezes.
Os olhos de Hyacinthus tremiam quando ele observou o ataque duplo de Bell,
desesperadamente tentando acompanhar.
-Quem?
Os ataques do garoto aumentaram em ferocidade. O que era pior, ele não podia
prevê-los.
Hyacinthus teve a vantagem de força. Mas estranhamente, e obviamente, o
menino era mais rápido.
-Quem é?
Técnicas, footwork, nada importava se sua lâmina não pudesse se conectar.
Além disso, o garoto ficou atrás dele.
Sua Agilidade aumentara tanto que as memórias de suas batalhas anteriores se
tornaram turvas.
- Só quem é esse?
A palavra "crescimento" não lhe fez justiça.
Mal conseguindo bloquear o ataque do menino, Hyacinthus olhou para ele
incrédulo e gritou a plenos pulmões:
“- QUEM QUEM SÃO?”
Habilidades, estratégia, técnicas - tudo estava em seu próprio nível.
O menino que tinha sido facilmente dominado por ataques simples e diretos em
um instante, apenas dez dias atrás, não estava em lugar algum.
O homem colocou toda a sua força em um balanço abrangente na cabeça deste
estranho aventureiro e gritou:
"Eu sou o nível três!"
Hyacinthus balançou de novo e de novo, atacando descontroladamente, quando
de repente o corpo de Bell se tornou um borrão.
Pegando o flamberge que se aproximava entre as duas facas em um golpe para
baixo, as lâminas carmesim brilharam quando eles quebraram a espada rouca ao
meio.

"O que há de errado com você, Hyacinthus ?!" Gritou Apollo enquanto
observava seu valoroso seguidor perder a espada que simbolizava sua Família. O
rosto da divindade não conseguia esconder a quantidade de estresse que ele estava
sob.
As zombarias furiosas podiam ser ouvidas da cidade abaixo, como todo deus
dentro de Babel observava Hyacinthus puxar uma palavra-chave de seu cinto e
continuar a luta. Hestia mordeu o lábio enquanto observava os dois se envolverem
em um estilo de combate altamente móvel, atropelando e correndo em seu próprio
espelho. Hermes ergueu uma sobrancelha e se dirigiu para o lado dela.
"Bem, bem, parece que Bell tinha algum excedente extra estocado quando ele
se tornou o Nível Dois".
Hermes mostrou seu habitual sorriso encantador enquanto olhava para o lado
do rosto de Hestia.
Não houve nenhum anúncio de que Bell havia atingido o Nível 3. Então, a
única maneira que era possível para ele manter-se seria por suas habilidades de
Nível 1 terem combinado com suas atuais Estatísticas de Nível 2. Isso fez Hermes
vibrar por dentro só de pensar em quão altas suas habilidades básicas deveriam ter
sido para produzir tal resultado, e ele só precisava saber.
“Qual era o seu status antes de se classificar? Venha, prometo não contar a
mais ninguém. O segredo está seguro comigo, então por favor?
Os olhos de Hestia não saíram do espelho. Ela nem se moveu enquanto
respondia em voz baixa:
"Você não vai acreditar em mim de qualquer maneira, então não."
"Claro que vou acreditar em você, então, por favor, me diga."
Hermes continuou pressionando, então Hestia disse a ele os níveis básicos de
Bell após sua batalha com o Minotauro.
“Tudo menos agilidade era SS.” “Ha-ha! Você deve estar brincando.
Hestia continuou observando o espelho, seu rosto sério em contraste com a
risada de Hermes.
Hermes percebeu que Hestia não estava sorrindo e a realidade do que ela havia
dito começou a afundar.
"Mesmo?"
"Mesmo."
Hermes deu um passo à frente, o formigamento inundou seu corpo enquanto
outro sorriso crescia em seus lábios.
“… Então, qual foi a sua agilidade?”

"Calma, Hermes."
Trazendo um fim abrupto ao questionamento da divindade, Hestia voltou seu
foco completamente para o espelho.
Ela estava determinada a assistir essa luta até o fim.

"Hu ...!"
"!"
Arcos carmesins cortavam o ar enquanto Hyacinthus absorvia cada golpe com
sua espada curta.
Sua arma principal, o Solar Flamberge, estava em pedaços em cima dos
escombros. Um golpe direto das armas nas mãos de Bell era poderoso o suficiente
para quebrá-lo em um golpe. Coberto de suor, o homem foi repentinamente sendo
empurrado para trás.
Ushiwakamaru-Shiki.
Welf, agora um High Smith, colocou seu coração e alma na forja desta nova
arma da metade restante do Minotaur Horn de Bell. Com muito mais poder
destrutivo que o Ushiwakamaru original, o espírito ameaçador do Minotauro
parecia residir dentro da própria lâmina. De fato, Bell teve que se concentrar com
todas as suas forças para evitar que a sede de sangue do Minotauro o alcançasse
enquanto avançava em Hyacinthus.
No entanto, só porque ele desarmou seu inimigo e o colocou contra as cordas
não significa que Bell estava confiante na vitória.
Usando Argonaut tinha tomado um pedágio pesado em seu corpo, apesar de
beber uma das poções duplas de Nahza. Bell sabia que ele perderia essa batalha
caso seu oponente a retirasse. Seus braços e pernas estavam ficando mais pesados a
cada segundo.
Bell precisava acabar com isso em menos de um minuto. Cada grama de sua
força, cada gota de energia estava entrando em cada golpe.
Corpo e mente trabalhando juntos, os movimentos do garoto aumentaram ainda
mais a velocidade.
"Guhh ...?"
O belo rosto de Hyacinthus, que seu deus adorava, tremeu violentamente
quando a raiva se misturou com o desespero.
Uma semana de treinamento de combate sob Aiz e Tiona havia chegado ao
auge. Bell estava a par com o seu adversário em termos de técnica e footwork; tudo
estava vindo junto. Todas as lições que haviam sido golpeadas em seu corpo pelos
punhos, pés e lâminas pelos aventureiros de primeira linha empurravam
Hyacinthus mais e mais para trás no campo de destroços.
O foco do garoto e a melhoria do Status foram esmagadores para o segundo

aventureiro de nível.
“U-OOHHHHHHHHHH ?!” “?!”
Todos os acessórios presos ao corpo dele agitaram-se no ar quando Hyacinthus
girou e girou para evitar as lâminas carmesim. Gritando a plenos pulmões, o
general da Apollo Familia bateu sua espada curta no escombro sob seus pés.
O impacto resultante enviou uma nova nuvem de poeira cegante para o ar. O
ataque foi poderoso o suficiente para atingir o solo, adicionando uma nuvem de
sujeira à explosão. Bell reagiu rápido, seus reflexos o enviaram para trás antes que
a nuvem pudesse alcançá-lo. Ao mesmo tempo, Hyacinthus chutou o chão,
lançando-se para longe do garoto como uma flecha disparada de um arco.
Então-
“—Meu nome é amor, filho da luz. Filho glorioso, ofereço meu corpo!
Hyacinthus jogou seu trunfo.
Uma boa distância entre eles, ele começou a lançar Magic.
“Meu nome é pecado, inveja do vento. Este corpo chama sua rajada!
Magia - o poder de voltar da situação mais sombria em um piscar de olhos.
Incapaz de se manter no combate corpo-a-corpo, Hyacinthus decidiu tentar uma
estratégia diferente para virar a maré da batalha a seu favor.
“Venha adiante, anel de fogo!”
Bell podia sentir uma grande quantidade de energia mágica se acumulando no
outro lado da nuvem de poeira rodopiante.
Retornando Ushiwakamaru em sua bainha, Bell empurrou seu braço esquerdo
para a frente em uma tentativa de parar a magia em suas trilhas.
"Firebolt!"
Demorou menos de um segundo para que o Swift-Strike Magic de Bell cortasse
a nuvem e rasgasse Hyacinthus.
"!"
O inferno trovejante envolveu-o, dispersando o pó.
O corpo comprido do homem se inclinou para trás. Seu pano de batalha agora
não passava de trapos cobrindo a pele queimada. No entanto, Hyacinthus suportou.
Não só isso, o poder mágico reunido em suas mãos não foi afetado. O homem
cerrou os dentes, endireitou-se e continuou lançando. "- em ventos de oeste!"
Os olhos de Bell se arregalaram. Ele observou o homem sem acreditar.
Ele respirou fundo, preparando-se para acertar seu inimigo com outra rodada de

o Swift-Strike Magic, quando do nada ... “YAA– ?!”


"!"
Uma menina de cabelos compridos emergiu dos escombros e atacou Bell de
lado.
O equipamento de Cassandra fez contato com seu braço no mesmo instante em
que a magia do garoto foi liberada, protegendo Hyacinthus da explosão.
“Muito bem, Cassandra!”
Apolo gritou em seu espelho dentro da Torre de Babel. Outra sombra apareceu
no campo de entulho, este fazendo um caminho mais curto para Cassandra.
"Sr. Sino!"
"Kyaahhh ?!"
Lilly, sem disfarces, chegara para dar apoio.
A garota foi a primeira a chegar do castelo. Derrubando Cassandra por trás, os
dois rolaram a pilha de pedras e caíram na grama abaixo.
"-Nuuuahhhhh!"
Bell imediatamente estendeu a mão esquerda para disparar novamente, mas
Hyacinthus tinha terminado de lançar. O homem puxou seus ombros para trás
enquanto seu torso torcia na cintura.
Dobrando os joelhos para abaixar o centro de gravidade, Hyacinthus ergueu a
mão direita para o alto e deixou cair a esquerda bem acima dos detritos sob seus
pés - um lançamento de disco.
O garoto observou horrorizado os olhos de Hyacinthus se fecharem sobre ele, a
mão direita pulsando com energia mágica. Um batimento cardíaco depois, o
homem provocou sua magia.
“Aro Zephyros!”
Um anel do tamanho de seu corpo apareceu entre as mãos, brilhando como o
sol.
Hyacinthus lançou o anel para a frente em um movimento rápido, a mão direita
apontando o disco para Bell. Ele girou com velocidade ofuscante enquanto corria
para frente.
"Firebolt!"
Bell lançou seu próprio Swift-Strike Magic um segundo depois.
Um disco em chamas do tamanho de um torso humano; um pilar sinuoso de
eletricidade violeta e flamejante.
Os dois Magics colidiram, mas o disco não teve problemas em cortar as chamas
elétricas.
"!"
Faíscas voaram em todas as direções quando a luz violeta foi engolida pelo

raios ardentes do "sol".


Firebolt tinha sido dominado. Essa era a fraqueza da Magia de Bell - poderia
ser rápida, mas faltava força destrutiva.
Em face do Aro Zephyros de Hyacinthus, não teve chance. "Guh!"
Bell conseguiu desviar o disco que se aproximava pelas margens mais finas.
"Sem sentido!"
No entanto, o disco de repente virou para o céu, como se guiado pela voz de
Hyacinthus. Revirando, estabeleceu um novo curso para Bell. As chamas que se
aproximavam refletiam os olhos vermelhos de Bell.
Magia do Lar. A energia mágica não seria desembolsada até que o disco
atingisse seu alvo.
Um vento de oeste empurrando seu corpo para o leste, Bell fez um salto
desesperado para sair do caminho do disco.
"Rubele!"
Um clarão ofuscante e depois uma explosão repentina. "- GAH!"
O corpo de Bell fora estendido, braços estendidos para fora, quando Hyacinthus
provocou a explosão do disco.
A explosão jogou o corpo indefeso do garoto por vários metros, afundando em
outra pilha de escombros.
"Sr. Bell! ”Gritou Lilly enquanto se agarrava ao corpo de Cassandra,
observando a batalha pelo canto do olho.
Hestia esqueceu de respirar enquanto olhava fixamente, os olhos fixos em seu
espelho. Todos torcendo pelo garoto da cidade de repente ficaram em silêncio.
Corpo envolto em fumaça, Bell ricocheteou nos destroços duas, três vezes,
gotas de seu sangue fluíram pelo ar ao redor dele. Clang A faca caiu da mão direita
de Bell no próximo impacto.
Finalmente parando, o menino conseguiu ficar de pé. No entanto, a armadura
que protegia seu ombro direito havia desaparecido, seu braço pendendo flácido e
inútil ao seu lado.
"Agora eu tenho você!"
Tirando a espada curta da bainha em sua cintura, Hyacinthus atacou. Bell
observou seu inimigo ganhar velocidade, mas ele não conseguiu reagir.
O sol refletia na lâmina de Hyacinthus enquanto se movia em seu alvo imóvel.
()

Bell viu seu oponente carregando em câmera lenta. Enquanto isso, longe em
Orario ...
Os olhos de Hestia tremiam. Apolo sorriu com alegria.
O rosto de Eina ficou pálido, Syr rezou, Bete estalou a língua.
Tiona prendeu a respiração, mas nos olhos dourados da menina sentada ao lado
dela ... Era a mesma lembrança que estava piscando diante dos olhos vermelhos do
menino.
()
Duas sombras colidindo acima da muralha da cidade, o céu laranja antes do pôr
do sol.
Eu te disse. Eu te escutei.
- As pessoas ficam mais fáceis de ler quando vêem uma janela. O garoto
prestou atenção em cada palavra.
—Guard é mais baixo quando o golpe final está próximo.
Seus corações estavam conectados por essa única lembrança, acidental e
inevitavelmente.
- Sua maior oportunidade é quando você está mais vulnerável. Ela ensinou a
ele. O menino levou isso a sério.
- não se esqueça. Então, ainda não.

((-Agora))
O braço de Hyacinthus se afastou, a lâmina de sua espada curta ainda no
ombro.
Todas as emoções que ferviam dentro dele estavam concentradas na ponta da
espada por um impulso mortal. Ele ia acabar com isso fazendo Bell passar.
O rosto do homem se transformou em um lobo salivando sobre uma matança.
Bell começou a se inclinar para trás.
Os cantos da boca de Hyacinthus se curvaram para cima, interpretando os
movimentos de Bell como covardes. Ele cortou o ar com sua espada uma vez,
provocando seu inimigo antes de voltar para a aproximação final.
Bell dobrou os joelhos e rolou de costas um momento depois.
Forçando seu centro de gravidade o mais para trás possível, ele rolou para trás
por cima do ombro.
Vendo seu inimigo a menos de três quilômetros de distância, Bell
vigorosamente retrocedeu mais uma vez a tempo de desviar da lâmina que
chegava.

Ele usou esse momento para balançar as pernas para cima.


A palavra-chave foi mantida na mão direita do oponente. Bell sentiu a ponta da
bota direita roçar no cabo.
De lá, ele chutou com toda a força.
""
CLING! A palavra-chave brilhou à luz do sol enquanto subia e desaparecia de
vista. Desarmado, Hyacinthus congelou no local.
A confiança e o descuido do inimigo abriram o caminho para a vitória.
Bell rolou por cima do ombro mais uma vez e sentiu os pés se conectarem com
o solo - ele saltou para a frente.
"-Haa!"
Alcance em branco. "- waaaaaaiit!"
Limpando o braço direito à mercê da força centrífuga, Bell fez um punho com a
mão esquerda.
Hyacinthus viu o menino chegando, mas foi incapaz de evitar seu ataque
porque seu corpo ainda estava preso na mesma posição de empurrar, braço direito
para a frente, braço esquerdo para trás.
O coelho Vorpal era um temível coelho branco assassino que se escondia nos
andares mais profundos do Calabouço. E, no entanto, aqui estava um pouco acima
do solo. Isso é o que Hyacinthus viu quando o medo o ultrapassou.
Todos os músculos do corpo do garoto ficaram tensos antes de encher a "presa"
de seu punho com cada grama de energia que ele havia deixado.

"UWAAAAAAHHHHHHHHHHHHH!"
Impacto. "GeHAA ?!"
O punho de Bell se enterrou na bochecha de Hyacinthus; ondas de choque
rolaram por toda a cabeça do homem. Um batimento cardíaco depois, seus pés
deixaram o chão.
Um baque agudo soou antes de um estrondo alto. O corpo do homem bateu no
chão com tanta força que ele voou alto no primeiro salto; o que sobrou de sua capa
foi despedaçado quando ele girou como um top. Ele caiu no chão novamente
apenas para ter seu impulso de lançá-lo em direção ao céu mais uma vez.
Seu corpo chegou a uma parada misericordiosa depois de uma viagem de trinta
pessoas através do campo de destroços. Jacinto estava deitado de costas, braços e
pernas estendidos como um anjo caído

no meio da pastagem.
Olhos revirados na cabeça e a cratera gigante na bochecha, o homem não tentou
se levantar.
O vento parou de soprar quando o silêncio desceu no campo de batalha.
Cassandra estava prestes a jogar Lilly fora de seu corpo quando viu o golpe
final.
A garota de cabelos compridos caiu de joelhos.

"!"

O céu acima de Orario explodiu em um tremendo clamor.


Os sinos da igreja ecoavam por toda a cidade para marcar o final do Jogo de
Guerra, assim como o golpe final foi dado nas ruínas do castelo.
Demi-humanos de todas as raças olhavam para o menino refletido nos espelhos
e gritavam a plenos pulmões.
“Eina, olhe para isso!” “Bell…!”
Misha envolveu seus braços em volta dos ombros de Eina na frente da sede da
Corporação.
Com os olhos esmeralda rasgando, Eina esqueceu sua posição como
funcionária da Guilda e se juntou à celebração que acontecia ao seu redor. A
ansiedade mascarada pelo refinamento desapareceu, pura alegria tomando seu
lugar.
“Há o sino final! Isso foi incrível, classificando-se lá em cima com os feitos dos
"Giant Killers", Loki Familia! O vencedor deste jogo de guerra é Hestia
Familia!
Por alguma razão, Ganesha fez poses masculinas no meio do palco, ignorando
completamente o fato de que Ibly estava gritando através do amplificador de voz
com tanta intensidade que seu rosto poderia explodir.
Sua voz ecoou por toda a cidade, envolvendo todos os edifícios e alcançando os
ouvidos de todos os espectadores.

“““Yahh HAAAA!”””

Três divindades, que apostaram na Hestia Familia em um


determinado bar da cidade, pularam da mesa comemorando seus
ganhos improváveis.

"""FILHO DA PUTA!"""

Ao mesmo tempo, todos os aventureiros que apostaram no Apollo


prenderam os pulmões e jogaram os ingressos no chão em desgosto.
“Oh, oh? Senhora?! Você vence também?
A julgar por todos os gritos de agonia, Mord pensou que ele era o
único que saiu por cima. Foi quando ele viu uma jovem feliz sentada
no canto do bar.
O homem andou até ela, feliz como poderia ser. A mulher do
Chienthrope - Nahza - sorriu de volta para ele, abanando a cauda
espessa e fazendo um V com os dedos.

““ “YESSS-SAA!” ””

Os gritos de angústia eram tão fortes em West Main no The


Benevolent Mistress. No entanto, Ahnya, Chloe e Runoa estavam
pulando de alegria, batendo as mãos uma e outra vez. Outros
empregados do bar se aproximaram das três meninas, trocando abraços
e sorrindo junto com elas.
"…Sino."
Lágrimas de felicidade inundavam os olhos prateados de Syr. Seus
lábios tremeram quando seu rosto tentou expressar a intensidade de
seus sentimentos de uma só vez.
Suas bochechas coraram quando ela finalmente desviou o olhar do
espelho flutuando na frente da parede e voltou sua atenção para os
clientes. "Droga, eu perdi tudo!" "Ei, Syr, eu vou precisar de uma
porcaria de cerveja aqui!" Ela conseguiu colocar seu "sorriso de
trabalho" enquanto os clientes começaram a afogar sua tristeza em
como muito álcool como eles poderiam pagar.
“Commando!” Ela respondeu em uma voz brilhante, estimulante
em seus passos enquanto ela ia pegar seus pedidos.
“… Punk tirou isso.”
Bete praticamente cuspiu essas palavras de sua boca enquanto
ouvia as comemorações vindas de fora da casa de sua família.
Ele virou as costas para a sala comum e caminhou em direção à
saída. "Bete, onde você está indo?"
"Onde diabos eu me sinto."
O lobisomem respondeu à pergunta de Finn antes de desaparecer
pela porta.
Todos os que ficaram para trás na sala comunal trocaram olhares.
Eles chegaram a um consenso surpreendentemente rápido.

"Calabouço, huh". "Isso seria da masmorra." "A masmorra, sem


dúvida." "Com certeza ..."
Finn e Gareth forçaram um sorriso quando Reveria fechou os olhos
em frustração.
Tione parecia mais entediada do que irritada.
Com Bete desaparecido, todos na sala voltaram sua atenção para os
espelhos. Pensando no garoto desesperado que chegara à porta deles há
quase dez dias, era difícil acreditar que aquele coelho lamentável havia
conquistado a vitória. Ninguém disse uma palavra.
Isto é, até que… “… Bom para ele.” “Sim…”
Tiona estava literalmente dançando ao redor da sala apenas
momentos antes, mas agora a Amazona estava ao lado de Aiz,
enquanto observavam um espelho. Lenta mas seguramente a garota de
pele de trigo virou-se para a amiga com um sorriso radiante nos lábios.
A loira assentiu em resposta e observou os amigos de Bell se
reunirem ao redor dele no reflexo do espelho. Seus lábios se abriram
antes que ela percebesse o que estava acontecendo.
"Parabéns…"

O maior espelho da rua mostrava os aliados do garoto se reunindo


ao redor dele, bagunçando seus cabelos e parabenizando-o como se
fosse da família. Outros mostraram cenas de outras cidades superadas
pela emoção do bom combate.
O mesmo aconteceu com os deuses da Torre de Babel. Vários deles
se reuniram, comparando notas e admirando as crianças ou oferecendo
críticas em suas próprias avaliações do Jogo de Guerra.
"O que ... ha ..., eh ...?"
Um deles, no entanto, Apolo, parecia um fantasma quando ficou
congelado ao lado da mesa.
Seu espelho não mostrava nada além de reflexos de seus filhos,
impotentes e ajoelhados por todas as ruínas do castelo. O fato de que
ele não conseguiu escapar dessa realidade apenas o atingiu como uma
parede de tijolos.
Ele deu dois passos para trás, depois outro, enquanto sua coroa de
louros caía de sua cabeça.
"A-PO-LL-O"
Então, schreee.
Os pés da cadeira de Hestia rangeram enquanto deslizavam
lentamente pelo chão. A deusa que ficou quieta todo esse tempo
quebrou seu silêncio.

Uma aura escura surgiu quando ela se levantou da mesa. Cabeça


inclinada para baixo, ninguém podia ver seus olhos por trás de sua
franja preta. Seu queixo de repente se ergueu, os olhos azuis brilhando
enquanto eles se fixavam em seu alvo: Apolo. Toque, toque em. Ela
andou em direção a ele.
"Hy-hyeee!"
"Você fez as pazes consigo mesmo, espero?"
A voz baixa de Hestia soou como se fosse convocada das
profundezas do inferno. Apolo caiu para trás com medo.
Bell quase foi roubado dela, sua casa foi destruída, e ela foi
perseguida no ponto de flecha ao redor da cidade, entre outras
dificuldades.
Toda a raiva contida que não foi permitida a desabafar até o
momento estava prestes a explodir dentro dela. O deus no chão podia
ver em seus olhos. Ele balançou quando Hestia ficou em cima dele,
olhando para baixo com a máxima intensidade. Os olhos do deus
começaram a regar.
“H-me ouça, Hestia! Isso tudo foi apenas um impulso! Aquela
criança sua era tão fofa que eu não pude deixar de apertar um pouco
suas bochechas ... P-por favor, tenha misericórdia de mim, ó Deusa da
Afetividade! Nós já fomos destinados a compartilhar a felicidade
conjugal! ”
"Cale a boca."
A jovem deusa cortou seu pedido com a ferocidade do próprio
Hades.
O rosto de Apolo assumiu um tom de azul e ficou em silêncio.
Mesmo em Tenkai, ele nunca tinha visto Hestia ser tão aterrorizante.
Whoosh, whoosh, whoosh. Os rabos-de-cavalo gêmeos de Hestia se
agitavam atrás da cabeça, cavalgando as ondas de sua aura. Era a
prova de quão profunda sua raiva corria.
"Você prometeu fazer o que meu pequeno coração deseja, sim?"
Apolo, que nunca considerou a possibilidade de derrota, realmente
disse isso.
Todos os outros deuses presentes haviam feito um grande círculo
ao redor das duas divindades, aproveitando cada segundo do clímax.
Eles não podiam esperar para ver o Julgamento Divino da jovem deusa
sobre o ofensor por seus pecados.
Apolo começou a entrar em pânico, ofegante quando olhou para os
rostos de seus ex-aliados. Agora eram apenas rostos no escuro, dentes
brancos cintilando na luz fraca dos espelhos. As divindades estavam
gostando de vê-lo se contorcer.
As vestes de Apolo se arrastaram pelo chão enquanto ele se
afastava e recuava para Hestia. Olhando para cima, ele viu orbes azuis
brilhando de raiva no momento em que ele fez contato visual.
“Tudo o que você possui, incluindo sua casa, agora é meu. Disband
seu

Familia - e você irá para o exílio! Nunca mais pise em Orario


NOVAMENTE! ”“
HyGAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH! ”
Seu grito enviou um arrepio pela cidade.
Hestia não deu importância ao deus perigoso que quase tirou tudo
dela.
Longe do campo de batalha, em meio a uma tempestade de emoções ...
Outro golpe final foi atingido.

Nas ruínas do castelo agora pacíficas ...


Bell se reuniu com seus aliados dentro do castelo que agora estava perdendo
sua sala do trono e uma boa parte de sua parede externa. Claro, todos eles
foram exaltados pela sua vitória.
"Nós na verdade derrotamos uma Familia que possui tanto poder ... por nós
mesmos." "Tive que confiar em um truque ou dois, mas ... Sim, podemos nos
gabar sobre isso."
Mikoto e Welf trocaram palavras, adrenalina ainda bombeando em suas
veias. Ela tinha tomado o peso de sua própria magia e ele havia cruzado as
lâminas com um dos capitães inimigos, então os dois estavam em estado bruto
fisicamente. No entanto, seus rostos eram tão cheios de vida e um sentimento
de realização que ninguém poderia dizer se eles estavam com dor em tudo.
Bell se afastou da conversa e se aproximou de Lilly. "Lilly ... Obrigado por
me salvar."
"Sr. Sino…"
“Realmente, obrigada…”
A sinceridade nos olhos de Bell, apesar do fato de ele estar coberto de
sangue e espancado, sobrecarregou tanto a Lilly que ela não conseguiu falar
com clareza. Os músculos de seu pequeno corpo ficaram tensos quando ela
escondeu o rosto e criou coragem para perguntar.
"Lilly era ... útil?"
"Sim. É tudo graças a Lilly que ... eu posso ir para casa para Orario. ”As
palavras de Bell fizeram o sorriso infantil de Lilly.
Ela não se sentia assim desde o dia em que o relacionamento deles tinha
sido redefinido. A menina corou quando ela olhou para ele com um sorriso
radiante como um girassol florescente.
"Sr. Cranell, devemos sair desse local. Os funcionários da Guilda estarão
aqui em breve; é necessário encontrar um lugar para descansar e recuperar ”.

"Ah, claro."
Lyu sugeriu debaixo do capuz, os olhos fixos no ombro direito machucado
de Bell.
Com o sabor da vitória em suas bocas, o grupo atravessou os destroços
dentro das muralhas do castelo.
"...?"
Sem pensar, Bell colocou a mão esquerda no peito dele.
Respirando fundo, ele agarrou a corda em volta do pescoço e tirou o
amuleto de debaixo da camisa.
No entanto, foi quebrado.
A jóia tinha uma série de rachaduras que pareciam teias de aranha e a caixa
dourada estava caindo aos pedaços. O brilho que tinha no momento em que Syr
deu a ele se foi.
… Isso me protegeu?
A magia de Hyacinthus embalou um soco muito poderoso. Assumir um
golpe direto, como ele fez, deveria tê-lo eliminado de uma vez por todas.
Bell não pôde deixar de sentir que esse amuleto havia se sacrificado para
salvá-lo.
Bell deu uma olhada mais de perto na joia quebrada e viu algo que parecia
um emblema gravado na carcaça atrás dela.
Devido às milhares de rachaduras em sua superfície, no entanto, ele só
podia ver que era o rosto de alguém no perfil.
“Algo errado, Bell? Estamos indo embora. "" Ah ... sim. Logo atrás de você.
O garoto parou de se mexer para olhar a joia. Welf notou e chamou por ele.
O garoto de cabelos brancos balançou a cabeça, mantendo o olhar na joia da
mão esquerda, antes de olhar lentamente para o céu.
"..."
Quem foi o aventureiro que deu a Syr esse amuleto?
Foi dado a ela por uma razão, para que ela desse a ele.
Esses pensamentos percorreram a mente de Bell enquanto ele olhava para o
céu azul.
Ele não podia deixar de sentir que alguém o observando através de um
espelho na cidade estava sorrindo para ele naquele exato momento.

E assim a cortina caiu no jogo de guerra, com Hestia Familia em pé

vitorioso.
As façanhas dos combatentes de ambos os lados tornaram-se a conversa
da cidade. Bell e seus aliados se tornaram heróis da cidade durante a noite.
Eles eram o centro das atenções onde quer que fossem depois de voltar para
a cidade.
Obedecendo às exigências de Héstia, a Apollo Familia foi dissolvida
imediatamente. Apollo se despediu e liberou todos os seus seguidores de
seus contratos antes de ser escoltado para fora da cidade pela última vez.
Quanto aos agora menos aventureiros, eles seguiram caminhos separados.
Alguns foram em jornadas de autodescoberta, outros foram procurados e se
juntaram a outros Familias, e alguns caíram em desespero. Um pequeno
grupo, incluindo Hyacinthus, foi contra as leis de Orario, deixando a cidade
para seguir seu deus.
Os efeitos do jogo de guerra foram sentidos em muitos lugares.
O fervor ainda tinha que diminuir, mas ainda havia algo que precisava ser
resolvido.

"... Este é o dinheiro devido para a liberação da Lilly, como prometido."


A menina pequena estendeu uma bolsa cheia de moedas de ouro.
Soma, vestido com o manto sujo, pegou a bolsa sem uma palavra.
Dois dias se passaram desde que o Jogo de Guerra terminou. Lilly tinha
viajado para
A casa de Soma Família está sozinha.
Todos os val que tinham sido mantidos em nome de Apollo agora
pertenciam a Hestia Familia. Lilly pegou uma grande parte dela e voltou
para sua antiga casa para trocar o dinheiro pela Hestia Knife, que havia sido
usada como garantia.
Sua nova família se ofereceu para ir com ela, mas Lilly recusou. Ela
disse-lhes que ela tinha que ver isso até o fim por conta própria.
"..."
Ela tinha uma reputação a defender como membro de sua Familia. Soma
aceitou o dinheiro sem confusão.
Ele nem sequer verificou o conteúdo da bolsa antes de puxar a faca de
dentro do seu manto e entregá-la à Lilly.
Lilly ficou surpresa com a rapidez com que essa troca ocorreu. Em uma
sala cheia de diferentes tipos de plantas e uma grande variedade de garrafas
de vinho, ela piscou algumas vezes antes de endireitar sua postura.
Limpando a garganta, ela se preparou para dizer seu último adeus.
"Obrigado por tudo, Lord Soma ..."
Não havia indício de ironia ou ressentimento em sua voz. Ela queria
terminar bem as coisas.

O Status nas costas a identificava claramente como membro da Hestia


Familia.
Ela não tinha mais nenhuma conexão com Soma Familia.
Seu robe solto se inclinou ao redor de seu pequeno corpo quando Lilly se
curvou. Com o rosto para baixo, ela nunca teve a chance de fazer contato
visual com Soma. Um passo para trás, dar mais alguns passos e ela parou por
um momento diante da porta.
"..."
Soma estava em pé no canto do quarto, os músculos do rosto mudando
como se ele estivesse imerso em pensamentos. Ele olhou para as costas de
seu antigo filho ... e falou com ela.
"Lilliluka Erde ... Eu fiz você errado." Na metade da porta, Lilly
congelou no local.
Ela olhou por cima do ombro em surpresa. A expressão da divindade
estava escondida atrás de seus longos cabelos enquanto ele continuava.
"... Certifique-se de cuidar da sua saúde." As primeiras palavras que ele
tinha falado com ela.
Lenta mas seguramente, os olhos castanhos de Lilly começaram a
umedecer.
Ela queria ouvir as palavras dele por muito tempo, mas pelo menos agora,
no final, ela estava grata em ouvi-las. Lilly assentiu com a cabeça, o queixo
batendo no ombro dela.
"Lilly vai ..." ela disse em uma voz trêmula para a divindade que se
lembrava de seu nome.
Um último passo e ela deixou o quarto para trás.

"..."
Soma ficou em silêncio por um tempo depois que Lilly desapareceu de
vista. Finalmente, ele se virou para as prateleiras em sua parede.
Removendo todas as garrafas de vinho, ele as levou para uma caixa de
madeira no canto da sala, colocou-as dentro e fechou a tampa.
Enchendo as manchas vazias com as agora inúteis taças de vinho, os
olhos de Soma se estreitaram por trás de sua longa franja.

As condições dentro de Soma Familia gradualmente melhoraram a partir


daquele dia.
EPILOGUE
HESTIA FAMILIA

Uma grande mansão ficava no meio de um amplo jardim.


Hestia respirou fundo.
“Ta-da! Esta é a nossa nova casa! ”“ “Ooohhhh-” ”
Bell, Lilly, Welf e Mikoto ficaram admirados com o edifício que Hestia
apontou.
Foi três andares de altura; eles tiveram que esticar o pescoço para dar uma
boa olhada no último andar. Hestia continuou dizendo que havia passagens
cobertas com mais jardins no interior. A propriedade era cercada por uma alta
cerca de ferro. Flores e árvores escondiam a maioria dos bares da vista.
"Mas foi realmente bom para levar a casa da Apollo Familia ...?"
“Oh sim, ele explodiu o meu em um milhão de pedaços. Eu não quero ouvir
nenhuma queixa!
Lilly murmurou enquanto olhava para a mansão, mas Hestia a interrompeu
imediatamente.
Era um prêmio do Jogo de Guerra - o prédio que a Apollo Familia chamara
de lar agora era deles. Bell ficou tão surpreso quanto Welf e Mikoto neste súbito
upgrade nas condições de vida.
Nenhum dos mortais podia acreditar em sua sorte enquanto examinavam a
nova casa dos jardins externos.
“Os que moravam aqui antes tinham ... gostos estranhos. Então, como temos
muito dinheiro, eu digo que fazemos algumas reformas! Se você tiver algum
pedido, me avise!
“L-Lady Hestia, eu humildemente peço uma casa de banho!” “Lady Hestia!
Você me construiria uma forja?
Mikoto e Welf não perderam tempo em sugerir o que construir para
substituir quaisquer remanescentes da Apollo Familia. Hestia se virou para eles,
segurando os braços, dizendo: “Espere, espere” e sorrindo.
"Agora que podemos finalmente estufar nossos peitos e dizer que somos
uma Familia apropriada,

Você não acha que devemos decidir sobre um emblema primeiro? "" "Bom
ponto!"
Todos os seguidores de Hestia concordaram em uníssono. Bell era o mais
animado entre eles. Ele estava querendo ter seu próprio emblema da Familia por
um bom tempo.
Hestia sentou-se nos degraus da frente da mansão. Puxando um pequeno
pedaço de papel e uma caneta, ela começou a desenhar uma imagem. Bell e os
outros formaram um semicírculo ao redor dela, observando sua caneta se mover
enquanto estava de pé ombro a ombro.
"Hee-heee, eu coloquei muita atenção nisso"
A caneta de Hestia não parou por um instante até que ela virou o papel para
mostrar sua nova família, sorrindo de orelha a orelha. Welf, Mikoto e Lilly
mantiveram o papel nas mãos e deram uma olhada no design.
"Isso é fogo e ..."
"Entendo. Esta é a idéia de chamas protetoras de Lady Hestia.
“Isso não é nada disso. Este emblema é sobre a relação entre Lady Hestia e o
Sr. Bell! ”
Welf e Mikoto sussurravam um para o outro, mas os olhos de Lilly tremeram
de aborrecimento.
Os três tiveram reações diferentes, mas Hestia usou sua autoridade como
uma deusa para ignorá-los e disse com uma voz muito satisfeita:
"Qual é o problema? Esta Familia começou comigo e Bell, afinal de contas.
”Finalmente, o papel foi parar nas mãos de Bell.
Seus olhos vermelho-rubi se arregalaram enquanto ele estudava o desenho
do emblema. "Deusa, não é isso ...?"
Hestia riu quando ela olhou para a surpresa no rosto do menino. Sorrindo
mais uma vez, ela fez contato visual com Bell e disse: “Agora, Bell. Hoje é a
verdadeira estréia da nossa Familia. ”
Bell olhou de volta para o papel enquanto ouvia suas palavras. Alguns
momentos depois, ele sorriu de volta para ela com uma expressão tão radiante
quanto o sol.
O garoto estendeu o papel mais uma vez para todo mundo ver.

O design do papel em suas mãos consistia de um sino cercado por chamas.


Afterword

A dungeon fantasy story that never once ventures into a dungeon: that’s book
six. I suspect this pattern will continue for the next few volumes…However, you
can visit the Dungeon many times in the spin-off! Please excuse the self-
promotion. If you’re interested, have a look.

I’m particularly fond of stories where the characters increase one by one.
The main character’s journey is a solitary one until he or she meets a healer,
then a beautiful and mysterious fortune-teller, then adds a young mage as the
fourth member…I get excited when a new ally joins the fight in manga, novels,
and of course video games. Nothing beats the feeling of accomplishment after
assembling a well-balanced party.
At the same time, the early stages where very few characters must face
difficult odds to build their relationships is one of the most important, and in my
opinion the most entertaining, parts of the story. I took my time in developing
this part of my own work in books one through five, sacrificing larger story arcs
in the process. Back when I first started writing the stories, I don’t know how
many times I heard the phrase “Wouldn’t it be a good idea to increase the party
size?” I would like to thank everyone who worked with me for listening to my
selfish desires and allowed me to take my time in developing each character in
turn. You have my gratitude.
Gods, family, and Familia all came together to form the backbone of the
story. As soon as the idea for a “War Game between the Gods” came to me, the
story for this book fell into place with support from loyal readers. I can’t thank
you enough.
I would also like to recognize my adviser Mr. Kotaki for providing me with
inspiration and guidance throughout this project; Mr. Suzuhito Yasuda, for
producing beautiful artwork equal to or exceeding the magnificent designs from
earlier installments; as well as every other person involved in this project. Thank
you from the bottom of my heart.
Also, I would like to thank all of the guest artists who came together to
produce the limited-edition art book that was released along with this volume.
NOCO, Ms. Haruko Iizuka, Mr. Eiji Usatsuka, Mr. Noboru Kannadu, Mr. Ki
Takaya, Mikeo, YASU: thank you for lending your talents and individual vision
to this project. Each of you deserves great praise for your marvelous drawings.
I cannot wait to pick up my pen and start in on the next volume. Now then, I
will take my leave.
Fujino Omori
Thank you for buying this ebook, published by Yen
On.
To get news about the latest manga, graphic novels, and light novels from Yen
Press, along with special offers and exclusive content, sign up for the Yen Press
newsletter.

Sign Up

Or visit us at www.yenpress.com/booklink
Contents

Cover
Welcome
Insert
Title Page

Prologue: Evil in the Moonlit Night


Chapter 1: The Furious Rabbit
Chapter 2: Shall We Dance?
Chapter 3: Outbreak
Chapter 4: Those Who Gather
Chapter 5: Our War Game
Epilogue: Hestia Familia

Afterword
Yen Newsletter
Copyright
Copyright

IS IT WRONG TO TRY TO PICK UP GIRLS IN A DUNGEON?, Volume 6


FUJINO OMORI

Translation by Andrew Gaippe


Cover art by Suzuhito Yasuda

This book is a work of fiction. Names, characters, places, and incidents are the product of the author’s
imagination or are used fictitiously. Any resemblance to actual events, locales, or persons, living or dead, is
coincidental.

DUNGEON NI DEAI WO MOTOMERU NO WA MACHIGATTEIRUDAROUKA vol. 6


Copyright © 2014 Fujino Omori
Illustrations copyright © 2014 Suzuhito Yasuda
All rights reserved.
Original Japanese edition published in 2014 by SB Creative Corp.
This English edition is published by arrangement with SB Creative Corp., Tokyo, in care of Tuttle-Mori
Agency, Inc., Tokyo.

English translation © 2016 by Yen Press, LLC

Yen Press, LLC supports the right to free expression and the value of copyright. The purpose of copyright is
to encourage writers and artists to produce the creative works that enrich our culture.

The scanning, uploading, and distribution of this book without permission is a theft of the author’s
intellectual property. If you would like permission to use material from the book (other than for review
purposes), please contact the publisher. Thank you for your support of the author’s rights.

Yen On
1290 Avenue of the Americas
New York, NY 10104

Visit us at yenpress.com
facebook.com/yenpress
twitter.com/yenpress
yenpress.tumblr.com

First Yen On Edition: August 2016

Yen On is an imprint of Yen Press, LLC.


The Yen On name and logo are trademarks of Yen Press, LLC.

The publisher is not responsible for websites (or their content) that are not owned by the publisher.

Library of Congress Cataloging-in-Publication Data

Names: Ōmori, Fujino, author. | Yasuda, Suzuhito, illustrator.


Title: Is it wrong to try to pick up girls in a dungeon? / Fujino Omori ; illustrated by Suzuhito Yasuda.
Other titles: Danjon ni deai o motomeru nowa machigatte iru darōka. English.
Description: New York : Yen ON, 2015– | Series: Is it wrong to pick up girls in a dungeon? ; 6
Identifiers: LCCN 2015029144 | ISBN 9780316339155 (v. 1 : pbk.) | ISBN 9780316340144 (v. 2 : pbk.) |
ISBN 9780316340151 (v. 3 : pbk.) | ISBN 9780316340168 (v. 4 : pbk.) | ISBN 9780316314794 (v. 5 : pbk.)
| ISBN 9780316394161 (v. 6 : pbk.)
Subjects: | CYAC: Fantasy. | BISAC: FICTION / Fantasy / General. | FICTION / Science Fiction /
Adventure.
Classification: LCC PZ7.1.O54 Du 2015 | DDC [Fic]—dc23 LC record available at
http://lccn.loc.gov/2015029144

ISBNs: 978-0-316-39416-1 (paperback)


978-0-316-39420-8 (ebook)

E3-20160722-JV-PC

Centres d'intérêt liés